Vous êtes sur la page 1sur 6

24 Horas pelo Combate à Pobreza e à Exclusão Social*

06 de Outubro de 2010

‘24 Horas pelo Combate à Pobreza e Exclusão Social’

6 de Outubro 2010
reúne ONG’s no combate à pobreza

O Ano Europeu do Combate à Pobreza e Exclusão Social (AECPES) tem como


objectivo reafirmar e reforçar o empenho político na tomada de medidas sociais, tendo
em vista a erradicação da pobreza. Esta iniciativa procura dar visibilidade à luta contra
a pobreza e exclusão social e sensibilizar os vários sectores da sociedade para uma
responsabilidade que é de todos.

É neste contexto que se procura dar seguimento ao trabalho desenvolvido pelo grupo
de organizações não governamentais que esteve envolvido na ‘Marcha Contra a
Pobreza’, realizada no ano passado a 17 de Dezembro, em Lisboa. O mesmo grupo,
agora com mais parceiros e por isso também com mais força e dinamismo, reúne-se
novamente para produzir e desenvolver o evento ‘24h pelo Combate à Pobreza e
Exclusão Social’.

Com esta iniciativa pretende-se mobilizar e sensibilizar a sociedade portuguesa para a


problemática da pobreza e da exclusão social, enquanto efectivas violações dos mais
elementares Direitos Humanos.

Paralelamente, e no âmbito das comemorações do AECPES, a European Anti-


Poverty Network (Rede Europeia Anti-Pobreza) está a organizar uma Focus Week
nos diferentes Estados-Membros da União Europeia.

Desta forma, pretende-se concentrar numa única semana diferentes actividades de


sensibilização e lobby, procurando garantir projecção, visibilidade e impacto ao tema.

*24 Horas pelo Combate à Pobreza e à Exclusão Social é uma organização conjunta de:
Associação de Apoio aos Sem-Abrigo, Abraço, ACISJF, Albergues Nocturnos, Fundação Assistência Médica Internacional,
Associação de Fraternidade Cristã ‘O Companheiro’, Associação Ludotecas do Porto, Associação de Pais e Encarregados de
Educação da Escola Artística Soares dos Reis, Associação para o Planeamento da Família, Associação de Solidariedade e Acção
Social de St.º Tirso, Amnistia Internacional, Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local - Animar, Cais, Casa de Vila
Nova, Casa Rua SCMP, Centro de Reabilitação Profissional de Gaia, Centro Social Paroquial Nossa Senhora da Vitória, Centro
Social S. Nicolau, Comissão Social de Freguesias de Santos-o-Velho, Crescer Ser, Cruz Vermelha, Espaço T, Fórum Não
Governamental para a Inclusão Social, Instituto de Apoio à Criança, Médicos do Mundo, Obra Diocesana de Promoção, Projecto
Grande Porto, Rede Europeia Anti-Pobreza, St.ª Casa da Misericórdia, Serviço de Assistência das Organizações de Maria,
Universidade Católica Portuguesa, União Distrital das Instituições de Solidariedade Social
24 Horas pelo Combate à Pobreza e à Exclusão Social*
06 de Outubro de 2010

Em Portugal, a Focus Week vai decorrer de 4 e 10 de Outubro, sendo que o ‘24Horas


pelo Combate à Pobreza e Exclusão Social’ acontecerá no dia 6.

O programa referente ao AECPES prevê o envolvimento de vários intervenientes entre


eles as Organizações Não Governamentais. Por via do Fórum Não Governamental
para a Inclusão Social (FNGIS), constituído no âmbito do Plano de Acção para a
Inclusão (PNAI)1, o ‘24Horas pelo Combate à Pobreza e Exclusão Social’ corrobora
a perspectiva do reforço e catapulta recursos com voz junto de quem decide as
políticas sociais, em matéria de pobreza e exclusão social.

O FNGIS assume-se como plataforma de ONG’s nacional, de carácter transversal a


várias áreas da sociedade, que defende e promove o respeito pelos direitos e
interesses de pessoas em situação de pobreza e/ou exclusão social, contribuindo para
o debate alargado, descentralizado e inclusivo das políticas sociais.

