Vous êtes sur la page 1sur 13

PROGRAMA 2017

CAMPO PSICANALÍTICO SALVADOR

CAMPO PSICANALÍTICO ILHÉUS-ITABUNA

FÓRUM DO CAMPO LACANIANO SALVADOR

O REAL NA CLÍNICA PSICANALÍTICA

PROGRAMAÇÃO

CAMPO PSICANALÍTICO ILHÉUS-ITABUNA FÓRUM DO CAMPO LACANIANO SALVADOR O REAL NA CLÍNICA PSICANALÍTICA PROGRAMAÇÃO

SEMINÁRIOS

PROGRAMA DO CAMPO PSICANALÍTICO SALVADOR

Apresentação

Com o tema “O Real na Clínica Psicanalítica”, em 2017, o Campo Psicanalítico pretende estudar, nas suas diversas atividades, o “rastro do Real” no sujeito, que, de acordo com Lacan, consiste e ex-siste apenas no Nó Borromeano.

Buscaremos elucidar o conceito de Real apresentado por Lacan ao longo do seu ensino e como é possível escrevê-lo ou dele se aproximar na prática clínica psicanalítica.

O Real, segundo Lacan, é o impossível, é o que não cessa de não se escrever, ou seja, não

cessa de comparecer como falta. Lacan, ao propor falar da existência do Real, apresenta

a sua forma de escrita, através do nó borromeano, como uma possibilidade de tocar em algo que se define como nó, algo que se impõe à emergência do Inconsciente, como um saber, um saber fora de sentido, próprio a cada um, a cada um em particular. Um nó que pode ser escrito de acordo com a beleza segundo a figura de Hogarth, a qual escolhemos para ilustrar o nosso programa.

Seguiremos, neste ano, o enigma do Real, do saber sobre o Real. De que saber se trata aí? Trata-se de um saber articulável e enunciado, ou alguma coisa que se transmite no ato analítico?

Lacan (1972), em “O Aturdito”, nos diz que, no ato do final da análise, há a produção de um sujeito que se assegura no saber do impossível.

Para a psicanálise, é um desafio ético buscar as vias de acesso ao Real da clínica, privilegiando a ética do bem-dizer, garantindo a invenção necessária de cada um para tangenciar, a-bordar os efeitos e afetos do Real.

um para tangenciar, a-bordar os efeitos e afetos do Real. SEMINÁRIO DO CAMPO PSICANALÍTICO (SCP) O

SEMINÁRIO DO CAMPO PSICANALÍTICO (SCP)

O REAL NA CLÍNICA PSICANALÍTICA 4ª feira I 20h quinzenal I entrada franca Coordenação: José Antonio Pereira da Silva

08/03 - Abertura: O Real ex-siste - José Antonio Pereira da Silva

08/03 - Abertura: O Real ex-siste - José Antonio Pereira da Silva

22/03 - A topologia da cadeia borromeana e a prática Psicanalítica - Aurélio Souza

22/03 - A topologia da cadeia borromeana e a prática Psicanalítica - Aurélio Souza

05/04 - Real da ciência e real da psicanálise - Olga Sá

05/04 - Real da ciência e real da psicanálise - Olga Sá

19/04 - “A estrutura é o real que vem à luz na linguagem.” - Soraya

19/04 - “A estrutura é o real que vem à luz na linguagem.” - Soraya Carvalho

03/05 - O real, o saber e a verdade - Ester Gelman

03/05 - O real, o saber e a verdade - Ester Gelman

17/05 - Alíngua e o real - Véra Motta

17/05 - Alíngua e o real - Véra Motta

31/05 - O advento do Real - Jairo Gerbase

31/05 - O advento do Real - Jairo Gerbase

14/06 - Mesa Redonda SCP & SEE: O Real no nó borromeano - Simey Soeiro

14/06 - Mesa Redonda SCP & SEE: O Real no nó borromeano - Simey Soeiro e Jairo Gerbase

12/07 - A beleza é um anteparo do real - Luane Campos

12/07 - A beleza é um anteparo do real - Luane Campos

26/07 - A presença do analista e os registros real, simbólico e imaginário - Elaine

26/07 - A presença do analista e os registros real, simbólico e imaginário - Elaine Foguel

09/08 - A repetição na experiência psicanalítica - Cristiane Oliveira

09/08 - A repetição na experiência psicanalítica - Cristiane Oliveira

23/08 - Saber fazer com o real - Angélia Teixeira

23/08 - Saber fazer com o real - Angélia Teixeira

13/09 - Um-dizer na clínica do real - Fátima Pereira

13/09 - Um-dizer na clínica do real - Fátima Pereira

27/09 - A psicose e o retorno no real - Madaleine Reis

27/09 - A psicose e o retorno no real - Madaleine Reis

18/10 - O Real e a Fobia - Sonia Campos Magalhães

18/10 - O Real e a Fobia - Sonia Campos Magalhães

01/11 - O autismo e o Real - Francisco Dias

01/11 - O autismo e o Real - Francisco Dias

08/11 - Mesa Redonda SCP & SEE: O real e o final de análise -

08/11 - Mesa Redonda SCP & SEE: O real e o final de análise - Andréa Hortélio Fernandes e Ida Freitas

SEMINÁRIOS

SEMINÁRIOS

SEMINÁRIO DE INTRODUÇÃO À PSICANÁLISE (SIP)

FUNDAMENTOS DA PSICANÁLISE 6ª feira I 14h I semanal

Coordenação: Angélia Teixeira

Estudaremos cinco conceitos fundamentais introduzidos por Freud e abordados por Lacan no Seminário Livro 11, a saber, o inconsciente, a pulsão, a repetição, a transferência e a identificação.

