Vous êtes sur la page 1sur 4

Samarco Mineração S.A.

Gerência de Segurança em Projetos

 

SISTEMA DE GESTÃO DE SEGURANÇA

Tema:

Assunto:

Código:

Elaboração:

Rev.

PROCESSOS OPERACIONAIS

SERVIÇOS DE CARPINTARIA

POP-25

ABRIL/2011

01

  • 1. Objetivo Esta instrução técnica estabelece padrão para os Serviços de Carpintaria nas obras do Projeto da Samarco Mineração S.A.

  • 2. Responsabilidades A responsabilidade de cumprir e fazer cumprir esta instrução técnica é dos Fornecedores de Serviços.

  • 3. Definições Serviços de Carpintaria são os trabalhos desenvolvidos com máquinas operatrizes específicas para o beneficiamento de madeira para fins de uso nas obras.

  • 4. Atividades

    • 4.1 As operações em máquinas e equipamentos necessários à realização da atividade de carpintaria somente podem ser realizadas por trabalhador qualificado.

    • 4.2 As serras circulares devem atender às disposições a seguir:

      • a) Serem dotadas de mesa estável, com fechamento de suas faces inferiores, anterior e posterior, construída em madeira resistente e de primeira qualidade, material metálico ou similar de resistência equivalente, sem irregularidades, com dimensionamento suficiente para a execução das tarefas. Deverá estar assentada em piso nivelado e resistente, a fim de evitar vibrações;

      • b) Deverá possuir caixa coletora, e nas proximidades da bancada devem ser colocados depósitos especiais (tambores metálicos, caixas de madeira, etc), para coleta da serragem e restos de madeira, a fim de conservar-se limpa a área de trabalho;

      • c) Terem a carcaça do motor aterrada eletricamente;

      • d) O disco deve ser mantido afiado e travado, devendo ser substituído quando apresentar trincas, dentes quebrados ou empenamentos;

      • e) As transmissões de força mecânica devem estar protegidas obrigatoriamente por anteparos fixos e resistentes, não podendo ser removidos, em hipótese alguma, durante a execução dos trabalhos;

      • f) Ser provida de coifa protetora do disco e cutelo divisor, com identificação do fabricante e ainda coletor de serragem;

      • g) Nas operações de corte de madeira, devem ser utilizados dispositivos empurradores e guia de alinhamento.

  • 4.3 As serras circulares só poderão ser operadas com todas as proteções nos seus devidos lugares;

  • 4.4 As serras circulares devem ser inspecionadas diariamente de acordo com a Lista de Verificação Diária da Serra Circular.

  • 4.5 As serras de fita devem ter dispositivos de proteção ao longo de toda sua extensão que impeçam o contato acidental com as mãos dos operadores ou a projeção da fita em caso de sua ruptura.

  • Samarco Mineração S.A.

    Gerência de Segurança em Projetos

     

    SISTEMA DE GESTÃO DE SEGURANÇA

    Tema:

    Assunto:

    Código:

    Elaboração:

    Rev.

    PROCESSOS OPERACIONAIS

    SERVIÇOS DE CARPINTARIA

    POP-25

    ABRIL/2011

    01

    • 4.6 As furadeiras de bancada deverão ter dispositivo de travamento das peças, de modo a evitar seu giro durante o processo de furação. Devem ser também do tipo de mola, que levanta o cabeçote (e a broca) quando a alavanca deixa de ser pressionada para baixo.

    • 4.7 Em todas as operações com máquinas de carpintaria os operadores devem usar protetor facial.

    • 4.8 Os operadores devem usar luvas de raspa ou vaqueta para segurar ou transportar peças de madeira, de forma a se proteger contra farpas.

    • 4.9 As instalações elétricas da oficina de carpintaria devem ser inspecionadas periodicamente e estar sempre em perfeito estado.

      • 4.10 As lâmpadas de iluminação da carpintaria devem estar protegidas contra impactos provenientes da projeção de partículas.

      • 4.11 Todas as máquinas acionadas eletricamente da carpintaria devem ser aterradas.

      • 4.12 A carpintaria deve ter pisos resistentes, nivelados e antiderrapantes, com cobertura capaz de proteger os trabalhadores contra quedas de materiais e intempéries.

      • 4.13 A oficina de carpintaria deve possuir extintores de incêndio de pó químico e de água em quantidade suficiente, segundo estudo a ser feito, em função do seu porte, pelo pessoal de Segurança do Fornecedor de Serviços. Os operadores deverão ser pessoas habilitadas e qualificadas.

      • 4.14 Além dos EPIs básicos, os carpinteiros e auxiliares devem usar máscaras contra pó (tipo 3M) durante as operações de corte e lixamento de madeira.

      • 4.15 Antes de cortar, serrar, lixar ou furar qualquer peça de madeira, a peça deve ser inspecionada para verificar a existência de pregos ou outras incrustações metálicas que possam causar danos aos equipamentos e às pessoas.

      • 4.16 Todo equipamento deverá possuir de bloqueio para impedir seu acionamento por pessoa não autorizada. Não se deve instalar chave de faca para ligar ou desligar uma serra, no circuito deve ser intercalado uma chave protetora de fusíveis ou um disjuntor termomagnético.

      • 4.17 No desmonte de formas de concreto e andaimes, todos os pregos devem ser removidos e recolhidos.

