Vous êtes sur la page 1sur 32

Revista

Tai Chi Brasil


Ba xi tai ji za zhi

www.RevistaTaiChiBrasil.com.br - Distribuição gratuita e dirigida


Edição Novembro/Dezembro 2009 - Nº 2 - Ano 1 - Ano Chinês do Boi

Yang
Zhenduo
A sabedoria,
trajetória e
filosofia de
um venerável
mestre de
Tai Chi Chuan

Para a Ciência
Avaliação das
mudanças da
frequência
cardíaca,
noradrenalina,
cortisol e aspectos
psicológicos
de praticantes
do Tai Chi

Bill Douglas Mestre Hu Hsin Shan


A necessidade de equilíbrio A união perfeita entre uma arte marcial
do planeta para assegurar a saúde e uma filosofia equilibrada
Pratique Tai Chi!

. Foto enviada por Natalia Krause.


. Natural da Polônia.
. Detalhe da foto: postura de
treinamento do Estilo Chen de Tai
Chi Chuan.
. Local da foto: Cidade de
Galway, Irlanda.
. Aluna do Mestre Wang Hai Jun e
do Professor Niall O`Floinn.
. Foto/Arquivo: Acervo / Natalia
Krause.

LOCAIS DE PRÁTICA

Brasil e mundo
www.fotoserumos.com/
aipt_locais.htm

Revista Tai Chi Brasil Cultura Chinesa


Saúde Ciência
Anuncie! História Opinião
É fácil, prático e bem acessível. Livros Imagem
Solicite maiores informações! Fatos Notícias
Ponto de Vista
levislitz@gmail.com
revistataichibrasil@hotmail.com www.revistataichibrasil.com.br
Revista
Tai Chi Brasil Sumário
revistataichibrasil.com.br
Caixa Postal 2233
Curitiba - PR - 80011-970 - Brasil 8 Yang Zhenduo
Edição nº 2 nov/dez 2009 A sabedoria, trajetória e filosofia de um venerável
® Todos os direitos reservados mestre de Tai Chi Chuan
Registro nº 401.197
4° ofício de registro de documentos 15 Tai Chi Pai Lin
editor
levis litz
Comentários de leitores
colaboraram nesta edição
adriane smythe, anderson rosa, 16 Tai Chi Chuan - Família Yang
angela soci, arthur dalmaso, Forma longa tradicional estilo Yang (Parte II)
bill douglas, bruno davanzo,
chang yuan chiang, eduardo molon,
estevam ribeiro, fernando de lazzari, 20 Tai Chi Chuan - Princípios
georgia welp, jorge alberto catino,
jorge jefremovas,
Os 10 princípios de Yang Cheng Fu
josé luiz de castro junior,
josé onofre nunes, lidia vaz nunes,
marcelo sato, natalia krause,
22 Tai Chi - Estilo Lam Kam
ronise santiago e valesca giordano litz. Forma do pequeno círculo (Parte II)
agradecimentos


. international yang family
tai chi chuan association;
23 Tai Chi - Trajetória
. sociedade brasileira Aprendendo com o mestre Hu Hsin Shan
de tai chi chuan (sbtcc);
. world tai chi & qigong day.
26 Tai Chi Chuan - Níveis
revisão
viviane giordano
Os cinco níveis de habilidade (Parte II)
assinantes desta edição
2.623 28 Aprendendo Chinês
contato | publicidade
Traço a traço: kung fu (gong fu)
levislitz@gmail.com
revistataichibrasil@hotmail.com 29 Para a Ciência...
jornalista responsável diplomado Avaliação das mudanças da frequência cardíaca,
levis litz - mtb 3865/15/52v pr
noradrenalina, cortisol e aspectos psicológicos
Distribuição gratuita e dirigida. A reprodu-
de praticantes do Tai Chi
ção parcial ou total dos textos é permitida
desde que citada a fonte e autoria. Não são
de responsabilidade desta revista os artigos
30 PONTO DE VISTA
de opinião e também as opiniões emitidas O Tao da crise econômica
em entrevistas e depoimentos, por não
representarem, necessariamente, o pensa-
mento do editor. Por questões de espaço, SEÇÕES
objetividade e clareza, a equipe editorial
reserva-se o direito de resumir os textos 4 CARTAS
recebidos. Foto com pouca definição é de 7 EDITORIAL
responsabilidade do autor. Os exemplares 18 RÁDIO CORREDOR
impressos em papel desta publicação serão 21 LIVROS
doados para bibliotecas públicas.
25 OPINIÃO
Cartas
Revista Tai Chi Brasil: Caixa Postal 2233, Curitiba - Paraná - Brasil. CEP: 80011-970.
revistataichibrasil@hotmail.com ou levislitz@gmail.com
Por questões de espaço, a equipe editorial reserva-se o direito de resumir mensagens, depoimentos e textos recebidos.

trabalho continue por muito tempo. “Antes de tudo, parabéns pela revista,

Foto: LL
Muitas pessoas estão sendo beneficiadas. ficou muito bacana. Nem imagino o
Forte abraço aqui do pampa gaúcho.” trabalho que deve ser, e a expertise
André Luiz Krause necessária, pra reunir tudo o que
Rio Grande do Sul você conseguiu reunir nessa revista.
Novamente reitero: é uma honra fazer
“Quedé muy emocionada de dar solo parte desse projeto!”
una revisada rápida por la revista. Eduardo Molon
Todos los articulos. La vista general. Rio de Janeiro, RJ
La diagramación es de exelencia. Esta
Celeste, Zig Kock, Silvana e Yáscara revista será un exito. Un exito para la
Praticantes do Estilo Chen de Tai Chi Chuan “Parabéns pela revista e sucesso.”
--------------------------------------------------------
difusión de todo el tai chi y de todos los Gislan
tai chis como el maestro siempre decía. Berlim, Alemanha
“Parabéns pelo sucesso da primeira Para que todas las personas reciban
edição da revista Tai Chi Brasil! Achei beneficios. Esta misma tarde comenzaré
“Parabéns pela iniciativa e edição
a revista muito bem feita e profissional.” a leerla por completo. Seria muy bueno
John Vanko desta importante revista. Relíquias tão
traducirla al español!”
Academia Hunyuan Taiji do Brasil Ana María Díaz valiosas precisam ser divulgadas com
http://brazil.hunyuantaijiacademy.com Buenos Aires, Argentina seriedade. Gostaria de receber as novas
São Paulo, SP edições e também participarei com o
“Maravilha, parabéns! Excelente trabalho que realizo.”
“Quero parabenizá-los pelo belíssimo iniciativa. Quero continuar recebendo a Luci Lurico Oi
trabalho e agradecer a oportunidade de revista e sucesso. E o Tai Chi será minha São Paulo, SP
conhecer o precioso trabalho de tantos próxima prática.”
mestres e praticantes.” Cláudio Slaviero “Parabéns, você está escrevendo a
Fernando Curitiba, PR história desta arte no Brasil, e em alto
Brasília, DF
estilo, muito boa diagramação e o
“Hello Levis. This is excellent. When I “Você está nível é muito bom . Muito obrigado,
get some spare time I will see if I can get escrevendo a acho que você realmente realizou o
a contribution to you. Cheers.” sonho de muitos que gostariam de ter
história desta arte uma visão aberta às manifestações
Bernard Williams
Auckland, Nova Zelândia no Brasil” múltiplas do Tai Chi. Mantenha o
nível, no que depender da CXWTABR
“Está ótima a Revista. Amei. Parabéns. Estevam Ribeiro você terá todo nosso apoio.”
Fiz a impressão colorida e deixei um Rio de Janeiro, RJ Estevam Ribeiro
exemplar na academia para o pessoal Rio de Janeiro, RJ
ler. O importante foi o primeiro passo.
Agora, só sucesso heim? Vou divulgar “Parabéns, a revista ficou ótima e
obrigado por enviar um exemplar para “Parabéns pela revista. Excelente
por aqui a revista e vou querer também
mim. Encaminharei aos meus alunos qualidade!!!
enviar matérias sobre o que acontece em
para assim aumentarmos a informação e Emerli Schlogl
Minas com o Tai Chi, OK? Tem muitas
historinhas para serem contadas.” o conhecimento do Tai Ji Quan.” Psicóloga
Beth Li Danilo Araujo Curitiba, PR
Uberlandia, Minas Gerais Rio de Janeiro - RJ
“Vou divulgá-la entre os colegas da
“Parabéns. Edição nº 1 – Ano 1 - Que “Muito bom! Parabéns a todos dessa Praça da Harmonia Universal.”
grande conquista” O início de uma bela imensa família.” Hildo
caminhada. Minha torcida para que este Marcos Freire Brasília, DF

4 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br
Cartas

Foto: Adriane Smythe


“Li boa parte da revista e gostei muito. Tai Chi Chuan. Congratulações e força
Parabéns pelo excelente trabalho!” nesta empreitada que, com certeza, tem
Claudio Montenegro o apreço de todos os que sinceramente
Joinville, SC praticam esta arte marcial. Aproveito,
também, para solicitar o envio dos
“Congratulações para a Revista Tai Chi próximos números da Revista para o
Brasil. Vocês contribuem para a construção meu e-mail.”
de um mundo melhor, desejo prosperidade Robson Rodrigues da Silva
e vida longa para o projeto.” Praticante de Tai Chi Chuan Vilmar Henemann
Daniel Spinelli Estilo Yang Praticante do Estilo Pai Lin de Tai Chi
--------------------------------------------------------
Curitiba, PR Brasília, DF
os que adoram o tai chi. Um grande
“Parabéns pelo trabalho que você se “Parabéns! Tudo que precisávamos para abraço e muita Paz. Adorei e já estou
propôs a fazer e realizou de forma fortalecer, cada vez mais, esta filosofia divulgando !!!”
extraordinária. Creio que, aliando ao fato prática de vida com muito mais qualidade! Carlos Andrade
por suas formações profissionais, também Abraco energético e até a próxima.”
em jornalismo, vens demonstrando ser Matusalém “Muito obrigado por esta iniciativa e
uma dos maiores divulgadores da “Arte” Rio de Janeiro, RJ por me enviar a a revista, gostaria de
do Taiji quan no Brasil. Várias atividades dizer que o Tai-Chi é tão importante pra
esportivas mantêm a circulação comercial “Congratulations!!! The magazine is quite mim quanto o ar que respiro, boa sorte
com revista de suas modalidades. excellent. I am very impressed. You have e espero poder ler as outras edições
Creio que por seu intermédio chegou a done an outstanding job. May you have que irá escrever, saiba que estou muito
hora das artes marciais chinesas e, em much success for the future with it.” feliz por seu trabalho, com certeza irei
especial as internas, também a terem. Niall O´Floinn divulgar aos meus alunos e às pessoas
No Rio de Janeiro temos dois amigos,
Galway, Irlanda simpatizantes da prática de Tai-Chi.
Estevam Ribeiro e Marcio Lacerda,
Esdras
ambos representantes das famílias, “Imagino quão trabalhoso São Paulo, SP
respectivamente, Chen e Yang, que, creio, é elaborar uma publicação
devas entrar em contato, para futuras
contribuições. Mais uma vez parabenizo como essa. Mas, se juntar “Desejo muito sucesso. Li e gostei.
Muito legal mesmo.”
você e seu trabalho.” o trabalho com o sonho, as Carlos Alberto Taveiros Leite
Corral coisas acontecem. Está aí
Rio de Janeiro, RJ
a revista pra provar isso.” “Parabéns. Imagino quão trabalhoso
“Conheci a revista por meio de um colega é elaborar uma publicação como essa.
de prática de tai chi onde moro. Embora Cezar Tridapalli Mas, se juntar o trabalho com o sonho,
tenha me integrado ao grupo há dois Curitiba, PR as coisas acontecem. Está aí a revista pra
meses, estou gostanto muito da prática provar isso.”
do tai chi chuan. Aproveito para fazer “Parabéns pela revista! Com certeza terá Cezar Tridapalli
minhas considerações à publicação, pois grande sucesso!!!” Professor
gostei muito. Parabéns pela iniciativa. Cátia Regina Curitiba, PR
Desde já agradeço antecipadamente e Curitiba, PR
me considero assinante.” “Parabéns! Realmente uma iniciativa
Jundacy Noroná Garcia “A Revista ficou ótima. Meus parabéns generosa, bem alinhada com os
novamente e obrigado pela oportunidade fundamentos taoístas.”
“Gostei muito da revista, espero colaborar de participar da revista com os textos.” Regina Azevedo
novamente.” Fernando De Lazzari São Paulo, SP
Albert Hemsi Ribeirão Preto, SP
São Paulo, SP “Olá! Parabéns pela revista. Gostei e
“Mais uma vez, parabéns pela admirei muito. Muito sucesso”
“Antes da mais nada, gostaria de concretização desse trabalho que com Edecir Fanthum
parabenizá-lo pela grande iniciativa certeza vai beneficiar milhões de pessoas, Professor
de editar um periódico brasileiro sobre pois, é o que com certeza, desejam todos Belo Horizonte, MG

www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 5
Cartas
colegas de curso. Já estou ansioso para sinto privilegiada por estar começando