INCONSCIENTE Coordenação: Fátima Pereira

10/03 - Freud e a hipótese do inconsciente- Angélia Teixeira

10/03 - Freud e a hipótese do inconsciente- Angélia Teixeira

17/03 - O inconsciente é estruturado como uma linguagem - Fátima Pereira

17/03 - O inconsciente é estruturado como uma linguagem - Fátima Pereira

24/03 - A função do significante e a sua rede – Ester Gelman

24/03 - A função do significante e a sua rede – Ester Gelman

31/03 - O Campo do sujeito e o Campo do Outro: alienação e separação -

31/03 - O Campo do sujeito e o Campo do Outro: alienação e separação - Ida Freitas

07/04 - O estatuto do inconsciente é ético - Luane Campos

07/04 - O estatuto do inconsciente é ético - Luane Campos

28/04 - A subversão do sujeito na experiência Psicanalítica - José Antônio Pereira da Silva

28/04 - A subversão do sujeito na experiência Psicanalítica - José Antônio Pereira da Silva

 

REPETIÇÃO Coordenação: Soraya Carvalho Rigo

05/05 - A repetição em Freud e Lacan- Cristiane Oliveira

05/05 - A repetição em Freud e Lacan- Cristiane Oliveira

12/05 - A função da repetição- Fort/Da- Elaine Foguel

12/05 - A função da repetição- Fort/Da- Elaine Foguel

19/05 - Tiquê e Autômaton – Cristiane Oliveira

19/05 - Tiquê e Autômaton – Cristiane Oliveira

26/05 - A impossibilidade do real em jogo – Soraya Carvalho Rigo

26/05 - A impossibilidade do real em jogo – Soraya Carvalho Rigo

02/06 - O destino da repetição no ato psicanalítico- Soraya Carvalho Rigo

02/06 - O destino da repetição no ato psicanalítico- Soraya Carvalho Rigo

 

PULSÃO Coordenação: Sonia Campos Magalhães

09/06 - A pulsão em Freud - Francisco Dias

09/06 - A pulsão em Freud - Francisco Dias

16/06 - Os termos e as vicissitudes da pulsão - Ida Freitas

16/06 - Os termos e as vicissitudes da pulsão - Ida Freitas

14/07 - A sexualidade e a pulsão nos desfiladeiros do significante – Edina Amorim

14/07 - A sexualidade e a pulsão nos desfiladeiros do significante – Edina Amorim

21/07 - Montagem e desmontagem da pulsão: satisfação e gozo – Andréa Hortélio Fernandes

21/07 - Montagem e desmontagem da pulsão: satisfação e gozo – Andréa Hortélio Fernandes

28/07 - voz reflexiva da pulsão: fazer-se ver, ouvir - Angélia Teixeira

28/07 - voz reflexiva da pulsão: fazer-se ver, ouvir

- Angélia Teixeira

4/08 - O circuito do Campo pulsional e o Campo narcísico do amor - Sonia

4/08 - O circuito do Campo pulsional e o Campo narcísico do amor - Sonia Campos Magalhães

11/08 - O eco do dizer sobre o corpo no dispositivo psicanalítico – Jairo Gerbase

11/08 - O eco do dizer sobre o corpo no dispositivo psicanalítico – Jairo Gerbase

 

A

TRANSFERÊNCIA

Coordenação: José Antônio Pereira da Silva

18/08 A transferência em Freud e Lacan- José Antônio

18/08 A transferência em Freud e Lacan- José Antônio

25/08 A presença do analista – Romilson Nascimento

25/08 A presença do analista – Romilson Nascimento

01/09 Manejo da transferência – Célia Fiamenghi

01/09 Manejo da transferência – Célia Fiamenghi

15/9 O sujeito suposto saber - Angélia Teixeira

15/9 O sujeito suposto saber - Angélia Teixeira

22/09 Amor ao saber - Andréa Fernandes

22/09 Amor ao saber - Andréa Fernandes

29/09 O desejo do psicanalista - Soraya Carvalho

29/09 O desejo do psicanalista - Soraya Carvalho

06/10 A transferência na entrada e no final da análise – Conceição Vita

06/10 A transferência na entrada e no final da análise – Conceição Vita

 

A

IDENTIFICAÇÃO

Coordenação: Angélia Teixeira

13/10 Modalidades da Identificação em Lacan: à imagem, ao significante, ao objeto - Olga Sá

13/10 Modalidades da Identificação em Lacan: à imagem, ao significante, ao objeto - Olga Sá

20/10 A função do Ideal do Eu e do eu ideal nas operações da identificação

20/10 A função do Ideal do Eu e do eu ideal nas operações da identificação – Taya Soledade

27/10 Alienação e Separação na Identificação e na Identidade- Sonia Campos Magalhães

27/10 Alienação e Separação na Identificação e na Identidade- Sonia Campos Magalhães

10/11 A Identificação na interseção entre a Demanda, o desejo e a transferência - Célia

10/11 A Identificação na interseção entre a Demanda, o desejo e a transferência - Célia Fiamenghi

17/11 Atravessar o plano das identificações e identificar-se ao sintoma- Angélia Teixeira

17/11 Atravessar o plano das identificações e identificar-se ao sintoma- Angélia Teixeira

SEMINÁRIOS

CURSOREDES

SEMINÁRIO DE CONEXÕES (SCO)

PSICANÁLISE E CONTEMPORANEIDADE 6ª feira I 16h15 I mensal I entrada franca

Coordenação: Angela Rabello e Maria José de Oliveira Araújo

31/03 – A Clínica com Adolescentes na Atualidade “Adolescência em atos: desafios da clínica na

31/03 – A Clínica com Adolescentes na Atualidade “Adolescência em atos: desafios da clínica na atualidade” - Vládia Jucá “A escuta de adolescentes em situação de risco na internet” - Juliana Cunha Coordenação - Ângela Rabelo

28/04 – Sublimação e Loucura “ESKITSCHOFRENIA”- Reinaldo Eckenberg “Nomearte” - Ida Freitas Coordenação -

28/04 – Sublimação e Loucura “ESKITSCHOFRENIA”- Reinaldo Eckenberg “Nomearte” - Ida Freitas Coordenação - Ângela Rabello

 
26/05 – Feminicídio e Misoginia “O olhar do movimento social sobre feminicídio e misoginia”- Tânia

26/05 – Feminicídio e Misoginia “O olhar do movimento social sobre feminicídio e misoginia”- Tânia Palma “Feminicídio: por que aceitamos?” - Maria Eunice Kalil Coordenação - Maria José de Oliveira Araújo

28/07 – Sexualidades Hoje “Sexualidades nas bordas da psicanálise”- Maria Cecilia Simonetti “Sexualidades hoje:

28/07 – Sexualidades Hoje “Sexualidades nas bordas da psicanálise”- Maria Cecilia Simonetti “Sexualidades hoje: o que (não) mudou?”- Thereza Coelho Coordenação - Maria José de Oliveira Araújo

