Vous êtes sur la page 1sur 15

Associação de Futebol de Lisboa

INSTITUIÇÃO DE UTILIDADE PÚBLICA

COMUNICADO OFICIAL

Nº. 138 - 2008/2009

Para conhecimento de todos os Clubes Filiados, Orgãos da


Comunicação Social e demais Entidades interessadas, se comunica o seguinte:

REGULAMENTO PROVAS OFICIAIS


ALTERAÇÕES

Tendo-se realizado a Assembleia Geral Extraordinária de 22 de Junho de


2009, seguem em anexo as alterações aprovadas, as quais entram
imediatamente em vigor.

—˜—˜—˜—˜—˜—

Lisboa, 24 de Junho de 2009

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE LISBOA


A DIRECÇÃO

DIR/mvl
www.afutebollisboa.org direccao@afutebollisboa.org
Rua Nova da Trindade, 2 - 2º. 1249-250 LISBOA - Telf. – 213 224 870 / FAX - 213 224 885
Associação de Futebol de Lisboa

REGULAMENTO DE .PROVAS .OFICIAIS.


FUTEBOL DE ONZE E SETE

CAPITULO I

101 – NOMENCLATURA

101.06 – Nova Redacção – Com efeitos a partir de 01 de Julho de 2008

Caso um Clube dispute uma prova nacional, só poderá participar com


outra equipa da mesma categoria até à I Divisão Distrital “Honra”, não
podendo esta equipa, nesta Divisão, disputar uma 2ª. Fase ou ir à
Final, repescando-se a equipa classificada imediatamente a seguir na
respectiva série.

§ - Se uma prova não tiver 2ª Fase ou Final, considera-se, para


efeitos de acesso às provas da F.P.F., como sendo Campeão,
Vice-Campeão e assim sucessivamente, os clubes melhores
classificados que não possuam equipa a disputar o nacional dessa
categoria.

103 – DOS JOGOS

CLASSIFICAÇÕES E FORMAS DE DESEMPATE

103.02 – Nova Redacção

A classificação geral dos Clubes, que no final das fases ou Provas, a


disputar por pontos, se encontrarem com igual número de pontos,
depende para efeito de desempate, das seguintes disposições,
segundo a seguinte ordem de prioridades:

a) Igual

b) Igual;

1 AFL - RPO – Futebol de Onze e Sete – Alterações aprovadas em Assembleia Geral 22/Junho/2009
c) Igual:

1º.- Igual;
2º - Igual;
2ªA – Novo
Maior numero de golos marcados, na fase em que na altura
estiverem inseridos
3º - Igual;
4º - Igual.
d) Igual

e) Igual;
f) ELIMINAR

103.05 – Nova redacção

Apenas na divisão mais baixa de uma Prova o mesmo Clube, pode


ter duas ou mais equipas, mas em séries diferentes, excepto se a
prova só tiver uma série, e neste caso será autorizada a participação,
sendo permitida apenas a subida de uma delas regida pelo disposto
no ponto 103.06, mas as equipas iniciam a prova a jogar entre si.
§ – No mesmo grupo ou série de qualquer 2ª fase não pode participar
mais de uma equipa do mesmo Clube. Se tal acontecer uma das
equipas será integrada no grupo seguinte, em conformidade com
o Ponto 103.06.

SELECÇÕES DISTRITAIS – NOVO

Sempre que se realizem Torneios ou Jogos em que participem as Selecções


Distritais, as provas da AFL não serão interrompidas, nem os jogadores
convocados, dispensados para jogos oficiais ou particulares.

No entanto, fica reservado aos Clubes que tenham um ou mais jogadores


convocados para aquelas Selecções, o direito se o entenderem de pedir o
adiamento dos encontros que lhes tenham sido marcados para as datas em
que, pelo motivo acima referido, se verifique impossibilidade de poderem
utilizar o(s) seus jogadores seleccionados não sendo exigível o acordo dos
outros Clubes intervenientes, devendo ser realizados de acordo com o ponto
104.03.

