Vous êtes sur la page 1sur 136

inglesa

Matemática
1º ao 9º ano
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 1º ano
EIXO:TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO:NÚMEROS E OPERAÇÔES EIXO: ESPAÇO E FORMA EIXO:GRANDEZAS E MEDIDAS
INFORMAÇÃO
 Números naturais: leitura e escrita de HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:
números até 10; contagem; comparação - Contar objetos e registrar quantidades - Localizar objeto ou pessoa - Representar com desenhos, o - Iniciar a compreensão de
de quantidades; de objetos de uma coleção, utilizando-se ao lado de uma referência dia e a noite; como coletar e organizar
 Operações: noção de adição; de estratégias pessoais; dada; - Comparar comprimentos dados para construir
 Figuras geométricas planas: quadrado, - Comparar quantidades utilizando - Identificar e nomear usando comparação direta; gráficos e tabelas;
retângulo, círculo; diferentes estratégias: contagem, quadrado, retângulo, - Comparar objetos quanto ao - Resolver problemas a
 Figuras não planas: cubo; pareamento, estimativa e triângulo e círculo; comprimento e espessura; partir de tabelas simples.
1º bimestre

 Localização espacial: ao lado de; correspondência de agrupamentos; - Identificar e nomear o cubo. - Ordenar objetos segundo seus
 Medidas de comprimento: comparação - Resolver situações problema por comprimentos;
de comprimentos; estratégias pessoais e construir, a partir - Localizar acontecimentos no
 Medida de tempo: dia e noite; antes, delas, o significado da adição e da tempo: antes, durante, depois,
durante, depois; subtração; agora, mais tarde, dia e noite.
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 55

 Gráficos em barras simples e pictóricos: - Ler, produzir e interpretar escritas


construção coletiva (leitura e numéricas até 10;
interpretação); - Conhecer a sequência numérica até 10.
 Tabelas simples construção coletiva;

EIXO:TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO:NÚMEROS E OPERAÇÔES EIXO: ESPAÇO E FORMA EIXO: GRANDEZAS E MEDIDAS
INFORMAÇÃO
 Números naturais: números no contexto HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:
social; agrupamentos livres para - Ler, produzir e interpretar escritas - Localizar objeto ou pessoa - Medir comprimentos usando - Ler e interpretar dados
contagem; leitura, escrita, comparação de numéricas até 30; entre duas referências; unidades de medidas não em tabelas simples e
quantidades até 30; - Conhecer a sequência numérica até 30; - Identificar e contar vértices padronizadas; gráficos em barra vertical.
 Operações: noção de subtração; - Comparar quantidades; e lados em quadrados, - Registrar a medida de objetos
 Localização espacial: entre; - Criar estratégias próprias de retângulos; utilizando-se de estratégia
 Figuras planas: lados e vértices; agrupamento para realizar contagem; - Identificar o quadrado como própria para medir;
2º bimestre

 Figuras não planas: faces do cubo; - Resolver problemas de adição e face do cubo; - Representar com desenhos suas
identificação da esfera; subtração por meio de estratégias - Identificar e nomear esfera; atividades durante a manhã,
 Medida de comprimento com unidades pessoais de cálculo; - Reconhecer as figuras tarde e noite;
não padronizadas: palmos e pés; - Ler números usados na vida real: estudadas em diferentes - Localizar acontecimentos no
 Medida de tempo: calendário; ontem telefones, placas de carros, nº da casa que tamanhos e posições. tempo: ontem, hoje, amanhã;
hoje e amanhã; manhã, tarde e noite; mora etc. dias da semana e dias do mês;
 Gráficos em barras verticais e tabelas - Reconhecer as figuras estudadas
simples: leitura e interpretação; em diferentes tamanhos e
posições.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 1º ano
EIXO:TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO:NÚMEROS E OPERAÇÔES EIXO: ESPAÇO E FORMA EIXO:GRANDEZAS E MEDIDAS
INFORMAÇÃO
- Números naturais: agrupamentos para HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:
contagem; leitura, escrita, comparação de - Ler, produzir e interpretar escritas numéricas - Localizar objeto ou pessoa à - Localizar acontecimentos no - Construir, representar e
quantidades até 50; até 50; frente de ou atrás de uma tempo: ao mesmo tempo, interpretar dados em um
- Operações: identificação dos sinais de adição e - Realizar contagens até 50; referência dada; começo, fim; gráfico em barra vertical.
igualdade; - Realizar contagens usando agrupamentos de -Comparar duas figuras - Relacionar uma semana a 7
- Localização espacial: em frente e atrás; 2 em 2 e de 5 em 5; geométricas; dias;
- Figuras planas: comparação de figuras planas; - Identificar os sinais de adição e igualdade; -Identificar e nomear o - Localizar datas em um
- Figuras não planas: identificação do - Resolver adições usando estratégias próprias paralelepípedo (bloco retangular); calendário;
3º bimestre

paralelepípedo (bloco retangular; faces do ou com uma escrita matemática; -Identificar o retângulo nas faces - Nomear os dias da semana;
paralelepípedo; identificação de vértices no cubo e - Resolver situações problema que envolvam do paralelepípedo; - Comparar objetos segundo sua
no paralelepípedo; adição e subtração por estratégias próprias ou -Identificar faces e vértices no cubo capacidade;
- Medida de capacidade com unidades não usando uma escrita matemática. e no paralelepípedo; - Medir capacidade usando
padronizadas: (copos, colheres e xícaras); -Compor e decompor figuras; unidades não padronizadas
- Medida de tempo: localização de acontecimentos -Modelar formas geométricas. (copos, colheres, xícaras);
no tempo; localização de datas no calendário; - Resolver problemas que
identificação da semana como um período de 7 envolvam noções básicas de
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 56

dias; medidas.
- Construção de gráficos em barras verticais no
papel quadriculado;
EIXO:TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO:NÚMEROS E OPERAÇÔES EIXO: ESPAÇO E FORMA EIXO:GRANDEZAS E MEDIDAS
INFORMAÇÃO
- Números naturais: agrupamentos de 10 em 10 HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:
para contagem; leitura, escrita, comparação de - Ler, produzir e interpretar escritas numéricas - Representar o itinerário de - Ler horas em relógios digitais; - Formular problemas a
quantidades até 100; estimativa; até 100; locomoção de um lugar a outro; - Nomear os meses do ano; partir de uma tabela
- Operações: identificação do sinal de subtração; - Estimar quantidade de elementos em uma - Iniciar a representação de figuras - Medir a massa dos objetos simples ou de um gráfico
noções de multiplicação e divisão; coleção; geométricas por desenho a mão usando balanças e unidades não em barras verticais
- Localização espacial: itinerários; - Realizar agrupamentos de 10 unidades para livre; padronizadas; oralmente ou por escrita
- Figuras planas: eixo de simetria; representação contar e comparar quantidades; - Identificar figuras que possuem - Ordenar objetos segundo suas coletiva.
por desenho livre; - Interpretar e produzir escritas numéricas, eixos de simetria; massas;
- Comparação de cubo, paralelepípedo e esfera; levantando hipóteses sobre elas, com base na - Identificar eixo de simetria no - Fazer estimativas de medições;
4º bimestre

- Medida de massa: comparação e ordenação de observação de regularidades, utilizando-se da quadrado. - Identificar o quilograma, o
objetos pela percepção de suas massas; linguagem oral, de registros informais e da metro e o litro em embalagens
- Medida de tempo: nomear os meses do ano; linguagem matemática; ou situações cotidianas;
leitura de horas em relógios digitais; - Realizar estimativas ao trabalhar com - Conhecer as cédulas do sistema
- Sistema monetário: cédulas; quantidades, operações e soluções de monetário nacional e a relação
- Conhecer a utilização de metro, quilograma e problemas; entre elas;
litro como unidades de medida padronizada; - Identificar o sinal de subtração; - Formular problemas sobre dias
- Produção de textos coletivos diversos para - Resolver situações problema que envolvam da semana ou do mês, oralmente
representar análise de dados adição e subtração por meio de escritas ou por escrita coletiva.
matemáticas ou por estratégias pessoais;
- Resolver situações problema que envolvam
multiplicação e divisão por meio de estratégias
pessoais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 2º ano
EIXO:TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO:NÚMEROS E OPERAÇÔES EIXO: ESPAÇO E FORMA EIXO:GRANDEZAS E MEDIDAS
INFORMAÇÃO
Números naturais: HABILIDADES HABILIDADES HABILIDADES HABILIDADES
Leitura, escrita, comparação de - Ler, produzir e interpretar escritas - Localizar objeto ou pessoa “acima - Identificar e relacionar - Registrar dados em tabelas
quantidades, contagem até 100. numéricas e, com base na observação de”, “embaixo de” ou “no meio de” unidades de medida de tempo: simples e gráficos em barras
de regularidades, levantar hipóteses uma referência dada; dia, semana e mês; verticais;
Operações: sobre elas, utilizando-se da linguagem - Localizar objetos e pessoas - Utilizar calendário para - Descrever suas observações
 Ideia da adição; ideias de tirar e oral, de registros informais e da segundo uma referência pessoal de localizar-se no tempo sobre os dados organizados
completar da subtração; linguagem matemática; lateralidade (direita e esquerda); - Medir comprimentos em tabela ou gráfico.
Sinais de adição, subtração e - Ler, escrever, contar, comparar e - Reconhecer quadrados, utilizando o metro como
igualdade; ordenar quantidades até 100; triângulos, retângulos e círculos em unidade de medida
- Contar de dois em dois e de cinco em diferentes posições e tamanhos; - Conhecer as cédulas e moedas
Espaço e forma: cinco em escalas ascendente e - Identificar e contar lados e do sistema monetário brasileiro
Localização espacial e lateralidade; descendente; vértices em triângulos, retângulos e e a relação entre elas
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 57

Figuras planas – identificar quadrado, - Representar quantidades até 100 na quadrados; -Fazer estimativas em medidas.
retângulo,triangulo e circulo; reta numerada; - Identificar e contar faces e
 Identificar e contar lados e vértices - Identificar os sinais de adição, vértices em paralelepípedos;
em quadrados, triângulos e subtração e igualdade; - Construir uma planificação para o
- Realizar cálculo mental com adição paralelepípedo;
1º bimestre

retângulos;
 Figuras não planas: cilindro; cubo; de duas parcelas entre 1 e 9 somas até - Identificar cilindros;
 Contar faces e vértices no cubo; 10; - Utilizar o vocabulário geométrico
 Construir uma planificação do cubo. - Resolver situações problema que estudado.
envolvam a adição ou subtração
Grandezas e medidas: utilizando procedimentos pessoais de
cálculo;
Medidas de tempo: dia, mês, ano;
- Resolver problemas que envolvam a
Medida de comprimento: o metro
noção de multiplicação;
como unidade padrão de medida;
- Formular coletivamente novas
 Sistema monetário: reconhecimento
perguntas para uma situação
de cédulas e moedas do sistema
problema iniciada.
monetário nacional.

Tratamento da informação:
 Gráficos em barras verticais;
Tabelas simples;
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 2º ano
EIXO:GRANDEZAS E MEDIDAS EIXO:TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO:NÚMEROS E OPERAÇÔES EIXO: ESPAÇO E FORMA
INFORMAÇÃO
Números naturais: HABILIDADES HABILIDADES HABILIDADES HABILIDADES
Leitura, escrita; comparação de - Ler, escrever, contar, comparar e ordenar - Reconhecer a distância de objetos a - Conhecer diferentes tipos de - Resolver problemas a partir de
quantidades, contagem até 200, contagem quantidades até 200 pela compreensão das partir de uma referência, quanto a estar relógio; uma tabela simples ou de um
de 10 em 10; relações entre unidades, características do sistema de numeração “longe” ou “perto”; - Localizar hora e meia hora em gráfico em barras horizontais;
dezenas e centenas; composição e decimal (agrupamentos de 10 em 10 e valor - Realizar uma localização dado um ponto relógio de ponteiro; - Identificar o papel do título e da
decomposição de quantidades. posicional); de referência; - Estabelecer relação entre metro e legenda em um gráfico;
Operações: - Identificar regularidades na sequência - Identificar faces, vértices e arestas no centímetro;
numérica para nomear, ler e escrever cubo;
Adição na reta numerada; cálculo mental - Identificar diferentes
números naturais até 200; - Comparar semelhanças e diferenças
com somas entre 50 e 100; subtração com instrumentos de medida de
- Contar e organizar números de dez em dez, entre cubo e paralelepípedo;
diferença entre 1 e 5; algoritmos de adição comprimento: régua, fita métrica e
em escalas ascendentes ou descendentes; - Construir uma planificação (molde) para
e subtração usando decomposição; - Representar números de 2 em 2, 5 em 5 ou o cubo;
metro de carpinteiro;
Noção de multiplicação como soma de 10 em 10 na reta numerada; - Identifica o circulo como parte do - Utilizar a régua para realizar
parcelas iguais; - Utilizar a reta numerada para fazer adições; cilindro; medições;
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 58