 
25/08 – Novas Masculinidades “Giro descolonial para pensar homens e masculinidades”- Diogo Sousa “O Sacrifício

25/08 – Novas Masculinidades “Giro descolonial para pensar homens e masculinidades”- Diogo Sousa “O Sacrifício de Orfeu: Masculinidades Negras no contexto da Antinegritude” – Osmundo Pinho Coordenação - Ângela Rabello

29/09 – Arte e Subjetividade “O Fora e a Cena: uma experiência de Teatro na

29/09 – Arte e Subjetividade “O Fora e a Cena: uma experiência de Teatro na Saúde Mental”- Renata Berenstein “Flores de massa: reflexões sobre a oficina de música no HJM” - Wagner de Angeli Ferraz Coordenação - Angela Rabello

 
27/10 – De que tratam os Feminismos na atualidade? “Conceitos e práticas na mira das

27/10 – De que tratam os Feminismos na atualidade? “Conceitos e práticas na mira das feministas” - Vilma Reis “Feminismo Jurídico: estratégias de acesso à justiça”- Salete Maria da Silva Coordenação - Maria José de Oliveira Araújo

CURSO

ADVENTOS DO REAL: AUTISMO E FOBIA – Jairo Gerbase 4ª feira I 18h30 I quinzenal I Início: 08/03

Advento é chegada. O advento do Real é a chegada do primeiro significante. O falaser vai ter de apreendê-lo, ou não. Se for bem sucedido conhecerá o medo e se não for estará condenado ao autismo.A fobia é o ícone de que o sujeito do inconsciente começou a lidar com o impossível de ser apreendido. O autismo indica, por seu turno, que o indivíduo, isto é, o corpo do falaser não foi devidamente afetado pelo significante.Essa conversa foi aberta, uma vez, no Seminário da fantasia, entre Lacan, Jakobson, Lévi-Strauss e Jenny Aubry, se não me engano. Há, no recente livro de Soler – Avènements du réel, de l’angoisse au symptôme – referências importantes sobre o assunto.

au symptôme – referências importantes sobre o assunto. Estudos e pesquisa em psicanálise e criança A

Estudos e pesquisa em psicanálise e criança

A CRIANÇA, O INFANTIL E O REAL 4ª feira I Quinzenal I 18h30 I Início: 15/03 Coordenação: Vera Edington, Andréa Lima, Fátima Pereira

No início do século XX, Freud apresenta uma abordagem inédita da criança, rompendo

o encanto de uma suposta inocência e introduzindo a disposição perverso polimorfa.

Entretanto, foi na condução da análise daquele a quem nomeou o homem dos lobos, que introduziu o termo infantil, referindo-se à organização estrutural da subjetividade.

Assim, na trilha freudiana, com Soler (2010), dizemos que a criança ainda não é o infantil, nisto que implica um efeito de estrutura ou de posição subjetiva; ao contrário, ela se encontra mais perto do real, banhada na linguagem, mas ainda fora do laço social. Lacan escreveu a subjetividade através do enodamento de três registros: o imaginário,

o simbólico e o real. Neste ano, enlaçadas ao tema do Campo Psicanalítico, o Real na

clínica, insistiremos com os termos: criança, infantil e real, tomados a partir da psicanálise,

bem como na interface com a educação, a literatura, o cinema e os discursos da ciência.

15/03 - Abertura: A criança, o infantil e o real – Vera Edington Coordenação: Fátima

15/03 - Abertura: A criança, o infantil e o real – Vera Edington Coordenação: Fátima Pereira

29/03 - Athos: interpretação e ato na clínica psicanalítica com crianças – Carla Góes Coordenação: Ida Freitas

REDES

REDES

12/04 - Filme Eu, mamãe e os meninos - Debate: Célia Fiamenghi Coordenação: Andréa Hortélio

12/04 - Filme Eu, mamãe e os meninos - Debate: Célia Fiamenghi Coordenação: Andréa Hortélio Fernandes

12/04 - Filme Eu, mamãe e os meninos - Debate: Célia Fiamenghi Coordenação: Andréa Hortélio Fernandes
26/04 - A criança entre a mãe e a mulher – Ida Freitas Coordenação: Andréa

26/04 - A criança entre a mãe e a mulher – Ida Freitas Coordenação: Andréa Lima

10/05 - A bolsa amarela: a anatomia é o destino? – Andrea Lima Coordenação: Andréa

10/05 - A bolsa amarela: a anatomia é o destino? – Andrea Lima Coordenação: Andréa Hortélio Fernandes

24/05 - O impossível do educar – Silvana Pessoa Coordenação: Vera Edington

24/05 - O impossível do educar – Silvana Pessoa Coordenação: Vera Edington

07/06 - A criança, o infantil e o real do inconsciente disortográfico – Claudia Saldanha

07/06 - A criança, o infantil e o real do inconsciente disortográfico – Claudia Saldanha Coordenação: Sonia Campos Magalhães

19/07 - Fort-Da – Sonia Campos Magalhães Coordenação: Ida Freitas

19/07 - Fort-Da – Sonia Campos Magalhães Coordenação: Ida Freitas

02/08 - A Fobia – Sonia Campos Magalhães Coordenação: Andréa Lima

02/08 - A Fobia – Sonia Campos Magalhães Coordenação: Andréa Lima

16/08 - Filme: After Thomas – Um amigo inesperado - Debate: Francisco Dias Coordenação: Fátima

16/08 - Filme: After Thomas – Um amigo inesperado - Debate: Francisco Dias Coordenação: Fátima Pereira

16/08 - Filme: After Thomas – Um amigo inesperado - Debate: Francisco Dias Coordenação: Fátima Pereira
30/08 - Psicanálise e as construções na clínica do autismo – Claudia Mascarenhas Fernandes Coordenação:

30/08 - Psicanálise e as construções na clínica do autismo – Claudia Mascarenhas Fernandes Coordenação: Ida Freitas

20/09 - O autista está no Real ou habita o campo da linguagem? – Fátima

20/09 - O autista está no Real ou habita o campo da linguagem? – Fátima Pereira Coordenação: Vera Edington

04/10 - A não-relação sexual e a clínica com crianças – Andréa Hortélio Fernandes Coordenação:

04/10 - A não-relação sexual e a clínica com crianças – Andréa Hortélio Fernandes Coordenação: Sonia Campos Magalhães

