Vous êtes sur la page 1sur 27

Professor Flavio Torres da Fonseca

7 Flexo Tenses normais


Apostila: Captulo 6
Livro Hibbeler: Captulo 6

7 Flexo Tenses normais

7 Flexo Tenses normais

7 Flexo Tenses normais

7 Flexo Tenses normais

7 Flexo Tenses normais

7 Flexo Tenses normais



=
= lim
= lim
0

7 Flexo Tenses normais

7 Flexo Tenses normais


Hiptese: sees planas permanecem planas aps aplicao

do momento de flexo.
x o deslocamento de um ponto material (y, z) da seo
transversal
Assim, os deslocamentos longitudinais seguem a equao do
plano: = = 1 + 1 + 1

7 Flexo Tenses normais


= = 1 + 1 + 1

= =
+ 1 + 1
1

= +

= + +

= 0

Por outro lado:

= 0 , pois CY e CZ so eixos baricntricos a = 0

= 0 e

Mas,

1 + 1 + 1
=

=
=

2 +

7 Flexo Tenses normais


= +
=
= +

+ + +

+
2

7 Flexo Tenses normais

7 Flexo Tenses normais

7 Flexo Tenses normais


Observaes:

Tensor de tenses:
= 0
0
A equao + = 0

0 0
0 0
0 0

uma reta situada sobre o plano da seo transversal, sobre a qual


as tenses normais se anulam, assim como as deformaes
normais. Essa reta denominada linha neutra (LN).
Eq. da LN:

=
+

= tan

A LN a interseo do plano das tenses normais com a seo

transversal. Assim, as tenses normais so constantes em linhas


paralelas LN.

7 Flexo Tenses normais


As tenses normais extremas ( e ) situam-se nos pontos mais

distantes da seo transversal, relativamente a linhas paralelas LN.


= tan
sendo a o ngulo entre a LN e o eixo Y indicado.

7 Flexo Tenses normais


Caso os eixos CY e CZ, alm de baricntricos, fossem principais,

ter-se-ia Iyz = 0 e, consequentemente:

=
+

em que


tan =

tan =

7 Flexo Tenses normais


+

7 Flexo Tenses normais

7 Flexo Tenses normais

y e z so eixos principais.

7 Flexo Tenses normais

y e z so eixos principais.

Exemplo 6.19

Uma viga T submetida a um momento fletor de 15 kN.m,


conforme mostrado na figura. Determine a tenso normal
mxima na viga e a orientao do eixo neutro.

Exemplo 6.19

Exemplo 6.19
B

= 68,6

= 21,4

= = 90,4

Exemplo 6.20

A seo Z mostrada na figura submetida ao momento fletor


M = 20 kN.m. Os eixos principais so orientados conforme
indicado. Determine a tenso normal no ponto P e a
orientao do eixo neutro.
= 0,960 103 4
= 7,540 103 4

Exemplo 6.20
= 3,75
= 85,3

7 Flexo Tenses normais


O teorema dos eixos paralelos pode ser usado para
determinar o momento de inrcia de uma rea em relao
a qualquer eixo que seja paralelo a um eixo passado pelo
centroide e em relao ao qual o momento de inrcia
conhecido.