Vous êtes sur la page 1sur 4
Coordenação de Tecnologia Polímeros Professora: Erika Cabral Disciplina: Física II Lista de exercícios 2 2013/2

Coordenação de Tecnologia Polímeros

Professora:

Erika Cabral

Disciplina:

Física II

Lista de

exercícios 2

2013/2

Aluno (a):

Matrícula:

Turma:

T. Polímeros

Capacitância

1) Dois objetos de metal possuem cargas de 70 pC e -70 pC, que resultam

em uma diferença de potencial de 20V entre elas. (a) Qual é a capacitância do sistema? (b) Se as cargas mudam para

200 pC e -200 pC, qual é o novo valor

da capacitância? (c) Qual é novo valor

da diferença de potencial?

2) O capacitor da figura abaixo possui uma capacitância de 25 μF e está inicialmente descarregado. A bateria produz uma diferença de potencial de

120 V. Quando a chave S é fechada,

qual é a carga total que passa por ela?

chave S é fechada, qual é a carga total que passa por ela? 3) Pretende-se usar

3) Pretende-se usar duas placas de metal com 1,0 m 2 de área para construir um capacitor de placas paralelas. (a) Qual deve ser a distância entre as placas para que a capacitância do dispositivo seja 1,0 F? (b) O dispositivo é fisicamente viável?

4) Um capacitor de placas paralelas possui placas circulares de raio 8,2 cm, separadas por uma distância de 1,3 mm.

(a) Calcule a capacitância. (b) Qual é a carga das placas se uma diferença de potencial de 120 V é aplicada ao capacitor?

5) Qual é a capacitância de uma gota formada pela fusão de duas gotas de mercúrio com 2,0 mm de raio?

6) Determine a capacitância equivalente do circuito da figura abaixo para C 1 = 10,0 μF, C 2 = 5,0 μF e C 3 = 4,0 μF.

C 1 = 10,0 μF, C 2 = 5,0 μF e C 3 = 4,0 μF.

7) Determine a capacitância equivalente do circuito da figura abaixo para C 1 = 10,0 μF, C 2 = 5,0 μF e C 3 = 4,0 μF.

C 1 = 10,0 μF, C 2 = 5,0 μF e C 3 = 4,0 μF.

8) Quantos capacitores de 1,0 μF devem ser ligados em paralelo para armazenar uma carga de 1,0 C com uma diferença de potencial de 110 V entre as placas dos capacitores?

Coordenação de Tecnologia Polímeros Professora: Erika Cabral Disciplina: Física II Lista de exercícios 2 2013/2

Coordenação de Tecnologia Polímeros

Professora:

Erika Cabral

Disciplina:

Física II

Lista de

exercícios 2

2013/2

Aluno (a):

Matrícula:

Turma:

T. Polímeros

9) Os três capacitores da figura estão inicialmente descarregados e têm uma capacitância de 25 μF. Um diferença de potencial V = 4200 V entre as placas dos capacitores é estabelecidas quando a chave é fechada. Qual é a carga total que atravessa?

10) Uma diferença de potencial V = 100,0 V é aplicada ao circuito abaixo, e os valores das capacitâncias são C 1 = 10,0 μF, C 2 = 5,0 μF e C 3 = 4,0 μF. Se o capacitor 3 sofre uma ruptura dielétrica e passa a se comportar como um condutor, determine (a) o aumento da carga do capacitor 1; (b) o aumento da diferença de potencial entre as placas do capacitor 1.

da diferença de potencial entre as placas do capacitor 1. Corrente e Resistência 1) Durante 40

Corrente e Resistência

1) Durante 40 min em que uma corrente de 50 A atravessa um fio, (a) quantos coulombs e (b) quantos elétrons passam por uma seção reta?

2) Uma corrente pequena, porém mensurável, de 1,2 x 10 -10 A atravessa um fio de cobre de 2,5 mm de diâmetro. O número de portadores de carga por unidade de volume é 8,49 x10 28 m -3 . Supondo que a corrente é uniforme, calcule (a) a densidade

de corrente e (b) a velocidade de deriva dos

elétrons.

3) O fusível de um circuito elétrico é um fio projetado para fundir, abrindo o circuito, se

a corrente ultrapassar um certo valor.

Suponha que o material a ser usado em um fusível funde quando a densidade de corrente ultrapassa 440 A/cm 2 . Que diâmetro de fio cilíndrico deve ser usado para fazer um fusível que limite a corrente a 0.5 A?

4) Um certo fio cilíndrico está conduzindo uma corrente. Desenhamos uma circunferência de raio r e centro no eixo do fio e determinamos a corrente i no interior da circunferência. A figura b mostra a

corrente i em função de r 2 . A escala vertical é definida por i s = 4,0 mA, e a escala horizontal é definida por r s 2 = 4 mm 2 . (a) A densidade de corrente é uniforme? (b) Caso a reposta seja afirmativa determine o valor

da densidade de corrente.

