Vous êtes sur la page 1sur 117

AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 3

4 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 5

PALAVRA DO PRESIDENTE

H
á quem defenda que o estágio de O Conselho Nacional de Justiça tem bus-
civilização de uma nação pode ser cado, desde o primeiro dia de minha gestão,
medido pela qualidade de suas pri- uma solução para as notórias carências do
sões. E não existe nenhum constran- sistema de justiça criminal. As audiências de
gimento em encarar essa realidade de frente. custódia já demonstram que o contato do juiz
A deterioração dos ambientes carcerários e com aqueles que são autuados em flagrante
o baixo investimento em ações sociais para faz a diferença na maneira de prender e man-
“Toda pessoa presa, detida ou retida deve ser aqueles que ali se encontram reforçam o po-
tencial criminógeno desses espaços, em que
ter presa ou de libertar provisoriamente, me-
diante condições, uma pessoa.
conduzida, sem demora, à presença de um juiz direitos são tratados como artigos de luxo e
considerados regalias. Números do projeto-piloto que nasceu no
ou outra autoridade autorizada por lei a exercer A expectativa de transformação das pesso-
CNJ indicam que, até agora, aproximadamen-
te 45% de prisões desnecessárias foram evita-
funções judiciais e tem o direito de ser julgada as recolhidas aos presídios é certa. Contudo,
hoje, é uma transformação para pior que, se-
das. Além disso, confirmam que, com o incen-
tivo à utilização de medidas cautelares alterna-
em prazo razoável ou de ser posta em liberdade, guramente, se dará em detrimento de todos
nós. De fato, nós, quer dizer, a sociedade,
tivas, como tornozeleiras eletrônicas, prisões
domiciliares e restrições a direitos, é possível
sem prejuízo de que prossiga o processo. Sua somos a principal vítima e destinatária dessa
desordem institucional que domina as carce-
manter em liberdade pessoas que não repre-
sentam perigo à sociedade.
liberdade pode ser condicionada a garantias que ragens Brasil afora, locais onde se cultua, sis-
tematicamente, a multiplicação de violações, Não haverá sentimento de paz social para
ninguém se não fizermos da dignidade e do
assegurem o seu comparecimento em juízo.” ilegalidades e abusos de toda ordem.
respeito aos direitos de todos, indistintamente,
Ninguém se dá conta de que o Estado per- fora ou dentro de presídios, uma forma de atu-
(Artigo 7.5 da Convenção Americana de a legitimidade do direito de punir ao pa- ação valorizada institucionalmente. É hora de
trocinar essas atrocidades. Admitir, no plano consolidarmos e de avançarmos nesse plano!
sobre Direitos Humanos –
econômico, que a superocupação de nossos
Pacto de São José da Costa Rica.) presídios é algo tolerável também não é cô-
modo. Vagas em presídios são recursos escas-
sos e, como tais, devem ser utilizadas com um
mínimo de razoabilidade.

Prender alguém não pode constituir, exclu-
sivamente, um juízo de valor prévio sobre a ne-
cessidade e utilidade dessa medida. Essa op-
ção judicial, em grande medida discricionária,
também deve condicionar a acomodação da
pessoa presa à disponibilidade de vagas, para
que o ato seja minimamente compatível com o
princípio universal da dignidade humana.

Ademais, pouco se pensa no custo financei-
ro do preso para o Estado. Isso para não falar no
custo moral e no político. Levantamentos apon-
tam que a nossa população carcerária custa
mensalmente algo em torno de R$ 1,5 bilhão
para o erário. Trata-se de gasto que se mostra
claramente excessivo e desproporcional para a
manutenção de estruturas que em nada cola-
Assista ao vídeo de RICARDO LEWANDOWSKI
boram para a recuperação dessas pessoas.
Audiência de Custódia Presidente do STF e do CNJ

....................................................................................................................................................................................................EXPEDIENTE SUMÁRIO Presidente do Conselho Nacional de Justiça Ministro RICARDO LEWANDOWSKI Secretaria-Geral da Presidência do Conselho Nacional de Justiça Juiz FABRÍCIO BITTENCOURT DA CRUZ O QUE É ................................. 17 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA E O STF ..... 19 ESTADOS ............ 198 PRÊMIO DIREITOS HUMANOS 2015 .......COMISSÃO INTERAMERICANA DE DIREITOS HUMANOS ................................... 15 PERCENTUAL DE SOLTURA .......RESOLUÇÃO 213..................................... 13 ECONOMIA DE RECURSOS PÚBLICOS .......... 08 Departamento de Monitoramento CULTURA DO ENCARCERAMENTO .................................................................... 202 ANEXO I ..................... 190 COMBATE À TORTURA ............................... 20 JUSTIÇA FEDERAL ............... 10 e Fiscalização do Sistema Carcerário e do Sistema de Execução de Medidas Socioeducativas (DMF) FLUXOGRAMA ..flickr.................. 184 CIDH .......................... 207 FOTÓGRAFOS: FOTO DA CAPA: PROJETO GRÁFICO E DIAGRAMAÇÃO: Gilmar Ferreira Carlos Humberto Jailson Belfort Nogueira Glaucio Dettmar SCO/STF Núcleo de Design Corporativo ANEXO II ........................................................................................ 12 Juiz LUIS GERALDO SANTANA LANFREDI PRISÕES PREVENTIVAS .. 200 ACOMPANHAMENTO PELA SOCIEDADE CIVIL .. 218 Luiz Silveira Coordenadoria de Imprensa Fotos disponíveis no Flickr do CNJ: EDIÇÃO DE TEXTOS: Secretaria de Comunicação Social www................................ DE 15 DE DEZEMBRO DE 2015 ..................... 16 ECONOMIA POR ESTADO .........TERMO DE ABERTURA DE PROJETO ...............................................................................................................................................................................................................com/photos/cnj_oficial Agência CNJ de Notícias Supremo Tribunal Federal 8 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA .....................................

Poderá determinar. por meio de apreciação mais adequada e apropriada da prisão antecipada pelas agências de seguran- ça pública do estado. O juiz tam- bém avaliará se a prisão preventiva pode ser subs. e adotará. ou sem fiança (art. ainda. par. tos ou de tortura durante a prisão. Finalmente. I. que decidirá sobre o re. e 319 do Código de Processo Penal). por um juiz. parte inicial. O QUE É O QUE É O que é a audiência de Quais são os resultados • A conversão da prisão em flagrante em pri- são preventiva (art. e corrobora para a instituição de práticas de 24 horas. Duração: O que se pretende com a audiência de custódia? cerca de A audiência de custódia tem por escopo 10 minutos assegurar o respeito aos direitos fundamen- tais da pessoa submetida à prisão. Ela garante a presença O preso é física do autuado em flagrante perante o juiz. II. 310. são em flagrante em prisão preventiva. Trata‑se de uma ação do Conselho Nacional custódia? • A análise do cabimento da mediação pe- de Justiça mediante a qual o cidadão preso em • O relaxamento de eventual prisão ilegal nal. medidas cautelares como monitoramento eletrô- nico e apresentação periódica em juízo. com previamente. • A concessão de liberdade provisória. do Código de Processo Penal). te final. de um defensor público. 310. apuração de eventual prática de maus-tra- definitivo do processo. II. tencial. cessárias. o autuado será ouvido. do Código de • Encaminhamentos de natureza assis- laxamento da prisão ou sobre a conversão da pri. Processo Penal). 10 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 11 . audiências de custódia permi- fins de semana tem conhecer e tomar providências diante de possíveis casos de maus-tratos e de tortura. a realização de exames médi- cos para apurar se houve maus-tratos ou abuso policial durante a execução do ato de prisão. do custódia? possíveis da audiência de Código de Processo Penal). Acompanhado de seu advogado ou restaurativas. Com isso. III. evitam-se prisões desne- 24 horas. 310. se for o caso. 310. o que evita a judicialização do conflito flagrante é levado à presença de um juiz no prazo (art. atenuando-se a superlotação carce- rária e os gastos que decorrem da manutenção mesmo nos de presos provisórios indevidamente intramu- ros. • A substituição da prisão em flagrante por • O encaminhamento de providências para a tituída por liberdade provisória até o julgamento medidas cautelares diversas (arts. bem como o seu direito ao contraditório pleno apresentado e efetivo antes de ocorrer a deliberação pela em até conversão da prisão em flagrante em prisão preventiva.

lou entre todos nós e está arraigada na forma perlotação dos presídios. o Estado brasileiro foi acionado prevê a implantação de centrais integradas de pela Corte Interamericana de Direitos Huma. É o su- da Organização dos Estados Americanos (OEA) porte necessário para que o magistrado deci- para reverter o quadro prisional do estado. CULTURA DO ENCARCERAMENTO CULTURA DO ENCARCERAMENTO Audiências de custódia Cultura do encarceramento começam a mudar a realidade Além de trazer impacto positivo para o dos presídios brasileiros sistema carcerário. cresce a tensão entre os mem. 12 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 13 . onde pelo menos 60 deten- tos foram mortos em 2013. Mais presos. contamina o pensamento de todos os setores bros de facções criminosas e entre os presos da sociedade. alternativas penais. Ela ção exagerada. Luiz Antônio Pedrosa. concreta para fazer frente à ideia de que com a prisão tudo se resolve. segurança que todos desejam. Essa cultura se insta- A causa. centrais de monitoramen- nos. o Por causa das mortes violentas nas prisões programa de audiências de custódia também maranhenses. necessidade de manutenção das prisões. afirma o presidente ber que a prisão. não resolve o da Comissão de Direitos Humanos da seccio. A realização de audiências de custódia foi to eletrônico. As carcerário brasileiro. centrais de serviços e assistência uma das medidas recomendadas pelo órgão social e câmaras de mediação penal. segundo dados do Depar. as audiências de custó- dia protagonizam verdadeira mudança de Somente no primeiro semestre de 2015. mais nal maranhense da Ordem dos Advogados do presídios e mais prisões não estão trazendo a Brasil. avaliam especialistas. da por alternativas à prisão. que têm dificuldade de perce- e os agentes prisionais”. audiências de custódia são uma providência tamento Penitenciário Nacional (DEPEN). Alternativas diências de custódia realizadas pelo Judiciário Além de incentivar a avaliação sobre a local resultaram na liberação de 322 pessoas. “Com a superlota. No Maranhão. fo- ram registradas 565 mortes violentas no sistema paradigma no sistema da justiça criminal. isoladamente. como agem os atores da justiça criminal. seria a su. problema da criminalidade. as primeiras 569 au.

Protocolização do APF e apresentação do(a) autuado(a) preso(a) em juízo Digitalização do APF e juntada de certidão de antecedentes criminais. Nesse universo. aque- les que ainda não receberam condenação definitiva.Medidas 2 .FLUXOGRAMA PRISÕES PREVENTIVAS Com 600 mil presos. conforme pauta pré. Considerando que cada preso custa.6 bilhões de reais todos os anos. o sis- o(a) acusado(a) tema penitenciário brasileiro consome 21. -fixada pelo juízo. 40% dos detentos (240 preso(a) à autoridade policial mil) são presos provisórios. 36 mil reais ao Estado.Medidas não extinção do procedimento GASTO TOTAL ANUAL judiciais judiciais b) Medidas sociais ou assistenciais a) Relaxamento da prisão ilegal -> alvará de soltura -> retorno do APF à polícia b) Concessão de liberdade provisória. ou seja. com a liberação para consulta pelas partes em audiência POPULAÇÃO CARCERÁRIA PRESOS SEM CONDENAÇÃO Audiência de custódia Manifestação do Ministério Público Entrevista com o(a) autuado(a) Manifestação da defesa técnica GASTO ANUAL POR PRESO TEMPO DA PRISÃO Decisão do magistrado a) Mediação penal -> alvará de soltura -> 1 . com a intimação do advogado constituído. o Brasil é o quarto Prisão em flagrante delito e país do mundo que mais encarcera pesso- apresentação do(a) autuado(a) as. se assim decidiu por ano. com ou sem fiança -> alvará de soltura -> distribuição do APF c) Substituição da prisão em flagrante por medidas cautelares diversas -> alvará de soltura -> distribuição do APF d) Conversão da prisão em flagrante em prisão preventiva -> mandado de prisão -> distribuição do APF 14 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 15 . Formalização do Auto de Prisão em Flagrante (APF) pela autoridade policial e agendamento da apresentação do(a) autuado(a) preso(a).

ao deixar de prender 120 mil dessas pes- soas. o que representa uma economia de 9. DE: PARA: ECONOMIA ECONOMIA ANUAL ECONOMIA ECONOMIA TOTAL 16 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 17 15 . ECONOMIA DE RECURSOS PÚBLICOS Os estados que já implementaram a audiência de custódia verificaram que 50% das prisões preventivas são desne- cessárias. O Conselho Nacional de Justi- ça estima que a redução pela metade do número de pessoas presas antes de terem sido condenadas gerará uma economia anual de 4.3 bilhões de reais. evita-se a construção de 240 presí- dios. Além disso.6 bilhões de reais.

O presídio-padrão comporta 500 presos.000 Mato Grosso 60% Minas Gerais 17/7/2015 3.434.546.008.740.000 Paraná 46% Paraná 31/7/2015 2.000 Mato Grosso 24/7/2015 1.000 Alagoas 79% Sergipe 49% 1.584 68 4.110.150.891.182 6 354. Dados registrados até 24/5/2016.000 Tocantins 45% Paraíba 14/8/2015 942 1 65.373.514.000 Rio Grande do Sul 15% Rio Grande do Sul 30/7/2015 191 0 2.437 2 123.505 7 385.317 2 111.865.158.000 Amazonas 45% Amazonas 7/8/2015 532 1 52.058 4 221.000 TOTAL 40.400.160.790.137 2 100.552.000 Goiás 51% Goiás 10/8/2015 952 1 57.083.000 Sergipe 2/10/2015 473 0 8. Mato Grosso do Sul 42% Rio Grande do Norte 49% Distrito Federal 54% 18 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 19 .033 2 107.720 7 358.000 Roraima 49% Rio de Janeiro 18/9/2015 1.888.000 Acre 62% Amapá 25/9/2015 840 1 60.000 Rondônia 43% Alagoas 2/10/2015 78 0 468.070.000 Maranhão 52% Espírito Santo 22/5/2015 3.120.678 21 1.136.000 Santa Catarina 49% Acre 14/9/2015 501 1 12.000 Ceará 41% Santa Catarina 24/8/2015 330 0 7.000 Paraíba 52% Pernambuco 14/8/2015 1.000 Roraima 4/9/2015 314 0 6.000 Pará 25/9/2015 412 0 9.000 Rio de Janeiro 45% Mato Grosso do Sul 5/10/2015 1.926.000 Tocantins 10/8/2015 199 0 5.466.000 Bahia 68% Rondônia 14/9/2015 806 1 56.530.990 3 161.929 3 172.PERCENTUAL DE SOLTURA ECONOMIA POR ESTADO São Paulo 48% Cidadãos Presídios Data de Economia Estado liberados não implantação total (R$) Espírito Santo 47% da prisão construídos1 São Paulo 24/2/2015 10.024. com custo de construção de R$ 40 milhões.000 Amapá 59% Distrito Federal 14/10/2015 3.000 Piauí 40% Bahia 28/8/2015 1.000 Pará 63% Rio Grande do Norte 9/10/2015 592 1 52.594.920.608.000 Minas Gerais 47% Maranhão 22/6/2015 1.432.768.000 Pernambuco 38% Piauí 21/8/2015 410 0 11.026 2 101. em média.000 Ceará 21/8/2015 1.

“As audiências de apresentação têm revelado ADI 5. preservação do estado natural de incoercibi. que poderão ser destinados à saúde custódia cautelar. à educação ou a outras ações em individual é de aproximadamente R$ 3 mil. em duas oportunidades. 5. todos liberdade das pessoas e sobretudo um gesto esses elementos extremamente favoráveis e de reverência à lei fundamental da República. 20 de agosto de 2015 20 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 21 . 20 de agosto de 2015 manos. audiência de custódia. do ponto vista prático. aqui tuição. 347. a fim de viabilizar o comparecimento do preso perante a autoridade judiciária em até 24 horas contadas do momento da prisão. Ao julgar a Ação Direta de Inconstitucionalidade n.” Ministro Roberto Barroso. AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA E O STF O Supremo Tribunal Federal. O custo médio mensal pública. à redução representando uma enorme economia para da superlotação carcerária. e pôde-se representa um gesto de respeito ao estado de constatar. “Todos nós estamos endossando.3 bilhões por diminuição considerável dos gastos com a ano.240. 9 de setembro de 2015 ADI 5. “A apresentação do preso ao juiz nesse pois permite que o TJ promova um contro. deixaremos de pren. realizado em 9 de setembro de 2015. No julgamento da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental n. no prazo máximo de 90 dias.240. prazo de 24 horas está intimamente ligada à le jurisdicional imediato sobre prisões em ideia de uma garantia fundamental de liber- flagrante. 9 de setembro de 2015 “Tem-se revelado extremamente eficiente a “Entendo que essa é uma medida absoluta. confirmou a constitucionalidade e a importância da implantação da audiência de custódia para a garantia da dignidade da pessoa humana. de início. ADPF 347. Ministro Ricardo Lewandowski. ”Com a adoção da audiência de custódia em todos os tribunais. que é o habeas corpus. que claramente se com. “A providência [implantação das audiências der anualmente cerca de 120 mil pessoas. a conveniência da audiência de é o da proteção judicial efetiva. à Ministro Luiz Fux. que tem interferido mente necessária.” prol da sociedade.” preservação da sua natural incoercibilidade. os ministros do STF mantiveram as normas que regulamentam a implantação da audiência de custódia no estado de São Paulo. 27 de agosto de 2015 ADPF 347. de custódia] conduzirá.” ria ao resguardo da liberdade individual. e já constava “Essa implementação é essencial e necessá. 20 de agosto de 2015 que quase 50% das pessoas presas em flagran- te são colocadas em liberdade em no máximo “Tive a oportunidade de presenciar uma 24 horas. Convenção Interamericana de Direitos Hu- ADI 5. 20 de agosto de 2015 lidade das pessoas em geral e mostra-se fiel ao mandamento constante da nossa Consti. como providência necessária à solução da crise prisional em nosso país. a Suprema Corte determinou que juízes e tribunais realizassem audiências de custódia.” dade. em sessão plenária do dia 20 de agosto de 2015.” positivos do procedimento. da ordem de R$ 4. que e agora. A implementação dessa medida audiência de custódia no TJPR. ADI 5. da própria Magna Carta. diretamente na obstrução de prisões ilegais preende no âmbito da defesa de direitos e nesse abarrotamento do sistema prisional básicos da pessoa. além de implicar o erário.240.240. especialmente o direito à brasileiro.” Ministro Celso de Mello. Ministro Edson Fachin.” Ministro Marco Aurélio.240.” custódia e da generalização pelo país da Ministro Celso de Mello. ADPF 347. e das declarações internacionais.

São Paulo 22 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 23 .

ministro Ricardo Lewan- dowski. “São aqueles que ainda não têm a culpa formada. “Essa é uma meta prioritária do CNJ. após o desenvolvimento do projeto-piloto no Fórum Criminal da Barra Funda. afirmou o ministro. em São Paulo/SP. Uma experiência que. 40% deles presos provisórios. será depois levada para outras capitais e comarcas do País”. e São Paulo mais uma vez sai na frente como impor- tante parceiro. São presos que não tiveram ainda a chance de se confrontar com o juiz e têm a sua liberdade de ir e vir limitada. afirmou que pretende levar a iniciativa a outras capitais e comarcas do país. explica. São Paulo 24/2/2015 LEWANDOWSKI QUER LEVAR PROJETO AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA A OUTRAS CAPITAIS E COMARCAS DO PAÍS TATIANE FREIRE Agência CNJ de Notícias A o participar. con- trariando a presunção de inocência”. se for exitosa – e tenho certeza de que será –. 24 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 25 . o presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tri- bunal Federal (STF). do lançamento do projeto Audiência de Custódia e da abertura do Ano Judiciário do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP). Lewandowski lembrou que o Brasil tem hoje cerca de 600 mil presos.

dor-geral de Justiça do estado. do Ministério Público e da Defensoria Pública ou do advogado do preso. a necessidade e ade. o cor- Durante a audiência. Nacional (Depen). “O projeto permitirá a manutenção da prisão nos casos mais graves e uma análise 26 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 27 . ex. Fernando Haddad. Para o presidente da preso a um juiz nos casos de prisão em flagran. plicou o ministro. Também participaram da cerimônia o pre- feito de São Paulo. centrais de servi- ços e assistência social e câmaras de mediação penal. Inicialmente. e telares. Geraldo Alck- min. com Rosa. se- gundo o governador do estado. o lan- çamento do projeto representa avanço signifi- cativo na luta pela garantia dos direitos funda- mentais. Quem ingressa sem necessidade sai revoltado. A ideia é que o acusado seja apresentado do Brasil (OAB-SP). o diretor do Departamento Penitenciário ou sem a imposição de outras medidas cau. “Infelizmente. o projeto e entrevistado pelo juiz. o projeto terá como alvo os autos de prisão em flagrante delito lavrados apenas em dois distritos policiais da cidade de São Paulo. garantindo a rápida apresentação do menos graves”. Márcio Elias de de concessão de liberdade ao preso. o sis- tema carcerário. sembargador Hamilton Elliot Akel. hoje a única resposta que a sociedade tem para quem errou é a prisão. disse. A prisão é um mal necessário. Renato Campos De Vitto. pronto para se vingar da sociedade que o tran- cafiou”. São Paulo O objetivo do projeto é enfrentar esse pro. afirmou o presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. mais cuidadosa das situações consideradas blema. de Defesa (IDDD). Para o governador Geraldo Alckmin. que também esteve presente à cerimônia. desembarga- dor José Renato Nalini. entretanto. seccional paulista da Ordem dos Advogados te. é um fator criminógeno. de- a legalidade da prisão. Marcos da Costa. o juiz poderá analisar regedor-geral de Justiça de São Paulo. entre outras autoridades. outros distritos policiais serão incorporados ao projeto. Progressivamente. centrais de monitoramento eletrônico. o procura- quação da continuidade dela ou a possibilida. A iniciativa prevê também a estruturação de centrais de alternativas penais. da forma como nós o mante- mos. “O juiz decide vendo a pessoa à sua membros da Defensoria Pública do Estado de frente e não com base em um amontoado de São Paulo e do Instituto de Defesa do Direito papéis dentro dos autos de um processo”. ressentido. em uma audiência em representa um marco na história da defesa dos que serão ouvidas também as manifestações direitos humanos no país. que serão responsáveis por apresentar ao juiz opções ao encarceramento provisório.

