Vous êtes sur la page 1sur 1

GibaUm

gibaum@gibaum.com.br

GibaUm gibaum@gibaum.com.br 3 3 3 3 3 Lula está procurando um jatinho emprestado para percorrer o

33333

Lula está procurando um jatinho emprestado para percorrer o Brasil, come- çando um período de pré- campanha ao Planalto.

33333 MAIS: alguns velhos amigos estão tirando o corpo fora. E jatinho de empreiteiras, antes nunca negados, agora nem pensar.

kkkkk

“É hora de enfrentar a esquerdopatia eleitoral oportunista, que esconde o

corporativismo do PT.”

DELFIM NETTO // economista e ex-ministro, agora crítico do PT.

Fotos: Paula Lima / Divulgação

agora crítico do PT. Fotos: Paula Lima / Divulgação Festa de salários 333 Os governos federal,

Festa de salários

333 Os governos federal, estaduais e municipais gastam com pagamentos de servidores que recebem acima do teto constitucional cerca de R$ 10 bilhões por ano. A cifra é similar a que o governo pretende conseguir, neste ano, com a recriação da CPMF. Cálcu- los do governo federal, que consideram apenas o que a União economizaria, são em torno de R$ 1 bilhão anual. O teto é de R$ 33,7 mil e, no ano passado, no STJ, cinco servido- res receberam mensalmente valores acima de R$ 100 mil.

OUTRO GARÇOM

333333333333333 O ministro Ricardo Berzoini, do Governo, está sendo chamado de “novo garçom”. Os aliados garan- tem que ele não tem nenhum respaldo no Planalto e está ficando igual a outros tantos que não gozaram de prestí- gio suficiente, entre eles, o ex-ministro Luis Sérgio (PT- RJ) quer era chamado de “garçom”. Era aquele que “só anotava os pedidos”. Nas reuniões mais impor- tantes convocadas por Dilma raramente Berzoini é chamado e passa semanas sem conversar com ela.

Na contramão

333333333333333 Enquanto Dilma Rousseff insiste em apregoar a reforma da Previdência, não seguindo conselho de Lula que lhe dissera que não era hora da proposta e que ela correria o risco de sofrer grande derrota, o ministro do Trabalho e Previ- dência, Miguel Rossetto, na contramão da presidente, tem dado até entrevistas combaten- do a ideia da reforma. Dilma mandou Jaques Wagner, da Casa Civil, conversar com ele – e Rosseto manteve sua opinião. Ele é antigo: ainda fala de “imperialismo ianque”.

APLAUDIDO

333333333333333 Nas redes sociais, circula um vídeo feito por celular, mostrando o juiz Sérgio Moro sendo aplaudido ao entrar num restaurante de Curitiba, na noite de terça- feira. Foi o dia da condena- ção de Marcelo Odebrecht a 19 anos e 4 meses.

Até o colchão

333333333333333 A ex-primeira-dama Marisa Leticia ficou mais do que irritada na operação de busca e apreen- são dos federais no apartamento de São Bernardo. Os policiais chegaram a levar o colchão em que ela e Lula dormem. Ela ainda tentou dialogar com eles: “Vocês pensam que tem dinheiro escondido aí dentro do colchão?”. Não conseguiu comover ninguém.

A noite de Lionel

333333333333333 Os mais nostálgicos lembravam o inesquecível dueto dele com Diana Ross

em Endless Love e os mais jovens curtiam o som do cantor e produtor musical Lionel Richie, ex-The Commodores, que vendeu mais de 100 milhões de discos no mundo em sua carreira solo. Aos 66 anos, Lionel, que se apresentou no HSBC Arena, no Rio, exibiu sua grande forma, enquanto na platéia, entre tantas, circulavam, da esquerda para a direita, Daniele Winits, Monique Alfradique, Letícia Birkheuer, Juliana Paiva e Fabiana Karla. Para quem não sabe: Lionel é formado em economia.

Tirando

o sono

333333333333333 Apenas aos muito chegados o senador Delcídio do Amaral (PT- MS) tem confidenciado que trechos de seus depoimentos publicados

pela revista IstoÉ, correspondem apenas a parte do conteúdo da delação premiada. Tem muito mais, incluindo senadores. Os congressistas estão preocupados com a delação de Delcídio: senadores acreditam que não tem como deixar de condená-lo. Nesse caso, ele não teria mais nada a perder, reforçando as suspeitas da força-tarefa sobre vários políticos com mandato. E é isso que vem tirando o sono de alguns senadores e vários deputados.

