Vous êtes sur la page 1sur 8
P ORTUGUÊS 8. O ANO – T ESTE DE A VALIAÇÃO N . O 5

PORTUGUÊS 8. O ANO TESTE DE AVALIAÇÃO N. O 5

ESCOLA

DATA

/

/

20

NOME

N. O

TURMA

GRUPO I

Lê o texto. Se necessário, consulta o vocabulário.

Texto A

“Um livro para Pitões” supera expectativas e já pede suspensão dos envios

Jéssica Rocha | 25/10/2016

5

10

15

20

O limiar 1 dos mil livros a serem recebidos até ao fim do ano já foi superado. Agora, a equipa da Biblioteca Aberta pede tempo para organizar aqueles que já receberam e promove a adoção da ideia noutras localidades.

A iniciativa de reunir livros para uma Biblioteca Aberta na aldeia de Pitões das

Júnias, em Montalegre, surgiu há pouco mais de dois meses. Na altura, o objetivo de reunir mil livros até ao dia de 24 de dezembro deste ano parecia difícil, mas agora o apelo é outro: Obrigado, mas não mandem mais livros. “Não temos palavras que expressem a nossa gratidão e sentimentos por todas as

lindas doações

organizar o espaço e os livros para perceber se temos onde os colocar!”, explicou Kátia Pereira, dirigente da Associação de Desenvolvimento de Pitões e uma das responsáveis pela iniciativa. Lúcia Jorge, presidente da Junta de Freguesia de Pitões das Júnias, afirma: “É mais a gente jovem e entre os 30 e os 50 anos” que aderem à Biblioteca. “As pessoas

Pedíamos agora que as prendas parassem de chegar pois precisamos

idosas já não procuram muito porque têm dificuldade em ver, mas ainda gostam de ver aqueles livros de fotografia, principalmente os com fotografias cá de Pitões”. Acrescentou

que já se consegue traçar uma tendência: “As crianças procuram tudo o que seja histórias, contos, algumas bandas-desenhadas, e os adultos querem romances e histórias com ação”.

A ideia original da Biblioteca Aberta partiu do dramaturgo Abel Neves, autor do livro Além As Estrelas São a Nossa Casa, que tem uma moradia na aldeia. No entanto, foi Rui Barbosa, um apaixonado pelo Gerês, que impulsionou realmente a ideia. Depois de participar na terceira edição do Fiadeiro dos Contos um evento que anima as noites de

P ORTUGUÊS 8. O ANO – T ESTE DE A VALIAÇÃO N . O 5

PORTUGUÊS 8. O ANO TESTE DE AVALIAÇÃO N. O 5

verão na aldeia , que decorreu no primeiro fim de semana de agosto, decidiu criar a

25 página no Facebook “Um Livro para Pitões”, entretanto desativada. A junta e “várias pessoas amigas de Pitões” avançaram de seguida com a criação da biblioteca, que seria recheada apenas com livros doados. Além de fomentar os hábitos de leitura, o projeto está “a chamar gente que se calhar jamais viria a Pitões”, reconhece Lúcia Jorge. “E ainda está a acontecer uma coisa

mais bonita: está a chamar gente que, no passado, veio a Pitões e que há muitos, muitos anos não voltava, e agora estão a regressar”. Aos poucos e poucos, o projeto vai ganhando corpo, com os envios de livros a partirem não apenas de moradores da aldeia e arredores, mas de muitos pontos que, ao início, não se julgava possível atingir. Estamos a falar de todas as zonas de Portugal e

30

35

40

45

também do Brasil, Reino Unido, Alemanha, entre outros. Como se pode ler na publicação da página do Facebook, “Os livros vieram como uma torrente de um rio revolto […]. Pitões das Júnias já tem o miolo da sua Biblioteca e chegamos a uma altura em que temos de começar a organizar os mais de 1500 livros que chegaram”. Porém, a ideia base da Biblioteca é a de ser o oposto de um mero repositório.

“Não queremos um depósito de livros, queremos um espaço onde a pessoa vá para poder ler, poder estar, levar livros, trazer livros, e pode até nem devolver os livros!” explicou a presidente da junta. “Podem ficar com eles ou podem passá-los a amigos. Os livros têm o carimbo da biblioteca, mas as pessoas não precisam de requisitá-los como noutros lados, em que só podem ficar com eles durante três dias, por exemplo! Queremos é que

efetivamente as pessoas criem o hábito de ler e lidar com o livro, diferente daquele que é habitual, que é os livros estarem numa estante, eternamente ali, e alguns nunca chegam a ser lidos, só folheados. E não queremos isso, queremos os livros abertos”.

(consultado em 25.10.2016, excerto)

VOCABULÁRIO 1 limiar: patamar; limite.

P ORTUGUÊS 8. O ANO – T ESTE DE A VALIAÇÃO N . O 5

PORTUGUÊS 8. O ANO TESTE DE AVALIAÇÃO N. O 5

1. As afirmações apresentadas de (A) a (H) baseiam-se em informações do texto. Escreve a sequência de letras que corresponde à ordem pela qual essas informações aparecem no texto. Começa a sequência pela letra (D).