 Noção de divisão como repartir em - Relacionar a dezena a 10 unidades e a - Identificar o quadrado e o retângulo - Dada uma situação de medida de
partes iguais. centena a 100 unidades ou a 10 dezenas; como faces de cubo e paralelepípedo comprimento, escolher o melhor
Espaço e forma: - Realizar cálculo mental com adição de duas respectivamente; instrumento para realizá-la;
Localização espacial dado um ponto de parcelas múltiplas de 5 e somas entre 10 e - Realizar desenhos a mão livre das - Resolver problemas utilizando as
referência; 50; figuras geométricas planas e não planas cédulas e moedas do sistema
2º bimestre

Figuras não planas: cubo- faces, vértices e - Realizar cálculo mental com subtrações que estudadas. monetário nacional.
arestas; planificação, representação por tenham minuendo e subtraendo entre 1 e 10,
com diferença 1 ou 5;
desenho livre;
- Resolver situações problema que envolvam
Contar faces e vértices no cubo;
adição e subtração, com e sem recurso,
Construir uma planificação do cubo. utilizando estratégias pessoais de cálculo ou
Grandezas e medidas: uma escrita matemática;
Medidas de tempo: hora e meia hora; - Utilizar composição e decomposição de
Medida de comprimento: relação entre quantidades para realizar adições e
metro e centímetro; instrumentos de subtrações com e sem recurso, com
medida (régua, fita métrica; metro de quantidades até 200;
carpinteiro, trena; estimativa de medida de - Resolver situações problema de
comprimento; multiplicação usando procedimentos pessoais
Sistema monetário: relação entre cédulas ou a noção de multiplicação evidenciando
e moedas do sistema monetário nacional. compreensão acerca da soma de parcelas
Tratamento da informação: iguais;
- Formular coletivamente uma situação
Gráficos em barras horizontais;
problema envolvendo uma operação.
Título e legenda em gráficos.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 2º ano
EIXO:TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO:NÚMEROS E OPERAÇÔES EIXO: ESPAÇO E FORMA EIXO:GRANDEZAS E MEDIDAS
INFORMAÇÃO
Números naturais: HABILIDADES HABILIDADES HABILIDADES HABILIDADES
Leitura, escrita, comparação de - Ler, escrever, contar, comparar e ordenar - Identificar em desenhos, .- Relacionar relógio de ponteiro - Anotar em calendário, uma
quantidades, contagem até 500; sistema quantidades até 500 pela compreensão das indicações de direção a partir de com relógio digital; informação importante;
de numeração decimal; representação de características do sistema de numeração uma referência: “para frente”, - Identificar um ano como um - Registrar em tabela simples,
quantidades até 500 na reta numerada. decimal; “para período de 12 meses ou 365 dias; suas atividades em determinadas
Operações: - Identificar regularidades na seqüência trás”, “direita” e “esquerda”; - Medir a capacidade de um horas do dia;
Sinal da multiplicação;cálculo da numérica para nomear, ler e escrever números - Fazer representações de trajetos recipiente utilizando diferentes - Identificar o papel da fonte em
multiplicação na reta numerada; ideias da naturais até 500; percorridos; unidades de medida um gráfico;
multiplicação como raciocínio - Contar e organizar números de cinquenta em - Reconhecer paralelogramo e - Identificar recipientes com - Construir em papel
combinatório e proporcionalidade; cinqüenta, em escalas ascendentes ou hexágono em diferentes posições e capacidade de 1L, menor do que 1L quadriculado um gráfico em
Algoritmo da adição com reserva; descendentes a partir de um número dado; tamanhos; e maior do que 1L por medição barras verticais ou horizontais.
Cálculo mental de adição e subtração com - Identificar o antecessor e o sucessor de um - Identificar e contar lados e direta (transvazamento);
resultados até 100. número; vértices em paralelogramos e - Resolver problemas que
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 59

Espaço e forma: - Realizar cálculo mental com adição de duas hexágonos; relacionem objetos do cotidiano
Localização espacial – representação de parcelas múltiplas de 5 e somas entre 50 e 100; - Identificar e contar faces, arestas com 1L;
trajetos percorridos; - Realizar adição com e sem reserva utilizando e vértices em uma pirâmide de - Fazer estimativa da capacidade de
Figuras planas – identificar paralelogramo o algoritmo convencional de cálculo; base quadrada; um recipiente.
o e hexágono; - Registrar a multiplicação como adição de - Construir uma planificação para a
3º bimestre

Identificar e contar lados e vértices em parcelas iguais usando o sinal de multiplicação pirâmide;
paralelogramo e hexágono; (X); - Identificar o triângulo como face
Figuras não planas: pirâmide de base - Resolver situações-problema que envolvam a da pirâmide;
quadrada; adição ou subtração de termos até 500 usando - Comparar semelhanças entre o
Contar faces, vértices e arestas em uma estratégia pessoal de cálculo ou uma circulo e a esfera;
pirâmides de base quadrada; técnica operatória; - Utilizar a régua para traçar linhas
- Resolver situações-problema de multiplicação retas.
Construir uma planificação da pirâmide.
usando procedimentos pessoais de cálculo ou
Grandezas e medidas:
uma escrita multiplicativa do tipo a x b;
Medidas de tempo: ano como período de
- Resolver situação problema que envolva a
365 dias;
divisão utilizando uma estratégia pessoal de
Medida de capacidade com unidades
cálculo;
padronizadas e não padronizadas;
- Formular coletivamente uma situação-
Estimativa com medidas de capacidade.
problema parecida com uma já resolvida;
Tratamento da informação:
- Resolver situações problema de multiplicação
Tabelas para anotações pessoais; fonte que envolvam as ideias de raciocínio
de dados; combinatório e proporcionalidade usando
Construção de gráficos horizontais em procedimentos pessoais.
malha quadriculada.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 2º ano
EIXO:GRANDEZAS E MEDIDAS EIXO:TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO:NÚMEROS E OPERAÇÔES EIXO: ESPAÇO E FORMA
INFORMAÇÃO
HABILIDADES HABILIDADES HABILIDADES HABILIDADES
Números naturais: - Ler, escrever, contar, comparar e ordenar - Identificar dentre alternativas a - Escrever dados pessoais de medida: - Formular uma situação-
Leitura, escrita, comparação de quantidades até 1000 pela compreensão posição correta de objetos data de nascimento, altura e massa; problema a partir de uma tabela
quantidades, contagem até 1000; das características do sistema de constantes em um croqui; - Identificar objetos por sua massa simples ou um gráfico;
representação de quantidades até 1000 na numeração decimal; - Identificar figuras planas e não (leve, pesado, mais leve que, mais - Produzir uma lista de
reta numerada; compor e decompor - Identificar regularidades na sequência planas em objetos da natureza ou do pesado que); conclusões que podem ser
números da ordem das centenas. numérica para nomear, ler e escrever seu entorno; - Identificar objetos do cotidiano que tiradas a partir da leitura de um
números naturais até 1000; - Compor e decompor figuras; tenham massa maior do que 1 kg, gráfico em barras ou uma tabela
Operações: - Contar e organizar números de 100 em - Identificar a vista frontal, lateral e menor do que 1 kg e igual a 1 kg simples.
Algoritmo da subtração sem reserva; 100, em escala ascendente ou descendente superior de objetos; usando uma balança para fazer a
Tabelas da multiplicação por 2, 3, 4 e 5; a partir de um número dado; - Identificar eixo de simetria em comparação;
Sinal da divisão. - Representar números de 100 em 100 na figuras planas; - Resolver problemas envolvendo a
reta numerada; - Utilizar a régua para traçar figuras medida em quilogramas;
Espaço e forma: - Identificar numa ordenação de números o planas. - Estimar a massa de um objeto em
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 60

Associar a geometria ao cotidiano critério adotado para a organização; quilogramas e usar uma balança para
Figuras não planas: vistas - Representar multiplicações com fatores conferir a estimativa
Eixo de simetria em figuras planas até 5, na reta numerada realizada;
- Realizar subtração sem reserva, com - Estabelecer relações para
termos até 500 utilizando o algoritmo diferenciar massa e comprimento de
4º bimestre

Grandezas e medidas:
Medidas de tempo: data de nascimento; convencional de cálculo um objeto (maior altura nem
leitura de prazo de validade; - Realizar cálculo mental com adições com sempre maior massa).
Medida de massa: quilograma; somas que sejam múltiplos de 10;
- Realizar cálculo mental com subtrações
Estimativa com medidas de massa.
com termos múltiplos de 10 e diferença até
100;
Tratamento da informação:
- Compreender o sentido das tabuadas do
Registro de interpretação de dados por
2, 3 , 4 e 5 como lista organizada de
meio de listas de conclusão ou textos.
resultados;
- Registrar a divisão utilizando o sinal ÷;
- Resolver situações-problema que
envolvam a adição ou subtração de termos
até 1000 usando uma estratégia pessoal de
cálculo ou uma técnica operatória;
- Resolver situação problema que envolva a
divisão utilizando uma estratégia pessoal
ou uma escrita matemática;
- Formular uma situação problema que
envolva uma operação aritmética.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 3º ano
EIXO:TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO:NÚMEROS E OPERAÇÔES EIXO: ESPAÇO E FORMA EIXO:GRANDEZAS E MEDIDAS
INFORMAÇÃO
Números naturais: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:
Leitura, escrita; comparação de - Ler, escrever, contar, comparar e - Desenhar croquis de espaços - Reconhecer metro e - Ler e interpretar tabelas de
quantidades, contagem até 1000; ordenar quantidades até 1000 pela determinados; centímetro como unidades de dupla entrada;
Números ordinais; compreensão das características do - Comparar semelhanças e medida de comprimento; -Ler e interpretar gráficos em
Reta numerada. sistema de numeração decimal; diferenças entre cubos, - Identificar objetos que possam barras simples (horizontais e
Operações: - Identificar regularidades na sequência paralelepípedo e pirâmide; ser medidos em metro ou verticais);
Adição; numérica para nomear, ler e escrever - Associar um sólido estudado à centímetro; -Compreender o papel do
Subtração sem reserva; números naturais; sua planificação; - Conhecer a relação entre titulo, da legenda e da fonte
Multiplicação como soma de parcelas - Representar números até as centenas - Perceber que um mesmo sólido metro e centímetro; em um gráfico;
iguais; na reta numerada; pode ter mais do que uma - Utilizar régua, fita métrica e - Resolver problemas que
- Compreender que 1000 unidades são o planificação; metro para realizar medições; utilizam gráficos e tabelas.
Multiplicação na reta numerada;
mesmo que 1 unidade de milhar; - Associar os sólidos estudados a - Utilizar a régua para traçar
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 61

Tabelas da multiplicação até 6;


- Aplicar em situações cotidianas os um desenho que os represente; segmentos de reta dada uma
Divisão em partes iguais;
números ordinais; - Comparar semelhanças e medida;
Sinal da divisão;
- Representar multiplicações com diferenças entre paralelepípedo e - Fazer estimativa do
Cálculo mental.
fatores até 10, na reta numerada; cilindro e entre cilindro e esfera; comprimento de um objeto;
Espaço e forma:
1º bimestre

- Realizar subtração sem reserva, com - Identificar número de lados, - Localizar acontecimentos no
Localização espacial: desenho de termos até 1000 utilizando o algoritmo vértices e eixos de simetria em tempo utilizando um
croquis; convencional de cálculo; quadrados, retângulos, calendário;
Figuras não planas: cubo, - Realizar cálculo mental com adições triângulos, paralelogramo; - Ler e representar datas;
paralelepípedo, pirâmide (faces, com parcelas que sejam múltiplos de 10 - Realizar desenhos usando - Conhecer os nomes dos meses
vértices e arestas), cilindro e esfera; e cuja soma seja 100; régua. do ano;
Figuras não plana: quadrado, - Realizar cálculo mental com subtrações - Ler hora e meia hora em
retângulo, triangulo e paralelogramo com termos múltiplos de 10 e diferença diferentes relógios;
(lados, vértices, eixo de simetria). até 100; - Identificar o dia com um
Grandezas e medidas: - Compreender o sentido das tabuadas período de 24h.
Medida de comprimento: metro e do 2, 3 , 4, 5 e 6 como lista organizada
centímetro; instrumentos de medida; de resultados;
estimativa; - Registrar a divisão utilizando o sinal ÷;
Medida de tempo: calendário; hora e - Resolver situações-problema que
meia hora; dia como período de 24h. envolvam a adição ou subtração de
Tratamento da informação: termos até 1000 usando uma estratégia
Tabela de dupla entrada; pessoal de cálculo ou uma técnica
Gráficos em barras simples operatória;
(horizontal e vertical). - Formular um problema dado seu início.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 3º ano
EIXO:GRANDEZAS E MEDIDAS EIXO:TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO:NÚMEROS E OPERAÇÔES EIXO: ESPAÇO E FORMA
INFORMAÇÃO
Números naturais: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:
 Leitura, escrita; comparação de - Ler, escrever, contar, comparar e ordenar - Descrever a própria localização em - Conhecer o valor das cédulas e - Compreender o sentido de um
quantidades, contagem até 3000; quantidades até 3000 pela compreensão um determinado espaço, moedas do sistema monetário eixo e de uma escala (1 em 1, 2
Relação entre unidade, dezena, centena e das características do sistema de numeração empregando a terminologia nacional; em 2, 5 em 5 ou 10 em 10) para
unidade de milhar; decimal; adequada; - Conhecer diferentes formas de construir um gráfico;
Números pares e ímpares; - Representar números até as unidades de - Dimensionar espaços percebendo dinheiro (cheque, cartão de credito - Construir um gráfico em
Reta numerada. milhar na reta numerada; relações de tamanho e forma; e débito); barras usando régua;
Operações: - Compreender que 1000 unidades são o - Comparar semelhanças e diferenças - Identificar bimestre como um - Utilizar legenda, títulos e
Subtração com reserva; mesmo que 100 dezenas, 10 centenas ou 1 entre pirâmides; período de 2 meses ou 60 dias; fontes nos gráficos construídos;
Estimativa de ordem de grandeza de unidade de milhar; - Perceber que há diferentes tipos de - Compreender as diversas - Formular perguntas para um
adições e subtrações; - Realizar adições e subtração com reserva, pirâmides e que elas se diferenciam subdivisões de um dia (manhã, gráfico ou tabela dados.
Tabelas da multiplicação até 10; utilizando o algoritmo convencional de cálculo; pelas bases; tarde e noite;madrugada; horas);
Multiplicação e divisão com -Identificar números pares e ímpares - Contar faces, vértices e arestas em - Identificar o minuto como
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 62

procedimentos pessoais de cálculo; - Localizar um número até 3000 na reta pirâmides; unidade de medida de tempo;
Cálculo mental e estimativa. numerada percebendo suas regularidades e - Construir planificações de - Relacionar hora e minuto;
Espaço e forma: identificando o intervalo ao qual ele pertence; pirâmides; - Ler horas e minutos em diferentes
- Fazer estimativa da ordem de grandeza do - Associar uma pirâmide a suas relógios;
Localização espacial: descrição de
resultado de uma adição ou subtração; planificações; - Estimar a duração de um
localização pessoal;
2º bimestre