Espírito Santo 28 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 29 .

O Espírito Santo é o segundo estado a ade- rir ao projeto Audiência de Custódia. A juíza Gisele Souza de Oliveira ouviu o jovem de 21 anos de idade e. Em São Paulo. concedeu liberdade provisória ao acusado. vai aguardar seu julga- mento em liberdade. foi preso em Vitória depois de furtar um aparelho de telefone ce- lular dentro de um ônibus. Espírito Santo 22/2/2015 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA CONCEDE LIBERDADE PROVISÓRIA A ACUSADO MANUEL CARLOS MONTENEGRO THAIS AFONSO Agência CNJ de Notícias O primeiro preso a participar de uma audiência de custódia no Es- pírito Santo. desde que ele cumprisse duas medi- das cautelares. não deixasse o município onde mora nem mudasse de endereço sem comuni- car o juiz responsável por seu caso. que prevê a apresentação de toda pessoa presa em flagrante a um magistrado que ava- liará se o cidadão precisa ser mantido preso ou pode aguardar o julgamento em liberdade. R. ministro Ricardo Lewandowski. realizada no Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo (TJES). do CNJ. após as consi- derações do Ministério Público e da Defenso- ria Pública. com a presença do presiden- te do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). 30 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 31 .S. mais de duas mil pessoas já par- ticiparam de audiências de custódia desde o início do programa.

S. cisava usar droga”. que ainda tem infor. Em quada. da sua prisão. testemunhas que podem contribuir para uma No encontro. afirmou a magistrada. e do secretário vez de ser encarcerado. do de- Hoje. possa participar de programas de correr a grave ameaça ou ao uso de violência. afirmou usar crack há de regime. foram debatidos os três eixos oportunamente. tação e a seus documentos pessoais. “Ficava vigiando carro. minosos de alta periculosidade. observou. realidade de 17. Espírito Santo Segundo o ministro Ricardo Lewandowski. Segundo o defensor público de R. foi montada uma es. “Nós somos apenas 180 defensores públicos Fiscalização do Sistema Carcerário e do Siste- mente.. pedindo.. assim como as instruções para uso da torno. O déficit de vagas equivale. as au. em uma 32 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA AUDIÊNCIADE DE CUSTÓDIA 33 . eu fiquei internado. que vai coordenar Santo se prepara para receber o projeto-piloto a iniciativa no estado. A oportunidade de ouvir o (DMF). onde conseguiu ficar no porte social ao preso para que este. para 4 mil presos provisórios no estado. ficará sob a custódia do Estado e. to Audiência de Custódia. notícia à família. Ela acei- cautelar de monitoramento eletrônico à pes.S. Luís Geraldo Sant’Ana Lanfredi. será apenado na forma como melhor defesa técnica do acusado”. mais tarde devolvido à vítima. que é pedreiro e já o em- após a prisão. “Assim podemos conhecer melhor os ça do Estado do Espírito Santo. O CNJ e o TJES traçaram as diretri- caso é exemplar da realidade do sistema car. dos defensores. dologia referente aos processos de progressão Drogadição – R. o diências de custódia vão melhorar o trabalho prisionais. Gama. sem dar do acusado de tratar sua dependência química.S. não fecha”. um jovem de preso permite que os cidadãos sem condições sembargador José Paulo Calmon Nogueira da 21 anos de idade viciado em crack que roubou de pagar advogado tenham uma defesa ade. ela já recebe o equipamento em Viana. espera poder contar com o acolhimento ouvirem os presos em flagrante até 24 horas da mãe e do irmão. município da minou o encaminhamento do rapaz à Rede Grande Vitória. o jovem interrompeu assistência social e de inclusão no mercado fatos ressaltados tanto pela promotoria quanto sua última internação ao fugir de uma clínica de trabalho e tenha acesso a cursos de capaci- pela defensoria. ta eu voltar”. ela é quem levava a mi- dade prisional. e condenado a tratamento em clínica para de. Eugênio Coutinho Ricas. itens de higiene pessoal. máximo nove meses antes de sofrer uma recaí. O primeiro é a mudança da meto- a lei determina”. do programa Cidadania nos Presídios. do Ministério Público e da Defensoria Pública R. foram considera. ao ganhar punir uma pessoa que comete o furto sem re. de detenção provisória por déficit de pessoal. Os pre- sos em flagrante serão ouvidos pelos juízes A juíza Gisele Souza de Oliveira deter- no Centro de Triagem de Viana. das a disposição manifestada por R. o estado do Espírito plo”. a liberdade. com o intuito de acelerá-los. de Justiça do estado. O se- Compromisso – Em sua decisão. No local. de se misturar com cri. “Não temos dúvidas de que ouvir os presos nas delegacias ou nos centros que contou com a participação do coordena- as audiências vão reduzir a população carcerá. estava vagando pelas ruas reintegrar à sociedade trabalhando e a vontade da capital capixaba havia dois meses. às condições físicas dos presídios.S. afirmou. Cidadania nos presídios – Além do proje- zeleira. ao número de prisões provisórias. Mui. Abraço. justificou. da iniciativa. Agora. da. que não pode descarregar. disse. a quem também não avisou um dos fatores que o levaram ao furto. disse. Por fim.635 presos para 35 unidades que assistiu à audiência de custódia de R. Ele já havia sido preso uma vez guinte é a atenção especial do Poder Judiciário Gisele Souza de Oliveira lembrou que a restri. para se Antes de ser preso. A conta ma de Execução de Medidas Socioeducativas tas delas poderiam ser perfeitamente evitadas. o su- ção de liberdade não é medida adequada para pendentes químicos. temos um exemplo disso. por exem. dor do Departamento de Monitoramento e ria. Além disso. “Caso o juiz aplique a medida nha roupa. soa. aproximada. “Quando Eletrônico do estado também funciona na uni. a juíza quatro anos. Roubei porque estava com fome e porque pre- O TJES sediou apenas a primeira audiên. supervisor do GMF do Tribunal de Justi- um celular. órgão do governo estadual para tra- trutura para os representantes do Judiciário. A Central de Monitoramento pregou como ajudante de pedreiro. em Vitória durante uma crise de abstinência. Morador de Colatina. ele receberá mações frescas na memória. que não têm condições de zes de implantação do programa em reunião cerário brasileiro.S. tamento de dependentes químicos. como o nome de tratamento. cia de custódia realizada no estado. fatos e a versão do preso.

Maranhão 34 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 35 .

mas que não vinha sendo cumprida desde 1992”. considerado um dos mais pro- blemáticos do país. Em dezembro de 2013. principalmente no Complexo de Pedrinhas. o Poder Judiciário do Ma- ranhão e o governo do estado assinaram. As medidas previstas no termo de compro- misso representam também uma resposta do Estado brasileiro às cobranças de organismos internacionais por providências que impeçam mortes e violações de direitos humanos no sis- tema penitenciário do estado. na capital São Luís. relatório produzido pelo CNJ apontou a 36 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 37 . as medidas visam adequar o sistema de execução penal e carcerário aos padrões estabelecidos pela Constituição e por tratados e convenções internacionais de direitos humanos. Maranhão 22/6/2015 ACORDO PREVÊ AUDIÊNCIAS DE CUSTÓDIA E ADEQUAÇÃO DO SISTEMA PRISIONAL DO MARANHÃO TATIANE FREIRE Agência CNJ de Notícias O Conselho Nacional de Justiça (CNJ). um termo de compromisso destinado à reestrutu- ração do sistema carcerário e de execução pe- nal do estado. ministro Ricardo Lewandowski. “A audiência de custódia é uma obrigação legal imposta pelo Pacto de São José da Costa Rica. Para o presidente do CNJ e do Supre- mo Tribunal Federal (STF). afirmou o mi- nistro após a assinatura do termo de compro- misso no TJMA.

adesão dos órgãos locais ao projeto Audiência sionalizantes nas unidades prisionais. de Custódia. Com A ideia é que o alinhamento do estado ao so foi firmado pelo presidente do CNJ e do isso. afirmou o go- estado.426. material. estruturá-lo melhor. Mário de Andrade PREVISÃO bém medidas direcionadas à saúde e à rein. pena na capital sejam transferidos para presí- O termo assinado traz mais de vinte com. na sede do governo do estado. copo restaurativo”. na sede do governo. segundo denúncias de detentos. Além disso. seja com medidas quanti- moramento da rotina de execução penal e a to provisório. desembargadora Cle- mos esperança para aqueles que estão pre. mas também do Ministério da Cleonice Silva Freire. no interior do estado e um na capital. aulas e cursos profis- outras unidades prisionais do estado. em in- e seus parentes – alguns eram submetidos a to nacional. em outubro de 2014. CNJ. do Ministério Público e da OAB. As Paulo e no Espírito Santo. cípios de Balsas. desembargadora foi realizada em duas etapas.918. centrais de monitoramento eletrônico. tado. dios no interior. do governo do estado. à im. as audiências de custódia.39 dez. A assinatura do termo de compromisso laboração de várias entidades. na medida em que poderemos a reestruturação do sistema carcerário. com a adequação do programa ao apresentação do preso em flagrante ao juiz. o apri. 2016 Gonzaga Unidade de segurança máxima. afir.6 milhões na estupros. 2015 a capacitação e colocação profissional de ex. como a superlo. realizada na sede do Tribunal de Justiça do Justiça. não apenas resolvemos um aspecto de projeto nacional resulte na ampliação e no STF. promissos assumidos pelo governo mara. implementado pelo CNJ em São vestimento de ao menos R$ 35. O estado foi o primei- O documento apontou ainda outras viola. o compromis- Pública. provisório no estado vem diminuindo”. o vernador Flávio Dino durante a cerimônia de projeto do CNJ. Maranhão morte de 60 presos dentro do Complexo e de Audiência de custódia – O acordo prevê a para oficinas de trabalho. “Com assinatura. contido na proposta do com a criação de outras 564 vagas.) para ranhão. CNJ. fortalecimento das audiências de custódia no presidente do TJMA. apresentar ao juiz opções ao encarceramen. como a aproximação com as entidades do representante do Ministério Público do Ma- Pinheiro 306 12.134 vagas (veja detalhes na tabe- mortes e violações aos direitos humanos em la). pelo diretor do Instituto de Defesa MUNICÍPIO VAGAS VALOR (R$) tegração social de egressos do sistema prisio- DE ENTREGA do Direito de Defesa. trais de serviços e assistência social e câmaras nhense e pelos órgãos do Judiciário para a de mediação penal. o projeto do CNJ tativas – mais vagas –. cen. pela defensora pública-geral do es- e à interiorização da iniciativa. ro a implementar as audiências de custódia Infraestrutura – Outro ponto importante ções dos direitos humanos.27 jan. Sesi etc. Na primeira. pela natureza prática. As novas leiro uma solução para o problema. e pela nal.883.118. Flávio Dino. da Defensoria Estado do Maranhão (TJMA). Americanos (OEA) a cobrar do governo brasi. pelo pre- sidente da seccional Maranhão da Ordem UNIDADES A SEREM CONCLUÍDAS O termo de compromisso estabelece tam. estado. pela corregedora-geral de sos”.205. Imperatriz 210 3. O governo se compromete ainda a concluir Pedrinhas levaram a Organização das Nações Uma das principais diferenças entre os a reforma e ampliação dos presídios dos muni- Unidas (ONU) e a Organização dos Estados dois projetos diz respeito ao chamado “es. no país. do CNJ. Açailândia e Codó. dos Advogados do Brasil. 2016 sistema S (Senai. desembargadora Nelma plantação do atendimento nos fins de semana Sarney.440. Hugo Leonardo. com a ade- -detentos e a criação de ambientes próprios são do governador. Justiça do estado.156. Macieira. São Luís IV cujo projeto está em fase de detalhamento 38 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 39 . Senar. do TJMA. que prevê a criação ou fortalecimento vagas servirão para que presos que cumprem de centrais integradas de alternativas penais. Senac. Mariana Albano de Almeida. com a criação ou fortalecimento das onice Silva Freire. afirmou o ministro Lewandowski. próximos a sua família. seja com medidas qua- consolidação das audiências de custódia no estabelece prazo máximo de 24 horas para a litativas – uma gestão melhor”. Pedreiras.86 set.475. “Esse termo permitirá avançar ainda mais adequação do sistema prisional do estado. 2015 São Luiz 312 7. A assinatura do termo foi concluída Timon 306 12. criação de 1. o encarceramento “Esse convênio significa um esforço de co. como também da. que ainda não acontecia no Maranhão.53 nov. mas a iniciativa do acordo é a conclusão de quatro presídios tação e a falta de segurança para os presos desenvolvida no estado é diferente do proje. ministro Ricardo Lewandowski. não apenas do mou a presidente do TJMA. na modernização do sistema penitenciário As medidas são direcionadas a três objetivos: Essas centrais serão responsáveis por maranhense. estruturas voltadas às penas alternativas.

Maranhão 40 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 41 .

Minas Gerais 42 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 43 .

lembrando que o Ju. R$ 3 mil por te que corrijamos essa situação em um proces. tura do encarceramento. cessidades legais que levaram o CNJ a desen. carcerária e desonerando os cofres públicos. Ele lembrou que o Brasil é o quarto o Colar do Mérito Judiciário. diências de custódia em todo o país até 2016. vivendo a ofensa ao princípio da niu representantes do sistema de Justiça e au- inocência e da não culpabilidade. toridades locais. Se lograrmos implantar as au. Fernando Pimentel. para a criminalidade. Não podemos sempre responder implantado em Belo Horizonte e região metro- mais elementos para decidir pela liberdade às ruas. o ministro participou da primeira audiência de ção. rem um juiz. lizado pelo Conselho Nacional de volver a metodologia.3 BILHÕES COM AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA. isso poderá resultar em economia de R$ 4. saindo depois piores do que entraram”. durante o lançamento do proje. soas lá para sofrer violência e entrar para fac- jeto Audiência de Custódia. Pedro Bitencourt. so humano e civilizatório”. politana e permitirá a apresentação dos presos provisória condicional. ser signatário do Pacto de São José da Costa sentação do preso em flagrante a um juiz em Rica. “São pessoas ar pessoas e instituições que se destacam na Lewandowski. inclusive em fins de semana e feriados. como o fato de o Brasil avaliou. pode resultar na economia de R$ preso em flagrante a um juiz no menor prazo projeto Audiência de Custódia após receber 4. Não podemos deixar pes. temos ações de cias do próprio tribunal. que pedem mais encarceramento e pu. e o governador de Minas mês ao Estado. idea. “Nós. DIZ LEWANDOWSKI DÉBORA ZAMPIER Agência CNJ de Notícias A adesão de todos os estados ao pro. realizada nas dependên- ços”. Minas Gerais 17/7/2015 PAÍS PODE ECONOMIZAR R$ 4. disse o ministro. que passam em média quatro meses até ve. ções. Antes da cerimônia de entrega da medalha. O evento reu- to em Minas Gerais. que prevê a apresentação do Homenagem – Lewandowski falou sobre o até 24 horas. como o presidente do TJMG. transporte público e outros servi. condecoração foi divulgada pelo presidente do CNJ e do Su. A economia ocorre por.3 O ministro ainda incentivou o combate à cul. diciário nem sempre atua em consonância com custódia do estado. disse. a opinião pública. ministro Ricardo detentos são presos provisórios. 44 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 45 . e 41% dos criada pelo TJMG em 1986 para homenage- premo Tribunal Federal (STF). “Um preso custa. que poderão ser aplicados em educa. Justiça (CNJ) para permitir a apre. bilhões. em média. Gerais. saúde. É importan. prestação de serviços à Justiça.3 bilhões aos cofres públicos. país que mais encarcera no mundo. A estimativa possível. reduzindo a população nições mais severas. juízes. com a audiência de custódia. Lewandowski também falou sobre as ne. porque isso não é solução em flagrante a um juiz no prazo de 24 horas. O projeto-piloto será que. o juiz tem contrassenso. de 1992.

Mato Grosso 46 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 47 .

o projeto con- siste na apresentação do preso em flagrante a um juiz no prazo de 24 horas. ele recebeu a oportuni- dade de responder ao processo em liberda- de. atendendo a preceitos da legislação brasileira e a tratados internacionais dos quais o país é signatário. o juiz Marcos Faleiros entendeu que o crime não justificava a prisão preventiva. Preso em flagrante por usar carteira de habilitação falsa. Depois de ouvir o repre- sentante do Ministério Público e o advogado. com foco na eficiência processual e nos direi- tos humanos. O operador de retroescavadeira Levino foi o primeiro cidadão mato-grossense a ser submetido a essa nova metodologia do Ju- diciário. Desenvolvido pelo Con- selho Nacional de Justiça (CNJ) em parceria com os tribunais brasileiros. Mato Grosso 24/7/2015 JUSTIÇA DE MATO GROSSO COMEMORA CHEGADA DAS AUDIÊNCIAS DE CUSTÓDIA DÉBORA ZAMPIER Agência CNJ de Notícias O s diversos atores do sistema de Justiça de Mato Grosso reuni- ram-se para comemorar a che- gada do projeto Audiência de Custódia no estado. 48 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 49 . embora já tivesse passagem policial por violência doméstica. que elogiaram o projeto do CNJ e pediram a liberdade provisória de Levino.

além na vida como máquina dispersa. cidiu expedir o alvará de soltura ao ponderar Mato Grosso. pois ele de fato havia cometido crime custódia ao estado representa um “divisor de nos. Para a preendem que não é apenas o cumprimento didática. No termo assinado pelo Executivo. ministro Ricardo tou Lewandowski. Adesão – Assim como o Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso (TJMT). lembrando que países com um juiz. assim como os 41% de considerar que uma possível condenação construir um perfil crítico da conduta comparti. de forma punição para combater a criminalidade. o CNJ e o Supremo Tribunal Federal”. o juiz de. disse o juiz Faleiros. ponderou. como também a estrutu- rar centrais integradas de alternativas penais. ciais tem mostrado a ineficácia do aumento da magistrados do Judiciário local. Quem atua na Lewandowski. No entanto. que está punido com até seis anos de prisão segundo águas” e uma grande conquista do Grupo internalizado no país desde 1992. des- tacou que a observação dos fenômenos so- 50 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 51 . de Monitoramento do Sistema Carcerário do avanço civilizatório importantíssimo”. disse. O magistrado de. o de São José da Costa Rica. desembargador Paulo da Cunha. Ele ainda lembrou da eco- da Justiça criminal brasileira. Maranhão e Minas Gerais) regis- traram redução de prisões desnecessárias em até 40%. o governo do estado também aderiu ao termo de coopera- ção firmado entre CNJ. Mato Grosso Levino confirmou que foi tratado digna. 5 meses na cadeia antes de se encontrarem terminou. centrais de monitoração eletrônica e outros serviços com enfoque restaurativo e social. “Todos com- mente pelos policiais e ouviu do juiz. mas um a legislação brasileira. família e não ção CNJ n. Entusiasta das audiências de custódia. fre na prisão uma série de maus-tratos e tor- sem autorização. “Não estamos presentes O ministro voltou a criticar a cultura de havia agido com violência nem ameaça. Es- pírito Santo. de presos sem condenação que passam até levaria ao regime aberto. comen- “Esse é um momento de transformação Tribunal Federal (STF). a corregedora-geral do TJMT. Os estados onde o projeto já foi lançado (São Paulo. a chegada das audiências de de um tratado internacional de direitos huma- correta. “Todos sabemos que alguém a um juiz a cada dois meses e não deixasse a como Peru. que ficará responsável pelas au- diências de custódia em Cuiabá. porém. Precisamos encarceramento do país. e dos desnecessárias. órgão estruturado pela Resolu- que o autuado tinha residência. nomia de até R$ 4. Maria Kneip. lhada. Ministério da Justiça e Instituto de Defesa do Direito de Defesa (IDDD) para regulamentar o projeto em escala nacional. disse a jornalistas que o proje. México. turas e muitas vezes é arregimentado para O presidente do CNJ e do Supremo servir nas organizações criminosas”.3 bilhões aos cofres pú- área vem presenciando as mudanças desde to contou com amplo apoio do presidente do blicos com a redução de prisões provisórias que o ministro Lewandowski passou a presidir TJMT. que a prisão em flagrante havia sido desembargadora. 96/2009. o governo se compromete não apenas a ofere- cer logística necessária para realização das au- diências de custódia. pois todos somos responsáveis pela co. Argentina e Colômbia já que não é violento e que é encarcerado so- comarca de Cuiabá por mais de quinze dias aderiram às audiências de custódia. que Levino se apresentasse letividade”.

