Vous êtes sur la page 1sur 55
Introdução A importância dos processos anteriores e posteriores Cliente Confecçao Projetos Benefi Fiacão
Introdução
A importância dos processos anteriores e posteriores
Cliente
Confecçao
Projetos
Benefi
Fiacão
Tecelagem

Tecelagem = video

Tecelagem: Definições Tecido Plano Liso, Felpudo, Jacquard Tear = Definição Tecido Malha Na confecção de
Tecelagem: Definições
Tecido Plano
Liso, Felpudo, Jacquard
Tear = Definição
Tecido Malha
Na confecção de malhas, a tecelagem
passa a denominar-se malharia.
Texto Tecido
Tecidos = Classificação
Tecidos = Classificação
Tecelagem 5 Classificação Geral de tecidos quanto à estrutura T E C ID O S

Tecelagem

Tecelagem 5 Classificação Geral de tecidos quanto à estrutura T E C ID O S E

5

Classificação Geral de tecidos quanto à estrutura

T E C ID O S E s p e c iais N ã o
T E C ID O S
E s p e c iais
N ã o
tec id o s
C o m u n s
M a lh a s
L a ç a d a
E
s tru tu ra
m is ta
E n tre la ç a m e n to ,
E n tre la ç a m e n to
d e
E n tre la ç a m e n to
d
e
te c id o
a d e s ã o
o u
fu s ã o
d
e
d o is
c o n ju n to s
F o rm a ç ã o
la ç o s .
s e m e lh a n te
a
c
o m u m ,
m a lh a
d e
fib ra s .
d
e
fio s
e m
re to .
â n g u lo
m
a
lh a
e
c o m u m ,
o u
n ã o
te c id o ,
o u
m
a s
fio
s o lu ç ã o
d e
ta
m b é m
fo rm a
la ç a d a s
p
o lím e ro
c o m p le ta s
(n ó s ).
a p lic a d o
a o
te c id o .
L am in a d os
F o lh ea d o
S
im p les
T ram a
B o rd a d o s
F ilm es
F eltro
C om p o sto
U rd im ento
R ed es
F
elp u d o
M is to
J a c q u ard
Tecelagem 6 Estruturas básicas de tecidos

Tecelagem

Tecelagem 6 Estruturas básicas de tecidos

6

Estruturas básicas de tecidos

Tecelagem 6 Estruturas básicas de tecidos
Tipos de tecidos TECIDO PLANO
Tipos de tecidos
TECIDO PLANO
Detalhamentos Tecelagem de tecido plano
Detalhamentos Tecelagem de tecido plano

Detalhamentos

Tecelagem de tecido plano

Tecelagem 9

Tecelagem

Tecelagem 9

9

Tecelagem 9
Tecelagem 9
Tecelagem 9
Tecelagem 9
Tecelagem 9
Tecelagem 9
Tecelagem 10 Elementos para obtenção de tecidos planos Rolo de urdume Roca trama

Tecelagem

Tecelagem 10 Elementos para obtenção de tecidos planos Rolo de urdume Roca trama

10

Elementos para obtenção de tecidos planos

Rolo de urdume
Rolo de urdume
Tecelagem 10 Elementos para obtenção de tecidos planos Rolo de urdume Roca trama
Tecelagem 10 Elementos para obtenção de tecidos planos Rolo de urdume Roca trama
Tecelagem 10 Elementos para obtenção de tecidos planos Rolo de urdume Roca trama

Roca trama

Tecelagem 10 Elementos para obtenção de tecidos planos Rolo de urdume Roca trama
Construção de tecido plano O fluxo do material ao longo do tear
Construção de tecido plano
O fluxo do material ao longo do tear
Construção de tecido plano Tear com Lançadeira Voadora 1. Urdume 2. Trama 3. Lançadeira voadora
Construção de tecido plano
Tear com Lançadeira Voadora
1. Urdume
2. Trama
3. Lançadeira
voadora
4. Cala
5. Batente
Vídeo inserção fio pela lançadeira
Tecido plano • O processo de tecer pode ser resumido em três operações: ▫ Abertura

Tecido plano

O processo de tecer pode ser resumido em três operações:

▫ Abertura da cala

▫ Inserção da trama

▫ Batida do pente

processo de tecer pode ser resumido em três operações: ▫ Abertura da cala ▫ Inserção da
Construção de tecido plano FORMAÇÃO DA CALA Cala: Uma divisão da camada de urdume de
Construção de tecido plano
FORMAÇÃO DA CALA
Cala: Uma divisão da camada de urdume de modo que a trama possa
ser inserida para proporcionar o entrelaçamento desejado.
Construção de tecido plano INSERÇÃO DA TRAMA
Construção de tecido plano
INSERÇÃO DA TRAMA
Construção de tecido plano Sistemas de inserção de trama P = posição da embalagem do
Construção de tecido plano
Sistemas de inserção de trama
P = posição da embalagem do fio (espula, cone)
Construção de tecido plano BATIDA
Construção de tecido plano
BATIDA
Construção de tecido plano BATIDA Observação para Felpudos
Construção de tecido plano
BATIDA
Observação para Felpudos
Fluxograma da Tecelagem de Tecido plano
Fluxograma da Tecelagem de Tecido plano
Urdição Finalidade: produzir rolos de urdideira, contendo grande metragem para a alimentação da engomadeira .
Urdição
Finalidade: produzir rolos de urdideira, contendo grande metragem para a
alimentação da engomadeira .
(urdideira contínua), ou direitamente do tear (urdideira seccional).
Urdideira Contínua 21

Urdideira Contínua

Urdideira Contínua 21

21

Urdideira Contínua 21 Coteminas – Montes Claros/MG

Coteminas – Montes Claros/MG

Urdideira Contínua 21 Coteminas – Montes Claros/MG
Urdideira Seccional 22

Urdideira Seccional

Urdideira Seccional 22

22

Urdideira Seccional 22 Urdideira Seccional – Coteminas – Blumenau/SC

Urdideira Seccional – Coteminas – Blumenau/SC

Urdideira Seccional 22 Urdideira Seccional – Coteminas – Blumenau/SC
Urdideira Seccional 22 Urdideira Seccional – Coteminas – Blumenau/SC
Engomagem Reunir vários rolos de urdideira em um único rolo para a alimentação do tear;
Engomagem
Reunir vários rolos de urdideira em um único rolo para a
alimentação do tear;
Revestir (impregnar) os fios com uma película de goma, cuja
função é a de torná-los mais lisos e mais resistentes,
assegurando um melhor trabalho no tear.
Engomadeira 24

Engomadeira

Engomadeira 24

24

- Fio Singelo: obrigatoriamente engomado;

- Fio Retorcido: não é engomado ou engomado com baixa concentração;

- Fio Retorcido: não é engomado ou engomado com baixa concentração; Cia. Indl. Cataguases Vídeo Engomagem

Cia. Indl. Cataguases

Vídeo

Engomagem

Texto Gomas

- Fio Retorcido: não é engomado ou engomado com baixa concentração; Cia. Indl. Cataguases Vídeo Engomagem
Remetição Passar os fios de urdimento = pelas lamelas do guarda- urdume; = pelo olhal
Remetição
Passar os fios de urdimento
= pelas lamelas do guarda-
urdume;
= pelo olhal dos liços, segundo
uma ordem pré-determinada,
para, em combinação com o
mecanismo formador de cala,
produzir o entrelaçamento
desejado;
= pela puas do pente, de acordo
com a densidade desejada.
Remetição
Remetição
Remetição
Remetição
Tecelagem 28 Coteminas – Montes Claros/MG

Tecelagem

Tecelagem 28 Coteminas – Montes Claros/MG

28

Tecelagem 28 Coteminas – Montes Claros/MG

Coteminas – Montes Claros/MG

Tecelagem 29 Coteminas – Blumenau/SC

Tecelagem

Tecelagem 29 Coteminas – Blumenau/SC

29

Tecelagem 29 Coteminas – Blumenau/SC

Coteminas – Blumenau/SC

Malharia

Malharia

Malharia

Detalhamentos

Tecelagem de Malhas

Tipos de tecidos MALHA
Tipos de tecidos
MALHA
Tipos de tecidos MALHA Na malha, um fio assume uma forma de laçadas, as quais
Tipos de tecidos
MALHA
Na malha, um fio assume uma forma de laçadas, as quais passam por
dentro das laçadas de outro fio e assim sucessivamente. Essas laçadas
sustentam-se entre si e são livres para mover-se umas sobre as outras,
fornecendo:
Flexibilidade, capacidade de modelagem, recuperação elástica.
malharia de trama.
Fluxograma da Tecelagem de Malharia 33

Fluxograma da Tecelagem de Malharia

Fluxograma da Tecelagem de Malharia 33

33

Fs Beneficia- Conicaleira mento de fio Fr Retorcedeira Fr / Fs tintos Bobinadeira Fr Malharia
Fs
Beneficia-
Conicaleira
mento de fio
Fr
Retorcedeira
Fr / Fs tintos
Bobinadeira
Fr
Malharia
Fr / Fs tintos
Malha crua
Malha de fio tinto:
Jacquard/xadrez/listrado

