Vous êtes sur la page 1sur 20
Pedagogia

Pedagogia

SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO PEDAGOGIA 6º FLEX e 7º SEMESTRE

CELESTE JESUS DA CRUZ

ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO II Anos Iniciais do Ensino Fundamental

RELATÓRIO FINAL

OBRIGATÓRIO II – Anos Iniciais do Ensino Fundamental RELATÓRIO FINAL Tucuruí-PA 2016 CELESTE JESUS DA CRUZ

Tucuruí-PA

2016

CELESTE JESUS DA CRUZ

ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO Anos Iniciais do Ensino Fundamental

Relatório de Estágio apresentado ao curso Pedagogia da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para a disciplina de Estágio Curricular Obrigatório II Anos Iniciais do Ensino Fundamental 6º FLEX e 7º semestre. Orientador: profª. Ms. Lilian Amaral da Silva Souza Tutor Eletrônico: Cristiane Maria Pereira Tutor de Sala: Jefferson Rodrigues Garcia

Tucuruí-PA

2016

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO

 

4

1

ESTÁGIO

CURRICULAR

OBRIGATÓRIO:

ORGANIZAÇÃO

E

CONTRIBUIÇÃO

 

5

1.1

CARACTERIZAÇÃO DA INSTITUIÇÃO

 

5

2 ROTINA OBSERVADA

7

3 REFERENCIAL TEÓRICO

9

4 INTERVENÇÃO NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

10

5 RELATO DA INTERVENÇÃO

 

16

6 MOSTRA DE ESTÁGIO

18

CONSIDERAÇÕES FINAIS

19

REFERÊNCIAS

 

20

INTRODUÇÃO

Este relatório tem a finalidade de apresentação o tema do projeto:

Preservalendo lendo, escrevendo e preservando o nosso ambiente: a escola, Tema Gerador : Leitura e Escrita e meio ambiente Publico alvo. Alunos matriculados no corrente ano na EMEIF Zolima Tenório dos Santo e toda a comunidade escolar. Duração do Estágio totalizado 100 h Dia 28 de Março a 13 de abril 2016, seguimento fundamental I. Este projeto é para aprofundar os conhecimentos dos alunos. Funciona de maneiras criativas o professor do primeiro. Ano inicia contando uma história que fala do meio ambiente, com tema favorável afundando no lixo. Será abordado todo o mês falando dos cuidados que todos devem contribuir para, a preservação com palestras, foi feito um passeio no pátio da escola com os alunos do ‘’2º Ano D’’. Eles mesmo com luvas nas mãos fazendo a coleta do lixo, que os próprios deixaram no pátio durante o recreio. A professora conversou antes orientando e mostrando onde cada lixo em sua lixeira adequada que a lixeira azul é colocando papel e cada cor é um tipo de lixo que é separado e pode ser coletado. Foi feito uma lixeira em sala e separados os lixos e uma forma de conscientização para que todos aprendam a verdadeira ideia de cuidar e preservar.

1 ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO: ORGANIZAÇÃO E CONTRIBUIÇÃO

1.1 CARACTERIZAÇÃO DA INSTITUIÇÃO

A Escola Municipal de Ensino fundamental professora Zolima Tenório

dos Assuntos situa-se na rua Santos Drumont S/N Bairro Coas Calmont, cidade de. Tucuruí Pará e Uma escola publica que seguem 2 seguimentos: Fundamental 1 dividido em dois turnos manhã e tarde. Números de turmas: 22 divididos das seguintes forma primeiro ano cinco turmas segundo ano quatro turmas terceiro ano cinco turmas

quarto ano quatro turmas e quinto ano quatro turmas números somados de crianças quinhentos e trinta divididos em dois turnos.

