Vous êtes sur la page 1sur 3

Ministério da Educação

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ


Campus Curitiba

PLANO DE ENSINO
Arquitetura e Urbanismo.
Bacharelado em Química - Ênfase Química Ambiental.
Engenharia de Computação.
Engenharia de Produção Civil.
Engenharia Industrial Elétrica - Ênfase Automação.
CURSOS MATRIZ (SA)
Engenharia Industrial Elétrica - Ênfase Eletrônica/Telecomunicações.
Engenharia Industrial Elétrica - Ênfase Eletrotécnica.
Engenharia Industrial Mecânica.
Licenciatura em Física.
Licenciatura em Química.

Conforme Resolução do COEPP que aprovou a Matriz Curricular ou Resoluções posterio-


FUNDAMENTAÇÃO LEGAL
res relativas à Disciplina / Unidade Curricular (SA).

DISCIPLINA/UNIDADE CURRICULAR CÓDIGO CARGA HORÁRIA (horas)


Teórica Prática Total
Matemática 1: Álgebra Linear e Geometria Analítica. MA61B
90 0 90

PRÉ-REQUISITO Sem Pré-Requisitos.


EQUIVALÊNCIA MA31K, K1D040.

OBJETIVO
Desenvolver o raciocínio matemático e possibilitar aos educandos o domínio de técnicas de Álgebra Linear e de Geo-
metria Analítica visando sua aplicação na análise e resolução de problemas da área de Ciências e de Engenharias.

EMENTA
1 Sistemas de Coordenadas.
2 Matrizes.
3 Sistemas de Equações Lineares.
4 Álgebra Vetorial.
5 Produto de Vetores.
6 Estudo Analítico da Reta e do Plano.
7 Espaços Vetoriais.
8 Transformações Lineares.
9 Autovalores e Autovetores.
10 Espaço com Produto Interno.
11 Cônicas e Quádricas.

ITEM EMENTA CONTEÚDO


1.1 Coordenadas Cartesianas.
1.2 Coordenadas Polares.
1.3 Coordenadas Cilíndricas.
1.4 Coordenadas Esféricas.
1 Sistemas de Coordenadas.
1.5 Relações entre Coordenadas Cartesianas e Polares.
1.6 Relações entre Coordenadas Cartesianas e Cilíndricas.
1.7 Relações entre Coordenadas Cartesianas e Esféricas.
1.8 Relações entre Coordenadas Esféricas e Cilíndricas.
2.1 Definição de Matrizes.
2.2 Tipos de Matrizes.
2.3 Operações Linhas e Colunas de uma Matriz.
2 Matrizes. 2.4 Definição de Determinante.
2.5 Métodos de Cálculo dos Determinantes.
2.6 Propriedades Gerais dos Determinantes.
2.7 Matrizes Inversíveis.
3.1 Definição de Sistemas de Equações Lineares.
3 Sistemas de Equações Lineares.
3.2 Existência e Unicidade de Soluções.
Revisado por: Carlos Magno Corrêa Dias Data: 03/02/2009
Aprovado por: Coordenação de Curso Vigora a partir de: Primeiro Semestre de 2009
FORMULÁRIO UNIFICADO / GERÊNCIA DE ENSINO
3.3 Discussão de Sistemas.
3.4 Equivalência de Sistemas de Equações Lineares.
3.5 Resolução de Sistemas de Equações Lineares por Escalonamento.
4.1 Segmentos Orientados.
4.2 Definição de Vetor.
4 Álgebra Vetorial. 4.3 Propriedades Algébricas dos Vetores.
4.4 Multiplicação de Vetor por Escalar.
4.5 Expressão Cartesiana dos Vetores.
5.1 Produto Interno.
5.2 Exemplos de Produto Interno.
5.3 Norma, Distância e Ângulos.
5.4 Ortogonalidade.
5.5 Produto Vetorial entre Vetores (no plano e no espaço).
5 Produto de Vetores. 5.6 Propriedades do Produto Vetorial.
5.7 Área do Paralelogramo.
5.8 Produto Misto.
5.9 Propriedades do Produto Misto.
5.10 Volume de um Paralelepípedo.
5.11 Duplo Produto Vetorial.
6.1 Estudo do Plano.
6.2 Plano determinado por um Ponto e dois Vetores.
6.3 Equação Vetorial do Plano.
6.4 Equações Paramétricas do Plano.
6.5 Equação Geral do Plano.
6.6 Equações Simétricas do Plano.
6.7 Equação Normal.
6.8 Equação Segmentária.
6.9 Plano determinado por três Pontos.
6.10 Coplanariedade de quatro Pontos.
6.11 Planos Paralelos.
6.12 Interseção de Planos.
6.13 Posições Relativas de dois Planos.
6.14 Equações Paramétrica e Vetorial da Reta no Espaço.
6 Estudo Analítico da Reta e do Plano. 6.15 Equações Reduzidas da Reta no Espaço.
6.16 Equação da Normal.
6.17 Reta que passa por dois Pontos no Espaço.
6.18 Condição de Alinhamento de três Pontos.
6.19 Retas Paralelas.
6.20 Posições Relativas entre duas Retas.
6.21 Posições Relativas entre Pontos, Retas e Planos.
6.22 Ângulos e Distâncias.
6.23 A Reta no Plano.
6.24 Equação Vetorial da Reta no Plano.
6.25 Equações Paramétricas da Reta no Plano.
6.26 Equação Geral da Reta no Plano.
6.27 Reta que passa por dois Pontos do Plano.
6.28 Retas Paralelas no Plano.
6.29 Seção de Retas no Plano.
7.1 Definição de Espaços Vetoriais.
7.2 Exemplos de Espaços Vetoriais.
7.3 Definição de Subespaços Vetoriais.
7.4 Interseção e Soma de Subespaços Vetoriais.
7.5 Subespaços Gerados.
7.6 Dependência Linear.
7 Espaços Vetoriais.
7.7 Base e Dimensão.
7.8 Coordenadas de Vetores.
7.9 Mudança de Bases.
7.10 Produtos Internos.
7.11 Espaço com Produto Interno.
7.12 Processo de Ortogonalização de Gram-Schmidt.
8.1 Definição de Transformações Lineares.
8.2 Exemplos de Transformações Lineares.
8.3 Núcleo e Imagem de uma Transformação Linear.
8 Transformações Lineares. 8.4 Transformações Inversíveis.
8.5 Isomorfismos.
8.6 Representação Matricial.
8.7 Semelhança de Matrizes.