25/10 - A angústia na criança – Maria Manoella Jatobá Coordenação: Andréa Lima

25/10 - A angústia na criança – Maria Manoella Jatobá Coordenação: Andréa Lima

08/11 - Mesa Redonda: A criança e o real na clínica psicanalítica – Pollyana Almeida

08/11 - Mesa Redonda: A criança e o real na clínica psicanalítica – Pollyana Almeida e José Antonio Pereira da Silva Coordenação: Vera Edington

Antonio Pereira da Silva Coordenação: Vera Edington REDEPSICOSE Primeira 6ª feira do mês I 16h15 I

REDEPSICOSE

Primeira 6ª feira do mês I 16h15 I entrada franca I Início: 07/04 Coordenação: Ubirajara Cardoso e Jairo Gerbase

Vamos ler juntos, com os interessados, o livro de Darian Leader - O que é loucura? Delírio e sanidade na vida cotidiana

Em “O que é loucura?” o psicanalista Darian Leader, membro do Campo Lacaniano, em Londres, reavalia parâmetros e critérios usados para definir e tratar a psicose. Os psiquiatras do fim do século XIX, diz, foram muito desacreditados, em função de seus preconceitos em questões como a hereditariedade, a constituição e a degeneração mentais. Quando o jovem estudante de medicina Jacques Lacan iniciou sua formação psiquiátrica, na Paris da década de 1920, foi essa a cultura em que suas ideias começaram a crescer. Hoje, o trabalho clínico lacaniano com a psicose é feito em toda parte. Há uma cultura florescente dedicada à exploração de diferentes aspectos da loucura. Até o presente, milhares de relatos de casos de trabalho com sujeitos psicóticos foram publicados por clínicos lacanianos. A Rede Psicose em 2017 inova a metodologia de trabalho, ao propor a leitura em grupo do livro acima e promover mesas redondas sobre o conteúdo desse material.

REDE ARTE E PSICANÁLISE

Terceira 6ª feira do mês I 16h15 I mensal I entrada franca I Início: 17/03 Coordenação: Luane Campos

17/03 - Psicanálise e cultura – Luane Campos

17/03 - Psicanálise e cultura – Luane Campos

19/05 – Psicanálise e cinema: enlaces e desenlaces – Juliana Cunha

19/05 – Psicanálise e cinema: enlaces e desenlaces – Juliana Cunha

16/06 – O lugar da escrita na obra de Lacan – Ida Freitas

16/06 – O lugar da escrita na obra de Lacan – Ida Freitas

18/08 – Freud e literatura – Andréa Fernandes

18/08 – Freud e literatura – Andréa Fernandes

15/09 – Guimarães Rosa e a Psicanálise – Vitória Cabral

15/09 – Guimarães Rosa e a Psicanálise – Vitória Cabral

20/10 – Ética e Estética – Angela Rabello

20/10 – Ética e Estética – Angela Rabello

17/11 – Poesia e Psicanálise - Véra Motta

17/11 – Poesia e Psicanálise - Véra Motta

SEÇÃO CLÍNICA (SCL)

SEÇÃO CLÍNICA (SCL)

O MANEJO DO REAL NA CLÍNICA PSICANALÍTICA Última 2ª feira do mês I 20h30 Coordenação: Andréa Hortélio Fernandes Vice-coordenação: Ester Gelman

Atividade restrita a membros do Campo Psicanalítico e a praticantes de ANALISE – Clínica Social de Orientação Psicanalítica

O Campo Psicanalítico reserva um espaço institucional para o debate sobre as

questões diretamente ligadas à clínica, não apenas através da apresentação de casos, mas também do levantamento de questões acerca do atendimento e do lugar do analista. Deste modo, visa fornecer a reflexão, a discussão e a transmissão da

experiência psicanalítica. O debate, neste ano, far-se-á em torno do manejo do real

na clínica psicanalítica.

27/03 – Abertura da Seção Clínica – Andréa Hortélio Fernandes e Ester Gelman

27/03 – Abertura da Seção Clínica – Andréa Hortélio Fernandes e Ester Gelman

24/04 – Ester Gelman

24/04 – Ester Gelman

29/05 – Carmen Luciane Lavigne Freire

29/05 – Carmen Luciane Lavigne Freire

31/07 – José Antonio Pereira da Silva

31/07 – José Antonio Pereira da Silva

28/08 – Angélia Teixeira

28/08 – Angélia Teixeira

25/09 – Andréa Lima

25/09 – Andréa Lima

30/10 – Sérgio Garrido

30/10 – Sérgio Garrido

ANÁLISE
ANÁLISE

Coordenação: Soraya Carvalho e Célia Fiamenghi

ANALISE, Clínica Social do Campo Psicanalítico de Salvador, é um espaço de formação e debate destinado a aqueles que iniciam a prática da psicanálise, através da disponibilização de atendimento clínico de orientação psicanalítica à comunidade, a um custo acessível.

As reuniões de Analise acontecem na terceira segunda-feira de cada mês, às 20h30, e são restritas aos membros do Campo Psicanalítico e aos praticantes de Analise.

Os interessados em iniciar uma prática em ANALISE devem procurar a Coordenação para maiores informações, através dos e-mails:

soraya-carvalho@uol.com.br ou celia.fiamenghi@uol.com.br

Informações e marcação de consultas: Gil Almeida, pelo telefone (71) 3035-5681. Horário: de segunda à sexta-feira, das 8:00h às 12:00h e das 13:00h às 17:00h.

CAMPO PSICANALÍTICO DE SALVADOR

EVENTOS

EVENTOS

FEIRA DE LIVROS – 02/06/17 a 16/06/17

BLOOMSDAY 16/06 - sexta-feira - 18h15 Coordenação: Edina Amorim Colaboração: Elaine Foguel, Luane Campos, Ida Freitas e Maria José de Oliveira Araújo

Luane Campos, Ida Freitas e Maria José de Oliveira Araújo Bloomsday é uma festa literária. Na

Bloomsday é uma festa literária. Na verdade, uma comemoração inusitada. Dia de celebrar um personagem ficcional, Leopold Bloom, cuja saga andança por Dublin em um único dia,16 de junho, é comemorado em versos e prosas. Um dia repleto de signos linguísticos, sonoros e visuais retratados na obra literária ‘Ulisses’ do escritor irlandês James Joyce que tanto inspirou Lacan.