(A)

Os responsáveis pela iniciativa sentem-se gratos pelas ofertas de livros.

(B)

O sistema de requisição de livros na Biblioteca Aberta procura ser liberal.

(C)

A Biblioteca Aberta alicia as pessoas a visitar a aldeia.

(D)

No último semestre de 2016, foi criada a iniciativa “Um livro para Pitões”.

(E)

O principal objetivo da Biblioteca Aberta é promover o gosto pela leitura e pelo livro.

(F)

O projeto da Biblioteca Aberta concretizou-se após uma atividade cultural em Pitões.

(G)

A Biblioteca de Pitões recebeu também ofertas internacionais de livros.

(H)

As preferências dos leitores variam de acordo com a sua faixa etária.

2. Seleciona, em cada item, a alínea que completa cada frase de forma adequada, de acordo com o sentido do texto.

2.1. Na linha 7, os dois pontos são usados para introduzir uma

a.

enumeração.

b.

explicação.

c.

reformulação.

d.

citação.

2.2. Rui Barbosa foi responsável por

a) criar a ideia de realizar uma Biblioteca Aberta.

b) pôr em prática a ideia de realizar uma Biblioteca Aberta.

c) pôr em prática uma nova edição do Fiadeiro dos Contos.

d) estimular a participação no Fiadeiro dos Contos.

2.3. Na expressão “o projeto vai ganhando corpo(linha 32) a palavra “corpo” significa

a.

estrutura.

b.

tamanho.

c.

consistência.

d.

estatuto.

2.4. A expressão “uma torrente de um rio revolto” (linha 36) contém uma

a.

comparação.

b.

metáfora.

c.

personificação.

d.

hipérbole.

2.5. A afirmação “queremos os livros abertos” (linha 47) pretende dizer que os livros devem ser

a.

lidos.

b.

folheados.

c.

expostos.

d.

arejados.

P ORTUGUÊS 8. O ANO – T ESTE DE A VALIAÇÃO N . O 5

PORTUGUÊS 8. O ANO TESTE DE AVALIAÇÃO N. O 5

Texto B

Lê o texto. Se necessário, consulta o vocabulário.

Num exemplar das Geórgicas 1

Os livros. A sua cálida, terna, serena pele. Amorosa companhia. Dispostos sempre a partilhar o sol

5

das suas águas. Tão dóceis, tão calados, tão leais. Tão luminosos na sua branca e vegetal e cerrada melancolia. Amados

10

como nenhuns outros companheiros da alma. Tão musicais no fluvial 2 e transbordante ardor de cada dia.

In Poesia , Eugénio de Andrade, Rosto Editora, 2011.

VOCABULÁRIO 1 Geórgicas : conjunto de quatro livros escritos por Virgílio (poeta romano clássico); 2 fluvial: que pertence ou se refere ao rio.

3. Identifica o tema deste poema.

4. Enumera as qualidades dos livros, salientando os adjetivos que os caracterizam.

5. Identifica o recurso retórico presente na caracterização dos livros. Realça o seu valor expressivo.

6. Considerando que “sol” remete para conhecimento, explica os versos 3-5: “Dispostos sempre / a partilhar o sol / das suas águas.”

7. Explica, por palavras tuas, o sentido da última frase do poema: “Tão musicais / no fluvial e transbordante / ardor de cada dia.” (versos 11-13)

8. Classifica a estrofe do poema, tendo em conta o número de versos que a constituem.

P ORTUGUÊS 8. O ANO – T ESTE DE A VALIAÇÃO N . O 5

PORTUGUÊS 8. O ANO TESTE DE AVALIAÇÃO N. O 5

GRUPO II

Responde, agora, às questões de gramática, de acordo com as indicações fornecidas.

1. “Dispostos sempre / a partilhar o sol / das suas águas.” (versos 3-5) 1.1. Transcreve da frase:

A. um nome comum.

B. um determinante.

C. um advérbio.

D. um verbo.

E. uma preposição.

2. Reescreve as frases seguintes, substituindo cada expressão sublinhada pelo pronome pessoal adequado. Faz apenas as alterações necessárias.

a) Os livros estão dispostos a partilhar o seu conhecimento.

b) Muitas pessoas amam os livros.

c) Há quem não aprecie o valor dos livros.

d) No Natal, ofereci livros aos meus amigos.

3. Identifica as funções sintáticas desempenhadas pelas expressões sublinhadas em cada uma das frases a seguir apresentadas.

a) Eugénio de Andrade é um importante poeta português.

b) Ele deixou-nos uma ótima herança poética.

c) O poeta continua vivo na nossa memória.

d) São muitos os poemas que constituem a sua obra.

e) A obra poética de Eugénio de Andrade foi compilada no livro Poesia.

