Vous êtes sur la page 1sur 33

Mestrado Profissional em

Engenharia de Software

LEVANTAMENTO DE CARACTERÍSTICAS PESSOAIS DE TIMES DE


TESTE DE SOFTWARE

Aluno: Luiz Fernando Rodrigues de Barros Corrêa


Orientador: Eduardo H. S. Aranha
Mercado de Software

Concorrência acirrada exige mais qualidade com


menor custo

Teste de software é cada dia mais usado para a


prover qualidade

Equipes adequadas e tarefas designadas


corretamente maximizam os resultados e
diminuem os custos

Como andam os times de teste nesse sentido?

slide 2 de 28
Objetivo Geral

Examinar a influência de características pessoais nos


resultados de times de teste de software e de seus
integrantes

slide 3 de 28
Objetivos Específicos

Identificar características pessoais dos integrantes das


equipes de teste de software
Analisar a relação entre perfis e resultados
Examinar a relação entre perfis, cargos e resultados
Analisar o relacionamento entre perfis, atividades e
resultados
Validar a influência de balanceamento de perfis em
times de testes e resultados dos mesmos

slide 4 de 28
Agenda

1. Metodologia
2. Processo de Testes
3. Análise de Perfis/Papéis de Belbin
4. Estudo de Caso
5. Trabalhos Relacionados
6. Conclusões
7. Trabalhos Futuros

slide 5 de 28
Metodologia

1. Análise da Literatura
2. Discussão com especialistas em testes
3. Montagem e validação dos questionários
4. Aplicação dos questionários
5. Recebimento dos questionários
6. Consolidação e análise dos resultados

slide 6 de 28
Processo de Testes

slide 7 de 28
Análise de Papéis/Perfis
Teoria de Papéis de Belbin
As pessoas possuem papéis
Papel é uma tendência de se comportar,
contribuir e inter-relacionar com os demais
de uma forma particular
Pessoas não são perfeitas
Pessoas possuem forças e fraquezas permitidas
Times podem ser perfeitos

slide 8 de 28
Análise de Papéis/Perfis

slide 9 de 28
Análise de Papéis/Perfis

Papel Forças Fraquezas Permitidas

Plant (PL) Criativo, não ortodoxo Ignora incidentes


Resource Investigator Empreendedor, desenvolve
(RI) contatos Otimismo em excesso
Bom coordenador, deixa claro
Co-ordinator (CO) objetivos Manipulador

Shaper (SH) Desafiador, dinâmico Suscetível à provocações


Tem discernimento julga com
Monitor Evaluator (ME) precisão Se movimenta lentamente

Team Worker (TW) Cooperativo, diplomático Indeciso

Implementer (IMP) Eficiente, disciplinado Inflexível


Completer Finisher
(CF) Consciente, compenetrado Reluta em delegar

Mente direcionada, buscador Contribui em um front


Specialist (SP) de conhecimento estreito
slide 10 de 28
Análise de Papéis/Perfis

slide 11 de 28
Estudo de Caso
Dados de 2 empresas
35 pessoas na EmpresaA
51 pessoas na EmpresaB
16 times no total

EmpresaA – O autor aplicou os formulários de


pesquisa
EmpresaB – Dados fornecidos ao autor

slide 12 de 28
Estudo de Caso: Sobre o Formulário

Todos: 18 perguntas + TRSPI


TL: 15 perguntas gerais + 7 sobre cada integrante
da equipe
TRSPI:
Com o que eu acredito que posso contribuir com um time de trabalho:
(a) Acho que posso rapidamente ver e tirar vantagem de novas
oportunidades.
(b)Posso trabalhar bem com uma grande variedade de pessoas.
(c) Produzir idéias é um dos meus dons naturais.
(d)...
(e)...
(f) ...
(g) ...
(h)...
slide 13 de 28
Estudo de Caso: Dados Gerais

EmpresaA EmpresaB

Avaliação TLs Pares

Masculino 25 34

Feminino* 10 17

Titularidade Predominante Graduação Graduação

Atividade Principal Execução de Teste ---

*Brasil: 16,14% EUA: 24% Pesquisa: 31,34%

slide 14 de 28
Avaliação das Pessoas

slide 15 de 28
Distribuição de Papéis

slide 16 de 28
Estudo de Caso: Papel x Atividade

Atividade principal IM CO SH PL RI ME TW CF

2 3 1 0 0 1 0 3
Automação de Testes

1 1 0 0 0 1 0 0
Especificação de Testes

4 4 1 1 5 1 3 7
Execução de Testes

2 3 0 4 3 1 0 8
Planejamento de Testes

slide 17 de 28
Estudo de Caso: Ausência de Papel
Ausências
TIME A C E F I J K L Ausência por Papel
IM X X 2
CO X X 2
SH X X X X 4
PL X 1
RI X X 2
ME X X 2
TW X X X X 4
CF X X 2
Ausência Por
Time 1 6 1 2 1 1 1 6

