Vous êtes sur la page 1sur 25

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2009/2010

SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDUSTRIAS QUIMICAS,


FARMACEUTICAS E SIMILARES DO SUL FLUMINENSE, CNPJ n.
02.561.805/0001-30, neste ato representado(a) por seu Membro de Diretoria
Colegiada, Sr(a). FRANCISCO CARLOS PEREIRA DA COSTA;
E
QUIMINVEST INDUSTRIA E COMERCIO LTDA, CNPJ n. 28.372.613/0001-79,
neste ato representado(a) por seu Sócio, Sr(a). MIGUEL ANGEL QUIROGA;
celebram o presente ACORDO COLETIVO DE TRABALHO, estipulando as
condições de trabalho previstas nas cláusulas seguintes:

CLÁUSULA PRIMEIRA - VIGÊNCIA E DATA-BASE


As partes fixam a vigência do presente Acordo Coletivo de Trabalho no período de 1º
de maio de 2009 a 30 de abril de 2010 e a data-base da categoria em 1º de maio.
CLÁUSULA SEGUNDA - ABRANGÊNCIA
O presente Acordo Coletivo de Trabalho, aplicável no âmbito da(s) empresa(s)
acordante(s), abrangerá a(s) categoria(s) Todos os empregados da empresa, com
abrangência territorial em Porto Real/RJ.

Salários, Reajustes e Pagamento

Piso Salarial

CLÁUSULA TERCEIRA - PISO SALARIAL

A partir de 1° de maio de 2009, o piso salarial vigente será de R$529,13


(Quinhentos e vinte e nove reais e treze centavos.).

Reajustes/Correções Salariais

CLÁUSULA QUARTA - REAJUSTE SALARIAL

Para recompor o valor real dos salários a empresa concederá em 1º de maio


de 2008, a todos os empregados, representados pelo sindicato, um reajuste
salarial de acordo com a variação do INPC de 5,82% (Cinco vírgula oitenta e
dois por cento), no período de 01 de maio de 2008 a 31 de abril de 2009.

Pagamento de Salário – Formas e Prazos

CLÁUSULA QUINTA - ADIANTAMENTO QUINZENAL DO SALÁRIO


Todos os funcionários receberão adiantamento de salários até o dia 15
de cada mês em montante equivalente a 40% do salário nominal mensal
vigente no mês imediatamente anterior, desde que o funcionário já tenha
trabalhado na quinzena o período correspondente.

Salário Estágio/Menor Aprendiz

CLÁUSULA SEXTA - ESTÁGIO

A empresa dará preferência aos funcionários e seus dependentes.

Parágrafo Único - Aos estagiários fica assegurado recebimento no


mínimo de 70% (setenta) por cento do piso da categoria.

Outras normas referentes a salários, reajustes, pagamentos e critérios para


cálculo

CLÁUSULA SÉTIMA - SUBSTITUIÇÃO

Conforme estabelecido em Lei o funcionário que substituir outro de


categoria superior, autorizado pela gerência da área, fará jus, durante o
período de substituição, ao salário do substituído.

CLÁUSULA OITAVA - PAGAMENTO E/OU DESCONTO DE HORAS

O pagamento das horas extras e/ou descontos de atrasos e faltas serão


efetivados no mês subseqüente, com os salários atualizados.

CLÁUSULA NONA - PAGAMENTO DE HORAS EXTRAS

O trabalho realizado em horário suplementar será pago da seguinte


forma:
As horas extras trabalhadas no período compreendido entre os dias 25 do
mês anterior ao dia 24 do mês vigente serão pagas no final do mês
juntamente com o pagamento do salário.

CLÁUSULA DÉCIMA - PROMOÇÃO

Toda promoção implicará em melhoria salarial e os efeitos legais serão


contados a partir da data da comunicação ao empregado, assim, nenhum
trabalhador deixará de receber salário correspondente à nova função a partir
da data de promoção.
CLÁUSULA DÉCIMA PRIMEIRA - MENOR APRENDIZ

A empresa mantém 1 (uma) bolsa escola para menor aprendiz junto ao


SESI/SENAI, para filho de funcionário que estejam aptos a preencher a vaga.

CLÁUSULA DÉCIMA SEGUNDA - EXTRATO BIMESTRAL

A empresa exigirá bimestralmente do banco arrecadador o extrato da


conta vinculada de seus funcionários quanto ao recolhimento do FGTS.

Gratificações, Adicionais, Auxílios e Outros

13º Salário

CLÁUSULA DÉCIMA TERCEIRA - ADIANTAMENTO DO 13º ALÁRIO

O valor correspondente à 1ª (primeira) parcela do 13º (décimo terceiro)


salário será pago quando da concessão das férias, caso assim o trabalhador
faça a opção.

CLÁUSULA DÉCIMA QUARTA - ADIANTAMENTO DE EMERGÊNCIA DO


13º SALÁRIO

A empresa assegurará um adiantamento de 50% (cinqüenta por cento), por


conta do 13 º salário, aos trabalhadores que quiserem e que estiverem mais
de 1 (um) ano de serviço na empresa, nos seguintes eventos:

A - Nascimento de filho.
B - Acidente de trabalho no ambiente de trabalho ou doença
profissional,que resulte em afastamento pela Previdência Social.

Parágrafo 1º - Só fará jus ao benefício previsto no "caput" o


empregado que, a época do evento, não houver recebido o adiantamento do
13 º salário naquele ano.

Parágrafo 2º- O adiantamento de emergência é opcional para o


empregado, que deve requerê-lo à empresa, por escrito, até 5 (cinco) dias
após o evento.

Parágrafo 3º - Uma vez requerido pelo empregado, o adiantamento


será pago pela empresa em até 10 (dez) dias, na hipótese prevista no item
"a", e 7 (sete) dias, na do item "b".

Parágrafo 4º - No que se refere ao nascimento de filho, quando os


cônjuges forem empregados da mesma empresa, apenas um deles,
designado por ambos, fará jus ao adiantamento.