Os pedidos terão que ser efectuados no dia imediato à publicação da ultima


convocatória, caso contrário não serão aceites.

2 AFL - RPO – Futebol de Onze e Sete – Alterações aprovadas em Assembleia Geral 22/Junho/2009
104 – MARCAÇÕES

104.02 – ELIMINAR

110 - CAMPO DE JOGOS


110.01.02 - NOVO

A partir da Época 2010 / 2011 inclusivé, as Equipas que disputam o


Campeonato Distrital da I Divisão de Honra de Séniores, ficam obrigados a
realizar os seus jogos em Campos de Relva Natural ou Sintética, não podendo
os jogos desta Divisão ser efectuados noutro tipo de campo

110.01.03 - NOVO

A partir da Época de 2011/2012 inclusivé, as Equipas que disputam o


Campeonato Distrital da I Divisão de Séniores, ficam obrigados a realizar os
seus jogos em Campos de Relva Natural ou Sintética, não podendo os jogos
desta Divisão ser efectuados noutro tipo de campo.

111 - VISTORIAS
111.01 – Nova redacção

A vistoria das instalações desportivas compete à Associação, sendo


da inteira responsabilidade dos Clubes, avisar a mesma, de eventuais
alterações efectuadas depois da vistoria realizada. A Associação
sempre que o achar conveniente, pode efectuar vistorias adicionais.

§ – No inicio de cada época e sempre que ocorram alterações, os


Clubes filiados deverão informar a AFL em documento próprio
(fornecido por esta) sobre as condições dos recintos de jogos a
utilizar em Provas Oficiais.

3 AFL - RPO – Futebol de Onze e Sete – Alterações aprovadas em Assembleia Geral 22/Junho/2009
112 – DOS JOGADORES

112.02 – Nova redacção

Os jogadores dos Clubes com mais de uma equipa no mesmo


escalão, ficam automaticamente vinculados à equipa onde realizaram
o seu primeiro jogo da 2ª. volta ou da 2ª. fase conforme a que
primeiro ocorrer.

112.02.01 – Novo

É permitido a um Clube que tenha duas ou mais equipas do mesmo


escalão em divisões diferentes, utilizar os jogadores do escalão da
divisão inferior no escalão superior.

113 A - Novo

MASSAGISTAS
OBRIGATORIEDADE DE INSCREVER MASSAGISTAS

Os Clubes participantes em competições oficiais de Futebol de Sete e Onze,


organizados pela AFL, devem obrigatoriamente dispor nos seus quadros, de
um Massagista habilitado com o referido curso ou equivalência, o qual deverá
constar da Ficha Técnica e estar presente no jogo.

Fase Transitória – Para a Época de 2010/2011 é obrigatório que os Clubes


participantes nas Provas das Divisões de Honra e Séniores cumpram esta
norma, quando jogam na qualidade de visitados.

No início de cada época, a AFL poderá estabelecer normas transitórias, que


serão publicadas no Comunicado Oficial Nº 1, para suprir dificuldades
decorrentes da aplicação das regras acima mencionadas.

114 - DOS TREINADORES

114.06 – Nova redacção

Os Clubes são obrigados a indicar na ficha técnica o Treinador da


equipa que seja o responsável técnico desse jogo, bem como o
respectivo nível de habilitação, mas o treinador deverá estar presente
no jogo.
4 AFL - RPO – Futebol de Onze e Sete – Alterações aprovadas em Assembleia Geral 22/Junho/2009
114.06 A – NOVO

Um treinador só pode exercer funções num só clube

CAPÍTULO III

ORGANIZAÇÃO FINANCEIRA

119 – COMPETÊNCIA

119.01.01 - NOVO

Em todos os jogos das Provas Distritais é da responsabilidade do Clube


visitado, ou como tal considerado, requisitar as forças da ordem (PSP ou
GNR), excepto os jogos realizados em campo neutro ou finais numa só
mão cuja responsabilidade é da AFL.