- Usar arredondamentos para a centena ou - Associar uma pirâmide a sua acontecimento em minutos;
 Figuras não planas: pirâmides (faces,
dezena mais próxima ao fazer adições e representação por desenho; - Realizar cálculo mental com as
vértices e arestas; tipos, base; faces
subtrações; - Identificar o hexágono e o medidas de comprimento, sistema
laterais; planificação; representação por
- Compreender o sentido das tabuadas até o pentágono como figuras planas; monetário e medidas de tempo
desenho);
10 como lista organizada de resultados; - Contar lados, vértices e eixos de estudadas;
Figuras não planas: hexágono e
- Conhecer os termos das operações de adição simetria no pentágono e no - Resolver e formular situações-
pentágono (lados, vértices, eixo de
(parcelas, soma, total); hexágono. problema que envolva as medidas
simetria).
- Resolver situações-problema que envolvam a estudadas.
Grandezas e medidas:
multiplicação e a divisão utilizando uma
Medidas de valor: formas de dinheiro;
estratégia pessoal ou uma escrita matemática;
Medidas de tempo: bimestre; períodos - Resolver problemas diversos envolvendo
do dia; minuto; cálculo mental e adição e subtração, utilizando procedimentos
estimativa. pessoais ou convencionais de cálculo;
Tratamento da informação: - Formular um problema fornecidos os dados.
Eixo e escala em gráficos;
 Construção de gráfico em barras usando
régua;
 Tabelas.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 3º ano
EIXO:GRANDEZAS E MEDIDAS EIXO:TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO:NÚMEROS E OPERAÇÔES EIXO: ESPAÇO E FORMA
INFORMAÇÃO
Números naturais: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:
Leitura, escrita; comparação de - Ler, escrever, contar, comparar e ordenar - Construir maquete simples; - Identificar o litro e o mililitro - Ler e interpretar gráficos em
quantidades, contagem até 5000; quantidades até 5000 compreendendo as - Diferenciar triângulos de como unidades convencionais de barras múltiplas (horizontais ou
Sequências numéricas com números características do sistema de numeração quadriláteros; medida de capacidade; verticais);
pares e ímpares. decimal; - Identificar quadrado, retângulo, -Identificar situações do cotidiano -Compreender como é um gráfico
Operações: - Localizar números pares e ímpares na reta losango, trapézio e paralelogramo nas quais a medida de capacidade é pictórico;
Multiplicações por 10 e 100; numerada; como quadriláteros; utilizada; -Produzir um texto escrito a
Fatos básicos da multiplicação; - Reconhecer, compreender e utilizar - Identificar o trapézio; -Compreender que 1l equivale a partir da interpretação de tabelas
Algoritmo da multiplicação por diferentes procedimentos de cálculo para - Identificar diferentes tipos de 1000 ml; e gráficos.
decomposição; realizar adições e subtrações; prismas: triangular; hexagonal; cubo -Fazer estimativa da capacidade de
Algoritmo da divisão; - Compreender as regularidades presentes e paralelepípedo; um recipiente em litro ou mililitro;
Cálculo mental e estimativa. na multiplicação por 10 e por 100; - Identificar os quadriláteros nas -Compreender o sentido de
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 63

Espaço e forma: - Utilizar a decomposição de escritas faces de um prisma; intervalo de tempo (em ano,
Localização espacial: maquete numéricas para realizar cálculo mental exato - Comparar semelhanças e diferenças meses, dias, horas e minutos);
Figuras planas: quadriláteros e triângulos; ou aproximado; entre os prismas estudados; - Identificar o trimestre como um
trapézio; simetria - Realizar cálculo mental com os fatos básicos - Contar faces, vértices e arestas nos período de 3 meses ou 90 dias;
da multiplicação; prismas estudados; - Realizar arredondamentos de
 Figuras não planas: prismas (faces,
- Realizar multiplicações de um número de - Perceber que os prismas têm duas valores para resolver problemas de
3º bimestre

vértices e arestas; bases; faces laterais.


dois ou três algarismos, por outro de um bases idênticas; compra e venda;
Grandezas e medidas:
algarismo, com e sem reserva, usando a - Completar figuras a partir de um -Resolver situações-problema que
 Medida de capacidade: litro e mililitro;
decomposição; eixo de simetria; envolvam as medidas estudadas.
estimativa de capacidade;
- Compreender o algoritmo da divisão de um - Identificar e construir figuras com
 Medida de tempo: intervalo de tempo;
número de dois algarismos por um número mais de um eixo de simetria;
trimestre.
de um algarismo; - Traçar triângulos e quadriláteros
Tratamento da informação:
- Compreender o papel do resto na divisão; com a régua.
Gráfico em barras múltiplas;
- Resolver problemas diversos envolvendo as
Gráfico pictórico. quatro operações usando cálculo mental,
procedimentos pessoais ou convencionais de
cálculo;
- Identificar dados essenciais na resolução ou
formulação de problemas;
- Formular uma situação problema que
envolva uma operação aritmética.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 3º ano
EIXO:TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO:NÚMEROS E OPERAÇÔES EIXO: ESPAÇO E FORMA EIXO:GRANDEZAS E MEDIDAS
INFORMAÇÃO
Números naturais: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:
Leitura, escrita; comparação de - Ler, escrever, comparar e ordenar - Identificar a vista superior, - Identificar semestre como um - Formular e resolver
quantidades, contagem de números números de quatro algarismos; lateral e frontal de um objeto; período de 6 meses ou 180 problemas que envolvam
com 4 algarismos. - Usar recursos de contagem de 1000 em - Localizar objetos em uma planta dias; gráficos em barras múltiplas;
1000 para localizar números na reta baixa; - Identificar e ler prazo de -Construir uma tabela de
Operações: numerada; -Comparar prismas e pirâmides; validade em embalagens; dupla entrada para
Algoritmos das quatro operações - Associar a multiplicação a situações - Construir planificações de - Identificar o grama e o representar dados coletados;
Ideias da multiplicação e da divisão que envolvem adição de parcelas iguais, prismas; quilograma como unidades de -Compreender que em uma
Cálculo mental e estimativa. raciocínio combinatório ou -Associar um prisma a sua medida de massa; situação com várias
proporcionalidade; planificação; - Compreender que 1kg é o possibilidades, uma
- Utilizar os fatos básicos da -Associar um prisma a sua mesmo que 1000g; possibilidade é uma chance.
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 64

Espaço e forma:
Localização espacial: vistas; planta multiplicação para estimar resultados de representação por desenho; - Identificar as situações do
baixa; uma divisão; - Identificar figuras planas nas cotidiano nas quais a medida de
Figuras não planas: prisma - Realizar multiplicações por de um faces de prismas e pirâmides; massa é utilizada;
(planificações; representação por número de dois ou três algarismos, por -Construir um a figura simétrica a - Comparar objetos por sua
desenho); corpos redondos outro de algarismo, com e sem reserva, outra dada segundo um eixo de massa;
4º bimestre

(identificação); usando a decomposição ou o algoritmo simetria; - Realizar estimativa da ordem


Figuras não planas: construção de convencional de cálculo; -Identificar cilindro, cone e esfera de grandeza da massa de um
figuras simétricas segundo um eixo. - Compreender as idéias envolvidas na como corpos redondos. objeto;
divisão (repartição em partes iguais ou - Resolver e formular situações
Grandezas e medidas: medida); problemas envolvendo medidas
Medida de tempo: semestre; prazo - Compreender divisões de um número de massa e tempo.
de validade; de até 3 algarismos por outro de um
Medida de massa: grama e algarismo, com e sem resto;
quilograma; estimativa. - Resolver problemas diversos
envolvendo uma ou mais operações
Tratamento da informação: usando cálculo mental, procedimentos
pessoais ou convencionais de cálculo;
Chances.
- Formular um problema parecido com
algum já resolvido.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 4º ano
EIXO:TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO: NÚMEROS E OPERAÇÔES EIXO: ESPAÇO E FORMA EIXO:GRANDEZAS E MEDIDAS
INFORMAÇÃO
Números naturais: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:
Leitura, escrita; comparação de - Ler, escrever, comparar e ordenar - Localizar a posição de uma pessoa ou - Ler hora, minuto e segundo em - Ler e interpretar gráficos em
quantidades, contagem com números de 4 números de quatro algarismos; objeto em relação a uma referencia diferentes relógios; barras múltiplas (horizontais ou
algarismos; - Usar recursos de contagem diversos para dada; - Estimar medida de tempo; verticais);
Números pares e ímpares; localizar números na reta numerada; -Identificar a vista superior, lateral e - Compreender as relações entre - Associar um gráfico em barras
Reta numerada. - Utilizar as noções de números pare e frontal de um objeto; dias, horas, minutos e segundos; múltiplas a uma tabela de dupla
Operações: impares para contagens diversas; - Localizar objetos em uma planta - Identificar metro, centímetro, entrada;
Adição; - Resolver adições e subtrações por meio baixa; decímetro e quilometro como -Compreender como é um gráfico
Subtração; de uma estratégia pessoal de cálculo e de -Comparar prismas e pirâmides; unidades de medida de pictórico;
Multiplicação por decomposição e algoritmos convencionais; - Construir planificações de prismas e comprimento; -Produzir um texto escrito a
algoritmo convencional; - Estimar a ordem de grandeza de uma pirâmides; - Relacionar metro, decímetro e partir da interpretação de tabelas
Tabelas da multiplicação até 10; adição, subtração ou multiplicação; -Associar um prisma ou uma pirâmide a centímetro; e gráficos
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 65

Divisão utilizando um algoritmo; - Utilizar os fatos básicos da multiplicação sua planificação; - Relacionar metro e quilometro;
Noção de metade de uma quantidade; para estimar resultados de uma divisão; -Associar um sólido geométrico a sua - Realizar cálculo mental com
- Realizar multiplicações de um número de representação por desenho; medidas de comprimento e tempo;
 Cálculo mental.
três algarismos, por outro de um algarismo - Identificar figuras planas nas faces de - Resolver e formular situações-
Espaço e forma:
usando a decomposição ou o algoritmo prismas e pirâmides; problema co medidas de
Localização espacial: localizar pessoas ou
convencional de cálculo; -Identificar cilindro, cone e esfera comprimento ou tempo.
1º bimestre

objetos dada uma referência;