CLÁUSULA DÉCIMA QUINTA - COMPLEMENTAÇAO DO 13º SALÁRIO

A empresa complementará o 13º salário do empregado que por motivo de


doença for afastado do serviço por mais de 15 (quinze) dias e menos de 180
(cento e oitenta) dias no período compreendido de dezembro a janeiro de
cada ano.

Outras Gratificações

CLÁUSULA DÉCIMA SEXTA - PRÊMIO POR DECÊNIO

Ao empregado que completar 10 (dez) anos, ou múltiplos de 10 (dez), de


serviço ininterruptos, contados a partir da data de sua admissão na empresa,
será concedido o prêmio de 50% do salário base ou um salário mínimo
federal, cabendo ao trabalhador a opção pelo maior valor, que será pago em
uma única parcela no mês em que houver completado o referido decênio.

Adicional Noturno

CLÁUSULA DÉCIMA SÉTIMA - ADICIONAL NOTURNO

O adicional noturno previsto em Lei será remunerado à base de 20% (vinte


por cento) do salário base considerando para o cálculo das horas trabalhadas
o total de 52 minutos para cada hora.

Adicional de Insalubridade

CLÁUSULA DÉCIMA OITAVA - ADICIONAL DE INSALUBRIDADE

A empresa pagará o adicional de insalubridade com percentual determinado


conforme Laudo Técnico, para todos os funcionários que trabalhem em área
de produção, manutenção, estoque e laboratório.

Adicional de Periculosidade

CLÁUSULA DÉCIMA NONA - ADICIONAL DE TEMPO DE SERVICO - ATS

A empresa pagará adicional de 1% (um por cento) do salário base do


empregado e, quando for o caso da Gratificação de Função por ano completo
de serviço até o máximo de 35% (trinta e cinco por cento) do salário base,
sem efeito retroativo anterior a 01/05/2003.

Participação nos Lucros e/ou Resultados

CLÁUSULA VIGÉSIMA - ABONO DE PPR

A empresa pagará a todos os empregados, a titulo de PPR,


referente ao período de 2009, o valor de 600,00 (seiscentos reais) a
serem pagos em duas parcelas da seguinte forma:
A primeira parcela de R$ 300,00 (trezentos reais) no pagamento de
janeiro de 2010;
A segunda parcela no valor de R$ 300,00 (trezentos reais) no
pagamento de fevereiro de 2010.

Auxílio Alimentação

CLÁUSULA VIGÉSIMA PRIMEIRA - CAFÉ DA MANHÃ, ALMOÇO E


JANTAR

A empresa fornecerá, o café da manhã até as 8:00 hs da manhã sem


custo nenhum p/ o funcionário, o almoço no horário normal de trabalho,
descontando do funcionário em folha de pagamento, desde que autorizado
pelo mesmo, o valor de R$12,00 (doze reais) mensais.
A Empresa fornecerá, o almoço e ou jantar nas horas extras efetuadas
nas folgas (sábado e domingo) , feriados e nas jornadas de trabalho
prorrogadas pôr motivo de urgência.

CLÁUSULA VIGÉSIMA SEGUNDA - CESTA BÁSICA

A empresa fornecerá ao funcionário cesta básica com mesmo padrão


do que é fornecido no momento, que será pago pelo funcionário o valor de
R$10,00 (dez reais.) descontados em folha de pagamento do mesmo, desde
que autorizado pelo funcionário.

Auxílio Transporte

CLÁUSULA VIGÉSIMA TERCEIRA - VALE TRANSPORTE

A empresa fornecerá o vale Transporte aos funcionários, descontando


em folha de pagamento o percentual de 6% do salário, conforme Lei 7418 de
16/12/1985 e decreto 92.180 de 19/12/1985 da CLT.
CLÁUSULA VIGÉSIMA QUARTA - TRANSPORTE

A Empresa assinara um contrato com uma Cooperativa de Táxi p/ levar


os funcionários em casa, caso haja necessidade de fazer hora extra, e que
não seja possível usar os coletivos municipais e ou intermunicipais, à partir do
horário das 22:30hs as 6:00 hs.

Auxílio Educação

CLÁUSULA VIGÉSIMA QUINTA - AUXÍLIO EDUCAÇÃO

Sem correção monetária. A empresa concederá, no início do ano


letivo, aos empregados que receberem até 5 (cinco) salários mínimos, um
empréstimo total de até 1 (um) salário mínimo vigente, para compra de
material escolar e uniforme para o mesmo quando este estiver estudando e
seus dependentes, empréstimo este descontados em até 4 (quatro) parcelas
mensais, iguais e sucessivas.

Parágrafo 1º – Para efeito de contagem do número de filhos, só serão


considerados aqueles com idade entre (seis) e 14 (catorze) anos,
devidamente matriculados em estabelecimentos de ensino.

Parágrafo 2º - Para fins de solicitação de benefício, deverá o


empregado apresentar o comprovante de matrícula, a lista de material
escolar, devendo posteriormente apresentar as notas

Auxílio Saúde

CLÁUSULA VIGÉSIMA SEXTA - ASSISTÊNCIA MÉDICA

A empresa se compromete a manter para todos os seus funcionários o


Plamesc Internação e SESI Consultas, assistência odontológica e
Laboratórios conforme política atual da Empresa.

A Empresa assume o compromisso, que no prazo de 4 meses, fará


novas cotações e avaliação para estudo de viabilidade da mudança do plano
atual.

CLÁUSULA VIGÉSIMA SÉTIMA - PLANO DE SAÚDE COM COBERTURA


DE INTERNAÇÃO

A empresa manterá um contrato de Internação com PLAMESC –


Plano de Saúde da Santa Casa de Barra Mansa –
Parágrafo 1° - Para o funcionário a empresa cobrirá 100% do Valor do Plano.

Parágrafo 2° - Para os dependentes diretos esposa (o) e filhos a empresa


cobrirá 50% do valor do Plano

Parágrafo 3° - O funcionário terá o direito de optar ou não pelo Plano que


trata esta clausula.