A unidade possui a seguinte estrutura: 22 salas de aulas amplas e

adequadas a faixa etária. Pátio Escolar sala de diretora. Sala de recursos multifuncionais para atendimento educacional. Especializado (AEE). Cozinha, sala de leitura. Banheiro dento dos anos iniciais o ensino fundamental sala de secretaria

refeitório dispensa; almoxarifado

A finalidade da EMEIF é o desenvolvimento integral das crianças em

integral das crianças em seus aspectos físicos psicologia intelectual e social. Completando a ação da família e da comunidade como está a propôs na lei de Diretrizes e base da educação nacional de 1996 que explica. Ainda, a educação do ensino fundamental 1 um da educação básica. (art 29LDB). Na escola busca-se criar condições para o desenvolvimento integral

dos alunos sendo necessário uma prática educativa que propiciem o desenvolvimento da cada uma delas, tais como física, afetiva , ética estética, de relação interpessoal e ação social devendo considerar habilidades interesse e maneiras de aprender.

Justifique:

Apesar de muito já se ter trabalhado e alcançado significativas resultados as dificuldades de leitura e escrita dos alunos continuam sendo grandes desafios dos professores dos anos iniciais a educação o pouco acesso a recursos, literários bem como as questões, culturais, familiares, fatores afetivos, emocionais socioeconômico e outros, influenciam de forma determinante para índices significativos de reprovação e evasão escolar. Considerando os índices de reprovações e evasões do ano de 2014 em que apontam o IDEB em baixa a escola promove desde. 2015 ações para elevação desde índice.

Com o sucesso durante as palestras com o tema do projeto (preservalendo: lendo, escrevendo e preservando o nosso ambiente: a escola). Uma vez que meio ambiente é um assunto que se renova e é necessário se criar hábitos diários de preservação e a leitura e escrita são requisitos básicos para a compreensão em todas as áreas do conhecimento em que: aprender a ler, gostar de ler, saber ler, é um trio que não se separa. No projeto pedagógicos, planos de ações como sessão de leitura biblioteca acessível, intensivo da leitura gincanas pedagógicas e ações teóricas, e práticas de conscientização ao meio e ao meio ambiente escolar onde ‘o aluno terá varias oportunidades de construir se conhecimento e o professor de atuar como mediador, ou seja, facilitador do processo. Neste sentido justifica-se que é um projeto que devem ser inserido pelo período de todo ano letivo. Sempre renovando e aprimorando pela construção do conhecimento utilizando-se além de leitura de mundo, as hipóteses linguísticas que a crianças apresenta expressando o que ela pensa a respeito da escrita, resgatando a auto estima do aluno. No contexto escolar, despertando o interesse pela busca do saber os cuidados com a preservação do meio o qual está inserido.

2 ROTINA OBSERVADA

Horário da entrada 13:30 inicia no pátio com oração todos os alunos reunido em fila. Cada dia da semana um professor é responsável em dirigir com música, um dia da semana e dedicado ao hino nacional, é feito a oração que é ‘’pai e nosso ‘’.

Na sala a professora reforça com seus alunos. Até o 3º ano é feito o círculo em volta da professora. Contando história com o tema que será desenvolvido toda a semana. Aula de português na semana da páscoa foi trabalhado a letra ’’P’’ com criatividade e foco no tema principal. Aula de ciências por ex: um círculo

desenhado no quadro representando um rosto, o objetivo é que as crianças montem este rosto os órgãos dos sentidos que faltam a visão, que é o olho, a boca é palavras

e os outros.

Turma do 4ºano, o professor inicia a aula com conteúdos escrevendo direto no quadro dialogando tirando dúvidas individual coma participação de todos. No 5º ano seguem a mesma, ou seja, alunos pré-adolescentes já sabem ler, escrever diretamente no quadro, é explorado também cartazes, vídeos, filmes. Para esclarecer dúvidas e a aula fica dinâmica e de bom desenvolvimento e aprendizagem.

RELATO DA OBSERVAÇÃO 1º ANO Professora Edivane 1º ano, tema abordado higiene corporal, aula de ciências mostrando na pratica levando ao banheiro, com água, sabonete escova dental para escovação correta.

RELATO DA OBSERVAÇÃO 2º ANO Elaborado pela acadêmica e com de acordo a professora de sala a turma de 2° ano ‘’D’’ com a professora: Edileuza. Tema não afunde no lixo, foi confeccionado barquinhos feito pelo os próprios alunos. Feito um mural e colado os barquinhos com nomes de cada um dos

alunos. Trabalhando português com a consoante ‘’B’’ criando palavras ex: bola, balão

e depois a separação em silabadas.

