Vous êtes sur la page 1sur 3

1.DEFININDO DHCP

DHCP ou Dynamic Host Configuration Protocol (em português, Protocolo de Configuração Dinâmica de Endereços de Rede) é o mecanismo que automatiza a configuração do endereçamento IP dos dispositivos conectados a uma rede. Assim, evitando a problemas como erros de digitação ou duplicações de um endereço em uma mesma rede e dispensando a configuração manual que o profissional faria em cada componente em banda.

1.DEFININDO DHCP DHCP ou Dynamic Host Configuration Protocol ( em português, Protocolo de Configuração Dinâmica de

Figura 1.1 Rede de computadores com dispositivos endereçados

1.2 ENDEREÇO IP

Cada dispositivo de rede, como foi falado, pode estabelecer comunicação um com o outro, por meio de um endereço chamado MAC, mas quando esses fazem contato com outras redes é usado outro tipo de endereçamento, o IP. Através do default gateway que também usa endereço IP podemos se conectar a outras redes. Endereço IP (Protocolo de Internet) é um endereço lógico que permite a identificação dos dispositivos nas redes, como um endereço de uma casa, é a referência para o fluxo de dados da comunicação. Esses endereços devem ser diferentes para cada máquina de uma rede para que não haja erros. Máscara de rede é como um identificador do “bairro”, para que as informações não sejam destinadas a caminhos diferentes e permitir o cálculo do tamanho da rede.

Figura 1.2 Rede endereçada com IP, máscara e default gateway pela placa e conexão a rede

Figura 1.2 Rede endereçada com IP, máscara e default gateway pela placa e conexão a rede Internet

2.FUNÇÃO

O

funcionamento

do

DHCP

depende

de

um

servidor,

que

detém

as

configurações necessárias de endereçamento e que distribuí os endereços IP para cada máquina por meio da conexão das interfaces de redes. Isso só é possível sé as interfaces cotarem com a disponibilidade desse serviço, além de configuração de resposta de pedidos de endereçamento.

  • 2.1 ATRIBUIÇÃO AUTOMATICA

Essa forma de atribuição de endereço é feita a partir do pedido que o cliente do serviço faz ao administrador que, por meio das informações fornecidas, disponibiliza uma serie de espaços de endereços. Normalmente esse método não conecta os endereços MAC das máquinas da rede.

  • 2.2 ATRIBUIÇÃO DINÂMICA

Esse

método

é

o

único

permite a “reciclagem” dos endereços IP. O

administrador disponibiliza espaço de endereçamento para o usuário, que terá suas interfaces de portas Ethernet configuradas com para receber do servidor DHCP um endereço assim que a máquina iniciar suas operações. Despois do desligamento da

máquina, essas configurações são substituídas por outras, mudando inclusive o seu endereço.

máquina, essas configurações são substituídas por outras, mudando inclusive o seu endereço. Figura 2.1 Passo a

Figura 2.1 Passo a passo da atribuição dinâmica.

2.3 ATRIBUIÇÃO MANUAL

Nesse caso, o técnico/administrador da rede tem que configurar todos os dispositivos de uma rede manualmente, atribuindo as configurações necessárias para seu funcionamento um por vez. Essa prática requeri dos responsáveis, muito tempo e não é considerada dinâmica, sendo pouco usada.