Vous êtes sur la page 1sur 2

1

CONTEÚDO

PROFº: CARVALHO/S. RIBEIRO


03 A Transição da Bipolaridade para a Multipolaridade - CONT
A Certeza de Vencer GE110308

A NOVA ORDEM INTERNACIONAL ideológica que outrora dividia os países do globo, mas estão longe os
dias do desalinhamento econômico, principalmente o dos países pobres.
Fale conosco www.portalimpacto.com.br

¾ ACONTECIMENTO QUE MARCAM A PASSAGEM DA ORDEM


BIPOLAR PARA ORDEM MULTIPOLAR:
9 Do lado Socialista:

• A grande Crise econômica por que passava a URSS, sendo a um


dos motivos dessa crise a permanência do modelo econômico conhecido
como planificação econômica, que já não mais dava contar de
desenvolver país.
• A Extrema concentração de poder nas mãos dos burocratas, que
acabou por gera uma classe privilegiada, onde se verificava a presença
de grande concentração de poder nas suas mão, e o surgimento de uma
grande rede de corrupção.
• O bloco socialista não conseguiu repassar para a sociedade os
avanços tecnológicos surgidos com os grandes investimento na industria
bélica, além que o partido comunista pensava somente em investir em
equipamentos militares o que acabou gerando um atraso tecnológico no
campo civil, é por isso que alguns autores afirmam que a URSS
conseguia mandar o homem a lua mas, no entanto, com conseguia
produzir um liquidificador.
• Dentro da UNIÃO SOVIÉTICA existiam várias etnias, foi por isso
que na metade da década de 80 quando Gorbatchev desenvolve a
glasnost e a Perestroika surge com grande veemência a questão
relacionada a crise de nacionalidade, onde verificou-se que as minorias
passaram a reivindicar uma maior autonomia.

9 Do lado Capitalista:
A integração econômica mundial não é uma tendência pós- • Avanço do capitalismo, representado pela sua fase atual conhecida
Guerra Fria, mas si uma característica do capitalismo que Karl Marx, o como globalização, na qual, aparece uma maior dependências entre os
pai do Socialismo científico, já havia identificado, entre outras tendências, países, ou melhor, aparece uma interdependência entre os países do
no século XIX. O que realmente mudou com o fim da Guerra Fria, da mundo:
corrida armamentista, da divisão bipolar do mundo entre Estados Unidos • Revolução tecno- científico -informacional, que mudou o modo de
e União Soviética, foi que essa integração ganhou dimensões nunca produção do mundo capitalista, pois aliou de fato as inovações
antes experimentadas. tecnológicas com a produção industrial, além de aumentar a circulação
O processo de globalização capitalista ou globalização, com de pessoas e mercadorias no espaço mundial. Essa aliança gerou o
assim convencionou-se denominar essa integração, não exclusiva da surgimento de uma nova relação tempo-espaço vivenciado a partir das
esfera macroeconômica, mas é, sem dúvida, no âmbito da inovações nos transportes e nas telecomunicações.
macroeconomia regida pelo grande capital, na submetido aos anseios da • Aumento da competitividade fez com que aparecesse uma nova
população, sendo, portanto, muitas vezes, impermeável à democracia, forma de organização do espaço mundial no campo econômico e político,
que essa integração se afirma de forma mais contundente. pois a partir de então verificaremos que uma potencia mundial terá que
Quando a Guerra Fria acabou, com a dissolução da URSS no ter grandes empresas, e grandes investimentos em ciência e tecnologia.
inicio dos anos 90, os neoliberais, apregoando a vitória do capitalismo, da • Na década de 1980 aparecem no cenário mundial, duas novas
economia de mercado sobre o socialismo real, anunciaram o inicio de potências econômicas: Japão e Alemanha, que polarizam com os EUA o
uma Nova Ordem. Esta Nova Ordem, contrapondo-se à Ordem até então mercado consumidor mundial.
estabelecida, caracterizar-se-ia não mais pela bipolaridade, pela divisão
política e ideológica do globo entre duas superpotências – EUA e URSS, A NOVA ORDEM MUNDIAL OU MULITPOLARIDADE:
ou pela manutenção dos pactos e das alianças militares que garantissem
¾ Apresenta basicamente duas facetas: uma geopolítica e outra
a essas potências suas áreas de influencia geopolítica-estratégica. A
econômica.
Nova Ordem Internacional, que começava a se configurar nos anos 90,
seria a ordem da globalização capitalista. Ao invés de duas 9 GEOPOLITICA:
superpotências, e de um mundo bipolar, um novo arranjo começava a se • Fim da Guerra Fria e da Bipolarização, ou seja, fim do antagonismo
esboçar. existente entre socialismo e capitalismo.
A evolução deste novo arranjo desde o inicio foi bastante • Desaparecimento do PACTO DE VARSÓVIA, a partir de então
controversa. Se por um lado, sobre a desmantelada ordem a nova some a aliança militar do bloco socialista, até porque estamos vivendo a
logicamente tenderia a se estruturar, por outro não havia ainda e ainda derrocada do socialismo.
não há consenso quanto a esse novo arranjo. • Mudanças de perfil da OTAN, esse organismo passa a desenvolver
Para os neoliberais, a falência do mundo bipolar cederia lugar a novas funções, devido o fim da guerra fria e da bipolaridade.
um mundo multipolar, com os Estados Unidos, Japão e a União Européia 9 ECONÔMICA:
como seus pólos principais. As alianças militares, gradativamente, dariam • Aprofundamento do desenvolvimento do capitalismo, pois estamos
lugar aos blocos econômicos, cujo objetivo seria o da otimização da diante de uma nova fase do capitalismo, que apresenta novas
integração em escala global, e que, consequentemente, possibilitaria um característica produtiva.
maior desenvolvimento econômico mundial com base na cooperação. • Globalização que é a fase atual o capitalismo onde se verifica uma
Para os realistas, no entanto, sobre a Nova Ordem que está se interdependência entre os estados nações.
configurando, paira uma série de duvidas e incertezas, que dão subsídios • Aparecimento de organizações entre países que ficaram conhecidas
à reflexão e às discussões. Se for um fato que com o fim da Guerra Fria
VESTIBULAR – 2009