Parágrafo 4° - Será mantido ainda, para todos os funcionários, o convênio


SESI consultas, assistência odontológica e Laboratórios conforme política
atual da Empresa.

Auxílio Morte/Funeral

CLÁUSULA VIGÉSIMA OITAVA - AUXÍLIO FUNERAL

No caso de falecimento do trabalhador, A empresa reembolsará aos


beneficiários legais, as despesas com funeral, no valor de 01 (um) piso
vigente à época.

Parágrafo 1º – Em caso de falecimento do cônjuge, companheiro(a)


legalmente reconhecido(a) ou de filho(s) menor(es) de 18 (dezoito) anos, A
empresa concederá ao empregado até 01 (um) piso vigente, para cobrir os
gastos expedidos com o enterro, desde que devidamente comprovados
através da fatura ou nota fiscal.

Parágrafo 2º – No caso de filhos deficientes físicos ou mentais, não


será considerado o limite de idade previsto no parágrafo primeiro

Outros Auxílios

CLÁUSULA VIGÉSIMA NONA - SALÁRIO EDUCAÇÃO

A empresa adotará política de aplicar os recursos oriundos do Salário


Educação conforme os dispositivos legais que regem a matéria em beneficio
do empregado e dependente menor, que esteja cursando o Primeiro Grau,
em escola da rede particular de ensino
CLÁUSULA TRIGÉSIMA - AJUDA EDUCACIONAL

Parágrafo 1º - A empresa se compromete a criar um programa de


alfabetização de adultos, no âmbito da empresa para atender seus
funcionários.

Parágrafo 2º - O empregado estudante será dispensado 2 (duas)


horas antes do horário previsto para o início da prova desde que comprovada
até 72 (setenta e duas) horas antes pelo empregado.
CLÁUSULA TRIGÉSIMA PRIMEIRA - REEMBOLSO DE TRANSPORTE
EM EMERGÊNCIA/URGÊNCIA

Em caso de emergência/urgência médico - hospitalar comprovada do


funcionário, A empresa se compromete a fazer o reembolso dos valores
gastos com o transporte, mediante aprovação de sua área competente, no
prazo máximo de 20 (vinte) dias a contar da data de entrada do pedido de
reembolso.

CLÁUSULA TRIGÉSIMA SEGUNDA - CONVÊNIO COM FARMÁCIAS

A empresa poderá, a pedido do funcionário, adquirir os medicamentos


necessários a ele, seu cônjuge e filhos menores, mediante apresentação da
receita médica correspondente. O valor gasto será descontado do empregado
em 3 prestações mensais iguais e consecutivas, desde que autorizado pelo
funcionário.

CLÁUSULA TRIGÉSIMA TERCEIRA - SESI CLUBE

A empresa pagará 100% da mensalidade referente ao uso da Área


Social do SESI (SESI CLUBE), tanto para os funcionários solteiros quanto
para o grupo familiar no caso do funcionário ter dependentes. No entanto
quaisquer taxas ou outras despesas decorrentes do uso das instalações ou
serviços sociais do SESI Clube serão assumidas integralmente pelos
funcionários.

Aposentadoria

CLÁUSULA TRIGÉSIMA QUARTA - CONVÊNIO COM INSS

A empresa se compromete a firmar convênio com o INSS para contagem


de tempo de serviço, encaminhamento de documentação e agilização do
recebimento da aposentadoria.

Parágrafo Único - A partir de 1º de maio de 2006,a empresa manterá,


programas de preparação e orientação para aposentadorias, ficando
assegurado às entidades representativas dos empregados a participação na
implantação deste processo.

CLÁUSULA TRIGÉSIMA QUINTA - PREENCHIMENTO DE


FORMULÁRIOS PARA A PREVIDÊNCIA

a) máximo de 06 (seis) dias nos casos de obtenção de benefício para


auxílio doença;
b) máximo de 08 (oito) dias, no caso de aposentadoria ;

c) máximo de 30 (trinta) dias para a entrega de formulários para a


aposentadoria.

CLÁUSULA TRIGÉSIMA SEXTA - INDENIZAÇÃO APOSENTADORIA

Aos funcionários com mais de 10 anos de serviço contínuo na empresa, será


pago, por ocasião do seu desligamento para fins de aposentadoria, o valor
correspondente a uma remuneração total a título de gratificação.

CLÁUSULA TRIGÉSIMA SÉTIMA - INDENIZAÇÃO


APOSENTADORIA/INVALIDEZ

O empregado que se aposentar por invalidez permanente, em decorrência de


acidente de trabalho ou doença profissional, fará jus a uma indenização
especial e única, no valor de 4 (quatro) remunerações, vigentes à época do
desligamento da empresa, limitado este valor ao equivalente, na ocasião, a
10(dez) salários mínimos.

Empréstimos

CLÁUSULA TRIGÉSIMA OITAVA - MENSALIDADES DA COOPERATIVA


DE CRÉDITO

A empresa manterá, sempre que autorizado pelo empregado, o desconto em folha de


pagamento do capital de subscrição e integralização das quotas partes, parcelas
referentes a contrato de empréstimo pessoal, e outros contratos firmados pelo
funcionário e a Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Trabalhadores nas
Indústrias Químicas, Farmacêuticas e Similares do Sul Fluminense Ltda.
COOPERQUIM.

Contrato de Trabalho – Admissão, Demissão, Modalidades

Normas para Admissão/Contratação

CLÁUSULA TRIGÉSIMA NONA - TRABALHO DE EMPREITEIRAS

A empresa não utilizará o trabalho de empreiteiras para execução de atividades


diretamente relacionadas com a sua atividade fim e atividades permanentes.
Desligamento/Demissão

CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA - DESLIGAMENTO

O funcionário demitido terá seus haveres pagos dentro do prazo


máximo de 10 (dez) dias contados da data de seu desligamento, quando não
for cumprido o Aviso Prévio; no caso de cumprimento, 1 (um) dia após o
término.
Se ultrapassado este limite pôr culpa da Empresa, a ele será devido o
salário corrigido até a data do efetivo pagamento, conforme decisão do TST.

CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA PRIMEIRA - EXAMES NO CASO DE


DISPENSA

A empresa garante realizar exames médicos em todo empregado, por


ocasião de seu desligamento da empresa.

Aviso Prévio

CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA SEGUNDA - AVISO PRÉVIO

O Aviso Prévio será comunicado, pôr escrito e contra recibo,


esclarecendo se será trabalhado ou não. No caso de Aviso Prévio trabalhado,
o empregado terá direito a escolher entre a soma das reduções
transformadas em dias ou a redução simples de 2 (duas) horas diárias
previstas no Art. 488 da CLT.

Outras normas referentes a admissão, demissão e modalidades de contratação

CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA TERCEIRA - CONTROLE DE


FUNCIONÁRIOS

(A empresa encaminhará trimestralmente ao Sindicato, uma relação


dos funcionários admitidos, desligados e licenciados pelo INSS).

Relações de Trabalho – Condições de Trabalho, Normas de Pessoal e


Estabilidades

Plano de Cargos e Salários

CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA QUARTA - CLASSIFICAÇÃO DOS


PROFISSIONAIS
No prazo máximo de 30 (trinta) dias após a assinatura deste, a
empresa classificará todos os funcionários nas reais funções praticadas.

Parágrafo Único – Caso a empresa não adote a classificação dos


funcionários no prazo estabelecido nesta cláusula, todos os empregados que
se encontrem nesta situação receberão um piso estabelecido no presente
acordo por cada mês que se encontrar desclassificado.

CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA QUINTA - PLANO DE CARGOS E


SALÁRIOS (PCS)

A empresa se compromete a implantar num prazo máximo de 3 (três) meses


a partir da assinatura deste acordo, o Plano de Cargos e Salários (PCS),
que classificará todos os empregados conforme: Identificação profissional
(denominação das tarefas) – Capacitação Profissional (cursos) – Tempo de
Experiência – Tabela salarial equivalente aos salários praticados em empresa
do mesmo porte na região Sul Fluminense e Enquadramento Salarial (
conforme estabelecido na referida tabela).

Parágrafo 1º - A empresa se compromete a informar ao empregado sua


perspectiva de ascensão funcional, conforme critérios estabelecidos no PCS.

Qualificação/Formação Profissional

CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA SEXTA - TREINAMENTO

A empresa desenvolverá política de treinamento e desenvolvimento de


seus recursos humanos, elaborando programa anual de treinamento,
prontificando-se a avaliar as sugestões encaminhadas pelos representantes
dos empregados, ficando assegurado que em setembro de 2005 o programa
já esteja elaborado, aprovado e afixado em todas as unidades.

Parágrafo 2º - A empresa de comum acordo com as entidades


representativas dos funcionários realizará cursos, palestras e seminários
sobre assuntos diversos de interesse comum.

Parágrafo 3º- A empresa instituirá na Semana Interna de Prevenção de


Acidente de Trabalho (SIPAT) um programa de sugestões com prêmio em
dinheiro para as sugestões aprovadas pela empresa. Os valores, os critérios
de avaliação e aprovação das sugestões ficarão a cargo da Empresa.
Atribuições da Função/Desvio de Função

CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA SÉTIMA - DESVIO DE FUNÇÃO

A empresa se compromete a adotar medidas que proíbam a prática do


desvio de função, que só ocorrerá por interesse mútuo.

Estabilidade Mãe

CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA OITAVA - GESTANTE

Garantia de emprego e salário ás empregadas na forma da estabilidade


prevista na Constituição federal exceto nos casos de dispensa por justa
causa ou pedido de demissão.
Em caso da dispensa da empregada após o prazo previsto na
Constituição será garantida ao novo dependente, assistência médica na
categoria do plano estabelecido neste acordo por 120 (Cento e vinte) dias,
após o termino da garantia prevista acima.

Estabilidade Acidentados/Portadores Doença Profissional

CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA NONA - ACIDENTE DE TRABALHO

O (a) funcionário (a) afastado (a) pôr acidente de trabalho, após a


cessação do auxílio doença acidentário, terá garantia de emprego pôr um
período de 12(doze) meses, de acordo com o estabelecido no Art. 118 e
Parágrafo Único da Lei 8.213 de 24.07.91.

CLÁUSULA QUINQUAGÉSIMA - DOENÇAS PROFISSIONAIS

A empresa garante o emprego, nas mesmas condições do Acidente do Trabalho, após


seu retorno, ao portador de doença profissional contraída no exercício de suas
atividades profissionais, nos termos da Lei n º 8.213, de 24/07/91, e sua
regulamentação

Estabilidade Portadores Doença Não Profissional

CLÁUSULA QUINQUAGÉSIMA PRIMEIRA - GARANTIA DE EMPREGO

O empregado afastado por doença, recebendo benefício do INSS por período superior
a 15 (quinze) dias terá garantia de emprego por 90 (noventa) dias, após o término da
licença.
Estabilidade Aposentadoria

CLÁUSULA QUINQUAGÉSIMA SEGUNDA - GARANTIA DE


APOSENTADORIA

Será garantido o emprego ou a remuneração a todos os empregados que


estiverem em um prazo máximo de 1 (um) ano da efetiva aposentadoria por
tempo de serviço, desde que contando com 7 (sete) anos de contrato de
trabalho na empresa e comprove perante a empresa o seu tempo de serviço,
por documento emitido pela Previdência Social, ressalvados os casos de
justa causa e paralisação ou encerramento das atividades, ficando sem efeito
a estabilidade no caso do empregado resolver não se aposentar naquele
prazo.

