Vous êtes sur la page 1sur 9

UNIFRA - Curso de Design - Computação Gráfica I

Prof. Miguel Pelizan

Tutorial 9

RENDERIZAÇÃO – Obtenção de imagens fotorrealísticas.


O AutoCAD permite obter imagens fotorrealistas a partir dos modelos tridimensionais, com um
grau mediano de apresentação. As etapas pelas quais o processo se desenvolve são as seguintes: a)
ajuste da vista; b) configuração da iluminação; c) ajuste da cena (vista + iluminação); d) aplicação
de materiais; e) renderizações prévias e definitiva.
Para iniciar este tutorial será utilizada o vaso desenhado no tutorial 8.

1 – Ajuste da Vista
Vamos começar desenhando uma base para o vaso. Faremos um retângulo de 300x200mm e
extrudaremos o mesmo com 10mm de altura. Desenhe também uma esfera e um cubo utilizando os
comandos de desenho de primitivas sólidas. Crie quatro layers, um para cada objeto (vaso, cubo,
esfera e base).

Podem ser utilizadas para a renderização as vistas isométricas ou uma visualização de qualquer
ângulo obtida com o comando 3D Orbit . Porém nestes casos a perspectiva continua sendo
axonométrica, isto é, faces paralelas posicionadas em distâncias diferentes são representadas com o
mesmo tamanho.
O olho humano percebe os objetos de forma diferente, objetos de mesmo tamanho colocados a
distâncias diferentes do observador serão notados como tendo medidas diferentes. A isto se chama
perspectiva exata, pois representa um objeto tal como aparece a um observador.
Neste caso o AutoCAD define um ponto de fuga e podemos escolher o quão distante este estará, o
que fará a peça apresentar uma “deformação” maior ou menor. A vantagem deste método é
justamente a aproximação com a visualização do mundo real.
A perspectiva exata no AutoCAD é conseguida através do comando “Dview”, acessado unicamente
através da linha de comando digitando-se “dview”, seguido de “enter”.
1.1 - Estabeleça uma vista de topo e com o 1.2 – Utilize primeiro a sub-opção “points”
comando “zoom” afaste um pouco a digitando o atalho “po” e “enter”.Vamos
visualização. Digite na linha de comando identificar o objeto a ser fotografado (target
“dview” e tecle “enter”. Selecione todos os point) (P1) e depois a posição do fotógrafo
objetos e “enter” novamente. Observe as sub- (câmera point) (P2).
opções do comando “dview”. Faremos analogia
à utilização de uma câmera-fotográfica.

1.3 – A vista que se apresenta é semelhante à 1.4 – Atente para o seguinte: a) se a linha
da figura abaixo. Observe que o fotógrafo horizontal do cursor estiver abaixo da metade
encontra-se no mesmo plano do objeto. Para da tela, você está observando os objetos de
alterar o ângulo de visualização vamos utilizar baixo para cima; b) se a linha estiver acima da
a sub-opção “camera”, digite “ca”. A distância metade da tela você observa a peça de cima
entre o objeto e a câmera vai permanecer a para baixo. Escolha um ângulo e clique.
mesma, o que altera é a posição da câmera em
torno do objeto.

1.5 – Aplique a sub-opção “distance” teclando 1.6 – Aplique agora a sub-opção “zoom”
a letra “d” e “enter”. Mova a barra superior teclando “z” e “enter”. Observe que a
para pronunciar o ponto de fuga da vista. aproximação da visualização pronunciará o
Clique para definir o “distanciamento” efeito do ponto de fuga obtido com o comando
escolhido. anterior.
1.7 – Aplique a sub-opção “pan” teclando “p” e 1.8 – Tecle “enter” para sair do comando
“enter” e centralize o conjunto cuidando para “dview”, e em seguida clique em “named
manter a aproximação “zoom” focado na peça views” e na caixa de diálogo que surge
de interesse, neste caso o vaso. clique em “new” (seta azul).

1.9 – Na caixa de diálogo seguinte, em “view 1.10 – Você acabou de salvar a vista em
name” digite o nome “Vista1”, e em seguida perspectiva exata criada com o comando
“ok” e novamente “ok” para a próxima caixa. “dview”. Ponha agora a visualização em vista
de topo e com o comando “zoom” afaste a
visualização.

2 – Configuração da Iluminação
2.1 – Clique sobre a barra de ferramentas
“render” e inicie selecionando o ícone
“preferences” (m) a b c d e f g h i j k l m n

2.2 – Em “Rendering Type” ajuste o tipo de


renderização para “Photo Raytrace”. Em
“Rendering Options” marque todas as opções.
Em “Light Icon Scale” altere o valor para 20.
2.3 – Clique no ícone “Lights” (d) e escolha 2.4 – Em “Light Name” digite “P1”. Em
no local apontado pela seta verde o tipo de “Attenuation” marque “Inverse Square”, assim
lâmpada “Point Light” que simula uma a intensidade vai decair de forma realista.
lâmpada incandescente irradiando em todas as Marque “Shadow On” para gerar sombra.
direções. Clique no botão “New” (seta laranja) Finalize clicando sobre “Modify” e escolhendo
o local de aplicação da lâmpada. Clique em
“Ok” para sair e em seguida repita o processo
do ítem 2.3 para criar mais uma lâmpada, deixe
porém nesta a opção “Shadow On”
desabilitada.

2.5 – Observe abaixo o local de aplicação das 2.6 – Aplique o comando “move” e movimente
lâmpadas P1 e P2. Em seguida aplique o a lâmpada P1 para uma posição acima do vaso.
comando de vista frontal “front view”. Aplique Movimente a lâmpada P2 para uma posição
o comando de UCS “view UCS”. O objetivo é intermediária, conforme a figura abaixo.
mover para cima as lâmpadas, uma vez que
todas são criadas posicionadas ao nível do chão
(Z = 0).
3 – Ajuste da Cena

3.1 – Aplique o comando “Scene” (c) e 3.2 – Em “Scene Name” digite “Cena1”. Em
clique em “New”. “Views” marque “vista1” e em “Lights” marque
as lâmpadas P1 e P2. A cena é uma combinação
da vista com a iluminação.

4 – Aplicação de Materiais
4.1 – Aplique o comando “Materials” (e). 4.2 – Escolha o material desejado na caixa
Na caixa de diálogo clique sobre “Materials “current library”, clique em “Preview” para
Library” (seta vermelha) visualiza-lo. Clique em “Import” (seta azul)
para passá-lo à caixa “Current Drawing”.
Clique em “OK” para finalizar.

4.3 – Ao retornar à caixa apresentada em 4.1 4.4 – Clique em “Ok” e novamente “Ok” para
clique sobre o botão “By Layer” (seta lilás sair do comando.
acima). Na caixa que se abre selecione à
esquerda o material, à direita o layer onde será
aplicado e em seguida clique em “Attach” para
fazer a aplicação.
5 – Renderização
5.1 – Aplique o comando “render” (b) e 5.2 – O primeiro resultado pode ser como o da
observe o preenchimento do quadro de diálogo figura abaixo, com iluminação em excesso,
abaixo. Clique no botão “render” para obter a falta de ajuste do mapa de texturas e falta de
primeira prévia da renderização. suavidade dos objetos dando o efeito de
serrilhado ou facetado.

5.3 – Digite “re” para acessar o comando 5.4 – Renderize novamente . Se o resultado
“regen” que irá regenerar a tela voltando à não for satisfatório retorne ao comando
apresentação da vista de topo. Acesse “Lights” quantas vezes forem necessárias até
novamente o comando de iluminação e chegar a um bom resultado, nem muito escuro,
altere a intensidade das lâmpadas em nem claro demais.
“Intensity” (seta vermelha)
5.5 – Aplique o comando “UVW Map” para 5.6 – No quadro de diálogo abaixo clique sobre
ajustar o tamanho do mapa de textura sobre as o botão “Adjust Bitmap” (seta lilás)
peças. Inicie ajustando o vaso. Selecione a
projeção cilíndrica (seta verde) uma vez que a
forma do vaso tem esta característica. Em
seguida clique no botão “Adjust Coordinates”
(seta laranja).

5.7 – Marque o botão “Maintain Aspect Ratio” 5.8 – Finalize o comando anterior clicando
para manter igual a escala da textura em X (U) “Ok” nas caixas de diálogo. Renderize
e Y (V) (seta azul). Altere a escala da textura novamente e observe o resultado.
em “Scale” (seta vermelha). Valores positivos
na escala diminuem a textura. Valores
negativos na escala aumentam o tamanho da
textura. Clique em “Preview” para ter uma
prévia do resultado. Dependendo da textura o
preview não funciona muito bem.
5.9 – Aplique o comando “UVW Map” 5.10 – Observe o resultado abaixo com escala
novamente e altere o mapeamento da base. dois.
Neste caso utilize a projeção planar.

5.11 – Em “Tools – Options” no menu 5.12– Para salvar a renderização final em um


suspenso, altere na orelha “Display” o campo arquivo altere no campo “Destination” a opção
“Rendered object smoothnes” de 3 para 10. O “Viewport” para “File” (seta verde). Clique em
resultado é uma renderização final com as faces “More Options” (seta laranja).
mais suavizadas, sem curvas facetadas.

5.13 – Altere em “File type” o tipo de arquivo


para “TGA”, resolução “1024x768” e cor “32
bits”. Clique em “Ok” e depois em “render”.

5.14 – Escolha o local de destino do arquivo, o


nome do arquivo e clique em “Salvar”.
5.15 – Abra o arquivo em um visualizador de imagens e observe o resultado.