- Compreender as idéias envolvidas nas como corpos redondos.
 Figuras não planas: prismas, pirâmides;
quatro operações;
corpos redondos;
- Compreender divisões de um número de
Figuras não plana: quadrado, retângulo,
até 3 algarismos por outro de um
triângulo e paralelogramo (lados, vértices,
algarismo, com e sem resto;
eixo de simetria).
- Identificar a idéia de metade com a
Grandezas e medidas:
divisão por dois;
Medida de comprimento: metro, - Calcular mentalmente ou por escrito a
centímetro, decímetro e quilometro; metade de uma quantidade;
instrumentos de medida; estimativa; - Resolver problemas diversos envolvendo
Medida de tempo: hora, minuto e uma ou mais operações usando cálculo;
segundo; mental, procedimentos pessoais ou
Estimativa e cálculo mental. convencionais de cálculo;
Tratamento da informação: - Formular um problema parecido com
Tabelas; algum já resolvido.
Gráficos em barras simples e múltiplas
(horizontal e vertical).
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 4º ano
EIXO:TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO:NÚMEROS E OPERAÇÔES EIXO: ESPAÇO E FORMA EIXO:GRANDEZAS E MEDIDAS
INFORMAÇÃO
Números naturais: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:
Leitura, escrita; comparação de - Ler, escrever, comparar e ordenar números - Identificar linhas horizontais e - Identificar em situações do -Construir gráficos em barras
quantidades, contagem até 10.000; até as dezenas de milhar; verticais; cotidiano o uso das unidades de múltiplas associando a ele os
Relação entre unidade, dezena, centena, - Identificar a dezena de milhar como um grupo - Distinguir figuras planas e não medida de tempo; elementos que o constituem
unidade de milhar e dezena de milhar; de 10 mil unidades ou de 10 unidades de planas; -Selecionar a unidade ou o (titulo, fonte, legenda);
Números ordinais; milhar; - Identificar entre as figuras planas os instrumento de medida em função -Ler e interpretar gráficos em
Reta numerada; - Localizar a qual intervalo na reta numerada polígonos; daquilo que se deseja medir; linha ou segmento;
Operações: pertence um determinado numero de até cinco - Identificar o círculo na superfície de -Resolver situações- problemas que -Resolver e formular problemas a
Adição e subtração; algarismos;
corpos redondos; envolvam litro, mililitro e a relação partir de um gráfico ou tabela.
Tabelas da multiplicação até 10; - Compreender os diferentes usos os números
- Identificar quadriláteros, triângulos, entre eles;
Multiplicações por 10, 100 e 1.000; no cotidiano: contar, ordenar, identificar;
- Identificar o sucessor e o antecessor de um
hexágonos e pentágonos como - Fazer estimativa de medidas de
Multiplicação e divisão com polígonos; capacidade;
procedimentos pessoais de cálculo e número até 10 mil;
- Utilizar arredondamentos para o milhar mais - Identificar polígonos como faces de -Utilizar as noções de metade e
algoritmos convencionais;
alguns sólidos geométricos; quarta parte associadas a medidas de
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 66

Noção de quarta parte; próximo ao resolver adições e subtrações;


- Compreender as regularidades nas - Perceber que corpos redondos não capacidade, comprimento e tempo;
Cálculo mental e estimativa.
multiplicações por 10, 100 e 1000; são formados por polígonos; -Resolver e formular situações
Espaço e forma:
- Utilizar os fatos básicos da multiplicação na - Construir polígonos com régua; problemas que envolvam medidas de
Localização espacial: horizontal e
vertical;
resolução de problemas, algoritmos e cálculo - Compreender a noção de ângulo tempo, comprimento e capacidade.
mental; como giro;
2º bimestre

Figuras não planas: corpos redondos;


- Reconhecer a adição e a subtração como - Identificar o numero de lados e
Figuras não planas: polígono (lados,
operações inversas; ângulos em polígonos.
vértices, ângulos, eixo de simetria); ângulo
- Conhecer a linguagem associada a subtração:
como giro.
minuendo, subtraendo e resto;
Grandezas e medidas:
- Estimar a ordem de grandeza de um
Medida de tempo: relação entre as
quociente;
diferentes unidades de medida;
- Calcular mentalmente ou por escrito a quarta
Medida de capacidade: litro e mililitro; parte de uma quantidade;
Estimativa e cálculo mental; - Resolver multiplicações de um número de
Frações e medidas: metade e um quarto quatro algarismos por outro de um algarismo
de; usando procedimento pessoal ou convencional
Tratamento da informação: de cálculo;
Construção de gráfico em barras múltiplas - Resolver divisão de um número de quatro
usando régua ou um recurso tecnológico; algarismos por outro de um algarismo;
Leitura e interpretação de gráfico em - Resolver problemas com as quatro operações;
barra; - Formular um problema dado seu início.
Tabelas.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 4º ano
EIXO:GRANDEZAS E MEDIDAS EIXO:TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO:NÚMEROS E OPERAÇÔES EIXO: ESPAÇO E FORMA
INFORMAÇÃO
Números naturais e racionais HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:
Leitura, escrita; comparação de - Ler, escrever, comparar, ordenar, compor e - Identificar ângulos em mapas e -Identificar o grama, o quilograma, a - Desenvolve as noções de chances
quantidades, contagem com números de decompor números de até 5 algarismos trajetos; tonelada e o miligrama como unidades e possibilidades;
cinco algarismos; usando as regras do sistema de numeração -Identificar poliedros como os sólidos de medida de massa; -Construir um gráfico em linha
Propriedades do sistema decimal de decimal; formados apenas por polígonos; -Identificar no cotidiano o que pode ser usando um ou mais dos seguintes
numeração; - Realizar cálculo mental com as quatro -Compreender a separação de sólidos medido em toneladas e em gramas; recursos: régua, papel
operações fundamentais baseado nas em poliedros e corpos redondos; - Relacionar as diferentes unidades de quadriculado ou planilha
Frações e números decimais
propriedades das operações e no -Compreender que prismas e pirâmides medida de massa; eletrônica;
Reta numerada. conhecimento do sistema de numeração são tipos de poliedros; -Identificar o ângulo reto como uma -Expressar por escrito as
Operações: decimal; - Identificar o ângulo reto; unidade de medida de ângulo; conclusões para um gráfico em
Noção de dobro e triplo de um número; - Compreender a idéia de dobro e triplo de -Identificar e contar ângulos em -Medir ângulos utilizando-se do ângulo linha.
Fatos básicos da multiplicação; um número e sua função para cálculo mental; polígonos; reto como unidade padrão de medição;
Algoritmo da multiplicação por dois - Compreender a idéia de fração como parte - Identificar ângulos retos em -Utilizar estimativa e cálculo mental em
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 67

algarismos; de um todo e de divisão; polígonos; situações de medição;


Algoritmo da divisão; - Relacionar uma fração a suas diferentes - Identificar planificações de cilindro e -Associar frações as medidas;
Cálculo mental e estimativa. representações (numérica, escrita, gráfica); cone; -Resolver e formular situações
Espaço e forma: - Compreender o significado de numerador e -Identificar planificações erradas de problema envolvendo tempo,
Localização espacial: mapas e trajetos denominador em uma fração; prismas e pirâmide. comprimento, capacidade e massa.
- Compreender o significado das frações com
3º bimestre

Figuras planas: ângulo reto


denominador 10 e 100;
Figuras não planas: poliedros (prismas e - Compreender o significado da escrita
pirâmides) e corpos redondos decimal de um número;
(planificação de cone e cilindro) - Identificar situações do cotidiano nas quais
Grandezas e medidas: os decimais e as frações sejam utilizados;
Medida de massa: grama, quilograma, - Resolver multiplicações de um numero de
miligrama e tonelada; quatro algarismos por um numero de dois
 Ângulo: ângulo reto como unidade de algarismos;
medida; - Resolver problemas de divisão que
Associação entre frações e medidas; envolvam a análise do resto;
Estimativa e cálculo mental. - Estimar resultados de divisões por meio do
Tratamento da informação: cálculo da quantidade de algarismos que
deverá ter o quociente;
Chances e possibilidades;
- Resolver problemas com números naturais e
Construção de tabelas e gráficos; frações;
- Formular uma situação problema dada sua
pergunta.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 4º ano
EIXO:TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO:NÚMEROS E OPERAÇÔES EIXO: ESPAÇO E FORMA EIXO:GRANDEZAS E MEDIDAS
INFORMAÇÃO
Números naturais e racionais HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:
Leitura, escrita; comparação de - Ler, escrever, comparar, decompor - Construir maquetes dada uma -Associar o sistema monetário a -Analisar situações que
quantidades, contagem de números e operar com números até 100 mil; planta baixa simples; sua representação com números envolvem chances e
até 100 mil -Identificar a centena de milhar com -Construir figuras com ângulo decimais; possibilidades;
Frações e números decimais 100 mil unidades, 10 dezenas de reto usando régua; -Utilizar frações e decimais em - Analisar gráficos com
Reta numerada milhar ou 100 unidades de milhar; -Identificar eixos de simetria em situações de medição para problemas de construção
Operações: - Resolver situações problemas com polígonos; expressar a medida e comparar (falta de informações, de
Algoritmos das quatro operações excesso ou falta de dados que - Construir figuras simétricas tempo, massas, capacidade, titulo, fonte etc);
Divisão por dois algarismos; envolvam as quatro operações; segundo dois eixos de simetria; comprimento; -Resolver e formular
Comparação de frações com mesmo -Conhecer a nomenclatura referente -Identificar retas e segmentos de - Utilizar estimativa e cálculo problemas a partir de um
denominador; as operações de multiplicação (fator reta; mental em situações de medição; gráfico em linha.
e produto) e divisão (dividendo, -Perceber que arestas são - Resolver e formular situações
Comparação entre números decimais;
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 68

divisor, quociente e resto); segmentos de reta; problemas que envolvam


 Adição e subtração de frações com
-Conhecer a ordem das operações -Identificar retas perpendiculares; medidas, frações e números
mesmo denominador;
em expressões numéricas e os -Identificar lados perpendiculares decimais.
Multiplicação de uma fração;
parênteses como sinal de associação em polígonos;
Adição e subtração de decimais por
4º bimestre

das operações; - Representar sólidos


procedimentos pessoais de cálculo;
- Comparar números decimais; geométricos por seu desenho.
Cálculo mental e estimativa.
- Comparar frações com o mesmo
Espaço e forma:
denominador;
Localização espacial: construção de Localizar na reta numerada ½, 1/3, ¼
maquete dada uma planta baixa; , 1/10, 0,5; 0,2; 0,10;
Figuras não planas: retas -Resolver problemas que envolvam
perpendiculares; identificação de frações e decimais utilizando
ângulo reto em polígonos; segmento procedimentos pessoais de cálculo;
de reta. -Formular uma situação problema
Grandezas e medidas: dada sua resposta.
Medida de valor: sistema monetário e
sua representação decimal;
Frações e decimais em situações de
medição;
Estimativa e cálculo mental.
Tratamento da informação:
Chances e possibilidades;
Erros em gráficos.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 5º ano
EIXO:TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO:NÚMEROS E OPERAÇÔES EIXO: ESPAÇO E FORMA EIXO:GRANDEZAS E MEDIDAS
INFORMAÇÃO
Números naturais: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:
Leitura, escrita; comparação de - Ler, escrever, comparar e ordenar - Inserir objetos ou pessoas em um - Identificar o uso de medidas em - Ler e interpretar gráficos em
quantidades, contagem com números; números naturais; registro de espaço, atendendo a situações cotidianas; barras múltiplas (horizontais ou
 Sistema de numeração: egípcio, romano e - Usar recursos de contagem diversos indicações de localização; - Ler e escrever medidas de verticais), pictóricos;
indo-arábico; para localizar números na reta - Identificar a vista superior, lateral e comprimento por extenso; - Associar um gráfico em barras
 Valor dos algarismos nos números; numerada; frontal de um objeto; - Comparar e transformar as múltiplas a uma tabela de dupla
 Dezena e centena de milhar - Conhecer a historia do sistema de - Diferenciar figuras planas de figuras unidades mais usuais de medida de entrada
 Números de até 9 algarismos numeração romano; não planas; comprimento; -Formular problemas a partir de
 Reta numerada. - Resolver as quatro operações por meio -Identificar e construir polígonos; - Usar a régua para medir tabelas ou gráficos.
de algoritmos convencionais; -Identificar as características comprimentos;
Operações: - Reconhecer as propriedades das principais de poliedros e corpos - Compreender o significado de
Adição: troca na ordem das parcelas; operações; redondos, distinguindo um de outro; perímetro de um polígono;
 Propriedades da adição de números - Estimar a ordem de grandeza do -Associar um poliedro ou um corpo - Realizar cálculo mental com
naturais; resultado de uma operação; redondo a sua planificação; medidas de comprimento,
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 69

 Subtração: termos da subtração; - Conhecer os nomes dos termos das -Comparar semelhanças e diferenças capacidade e tempo;
operações; entre corpos redondos; - Resolver e formular situações-
 Multiplicação: termos da multiplicação;
- Utilizar os fatos básicos da multiplicação -Identificar erros em planificações de problema com medidas de
 Divisão: termos da divisão;
para estimar resultados de uma divisão; corpos redondos; comprimento.
 Divisão: metade;
- Compreender as idéias envolvidas nas - Identificar a pirâmide como um tipo
1º bimestre

 Relação entre a multiplicação e a divisão


quatro operações e utilizá-las na de poliedro;
Cálculo mental. resolução de problemas; - Planificar pirâmides;
- Resolver problemas diversos - Relacionar as figuras geométricas a
Espaço e forma: envolvendo uma ou mais operações objetos do cotidiano.
 Localização espacial: localizar pessoas ou usando cálculo mental, procedimentos
objetos dada uma referência; pessoais ou convencionais de cálculo;
 Pirâmides; - Formular um problema parecido com
 Poliedros e corpos redondos; algum já resolvido.
 Polígonos;
 Ampliação de figuras planas.

Grandezas e medidas:
Metro, centímetro, decímetro e milímetro;
 Quilômetro e metro;
 Perímetro.
Estimativa e cálculo mental.