Ao nível político, o FNGIS é um dos interlocutores do Estado português no âmbito do


PNAI, integrando a Comissão Nacional de Pontos Focais de acompanhamento e
monitorização deste Plano. Além disso, e decorrente da sua missão, integra a
Comissão Nacional de Acompanhamento do AECPES onde, desde o seu início,
colaborou muito activamente para a definição do Programa Nacional desta iniciativa.

As posições assumidas pelo FNGIS são consolidadas através da emissão de


pareceres, concepção de propostas e recomendações que reflectem a opinião do
sector não governamental relativamente às medidas políticas previstas, discutidas e
colocadas em prática na área da inclusão social.

Para a concretização real dos objectivos desta iniciativa, o Núcleo Executivo do


‘24Horas pelo Combate à Pobreza e Exclusão Social’ apoiar-se-á no FNGIS como
identidade colectiva, forte e abrangente [âmbito nacional], neutra [integrando diferentes
1
Tem contribuído para a construção, implementação e avaliação de três gerações de PNAI [2003-2005; 2006-2008 e 2008-2010]
*24 Horas pelo Combate à Pobreza e à Exclusão Social é uma organização conjunta de:
Associação de Apoio aos Sem-Abrigo, Abraço, ACISJF, Albergues Nocturnos, Fundação Assistência Médica Internacional,
Associação de Fraternidade Cristã ‘O Companheiro’, Associação Ludotecas do Porto, Associação de Pais e Encarregados de
Educação da Escola Artística Soares dos Reis, Associação para o Planeamento da Família, Associação de Solidariedade e Acção
Social de St.º Tirso, Amnistia Internacional, Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local - Animar, Cais, Casa de Vila
Nova, Casa Rua SCMP, Centro de Reabilitação Profissional de Gaia, Centro Social Paroquial Nossa Senhora da Vitória, Centro
Social S. Nicolau, Comissão Social de Freguesias de Santos-o-Velho, Crescer Ser, Cruz Vermelha, Espaço T, Fórum Não
Governamental para a Inclusão Social, Instituto de Apoio à Criança, Médicos do Mundo, Obra Diocesana de Promoção, Projecto
Grande Porto, Rede Europeia Anti-Pobreza, St.ª Casa da Misericórdia, Serviço de Assistência das Organizações de Maria,
Universidade Católica Portuguesa, União Distrital das Instituições de Solidariedade Social
24 Horas pelo Combate à Pobreza e à Exclusão Social*
06 de Outubro de 2010

e heterogéneas realidades], pré-existente e reconhecida como interlocutor político [com


forte legitimidade].

Operacionalização

Pretende-se que o ‘24Horas pelo Combate à Pobreza e Exclusão Social’ tenha


expressão nacional e, neste sentido, está aberto à participação de todas as entidades
interessadas, promovendo actividades de mobilização e de sensibilização à luta contra
a pobreza e exclusão social.

Objectivo

Mobilizar a sociedade portuguesa, sensibilizando-a para a compreensão dos


fenómenos da pobreza e exclusão social enquanto violações de Direitos Humanos.

Metas

Tendo por base a mobilização e a participação de diferentes actores, a meta passará


por propor um conjunto de recomendações para um mais efectivo combate à pobreza e
exclusão social em Portugal.

Data

6 de Outubro (das 0h às 23h59)

Área Geográfica

Todo o país. Formar-se-ão grupos de dinamização em cada distrito que ficarão


responsáveis pela definição e execução do seu próprio plano de actividades.
*24 Horas pelo Combate à Pobreza e à Exclusão Social é uma organização conjunta de:
Associação de Apoio aos Sem-Abrigo, Abraço, ACISJF, Albergues Nocturnos, Fundação Assistência Médica Internacional,
Associação de Fraternidade Cristã ‘O Companheiro’, Associação Ludotecas do Porto, Associação de Pais e Encarregados de
Educação da Escola Artística Soares dos Reis, Associação para o Planeamento da Família, Associação de Solidariedade e Acção
Social de St.º Tirso, Amnistia Internacional, Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local - Animar, Cais, Casa de Vila
Nova, Casa Rua SCMP, Centro de Reabilitação Profissional de Gaia, Centro Social Paroquial Nossa Senhora da Vitória, Centro
Social S. Nicolau, Comissão Social de Freguesias de Santos-o-Velho, Crescer Ser, Cruz Vermelha, Espaço T, Fórum Não
Governamental para a Inclusão Social, Instituto de Apoio à Criança, Médicos do Mundo, Obra Diocesana de Promoção, Projecto
Grande Porto, Rede Europeia Anti-Pobreza, St.ª Casa da Misericórdia, Serviço de Assistência das Organizações de Maria,
Universidade Católica Portuguesa, União Distrital das Instituições de Solidariedade Social
24 Horas pelo Combate à Pobreza e à Exclusão Social*
06 de Outubro de 2010

