Vous êtes sur la page 1sur 32

EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO

PROVA DE CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS

PROVA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS

3 o Simulado 2015
3 o
Simulado
2015

LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES SEGUINTES:

1 Verifique, no CARTÃO-RESPOSTA, se os seus dados estão registrados corretamente. Caso haja divergência, comunique-a imediatamente ao aplicador da sala.

2 ATENÇÃO: após a conferência, escreva e assine seu nome nos espaços próprios do CARTÃO-RESPOSTA com caneta esferográfica de tinta preta.

3 ATENÇÃO: transcreva no espaço apropriado do seu CARTÃO-RESPOSTA, com sua caligrafia usual, considerando as letras maiúsculas e minúsculas, a seguinte frase:

Você só sabe até onde ir quando foi.

4 Este CADERNO DE QUESTÕES contém 90 questões numeradas de 1 a 90, dispostas da seguinte maneira:

a. as questões de número 1 a 45 são relativas à área de Ciências Humanas e suas Tecnologias;

b. as questões de número 46 a 90 são relativas à área de Ciências da Natureza e suas Tecnologias.

5 Confira se o seu CADERNO DE QUESTÕES contém a quantidade de questões e se essas questões estão na ordem mencionada na instrução anterior. Caso o caderno esteja incompleto, tenha qualquer defeito ou apresente divergência, comunique ao aplicador da sala para que ele tome as providências cabíveis.

6 Para cada uma das questões objetivas, são apresentadas 5 opções. Apenas uma responde corretamente à questão.

7 O tempo disponível para estas provas é de quatro horas e trinta minutos.

8 Reserve os 30 minutos finais para marcar seu CARTÃO-RESPOSTA. Os rascunhos e as marcações assinaladas no CADERNO DE QUESTÕES não serão considerados na avaliação.

9 Quando terminar as provas, acene para chamar o aplicador e entregue este CADERNO DE QUESTÕES e o

CARTÃO-RESPOSTA.

10 Você não poderá se ausentar da sala de provas levando consigo o CADERNO DE QUESTÕES antes do prazo estabelecido e/ ou o CARTÃO-RESPOSTA a qualquer

tempo.

11 Você será eliminado do Exame, a qualquer tempo, no caso de:

a. prestar, em qualquer documento, declaração falsa ou inexata;

b. perturbar, de qualquer modo, a ordem no local de aplicação das provas, incorrendo em comportamento indevido durante a realização do Exame;

c. se comunicar, durante as provas, com outro participante verbalmente, por escrito ou por qualquer outra forma;

d. portar qualquer tipo de equipamento eletrônico e de comunicação após ingressar na sala de provas;

e. utilizar ou tentar utilizar meio fraudulento, em benefício próprio ou de terceiros, em qualquer etapa do Exame;

f. utilizar livros, notas ou impressos durante a realização do Exame.

2015_3oSimulado_ENEM_1oDia_Ciencias Humanas.indd

1

04/08/2015

11:16:26

2015
2015

CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS

Questões de 01 a 45

 

QUESTÃO 03

 
 
 
  Reprodução

Reprodução

QUESTÃO 01

 
   

Havia mestiços em todas as classes sociais, inclusive nas elites, como observaria o conde de Gobineau, ministro da França no Rio de Janeiro em 1869 e 1870, que, com exagero, só tinha por branca a família imperial e poucas mais. Bem antes dele, já Karl von Martius e Johann Baptist von Spix, que estiveram no Brasil de 1817

1820, afirmavam ser “difícil determinar o limite entre as pessoas de cor e os brancos legítimos”, ou, em outras palavras, saber onde terminavam o caboclo e o mulato

a

e

começava o branco. Não era incomum que filhos de

 

padres com escravas ou libertas e filhos naturais de grandes proprietários rurais com cativas negras e mulatas fossem mandados estudar em Coimbra e Montpellier e, no regresso, o preconceito de cor amolecido pelo prestígio de diploma, passassem a integrar as camadas privilegiadas

da sociedade. Já era assim entre 1808 e 1831.

Homens conversando em banco de praça, fotografia de Vincenzo Pastore, São Paulo, c1910. Instituto Moreira Salles.

Nação mestiça, tramada no diálogo das cores, mas também no conflito de raças; no sentimento de liberdade, mas também na insuficiência de igualdade. O Brasil se fez mesclado, heterogêneo, erigiu pontes culturais e muros sociais. Na fotografia, dois negros vestem paletó; um preto e outro branco, usam sapatos e conversam distraídos, de costas para um anúncio que vende, justamente, calçados. Mas nada há de ingênuo na foto.

 

SCHWARCZ, Lilia Moritz. História do Brasil Nação: 1808-2010. Rio de janeiro: Objetiva, 2011. p. 55.

Pelo excerto, entende-se que a miscigenação da sociedade brasileira

A se distanciava das elites aristocráticas.

 

SCHWARCZ, Lilia Moritz. Brasil: uma biografia. São Paulo: Companhia das Letras, 2015. p. 129.

B era considera imprópria pelo clero regular.

Em um país que tardou a abolir a escravidão, o uso de sapatos tornou-se

A um ato simbólico, caracterizado pelo alcançar da democracia racial.

C subsistiu em face da política civilizatória de branqueamento.

D foi uma estratégia de adequação metropolitana nos trópicos.

E foi uma tendência na sociedade, manifestando-se em diferentes classes sociais.

B um diferencial de liberdade para aqueles que alcançavam a alforria.

QUESTÃO 02

 

C uma atitude civilizada, já que foi transportada da Europa para o Brasil.

D um padrão de igualdade, já que a sociedade acabara de deixar o escravismo.

   

Durante muito tempo, considerou-se que a Filosofia nascera por transformações que os gregos operaram na sabedoria oriental (egípcia, caldeia e babilônica). Assim, filósofos como Platão e Aristóteles afirmavam a origem oriental da Filosofia. Os gregos, diziam eles, povo comerciante e navegante, descobriram, através das viagens, a agrimensura dos egípcios, a astrologia dos caldeus e dos babilônios, as genealogias dos persas, os mistérios religiosos orientais referentes aos rituais de purificação da alma etc. A filosofia teria nascido das transformações que os gregos impuseram a esses conhecimentos.

E uma prática natural, pois a utilização destes passou a ser uma norma ocidental.

QUESTÃO 04

 
 

Quando o português chegou Debaixo duma bruta chuva Vestiu o índio Que pena! Fosse uma manhã de Sol

 
 

CHAUI, Marilena. Convite à Filosofia. São Paulo: Ática, 2000. (adaptado)

O

índio tinha despido

As explicações contidas no texto demonstram que o processo de consolidação da Filosofia, na Grécia Antiga, foi consequência da

A disputa com outras culturas pelo monopólio do saber.

O

português.

 

“Erro de Português”, de Oswald de Andrade.

Analisando o excerto, conclui-se que a formação da identidade do povo brasileiro

B apropriação inovadora da sabedoria de outras culturas.

C busca por saberes que fossem comercialmente rentáveis.

A é orientada pelo desembarque luso.

B envolve o reconhecimento do choque entre etnias.

 

D subtração do conhecimento de civilizações mais prósperas.

C é explicada pela razão com que se trata a causa indígena.

D está relacionada à sobreposição do índio sobre o europeu.

E capacidade dos gregos de reproduzir invenções de outros povos.

E é explicada pelo reconhecimento de sua origem pela Europa Ibérica.

CH – 3 o Simulado SAS ENEM – 1 o dia | Página 2

2015_3oSimulado_ENEM_1oDia_Ciencias Humanas.indd

2

04/08/2015

11:16:26

2015
2015

QUESTÃO 05

 

QUESTÃO 07

 
     

Algumas pessoas ficaram histéricas quando ouviram “Alegria, alegria” com arranjos de guitarras elétricas. A estes, tenho a declarar que adoro guitarras elétricas. Outros insistem que devemos nos folclorizar. Nego-me a folclorizar meu subdesenvolvimento para compensar as

A Unesco declarou a roda de capoeira como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade. “O reconhecimento da roda de capoeira pela Unesco é uma conquista muito importante para a cultura brasileira. A capoeira tem raízes africanas que devem ser cada vez mais valorizadas por nós”, destacou a ministra interina da Cultura, Ana Cristina Wanzeler, que acompanhou a votação em Paris. Da marginalização ao reconhecimento internacional

dificuldades técnicas. Ora, sou baiano, mas a Bahia não é

folclore. E Salvador é uma cidade grande. Lá não tem

apenas acarajé, mas também lanchonetes e hot dogs, como em todas as cidades grandes.

 

[

]

A capoeira surgiu no século XVII, praticada por

 

COELHO, Cláudio. N.P. A Tropicália: cultura e política nos anos 60. Tempo Social, São Paulo, v. 1, n. 2, p. 159-176, 1989.

escravos africanos como uma mistura de luta, dança e música. Era uma forma que os escravos tinham de se socializar e lembrar as suas origens. Seu nome adveio dos campos abertos, sem vegetação, em que era praticada e que, em algumas partes do Brasil, ainda são conhecidos pelo nome de capoeira. A técnica também é símbolo de resistência, pois era usada como defesa tanto por escravos quanto por libertos depois do fim da escravidão. Era considerada subversiva e até a década de 1930 foi marginalizada. [ ]

UNESCO reconhece capoeira como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade. Deutsche Welle, 27 nov. 2014. Disponível em: <http://www.dw.de>. Acesso em: 15 jun. 2015. (adaptado)

reconhecimento da roda de capoeira como Patrimônio

Imaterial da Humanidade representa a

O

O Tropicalismo foi um movimento cultural brasileiro formado no final da década de 1960, sob o regime militar, caracterizado

A pela crítica direta às desigualdades sociais e à repressão política.

B pela influência da música erudita em detrimento do rock and roll.

C pela ênfase no tradicionalismo como fonte da produção cultural.

D pela rejeição aos elementos populares em suas produções artísticas.

E pela proposta antropofágica de apropriação do estrangeiro pelo nacional.

A importância econômica e política do Brasil no cenário internacional.

QUESTÃO 06

   

Os mestres do moderno éthos da relação pessoa/ natureza desviaram-nos do reto caminho. René Descartes ensinava em sua Teoria da Ciência (Discurso do Método) que a vocação do ser humano reside em sermos “mestres

B adoção de políticas compensatórias culturais para os afrodescendentes.

C valorização da diversidade étnica e cultural na construção de uma nação.

e

possuidores da natureza”. Outro mestre fundador,

D exploração do potencial mercadológico da luta no contexto da globalização.

E crítica internacional à falta de reconhecimento da capoeira dentro do Brasil.

Francis Bacon, expressou sinistramente o sentido do saber: “saber é poder”. Poder sobre a natureza, completava ele, significa “amarrá-la ao serviço humano e fazê-la nossa escrava”.

QUESTÃO 08

 
   
 

BOFF, Leonardo. Ecologia, mundialização, espiritualidade. 3. ed. São Paulo: Ática, 1999.