Tratamento da informação:
Tabela de dupla entrada;
 Gráficos em barras simples e múltiplas
(horizontal e vertical).
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 5º ano
EIXO:TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO:NÚMEROS E OPERAÇÔES EIXO: ESPAÇO E FORMA EIXO:GRANDEZAS E MEDIDAS
INFORMAÇÃO
Números naturais: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:
Leitura, escrita; comparação de - Ler, escrever, comparar e ordenar - Representar um poliedro ou corpo -Ler horas, minuto e segundo em -Construir gráficos em barras
quantidades, contagem até 100 mil; números até a classe dos milhões; redondo por um desenho; diferentes situações; múltiplas e em linhas
Relação entre centena, unidade de milhar; - Fazer uso de arredondamentos para o - Identificar padrões geométricos; - Estimar medida de tempo; associando a eles os elementos
dezena de milhar e centena de milhar; milhão mais próximo ao realizar cálculos - Identificar movimentos de -Compreender a relação entre dias, que o constituem (titulo, fonte,
 Classes e ordens; com as quatro operações; translação, rotação e reflexão de horas, minutos e segundos; legenda);
 Reta numerada. - Utilizar os fatos básicos da multiplicação figuras em padrões geométricos; - Selecionar a unidade ou o -Ler e interpretar gráficos em
na resolução de problemas, algoritmos e - Construir figuras simétricas por uma instrumento de medida em função setores;
Operações: cálculo mental; translação; daquilo que se deseja medir;
-Identificar diferentes gráficos e
 Adição e subtração; - Estimar a ordem de grandeza de um - Usar régua para fazer traçados de -Resolver situações-problemas que
tabelas no cotidiano e as
 Multiplicações por 10, 100 e 1.000; quociente; figuras e padrões geométricos. envolvam litro, mililitro e a relação
situações nas quais aparecem.
 Multiplicação e divisão com - Decidir qual a melhor estratégia de - Identificar círculo e circunferência; entre eles
procedimentos pessoais de cálculo e cálculo para resolver uma operação: - Identificar a circunferência como -Medir massa usando o g e o kg como
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 70

algoritmos convencionais; estimativa, cálculo mental ou algoritmo uma figura plana não poligonal; unidades convencionais de medida
 Multiplicação: propriedades da convencional; - Identificar centro, raio e diâmetro de massa e estabelecendo uma
multiplicação; - Calcular multiplicações e divisões de uma circunferência; elação entre elas;
 Divisão: divisão exata e não exata; mentalmente; - Relacionar a circunferência e um - Fazer estimativa de medidas de
- Calcular problemas envolvendo a círculo; capacidade, massa, tempo e
 Divisão com dois algarismos;
2º bimestre

multiplicação e a divisão - Identificar o diâmetro como eixo de comprimento


 Expressões numéricas;
- Identificar a divisão exata e não exata; simetria do círculo; -Utilizar as noções de metade e

- Resolver expressões numéricas quarta parte associadas a medidas de
reconhecendo a ordem das operações e capacidade, comprimento, massa e
Espaço e forma:
o significado dos parênteses; tempo
Circunferência e círculo;
- Resolver e formular problemas -Resolver e formular situações-
 Sólidos redondos. envolvendo as quatro operações. problemas que envolvam medidas de
tempo, comprimento, massa e
Grandezas e medidas: capacidade.
Medida de tempo: hora, meia hora, um
quarto de hora
 Tonelada, quilograma e grama;
 Litro e mililitro;
Estimativa e cálculo mental;

Tratamento da informação:
Construção de gráfico em barras múltiplas
usando recursos tecnológico;
Leitura e interpretação de gráfico em
linha e de setores;
Tabelas.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 5º ano
EIXO:TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO:NÚMEROS E OPERAÇÔES EIXO: ESPAÇO E FORMA EIXO:GRANDEZAS E MEDIDAS
INFORMAÇÃO
Números naturais e racionais HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:
Leitura, escrita; comparação de - Ler, escrever, comparar, ordenar, -Identificar ângulos em mapas e - Utilizar o grama, o quilograma, a - Desenvolve as noções de
quantidades, contagem de números com compor e decompor números usando as trajetos; tonelada e o miligrama como chances e possibilidades;
mais de cinco algarismos; regras do sistema de numeração decimal -Associar ângulos com rotações ou unidades de medida de massa; -Construir um gráfico em linha
 Propriedades do sistema decimal de - Realizar cálculo mental com as quatro giros no plano; - Conhecer o metro quadrado e o usando um ou mais dos
numeração; operações fundamentais baseado nas -Identificar ângulos em polígonos e centímetro quadrado como unidades seguintes recursos: régua,
 Representação de decimais; propriedades das operações e no em faces de poliedros; padrão de medida de papel quadriculado ou planilha
 Décimos e inteiros; conhecimento do sistema de numeração -Identificar as principais superfície; eletrônica;
 Múltiplos de um número natural; decimal características que definem um Calcular a área de quadrados e
-Analisar e organizar a
 Milésimos e números na forma decimal; - Identificar situações do cotidiano nas polígono; retângulos
contagem de possibilidades;
 Leitura de números na forma decimal; quais os decimais e as frações sejam - Nomear um polígono quanto ao -Utilizar estimativa e cálculo mental
-Expressar por escrito as
Números na forma de fração e na forma utilizados número de lados ou ângulos; em situações de medição
- Comparar números decimais - Construir figuras planas com régua -Associar frações e decimais as conclusões para um gráfico em
decimal; linha.
 Números primos; - Adicionar e subtrair números decimais e compasso. medidas
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 71

usando procedimentos pessoais ou -Resolver e formular situações-


 Representação na reta numérica.
convencionais de cálculo problema envolvendo as frações, os
Operações:
- Resolver situações-problema que decimais, as grandezas e
 Dobro, triplo, quádruplo de um número;
envolva adição e subtração de decimais medidas estudadas.
Adição e subtração com números na forma
- Utilizar as ideias de dobro, triplo,
3º bimestre

decimal;
metade e um quarto de um número para
 Multiplicação com mais de dois algarismos;
cálculo mental;
 Divisão com divisor de dois algarismos; - Resolver problemas de divisão que
 Divisores de um número natural; envolvam a análise do resto;
 Cálculo mental e estimativa. - Estimar resultados de divisões por meio
Espaço e forma: do cálculo da quantidade de algarismos
 Ângulos; que deverá ter o quociente;
 Medida de ângulos - Resolver problemas com números
 Traços retos e polígonos; naturais e racionais;
 Ângulos e dobraduras; - Formular uma situação problema dado
 Construção de figuras com dois eixos de um tema.
simetria.
Grandezas e medidas:
 Medidas de temperatura;
 Área em: centímetros quadrados metros
quadrados, quilômetros quadrados;
Associação entre frações e medidas;
Estimativa e cálculo mental.
Tratamento da informação:
Chances e possibilidades;
Gráfico de linha.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 5º ano
EIXO:GRANDEZAS E MEDIDAS EIXO:TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO:NÚMEROS E OPERAÇÔES EIXO: ESPAÇO E FORMA
INFORMAÇÃO
Números naturais e racionais HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:
Leitura, escrita; comparação de quantidades, contagem - Ampliar procedimentos de cálculo (mental, - Interpretar espaços a partir da leitura de -Associar o sistema monetário a sua -Analisar situações que envolvem
de números; escrito, exato, aproximado) por meio das um registro; representação com números decimais; chances e possibilidades;
Fração de uma quantidade;
regularidades dos fatos fundamentais, de - Representar e identificar retas com o -Utilizar frações e decimais em situações - Analisar gráficos com problemas de
 Fração que representa um número natural;
propriedades das operações, pela estimativa e uso de notação específica; de medição para expressar a medida; construção (falta de informações, de
 Números mistos;
 Frações equivalentes; verificação dos resultados obtidos; - Identificar retas paralelas e -Utilizar estimativa e cálculo mental em titulo, fonte etc);
 Simplificação de frações; - Localizar frações e decimais na reta perpendiculares e concorrente; situações de medição; - Relacionar frações a chances;
 Comparação de frações; numerada, ¼ , 1/10, 0,5; 0,2; 0,10; -Identificar triângulos, quadriláteros e - Resolver e formular situações problemas -Resolver situações do cotidiano
 Frações e porcentagem; - Multiplicar frações e decimais por um paralelogramos; que envolvam medidas, frações e envolvendo média aritmética;
Reta numerada. número natural; - Construir figuras com dois eixos de números decimais; - Relacionar porcentagem a leitura e
-Compreender a noção de equivalência e simetria; -Comparar objetos que dá ideia de interpretação de gráficos em setores.
Operações: reconhecer frações equivalentes; volume;
Algoritmos das quatro operações; - Aplicar a noção de equivalência para somar e -Representar a planificação de um modelo
 Adição e subtração de frações com denominadores
subtrair frações com qualquer denominador; de cubo de volume 1cm³;
diferentes;
 Adição e subtração com frações e de decimais por - Identificar a porcentagem como uma fração -Reconhecer que o cm³ é uma unidade de
procedimentos pessoais de cálculo; de denominador 100; medida que corresponde ao espaço
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 72

 Multiplicação de números decimais por números - Utilizar procedimentos pessoais de cálculo e ocupado por um cubo com arestas de 1
naturais; co conhecimento sobre frações para calcular centímetro de comprimento.
 Multiplicação de uma fração por um número natural; 5%, 10%, 25% e 50% de uma quantidade;
 Divisão com divisor por mais de dois algarismo; - Identificar o uso de porcentagens em
 Divisão com resto diferente de zero; situações do cotidiano;
 Divisão de números decimais;
4º bimestre

-Resolver problemas que envolvam frações e


 Divisores de um número natural;
decimais utilizando procedimentos pessoais
 Comparação de frações com mesmo denominador;

de cálculo;
 Cálculo mental e estimativa. -Resolver situações problema com excesso ou
falta de dados que envolvam as quatro
Espaço e forma: operações, frações ou decimais;
 Segmento de reta; -Formular uma situação problema dada sua
 Retas paralelas e retas concorrentes; respostas pessoais de cálculo;
 Retas perpendiculares; -Formular uma situação problema dada sua
 Triângulos, quadriláteros, paralelogramos com nomes resposta.
especiais;
 Construção de figuras com dois eixos de simetria.

Grandezas e medidas:
 Sistema monetário
 Ideia de volume;
 Volume em centímetros cúbicos;
 Volume em metros cúbicos;
 Estimativa e cálculo mental.

Tratamento da informação:
 Média aritmética;
 Gráficos em setores;
 Probabilidade e porcentagem;
Chances e possibilidades;
Erros em gráficos.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 6º ano
EIXO:NÚMEROS E OPERAÇÔES E EIXO:TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO: ESPAÇO E FORMA EIXO:GRANDEZAS E MEDIDAS
ÁLGEBRA INFORMAÇÃO

Números naturais e racionais: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


Características do sistema de numeração - Reconhecer as diferentes - Interpretar ou descrever o - Associar as grandezas de - Preencher ou completar
decimal; funções dos números; percurso de um objeto que se comprimento e massa às uma tabela de dupla entrada
Leitura, escrita, comparação e produção de - Representar números na reta movimente no espaço; unidades usuais de medida a partir de informações
escritas numéricas até a ordem dos bilhões; numerada; - Diferenciar figuras planas de - Estabelecer semelhanças e dadas;
Fração como parte de um todo; - Identificar as regularidades figuras não planas; diferenças entre as unidades de - Ler e interpretar gráficos em
Representação de frações; resultantes da notação posicional - Identificar figuras planas como medida de comprimento, e barras verticais;
Reta numerada. na sequência numérica; partes de sólidos geométricos; massa; - Identificar elementos
- Resolver situação problema com - Identificar elementos de um - Resolver situação problema essenciais em um gráfico
Operações: números naturais que polígono (lados e vértices); que compreenda a grandeza; estatístico (título, fonte,
Algoritmos das quatro operações; compreenda adição ou - Identificar elementos de uma - Resolver situação problema legenda, eixos).
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 73

Cálculo mental e estimativa. subtração; circunferência (raio, centro e que compreenda as unidades
- Realizar cálculo mental com as diâmetro); de medida de tempo –
Espaço e forma: operações básicas; - Associar um sólido à sua calendário, dia, mês, ano,
Localização espacial: percursos; - Calcular mentalmente com planificação – cubo, bimestre, trimestre, semestre,
1º bimestre

Figuras não planas: cubo, paralelepípedo, adição e subtração; paralelepípedo; pirâmide, cone década, século e milênio;
pirâmide, cone e cilindro; planificação; - Resolver situação-problema e cilindro; - Associar a representação de
com números naturais que - Construir circunferências medidas de tempo à reta
Figuras planas: elementos de um polígono;
compreenda multiplicação ou usando compasso. numerada;
circulo e circunferência; construção da
divisão; - Conhecer o Sistema
circunferência com compasso.
- Resolver situação-problema Monetário Brasileiro e seu uso
com mais de uma operação em social.
Grandezas e medidas:
que sejam tomadas; decisões
Medidas de comprimento e massa;
frente a uma situação do
Medidas de valor: sistema monetário;
cotidiano do aluno;
Medidas de tempo relativas a dia, mês e ano;
- Reconhecer frações como parte
Representação de medias de tempo em de um todo;
calendário e reta numerada. - Compreender diferentes
representações de frações
Tratamento da informação: (numérica, por desenho e por
Tabela de dupla entrada; extenso);
 Gráficos em barras simples; - Formular situação problema
Elementos de um gráfico parecida com alguma já resolvida.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 6º ano
EIXO: NÚMEROS, OPERAÇÔES E EIXO: TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO: ESPAÇO E FORMA EIXO: GRANDEZAS E MEDIDAS
ÁLGEBRA INFORMAÇÃO

