Vous êtes sur la page 1sur 2

Curso Técnico em Gerencia Empresarial

10 – Ativo Permanente / Depreciação, Amortização e Exaustão


Disciplina: Contabilidade Gerencial Professor: William T. Silveira
e-mail/msn: uniwill@pop.com.br

10.1 – OPERAÇÕES ENVOLVENDO O ATIVO PERMANENTE

Este grupo opõe-se ao Ativo Circulante. Enquanto no Ativo Circulante são classificadas Contas que representam
Bens e Direitos que estão em circulação na empresa, no Ativo Permanente são classificadas Contas representativas de
Bens e Direitos que correspondem a:

10.1.1 - INVESTIMENTO: Recursos aplicados na aquisição de Títulos representativos do Capital de outras empresas
desde que a empresa tenha intenção de ficar com esses Títulos por mais de um ano; obtenção de Bens destinados a
gerar Rendas para a empresa, independentemente das suas atividades operacionais; aquisição de obras de arte etc.;

10.1.2 - ATIVO IMOBILIZADO: Recursos aplicados na aquisição de Bens de uso da empresa, como Moveis e Utensílios,
Veículos, Computadores, etc. Classificam-se também, neste subgrupo, as Contas representativas de Bens Imateriais,
como a Conta Benfeitorias em Bens de Terceiros;

10.1.3 - ATIVO DIFERIDO: Recursos aplicados em Gastos que contribuirão para a formação do Resultado de mais de
um Exercício Social, como ocorre, principalmente, com os Gastos de Organização, Reorganização ou Modernização.

10.2 – DEPRECIAÇÃO, AMORTIZAÇÃO E EXAUSTÃO

10.2.1 – DEPRECIAÇÃO

Depreciação é a diminuição parcelada de valor que sofrem os Bens de Uso da empresa, em decorrência do
desgaste pelo uso, da ação da natureza e da obsolescência.

Contabilmente, depreciar consiste em considerar como Despesa ou custo de um período, parte do valor gasto na
compra dos Bens de Uso da empresa.
Os Bens sujeitos a Depreciação são os corpóreos (tangíveis, matérias), como , por exemplo, Computadores,
Moveis e Utensílios, Imóveis (construções), Instalações, Veículos etc. Esses são Bens contabilizados em contas que
figuram no Ativo permanente, subgrupo Imobilizado.

As causas que justificam a Depreciação são:

Desgaste pelo uso: Você compra um automóvel hoje. Daqui a cinco ou seis anos esse automóvel, sendo usado
diariamente, não terá o mesmo rendimento de quando novo.

Ação da Natureza: O próprio automóvel anteriormente citado, por ficar exposto ao sol, a chuva, sofre essas
influencias climáticas e se desgasta.

Obsolescência: Antigamente existiam as calculadoras manuais, grandes, de difícil manejo e transporte. Hoje,
com os novos inventos, temos calculadoras muito mais eficientes e em tamanhos incomparavelmente menores.

Os prazos usualmente admitidos, bem como as respectivas taxas de Depreciação dos Bens mais comuns, são:

CONTAS VIDA ÚTIL ESTIMADA TAXA


COMPUTADORES 5 ANOS 20% a.a.
IMÓVEIS, EXCETO TERRENOS 25 ANOS 4% a.a.
INSTALAÇÕES 10 ANOS 10% a.a.
MOVEIS E UTENSÍLIOS 10 ANOS 10%a.a.
VEÍCULOS 5 ANOS 20% a.a.

Para conhecer o valor da Depreciação do Bem em cada Exercício, basta aplicar a taxa sobre o valor desse Bem.
Veja:
Vamos calcular o valor da quota de Depreciação da Conta Moveis e Utensílios, sabendo que o saldo da Conta é
de R$ 80.000,00 e a taxa anual é de 10%.

Temos: 10 (taxa) x 80.000 (valo do bem) = R$ 8.000,00


100

Este valor será figurado no Ativo Permanente, subgrupo Ativo Imobilizado na Conta (-) Depreciação Acumulada
de Moveis e Utensílios. (Uma Conta Retificadora do Ativo)

Fonte: RIBEIRO, Osni Moura. Contabilidade básica fácil. 24 ed. reform. São Paulo: Saraiva, 2003.
Curso Técnico em Gerencia Empresarial
10 – Ativo Permanente / Depreciação, Amortização e Exaustão
Disciplina: Contabilidade Gerencial Professor: William T. Silveira
e-mail/msn: uniwill@pop.com.br

10.2.2 – AMORTIZAÇÃO

Amortização é a diminuição do valor dos Bens imateriais em razão do tempo

Enquanto a amortização é usada para os Bens materiais (tangíveis), a Amortização usada para os Bens
imateriais (intangíveis), como Benfeitorias em Bens de Terceiros, Gastos de Organização etc.
O cálculo da quota de Amortização é semelhante ao da quota de Depreciação. Veja:

Suponhamos que a Conta Benfeitorias em Bens de Terceiros (Localizada no Ativo Permanente, subgrupo Ativo
Imobilizado) apresente um saldo de R$ 40.000,00, o qual deve ser amortizado a taxa de 10% a.a.

Temos: 10 (taxa) x 40.000 (valo do bem) = R$ 4.000,00


100

Este valor será figurado no Ativo Permanente, subgrupo Ativo Imobilizado na Conta (-) Amortização Acumulada
de Benfeitorias em Bens de Terceiros. (Uma Conta Retificadora do Ativo)

10.2.3 – EXAUSTÃO

Exaurir significa esgotar completamente. Em termos contábeis a exaustão se relaciona com a perda do valor dos
bens ou direitos do ativo, ao longo do tempo, decorrentes de sua exploração. Ex. Mineradoras.

EXERCÍCIOS:

Livro, Página 266-268 – Repassado em sala de Aula

Fonte: RIBEIRO, Osni Moura. Contabilidade básica fácil. 24 ed. reform. São Paulo: Saraiva, 2003.