Rio Grande do Sul 52 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 53 .

ministro Ricardo Lewandowski. em que as instituições precisam ser repensadas. reconstituídas. “O mundo e o Brasil passam por uma fase extremamente difícil neste momento de glo- balização. Rio Grande do Sul 30/7/2015 LEWANDOWSKI: INSTITUIÇÕES DEVEM SER REPENSADAS PARA ENFRENTAR DESAFIOS TATIANE FREIRE Agência CNJ de Notícias A o participar do lançamento do pro- jeto Audiência de Custódia no Rio Grande do Sul. em uma sociedade marcada pela “cultura da litigiosidade”. para fazer face aos desafios enormes que enfrentamos neste século XXI”. o presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF). cabe ao Judiciário hoje cumprir o papel de pacifi- cador social. Segundo o ministro. disse que o momento atual demanda que as instituições sejam re- pensadas para fazer frente aos novos desafios que se apresentam. afirmou o presidente do CNJ. As audiências de custódia e as solu- ções alternativas de conflitos foram citadas pelo ministro como algumas das inovações que estão sendo implementadas pelo Po- der Judiciário para conter dois fenômenos: o aumento crescente no número de processos que chegam à Justiça e o excesso de encar- ceramento provisório. 54 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 55 .

José Paulo Dornel- estado ao projeto do CNJ contribuirá para a les Cairoli. afirmou o presi. do defensor público-geral do RS. evitar abusos e maus. “Trata-se de um importante avanço Com a adesão. A Justiça hoje está em importantes extraordinária para o estado porque cada preso momentos da vida social”. as audiências de custódia te são apresentados a um juiz no prazo máxi- serão realizadas diariamente no Presídio Cen. -se o sexto estado brasileiro a adotar as audi- ências de custódia. do presi- “Com a iniciativa. OAB/RS. Lewandowski lembrou Justiça do Estado do Rio Grande do Sul (TJRS) que. Augusto de Arruda Botelho. Espírito Santo. Já fazem parte do projeto do tral e na Penitenciária Feminina Madre Peletier CNJ os estados de São Paulo. Luiz Eduardo Amaro Pellizzer. (IDDD).3 bilhões por ano. Maranhão. Rio Grande do Sul “É preciso buscar novas formas de solução pital e abrangerão todos aos autos de prisão de controvérsias. marcam a entrada do Rio Grande do Sul no proje- to contou ainda com a participação do governa- Para o presidente do TJRS. afirmou o desem- bargador. desembargador José Aquino públicos”. 56 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 57 . Segundo ele. assinatura de termos para implantação das au- diências de custódia no estado. a eco- Flores de Camargo. Nil- humanização do cárcere e o resgate da dig. “Foi-se o tempo em que tendemos. será possível minimizar as dente do Instituto de Defesa do Direito de Defesa prisões desnecessárias. durante a cerimônia de nomia pode chegar a R$ 4. do vice-presidente da nidade no cumprimento das penas criminais. Minas Gerais e Mato Grosso. ton Leonel Arnecke Maria. referindo-se a ini- ciativas pioneiras adotadas pelo Tribunal de Durante a cerimônia. “Pre- a conflitos fundiários. mo de 24 horas. o Rio Grande do Sul torna- civilizatório”. disse o ministro. hoje custa cerca de R$ 3 mil por mês aos cofres dente do TJRS. com esse sistema. evitar cerca de o papel do Judiciário se resumia a exercer a 120 mil prisões. como ocorre aqui de forma em flagrante delito registrados na comarca. complementou. disse o ministro. Isso representa uma economia jurisdição. como Audiência de Custódia poderá trazer importan- a ampliação do uso da Justiça Restaurativa e a te economia aos cofres públicos e racionaliza- tentativa de conciliação de processos relativos ção no uso das vagas do sistema prisional. além do aspecto humanitário. pioneira”. realizada no A cerimônia de assinatura dos termos que Foro Central I do TJRS. a adesão do dor do estado em exercício. sobre o sistema prisional”. pelo Serviço de Plantão do Foro Central da Ca. em que presos em flagran- Em Porto Alegre. e de repre- -tratos e conferir um efetivo controle judicial sentantes do Ministério Público estadual. o projeto na área de conciliação e mediação.

Paraná 58 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 59 .

ministro Ricar- do Lewandowski. haverá economia de R$ 75 milhões. Paraná 31/7/2015 PARANÁ ECONOMIZARÁ ATÉ R$ 75 MILHÕES POR ANO COM AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA TATIANE FREIRE Agência CNJ de Notícias O presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tri- bunal Federal (STF). acredita que o Paraná poderá economizar R$ 75 milhões por ano com a implantação do projeto Audiência de Custódia. Na avaliação do mi- nistro. 60 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 61 . o projeto tem conseguido reduzir de 40% a 50% o número de presos provisórios. por essa projeção o estado deveria ter cerca de 50 mil pessoas presas até o fim de 2015. Nos estados em que foi implantado. “Se conseguirmos. disse o mi- nistro. Ele participou da assinatura dos termos que marcam a adesão do estado ao projeto do CNJ. A projeção leva em conta informações do governo estadual. o que não é desprezível”. colocar em liberdade provisória me- diante condições aqueles que não oferecem risco à sociedade. segundo as quais 25 mil pessoas haviam sido presas no Paraná entre janeiro e julho de 2015. com as audiências de custódia. ao custo estimado de R$ 3 mil por mês com cada preso.

com as au- nador do Paraná. Ahú. Maranhão. reduzir o número de pessoas presas de forma de Custódia de Curitiba será instalado no injusta e acabar com a superlotação nos presí. outras autoridades. garantiu o presidente do ção carcerária do Paraná é a quinta maior do tenciária. Wagner Mesquita de Oliveira. pois com ele poderemos e Rio Grande do Sul. da “Toda a magistratura do Paraná está em. de medidas e penas sos provisórios é de 49%. o gover. média nacional. Santo. mas. Espírito de promotores. a popula. o que está acima da alternativas e de monitoramento eletrônico. Justiça. Também foi condeco- rado com a comenda o ministro Edson Fachin. O Paraná é o sétimo estado a aderir ao pro. foram adquiridas pelo tribunal para serem usa- Vasconcelos. O local terá duas salas de audiência. da OAB. efetiva do projeto”. do STF. com toda a logística ma Integrado de Informações Penitenciárias raná. sa- país. disse o presidente do Tribunal de Justi. Mato Grosso Defensoria Pública e de psicólogos e assis- penhada no projeto. do Ministério da Justiça. Também participaram da soleni. Trata-se da mais alta comenda do estado. de 41%. Cidadania e Direitos Humanos do Pa. O Centro de Audiências tentes sociais que farão parte do projeto.702 presos. onde foi condecorado com a Comenda Ordem do Pinheiro. No pavimento superior. o ministro Ricar- do Lewandowski foi recebido pelo governador Beto Richa no Palácio do Iguaçu. complexo maravilhoso. Beto Richa. e o secretário necessária para concretizar a formalização (Infopen). sede do go- verno estadual. prédio administrativo do antigo Presídio do Segundo o juiz Eduardo Lino Bueno Fagun- dios”. de Segurança Pública e Administração Peni. 5 mil tornozeleiras eletrônicas já ça do Estado do Paraná (TJPR). Paulo Roberto metros quadrados. o secretário de no Centro Judiciário do Ahú e teremos um diências. já desenvolvido em São Paulo. ficarão os gabinetes jeto. las de assistência social. concedida a pessoas que se destacam em sua área de atuação. de magistrados. disse Lewandowski. Paraná Segundo o último levantamento do Siste. “Recebo essa comenda como uma homenagem à magistratura brasileira”. O dispositivo já é utilizado para dade o ministro do STF Edson Fachin. 62 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 63 . com 28. “Estamos fazendo uma bela reforma presos do regime semiaberto. em uma área de aproximadamente 600 des Júnior. entre TJPR. com o tema “O CNJ e seu papel de transformação do Poder Judiciário”. das no projeto. será estendido a presos provisórios. Aula Magna e Comenda – Antes da ceri- mônia no Palácio da Justiça. Leonildo de Souza Grota. pela notoriedade do saber ou por serviços relevan- tes prestados ao Paraná. O percentual de pre. Ele também proferiu aula magna a alunos do curso de Direito do Centro Universitário UniBrasil. Minas Gerais.

Amazonas 64 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 65 .

Amazonas 7/8/2015 AMAZONAS PODE ECONOMIZAR R$ 27 MILHÕES POR ANO COM AUDIÊNCIAS. estima o presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Fe- deral (STF). são presas em flagrante por ano em Manaus. Ele também levou em consideração o custo mensal de um preso. O ministro estimou a economia que o esta- do pode vir a ter com base em informações da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas. com reflexos positivos como a redu- ção da superpopulação carcerária e também dos gastos com a custódia dos presos. O ministro acompanhou a realização da primeira audiência de custódia no Amazonas. a pessoa presa em flagrante deve ser apresentada ao juiz em um prazo de 24 horas. ministro Ricardo Lewandowski. o projeto Audiência de Custó- dia permite ao juiz manter encarceradas ape- nas pessoas que representam ameaça à so- ciedade. que é de cerca de 66 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 67 . realizada por meio de adesão do estado ao projeto desenvolvido pelo CNJ em parceria com os tribunais. cabendo ao magistrado decidir pela manutenção do encarceramento ou pela concessão de liberdade provisória du- rante o curso do processo criminal. DIZ LEWANDOWSKI JORGE VASCONCELLOS Agência CNJ de Notícias O estado do Amazonas poderá ter uma economia de cerca de R$ 27 milhões por ano com a realiza- ção das audiências de custódia. Pelo projeto. segundo as quais cerca de 6 mil pessoas. em média. Segundo ele.

e o índice médio de liberdades provisó- rias concedidas nos estados onde o projeto Audi- ência de Custódia já foi implementado. talvez por meses sem ter contato com o juiz. evidentemente. material. “Se nós conseguirmos. “Nós temos de fazer um esforço. “Esse jovem tem endereço fixo. as audiências de custódia redu- zem a sobrecarga de processos dos juízes e também permitem reservar o encarceramento para pessoas que representam ameaça à so- ciedade. O rapaz terá de comparecer periodicamente ao juízo e não po- derá se ausentar da comarca de Manaus sem autorização. 68 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 69 . afirmou o ministro. Portanto. então nós teremos uma eco- nomia de R$ 27 milhões só com essas audiên- cias de custódia. tornar-se um soldado do cri- me”. Para ele. Lewandowski também disse confiar que o projeto-piloto iniciado em Manaus terá suces- so com o empenho do Judiciário e dos órgãos de Segurança Pública. tem endereço fixo e não possui antecedentes criminais. poderá ser destinado para a educação. pois foi preso em flagrante por furto sem o emprego de violência. podendo sofrer todo tipo de sevícias e maus-tratos. a saúde. Amazonas R$ 3 mil. disse o ministro Lewandowski. e considerando também que o preso custe aos cofres públicos R$ 3 mil por mês. disse ao ser indagado por jornalistas se o estado teria capacidade de tocar o pro- jeto. de 50%. vai responder ao processo em liber- dade. do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM). O ministro citou o caso do jovem de 18 anos que. tortura e. o transporte público. Além disso. que promove ações de reinserção social. como tem sido a média no Brasil. Temos de dar o primeiro passo. Ele poderia ter sido jogado no cárcere. Esse dinheiro. Toda grande marcha começa com o primeiro passo”. após a primeira audiência de custódia no Amazonas. eventualmente. colocar em liberdade provisó- ria cerca de 50% desses presos. muito importante”. estuda e não tem antecedentes criminais. foi encaminhado pela juíza Andrea Jane Silva ao projeto Reeducar. há o aspecto hu- manitário e o aspecto prático.

Tocantins 70 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 71 .

DIZ LEWANDOWSKI JORGE VASCONCELLOS Agência CNJ de Notícias O presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tri- bunal Federal (STF). a exemplo do que se ve- rificou no Tocantins. destacou que o Brasil só tem a ganhar com a observância dos princípios constitucionais da harmonia e da in- dependência entre os poderes. o cumprimento dos referi- dos princípios constitucionais é um dever a ser observado em todo o país. como determinam tratados interna- cionais ratificados pelo país. independência e harmonia são dois polos importantes de uma mesma 72 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 73 . “Se não houver harmonia entre os poderes. Ele esteve em Palmas para acompanhar a realização da pri- meira audiência de custódia no estado do To- cantins. o ato só foi possível graças à harmonia entre o Judiciário do Tocan- tins e o governo do estado. o Brasil viverá uma situação de inconstitucio- nalidade. que levou um detento à presença do juiz em menos de 24 horas após sua prisão em flagrante. Na opinião do ministro. Tocantins 10/8/2015 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA REFLETE HARMONIA ENTRE PODERES. Portanto. ministro Ricar- do Lewandowski. com a mobilização dos órgãos de segurança pública para cumprir o prazo de apresentação dos presos à Justiça. Ele acrescentou que.

Além do ministro. o encarceramento fica ao Termo de Cooperação firmado entre o tencial ofensivo. O ministro Lewandowski. arregimentados pelas facções criminosas que. nais de Justiça e os governos estaduais. tem endereço fixo reservado aos que cometem crimes violentos e re- CNJ. Além disso. Marcelo Miranda. a solenidade contou e abusos. acusadas de delitos de baixo potencial ofensi- Advogados do Brasil (OAB/TO). entre metidos contra a população. criado pelo CNJ e sembargador Ronaldo Eurípedes. outras autoridades. um homem acusado de ameaça recebeu o permite aos estados reduzir os gastos com a cus- O primeiro foi um termo de adesão do Tribu. falou com os índice médio de autorizações para presos em operação Técnica entre o TJTO. para re- gulamentação do projeto em escala nacional. o projeto do CNJ malizada pela assinatura de dois documentos. a dignidade da pessoa humana. presentam ameaça à sociedade. de dentro dos presídios. Nos estados onde o projeto foi lançado. a Defensoria Pública do es. O ministro acrescentou que. com a realização nal de Justiça do Estado do Tocantins (TJTO) Além de ser acusado de um crime de baixo po. além de garantir A adesão do Tocantins ao projeto foi for. ele trabalha. comandam atos co- executado por meio de parceria entre os Tribu. direito de responder ao processo em liberdade. têm endereço fixo e não implantação do projeto em nível local. de. nhar a audiência de custódia. muitos presos provisórios vo (na maioria furto). Isso porque. o Ministério jornalistas. Defesa do Direito de Defesa (IDDD). durante solenida. tódia dos presos. Tocantins equação”. voltado para a nação. com a presença do presidente do TJTO. jeto Audiência de Custódia. correm o risco de serem de de adesão do estado do Tocantins ao pro. (ainda não julgados) estão sujeitos a violência possuem antecedentes criminais. tins. das audiências de custódia. após acompa. o O segundo documento foi um Termo de Co. Segundo ele. Essas pessoas são tado e a seccional do Tocantins da Ordem dos permanência na prisão de pessoas sem conde. nador do Tocantins. Na primeira audiência de custódia do Tocan. afirmou o ministro. objetivos do projeto do CNJ é evitar a longa dade é da ordem de 50%. o Ministério da Justiça e o Instituto de e não possui antecedentes criminais. e do gover. 74 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 75 . Ressaltou que um dos principais flagrante responderem a processos em liber- Público estadual.

Goiás 76 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 77 .

“Em Goiás. temos uma nuance um pouco diferenciada. conforme tratados internacionais rati- ficados pelo Brasil. elogiou a decisão do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) de transformar a competência do 2º juiz da 7ª Vara Criminal de Goiânia. entre eles a Convenção Interamericana de Direitos Humanos. na medida em que nós atribuí- mos essa função a determinado juiz. criamos um juiz de garantias. é uma das mais avançadas do mundo nesses termos”. Oscar de Oliveira Sá Neto. aliás. afirmou o ministro na solenidade de adesão do estado de Goiás ao projeto Audiência de Custódia. desenvolvido pelo CNJ em parceria com os Tribunais de Justiça. O projeto prevê a apresentação da pessoa presa em flagrante ao juiz em um prazo de 24 horas. que. ministro Ricardo Lewandowski. O con- 78 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 79 . Goiás 10/8/2015 TJGO CRIA FIGURA DO JUIZ DE GARANTIAS PARA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA JORGE VASCONCELLOS Agência CNJ de Notícias O presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF). para que ele atue exclu- sivamente com as audiências de custódia e questões pré-processuais. Ou seja. estamos desig- nando um juiz especialmente para ser o tutor dos direitos e garantias fundamentais da cida- dania que estão elencados em nossa Cons- tituição Federal.

O segundo documento para a celeridade da prestação jurisdicional dos onde o projeto do Conselho já é exe- foi um Termo de Cooperação Técnica entre o como um todo. outras autoridades. sembargador Leobino Valente Chaves. No caso específico de Goiás. em Goiás foi formalizada por meio de reso. A estimativa do ministro é de uma Justiça do Estado de Goiás (TJGO) ao Termo de tados internacionais ratificados pelo Brasil. entre ao magistrado em menos de 24 horas após custodiado. a previsão do mi- dem dos Advogados do Brasil (OAB/GO). da União. da mesma forma que as audiências para a garantia da dignidade da pessoa presa. cutado (50%). A sa e reiterou a importância do projeto não só A adesão de Goiás ao projeto foi formaliza. Na audiência. do ministro Lewandowski. economia anual de R$ 4. foi o responsá. o perfil social do governador do estado. Cooperação firmado entre o CNJ. medida. os demais ju- da Justiça e o Instituto de Defesa do Direito de ízes criminais do TJGO deixam de receber Ele tomou como base o índice médio de Defesa (IDDD). Oscar de Oliveira Sá Neto. o presidente do ou não responder ao processo em liberdade. volta. de. sua prisão em flagrante. o que contribui liberdades provisórias concedidas nos esta- to em escala nacional. com a iniciativa. o Ministério Além disso. a Defenso. realizada na presença acordo com a concepção das audiências de com a presença do presidente do TJGO. o Ministério Público estadual. O primeiro juiz de garantias do TJGO. a gravidade do crime que lhe é im. demandas pré-processuais. e do homem acusado de ameaça foi apresentado tâncias da prisão em flagrante.3 bilhões. de Além do ministro. TJGO. a solenidade contou inaugural no estado. vel pela condução da audiência de custódia anuais. de custódia. Marconi Perillo. CNJ e do STF concedeu entrevista à impren- lução aprovada pelo Plenário do TJGO. da pela assinatura de dois documentos. nistro é de uma economia de R$ 150 milhões do para a implantação do projeto em nível local. 80 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 81 . putado e possíveis antecedentes criminais. Isso permite que o juiz decida se o acusado poderá A criação da figura do juiz de garantias Ao término da audiência. um custódia. onde é registrada uma média de 16 mil pri- ria Pública do estado e a seccional goiana da Or. para regulamentação do proje. O pri. Goiás tato pessoal do magistrado com o preso. garante que se verifiquem as circuns. mas também para a economia dos estados e meiro foi um termo de adesão do Tribunal de ricana de Direitos Humanos e a outros tra. sões em flagrante por ano. atende à Convenção Interame.

Paraíba 82 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 83 .

Paraíba 14/8/2015 PRESIDENTE DO CNJ LANÇA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA NA PARAÍBA DÉBORA ZAMPIER Agência CNJ de Notícias I dealizado pelo Conselho Nacional de Jus- tiça (CNJ) e já incorporado por 11 estados brasileiros. su- postamente envolvido na ocultação de uma arma de fogo na vizinhança. ele recebeu a chance de responder ao processo em liberdade com a condição de in- formar eventuais mudanças de endereço. realizou a audiência de custódia inaugural com a presença do presidente do CNJ e do Supremo Tribunal Federal (STF). 84 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 85 . Se antes os presos em fla- grante podiam levar meses até serem ouvidos por um juiz e a prisão preventiva era a princi- pal medida adotada. ministro Ri- cardo Lewandowski. além de assinar termo de adesão e descerrar placa comemorativa. que. Desempregado e dividindo a casa com a mãe. o projeto Audiência de Custódia chegou à Paraíba com o objetivo de revo- lucionar o tratamento da questão penal e car- cerária no estado. O caso envolvia a prisão em flagrante de um homem de 20 anos. O lançamento do projeto ocorreu em so- lenidade no Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba (TJPB). agora aqueles devem ser apresentados em juízo no prazo de 24 horas e a liberdade provisória deve ser a regra nos casos que envolvem menor gravidade. a mulher e a filha.