B - REGULAMENTO ESPECIFICO DE PROVAS


CAPITULO VI

701 - SUPER TAÇA ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE LISBOA

701.01.03 – Nova redacção

A Super Taça da AFL, será disputada num só jogo em campo relvado natural
ou sintético, a indicar pela AFL,

FASE TRANSITÓRIA

Ascendem ao Campeonato Distrital de Juniores “D” da I Divisão os 28 clubes


melhores classificados da presente época

1701 – NOVO

CAMPEONATO DISTRITAL DE JUNIORES “D” DA I DIVISÃO


FUTEBOL DE ONZE

1701.01 – DA ORGANIZAÇÃO TÉCNICA

5 AFL - RPO – Futebol de Onze e Sete – Alterações aprovadas em Assembleia Geral 22/Junho/2009
1701.01.01 – Este Campeonato será disputado por pontos e nele participarão
28 clubes, divididos em séries, a elaborar tendo em conta a sua
situação geográfica de todos os clubes participantes.

1701.01.02 – Os jogos são efectuados aos sábados de tarde.

1701.01.03 – Descem automaticamente ao Campeonato Distrital de Juniores


“D” da II Divisão oito clubes

1701.02- FORMAS DE DESEMPATE

1701.02.01 – Se houver equipas empatadas proceder-se-á em conformidade


com o estabelecido no nº. 103.02 e suas alíneas do Regulamento
Geral Parte A do RPO.

1701.03 – DOS PRÉMIOS

1701.03.01 – A AFL instituirá uma Taça e 25 Medalhas para cada um dos


vencedores de série.

1701.03.02 – A AFL poderá fornecer medalhas em número superior ao


estabelecido, mediante pagamento, desde que solicitado por
escrito.

1701 A –NOVO

CAMPEONATO DISTRITAL DE JUNIORES “D” DA II DIVISÃO


FUTEBOL DE ONZE

1701.01 – DA ORGANIZAÇÃO TÉCNICA

1701.01.01 – Este Campeonato é disputado por todos os Clubes filiados que se


inscrevam.

1701.01.02 – Os jogos são efectuados aos sábados de tarde.

1701.01.03 – O sistema deste Campeonato será estabelecido em função do


número de concorrentes.

1701.01.04 – Sobem oito clubes ao Campeonato Distrital de Juniores “D” da I


Divisão.

6 AFL - RPO – Futebol de Onze e Sete – Alterações aprovadas em Assembleia Geral 22/Junho/2009
1701.02 – FORMAS DE DESEMPATE

1701.02.01 – Se houver equipas empatadas proceder-se-á em conformidade


com o estabelecido no nº. 103.02 e suas alíneas do Regulamento
Geral Parte A do RPO.

1701.03 – DOS PRÉMIOS

1701.03.01 – A AFL instituirá uma Taça e 25 medalhas para cada vencedor de


Série.

1701.03.02 - A AFL poderá fornecer Medalhas em número superior ao


estabelecido, mediante pagamento, desde que solicitado por
escrito.

CAPITULO XXIII

2401 - CAMPEONATO DISTRITAL DE JUNIORES “E”

FUTEBOL DE SETE

2401.01 – DA ORGANIZAÇÃO TÉCNICA

2401.01.01 – Nova redacção

O Campeonato de Juniores “E” é segmentado em três escalões


etários, de acordo com o ano de nascimento dos jogadores:

Juniores “E 1”, jogadores nascidos no primeiro ano, Juniores “E


2”, jogadores nascidos no segundo ano e Juniores “E 3”,
jogadores nascidos no terceiro ano, que serão considerados
como jogadores inscritos em escalões diferentes.

2401.01.01.01 – NOVO

Os Clubes só com uma equipa participam no escalão do


jogador com mais idade.