(a) A densidade de corrente é uniforme? (b) Caso a reposta seja afirmativa determine o valor
Coordenação de Tecnologia Polímeros Professora: Erika Cabral Disciplina: Física II Lista de exercícios 2 2013/2

Coordenação de Tecnologia Polímeros

Professora:

Erika Cabral

Disciplina:

Física II

Lista de

exercícios 2

2013/2

Aluno (a):

Matrícula:

Turma:

T. Polímeros

5) O módulo J (r ) da densidade de corrente em um certo fio cilíndrico é dado por J (r ) = Br , onde r é a distância radial a partir do centro do fio em metros e B = 2x10 5 A/m 3 . Qual é a corrente que passa em um anel concêntrico com o fio, com 10 μm de largura, situado a uma distância radial de 1,2 mm do centro do fio?

6) O módulo J da densidade de corrente em um certo fio cilíndrico de raio R = 2 mm é dado por J = (3x10 8 ) r 2 , com J em A/m2 e a distância radial r em m. Qual é a corrente que passa em um anel concêntrico com o fio de raio interno 0,9 R e raio externo R?

7) Um fio elétrico tem 1 mm de diâmetro, 2

m de comprimento e uma resistência de 50 m. Qual a resistividade do material?

8) Um certo fio têm uma resistência R. Qual é a resistência de um segundo fio, feito do mesmo material, com a metade do comprimento e metade do diâmetro?

9) As especificações de uma lâmpada de lanterna são 0,30 A e 2,9 V. Se a resistência do filamento de tungstênio da lâmpada à temperatura ambiente (20 o C) é 1,1Ω, qual é a temperatura quando a lâmpada está acesa?

10) Um fio com uma resistência de 6 é esticado de tal forma que o seu

comprimento se torna três vezes maior que

o original. Determine a resistência do fio após a operação, supondo que a resistividade e a densidade do material permaneçam as mesmas.

Campos Magnéticos

1)

v

Um

(2,0

elétron

com

10 m / s )iˆ

6

uma

(3,0

velocidade

10

6

m / s ) ˆj

está se movendo em uma região onde existe um campo magnético uniforme

. (a) Determine

a força que age sobre o elétron. (b) Repita o cálculo para um próton com a mesma velocidade.

B

(0,03T )iˆ (0,15T ) ˆj

2) Uma partícula alfa se move com velocidade v de módulo 550 m/s em uma região onde existe um campo magnético B de módulo 0,045T. (Uma partícula possui carga de 3,2x10 -19 C e uma massa 6,6x10 - 27 kg). O ângulo entre v e B é 52 o . Determina (a) o módulo da força F B que o campo magnético exerce sobre a partícula; (b) a aceleração da partícula causada por F B . (c) A velocidade da partícula aumenta, diminui ou permanece constante?

3) Um próton cuja trajetória faz um ângulo de 23 o com a direção de um campo magnético de 2,6 mT experimenta uma força magnética de 6.5x10 -17 N. Calcule (a) a velocidade do próton; (b) a energia cinética do próton em elétrons-volts.

4) Uma partícula com massa de 10 kg e uma carga de 80 μC se move em uma região onde existe um campo magnético uniforme. A velocidade da partícula é constante e igual a 20i km/s, perpendicular ao campo magnético. Qual é o campo magnético?

Coordenação de Tecnologia Polímeros Professora: Erika Cabral Disciplina: Física II Lista de exercícios 2 2013/2

Coordenação de Tecnologia Polímeros

Professora:

Erika Cabral

Disciplina:

Física II

Lista de

exercícios 2

2013/2

Aluno (a):

Matrícula:

Turma:

T. Polímeros

5) Um elétron se move em uma região onde existe um campo magnético uniforme dado

por

instante o elétron tem uma velocidade

e a força magnética que

certo

B

B iˆ

x

(3,0 B

x

) ˆj.

Em

um

v

(2iˆ 4 ˆj ) m / s

age sobre a partícula é (6,4x10 -19 N)k. Determine B x.

6) Um próton está se movendo em uma

região onde existe um campo magnético

por

instante

velocidade

força

é

t1o

uniforme

dado

B (10iˆ 20 ˆj 30 kˆ) mT

.

v

próton

ˆ ˆ (2

v i

x

v j

y

possui

km s k

/

) e

magnética

que

age

sobre

No

o

a

próton

F

B

(4,0

10

17

)ˆ

N i

(2,0

10

17

N ) ˆ. j

Neste instante, quais são os valores (a) de v x e (b) de v y ?