Revisado por: Carlos Magno Corrêa Dias Data: 03/02/2009


Aprovado por: Coordenação de Curso Vigora a partir de: Primeiro Semestre de 2009
FORMULÁRIO UNIFICADO / GERÊNCIA DE ENSINO
9.1 Definição.
9 Autovalores e Autovetores. 9.2 Determinação de Autovalores e Autovetores.
9.3 Diagonalização.
10.1 Introdução.
10.2 Ortogonalidade.
10.3 Ortogonalização de Gram-Schmidt.
10 Espaço com Produto Interno.
10.4 Matrizes Ortogonais e Unitárias.
10.5 Mudança de Bases Ortonormais.
10.6 Diagonalização e Formas Canônicas nos Espaços Unitários.
11.1 Formas Bilineares.
11.2 Formas Quadráticas.
11 Cônicas e Quádricas.
11.3 Formas Hermitianas.
11.4 Estudo das Cônicas e Quádricas.

REFERÊNCIAS
Referências Básicas:
BOLDRINI, J. L. et al. Álgebra linear. São Paulo: Harper & Row do Brasil, 1980.
LIPSCHUTZ, S. Álgebra linear. São Paulo: McGraw-Hill do Brasil, 1972.
STEINBRUCH, A. e WINTERLE, P. Introdução à álgebra linear. São Paulo: McGraw-Hill do Brasil, 1990.
Referências Complementares:
BOULOS, P. e CAMARGO, I. de. Geometria analítica: um tratamento vetorial. São Paulo: McGraw-Hill, 1987.
CALLIOLI, C. A. et al. Álgebra linear e aplicações. São Paulo: Atual, 1990.
HOFFMAN, K.; KUNZE, R. A. Álgebra linear. Madrid: Prentice-Hall Internacional, 1973.
KOLMAN, B.; HILL, R. Introdução à Álgebra Linear com Aplicações. 6ª ed. Rio de Janeiro: Prentice-Hall do Bra-
sil, 1998.
VALLADARES, R. J. C. Geometria Analítica do Plano e do Espaço. Rio de Janeiro: LTC - Livros Técnicos e Cientí-
ficos, 1990.

Sistema de Avaliação:
Conforme estabelecido no Regulamento Didático-Pedagógico do correspondente Curso e de acordo com o Plano de
Aula do Professor da Disciplina.
Observações Gerais:
A aprovação nas disciplinas dar-se-á por média ou com exame final.
§ 1º – Considera-se, para todos os efeitos, a Média Parcial (MP) como a média aritmética de duas ou quatro notas par-
ciais, dependendo do regime letivo ser semestral ou anual respectivamente, e cada Nota Parcial (NP) como sendo
resultante de pelo menos uma avaliação prevista no plano de ensino de cada disciplina.
§ 2º – Considerar-se-á aprovado por média, o aluno que tiver freqüência igual ou superior a 75% (setenta e cinco por
cento) e média parcial igual ou superior a 7,0 (sete), consideradas toda as avaliações previstas no plano de ensino da
disciplina, calculada pela seguinte expressão:
MP = ( (Σ NP ) / n ) ≥ 7,0;
onde: MP = média parcial; NP = nota parcial; n = número de notas parciais.
§ 3º – A Média Final do aluno aprovado por média será igual à sua Média Parcial.
§ 4º – O aluno com Média Parcial inferior a 4,0 (quatro) e/ou com freqüência inferior a 75% (setenta e cinco por cento),
será considerado reprovado na disciplina.
§ 5º – O aluno com Média Parcial igual ou superior a 4,0 (quatro), com freqüência igual ou superior a 75% (setenta e
cinco por cento) e que não tenha sido aprovado por média terá direito a prestar exame final.
§ 6º – No caso do parágrafo anterior, considerar-se-á aprovado com exame final, o aluno que tiver freqüência igual ou
superior a 75% e obtiver Média Final (MF) igual ou superior a 5,0 (cinco), calculada pela seguinte expressão; qual seja:
MF = ( ( MP + EF ) / 2 ) ≥ 5,0;
onde: MF = média final; MP = média parcial; e, EF = exame final.

Revisado por: Carlos Magno Corrêa Dias Data: 03/02/2009


Aprovado por: Coordenação de Curso Vigora a partir de: Primeiro Semestre de 2009
FORMULÁRIO UNIFICADO / GERÊNCIA DE ENSINO