Vous êtes sur la page 1sur 35

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL

Prof esp Dayanna Giffone

Nutricionista CRN 13243 Pós-graduada em nutrição clínica e funcional

Pós-graduada em nutrição aplicada a estética

Pós-graduanda nutrição e exercício aplicado a prevenção e ao tratamento

de doenças (fisiopatologia humana)

Nutricionista vegetariana com amor

CONTEÚDO DA DISCIPLINA

CONTEÚDO DA DISCIPLINA Apresentação da Disciplina + Cronograma + Bibliografia utilizada Conteúdo Avaliação do

Apresentação da Disciplina + Cronograma + Bibliografia utilizada Conteúdo

Avaliação do estado nutricional da população

Inquéritos de consumo alimentar

- etapas do inquérito de consumo

- Família

Etapas do inquérito de consumo e orientação para o exercício

Recordartório 24h (individual).

Tabulação dos dados. Elaboração do relatório

Avaliação do estado nutricional em crianças

- Avaliação do estado nutricional

- Análise dos dados e diagnósticos nutricional da criança

Exercício

Avaliação do estado nutricional em adultos

- Avaliação do estado nutricional

- Análise dos dados e diagnósticos nutricional do adulto

Exercício prático

Avaliação do estado nutricional em gestantes

- Avaliação do estado nutricional

- Análise dos dados e diagnósticos nutricional da gestante

Exercício

Avaliação do estado nutricional do idoso

- Avaliação do estado nutricional

- Análise dos dados e diagnósticos nutricional do idoso

Exercício

BIBLIOGRAFIA UTILIZADA DE LIVROS

BIBLIOGRAFIA UTILIZADA DE LIVROS - Rossi, Luciana; Caruso, Lúcia; Galente, Andrea Polo. Avaliação Nutricional Novas

- Rossi, Luciana; Caruso, Lúcia; Galente, Andrea Polo. Avaliação Nutricional Novas Perspectivas. Editora Roca, 2009.

- L. KATHELEN MAHAN, SYLVIA ESCOTT- STUMP. ALIMENTOS NUTRIÇÃO E

DIETOTERAPIA. 12 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010. - Chemin S. da Silva, Sandra; Mura, Pereira D’Arc Joana. Tratado de ALIMENTAÇÃO, NUTRIÇÃO E DIETOTERAPIA. 2 ed. São Paulo: Roca, 2013. - Tirapegui, Julio; Ribeiro, Sandra Maria Lima. AVALIAÇÃO NUTRICIONAL Teoria e prática. 1 ed. Guanabara Koogan, 2009.

-

Julio; Ribeiro, Sandra Maria Lima. AVALIAÇÃO NUTRICIONAL – Teoria e prática. 1 ed. Guanabara Koogan, 2009.
Julio; Ribeiro, Sandra Maria Lima. AVALIAÇÃO NUTRICIONAL – Teoria e prática. 1 ed. Guanabara Koogan, 2009.
Julio; Ribeiro, Sandra Maria Lima. AVALIAÇÃO NUTRICIONAL – Teoria e prática. 1 ed. Guanabara Koogan, 2009.
Julio; Ribeiro, Sandra Maria Lima. AVALIAÇÃO NUTRICIONAL – Teoria e prática. 1 ed. Guanabara Koogan, 2009.

AVALIAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL NA

AVALIAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL NA POPULAÇÃO

POPULAÇÃO

AVALIAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL NA POPULAÇÃO
AVALIAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL NA POPULAÇÃO
AVALIAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL NA POPULAÇÃO

ESTADO NUTRICIONAL

ESTADO NUTRICIONAL “É o grau pelo qual a necessidade fisiológica de nutrientes do indivíduo está sendo

“É o grau pelo qual a necessidade fisiológica de

nutrientes do indivíduo está sendo atendida

através do alimento que ele está ingerindo”.

(Mahan, 1998)

“É o estado de equilíbrio do indivíduo entre

a ingestão e o gasto ou necessidade de

nutrientes”(Mahan, 1998)

“Condição de saúde de um indivíduo, influenciada pelo

consumo de nutrientes, identificada pela correlação de

informações obtidas de estudos físicos, bioquímicos, clínicos e dietéticos”(Vasconcelos, 2000)

“O estado resultante do equilíbrio entre suprimento de

nutrientes e o gasto do organismo do outro” (Vasconcelos,

2000)

COMO DETERMINAR O ESTADO NUTRICIONAL

COMO DETERMINAR O ESTADO NUTRICIONAL
COMO DETERMINAR O ESTADO NUTRICIONAL

OUTROS FATORES QUE DETERMINAM O ESTADO

OUTROS FATORES QUE DETERMINAM O ESTADO NUTRICIONAL  Fatores econômicos (renda)  Fatores sociais (hábitos,

NUTRICIONAL

OUTROS FATORES QUE DETERMINAM O ESTADO NUTRICIONAL  Fatores econômicos (renda)  Fatores sociais (hábitos,

Fatores econômicos (renda)

Fatores sociais (hábitos, modismos, estéticos, mídia, colegas, etc.)