“A audiência de custódia não significa que o preso em flagrante dei- xará de responder ao processo. com mais elementos para decidir pela Somente em João Pessoa. atendendo a preceitos constitucionais ridade ao processo. e falamos dos casos de menor potencial de Custódia na Paraíba. Projeto – A apresentação do preso a um dade real e saiam delas piores do que che. Paraíba No fim da audiência. para riculosidade entrem em prisões sem necessi. este é um ser huma. rança por impedir que pessoas de baixa pe. estuda a ampliação para Campina Grande. cias de sábado e domingo serão transferidas ca tem reduzido as prisões desnecessárias em para o início da semana. e tende a acompanhar. explicou. foi o que estabelecemos sem preju- tacou em coletiva de imprensa que. sidência do TJPB. na sequência. como a razoabilidade e a presunção de ino- senciar que em cinco minutos esse assunto O juiz ainda informou que o projeto rece. dois gabinetes de juízes. mudando a perspectiva dos atores dia o juiz assoberbado pega a pilha já com nistério Público e o Executivo. a juíza Higyna Josita tiça e um assessor. todo o estado. o Mi. cência até o julgamento definitivo do proces- foi resolvido. grante. e. se for o caso. Se antes os réus aguar- ofensivo. além ízo de aumentar esse quadro. que. agora pois vamos continuar fazendo nosso papel de o programa funcionará em regime de plantão o juiz pode avaliar se a prisão é legal e ade- prender aqueles que forem perigosos”. do qual no. ser reincorporado ao seio da comunidade re- cuperado e se tornar um cidadão prestante”. o projeto confere mais cele. Vantagens – O presidente do CNJ des. três servidores. o juiz auxiliar da Pre. em geral é pela prisão preventiva. “Diante da demanda até 50% em todo o país. Carlos Neves. o projeto resulta em mais segu. Agora fazemos uma revolução não só do ponto de vista do tempo. mas que ele poderá retomar sua vida. segundo do sistema de justiça para uma visão mais hu- uma promoção do Ministério Público. dois cartórios. explicou que davam meses até a primeira audiência. objetivo do sistema car- cerário brasileiro. juiz no menor prazo possível deriva do Pacto garam. O projeto também coloca o tema penal da meses. de 1992. um oficial de Jus- 86 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 87 . segunda maior cidade. em foco. em João Pessoa. cerca de 45 pes. Integrante do grupo gestor da Audiência de São José da Costa Rica. com um dia reservado para quada. realizar as audiências de custódia. audiência de custódia”. Nenhum preso As audiências de custódia estão priorizan- de dar efetividade a normas nacionais e será incluído no sistema penitenciário sem do o tratamento individualizado de cada fla- internacionais. A sociedade pode ficar tranquila. sentindo de perto se ele [o preso] merece ou não ser libertado”. o Brasil é signatário. Essa lógi- soas são presas em flagrante semanalmente. que ele. beu o apoio de todos os poderes e órgãos so. liberdade provisória. como a Defensoria Pública. Normalmente o preso aguar. mas o tribunal já equipes multidisciplinares para atender aos impunidade. longe de trazer fase piloto em João Pessoa. mas permitimos que o juiz olhe olho no olho. custodiados. O projeto funcionará em a estrutura. os processos se acumulam e um públicos. celas gradeadas e entradas independentes. “Todos puderam pre. disse. Foram escalados dois juízes. está tomando providências para fornecer manizada e reintegrativa dos envolvidos. As audiên. como tornozeleiras eletrônicas e explicou aos presentes que. salas de entrevistas. Alterações – O Fórum Criminal de João Pessoa passou por reforma para abrigar o projeto a partir de orientações do CNJ – o sexto andar agora tem duas salas de audi- ências. voltar a sua família. O ministro também informou que o proje- to amplia a chance de o custodiado ser rein- tegrado à sociedade. prevista. disse. “Antes de preso. completou.

Pernambuco 88 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 89 .

que funcionará no térreo do Fórum Desem- bargador Rodolfo Aureliano. A corte pernam- bucana designou quatro juízes para atuar no Serviço de Plantão de Flagrantes da Capital. colaborando para a redução de prisões des- necessárias e para a melhoria de condições no sistema carcerário. feriados e reces- sos. mas deverá se expandido para todo o estado. Pernambuco deu novo passo para solucionar a crise penitenciária no estado ao aderir ao programa Audiência de Custódia. O projeto começa em fase piloto exclusi- vamente em Recife. que adaptaram estruturas e logísti- cas para atender ao projeto. Pernambuco 14/8/2015 PERNAMBUCO QUER COMBATER CRISE NO SISTEMA CARCERÁRIO COM PROJETO DO CNJ DÉBORA ZAMPIER Agência CNJ de Notícias C om uma das maiores taxas de su- perlotação carcerária do país e de- nunciado internacionalmente pelas condições do Complexo de Curado. inclusive em fins de semana. Desenvolvi- do pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). diariamente. A adesão ocorreu com a assinatura de ter- mos de adesão pelo Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco (TJPE) e pelo gover- no local. 90 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 91 . o projeto consiste na apresentação do preso em flagrante a um juiz no prazo de 24 horas.

o Ministério da Justiça e o Ministério do De- senvolvimento Social. mesmo tempo garantindo direitos. A organização visitou estabelecimentos prisionais de Pernambuco e publicará documento relatando as violações encontradas. projeto para outras cidades. o evitar detenções arbitrárias. A iniciativa do CNJ foi saudada pelos repre- mo Tribunal Federal (STF). e na saída fui abordado. que não “As audiências de custódia trazem garantias o ministro. o proces- so chegou à Corte Interamericana de Direitos Humanos em maio de 2014 e em janeiro de 2015 nova onda de violência levou o governo recém-empossado a decretar estado de emer- gência no sistema prisional pernambucano. melhoria das condições sani- tárias e assistência médica aos encarcerados. preso custa cerca de R$ 3 mil ao Estado”. nho para que as audiências sejam realizadas com tado a um juiz. o estado deu salto civilizatório sua mãe. ou sol. Maria Laura Canineu. artesão ganhou a oportunidade de responder pelo direito internacional. Primei. quando o órgão emitiu diversas cautelares para que o Estado garan- tisse a integridade física e mental dos encarce- rados. ro pernambucano atendido pela Audiência de juízes pernambucanos abraçarão a ideia e have- mericana de Direitos Humanos. ontem passei a noi- se ocorreu tortura policial e promovendo eco. 92 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 93 . e são exigidas Audiência – Durante o lançamento. A situação não foi resolvida. com o juiz. Após manifestações do Ministé. “Es. banheiro. duas irmãs e quatro crianças. Pernambuco Para o presidente do CNJ e do Supre. Criado em parceria com o Ministério da Saúde. ele foi detido em um supermercado rá mudança em mentes e corações para abraçar tamos dando efetividade ao compromisso as. disse o A Human Rights Watch do Brasil também nomia aos cofres públicos. de 1992. ministro Ricardo tentar uma casa com sete pessoas. maus-tratos e a tortura”. aí coloquei em um canto. Estamos ao de novo na mochila. depois sistema prisional e que aguarda a expansão do sivo com chance de reintegração. a Defensoria Pública disse que o esta- permanecer presa. Custódia. por roubar uma bandeja de carne e ficaria pre. te toda chorando pensando nisso”. necessárias para nem para impor fiança ou medida cautelar. tar a delinquir. disse o juiz Luiz Carlos Figueiredo. os vinte anos de idade que nunca teve passagem manter seu endereço atualizado e de não vol. A medida também blico pôde conhecer a história do artesão de ao processo em liberdade sob a condição de pode combater a superlotação carcerária. que decidirá se a pessoa deve sucesso. entre elas sentantes do sistema de Justiça que atuaram na Lewandowski. caso ofereça perigo. “Tenho certeza de que os rumo ao cumprimento da Convenção Intera. essa causa”. sinado pelo Brasil para que qualquer cidadão so provisoriamente até a primeira audiência Enquanto o Ministério Público prometeu empe- exerça o direito fundamental de ser apresen. disse rio Público e da Defensoria Pública. “Ia colocar [a carne] na mochila dentro do do caminha para resolver problema histórico do ta. rompeu os estudos na quinta série para sus. audiência inaugural. verificando Estou muito arrependido. caso o crime seja de menor potencial ofen. uma vez que cada custodiado. encontraram razão legal para mantê-lo preso ao devido processo legal. o pú. o projeto traz ações para atenção à saúde. defendeu a ampliação do projeto no estado. Farol da Saúde – Pernambuco também re- ceberá o projeto-piloto desenvolvido pelo CNJ com foco na saúde dentro do sistema prisional. que poderia levar meses. Emergência – A primeira denúncia inter- nacional envolvendo o Complexo de Curado ocorreu na Comissão Interamericana de Direi- tos Humanos em 2011. destacou a diretora pela polícia nem emprego formal e que inter.

Ceará 94 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 95 .

Ceará 21/8/2015 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA É O RESGATE DE UMA MINORIA. afirmou. o presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Su- premo Tribunal Federal (STF). mas apenas disso. e que aproximada- mente 40% destes são provisórios. mas também no aspecto prático. Ele lembrou que o Brasil tem a quarta maior população prisional do mundo. “Este é um projeto importante porque representa um salto civilizatório extremamente significativo para o país”. com cerca de 600 mil presos. não apenas na teoria. Para o ministro Lewandowski. com- plementou. o país tem avançado muito na área de direitos humanos. “Cabe então ao Judiciário resgatar do completo abandono essa minoria e dar-lhe a proteção constitucional que merece”. conservam todos os direitos que os demais cidadãos têm”. pela Constituição Federal. afirmou que a implantação das audiências representa o resgate de uma minoria historicamente “relegada ao esquecimento”. disse o ministro. ministro Ricardo Lewandowski. “São cidadãos temporariamente privados da sua liberdade. DIZ PRESIDENTE DO CNJ TATIANE FREIRE Agência CNJ de Notícias A o participar da adesão do estado do Ceará ao projeto Audiência de Custódia. porque. “São 240 96 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 97 .

e correm o portância da garantia do primado da dignidade lo Bonavides. Fábio Tofic. que participou da cerimônia estadual. tenham prestado relevantes pelo Legislativo local. afirmou comprovação de seu compromisso com um ganizações criminosas”. Hélio Leitão. busca garantir a apresen. então é preciso ter viaturas à disposi. Judiciário preocupado com as questões so- do Ceará (TJCE). Martins do Vale. Parlamentar Plenário Treze de Maio. implantação das audiências de custódia é a cia. o governo do Ceará e o IDDD quação da prisão ou a possibilidade de ado. tação de todos os presos em flagrante a um marcam a entrada do estado no projeto. uma providência processual. também foi agraciado do processo. mas também de serem cooptados por or. do procurador. Judiciário Clóvis Beviláqua. do governo do estado. oferecida tos aos presos. de Defesa (IDDD). escoltas policiais. Ricardo Lewandowski para implementação das audiências de custó- ção de medidas cautelares até o julgamento -geral de Justiça do Ceará. nistro seguiu para o Palácio da Abolição. Na audiên. segundo o ministro. o juiz governador Camilo Santana. “O papel do Executivo é fun- juiz no prazo máximo de 24 horas. explicou. declarou a presi- tados da federação. Superior Tribunal de Justiça (STJ) Raul Araújo entre o CNJ. por sua atuação profissional. o mi- cia. Francisco Lincoln Araújo e Silva. do vice. dos ministros do trutura material”. dos secretá. Delci Teixeira. enfim. da qual participam também um membro O evento foi realizado no Palácio da Jus. necessidade e ade. Filho e Napoleão Nunes Maia. tífica ou política. cien. pois há a questão do transporte dos Após o evento no Palácio da Justiça. como é seu direito constitucional. -geral de Justiça. concedi- sões provisórias desnecessárias e até detectar rios de Estado da Justiça. e do jurista Pau. Segurança. desembargador foi homenageado com a Medalha do Mérito dia no estado. presos. Com isso. Ceará mil presos que ficam em média seis meses “O objetivo do projeto vai muito além de -presidente do Instituto de Defesa do Direito serviços ou contribuição à causa da Justiça detidos sem se confrontarem com um juiz. Ricardo Machado. do corregedor. sede do Ministério Público e a defesa do preso ou tiça e contou ainda com a participação do ção. de assinatura dos termos de cooperação que um parceiro importante para que a iniciativa dente do TJCE. e da dois anos pelo TJCE a até quatro personali. um dos maiores constitucionalis. dades que. assinatura dos termos de cooperação técnica pode avaliar a legalidade. trata-se de nidade da pessoa humana”. a presidente do Tribunal de Justiça do Estado Em seu discurso. 98 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 99 . é possível evitar pri. “A contribuição de Vossa Excelência com a risco não só de sofrer diversos tipos de violên. já adotado por 12 es. explicou. ção fundamental do Poder Judiciário”. concedida a cada com a Medalha do Mérito Cearense. e com a Medalha do Mérito possíveis ocorrências de torturas ou maus-tra. pois. da pessoa humana. desembargadora Iracema bém agradeceu a colaboração do governo ciais e com a efetividade do princípio da dig- O projeto do CNJ. No local. tas do país. Ao fim da cerimônia. tenha sucesso. onde participou da um representante da Defensoria Pública. que deve ser a preocupa. damental. o presidente do CNJ tam. da pelo governo. toda uma infraes. pois valoriza a im. ou aos interesses da comunidade cearense.

Piauí 100 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 101 .

em coope- ração com a Fecomércio–PI e entidades civis que já têm projetos voltados para a reinserção de egressos do sistema prisional no mercado de trabalho. representante da Fecomércio/PI. a parceria do setor privado e de entidades civis do estado. durante a cerimônia que marcou a adesão do estado ao projeto do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). no Piauí. 102 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 103 . Piauí 21/8/2015 PROJETO AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA NO PIAUÍ TERÁ PARCERIA COM ENTIDADES PRIVADAS TATIANE FREIRE Agência CNJ de Notícias O projeto Audiência de Custódia terá. Além do termo de coo- peração fechado pelo Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJPI) com a Federação do Co- mércio do estado para a reforma da estrutura destinada ao Centro de Audiências de Custó- dia. “Os empresários estão sensíveis a esse problema porque a violência e a falta de se- gurança pública atingem toda a sociedade”. estão sendo definidas iniciativas voltadas para a ressocialização de presos. afirmou o advogado Francisco Soares Cam- pelo Filho.

além de outros objetos. Piauí. Atenção Psicossocial (Caps) da Prefeitura de Teresina para tratamento de desintoxicação. Os produtos dos dois responsável pelas audiências. A primeira audiência de custódia elaborado pelo Tribunal de Justiça e distribuí- realizada no estado. quem pratica o roubo é para ban- roubo de uma pequena quantia de dinheiro. O jo. que o preso fosse encaminhado ao Centro de entre outras autoridades. na capital envolvem roubo e drogas. roubos também foram devolvidos. provisória de um jovem de 23 anos. cerca de 50% dos flagrantes registrados lhos celulares. lizadas de segunda a sexta-feira. o juiz também determinou deral (STF). 104 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 105 . ministro Ricardo Lewandowski. ocorreu no dia da Defensoria Pública que participaram da au- 21 de agosto de 2015. acusado de arrombar uma casa Fiscalização do Sistema Carcerário (GMF) do no bairro Usina Santana e roubar dois apare. Como o jovem se declarou presidente do CNJ e do Supremo Tribunal Fe. logo após a assinatura diência sugeriu o uso de monitoramento ele- dos termos de cooperação para implantação trônico. A audiência foi conduzida pelo juiz Luiz de Moura e resultou na decretação da liberdade Segundo o desembargador Erivan Lopes. car o vício. ajudante coordenador do Grupo de Monitoramento e de pedreiro. que foi acatado pelos dois órgãos e do projeto no Piauí. não foi utilizada nenhuma afirmou. mas. usuário de drogas. também conhecida como do aos representantes do Ministério Público e audiência de apresentação. que serão rea. “Nor- vem já havia sido preso anteriormente pelo malmente. das 8 às 14 horas. segundo ele. São crimes muito interligados”. Piauí No Piauí. um grupo de cinco juízes ficará arma nos dois crimes. no Fórum Cível e Criminal Joaquim de Monitoramento – Um parecer psicossocial Sousa Neto. e foi acompanhada pelo também pelo juiz.

Santa Catarina 106 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 107 .

agora o juiz tem mais elementos para decidir se houve abusos por meio de exames médi- cos e outras apurações mais eficazes se reali- zadas em um prazo menor. ele foi surpreendido pela polícia ao tentar invadir um imóvel na companhia de outra pessoa. que consiste na apresentação do preso em flagrante a um juiz em 24 horas. A coibição de atos de tortura é um dos objetivos do projeto desenvolvido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Se antes a primeira audiência poderia demorar meses. Ao ser questionado se houve maus- -tratos durante a prisão. ministro Ricardo Lewandowski. disse que foi agre- dido mesmo sem esboçar resistência. Com a presença do presidente do CNJ e do Supremo Tribunal Federal (STF). morador de rua e usuário de crack. Dispensado do emprego há 15 dias. “Tomei 108 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 109 . a audiência inaugural tratou da prisão em flagrante de um homem de 30 anos por tentativa de furto qualificado em Florianópolis. mas também em providências para apurar su- posto caso de violência policial relatado pelo custodiado. Santa Catarina 24/8/2015 SANTA CATARINA APURA SUPOSTA VIOLÊNCIA RELATADA EM AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA INAUGURAL DEBORAH ZAMPIER Agência CNJ de Notícias A primeira audiência de custódia de Santa Catarina resultou não ape- nas na agilidade e humanização do tratamento ao preso em flagrante.

Investigações iniciais apontaram que uma das supostas causas para o ordenamento dos crimes teria sido a tortura e os maus-tratos sofridos pelos 110 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 111 . “Nenhum governo está pre. vernador Raimundo Colombo classificou os gajamento em ações preventivas e de rein- são cumprida quando ainda morava em Curi. Santa Catarina tapa. contra 300 por 100 mil no Brasil). Graças a Deus conseguimos mudanças me organizado. O juiz Rafael Sandi acatou os pedi. Antes de iniciar a audiência. inclusive registrados em vídeo e divulgados cia de custódia que está sendo apresentada acrescentando que iria roubar para comer e em rede nacional. não sa. to com a sociedade para enfrentar a questão a prisão preventiva. com taxa de encarceramento menor que a média do país (266. Em discurso dirigido a autoridades. e há muito a fazer ainda. como o oferecimento de trabalho tiba. Vai depender da atitude que tomar de agora em diante”. de re. senão ela pode ser tanto agravada quanto abrandada. Violência – Embora Santa Catarina não seja considerado um estado violento. que não encontraram parado para isso. gas”. “Na Europa e em diversos países do mundo. disse. de não frequentar bares e boates e de não se afastar da comarca sem avisar.3 por 100 mil. “Esta é uma liberda- de sob condições. existe este sistema. relatou. os poderes devem trabalhar em conjun- fundamentos na legislação penal para manter pente. mas a solução não é está na sociedade juntamente com as dro- dos e determinou a liberdade do preso sob as apenas encher os presídios de gente. Chegamos atrasados. o pior momento que vivi nestes quatro anos e tentar vencer este grande flagelo que é o cri- rações complementares sobre os relatos de meio. em Santa Catarina”. antidrogas. Como foi difícil! Com certeza carcerária. O governador também destacou o en- Mesmo com uma condenação por agres. o go. um verdadeiro câncer que agressão. chute e empurrão. e destacou o esforço do estado para mudar aos detentos e o lançamento de campanha licitada tanto pelo Ministério Público quanto essa realidade. mas em boa hora”. disse. Precisa. condições de se apresentar mensalmente em juízo e ao serviço social da comarca. o preso teve a liberdade condicional so. CNJ. como incêndios em ônibus e de- predação de postos policiais. De acordo com o presidente do pela Defensoria Pública. ataques como o pior momento de sua gestão tegração. “Com medidas concertadas vamos pediram realização de exame médico e apu. começaram a queimar ônibus. As instituições também bia o que fazer. disse. fui jogado no chão presos dentro da cadeia – alguns atos foram mos de alternativas melhores como a audiên- igual um lixo. a população tem vivido mo- mentos de tensão nos últimos anos devido à onda de violência promovida por facções criminosas. Assumi em 2011 e. o magistrado afirmou que o projeto é um marco no processo penal brasileiro. para sustentar o vício. O juiz também deixou clara a responsabili- dade do custodiado sobre o que aconteceria com ele dali em diante. comentou. igual um animal”. e você terá de cumprir re- quisitos.

Bahia 112 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 113 .

ministro Ricardo Lewan- dowski. aguar- dará seu julgamento em liberdade.S. desembarga- dor Eserval Rocha. uma solenidade com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacio- nal de Justiça (CNJ). 114 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 115 . tem re- sidência fixa.P. e o governador Rui Costa marcou a adesão da Bahia ao projeto Audiên- cia de Custódia. preso em Salvador com um revólver calibre 32. desde que se apresente mensal- mente à Justiça. razão pela qual conce- do a liberdade provisória. o presidente do TJBA. terá o direito de responder em liberdade ao processo crimi- nal desde que cumpra a medida cautelar de comparecer uma vez por mês em juízo. Bahia 28/8/2015 RÉU AGUARDA JULGAMENTO EM LIBERDADE APÓS AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA NA BAHIA MANUEL CARLOS MONTENEGRO Agência CNJ de Notícias O jovem J. Antes da sessão. Por esses requisitos. sen- tenciou o juiz. A decisão do juiz do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJBA) Antônio Faiçal foi o resultado da primeira audiência de custódia realizada na Bahia. Segundo o juiz que presidiu a audiência de custódia inaugural. “Vejo que o réu está plenamente identificado.S. não vejo necessidade de mantê-lo sob custódia.P. porém condicionada ao comparecimento mensal em cartório”. e nossos sistemas de informática não apontam nenhuma passagem policial ou que ele responda a qualquer processo criminal.. lançado pelo CNJ. jamais fora pre- so antes e possui residência fixa. como J.