4. Muitas pessoas apreciam a obra poética de Eugénio de Andrade. 4.1. Reescreve a frase anterior na passiva. Faz apenas as alterações necessárias. 4.2. Transcreve o complemento agente da passiva da frase que construíste.

5. Sempre que tenho tempo livre, leio um livro.

5.1. Classifica as orações a seguir transcritas:

a) “Sempre que tenho tempo livre”

b) “leio um livro”

P ORTUGUÊS 8. O ANO – T ESTE DE A VALIAÇÃO N . O 5

PORTUGUÊS 8. O ANO TESTE DE AVALIAÇÃO N. O 5

GRUPO III

Ler é nunca estar sozinho.

Escreve um texto de opinião, com um mínimo de 150 e um máximo de 240 palavras, que pudesse ser publicado num jornal escolar, no qual defendas a afirmação na frase anterior. Apresenta um mínimo de duas (2) razões que fundamentem a tua posição.

COTAÇÃO DO TESTE P ORTUGUÊS 8. O ANO – T ESTE DE A VALIAÇÃO N

COTAÇÃO DO TESTE

PORTUGUÊS 8. O ANO TESTE DE AVALIAÇÃO N. O 5

 

GRUPO I

 

GRUPO II

GRUPO III

1.

5 pontos

   

2.1.

3 pontos

1.1.

5 pontos

Tema, tipologia e extensão do texto

2.2.

3 pontos

2.

4 pontos

Coerência e pertinência da informação

2.3.

3 pontos

3.

5 pontos

Estrutura e coesão

2.4.

3 pontos

4.1.

2 pontos

Morfologia e sintaxe

2.5.

3 pontos

4.2.

1 ponto

Ortografia

3.

5 pontos

5.1.

3 pontos

Repertório vocabular

4. 6 pontos

 

5. 6 pontos

 

20 pontos

30 pontos

6. 5 pontos

 

7. 5 pontos

 

8. ……

3 pontos

50 pontos

 

TOTAL: 100 pontos

CENÁRIOS DE RESPOSTA DO TESTE

 

ITENS DE RESPOSTA

   
 

Grupo I Leitura e Escrita

 

COTAÇÕES

1.

(D), (A), (H), (F), (C), (G), (B), (E).

 

5

……………………………………………………………………………………

……….……

2.1. d)

 

2.2. b)

2.3. c)

3x5=15

2.4. b)

2.5. a)

…………………………………………………………………………………………………

……….……

3.

O tema do poema é os livros.

 

3+2=5

…………………………………………………………………………………………………

……….……

4.

Os

livros

possuem

uma textura

“cálida”,

“terna”

e “serena”; são “dóceis”,

“calados”, “leais”, “luminosos”, “musicais” e uma companhia “amorosa”. …………………………………………………………………………………………………

4+2=6

……….……

5.

A personificação dos livros salienta a importância que estes têm para o sujeito

poético.

 

4+2=6

…………………………………………………………………………………………………

……….……

6.

Os livros são fonte inesgotável de conhecimento.

 

3+2=5

……………………………………………………………………………………

……….……

7.

Sendo o dia a dia (do sujeito poético) tão agitado, os livros permitem descontrair e

recuperar a harmonia, tornando a vida mais aprazível. …………………………………………………………………………………………………

3+2=5

………………

8.

Quanto ao número de versos a estrofe é livre ou irregular.

 

2+1=3

P ORTUGUÊS 8. O ANO – T ESTE DE A VALIAÇÃO N . O 5

PORTUGUÊS 8. O ANO TESTE DE AVALIAÇÃO N. O 5

 

Grupo II Gramática

 

1.1.

A. “sol”/“águas”

 

B. “o”/“suas”

C. “sempre”

1X5=5

D. “partilhar”

E. “a”

………………………………………………………………………………

……

……….……

2.

a)

Os livros estão dispostos a partilhá-lo.

b) Muitas pessoas amam-nos.

 

c) Há quem não o aprecie.

1X4=4

d) No Natal, ofereci-lhes livros.

………………………………………………………………………………

……

……….……

3.

a)

Predicado.

b) Complemento direto.

 

c) Predicativo do sujeito.

1X5=5

d) Sujeito.

e) Modificador do nome restritivo.

………………………………………………………………………………

……

……….……

4.1.

A obra poética de Eugénio de Andrade é apreciada por muitas pessoas.

2

………………………………………………………………………………

……

……….……

4.2.

Complemento agente da passiva: “por muitas pessoas”.

1

………………………………………………………………………………

……

……….……

5.1.

a) Oração subordinada adverbial temporal.

2+1=3

b) Oração subordinante.

Grupo III Escrita

Na redação do texto, o aluno deverá:

escrever um texto de opinião;

cumprir as instruções fornecidas relativamente à tipologia textual e à extensão do texto;

produzir um discurso coerente do ponto de vista da informação fornecida, da progressão textual;

usar adequadamente parágrafos, marcadores do discurso, pontuação;

utilizar vocabulário adequado, pertinente e variado;

escrever com correção ortográfica e morfossintática.

30