Proposta de Implementação

Núcleo Executivo – Existe um Núcleo Executivo, com capacidade de mobilização e


activação de diferentes actores locais e com o objectivo de planear e implementar a
raiz deste evento.

Parceiros - São convidadas a participar neste evento todas as entidades nacionais.


[Esta participação pode passar pela execução de actividades no âmbito da iniciativa ou
simplesmente pela divulgação do evento bem como pela mobilização da comunidade
local].

Plano de Comunicação - Procurará estabelecer uma relação próxima com os vários


meios de comunicação social [nacionais ou locais], tendo em vista a divulgação do
evento, a difusão de programas [televisão, rádio] ou a produção de peças informativas
[noticias, entrevistas ou reportagens].

Articulação de actividades
A articulação entre todas as actividades que venham a realizar-se em território nacional
será garantida através da contínua partilha de informação idêntica: 1) Documento de
base; 2) Materiais de divulgação; 3) Imagem de marca do evento.

Nota: Tarefas da exclusiva responsabilidade do Núcleo Executivo.

Cada entidade convidada deve desenvolver actividades que…


- Contribuam para a sensibilização da problemática em causa
- Apelem à participação e ao activismo
- Abranjam tanto quanto possível todos os públicos envolvendo diferentes áreas e
sectores da sociedade civil

*24 Horas pelo Combate à Pobreza e à Exclusão Social é uma organização conjunta de:
Associação de Apoio aos Sem-Abrigo, Abraço, ACISJF, Albergues Nocturnos, Fundação Assistência Médica Internacional,
Associação de Fraternidade Cristã ‘O Companheiro’, Associação Ludotecas do Porto, Associação de Pais e Encarregados de
Educação da Escola Artística Soares dos Reis, Associação para o Planeamento da Família, Associação de Solidariedade e Acção
Social de St.º Tirso, Amnistia Internacional, Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local - Animar, Cais, Casa de Vila
Nova, Casa Rua SCMP, Centro de Reabilitação Profissional de Gaia, Centro Social Paroquial Nossa Senhora da Vitória, Centro
Social S. Nicolau, Comissão Social de Freguesias de Santos-o-Velho, Crescer Ser, Cruz Vermelha, Espaço T, Fórum Não
Governamental para a Inclusão Social, Instituto de Apoio à Criança, Médicos do Mundo, Obra Diocesana de Promoção, Projecto
Grande Porto, Rede Europeia Anti-Pobreza, St.ª Casa da Misericórdia, Serviço de Assistência das Organizações de Maria,
Universidade Católica Portuguesa, União Distrital das Instituições de Solidariedade Social
24 Horas pelo Combate à Pobreza e à Exclusão Social*
06 de Outubro de 2010

- Envolvam, sempre que possível, a participação de pessoas em situação de


pobreza e/ou exclusão social
- Permitam o uso de recursos das organizações, reduzindo custos

Exemplos de Actividades:

- Abertura gratuita de museus e organização de visitas a esses museus, por parte das
entidades que interajam com indivíduos em situação de vulnerabilidade à pobreza e
exclusão social;
- Sessões gratuitas em teatros;
- Valorização desportiva [atletismo, orientação, ciclismo, equitação, ténis, natação];
- Rodas de Capoeira [demonstração da modalidade, para o púbico em geral];
- Torneios de desporto;
- Caminhadas culturais e passeios turísticos à descoberta de zonas históricas, com
utentes das várias associações participantes;
- Sessões de cinema seguidas de espaço de debate, desde que incida sobre o tema do
evento;
- Tertúlias, simpósios, seminários ou workshops sobre o tema;
- Mostras Sociais;
- Acções de voluntariado ou sensibilização, através de estudantes universitários [ex.: -
Praxe Solidária];
- Concertos de música e dança;
- Peças de teatro;
- Teatro e dança de rua [pequenas peças de teatro, para público em geral];
- Animação de rua de artistas circenses;
- Exposições fotográficas;
- Marchas com populares;
- Mural onde todos os participantes poderão escrever e pintar livremente
- Feiras e mostras temáticas;
- Tendas gigantes com distribuição gratuita de alimentos, para público em geral;
*24 Horas pelo Combate à Pobreza e à Exclusão Social é uma organização conjunta de:
Associação de Apoio aos Sem-Abrigo, Abraço, ACISJF, Albergues Nocturnos, Fundação Assistência Médica Internacional,
Associação de Fraternidade Cristã ‘O Companheiro’, Associação Ludotecas do Porto, Associação de Pais e Encarregados de
Educação da Escola Artística Soares dos Reis, Associação para o Planeamento da Família, Associação de Solidariedade e Acção
Social de St.º Tirso, Amnistia Internacional, Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local - Animar, Cais, Casa de Vila
Nova, Casa Rua SCMP, Centro de Reabilitação Profissional de Gaia, Centro Social Paroquial Nossa Senhora da Vitória, Centro
Social S. Nicolau, Comissão Social de Freguesias de Santos-o-Velho, Crescer Ser, Cruz Vermelha, Espaço T, Fórum Não
Governamental para a Inclusão Social, Instituto de Apoio à Criança, Médicos do Mundo, Obra Diocesana de Promoção, Projecto
Grande Porto, Rede Europeia Anti-Pobreza, St.ª Casa da Misericórdia, Serviço de Assistência das Organizações de Maria,
Universidade Católica Portuguesa, União Distrital das Instituições de Solidariedade Social
24 Horas pelo Combate à Pobreza e à Exclusão Social*
06 de Outubro de 2010

- Concertos;
- Rastreios na área da Saúde;
- Realização de iniciativas temáticas e trabalhos realizados por escolas ou faculdades;
- Distribuição de rifas com frases relacionadas com o tema;
- Elaboração de materiais, por parte dos utentes das entidades participantes, sobre a
temática;
- Distribuição de folhetos informativos [consumo recreativo de substâncias psicoactivas
e adopção de comportamentos sexuais de risco];
- Distribuição panfletos e/ou preservativos;
- Vendas de material realizado pelos utentes das entidades participantes;
- Realização de parcerias com várias entidades públicas e privadas [cafés,
restaurantes, bares, monumentos, museus, cinemas, teatros, empresas de transportes
públicos, entre muitos outros que queiram colaborar, apoiar e participar neste evento].

*24 Horas pelo Combate à Pobreza e à Exclusão Social é uma organização conjunta de:
Associação de Apoio aos Sem-Abrigo, Abraço, ACISJF, Albergues Nocturnos, Fundação Assistência Médica Internacional,
Associação de Fraternidade Cristã ‘O Companheiro’, Associação Ludotecas do Porto, Associação de Pais e Encarregados de
Educação da Escola Artística Soares dos Reis, Associação para o Planeamento da Família, Associação de Solidariedade e Acção
Social de St.º Tirso, Amnistia Internacional, Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local - Animar, Cais, Casa de Vila
Nova, Casa Rua SCMP, Centro de Reabilitação Profissional de Gaia, Centro Social Paroquial Nossa Senhora da Vitória, Centro
Social S. Nicolau, Comissão Social de Freguesias de Santos-o-Velho, Crescer Ser, Cruz Vermelha, Espaço T, Fórum Não
Governamental para a Inclusão Social, Instituto de Apoio à Criança, Médicos do Mundo, Obra Diocesana de Promoção, Projecto
Grande Porto, Rede Europeia Anti-Pobreza, St.ª Casa da Misericórdia, Serviço de Assistência das Organizações de Maria,
Universidade Católica Portuguesa, União Distrital das Instituições de Solidariedade Social