Como cada preso custa. teremos a polícia só terá de conduzir ao Complexo da mais três pessoas quando passou na rua uma uma economia anual de R$ 4. Histórico – O Projeto Audiência de Custó- plementares previstos no Projeto Audiência de dia torna obrigatória a apresentação de toda “A prisão deve ser reservada para aqueles que Custódia. um andar no prédio da Central de aguarda julgamento.]. viamente. Logo. Hoje. Após a reforma. teremos Código Penal é inferior à de porte. o que ocorrerá da Defensoria Pública a respeito do caso. as arma.171 presos provisórios. responder ao processo A nova sede deve simplificar a logística das temente não portava a arma no momento de sua em liberdade. Bahia De acordo com o magistrado. após lavrado o auto de prisão. encontraram o revólver”.S. até o fim de 2015. dis. posse dessa Faiçal. Neste último caso. O ministro Lewandowski também ressaltou o impacto das audiências de custódia no sistema car- cerário e nas contas públicas. disse o juiz. educação e outros após a audiência de custódia. já implantada em 16 estados. Mata Escura quem for realmente ficar preso. seu serviço é Segundo o juiz. afirmou. os policiais o seguiram e. audiências de custódia e ajudar o trabalho da prisão. cujas obras já foram li. como a central de monitoramento pessoa presa em flagrante a um juiz. o réu aparen.P. O que esperamos com essa medida. disse o juiz Antônio var em consideração o depoimento do preso em sua casa. Então esta eletrônico. segundo es- tatística da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária e Ressocialização da Bahia (Seap).4 mil pessoas que aguardam julga- mento dentro de prisões baianas. nova estrutura. pode perfeitamente responder ao citadas. o inquérito policial definirá se o prejudicado. uma vez acordo com a proposta do CNJ. Como ele fugiu para dentro da derão ser investidos em saúde. não apresentarem perigo.S. em média. se junte às 7. embora só tenham capacidade para 1.3 bilhões. onde são realizadas as audiências de custódia.004 pessoas. a reforma durará entre dois apresentado ao juiz dentro do prazo de 24 ho- de custódia realizada na Bahia. aparentemente. afir. em entrevista coletiva após a audiência assinado o contrato. processo criminal em liberdade porque tem gran. a decisão não agravará a superlo- tação das duas unidades prisionais de Salvador que abrigam 1.P. Faiçal estima que. de fogo. o preso é dowski. ao vascu. Superlotação – A liberdade provisória con- cedida pelo juiz do TJBA evitará que J. que deci- apresentam perigo para a sociedade. ras da sua prisão. O agente deixa de investigar para acusado responderá por porte ou posse de arma Nova sede – As audiências de custódia transportar presos”. As duas casas pri- sionais funcionam no Complexo Penitenciário da Mata Escura. sobre as circunstâncias em que foi detido. se multiplicarmos esse polícia. “Em breve. a pena prevista no deverão mudar de local. É uma área cedida pelo Governo de se ela continua ou não na prisão enquanto pessoa [o réu J. tam- bém de acordo com a Seap. J. toda pessoa presa para o complexo. De mou o presidente do CNJ. tinha. de acordo com o magistrado. todos os presos em flagrante imediatamente além das avaliações do Ministério Público e de chance de ser reintegrado à sociedade”. estava em frente a sua casa com custo por 120 mil (pessoas) e 12 meses. se o ministro. “Assim. viatura da polícia. Eu diria que é uma vergonha do ponto de vista internacional sermos o quarto país que mais prende no mundo. ministro Ricardo Lewan no mesmo edifício. polícia civil realiza esse traslado. eles levam residência. projetos públicos de interesse da sociedade”. 120 mil pesso- as que são detidas em ­flagrante e que podem. que não tem antecedentes da Bahia. que po.P. Além disso. é deixar de prender. R$ 3 mil aos cofres públicos. O magistrado deve le- criminais e que portava uma arma de calibre baixo Flagrantes de Salvador”. “Há um esforço con- junto para amenizar essa grave situação prisional que o Brasil vive. e três meses. Quando a lharem o local. “Segundo informações que apurei pre. por 116 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 117 . a nova sede das audiências receberá informações do auto de prisão em flagrante. com local para os espaços com.S.

Roraima 118 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 119 .

Ademais. no lançamento do projeto Audiência de Custódia em Roraima. como cada preso custa cerca de R$ 3 mil por mês para o erário. que podem ser investidos em educação.3 bilhões. Roraima 4/9/2015 AUDIÊNCIAS DE CUSTÓDIA JÁ POUPARAM R$ 400 MILHÕES AOS COFRES PÚBLICOS MANUEL CARLOS MONTENEGRO Agência CNJ de Notícias O projeto Audiência de Custódia. saúde e outros serviços públicos. teremos a vantagem de abrir vagas para aqueles presos que oferecem perigo à sociedade e precisam ser segregados”. do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A estimativa foi apresentada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do CNJ. ao final de um ano. até o fim de 2015. deixemos de prender 120 mil pessoas. O mon- tante corresponde à redução dos gastos com o sistema prisional dos estados decorrente das liberdades provisórias concedidas nas audiên- cias de custódia – cerca de 50% das pessoas presas foram autorizadas a aguardar o julga- mento em liberdade. economia de R$ 4. teremos. 50% gozam de liberdade condicional por não apresentarem periculosidade à sociedade. Nossa estimativa é que. e. já permitiu economia de cerca de R$ 400 milhões aos co- fres dos estados que aderiram à iniciativa im- plantada em fevereiro de 2015. 120 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 121 . Vão responder ao processo criminal em liberdade. afirmou o ministro. ministro Ri- cardo Lewandowski. “De todos os réus detidos em flagrante. Implantamos esse projeto e já economizamos para os cofres públicos.

te lhes é aplicada em regime semiaberto ou implantação desse projeto. com “aparelhamento país. Mato Grosso. Muitas vezes. a adotar a prática de apresentar todo preso O termo assinado entre o CNJ e a Justiça diências integrarem uma estratégia do CNJ em flagrante no menor prazo possível a um roraimense prevê ainda o fortalecimento do sis- de combate à cultura do encarceramento no juiz. logística do transporte dos presos e do horá. com 600 mil presos. mas determina que seja tornou o quarto país que mais encarcera no Público e da Defensoria Pública (ou advogado proibida a entrada de aparelhos de telefonia ce- mundo. Eu Expansão – Depois de São Paulo. consumindo álcool e até usando uma piscina regime fechado uma pena que eventualmen. Espírito Santo. no auto do “capacitação permanente dos funcionários do remos a cultura do encarceramento. tos. todos os estados brasileiros rio local se tornou o décimo sétimo do país desembargador. Roraima O ministro destacou ainda o fato de as au. Paraíba. lular “de rádio ou similar” nas unidades carcerá- 40% desses presos. 122 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 123 . e o que é pior: particular). a imprensa local pu- da inocência. rio das audiências (de custódia)”. ranhão. Magistrados visi- aberto. desembargador Almiro Padilha. Está sedimen. Goi- cautelar de todos os custodiados provisórios ás. deverão ter adotado a prática. afirmou o Até o fim de 2015. uma pena substitutiva em termos de taram as unidades prisionais de Roraima. “O importante é que alte. que nos flagrante e nas manifestações do Ministério sistema carcerário”. com material necessário das unidades prisionais” e cerária do planeta. Ceará. que tem a quarta maior população car. o Judiciá. ou 240 mil pessoas. a implantação do projeto está ao lançamento do projeto. pessoa detida até a data do julgamento. base no depoimento do preso. são inocentados ou terão cumprido em mesmo da primeira audiência de custódia. cias de custódia conforme o modelo do CNJ. previsto pelo Código Penal. afirmou. primeiro prestação de serviços à comunidade ou outra mesmo acompanhei a fiscalização na Cadeia estado a aderir ao projeto. meses presos Mudanças positivas – Segundo o presi. tada a ideia de reabrir a necessidade da prisão de do Sul. Tocantins. Santa No termo assinado pelo presidente do Tri. Paraná. quando são sol. que deverá decidir se manterá ou não a tema prisional do estado. “Repercussões positivas já se fazem sentir na dentro da Penitenciária Agrícola Monte Cristo. conforme viram um juiz e ficam. e também já se discute o aprimoramento da Catarina e Bahia passaram a realizar as audiên- bunal de Justiça do Estado de Roraima (TJRR). desencadeando mudanças positivas antes blicou fotos de presos participando de festas. Na semana anterior em franca oposição ao princípio da presunção dente do TJRR. jamais rias do estado sem autorização legal. por vezes. Pernambuco. Ma- qualquer que nosso sistema processual penal Pública Feminina de Boa Vista. Rio Gran- admite”. Piauí. Amazonas. Minas Gerais.

Acre 124 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 125 .

é usuário de drogas desde os 14 anos e nunca recebeu qualquer tratamento para a depen- dência de entorpecentes. 126 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 127 . que conduziu a primeira audiência de custódia realizada pelo Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC). A deci- são do magistrado se deu após manifestações do Ministério Público. Um homem de 38 anos.A. Acre 14/9/2015 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA NO ACRE ENCAMINHA USUÁRIO DE DROGAS PARA TRATAMENTO WALEISKA FERNANDES Agência CNJ de Notícias N o lugar de cadeia. Apesar de o homem estar em cumprimento de sentença em regime aberto por já ter sido condenado a cinco anos por furto em 2013. E. Essa foi a decisão do juiz de Direito Dan- niel Bonfim. houve a expedição de medida cautelar de internação compulsória em uma clí- nica para reabilitação de dependentes quími- cos. após a homologação do flagrante. da Defensoria Pública e do próprio acusado. tratamento. o juiz decidiu não devolvê-lo à cadeia por enten- der que o acusado apresentaria mais risco à sociedade sendo preso com autores de crimes de maior potencial ofensivo do que tratando a causa que o levou à prática do crime. marcando o lançamento do projeto Audiência de Custódia do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no estado. no lugar do en- carceramento. teve a prisão relaxada e. preso em flagrante em Rio Branco por tentativa de furto.S.

perdendo apenas para para o nosso sistema prisional e não estamos cial. do Tribunal Regional Elei- do projeto do CNJ. Esse modelo deral (STF). publicado em 2014. Tribunais de Justiça do país devem contar com samos combater a cultura do encarceramento. forços envidados com ações inovadoras. “Preci. e as audiências de custódia de soltura de presos em decorrência das au. que poderão ser empregados em saú. em especial. as audiências de custódia tódia. Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) do juiz para que este decida se o acusado deve mento do Departamento de Monitoramento e Segundo Grau do Judiciário acreano.2 presos para cada o acusado responder em liberdade. Do apresentação. um avanço diências de custódia e que cada preso custa. do governo do estado. a Ordem ma sistemática no Judiciário até a implantação desembargadora Cezarinete Angelim. Essas liberdades já renderam aos cofres públi. em fevereiro de 2015. para Déficit de vagas – O Acre é a décima oita. com os custos indiretos que advêm do fato de TJAC. Vossa Excelência trouxe aqui uma li. realização do procedimento em dezessete es. o estado tem nativos de evitar a superlotação. Rondônia cinco condecorações de mérito con- de. O TJAC aguardar o julgamento preso ou em liberdade. 4. Inicialmente. deral. Pelo novo CPC. Acre O lançamento do projeto Audiência de Mato Grosso do Sul.258 vagas nas vem auxiliar nesse caminho”. de Justiça dos estados e. cos aproximadamente meio bilhão de reais. ministro Ricardo Lewandowski. de Processo Civil (CPC). aproximadamente. São Paulo e Distrito Fe. sileira”. lhões. Na avaliação do governador do Acre.3 bi. que entrou em vigor Informações Penitenciárias (Infopen). de solução de conflitos processual e no setor de significam um marco civilizatório. o ministro Lewan- nacionais de direitos humanos assinados pelo dará maior agilidade no tratamento da jurisdi. dowski recebeu a comenda Colar do Mérito Brasil há décadas. mas ainda não ocorria de for. dades orçamentárias são enormes. Olhamos ção. O presidente do STF e do CNJ recebeu em dade de lançamento do projeto no Acre. à mediação e à cultura da pacificação so- 100 mil habitantes. da Assembleia Legislativa. Isso sem contar tamanha honraria”. cidadania. Levanta. além das audiências de custódia. “Vamos iniciar um processo que Tribunal de Justiça do estado. possui doze Cejuscs. um déficit de 1. De acordo com o Infopen. ressaltou. oito unidades prisionais acreanas. ção penal”. está prevista em tratados inter. todos os nistério da Justiça. Judiciário. todo destacou os resultados já obtidos com o pro. tenção. rio. aos es- çamento. defendeu o ministro durante a soleni. com a assinatura do termo de adesão por par. em março de 2016. marcas da capital e do interior. ou audiência de aos nossos cidadãos”. esses centros para atuar especificamente na que coloca o Brasil como quarto país que mais “Levando em consideração a média de 50% solução pré-processual de conflitos. dos quais onze são des- das Socioeducativas (DMF) do CNJ aponta que tinados ao Primeiro Grau. Na toral do Acre (TRE-AC). te do TJAC e do governo do estado. Os Cejuscs estão previstos no novo Código leira. educação e melhoria dos serviços públicos cedidas a autoridades que prestam serviços A audiência de custódia. cerca de seis mil presos em flagrante estão res. destacou a presidente do O estado tem a quarta maior taxa de aprisio. destacou a presidente do TJAC. ração para a implantação das audiências de cus. justificam va unidade da federação a implantar o projeto. 128 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 129 . do Mi. do Estado do Acre.228 vagas no sistema carcerá. todo dia dorme e acorda preocupado com o or. São 3. o preso também tem a oportunida. ceramento de presos provisórios no país. a Medalha do Mérito audiência. o presidente do CNJ Lewandowski a Rio Branco também marcou a ça prevê que. Mérito Legislativo. no setor prende no mundo. no menor prazo possível. ção de economia para os custos públicos. que pondendo ao processo em liberdade graças à chega a 41% da população carcerária brasi. do ponto de vista humanístico da Justiça bra. Tião do TRE. ao citar iniciativas voltadas à concilia- namento do país. inauguração do primeiro Centro Judiciário de preso em flagrante seja apresentado a um jeto Audiência de Custódia no Brasil. com 441. além de homenagem da promovidos por parte da polícia durante a de. segundo o Levantamento Nacional de tados brasileiros onde o projeto foi implantado. satisfeitos com ele. “O governante “A atenção que tem dado aos Tribunais Branco e nos plantões judiciários do TJAC. mas as dificul- sidente do CNJ e do Supremo Tribunal Fe. Lewandowski. em um ano serão economizados R$ 4.486 detentos para 2. destacou o ministro de alta relevância ao Judiciário e ao país. o projeto possibilita uma melhoria integral ocorrerão nas quatro Varas Criminais de Rio no sistema carcerário do estado. a Ordem do de de relatar eventuais maus-tratos ou tortura Viana. R$ 3 mil ao mês ao Estado. O projeto Conciliação – A ida do ministro Ricardo implantado pelo Conselho Nacional de Justi. Associação dos Magistrados do Acre. Fiscalização do Sistema Carcerário e de Medi. Durante a solenidade. distribuídos em co- O objetivo é reduzir o alto índice de encar. de R$ dar um novo e célere ritmo à Justiça.3 bilhões estimados ao ano. que também assinou o termo de coope. temos buscado meios alter- Custódia em Rio Branco foi feito pelo pre.

Rondônia 130 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 131 .

Desde que a iniciativa foi lançada. que preveem a apresentação de todo preso em 132 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 133 . segundo levanta- mento do Departamento de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário e do Sistema de Execução de Medidas Socioedu- cativas (DMF). mi- nistro Ricardo Lewandowski. em um ano. apresentado pelo mi- nistro em Porto Velho/RO. Rondônia foi o décimo nono estado brasi- leiro a implementar as audiências de custódia. Rondônia 14/9/2015 CERCA DE 6 MIL PRESOS EM FLAGRANTE SÃO LIBERADOS POR AUDIÊNCIAS DE CUSTÓDIA WALEISKA FERNANDES Agência CNJ de Notícias A economia de recursos públicos pro- porcionada pela realização de audi- ências de custódia em dezessete es- tados brasileiros foi ressaltada pelo presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF). do CNJ. durante o lança- mento do projeto em Rondônia. a econo- mia alcance R$ 4.3 bilhões. A média de soltura nas audiências de custódia foi de 50% dos casos. as audiências de custódia – ou audiências de apresentação – já economi- zaram cerca de meio bilhão de reais aos cofres públicos ao evitar a manutenção no sistema carcerário de quase seis mil presos em flagran- te por crimes de menor potencial ofensivo. A liberdade concedida em nada afeta o prosseguimento do processo a ser respon- dido pelo acusado. A estimativa é que.

aplicando-lhe como medidas nhã. assinados pelo Brasil há décadas. o juiz que nistério Público e da Defensoria Pública (ou do não ocorria de forma sistemática no Judiciá. por- que. que apresentam um perigo para a sociedade. É claro que quem é colocado em liberdade fica perigosos”. Na a cada 30 dias e a proibição de mudar de ende- “Essa é uma medida de natureza civilizató. porque poderiam ser cooptados para o com a maior população carcerária do mundo. se formos prendendo sem cessar aqueles Após a solenidade de assinatura do Termo “A prisão será reservada apenas àqueles que não precisam estar presos. ou seja. pela ma. o ministro lançou o projeto no Acre. P. rio até fevereiro de 2015. audiência de custódia.A. o governo do estado e o Instituto de Defesa do sob a supervisão da Justiça. quando o CNJ lan. presidiu a audiência.00 necessários de São José da Costa Rica. evidentemente de Cooperação Técnica entre o CNJ. Mas. Rondônia flagrante a um juiz no menor prazo possível para com mais de 600 mil detentos. o preso também tem a reço sem dar informações à Justiça. o Tribu. apresentariam um risco Presos provisórios – O Brasil é o quarto país audiência de custódia em Rondônia. dos quais 41% te na manhã do dia 4 de setembro de 2015. ainda aguardam julga. não haverá vagas para prender os realmente nal de Justiça do Estado de Rondônia (TJRO)..182. decidiu pela advogado particular). ele internacional do Brasil. portando 2 cápsulas de calibre julgamento preso ou em liberdade. foi preso em flagran. para o pagamento da fiança. O acusado maior. em tratados internacionais de direitos humanos delito cuja pena é menor que 4 anos e possuir o auto de flagrante e as manifestações do Mi. e ajuda a resolver rante a detenção. Glodner Luiz. Por não ter antecedentes. alegou não possuir os R$ 1. declarou o ministro Lewandowski. A decisão mento. quando assinou o Pacto ou tortura promovidos por parte da polícia du. se eles fos- Direito à Defesa (IDDD). liberdade do réu. ter cometido um leva em consideração o depoimento do preso. No mesmo dia. çou projeto-piloto em parceria com o Tribunal cautelares a obrigação de comparecer em juízo de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP). o problema da superlotação nos presídios. foi realizada a primeira sem para os presídios. crime organizado. de 19 anos de idade.L. humanitária e que cumpre o compromisso oportunidade de relatar eventuais maus-tratos crime cometido pelo acusado ser afiançável. ter suas famílias ameaçadas 134 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 135 . Porto Velho/RO. mas ainda residência fixa há mais de 15 anos. A audiência de custódia está prevista 32. em que o magistrado decida se a pessoa aguardará são provisórios. Apesar de o ria.

de Penitenciárias (Infopen). O déficit no sistema carcerário do estado é de Vistorias mensais – Rondônia é a unida. façam vistoria mensal nos presídios do estado. é que as audi. deslocamento dos acusados. evidentemente. publicado em 2014. STF. distribuídos em 50 unidades prisionais. presos. engrossariam o exército da Segundo o Infopen. E o cerne da ministro] conduz a Justiça brasileira”. Mérito Judiciário do TJRO e a Comenda do ce de presos provisórios no estado. foi encerrada com uma aula magna ministrada da indevidamente e sobrecarregando o Estado. número bem serão realizadas inicialmente em Porto Velho. de 40%. ministro Ricardo Lewandowski. tiça do estado. defendeu o presidente do CNJ. abaixo do índice nacional. “Somos todos gra- projeto só traz benefícios. o Mérito Marechal Rondon. ressaltou. o presidente do TJRO. 136 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 137 . Rondônia e. Para ele. as audiências de custódia estão à espera de julgamento. Rondônia tem 7. recebeu sembargador Rowilson Teixeira. as audiências os juízes criminais e os juízes de execução penal ocorrerão nos plantões judiciários.635 vagas. segunda a sexta-feira. no auditório do Tribunal de Jus- que poderia estar solto”. deixando que ela fique confina. Homenagem – O presidente do CNJ e do A expectativa do presidente do TJRO. A agenda do ministro em Porto Velho de uma pessoa. 1. “Uma audiência de tos pela maneira sábia e retilínea com que [o custódia não dura 15 minutos.631 criminalidade”. em horário comercial. honrarias de Estado em Rondônia: o Colar do ências de custódia reduzam ainda mais o índi. do Ministério da Jus. atendendo a necessida- tiça. ao fazer a entrega do O que importa é se isso vai sobrecarregar a vida colar. para alunos de Direito da Faculdade Católica que vai ter de custear a prisão desse pessoal de Rondônia. destacou questão não é se isso vai sobrecarregar o juiz. O baixo índice já se de da Secretaria de Segurança Pública para o deve a uma iniciativa da Corregedoria do TJRO. de. segundo o O TJRO designou um magistrado para execu- último Levantamento Nacional de Informações tar o procedimento. de da federação com a menor taxa de presos provisórios do país: apenas 16% dos detentos Em Rondônia. Em casos de fla- que editou resolução determinando que todos grante durante o fim de semana.

