Vous êtes sur la page 1sur 34

[NEURO BUSINESS ]

[NEURO BUSINESS ] O SUCESSO EM QUALQUER NEGÓCIO PASSA DECISIVAMENTE POR UMA COMPREENSÃO DO CÉREBRO, DA

O SUCESSO EM QUALQUER NEGÓCIO PASSA

DECISIVAMENTE POR UMA COMPREENSÃO DO

CÉREBRO, DA MENTE E DO COMPORTAMENTO HUMANO.

] O SUCESSO EM QUALQUER NEGÓCIO PASSA DECISIVAMENTE POR UMA COMPREENSÃO DO CÉREBRO, DA MENTE E

AUTORIDADE

ESCALABILIDADE

TRÁFEGO

AUTORIDADE ESCALABILIDADE TRÁFEGO CONTEÚDO LINGUAGEM POSICIONAMENTO REPUTAÇÃO FUNIL PERPÉTUO STAKEHOLDERS

CONTEÚDO

LINGUAGEM

POSICIONAMENTO

REPUTAÇÃO

FUNIL PERPÉTUO

STAKEHOLDERS

OMNI - CHANNEL TECNOLOGIA WEB FÍSICO
OMNI - CHANNEL
TECNOLOGIA
WEB
FÍSICO
STAKEHOLDERS OMNI - CHANNEL TECNOLOGIA WEB FÍSICO MÍDIAS SOCIAIS MÍDIAS CONVENCIONAIS EMAIL MKT STAKEHOLDER

MÍDIAS SOCIAIS

MÍDIAS

CONVENCIONAIS

EMAIL MKT

STAKEHOLDER

CULTURA

MÁXIMA PERFORMANCE

EMAIL MKT STAKEHOLDER CULTURA MÁXIMA PERFORMANCE SUPORTE COMUNICAÇÃO COPY LAYOUT REDE
EMAIL MKT STAKEHOLDER CULTURA MÁXIMA PERFORMANCE SUPORTE COMUNICAÇÃO COPY LAYOUT REDE
SUPORTE COMUNICAÇÃO COPY LAYOUT

SUPORTE

COMUNICAÇÃO

SUPORTE COMUNICAÇÃO COPY LAYOUT

COPY

LAYOUT

STAKEHOLDER CULTURA MÁXIMA PERFORMANCE SUPORTE COMUNICAÇÃO COPY LAYOUT REDE RELACIONAMENTO CONVERSÃO
STAKEHOLDER CULTURA MÁXIMA PERFORMANCE SUPORTE COMUNICAÇÃO COPY LAYOUT REDE RELACIONAMENTO CONVERSÃO
STAKEHOLDER CULTURA MÁXIMA PERFORMANCE SUPORTE COMUNICAÇÃO COPY LAYOUT REDE RELACIONAMENTO CONVERSÃO

REDE

RELACIONAMENTO

CONVERSÃO

O PODER DE UM FUNIL DE VENDAS AUTOMÁTICO E UMA "COPY" DE VENDAS MATADORA E

O PODER DE UM FUNIL DE VENDAS AUTOMÁTICO E UMA "COPY" DE VENDAS MATADORA E INFALÍVEL.

OS SEIS PASSOS DO COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR

OS SEIS PASSOS DO COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR 1° EU TENHO UM PROBLEMA 2° EU VOU PESQUISAR

EU TENHO UM

PROBLEMA

DO COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR 1° EU TENHO UM PROBLEMA 2° EU VOU PESQUISAR 3° DÚVIDAS EU

EU VOU PESQUISAR

DO CONSUMIDOR 1° EU TENHO UM PROBLEMA 2° EU VOU PESQUISAR 3° DÚVIDAS EU VOU COMPARAR

DÚVIDAS

EU VOU COMPARAR

EU VOU

COMPRAR

A

B
B
UM PROBLEMA 2° EU VOU PESQUISAR 3° DÚVIDAS EU VOU COMPARAR 4° EU VOU COMPRAR A

EU VOU USAR

UM PROBLEMA 2° EU VOU PESQUISAR 3° DÚVIDAS EU VOU COMPARAR 4° EU VOU COMPRAR A

EU VOU AVALIAR

UM PROBLEMA 2° EU VOU PESQUISAR 3° DÚVIDAS EU VOU COMPARAR 4° EU VOU COMPRAR A

PORQUE UMA VENDA NÃO ACONTECE?