O trabalhador dispensado sem justa causa, e que conte com mais de 5


(cinco) anos de serviço na Empresa, faltando no máximo 24 (vinte e quatro)
meses para sua aposentadoria, ainda que proporcional, terá a sua
contribuição ao INSS como desempregado, reembolsada pela Empresa, até
conseguir um novo emprego, durante o prazo máximo de 24 (vinte e quatro)
meses.

§ Único -A referida contribuição terá como base o último salário do


trabalhador dispensado, acrescido posteriormente dos reajustes legais
previdenciários vigentes á época, respeitando-se os preceitos da Lei
8.213/91.

Outras normas referentes a condições para o exercício do trabalho

CLÁUSULA QUINQUAGÉSIMA TERCEIRA - ACESSO AS INFORMAÇÕES

A empresa colocará à disposição do empregado, que assim o desejar


todas as informações relativas ao próprio, contidas em sua ficha de registro
e/ou outros registros que A empresa, mantenha a respeito do empregado,
inclusive resultados de exames médicos e demais informações e dados que
conste na ficha médica.

Parágrafo Único: A empresa se compromete a entregar ao empregado


examinado, perecendo ou radiografado em exames periódicos obrigatórios,
uma cópia de cada laudo de exame, mediante solicitação do mesmo.

Outras normas de pessoal

CLÁUSULA QUINQUAGÉSIMA QUARTA - FATORES PSICOSSOCIAIS


A empresa concorda em desenvolver, no âmbito de Recursos Humanos,
valendo-se para tanto, e se necessário, de consultoria especializada, estudos
relativos aos fatores psicossociais inerentes à organização, que podem influir,
consideravelmente, no bem estar físico e mental dos empregados, bem como
manter a realização dos programas de preparação para aposentadoria e
informações sobre "stress".

Parágrafo Único - Para o desenvolvimento dos estudos acima referidos,


A empresa adotará em princípio, a definição do comitê misto OIT/OMS: "Os
fatores psicossociais no trabalho consistem em interações entre o trabalho,
seu meio ambiente, a satisfação no trabalho e as condições, de sua
organização, por uma parte, e por outra, as capacidades do trabalhador, suas
necessidades, sua cultura e sua situação pessoal fora do trabalho, tudo o que
em conjunto, através de percepções e experiências, pode influir na saúde, no
rendimento e na satisfação do trabalho".

Jornada de Trabalho – Duração, Distribuição, Controle, Faltas

Duração e Horário

CLÁUSULA QUINQUAGÉSIMA QUINTA - JORNADA DE TRABALHO

A jornada semanal de trabalho terá duração de 40 horas semanais.

Compensação de Jornada

CLÁUSULA QUINQUAGÉSIMA SEXTA - PROGRAMA DE


COMPENSAÇÃO

A empresa poderá estabelecer programas de compensação de dias


úteis intercalados com feriados nacionais e municipais, conforme termo
aditivo a ser firmado entre esta e o sindicato. A Compensação será efetuada
mediante a prorrogação do horário normal de trabalho em no máximo 01
(uma) hora pôr dia, até perfazer o total de horas a compensar.

Faltas

CLÁUSULA QUINQUAGÉSIMA SÉTIMA - ABONO DE FALTAS,


INCLUINDO AS LEGAIS

O trabalhador poderá deixar de comparecer ao serviço sem prejuízo de


seu salário, nos casos abaixo, mediante comprovação:
1)Até 05 ( cinco ) dias úteis consecutivos em caso de casamento.

2) Até 03 ( três ) dias úteis consecutivos, em caso de falecimento de cônjuge/


companheiro (a).

3) Até 3 ( três ) dias úteis consecutivos em caso de falecimento de irmão (a), pai ou
mãe.

4) Por 1 ( um ) dia útil, no caso de falecimento de sogro (a).

5) Por 1 (um) dias úteis ou mais a critério da empresa, no caso de internação


hospitalar de cônjuge ou companheira (a), filho (a), pai ou mãe.

7) Por 5 ( cinco ) dias úteis consecutivos para o pai empregado em caso de


nascimento de filho (a).

8) A empresa concederá a empregada o tempo necessário, para que se submeta ao


exame pré - natal, a critério do seu órgão médico.

10) Por 1/2 (meio) expediente de serviço,para recebimento de PIS/PASEP,


comprovadamente, desde que A empresa não mantenha convênio
específico.

11) Por 1 (um) dia, aos aposentáveis, para tratarem da concessão de


aposentadoria.

Outras disposições sobre jornada

CLÁUSULA QUINQUAGÉSIMA OITAVA - HORAS EXTRAS

No caso de ser necessária a prorrogação do horário normal de


trabalho, as horas extras trabalhadas serão remuneradas com acréscimo de
50%.

Parágrafo 1o – Às horas trabalhadas nos domingos e feriados será


aplicado o adicional de 100%;

Parágrafo 2o – Quando o funcionário tiver a sua jornada de trabalho


prorrogada por motivo de urgência, lhe será assegurado o intervalo
mínimo de 11 (onze) horas, mesmo que para tanto deixe de trabalhar
no inicio da jornada seguinte tantas horas quantas necessárias para
completar o intervalo legal;

Parágrafo 3o – No regime de hora extra não importando o dia da


semana, será assegurado ao empregado a alimentação gratuita.

Parágrafo 4° - Aos trabalhadores que forem convocados pra trabalhar


em dias de repouso (domingos, feriados e dias compensados), fica
assegurada a remuneração mínima de 4 (quatro) horas, na hipótese de
não realização de tais serviços ou em caso de a realização atingir
tempo inferior a 4 (quatro) horas.

Parágrafo 5° - As horas normais e extraordinárias serão,


obrigatoriamente, marcadas em único cartão de ponto.

Parágrafo 6° - No regime de hora extra não importando o dia da


semana, será assegurado ao empregado a alimentação gratuita ou um
lanche reforçado.