RELATO DA OBSERVAÇÃO 3º ANO 3º ano, professora Edileuza com alunos de nove e dez anos. Conteúdos números pares e ímpares. Sabendo desenvolver atividade com precisão e saber os diferenciais entre um e outro.

RELATO DA OBSERVAÇÃO 4º ANO Português conteúdo, substantivo próprio e comum, professora Maria de Fátima, com livros e participação dos alunos. Em reconhecer na pratica as diferencias entre um e outro.

RELATO DA OBSERVAÇÃO 5º ANO Matemática, as formas geométricas, conteúdos triângulo retângulo, losango, quadrado e cores com a participação dos alunos foi confeccionado um boneco, com as formas geométricas.

3 REFERENCIALTEÓRICO

Os estudos atuais sobre a construção da leitura e da escrita tem deixado evidente á importância de fazê-lo sob uma visão interdisciplinar,

possibilitando aproximações conceituais entre as diversas áreas de conhecimento, em seus enfoques psicológicos, linguísticos, social, cultural e pedagógico, considerados

a compreensão desse processo

A alfabetização é um produto das práticas sociais, segundo Emília

Ferreiro:

‘’o sujeito ativamente compreende a natureza da linguagem que se fala a sua volta, e que, tratando de compreendê-la, fórmula hipóteses, busca regularidades, coloca a prova suas antecipações e cria sua própria gramática, que não é simples cópia deformada do modelo adulto, mas sim criação original. ’’

A alfabetização não pode ser considerada como uma coisa artificial

na vida de uma pessoa. É um processo natural que decorre da curiosidade da criança. (TEBEROSCKY, 2005). A forma que vemos o sujeito aprendiz da leitura e da escrita sofreu transformações, não mais o aceitamos como sujeito que aprende a escrever por imitação ou por associação, copiando e reproduzindo letras, silabas, palavras e frases, queremos um sujeito que ousa escrever, fazendo uso de seus conhecimentos prévios sobre a escrita, levantando e testando hipóteses sobre a correspondência entre oral e o escrito, independentemente de uma sequência de progressão dessa correspondência que até então eram impostas a ela, como controle que ela avalia e escreve, porque só podia escrever depois de ter aprendido (MAGDA BECHER, 2004) Segundo Paulo Freire ‘’ ler não é caminhar nem voar sobre as palavras. Ler é reescrever o que estamos lendo, perceber a conexão entre o texto e

contexto e como vincular como o meu contexto. ’’ Sobre a educação ambiental e os cuidados necessários que devemos ter com o meio o qual estamos inseridos baseia se na Constituição Federal de 1998, art 225 na lei Nº 9.795/99 Política Nacional da Educação Ambiental Seção II Art.9

e Art. 10, que tratam das obrigações, dos cuidados e das responsabilidades de cuidar

do meio ambiente, através da Educação. O livro: ‘’ E por falar em Educação Ambiental

’’, de Rosiane Ferreira Gonçalves e Sandra Cristina Santiago, dá sugestões de atividades de ações que promovem a cidadania

4 INTERVENÇÃO NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

PLANO DE AULA 1

Disciplina: Português Serie: 2º ano ‘’D’’ Duração: 4 horas Idade de aplicação: 7 a 8 anos

Tema: NÃO AFUNDE NO LIXO

Conteúdo: a letra ‘’B’’ as sílabas ba, be, bi, bo, bu, bão.

Objetivos: Reconhecer consoantes e vogais formando palavras e separar em sílabas.

Metodologias: Confeccionar em papel A4 um barco, feito com a criatividade de cada um.

Recursos didáticos: Papel A4, lápis de cor. Cola branca papel 40 quilos os barcos em destaque no mural, o quadro, pincel.

Avaliação: Conhecer as diferenciais em cada palavra a ser criada ex: Bola, Paulo, contando quantas letras há em cada palavra.

