Vous êtes sur la page 1sur 2

Projecto Individual de Leitura

9º ano

Título: Cão Como Nós Autor: Manuel Alegre Editor: Dom Quixote

Nome do Leitor: ___________________________________________________

Lê com muita atenção este Guião de Leitura antes de entrares na leitura da novela de
Manuel Alegre, a fim de tomares as notas de leitura necessárias para resolveres as
questões que te são propostas, e que constituem uma bússola que te guiará na tua
aventura de leitor(a) inteligente e criativo(a). Mais tarde discutiremos, em conjunto,
algumas destas questões. BOA LEITURA!

1. O título do livro e a fotografia da capa deixam antever ao leitor o protagonista da obra.


Indica o contexto familiar em que o mesmo vivia.

1.1. Em breves palavras, faz o retrato físico e psicológico de Kurika (com a ajuda de
excertos/passagens do texto).

1.2. Qual é o seu traço de personalidade mais marcante (visível) a quem convive com ele?
Consideras essa característica um defeito ou uma virtude? Justifica.

1.3. O cão de Manuel Alegre era como nós, humanos. Aponta dois aspectos da sua
“personalidade” que consideres negativos e outros dois que consideres positivos e explica
porquê.

1.4. “Era uma das suas características, fazer ouvidos moucos, aparentar indiferença, fosse
por espírito de independência, fosse porque gostava de armar à originalidade. (…) Mas era,
também, um cão capaz do inesperado, como, de repente, levantar uma narceja”. (pág. 11)
Esta passagem refere-se ao cão. Consideras que, quem ler estas frases
descontextualizadas, poderá pensar que se está a falar de um ser humano? Justifica.

1.5. Indica as parecenças existentes entre o cão e os restantes membros da família.

1.6. Em toda a obra é clara a forte ligação entre o cão e os membros da família, e os
sentimentos que os ligam/unem. Da lista abaixo apresentada, circunda aqueles que te
parece confirmam esta afirmação.

admiração respeito raiva desprezo irritação desespero pena indiferença ódio amizade
cumplicidade

1.7. Elabora, agora, a tua caracterização física e psicológica, não te esquecendo de referir
os aspectos positivos e negativos.

2. Nesta obra temos um narrador presente/participante e que deixa transparecer a sua


parcialidade face ao protagonista. Indica dois motivos possíveis que possam justificar esse
facto.

2.1. Retira do texto uma passagem que exemplifique a afirmação da questão 2..

3. Indica o acontecimento principal da acção e refere o impacto que o mesmo provocou.


4. As crianças, geralmente, gostam de animais. Alguns psicólogos defendem até que para o
seu saudável crescimento, o contacto com animais é essencial. Concordas com esta
afirmação? Justifica.

4.1. Se já alguma vez tiveste/tens animais, conta, em breves palavras, como surgiu essa
situação e como é que ela é/foi vivida por ti.

4.2. Imagina que fazes parte de uma equipa a quem cabe a tarefa de enunciar a “Carta
dos Direitos dos Animais”. Apresenta três direitos.

5. Em Portugal, há algumas instituições/entidades que se preocupam/dedicam


particularmente ao cuidado das crianças desprotegidas. Outras há que se dedicam à
protecção de animais abandonados. Indica dois exemplos que conheças (de que já tenhas
ouvido falar) para cada uma das situações referidas.

6. O tema da ligação/relação entre homens e animais é recorrente na literatura universal.


Indica outros livros/textos que tenhas lido e em que este tema seja abordado.

7. No final da obra, há um poema dedicado ao Kurika. Transcreve-o.

7.1. Lê-o, em voz alta, 2/3 vezes. Memoriza-o. Se te sentires confortável, declama-o, na
aula de Português, tentando transmitir aos colegas e à Professora o sentimento de quem o
fez.

8. No final da história, quando nos é revelada a sorte do cão, a filha do narrador coloca
uma questão pertinente. Transcreve-a. Para ti faz sentido esta interrogação? Justifica.

9. Manuel Alegre foi campeão de Natação e Actor do Teatro Universitário da Universidade


de Coimbra. No entanto, na vida pública ele é conhecido por outros motivos. Indica quais.

10. Dos seguintes temas, indica, sublinhando, aqueles que, na tua opinião, são o tema
central da obra:
• a eternidade
• o amor
• o abandono
• a actividade política
• a solidão
• a inveja
• o desespero
• a vida para além da morte
• a amizade
• o respeito
• a morte
• a saudade
• a corrupção
• a religião
• a compreensão
• a relação entre seres vivos
• Deus
• Os afectos
• a responsabilidade social

DGIDC – Formação dos NPP – Évora – Formadora: Drª Paula Sande


Trabalho realizado por: Helena Barreto, Gertrudes, José Reis e Helena Perdigão