Vous êtes sur la page 1sur 1

%

E PP
Número Volume
de bolsas
da Capes e do CNPq, em mil
R$ de recursos
Em bilhões
R$ 43 milhões Em 10 anos, a
quantidade de
mestres e doutores
20
2005
2 00
05
32.795
empresas
46,4%
mais que dobrou. Os Inovação inovaram Quem faz
Em Poucas Palavras empresarial
recursos da Capes e
115,7 nas empresas
%
25 %
92,6
104,9 2,03 do CNPq para
88,4 53,6% Levantamento do IBGE 2003
80,3 1,36 1,55 bolsas este ano
1,27 público mostra que mais de 30 mil 28.036
1,15 das pesquisas são na área de %
devem chegar a companhias têm empresas
Do gasto com Ciência e Humanas e não geram inovaram
R$ 2,6 bilhões programas de pesquisa e

35,3%
2005 2006 2007 2008 2009 2005 2006 2007 2008 2009 Tecnologia em 2008, mais da patentes
metade vem do governo desenvolvimento

Produção das empresas


industriais inovadoras
Científica Citações Patentes são de São Paulo

Volume de artigos Quantidade de documentos Pedidos depositados na


publicados em revistas citados entre países com Organização Mundial de
científicas internacionais mais de 200 mil papers Propriedade Intelectual
1º Estados Unidos 340.638 1º Suíça 18,6 1º Estados Unidos 51.673
13º Brasil 30.415 2º Estados Unidos 17,29 9º Suíça 3.749
15º Rússia 27.909 5º Suécia 16,2 10º Suécia 4.136
17º Suíça 21.065 31º Brasil 7,93 21º Rússia 803
18º Suécia 19.127 24º Brasil 472

A
A quantidade
quantidade de de
pedidos de patente
pedidos de patente
mostra
mostra aa capacidade
capacidade
Os pesquisadores de
detransformar
transformarconhe-
con-
Sociedade brasileiros têm cimento em produtos
hecimento em produ-
Número de doutores produzido mais. outos
inovação. O índice
ou inovação. O
titulados por país Mas seus trabalhos doíndice
Brasildoé Brasil
pequeno é
Estados Unidos são pouco citados comparado ao de paí-
pequeno comparado

Raio X da China
56.309 como referência
pelos colegas.
ao de
ses países
com
produção
com
produção
científicacientífica
menor.

Ciência
36.247 Pesquisas de países menor. A maior
A maior parte parte
dos
Rússia que produzem dos pedidos vem
pedidos vem das das
34.494
menos têm impacto empresas, que
empresas, que aindaainda
Japão
17.396
científico maior empregam poucos
empregam poucos
Brasil mestres e doutores
mestres e doutores
Paulo Saldaña / TEXTO 11.368
Mestres e Onde estão os pesquisadores
Flávia Marinho / INFOGRÁFICO Argentina
doutores 38,7 457 Porcentual de pessoas envolvidas em pesquisa e
No Brasil, em milhares 30,6 desenvolvimento (P&D), por setor institucional
32,8 36
36,6 mestres
Quem solicita patentes
32,2 Número de pesquisadores Origem dos pedidos no Brasil
27,6 em tempo integral por 1.000
24,4 pessoas ocupadas da popula- universidade universidade
Medicina
ção economicamente ativa 76,7%
20
Em baixa 32º 31º
0,5 %
17
14,9 Japão
Colocação do Brasil no 34º empresas empresas
11 36º
ranking de citações, por área
Estados Unidos 39º 19,8%
Em dez anos, o Brasil teve crescimento na formação de 9,7 97,9 %
Ciências agrícolas 2004 2005 2006 2007 2008
mestres e doutores e no volume de artigos publicados, 8,9 9,3 9,9 10,7 11,3 Rússia
e biológicas governo governo
8,0 8,1 doutores 6,4
que hoje se equipara ao de países ricos. Mas o que 5,3 6,0 6,9
Engenharia
4,8 Argentina 22º 21º 3,1 %
estamos produzindo? A posição do País no ranking de 2,9
1,2 %
31º
citações de trabalhos científicos, indicador da qualidade 27º 34º
China sem fins lucrativos sem fins lucrativos
das pesquisas, caiu. Além disso, o conhecimento ainda 1,9 28º 33º
41º 37º
não é traduzido em aplicação prática, como mostra a Brasil
32º 0,3 % 0,3 %
08
05
00

02

04

06

09
03
99

07

1,4
01

2004 2005 2006 2007 2008 2004 2005 2006 2007 2008
baixa quantidade de pedidos de patente
20

20

20
20

20

20

20

20

20

20
19

Fontes:NSI/Thomson Reuters, Scimago, OMPI (basede 2008), Inpi, Capes, CNPqe Ministério da Ciência eTecnologia. Consultoria: Prof. Marcelo Hermes Lima, da Universidade de Brasília (UnB)