Vous êtes sur la page 1sur 5

Circuitos Trifásicos

O estudo dos circuitos trifásicos é um caso particular dos circuitos polifásicos. Por razões
técnicas e econômicas o sistema trifásico tornou-se padrão em geração, transmissão e
distribuição dentre todos os sistemas polifásicos.

Os sistemas trifásicos possuem a flexibilidade de poder atender cargas monofásicas, bifásicas


e trifásicas sem qualquer alteração em sua configuração, porém as cargas não trifásicas
ocasionam desequilíbrio no sistema.

Circuitos trifásicos equilibrados


Definição: Trata-se de um sistema constituído de 3 senóides com valor máximo Vm e
defasadas em 120º entre elas e podemos expressá-la matematicamente da seguinte forma:

Va = Vm.sen(ωt + θ )
Vb = Vm.sen(ωt + θ − 120)
Vc = Vm.sen(ωt + θ + 120)

Onde:
Vm = Tensão de pico ou máxima
ω = Velocidade angular
θ = Ângulo de referência

Vetorialmente podemos demonstrar da seguinte maneira:

Por se tratar de vetores defasados em 120º cada e valores de módulos idênticos, podemos
verificar o seguinte resultado:

Vn = Va + Vb + Vc
.
Vn = 1∠0 + 1∠ − 120 = 1∠120 = 0∠0
ou
Vn = ( 1 + j 0 ) + ( −0,5 − j 0,866 ) + ( −0,5 + j 0,866) = (0 + j 0)

Portanto podemos definir que um sistema trifásico equilibrado é aquele em que a resultante da
soma das tensões é igual a ZERO.

Existem alguns tipos de ligação para os sistemas trifásicos, dentre elas as mais utilizadas são
as ligações em ESTRELA ou Y e DELTA ou TRIÂNGULO.
Relação entre tensão e corrente de fase e de linha

Ligação em estrela ou Y
Antes de começarmos a estudar a ligação em si, definiremos:

 Tensão de fase: Tensão medida em cada uma das bobinas do gerador ou impedância da
carga.
 Tensão de linha: É a tensão medida entre dois terminais (com exceção do centro da
estrela) do gerador ou da carga.
 Corrente de fase: corrente que percorre cada uma das bobinas do gerador ou impedância
da carga.
 Corrente de linha: Corrente que percorre os condutores entre o gerador e a carga (com
exceção do neutro)

Presumindo o valor do módulo da tensão unitário e analisando vetorialmente, podemos concluir

Tensão

Do triangulo retângulo formado podemos definir, por trigonometria, que:

Vl
= Vf .cos 30 → Vl = 2Vf .cos 30
2
Vl = 2.1.cos 30 = 1,732 = 3

Portanto

Vl = 3.Vf
Corrente

Como a corrente que passa pela bobina é a mesma que passa pela linha. Portanto

Il = If

Ligação em delta ou triângulo


Antes de começarmos a estudar a ligação em si, definiremos:

 Tensão de fase: Tensão medida em cada uma das bobinas do gerador ou impedância da
carga.
 Tensão de linha: É a tensão medida entre dois terminais do gerador ou da carga.
 Corrente de fase: corrente que percorre cada uma das bobinas do gerador ou impedância
da carga.
 Corrente de linha: Corrente que percorre os condutores entre o gerador e a carga

Ilinha

Ifase
Vfase
Vlinha

Presumindo o valor do módulo da tensão unitário e analisando vetorialmente, podemos concluir

Tensão

A tensão sobre a bobina é a mesma tensão entre os terminais do gerador. Portanto

Vl = Vf

Corrente
Il
= If .cos 30 → Il = 2 If .cos 30
2
Il = 2.1.cos 30 = 1,732 = 3

Portanto

Il = 3.If

Resumindo

Estrela Triângulo
Vl = 3.Vf Vl = Vf
Il = If Il = 3.If

Exercícios de Aplicação
1) Considerando o sistema dado, pede-se:
 Tensão de fase e de linha da carga e da fonte
 Corrente de fase e de linha da carga e da fonte

2) Considerando o sistema dado, pede-se:


 Tensão de fase e de linha da carga e da fonte
 Corrente de fase e de linha da carga e da fonte
3) Considerando o sistema dado, pede-se:
 Tensão de fase e de linha da carga e da fonte
 Corrente de fase e de linha da carga e da fonte

4) Considerando o sistema dado, pede-se:


 Tensão de fase e de linha da carga e da fonte
 Corrente de fase e de linha da carga e da fonte