como blocos de poder, como é o caso a união européia (EU) e do


houve grandes mudanças nas relações internacionais, e também NAFTA.
verdade que essas relações mudaram fundamentalmente quanto à
forma, mas seus objetivos permaneceram inalterados, ou praticamente ¾ Características da nova ordem mundial:
inalterados. Por exemplo: com o fim da Guerra Fria, vários conflitos locais 9 O Unilateralismo (militar) do EUA
perderam sua razão de ser e extinguiram-se por falta de apoio externo, O mundo passou a ver uma nova forma de poder exercida pela maior
contudo, outros, em diferentes escalas, eclodiram, e isso se observa do potencia econômica militar e política do final do século XX. Os EUA
Oriente Médio à Europa. Outro exemplo é que no âmbito político passaram a ditar as regras do jogo político, através do seu unilateralismo,
internacional, não há praticamente mais lugar para a oposição política e que acabou dando ao mundo, uma nova ordenação política, pois a partir
FAÇO IMPACTO - A CERTEZA DE VENCER!!!
Fale conosco www.portalimpacto.com.br

da desintegração da URSS, ele (EUA) demonstrou quem realmente iria Com a interligação dos mercados e uma maior circulação de
tomar conta do mundo. pessoas, ficou mais fácil migrar de países periféricos para os países
Nos anos 90, os EUA interviram em varias regiões do mundo, centrais do capitalismo. No caso da
principalmente no oriente médio e na região dos Bálcãs na Europa. Europa, Alemanha e França, foram os
Porém, essas intervenções não poderiam se fazer caso eles não dois países que mais sentiram o fluxo
detivessem o maior poderio bélico do mundo. migratório, porém a população local
O unilateralismo dos EUA ocasionou a intervenção nos Bálcãs, e não aceita essa entrada de
no,oriente médio, no Iraque, a ONU através do seu conselho de imigrantes, muitos ilegais, em seu
segurança vetou uma eventual intervenção militar, no entanto, os EUA país, o que ocasiona o aparecimento
passaram por cima da ONU, e através da OTAN lideraram uma de uma crescente xenofobia a esses
intervenção militar, que para muitos se tratou apenas de uma imigrantes.
demonstração de poder dos EUA ao mundo e em especial ao continente
europeu. GLOBALIZAÇÃO:
O atual estágio do capitalismo originou uma nova maneira de conceber
9 Pax Americana: o mundo (globalização) que nada mais é do que uma fase de
A corresponde a forma como o EUA ver os outros países do mundo,
desenvolvimento do capital. Ou seja, trata-se de uma expansão que visa
pois a partir da utilização da Pax americana verificamos que o governo
aumentar os mercados e, portanto, os lucros que é o que de fato move
americano deixa de respeitar a soberania dos demais estados nações,
os capitais produtivos ou especulativos na arena do mercado.
por achar que são superiores a qualquer outra civilização inclusive a
A globalização representa a tendência da maior integração/ou
européia. Um exemplo dessa Pax americana foi a Guerra do Golfo no
interdependência entre os países, mesmos que distantes ou diferentes
início da década de 1990.
uns dos outros; onde o
¾ O papel OTAN na nova ordem mundial que acontece em uma
9 NA NOVA ORDEM MUNDIAL: região vai influenciar nas
outras, ou seja, a cada dia
• Manter a ordem política dentro do continente europeu, Proteger os os países vão deixando
interesses econômicos das potências ocidentais; de ser autônomos. Esse
• Manter vivo os interesses da indústria armamentista norte americana e processo é comprovado
européia; pelo aumento do fluxo de
• Reafirmar o poder militar dos estados unidos no mundo multipolar mercadorias, capitais,
• Conter de forma incisiva os avanços do terrorismo no continente serviços e pessoas entre
europeu; as nações do globo
• Resguardar os países membros das instabilidades políticos existente terrestre.
no leste europeu. Neste momento da
• Proteger os países do continente europeu de uma possível ameaça história, o mundo está
russa marcado pela universalização da produção, do Marketing, do capital e
Obs: Esta organização comporta hoje países que no passado eram seus seu mercado, pela universalização do trabalho, das finanças, e dos
inimigos, como por exemplo: Letônia, lituânia, Romênia, Bulgária etc. modelos de utilização dos recursos, bem como da cultura e dos modelos
da vida social, universalizando o espaço e a sociedade tornada mundial
9 Disputa pelo mercado: e do homem ameaçado por uma alienação total.