PORQUE UMA VENDA NÃO ACONTECE?  NECESSIDADE | ELE NÃO PRECISA  DESEJO | ELE NÃO
PORQUE UMA VENDA NÃO ACONTECE?  NECESSIDADE | ELE NÃO PRECISA  DESEJO | ELE NÃO

NECESSIDADE | ELE NÃO PRECISA

DESEJO | ELE NÃO DESEJA

PRESSA | ELE NÃO TEM PRESSA

CAPACIDADE FINANCEIRA |ELE NÃO TEM

DINHEIRO

NÃO CONFIA | ELE NÃO CONFIA NA SUA

CAPACIDADE DE ENTREGAR O PRODUTO

Chame a atenção Faça a sua oferta Identifique a dor Produza escassez Forneça a solução
Chame a atenção
Faça a sua oferta
Identifique a dor
Produza escassez
Forneça a solução
Ofereça uma garantia
Apresente credenciais
Chame para ação
Mostre os benefícios
Dê um aviso
Forneça provas sociais
Encerre com um
lembrete

RESPONDA AS DÚVIDAS DO SEU AVATAR

RESPONDA AS DÚVIDAS DO SEU AVATAR  "VOCÊ NÃO ENTENDE O MEU PROBLEMA“  "COMO EU
RESPONDA AS DÚVIDAS DO SEU AVATAR  "VOCÊ NÃO ENTENDE O MEU PROBLEMA“  "COMO EU

"VOCÊ NÃO ENTENDE O MEU PROBLEMA“

"COMO EU SEI QUE VOCÊ É QUALIFICADO?"

"EU NÃO ACREDITO EM VOCÊ"

"EU NÃO PRECISO DISSO AGORA"

"ISSO NÃO VAI FUNCIONAR PARA MIM"

"O QUE ACONTECE SE EU NÃO GOSTAR?"

"EU NÃO POSSO PERMITIR ISSO”

O ROTEIRO

O ROTEIRO www.neurobusiness.com.br
www.neurobusiness.com.br
www.neurobusiness.com.br
O ROTEIRO www.neurobusiness.com.br

Título Sub-título Faça Perguntas
Sub-título Título Faça Perguntas
Faça PerguntasTítulo Sub-título

História ou Analogia PoderosaTítulo Sub-título Faça Perguntas Há esperança! Um pouco de conteúdo Prova Descrição Lista de Pontos Quem

Há esperança!Sub-título Faça Perguntas História ou Analogia Poderosa Um pouco de conteúdo Prova Descrição Lista de Pontos

Um pouco de conteúdo Prova
ProvaUm pouco de conteúdo

DescriçãoPoderosa Há esperança! Um pouco de conteúdo Prova Lista de Pontos Quem precisa e Quem não

Lista de Pontos Quem precisa e Quem não Porque você é diferente
Quem precisa e Quem não Lista de Pontos Porque você é diferente
Porque você é diferenteLista de Pontos Quem precisa e Quem não

Mostre o ProdutoQuem precisa e Quem não Porque você é diferente Ancoramento de Preço Garantia / Reversão de

Ancoramento de Preçoe Quem não Porque você é diferente Mostre o Produto Garantia / Reversão de Risco Conclusão

Garantia / Reversão de Riscovocê é diferente Mostre o Produto Ancoramento de Preço Conclusão Assinatura P.S.: Depoimentos Perguntas e

ConclusãoProduto Ancoramento de Preço Garantia / Reversão de Risco Assinatura P.S.: Depoimentos Perguntas e Respostas Botão

Assinaturade Preço Garantia / Reversão de Risco Conclusão P.S.: Depoimentos Perguntas e Respostas Botão de compra

Preço Garantia / Reversão de Risco Conclusão Assinatura P.S.: Depoimentos Perguntas e Respostas Botão de compra
Preço Garantia / Reversão de Risco Conclusão Assinatura P.S.: Depoimentos Perguntas e Respostas Botão de compra
Preço Garantia / Reversão de Risco Conclusão Assinatura P.S.: Depoimentos Perguntas e Respostas Botão de compra
Preço Garantia / Reversão de Risco Conclusão Assinatura P.S.: Depoimentos Perguntas e Respostas Botão de compra
Preço Garantia / Reversão de Risco Conclusão Assinatura P.S.: Depoimentos Perguntas e Respostas Botão de compra
Preço Garantia / Reversão de Risco Conclusão Assinatura P.S.: Depoimentos Perguntas e Respostas Botão de compra
Preço Garantia / Reversão de Risco Conclusão Assinatura P.S.: Depoimentos Perguntas e Respostas Botão de compra

