Vous êtes sur la page 1sur 2

01

Quais as vantagens da sala de manipulação de antineoplásicos?

- melhor controle dos riscos decorrentes da exposição dos trabalhadores envolvidos com agentes antineoplásicos e meio ambiente;

- garantia de qualidade das soluções parenterais e dos serviços prestados aos pacientes oncológicos;

- redução

manipulação dos antineoplásicos;

dos

custos

com

recursos

humanos,

fármacos

e

material

utilizado

na

- melhor gerenciamento do setor, visando a alcançar eficácia, eficiência e efetividade nos serviços prestados.

02 Qual a seqüência de passos que deve ser tomados para manipulação de antineoplásicos?

- análise das prescrições, realização dos cálculos e confecção dos rótulos;

- separação e limpeza do fármaco e da bolsa de diluente. Conduzi-los à sala de transferência e desta à sala de manipulação;

- após se desfazer de todos os adornos pessoais, faz-se a anti-sepsia das mãos e antebraço. Segue-se a paramentação com os EPI;

- cubra a bancada com um campo de plástico, e sobre este outro campo de papel absorvente (pode ser o que envolve as luvas), ambos estéreis;

- o auxiliar vai distribuindo o material sobre a bancada à medida que forem sendo desenvolvidas as atividades de manipulação;

- posicionar-se junto à câmara e calçar as luvas cirúrgicas;

- proceder à reconstituição do fármaco e à sua diluição de acordo com as

- técnicas de manipulação farmacêutica, observando a dose prescrita pelo médico;

- conectar o equipo e verificar a ocorrência de vazamento;

- entregar ao auxiliar para a rotulagem.

03 O que são antineoplásicos?

São agentes químicos usados no tratamento do câncer para inibir o crescimento celular, atuando sobre as moléculas que controlam a divisão e o desenvolvimento das células.

04 - As causas do câncer são variadas, podendo ser internas ou externas ao organismo, estando ambas inter-relacionadas. Diferencie as causas externas das internas.

As causas externas relacionam-se ao meio ambiente e aos hábitos e costumes próprios de um ambiente social e cultural.

As causas internas são, na maioria das vezes, geneticamente pré-determinadas, estão ligadas à capacidade do organismo de se defender das agressões externas.