A ideia é festejar com a comunidade do Campo Psicanalítico, membros, alunos, amigos e amantes da escrita joyceana, em torno de leituras, diálogos e músicas. Além, é claro, de saborear guloseimas no estilo pub irlandês. Ainda, brindaremos neste dia a conclusão dos trabalhos do primeiro semestre no Campo Psicanalítico Salvador.

OUTROS EVENTOS

DEBATE DE ANALISE

A (de)formação do analista – Dominique Fingermann

12 de maio de 2017, sexta-feira, 18h – Campo Psicanalítico de Salvador Coordenação: Soraya CarvalhoA (de)formação do analista – Dominique Fingermann XVII JORNADA DO CAMPO PSICANALÍTICO DE SALVADOR X JORNADA

XVII JORNADA DO CAMPO PSICANALÍTICO DE SALVADOR X JORNADA DE ANALISE XIV JORNADA DA IF-EPFCL-BRASIL-FÓRUM SALVADOR

24 e 25 de novembro de 2017 – Salvador, Ba – Auditório Edf. C.I.S Prof. Fernando FilgueirasDE ANALISE XIV JORNADA DA IF-EPFCL-BRASIL-FÓRUM SALVADOR CAMPO PSICANALÍTICO DE SALVADOR ÓRGÃOS DE ADMINISTRAÇÃO

CAMPO PSICANALÍTICO DE SALVADOR

ÓRGÃOS DE ADMINISTRAÇÃO

Coordenação

Diretor: José Antonio Pereira da Silva Secretária: Vera Edington Tesoureira: Ida Freitas

Conselho Fiscal: Andréa Lima, Madaleine Reis, Maria José de Oliveira Araújo

ÓRGÃOS SUPLEMENTARES

Analise

Coordenação: Soraya Carvalho e Célia Fiamenghi

Redepião

Coordenação: Vera Edington, Andréa Lima e Fátima Pereira

RedePsicose

Coordenação: Ubirajara Cardoso e Jairo Gerbase

Rede Arte e Psicanálise

Coordenação: Luane Campos

ÓRGÃOS DE APOIO

Seção Clínica

Coordenadora: Andréa Hortélio Fernandes Vice-coordenadora: Ester Gelman

Conselho Editorial

Membros: Cristiane Oliveira, Sonia Campos Magalhães, Fátima Pereira, Soraya Carvalho e Maria José de Oliveira Araújo

Coletânea 2017 Identificação e Identidade na Psicanálise

Organização: Angélia Teixeira Editor executivo: Sonia Campos Magalhães

COMISSÕES

Ensino: José Antonio Pereira da Silva, Ida Freitas, Vera Edington, Angélia Teixeira, Fátima Pereira.

Acolhimento: Angélia Teixeira, Angela Rabello, Ester Gelman, Ida Freitas, José Antonio Pereira da Silva, Sérgio Garrido, Sonia Campos Magalhães, Vera Edington.

CAMPO PSICANALÍTICO DE SALVADOR

CAMPO PSICANALÍTICO DE ILHÉUS-ITABUNA

DIVULGAÇÃO E INTERCÂMBIO

Juliana Cunha, Célia Fiamenghi, Edina Amorim, Soraya Carvalho, Francisco Dias, Andréa Hortélio Fernandes. Biblioteca e Livraria: Edina Amorim, Romilson Nascimento, Olga Sá.

MEMBROS

ANDRÉA HORTÉLIO FERNANDES | 3034-3824 / 9 8871-3824 | ahfernandes03@gmail.com ANDRÉA LIMA | 9 9152-1430 | andrealsbrito@gmail.com ANGELA RABELLO | 9 9990-8042 | anrabello2@gmail.com ANGÉLIA TEIXEIRA | 3235-4245 / 9 9987-5043 | angelia@campopsicanalitico.com.br CÉLIA FIAMENGHI | 3271-4041 / 9 8194-0144 | celia.fiamenghi@uol.com.br CRISTIANE OLIVEIRA | 9 9950-0190 | cristianeolliveira@gmail.com EDINA AMORIM | 9 9159-3204 | edinaamorim@globo.com ELAINE STAROSTA FOGUEL | 3261-5002 / 9 9988-9230 | elainefoguel@gmail.com ESTER GELMAN | 9122-4729 / 9 8790-0633| gelmanester@yahoo.com.br FÁTIMA PEREIRA | 9 8164-1664 | fatimaper2003@yahoo.com.br FRANCISCO DIAS | 9 9198-9998 | franciscoagdias@gmail.com GERSON PEREIRA | 9 9988-8666 | gersonlmp@terra.com.br IDA FREITAS | 9 3245-2305 / 8872-7891 |idafreitas55@gmail.com JAIRO GERBASE | 9 8784-6588 | jgerbase@campopsicanalitico.com.br JOSÉ ANTONIO PEREIRA DA SILVA | 3351-7516 / 9 9979-3612 | jpereirasilva04@gmail.com JULIANA CUNHA | 9 8804-7113 | julianandradecunha@hotmail.com LUANE CAMPOS | 9 9114-8329 | luanedecampos@gmail.com MADALEINE REIS | 3235-3316 / 9 9991-0182 | madaleinereis@yahoo.com.br MARIA JOSÉ DE OLIVEIRA ARAÚJO | 9 8810-7697 | mazesalvador@gmail.com MARIA MARGARET PISANI | 3358-8585 / 99969-4319 |maria.pisani@hotmail.com OLGA SÁ FERREIRA | 3015-4660 / 9 8825-6577 | olgasaferreira@gmail.com ROMILSON NASCIMENTO | 9 8881-2439 | jromilson@uol.com.br SÉRGIO GARRIDO | 3027-9544 / 9 9173-0807 | sergiogarrido.cp@gmail.com SILVANA PESSOA | (11) 3032-7411 / (11) 9 99934-2442 | silvanapessoa@uol.com.br SONIA CAMPOS MAGALHÃES | 9 9961-0126 | soniacmag@gmail.com SORAYA CARVALHO | 3235-3316 / 9 9989-5570 | soraya-carvalho@uol.com.br TAYA SOLEDADE | 9 9628-8823 | tayasoledade@hotmail.com UBIRAJARA CARDOSO | 9 9973-7900 | ubirajarapcardoso@gmail.com VERA EDINGTON | 9 9971-0880 | veraedington@hotmail.com VÉRA MOTTA | 3247-6820 / 9 9141-6093 | veramottauneb@gmail.co

Hescher
Hescher

CAMPO PSICANALÍTICO DE ILHÉUS-ITABUNA PROGRAMA 2017

OS NÓS DA CLÍNICA E A CLÍNICA DOS NÓS

Podemos tomar a clínica psicanalítica desde diversos vieses teóricos. Este ano elegemos

o RSI, registros essenciais da realidade humana, e do que se formula como sintoma na

Psicanálise. O fazemos por entendermos que se trata de uma formulação lacaniana especialmente adequada para abordar os nós da clínica, presentes sempre que é posto em jogo uma análise – essa experiência singular, que se passa integralmente em palavras, mas que não é da ordem da comunicação. Longe disso, a experiência da fala, no âmbito de uma análise, evidencia opacidades e presentifica o real, aquilo que escapa ao sujeito e que faz sintoma.