Rio de Janeiro 138 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 139 .

não cumpririam pena na cadeia. na verdade evitamos agravamento de criminalidade”. disse. o presi- dente do CNJ e do Supremo Tribunal Federal. resultando em eco- nomia de mais de R$ 455 milhões aos cofres públicos e registrando uma média de soltura de 50%. o vigésimo a receber a iniciativa. “Quando evitamos que a pessoa entre no sistema car- cerário. explicou que as audiências de custódia não agravam a crimina- lidade nem representam leniência com o pre- so. “Prendê-los em 140 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 141 . O ministro explicou que o projeto tem atendido muitos jovens primários no crime. ainda que em liberdade provisória. ministro Ricardo Lewandowski. caso condenados. pois. que cometeram delitos de menor poten- cial ofensivo e que. Em coletiva com a imprensa local. ele será processado normalmente. Rio de Janeiro 18/9/2015 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA EVITA MAIS DE 6 MIL PRISÕES DESNECESSÁRIAS DEBORAH ZAMPIER Agência CNJ de Notícias D esenvolvido pelo Conselho Nacio- nal de Justiça (CNJ) em parceria com diversos tribunais brasileiros. o projeto Audiência de Custódia já evitou 6 mil prisões desnecessárias ou ilegais desde fevereiro de 2015. Os dados foram apresentados du- rante o lançamento do projeto no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ).

Federal – O ministro informou aos jorna- listas que o projeto chegará a todos os esta- Dados – Primeiro estado a receber o proje. tro. São o projeto estiver em todo o país. a liberação da América do Sul para conhecerem o suces- de 970. disse. liberação de 120 mil presos e a economia de podem ser recuperadas ao convívio social. São Paulo tem a maior população sive com lançamento na Justiça Federal por carcerária do país e registrou o maior índice meio de acordo com o Conselho da Justiça de liberação de presos (3. o CNJ convidará em breve outros países rais. tendo em conta o grande nú- padrão comporta 500 presos e tem custo de mero de prisões de sacoleiros. Espírito Santo. envolvidos em construção de R$ 40 milhões. Maranhão e Minas Ge. registraram. inclu- to do CNJ.6 mil). Isso evitou a Federal. respectivamente. Ou. estima-se a pessoas que. explicou. Rio de Janeiro regime fechado é uma enorme injustiça.3 bilhões aos cofres públicos. deixam de sofrer maus-tratos e não serão ali- ciadas pelas organizações criminosas”. 404 e 329 presos em flagrante. “Faremos experiência pioneira em construção de 7 novos presídios – um presídio Foz do Iguaçu. dos do país até 9 de outubro de 2015. Ainda segundo o minis- início. mediante essa oportunidade. 142 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 143 . em média. Quando so da iniciativa. até R$ 4. um ilícito penal de menor ofensividade e sem tros estados que aderiram ao projeto ainda no violência”.

Pará 144 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 145 .

destacou. cursos profissio- nalizantes e até a busca pela reinserção (ou inserção) do acusado ao mercado de trabalho. Isabela Jatene. ministro Ri- cardo Lewandowski. Por meio de acordos entre o Tribunal de Justiça do Pará (TJPA) e o governo do estado. em Belém (PA). todos os presos em flagrante que passarem por audiência de custódia serão encaminha- dos para algum projeto social como tratamen- to de dependência química. a parceria entre o Executivo e o Judiciário do estado para a instalação da ini- ciativa. “O Pará está preparado para contribuir com esse esforço nacional no sentido de evi- tar prisões desnecessárias e assim amenizar o preocupante crescimento da população 146 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 147 . Pará 25/9/2015 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA NO PARÁ TEM PARCERIA ENTRE JUDICIÁRIO E EXECUTIVO WALEISKA FERNANDES Agência CNJ de Notícias O presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF). “Encontramos aqui plena harmonia e sintonia de objetivos”. garantiu a secretá- ria de Integração de Políticas Sociais do esta- do. “Estamos preparados para absorver toda essa demanda dos presos em flagrante dentro das ações que já executamos”. declarou. no lançamento do projeto Audiência de Custódia.

268 detentos e apre. As audiências de custó. ro de 2015. O governador do Pará. o gusto Pereira. a iniciativa detecta e combate desenvolvendo à frente do Judiciário brasilei- para esse procedimento na Vara Especializada eventuais práticas de tortura durante a prisão. O Pará é a vigésima primeira unidade da fe- gunda a sexta-feira. de 41%. mento em liberdade. agradecendo pela condução da na economia gerada aos cofres públicos. ao impedir o encarceramento de quase Infopen. audiências de custódia. o Pará tem 13. “Com procedimentos como esse. Im. as audiências ocorrerão de se. o projeto já possibi. o ministro também foi homena- de Inquéritos Policiais da Comarca de Belém. a expectativa é que. No TJPA. para a construção de um sis- tema de Justiça que permita a recuperação àqueles que efetivamente se dispõem e se de- terminam no sentido de ingressar novamente na sociedade pela porta da frente e se consti- tuírem cidadãos de bem. recebeu a Medalha do Mérito Grão Pará. No Brasil. em São Paulo. integrada por movimentos sociais de car a importância das audiências de custódia tério da Justiça. o ministro Ricardo Lewandowski rece- aguardam julgamento. sobretudo. Defesa da democracia – Antes da reali- desse horário. em um ano. declarou o presidente O projeto – Lançado pelo CNJ em feverei. Com as todo o país. construindo famílias e vivendo melhor”.3 bilhões de reais aos cofres públicos”. to apenas na capital. “Com a média de soltura de 50% dos presos em flagrante e levando em consideração que cada preso custa cerca de R$ 3 mil ao mês ao Estado. potencial ofensivo. Simão Jatene. Fora deração a implantar as audiências de custódia. os presos em flagrante serão O estado tem um índice de presos provisórios zação da primeira audiência de custódia no atendidos pelos plantões judiciários.247 vagas. sede do Governo. as audiências de custódia tenham possibilitado uma economia de cerca de R$ 4. das 8 às 14 horas. de Custódia prevê que todo preso em flagrante ministro Ricardo Lewandowski esteve no Pa- seja apresentado em até 24 horas a um juiz. pular. Informações Penitenciárias (Infopen). não temos apenas uma economia financeira. tam- bém ressaltou o aspecto social do projeto. desembargador Constantino Au. a expectativa é reduzir votação no STF da ação direta de inconsti- plantado em 20 estados. geado com a Outorga do Mérito Judicial. ro. essa média é beu uma carta da Ordem dos Advogados do Economia – Durante o lançamento no Pará. Segundo o cidiu por 8 votos a 3 que as doações empre- erário. declarou o governador. como reconhecimento do trabalho que vem dia serão realizadas em duas salas reservadas tação carcerária. publicado em 2014. que lácio dos Despachos. esses índices e amenizar o déficit de vagas nas tucionalidade na qual a Suprema Corte de- litou a economia de meio bilhão de reais ao 41 unidades prisionais paraenses. o projeto Audiência projeto no Tribunal de Justiça do Estado. Homenagens – Após o lançamento do do TJPA. sariais a campanhas eleitorais são conside- 6 mil presos em flagrante por crimes de menor senta um déficit de 4. segundo o Levantamento Nacional de Brasil – Secção Pará e da Frente Brasil Po- o presidente do CNJ e do STF voltou a desta. onde Inicialmente o TJPA vai implantar o proje. acima da média nacional: 49% dos detentos Pará. do Minis. Caminha- mos. Além de evitar a superlo. Nesses locais. 148 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 149 . Pará carcerária brasileira”. radas inconstitucionais. decidirá se o acusado aguardará ou não o julga.

Amapá 150 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 151 .

152 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 153 . mesmo com um atraso de 23 anos. com a presença do presidente do CNJ e do Supre- mo Tribunal Federal (STF). e sim de um programa. pois não tem mais volta. ao elogiar a gestão do ministro Lewandowski no CNJ. defender a causa do encarcerado é para pou- cos”. Em um país com tantas urgências. ministro Ricardo Lewandowski. Para a magistrada. Tem de dar certo e já deu”. “Já não se trata de um projeto. Amapá 25/9/2015 JUDICIÁRIO DO AMAPÁ CELEBRA CONSOLIDAÇÃO DA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA NO PAÍS DEBORAH ZAMPIER Agência CNJ de Notícias A utoridades presentes no lança- mento do programa Audiência de Custódia no Amapá celebraram não apenas as premissas humanis- tas fomentadas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A solenidade inaugural ocorreu no Tribunal de Justiça do Estado do Amapá (TJAP). que deter- mina a apresentação do preso a um juiz no menor prazo possível. desembargadora Sueli Pini. disse. como também o êxito que o método de apresentação do preso a um juiz em 24 horas vem obtendo em todo o país. observou a presiden- te do TJAP. “Faz muita diferença olhar só um papel ou olhar isso na presença do preso. o Brasil precisava dar cumprimento ao Pacto de São José da Costa Rica.

Colaboração . Amapá Destacando o amplo apoio obtido entre tante projeto”. “A Audiência de sempre abertas”. as audiências de -geral de Justiça do estado. implantar o projeto. dowski afirmou que o Judiciário é um fator de tos cometidos durante o ato de prisão. o presidente Lewan. federalismo. o presi- prisões desnecessárias –. física dos juízes.3 bilhões com o fim de locais do país. além de permitir a apuração penal brasileiro”. pois. As portas do Judiciário estão rações do Judiciário amapaense. “O Judiciário cada vez o fim do ano. João Bosco Papaleo Paz. o vice. permite a aplicação unifor. desembargador Pública e advocacia. o Amapá encerrou o ci. instituições como Ministério Público. de centenas de relatos de tortura e maus-tra- do Amapá. gais e desnecessárias desde fevereiro de 2015 ência de Custódia “veio para ficar” e que é Ao citar a grande dimensão do Amapá e e promoveram a economia de mais de meio uma “revolução e marco histórico no sistema a capilaridade de magistrados a despeito das bilhão de reais. o presidente Lewan.Além dos ganhos em direitos mais se aproxima do povo. O Judiciário Resultados – Vigésimo segundo estado a de direito das faculdades locais sobre o tema sozinho não conseguirá levar avante esse impor. O ministro também citou a clo de expansão da Audiência de Custódia diversos setores públicos do Amapá. custódia já evitaram mais de 6 mil prisões ile- Carmo Antônio de Souza. do Executivo institucional entre os Poderes. inclusive importância do apoio e da participação de outras na Região Norte. analisou. daquele humanos e da economia aos cofres públicos – que necessita jurisdição nos mais longínquos Homenagem – Durante a mesma solenida- que pode chegar a R$ 4. Ele Custódia propicia a oportunidade para que Judi. Representante do governo dificuldades geográficas. próximas semanas e estará em todo o país até me do direito federal. disse que a Audi. disse. do preso. Com média de soltura de polícias e Ministério Público. 154 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 155 . também proferiu aula magna para estudantes ciário e Executivo colaborem entre si. Defensoria 50% e picos de mais de 80%. além da presença jeto segue crescendo para outros estados nas que o projeto tenha sucesso. com qualquer magistrado de Primeiro Grau e dente Ricardo Lewandowski recebeu condeco- dowski destacou que o projeto permite o diálogo até do Supremo. Qualquer cidadão pode falar de no Tribunal de Justiça do Amapá. O pro- garantiu que o governo está empenhado para integração nacional. o corregedor. local e da Universidade Federal do Amapá.

Alagoas 156 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 157 .

e o povo brasileiro tem demonstrado querer viver em um ambiente ci- vilizado. o Direito corporifica a prevalência da civiliza- ção sobre a barbárie. 40% deles ainda não julgados. Alagoas 2/10/2015 MINISTRO LEWANDOWSKI DIZ QUE JUÍZES ESTÃO COMPROMETIDOS COM AS INSTITUIÇÕES TATIANE FREIRE Agência CNJ de Notícias A o participar da adesão do estado de Alagoas ao projeto Audiência de Custódia. Segundo o ministro. disse que o país tem. ministro Ricardo Lewandowski. o presidente do Con- selho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF). um dos pilares da Constituição Fe- deral brasileira. destacando que a população carcerária do Brasil é de cerca de 600 mil presos. segundo o presidente do CNJ. afirmou o ministro. as audiências de custódia representam a consagração do princípio da dignidade da pes- soa humana. Nesse sentido. 17 mil juízes comprometidos com o Estado de Direito e com a manutenção das instituições republicanas. “Estamos contribuindo para a superação de uma chaga. no qual a ordem jurídica impere. A solenidade de assinatura dos termos de cooperação que marcou a entrada de Alagoas no projeto Audiência de Custódia foi realizada no Plenário do Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas (TJAL). atualmente. que é sermos o quarto país que mais aprisiona no mundo”. A cerimônia contou com a 158 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 159 .

e do ministro Humberto Martins. a fim de que seja ava- liada a legalidade e a necessidade da prisão ou a possibilidade de conversão em medidas cautelares. desembargador Washington Luiz. Tem sido um verdadeiro é o caso das audiências de custódia. até o julgamento do processo. parabenizou o ministro pelo Após receber as comendas. dois propósitos nobres e urgentes”. dos direitos humanos e da sociedade”. evita que pequenos infratores sejam cooptados para o crime. Essa iniciativa principais comendas do estado de Alagoas: a vale não apenas para a justiça criminal. lar”. Renan Calheiros va para uma democracia participativa”. Citou ainda duas outras iniciativas impor- tantes do Judiciário: os projetos Cidadania nos Em seguida. disse Filho. e das formas alternati. a do Poder Judiciário estadual e diz respeito ao Direito de Família”. “O Poder Judici- ário não quer viver numa torre de marfim. de uma democracia meramente representati- do governador do estado. além de contribuir para a reinserção social de detentos. “O espírito do programa é. a da Escola Superior da Magistratura de Ala- goas (Esmal). como do Poder Judiciário. entre outras autoridades. O presidente do TJAL. o ministro. Para ele. disse o governador Renan Filho. já que reduz a superlotação de presídios e impede a prisão provisória daqueles que cometeram pequenos delitos. mas do Governo do estado. o ministro empenho na implantação do projeto Audiên- Ricardo Lewandowski destacou que a Justi. mas ao amparo às vítimas. “Cada cidadão que puder ser resgata- do com justiça e colocado de volta no convívio social será uma grande vitória da justiça. so. afirmou. onde recebeu quatro das sos. andando por todos os quadrantes o preso em flagrante é apresentado a um juiz deste país difundindo esse projeto espetacu- no prazo de 24 horas. em que peregrino. aliviar a superlotação do sistema prisional e dar ao indivíduo o direito de acesso à justiça. que visa garantir a apresentação de presos em flagrante a um juiz no prazo máximo de 24 horas. Alagoas foi o 23º estado a aderir à iniciati- va do CNJ. afirmou Re- nan Filho. dowski foi homenageado no Palácio Repú. a da seccional da OAB também para a cível. o ministro Ricardo Lewan. “Sua Exce- ça tem investido em projetos que deixam o lência tem se desdobrado para elevar o nome povo mais perto do Poder Judiciário. vas de soluções de conflitos. perior Tribunal de Justiça (STJ). “Neste último. principalmente no que de Alagoas. Alagoas participação do presidente do TJAL. explicou. a implantação do projeto no esta- do. damos ênfase não à reabilitação dos crimino- blica dos Palmares. do Su. cia de Custódia em todo o Brasil. bretudo num momento em que transitamos bargador Washington Luiz Damasceno Freitas. ao mesmo tempo. 160 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 161 . Presídios e Justiça Restaurativa. desem.

Sergipe 162 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 163 .

Sergipe 2/10/2015 CNJ IMPLANTA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA NO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SERGIPE LUIZA DE CARVALHO FARIELLO Agência CNJ de Notícias O presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tri- bunal Federal (STF). e o presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe (TJSE). “Esses presos jamais se defrontaram com o juiz. a Defensoria Pública e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). o magistrado decide se a pessoa pode- rá aguardar o julgamento em liberdade. Luiz Antônio Araújo Mendonça. Dessa forma. De acordo com o ministro Lewandowski. cerca de 40% (240 mil) eram provisórios. foi assinado um termo de cooperação técnica entre o Poder Judiciário. evitando a reincidência criminal. em 2015. ministro Ricar- do Lewandowski. o Ministério Público. em flagrante 164 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 165 . com o objetivo de fazer um acompanhamento com medidas sociais aos indiciados liberados nas audiências de custódia. dos 600 mil brasileiros presos. Além do termo de adesão. Sergipe foi o vigésimo quarto es- tado brasileiro a aderir ao projeto do CNJ que prevê a apresentação de todo cidadão preso em flagrante a um juiz em até 24 horas. o governo de Sergipe. assina- ram o termo de adesão ao projeto Audiência de Custódia.

por um lado. o título de preso em flagrante for um dependente químico mundo e uma uniformidade de entendimento cidadão sergipano pela Assembleia Legislati- ou portador de distúrbios psicológicos. é observada a presença do preso diante do do CNJ e do STF. republicano e internacionais assinados pelo Brasil. tura do termo de adesão às audiências de democrático de direito. a adesão ao proje. va do Estado. a solenidade realizada no juiz. “Por exemplo. a grã-cruz da Ordem do Mérito de cuperação da pessoa presa. valores estampados na Constituição Federal custódia está prevista em pactos e tratados e dos princípios democráticos. conhecida como Pacto de São José Ricardo Lewandowski o Colar do Mérito Ju- na. federativo. foi concedido ao ministro disse o ministro. sobre os quais se assenta o estado Pacto Internacional de Direitos Civis e Políti. uma maior chance de re. Para o presidente do TJSE. Para o presidente tamento adequado”. Luiz diciário. e a ordem do mérito Aperipê remos proporcionar o encaminhamento e o tra. se o to representou um resgate do país diante do Serigy pelo município de Aracaju. disse tribunal foi extremamente representativa dos A implementação das audiências de o magistrado. Antônio Araújo Mendonça. afirmou. o projeto proporcio. “Do ponto de vista dos direitos humanos. por outro. o descongestionamento dos da Costa Rica. Sergipe ofensa ao princípio da presunção de inocência”. logo pelo estado de Sergipe. pelos relevantes serviços prestados presídios e. Para ele. 166 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 167 . Humanos. cos e a Convenção Interamericana de Direitos custódia em Sergipe. e de cumprimento dos tratados internacionais. que avaliará a legalidade da prisão”. à Justiça. pode. como o Homenagem – Na ocasião da assina.

Mato Grosso
do Sul

168 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 169

Mato Grosso do Sul

5/10/2015

MINISTRO LEWANDOWSKI:
VANTAGENS DAS
AUDIÊNCIAS DE CUSTÓDIA
LEVAM A ADESÕES
TATIANE FREIRE
Agência CNJ de Notícias

O
presidente do Conselho Nacional
de Justiça (CNJ) e do Supremo
Tribunal Federal (STF), ministro
Ricardo Lewandowski, disse, em
Campo Grande/MS, que os governos têm
percebido as vantagens trazidas pelo proje-
to Audiência de Custódia aos estados, o que
explica o alto grau de adesão. O programa
busca garantir a apresentação dos presos em
flagrante a um juiz no prazo máximo de 24
horas, para que seja analisada a legalidade,
a necessidade e a adequação da prisão ou a
possibilidade de adoção de medidas cautela-
res até o julgamento do caso.

O ministro esteve em Campo Grande para
participar da cerimônia que marcou a entrada
de Mato Grosso do Sul no projeto, o vigésimo
quinto estado a aderir à iniciativa. Na ocasião,
faltava apenas a participação do Rio Grande
do Norte e do Distrito Federal para que o pro-
jeto estivesse presente em todas as unidades
da federação.