      • 4.18 A carpintaria deve ser mantida em boas de condições de ordem, arrumação e limpeza. Atenção especial deve ser dada a pregos ou peças metálicas no chão, que possam perfurar os pés das pessoas.

      • 4.19 O local da instalação da serra circular dever oferecer condições de fácil circulação aos trabalhadores que por ali transitam ter boa iluminação e ser suficientemente amplo, de modo a facilitar a estocagem de peças acabadas (formas).

      • 4.20 É importante designar-se um único carpinteiro para trabalhar na serra circular, ficando responsável por seu bom funcionamento.

      • 4.21 Toda manutenção/limpeza de máquinas e equipamentos, o trabalho deverá ser realizado por profissional habilitado.

      • 4.22 Ao realizar a limpeza da serra a mesma deverá estar bloqueada por meio de cadeado individual.

      • 4.23 Toda máquina e equipamento só poderão ser operados por profissional habilitado e treinado pela Segurança do Trabalho.

      • 4.24 Toda vez que o disco de serra apresentar desgaste deverá ser substituído.

    Samarco Mineração S.A.

    Gerência de Segurança em Projetos

     

    SISTEMA DE GESTÃO DE SEGURANÇA

    Tema:

    Assunto:

    Código:

    Elaboração:

    Rev.

    PROCESSOS OPERACIONAIS

    SERVIÇOS DE CARPINTARIA

    POP-25

    ABRIL/2011

    01

    • 4.25 É proibido permanecer na área do Projeto, disco que apresente videas quebradas, sem corte ou com trincas.

    • 4.26 Deve-se desligar a maquina da tomada ( fazer o bloqueio elétrico) antes de fazer qualquer reparo.

    • 4.27 É expressamente proibido deixar madeiras com prego na área.

    • 4.28 Em todos os painéis dever ser realizada a limpeza, retirando todos os pregos.

    • 4.29 As sucatas de madeira serão depositadas em baias próprias.

    • 4.30 Todas as partes móveis de equipamentos, máquinas e acessórios deverão ser adequadamente protegidas contra contato acidental dos empregados. Essas proteções e sua instalação devem estar de acordo com a legislação, os padrões e os códigos reconhecidos como referência.

    • 4.31 A eficiência das proteções deve ser analisada constantemente por meio de inspeções periódicas.

    • 4.32 O Fornecedor de Serviços deverá ter um sistema de gerenciamento que garanta a integridade das proteções.

    • 4.33 Todos os equipamentos ou máquinas deverão ter botão de parada de emergência instalado em local adequado e de fácil visualização ou dispositivo de parada automática e sinalização em caso de impedimento súbito do operador (Dead Man System).

    • 4.34 As serras circulares deverão ser protegidas por enclausuramentos e possuir botão de emergência próximo ao operador.

    • 4.35 As serras, prensas e furadeiras operadas manualmente deverão possuir dispositivos do tipo falha segura (por exemplo: prensa com sensor conjugado os dispositivos de trava).

    • 4.36 Para todos os materiais deve-se retirar pregos, grampos e similares, antes da seu corte ou utilização.

    • 4.37 Na área da Serra de bancada deverá existir a evidência efetiva (foto) do colaborador/profissional habilitado e treinado pela Segurança do Trabalho para operar o equipamento.

    • 4.38 Quando as peças forem de grande comprimento, é recomendável a utilização de suportes. Estes suportes podem ser cavaletes de madeira.

    • 4.39 A área da serra de bancada dera estar totalmente isolada e sinalizada.

    • 4.40 Para profissionais destros o empurrador deverá possuir alça à esquerda.

    • 4.41 Todas as ferramentas com partes cortantes deverão ser protegidas.

    • 4.42 As condições originais dos equipamentos e dispositivos de proteção somente deverão ser alterados ou modificados mediante aprovação de projeto elaborado por profissional habilitado, sendo proibido confeccionar ou improvisar proteções.

    Samarco Mineração S.A.

    Gerência de Segurança em Projetos

     

    SISTEMA DE GESTÃO DE SEGURANÇA

    Tema:

    Assunto:

    Código:

    Elaboração:

    Rev.

    PROCESSOS OPERACIONAIS

    SERVIÇOS DE CARPINTARIA

    POP-25

    ABRIL/2011

    01

    • 5 Equipamentos de Proteção Individual

      • a) Capacetes com Jugular;

      • b) Botina de segurança;

      • c) Óculos de segurança;

      • d) Luvas de raspa ou vaqueta, conforme a atividade;

      • e) Protetor facial;

      • f) Protetor auricular tipo concha, para os operadores de máquinas e auxiliares;

      • g) Máscara contra poeira;

      • h) Avental de raspa.

    • 6. Inspeções Verificação diária dos itens principais da serra circular pelos Fornecedores de Serviços.

    • 7. Treinamentos Os empregados envolvidos na atividade deverão ser treinados neste procedimento.

    • 8. Controle de Documentos As listas de verificação diária da serra circular devem ser arquivadas pelos Fornecedores de Serviços por 01 (um) mês.

    • 9. Anexos Não há

      • 10. Informações Não há.

      • 11. Revisões

     

    Histórico de Revisões

     

    Revisão Número:

    Data da Revisão:

    Tipo:

     

    01

    25/04/2011

     

    Inclusão

     

    Exclusão

    Alteração

    Descrição

     

    ----------

    Transcrição do item incluído/excluído/alterado:

     
     

    ----------