 

O

deputado Sílvio Torres apresentou na Câmara dos

O desenvolvimento da sociedade ocidental moderna está intimamente ligado ao progresso científico. As afirmativas de Descartes e Bacon demonstram, respectivamente, que a relação entre ciência e sociedade trouxe como consequência

A a escravidão e o progresso.

Deputados o projeto de lei n o 1429/07, que visa transformar a

Seleção Brasileira de Futebol em patrimônio cultural do país. “O futebol é identidade nacional. É o esporte mais seguido por homens e mulheres no país, fenômeno de inclusão social. Ele é visto e praticado em qualquer campo e traz conceitos de moral, ética, companheirismo, espírito de equipe, ou seja, valores”, disse o parlamentar. De acordo com o deputado, proteger a seleção e deixá-la definitivamente registrada como patrimônio cultural brasileiro é um dever do país.

B o bem-estar e a liberdade.

 

C a urbanização e a educação.

D a tecnologia e a democracia.

E a degradação e a desigualdade.

 

SELEÇÃO pode ser patrimônio cultural. Máquina do esporte. Disponível em: <http://maquinadoesporte.uol.com.br>. Acesso em: 16 jun. 2015. (adaptado)

 

O

reconhecimento institucional da Seleção Brasileira como

   
 

patrimônio cultural está relacionado

 

A

ao

papel do futebol como esporte das multidões.

B

à função educativa da seleção na ausência do Estado.

C

à facilidade com que o esporte é praticado pelo país.

D

à sua importância na transmissão de referenciais coletivos.

E

aos títulos conquistados em cinco campeonatos mundiais de futebol.

CH – 3 o Simulado SAS ENEM – 1 o dia | Página 3

2015_3oSimulado_ENEM_1oDia_Ciencias Humanas.indd

3

04/08/2015

11:16:27

2015
2015

QUESTÃO 09

2015 QUESTÃO 09 Imagens: Reprodução Ofício das Paneleiras de Goiabeiras, Vitória/ES. Moqueca e torta capixabas. Tendo
Imagens: Reprodução
Imagens: Reprodução

Ofício das Paneleiras de Goiabeiras, Vitória/ES.

Ofício das Paneleiras de Goiabeiras, Vitória/ES. Moqueca e torta capixabas. Tendo como referência as fontes
Ofício das Paneleiras de Goiabeiras, Vitória/ES. Moqueca e torta capixabas. Tendo como referência as fontes

Moqueca e torta capixabas.

Tendo como referência as fontes documentais, o ofício artesanal e a cultura culinária apontados

A são práticas atemporais e podem ser desenvolvidas separadamente.

B se vinculam a sobreposição de um grupo social para com outro.

C são indissociáveis no reconhecimento de uma identidade local.

D se desvinculam por serem realizações imateriais de um povo.

E são realizações originais, ligadas a uma memória do passado.

QUESTÃO 10

Evolução da concentração da propriedade da terra no Brasil medida pelos imóveis – 2003/2010

   

2003

 

2010

Crescimento da área por setor

Classificação imóveis

 

Área (ha.)

Peso

 

Área (ha.)

Peso

Número

s/área total

Número

s/área total

2010/2003

 

1. Minifúndio

2

736

052

38

973 371

9,3%

3

318

077

46

684 657

8,2%

19,7%

2.

Pequena propriedade

1

142 937

74

195 134

17,7%

1

338

300

88

789 805

15,5%

19,7%

3. Média propriedade

 

297

220

88

100 414

21,1%

 

380

584

113

879 540

19,9%

29,3%

4.

Grande propriedade

 

112 463

214 843 865

51,3%

 

130 515

318 904 739

55,8%

48,4%

 

a)

improdutiva

 

58

331

133

774 802

31,9%

 

69

233

228

508 510

(40,0%)

71,0%

 

b)

produtiva

 

54

132

81

069 063

19,4%

 

61

282

90

396 229

(15,8%)

11,5%

 

5. Total – Brasil

4

290

482

418

456 641

100%

5

181 645

571

740 919

100%

36,6%

EVOLUÇÃO da concentração da propriedade da terra no Brasil medida pelos imóveis – 2003/2010. INCRA. Disponível em: <http://www.humanosdireitos.org>. Acesso em: 25 jun. 2015.

Analisando as transformações relacionadas à concentração de terras no Brasil, verifica-se que

A ocorreu uma redução da concentração fundiária a favor das médias propriedades voltadas ao mercado interno.

B a Lei de Terras viabilizou uma melhor distribuição de terras, fortalecendo a agricultura familiar com ganho de produtividade.

C a situação histórica brasileira de elitização dos imóveis rurais pautada em latifúndios de caráter improdutivo ainda persiste.

D a reforma agrária proporcionada pelo governo em 2010 transformou as médias e pequenas propriedades com maior peso sobre a área total do Brasil.

E o desenvolvimento da Revolução Verde no Brasil foi responsável pela ampliação da agricultura familiar, embora a estrutura fundiária tenha se mostrado mais concentradora.

CH – 3 o Simulado SAS ENEM – 1 o dia | Página 4

2015_3oSimulado_ENEM_1oDia_Ciencias Humanas.indd

4

04/08/2015

11:16:28

2015
2015

QUESTÃO 11

Segundo o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), o desenvolvimento humano consiste no pressuposto de que, para aferir o avanço na qualidade de vida de uma população, é preciso não considerar apenas a economia. As características sociais, culturais e políticas que influenciam a qualidade da vida humana também são fundamentais. As tabelas a seguir apresentam, respectivamente, os países com maior IDH e as maiores economias do mundo.

Ranking

País

IDH 2013

IDH global

1

o

Noruega

0,944

2

o

Austrália

0,933

3

o

Suíça

0,917

4

o

Países Baixos

0,915

5

o

Estados Unidos

0,914

6

o

Alemanha

0,911

7

o

Nova Zelândia

0,910

8

o

Canadá

0,902

79

o

Brasil

0,744

91

o

China

0,719

Disponível em: <http://www.pnud.org.br>.

 

Maiores economias do mundo (PIB em trilhões de dólares)

País

2014

1

o

Estados Unidos

17,41

2

o

China

10,38

3

o

Japão

4,61

4

o

Alemanha

3,86

5

o

Reino Unido

2,94

6

o

França

2,84

7

o

Brasil

2,35

8

o

Itália

2,14

9

o

Índia

2,05

10

o

Rússia

1,85

Disponível em: <http://www.funag.gov.br>.

Da relação entre as tabelas, observa-se que

A o Brasil é o segundo país americano em qualidade de vida, sendo superado apenas pelo Canadá.

B a Noruega é a maior potência econômica da atualidade, superando os Estados Unidos e a China.

C a China se destaca por conseguir equilibrar desenvolvimento econômico e desenvolvimento social.

D o Brasil, apesar de ser uma potência econômica mundial, figura entre os países de baixo desenvolvimento.

E a Alemanha, mesmo sendo a maior economia da Europa, não tem a melhor qualidade de vida do continente.

Divulgação

QUESTÃO 12

Divulgação QUESTÃO 12 Durante os anos de 1940, a cantora Carmen Miranda, bem como outros artistas

Durante os anos de 1940, a cantora Carmen Miranda, bem como outros artistas brasileiros, foi convidada para realizar shows nos Estados Unidos, evidenciando um desejo de aproximação norte-americana com os países latinos com objetivo de

A melhorar sua imagem política.

B frear o avanço do comunismo.

C dominar os mercados brasileiros.

D enfraquecer o nacionalismo esquerdista.

E reconhecer a superioridade cultural latina.

QUESTÃO 13

Finalmente, em 2 de agosto de 1959, aquela reunião extensa passou a ser histórica. Com 8 votos a favor e um contra (Uruguai), além da abstenção da Venezuela, a CSF (Confederação Sul-Americana de Futebol) resolveu, por maioria de votos, a criação da Copa dos Campeões (assim foi chamada). Logo depois da sessão do congresso entre 27 e 30 de agosto de 1959, presidido por Fermín Sorhueta (Uruguai), foi decidido que a competição se chamaria Libertadores da América, em homenagem aos heróis que cimentaram a criação das nações sul-americanas.

COPA Libertadores: História. Conmebol. Disponível em: <http://www.conmebol.com>. Acesso em: 17 jul. 2015.

Os chamados “libertadores da América” homenageados pela competição esportiva eram

A os escravos rebeldes.

B as lideranças indígenas.

C os mercenários europeus.

D mestiços pertencentes à elite colonial.

E os militares norte-americanos.

CH – 3 o Simulado SAS ENEM – 1 o dia | Página 5

2015_3oSimulado_ENEM_1oDia_Ciencias Humanas.indd

5

04/08/2015

11:16:28

2015
2015

Divulgação

QUESTÃO 14

O novo chefe de Moscou Mais jovem, mais tranquilo e provavelmente formidável
O novo chefe de Moscou
Mais jovem, mais tranquilo
e provavelmente formidável

Mikhail Gorbachev estampou diversas vezes a capa da renomada revista Time. Os comentários presentes na capa da citada edição a respeito do líder soviético são justificados pelo fato de ele implantar diversas reformas na União Soviética com o intuito de

A promover a abertura econômica do socialismo soviético.

B blindar a economia soviética do livre mercado.

C intensificar as tensões militares entre EUA e URSS.

D consagrar a emergência de um mundo bipolar.

E retardar o colapso do bloco socialista.

QUESTÃO 15

A Rússia vai acrescentar este ano ao seu arsenal nuclear mais de 40 novos mísseis intercontinentais capazes de superar os sistemas de defesa antimísseis mais sofisticados, segundo disse o presidente russo, Vladimir Putin, em uma exposição de técnica e equipamento militar. Em Bruxelas, o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, qualificou as afirmações do presidente russo, de “ruído de espadas (comportamento ameaçador)”, “injustificado”, “desestabilizador e perigoso”. O secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, se declarou “preocupado” pelo anúncio do dirigente russo.

BONET, Pilar. Putin eleva a tensão ao anunciar o reforço de seu arsenal nuclear. El País, Madrid, 16 jun. 2015. Disponível em: <http://brasil.elpais.com>. Acesso em: 24 jun. 2015.

Nos anos de 1950, os Estados Unidos e a então União Soviética passavam por situação similar à ocorrida em 2015. Esse momento ficou conhecido como

A Crise dos mísseis.

B Cortina de ferro.

C Corrida espacial.

D Corrida armamentista.

E Pacto de não agressão.

QUESTÃO 16

A incerteza e a vulnerabilidade humanas são os alicerces de todo poder político. É contra essa dupla de efeitos secundários da condição humana (constantes, embora alvos de profunda indignação), contra o medo e a ansiedade que eles tendem a gerar, que o Estado moderno prometeu proteger seus súditos; e foi, principalmente, dessa promessa que ele tirou sua razão de ser, assim como a obediência e o apoio eleitoral de seus cidadãos.

BAUMAN, Zygmunt. Danos colaterais: desigualdades sociais numa era global. Rio de Janeiro: Zahar, 2013.