*”*”*”*”*”*”*”*”*”*”*

7 AFL - RPO – Futebol de Onze e Sete – Alterações aprovadas em Assembleia Geral 22/Junho/2009
Associação de Futebol de Lisboa

REGULAMENTO.PROVAS.OFICIAIS.
FUTSAL

A – REGULAMENTO GERAL

5101 – NOMENCLATURA

5519 - Eliminar

5101.03 – Nova redacção

Os Clubes de Futsal, participantes nos Campeonatos Distritais da I


Divisão de “Honra” e I Divisão de Seniores, terão obrigatoriamente,
sob pena de ser penalizados de acordo com o Artº 46 A do RD, que
participar com uma equipa em toda a época desportiva, numa das
seguintes categorias:
Juniores “A”, Juniores “B”, Juniores “C”, Juniores “D”, Juniores “E” ou
Seniores Feminino
§- Excepto Estabelecimentos de Ensino Universitários e, ainda, aos
Clubes que o requeiram para a primeira época de permanência na
I Divisão Distrital.

5103 – Dos Jogos

5103.02 – Nova redacção

a) Igual
b) Igual
c) Igual

1º. - Igual
2º. – Igual

Novo:

Maior número de golos marcados, na fase em que na


altura estão inseridos;

3º. – Igual

1 AFL - RPO – Futsal – Alterações aprovadas em Assembleia Geral 22/Junho/2009


4º. – Nova redacção
Se terminado o tempo regulamentar, o empate ainda
subsistir será o jogo prolongado por dez minutos, divididos
em duas partes de cinco minutos cada sem intervalo mas
com mudança de campo.

Findo o tempo regulamentar, sem vencedor apurado,


proceder-se-á à marcação de pontapés da marca de grande
penalidade de acordo com as leis de jogo.
d) Igual
e) Igual
f) ELIMINAR

5103.05 – Nova redacção


Apenas no escalão mais baixo de uma Prova o mesmo Clube, pode
ter duas ou mais equipas, mas em séries diferentes, excepto se a
prova só tiver uma série, e neste caso será autorizada a participação,
sendo permitida apenas a subida de uma delas regida pelo disposto
no ponto 5103.06, mas as equipas iniciam a prova a jogar entre si.
§ – No mesmo grupo ou série de qualquer 2ª fase não pode participar
mais de uma equipa do mesmo Clube. Se tal acontecer uma das
equipas será integrada no grupo seguinte, em conformidade com o
Ponto 5103.06.

5104 - MARCAÇÕES

5104.02 – ELIMINAR

5104.03 –
Alínea C- Nova
As deliberações do Conselho de Disciplina relativamente a nova
marcação, complemento de jogo ou outras similares, têm um prazo
máximo de quinze dias para serem cumpridas.

5104.14 A - Novo
Não são permitidas alterações ao calendário de jogos que tenham
reflexo nas duas ultimas jornadas, observando-se o que se
encontra estipulado nos Pontos 5106 e 5104.15.

2 AFL - RPO – Futsal – Alterações aprovadas em Assembleia Geral 22/Junho/2009


5104.16- Nova redacção
No entanto, quanto aos jogos da última jornada, a Associação
poderá excepcionalmente autorizar a alteração do dia e/ou hora, se
não houver problemas classificativos, quer para os clubes
directamente interessados quer para terceiros, de acordo com o
Ponto 5106.

5104 A – SELECÇÕES DISTRITAIS - NOVO

Sempre que se realizem Torneios ou Jogos em que participem as Selecções


Distritais, as provas da AFL não serão interrompidas, nem os jogadores
convocados dispensados para jogos oficiais ou particulares.
No entanto, fica reservado aos Clubes que tenham um ou mais jogadores
convocados para aquelas Selecções, o direito, se o entenderem, de pedir o
adiamento dos encontros que lhes tenham sido marcados para as datas em
que, pelo motivo acima referido, se verifique a impossibilidade de poderem
utilizar o(s) seus jogadores seleccionados, não sendo exigível o acordo dos
outros Clubes intervenientes. Os jogos adiados deverão ser realizados de
acordo com ponto 5104.03.
Os pedidos de adiamento terão que ser efectuados o mais tardar no dia
imediato à publicação da última convocatória, caso contrário não serão aceites.