P.S.:Preço Garantia / Reversão de Risco Conclusão Assinatura Depoimentos Perguntas e Respostas Botão de compra

Depoimentos Perguntas e RespostasAncoramento de Preço Garantia / Reversão de Risco Conclusão Assinatura P.S.: Botão de compra www.neurobusiness.com.br

Reversão de Risco Conclusão Assinatura P.S.: Depoimentos Perguntas e Respostas Botão de compra www.neurobusiness.com.br

Botão de compra

COPYWRITING

COPYWRITING A DIFERENÇA ENTRE A RIQUEZA E A POBREZA PODE SER APENAS UMA CARTA DE VENDAS.

A DIFERENÇA ENTRE A RIQUEZA E A POBREZA PODE SER APENAS UMA CARTA DE VENDAS.

O QUE É COPYWRITING

O QUE É COPYWRITING Copywriting é a «arte» de escrever e criar conteúdos com o intuito
O QUE É COPYWRITING Copywriting é a «arte» de escrever e criar conteúdos com o intuito

Copywriting é a «arte» de escrever e criar conteúdos com o intuito de

promover e vender bens, serviços, marcas ou empresas. A importância do Copywriting está em tornar os conteúdos irresistíveis, o que significa que

a forma é tão ou mais importante que o conteúdo. A conversão é o

objetivo e pode ser subscrições, envio de informação ou vendas.

COPYWRITING= CARTA DE VENDAS

PORQUE FUNCIONA

PORQUE FUNCIONA  NÓS HUMANOS VIVEMOS EM UM MUNDO DE PALAVRAS.  A PALAVRA É A
PORQUE FUNCIONA  NÓS HUMANOS VIVEMOS EM UM MUNDO DE PALAVRAS.  A PALAVRA É A

NÓS HUMANOS VIVEMOS EM UM MUNDO DE PALAVRAS.

A PALAVRA É A FERRAMENTA MAIS PODEROSA QUE VOCÊ PODE POSSUIR EM SUA COMUNICAÇÃO.

APRENDEMOS COM PALAVRAS, COM PALAVRAS CRIAMOS NOSSA REALIDADE.

PALAVRAS SÃO GATILHOS QUE DISPARAM EXPERIÊNCIAS DENTRO DE NÓS.

A QUALIDADE DAS SUAS PALAVRAS DETERMINAM A QUALIDADE DO SEU MARKETING.

NÃO EXISTE UM GRANDE MARKETING SEM GRANDES PALAVRAS.

GRANDES PALAVRAS PRODUZEM GRANDES RESULTADOS.

AS PALAVRAS CERTAS COLOCADAS NA ORDEM CERTA, ESTE É O GRANDE NEGÓCIO.

NEUROBUSINESS

LINGUAGEM HIPNÓTICA www.neurobusiness.com.br
LINGUAGEM HIPNÓTICA www.neurobusiness.com.br

LINGUAGEM HIPNÓTICA

www.neurobusiness.com.br

O QUE É LINGUAGEM HIPNÓTICA
O QUE É LINGUAGEM HIPNÓTICA

A COMUNICAÇÃO HIPNÓTICA É UMA COMUNICAÇÃO COM O INCONSCIENTE .

Toda comunicação eficaz é efetivamente hipnótica e comunicadores

excelentes fazem uso de padrões de linguagem hipnótica mesmo quando

não tem consciência disso.

www.neurobusiness.com.br

AS 4 PALAVRAS MÁGICAS
AS 4 PALAVRAS MÁGICAS
1
1
AS 4 PALAVRAS MÁGICAS 1 Mas - essa conjunção desfaz o que foi dito antes e

Mas - essa conjunção desfaz o que foi dito antes e enfatiza o que vem depois dela.