O Nó Borromeano, figura com a qual Lacan, em 1974, escreveu topologicamente a tríade

RSI, extraindo daí consequências teóricas fundamentais, é reapresentado em 1975-76, no Seminário 23, em uma cadeia de quatro laços, o quarto elo sendo aquele que enoda os demais e dá sustentação ao sujeito, e que Lacan denomina Sinthoma.

CAMPO PSICANALÍTICO DE ILHÉUS-ITABUNA

CAMPO PSICANALÍTICO DE ILHÉUS-ITABUNA

Apoiados nessa última formulação, visamos, com esse estudo, o exercício teórico de substituir a questão básica que comumente se coloca quando o analisando se apresenta -“Qual a estrutura clínica” -, por “Qual o enodamento?”: “qual registro é o dominante”, “qual o que excede”, “de qual se carece”. Entendemos que por esse viés a perspectiva do “normal X patológico”, tão combatida pela Psicanálise, pode ser reduzida.

CURSO DE FUNDAMENTOS DE PSICANÁLISE

Sextas feiras | 16h | Semanal.

Coordenação: Conceição Vita e Carolina Biondi

A proposta do curso de Fundamentos de Psicanálise é trabalhar com os conceitos

de Real, Simbólico e Imaginário em Freud e Lacan. A ideia do ternário em Psicanálise sempre esteve presente na obra freudiana e posteriormente na obra lacaniana:

Inconsciente, Pré-Consciente e Consciência; Isso, Eu e Supereu; Inibição, Sintoma e Angústia; Real, Simbólico, Imaginário. Alguns autores consideram então que são três tópicas, duas propostas por Freud e uma proposta por Lacan.

Em Radiofonia (1970), Lacan declara que Freud já havia se antecipado à linguística e ao estruturalismo, portanto, os elementos, as premissas do Imaginário, do Simbólico

e do Real já estavam presentes na obra freudiana, mesmo que só viessem a ser

elaborados e nomeados com a obra lacaniana. O estádio do espelho, a metáfora e a

metonímia, o gozo, o objeto a, já estavam anunciados nos textos freudianos pelo Eu, pelo narcisismo, pelo deslocamento e a condensação, pela pulsão de morte. Não há como separar estes conceitos, pois, mesmo que os enunciados pareçam diferentes,

as enunciações se imbricam e se complementam.

SEMINÁRIO DO CAMPO PSICANALÍTICO

Sextas feiras | às 17h30 | Semanal.

Coordenação: Simey Soeiro e Vitória Cabral.

A CLÍNICA DOS NÓS E OS NÓS DA CLÍNICA

A partir de recortes de vários seminários de Lacan, partindo do Livro 23 até chegar

ao Livro 1, faremos a leitura do RSI-sinthoma, começando pelo Real e o sinthoma, em seguida o Simbólico, o Inconsciente e Alíngua, até chegarmos ao Imaginário e o Corpo. Para finalizar, a abordagem do impossível que atravessa a experiência analítica através das fórmulas da sexuação de Lacan.

CARTEL COM CHOCOLATE

Sextas feiras | 17h30 | Bimestral.

Coordenação: Raquel Prudente e Simey Soeiro

O cartel é uma modalidade de estudo da Psicanálise instituída e privilegiada por Lacan, constituindo-se em torno de um tema de estudo de interesse comum a quatro cartelizantes (excepcionalmente 5, ou no mínimo 3), por um período máximo de dois anos, ao final do qual cada participante deverá elaborar um escrito de uma questão investigada individualmente. As atividades do “Cartel com Chocolate” são destinadas a apoiar e impulsionar o

trabalho dos cartéis, dentro de um modelo sem hierarquias e com circulação de saberes

e desejos de todos os envolvidos.

ESTUDOS CLÍNICOS

Sábado | 15h | Mensal.

Coordenação: Conceição Vita e Simey Soeiro

Esta atividade, com caráter de pesquisa, restrita a membros e correspondentes, se

configura num espaço de diálogo entre a Psicanálise e as Ciências Sociais, a Política,

a Antropologia e a Filosofia, visando atualizar as bases antropológicas que fundam os

modos elementares de laço social e identificar os vetores para pensar a atualidade, propondo fazer uso das ideias de indeterminação e impossibilidade, e do conceito lacaniano de Real. Autores como Dunker, Eduardo Viveiro de Casto, Jairo Gerbase, Safatle e Zizek serão os teóricos estudados em 2017, numa tentativa de dar conta do mal-estar hoje - como ele se expressa, do que decorre, e qual a sua relação com os sintomas que chegam à

clínica.

INTERCÂMBIO

Sexta | 16h | Bimensal.

Coordenação: Conceição Vita e Simey Soeiro

A psicanálise, desde Freud e Lacan, sempre se constituiu num espaço dialógico entre

pares, e é esta a razão desta atividade: ouvir, conhecer e discutir novos e antigos temas da clínica psicanalítica com parceiros, convidados, teóricos, aprendendo e alinhando práticas que estão sempre sendo convocadas e desafiadas a se repensar.