5108 – DURAÇÃO DOS JOGOS

5108.02 – Nova redacção


Os jogos de Seniores, Juniores “A”, Juniores “B” (Juvenis) e
Juniores “C” (Iniciados), terão a duração de 40 minutos divididos
em duas partes de 20 minutos cada, separadas por um intervalo
que não pode exceder os 10 minutos.

5108.03 – Nova redacção


Os jogos de Juniores “D” (Infantis) e Juniores “E” (Escolas) terão a
duração de 30 minutos, divididos em duas partes de 15 minutos
cada, separadas por um intervalo que não pode exceder os 10
minutos.

5111 - VISTORIAS

5111.01 – Nova redacção


A vistoria das instalações desportivas compete à Associação,
sendo da inteira responsabilidade dos Clubes, avisar a mesma, de
3 AFL - RPO – Futsal – Alterações aprovadas em Assembleia Geral 22/Junho/2009
eventuais alterações efectuadas depois da vistoria realizada. A
Associação sempre que o achar conveniente, pode efectuar
vistorias adicionais.

5111.02– Novo

No inicio de cada época ou sempre que ocorram alterações, os


clubes filiados deverão informar a AFL em documento próprio,
fornecido por esta, sobre as condições dos Pavilhões e/ou Recintos
cobertos a utilizar em Provas Oficiais.

5112 – Dos Jogadores

5112.10 – Nova redacção

Os jogadores dos Clubes com mais de uma equipa no mesmo


escalão, ficam automaticamente vinculados à equipa onde
realizaram o seu primeiro jogo da 2ª. Volta ou da 2ª. Fase conforme
a que primeiro ocorrer.

5112.11 – Novo

É permitido a um Clube que tenha duas ou mais equipas do mesmo


escalão em divisões diferentes, utilizar os jogadores do escalão de
divisão inferior no escalão de divisão superior.

5113 A - MASSAGISTAS - Novo

(OBRIGATORIEDADE DE INSCREVER MASSAGISTAS)

Os Clubes participantes em competições oficiais de Futsal,


organizados pela AFL, devem obrigatoriamente dispor nos seus
quadros e por categoria, de um Massagista habilitado com o referido
curso ou equivalência, o qual deverá constar da Ficha do jogo e
estar presente no jogo.

Fase Transitória – Para a Época de 2010/2011 é obrigatório que os


Clubes participantes nas Provas das Divisões de Honra e Séniores
cumpram esta norma, quando jogam na qualidade de Clube visitado.

A AFL poderá, no início de cada época, estabelecer normas


transitórias, que serão publicadas no Comunicado Oficial Nº 1, para
suprir dificuldades decorrentes da aplicação das regras acima
mencionadas.

4 AFL - RPO – Futsal – Alterações aprovadas em Assembleia Geral 22/Junho/2009


5114 – Dos treinadores

5114.06 – Nova redacção

Os Clubes são obrigados a indicar na ficha técnica o Treinador da


equipa que seja o responsável técnico desse jogo, bem como o
respectivo nível de habilitação, mas o treinador deverá estar presente
no jogo.

5114.02.01 - Novo

Um treinador só pode exercer funções num só clube.

5117 A – Dos Cronometristas – Novo

5117 A – 01 - O Cronometrista tem a responsabilidade de controlar o tempo de


jogo, os tempos de paragem, as faltas das equipas e o tempo de
exclusão dos jogadores excluídos.

5117 A – 02 – Caso o quadro electrónico não esteja funcional, então, o


Cronometrista informará os responsáveis de ambas as equipas sobre
o tempo de jogo ou quanto tempo resta, especialmente durante as
paragens de tempo de jogo;

5117 A – 03 – Caso o quadro electrónico não tenha buzina, o Cronometrista


assumirá a responsabilidade por dar o sinal do primeiro tempo e o
final do jogo;

5117 A – 04 – Caso o quadro electrónico não indique os tempos de exclusão,


ou o número de faltas, essa função caberá ao Cronometrista que
exibirá um cartão na mesa.