PLANO DE AULA 2

Disciplina: Ciências Série e ano: 2ºano Professor: Edileuza Duração: 4 horas Idade: 7 a 8 anos

Conteúdo: Cartazes

Tema: Higiene Corporal

Objetivo geral: conhecer as diferentes formas básicas para higienizar seu corpo ou parte, corretamente.

Procedimentos metodológicos: Durante a aula, sendo as duas primeiras, aulas para apresentação através de matérias concretas mostrando e falando a importância de cada um deles. Para finalizar com uma tarefa, só para revisar se foi seu assinalado.

Recursos: A matéria prima, com embalagens vazia fazendo um mural com vários fazendo um mural com vários itens que fazem parte do dia. A escova dental o creme e entre outros.

Avaliação: Através de observação participação dos alunos, e desempenho individual de cada um.

Anexo: Todo material que foi desenvolvido ficará registrado

PLANO DE AULA 3

Disciplina: Matemática Ano: 2º Professora: Edileuza Conteúdo: Apresentação das cores com tintas e papeis e sequencia numérica

Tema: Numerais Antecessor a as Cores Primárias

Objetivo geral: identificar o que vem antes e depois e os numerais vizinhos e sucessor. Com desenhos com números e outros complete o que faltam.

Procedimentos metodológicos: com tarefas redigidas com desenhos um trem em seus vagões os números encontre o número que falta, e pinte de azul, 4 e o outro de vermelho 7.

Recursos: papel sulfite A4, contos livros de histórias infantis.

Avaliação: será ao decorrer do semestre com desempenho e interesse e curiosidade individual de cada aluno. Com atividades proposta pelo professor.

PLANO DE AULA 4

Disciplina: História Serie/ano: 2º ano Duração: 4 horas Idade: 7 á 8 anos Professora: Edileuza

Conteúdo: A cultura índigena

Tema: Rotina Indigena

Objetivo geral: reconhecer os tipos e diferentes modos como cada um vivem tipos diferentes comidas e vestir.

Procedimentos Metodológicos: Através de livros filmes com imagem ficilitará conhecer e divulgar.

Recursos: livros, montando um painel colagem, cola, branca recorte, figuras.

Avaliação: conhecer a valorizar as diferentes culturas e povos.

PLANO DE AULA 5

Disciplina: Português Serie/ano: 2º ano Professora: Edileuza Conteúdo: Formar palavras

Tema: palavra inicial em destaque e consoantes ‘’B’’ e as vogais juntas forma uma sílabas depois palavras.

Objetivo: identificar as diferenciais em consoantes e vogais, juntando e uma sílaba e depois palavras.

Procedimentos Metodológicos: iniciando com uma história que o foco principal é a letra ‘’B’’. com imagem ficilitará o aprendizado do aluno.

Recursos: livros infantis, os próprios alunos confeccionando um barquinho de papel A4, depois feito em um mural e colocando na parede para a visualização de todos. Avaliação: a decorrer do semestre e depois reforçando para não esquecer o que se aprendeu.

PLANO DE AULA 6

Disciplina: Matemática Serie/ano 2º ano ‘’D’’ Duração: 4 horas Idade de aplicação: 7 á 8 anos

Tema: as formas geométricas

Conteúdo: triângulo, retângulo, losangolo, quadrado, e as cores.

Objetivos: reconhecer as diferentes formas e as cores. Desenvolvendo nos aspectos cognitivos, montar a linguagem oral e escrita.

Procedimentos Metodológicos: exploração em cartaz. Feito com papel EVAS um trenzinhos e colocando em destaque para a visualização de todos.

Recursos: papel evas, colorido, vermelho, verde, amarelo, azul, preto. Tesoura cada um fazer seu próprio desenho em forma de palhaço papel A4, lápis de cor giz de cera. Isso feito em sala de aula.

Avaliação: conhecer as formas geométricas grande pequeno e as cores primárias secundárias.