Números naturais e racionais HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


Forma decimal da fração; - Ampliar os procedimentos de - Localizar a posição de um - Associar a grandeza capacidade - Resolver uma situação-
Fração como parte de um todo; cálculo - mental, escrito, exato, objeto no plano, conhecidas às unidades usuais de medida; problema cujos dados se
Reta numerada. aproximado – através do suas distâncias a dois eixos - Reconhecer grandezas encontrem numa tabela de
conhecimento de regularidades dados; mensuráveis utilizando dupla entrada ou em um
Operações: de fatos fundamentais, de - Associar o conceito de ângulo estratégias e instrumentos gráfico em barras verticais;
As quatro operações fundamentais e sua propriedades das operações, pela à ideia de giro; convencionais ou não - Ler e interpretar gráficos em
nomenclatura; antecipação, verificação de - Identificar ângulo reto com convencionais de medida; barras múltiplas;
Expressões numéricas; resultados e pela estimativa; um quarto do giro completo; - Estabelecer relações de - Representar dados em um
Estimativa e cálculo mental. - Resolver situações-problema - Classificar as figuras planas em equivalência entre unidades de gráfico em barras horizontais
que envolvam expressões poligonais e não poligonais; medida de comprimento, ou verticais;
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 74

Espaço e forma: numéricas e as quatro operações - Separar poliedros e corpos capacidade e massa; - Identificar elementos
Localização espacial; posição de objeto no fundamentais; redondos; - Relacionar frações e decimais as essenciais em uma tabela
plano; -Associar um número a - Associar poliedros e corpos medidas de comprimento, estatística (cabeçalho,
Figuras planas: polígonos; ângulo como giro; determinada parte de uma redondos a sua representação capacidade e massa; rodapé, corpo, fonte).
2º bimestre

Figuras não planas: poliedros e corpos coleção de objetos ou pessoas por desenho. - Fazer estimativas em situações
redondos. (grandeza de medição;
discreta) para exprimir a relação - Resolver situação problema que
Grandezas e medidas: entre essa parte e o todo; compreenda a grandeza
- Resolver situação problema que capacidade;
Medida de comprimento, capacidade e
envolva números racionais na - Compreender a relação entre
massa: expressão de medidas usando frações
forma fracionária e decimal; dia, hora, minuto e segundo.
e decimais; estimativa da ordem de grandeza;
- Associar a forma fracionária ou
Medida de tempo: hora, minuto e segundo.
decimal de um número racional;
- Formular uma situação
Tratamento da informação:
problema com excesso de dados
Elementos de uma tabela;
e que envolva números naturais e
Gráficos em barras simples e múltiplas.
racionais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 6º ano
EIXO: NÚMEROS, OPERAÇÔES E EIXO: TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO: ESPAÇO E FORMA EIXO: GRANDEZAS E MEDIDAS
ÁLGEBRA INFORMAÇÃO

Números naturais e racionais: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


Ideia da fração como divisão; - Resolver problemas, consolidando - Encontrar um determinado - Resolver situações problema - Resolver uma situação-
Frações equivalentes; significados das operações local, em um guia, mapa ou que compreenda as unidades problema que dependa de
Comparação de frações e decimais; fundamentais e construindo novos, planta; de medida de tempo – hora, dados obtidos da leitura e
Reta numerada. em situações que envolvam - Resolver situação problema minuto, segundo; interpretação de um gráfico
números naturais e racionais; que compreenda deslocamento - Associar a ideia de fração em barras simples ou
Operações: - Resolver situação problema que de pontos no espaço e no como divisão as medidas de múltiplas;
envolva a noção de operações plano, reconhecendo as noções tempo; - Resolver situação problema
Operações inversas
inversas; de direção e sentido, de ângulo; - Estabelecer relações entre que dependa da leitura,
Cálculo mental e estimativa
- Identificar em quais situações é - Identificar ângulos retos em multiplicações e divisões por interpretação e construção de
adequado utilizar procedimentos polígonos; 10, 100 e 1000 com as um gráfico de barras
Espaço e forma:
de cálculo aproximado, cálculo - Reconhecer quadriláteros e transformações de unidades de múltiplas;
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 75

Localização espacial: guias, mapa e planta


mental ou escrito para resolver triângulos entre os polígonos; medidas de comprimento, - Ler e interpretar gráfico em
baixa; deslocamentos no plano;
operações; - Construir triângulos e capacidade e massa; linha;
Figuras planas: ângulo reto em polígono;
- Associar um número racional sob quadriláteros, dadas as medidas - Calcular mentalmente com as - Identificar erros em gráficos;
quadriláteros e triângulos; construção com
3º bimestre

a forma fracionária à ideia de dos lados, usando esquadros e medidas de tempo, - Compreender a noção de
esquadros;
divisão entre dois números a noção de ângulo reto, maior comprimento, capacidade e chance.
Figuras não planas: prismas e pirâmides. naturais (divisor diferente de zero), que o reto e menor que o reto; massa;
para resolver problemas; - Reconhecer prismas e - Identificar o ângulo reto como
Grandezas e medidas: - Representar números racionais na pirâmides; unidade de medida de ângulo;
Medida de tempo: frações da hora, do reta numerada; - Associar prismas e pirâmides à - Medir ângulos com unidades
minuto e do segundo; - Comparar números racionais sua planificação; não convencionais associadas a
Medidas de capacidade, massa e tempo: expressos na forma fracionária e na - Associar prismas e pirâmides a frações de giro;
transformações de unidades usuais de decimal; sua representação em desenho. - Calcular a área de uma
medida; perímetro como medida de - Identificar frações equivalentes a superfície poligonal,
comprimento; uma fração dada; representada em malha
Cálculo mental e estimativa; - Resolver uma situação problema quadriculada;
Medida de ângulo: ângulo reto; que compreenda a noção de - Calcular áreas de superfícies
Medida de superfície: noção de superfície; equivalência de frações; poligonais utilizando a
unidades de medida não padronizada. - Formular uma situação problema composição e a decomposição
que compreenda a noção de de figuras;
Tratamento da informação: frações equivalente. - Resolver situação problema
Gráfico em linhas; que compreenda a noção de
Chances. perímetro de um polígono.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 6º ano
EIXO: NÚMEROS, OPERAÇÔES E EIXO: ESPAÇO E FORMA EIXO: GRANDEZAS E EIXO: TRATAMENTO DA
CONTEÚDOS
ÁLGEBRA MEDIDAS INFORMAÇÃO

Números naturais e racionais: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


Ideia da fração como razão. - Resolver situação problema do - Identificar eixo de simetria em - Calcular área de quadrados e - Associar uma tabela a um
cotidiano que compreenda números figuras planas; retângulos usando unidades gráfico;
Operações: racionais expressos sob notação - Ângulos retos, agudos e convencionais de medida; - Resolver situação problema
Adição e subtração de frações por decimal, utilizando adição e subtração e obtusos; - Associar o litro com a que dependa da leitura,
equivalência; a noção de frações equivalentes; - Identificar paralelas e capacidade de um cubo de interpretação e construção de
Adição e subtração de decimais; - Resolver situação problema do perpendiculares em aresta 10 cm; um gráfico
Multiplicação e divisão de frações por cotidiano que compreenda números quadriláteros; - Calcular o volume e a área em linha;
um número inteiro; racionais expressos sob notação - Identificar propriedades de total de um prisma reto de - Aplicar o princípio
decimal, utilizando multiplicação e paralelismo e perpendicularismo base retangular; multiplicativo para resolver
Multiplicação de decimais por um
divisão por inteiro; entre arestas ou faces de - Resolver situação problema situação problema que
inteiro;
- Resolver situação problema do poliedros; que envolva diferentes compreenda contagem;
Cálculo mental e estimativa com
cotidiano com números racionais na - Classificar triângulos quanto às unidades de medida; - Representar chances por
números racionais.
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 76

forma fracionária e decimal; medidas dos lados e dos ângulos; - Compreender o grau como meio de uma fração;
- Reconhecer a fração como divisão - Construir triângulos, quadrado e unidade de medida de - Expressar a chance de um
Espaço e forma:
entre dois números naturais; retângulo usando régua, ângulos; evento ocorrer por meio de
Figuras planas: eixo de simetria;
- Reconhecer uma porcentagem como transferidor e compasso; - Utilizar transferidor para fração;
4º bimestre

paralelas e perpendiculares;
uma fração de denominador 100; - Localizar-se espacialmente medir ângulos. - Ler, interpretar gráficos em
classificação de triângulos quanto a
- Calcular porcentagens mentalmente; tendo como referência as noções setores;
medida dos lados; construção de
- Resolver situação problema com o de paralelismo e - Identificar diferentes tipos
triângulos (dadas as medidas dos lados),
sistema monetário nacional que de gráficos e seus usos em
quadrados e retângulos com régua, perpendicularismo de retas.
compreenda porcentagem; situações de representação
transferidor e compasso.
- Compreender potências de base 2 e 3; de dados.
- Associar as potências de base 2 e 3
Grandezas e medidas:
com o cálculo de área e volume
Medida de superfície: cálculo da área
respectivamente;
do quadrado e do retângulo; unidades
- Resolver situação problema que
convencionais de medida de superfície
envolva expressões numéricas;
(m2, cm2 e km2);
- Compreender a noção de raiz quadrada
Medida de ângulo: grau; uso do de quadrados perfeitos;
transferidor.
- Formular uma situação problema que
não tenha solução e que envolva
Tratamento da informação: qualquer dos conteúdos abordados no
Gráfico em linhas; bimestre.
Gráfico em setores.
Relação entre chances e frações;
Contagem.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 7º ano
EIXO: GRANDEZAS E EIXO: TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO: NÚMEROS E OPERAÇÕES EIXO: ESPAÇO E FORMA
MEDIDAS INFORMAÇÃO

Números naturais, inteiros e racionais: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


Ler, produzir, compara e interpretar escritas - Identificar a ampliação do - Localizar pontos no plano - Identificar o grau como - Formular uma situação-
numéricas que envolvam números naturais ou conceito de números a partir de cartesiano; unidade de medida de ângulo; problema cujos dados se
inteiros; sua utilização no cotidiano; - Desenhar figuras em um plano - Medir ângulos usando encontrem em tabelas
Expressão de regularidades numéricas; - Reconhecer números naturais, cartesiano das as suas transferidor; simples ou de dupla
Fração como parte de um todo; racionais e inteiros em diferentes coordenadas; - Resolver problema entrada;
Representação de frações; contextos; - Relacionar ângulos como envolvendo medidas de - Identificar diferentes
Reta numerada. - Compreender a fração como mudança de direção; comprimento, tempo, massa tipos de gráficos: em
Operações: parte de um todo; - Reconhecer ângulos em figuras e capacidade. barras, linhas ou setores;
Adição e subtração de inteiros; - Comparar e ordenar números planas; - Formular ou resolver
inteiros; - Identificar ângulo reto, agudo e uma situação-problema
Cálculo mental e estimativa.
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 77

Espaço e forma: - Registrar regularidades em obtuso; que dependa de dados


sequências numéricas; - Relacionar ângulos e polígonos; obtidos da leitura e
Localização espacial: plano cartesiano;
- Aplicar adição ou subtração de - Identificar o círculo como parte interpretação de um
Figuras planas: ângulos; polígonos; círculo e
números inteiros na resolução de da superfície do cilindro e do gráfico;
circunferência; traçado com compasso;
1º bimestre

situação-problema; cone; - Identificar situações


Figuras não-planas: cilindro, cone.
- Associar números inteiros à noção - Identificar erros em relativas a gráficos e
Grandezas e medidas:
de ponto de referência e de planificações de cilindros e cones; tabelas nas quais as
Medidas de comprimento, tempo, capacidade
equidistância a esse ponto; - Reconhecer círculos e identificar porcentagens aparecem;
e massa;
- Representar números inteiros na seus elementos; - Realizar cálculo de
Medida de ângulo: o grau; uso do reta numerada; - Reconhecer circunferências e porcentagem utilizando
transferidor; - Formular situação-problema identificar seus elementos procedimentos pessoais
Medidas de valor: sistema monetário; envolvendo números inteiros. (centro, raio, diâmetro e corda); de cálculo.
Medidas de tempo relativas a dia, mês e ano; - Identificar semelhanças e
Representação de medias de tempo em diferenças entre círculos e
calendário e reta numerada. circunferências;
Tratamento da informação: - Traçar circunferência usando
Tabela de dupla entrada e seus elementos; compasso.
Gráficos e seus elementos de um gráfico;
Porcentagem como fração de denominador
100;
Procedimentos pessoais de cálculo com
frações
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 7º ano
EIXO: TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO: NÚMEROS E OPERAÇÕES EIXO: ESPAÇO E FORMA EIXO: GRANDEZAS E MEDIDAS
INFORMAÇÃO

Números naturais, inteiros e racionais HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