Convidados:

10/03 - Jairo Gerbase - Palestra: O Advento do Real - Palestra: O Advento do Real

26/05 - Olga Sá - Palestra: Embaraços na Análise - Palestra: Embaraços na Análise

18 e 19/08 - Eduardo Leal - Palestra: Teoria e Clínica Psicanalítica e Cultura Contemporânea - Palestra: Teoria e Clínica Psicanalítica e Cultura Contemporânea

10/11 - Angélia Teixeira - Palestra: A Clínica dos Nós Sheila Machado - Palestra: Os Nós da Clínica - Palestra: A Clínica dos Nós Sheila Machado - Palestra: Os Nós da Clínica

CAMPO PSICANALÍTICO DE ILHÉUS-ITABUNA

FÓRUM DO CAMPO LACANIANO DE SALVADOR

CENA FREUDIANA

Sextas feiras | 16h | Bimestral.

Coordenação: Carolina Biondi, Marilene Araújo e Renata Raiol.

A Cena Freudiana é uma atividade na qual o cinema serve de álibi para o exercício epistemológico da Psicanálise. Como fonte de material clínico, os filmes são cuidadosamente escolhidos para abordar os conceitos psicanalíticos estudados. Neste ano, buscaremos retratar o amor em suas vertentes Real, Imaginária e Simbólica.

MEMBROS:

ADRIANA MATOS I 73-99131-7307 I mariaadrianamatos@ig.com.br CAROLINA BIONDI I 73-99144-4055 I carolinabiondi@gmail.com CONCEIÇÃO VITA I 73-99199-7779 I mcvita2@hotmail.com SIMEY SOEIRO I 73-3634-8281/73-98846-1390 I sysoeiro@uol.com.br RAQUEL PRUDENTE I 73-99158-4223 I prudenteraquel@hotmail.com VITÓRIA CABRAL I 73-99137-1662 I vitoriapsi@yahoo.com

CORRESPONDENTES:

ADRIANA EMÍDIO I 73-3613-3383/73-99114-2707 I adrianaemidio@mns.com MARILENE ARAÚJO I 73-3231-2552/73-99981-6909 I suelerosa@uol.com.br RENATA RAIOL I 73-99195-8979 I reraiol@yahoo.com

VALORES SEMESTRAIS (R$)

Modalidade de participação

Valores (R$)

Uma atividade

200,00

Duas ou mais atividades

300,00

Exclusivamente o cartel

100,00

atividades 300,00 Exclusivamente o cartel 100,00 O REAL SEXUAL E A PSICANÁLISE PROGRAMA 2017 A formação
atividades 300,00 Exclusivamente o cartel 100,00 O REAL SEXUAL E A PSICANÁLISE PROGRAMA 2017 A formação

O REAL SEXUAL E A PSICANÁLISE

PROGRAMA 2017

A formação do psicanalista está suportada no tripé proposto por Freud: análise pessoal,

estudo teórico e supervisão da clínica. Este ano o Espaço-Escola do Fórum Salvador vai

se dedicar ao tema “O Real Sexual e a Psicanálise”. Com isso busca fazer laço com o tema “Sexuação e Identidades” do IIº Simpósio Interamericano da Internacional dos Fóruns/

II Jornada Interamericana da nacional/ XVIII Encontro Nacional da Escola de Psicanálise

do Campo Lacaniano EPFCL -Brasil, assim como, com o tema Acontecimentos do Real:

inibição, sintoma, angústia, da Rede Diagonal Brasil – IF-EPFCL. O Espaço-Escola vai se dedicar a temas que tratam de como o real do “não há relação sexual” pode ser vislumbrado desde a conceitualização do inconsciente estruturado como uma linguagem

e também no inconsciente real, tendo por visada abordar “O Real na Clínica Psicanalítica” desta forma abordará a prática clínica atrelada à formação do analista.

SEMINÁRIO DO ESPAÇO ESCOLA (SEE)

O REAL SEXUAL E A PSICANÁLISE 4ª feira I 20h quinzenal I entrada franca Coordenação: Andréa Hortélio Fernandes

15/03 - Abertura: O inconsciente, o real e as respostas do analista Andréa Hortélio Fernandes

15/03 - Abertura: O inconsciente, o real e as respostas do analista Andréa Hortélio Fernandes

29/03 - O real é asexual Jairo Gerbase

29/03 - O real é asexual Jairo Gerbase

12/04 - O tratamento dado ao real na psicanálise e na psicoterapia Sonia Campos Magalhães

12/04 - O tratamento dado ao real na psicanálise e na psicoterapia Sonia Campos Magalhães

26/04 - O real na entrada da análise Pollyana Almeida

26/04 - O real na entrada da análise Pollyana Almeida

10/05 - O real na neurose Célia Fiamenghi

10/05 - O real na neurose Célia Fiamenghi

FÓRUM DO CAMPO LACANIANO DE SALVADOR

FÓRUM DO CAMPO LACANIANO DE SALVADOR

24/05 - A política do real na escola Silvana Pessoa

24/05 - A política do real na escola Silvana Pessoa

07/06 - A pulsão, o significante e o real na clínica psicanalítica Francisco Dias

07/06 - A pulsão, o significante e o real na clínica psicanalítica Francisco Dias

14/06 - Mesa Redonda SCP & SEE O Real no nó borromeano Simey Soeiro e

14/06 - Mesa Redonda SCP & SEE O Real no nó borromeano Simey Soeiro e Jairo Gerbase

19/07 - A clínica do ato-mostração do real Soraya Carvalho

19/07 - A clínica do ato-mostração do real Soraya Carvalho

02/08 - Os afetos do Real Ida Freitas

02/08 - Os afetos do Real Ida Freitas

16/08 - O real na formação do analista José Antonio Pereira da Silva

16/08 - O real na formação do analista José Antonio Pereira da Silva

30/08 - A interpretação que visa o real Daniela Batista

30/08 - A interpretação que visa o real Daniela Batista

20/09 - O real na psicanálise e na literatura Luane Campos

20/09 - O real na psicanálise e na literatura Luane Campos

04/10 - Semblante, modos de gozo e fantasia nas fórmulas da sexuação - Cristiane Oliveira

04/10 - Semblante, modos de gozo e fantasia nas fórmulas da sexuação - Cristiane Oliveira

25/10 - O manejo da transferência e o advento do real Angélia Teixeira

25/10 - O manejo da transferência e o advento do real Angélia Teixeira

08/11 - Mesa Redonda SCP & SEE: O real e o final de análise Andréa

08/11 - Mesa Redonda SCP & SEE: O real e o final de análise Andréa Hortélio Fernandes e Ida Freitas