O texto mostra que os governos se legitimam na promessa de trazer segurança e paz para a população. Esse pacto político tem como pressuposto

A a luta por maior espaço nas decisões políticas.

B a aceitação resignada de medidas impopulares.

C o papel do Estado como mediador dos conflitos.

D a recusa de governos com tendências autoritárias.

E o receio de que haja corrupção nas gestões públicas.

QUESTÃO 17

80 + 75 - 79 70 - 74 65 - 69 60 - 64 55
80
+
75
- 79
70
- 74
65
- 69
60
- 64
55
- 59
50
- 54
45
- 49
40
- 44
35
- 39
30
- 34
25
- 39
20
- 24
15
- 19
10
- 14
5
- 9
0
- 4
Homens
Mulheres
Brasil – Pirâmide etária 1980
80 + 75 - 79 70 - 74 65 - 69 60 - 64 55
80
+
75
- 79
70
- 74
65
- 69
60
- 64
55
- 59
50
- 54
45
- 49
40
- 44
35
- 39
30
- 34
25
- 39
20
- 24
15
- 19
10
- 14
5
- 9
0
- 4
Homens
Mulheres
Brasil – Pirâmide etária 2050

BRASIL. IBGE. Projeção da população. 2008.

Se as estimativas do IBGE estiverem corretas, em 2050 haverá

A uma redução da expectativa de vida.

B uma redução da desigualdade social.

C uma elevação da taxa de fecundidade.

D um aumento da longevidade demográfica.

E uma quantidade de homens maior que a de mulheres.

CH – 3 o Simulado SAS ENEM – 1 o dia | Página 6

2015_3oSimulado_ENEM_1oDia_Ciencias Humanas.indd

6

04/08/2015

11:16:28

2015
2015

QUESTÃO 18

 

QUESTÃO 19

 
     

Os gregos estão fartos da Troika, representada por três senhores de terno cinza que aparecem regularmente no noticiário. Cada vez que esses funcionários da Comissão Europeia, do Banco Central Europeu (BCE) e do Fundo Monetário Internacional (FMI) os visitavam, os gregos sabiam que um novo pacote de medidas de austeridade estava a caminho: haveria mais impostos combinados com cortes salariais, outras centenas de pequenas empresas iriam à falência, e mais alguns milhares de nomes apareceriam nas listas de desempregados. Os gregos estão fartos dos planos de sobrevivência elaborados por políticos europeus e por seus próprios líderes. Estão fartos de um Estado podre e corrupto. [ ]

Dados do Ministério da Justiça mostram que o número de imigrantes que solicitam o visto de permanência no Brasil dobrou em quatro anos, chegando a 30 mil pedidos anuais. Eram 15 mil em 2010. Apesar do aumento, os dados podem ainda estar subnotificados, já que só consideram os pedidos oficiais, e muitos entram de maneira clandestina. O aumento da procura, no entanto, não significa que os imigrantes queiram se estabelecer para sempre no Brasil, afirma Deisy Ventura, professora do Instituto de Relações Internacionais da USP. “O imigrante que está chegando ao país atualmente não tem a pretensão de ficar de maneira definitiva. Ele, na verdade, vem em busca de trabalho e quando consegue juntar alguma coisa, mostra o desejo de voltar ao seu país de origem”.

THEODOROPOULOS, Takis. Grécia enfrenta crise de identidade. Folha de S.Paulo, São Paulo, 7 fev. 2015. Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br>. Acesso em: 21 jun. 2013. (adaptado)

A crise que atingiu a Zona do Euro em 2009 continua sendo um tema atual. No caso da Grécia, com a eleição da esquerda radical, o Partido Syriza, liderado por Alexis Tsipras, o país terá de enfrentar, em 2015,

ATIHE, Beatriz. Em quatro anos, dobram pedidos de entrada de imigrantes no Brasil. Último Segundo, São Paulo, 17 set. 2014. Disponível em: <http://ultimosegundo.ig.com.br>. Acesso em: 13 jul. 2015. (adaptado)

Dentre os povos que colaboram para o crescente número exposto no texto, destacam-se

A um cenário economicamente desfavorável ao crescimento econômico, mesmo apresentando sensível melhora nas contas públicas, apoiado em medidas sociais expansionistas.

A os italianos, atraídos pela cultura cafeeira nos estados de Minas Gerais e São Paulo.

B os haitianos, que vieram para o Brasil após o terremoto que devastou o país em 2010.

B o processo de negociações com a Troika, a Comissão Europeia e instituições bancárias, para reduzir o arrocho fiscal e a pressão social.

C a onda de desconfiança do mercado financeiro global, embora, internamente, o governo verifique uma melhoria acentuada nas questões sociais em

virtude de maiores investimentos em programas assistencialistas.

C os bolivianos, devido à facilidade de entrar no Brasil após o ingresso da Bolívia no Pacto Andino.

D os israelenses, refugiados de seu país pelo intenso conflito com palestinos na Faixa de Gaza.

E os japoneses, que desenvolvem atividades agrícolas e comerciais nos estados do Paraná e São Paulo.

 

D a massa demograficamente pessimista em relação ao futuro do país, onde as perdas salariais e o desemprego crescente moldam o atual governo, que, em contrapartida, vem conseguindo conquistar a confiança de investidores internacionais.

E o aumento da pressão internacional para a adoção de medidas sociais keynesianas a fim de amenizar os problemas da população, que poderá sacrificar o saldo positivo nas contas do país que poderiam contribuir para saldar a dívida da nação com o FMI.

CH – 3 o Simulado SAS ENEM – 1 o dia | Página 7

2015_3oSimulado_ENEM_1oDia_Ciencias Humanas.indd

7

04/08/2015

11:16:28

2015
2015

QUESTÃO 20

 

QUESTÃO 22

 
     

Ao longo dos últimos 50 anos, a população brasileira quase triplicou: passou de 70 milhões, em 1960, para 190,7 milhões, em 2010. O crescimento do número de idosos, no entanto, foi ainda maior. Em 1960, 3,3 milhões de brasileiros tinham 60 anos ou mais e representavam

O existencialista não tem pejo em declarar que o homem é angústia. Significa isso: o homem ligado por um compromisso e que se dá conta de que não é apenas aquele que escolhe ser, mas de que é também um legislador pronto a escolher, ao mesmo tempo que

4,7% da população. Em 2000, 14,5 milhões, ou 8,5% dos brasileiros, estavam nessa faixa etária. Na última década,

a si próprio, a humanidade inteira, não poderia escapar

à sua total e profunda responsabilidade. Decerto, há

salto foi grande, e em 2010 a representação passou para 10,8% da população (20,5 milhões).

o

muita gente que não vive em ansiedade, mas é nossa convicção que esses tais disfarçam sua angústia, que a evitam; certamente muitas pessoas acreditam que ao agirem só, se implicam nisso a si próprias, e quando se lhes diz: “e se toda gente fizesse assim?”, eles dão de ombro e respondem: “nem toda gente faz assim”.

EM 50 anos, percentual de idosos mais que dobra no Brasil. G1, São Paulo, 30 abr. 2012. Disponível em: <http://g1.globo.com>. Acesso em: 25 jun. 2015.

Sobre as causas e consequências do processo apresentado no texto, pode-se afirmar que

A uma das causas principais é o aumento da taxa de fecundidade na primeira década do século XXI.

B isso ocasionará a ampliação do tempo das aposentadorias e pensões, podendo provocar déficit previdenciário.

 

SARTRE, Jean Paul. O existencialismo é um humanismo. Os Pensadores. São Paulo: Abril Cultural, 1973.

Do texto, entende-se que, para Sartre,

A o homem é responsável por suas escolhas.

 

B a liberdade humana produz paz de espírito.

C isso demandará mais investimentos governamentais com educação, sobretudo no ensino básico.

C a sociedade coage o homem a seguir suas regras.

D a ação individual não tem consequências coletivas.

D se deve ao aumento da mortalidade infantil, o que ocasiona diminuição no percentual de jovens e adultos.

E as pessoas agem desconsiderando as ações alheias.

QUESTÃO 23

 

E decorre do avanço da mulher no mercado de trabalho, da implementação dos métodos anticoncepcionais e da legalização do aborto.

 

No Carnaval as leis são mínimas. É como se tivesse

sido criado um espaço especial, fora da casa e acima da

 

rua, onde todos pudessem estar sem essas preocupações de relacionamento ou com filiação com seus grupos de nascimento, casamento ou ocupação. O Carnaval cria uma festa do mundo social quotidiano, sem uma sujeição

Rafael S. Fabres

QUESTÃO 21

Rafael S. Fabres QUESTÃO 21 Manifestações de junho de 2013, na cidade do Rio de Janeiro.

Manifestações de junho de 2013, na cidade do Rio de Janeiro.

às

regras duras do pertencer e do ser alguém. Por causa

disso, todos podem mudar de grupos e todos podem se entrecortar e criar novas relações de insuspeitada solidariedade. No Carnaval, assim, se o leitor me permitir um paradoxo, a lei é não ter lei.

DA MATTA, Roberto. Carnavais, malandros e heróis: para uma sociologia do dilema brasileiro. 4. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1983.

O

texto discute os aspectos histórico-sociais de uma

festa popular em um contexto de desigualdade social e

autoritarismo político. Nesse sentido, o caráter inovador

do Carnaval brasileiro reside

 

A no combate aos desmandos políticos dos governos autoritários.

B na capacidade de promover a ascensão social dos mais pobres.

A manifestação social aludida na imagem

 

A se utilizava da via diplomática para chamar a atenção do estado frente aos anseios populares.

B integrava uma onda democrática via web que dispensava outras estratégias de luta presencial.

C apresentava diversas reivindicações que impuseram uma nova agenda ao poder público.

C na suspensão temporária das distinções sociais e convenções morais.

D no incentivo à união entre as classes segundo os interesses das elites.

E na fuga da realidade como instrumento de conscientização política.

 

D trazia consigo o respeito ao estado democrático de direito, embora desafiasse a propriedade privada.

 

E expressava um pluralismo de interesses e objetivos, que aproxima manifestantes e agentes públicos.

CH – 3 o Simulado SAS ENEM – 1 o dia | Página 8

2015_3oSimulado_ENEM_1oDia_Ciencias Humanas.indd

8

04/08/2015

11:16:29

2015
2015

QUESTÃO 24

 

QUESTÃO 26

 
     

Nunca houvera movimento na nossa história que tivesse empolgado tão rapidamente os brasileiros: foram três meses eletrizantes. Em dezenas de cidades se espalharam placares com a posição de cada deputado sobre a emenda. “Diretas Já!” passou a ser o assunto em todas as rodas de conversas. A campanha se encerrou com dois megacomícios, os maiores da história do Brasil. Um, no dia 10 de abril, na Cinelândia, Rio de Janeiro, com 1 milhão de participantes. O segundo, em 16 de abril, no Vale Anhangabaú, em São Paulo, com 1,2 milhão de pessoas.

VILA, Marco Antônio. Ditadura à brasileira – 1964-1985: a democracia golpeada à esquerda e à direita. São Paulo: LeYa, 2014. p. 304-305.

 

Até há pouco a massa moderna era industrial, proletária

[

],

procurava dar um sentido à história e lutava em bloco

por melhores condições de vida e pelo poder político. Crente no futuro, mobilizava-se para grandes metas através de sindicatos e partidos ou apelos nacionais.

 

A massa pós-moderna, no entanto, é consumista,

classe média, flexível nas ideias e nos costumes. Vive no conformismo em nações sem ideais e acha-se seduzida

e

atomizada (fragmentada) pelo mass media, querendo

o

espetáculo com bens e serviços no lugar do poder.

Participa, sem envolvimento profundo, de pequenas causas inseridas no cotidiano – associações de bairro, defesa do consumidor, minorias raciais e sexuais, ecologia. A esta mudança os sociólogos estão chamando deserção do social.

O movimento social aludido no texto representou a

 

A implantação pública da moderação democrática.

B retomada da participação popular nas periferias.

 

FERREIRA, Jair dos Santos. O que é pós-moderno. 10. ed. São Paulo: Brasiliense, 1991.

C busca pela unidade nacional e patriótica entre regiões.

A

chamada

deserção

do

social

apontada

no

texto

D formação de coalizões políticas em torno da legalidade.

E manifestação pelo restabelecimento da representatividade popular.

caracteriza-se pela

A diminuição da atomização social e fortalecimento dos sindicatos.

B naturalização do consumismo e aumento da inserção na política partidária.

QUESTÃO 25

A mobilização popular por uma causa de interesse coletivo, como a luta pela deposição de um poder tirânico, representa o desenvolvimento da consciência da força plástica que se encontra subjacente em cada pessoa, que se amplia mediante as redes colaborativas da comunhão

C ênfase no papel das ideologias tradicionais e comportamentos hedonistas.

D crise dos grandes sistemas explicativos e aumento das revoluções populares.

E desmobilização social ampla e a despolitização em relação às instituições sociais.

e agregação desse quantum de vitalidade. Formando um grande corpo político, a multidão efetiva os resultados planejados por meio de sua sólida unidade orgânica.

BITTENCOURT, Renato Nunes. A força transformadora da multidão. Ciência & Vida. Disponível em: <http://filosofiacienciaevida.uol.com.br>. Acesso em: 13 jul. 2015.

QUESTÃO 27

 
 

Hoje, menos que ontem, ainda se denunciam prisões arbitrárias, punições injustas e desaparecimento de cidadãos. O programa do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) defende a inviolabilidade dos direitos da pessoa humana para que não haja lares em pranto; filhos órfãos de pais vivos – quem sabe mortos, talvez. Órfãos do talvez e do quem sabe. Para que não hajam esposas que enviúvem com maridos vivos, talvez; ou mortos, quem sabe? Viúvas do quem sabe e do talvez.

As

ações

provocadas

pelas

multidões

no

mundo

contemporâneo

 

A são marcadas pela desorganização política e pela falta de liderança.

B dificultam a conquista de cidadania devido à falta de agenda política unificada.

C se justificam apenas quando se posicionam contra estrutura de poder tirânico.

 

FURTADO, Alencar. Salgando a terra. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1977. p. 125-128.

O

liberdade e à oposição

fragmento expressa uma relação entre as restrições à

D são importantes agentes de transformações sociais e aperfeiçoamento de regimes políticos.

E conseguem promover mudanças sociais somente quando vinculadas a partidos políticos.

A aos modelos ideológicos partidários.

B das instituições políticas aos líderes de Estado.

 

C às estratégias de propaganda do regime militar.

 

D das famílias que buscavam os seus entes queridos.

E às práticas autocráticas que violam direitos humanos.

CH – 3 o Simulado SAS ENEM – 1 o dia | Página 9

2015_3oSimulado_ENEM_1oDia_Ciencias Humanas.indd

9

04/08/2015

11:16:29

2015
2015

QUESTÃO 28

 
   

Usar a luz do Sol como fonte de energia é uma das melhores alternativas para se produzir eletricidade de forma limpa e sustentável. Entretanto, o problema do

aproveitamento dessa fonte de energia está relacionado

O músico inglês Roger Waters, ex-baixista e cantor do grupo Pink Floyd, escreveu carta em que pede a Caetano Veloso e Gilberto Gil que não façam show em Tel Aviv, Israel.

com

A a área de captação, que tem que ser muito maior que das usinas eólicas e hidrelétricas.

O

documento, datado de 22 de maio [2015], foi

encaminhado aos músicos pelo BDS (sigla para “boicote, desinvestimento e sanções”), um movimento global com

B os antigelificantes usados nas zonas mais frias, que são poluentes, pois produzem CFCs e HCFCs.

estratégias que buscam pressionar Israel pelo fim da ocupação de territórios palestinos. [ ]

“Caros Gilberto e Caetano, os aprisionados e os mortos estendem as mãos. Por favor, unam-se a nós cancelando seu show em Israel”, escreveu. “De tantas maneiras, vocês são um foco de luz para o resto do mundo.”

C o armazenamento, que ainda é muito limitado, se comparado aos combustíveis fósseis e hidrelétricas.

D a grande quantidade de energia produzida pelo Sol que é refletida ao espaço pela atmosfera terrestre.

E o alto custo de manutenção dos painéis fotovoltaicos, que dificulta o desenvolvimento dessa energia nos países subdesenvolvidos.

ROGER Waters pede para Gil e Caetano boicotarem show em Israel, e a dupla se nega. Folha de S.Paulo, São Paulo, 1 o jun. 2015. Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br>. Acesso em: 24 jun. 2015.

QUESTÃO 30

 
 

O boicote a Israel liderado por Roger Waters tem como motivação

A a violência, o uso de força desproporcional e supostos crimes de guerra cometidos por Israel na Faixa de Gaza.

B a ocupação da Península do Sinai pelo exército israelense, o que tem provocado conflitos com os egípcios.

C o apoio de Israel ao Estado Islâmico, que controla vastos territórios no Norte e Oeste do Iraque, além das áreas dominadas pelos curdos.

São Paulo, o estado mais industrializado do Brasil, foi o que mais perdeu espaço na produção da indústria

nacional, segundo pesquisa divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). De 2001 a 2011, a participação de São Paulo no Produto Interno Bruto (PIB) industrial

teve

a maior queda, de 7,7%. Do outro lado, a maior alta

no período foi no estado do Rio de Janeiro, com 2,5%.

 

A conclusão do estudo “Perfil da Indústria nos Estados”

que está ocorrendo desconcentração da indústria no país, com maior distribuição das empresas no território nacional. “Ainda temos indústria bastante concentrada na Região Sudeste, mas o que estamos percebendo é

é

a

queda na participação de São Paulo no PIB industrial

D a violenta repressão do governo israelense ao povo árabe desde o assassinato do ex-primeiro-ministro de Israel Yitzhak Rabin.

E o ataque simultâneo realizado pelos Estados Unidos e Israel contra os palestinos na data religiosa conhecida como Dia do Perdão.

e

um crescimento do Rio de Janeiro, Minas Gerais e,

também, nas regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste”, afirmou o gerente de pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Renato da Fonseca.

ALEGRETTI, Laís. CNI: SP lidera queda na participação do PIB industrial. A Tarde, Salvador, 6 nov. 2014. Seção Economia & Negócios. Disponível em: <http://atarde.uol.com.br>. Acesso em: 26 jun. 2015. (adaptado)

 

O

texto

retrata

uma

tendência

relacionada

à

QUESTÃO 29

 
   

industrialização brasileira. O estado de São Paulo já vivencia esse fenômeno por conta

A da ineficiência dos transportes nas principais capitais da Região Sudeste.

B da sua elevada concentração de capital e consequente desvalorização dos imóveis.

proclamar o Ano Internacional da Luz, com foco na

Ciência Óptica e em suas aplicações, as Nações Unidas reconhecem a importância da conscientização mundial sobre como as tecnologias baseadas na luz promovem o desenvolvimento sustentável e fornecem soluções para os desafios mundiais nas áreas de energia, educação, agricultura, comunicação e saúde. A luz exerce um papel essencial no nosso cotidiano e é uma disciplina científica transversal obrigatória para o século XXI. Ela vem revolucionando a Medicina, abrindo a comunicação internacional por meio da internet e continua a ser primordial para vincular aspectos culturais, econômicos e políticos da sociedade mundial.

2015: Ano Internacional da Luz. UNESCO. Disponível em: <http://www.unesco.org>. Acesso em: 24 jun. 2015. (adaptado)

Ao

C da procura por espaços onde há melhor infraestrutura urbana, como Recife e Fortaleza.

D do oferecimento de vantagens por outros estados da federação, resultante da guerra fiscal.

E do desenvolvimento de novos polos tecnológicos na Região Norte e sua mão de obra qualificada.

 

CH – 3 o Simulado SAS ENEM – 1 o dia | Página 10

2015_3oSimulado_ENEM_1oDia_Ciencias Humanas.indd

10

04/08/2015

11:16:29

2015
2015

QUESTÃO 31

2015 QUESTÃO 31 As figuras anteriores apresentam a possibilidade de desencadeamento de um processo de erosão

As figuras anteriores apresentam a possibilidade de desencadeamento de um processo de erosão ocasionado pela ação pluvial. A técnica que deverá ser realizada para estabelecer uma prática agrícola nesse ambiente, evitando tais problemas, é

A a aração de solos.

B a prática da monocultura.

C o uso de máquinas e equipamentos pesados.

D o desenvolvimento do plantio em curvas de nível.

E a prática da coivara, para facilitar a limpeza e a produção.

QUESTÃO 32

A Câmara dos Deputados aprovou projeto de lei que modifica o modelo de alerta nos rótulos de mercadorias que

tenham em sua composição elementos geneticamente modificados, os chamados transgênicos.

Atualmente, todos os produtos com qualquer percentual de substância transgênica precisam ter na embalagem um

símbolo de um triângulo amarelo preenchido por um T maiúsculo. [

A proposta do deputado Luiz Carlos Heinze (PP-RS) substitui o símbolo pelos dizeres: “contém transgênico”. O texto

também restringe a necessidade de alerta para produtos em que a substância transgênica supere 1% da composição. O deputado Alessandro Molon (PT-RJ) criticou a proposta. Para ele, a intenção do projeto é ocultar a informação

sobre transgênicos do consumidor [

]

].

PASSARINHO, Nathalia. Câmara aprova projeto que muda rótulo de produtos transgênicos. G1, Brasília, 28 abr. 2015. Disponível em: <http://g1.globo.com>. Acesso em: 24 jun. 2015. (adaptado)

A polêmica em questão na Câmara dos Deputados que envolve os produtos transgênicos se dá pelo fato de

A eles demandarem maior uso de agrotóxicos, ocasionando o enfraquecimento das plantas.

B não haver um consenso sobre os riscos à saúde do consumo desse tipo de alimento.

C acarretar maior erosão do solo em sua produção, devido às repetidas lavragens.

D sua produção exigir a expansão das fronteiras agrícolas para áreas polares.

E esses produtos oferecerem maiores benefícios nutricionais.

QUESTÃO 33

VOCÊ LEU ISSO? AQUI DIZ QUE A TV É UM VEÍCULO DE CULTURA. UM VEÍCULO
VOCÊ LEU ISSO?
AQUI DIZ QUE A TV
É UM VEÍCULO DE
CULTURA.
UM VEÍCULO DE
CULTURA?
SE EU FOSSE A CULTURA,
SALTAVA DO VEÍCULO
E IA A PÉ.
AHÃ!
QUINO

O papel da TV na vida cotidiana tem sido objeto de análises e questionamentos. A charge chama atenção para esse debate por se referir

A

à

influência que a TV exerce sobre as crianças.

B

à condição individualista de quem vê televisão.

C

à pouca consciência crítica dos telespectadores.

D

à presença de conteúdo violento na programação.

E

ao desestímulo ao uso do livro e à prática da leitura.

2015_3oSimulado_ENEM_1oDia_Ciencias Humanas.indd

11

CH – 3 o Simulado SAS ENEM – 1 o dia | Página 11

04/08/2015

11:16:30

2015
2015

QUESTÃO 34

 

QUESTÃO 36

 
     
 

Século XXI: maior tolerância e quebra de tabus são

Em uma obra clássica, O segundo sexo, publicada em 1949, Simone de Beauvoir fez uma observação fundamental: as mulheres não tinham história, não podendo, consequentemente, orgulharem-se de si

próprias. Ela dizia, ainda, que uma mulher não nascia

a

marca da primeira década. Nas novelas de televisão,

em horário nobre, nenhuma personagem hesita em expor suas preferências, em expor-se. Na frente das câmeras, segredos pessoais são revelados sem constrangimentos. Nos sites, “ricos e famosos” falam abertamente de sua

mulher, mas tornava-se mulher. [

]

O alerta dado pela

vida particular. A privacidade entrou na rede social. Todo mundo sabe onde está todo mundo, o que faz e com quem “ficou”. Muitos iniciam relacionamentos por meio das redes sociais, como o Facebook ou Orkut. Nela começa

filósofa francesa serviu como um dos textos fundamentais para o movimento feminista, movimento nascido de outro, em prol dos direitos civis.

FREITAS, Marcos Cezar. Historiografia brasileira em perspectiva. São Paulo: Contexto, 2010. p. 217.

o

flerte, namoram “virtualmente”, e um número crescente

desses relacionamentos virtuais acaba no encontro físico das partes, na igreja.

Tendo o fragmento de texto como referencial interpretativo, infere-se que

 

PRIORE, Mary Del. Histórias íntimas: sexualidade e erotismo na história do Brasil. 2. ed. São Paulo: Planeta, 2011. (adaptado)

A o desenvolvimento de uma historiografia engajada entregou para as mulheres o sonhado destaque.

B a história das mulheres foi relegada a um segundo plano, no qual os direitos civis destas eram limitados.

Os exemplos descritos no texto mostram que as mudanças nos padrões de sociabilidade, combinadas com os avanços tecnológicos, resultaram na

A virtualização dos relacionamentos sociais.

C a memória social do movimento pela igualdade de direitos privilegia o engajamento das feministas.

B repressão sobre o comportamento íntimo.

 

D a igualdade de gênero já foi alcançada pelas mulheres, que firmaram seu papel na história ocidental.

C redefinição da privacidade e da afetividade.

D tendência para o crescimento dos divórcios.

E o crescimento do papel das mulheres no ocidente recebe espaço nos debates de forma atemporal.

E procura por notícias que exponham os famosos.

 

QUESTÃO 35

 

QUESTÃO 37

 
     

O povo assiste a tudo isso “bestializado”. A quartelada de 15 de novembro foi uma surpresa; o movimento republicano, contudo, não era uma novidade. Durante o Período Colonial, várias revoltas, a começar pela Inconfidência Mineira, levantaram essa bandeira. Nas

Em uma democracia, responsabilidade e autocontrole são atos coletivos – pertencem ao povo. Quando Clístenes apresentou reformas democráticas em Atenas, no ano de 508 a.C., declarou que a isegoria, o que pode ser traduzido por “igualdade na ágora”, era um poder popular, do qual decorria a liberdade de palavra, que os atenienses chamavam de parrhesia. Todavia, essa liberdade era insuficiente para satisfazer a democracia; ela atraía os riscos da fluência retórica.

SENNETT, Richard. Carne e pedra: corpo e a cidade na civilização ocidental. Rio de Janeiro: BestBolso, 2008.

regências, outro surto republicano varreu as províncias

e

só a muito custo acabou sendo debelado. Em fins do

império, o dado realmente novo não foi o republicanismo, mas sim o fato desse movimento envolver agora a nata da elite econômica – os fazendeiros de café paulista –,

e

também de ser politicamente moderado e socialmente conservador.

VENÂNCIO, Renato; PRIORE, Mary Del. Uma breve história do Brasil. São Paulo: Planeta do Brasil, 2010. p. 211.

De acordo com o texto, as contradições que envolviam a efetivação do Princípio da Igualdade entre os cidadãos atenienses ocorriam devido

Analisando o excerto, conclui-se que o republicanismo

 

A ao controle da vontade popular pelos líderes políticos.

A implementou princípios democráticos temporais.

B à exclusão da maioria da população das decisões políticas.

B revelou a unidade entre diferentes grupos de poder.

C visitou diferentes momentos da história social brasileira.

C às disputas políticas que envolviam toda a população ateniense.

D representou uma ideologia inusitada de pequena repercussão.

D às diferentes origens sociais daqueles que frequentavam a ágora.

E fortaleceu o pensamento de que as ideias libertárias eram notórias.

E à atitude de alguns cidadãos de fugir às responsabilidades públicas.

CH – 3 o Simulado SAS ENEM – 1 o dia | Página 12

2015_3oSimulado_ENEM_1oDia_Ciencias Humanas.indd

12

04/08/2015

11:16:30

2015
2015

QUESTÃO 38

 

QUESTÃO 40

 
     
 

A

língua sueca vai introduzir um pronome de gênero

De que me adianta viver na cidade Se a felicidade não me acompanhar Adeus, paulistinha do meu coração Lá pro meu sertão quero voltar Ver a madrugada, quando a passarada Fazendo alvorada começa a cantar

 

neutro para a próxima edição do dicionário oficial do país. [ ]

No idioma escandinavo, junto aos pronomes de gênero masculino han e feminino hon será adicionado o pronome hen. A nova terminologia vai se referir às pessoas que não

revelam seu gênero – seja porque é desconhecido, ou porque

a

pessoa é transgênero ou o locutor considera o gênero uma

 

informação superficial para compreensão do texto. [

dicionário da Academia Sueca é atualizado a cada

dez anos. O critério de entrada de determinados termos e expressões é determinado conforme sua frequência de uso

]

O

Com satisfação arreio o burrão Cortando o estradão saio a galopar

E

Sabiá cantando no jequitibá

vou escutando o gado berrando

In:

GOIÁ; BELMONTE. Saudades de minha Terra. Intérprete: Sérgio Reis. Os grandes da MPB. Rio de Janeiro: Polygram, 1997. 1 CD. Faixa 5.

e

relevância na sociedade.

 

SUÉCIA cria pronome de gênero neutro que será usado para se referir a pessoas trans no país. Opera Mundi, São Paulo, 26 mar. 2015. Disponível em: <http://operamundi.uol.com.br>. Acesso em: 15 jun. 2015. (adaptado)

Os versos da música “Saudades de minha terra” apresentam elementos conceituais identitários relacionados

O evento ocorrido no país escandinavo evidencia

 

A

a

disparidades socioeconômicas inter-regionais.

A o aumento da homofobia na população.

 

B

a elementos fisiográficos do sertanejo nordestino.

B o despreparo intelectual do poder judiciário.

C a ausência de critérios para classificar a sexualidade.

D a diminuição da organização dos movimentos LGBT.

E o reconhecimento da dignidade de grupos minoritários.

C

D

ao processo de êxodo urbano, estritamente relacionado

à

à ideia de lugar, onde há um sentimento de pertencimento do indivíduo ao espaço.

crise rural.

E

à paisagem, onde o relato identifica um retrato da

QUESTÃO 39

 

região vivenciada pelo indivíduo na cidade.

 
 
 

A

igualdade entre homens e mulheres tem avançado

   

lentamente, concluiu o relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) que avaliou a equidade de gênero em 167

países. O relatório destaca que, no ritmo atual, serão necessários 81 anos para se alcançar a paridade de gênero na economia e 50 anos para a igualdade na representação parlamentar. [ ] Em 1995, 189 países assinaram a Plataforma de Ação de Pequim. De la para cá, a ONU mostra que houve poucos progressos para acabar com leis discriminatórias e aprovar leis contra a violência dirigida a mulheres e meninas. No entanto, a ONU reconhece que caiu a mortalidade materna, aumentou o número de jovens em escolas primárias e a participação de mulheres no mercado de trabalho. “Os ganhos contrastam com o fato de, apesar da melhoria de educação, as mulheres terem alguns dos piores empregos, enquanto o fosso salarial entre os gêneros é um fenômeno mundial”, diz a agência, em comunicado divulgado pela ONU Mulheres. A estimativa é que elas ganham salários 77% menores do que o dos homens.

VIEIRA, Isabela. ONU estima em 81 anos prazo para se atingir equidade de gênero na economia. Agência Brasil, Brasília, 7 mar. 2015. Disponível em: <http://agenciabrasil.ebc.com.br>. Acesso em: 15 jun. 2015. (adaptado)

QUESTÃO 41

Do povo oprimido nas filas Nas vilas, favelas

Da força da grana que ergue

 

E

destrói coisas belas

Da feia fumaça que sobe Apagando as estrelas Eu vejo surgir teus poetas De campos e espaços Tuas oficinas de florestas Teus deuses da chuva

 

VELOSO, Caetano. Sampa. Intérprete: Caetano Veloso. In:

Muito (dentro da estrela

 

azulada). Rio de Janeiro: Polygram, 1978. 1 disco sonoro. Faixa 7.

Na canção “Sampa”, de Caetano Veloso, percebe-se um processo antropogênico na transformação do espaço geográfico realizado na cidade que dá nome à música. Como consequência, essa ação transformadora

A ocasionou uma alteração positiva para o desenvolvimento socioeconômico do espaço urbano paulistano.

B anulou o desenvolvimento artístico-cultural ao desencadear a destruição da paisagem natural,

O

texto sugere que a condição social e econômica das

 

reduzindo a inspiração dos poetas.

 

mulheres nos países avaliados pela ONU

 

C potencializou a atividade da massa polar atlântica, reduzindo a temperatura central da cidade e anulando

A piorou em relação à mortalidade das parturientes.

 

B melhorou, apesar da legislação contra a violência não ter avançado.

 

o

efeito de ilhas de calor.

 

D desenvolveu a capacidade de adaptação e

C se agravou em relação aos avanços na escolarização.

D piorou em relação à capacidade de mobilização e luta por direitos.

E melhorou em relação à discriminação na remuneração no trabalho.

sustentabilidade econômica da população diante das transformações do espaço natural.

E modificou o espaço natural, transformando-o em uma “selva de pedras”, alterando a paisagem urbana e construindo novos padrões estéticos.

CH – 3 o Simulado SAS ENEM – 1 o dia | Página 13

2015_3oSimulado_ENEM_1oDia_Ciencias Humanas.indd

13

04/08/2015

11:16:30

2015
2015

QUESTÃO 42

2015 QUESTÃO 42 IBGE. Atlas Geográfico Escolar . 6. ed. Rio de Janeiro: IBGE, 2012. p.

IBGE. Atlas Geográfico Escolar. 6. ed. Rio de Janeiro: IBGE, 2012. p. 72.

A população humana na Terra já ultrapassa os 7 bilhões de habitantes, todavia ela não se encontra bem distribuída, dado os fatores que interferem na atração e repulsão populacional. O mapa anterior representa essa distribuição. Por meio dele, conclui-se que

A as áreas mais densamente povoadas da América do Sul estão nas proximidades da Amazônia.

B as regiões com maiores densidades demográficas da África se encontram em sua porção meridional.

C a presença das Montanhas Rochosas na costa leste norte-americana é um fator de repulsão populacional.

D as baixas densidades demográficas no sudeste asiático e na Europa se devem ao seu povoamento recente.

E a porção mais setentrional do Hemisfério Norte possui baixa densidade demográfica, devido ao frio intenso.

QUESTÃO 43

Segundo lideranças indígenas, a ocupação da Fazenda Madama (MS) foi a forma encontrada para retomar e pressionar o poder público a reconhecer a área como parte de um território ancestral indígena. As tentativas de se

fixar na área se intensificaram nos últimos seis ou sete anos. Três índios morreram, entre 2007 e 2009, em conflitos

Os guaranis e kaiowás alegam que a área no interior da Fazenda Madama é um

relacionados à disputa fundiária. [

território sagrado indígena, o chamado Kurusu Ambá, a exemplo de outras áreas reivindicadas pelas etnias.

ÍNDIOS e fazendeiros enfrentam-se em fazenda em MS. Terra, 25 jun. 2015. Disponível em: <http://noticias.terra.com.br>. Acesso em: 26 jun. 2015.

A disputa entre os índios e os produtores rurais vai além da necessidade de reconhecimento de um território de significação afetiva, pois também está relacionada

A à expansão da fronteira agrícola para o interior do Brasil.

B à expansão do agronegócio e da agricultura moderna no sertão nordestino.

C à ocupação do território incentivada pela Coroa portuguesa através das sesmarias.

D ao Estatuto da Terra, que regulariza os direitos e obrigações relativos aos bens imóveis rurais.

E à Lei de Terras, na qual somente pessoas abastadas têm acesso às terras leiloadas pelo governo.

]

CH – 3 o Simulado SAS ENEM – 1 o dia | Página 14

2015_3oSimulado_ENEM_1oDia_Ciencias Humanas.indd

14

04/08/2015

11:16:30

2015 QUESTÃO 44 QUESTÃO 45 Em regiões tropicais, verifica-se elevada umidade e intensa lixiviação de
2015
QUESTÃO 44
QUESTÃO 45
Em regiões tropicais, verifica-se elevada umidade e
intensa lixiviação de solos, de onde as águas pluviais
retiram boa quantidade de material orgânico. A ilustração
a seguir mostra como é feita a divisão dos horizontes do
solo.
A ilustração seguinte representa a formação de grutas
e cavernas esculpidas em estruturas calcárias, causando
a formação de uma drenagem criptorreica, onde a água
se infiltra com grande velocidade através da dissolução
da rocha.
Perfil cárstico
Horizonte ou
Camada O
Horizonte A
Horizonte B
Calcário
Solo Solo
Horizonte C
Precipitação
de calcita
Horizonte D ou R
(Rocha não
alterada)
Rio
subterrâneo
Tendo como base a análise dos horizontes do solo,
verifica-se que a lixiviação é mais intensa
A nas camadas superficiais (O e A), apresentando a
retirada de material orgânico, reduzindo o potencial de
produção dos solos.
TEIXEIRA, Wilson et al. Decifrando a terra. São Paulo: Oficina
de Textos, 2000. p. 131. (adaptado)
A formação desse tipo de estrutura está ligada ao
B no horizonte D ou R, onde observa-se a presença
de grande reserva orgânica que constitui estruturas
sedimentares com jazidas de carvão mineral.
A intemperismo químico.
B intemperismo biológico.
C intemperismo mecânico.
C nas camadas mais inferiores, pois elas encontram-se
mais próximas ao lençol freático, permitindo um maior
carregamento de material orgânico.
D reajustamento isostático.
E movimento epirogenético.
D no horizonte C, predominantemente formado por
materiais orgânicos decompostos a partir de ações
anaeróbicas, com a participação de micro-organismos.
E no horizonte B, cuja intemperização da rocha
constituiu um horizonte com a presença de regolitos,
intensa salinização e húmus, permitindo uma maior
permeabilidade pluvial.
Fratura

CH – 3 o Simulado SAS ENEM – 1 o dia | Página 15

2015_3oSimulado_ENEM_1oDia_Ciencias Humanas.indd

15

04/08/2015

11:16:30

2015
2015

CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS

Questões de 46 a 90

 

QUESTÃO 48

 
 

O Brasil é um dos países de maior riqueza de espécies do planeta. Entretanto, uma das maiores preocupações ecológicas atuais é a destruição da biodiversidade, tanto pela perda de hábitats naturais, que tem sido um dos aspectos mais alarmantes das alterações ambientais causadas pela humanidade, como pelo tráfico, perseguição e caça de animais, a exemplo das aves da Caatinga, bioma que apresenta 348 aves catalogadas. Proteger a biodiversidade significa conservar populações nativas que repousam nesse ecossistema.

Relativo à biodiversidade desse bioma, entende-se que

QUESTÃO 46

 
   

Todo mundo sabe que com taças de cristal dá para fazer música, só que alguém resolveu usar o “tico e teco” para lançar uma taça que indica as notas musicais de acordo com o nível de líquido dentro dela. Brilhante! Quando variamos o nível da água, alteramos as condições de vibração do copo. Fazemos com que ele vibre em frequências, ou notas, diferentes, sendo assim, voilà! Façamos taças com notas musicais.

FERREIRA, Simon. Taça de cristal vem com marcações de notas musicais para cada nível de líquido. Rock’n Tech, 31 out. 2012. Disponível em: <http://rockntech.com.br>. Acesso em: 1 o maio 2015.

A a alta biodiversidade de aves na Caatinga surgiu porque os solos são muito ricos em nutrientes e as precipitações, abundantes e regulares, permitem a instalação de árvores de grande porte. B se deve valorizar seu equilíbrio ecológico, ignorando-se os conflitos gerados pelo tráfico de aves, o uso da terra e seus recursos. C ela é produto de processos evolutivos mediados por seleção natural, logo é comum que a diversidade seja

O

texto ressalta uma dependência entre a nota musical

emitida pela taça e o nível do líquido em seu interior. O fenômeno ondulatório que ocorre com essa dependência é a

A difração.

D refração.

B polarização.

E ressonância.

C batimento.

QUESTÃO 47

 

menor no término do processo evolutivo devido aos nichos ecológicos estreitos nas espécies tardias.

   

Texto 1

D o notável padrão de diversidade de aves na Caatinga se deve a vários fatores, como a pequena intervenção do ser humano e a alternância de períodos de chuvas com secas prolongadas.

E há diferentes percepções em relação à biodiversidade de aves, tanto as que consideram aspectos ecológicos

Em uma sala bem escura, coloquei um prisma de vidro por onde o feixe de luz solar que entrasse pudesse ser refratado em direção à parede oposta da sala, formando ali uma imagem colorida do Sol. A luz do Sol, portanto, consiste em raios que se refratam diferentemente.

NEWTON, Isaac. Óptica. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2002.

 

Texto 2

quanto as que levam em conta aspectos sociais e econômicos.

 

P

 

Q

Todas as frequências do espectro eletromagnético (não só as visíveis aos olhos humanos) são refratadas no prisma, atravessam-no e são projetadas no anteparo.

 

Considerando os dois raios destacados na figura esquemática e considerando dois detectores de radiação eletromagnética (qualquer frequência), P e Q colocados

no anteparo, eles poderiam detectar, respectivamente,

 

A amarelo (visível) e vermelho (visível).

 

B infravermelho (invisível) e amarelo (visível).

C ultravioleta (invisível) e infravermelho (invisível).

 

D verde (visível) e amarelo (visível).

 

E vermelho (visível) e infravermelho (invisível).

CN – 3 o Simulado SAS ENEM – 1 o dia | Página 16

2015_3oSimulado_ENEM_1oDia_Ciencias Natureza.indd

16

04/08/2015

10:59:03

2015
2015

QUESTÃO 49

Ao fazer a montagem de um circuito elétrico simples, de acordo com a figura a seguir, deverão ser tomados cuidados para: não tocar o bulbo do termômetro com os dedos; as voltas do fio (em redor do bulbo) não se tocarem; deixar, pelo menos, 10 cm de fio sem enrolar em cada extremidade. Com as duas extremidades do fio ligadas à pilha, observe as temperaturas indicadas pelo termômetro durante um minuto. Repita o procedimento anterior utilizando duas e, depois, três pilhas.

Pilha

Termômetro

utilizando duas e, depois, três pilhas. Pilha Termômetro Fio de Ni-Cr BONADINAM, Helio. Eletricidade : um

Fio de Ni-Cr

BONADINAM, Helio. Eletricidade: um ensino experimental. 3. ed. Ijui, RS: Unijuí, 1997.

Considerando que a adição da segunda e da terceira pilhas seja em uma associação em paralelo – e que o tempo considerado seja o mesmo, um minuto –, pode-se deduzir que a temperatura indicada pelo termômetro será

A menor tanto na adição da segunda pilha quanto na da terceira pilha.

B igual tanto na adição da segunda pilha quanto na da terceira pilha.

C maior tanto na adição da segunda pilha quanto na da terceira pilha.

D maior, na adição da segunda pilha, e menor, na adição da terceira pilha.

E menor, na adição da segunda pilha, e maior, na adição da terceira pilha.

QUESTÃO 50

Vive-se a Era da Sociedade Energética, pois praticamente todos os produtos necessitam de energia para serem utilizados, para serem fabricados. A energia também é necessária para a extração da matéria-prima, para a sua produção, além de ser necessária para o transporte desses produtos em todo o seu processo, desde a extração da matéria-prima até chegar às nossas casas. Pela necessidade premente de energia, tem-se poluição dos mais variados tipos, resultando em efeitos diversos. Assim, vive-se em uma era de preocupação ambiental, em que o combustível de uso mais comum, o petróleo, parece ter as menores reservas globais. As microalgas são protistas abundantes nas camadas mais superficiais de mares e grandes lagos, onde desenvolvem mecanismos fotossintéticos, constituindo o fitoplâncton, como as diatomáceas e os dinoflagelados, e a base das cadeias e teias alimentares marinhas e dulcícolas. Além disso, são um dos principais produtores desses ecossistemas. Por isso, as microalgas têm sido apresentadas como as principais fontes de biodiesel, uma vez que boa parte de sua massa seca é óleo. Considerando a biologia desses organismos, é correto afirmar que

A diversas espécies de microalgas produzem toxinas, o que elimina a possibilidade de serem utilizadas como fonte de biodiesel.

B a região do semiárido não é viável para o cultivo desses organismos e a produção de biodiesel devido ao clima nordestino e às necessidades metabólicas das microalgas.

C a produção de biodiesel a partir de microalgas fere os princípios da sustentabilidade, além de ser inviável economicamente e por se tratar de uma fonte não renovável de energia.

D a maior produtividade das microalgas se dá em razão do ciclo de vida longo, o que possibilita que a quantidade de energia absorvida seja eficiente, com grande acúmulo de biomassa.

E as microalgas são seres unicelulares com parede celular celulósica que habitam os oceanos como parte do fitoplâncton marinho e constituem a base das cadeias e teias alimentares marinhas.

2015_3oSimulado_ENEM_1oDia_Ciencias Natureza.indd

17

CN – 3 o Simulado SAS ENEM – 1 o dia | Página 17

04/08/2015

10:59:03

2015 QUESTÃO 51   QUESTÃO 52         Alemão projeta esfera de vidro
2015 QUESTÃO 51   QUESTÃO 52         Alemão projeta esfera de vidro
2015 QUESTÃO 51   QUESTÃO 52         Alemão projeta esfera de vidro
2015 QUESTÃO 51   QUESTÃO 52         Alemão projeta esfera de vidro
2015
2015

QUESTÃO 51

 

QUESTÃO 52

 
     

Alemão projeta esfera de vidro para captação solar eficiente

 

Texto 1

Reprodução A água em abundância depende da preservação das florestas para que se formem chuvas

Reprodução

A água em abundância depende da preservação das florestas para que se formem chuvas e se mantenha a qualidade dos aquíferos. Isso porque as florestas absorvem umidade do subsolo e do oceano e a lançam na atmosfera na forma de vapor, gerando correntes aéreas que exportam chuvas para longe. Estes são os chamados rios voadores.

GUIMARÃES, Maria. Dança da chuva. Pesquisa FAPESP, São Paulo, n. 226, dez. 2014. Disponível em: <http://revistapesquisa.fapesp.br>. Acesso em: 24 jun. 2015. (adaptado)

O arquiteto alemão André Broessel anunciou a criação de um gerador solar esférico capaz de aumentar em 35% a eficiência energética, em comparação aos

Texto 2 O consumo de água no planeta está ligado às diversas funções do recurso, tanto no cotidiano das pessoas como na produção de roupas, papel e alimentos. Segundo a ONG Water Footprint, para produzir um quilo de carne bovina são gastos 15,5 mil litros de água, um pouco mais que os dez mil litros gastos para produzir um quilo de algodão ou um quilo de trigo, que demanda 1,5 mil litros. Uma vez que o produto é recolhido e disponibilizado para o mercado, a água que ele incorpora muda de estado: de água “real” para água “virtual”.

VOCÊ sabe quanta água os produtos que consumimos incorporam? O Estado, Fortaleza, 17 mar. 2015. Seção O Estado Verde. Disponível em: <http://www.oestadoce.com.br>. Acesso em: 24 jun. 2015. (adaptado)

sistemas fotovoltaicos comuns. Por se tratar de uma lente no formato de uma bola gigante, a novidade tem como grande benefício o aproveitamento da luminosidade independente de como ela incide sobre a estrutura. Não é necessário que os raios sejam totalmente direcionados, pois, ao passarem pela lente, ela se encarrega de direcionar todos na mesma direção para serem mais bem

Considerando o processo denominado ciclo da água, o

aproveitados. [

]

De acordo com Broessel, o sistema é indicado para a aplicação em qualquer tipo de superfície. Este é outro diferencial em relação às placas fotovoltaicas comuns, que normalmente são instaladas em superfícies inclinadas para aproveitarem melhor os raios solares. As lentes esféricas ainda captam de forma eficiente a luz da lua e o reflexo da iluminação noturna das cidades.

ALEMÃO projeta esfera de vidro para captação solar eficiente. Tecnologia Verde, 27 ago. 2012. Disponível em: <http://www.ciclovivo.com.br>. Acesso em: 6 maio 2015.

ritmo voraz de consumo e a escassez de água, pode-se considerar que

A uma grave crise de escassez de água no planeta poderia ser ocasionada pela ausência de reservas de águas subterrâneas.

B as florestas participam do ciclo da água por meio da transpiração estomatar e dos fenômenos denominados rios voadores.

C as ações antrópicas não comprometem o ciclo hidrológico, pois a natureza é capaz de se regenerar e de se reengajar no fluxo da vida em ritmo vertiginoso.

D as atividades humanas alteram a quantidade total de água no planeta, mas não a qualidade da água disponível na superfície ou subterrânea.

Toda e qualquer invenção que venha com o intuito de melhor utilização da luz natural é sempre muito bem vista pela comunidade científica. No projeto descrito, a esfera capta a luz com base em sua similaridade com uma lente

A convergente, em que os raios refletidos são direcionados para seu ponto antiprincipal objeto.

E o estoque utilizável de água potável no mundo é infinito, pois 97% da água é oceânica e pode ser facilmente dessalinizada, permitindo seu uso seguro.

B divergente, em que os raios refletidos são direcionados para seu ponto antiprincipal imagem.

C convergente, em que os raios refletidos são direcionados para seu centro óptico.

 

D convergente, em que os raios refletidos são direcionados para seu plano focal.

E divergente, em que os raios refletidos são direcionados para seu centro óptico.

CN – 3 o Simulado SAS ENEM – 1 o dia | Página 18

– 3 o Simulado SAS ENEM – 1 o dia | Página 18 2015_3oSimulado_ENEM_1oDia_Ciencias Natureza.indd 18

2015_3oSimulado_ENEM_1oDia_Ciencias Natureza.indd

18
18
Simulado SAS ENEM – 1 o dia | Página 18 2015_3oSimulado_ENEM_1oDia_Ciencias Natureza.indd 18 04/08/2015 10:59:04
Simulado SAS ENEM – 1 o dia | Página 18 2015_3oSimulado_ENEM_1oDia_Ciencias Natureza.indd 18 04/08/2015 10:59:04

04/08/2015

10:59:04

2015
2015

QUESTÃO 53

Como decorrência da queima de combustíveis fósseis – gasolina, diesel, querosene, gás natural, carvão mineral, por exemplo –, as concentrações de CO 2 na atmosfera aumentaram de 280 partes por milhão (ppm), em 1800, para 380 ppm, hoje. Pior: as previsões para o final deste século é que elas possam atingir cerca de 1 000 ppm, valores sem precedentes em nosso planeta nos últimos 400 mil anos.

ARTAXO, Paulo. Os oceanos e o carbono. Ciência Hoje, Rio de Janeiro, 1 o set. 2004. Disponível em: <http://cienciahoje.uol.com.br>. Acesso em: 11 jun. 2015. (adaptado)

De acordo com os dados apresentados no texto, o aumento na quantidade de CO 2 entre 1800 e os dias atuais pode ser expresso por

A 100 g/kg.

B 100 mg/10 6 mg.

C 10 mg/kg.

D 1 mg/10 6 µg.

E 380 mg/kg.

QUESTÃO 54

Os cromossomos alossomos X e Y apresentam um segmento homólogo, no qual são compartilhados os genes alelos para os portadores de retinite pigmentar, uma doença genética que provoca a perda gradativa da visão até chegar à cegueira. Os genótipos e os fenótipos para essa doença genética estão indicados na tabela seguinte:

 

 

Genótipos

Fenótipos

Genótipos

Fenótipos

 

X

R Y R

Retinite pigmentar

X

R X R

Retinite pigmentar

X

R Y r ou X r Y R

Retinite pigmentar

X

R X r

Retinite pigmentar

 

X

r Y r

Normal

X

r X r

Normal

Uma mulher homogamética e heterozigótica para a

característica genética retinite pigmentar casa-se com um homem heterogamético e de visão normal, portanto conclui-se que

A todos os filhos desse casal serão normais, e as filhas, afetadas.

B o tipo de herança para retinite pigmentar é influenciado pelo sexo.

C a probabilidade de haver crianças afetadas na prole desse casal é de 75%.

D a mulher apresenta degeneração da retina, levando à cegueira, ou seja, retinite pigmentar.

E o casal em questão é mais propenso a produzir filhos homens afetados devido à influência do hormônio testosterona.

QUESTÃO 55

HPV é a sigla do papilomavírus humano. É um vírus bastante comum; calcula-se que entre 75% e 80% da população contraia um ou mais tipos de HPV em algum momento da vida. A pirâmide a seguir apresenta a estimativa global anual de novos casos de doenças relacionados ao HPV em homens e mulheres.

Estimativa global anual de novos casos de doenças relacionadas ao HPV em homens e mulheres
Estimativa global anual de novos casos de doenças
relacionadas ao HPV em homens e mulheres
Câncer de pênis
11 080
Homens
Câncer de vulva e vagina
21 000
Mulheres
17 000
4600
Câncer de garganta
Câncer de ânus
11 000
13 000
Câncer de colo
do útero
530000
Verrugas
17 300 080
14 700 000
genitais

Considerando o papilomavírus humano, as medidas profiláticas e vacinas, é correto afirmar que

A o uso de preservativos reduz a transmissão do HPV, garantindo a proteção total contra o contágio de câncer de pênis, vulva e vagina, pois o agente etiológico dessas doenças é pouco contagioso.

B as vacinas estimulam o organismo a produzir antígenos na defesa contra o HPV, tendo ação imediata na cura

das verrugas genitais.

C os cânceres de vagina, vulva e ânus são os mais

comuns, pois não existem exames para esses tipos

de câncer, embora possam gerar grande impacto psicológico nos pacientes.

D o uso de vacinas, a abstinência sexual e o uso de preservativos são medidas profiláticas importantes para proteção contra o HPV, sendo as vacinas meios de imunização ativa.

E as doenças virais citadas são transmitidas por contato genital ou inoculação a partir de objetos ou fômites, assim, as prevenções secundárias não têm grande importância contra esse agente etiológico.

CN – 3 o Simulado SAS ENEM – 1 o dia | Página 19

2015_3oSimulado_ENEM_1oDia_Ciencias Natureza.indd

19

04/08/2015

10:59:04

2015
2015

QUESTÃO 56

 

QUESTÃO 57

 
     

O Supremo Tribunal Federal (STF) liberou, sem reservas, a pesquisa com células-tronco embrionárias

obtidas de fetos humanos fertilizados in vitro, considerados inviáveis para procriação. [ ] Células-tronco são as células primordiais, que surgem nos primeiros estágios de desenvolvimento de um organismo e ainda não se especializaram em nenhuma função. Cerca de cinco dias depois da fecundação de um óvulo pelo espermatozoide, o embrião humano não tem

Devido ao fato de o sangue passar duas vezes pelo coração para completar os dois circuitos, a circulação humana é classificada como dupla. O coração humano é composto de quatro cavidades e não permite a mistura de sangue venoso com arterial, por conta disso a circulação humana é classificada como completa. A ilustração a seguir mostra a circulação sistêmica e pulmonar.

ainda definido nenhum órgão ou tecido. [

]

Com o tempo,

Órgãos Artéria pulmonar Artéria aorta Pulmão Coração Órgãos
Órgãos
Artéria pulmonar
Artéria aorta
Pulmão
Coração
Órgãos

Veia cava superior

Veia cava inferior

Veias pulmonares

Analisando a imagem, entende-se que o sangue venoso está presente nos vasos sanguíneos denominados

A artéria aorta e veias pulmonares.

essas células primordiais se transformam em todos os

tecidos do corpo, como neurônios, sangue, articulações, cabelos e unhas. Um dos maiores sonhos da pesquisa biomédica é aproveitar toda a potencialidade das células-tronco embrionárias para a cura de lesões, como as de medula,

de doenças, como as cardíacas, o mal de Parkinson e

e

o

diabetes.

VENTUROLI, Thereza. Sinal verde para a Ciência. Planeta Sustentável. Disponível em: <http://planetasustentavel.abril.com.br>. Acesso em: 15 jun. 2015. (adaptado)

Embora o tema células-tronco seja passível de discussão,

é sabido que

 

A a aprovação do Supremo Tribunal Federal, cientificamente, foi um equívoco, pois é de conhecimento que o ideal é guardar o sangue do cordão umbilical dos recém-nascidos.

B tais células podem ser retiradas da medula óssea e do sangue de indivíduos até a menopausa feminina e a andropausa masculina.

C o uso de células-tronco embrionárias de um embrião qualquer em determinado indivíduo da mesma espécie é sempre bem sucedido, pois ambos apresentam o mesmo genoma.

D para os transplantes de células-tronco são necessárias a utilização de células embrionárias no estágio de organogênese, quando os tecidos já estão completamente definidos.

E as células-tronco embrionárias consideradas pluri ou totipotentes são capazes de se diferenciar em todos os tipos de células e tecidos do organismo.

B artéria aorta e artéria pulmonar.

 

C veias pulmonares e veias cavas.

 

D veias pulmonares e artéria pulmonar.

 

E veias cavas e artéria pulmonar.

CN – 3 o Simulado SAS ENEM – 1 o dia | Página 20

2015_3oSimulado_ENEM_1oDia_Ciencias Natureza.indd

20

04/08/2015

10:59:04

2015
2015

QUESTÃO 58

A acondroplasia é uma disfunção genética autossômica expressa por um alelo que se manifesta em homozigose

e em heterozigose, o qual interfere no crescimento ósseo durante o desenvolvimento, resultando em fenótipo anão,

tendo incidência de 1 em 15 000 nascimentos. As figuras a seguir apresentam tipos de cruzamentos em relação ao par

de alelos que determina o fenótipo humano nanismo acondroplásico.

Cruzamento 1:

 

Normal

Cruzamento 2:

 

Anão

X

X

Anão

Normal

Anão 1

Normal

+

Anão 2

+

Normal

Anão

acondroplásico

Considerando o diagrama, conclui-se que

A os genitores do cruzamento 2 são heterozigotos.

B a acondroplasia é uma herança ligada ao sexo dominante.

C o descendente anão 2 é obrigatoriamente homozigoto dominante.

D a acondroplasia é causada por um gene recessivo autossômico.

E não é possível um filho normal resultar da união de um homem acondroplásico com uma mulher normal.

QUESTÃO 59

Atualmente, existe uma total dependência de energia, sangue do corpo da civilização contemporânea e base do

sistema atual. Entretanto, tem-se poluição de variados tipos, gerando diversos efeitos, mas a história da humanidade

é de descobertas de novas fontes, novas transformações e aplicações de energia. Os gráficos a seguir mostram a produção energética mundial, ou seja, a porcentagem de energia produzida por cada tipo de combustível, em dois momentos distintos: 1973 e 2005.

Fontes renováveis 4% 1% 7% Nuclear 11% Gás natural 19% Petróleo Gás Petróleo 42% natural
Fontes
renováveis
4% 1%
7%
Nuclear
11%
Gás
natural
19%
Petróleo
Gás
Petróleo
42%
natural
53%
Carvão
23%
23%
Carvão
17%
1973
2005

SMITH, Dam. Um levantamento único dos eventos correntes e das tendências globais. Atlas da situação mundial. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2007.

Da observação do gráfico, depreende-se que

A o rápido aumento da produção de energia de fontes não renováveis, como a solar, a hidráulica, de marés e correntes marítimas e de biomassa, deve-se ao fato de não gerarem poluição e riscos de grandes acidentes.

B a queda na produção de energia a partir do petróleo se deu devido à redução das reservas petrolíferas mundiais e ao crescente desenvolvimento de energias não renováveis, como os biocombustíveis.

C a energia nuclear teve, entre os dois momentos analisados, uma diminuição em seus índices, pois constatou-se que as alterações biológicas nas células podem induzir efeitos somáticos ou genéticos.

D a redução de energia produzida pelo carvão mineral deve-se, entre outros, ao fato de provocar elevada emissão de gases do efeito estufa e contribuir para a ocorrência de chuvas ácidas.

E a energia eólica, apesar da grande emissão de gases do efeito estufa, é a fonte de energia renovável que mais aumenta, devido ao funcionamento mais limpo e confiável.

2015_3oSimulado_ENEM_1oDia_Ciencias Natureza.indd

21

CN – 3 o Simulado SAS ENEM – 1 o dia | Página 21

04/08/2015

10:59:04

2015
2015

QUESTÃO 60

O efeito estufa é causado por gases presentes na atmosfera terrestre que absorvem determinados comprimentos de onda da radiação infravermelha emitida pelo planeta que, de outra forma, seriam irradiados para o espaço exterior. Qual das ações a seguir seria mais viável para minimizar

o efeito acelerado do aquecimento global provocado pelas atividades antrópicas?

A Redução do crescimento populacional e aumento da construção de hidrelétricas, pois 16% da eletricidade mundial é gerada por represas que giram turbinas.

B Redução dos investimentos no uso de tecnologias voltadas para a captura e sequestro do carbono, pois o aquecimento global gera mudanças climáticas e distúrbios na natureza.

C Reflorestamento maciço em áreas devastadas e consumo de produtos que não contenham CFCs (clorofluorcarbonetos).

D Redução dos rebanhos bovinos e de plantações de arroz, grandes produtores de metano, o principal gás do aquecimento estufa.

E Aumento da produção de energia derivada de fontes alternativas, como gás xisto preso no subsolo e micro-organismos manipulados geneticamente.

QUESTÃO 61

Gregor Mendel, “o pai da Genética”, como é conhecido, realizou diversos cruzamentos entre plantas de ervilha. Nos primeiros experimentos, trabalhou apenas uma característica de cada vez e, posteriormente, analisou

o padrão de herança de duas ou mais características

simultaneamente. Esses cruzamentos permitiram a elaboração da Lei da Segregação dos Fatores e da Lei

da Segregação Independente. Décadas mais tarde, Morgan e seus colaboradores, ao estudarem a herança

de certos caracteres da mosca Drosophila melanogaster, observaram que nem sempre as características eram transmitidas independentemente, restringindo, assim,

a Segunda Lei de Mendel. Observe a tabela seguinte

com as proporções de um organismo diíbrido AaBb em situações distintas.

Gametas

AB

ab

Ab

aB

Situação 1

50%

50%

0%

0%

Situação 2

30%

30%

20%

20%

Situação 3

25%

25%

25%

25%

Situação 4

0%

0%

50%

50%

Situação 5

20%

20%

30%

30%

Considerando as informações anteriores, qual é a situação que melhor demonstra um caso de Segunda Lei de Mendel?

A Situação 1.

D Situação 4.

B Situação 2.

E Situação 5.

C Situação 3.

QUESTÃO 62

Os genes alelos atuam na determinação de um mesmo caráter e estão presentes nos mesmos loci em cromossomos homólogos. Existem casos em que mais de dois tipos de alelos estão presentes na determinação de um específico caráter na população, sendo esse tipo de herança denominado polialelia ou alelos múltiplos. Foi realizado um experimento envolvendo vários cruzamentos entre coelhos de fenótipos diferentes, conforme a tabela a seguir.

Cruzamento

Fenótipo

Geração F1

 

Geração F2

 

Macho chinchila x

 

75% chinchila e 25% albino

1

fêmea albina

100% chinchila

2

Macho selvagem x

100% selvagem

75% selvagem

fêmea himalaio

e

25% himalaio

 

Macho chinchila x

 

75% chinchila e 25% himalaio

3

fêmea himalaio

100% chinchila

 

Macho albino x

 

75% himalaio e 25% albino

4

fêmea himalaio

100% himalaio

5

Macho selvagem x

100% selvagem

75% selvagem

fêmea chinchila

e

25% chinchila

Analisando a tabela, é possível chegar à conclusão de que o alelo que condiciona a característica

A recessiva é expresso quando o organismo é heterozigoto.

B selvagem é dominante quando é observado o cruzamento 4.

C albina é indeterminado quanto à dominância ou recessividade.

D himalaio atua como dominante em um dos casos de cruzamento.

E chinchila é dominante sobre o alelo albino, porém é recessivo sobre o himalaio.

QUESTÃO 63

A fotossensibilização é um processo em que as

moléculas transformam energia luminosa em reatividade química. O mais conhecido produto desse processo é o chamado átomo reativo com elétron desemparelhado. Altamente reativa, essa molécula, induzida pelo UV-A, pode também ter efeitos deletérios para as células.

BAPTISTA, Maurício S.; CHIARELLI NETO, Orlando. Fotobioquímica da pele. Ciência Hoje, Rio de Janeiro, 20 abr. 2015. Disponível em: <http://cienciahoje.uol.com.br>. Acesso em: 11 jun. 2015.

Com relação às moléculas orgânicas expostas a esse tipo de radiação, pode-se afirmar que

A

elas tendem a sofrer ionização formando radical livre.

B

as

cadeias carbônicas existentes formam carbocátions.

C

os

radicais livres são muito estáveis, sendo, portanto,

moléculas de baixa reatividade.

D

os

raios ultravioletas estão situados no espectro visível

e formam carbânions orgânicos.

E

os