“É claro que, ao aderir ao projeto, o gover-
no tem algumas despesas iniciais, porque é
preciso colocar viaturas policiais à disposição
do Judiciário, transportar presos, oferecer es-
colta, mas a relação custo-benefício é extre-
mamente favorável para o Executivo”, afirmou
Lewandowski após a cerimônia. Segundo o

170 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 171

Mato Grosso do Sul

ministro, desde o início do projeto, em feverei- bargador João Maria Lós, o projeto do CNJ re- Segundo ele, nos últimos oito anos, a po-
ro de 2015, 6 mil pessoas presas em flagrante presenta a renovação do Direito Penal, em busca pulação carcerária do estado dobrou, e gran-
passaram a responder ao processo em liber- da garantia dos direitos humanos e do fortale- de parte dos detentos (51%) é oriunda do
dade, o que representou uma economia de R$ cimento do conceito de cidadania presente na tráfico internacional de drogas, devido à re-
500 mil aos cofres públicos. Constituição Federal de 1988. “A disseminação gião de fronteira com a Bolívia e o Paraguai.
desse projeto em curto espaço de tempo de- “As audiências poderão evitar que eu tenha
Ainda de acordo com Ricardo Lewan- monstra o quanto a ideia se afigura como consis- que construir um presídio a cada ano no Mato
dowski, a expectativa é economizar até R$ 4,3 tente, na medida em que contribuirá para evitar Grosso do Sul para dar conta dessa deman-
bilhões em todo o país, após um ano de im- prisões equivocadas e maus-tratos a supostos da”, afirmou.
plantação do projeto. “É um avanço do ponto autores de fatos criminosos”, afirmou.
de vista humanitário e também do ponto de A cerimônia no TJMS contou ainda com a
vista das finanças públicas, sobretudo num Também presente à cerimônia, realizada na participação do presidente do Tribunal Regio-
momento de crise econômica que vive o Bra- sede do TJMS, o governador de Mato Grosso nal Federal da 3ª Região, Fábio Prieto de Sousa;
sil”, afirmou o presidente do CNJ e do STJ. do Sul, Reinaldo Azambuja, ressaltou que o do deputado estadual Junior Mochi, presiden-
Ele lembrou ainda o aniversário de 27 anos da projeto trará impactos positivos não apenas te da Assembleia Legislativa de Mato Grosso
Constituição Federal, e disse que o projeto para as finanças públicas, mas também para o do Sul; e do secretário de Justiça e Segurança
Audiência de Custódia dá efetividade a um Judiciário e para a própria sociedade, ao con- Pública do estado, Silvio Cesar Maluf; entre ou-
dos princípios do texto constitucional: o da ferir mais rapidez à prolação das sentenças e à tras autoridades. Durante a solenidade, foram
dignidade da pessoa humana. execução penal e incentivar a ressocialização. conferidas ao ministro Ricardo Lewandowski
“Não tenho dúvidas de que essa é uma boa três importantes comendas do estado, ofereci-
Para o presidente do Tribunal de Justiça do solução para o sistema carcerário de todos os das pelo TJMS, pelo governo estadual e pela
estado de Mato Grosso do Sul (TJMS), desem- estados”, disse o governador. Assembleia Legislativa do Estado.

172 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 173

Rio Grande do Norte 174 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 175 .

presidente do TJRN. Para o ministro Lewandowski. Estamos dando o primeiro passo para resolver esse problema”. ministro Ricardo Lewandowski. inconstitu- cional e não pode continuar. “Temos hoje cerca de 600 mil presos. na qual toda pessoa presa em flagran- te deve ser apresentada a um juiz no prazo de 24 horas. conforme estabelecem tratados internacionais de direitos humanos assinados pelo Brasil. Essa é uma situação lamentável. das quais também participam membros do Mi- 176 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 177 . e pelo desembargador Cláudio Santos. O Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte (TJRN) foi o penúl- timo do país a aderir ao projeto do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). jamais viram o juiz e ficam em média seis meses encarcerados. dos quais cerca de 240 mil são provisórios. Rio Grande do Norte 9/10/2015 JUSTIÇA ESTADUAL POTIGUAR ADERE AO PROJETO AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA DO CNJ LUIZA DE CARVALHO FARIELLO Agência CNJ de Notícias A Justiça estadual do Rio Grande do Norte passou a contar com uma central de audiência de custódia. tendo em vista que o Brasil sempre foi criticado e con- denado em tribunais internacionais no que diz respeito a sua situação prisional. em fla- grante ofensa ao princípio da não culpabilida- de e ao princípio da presunção de inocência. Durante as audiências de custódia. o projeto re- presenta enorme salto civilizatório. afirmou Lewandowski. por meio de termo assinado pelo presidente do CNJ e do Supre- mo Tribunal Federal (STF).

represen- mários individuais. Carlos Castim. disse o presidente do TJRN. já que cada preso custa em média R$ Ricardo Lewandowski recebeu. Rio Grande do Norte nistério Público e da Defensoria Pública ou o Redução de custos – O ministro Ricardo tenção provisória. quando os presidentes dos cinco Tribunais Regionais Federais (TRFs) assinaram o termo de cooperação técnica com o CNJ. ma que temos hoje nas audiências comuns. pois. de. São Paulo. início do projeto. a meta é evitar a construção de 240 presídios “Estou muito emocionado por receber esse por ano. o De acordo com o desembargador Clau- tribunal conseguiu assegurar a implantação do dio Santos. bilhões por ano”. à época. Segundo ele. do. brasileiros. Segundo informações do Sistema Integra. cerca de 120 mil país. deixamos de prender 8 mil pes. destacou o ministro. durante a ce- pulação carcerária de 7. “Além de darmos concreção ao di. desde a promulga- ção da Constituição Federal de 1988”. As audiências de custódia passa. trata-se de um momento histórico. “O que temos em mente é deixar de galardão de um dos mais antigos tribunais do De acordo com o presidente do TJRN. pessoas. funciona na central de flagrantes. em 2016. cidade do estado. das quais 3 mil mensais”. afirmou o desembargador. o país deixou de construir 11 presídios. a central de audiência de custódia Estiveram também presentes na cerimônia projeto. 65 comarcas não possuíam juízes titulares. ência de Custódia. o que representa economia de R$ 4. Audiência de Custódia. 35 das no nosso país”. o Rio Grande do Norte possuía uma po. no bairro da -geral do município. observou o desembargador. referência ao jurista natalense Miguel Seabra rão a ocorrer no núcleo central de flagrantes. o Poder Judiciário passa a ser protagonista dos avanços sociais e a atender aos anseios da população. iniciado em fevereiro. ências de custódia a Mossoró. portantíssima economia aos cofres públicos. e a possibilidade de adoção de medidas alter. em damos um passo muito firme para assegurar nativas até o julgamento do caso. a medalha Seabra Fagundes. o direito dos cidadãos norte-riograndenses”. em julgamento). reito fundamental do cidadão. tribunal pretende. o juiz verifica a legalidade Lewandowski ressaltou a economia aos cofres necessidade de transporte. estender as audi- para tomar providências. dentro de um ano. “Já estamos elaborando uma resolução para re- gulamentar os procedimentos próprios para audiências de custódia na Justiça Federal”. por conta do projeto Custódia. nesse mesmo perío. o maior prêmio da justiça potiguar.3 dalha tem o nome de um dos maiores juízes nal enfrente dificuldades em relação aos recur. pois. Para o presidente do TRF da 5ª Região. prédio do antigo Grande Hotel. importância maior ainda porque essa me- sembargador Claudio Santos. 178 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 179 . Representa a maior efetivação dos direitos de cidadania levada à prática no Brasil. “Dessa forma não teremos advogado do preso. justamente ao lado do centro de de. prender. situado no bairro da Ribeira. soas que não representam perigo para a so- do de Informações Penitenciárias (Infopen) ciedade e economizamos mais de meio bilhão Medalha Seabra Fagundes – O ministro 2014. que não têm como arcar com os custos de um advogado. “A audiência de custódia vai oportuni. pioneiro do direito administrativo sos materiais e ao fato de que. se for o caso. desembargador federal Rogério Fialho. o cia policial. e Fagundes. por meio de relato do custodiado. Além disso. com essa iniciativa. disse o ministro. segunda maior até outubro. instalada no o governador Robinson Faria e o procurador- zar ao cidadão o exercício de seus direitos pri. Ribeira.081 pessoas. soas mais carentes. Audiências na esfera federal – A Justi- ça Federal do Rio Grande do Norte aderiu ao projeto Audiência de Custódia em se- tembro de 2015. tando o prefeito de Natal. de reais. notadamente para as pes. que é um proble- e a necessidade de manutenção da prisão ou públicos com a implantação do projeto Audi. de fevereiro de 2015. cabe ao juiz verificar se houve alguma violên. disse o ministro Lewandowski. rimônia de adesão ao projeto Audiência de 33% eram presos provisórios (que aguardam Ele ressaltou ainda que. embora o tribu. trata-se de im.

Distrito Federal 180 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 181 .

A ade- são do DF fechou o ciclo de implantação do projeto em todas as unidades da federação. ao respeito que todos devemos à Carta Magna de 1988”. nós es- tamos iniciando um novo no que tange ao Có- digo de Processo Penal e. que prevê a apre- sentação da pessoa presa em flagrante ao juiz em um prazo de 24 horas após a prisão. O presidente do CNJ e do Supremo Tribunal Federal (STF). a lega- lidade da prisão. ministro Ricardo Lewandowski. mais do que isso. A inscrição do DF no projeto foi formali- zada pela assinatura de dois documentos. o Ministério da Justiça e o Instituto 182 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 183 . Distrito Federal 14/10/2015 DF COMPLETA CICLO DE IMPLANTAÇÃO DAS AUDIÊNCIAS DE CUSTÓDIA NO PAÍS JORGE VASCONCELLOS Agência CNJ de Notícias O Distrito Federal (DF) formalizou adesão ao projeto Audiência de Custódia. do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). como a integridade física. O primeiro foi um termo de adesão do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) ao Termo de Cooperação firmado en- tre o CNJ. afirmou o ministro. ao se referir à impor- tância do projeto para a garantia dos direitos da pessoa presa. afirmou que a implantação nacional do projeto inaugurou uma nova fase de respeito às leis e à Constituição no país. a ampla defesa e a presunção da inocência. “Mais do que encerrarmos um ciclo.

no momento. com a presença do presidente do TJDFT. ou seja. cerca de 120 mil pesso- trito Federal tornou-se a primeira unidade da as deixarão de ser presas. Distrito Federal de Defesa do Direito de Defesa (IDDD) para evitar prisões desnecessárias de pessoas que regulamentação do projeto em escala nacio. a solenidade contou que as audiências de custódia. para onde serão levados R$ 500 milhões durante esse período. no país por meio de experiência-piloto na ci- plantação do projeto em nível local. re. a disso. O segundo documento foi um Termo de vo e não representam ameaça à sociedade. além da seccional da Ordem dos Advogados quando o projeto começou a ser executado do Brasil do DF (OAB/DF). Com base no custo mensal médio de um funcionamento do Núcleo de Audiências de preso. sidade da manutenção de seu encarceramen- jeto do CNJ. dade de São Paulo. Nas demais. todos os presos em flagrante do Distrito Fe- deral – em média. poupando ao capitais e. Além pelas audiências de custódia. já em fevereiro de 2015. municípios do interior. está avançando por erário um gasto de R$ 9. pois não havia neces- Além da formalização da adesão ao pro. do presentam economia significativa aos cofres governador Rodrigo Rollemberg e de outras públicos. uma economia total de R$ 14 bilhões. gerando economia federação a ter todo o seu território coberto de R$ 4. houve uma economia de Custódia do TJDFT. O ministro Ricardo Lewandowski reiterou Além do ministro. Dessa forma. 184 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 185 . Segundo destacou. cerca de 8 mil pessoas deixaram de ser presas. 80 pessoas são presas em O ministro acrescentou que. em um ano de flagrante por dia no DF. cometeram crimes de baixo potencial ofensi- nal. de- rantirem a dignidade da pessoa humana. os juízes podem autoridades. sembargador Getúlio de Morais Oliveira. Segundo ele.3 bilhões. as projeções indicam que 240 presídios execução do projeto do CNJ foi iniciada nas não precisarão ser construídos. Cooperação Técnica entre o TJDFT e o Minis- tério Público e a Defensoria Pública distritais. o Dis. execução de projeto. de R$ 3 mil. além de ga. voltado para a im. a solenidade marcou o início do to.3 bilhões aos cofres públicos.

Foz do Iguaçu 186 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 187 .

os policiais desconfiaram de seu com- portamento inquieto. Ao abordar o ônibus onde a jovem estava via- jando. No caso de Foz do Iguaçu. a um magistrado. J. C. O. Ouvida pelo juiz federal Sérgio Ruivo. recebeu o di- reito de aguardar o julgamento em liberdade provisória. da 1ª Vara Federal da Subseção Judici- ária de Foz do Iguaçu. Inauguradas na Justiça Federal. se houve tortura ou maus-tratos na detenção e se é necessário mantê-lo pre- so em unidade prisional. em até 24 horas da sua prisão. que analisa se a pri- são foi legal. Todo preso tem de ser apresentado. no trecho entre Foz do Iguaçu e Cascavel. as audiên- cias de custódia são um projeto do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que estabelece para o Poder Judiciário uma nova forma de lidar com as prisões em flagrante.JUSTIÇA FEDERAL Foz do Iguaçu 29/10/2015 ACUSADA DE TRANSPORTAR MUNIÇÃO AGUARDARÁ JULGAMENTO FORA DA PRISÃO MANUEL CARLOS MONTENEGRO Agência CNJ de Notícias A primeira ré a participar de uma audi- ência de custódia na Justiça Federal tem 18 anos e foi presa no Posto de Fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na BR-277. no oeste paranaense. revistaram-na e a pren- deram por carregar dois pacotes de munição junto ao corpo. o juiz federal Sérgio Ruivo considerou que a ré deveria aguardar em liberdade o jul- 188 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 189 .

mo Tribunal Federal (STF) e do CNJ. Por que mente trazem pequenas mercadorias. nessa tenra idade. sim. entre no presentam ameaça à sociedade. final. que muitas ve- mos e comprovar residência fixa para ser solta. de acordo com as circunstâncias julgamento em liberdade”. ambiente. não se deve colocar toda responsabilidade nas “mulas”. infeliz- mente. Em depoimento ao magistrado. há o descaminho. C. os magistrados podem ainda de. mas. afirmou. O. ainda. término do processo. como foi o caso dessa pessoa que entrevistamos na au- diência de custódia. que isso é um crime. eletrônica. desempregada. tornozeleira eletrônica até ser julgada. disse. que essa pessoa. mas em prisão Na sua decisão. Claro soas detidas continuem presas ou lhes conce. que é um crime que J. que re- perigo à sociedade”. J. Conhe- cidos como “mulas”. no zes é representado por sacoleiros que normal- Pelo projeto. a pessoa não terá de ser presa. afirmou o juiz federal Sérgio Ruivo. do Ministério Público e da defesa da pessoa Em entrevista coletiva à imprensa após a sujeito a outras condições. por penas eventualmente aplicadas a elas não da Justiça criminal na região da Tríplice Fron- se tratar de ré sem antecedentes criminais e são prisões em regime fechado. O perfil da jovem presa é bastante comum. pois as 190 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 191 . autorizamos a pessoa a aguardar minoso precisa ser preso porque não apresen- liberdade. teira. é uma pessoa vulnerá- vel. As organizações criminosas ou mesmo os interessados em adquirir produtos ilegais se valem de pessoas contratadas com essa finali- dade para transportar bens ilícitos. por cidir que cumpra medida cautelar. ou seja. mas nem sempre esse cri- der o direito de esperar pelo julgamento em riculosidade. como tornozeleira acusada. o presidente do Supre. mas já trabalhou em um lava a jato com salário de R$ 650 mensais. comentou o contexto exemplo”. não resulta- sistema prisional e se contamine com aquele rão em liberdade condicional. os verdadeiros donos da mercadoria. C. J. disse estar desempregada. afirmou o ministro. de 18 anos. que vive em situação de penúria. ta perigo à sociedade. afirmou que foi con- vencida a levar projéteis de armas calibre nove milímetros e de fuzis ao Rio de Janeiro por R$ 1 mil. o juiz pode definir que as pes. comparecimento periódico a um concedida. jovens pobres. po. como usar Ricardo Lewandowski. O. demos nos antecipar ao que aconteceria no mais sério. No caso de a pessoa ter a liberdade audiência de custódia. Segundo o magistrado. como consta do auto de prisão em flagrante”. “A figura da ´mula´ é muito comum. sem em- prego e sem perspectivas de ascensão social são cooptados por organizações criminosas em troca de dinheiro. recentemente casada. con- venceu-se a levar essas munições por mil reais.JUSTIÇA FEDERAL Foz do Iguaçu gamento pelo crime do qual foi acusada. Ele pode perfeitamente em que a prisão ocorreu e as manifestações responder ao processo criminal em liberdade. ministro juiz e proibição de abandonar a comarca. o juiz determinou. preventiva. “Não podemos deixar cometidos por autores reincidentes. “Há contrabando. não antes? Se não verificarmos indícios de pe. enquanto não se encontram facilmente os responsáveis pelo transporte ilícito. segundo o juiz que analisou sua prisão. teria de pagar cinco salários míni. considerando-se que. Com as audiências de custódia. lembrando que casos de crimes graves por não representar “praticamente nenhum restritivas de direitos.

Washington (EUA) 192 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 193 .

fortalecimento da reinserção social pela melhoria da infraes- trutura penitenciária. 194 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 195 . Segundo o acordo de cooperação. e o secretário- -geral da Organização dos Estados Americanos (OEA).CIDH . assinaram um memoran- do de entendimento sobre política judiciária criminal e sistema carcerário. o CNJ e a OEA atuarão para promover medidas al- ternativas ao encarceramento. audiências de custódia. que traz diretrizes de gestão para o biênio 2015-2016. e capacitação de profis- sionais. O acordo CNJ-OEA consolida a coopera- ção dos dois órgãos no desenvolvimento. expansão do acesso à justiça. a pauta para a área criminal foi registrada na Portaria CNJ 16/2015. na implementação e no intercâmbio de projetos no Brasil e nos demais Estados-membros inte- ressados em uma melhor distribuição da Justi- ça e na concretização de boas práticas relacio- nadas ao sistema penitenciário e à execução penal. assim como implementação de ferra- mentas de gestão e planejamento no sistema penitenciário. Luis Almagro.COMISSÃO INTERAMERICANA DE DIREITOS HUMANOS Washington (EUA) CNJ E OEA ASSINAM ACORDO SOBRE TRATAMENTO PENAL DEBORAH ZAMPIER Agência CNJ de Notícias O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Na- cional de Justiça (CNJ). Prioritária para a atual gestão do CNJ. A assinatura do acordo foi realizada em Washington (EUA). ministro Ri- cardo Lewandowski. informatização dos processos de execução penal. me- lhoria da eficiência do Judiciário para reduzir a população penitenciária.

so”. justiça. não há razão para A iniciativa desenvolvida pelo CNJ em par- aos 35 Estados-membros valores e ações vol. ministro Ricardo Lewandowski afirmou que o capacitação dos juízes brasileiros em temas de o mais antigo integrante do colegiado. a OEA ponder ao processo criminal em liberdade. diz. ministro criminosos violentos e aos que oferecem peri- Ricardo Lewandowski. “O secretário-geral ficou muito interessado cução dos projetos e os resultados obtidos. o ministro Lewandowski tam. “O juiz decidirá se o custodiado deve res. para ampliação das audiências de custódia no nos. de pequeno potencial ofensivo e não oferecer A OEA foi fundada em 1948 e busca levar perigo para a sociedade. projeto brasileiro da audiência de custódia foi direitos humanos. soberania. A EXPERIÊNCIA DAS AUDIÊNCIAS DE CUSTÓDIA car a implementação das ações almejadas. vida vejo que é uma iniciativa bem-vinda en- Projeto para toda a América – Ao co. presa é apresentada ao juiz em 24 horas. desnecessárias de criminosos sem anteceden- presidente do Conselho Nacional tações sobre temas vinculados à execução pe. Com ampla experiência na militância de di- reitos humanos no Brasil na década de 1990. sem dú- Comissão Interamericana de Direitos Humanos. divulgará informações sobre a entidade. órgão integrante da Organi- das no âmbito da entidade internacional e de suas subdivisões. as principais conquistas em direitos humanos tos e na execução de ações na área criminal. pois. que também ção. sive com legislação e recomendações emitidas pelo órgão internacional. os órgãos se comprometem a monitorar a exe. Além de bus- disseminado na América Latina. disse o comissário Felipe González. umas das primeiras questões a serem esclarecidas a Partes – O CNJ fornecerá dados à OEA e ele é se sofreu maus-tratos. “Nesta primeira apresentação. afirma o ministro. ram interesse na metodologia e nos caminhos princípios como democracia. se foi torturado”. Também incluirá a O presidente do STF também comentou que a medida é uma forma de evitar prisões O entidade interamericana em debates públicos de interesse realizados no Brasil e nas capaci. apresentou Além de apoiar o CNJ na gestão de proje. e prestação de Justiça obtidas pelo programa assim como na difusão de resultados. a prisão preventiva será reservada aos Tribunal Federal (STF).CIDH . cidadania nos para outros países. integridade territorial e inde. solidariedade. Audiência de Custódia durante audiência pú- também convidará representantes do Conse- mediante condições. go à sociedade. -Geral da OEA. um dos braços da OEA. inclu. no projeto e entende que pode ser estendido Também haverá um sistema de intercâmbio de a outros países do continente americano so. saúde nas prisões e o sistema ele- trônico de execução unificada – estão sendo indicados como modelos de atuação judicial fórmula que evita o cometimento de abusos pelas forças de segurança. a fim de so- lucionar graves violações a direitos humanos. Se o custodiado não tiver anteceden. tes. Almagro ressaltou a importância do projeto e disse que pode ser APRESENTA À CIDH para as Américas e poderão ser levados para outros países membros da OEA. Humanos (CIDH). quando a pessoa aos direitos humanos. A entidade tem como seus pilares CIDH – Além do acordo com a Secretaria. ou se deve permanecer blica na Comissão Interamericana de Direitos lho para reuniões públicas de interesse realiza- preso. colabora. o projeto pode ser um modelo – como audiências de custódia. tiver emprego fixo. o é voltado ao aperfeiçoamento da formação e ramento”. ceria com órgãos federais e locais foi elogiada tadas à paz. principalmente por ser uma presídios. Assim. DÉBORA ZAMPIER informações e de experiências para facilitar a bretudo porque é um instrumento importante Agência CNJ de Notícias reintegração social dos apenados e o respeito de combate à tortura. por diversos integrantes da CIDH. fizeram perguntas ao presidente e demonstra- pendência. bém firmará protocolo de cooperação com a país. de Justiça (CNJ) e do Supremo nal e ao sistema prisional. No aprimoramento do sistema de Justiça criminal seu entender. prendê-lo ou para responder ao processo pre. direitos huma. o comissário James Cavallaro ressaltou que a audiência promovida na CIDH foi fundamental para conhecer novas práticas desenvolvidas pelo Brasil no campo da Justiça criminal e do 196 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 197 . tiver cometido crime zação dos Estados Americanos. tes criminais ou de baixo potencial ofensivo. O acordo CNJ-CIDH quanto rompe a lógica tradicional do encarce- mentar a assinatura do acordo com a OEA. segurança e desenvolvimento.COMISSÃO INTERAMERICANA DE DIREITOS HUMANOS Washington (EUA) MINISTRO LEWANDOWSKI Os projetos do CNJ contemplados para o recebido com entusiasmo pela instituição.

