Vous êtes sur la page 1sur 77

FREIOS E EMBREAGENS

Prof. Dr. Julio Cézar de Almeida
1

FREIOS E EMBREAGENS

2

PARÂMETROS DE DESEMPENHO




Força de acionamento
Torque transmitido
Perda de energia
Aumento de temperatura

3

TIPOS • • • • • tambor com sapatas internas tambor com sapatas externas cinta disco cone 4 .FREIOS E EMBREAGENS .

etc.equipamentos domésticos (cortadores de grama. tratores. etc) 5 . motoserras. máquinas de lavar.) . escavadoras.automotivas . moinhos. elevadores.equipamentos pesados (guindastes.APLICAÇÕES .

FREIOS .EXEMPLOS 6 .

EXEMPLOS 7 .FREIOS .

EMBREAGENS .EXEMPLOS 8 .

EMBREAGENS .EXEMPLOS 9 .

Freio ou embreagem tipo tambor com sapata interna 10 .

Freio ou embreagem tipo tambor com sapata interna 11 .

Freio ou embreagem tipo tambor com sapata interna 12 .

13 .

? + ?.Condição de autoacionamento ?. ? − ?. ?. ? = 0 ?. ? − ?. ? − ?. ? ?= ? Para F > 0: ? − ?. ?. ? > 0 ? ?> ? 14 . ? = 0 ?. ? ?= ? ?. ? − ?. ? + ?.

Freio ou embreagem tipo tambor com sapata interna 15 .

Freio ou embreagem tipo tambor com sapata interna 16 .

sen(θ) 17 .

Freio ou embreagem tipo tambor com sapata interna 18 .

Concentrando material de atrito em torno do ponto de pressão máxima 19 .

p máx em  = 90º • pressão = zero para  =0.Concentrando material de atrito em torno do ponto de pressão máxima • se 2 < 90º .p máx em 2 • se 2 > 90º . Bom projeto: • concentração na região de pressão máxima • afastado de  =0 20 .

?.Freio ou embreagem tipo tambor com sapata interna Força normal normal “dN” : ?? = ?. ?? ????? 21 . ?. ?? ???? ?? = ?? . ?. ?.

?. ?. ???2 ?2 − ???2 ?1 ????? 2 22 . ????2 − ????1 − . ???? ?? ?1 ?. ?? . ? ? ?? = −?. ?? . ??. ? − ?. ? ?? = ????? ?2 ????.Freio ou embreagem tipo tambor com sapata interna Momento das forças de atrito “Mf“: ?? = ?. ? − ?. ???? ?.

?. ???? ?? . ????? 180 23 . ?. − ???2?2 + ???2?1 4. ?? ?1 ?? . ?. ?. ?.Freio ou embreagem tipo tambor com sapata interna Momento das forças normais “MN“: ?? = ??. ? ? ?? = 2. ? ?? = ????? ?2 ???2 ?. ?2 − ?1 .

Freio ou embreagem tipo tambor com sapata interna Força de acionamento: ?? = 0 → ?. ? − ?? + ?? = 0 ?? − ?? ?= ? Expressão válida para rotação horária A dimensão a deve ser tal que ?? > ?? para evitar o autoacionamento : 24 .

?? . ? 2 ?= ????1 − ????2 ????? 25 .Freio ou embreagem tipo tambor com sapata interna Torque de frenagem: ?= ?. ?. ?? ?. ?? ?1 ?. ?. ? 2 ?= ????? ?2 ????. ?? . ?.

? ?? = ?. ?. ? ?? = ? − ?.Freio ou embreagem tipo tambor com sapata interna Reações no pino: ?? = ??. ? + ? − ?? ????? sendo: 1 ?= ???2 ? 2 ?2 ?1 Expressões válidas para rotação horária ? 1 ?= − ???2? 2 4 ?2 26 ?1 . ??. ???? − ?? ?? = ??. ???? + ?. ???? − ?. ? − ?? ????? ?? . ???? − ?? ?? . ?. ??.

27 .Freio ou embreagem tipo tambor com sapata interna Hipóteses utilizadas: • • • • A pressão é propocional à distância até a articulação. O coeficiente de atrito não varia. O efeito da força centrífuga é desprezado. A sapata é rígida.

Freio ou embreagem tipo tambor com sapata interna 28 .

29 .

senθa 103 0.1502 30 .

senθa 31 .

32 .

Freio ou embreagem tipo tambor com sapata externa 33 .

chega-se às mesmas expressões anteriormente discutidas.Freio ou embreagem tipo tambor com sapata externa Tomando-se momentos na articulação. para os momentos das forças de fricção Mf e das forças normais MN! 34 .

tem-se: F M N  MF c 35 .Freio ou embreagem tipo tambor com sapata externa Para a força atuante na sapata.