Com o fim do comunismo, os antigos países socialistas abriram
suas fronteiras e seus mercados. No ocidente, os países detentores de
tecnologias avançadas, como Alemanha e Japão, já não precisavam se A nova ordem da nova ordem mundial! 11 de setembro de 2001
submeter à lógica da Guerra Fria e à liderança dos Estados Unidos. O O dia 11 de setembro marcou o início de uma nova era no pensamento
resultado foi o início de uma feroz disputa pelo mercado mundial. Em estratégico norte-americano. Os ataques
junho de 91, os Estados Unidos lançaram uma ofensiva em seu comércio terroristas daquela manhã tiveram impacto
exterior com a "Iniciativa Para as Américas", um plano que pretendia criar comparável ao ataque a Pearl Harbor em sete
um mercado unificado do Alasca à Terra do Fogo. de dezembro de 1941, que lançou os Estados
Unidos para a Segunda Guerra Mundial.
9 A REGIONALIZAÇÃO: Antes de 11 de setembro, o governo Bush
Surge em decorrência do avanço do sistema capitalista, que no final encontrava-se na fase de desenvolvimento de
do século XX apresenta-se em um estagio nunca antes visto. Este uma nova estratégia de segurança nacional.
estágio de desenvolvimento capitalista provocou uma mudança estrutural Isso estava sendo feito com a Análise
no comércio mundial, e para acompanhar, tais mudanças, os estados- Quadrienal da Defesa, bem como em outros
nações tiveram que se adequar à nova forma de interação existente no cenários. Em um momento, entretanto, os
mercado mundial. ataques de 11 de setembro transformaram o
Aparece um novo paradigma de produção, consumo e ambiente de segurança internacional. Uma ameaça totalmente nova e
comercialização. Isso fez com que os países passassem a se organizar perniciosa subitamente tornou-se realidade e ditou uma nova e
em blocos econômicos de poder, para que a partir de então importante estratégia para os Estados Unidos. Esta nova política, agora
conseguissem ingressar com sucesso na nova configuração econômica cognominada "Doutrina Bush", concentra-se na ameaça do terrorismo e
mundial. das armas de destruição em massa.
O Fim da Era Pós-Guerra Fria
9 O RETORNO AO LOCALISMO:
O dia 11 de setembro impôs final
Durante a guerra fria os conflitos, mesmo de dimensão regional, súbito à era pós-Guerra Fria que havia
como as guerras tribais na África, tinham uma conotação mundial, já que começado quase exatamente 12 anos
havia direta ou indiretamente influência das duas superpotências em antes. Aquele período originou-se da
busca de ampliar ou defender suas áreas de influência. queda dramática do Muro de Berlim na
Hoje, como os objetivos estão mais voltados a conquista de noite de 9 de novembro de 1989,
mercados, os conflitos regionais deixam de ter uma conotação mundial, acompanhada em rápida sucessão
pois as potências não mais se interessam, senão por conflitos que pelo colapso do comunismo na Europa
coloquem em perigo seus interesses econômicos, a exemplo da reação Oriental, pelo final da Guerra Fria e,
imperialista contra o Iraque por ocasião da anexação do Kuwait. em dezembro de 1991, pela dissolução da União Soviética. Pela primeira
“A mundialização paradoxalmente tem alimentado a retomadas dos vez em mais de meio século, os Estados Unidos pareciam não mais
localismos, regionalismos e nacionalismos, muitas vezes retrógrados enfrentar uma grande ameaça isolada à sua segurança nacional e ao seu
e especialmente segregadores. Como ocorreu na segregação da modo de vida. No final da década de 1930 e na Segunda Guerra Mundial,
Iugoslávia e na ex-união soviética”.
VESTIBULAR – 2009

essa ameaça veio do fascismo. Durante a Guerra Fria, era a União


GLOBALIZAÇÃO MIGRAÇÃO E XENOFOBIA: Soviética e o comunismo soviético. Nos dois casos, o perigo era
expressivo e sem ambigüidades. Como resultado, nos Estados Unidos e
A globalização provoca varias reações contrárias, e um caso que se entre seus aliados, havia amplo consenso sobre a existência de uma
tornou muito divulgado na mídia mundial nos anos 90 foi a reação importante ameaça, muito embora às vezes surgissem diferenças (como
tomada pela população européia, em especial a população alemã e no caso do Vietnã) sobre cursos específicos de ação.
francesa, que se viram ameaçada pelo grande contingente populacional,
que adentraram em seu território em virtude do processo de globalização.

FAÇO IMPACTO – A CERTEZA DE VENCER!!!