Forma decimal da fração; - Relacionar um número inteiro ao - Identificar ângulos retos, agudos e - Resolver problemas envolvendo - Compreender a noção de
Fração como parte de um todo e como divisão; seu oposto ou simétrico; obtusos em polígonos; cálculo de perímetro de polígono; frequência absoluta e seu uso em
Oposto ou simétrico de um inteiro; - Aplicar multiplicação, divisão ou - Classificar triângulos em função da - Associar ângulos reto, agudos e tabelas e gráficos;
Reta numerada. potências de números inteiros na medida de seus ângulos; obtusos com suas respectivas - Associar a noção de frequência
Operações: resolução de problemas; - Identificar altura, base e eixo de medidas em graus; relativa com o cálculo de
- Identificar a diferença entre simetria em triângulos, retângulos, - Resolver problema envolvendo porcentagem;
As quatro operações com números inteiros;
multiplicação e potência; losangos e paralelogramos e áreas de retângulos; - Compreender e calcular a média
Potencias com números inteiros;
- Desenvolver estimativa e cálculo trapézios; - Compreender as relações entre aritmética de um conjunto de
Igualdade;
mental com números inteiros e - Identificar ângulos adjacentes e m2 e cm2 e entre m2 e km2; dados numéricos;
Propriedade distributiva da multiplicação em
racionais; opostos pelo vértice; - Resolver problemas envolvendo -Construir um gráfico em linhas
relação à adição;
- Converter números racionais da - Calcular medidas de ângulos em medidas de tempo; ou barras relacionando com a
Expressões numéricas; forma fracionária para decimal e - Formular problemas que localização de pontos em um
situações envolvendo ângulos
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 78

Estimativa e cálculo mental; vice-versa; envolvam grandezas e medidas plano cartesiano;


adjacentes e opostos pelos vértices;
Introdução à álgebra. - Compreender o sentido de dada uma unidade. -Utilizar a noção de escala para
- Identificar poliedros como sólidos
Espaço e forma: equivalência na igualdade; organizar as marcações nos eixos
formados apenas por polígonos;
Figuras planas: ângulo reto, agudo e obtuso; - Utilizar a propriedade distributiva de um gráfico;
- Identificar um poliedro por sua
classificação de triângulos; altura, base e eixo de
2º bimestre

da multiplicação em relação à adição planificação; -Resolver situações-problema


simetria em quadriláteros e triângulos; construção em situações de que envolvam a noção de
- Relacionar a noção de simetria com
de triângulos com régua, compasso e transferidor; cálculo mental ou na resolução de porcentagem e média.
a noção de oposto de um número;
Figuras não-planas: poliedros. expressões numéricas; - Utilizar régua, transferidor e
Grandezas e medidas: - Resolver expressões numéricas com compasso para construir triângulos.
Medida de comprimento: perímetro de um números inteiros e frações;
polígono; - Expressar regularidades com o uso
Medida de superfície: área de retângulos; da linguagem algébrica;
equivalência entre as unidades convencionais (m2, - Identificar a álgebra como
cm2 e km2); linguagem para a expressão de
Medida de tempo: hora, minuto e segundo; relações entre duas grandezas.
Medida de ângulo: ângulo reto, agudo e obtuso;
uso do transferidor.
Tratamento da informação:
Frequência absoluta e frequência relativa;
Média aritmética;
Gráficos e plano cartesiano;
Escala e gráficos.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 7º ano
EIXO: GRANDEZAS E EIXO: TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO: NÚMEROS E OPERAÇÕES EIXO: ESPAÇO E FORMA
MEDIDAS INFORMAÇÃO

Números naturais, inteiros e racionais HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


Ideia da fração como razão; - Representar números racionais - Associar o plano cartesiano a - Diferenciar área e perímetro - Aplicar o princípio
Frações equivalentes; na reta numerada mapas e guias; de polígono; multiplicativo para resolver
Comparação de frações e decimais; - Encontrar o inverso de um - Reconhecer o grau como - Resolver situações-problema situação-problema que
Reta numerada. número racional; unidade de medida relacionada que envolvam medida de envolva contagem;
Operações: - Aplicar as operações com a divisão da circunferência superfície por decomposição - Identificar situações que
Operações inversas; fundamentais usando números em partes; de figuras; envolvam imprevisibilidade
Inverso de um número racional; racionais, na forma decimal ou - Relacionar ângulo central com a - Utilizar a decomposição de ou impossibilidade de ocorrer
Operações com racionais; fracionária, na resolução de divisão da circunferência em figuras para encontrar um resultado;
problemas; partes iguais; fórmulas do cálculo de áreas - Associar a ideia de chance à
Grandezas diretamente proporcionais;
- Resolver equações com uma - Reconhecer arco, ângulo central de quadriláteros e triângulos; possibilidade de ocorrer um
Potência e radiciação;
incógnita algebricamente e e setor circular; -Formular problema que resultado;
Cálculo mental e estimativa.
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 79

mentalmente; - Identificar eixo de simetria em envolva o cálculo da área e do - Representar por meio de
Álgebra
- Compreender a noção de polígonos; perímetro de triângulos ou fração a chance de um
Resolução de equações
variável pela interdependência - Construir ou completar figuras quadriláteros dada uma resultado ocorrer;
Interdependência entre grandezas entre grandezas; simétricas segundo um ou mais resposta; - Associar a ideia de razão à
3º bimestre

Variável e incógnita - Relacionar a linguagem em eixos de simetria; - Realizar cálculo mental e expressão da chance de um
Espaço e forma: prosa com a linguagem algébrica; - Utilizar a noção de escala na estimativa com grandezas e resultado ocorrer
Localização espacial: mapas e guias; - Utilizar os princípios da ampliação e redução de figuras; medidas.
Figuras planas: ângulo central na igualdade na resolução de - Utilizar régua, transferidor e
circunferência; arco; setor circular, ângulo equações; compasso para construir e
central; eixo de simetria em polígonos; - Reconhecer grandezas quadriláteros;
ampliação ou redução de figuras; bissetriz e diretamente proporcionais; - Compreender que a forma de
mediatriz; construção de quadrilátero com - Resolver cálculos com potências uma figura independe de sua
régua e compasso. de números inteiros e racionais; posição ou tamanho;
Grandezas e medidas: - Resolver cálculos com raiz - Construir a bissetriz de um
Medida de tempo: frações da hora, do quadrada de quadrados triângulo e a mediatriz de um
minuto e do segundo; perfeitos; segmento com régua e
Medida de superfície: área de triângulos e - Compreender a noção de compasso.
quadriláteros; escala;
Cálculo mental e estimativa. - Relacionar a ideia de razão e
Tratamento da informação: divisão a frações.
Contagem;
Chances e possibilidades;
Fração como razão.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 7º ano
EIXO: TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO: NÚMEROS E OPERAÇÕES EIXO: ESPAÇO E FORMA EIXO: GRANDEZAS E MEDIDAS
INFORMAÇÃO

Números naturais, inteiros e racionais HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


Operações: - Relacionar as operações às suas - Utilizar a noção de paralelismo e - Resolver problemas -Associar uma tabela a um gráfico;
Relação entre uma operação e sua inversas; perpendicularismo entre retas envolvendo cálculo de área de - Resolver situação-problema que
inversa; - Estimar resultados em cálculos para localizar dados em um guia polígonos; dependa da leitura, interpretação e
Operações com racionais; mentais realizados; ou mapa; - Relacionar os conceitos de construção de um gráfico em linha;
Raiz cúbica; - Resolver situação-problema - Classificar quadriláteros capacidade e volume em - Aplicar o princípio multiplicativo
Cálculo mental e estimativa. pela utilização da linguagem segundo o paralelismo ou paralelepípedos; para resolver situação-problema
Álgebra: algébrica das equações de uma perpendicularismo de seus lados - Identificar a equivalência que compreenda contagem;
Equações; incógnita; e à medida de seus ângulos; entre decímetro cúbico e litro, - Representar chances por meio de
Grandezas diretamente - Resolver problema utilizando - Identificar semelhanças e bem como entre centímetro uma fração;
proporcionais; regra de três simples; diferenças entre retângulo, cúbico e mililitro; - Expressar a chance de um evento
Regra de três simples; - Resolver problema envolvendo losango, paralelogramo, trapézio - Identificar o metro cúbico e o ocorrer por meio de fração;
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 80

Propriedade de potência; grandezas diretamente e quadrado; centímetro cúbico como - Ler, interpretar gráficos em
Expressões algébricas. proporcionais; - Identificar que a soma dos unidades de medida de volume; setores;
Espaço e forma: - Resolver cálculos com raiz ângulos internos de um triangulo - Diferenciar as unidades metro, - Identificar diferentes tipos de
cúbica de cubos perfeitos; é 180º e de um quadrilátero é metro quadrado e metro cúbico gráficos e seus usos em situações
Figuras planas: retas paralelas e
4º bimestre

- Identificar a radiciação como 360º; pelas grandezas a elas de representação de dados;


perpendiculares; classificação de
inversa da potência; - Relacionar prismas a associadas; - Associar num gráfico em setor,
quadriláteros; figuras simétricas
- Resolver cálculos com números quadriláteros compreendendo o - Resolver situações-problema uma porcentagem ou número
segundo um eixo ou uma translação;
racionais na forma decimal ou cubo como um tipo particular de que envolvam capacidade e racional a uma das partes do
Figuras não-planas: paralelismo e
fracionária; prisma; volume; gráfico;
perpendicularismo em prismas;
- Utilizar as propriedades de - Identificar arestas paralelas e - Formular problemas com falta - Interpretar dados expressos em
relação entre prismas e quadriláteros.
potências na resolução de perpendiculares em prismas; ou excesso de dados com as gráficos em setores;
Grandezas e medidas:
expressões numéricas; - Obter uma figura simétrica a grandezas estudadas. - Construir gráficos em setores;
Medida de capacidade e volume:
- Aplicar a noção de razão para o outra dada por um movimento de - Determinar taxas percentuais,
volume de paralelepípedo;
cálculo de densidade translação no plano. total ou uma porcentagem do total
equivalência entre L e dm3; entre mL e
demográfica e velocidade média. por meio de procedimento pessoal
cm3; principais unidades de medida de
de cálculo, cálculo mental ou por
volume (m3, dm3 e cm3);
regra de três;
Estimativa e cálculo mental.
- Resolver e formular problemas
Tratamento da informação:
que envolvam gráficos em setores,
Gráfico em setor; porcentagem ou chance.
Porcentagem;
Chances.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 8º ano
EIXO: NÚMEROS E OPERAÇÕES E EIXO: TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO: ESPAÇO E FORMA EIXO: GRANDEZAS E MEDIDAS
ÁLGEBRA INFORMAÇÃO

Números, operações e álgebra HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


Operações com números racionais; - Realizar operações com números - Reconhecer o que é um - Resolver problemas, utilizando - Identificar erros de escala em
Noção de variável e incógnita; racionais; polígono regular e suas perímetro de polígonos; gráficos em barras e linhas;
Expressões algébricas; - Representar números racionais, propriedades relativas a lados e - Resolver problemas, utilizando - Relacionar a noção de
Equações de 1º grau com uma na reta numerada; ângulos; mudanças de unidades de frequência relativa a
incógnita; - Observar regularidades em - Identificar a diagonal de um medidas de comprimento, porcentagem;
Reta numerada; sequências para introduzir a noção polígono regular ou não; massa e capacidade; - Associar a noção de
Cálculo mental e estimativa. de variável; - Relacionar os conceitos de - Deduzir experimentalmente a frequência relativa a
- Reconhecer expressões algébricas ângulos complementares e soma das medidas dos ângulos construções, leitura e
Espaço e forma: e que elas permitem expressar suplementares às propriedades internos dos triângulos e dos interpretação de dados em
generalizações sobre dos ângulos internos de quadriláteros; gráficos;
Figuras planas: polígono regular;
propriedades numéricas; triângulos equiláteros, isósceles e - Formular e resolver problemas - Interpretar e aplicar dados
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 81

diagonal de polígono; alturas, medianas


e bissetrizes de um triangulo; traçado de - Resolver equação de 1º grau com retângulos; que envolvam os temas de obtidos em um gráfico em
alturas,medianas e bissetrizes com uma incógnita; - Identificar, em um triângulo, as medidas do bimestre. setores em situações problema.
régua e compasso; elementos do - Resolver situações-problema que alturas, medianas e bissetrizes e
envolva equações do 1º grau; construí-las com régua e
1º bimestre

triangulo retângulo.
- Calcular o valor numérico de uma compasso;
Grandezas e medidas: expressão algébrica. - Identificar a condição de
existência de um triângulo;
Medidas de comprimento: perímetro;
- Relacionar os termos
Medida de ângulo: o grau; uso do
hipotenusa e cateto aos lados do
transferidor, soma dos ângulos internos
triangulo retângulo.
de triângulos e quadriláteros.