5119.01.01- Novo

Em todos os jogos das Provas Distritais é da responsabilidade do


Clube visitado, ou como tal considerado, requisitar as forças da
ordem (PSP ou GNR), excepto os jogos realizados em campo neutro
ou finais numa só mão cuja responsabilidade é da AFL.

5119.05 – Nova redacção


Nos jogos realizados em campo neutro e com entrada grátis, ao
Clube proprietário do campo, será paga a importância relativa ao
aluguer do campo, conforme valor em vigor para cada época.

5 AFL - RPO – Futsal – Alterações aprovadas em Assembleia Geral 22/Junho/2009


B – Regulamento Especifico de Provas
MASCULINO

CAPÍTULO XIX - ELIMINAR

CAPITULO I

5501 - CAMPEONATO DISTRITAL DA I DIVISÃO “HONRA”

5501.01 – DA ORGANIZAÇÃO TÉCNICA


5501.01.01 – Nova redacção
Este Campeonato será disputado por pontos, em duas voltas e
nele participarão 16 Clubes, que jogarão entre si duas vezes, uma
das quais no respectivo Pavilhão e/ou Recinto Coberto, o qual
deverá obrigatoriamente ter instalado e operacional, um Marcador
Electrónico.

CAPITULO IV

5504 - CAMPEONATO DISTRITAL DA III DIVISÃO

5504.02 – FORMAS DE DESEMPATE

5504.02.02 – Nova redacção

Caso haja final, e no fim do tempo regulamentar deste jogo, se


verificar uma igualdade, proceder-se-á da seguinte forma:

a) Será o jogo interrompido durante cinco minutos e, depois


prolongado por mais dez minutos, divididos em duas partes de
cinco minutos cada, sem intervalo, mas com mudança de
campo.

b) Se findo este prolongamento o empate subsistir, apurar-se-á o


vencedor através da marcação de pontapés da marca da grande
penalidade, de acordo com as “Leis de Jogo”.

CAPITULO V

5505 - TAÇA AFL

(I HONRA, I, II E III DIVISÕES DISTRITAIS)

6 AFL - RPO – Futsal – Alterações aprovadas em Assembleia Geral 22/Junho/2009


5505.02 – FORMAS DE DESEMPATE

5505.02.01 – Nova redacção

Se no final do tempo regulamentar dos jogos desta Prova, se


verificar uma igualdade proceder-se-á da seguinte forma:

a) Serão os jogos interrompidos durante cinco minutos e, depois


prolongados por mais dez minutos, divididos em duas partes
de cinco minutos cada, sem intervalo, mas com mudança de
campo.

b) Se findo este prolongamento o empate subsistir, apurar-se-á o


vencedor através da marcação de pontapés da marca da
grande penalidade, de acordo com as “Leis de Jogo”.

CAPITULO VI

5506 - SUPERTAÇA AFL

5506.01 – DA ORGANIZAÇÃO TÉCNICA


5506.01.04 – ELIMINAR
5506.02 – FORMAS DE DESEMPATE
5506.02.01 – NOVA REDACÇÃO
Se no final do tempo regulamentar do jogo desta Prova, se
verificar uma igualdade proceder-se-á da seguinte forma:

a) Será o jogo interrompido durante cinco minutos e, depois


prolongados por mais dez minutos, divididos em duas partes
de cinco minutos cada, sem intervalo, mas com mudança de
campo.

b) Se findo este prolongamento o empate subsistir, apurar-se-á


o vencedor através da marcação de pontapés da marca da
grande penalidade, de acordo com as “Leis de Jogo”.

CAPITULO XIX – ELIMINAR

5519 – ELIMINAR

*”*”*”*”*”*”*”*”*”*”*”*”*”*

7 AFL - RPO – Futsal – Alterações aprovadas em Assembleia Geral 22/Junho/2009