Exemplo: Você sempre chega atrasado, mas é um ótimo

funcionário.

www.neurobusiness.com.br

AS 4 PALAVRAS MÁGICAS
AS 4 PALAVRAS MÁGICAS
2
2
AS 4 PALAVRAS MÁGICAS 2 Não – falar da “ não coisa ” é um outro

Não falar da não coisaé um outro jeito de falar da coisa. O

ouvinte tende a representar e se fixar à parte positiva da frase ou

do comando. Exemplo: Não pense que estou com raiva de você. Não se sinta confortável depressa demais.

www.neurobusiness.com.br

AS 4 PALAVRAS MÁGICAS
AS 4 PALAVRAS MÁGICAS
3
3
AS 4 PALAVRAS MÁGICAS 3 Ou Ou – essa expressão cria a ilusão de alternativa Exemplo:

Ou

Ou

essa expressão cria a ilusão de alternativa

Exemplo: Você quer fechar este contrato agora ou depois de tomarmos um café?

www.neurobusiness.com.br

AS 4 PALAVRAS MÁGICAS
AS 4 PALAVRAS MÁGICAS
4
4
AS 4 PALAVRAS MÁGICAS 4 Porque – O uso de algum tipo de explicação para um

Porque O uso de algum tipo de explicação para um fato faz como ele seja mais facilmente aceito, ainda que essa explicação não seja lógica. Exemplo: Por favor, me deixe passar em sua frente nessa fila, porque meu patrão é muito exigente.

www.neurobusiness.com.br

COMO UTILIZAR OS PADRÕES E CONSTRUIR FRASES PERSUASIVAS
COMO UTILIZAR OS PADRÕES E
CONSTRUIR FRASES PERSUASIVAS
COMO UTILIZAR OS PADRÕES E CONSTRUIR FRASES PERSUASIVAS www.neurobusiness.com.br
COMO UTILIZAR OS PADRÕES E CONSTRUIR FRASES PERSUASIVAS www.neurobusiness.com.br

www.neurobusiness.com.br

1. Eu não lhe diria , porque De qualquer forma já estou dizendo, porém, minha
1. Eu não lhe diria , porque De qualquer forma já estou dizendo, porém, minha

1. Eu não lhe diria

, porque

1. Eu não lhe diria , porque De qualquer forma já estou dizendo, porém, minha negativa

De qualquer forma já estou dizendo, porém, minha negativa inicial quebra a resistência, e a palavra mágica “porque” atribui autoridade ao que digo ao mesmo tempo em que

desvia a atenção do comando embutido.

Exemplo: Eu não lhe diria faça seu pedido agora, porque você já sabe que este é o

melhor momento.

2. Eu poderia lhe dizer que

, mas

Você não pode colocar nenhuma objeção, já que eu apenas estou comunicando o que posso fazer. O “mas” desconsidera o dito e engana a atenção consciente. Exemplo: Eu poderia lhe dizer que este é o momento de efetuar esta compra, mas prefiro que

você descubra por si mesmo.

www.neurobusiness.com.br

3. Mais cedo ou mais tarde, Este padrão é um verdadeiro facilitador de comandos embutidos,
3. Mais cedo ou mais tarde, Este padrão é um verdadeiro facilitador de comandos embutidos,

3. Mais cedo ou mais tarde,

3. Mais cedo ou mais tarde, Este padrão é um verdadeiro facilitador de comandos embutidos, no

Este padrão é um verdadeiro facilitador de comandos embutidos, no que

pressupõe a inevitabilidade dos mesmos.

Exemplo: Mais cedo ou mais tarde, você vai perceber mais profundamente as vantagens desta escolha.

4. Algum dia (ou em algum lugar)

Mesmo caso do anterior. Pressupõe-se que algo inevitavelmente irá acontecer, algum dia ou em algum lugar. Então é melhor que você já comece imaginar

isto agora e deixe acontecer.

Exemplo: Algum dia, você vai rir das preocupações atuais.

www.neurobusiness.com.br

5. Tente resistir A pressuposição é de que qualquer resistência será inútil. Este padrão contém
5. Tente resistir A pressuposição é de que qualquer resistência será inútil. Este padrão contém

5. Tente resistir

5. Tente resistir A pressuposição é de que qualquer resistência será inútil. Este padrão contém um

A pressuposição é de que qualquer resistência será inútil. Este padrão

contém um duplo vínculo: ou o cliente tenta resistir, obedecendo ao

comando direto ou não resiste, atendendo ao comando indireto. Não há como não obedecer a você. Exemplo: Tente resistir a este novo modelo do carro.

6. Estou me perguntando se você

ou não.

Pergunta embutida, seguida de comando embutido. O optativo e serve para uma possível retirada estratégica.

Exemplo: Estou me perguntando se você gostaria de experimentar este

ou nãodo final é

produto por uma semana sem compromisso

ou não

www.neurobusiness.com.br

7. Talvez você não tenha , ainda. O “ ainda ” é outro pressuposto de

7. Talvez você não tenha

, ainda.

7. Talvez você não tenha , ainda. O “ ainda ” é outro pressuposto de inevitabilidade.

O aindaé outro pressuposto de inevitabilidade. O talvezfunciona

como suavizador. O nãoproduz a imaginação do que está sendo negado.

A meta-mensagem é faça logo. Exemplo: Talvez você não tenha decidido a nos acompanhar nesta parceria ainda.

8. Estou me perguntando o quê você gostaria de fazer primeiro.

me perguntando o quê você gostaria de fazer primeiro. A cláusula temporal “primeiro” contida nesta pergunta

A cláusula temporal “primeiro” contida nesta pergunta embutida faz

pressupor que ambas as escolhas vão ocorrer de qualquer jeito. O consciente

é desviado pela preocupação com a ordem em que vão ocorrer.

Exemplo: Estou me perguntando o quê você gostaria de fazer primeiro:

tomar mais um cafezinho ou assinar o pedido.

www.neurobusiness.com.br

9. Alguém pode , porque O uso da confusão, reforçada pelo padrão “lógica sem lógica”.
9. Alguém pode , porque O uso da confusão, reforçada pelo padrão “lógica sem lógica”.

9. Alguém pode

, porque

9. Alguém pode , porque O uso da confusão, reforçada pelo padrão “lógica sem lógica”. Observe,

O uso da confusão, reforçada pelo padrão “lógica sem lógica”. Observe,

pelo exemplo, que o cérebro do ouvinte vai ter que inventar uma ligação

de causalidade lógica entre as duas orações da sentença. Exemplo: Alguém pode sentir-se aliviado e tranquilo, porque você conhece a satisfação íntima de recuperar a vontade de vencer.

10. Você vai

agora, ou você vai

?

A multiplicidade de escolhas disfarça a pressuposição de que a escolha é inevitável.

Exemplo: Você vai garantir esta troca agora, ou você vai fazer o pedido de

reserva para depois?

www.neurobusiness.com.br

disse (ou dizia) , “ ” Você transmite seu comando ou sua mensagem através da
disse (ou dizia) , “ ” Você transmite seu comando ou sua mensagem através da

disse (ou dizia)

,

Você transmite seu comando ou sua mensagem através da citação de outrem.

seu comando ou sua mensagem através da citação de outrem. Exemplo: Já dizia meu avô: “

Exemplo: Já dizia meu avô: quem não arrisca não petisca.

me disse uma vez, “

Mesmo padrão anterior, enriquecido com a adição de metáforas.

Exemplo: Meu pai me disse uma vez que, com um passo após o outro, você

chega aonde quiser.

www.neurobusiness.com.br

13. <fato>, <fato>, <fato>, e Uma das sequências eficazes de condução hipnótica. Após uma
13. <fato>, <fato>, <fato>, e Uma das sequências eficazes de condução hipnótica. Após uma

13. <fato>, <fato>, <fato>, e

Uma das sequências eficazes de condução hipnótica. Após uma série de afirmações comprováveis fisicamente, você faz uma sugestão que, embora não comprovável, terá alta chance de ser incorporada às demais. Exemplo: Você está sentado nessa cadeira, na minha frente, pode ver o meu rosto e as minhas mãos, ouve o som da minha voz e sabe que eu não o enganaria numa transação.

14. É fácil

, não é?

não o enganaria numa transação. 14. É fácil , não é? O mágico “não é?” final

O mágico “não é?” final transforma o comando em uma pergunta e contorna a resistência, oferecendo a opção do contrário.

Exemplo: É fácil negociar quando as duas partes querem o acordo, não é?

www.neurobusiness.com.br

15. Sem sombra de dúvida (ou com certeza) Os advérbios de modo como felizmente, obviamente,
15. Sem sombra de dúvida (ou com certeza) Os advérbios de modo como felizmente, obviamente,

15. Sem sombra de dúvida (ou com certeza)

Os advérbios de modo como felizmente, obviamente, indiscutivelmente, infelizmente, etc. fazem pressupor que a afirmação que lhes segue é necessariamente verdadeira, reforçando assim os comandos embutidos. Exemplo: Sem sombra de dúvida, vale a pena investir neste negócio.