5 RELATO DA INTERVENÇÃO

O tema escolhido e desenvolvido não afunde no lixo, autora Nilce Bechara, escolhido pela acadêmica o 2º ano ‘’D’’ turma da professora Edileuza. De acordo como o conteúdo foi trabalhado com a história, escrito no quadro os atores principais deste texto, em sala foi feito o barco com papel A4 pintado de seu modo, cada aluno fez sua pintura usando lápis de cor e giz de cera. Colocado em mural com as silabas que se inicia a primeira letra ‘‘barco’’, ba-be-bi-bo-bu, bão, confeccionado o barco formando palavras coma letra ex: bobão, bala, balão este feito no quadro negro, uma aula criativa e dinâmica coma participação dos alunos e a professora de sala, confeccionado uma lixeira saímos para o pátio para fazer coleta do lixo que ficou do recreio. Os próprios alunos calçados com luva, nas mãos e fez se a coleta e separação deste lixo.

RELATO DO PLANO DE AULA 1 Elaborado pela acadêmica e com de acordo a professora de sala a turma de 2° ano ‘’D’’ com a professora: Edileuza. Tema não afunde no lixo, foi confeccionado barquinhos feito pelo os próprios alunos. Feito um mural e colado os barquinhos com nomes de cada um dos alunos. Trabalhando português com a consoante ‘’B’’ criando palavras ex: bola, balão e depois a separação em silabadas. RELATO DO PLANO DE AULA 2 Professora Edivane 1º ano, tema abordado higiene corporal, aula de ciências mostrando na pratica levando ao banheiro, com água, sabonete escova dental para escovação correta. RELATO DO PLANO DE AULA 3 3º ano, professora Edileuza com alunos de nove e dez anos. Conteúdos números pares e ímpares. Sabendo desenvolver atividade com precisão e saber os diferenciais entre um e outro. RELATO DO PLANO DE AULA 4 Português conteúdo, substantivo próprio e comum, professora Maria de Fátima, com livros e participação dos alunos. Em reconhecer na pratica as diferencias entre um e outro.

RELATO DO PLANO DE AULA 5 Matemática, as formas geométricas, conteúdos triângulo retângulo, losango, quadrado e cores com a participação dos alunos foi confeccionado um boneco, com as formas geométricas.

RELATO DO PLANO DE AULA 6 Disciplina, historia, a chegada dos alunos portugueses no Brasil. Professor Wellinton, ensinando o passado e hoje, houve mudanças quais as contribuições para o brasil de cultura e saberes.

6 MOSTRA DE ESTÁGIO

Esse momento e apresentado no último dia do semestre é feito. Um coquetel com a participação e colaboração de todos da turma 6° e 7° semestre do curso de pedagogia será montado paneis e os trabalhos ficarão exposto uma semana, visualizando e admirando por todos os estudantes do polo. É com garra e força determinação para concluir cada semestre, para a intervenção acadêmica registrando e procurando entender que ano ou sala, voltaria para interagir com os alunos e foi escolhido o segundo ano com dedicação e coragem ocorreu tudo dentro dos objetivos participação dos alunos, perguntas.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

A realização do estagio supervisionado na educação do ensino fundamental 1, objetivou aprimorar a pratica em sala de aula, aproximação da realidade da realidade profissional por meio da participação em situações reais de trabalhos. Envolvendo toda a equipe da escola supervisores alunos e campo de estágio

Constatou-se que a UEMEIF Zolima Tenório dos Santos é um espaço de cuidado e educação organizado e planejado para atender as crianças do ensino fundamental 1 contribuindo efetivamente para o ensino e o aprendizado ligando a outras necessidades básicas que contribuem para o desenvolvimento do aluno. O papel do educador, a mediação entre a criança e a cultura possibilitando seu acesso e caminhos para fontes de conhecimentos.

REFERÊNCIAS

Brasil. Leis de diretrizes e bases da educação. Lei N° 9.394 de 20 de dezembro de

1996. Brasília: Senado Federal, 2008. Brasil, MECISEF. Referencial curricular Nacional para a educação infantil: formação pessoal e social. V.2 Brasília, 1998. Paulo Freire = pedagogia da Anatomia; saberes necessários a pratica educativa.

1996.