CLÁUSULA QUINQUAGÉSIMA NONA - CARTÃO DE PONTO

Quando não houver necessidade do funcionário deixar o recinto da


fábrica nos horários estabelecidos para descanso ou refeição, o mesmo será
dispensado do registro de ponto, manual ou mecânico, no início e no término
do referido intervalo, conforme processo n.º400741/83 de 26.06.1983.

Férias e Licenças

Licença Remunerada

CLÁUSULA SEXAGÉSIMA - FÉRIAS

Na época da aprovação do Plano de Férias, o funcionário poderá optar


pelo parcelamento de suas férias em até dois períodos com intervalo mínimo
de 30 ( trinta ) dias.

As férias obedecerão aos seguintes critérios:

Parágrafo 1º - Concessão de férias - O início das férias coletivas, individuais ou


antecipadas, integrais ou não, não poderá coincidir com domingos, feriados ou dias já
compensados.

Parágrafo 2º : O dia de início das férias do empregado em regime de escala


coincidirá com o dia posterior ao termino da folga.

Parágrafo 3º : O adiantamento de férias será de 30 ( trinta ) dias.

Parágrafo 4º : O empregado poderá receber integralmente a Gratificação de


Férias, prevista em Lei, por ocasião do gozo do primeiro período de férias, se
for o caso.
Outras disposições sobre férias e licenças

CLÁUSULA SEXAGÉSIMA PRIMEIRA - PROGRAMA DE INCENTIVO AO


DOADOR

A empresa implantará um programa de incentivo ao doador de sangue,


devendo ser elaborado pela empresa, um calendário de liberação semanal,
de até 02 (dois) funcionários que queiram e possam ser doares. Os mesmos
terão o dia compensado sem remuneração extra. Cabe a empresa exigir a
posterior comprovação legal da doação, através de documento fornecido pelo
Hemonúcleo.

CLÁUSULA SEXAGÉSIMA SEGUNDA - FÉRIAS - RETORNO

O funcionário que retornar do período de férias, não poderá ser


dispensado antes de 45 (Quarenta e cinco) dias, sob pena de a empresa ter
que pagar-lhe uma multa equivalente a 2 (dois salários nominais.), sem
prejuízo dos direitos e garantias estabelecidos na Lei nº 7238/84, Art. 9°,
Instrução Normativa MTPS nº 02 Art. 10 de 12.03.92.

Saúde e Segurança do Trabalhador

Uniforme

CLÁUSULA SEXAGÉSIMA TERCEIRA - UNIFORMES E EQUIPAMENTOS


ESPECIAIS

Quando A empresa exigir que o empregado utilize uniforme e equipamento


especial para prestação de serviços, deverá fornecê-los sem ônus para os
mesmos.

Parágrafo 1º - Serão fornecidos uniformes para uso exclusivo nas


dependências da empresa, para os setores que caracterizam operação
(manutenção, produção, almoxarifado, laboratório e administração), na
seguinte quantidade para cada empregado.

a) 03 (três) uniformes completos ( sapato ou bota, calça e blusa ).

b) Agasalho ou blusão : um por ano para os servidores de turno.

Parágrafo 2º- Deverá A empresa fazer a substituição dos uniformes a


cada 06 (seis) meses, devendo afixar nos quadros de aviso da empresa um
calendário anual de reposição dos uniformes.

parágrafo 3º- Os uniformes poderão ser trocados fora da época do


calendário de reposição, em caráter de urgência, quando houver a
autorização do encarregado direto do funcionário, especificando a
necessidade da troca.

Parágrafo 4º - Ficam os empregados responsáveis pela boa


conservação dos EPIs entregues para seu uso pessoal.

CIPA – composição, eleição, atribuições, garantias aos cipeiros

CLÁUSULA SEXAGÉSIMA QUARTA - ELEIÇÕES PARA A CIPA

A empresa fornecerá ao Sindicato a ficha de todos os produtos químicos


utilizados na produção, na qual deverá constar, no mínimo, as seguintes
informações: nome químico e comercial da substância, características físicas
e químicas, sua fórmula química, características tóxicas, limites de exposição
e dose letal (quando conhecidos), antídotos e métodos de primeiros socorros,
mantendo a lista atualizada.
.

Aceitação de Atestados Médicos

CLÁUSULA SEXAGÉSIMA QUINTA - ATESTADOS MÉDICOS E


ODONTOLÓGICOS

Na forma da legislação vigente, as empresas reconhecerão os atestados


médicos e odontológicos emitidos sob a responsabilidade de médicos e
dentistas do Sindicato profissional, inclusive nos casos de emergência.

Parágrafo Único - Os atestados fornecidos pelos órgãos de saúde


federais, estaduais ou municipais serão aceitos em qualquer hipótese.

Readaptação do Acidentado e/ou Portador de Doença Profissional

CLÁUSULA SEXAGÉSIMA SEXTA - READAPTAÇÃO DO EMPREGADO


ACIDENTADO

A empresa proporcionará a oportunidade de readaptação do funcionário


vítima de acidente de trabalho, desde que seja considerado apto ao trabalho
pelo órgão competente.

Parágrafo Único - A readaptação se dará em outro setor ou em outra


função compatível com a condição de saúde do trabalhador.

Outras Normas de Prevenção de Acidentes e Doenças Profissionais


CLÁUSULA SEXAGÉSIMA SÉTIMA - MEDICINA, HIGIENE E
SEGURANÇA DO TRABALHO

A empresa se compromete a ter a saúde de seus empregados como


prioridade absoluta em suas atividades. Para tanto, serão implementadas as
seguintes medidas :

1º) Fica garantido aos empregados o direito à informação plena sobre os


riscos a que estão expostos nos locais de trabalho de forma clara e com
linguagem acessível.

2º) Treinamentos específicos, incluindo palestras de esclarecimentos, de


forma sistemática e periódica para todos os empregados.

3º) Direito de recusa ao trabalho em condições de suspeição de risco à


saúde, ou a vida.

4º) Garantia aos empregados dos direitos previstos na CLT, quanto aos
exames médicos admissionais, periódicos e demissionais, de acordo com a
SESMT.