Fatores culturais (descendência, costumes)

Fatores religiosos (mitos, tabus, crenças)

Fatores psicológicos (necessidade, prazer,

desconforto, insegurança)

Fatores fisiopatológicos

DIAGNÓSTICO NUTRICIONAL

DIAGNÓSTICO NUTRICIONAL

OBJETIVO DA AVALIAÇÃO NUTRICIONAL

OBJETIVO DA AVALIAÇÃO NUTRICIONAL  Identificar distúrbios e riscos nutricionais  Mensurar a gravidade dos

Identificar distúrbios e riscos nutricionais

Mensurar a gravidade dos distúrbios Traçar a conduta nutricional Identificar a terapia nutricional apropriada Monitorar a eficácia destas intervenções

QUEM PODE FAZER AVALIAÇÃO NUTRICIONAL

QUEM PODE FAZER AVALIAÇÃO NUTRICIONAL  De acordo com a lei no. 8234/91 do Ministério do

De acordo com a lei no. 8234/91 do Ministério do Trabalho, que regulamenta a

profissão, é da atribuição do nutricionista a realização da avaliação nutricional na

prática, estabelecendo um diagnóstico nutricional

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL MÉTODOS DIRETOS

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL – MÉTODOS DIRETOS

Clínico (exame físico)

Deve ser realizado de maneira sequencial e organizada, avaliando todos os sistemas

corporais da cabeça ao pés (cabeça e pescoço, sistema cardiopulmonar,

gastrintestinal, urinário, músculo-esquelético e

neurológico)

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL MÉTODOS DIRETOS

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL – MÉTODOS DIRETOS  Exames laboratoriais (Bioquímico) Método objetivo Fornece dados

Exames laboratoriais (Bioquímico)

Método objetivo

Fornece dados sobre compartimentos visceral e somático do corpo Baseia-se em sinais e sintomas para avaliar o

estado metabólico Principais exames: urina, reserva de proteínas, vitaminas e minerais, entre outros

- Testes clínicos de rotina

Hemograma completo Urinálise

- Para desnutrição proteico-calórica

Albumina

Trasferrina

Pré-albumina

Proteína ligadora de retinol

Creatinina

Proteína C Reativa

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL MÉTODOS DIRETOS

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL – MÉTODOS DIRETOS

Antropométricos Método objetivo; Avalia dimensões corporais;

Utiliza dados numéricos e valores de referência

 Antropométricos Método objetivo; Avalia dimensões corporais; Utiliza dados numéricos e valores de referência

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL MÉTODOS INDIRETOS

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL – MÉTODOS INDIRETOS  Socioeconômico Exemplos: - Capacidade de comprar seu próprio

Socioeconômico

Exemplos:

- Capacidade de comprar seu próprio alimento

- Se a pessoa se alimenta sozinho

- Limitações físicas ou mentais

- Dependência de drogas (fumo, álcool, drogas)

- Condições de moradias

- Valores culturais, crenças, religiões, rituais,

visões sobre saúde, educação, etc

- Estado civil, idade, sexo, profissão, entre outros

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL MÉTODOS INDIRETOS

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL – MÉTODOS INDIRETOS  Alimentação ou história dietética Utilizada para identificar o

Alimentação ou história dietética

Utilizada para identificar o padrão de ingestão alimentar do

indivíduo, exemplos:

» Hábito alimentar (frequência, tipo, horário, quantidade,

etc.);

» Alimentos prediletos, alimentos excluídos;

» Alergias, aversões e intolerâncias alimentares;

» Ingestão hídrica;

» Local em que se realizam as refeições (restaurante, casa)

» Inquéritos alimentares (R24, QFA, entre outros)

E NO ATENDIMENTO DO NUTRICIONISTA

E NO ATENDIMENTO DO NUTRICIONISTA

GRATIDÃO A TODOS

GRATIDÃO A TODOS
GRATIDÃO A TODOS

REFERÊNCIAS UTILIZADAS

REFERÊNCIAS UTILIZADAS - Mussoi, Thiago Durand. Avaliação nutricional na prática clínica: Da gestação ao

- Mussoi, Thiago Durand. Avaliação nutricional na

prática clínica: Da gestação ao envelhecimento. 1

ed. GBK, 2014.

- Tirapegui, Julio; Ribeiro, Sandra Maria Lima. AVALIAÇÃO NUTRICIONAL Teoria e prática. 1

ed. Guanabara Koogan, 2009.

- L. KATHELEN MAHAN, SYLVIA ESCOTT- STUMP. ALIMENTOS NUTRIÇÃO E

DIETOTERAPIA. 12 ed. Rio de Janeiro: Elsevier,

2010.