CARTEL DE ESCOLA

Coordenação: Soraya Carvalho

Há pouco mais de meio século, em 1964, durante o Ato de Fundação da Escola Freudiana de Paris, Lacan anunciou uma forma inovadora de estudo, controle e transmissão da psicanálise, que ele denominou de Cartel, um dispositivo através do qual um pequeno número de pessoas se escolhem entre si (o mínimo de três e o máximo de cinco, sendo quatro Mais Um o tamanho ideal) e, mobilizadas pelo desejo, se organizam em torno de

um tema de estudo, a partir do qual cada participante elege uma questão do seu interesse particular, se encarregando de uma produção teórica e sua consequente exposição. E foi assim que Lacan fez do Cartel a porta de entrada de sua Escola: “Aqueles que vierem a esta Escola se comprometerão a realizar uma tarefa submetida a um controle interno e

o Cartel. Regido por uma lógica distinta daquela adotada pelos grupos, este

externo (

dispositivo tem a pretensão de subverter o discurso do mestre e o universitário, e pelo desejo de saber, fazer advir o real do discurso analítico. Em acordo com a aposta lacaniana, o Fórum Salvador, vem implementando, a cada ano, uma política de cartéis como base para a formação de psicanalistas. Atualmente, os cartéis em funcionamento são:

)”,

Cartel: Estudo do Seminário 11 de Lacan Início: agosto 2016

Cartel: Estudo do Seminário 11 de Lacan Início: agosto 2016

 

Ester Guelman Celia Fiamenghi Sérgio Garrido Elaine Foguel (+1)

Cartel: Advento do Real

Cartel: Advento do Real

 

Jairo Gerbase Fátima Pereira Ubirajara Cardoso Pollyana Almeida Angela Rabelo Luane Campos (+1)

Cartel: Rumo à Identidade Início: 2016

Cartel: Rumo à Identidade Início: 2016

Andréa Lima Andréa Hortélio Fernandes Ida Freitas Sonia Campos Magalhães Vera Edington (+1)

FÓRUM DO CAMPO LACANIANO DE SALVADOR

FÓRUM DO CAMPO LACANIANO DE SALVADOR

Cartel: A Transferência e suas Implicações Início: 2016

Cartel: A Transferência e suas Implicações Início: 2016

 

Cleide Costa Torres Deuzinete Rocha José Antonio Pereira da Silva Samantha Silva Nereida Pondé (+1)

Cartel: Fazer nos ateliês: dispositivo psicanalítico? Início: setembro 2016

Cartel: Fazer nos ateliês: dispositivo psicanalítico? Início: setembro 2016

 

Angela Mendonça de Assis Batista, Bianca Lima, Carla Martins de Carvalho Góes, Cristina Rocha Barros Mylane Mutti Vera Edington (+1)

Cartel: Psicanálise, mulher e coisas do gênero Início: agosto 2016

Cartel: Psicanálise, mulher e coisas do gênero Início: agosto 2016

Amélia Almeida Carmen Lavigne Jeanete Sobral Edina Amorim Sonia Fernandez Maria José de Oliveira Araújo (+1)

Para 2017, convocamos aqueles que se aproximam da psicanálise a elegerem o Cartel como dispositivo de base para sua formação.

EVENTOS DA ESCOLA

JORNADAS DE CARTEIS DA ESCOLA

1º. Semestre: sábado – 10.06.17 2º. Semestre: sábado – 11.11.17

DIAGONAL EPISTÊMICA O real do sexo e o mistério do corpo falante

13 maio de 2017 – Dominique Fingermann – Psicanalista, AME da Escola de Psicanálise

dos Fóruns do Campo Lacaniano – Brasil, autora de A (De)formação do psicanalista (Escuta, 2016), coautora de Por causa do pior (Illuminuras, 2005), com Mauro Mendes Dias, e organizadora de Os paradoxos da repetição (Annablum, 2014).

III COLÓQUIO DA REDE DIAGONAL BRASIL - EPFCL Acontecimento do real: inibição, sintoma e angústia

20 a 23 setembro de 2017 Belo Horizonte - MG

XVIII ENCONTRO NACIONAL DA ESCOLA DE PSICANÁLISE DO CAMPO LACANIANO EPFCL – Brasil Sexuação e Identidades

07 a 10 setembro de 2017

Rio de Janeiro – RJ

FÓRUM DO CAMPO LACANIANO SALVADOR

COORDENAÇÃO

Coordenadora: Andréa Hortélio Fernandes Vice-coordenador: José Antonio Pereira da Silva Secretária: Sonia Campos Magalhães Tesoureira: Angélia Teixeira Coordenadora de Cartéis: Soraya Carvalho

MEMBROS DO FÓRUM

ANDRÉAHORTÉLIO FERNANDES | 3034-3824 / 9 8871-3824 | ahfernandes03@gmail.com ANGÉLIATEIXEIRA | 3235-4245 / 9 9987-5043 | angelia@campopsicanalitico.com.br FÁTIMAPEREIRA| 9 8164-1664 | fatimaper2003@yahoo.com.br IDAFREITAS | 9 3245-2305 / 8872-7891 |idafreitas55@gmail.com JAIRO GERBASE | 9 8784-6588 | jgerbase@campopsicanalitico.com.br JOSÉ ANTONIO PEREIRA DA SILVA | 3351-7516 / 9 9979-3612 | jpereirasilva04@gmail.com SONIACAMPOS MAGALHÃES | 9 9961-0126 | soniacmag@gmail.com SORAYACARVALHO | 3235-3316 / 9 9989-5570 | soraya-carvalho@uol.com.br

Avenida Anita Garibaldi, 1815 – Bloco A sala 318 Centro Médico e Empresarial, Federação, Salvador/Bahia, CEP: 40210-750

Telefone: (71)3035.5681

cp@campopsicanalitico.com.br

www.campopsicanalitico.com.br

facebook.com/campopsicanalitico.salvador

MENSALIDADES Estudantes e recém-formados (até 2anos):

Apenas SIP: R$ 100,00 Demais atividades: R$ 140,00

Profissionais:

R$ 200,00

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES 2a. feira a 6a. feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h.

140,00 Profissionais: R$ 200,00 INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES 2a. feira a 6a. feira, das 8h às 12h
140,00 Profissionais: R$ 200,00 INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES 2a. feira a 6a. feira, das 8h às 12h
140,00 Profissionais: R$ 200,00 INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES 2a. feira a 6a. feira, das 8h às 12h