5º) Definição dos critérios médicos de avaliação, diagnóstico e


acompanhamento de todos os empregados da Empresa de acordo com os
riscos a que estiverem expostos.

6º) Definição de critérios para manipulação, estocagem, destinação e


transporte, processamento dos componentes, dos produtos e seus derivados,
ou qualquer material ou substâncias que apresentem riscos à saúde dos
empregados e ao meio-ambiente.

7º) Instalações de exaustores na área de produção com a finalidade de


retirar do ambiente todo e qualquer material particulado em suspensão, que
seja nocivo à saúde dos funcionários.

8º) Fornecimento gratuito a todos os funcionários da operação e


manutenção de uniforme e equipamento de proteção individual (E.P.I.),
inclusive macacão, quando necessário, além de ferramentas seguras e
adequadas, garantindo A empresa à observação rigorosa da validade,
qualidade e adequação do E.P.I., de acordo com as atividades a que está
submetido e as especificações do fabricante.

9º) Manutenção de caixa de medicamentos e de caixa com material para


primeiros socorros para o atendimento de eventuais emergências ou
acidentes, através de chaves que ficarão sob responsabilidade do chefe da
portaria e de pessoas habilitadas.

10º) A empresa se compromete a cumprir os dispositivos da portaria nº 3 de


07/02/1988 da secretária de segurança e medicina do trabalho;
CLÁUSULA SEXAGÉSIMA OITAVA - DIREITO DE RECUSA E
PARALIZAÇÃO DO TRABALHO POR RISCO GRAVE OU IMINENTE

Quando o trabalhador, no exercício de sua função, entender que sua


vida ou integridade física se encontra em risco, pela falta de medidas
adequadas de proteção no posto de trabalho, poderá suspender, ou pedir que
o presidente da CIPA paralise, total ou parcialmente, a realização da
respectiva operação (o próprio trabalho), comunicando imediatamente tal fato
ao seu superior e ao setor de segurança do trabalho da Empresa, cabendo a
este investigar eventuais condições inseguras e comunicar o fato a CIPA.
Sendo obrigatório para a continuidade do trabalho em questão, um termo de
responsabilidade assinado pelo engenheiro de segurança e, o presidente ou
vice-presidente da CIPA .

CLÁUSULA SEXAGÉSIMA NONA - PRODUTOS QUÍMICOS

A empresa fornecerá ao Sindicato a ficha de todos os produtos químicos


utilizados na produção, na qual deverá constar, no mínimo, as seguintes
informações: nome químico e comercial da substância, características físicas
e químicas, sua fórmula química, características tóxicas, limites de exposição
e dose letal (quando conhecidos), antídotos e métodos de primeiros socorros,
mantendo a lista atualizada.
.

Relações Sindicais

Sindicalização (campanhas e contratação de sindicalizados)

CLÁUSULA SEPTUAGÉSIMA - SINDICALIZAÇÃO

O Sindicato profissional poderá promover, uma vez por ano, campanha


de sindicalização dos trabalhadores, em horário e local previamente
ajustados.

Contribuições Sindicais

CLÁUSULA SEPTUAGÉSIMA PRIMEIRA - CONTRIBUIÇÃO


ASSISTENCIAL

A título de contribuição assistencial para o sindicato dos empregados será


descontado do salário nominal de todos os empregados, em folha de
pagamento, o percentual de 4% (quatro por cento) parcelados em 4 (quatro)
meses subseqüentes a assinatura do acordo, significando 4 quatro parcelas
de 1% (um por cento) do salário base.

Parágrafo 1º - no prazo mínimo de 10 (dez) dias a partir de cada desconto, a


Empresa depositará o montante arrecadado na conta corrente do sindicato.
Conta Corrente nº 9702903/1
Banco Real S/A
Agência 0265
Endereço: Rua Sebastião José, 57
Bairro: Campos Elíseos – Resende – RJ.

Parágrafo 2° - A empresa dentro do prazo igual ao estipulado no parágrafo


1°, encaminhará a sub-sede do sindicato a relação nominal e o respectivo
valor da contribuição assistencial, descontada dos empregados.

Parágrafo 3° - Assegura-se ao trabalhador o direito de recusa, no prazo de


10 (dez) dias a contar da data da assinatura deste acordo, para que os
empregados manifestem, se desejarem, sua discordância com o desconto ora
ajustado junto ao sindicato. A carta de recusa deverá ser de próprio punho,
em duas vias e entregue à sub-sede do sindicato dos Químicos em Resende,
pelo próprio empregado de forma individual. Cabendo ao Sindicato comunicar
a Empresa sobre tal discordância.

Outras disposições sobre relação entre sindicato e empresa

CLÁUSULA SEPTUAGÉSIMA SEGUNDA - ENTENDIMENTO ENTRE


SINDICATO E EMPRESA

O Sindicato e A empresa darão preferência à negociação como forma de


prevenir ou resolver quaisquer conflitos, esgotando todos os recursos antes
de adotarem qualquer outra providência, inclusive junto ao Ministério do
Trabalho, Justiça do Trabalho e Autoridades em Geral.

CLÁUSULA SEPTUAGÉSIMA TERCEIRA - ASSSITÊNCIA SINDICAL

As homologações das rescisões de contrato do trabalho dos empregados da


Empresa, nos termos do Artigo 477, Parágrafo Primeiro da CLT, serão feitas
preferencialmente na sub-sede do Sindicato.

CLÁUSULA SEPTUAGÉSIMA QUARTA - MENSALIDADE ASSOCIATIVA


DE EMPREGADOS

A empresa assegurará manter o procedimento de desconto em folha de


pagamento, das mensalidades associativas do Sindicato signatário deste
acordo, desde que autorizadas por seus empregados.

Parágrafo Único: A empresa assegurará o procedimento de desconto em


folha de agregados ao convênio “Cartão Amigo”, conforme autorização
devidamente assinada pelo empregado, autorizando o referido desconto em
folha.

CLÁUSULA SEPTUAGÉSIMA QUINTA - QUADRO DE AVISO

A empresa concorda com a permanência de quadros de aviso em suas


dependências, para o sindicato divulgar assuntos de interesse dos
trabalhadores.

Parágrafo Único : O Sindicato se compromete a usar tais quadros


apenas para divulgação de mensagens de notícias de interesse dos
empregados, assumindo inteira responsabilidade pelo teor dos documentos
neles afixados.

CLÁUSULA SEPTUAGÉSIMA SEXTA - TAXA NEGOCIAL

A título de taxa negocial a empresa recolherá ao SINDICATO DOS


TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS QUÍMICAS, FARMACÊUTICAS E
SIMILARES DO SUL FLUMINENSE, a importância de 2% (dois por cento)
referente à remuneração base de cada empregado, igual para associado ou
não, em 30 de Dezembro de 2009.

Parágrafo 1º - A empresa fornecerá no prazo de 15 (quinze) dias,


contados da data de recolhimento da presente taxa negocial, ao SINDICATO,
em caráter confidencial, mediante recibo, uma relação contendo os nomes e
valores, da referida taxa, excluídos as pertencentes a categorias profissionais
diferenciadas e liberais que exerçam opção na forma da Lei.

Parágrafo 2º- A empresa depositará o montante arrecadado na conta


corrente do sindicato.
Conta Corrente nº 9702903/1
Banco Real S/A
Agência 0265
Endereço : Rua Sebastião José Rodrigues, 67
Bairro : Campos Elíseos - Resende - RJ

Parágrafo 3º - Se não recolhida à taxa negocial prevista nesta cláusula,


nas datas estabelecidas, a multa será de 4% (quatro por cento) do salário
normativo por empregado, por mês de atraso, revertendo em benefício da
parte prejudicada.
CLÁUSULA SEPTUAGÉSIMA SÉTIMA - CATEGORIA DIFERENCIADA

Os funcionários enquadrados em categoria profissional diferenciada,


tais como: motoristas, desenhista, telefonistas, contabilistas, secretárias, etc.,
perderão automaticamente todas as vantagens conferidas com o presente
acordo, no momento em que reclamarem ou optarem pela percepção de
qualquer vantagem decorrente de Acordo ou Dissídios Coletivos, nos quais
sejam partes os sindicatos das categorias profissionais diferenciadas a que
eventualmente pertencerem.

CLÁUSULA SEPTUAGÉSIMA OITAVA - ACOMPANHAMENTO DE


ACORDO

A empresa compromete-se a realizar reuniões trimestrais com o Sindicato.

Parágrafo 1º - Tais reuniões serão realizadas no último mês de cada


trimestre civil - agosto/novembro/fevereiro - devendo as mesmas ser
formalmente agendadas mediante ofício a ser remetido com a antecedência
mínima de 10 (dez) dias em relação à data de reunião.

Disposições Gerais

Mecanismos de Solução de Conflitos

CLÁUSULA SEPTUAGÉSIMA NONA - AÇÃO DE CUMPRIMENTO

A empresa garantirá que as divergências em relação às cláusulas do


presente Acordo sejam dirimidas perante a Justiça do Trabalho através de
Ação de Cumprimento, em que o Sindicato atue na condição de substituto
processual dos(as) empregados(as), independentemente de outorga de
procuração individual dos(as) mesmos(as).

Aplicação do Instrumento Coletivo

CLÁUSULA OCTAGÉSIMA - LEGISLAÇÃO APLICÁVEL

Aplicar-se-á às disposições do presente Acordo Coletivo de Trabalho, o


disposto na legislação em vigor, de acordo com o artigo 613, da CLT.

Descumprimento do Instrumento Coletivo

CLÁUSULA OCTAGÉSIMA PRIMEIRA - MULTA


No caso de descumprimento de quaisquer cláusulas do presente acordo, a
empresa estará obrigada ao pagamento de multa de 10% (dez por cento), do
salário-piso da categoria, por dia de atraso em favor de cada empregado,
revertida ao mesmo trabalhador, sempre no prazo máximo de 10 (dez) dias
após o pagamento dos salários, permanecendo inadimplente a empresa por
mais de 15 (quinze) dias, a referida multa será majorada a 1(um) piso da
categoria por dia de atraso paga na mesma forma acima convençada. A
presente penalidade encontra-se fixada de conformidade com o que exige o
inciso VIII, do artigo 613, da CLT.

Outras Disposições

CLÁUSULA OCTAGÉSIMA SEGUNDA - BENEFÍCIOS IGUAIS OU


SUPERIORES

Serão adotadas obrigatória e imediatamente pelas empresas as modificações


oriundas da legislação, referentes ao regime celetista, editadas durante a
vigência deste acordo, desde que mais benéficas aos empregados.

CLÁUSULA OCTAGÉSIMA TERCEIRA - SISTEMATIZAÇÃO DA


CONVENÇÃO COLETIVA

As vantagens já concedidas espontaneamente pela empresa, ou por força de


Acordo Coletivo, serão mantidas, não podendo ser reduzidas por força desde
ACT ou alteradas em prejuízo dos empregados.

Parágrafo único – Vencida a vigência desde ACT, não havendo na


data-base novo instrumento coletivo que venha a substituí-lo, fica ajustado
que, enquanto não houver novo ACT, ou sentença Normativa, ficam
prorrogados automaticamente os efeitos das cláusulas dispostas no presente
instrumento, de acordo com a Lei.

FRANCISCO CARLOS PEREIRA DA COSTA


Membro de Diretoria Colegiada
SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDUSTRIAS QUIMICAS,
FARMACEUTICAS E SIMILARES DO SUL FLUMINENSE

MIGUEL ANGEL QUIROGA


Sócio
QUIMINVEST INDUSTRIA E COMERCIO LTDA
A autenticidade deste documento poderá ser confirmada na página do Ministério do
Trabalho e Emprego na Internet, no endereço http://www.mte.gov.br .