passa por outros projetos em andamento no executivo. ainda temos interessados em aprender algo novo sobre dicação do CNJ.CIDH . Também reco. Além de fazer valer a Constituição quanto aos direitos dos presos. sário engajamento dos demais poderes e da CNJ. é que acreditamos tação de justiça”. esse era um custódia e em formas mais efetivas de apurar lítica maior para quebrar a cultura de encar- tema recorrente e foram décadas de luta. Para as porta-vozes da Justiça Global. apontou Natália Damazio. “Quando eu era represen. sejada”. “Muito. diante avanços em direitos humanos. disse a diretora executiva. quista e parabenizar a todos pelo papel que ponibilização de dados. como o Cidadania nos Presídios e o Fa- dente. “De um simples ato processual pode decorrer mudança dos eixos e paradigmas em que se fundamentam a atuação de juízes e atores do sistema de jus- tiça criminal”. e é muito bom as audiências de custódia não serão capazes desse choque de mentalidades que se está a ver a paixão e o comprometimento para pres. com o neces. ao contrário do que previam alguns setores. rol da Saúde. Emilio Álvarez Icaza. “É inegável o pioneirismo e a de. “Precisamos de mudanças estru. Sociedade – Representantes da socieda- de civil envolvidas no acompanhamento do projeto apresentaram sugestões para sua consolidação e aperfeiçoamento. o ministro lembrou que o projeto foi pioneiro ao dar concretude a tratados internacionais em direitos huma- nos dos quais o Brasil é signatário. completou. e pela presi. que inclusive dia também foram destacadas pelo secretário nar a situação criminal do país. observou a presidente. sileiro”. mendaram constante monitoramento e dis. apenas. assim como capaci- tiveram nesse feito. Justiça Global. na forma de distribuir Justiça. da isso é um tremendo prazer registrar essa con. basta a iniciativa do Judiciário para solucio.” tação de magistrados em direitos humanos. Apresentação – Em sua apresentação.COMISSÃO INTERAMERICANA DE DIREITOS HUMANOS Washington (EUA) sistema carcerário. Lewandowski afirmou que as audiências de custódia são um importante passo do Estado brasileiro no combate à cultura do encarcera- mento e aos abusos policiais durante a prisão. disse o ministro. é preciso investir 198 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 199 . inclusive. ceramento”. de extirpar mazelas do sistema criminal bra. Rose-Marie Antoine. da Conectas Direitos Humanos e do Instituto de Defesa do Direito de Defesa (IDDD). “Estamos promovendo uma verdadeira revo- lução no sentido de fazer uma mudança cultu- ral no país”. Isadora ter dado um importante passo na direção de- Fingermann. O presidente Ricardo Lewandowski ressal- tou que a Audiência de Custódia é apenas o A importância do projeto e a necessidade As entidades ainda apontaram que não começo de um longo processo de mudança de ampliar o alcance das audiências de custó. afirmou. a criminalidade não aumentou com a implementação do projeto – dados co- letados no Espírito Santo e em Goiás indicam que a reincidência de atendidos pelo projeto foi inferior a 3%. “Estamos sempre sociedade. mas o IDDD acredita que só por alcançar e até mesmo aprimorar. na regulamentação legal das audiências de turais mais profundas e de estruturação po- tante da sociedade civil brasileira. promover. Certo. Também destacou que. Por os casos de tortura policial.

“Fomos recebidos de custódia não tiveram suas prisões preventi- mil denúncias de tortura e maus-tratos com muito entusiasmo. o combate à tortura e maus-tratos no país gerou 4. pode entre o momento da prisão e a apresentação ser ressocializada. família.272 reconhecimento por parte de organismos in. teceu duríssimas ele seja apresentado a uma autoridade judicial COÍBEM TORTURA E críticas ao sistema prisional brasileiro. vas decretadas. primeiro ano do programa do CNJ foram ex- 27 unidades da federação ao longo de 2015. prisionais”. a Organização das ato da prisão e assistenciais Nações Unidas (ONU). os episódios que en- esse nosso modelo seria um paradigma para representava perigo para a sociedade. O presidente da Co.646 9. Americana sobre Direitos Humanos. “Detectamos quase 5 mil casos de tortura e maus-tratos no primeiro ano do projeto. grante evitou que 25 mil pessoas se juntas- tada. afirmou o ministro. E Organização dos Estados Americanos (OEA). violência no às entidades sociais “Em fevereiro de 2016. a a legalidade das prisões dos detidos em fla- submissão dos detentos a uma prisão superlo. residência fixa. o progra- em Washington. afirmou. O juiz compreendeu. “Quase metade (49. de- vidamente repassados à apuração competen- te”. o relatório programa do CNJ foi implantado no Tribunal da organização não governamental Human Ri. 49. olhando a pessoas presas em todo o país. durante o 2º Fórum Nacional de Alternativas Penais (Fonape). Nessa audiência. de acordo com as regras do programa. Como o período entre o flagrante e a audiência não deve superar 24 horas. quando o Agência CNJ de Notícias Publicado em janeiro de 2016.668 ghts Watch revelou que as audiências de cus. Se tem volvem violência policial geralmente ocorrem toda a América Latina”. a Justi- ça decide se é necessário manter o preso sob custódia enquanto não é julgado. mento dado ao preso no país ao permitir que Desumanos ou Degradantes. que ela não audiências de custódia. audiências foram realizadas em todo o país. emprego lícito. MANUEL CARLOS MONTENEGRO Desde 24 de fevereiro de 2015. infecta. onde apresentou os resulta. Esse e outros dados do Implantadas pelo CNJ nos tribunais das uma cadeia insalubre. no entanto. disse o ministro. De acordo com o ministro. como a Convenção EM FLAGRANTE promissora para a redução da população car. por que vamos enviá-la a do preso a um juiz. a tortura e os maus-tratos no ato da apre. logo após ser detido. o a visita que fez em outubro de 2015 à sede da quarto maior do mundo em termos absolutos. O procedi- MAUS-TRATOS NA PRISÃO Nesse relatório. tódia representam uma tentativa do Brasil de A avaliação dos juízes sobre a necessidade e combater a violação dos direitos humanos.61%) das pessoas detidas m um ano de funcionamento. sobre- tudo focalizando na tortura. O ministro Lewandowski lembrou ainda o superlotado sistema prisional brasileiro. COMBATE À TORTURA AUDIÊNCIAS DE CUSTÓDIA delegação do Subcomitê de Prevenção da as audiências de custódia inovaram no trata- Tortura e outros Tratamentos ou Penas Cruéis. por meio do chefe da 200 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 201 . denúncias de encaminhamentos ternacionais de direitos humanos. superlotada?”. em flagrante que passaram pelas audiências ma Audiência de Custódia registrou 4. ministro Ricardo Lewandowski. conheci- cerária e da violência nos estabelecimentos da como Pacto de São José da Costa Rica. essa autoridade ressaltou que a iniciativa do CNJ é uma aposta mento está previsto em tratados internacio- nais assinados pelo Brasil. fica mais fácil a investigação dos responsáveis pela violência. postos pelo presidente do Conselho e do Su- premo Tribunal Federal (STF).6 dos parciais do programa. De missão Interamericana de Direitos Humanos e olho no olho. que ainda é um flagelo que infelizmente enfrentamos no país. sem aos mais de 600 mil presos que ocupam ensão. examinando a circunstância da acordo com os relatos de presos durante as o secretário-geral da OEA nos disseram que pessoa que lhe foi apresentada. de Justiça do Estado de São Paulo. questionou o ministro.

asseverou que “a decisão Federal (STF) e do Conselho Na. consiste na mais alta conde- humanos e das relações fundamentais da so. ções dos Direitos Humanos em nosso país. Dotados de razão e de consciência. “É um orgu- DE CUSTÓDIA to com a garantia da Justiça. coração do governo brasileiro e é concedido a ciedade e dos indivíduos com a Justiça”. Nil. ministro ceberam um certificado e uma reprodução “de promover as audiências de custódia por Ricardo Lewandowski. recebeu. Na solenidade. que mostra como as nossas insti- tuições estão vivas e como esse é um processo O prêmio – O Prêmio Direitos Humanos. Rogério Sottili. no da aquarela que ilustra o 1º Artigo da De- todo o país rompeu com uma cultura de encar- Palácio do Planalto. pessoas e instituições que se destacam na de- fesa. Igualdade Racial e dos Direitos Humanos. presidente do Supremo Tribunal Federal.” 202 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 203 . o certificado do prêmio das mãos da presiden. claração Universal dos Direitos Humanos. de fortalecimento e de garantia dos direitos criado em 1995. O ministro foi aplaudido de pé ao receber Já a ministra de Estado das Mulheres. disse a presidente. PRÊMIO DIREITOS HUMANOS 2015 MINISTRO LEWANDOWSKI RECEBE PRÊMIO PELO PROJETO AUDIÊNCIA “Quero cumprimentar o ministro Ricardo Lewandowski. devem agir uns para com os outros em espí- te da República. implantação do projeto Audiência de Custó. em especial pelo fato de um preso dever ser apresentado pe- lho estar diante dessas 18 pessoas e instituições premiadas. todos os agraciados re- corajosa e acertada” do ministro Lewandowski cional de Justiça (CNJ). da direitos. ma Lino Gomes. O dispositi- te e principalmente a nossa juventude negra e na prevenção e combate à tortura por meio da vo determina que “todos os seres humanos periférica”. ceramento e punição que atinge historicamen- nos 2015 pelo trabalho de destaque do CNJ do artista plástico Otávio Roth.” nosso país. Dilma Rousseff. na promoção e no enfrentamento às viola- O O secretário especial de Direitos Huma. A sua dedicação não nos deixa es- rante um juiz em 24 horas”. quecer da dignidade do nosso povo e da digni- RAQUEL RAW STF Notícias Ela afirmou que isso “é algo que dignifica o dade da nossa democracia. presidente do Supremo Tribunal nos. nascem livres e iguais em dignidade e em dia. agraciado pelo seu comprometimen- instituições premiadas não nos deixam esque- cer que os direitos se traduzem na luta cotidia- na por igualdade e por dignidade. ressaltou que as pessoas e as rito de fraternidade. o Prêmio Direitos Huma.

afirma a ONG no relatório. a nova política do prisão. a superlotação das prisões. da situação dos direitos humanos no Brasil. conforme exigido pela legislação in- Conselho foi citada no relatório da ONG por ternacional – embora os programas estejam “Essas audiências também permitem que se tratar de uma iniciativa do Poder Judiciário circunscritos apenas a certas localidades em os juízes identifiquem sinais de tortura ou que tenta solucionar as violações de direitos cada estado. policial´. na avaliação da ONG. “Com o apoio do CNJ. a cedidos 13. contribuindo para a superlotação das prisões”. Em 2015. De precárias de ventilação e saneamento. pessoas presas no Brasil. A ausência de uma triagem. 28. população carcerária nos últimos anos. Citan- brasileiras. um grave problema humanos que representam a superlotação sas ‘audiências de custódia’. mas outras iniciativas pode. as audiências de custódia se con. 204 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 205 . çam a chegar ao interior dos estados e já rece. Implantada em 2015 pelo Conselho estados brasileiros começaram a conduzir os momento em que foram presos até a apresen- Nacional de Justiça (CNJ) e pelos tribunais em detidos à presença de um juiz logo após sua tação perante a autoridade judicial. esse trabalhou em conjunto com os governos es. as prisões deixam de abrigar homens e mu. todos os estados brasileiros. Com frequência. Na ausência des. Assim. prevalência de tuberculose é cerca de 40 vezes Agência CNJ de Notícias me atribuído à pessoa detida. conforme exigido pela legislação in. Alguns beu adesão da Justiça Federal. incluindo execuções extraju. de acordo com o rela. prevenção do Ministério Público e da Defensoria Públi. além de CONTRA VIOLAÇÃO DE são enviados aos presídios e penitenciárias colocar em risco a saúde dos detentos. na presença maior. sões. por enquanto. que supervisiona magistrado se sofreram alguma violência por tório anual da entidade. ACOMPANHAMENTO PELA SOCIEDADE CIVIL AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA É ESFORÇO Ao realizar uma triagem dos presos que à violência e às facções criminosas”. humanos das pessoas detidas. além da tortura e dos frequentemente têm de esperar muitos meses pessoas que tiveram uma audiência de custó- maus-tratos cometidos contra pessoas que até sua primeira audiência perante um juiz. maus-tratos aos detidos. Estatísticas – Até a primeira quinzena de tortura e maus-tratos a pessoas detidas. os estados. sempre ternacional”. o relató- DIREITOS. é sentar-se periodicamente em juízo. sistema de informações trapõem a essas violações de direitos pre. do dados do Infopen. DIZ ONG vistos em tratados internacionais seguidos pelo Brasil. o juiz pode decidir por não manter a pessoa em uma unidade prisional Ao permitir que magistrados identifiquem A enquanto não ocorrer o julgamento. estatísticas do sistema penitenciário. Nas audiências do Brasil para combater violações de custódia. 60%. afirma a ONG em seu relatório. buem para a disseminação de doenças entre metido. Como resultado. o Poder Judiciário Human Rights Watch destacou o aumento da liberdades provisórias. novembro de 2015. cias da detenção. A superlotação. dia durante o primeiro mês de funcionamento são presas.9 mil relaxamentos do flagrante ou riam agravá-los. as audiências de custódia come- diciais pela polícia. e a MANUEL CARLOS MONTENEGRO sentado a um magistrado. número que que devem ser cumpridas pela pessoa presa. a qual tipo de liberdade é concedido sob condições taduais para garantir que as pessoas detidas atingiu cerca de 600 mil detentos. contri- acordo com a pena prevista para o crime co. quase 20% das no sistema carcerário. os presos são perguntados pelo de direitos humanos. que avalia o cri. aliada às condições ca – ou da defesa particular do acusado. assolam o Brasil. o preso (em flagrante ou por mandado de prisão) é apre- rio afirma que “a prevalência de infecções pelo HIV nas prisões brasileiras é mais de 60 vezes superior à média da população do país. do programa relataram ter sofrido ´violência afirma a Human Rights Watch em seu relatório. fossem conduzidas sem demora à presença de supera a capacidade das casas prisionais em como ser monitorado eletronicamente e apre- um juiz. No Rio de Janeiro. de acordo com a Defensoria Pública “Violações crônicas de direitos humanos Implantadas inicialmente nas capitais de todos do Estado”.8 mil presos em flagran- esforços recentes para reformar o sistema de te haviam sido apresentados a um magistrado Justiça criminal procuraram solucionar alguns População carcerária – No diagnóstico em todo o país. e tratamento adequados. todos os policiais ou por outros agentes do estado do de 2016. as audiências de custódia também con- man Rights Watch reconhece nas lheres que ainda não foram julgados pelos tribuem para inibir as violações de direitos audiências de custódia um esforço crimes pelos quais foram detidos. divulgado em janeiro o Poder Judiciário em todo o país. responsável por tornar os presos “vulneráveis que convocado. indícios de tortura cometidos durante as pri- organização não governamental Hu. foram con- desses problemas. Nessas audiências. os presos”. o perfil do preso e outras circunstân.

que pioraram a situação carcerária no país. pobres. furto ou tráfico de renciada que deve ser dada às mulheres. aumento dessa população nos próximos anos. que precisam de constante adaptação. nos últimos anos. e. humano das audiências a investir nas audiências de custódia e falou sível medir avanços significativos e projetar lho. Homenageado pela iniciativa durante o ram um ano de funcionamento em que estão sendo acusados (84%). dowski”. mas. uma pessoa. “A cia. no papel. as audiências de custódia são a política capazes de gerar uma nova mentalidade. “Isso brou do processo que levou a atual gestão curto espaço de tempo. representante da socieda. lerância que vivemos nesta quadra histórica não gacias durante a prisão em flagrante (5%) e o regra e da apuração dos casos de maus-tratos e completou. mais acessível. cem o papel do magistrado e do Judiciário. tivo das audiências de custódia é modificar a o tato. declarou Botelho. ministro Ricardo Lewandowski. vamos mostrar cientifica. ao aumento da punição e do encarceramento. ao Federal (STF). é o choro da pessoa”. há presídios. Para o ministro. Para o presidente do IDDD. Demos um pequeno porém praticam crimes de roubo. As audiências de custódia são algo novo. mas em todo o mundo”. Faz uma diferença enorme olhar na tados do país. Augusto Bote. es. por exem. sim. ximo da civilização e mais longe da barbárie. que foi o ministro Ricardo Lewan. fora ou dentro dos traçando um perfil dos presos em flagrante – Quanto às adaptações necessárias. da remoção das algemas como nhecer aquele cidadão que ele vai prender”. já foi pos. que o Judiciário está soltando pessoas perigo. a sociedade Essa foi a conclusão do monitoramento das sas aleatoriamente. tira o caráter pessoal. tódia buscam atacar as causas das mazelas do organizado pelo Instituto de Defesa do Direito nor. pecialmente quando grávidas ou com filhos. não fizermos da dignidade e do respeito a todas rum Criminal da Barra Funda no ano de 2015. avaliou que as audiências de custódia fortale. uma forma de convívio habitual de to- negros. cia dessas pessoas. alto percentual de presos que não sabem do tortura. ná-lo respondendo em liberdade. 206 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 207 . especialmente nos locais mais afas- penal e carcerária para as próximas décadas. têm de parar com a cultura de julgar só todologia. Os juízes precisam ver a cara do sobre os desafios para a consolidação da me- resultados otimistas no tratamento da questão convertidos em liberdade provisória não indica preso. “Esta- de civil associado ao CNJ na implementação só vejo avanços. desanuviar o povo do clima de ódio e de into- plo. a baixa presença de advogados nas dele. ACOMPANHAMENTO PELA SOCIEDADE CIVIL EVENTO EM SÃO PAULO DESTACA AVANÇOS E DESAFIOS DAS AUDIÊNCIAS DE CUSTÓDIA DEBORAH ZAMPIER Agência CNJ de Notícias A s audiências de custódia completa. o ponto mais posi. Para sistema prisional ao oferecer novos instrumentos de Defesa (IDDD). que ocorreram por causa de mais eficaz de enfrentamento dessa realidade mos convencidos de que não desfrutaremos no do projeto. réus que sidente do IDDD lembrou da atenção dife. mas ele. a questão humana”. o ministro Ricardo Lewandowski lem- fevereiro de 2016. “Se olharmos no futuro o índice de reincidên. as audiências de cus- cidade de São Paulo: avanços e desafios” foi teza de que a reincidência vai ser muito me. o fato de 39% dos casos analisados serem de custódia. de custódia servem para caminhar mais pró. Independentemente do tratado normativo. de baixa instrução. as pessoas indistintamente. Presidente da AASP. Tenho cer. mais encarceram no mundo com tendência de Segundo o ministro. evitando prisões cara do cidadão e pensar se consegue imagi. Para ele. nal de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal cultura de que só o encarceramento resolve. é tado estava investindo em políticas voltadas a presença do presidente do Conselho Nacio. contrário de trazer resultados positivos. Ele também reforçou o posicionamen. só no Brasil. disse. com desnecessárias. concluiu. surgida nas últimas décadas. o pre. Oxalá em breve poderemos contribuir para todologia na prática. mesmo nesse 24 horas e nunca por videoconferência. É o cheiro. Encontraram. caminhando para um milhão de presos. precisa lembrar que. brou que o Brasil é o único entre os países que O estudo “As audiências de custódia na mente que só cadeia não funciona. Pesquisadores do IDDD monitora. do incentivo a tornar a linguagem jurídica melhor forma de fazer valer uma decisão é co. Leonardo Sica lem. importante passo na nossa esfera de competên- drogas – e avaliando o funcionamento da me. o Es- audiências de custódia na capital paulista. to para que as audiências sejam realizadas em evento. disse. “As audiências país de uma sensação de paz social enquanto ram quase 700 audiências de custódia no Fó. O advogado ainda dos os brasileiros.

Washington ANEXO I (EUA) TERMO DE ABERTURA DE PROJETO 208 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 209 .

I 210 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 211 . ANEXO .

I 212 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 213 . ANEXO .

ANEXO .I 214 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 215 .

ANEXO .I 216 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 217 .

ANEXO .I 218 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 219 .

ANEXO . DE 15 DE DEZEMBRO DE 2015 220 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 221 .II ANEXO II RESOLUÇÃO 213.

ANEXO .II 222 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 223 .

ANEXO .II 224 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 225 .

ANEXO .II 226 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 227 .

ANEXO - II

228 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 229

ANEXO - II

230 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 231

232 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA 233

234 AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA .