Vous êtes sur la page 1sur 2

1

CONTEÚDO

PROFº: EDILSON VIANA


09 PODER E REPRESENTAÇÃO: MODELOS DE DEMOCRACIA
A Certeza de Vencer ITA:06/05/08

- Em seu significado mais geral, a palavra poder é a posse aos "O que têm em comum essas três formas de poder é
meios que levam à produção de efeitos desejados. que elas contribuem conjuntamente para instituir e manter
Fale conosco www.portalimpacto.com.br

- O poder tem o sentido especificamente social, ou seja, na sociedades de desiguais divididas em fortes e fracos, com base
sua relação com a vida do homem em sociedade, o poder torna- no poder político, em ricos e pobres, com bases no poder
se mais preciso e seu espaço conceitual pode ir desde a econômico; em sábios e Ignorantes, com base no poder
capacidade geral de agir, até à capacidade do homem em ideológico."
determinar o comportamento do homem; poder do homem sobre BOBBIO, Norberto. Estado, governo, sociedade. Para uma teoria geral do
poder. P. 83
o homem
- O homem é não só o sujeito, mas também o objeto do poder GEORG W. F. HEGEL (1770-1831)
social.
Segundo Georg W. F. Hegel (1770
Exemplo: É poder social a capacidade que um pai tem para dar -1831), o que leva o ser humano a
ordens a seus filhos ou a capacidade de um Governo de dar desejar o poder não é apenas a vontade
ordens age cidadãos. de dominar os outros homens , mas
também a vontade de ser amado e
Atenção: NÃO é poder social a capacidade de controle que o reconhecido. Hegel, em seu livro
homem tem sobre a natureza numa utilização que faz dos Fenomenologia do Espirito, nos
recursos naturais (...) ensina que o homem só se torna
O poder social não é uma coisa ou a sua posse: e realmente humano quando, além de
uma relação entre pessoas (Stoppino, 2000: p.33-4). satisfazer os desejos puramente
animalescos - como comer e beber -,
- É impossivel estudar uma sociedade sem fazer referência à lança-se à luta Dela conquista do poder. O animal tem por
política que a organizou e a manteve. Da mesma forma, não preocupação máxima a sobrevivência biológica; o homem, para
existe a possibilidade de discorrer a respeito do Estado sem conquistar a liberdade (para não viver escravizado) luta pelo
esbarrar no conceito de poder. poder e coloca a sua vida biológica em risco.
- Ter o poder é dispor de autoridade para governar. O poder A condição humana pressupõe dominar e ser reconhecido
supõe, conseqüentemente, a existência de dois elementos: de como dominador.
quem tem a autoridade para exercer o poder e daquele sobre o A luta pelo poder tem sido, de uma forma ou de outra , a
qual se exerce o poder; do governante e do governado; de quem mola propulsora da história das civilizações. A história dos
manda e de quem é mandado; de quem dá as ordens e de povos é determinada pêlos grupos, pelas classes, pelos
quem as cumpre. partidos, pelas personalidades que exerceram o poder.
Assim, a posse do poder possibilita maior liberdade de
SE LEVARMOS EM CONTA O MEIO DO QUAL SE agir sobre outras pessoas.
SERVEO DETENTOR DO PODER PARA CONSEGUIR OS Importante dizer aqui que o poder não nos é dado
EFEITOS DESEJADOS, DESTACAMOS TRÊS FORMAS DE gratuitamente: ele tem de ser conquistado. E após a sua
PODER; ECONÓMICO, IDEOLÓGICO E O POLÍTICO. conquista, a luta continua para que ele seja mantido. Toda
sociedade abriga interesses diversos e nela há governantes
1. Econômico - Utiliza a posse de certos bens socialmente (que jamais renunciam ao poder espontaneamente) e
necessários para induzir aqueles que não os possuem adotar governados (entre eles, muitos lutam para assumir o poder). Por
determinados comportamentos, como, por exemplo, realizar decorrência, a luta pelo poder sempre existirá, A luta pela
determinado trabalho. Esse poder preocupa-se em garantir o conquista do poder nos tem levado, ao longo da história, as
domínio da riqueza controlando a organização das forças duas dimensões do ser humano: a animalidade (quando há
produtivas (por exemplo: o tipo de produção e o alcance de violência) e a racionalidade (quando a conquista se dá por
consumo das mercadorias). meios pacíficos).
2. Ideológico - Utiliza a posse de certas idéias, valores, Quando há violência na luta pelo poder, o homem se
doutrinas para influenciar a conduta alheia, induzindo as equipara aos animais que se entredevoram para continuar
pessoas a determinados modos de pensar e agir. Ainda sobrevivendo. Os assassinatos, as revoluções, os golpes de
preocupa-se em garantir o domínio sobre o saber controlando a estado, as guerras (internas e externas) têm constantemente
organização do consenso social (por exemplo: os meios de manchado de sangue as páginas da história da humanidade.
comunicação de massa - televisão, jornais, rádios, revistas, ete). A dimensão racional do ser humano se coloca em
3. Político - Utiliza a posse dos meios de coerção social, isto é, evidência nos processos pacíficos da luta pelo poder. Se até se
o uso da força física considerada legal ou autorizada pelo direito pode justificar a necessidade de exercer a autoridade,
vigente na sociedade. Preocupa-se em garantir o domínio da colocando as tropas na uma para que se mantenha a ordem
força Institucional e jurídica controlando os instrumentos de social, não é essa a condição para que o poder seja duradouro.
coerção social (por exemplo: forças armadas, órgãos de Muito mais importante que a força física e violenta , para haver
fiscalização, policia, tribunais, etc.) poder - poder legitimo - há necessidade de consentimento.
A luta sem violência para conquista do poder ocorre
Observações: nos regimes livres - democráticos -, em que todos os
homens, em princípio , são considerados iguais e, portanto,
VESTIBULAR – 2009

"Como poder cujo meio específico é a força, de longe o todos têm condições de participar do exercício do poder.
meio mais eficaz para condicionar os comportamentos, o poder Apesar as deficiências que possam apresentar, as
política é, em toda a sociedade de desiguais, o poder supremo, eleições são o processo mais racional de luta pacifica pela
ou seja, o poder ao qual todos os demais estão de algum modo conquista do poder.
subordinados." Pressupondo a liberdade da defesa de ideais, do debate,
BOBBIO, Noberto. Dicionário de política, p. 995- da critica, da oposição ... as eleições excluem a violência. Pela
96. manifestação livre da vontade do povo, o voto assegura a

FAÇO IMPACTO - A CERTEZA DE VENCER!!!


Fale conosco www.portalimpacto.com.br

legitimidade do poder. Pelas eleições, num regime democrático, 04. (UEL-2005) Observe a figura e responda à questão:
o poder político:
 Não é usurpado, mas consentido;
 Não é herdado nem vitalício, pois é exercido por
representantes da maioria por um tempo determinado;
 Por emanar do povo em geral, não é privilégio de poucas
pessoas (de um grupo ou de uma classe), pois todos os setores
da sociedade têm o direito de candidatar-se a ele;
Â É transparente, porque as informações sobre as decisões
governamentais devem circular livremente;
 E legitimo, pois existem leis que o asseguram.
EXERCÍCIOS

01. (UEL-2004) Leia o poema.


"Sinto no meu corpo/ a dor que angustia/ a lei ao meu redor/ a
lei que eu não queria. Estado violência/ Estado hipocrisia/ a lei
que não é minha/A lei que eu não queria(...)”
Titãs. In. Cabeça Dinossauro. 1986
A letra revela posicionamentos comuns a certo meio do poder Com base na charge e nos conhecimentos sobre o meio politico
social do homem em sociedade. Qual meio, respectivamente, do e econômico do poder social, é correto afirmar:
poema faz referência?
a) Uma relação do homem com a natureza, neste caso, "a lei ao a) As dificuldades de acesso aos direitos sociais elementares
meu redor". (moradia, saúde e alimentação) têm origem na forma como se
b) Uma relação entre pessoas, neste caso, a influência nítida do distribuem os bens materiais e as leis.
meio económico, no qual o homem exerce o poder ilimitado b) A Constituição de 1988 introduziu uma série de benefícios
sobre o corpo humano. sociais que privilegiaram as famílias dos estratos médios em
c) Um poder político que se utiliza da posse dos meios de detrimento da população em geral.
coerção social, expresso no poder judiciário, que representa o c) O texto da charge assegura em sua formulação jurídica
uso da força física, da violência. conquistas sociais e individuais aos cidadãos brasileiros.
d) Uma atitude progressista, visto que as leis atendem as d) "Todo o brasileiro tem direito à moradia" se configura uma
necessidades dos vários seguimentos sociais estabelecidos. prática geral, principalmente, quando o Estado se compromete
e) Uma relação entre pessoas, assim, leva-se em consideração em investir nos programas de habitação.
a situação histórica atual, quando a lei, poder político, ampara e) O texto demonstra que o poder económico se estabelece
em todos os casos, os conflitos existentes. como mediador das causas sociais, basta verificar, na política
de distribuição de renda no pais.
02. (OFICINA UFPA-2005) Em relação à questão do poder
social. 05. O texto que segue é do poeta cearense António Gonçalves
I. O homem não é só o sujeito, mas também o objeto do poder da Silva, 'o Patativa do Assaré, cantador do drama dos caboclos
social. nordestinos e dos pobres do Brasil.
II. Um exemplo de poder social é a capacidade de um pai tem
para dar ordens a seus filhos. BRASI DE CIMA E BRASIL DE BAXO
III. O poder social não é uma coisa ou a sua posse: é uma
relação entre pessoas. Meu compadre Zé Fulo,/ Meu amigo e companhêro,/ Faz quage
IV. O meio económico utiliza a posse de certos bens um ano que eu tou/ Neste Rio de Janêro;/ Eu sai do Cariri/
socialmente necessários para induzir aqueles que não os Maginando que isto aqui/ Era uma terra de sorte,/ Mas fique
possuem adotar determinados comportamentos, como, por sabendo tu/ Que a miséria aqui do Su/ É esta mesma do
exemplo, realizar determinado trabalho. Norteste./ Tudo o que procuro acho./ Eu pude vê neste crima,/
Que tem o Brasi de Baxo/E tem o Brasi de Cima./ Brasi de Baxo,
A correta é: coitado! É um pobre abandonado;/ O de Cima tem cartaz,(..,)
(PATATIVA DO ASSARÉ. Cante lá que eu canto cá 11. ed. Petrópolis: Vozes, 1978, p. 271-
a) l, II, III d) l, III 72.)
b) l, II e) II, IV
c) l, II, III, IV Segundo a interpretação do poeta sobre o problema da pobreza,
relevando em consideração a influência dos meios do poder
03. (UEU-2004) Na Fenomenologia do Espírito, de Georg Hegel
social, é correto afirmar:
(1770-1831) afirmar sobre o poder.
I. Como exemplo do poder temos Hitter que conquistou o poder I. A pobreza atinge principalmente os moradores da região
político e, como consequência, usou o meio ideológico para ser Nordeste, chamada por ele de "Brasi de baxo", visto a influência
amado e reconhecido pelo povo alemão. do poder político do centro do pais.
II. O poder não é estático, mas dinâmico, e em seu movimento II. Na origem da pobreza está o domínio do acaso e do azar,
apresenta momentos que se contradizem entre si, visto os predominando a riqueza em regiões privilegiadas como o Rio de
interesses de dominados e dominadores. Janeiro.
III. A luta pelo poder é o motor da história, visto que, se Ill. A pobreza deve-se também pelas diferenças de idéias
compõem de grupos, classes, partidos e pelas personalidades (discursos de dominação sobre a região, entre outras) que
humanas. existem entre os brasileiros do sul e os do norte.
VESTIBULAR – 2009

IV. O modelo econômico(meio) brasileiro, a pobreza atinge tanto


Estão corretas apenas as afirmativas: a população nordestina como a do sul do país, dividindo os
brasileiros em duas categorias de pessoas.
a) l e III. b) l e II.
c) II e III. d) l, II e III.
a) l, III, IV. b) II, III e IV,
e) l.
c) Apenas IV. d) Apenas III.
e) Todos os itens corretos.
FAÇO IMPACTO – A CERTEZA DE VENCER!!!