16. Eu não sei se

vale a pena investir neste negócio. 16. Eu não sei se Neste padrão, a negação disfarça

Neste padrão, a negação disfarça uma pergunta que, por sua vez, disfarça um comando. É uma forma indireta de se chegar ao inconsciente.

Exemplo: Eu não sei se esta é a grande oportunidade que vai mudar sua

vida.

www.neurobusiness.com.br

17. Você pode , não pode? O que distingue este padrão é o “não pode?”
17. Você pode , não pode? O que distingue este padrão é o “não pode?”

17. Você pode

, não pode?

O que distingue este padrão é o “não pode?” final. Você pode entender como ele suaviza o comando e cria fatores de rapport com o ouvinte, não pode? Exemplo: Você pode se colocar alguns instantes no meu lugar, não pode?

18. A gente pode

porque

instantes no meu lugar , não pode? 18. A gente pode porque “ ‘ Porque ’

“ ‘Porqueé uma palavra mágica, porque ela empresta credibilidade emocional a tudo o que se diz antes dela. (Robert Anue)

Exemplo: A gente pode gastar algum tempo analisando o assunto porque

você sabe que esta é uma forma de se chegar a um acordo mais seguro.

www.neurobusiness.com.br

19. Quem sabe você gostaria de ? Treine o uso sistemático de suavizadores. Este padrão
19. Quem sabe você gostaria de ? Treine o uso sistemático de suavizadores. Este padrão

19. Quem sabe você gostaria de

?

Treine o uso sistemático de suavizadores. Este padrão contém dois. No exemplo a seguir, há também a pressuposição de que o cliente vai comprar o aparelho. Exemplo: Quem sabe você gostaria de experimentar o produto antes de comprá-lo?

20. Você provavelmente já sabe

antes de comprá-lo ? 20. Você provavelmente já sabe Forma excelente e elegante de suavizar o

Forma excelente e elegante de suavizar o comando indireto que se segue. O

ouvinte é conduzido a colocar em ação seu sistema de busca para verificar seu

conhecimento do que é afirmado, enquanto o inconsciente capta a mensagem

do comando embutido. Exemplo: Você provavelmente já sabe como identificar um produto de boa qualidade.

www.neurobusiness.com.br

21. Estou curioso para saber se Forma indireta de fazer a pergunta, que vai embutida.

21. Estou curioso para saber se

Forma indireta de fazer a pergunta, que vai embutida. Exemplo: Estou curioso para saber se você vai estudar minha proposta com o carinho que ela merece.

vai estudar minha proposta com o carinho que ela merece . USE OS PADRÕES HIPNÓTICOS PARA
USE OS PADRÕES HIPNÓTICOS PARA ELABORAR TODA SUA COMUNICAÇÃO E OBTER MELHORES RESULTADOS.
USE OS PADRÕES HIPNÓTICOS PARA ELABORAR
TODA SUA COMUNICAÇÃO E OBTER MELHORES
RESULTADOS.

Espero que você tenha gostado do conteúdo que preparamos para você. Tudo o que foi escrito aqui, são

táticas comprovadas de sucesso e que podem ser aplicadas nos mais variados tipos de negócio.

Se quiser saber mais sobre como potencializar seus resultados, turbinar seus negócios, e colocar suas vendas no piloto automático, conheça nosso PROJETO NEUROBUSINESS- ANEUROESTRATÉGIA DO LUCRO

PROJETO NEUROBUSINESS -UM PROGRAMA DE IMERSÃO TOTAL NA MENTE DO EMPREENDEDOR E NO

CÉREBRO DO CONSUMIDOR E POSSUI MEIOS TESTADOS E COMPROVADOS PARA OBTENÇÃO DE MÁXIMA

PERFORMANCE E LUCRO DE EMPREENDEDORES E EMPRESAS.

www.neurobusiness.com.br NEUROBUSINE$$ PARA TURBINAR SEUS NEGÓCIOS E COLOCAR SUAS VENDAS NO PILOTO AUTOMÁTICO!
www.neurobusiness.com.br
NEUROBUSINE$$
PARA TURBINAR SEUS NEGÓCIOS E COLOCAR SUAS VENDAS NO PILOTO AUTOMÁTICO!