Vous êtes sur la page 1sur 4

Primeiros socorros em queimaduras

Primeiros socorros em queimaduras Cerca de 15% do peso corpóreo de um adulto corresponde a pele,

Cerca de 15% do peso corpóreo de um adulto corresponde a pele, que é o maior órgão do corpo humano. A sua função é proteger o corpo contra infecções, a perda de água e é o principal regulador da temperatura. É também órgão sensorial para o tacto, dor, dando-nos a sensação da temperatura e da pressão exercida sobre ela.

Numa área queimada, temos perda do controle da temperatura, de fluidos orgânicos, de água e da barreira contra infecção.

As queimaduras classificam-se quanto a profundidade em:

  • 1º grau (superficial);

  • 2º grau (parcial);

  • 3º grau (em toda sua espessura). Além da profundidade, uma queimadura é tanto mais grave quanto

maior for a superfície do corpo afectada.

  • Características de uma queimadura do 1º grau:

Vermelhidão de leve a intensa;

A pele fica branca quando pressionamos o local;

Não há formação de bolhas (flictenas);

Presença de ardor e aumento da sensibilidade durante 2 dias;

Num periodo de 3 a 7 dias poderá haver perda da pele.

  • Características de uma queimadura do 2º grau:

Formam-se bolhas;

Ardor intenso;

Área fica sensível ao frio e ao vento.

  • Características de uma queimadura do 3º grau:

Ocorre destruição da pele;

Cor variável (branca, vermelha, preta);

Superfície seca;

Exposição de tecido gorduroso;

Dor ligeira pois as terminações nervosas foram destruídas.

As queimaduras domésticas raramente ultrapassam o 2º grau e ocorrem com maior frequência em acidentes na cozinha.

  • Primeiros socorros a queimaduras de 1º e 2º grau:

Remova a fonte de calor abafando com pano se houver chama ou jogando

água;

Arrefeça imediatamente a área queimada com água fria corrente da torneira, por alguns minutos (este procedimento é fundamental pois a área queimada está aquecida e continua a lesar a pele, podendo aprofundar-se, formando bolhas; quanto mais rapidamente for arrefecida, menos grave será a queimadura);

Retire se possível objectos que armazenem calor, como é o caso de: anéis, colares, brincos, cinto, objectos de metal ou de couro, etc;

Proteja a área queimada com gaze, lenço ou pano limpo;

Transporte para observação médica.

Se a queimadura for do 1º grau (não apresenta bolhas) e não abrange área entre os dedos, face ou genitais e só atinge alguns poucos centímetros quadrados da pele, pode-se fazer curativo com gaze gorda. Caso contrário, procure observação de profissionais de saúde.

Nas queimaduras de 2º grau, em geral as bolhas não devem ser furadas ou rebentadas. Existem algumas excepções, mas esta decisão deve ser tomada por pessoal especializado.

  • Primeiros socorros a queimaduras de 3º grau:

Remova a fonte de calor;

Procure imediatamente atendimento médico.

Nas queimaduras de 3º grau, o arrefecimento com água pode aumentar o risco de infecção pela perda da protecção da pele, não deve ser realizado, excepto para apagar o fogo.

  • Nunca use nas queimaduras do 1º, 2º ou 3º grau:

Pasta de dentes;

Manteiga ou margarina;

Óleos de qualquer tipo;

Pomadas caseiras (sem orientação médica);

Quaisquer outros produtos.

A aplicação de alguns produtos proporcionam uma sensação de alívio. No entanto estes deverão ser removidos para posterior aplicação dos medicamentos necessários. A remoção é um procedimento trabalhoso e doloroso. Pode-se obter a mesma sensação de alívio arrefecendo a área queimada com água corrente por alguns minutos e sem estes inconvenientes.