Foto: Adriane Smythe


ler o próximo número. Chi li.” já com toda essa organização. Sinto
Geraldo Cerqueira. que vem complementar as práticas
que faço com meu Mestre. Praticar e
“Parabenizo pelo enorme trabalho em estudar, enriquecendo, ampliando nosso
fazer esta revista de Tai Chi Chuan e conhecimento tanto teórico quanto
aguardo ansioso para poder conpartilhar prático. Isso é TAO. Obrigada!”
este trabalho com os praticantes de tai Elizabeth Amaral
chi chuan e simpatizantes da arte.” Psicóloga
Jose de Paulo Lara
“Parabéns pela iniciativa e o sucesso
Cátia e Marcelo “Parabéns pela linda edição! Não tive seja sempre seu companheiro nessa
Praticantes do Estilo Lam Kam de Tai Chi tempo ainda de ler toda, mas o pouco caminhada. Muito Qi!”
-------------------------------------------------------- que vi já percebi seu toque de qualidade, Onofre Nunes
excelência e amor pelo Tai Chi! Que esta
“Muito obrigado e meus parabéns pela “Quero parabenizá-lo pelo trabalho
seja a primeira de muitas edições de muito
excelente revista. maravilhoso que você forjou e nos
Sucesso! Que legal, Amei! Vou salvar
Valdemir Ernega presenteou, a revista está bárbara e sei o
para degustar a leitura com calma! Um
Presidente da Federação Paranaense quanto é difícil produzir uma revista assim
super abraço e toda felicidade do mundo
de Kung Fu Wu Shu aqui no Brasil, mas sei também que deve
neste novo projeto!”
Arapongas, PR ter sido muito gratificante distribuí-la. O
Alessandra
conteúdo, a diagramação e a arte estão
“Quero parabenizá-lo, acredito que foi o perfeitos, além da forma de distribuição
“Agradeço o 1º número da revista. Dei
acerto na mosca para todos que praticam o que você escolheu, sinceramente meus
uma olhada geral e parece estar muito
tai chi chuan. Agradeço tambem o espaço votos de muito sucesso e que esta revista e
boa. Parabéns!”
cedido na divulgação de minha trajetória, sua iniciativa possam ser coroadas de êxito
Adriana Mello
junto do mestre Chaw Wah San.” e muito sucesso e assim tornar o Tai Chi
Fisioterapeuta
Marcio Zaqueu uma prática mais popular em nosso país.”
Curitiba, PR
Erlei Roldan Melgarejo
“Parabéns! A revista está ótima. Com
certeza beneficiará muita gente. Sucesso! “Percebe-se o “Foi com muita alegria e gratidão
Muita Paz.” carinho e esmero que recebi o exemplar dessa primeira
Laura edição da Revista Tai Chi. Percebe-
com que foi feita.”
se o carinho e esmero com que foi
“Acabo de receber a revista de um feita. Recebam aqui a expressão de
amigo. Que bom existir uma revista com Cláudia Moisés
Florianópolis, SC minha admiração, pois percebe-se o
essa qualidade! Parabéns! Gostaria de intenso envolvimento e dedicação, que
recebê-la sempre.” demandou pra este belo resultado.”
Angélica “Admiro seu trabalho - parabéns pela Cláudia Moisés
revista! Beleza, organização, conteúdo, Florianópolis, SC
“Meus parabéns pela revista, tanto pelo harmonia - como o Tai Chi.”
conteúdo quanto pela diagramação Cid Vicentini “Acabei de receber a revista e “folheei”
e distribuição das informações. Está rapidamente. Realmente tem bastante
realmente à altura do que merece o Tai “Não sou um “fanático” (risos) pelo Tai conteúdo interessante. Parabéns!”
Chi Chuan.” Chi, mas sou um admirador da arte. O Kelli CAS Smythe
Nelson Smythe Jr. material está muito bom! Parabéns!
Mestrando em design - UFPR Ademir Máximo “Gostei muito da revista, senti vontade
Curitiba, PR de mudar meus hábitos e passar a ter
“Que legal, parabéns! Como ficou boa! um estilo de vida mais saudável. Até
“É com imensa satisfação e alegria que Dei uma passeada por todas as páginas já arrisquei alguns exercícios. Depois
recebo este e-mail, para mim é uma honra e uau! Maravilha. Entrei de curiosa, de ler as entrevistas e depoimentos tive
ter este exemplar desta maravilhosa só pra dar uma olhadinha, mas não certeza de que o Tai Chi é puro benefício.
revista, que vai nos trazer muitas alegrias consegui ficar só na olhadinha. Está Parabéns!”
e maravilhosos ensinamentos. Estou muito boa e obrigada por essa iniciativa. Juliana Serrato
agora mesmo mandando para o Sifu e os Eu que estou debutando no Tai Chi, me Londres, Inglaterra

6 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br
Editorial
Só ler não basta, temos que praticar
Blogs, websites, youtube, orkut, facebook, msn, twitter,
Revista
grupos de discussão, comunidades virtuais e por aí vai, com
tantas opções disponíveis no mundo eletrônico e virtual, as
Tai Chi Brasil
informações que podemos obter sobre o Tai Chi quase chegam
aos portões do ilimitado. Contudo, de nada adianta tanta BIBLIOTECAS E ACERVOS
tecnologia se não pudermos discernir, filtrar e absorver essa
imensa onda de informação e conhecimento. Campinas, São Paulo
Sem ter a pretensão de criar apenas mais uma fonte visual
e literária de Tai Chi, procuramos proporcionar ao leitor um Equilibrius - Centro de Tai Chi Chuan,
vislumbre do que há no Brasil de teoria e de prática do Tai Chi. Acupuntura e Cultura Oriental
Nesse encantamento de abrir novas perspectivas para Av. Oscar Pedroso Orta, 222.
Barão Geraldo.
sermos praticantes de Tai Chi, apresentamos nas páginas desta
edição da Revista Tai Chi Brasil depoimentos sobre o Mestre
Curitiba, Paraná
Yang Zhengduo, a trajetória no Tai Chi Chuan de Estevam
Ribeiro, entre outros pontos. Biblioteca Pública do Paraná
Contamos ainda com a continuidade das colunas sobre os Rua Cândido Lopes, 133. Centro.
princípios do Tai Chi, seus níveis, encadeamentos e formas.
Academia Paramitta
Há as dicas de livros, de como escrever Kung Fu (Gong Fu)
Av. Visc do Rio Branco, 84. Mercês.
em chinês e as notas da Seção Rádio Corredor.
Para encerrar, nos despedimos de 2009 com a ideia de Colégio Estadual do Paraná
que só ler não basta, temos que praticar Tai Chi, para que no Rua João Gualberto, 250
ano que se avizinha estejamos sempre firmes e fortes. Alto da Glória.
Que tenhamos um bom Natal, um ótimo Ano Novo e uma
excelente prática de Tai Chi. Colégio Medianeira
Até 2010. E não esqueça: escreva pra gente! BR 476, Km 130, nº 10546
Prado Velho.
Levis Litz
O editor SESC Paraná – Unidade Água Verde
levislitz@gmail.com Av. República Argentina, 944
Água Verde.

Uberlândia, Minas Gerais


Recebemos e agradecemos
. Regina Maria Azevedo (http://oplivros.com.br): a obra Academia Budô Kan
“Pequeno Livro do Tao”, de autoria de Jerusha Chang; Rua Benjamin Monteiro, nº 64.
. Iris Boff: seu livro “Em Corpo e Alma”; Centro.
. Luiz A. de Mello: sua obra “Agir sem constrangir”;
. Elli Nowatzki: almofada Yin/Yang (Tai Ji Du);
. Adriane Smythe: selo comemorativo - Canadá / Ano Chinês; Avise a gente!
. Maria Celeste Correa e Zig Koch: o livro “LaoWai”, de Sua biblioteca tem
autoria de Sônia Bridi e um marcador de página taoísta;
. José Milton de Oliveira (www.tao.org.br): livro e dvd de
um exemplar impresso da
sua autoria “Tai Chi Saúde do Ser”. Revista Tai Chi Brasil?
---------------------------------------------------------------------
Caixa Postal 2233, Curitiba, PR, CEP: 80011-970. Brasil www.revistataichibrasil.com.br

www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 7
Yang Zhenduo
Um homem sábio e benevolente
Ei! Você está fazendo Taijiquan!
Eu também pratico!
Vamos praticar juntos!

“Quando você pratica Taijiquan,


não importa de que país você vem,
chineses ou americanos ou brasileiros,
quaisquer de nós,
não nos sentimos separados.
É claro que o Taijiquan vem da China,
mas na verdade ele beneficia
a todo o mundo e é bom
para a saúde de qualquer um.”

Yang Zhenduo

Textos, depoimentos, fotos, referências e fontes:


Angela Soci, Arthur Dalmaso (taichichuanyang.org),
Fernando De Lazzari (taichichuan.com.br),
Georgia Welp, Jorge Alberto Catino, José Luiz de Castro
Junior, Sociedade Brasileira de Tai Chi Chuan
(sbtcc.org.br) e International Yang Family Tai Chi
Chuan Association (yangfamilytaichi.com).

Em contato com um mestre


No ano de 1998 tive a grande oportunidade de ser instruída diretamente pelo Grão Mestre Yang
Zhenduo. Em sua casa, na cidade de Taiyuan – Província de Shanxi – China Continental, passei 20 dias no
mês de maio e novamente no mês de setembro em treinamento árduo, num processo de aperfeiçoamento da
Forma Longa Tradicional e Espada Tai Chi.
O contato com o Mestre Yang Zhenduo, detentor da linhagem da Família Yang, foi uma das coisas mais
importantes de minha vida. Ele não é apenas um homem, é um sábio, uma pessoa superior – como afirma o
I Ching (Livro das Mutações) e apesar de sua aparência grave e enérgica, tem uma bondade de coração que
emana benevolência, carinho e dedicação a todas as pessoas com quem tem contato.
Durante o treinamento tive oportunidade de receber instruções orais diretas do Mestre sobre o
Tai Chi Chuan e sua abordagem foi enfática, contando as histórias dos seus antepassados detentores da
linhagem, seus grandes feitos e especialmente os sacrifícios que passaram para manter o ensinamento
vivo na China. O ponto que mais dá ênfase é o exercício da humildade, que deve permear a vida de todo
praticante de Tai Chi Chuan Tradicional.
Mestre Yang Zhenduo e toda a sua família foram vítimas tanto na revolução comunista como
na revolução cultural. Sua família foi perseguida, torturada e encarcerada em campos de trabalhos
rurais. A família foi dividida e uma geração perdida, no meio de uma revolução em que os detentores
de algum conhecimento superior eram caracterizados como “inimigos do estado”. Perdas inestimáveis
ocorreram naquela época.

8 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br
Sobreviventes, re-
tornaram à ação e nunca
se negaram a prestar seus
serviços para a humani-
dade, mantendo a trans-
missão do Tai Chi Chuan
da família Yang dentro da
China, até que, através da
pessoa do Mestre Yang
Zhenduo, foram reconhe-
cidos novamente como
parte importante daquela
sociedade.
Mestre Yang Zhen-
duo nunca esmoreceu e
acreditou em sua linha-
gem, mantendo-se fiel
especialmente aos ensina-
mentos que recebeu de seu
pai, Mestre Yang Cheng
Fu, e viajou pela China
toda além de vir para o
Ocidente a partir dos anos
80, para compartilhar co-
nosco sua experiência e
sabedoria.
No Brasil veio pela
primeira vez em 1999,
numa maratona de 48
horas de voo, mais horas

de espera em aeroportos, feliz de poder compartilhar seus conhecimentos com


os brasileiros. Se deu conta do grande potencial de nosso país e o interesse do
brasileiro pela Arte do Tai Chi Chuan. Retornou em 2001. Depois deste último
seminário com sua presença, no Brasil, nossos grupos viajam à China a cada dois
anos para beber direto da fonte o conhecimento deste grande homem.
No Primeiro Simpósio Internacional de Tai Chi Chuan promovido pela
Família Yang, Mestre Yang Zhenduo marcou presença dando aulas para mais de
400 pessoas, oferecendo palestras e demonstrando suas técnicas diante de uma
plateia pasma, com a flexibilidade, dinamismo e tranquilidade deste homem
Foto: Mestre Yang Zhenduo octogenário detentor de um conhecimento que, sem dúvida alguma, vai se
cozinhando no Brasil perpetuar devido ao seu caráter tão generoso.
Sua energia continua viva e dinâmica aos 85 anos de idade, muita história
de vida e uma experiência incalculável no treinamento e no ensino da arte que leva o nome de sua família e que
ele carrega com o orgulho de quem sabe o que representa: o “Tai Chi Chuan da Família Yang”.

Maria Ângela Soci


Discípula do Mestre Yang Zhenduo - Representante da Família Yang para o Brasil e América Latina
www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 9
Mestre Yang Zhenduo: Fotos

10 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br
Uma pessoa gentil e cuidadosa: Mestre Yang Zhenduo

“ Sim! Eu conheci pessoalmente o mestre Yang seu carinho com os estudantes, sua grande resistência
Zhenduo. Foi uma experiência que deflagrou um (de permanescer durante horas e horas de pé,
marco, uma verdadeira “virada” na minha história acompanhando o ensinamento e corrigindo um a um
pessoal com o Tai Chi Chuan. Eu os praticantes, sempre sendo gentil
nunca havia conhecido um mestre de “Fiquei muito surpresa e cuidadoso), todas estas qualidades
Tai Chi Chuan, mas imaginava que e emocionada em do mestre mostraram-me mais
um verdadeiro mestre, um grande conhecer o mestre uma vez o quanto o seu grande
lutador, haveria de ser muito forte, Yang Zhenduo. carisma minimizam as diferenças
bem como ter uma grande empatia, de linguagem. É fácil entender
enfim eu achava que um grande
Ele parecia ser porque muitos o chamam de vovô.
mestre poderia conjugar bem os exatamente o que eu Muitos desejariam ser netos de Yang
imaginava que um
aspectos yin e yang em sua vida.
Fiquei muito surpresa e emocionada mestre de
Zhenduo. ”
em conhecer o mestre Yang Zhenduo. Tai Chi Chuan seria.” Georgia Welp
Ele parecia ser exatamente o que eu Psicóloga
imaginava que um mestre de Tai Chi Chuan seria. Seu Porto Alegre, RS
sorriso e sua presença constante, sua preocupação e

www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 11
Mestre Yang Zhenduo: sorriso no rosto e um semblante sereno
“ Já nos cursos de Instrutores do mestre Roque sabíamos do fundador do estilo Yang (Yang Lu
Chan) e dos seus descendentes, como Yang Cheng Fu e do atual Grande Mestre Yang Zhenduo. Quando a
Sociedade Brasileira de Tai Chu Chuan afiliou-se à Yang Family Tai Chi Chuan Association começaram
os seminários anuais em São Paulo, com o Grande Mestre e seu neto Yang Yun. Ele sempre foi para nós
como um pai, suave e ao mesmo tempo firme. Nos corrigia nas posturas com gentileza, sempre com
um sorriso, enquanto o Mestre Yang Yun demonstrava em detalhes as posturas. Conhecemos sua cidade
quando convidados ao 2º Torneio Internacional de Tai Chi, em 2002, depois do qual percorremos em
“tour” muitos locais de interesse na sua companhia. Em 2005 fomos novamente convidados para os
festejos dos 80 anos de vida do Grande Mestre, numa maravilhosa viagem onde conhecemos muitos
locais sagrados para os praticantes de Tai Chi. Ele tinha decidido retirar-se do ensino, deixando todas
essas tarefas nas mãos do seu neto, mas ficou tão emocionado pelo entusiasmo de todos nós, mais de
300 e de tantos diferentes países, que decidiu fazer um último seminário especial ministrado por ele, nas
montanhas sagradas Wu Tai Shan, para expressar seu agradecimento a todos os que compartilharam seu
aniversário com tanto carinho: foi inesquecível! Eu e todos os que o conheceram nos sentimos realmente
membros da grande família Yang que ele preside. ” Jorge Alberto Catino
Professor de Tai Chi Chuan
Cotia – SP

Conheça o site da familia Yang:


www.yangfamilytaichi.com

Mestre Yang Zhenduo demonstrando seu poder

12 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br
“ Por muitos anos ouvi
falar de Mestre Yang Zhenduo,
mas somente em julho de 2005
tive a oportunidade de conhecê-
lo pessoalmente no Seminário
Internacional de Tai Chi Chuan
e Celebração de seus 80 anos
na China. Agora, em julho de
2009, a segunda oportunidade
no Simpósio Internacional em
Nashville, nos EUA. Em Wu
Tai Shan (Montanha de 5 picos)
tive a grande oportunidade de
receber seus ensinamentos pela
primeira vez. Não esperávamos isto, pois diziam que ele não mais ensinava abertamente. Porém, ele disse que
naqueles dias ensinaria, abriria uma excessão para o esforço de muitas pessoas que haviam viajado de longe para
estar ali. Grande humildade ao ensinar, um sorriso extremamente contagiante e uma simpatia expontânea que
criava uma forte energia no ambiente. A sabedoria de quem pratica desde os 3 anos de idade em um espírito de
criança. Energia de um tigre, olhar firme e forte e ainda assim suave e dócil. Não era apenas fama, é um homem de

grande espírito. Então ... entendi.
José Luiz de Castro Junior
Professor de Tai Chi Chuan - EQUILIBRIUS Campinas, SP
www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 13
Mestre Yang Zhenduo
“Conheci o Mestre Yang Zhenduo em 1999, quando veio ao Brasil pela
primeira vez junto com o Mestre Yang Jun para realizar um Seminário de
Tai Chi Chuan em São Paulo. Desde este ano tive a honra e a oportunidade
de encontrar o Mestre Yang Zhenduo outras vezes no Brasil, na China e nos
EUA. Seus ensinamentos e sua maneira de mostrar os movimentos do Tai
Chi Chuan são excepcionais e únicos. Sempre ensina com um sorriso no
rosto e um semblante sereno, demonstrando muita paciência e cuidado para
com seus alunos e discípulos. Em 2005, participei de um Seminário de Tai
Chi Chuan com o Mestre Yang Zhenduo na montanha sagrada Wu Tai Shan,
na província de Shanxi, na China. Foram vários dias nos quais o Mestre pode
ensinar os movimentos da Forma Tradicional da Família Yang de uma forma
precisa, com muita energia e sabedoria. Na ocasião pude perceber que sua
energia era suave, mas forte como de um grande tigre. Foi uma excelente
experiência. Neste ano de 2009, participei do Simpósio Internacional de
Tai Chi Chuan com os cinco grandes mestres,
líderes dos cinco estilos tradicionais de Tai Chi
Chuan. Mestre Yang Zhenduo estava presente,
falando sobre o Tai Chi Chuan da Família Yang
e ensinando a Forma 16 movimentos do Estilo
Yang. Novamente pude aprender um pouco
mais sobre as técnicas, princípios e benefícios
do Tai Chi Chuan. De uma forma clara e
precisa, Mestre Yang Zhenduo ensinou todos
os participantes do Simpósio, que puderam se desenvolver um pouco mais na arte.
Mestre Yang Zhenduo diz que devemos aplicar os princípios do Tai Chi Chuan
com uma atenção milimétrica, para que possamos obter os benefícios internos e
externos da prática. Ele também diz que a essência da arte não pode ser perdida, por
isso, praticar e estudar com diligência é muito importante. Mestre Yang Zhenduo
tem mais de 75 anos de experiência na arte do Tai Chi Chuan e sua experiência e
sabedoria são um tesouro precioso. Sua experiência de vida é inspiradora para todos
os amantes do Tai Chi Chuan da Família Yang e de outros estilos também. Devemos
seguir o exemplo deste Grão Mestre com humildade e muita dedicação.”
Prof. Fernando De Lazzari
Diretor do EQUILIBRIUS – Centro de Tai Chi Chuan, Acupuntura e Cultura Oriental - www.taichichuan.com.br

“Dizer que conheço o mestre Yang Zhenduo seria muita impertinência de minha parte. Eu
recebi um aperto de mãos do mestre na China, em 2007. Aconteceu durante o campeonato de
Tai Chi Chuan da família Yang. Fomos a um jantar de recepção aos estrangeiros, cerca de 160
pessoas, estávamos eu e minha esposa numa escadaria do restaurante, aguardando amigos para
irmos embora para o hotel e o mestre, que também estava se retirando, passou por nós, abriu
um sorriso e nos deu a mão, posso dizer que a expressão em seu rosto era o próprio espírito
do Tai Chi Chuan, suavidade, alegria, imponência, paciência, honradez, força, benevolência,
humildade, foi um momento muito especial. As outras vezes que estivemos perto dele para
fotos ou tentando ouvi-lo sobre qualquer coisa não me emocionei, mas este aperto de mãos
vai sempre me recordar o espírito de nossa prática.”

Arthur G.W.Dalmaso
Espaço Bem Estar (Yoga e Tai Chi Chuan) - www.taichichuanyang.org
Brooklin Novo - São Paulo - SP - Tel: (11) 5103-0420

14 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br
Tai Chi Pai Lin
Comentários de leitores
exclusivamente a este trabalho que o Mestre “Sou praticante de Tai Chi Pai Lin
trouxe para nós. Ele mesmo dizia que nós há pouco mais de 4 anos. Não tive
éramos as sementes taoístas e que deveríamos a oportunidade de conhecer Mestre
continuar este trabalho de semeadura. O Mestre Liu, mas tenho por ele grande
faleceu na madrugada do dia 03 de fevereiro, estima. Recebi de meu professor,
Professores Onofre e Lídia com que na época era a passagem de ano na China.” Tarcísio, a revista Tai Chi Brasil.
o Mestre Liu Pai Lin Felício Bombonato Parabéns! De muita qualidade!”.
----------------------------------------- Professor de Tai Chi Pai Lin M. Isabel (Bel)
Ribeirão Preto - SP
“Nossa, ficou incrível a revista, tem taichifelicio@yahoo.com.br “Sou aluno da Luci Oi, que me
muita informação interessante. Tenho enviou a 1º edição da Revista Tai Chi
que ler com calma. Me dei conta “Felicitaciones por la revista! Fui alumna Brasil, a qual confesso que ainda não
de como fazia falta um veículo de del Maestro Liu Pai Lin y fundadora de li, mas já gostei.”
comunicação sobre o Tai chi.” la Asociación Tai Chi Pai Lin Argentina. Fernando S. C. Guedes
Actualmente doy clases en Buenos Aires y en
Miriam Liu
provincias de la Argentina. Me gustaría recibir “Soy Mercedes Honik vivo medio
(neta do mestre Liu Pai Lin)
las nuevas ediciones.” año en la Bahia y soy seguidora de las
Alemanha
Marcela Rodas enseñaszas del maestro Liu - quisiera
“Gostaria de parabenizá-los pela Buenos Aires, Argentina recibir la revista estoy muy interesada
iniciativa por homenagear o nosso - Agradezco a Tarciso por habernos
“Fui discípula direta do Mestre Liu Pai Lin e
Mestre. Estou com o Mestre Liu enviado a traves de Ernani el material
gostaria de receber a revista sobre tai chi.”
desde 1985. Ele partiu, mas continua inagural”
Brenda Novak
vivo em nossos corações. A história Mercedes
Espanha
de vários amigos muito me tocou, pois
muitas das histórias se confundiram “Sou instrutora do Tai Chi Pai Lin e gostei “Sou praticante e desenvolvo um
com a minha. Tenho grandes amigos bastante da edição recebida através de um trabalho de formação de profissionais
aí em Curitiba. Na verdade são irmãos aluno.” em Tai Chi Pai Lin na Prefeitura de
do Tao. São pessoas muito queridas e Sônia Heloisa São Paulo. Hoje temos um grande
saudosas, pois desde a passagem do trabalho nesta área que se expande
Mestre não os vi mais. Graças a sua “Tomei conhecimento da Revista Tai Chi a olhos vistos e caminhamos com
Brasil nº 1 e achei fantástico o artigo sobre o
revista consegui o e-mail da Marli. pesquisa científica que espero
Mestre Liu Pai Lin.”
A Marli, a Pier, a Vivi, o Quintino, finalizar até dezembro/09. Gostaria
Vanda Scandiuzzi Costa
o Onofre, são amigos que todos os de receber as novas revistas e espero
meses nos encontrávamos em São “Nosso obrigado ao Prof. Tarcísio pela poder mandar também os resultados
Roque. Foi uma épóca de ouro em recomendação. E congratulações pela Revista” deste trabalho, ok? Parabéns!!!”
nossas vidas. Trouxemos o Mestre Grupo Tai Chi Pai Lin - Bahia Luci Lurico Oi
para dar um curso de final de semana São Paulo
em outubro de 1999 e, na época, “Felicitações pela realização da revista,
ele foi condecorado com o título principalmente por essa edição maravilhosa “Moro em Goiânia desde 2004. Antes
de cidadão ribeirão pretano, graças que apresenta o meu amado Mestre Liu Pai morava em São Paulo e frequentava
ao trabalho que desenvolvemos Lin, pois tive a oportunidade de conhecê-lo a Associação Pai Lin, onde praticava
em Ribeirão durante todos os anos através do curso de formação aqui no Rio de o tai chi chuan com Jerusha Chang.
passados, sendo que ajudamos ao Janeiro. Enfim, amei a revista, é show!”
Atualmente continuo praticando,
Regina Coeli
longo dos anos milhares de pessoas mas sinto falta das pessoas de São
que puderam ter suas condições de “Fui aluna do Mestre Liu Pai Lin e com Paulo. Uma amiga me falou sobre a
saúde e qualidade de vida resgatadas. muita alegria recebi esse exemplar da revista revista e fiquei muito interessada e
Continuo dando aulas em Ribeirão em taichibrasil. Parabéns pela iniciativa! Temos especialmente feliz com a novidade.”
diversos lugares. Minha formação é um grupo de prática aqui em Botucatu, na Aldenora Carvalho
Engenharia Civil, porém desde 1995, Estância Demétria.” Goiânia, GO
abandonei a profissão para dedicar-me Maria Eduarda M.Mendes

www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 15
Tai Chi Chuan - Família Yang
Forma Longa Tradicional Estilo Yang (Parte II)
Arthur Dalmaso
Professor de Tai Chi Chuan - Estilo Tradicional da Família Yang
Espaço Bem Estar (Yoga e Tai Chi Chuan)
São Paulo, SP. www.taichichuanyang.org

03 – Lan Chiao Wei You Pan – Acariciar a gira a cintura, desloque o peso para trás, apoiando-se
cauda do pássaro à direita. na perna esquerda e quase esticando a direita. Lu é a
Do movimento anterior, feche o ângulo do pé segunda energia do Tai Chi Chuan. O olhar acompanha
esquerdo, apoie todo o peso na perna esquerda e dê um o movimento do quadril.
passo arco com a perna direita. Os braços acompanham
o movimento do quadril no início da troca de peso, 05 – Chi – Pressionar para a frente.
na passagem do peso para a perna esquerda, o braço Do movimento anterior, a mão esquerda
esquerdo protege o corpo na altura dos ombros, palma encosta a palma no meio do antebraço direito,
para fora e o braço direito arredonda em frente ao retornando ao mesmo tempo o quadril à frente,
corpo como um escudo, palma para dentro, ao passar arredonde os braços e as costas formando com os
o peso para a perna direita a mão esquerda acaricia a
braços um grande círculo, empurre o
cauda do pássaro pequeno (um pássaro
peso à frente até o limite do joelho
imaginário pousado sobre o centro do
antebraço direito), os dedos da mão direito (ou seja, não ultrapassando a
esquerda estão afastados do braço ponta de seu pé), com a intenção de
direito mais ou menos a distância de pressionar (Chi), esta é a terceira das
um punho. Termine com o joelho oito energias do Tai Chi Chuan.
direito sem ultrapassar a ponta do .
pé, a coluna encaixada, o que vai 06 – An – Empurrar.
causar ligeira inclinação do tronco à Da postura anterior, separe os
frente formando uma linha reta com a braços deixando-os paralelos, altura
perna esquerda, que não deverá estar de ombros, palmas para baixo, passe o
totalmente esticada. O braço direito peso para a perna de trás (esquerda), ao
arredondado, palma para cima 45º, mesmo tempo traga as mãos próximas
emite a energia pan (desviar). Esta é a ao corpo, palmas para fora, altura da
energia primordial do Tai Chi Chuan,
boca do estômago, em seguida empurre o peso à frente
presente em todos os movimentos. Mantenha o olhar
até o limite do joelho direito fazendo as mãos erguerem
firme à frente, lembre-se que seu espírito está nele.
um pouco até altura de ombros, esticando os braços,
04 – Lu – Rolar para trás. mantenha os cotovelos apontados para baixo. Esta é a
Do movimento anterior, mantenha as pernas quarta energia (An) do Tai Chi Chuan.
fortes e paradas, gire o quadril para a direita até a
diagonal, ao mesmo tempo a palma da mão direita vira 07 – Tan Pien – Chicote simples.
para fora e a palma da mão esquerda vira para dentro, Da postura anterior, recue o peso atrás, as mãos
os dedos da mão esquerda apontam para o centro do agora paralelas ao chão, altura de ombros, prepare-se
antebraço direito. Retorne o quadril para a diagonal para um grande giro do quadril 180º, levante a ponta do
esquerda mantendo os braços na mesma posição, pé direito e gire para a sua esquerda, apoie seu peso na
somente abaixando-os um pouco (a mão direita está na perna esquerda, o pé direito vem girando até um ângulo
direita, na altura dos ombros e deve terminar um pouco de 135º, apoie agora seu peso na perna direita e dê um
acima da cintura, na esquerda), ao mesmo tempo que passo arco com a perna esquerda, as mãos e braços

16 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br
acompanham o giro do quadril, primeiro a esquerda e pé esquerdo do chão e retorne com a ponta do pé
depois até a diagonal direita, a mão direita forma um (metatarso) encostada no chão, num outro passo
bico, juntando todos os dedos o pulso se quebra para cheio e vazio, os braços giram a sua frente, as palmas
baixo, o cotovelo baixo, o braço esquerdo arredonda se olhando como se segurassem uma grande bola,
na frente do tórax, palma para dentro, leve o braço até mão direita embaixo e esquerda em cima, no final
a direção do pé esquerdo e avance o peso para a perna do movimento com o pé esquerdo, eleve a palma
esquerda, e o braço esquerdo, mão esquerda, dedos direita acima de sua cabeça, sem elevar os ombros,
para cima se estende à frente, cotovelo apontado para palma para fora, passando pela palma esquerda, no
baixo. O olhar acompanha o movimento do quadril e meio do corpo, o braço esquerdo vai terminar ao
termina na mesma direção do pé esquerdo. lado da coxa esquerda, palma para baixo, axilas
abertas, dedos alongados.
08 – Ti Shou Shang Shie – Elevar as mãos e
dar um passo. 10 – Tsou Lou Xi Au Bu – Defender o
Da postura anterior, passe o peso para a perna joelho à esquerda e empurrar.
direita, feche o ângulo do pé esquerdo 45º, girando Do movimento anterior, gire o quadril para
junto o seu quadril para a direita, apoie todo o peso na a direita abaixando a mão direita que protege o
perna esquerda, tire o pé direito do chão e retorne o topo da cabeça, ao mesmo tempo levante a mão
calcanhar no chão num passo cheio e vazio, ao mesmo esquerda que estava ao lado da coxa e faça com que
tempo os braços, as mãos abertas chegam próximas as duas se encontrem na altura do peito, continue
dos ombros, a mão direita um pouco mais alta, ao levando o braço direito para a diagonal direita e
apoiar o calcanhar direito no chão gire ligeiramente o braço esquerdo a sua frente arredondado, palma
o quadril para a esquerda e feche à frente os braços para baixo, na altura do quadril, apoiando todo
arredondados, mãos longe do corpo, dedos da mão o peso na perna direita dê um passo arco com a
esquerda apontando para o meio do antebraço direito. esquerda, gire o quadril para a esquerda levando
a mão esquerda na direção do joelho esquerdo,
09 – Pai Hou Liang Chuei – Garça Branca palma para baixo e a mão direita vem próxima do
estende as asas. seu ombro direito, palma à frente, cotovelo baixo,
Do movimento anterior os dois braços costas arredondadas, empurre o peso à frente até o
descem para a sua esquerda, ao mesmo tempo gire limite da perna esquerda e mova simultaneamente o
o quadril para a esquerda, o pé direito gira junto, braço direito esticando-o à frente, palma para fora e
coloque-o num ângulo de 45٥ em relação a direção a mão esquerda até a altura da coxa esquerda, palma
anterior, apoie seu peso na perna direita, retire o para baixo.

Anderson Rosa
Qigong
Acupuntura
Cromopuntura
Moxibustão
Ventosa-terapia
Auriculoterapia
http://oraculo.cih.org.br
fone: (041) 9916-3989

Lembre-se de mencionar a Revista Tai Chi Brasil quando contactar nossos anunciantes.
Assim, a Revista Tai Chi Brasil será sempre grátis e nós seremos sempre gratos.

www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 17
Rádio Corredor - I
Prêmio de pelo SESC Paraná - Unidade Água
Verde e a AIPT (Associação Inter-
evento ocorreu o lançamento oficial
da “Revista Tai Chi Brasil” e a pos-
1º lugar da nacional de Praticantes de Tai Chi
Chuan), o evento reuniu pratican-
se da nova diretoria da AIPT. Fotos
disponíveis em http://picasaweb.
Revista Einstein tes de Tai Chi Chuan em Curitiba google.com/aipt.brasil.
e teve por objetivo divulgar o Tai
São Paulo, SP Chi Chuan e promover a confrater- -----------
nização entre seus praticantes. Em
O trabalho científico “Efei-
tos da prática de Tai Chi Chuan na
Curitiba há 327 pessoas vinculados
a unidades de ensino da modalida-
Taijiquan e
cognição de idosas com Compro-
metimento Cognitivo Leve”, de au-
de. No Brasil são pelo menos 3599
praticantes de Tai Chi Chuan. Aber-
trabalho com a
toria de Maria Angela Soci (Dire-
tora da Sociedade Brasileira de Tai
to ao público em geral, o evento ini- energia sexual
ciou com exercícios suaves de Tai
Chi Chuan - SBTCC), Juliana Yumi
Tizon Kasai, Alexandre Leopold Chi Chi Kung com a participação para saúde e
Busse, Regina Miksian Magaldi,
Priscilla de Moraes Rosa, José An-
desenvolvimento
tônio Esper Curiati e Wilson Jacob
Filho, foi premiado na categoria
espiritual
Saúde Multiprofissional do Prêmio
Salvador, BA
Professor Eric Roger Wroclawski
2009, da Revista Einstein. Vídeo
Sejam bem vindos a partici-
e texto estão disponíveis no site da
SBTCC : www.sbtcc.org.br par da palestra com o mestre de Tai-
jiquan Jan Silberstorff, sobre o tema:
----------- dos presentes. Na sequência, houve “Taijiquan e trabalho com a energia
demonstrações de Tai Chi Chuan de sexual para saúde e desenvolvimen-

Torneio Brasil diversos estilos: Chen, Yang, Wu,


Pai Lin, Cheng Man Ching e Lam
to espiritual”. Jan é alemão nascido
em Hamburgo, campeão mundial
2009 de Kam, com professores de várias es-
de Taiji e o primeiro ocidental na
história do Taiji a ser adotado pela
colas de Curitiba, apresentações de
Confraternização Tai Chi Leque, Tai Chi Espada, Tai
família Chen (onde o Taijiquan foi
originado) como 20ª geração, sendo
entre Praticantes Chi Sabre, além de apresentações da
Dança Chinesa do Leão e da Dança
também o primeiro estrangeiro a re-
ceber medalha no Campeonato in-
de Tai Chi Chuan Chinesa do Dragão. Por fim, prati- ternacional de Taijiquan promovido
cantes do Kung Fu Wu Shu fizeram pela Vila Chen. Em 1994 fundou
Curitiba, PR uma homenagem ao Tai Chi Chuan. juntamente com Grão -Mestre Chen
No dia 27 de setembro Houve ainda premiações, distribui- Xiaowang a “World Chen Taijiquan
aconteceu o “Torneio Brasil 2009 ção de medalhas e certificados aos Association”, que inclui 25 países.
de Confraternização entre Pratican- participantes e sorteio de diversos Desde 1996 leciona em diversas
tes de Tai Chi Chuan”. Promovido brindes para o público. Durante o cidades da Alemanha, Leste Euro-

18 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br
Rádio Corredor - II
peu, Ásia, incluindo um monasté-
rio Taoista em Sri Lanka. Em 2003
Estiveram presentes participantes de
7 estados do país. O 3º Seminário,
Capacitação
publicou seu primeiro livro sobre
o Estilo Chen de Tai Chi Chuan,
a ser realizado em agosto de 2010,
concluirá a Forma Antiga. Chen
profissional
lançado pela maior editora alemã, Yingjun nasceu em Chenjiagou no para trabalhos
e já editado em três idiomas.Veja ano de 1976 e começou a aprender
mais informações em: http://wcta. voluntários
com.br
São Paulo, SP
-----------
A Sociedade Brasileira
de Tai Chi Chuan - SBTCC está
Mestre Chen cadastrando entidades e ONGs que

esteve no estejam desenvolvendo trabalhos


voluntários dirigidos a melhoria
Rio de Janeiro da qualidade de vida dos idosos. A
proposta da SBTCC é a de oferecer
Rio de Janeiro - RJ capacitação profissional gratuita
Taijiquan aos 8 anos de idade, com
nas técnicas complementares do Tai
seu pai. Hoje, dedica-se integral-
Chen Yingjun, o segundo Chi Chuan, dirigida aos profissionais
mente à sua prática e a ensinar o Tai-
filho do Grão-Mestre Chen Xia- e voluntários que lidem diretamente
jiquan estilo Chen em 8 países de 4
owang, esteve no Rio de Janeiro com essa população. Interessados
continentes. Mais detalhes em http://
entre 13 e 17 de agosto deste ano, podem enviar um e-mail aos
taijiquan.pro.br/seminarios/
ministrando seu 2º Seminário Inter- cuidados da professora Angela
nacional de Taijiquan Estilo Chen Soci, da Sociedade Brasileira de
no Brasil. Na oportunidade, foi Tai Chi Chuan e Cultura Oriental.
ensinada a primeira metade da For- Informações: www.sbtcc.org.br;
ma Antiga (Laojia) e o Mestre fez Rua José Maria Lisboa, 612 - sala
questão de corrigir pessoalmente a 07 - Tel:. (011) 3884-8943 - São
postura de cada aluno, várias vezes. Paulo - Brasil.

www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 19
Tai Chi Chuan - Princípios
Os 10 Princípios de Yang Cheng Fu (Parte II)
Bruno Davanzo
Professor de Tai Chi Chuan
www.academiaparamitta.com.br

Ponto 2 - Afundar o tórax e Neste momento deixamos nossa manter o chi no Tan Tien pela respiração
retesar as costas. O tórax é naturalmente energia estagnar, porque a energia do e pela concentração, isso é cultivar
achatado para o interior e então o céu não pode descer e a energia da terra nossa energia. Quando conseguimos
“chi” pode submergir ao “Tantien”, não pode subir. Isso é representado no isso, os ombros naturalmente relaxam.
contudo, não projete o tórax: o “chi” I Ching pelo hexagrama Estagnação. É bonito de ver! Você pode falar mil
ficará preso nele e o corpo se tornará O trigrama superior, que representa o vezes para seu aluno relaxe os ombros,
mais pesado em cima do que embaixo. céu, tem movimento ascendente, e o mas se ele conseguir afundar o chi para
O calcanhar ficará bem leve e poderá trigrama inferior, que representa a terra, o Tan Tien, então soltar os ombros será
ser desarraigado do chão. Tensione tem movimento descendente. Tensão completamente natural.
as costas e o “chi” se crivará nelas; nos ombros e pescoço, respiração curta Não estamos em guerra,
afunde o tórax e você poderá tensionar são as consequências mais diretas. estamos em paz, deixe o seu peito
as costas. Dessa maneira você poderá Mas no Tai Chi Chuan temos esse esvaziar, deixe o chi afundar para o
liberar a força através da espinha e, precioso conselho de Yang Cheng Fu, Tan Tien. O que pretendemos com o
então será um lutador incomparável. “Afundar o tórax e retesar as costas”. Tai Chi é harmonizar a energia do céu
Considero que esvaziar o peito ou e da terra. O Hexagrama Harmonia
Alguma vez você ouviu o recolher o coração, são sinônimos do é quando o céu (que tem movimento
conselho para arrumar sua postura afundar o tórax e retesar as costas. Mas ascendente) está embaixo e a terra
“barriga para dentro, peito para fora”? o que acontece na maioria das vezes (com seu movimento descendente)
Talvez ajude, mas o que mais essa é que estamos com os ombros tensos. está em cima, ou seja, a circulação da
postura pode nos trazer? No exército, Isto acontece porque a pessoa ainda energia acontece.
os soldados são treinados para a não conseguiu realizar o conselho “O Afinal, o que eu deveria sentir
guerra, “barriga para dentro peito para tórax é naturalmente achatado para o para o ponto dois estar funcionando?
fora”. Como uma pessoa nervosa, que interior e então o chi pode submergir O peito esvazia, sentimos levemente
estufa o peito e grita, “- Vai encarar?”, ao Tan Tien”, ou seja, afundar o chi as nossas escápulas e a intenção
chamando para a briga. Lembre das para o Tan Tien. Em vários pontos dos do movimento pelo Tan Tien fica
palavras acima “não projete o tórax: o Treze Tratados de Chen Man Ching é clara para nós. O Ponto 1 alinhou
chi ficará preso nele e o corpo se tornará salientado a importância de Afundar nossa postura, o Ponto Dois trata de
mais pesado em cima do que embaixo.” o chi para o Tan Tien. E não só isso, sedimentá-la. A postura da árvore é
uma boa opção para sentirmos estes
pontos acima. Mas lembre, a energia
é dirigida pela mente! Se você está
EBRAMEC-PR com a mente muito ativa, muitas
Cursos de pós-gradu-
ação de Acupuntura e preocupações, a energia tende a
Práticas Integrativas e subir. Praticar Tai Chi é meditação
BAGUA
Complementares. Ambulatório de acupun- em movimento, você traz sua mente
DANÇA (parceria com INTERTANGO)
LIAN GONG tura para tratamento de: diabetes, pressão de volta para casa, fica presente
QI GONG alta, varizes, colesterol alto, depressão, in- (lembra do ponto um?). Tudo bem,
sônia, enxaqueca, artrite, artrose etc. Tra-
TAI CHI CHUAN não conseguimos logo no início,
tamento estético para obesidade, rugas,
Curitiba - Rua Raquel Prado, 18 - Mercês flacidez, estrias, celulite. mas com persistência nossa mente
Fone 41-3257-8420 / 9974-3193 R. Jornalista Caio Machado, 87. fica mais focada e então vamos
Curitiba, PR. Fone: (41) 3274-4647 conseguir afundar e manter o chi
www.harmoniaemovimento.com.br www.ebramec-pr.com.br para o Tan Tien.

20 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br
Livros
Tai Chi Chuan: Arte Marcial,
Técnica da Longa Vida
O Tai Chi Chuan, classificado pelos chineses entre as artes marciais, tinha na antiguidade
chinesa um significado mais amplo que o atual e indicava igualmente a força de uma pessoa,
sua bravura e habilidade. Este livro mostra essa técnica e apresenta a filosofia relaxante e
diferente dessa arte milenar. Autora: Catherine Despeux. Editora: Pensamento.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Clássicos do Tai Chi
O grande poder do Tai Chi não pode ser compreendido sem um conhecimento do seu
significado interior. Ilustrada, esta obra explica esse significado interior e as técnicas
dos movimentos do Tai Chi por meio da tradução de três textos clássicos dessa arte. Os
textos são precedidos por três capítulos que explicam como aumentar a energia interior
(chi), transformá-la em poder interior (jing) e projetar esse poder interior para repelir um
adversário. Autor: Waysun Liao. Editora Pensamento.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Tai Chi - Passo a Passo
O Tai Chi exercita o corpo, acalma a mente e eleva o espírito. Bem ilustrada,
Esta obra apresenta programas de exercícios cuidadosamente elaborados e o
passo a passo da Forma do Pequeno Círculo que, com uma curta sequência
de movimentos lentos e contínuos, incorpora e concilia alguns dos elementos
mais importantes que estão presentes nos estilos clássicos de Tai Chi como
Chen, Yang, Wu e outros. Autor: Lam Kam Chuen. Editora: Manole.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
QiGong Taoísta
Qigong é uma prática chinesa tradicional de movimento que costuma ser realizada com
o intuito de conservar a saúde ou curar doenças específicas. Neste livro, Sat Chuen
Hon, médico especializado em medicina tradicional chinesa e mestre de artes de cura
taoístas, apresenta um sistema de seis exercícios suaves, porém revigorantes, junto com
meditações e vocalizações complementares que podem contribuir para a saúde de modo
geral e aumentar o nível de energia. Autor: Sat Chuen Hon. Editora: Pensamento.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Você pode adquirir essas obras nas melhores livrarias ou pela internet:
Livraria Cultura: www.livrariacultura.com.br | Submarino: www.submarino.com.br
Amazon: www.amazon.com | Redwing Book Company: www.redwingbooks.com

Ler sobre tai chi, além de importante, é bom!


www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 21
Tai Chi - Estilo Lam Kam
Forma do Pequeno Círculo (Parte II)
fica voltada para a diagonal esquerda, com os dedos
Anderson Rosa voltados para baixo.
Instrutor de Qigong
17. Levante lentamente a mão direita. Pare com a palma
http://oraculo.cih.org.br
da mão direita voltada para cima e visualize que você está
Aparar (Esquerda) segurando um grande balão entre ambas as mãos.

12. Erga o pé esquerdo levemente do chão, movendo-o para 18. Faça um pequeno círculo com a mão esquerda elevando-a
a diagonal esquerda. Apoie apenas o calcanhar no chão, para a diagonal esquerda. Gire o pulso esquerdo, apontando os
mantendo a ponta do pé ligeiramente levantada. A perna dedos na sua direção, acima da mão direita. Continue girando
cheia (aquela na qual está 70% aproximadamente do peso o pulso até que os dedos da mão esquerda apontem para baixo.
do corpo) é a perna direita. Volte a cabeça para a esquerda. A seguir, eleve a mão, em direção à diagonal esquerda. Pare
No final deste movimento, os pés estão alinhados, formando quando as costas da mão esquerda estiverem à sua frente.
um ângulo entre os dois calcanhares de 90º. 19. Transfira o peso do corpo para o pé direito, flexionando
13. Levante a mão esquerda diante do corpo, cruzando a ligeiramente o joelho deixando assim a perna direita como a
mão esquerda sob o cotovelo direito e, na continuidade do perna cheia. Abaixe ambas as mãos ao mesmo tempo, como
movimento, cruze os antebraços, sem deixar tocá-los entre se estivesse puxando lenta e cuidadosamente um grande
si. Acompanhe o movimento com a cabeça. objeto em direção à barriga. Mantenha a mesma distância
entre as mãos durante o movimento. A esquerda continua
14. A mão esquerda se ergue em direção à diagonal superior descendo até que o braço esteja quase reto e a palma da
esquerda. Os quadris e o tórax viram juntamente com o mão voltada para baixo em direção ao pé esquerdo, e a mão
braço. A palma da mão esquerda deve ficar voltada para o direita para diante da parte inferior do abdômen.
centro do tórax (VC17). Visualize que está com um grande
20. Mantenha o restante do corpo imóvel, dobrando os
balão entre o peito e o antebraço. Relaxe o pé colocando os
cotovelos e erguendo as mãos em direção ao peito. Enquanto
dedos do pé esquerdo novamente no chão, levando o peso
elas se movimentam, estique um pouco o joelho direito.
do corpo para frente. A mão direita é levada para trás e para
Quando as mãos estiverem na altura do peito, junte a base da
baixo, com a palma voltada para baixo, ao lado do quadril.
palma de ambas as mãos. Deixe a esquerda do lado de fora.
15. Gire a ponta do pé direito, apoiando-o no chão, virando a As bases das palmas das duas mãos juntam-se naturalmente,
perna e o quadril ao mesmo tempo para a diagonal esquerda. cruzando-se diante do peito, como uma borboleta de asas
O calcanhar esquerdo realiza o movimento deslizando abertas. Os braços devem ficar ligeiramente dobrados.
suavemente no chão. A distância entre as mãos e o centro do peito deve ser o
suficiente para acomodar um balão semelhante ao tópico 14.
Desviar (Esquerda)
16. Girar o pulso direito, voltando a palma desta mão Para saber mais:
para a mão esquerda, alinhando-as. Esta mão (a direita) Mestre Lam Kam Chuen - lamkamchuen.com

Elli Nowatzki
Professora de Tai Chi Chuan
Curitiba - Paraná
ellitaichi@gmail.com
Tel: (41) 9164-3184

22 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br
Tai Chi - Trajetória
Aprendendo com o Mestre Hu Hsin Shan
Estevam Ribeiro
Professor de Tai Chi Chuan
cxwtabr@gmail.com

Mestre Hu foi meu primeiro professor de Tai Chi. Um O que me incomodava era a didática que me parecia
dos pioneiros do Tai Chi no Brasil e, com certeza, o pioneiro do por demais complicada. Enfim, eu mesmo não tinha maturidade
estilo Yang tradicional no Rio de Janeiro para entender que o Tai chi é assim mesmo. Ele tem um
Na época em que o conheci, em finais de 1974, eu já currículo mais extenso, mas, no final, ele se faz valer igual e
tinha um passado em artes marciais. Já tinha praticado Judô, com algumas vantagens que outras artes não dispõem, como
Jiu Jitsu, Capoeira e Kempo dos animais. Meu professor de por exemplo, você poder praticá-lo o resto da vida e nunca
Kempo, Joo Brito, estava se mudando para São Paulo. Quando
lhe perguntei como poderia continuar a treinar, e com quem, Fotos: Acervo/Estevam Ribeiro
ele me sugeriu que, embora não sendo o mesmo que Kempo
dos animais, eu fosse fazer Tai Chi Chuan, pois as duas artes
cultivavam as mesmas energias e filosofia.
Eu não fazia ideia do que era Tai Chi, muito menos
com quem treinar...
O Joo na época era casado com uma filha do mestre
Hu e me indicou seu sogro como sendo o melhor professor que
eu poderia encontrar.
Mestre Hu dava aulas às 6hrs da manhã em frente ao
MAN, no Aterro do Flamengo. Eu estava cursando faculdade
noturna na época e acordar tão cedo não me parecia uma boa
ideia. Ainda assim resolvi arriscar. Era a época do seriado de
tv Kung Fu, com David Carradine, e as artes marciais chinesas
estavam começando a entrar no Brasil. Junto com elas uma
nova filosofia que adequava a arte marcial à ideia de paz, tão
em voga no movimento hippie.
Ao assistir pela primeira vez o mestre Hu fazendo
Tai Chi, eu percebi de imediato que era aquilo que eu vinha
procurando. A união perfeita entre uma arte marcial, uma
filosofia equilibrada, além de ser de uma expressão de beleza
única, tranquila, pacífica e , ao mesmo tempo, alerta.
Nas primeiras aulas fiquei impressionado com a Mestre Hu com 102 anos e Estevam Ribeiro.
questão da precisão. Embora no Judô eu já houvesse entrado
em contato com a precisão japonesa, agora as coisas pareciam
infinitamente mais detalhadas e não tão claras. O fato de o piorar, só melhorar. Fato este que somente as grandes artes,
mestre Hu só falar chinês dava espaço para a nossa imaginação, como a pintura, música, literatura etc, conseguem produzir.
mas seu pragmatismo chinês colocava nossos pés no chão Depois de treinar por dois anos, 3 vezes por semana
seguidamente. pela manhã, eu resolvi intensificar, praticando além da manhã,
Sua didática era por vezes extremamente árida para a à noite também. Foi quando conheci os alunos mais avançados,
maioria dos alunos que, por serem como eu, hippies, buscavam como Marcio Lacerda, Eduardo Brandão e Laerte, que muito
mais uma espécie de Yoga em movimento do que propriamente me ajudaram, pois na turma da noite o pessoal era menos
uma arte marcial. Esbarravam com o fato de que o mestre não hermético e conversávamos a respeito desta arte, que para
dava muita ênfase a este aspecto. todos nós era ainda um mistério se revelando.
Estudei mais intensamente com mestre Hu entre 1975 Todos nós seguíamos e acreditávamos no que o mestre
e 1981, quando me mudei para Nova Friburgo. dizia, mas também questionávamos e lutávamos praticando em
No começo o Tai Chi era uma arte que não me dupla, o que na forma nos parecia muito solitário.
convencia em termos marciais, não pelo mestre Hu, que foi Mestre Hu sempre foi muito exigente com relação a
muito bom, nem pelos meus colegas, que sempre dedicados à princípios e bases, por isso perdeu muitos alunos que vinham
prática acabaram por entender do que se tratava. procurar no Tai Chi um “relaxamento”.

www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 23
Mas de tanto insistir, ele acabou percebendo que eu
realmente gostava de Tai Chi e resolveu então me ensinar.
Nas primeiras aulas ele já deixou claro que eu
necessitaria de certa tenacidade se quisesse aprender com ele.
Logo na primeira semana, depois de me ensinar os 3 primeiros
movimentos, ele repetiu umas tantas vezes até achar que eu
podia repeti-los sozinho e mandou eu ficar repetindo só estes
3... Depois de uns 15 minutos eu já sentia que era o bastante,
que eu já tinha decorado, então quando ele não estava olhando,
eu me juntava ao grupo mais avançado para seguir a sequência.
Quando ele percebeu, me chamou de volta e recomeçou a
repetir comigo apenas aqueles 3 primeiros movimentos, só que
desta vez ele repetiu durante uns 35 minutos e, no final, quando
faltava pouco para acabar a aula e minhas pernas já estavam
tremendo, ele olhou para mim e mandou continuar por mais um
tempo, como se dissesse: se ele, que era mestre, via importância
em repetir estes movimentos básicos, como um aluno iniciante
como eu poderia achar que já tinha aprendido?
Mestre Hu ensinava o estilo Yang, assim como todos os
mestres pioneiros do Tai Chi no Brasil, entretanto, como só fui
descobrir anos depois, a forma ensinada por ele era a que mais se
aproximava do estilo Yang ensinada pelos mestres tradicionais
YANG ZHENG DUO e o mestre FU ZHONG WEN.
Nesta época não havia vídeos, poucos livros e a China Mestre Hu, como a maioria dos chineses, não gostava de
estava muito mais fechada, portanto o que o mestre dizia era lei. expor sua vida pessoal; quando uma vez estávamos especulando
Era impossível ter discernimento entre o que seria qual seria seu signo astrológico, ao tomar conhecimento da
Tai Chi ou a opinião pessoal do mestre. Nós nem sabíamos nossa curiosidade nos respondeu: devagar, devagar...
que existiam outros estilos e também não tínhamos ideia de Sua avaliação da qualidade de qualquer tipo de kung
linhagens ou como o Tai Chi tinha ou não a ver com o resto fu era fundamentalmente com relação à base do praticante. Ele
do currículo que o mestre ensinava, como vários estilos de mostrava certo desdém quando se tratava dos exibicionistas
Shaolin, Pa Kua e Hsin Yi. Para nós, os outros estilos eram pré- de movimentos espetaculares, mas de bases incorretas.
requisitos do Tai Chi. Este fato gerou
Certas posturas que aprendíamos com ele tornaram-se um grupo de professo-
regras em relação ao que seria um Tai Chi correto. Por exemplo, res capaz de receber,
a posição da coluna vertebral. Todos achavam que uma coluna absorver, valorizar e
inclinada não era correta. Mais tarde, ao entrar em contato com divulgar os ensinamen-
o estilo Wu, eu descobri que não só era correto neste estilo tos dos mestres CHEN
como também no estilo Yang. XIAO WANG e YANG
Outra questão técnica era se devíamos reposicionar o ZHENG DUO, atra-
pé, pivotando no calcanhar, como defendia o mestre Hu, ou vés de dois alunos do
no peito do pé, como mais tarde ficamos sabendo através das mestre Hu, eu, Estevam
formas modernas (24 Posturas, 48 e 42), assim como o próprio Ribeiro, e Marcio La-
estilo Yang tradicional de Fu Zhong Wen.
cerda, respectivamente,
A aula começava com as bases estáticas, os ZHANG
representantes destes
ZHUAN; em seguida vinha o treinamento básico de chutes e
mestres no Rio de Ja-
socos, completado pelo TAN TUI, arte externa de origem sino
muçulmana geralmente usada como treinamento de crianças neiro.
para desenvolver força, coordenação e velocidade. Depois Atualmente, o
os alunos se dividiam em grupos para treinar os seus níveis mestre Hu é representa-
de prática atuais. A maioria continuava treinando diferentes do por seu neto, Jaime
formas de Shaolim, uns poucos Hsin Yi e outros Tai Chi. Chang.
Como eu era jovem, mestre Hu queria que eu praticasse Nosso querido
Tan Tui, que eu achava, apesar de bonito de olhar, chato de mestre deixou como
fazer..., então, quando eu via que ele estava distraído, eu ia maior legado a estrutu-
para o grupo do Tai Chi. Quando ele descobria, me mandava ra de base, que serviria
de volta para o Tan Tui, não antes de me dizer “aluno burro!”, de referência diferen-
uma das únicas expressões que ele sabia em português, da qual cial dos seus alunos e
eu não era o único a ouvir. O mestre usava e abusava dela. sua escola.

24 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br
Opinião
O Ponto Sutil (Parte II)
Ao aluno que entra em uma academia, deslum- Quanto à última, vale observar que o sufixo
brado com as demonstrações de desempenho físico, nipônico “DO”, incorporado ao radical que muitas artes
amiúde escapa o processo pelo qual haverá de passar. marciais daquele país (como em Judô, Kendô, Karate-
O indivíduo se inscreve em uma academia para Dô, Aiki-Dô etc.), pode ser traduzido por “CAMINHO”.
aprender a lutar, para adquirir saúde ou para “manter-se Não se faz necessário acrescentar que a seriedade de
em forma”. Imperceptivelmente, seu caráter se aprimora, propósitos presente nas artes marciais exige a preparação
sua mente torna-se mais tranquila e sua autoconfiança dos profissionais competentes (instrutores, professores
mais profunda! Autores como Joe Hyams (de “O Zen nas e mestres realmente qualificados). Eles precisam,
Artes Marciais”, editado pelo Pensamento), encontram necessariamente, ter ao menos iniciação real - isto é,
nas artes marciais uma filosofia de vida, um caminho para espiritual, ética - no Caminho.
a interioridade e para o autoconhecimento. Outros, como Daí o grave perigo representado pelas academias
Robert Pater (“As Artes Marciais e a Arte da Gerência”, clandestinas e por mestres “improvisados”: o aluno, em
editado pela Record), encontram nesse ambientes formados a partir de tais
caminho - que desenvolve a avaliação elementos, sofrerá no corpo e na mente
intuitiva e estimula a concentração - a influência nefasta de uma instrução
forças para superar as pressões e vencer irresponsável.
os desafios do mundo dos negócios. O esforço que se faz atualmente
Como pode ser isto? para reunir as entidades e filiar os
A pedagogia tem por base a profissionais em associações e em
antropologia. Na tradição oriental o federações visa prevenir esses males.
homem é tratado como um ser unitário e, Não há cursos, deve-se dizer, que
por isso, está inserido em uma pedagogia formem mestres no sentido clássico da
globalizante. Há um conjunto variado palavra: estes formados pela prática e
de caminhos para se atingir um único
pela retidão espiritual, que é um atributo
fim: a realização da verdadeira essência
personalíssimo. Mas frequentando uma
humana. Podemos dizer que, enquanto
o Ocidente procura compreender o ser academia regida por um professor que
humano nas suas várias manifestações, possua o aval de uma associação ou
e por isso desenvolve uma filosofia, federação, pode-se ter a segurança de
uma pedagogia, uma psicologia e assim se estar evitando os efeitos nocivos da
por diante, o Oriente optou por uma instrução errada.
visão unitária e integral do homem, tendo desenvolvido o Com este objetivo - de bem formar
conceito do Tao, um caminho para a virtude. quem pratica artes marciais - desenvolvemos nosso
Esse caminho pode, teoricamente, ser trilhado em trabalho à frente da SENDA - Escola de Arte Marcial
qualquer atividade humana. A tradição, porém, consagrou Chinesa. Sem perder a tradição filosófica do Kung Fu,
algumas que se tornaram clássicas. procuramos incorporar elementos que as ciências do
São elas os caminhos ou artes: comportamento e da saúde (Educação Física e Psicologia)
- da paz (Tai Chi Chuan); podem oferecer para uma maior eficiência na transmissão
- dos arranjos florais; de uma das mais antigas e tradicionais artes marciais
- da cerimônia do chá; chinesas.
- cavalheiresca do arqueiro;
- de conduzir a espada;
- da caligrafia; Por Jorge Jefremovas
- da pintura; Professor de Educação Física e Psicólogo.
- do paisagismo; Praticante de Kung-Fu Tradicional, Tai-Chi-Chuan e
- da convivência; Chi Kung há mais de trinta anos.
- de educar; Discípulo do grão-mestre Chan Kowk Wai
- da guerra (ou das artes marciais). www.shaolincuritiba.com.br

www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 25
Tai Chi Chuan - Níveis
Os Cinco Níveis de Habilidade no Taijiquan
(Parte II)
Eduardo Molon
Secretário-Geral da World Chen Xiaowang Taijiquan Association Brasil - Bahia
molon@taijiquan.pro.br | http://taijiquan.pro.br

Este texto foi dividido em cinco partes para publicação. Cada uma delas trata de um dos cinco níveis
mencionados. O texto é de autoria do Grão-Mestre Chen Xiaowang e foi traduzido para o português
sob sua autorização expressa. Publicado originalmente em: http://taijiquan.pro.br

O segundo nível de gongfu (kung fu) joelhos, e quadris e ombros). Simultaneamente deve
O nível começando do último estágio do primeiro haver um movimento de fechar igual e oposto de uma
nível, quando o praticante pode sentir o movimento da outra parte do corpo e vice-versa. Movimentos de abrir
energia interna qi, e que vai até o estágio inicial do terceiro e fechar vêm juntos e complementam-se mutuamente.
nível, é chamado de segundo nível de gongfu. O segundo Secundariamente, quando praticando pode-se achar difícil
nível de gongfu consiste em reduzir defeitos como: força controlar diferentes partes do corpo simultaneamente. Isto
jin rígida produzida durante a prática; força em excesso ou significa que uma parte do corpo pode estar se movendo
insuficiente e movimentos mal coordenados. O objetivo mais rapidamente que as outras, o que resulta em exercer
disto é garantir que a energia interna qi mover-se-á excesso de força; ou que uma parte pode estar se movendo
sistematicamente no corpo de acordo com as exigências mais lentamente que as outras ou sem força suficiente,
de cada movimento. Eventualmente isto deve resultar no o que resulta em não exercer força suficiente. Ambas as
fluxo suave do qi dentro do corpo e numa boa coordenação situações contradizem o princípio do taijquan. É requerido
do qi interno com os movimentos externos. que todos os movimentos no taijiquan Chen não se desviem

 Após conquistar o primeiro nível de gongfu, do princípio de ‘força de espiralar a seda’ ou chansijing.
deve-se ser capaz de praticar com facilidade de acordo De acordo com a teoria do taijiquan, o ‘chansijing
com os requisitos preliminares dos origina-se dos rins e em todo momento é
movimentos. O estudante é capaz “ao praticar taijiquan encontrado em todas as partes do corpo’.
de sentir o movimento da energia No processo de aprender taijiquan, o
interna. No entanto, o estudante pode
todas as partes método de movimento de espiralar a seda
não ser capaz de controlar o fluxo do corpo devem (isto é, o método de movimento de torcer e
de qi no corpo. Há duas razões para espiralar) e a força de espiralar a seda (isto
isto: primeiramente, o estudante não estar bem é, a força interna produzida pelo método
dominou precisamente os requisitos coordenadas de movimento de espiralar a seda), podem
ser estritamente dominados através do
específicos para cada parte do corpo e
a sua coordenação. Como um exemplo, com o resto” relaxamento dos ombros e cotovelos, peito
se o peito estiver excessivamente e cintura tanto quanto da região do huiyin
relaxado para baixo, a cintura e as costas poderão não e dos joelhos e usando a cintura como um pivô para mover
estar retas, ou se a cintura estiver relaxada demais o peito todas as partes do corpo [nota do tradutor: neste contexto
e as nádegas podem ficar protuberantes. Assim, deve-se e a seguir, “cintura” refere-se ao centro do corpo, e não ao
garantir estritamente que os requisitos para cada parte que chamamos de cintura no Ocidente]. Começando com
do corpo sejam obedecidos de modo que estas movam- uma rotação das mãos no sentido inverso, as mãos guiam
se em uníssono. Isto permitirá que o corpo se “feche” ou os cotovelos que por sua vez guiam os ombros que por sua
una-se de uma maneira coordenada (que significa união vez guiam a cintura (a parte da cintura correspondente ao
coordenada externa e interna. União interna implica a lado do ombro que está sendo movimentado. Na verdade,
união coordenada de: coração e mente, energia interna o fato é que a cintura ainda é o pivô do movimento). Por
e força, tendões e ossos. União externa dos movimentos outro lado, se as mãos giram no sentido direto, a cintura
implica união coordenada de: mãos e pés, cotovelos e deve mover os ombros, os ombros movem os cotovelos, e

26 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br
os cotovelos por sua vez movem as mãos. Para a metade princípio não é claramente compreendido, consulte um
superior do corpo, os punhos e braços devem aparentar professor, se o caminho não é claramente visível, busque
estarem girando; enquanto que para a metade inferior do ajuda de amigos’. Quando os princípios e os métodos
corpo o tornozelo e a coxa devem parecer estarem rodando; são claramente compreendidos, com a prática constante
enquanto o tronco, a cintura e as costas devem parecer estar eventualmente o sucesso será obtido. Os clássicos do
virando. Combinando os movimentos das três partes do taijiquan afirmam que ‘todos podem atingir o supremo,
corpo devemos visualizar uma curva rodando no espaço. se se trabalha duro’. E ‘se se persiste, finalmente atingir-
Esta curva origina-se nas pernas, tem o centro na cintura se-á a transformação súbita’. Geralmente, a maioria
e termina nos dedos. Na prática da forma, se alguém se das pessoas pode adquirir o segundo nível de gongfu
sente desajeitado durante um movimento, deve ajustar a em aproximadamente quatro anos. Quando se atinge o
cintura e as coxas de acordo com a sequência de fluxo estágio de poder experimentar um fluxo contínuo de qi
do chansijin para atingir coordenação. Desta maneira, no corpo, subitamente compreende-se-o (o comando do
qualquer erro pode ser corrigido. Assim, enquanto presta qi) totalmente. Quando isto acontece, fica-se cheio de
atenção aos requisitos para cada parte do corpo para atingir entusiasmo e confiança e continua-se praticando. Pode-se
total coordenação do corpo todo, o domínio do ritmo do mesmo sentir uma vontade forte de praticar continuamente,
método de movimento de espiralar a seda e da força de sem parar.
espiralar a seda é a maneira de No início do segundo nível
resolver conflitos e auto-corrigir de gongfu a habilidade marcial
qualquer erro ao praticar taijiquan atingida é aproximadamente a
após atingir o segundo nível de mesma que no primeiro nível
gongfu. de gongfu. Ela não é suficiente
No primeiro nível de para aplicação real. No final do
gongfu, começa-se aprendendo segundo nível de gongfu está-se
as formas, e quando se está próximo de atingir o terceiro nível
familiarizado com as formas, de gongfu, e assim a habilidade
o estudante pode sentir o marcial pode ser aplicável em
movimento da energia interna uma certa exensão.
no corpo. O estudante pode ficar Os próximos parágrafos
muito entusiasmado e nunca descrevem a habilidade marcial
sentir-se cansado ou entediado. que seria atingível no meio do
No entanto, ao entrar no segundo segundo nível de gongfu (assim
nível de gongfu, o estudante pode como nos artigos seguintes para
sentir que não há nada de novo o terceiro, quarto e quinto níveis
para aprender e ao mesmo tempo de gongfu. Eles são discutidos
enganar-se quanto à certos pontos com referência à habilidade
importantes. O estudante pode atingível no meio de cada nível).
não ter dominado estes pontos O tuishou e a prática do
principais com precisão e assim achar os movimentos taijiquan são inseparáveis. Quaisquer defeitos que se
destes desajeitados. Ou, por outro lado, o estudante pode tenha na prática da forma aparecerão como fraquezas
achar que pode praticar a forma fluidamente e expressar durante o tuishou, dando oportunidade ao oponente de
força com muito vigor, mas não consegue aplicá-la durante aproveitar-se delas. Por causa disto, ao praticar taijiquan
o tuishou. Por causa disso, pode sentir-se entediado em todas as partes do corpo devem estar bem coordenadas
breve, perder a auto-confiança e desistir totalmente. com o resto, e não deve haver quaisquer movimentos
A única maneira de atingir o estágio onde se consegue: desnecessários. O tuishou requer que repelir, agarrar,
produzir a quantidade certa de força, nem muito macia pressionar e empurrar para baixo sejam executados tão
nem muito dura; mudar as ações segundo se deseja; e precisamente que as partes superior e inferior do corpo
girar com facilidade, é ser persistente e aderir estritamente movam-se coordenadamente e então seja difícil para o
aos princípios. Deve-se treinar duro a forma para que os oponente atacar. Como diz o ditado, ‘não importa quão
movimentos do corpo estejam bem coordenados, e com grande seja a força sobre mim, eu mobilizo quatro onças
‘um único movimento pode-se ativar movimentos em de força para defletir mil libras de força’. O segundo
todas as partes do corpo’, estabelecendo então um sistema nível de gongfu almeja atingir um fluxo contínuo de qi no
completo de movimentos. Há um ditado comum: `se o corpo através da correção das posturas de modo a atingir

www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 27
o estágio no qual o qi penetre todo o corpo passando por o ataque de maneira mais satisfatória. Da discussão acima,
todas as juntas como se estivesse sequencialmente ligado. para o segundo nível de gongfu, depreende-se que quando
No entanto, o processo de ajustar as posturas envolve se está atacando ou bloqueando um ataque, muito esforço
movimentos desnecessários ou descoordenados. Assim, é necessário. Frequentemente será uma vantagem fazer o
nesse estágio, não é possível aplicar a habilidade marcial primeiro movimento, aquele que se move depois estará
à vontade durante o tuishou. O oponente concentrar-se-á em desvantagem. Neste nível, não é possível ‘esquecer’ de
em procurar por estas fraquezas, ou ele pode ganhar ao si mesmo e ‘jogar com o oponente’ (não atacar mas ceder
surpreender o praticante cometendo erros como forçar ao movimento do oponente); não é possível aproveitar
em excesso, colapsar, atirar e confrontar força. Durante o uma oportunidade e responder à mudança. Pode-se ser
tuishou, o avanço do oponente não permitirá que se tenha hábil o suficiente para mover-se e repelir um ataque, mas
tempo para ajustar os próprios movimentos. O oponente pode-se cometer erros facilmente como atirar, colapsar,
fará uso do seu ponto fraco para atacar de modo que se forçar em excesso ou confrontar força. Por causa disso,
perca o equilíbrio ou se seja forçado a recuar para repelir durante o tuishou, não é possível mover-se de acordo com
a força que avança. No entanto, se o oponente avança com a sequência de repelir, agarrar, pressionar e empurrar para
menos força ou mais lentamente, pode haver tempo ou baixo. Alguém com este nível de habilidade é descrito como
oportunidade para fazer ajustes e pode ser possível repelir ‘20% yin, 80% yang: um novato indisciplinado’.

Aprendendo Chinês
Traço a Traço: Gong Fu (Kung Fu)
Gong (Kung):

:
Fu:

:
Chang Yuan Chiang
Professor do Curso do Idioma Chinês (Mandarim)
CELIN (Centro de Línguas e Interculturalidade)
Universidade Federal do Paraná
chang.yu@terra.com.br

28 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br
Para a Ciência...

Avaliação das mudanças da frequência cardíaca,


noradrenalina, cortisol e aspectos
psicológicos de praticantes do Tai Chi
Department of Psychology, La Trobe University,
Bundoora, Victoria, Australia.

Por Jin P.

O objetivo da pesquisa foi a avaliação das mudanças nos aspectos psicológicos e


fisiológicos de praticantes do Tai Chi (33 iniciantes e 33 já praticantes). Os três braços da
pesquisa foram: experiências (novatos vs praticantes), tempo (manhã vs tarde vs noite) e
fase (antes de Tai Chi vs durante Tai Chi vs depois de Tai Chi). Esta fase foi uma variável
de medidas repetidas. Os dados preliminares concluíram que a prática de Tai Chi elevou
a frequência cardíaca, a excreção noradrenalina em urina e diminuiu a concentração de
cortisol salivar. Em relação ao obtido, os dados resultaram em menos tensão, depressão,
raiva, fadiga, confusão e ansiedade, os pesquisados sentiram-se mais vigoroso e em geral
eles tiveram menos distúrbio do humor. Os dados sugerem que a prática do Tai Chi resulta
em ganhos que são comparáveis aos achados com exercícios de intensidade moderada. Há
necessidade de pesquisas mais específica para constatar se a prática do Tai Chi tem efeitos
além desses associados aos exercícios físicos.


Referência
PMID: 2724196 [PubMed - indexed for MEDLINE]
1: J Psychosom Res. 1989;33(2):197-206.
http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/2724196
NCBI – PubMed – www.pubmed.gov
U.S. National Library of Medicine and the National Institutes of Health

Versão para o idioma português


Levis Litz

Revisor Técnico
Marcelo Sato
Médico - CRM: 17.790 – PR
Professor de Farmacologia da PUC – PR

Pratique tai chi chuan - faz bem para a saúde!


www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 29
Ponto de Vista
O Tao de Nossa Crise Econômica (Parte I)
dos Estados Unidos
Bill Douglas
Fundador do Dia Mundial do Tai Chi & Chi Kung (World Tai Chi & Qigong Day)
billdouglas@worldtaichiday.org | http://worldtaichiday.org/

Tradução para o idioma português: Levis Litz

O “Dia Mundial do Tai Chi & Qigong” (World Angela Wong, pensei que seu ponto de vista não era
Tai Chi & Qigong Day) logo se expandirá para relevante ao nosso mundo moderno.
centenas de cidades em mais de 65 nações e todos os Angela, como meus pais, incentivou-me a
50 estados dos Estados Unidos da América. Poderemos não “desperdiçar”. Para não desperdiçar energia,
oferecer algo que pode beneficiar profundamente nossa combustível, toalhas de papel ou qualquer outra
economia nacional e global. Como? coisa. Ensinou-me que tudo que nós consumimos são
O idiograma chinês para “crise” é composto de mercadorias preciosas. Ri dela durante décadas.
dois outros caracteres, “perigo” e “oportunidade”. Eu não fico mais rindo. Mudei. Desde o impacto
Se deixarmos, esta crise econômica pode levar do colapso inicial da nossa economia a meses atrás,
a uma mudança de paradigma que não apenas criará um uso uma pequena parte de uma toalha de papel para me
mundo muito mais equilibrado e sadio, mas também enxugar. Tenho um Prius híbrido (modelo de carro da
assegurará um planeta sustentável e agradável para Toyota) e, para ser sincero, gosto de ver quantas milhas
nossos filhos e netos. ele pode fazer, espremendo cada litro de gasolina.
À parte do que a maioria Tenho vidraças duplas nas nossas
pensava, nosso planeta está drastica- janelas, isolei termicamente nossa
mente “fora de equilíbrio” há muito casa e comprei eletrodomésticos e
tempo. A MTC (Medicina Tradicio- lâmpadas que poupam energia. Eu não
nal Chinesa), por milhares de anos, deixo mais uma porta aberta quando
enfatizou a necessidade de equilíbrio o aquecedor ou o condicionador de
para assegurar a saúde individual, da ar estão ligados e aprendi a conviver
comunidade e saúde global. com o clima mais quente no verão e o
O que eu quero dizer com frio no inverno.
“fora de equilíbrio”? Você poderia Não vivo miseravelmente, nem
me perguntar. Minha esposa é de vivo menos confortável, eu apenas
Hong Kong, enquanto cresci numa me desafio a ser eficiente. Estou
época de muita riqueza em Kansas crescendo com esta experiência.
Ocidental (Estados Unidos). Não éramos ricos e nem Estou me tornando uma nova pessoa, uma pessoa mais
de classe média alta, mas mesmo assim em nosso belo consciente. Esta crise tem sido uma oportunidade, a
mundo azul nós tivemos o bastante, nunca passamos qual fui impulsionado pela exposição a um perigo de
fome e fizemos viagens longas de carro sempre que tensão econômica.
meu pai tinha tempo, pois a gasolina era barata. Em conversa com amigos, acredito que há milhões,
O que eu não sabia era que, no outro lado do talvez dezenas de milhões de americanos (estadounidenses)
planeta, uma menina jovem com quem eu iria um fazendo a mesma coisa agora. Então, quando consigo usar
dia casar, experimentava um mundo onde recursos uma toalha de papel ao invés das dez toalhas de papel
eram muito escassos. Meus pais entenderam isso, de que desperdiçava antes, eu “tornei-me consciente,” sei
suas experiências na Grande Depressão. No entanto, que dezenas de milhões de toalhas de papel estão sendo
pensei que seus pontos de vista eram coisas do passado poupadas através da nossa nação. Dezenas de milhões de
e quando eu, eventualmente, encontrei e casei com litros de gasolina estão sendo economizadas.
30 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br
Gotas de Sabedoria “O Céu gera, a Terra
nutre, o Homem executa.
“O praticante do Tai Na prática do Tai Chi
Chi Chuan vive de “A escola interna tem como seu principal Chuan cada gesto,
modo diferente o mesmo representante o Tai Chi Chuan, o qual se cada deslocamento,
movimento: o movimento baseia na meditação Taoísta e no I Ching, cada componente físico
não muda, muda a o livro das Mutações, considerado e cada atitude mental
maneira de vivê-lo.” como um dos primeiros esforços da mente estão impregnados dessa
humana para situar-se no Universo.” tomada de consciência.”
Anna Maria Sannino
Livro: Métodos do Trabalho Roque Severiano Roland Habersetzer
Corporal na Psicoterapia Livro: O Espírito das Artes Marciais Livro: Tai Ji Quan
Junguiana

“Com a prática diária, você vai descobrir que


“Na filosofia do Tai Chi Chuan, as raízes incorporou os princípios do tai chi
estão nos pés, a execução nas pernas, ao cotidiano; sentado, andando,
o controle na cintura, de pé ou deitado, você perceberá
a materialização nas mãos e nos dedos.” que está vivendo de um modo novo, fácil e belo.”
Wong Kiew Kit Lam Kam Chuen
O Livro Completo do Tai Chi Chuan Livro: Tai Chi - Passo a Passo

“Chegará um momento “Na Serenidade, o


em que a disciplina e a “O t´ai chi pode ser homem descobre
perseverança na prática praticado diariamente, a abundância da
do Tai Chi levarão o em nossos movimentos cotidianos; Natureza: tudo aquilo
discípulo à prazerosa não é algo separado que se faz de que necessita pode
percepção de que ele não só pela manhã.” lhe ser dado, sem
mais executa, mas se torna pedir ou roubar de seu
Al Chung-liang Huang
o próprio movimento.” Livro: Expansão e Recolhimento semelhante.”
A Essência do T´ai Chi
José Milton de Oliveira Jerusha Chang
Livro: Tai Chi - Saúde do Ser Pequeno Livro do Tao
Zhang Sanfeng
Foi um monge, um ser lendário, associado
ao monastério taoísta das Montanhas
Wudang, na província de Hubei, na China.
Uma das lendas mais populares conta
que o mestre Zhang Sanfeng vivia num
templo no Monte Wudang, onde já havia
desenvolvido um encadeamento de arte
marcial denominada “Os 32 Estilos do
Punho Longo de Wudang”. Ao observar
o combate entre um grou (tipo de garça) e
uma serpente, ele teria desenvolvido As 13
Posturas Fundamentais do Tai Chi. Assim
constatou como a flexibilidade se sobrepôs
à rigidez e compreendeu como esta
alternância entre o Yin e o Yang (que juntos
representam a união e complementaridade
entre os opostos) estão presentes na natureza.
Desta forma, segundo alguns estudiosos,
teria surgido a base da arte marcial interna
que passaria a ser conhecida como Kung
Fu (Gong Fu) Interior com os conceitos de
arte marcial da escola interna: a origem do
Tai Chi Chuan (Tai Ji Quan), Pa Kua (Ba Gua) e Xing Yi (Hsing Yi).
Entretanto, Zhang Sanfeng ou Chang San Feng é mencionado em diversas fontes
literárias de forma contraditória, por isso lhe foi atribuído um caráter mitológico; não real.
Pesquisadores afirmam ter constatado diferentes datas de seu nascimento: Zhang Sanfeng
teria nascido no ano de 960 ou de 1247 ou ainda, em 1279. Embora muitos pesquisadores
sérios considerem Chang Sangfeng apenas como uma lenda, há na China alguns monumentos
erigidos em sua homenagem e documentos do século XIX, que fazem parte do acervo das
famílias Yang e Wu, nos dizem que o nome do mestre de Zhang Sanfeng era na verdade
Xu Xuanping, um poeta eremita taoísta da Dinastia Tang e habilidoso em Tao In (Dao
Yin): termo chinês relacionado a técnicas de meditação de origem taoísta desenvolvida na
China.

Referência - Para saber mais:


. Kit, Wong Kiew. “Livro Completo do Tai Chi Chuan”. Editora: Pensamento.
. Wikipédia. “Chang San-Feng”. Em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Chang_San_Feng.
. Wong, Eva. “Cuentos de los inmortales taoístas: sabios, magos, divinos y alquimistas”. Ediciones Paidos Iberica.
. Ilustração/Chang San-Feng: domínio público por ter expirado o correspondente direito de autor. Segundo as leis no
Brasil, na União Europeia, nos Estados Unidos e em outros países, o direito de autor se expira passados 70 anos da
data de seu falecimento.