FsFr / Fs tintos Bobinadeira Fr Malharia Fr / Fs tintos Malha crua Malha de fio

Fr / Fs tintos Bobinadeira Fr Malharia Fr / Fs tintos Malha crua Malha de fio
Malharia 34

Malharia

Malharia 34

34

Coteminas – Campina Grande/PB Fonte: http://www.coteminas.com.br/desenv- web/htm/cmb/images/empresa/m/1660.jpg
Coteminas – Campina Grande/PB
Fonte: http://www.coteminas.com.br/desenv-
web/htm/cmb/images/empresa/m/1660.jpg
web/htm/cmb/images/empresa/m/1660.jpg Coteminas – Campina Grande/PB Fonte:
web/htm/cmb/images/empresa/m/1660.jpg Coteminas – Campina Grande/PB Fonte:

Coteminas – Campina Grande/PB Fonte: http://www.coteminas.com.br/desenv-

web/htm/cmb/images/empresa/m/1662.jpg

Coteminas – Campina Grande/PB Fonte: http://www.coteminas.com.br/desenv- web/htm/cmb/images/empresa/m/1662.jpg
Tecelagem de malha Vídeo Tear Malharia
Tecelagem de malha
Vídeo Tear Malharia
Separação equipes para visita, cronograma.
Separação equipes para visita, cronograma.
Malhas Dentre os mais infinitos tipos de estruturas de malhas diferentes segue-se algumas estruturas mais
Malhas
Dentre os mais infinitos tipos de estruturas de
malhas diferentes segue-se algumas estruturas mais
comuns:
Texto Tipos malhas
Malhas MEIA MALHA O mais simples dos ligamentos. Utilizamos apenas laçadas de malha em máquinas
Malhas
MEIA MALHA
O mais simples dos ligamentos.
Utilizamos apenas laçadas de malha
em máquinas de Monofrontura. O
maior volume de produção destina-se
à camisetas tipo T-shirt, as famosas
camisetas básicas Hering. Ela pode
ser produzida com fios penteados ou
convencionais (cardados).
Malhas MOLETON Dois tipos de fios são utilizados na fabricação do moleton. Um fio mais
Malhas
MOLETON
Dois tipos de fios são utilizados
na fabricação do moleton.
Um fio mais fino fazendo o
ligamento tipo meia malha, e
que aparece no direito da malha
e outro, mais grosso, que fica
flutuando, meio que solto no
avesso da malha.
Malhas PIQUÊ Alterna as laçadas de malha com as de fang. O resultado é um
Malhas
PIQUÊ
Alterna
as
laçadas
de
malha com as de fang.
O resultado é um tecido
com aspecto conhecido como
de “ colméia de abelhas “. Este
tipo de malha é muito
utilizado na fabricação de
camisetas pólo.
Malhas RIBANA O nome “ribana” vem do tipo de máquina que a produz, máquinas RIB
Malhas
RIBANA
O nome “ribana” vem do tipo de máquina que a produz,
máquinas RIB de dupla frontura, que produzem malhas
duplas. O ponto é do tipo “malha” dos dois lados da malha.
Tipos de tecidos NÃO TECIDOS Conforme a norma NBR-13370, Nãotecido é uma estrutura plana, flexível
Tipos de tecidos
NÃO TECIDOS
Conforme a norma NBR-13370, Nãotecido é
uma estrutura plana, flexível e porosa,
constituída de véu ou manta de fibras ou
filamentos, orientados direcionalmente ou ao
acaso, consolidados (fixados) por processos
mecânico (fricção), ou químico (adesão), ou
térmico (coesão) ou a combinações destes.
Há uma vasta gama de aplicação deste tipo de material,:
médico-hospitalar descartáveis, base para forros sintéticos,
entretelas e palmilhas para calçados
Tecelagem de Não Tecidos Via seca Via úmida Via fundida
Tecelagem de Não Tecidos
Via seca
Via úmida
Via fundida
Tecelagem de Não Tecidos
Tecelagem de Não Tecidos
Tecelagem de Não Tecidos
Tecelagem de Não Tecidos
Tecelagem de Não Tecidos
Tecelagem de Não Tecidos
Tecelagem de Não Tecidos
Tecelagem de Não Tecidos
Tecidos Não-Tecidos
Tecidos Não-Tecidos
Tecidos Não-Tecidos
Tecidos Não-Tecidos
Tecidos Não-Tecidos
Tecidos Não-Tecidos
Tecidos Não-Tecidos
Tecidos Não-Tecidos
Tecidos Não-Tecidos
Tecidos Não-Tecidos
Tecidos Não-Tecidos
Tecidos Não-Tecidos
Tecidos Não-Tecidos
Tecidos Não-Tecidos
Tecidos Não-Tecidos
Tecidos Não-Tecidos