Adesões

333333333333333 Para os protestos de domingo, a Fiesp, a OABs estadu- ais e a Associação Comercial de São Paulo, conforme anun- ciou o Vem Pra Rua, também aderiram.

conforme anun- ciou o Vem Pra Rua , também aderiram. Força no vermelho 333333333333333 Da esquerda

Força no

vermelho

333333333333333 Da esquerda para a direita: Bianca Balti, a brasileira Isabeli Fontana, Karlie Kloss, Doutzen Kros,

Natasha Poly e Irina Shayk, modelos do primeiro time mundial, formavam entre os muitos convidados para a Red Obsession Party, que comemorava e fortalecia o vermelho. Era uma iniciativa da L’Oreal de Paris, que fazia parte da Paris Fashion Week e que incentivava e apresen- tavam a volta do vermelho em suas novas linhas de cosméticos.

Nova safra

333333333333333 A próxima edição de IstoÉ deverá trazer mais revelações sobre a delação premiada de Delcídio do Amaral (PT-MS). Entre elas, provas das relações entre Renan Calheiros e a Petrobras, outras denúncias sobre os senadores Eunício Oliveira e Romero Jucá e até o vice-presidente do Senado, Jorge Viana. Num dos depoimentos, Delcídio diz que Jorge Viana é dono de duas Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) e que ainda mantém relações com a Odebrecht. Ainda há revelações que incluem a primeira-dama do Acre, Marluce Cândida com obras do PAC. Ela é casada com Tião Viana, irmão de Jorge.

h IN

Tequila.

h

OUT

Vodca.

irmão de Jorge. h IN Tequila. h OUT Vodca. Cargo,não 3 3 3 3 3 3

Cargo,não

333333333333333 Há muitos meses, os petistas já cogitaram que Lula poderia assumir a Casa Civil e ficar mais perto de Dilma Rousseff no comando do governo. Agora, há quem garanta que ela teria oferecido o mesmo cargo para ele, numa espécie de prevenção diante da possibilidade de ser preso e processado. Nessa eventualidade, como membro do governo, tudo estaria subordinado ao Supremo Tribunal Federal. Lula não quer saber:

passaria um recibo nacional que estaria fugindo do juiz Sérgio Moro.

Super-ricos

333333333333333 O número de novos

multimilionários, com fortunas de pelo menos US$ 30 milhões caiu 3% no mundo no ano passado, segundo a consultoria britâni- ca Knigt-Frank, que adianta, contudo, que até 2025 voltará

a crescer com um aumento de

41% no total dos abastados.

O destaque fica com a China:

Pequim, pela primeira vez, desbancou Nova York como a cidade que mais bilionários tem no mundo. São 100 bilionários morando no centro do país, enquanto que em Manhattan são 95. São Paulo perdeu posições,

já que passou de 30 para 24

bilionários residentes.

UM E OUTRO

333333333333333 Na mesma noite em que

o ministro Jaques Wagner

(estava com sua mulher, Fátima Mendonça) era hostilizado em meio a xingamentos no restau- rante New Koto, de Brasília (ele queria enfrentar quem gritava

contra ele e sua mulher tratou de tirá-lo de cena), o presiden-

te

da Câmara, Eduardo Cunha

e

sua mulher Cláudia Cruz

jantavam, tranquilamente – sem quaisquer provocações – no Fasano do Rio de Janeiro.

MISTURA FINA

333333333333333 SE a nomeação do novo ministro da Justiça, Wellington Lima e Silva for brecada pela legislação vigente (ele teria de renunciar ao cargo de procura- dor ou se aposentar), há duas alternativa: o mesmo José Eduardo Cardozo assume por uns dias, interinamente ou a pasta será preenchida por um nome do PT de carterinha. Wadih Damous está no páreo.

333333333333333 A RENAULT atravessa

difícil momento: em 2014, teve um prejuízo de R$ 270 milhões

e, no ano passado, outros R$

200 milhões. Seus executivos

já anteciparam que 2016 o

vermelho deverá se repetir. Se não fosse a maior operação do

grupo, apenas atrás da França,

a montadora estaria disposta a deixar o Brasil.

333333333333333 DE FÉRIAS em Orlando, Silvio Santos tirou fotos com Angélica e Sandy, com outro visual: estava com a barba crescida. Agora, assim como aconteceu certa época, quando resolveu aparecer na televisão com os cabelos grisalhos, o empresário-apresentador quer fazer uma série de programas de barba.

333333333333333 LÉO Pinheiro, ex-presi-

dente da OAS, está capitulando

e deverá aderir à delação

premiada. Já estaria negocian- do com o Ministério Público Federal. Se acertar, deverá contar tudo o que sabe, envolvendo apartamento no Guarujá e sítio em Atibaia.

333333333333333 HÁ QUEM garanta que Marcelo Odebrecht, quando

soube de sua condenação de 19 anos e quatro meses, decretada pelo juiz Sérgio Moro, teria tido uma crise nervosa, com direito

a choro compulsivo, sendo

medicado com ansiolíticos. A condenação teria sido mais um motivo – e dos mais convincen- tes – para que ele tope a delação premiada, independente dos ex-executivos da Odebrechet.

Colaboração:

Alexandre Favero e Paula Rodrigues