slide 18 de 28
Estudo de Caso: Presença de Papéis

slide 19 de 28
Estudo de Caso: Tendências Gerais
Questão Papéis e % Tendência
ME (66,7) IM (60) CF(61,4) PL (60) Muito Bom
Qualidade
SH (71,4) Bom
Organização IM (75) Bom
Iniciativa IM (62,5) Bom
TW (50) SH (57,1) PL (80) CO (60,9)
Criatividade Bom
ME (66) IM (64) RI e CF
PL (66,7) CO (81,8) CF (61,1) IM (100) Muito Bom
Entrega no Prazo
RI(75) Bom
TW (70) RI (62,5) PL (90) CF (65,9)
Comunicação Bom
ME (77,8) IM (72) CO (73,9) SH
TW (60) RI (56,3) PL (80) CF (70,5)
Convivência Muito Bom
IM (68) CO (60,9) ME (66,7) SH
SH (57,1) RI (56,3) PL (60) CF (75)
Comprometimento Muito Bom
ME (66,7) IM (64) CO (52,2) TW
PL (60) IM (60) Bom
Avaliação Geral
CO (56,5) Muito Bom
slide 20 de 28
Estudo de Caso: Papel x TL x Resultado

slide 21 de 28 Quantidades < 6


Estudo de Caso: Papel x Eng x Resultado

slide 22 de 28
Estudo de Caso: Papel x Téc x Resultado

slide 23 de 28 Quantidades < 6


Estudo de Caso: Time x EDA

slide 24 de 28
Estudo de Caso: Time x Prazo

slide 25 de 28
Trabalhos Relacionados
França e Silva (2007): criou um modelo que relaciona
os papéis funcionais do RUP e papéis de Belbin.
Fernandes e Silva (2007): contribuiu para um melhor
entendimento das características de personalidade
para gerenciar projetos com efetividade.
Ferreira (2008): correlacionou tipos de personalidade e
papéis de equipe da área de qualidade, gerentes e TLs
com o uso bem sucedido do processo.
Em Ferreira (2007): identificou um modelo para montar
equipes adequadas para utilizar a metodologia Scrum

slide 26 de 28
Conclusões
Retrato de 16 times de teste de 2 empresas diferentes
Tendências entre os papéis e os seus resultados
Relação entre resultados obtidos por TL, engenheiro e
técnico de testes e seus papéis.
Relação entre times melhor balanceados e os
resultados quanto a quantidade de defeitos escapados
e o cumprimento dos prazos, além de uma leve
tendência para uma maior satisfação dos clientes.

×Não foi possível estabelecer uma tendência clara entre


os resultados obtidos de acordo com as atividades
realizadas por determinados papéis.
slide 27 de 28
Trabalhos Futuros
Ampliação da amostra da pesquisa
Execução de experimentos formando equipes e
designando atividades de acordo os resultados
obtidos
Aplicar a pesquisa aqui realizada nas demais áreas
de empresas de TI para se obter um resultado mais
amplo.
Aplicar a pesquisa juntamente com avaliações de
personalidade, como o MBTI e KTS II
Validar o papel Specialist
Utilizar também o questionário Observer
Assessment
slide 28 de 28
Mestrado Profissional em
Engenharia de Software

LEVANTAMENTO DE CARACTERÍSTICAS PESSOAIS DE TIMES DE


TESTE DE SOFTWARE

Aluno: Luiz Fernando Rodrigues de Barros Corrêa


Orientador: Eduardo H. S. Aranha
Backup slides

slide 30 de XX
Formulário

Formulário de dados básicos aplicados nos


integrantes das equipes da EmpresaA
Formulário de dados básicos aplicados nos TLs das
equipes da EmpresaA
Team Role Self Perception Inventory (TRSPI)
Análise do TRSPI

slide 31 de XX
29
Mineração de Dados

slide 32 de 29
Análise de Perfis/Papéis
MBTI – Inventário de personalidades (extroversão/
introversão, sensorial/ intuitivo, racional/
emocional, julgador/ perceptivo)
Keirsey Temperament Sorter II – Baseado no MBTI.
Acrescenta 4 temperamentos (guardião, idealista,
artesão e racional)

slide 33 de 29