. . ? ?? = ?. ? ?? = ? + ?...verificar que as condições de auto-energização estão invertidas para o presente caso. . ?.. ?. ? − ? + ?? ????? sendo: 1 ?= ???2 ? 2 ?2 ?1 Expressões válidas para rotação horária ? 1 ?= − ???2? 2 4 ?2 ?1 . ? − ?? ????? ?? .Freio ou embreagem tipo tambor com sapata externa – Reações na articulação ?? . visto que as parcelas de coeficiente de atrito deverão ter os sinais 36 invertidos...o mesmo valerá para as reações nas articulações....

Freio ou embreagem tipo tambor com sapata externa – Articulação simétrica à guarnição 37 .

se n 0      2  sen 2  2   N   2  180        2  sen 2     2   f .f.dN  2. r 2 .r 2 pmax.pmax.N  2  180   38 .r.b.f 2 4r.determinar a distância da articulação.b.dN(acos  r )  0 0 e consequentemente: Torque e reações: Rx  Ry  pmax.Freio ou embreagem tipo tambor com sapata externa – Articulação simétrica à guarnição Objetivo . de tal 2 modo que: MF  2  f.b.r.sen  2 a    2 2    sen 2 2  180  2 T  2  f.

Freio ou embreagem de cinta 39 .

Freio ou embreagem de cinta 40 .

Freio ou embreagem de cinta

41

Embreagens de disco de ação axial
Dispositivos de ampla aplicação devido, principalmente, a:
• independência com os efeitos centrifugos,
• grande área de atrito num pequeno espaço disponível,
• distribuição uniforme de pressão e
• superfícies efetivas para dissipação do calor.

42

Componentes

43

44 .

Acionamento 45 .

Embreagem multi-disco 46 .

ou seja: • distribuição de pressões uniforme  embreagem nova • desgaste uniforme  embreagem amaciada (usada) 47 .Embreagens de disco de ação axial Hipóteses de solução: A análise deve considerar a embreagem como sendo nova ou usada.

? ?3 − ? 3 ?= 3 ?2 − ?2 Torque produzido por um único par de superfícies em contato. ? 3 ?= ? − ?3 12 ?. ? ?/2 ?. 48 . ?. ?.Embreagens de disco de ação axial Pressão uniforme (embreagem nova): Força de acionamento: ?. Este valor deve ser multiplicado pelo número de superfícies em contato. ?. ?? 2 ?= ? − ?2 4 Torque de atrito: ?/2 ? 2 ?? ? = 2.

?. ? = ?1 ?. ? = ?1 ? ?.Embreagens de disco de ação axial Desgaste uniforme (embreagem amaciada): Do Capítulo 12: pressão desgaste velocidade Sendo o desgaste constante: ?. ? = ?2 = ?? . 2? 49 . 2 ? ? = ?? .

Este valor deve ser multiplicado pelo número50de superfícies em contato. ? ?/2 ??? ?/2 Torque produzido por um único par de superfícies em contato. ?? . ? ?= ?+? 4 = ?. ?? ?/2 ?= ?/2 ?. . π. ?? . ?? = ?/2 ?/2 ? ?? . ?−? 2 Torque de atrito: ?/2 ? = ?/2 2. ? 2? ?/2 ?? ?/2 ?. ?? = ?. ?? ? 2 ?= ? − ?2 8 ?. ? ?= . 2. ?. ?. ?. ?. 2.2. π. π. ?. . ?.Embreagens de disco de ação axial Desgaste uniforme (embreagem amaciada): Força de acionamento: ?? = ?. ?? . ?. ?. ? 2 ?? ?.

? ?3 − ?3 ?= 3 ?2 − ?2 ? 1 1 − ?/? = . ? 4 51 . ?. ?. ?. ? ?= ?+? 4 ? 1 + ?/? = ?.Embreagens de disco de ação axial Pressão uniforme (embreagem nova): ?. ? 3 1 − ?/? 3 2 Desgaste uniforme (embreagem amaciada): ?.

Freios a disco 52 .

Freios a disco 53 .

Freios a disco 54 .

55 .

Freios a disco 56 .

57 .

Freios a disco 58 .

Freios a disco 59 .

Freios a disco 60 .

Freios a disco 61 .

MATERIAIS DE ATRITO 62 .

MATERIAIS DE ATRITO 63 .

MATERIAIS DE ATRITO 64 .

MATERIAIS DE ATRITO 65 .

.SHIGLEY.SHIGLEY. editora Bookman. Projeto de Engenharia Mecânica. LTC. editora McGraw-Hill.BIBLIOGRAFIA DE REFERÊNCIA – JUVINALL. BUDYNAS e NISBETT – Mechanical Engineering Design. . Robert – Fundamentos do Projeto de Componentes de Máquinas. 66 . MISCHKE e BUDYNAS – Projeto de Engenharia Mecânica.

67 .

68 .

69 .

70 .

71 .

72 .

73 .

74 .

75 .

76 .

77 .

Centres d'intérêt liés