Vous êtes sur la page 1sur 8

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

DEPARTAMENTO DE QUÍMICA
DISCIPLINA: QUÍMICA ORGÂNICA EXPERIMENTAL
PROFESSOR: ANTÔNIO LUIZ BRAGA

Experimento 5
DESTILAÇÃO POR ARRASTE DE VAPOR: EXTRAÇÃO DO
CINAMALDEÍDO DA CANELA

Aluna: Jéssica Alberton

Florianópolis, 24 de abril de 2014

..................................................................................................................................................................3 Materiais Utilizados.4 Procedimento Experimental...................................................................................................................SUMÁRIO Introdução/Objetivos.................................................5 Conclusão..8 ...................................................................7 Biblliografia................

Esta operação baseia-se no fato de que. Se. como recurso terapêutico na aromaterapia e aromatologia. à pressão atmosférica. Eles são extraídos de plantas aromáticas por processos de destilação. na indústria para síntese de compostos aromáticos e remédios. Na atualidade são produtos empregados como flavorizantes de alimentos.INTRODUÇÃO Os óleos essenciais são uma mistura de substâncias voláteis extraída de plantas. em geral. numa mistura de líquidos imiscíveis. compressão de frutos ou extração com o uso de solventes. Porém esse processo nem sempre é indicado para extrair-se o óleo essencial de sementes. o que constitui uma decorrência da lei das pressões parciais de Dalton. madeiras e algumas flores. Geralmente são altamente complexos. . farmacêutica e alimentícia. raízes. o ponto de ebulição será a temperatura na qual a soma das pressões parciais dos vapores é igual à da atmosfera (Ptotal= PºA+PºB). a destilação. empregando a técnica de destilação por arraste de vapor. São considerados matérias-primas de grande importância para as indústrias cosmética. A destilação por arraste de vapor é empregada para destilar substâncias que se decompõem próximas de seus pontos de ebulição e que são insolúveis em água ou nos seus vapores de arraste. na confecção de perfumes nobres. compostos às vezes de mais de uma centena de componentes químicos. OBJETIVO: O presente experimento tem como objetivo o isolamento do cinamaldeído 1 a partir do óleo de canela. sendo geralmente os componentes de ação terapêutica de plantas medicinais. porque devido às altas pressões e temperaturas empregadas no processo as frágeis moléculas aromáticas podem perder seus princípios ativos. o arraste se faz com vapor d’água. resultará na separação do componente de ponto de ebulição mais alto. Muitos compostos dos óelos essenciais são substâncias com alto ponto de ebulição e podem ser isolados por destilação por arraste a vapor. a uma temperatura inferior a 100ºC.

3 g)  Acetato de sódio anidro  Etanol  Rotaevaporador .MATERIAIS UTILIZADOS  Canela  Água  Sistema de destilação simples  Manta de aquecimento  Funil de separação  Diclorometano  Pedras de ebulição  Proveta de 100 ml  Béqueres  Balança  Balão volumétrico  Erlenmeyer  Clorofórmio (10 mL)  Sulfato de sódio anidro  Espátula  Semicarbazida (0.

Completado o processo. até ser obtido cerca de 80 mL de destilado. e o frasco coletor utilizado foi um erlenmeyer. A imagem abaixo ilustra o aparelho montado em laboratório: Em seguida foram adicionados cerca de 9. Após isso. as camadas foram separadas e a fase aquosa foi descartada.3 g quando vazio) e depois lavada com uma pequena quantidade de diclorometano. O aquecimento foi iniciado de forma lenta e constante. O solvente em seguida foi retirado no rotaevaporador.PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL A aparelhagem de destilação foi montada de acordo com as instruções da apostila. a mistura foi filtrada em papel pregueado em um balão de fundo redondo (o qual foi tarado e apresentou 118. a água do funil de separação foi retirada e em seu lugar foi colocado o destilado. seguido de 150 mL de água. usando um balão de 250 mL .( foram utilizadas quatro espátulas). . A fase orgânica foi secada com sulfato de sódio anidro. a fonte de calor utilizada foi uma fonte de aquecimento. Água era adicionada através do funil de separação para manter seu nível original no frasco de destilação. O mesmo foi extraído com quatro porções de clorofórmio (10 mL).2 g de pedaços de canela em um balão de três bocas. O processo de destilação durou aproximadamente 50 minutos.

9 g.864 g de cristais) e PF= 218. Foram pesados um papel filtro + vidro relógio sem os cristais.764 g (0.2 g de semicarbazida e 0. obtendo: 53. A solução foi misturada ao cinamaldeído e aquecida em banho maria por cinco minutos. A próxima etapa foi a preparação de um derivado. O composto foi então guardado para secagem. Foram adicionados então 4mL água e 6 mL de etanol absoluto. Os cristais foram filtrados em um funil de Buncher duas vezes. A mistura foi resfriada em banho de gelo e a semicarbazona do cinamaldeído foi cristalizada.6 g.3 g de acetato de sódio anidro. deixando passar parte dos cristais. . a pesagem e a determinação do ponto de fusão foram realizados na semana seguinte. onde foram pesadas precisamente 0.O balão foi pesado novamente apresentando agora 119.9ºC . pois da primeira vez o vácuo do filtro não funcionou corretamente. totalizando 52. (1.3 g de solvente).

.CONCLUSÃO A destilação por arraste de vapor apresentou-se como um processo demorado. porém é um dos mais simples e baratos para a extração de óleos essenciais. É eficiente e pode ser feito com materiais alternativos para experiências que não requerem alto rendimento. esse processo também pode ser utilizado para separar ou purificar substâncias contaminadas com impurezas resinosas e para retirar solventes com elevado ponto de ebulição. quando em solução existe uma substância não volátil. Além do que foi realizado no experimento.

scribd.com/doc/73928234/AULA-NO-2-DESTILACAO-PORARRASTE-DE-VAPOR 3. http://pt.qmc.ufsc.BIBLIOGRAFIA 1. APOSTILA DE EXPERIEMENTOS :http://www. http://pt.br/organica 2.wikipedia.org/wiki/%C3%93leo_essencial .