Tratamento da informação:
Gráficos, seus usos e seus elementos
de um gráfico;
Porcentagem;
Frequência relativa e frequência
absoluta;
Gráficos em setores.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 8º ano
EIXO: TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO: NÚMEROS E OPERAÇÕES EIXO: ESPAÇO E FORMA EIXO: GRANDEZAS E MEDIDAS
INFORMAÇÃO

Números, operações e álgebra HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


Grandezas diretamente - Resolver problema envolvendo - Construir polígonos regulares - Resolver problema, utilizando a - Traduzir dados
proporcionais; grandezas diretamente utilizando régua, compasso e medida do comprimento de uma representados graficamente
Regra de três; proporcionais; transferidor; circunferência; em expressão algébrica;
Simplificação de expressões - Utilizar estratégias de cálculo - Estabelecer a relação entre - Identificar o número Pi como - Compreender a noção de
algébricas; algébrico apoiando-se em número de diagonais e vértices de irracional; moda em um conjunto de
Fatoração; propriedades dos números e das um polígono em situações - Localizar o número Pi na reta dados e a relação com o uso
Desigualdade; operações; problema; numerada. cotidiano deste termo;
Inequações simples; - Traduzir problemas em expressão - Resolver situações-problema que - Identificar a moda de um
algébrica; envolvam ângulos internos e conjunto de dados em um
Reta numerada;
- Simplificar uma expressão externos de polígonos regulares; gráfico;
Estimativa e cálculo mental.
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 82

algébrica, com auxílio de fatoração; - Identificar elementos de - Utilizar a noção de moda


- Identificar e aplicar os princípios circunferências (raio, diâmetro, para fazer inferências em uma
Espaço e forma:
da desigualdade na resolução de corda, centro); pesquisa estatística.
Figuras planas: relação entre o
inequações e problemas; - Identificar arcos de circunferência
número de diagonais e de vértices de
2º bimestre

- Representar a solução de uma e ângulo central estabelecendo


um polígono; elementos da
inequação na reta numerada. relações entre eles.
circunferência; construção de
polígonos regulares com régua,
compasso e transferidor; construção
da circunferência com compasso;
arcos de circunferência w ângulo
central.

Grandezas e medidas:
Medida de comprimento:
comprimento da circunferência; o
número PI como razão entre a medida
do diâmetro e o comprimento da
circunferência.

Tratamento da informação:
Moda de um conjunto de dados;
Moda em gráficos.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 8º ano
EIXO: TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO: NÚMEROS E OPERAÇÕES EIXO: ESPAÇO E FORMA EIXO: GRANDEZAS E MEDIDAS
INFORMAÇÃO

Números, operações e álgebra HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


Identificar números racionais; - Identificar números irracionais; - Estabelecer e distinguir os casos - Resolver uma situação - Resolver situações que
Intervalo numérico; - Localizar o intervalo numérico ao de congruência de dois problema, utilizando área de envolvam idéias de chances e
Manipulação de expressões algébricas; qual pertence um número triângulos; polígonos; possibilidades;
Produtos notáveis e fatoração; irracional; - E utilizá-la na compreensão de - Formular e resolver situações- - Relacionar chances a
Resolução de equações de 1º grau; - Resolver problema utilizando propriedades de triângulos problema com excesso de porcentagens e frações;
Reta numerada; regra de três simples; equiláteros e isósceles; dados envolvendo a área lateral - Representar graficamente
- Manipular expressões algébricas - Identificar o teorema de e total de prismas e pirâmides; situações que envolvam ideias
Cálculo mental e estimativa.
por meio a propriedade Pitágoras e relacioná-lo a - Identificar a relação entre de chances e possibilidades.
distributiva, das regras das situações de medição envolvendo áreas de quadrados no
Espaço e forma:
operações aritméticas, pela números irracionais; Teorema de Pitágoras;
Figuras planas: congruência de
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 83

fatoração ou pelos produtos - Identificar polígonos inscritos e - Formular e resolver situações-


triângulos; teorema de Pitágoras;
notáveis; circunscritos a uma problema envolvendo o volume
polígonos regulares inscritos e
- Utilizar fatoração e produtos circunferência. de paralelepípedo dada a
circunscritos.
notáveis na resolução de equações pergunta.
3º bimestre

de 1º grau e em situações
Grandezas e medidas:
problema.
Medida de superfície: área de polígonos;
equivalência entre as unidades
convencionais (m2, cm2 e km2); área
lateral e total de prismas e pirâmides;
Teorema de Pitágoras;
Volume do paralelepípedo.

Tratamento da informação:
Contagem;
Chances e possibilidades;
Fração como razão;
Representação gráfica de situações que
envolvam chances.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 8º ano
EIXO: TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO: NÚMEROS E OPERAÇÕES EIXO: ESPAÇO E FORMA EIXO: GRANDEZAS E MEDIDAS
INFORMAÇÃO

Números, operações e álgebra HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


Números reais; - Ordenar números reais; - Identificar simetrias em - Resolver uma situação - Formular e resolver
Cálculo do valor aproximado de raízes; - Calcular o valor aproximado de triângulos e quadriláteros; problema, utilizando área de problemas que envolvam
Porcentagem; raízes quadradas de números reais - Identificar que no triangulo círculos e comprimento da dados estatísticos, gráficos,
Sistemas de equação de 1º grau com por fatoração ou estimativa da equilátero as bissetrizes, circunferência; tabelas e chances.
duas incógnitas. ordem de sua grandeza mediatrizes, alturas e os eixos de - Calcular a área total e o
- Resolver problemas com cálculo simetria são coincidentes; volume de cilindros;
Espaço e forma: de porcentagem; - Utilizar o centro do triângulo - Calcular a medida do ângulo
Figuras planas: simetria em triângulos - Determinar o valor das variáveis equilátero para traçar a interno de um triângulo;
e quadriláteros; traçado da circunferência num sistema de equações de 1º circunferência inscrita e - Utilizar as relações entre as
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 84

inscrita ou circunscrita grau; circunscrita; medidas dos ângulos internos e


ao triângulo equilátero. -Analisar os coeficientes de um - Utilizar as relações anteriores externos de um triângulo em
sistema de equações do primeiro para investigar sobre alturas, situações problema;
Grandezas e medidas: grau com duas incógnitas, antes de bissetrizes, mediatrizes e eixos de - Aplicar o teorema de Pitágoras
Medida de capacidade e volume: de decidir qual o método utilizar para simetria em outros triângulos; na resolução de situações-
4º bimestre

cone; equivalência entre L e dm3; entre mL sua solução (aritmético ou - Classificar os quadriláteros problema envolvendo medidas
e cm3; principais unidades de medida de algébrico ou gráfico) usando propriedades de lados, de
volume (m3, dm3 e cm3); - Resolver graficamente sistemas ângulos e simetria; diagonais, alturas, hipotenusas
de equações de 1º grau; - Resolver situações-problema e catetos.
Medida de ângulo: ângulo central ângulo
interno; - Resolver situações problemas que que envolva as propriedades dos
envolvam sistemas de 1º grau. quadriláteros.
Medida de superfície: área do círculo;
área lateral e total do cilindro;
 Estimativa e cálculo mental.

Tratamento da informação:
Gráficos e tabelas;
Porcentagem;
Chances.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 9º ano
EIXO: GRANDEZAS E EIXO: TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO: NÚMEROS E OPERAÇÕES EIXO: ESPAÇO E FORMA
MEDIDAS INFORMAÇÃO

Números, operações e álgebra HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


Números reais; - Determinar a representação - Aplicar as noções de razão e - Resolver situações-problema - Ler e interpretar os dados de
Cálculo do valor aproximado de raízes; fracionária de uma dízima proporção entre segmentos de que envolvam o cálculo de uma pesquisa expressos em
Expressões algébricas; periódica; reta; área de um polígono; gráficos em barras horizontais
Dizima periódica; - Resolver situação-problema que - Ampliar e reduzir figuras - Identificar e inferir aspectos e verticais, linhas e em
Notação científica; envolva operações (adição, segundo uma razão; relacionados a fenômenos da setores circulares;
Reta numerada; subtração, multiplicação, divisão - Formular e resolver problemas natureza cientifica ou social
ou potenciação) com números geométricos que envolvam que envolvam grandezas e
Cálculo mental e estimativa.
racionais representados na forma proporcionalidade; medidas.
decimal ou fracionária; - Reconhecer se dois polígonos
Espaço e forma:
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 85

- Ter uma visão geral dos diferentes são semelhantes, estabelecendo


Figuras planas: Ampliação e redução de
campos numéricos e perceber as relações entre seus lados e
figuras; semelhança de polígonos.
relações de inclusão que eles ângulos.
mantêm;
Grandezas e medidas:
- Identificar um número irracional
Área de polígono.
1º bimestre

escrito sob a forma de radical;


- Localizar o intervalo numérico ao
Tratamento da informação:
qual um radical pertence;
Gráficos, tabelas e seus usos e seus
- Compreender a noção de notação
elementos de um gráfico.
cientifica;
- Fazer estimativa da ordem de
grandeza de uma notação cientifica
na resolução de problemas;
- Formular problemas dado um
contexto no qual se exija notação
cientifica.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 9º ano
EIXO: NÚMEROS E OPERAÇÕES E EIXO: TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO: ESPAÇO E FORMA EIXO: GRANDEZAS E MEDIDAS
ÁLGEBRA INFORMAÇÃO

Números, operações e álgebra HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


Operações com radicais; - Reconhecer o número irracional - Compreender e utilizar o - Resolver e formular problemas - Ler e interpretar
Operações com números reais; como um número de infinitas casas conceito de semelhança de com falta ou excesso de dados histogramas e polígonos de
Equações e inequações de 1º grau decimais não periódicas; triângulos para resolver uma envolvendo área ou volume de frequência de uma dada
com uma incógnita; - Efetuar operações com números situação problema; um cilindro ou um pesquisa;
Simplificação e fatoração de irracionais expressos em forma de - Aplicar o teorema de Tales na paralelepípedo; - Representar por listas e
expressões algébricas; radicais; resolução de uma situação- - Resolver problemas envolvendo árvores situações de
Produtos notáveis; - Fazer estimativa da ordem de problema. grandezas e as respectivas possibilidades;
Reta numerada; grandeza de uma operação com unidades de medida - Identificar a probabilidade
irracionais na forma de radicais; padronizadas, fazendo de eventos simples.
Estimativa e cálculo mental.
- Obter expressões equivalentes a conversões adequadas.
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 86

Espaço e forma: uma dada expressão algébrica por


meio de fatorações e simplificações;
Figuras planas: semelhança de
- Transformar expressões algébricas
triângulos; teorema de Tales.
em um produto de fatores (fator
comum, trinômio
2º bimestre

Grandezas e medidas:
quadrado perfeito, diferença de dois
Área e volume do cilindro e do
quadrados);
paralelepípedo.
- Relacionar grandezas por meio de
expressões algébricas;
Tratamento da informação:
- Resolver situações problema que
Histogramas;
possam ser traduzidos por uma
Contagem;
equação ou uma inequação de 1º
Probabilidade. grau.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 9º ano
EIXO: NÚMEROS E OPERAÇÕES E EIXO: GRANDEZAS E EIXO: TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO: ESPAÇO E FORMA
ÁLGEBRA MEDIDAS INFORMAÇÃO

Números, operações e álgebra HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


Resolução de equações de 2º grau; - Representar números reais na - Utilizar as relações métricas do - Resolver situação-problema - Representar dados em
Potências de base racional e expoente reta numerada; triângulo retângulo na resolução envolvendo grandezas gráficos a partir de uma
inteiro; - Comparar números reais e de uma situação-problema; determinadas pela razão de tabela de frequências
Reta numerada; localizá-los na reta numerada; - Utilizar o teorema de Pitágoras duas outras absolutas ou relativas;
Cálculo mental e estimativa. - Resolver uma equação do 2º grau na resolução de uma situação- como, por exemplo, - Representar os dados de
com uma incógnita; problema; densidade demográfica, e uma pesquisa por meio de
Espaço e forma: - Decidir pela melhor forma de - Dada uma pergunta formular a velocidade; representações diversas como
resolver uma equação do 2º grau partir dela situações problema - Identificar as principais tabelas e gráficos (barras,
Figuras planas: relações métricas nos
em função do problema a ser que envolva o teorema de razões trigonométricas no setores, histogramas,
triângulos; teorema de Pitágoras.
polígonos, pictóricos etc;);
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 87

resolvido; Pitágoras; triangulo retângulo.


- Aplicar as definições e - Calcular o lado e o apótema de - Relacionar probabilidade a
Grandezas e medidas:
propriedades de potencias com um polígono regular inscrito frações e porcentagens.
Área de polígono inscrito.
expoentes inteiros e bases reais; numa circunferência de raio
Tratamento da informação: - Identificar e interpretar
3º bimestre

 estratégias e situações
matemáticas numéricas aplicadas
em contextos diversos.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: MATEMÁTICA / ANO: 9º ano
EIXO: NÚMEROS E OPERAÇÕES E EIXO: TRATAMENTO DA
CONTEÚDO EIXO: ESPAÇO E FORMA EIXO: GRANDEZAS E MEDIDAS
ÁLGEBRA INFORMAÇÃO

Números, operações e álgebra HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


Números reais; - Resolver uma situação-problema - Resolver situação-problema em - Usar razões trigonométricas - Resolver problemas que
Equações de 2º grau com duas que possa ser traduzida por uma que seja necessário de seno e cosseno para resolver envolvem probabilidades
incógnitas; equação do 2º grau com uma estabelecer/utilizar relações entre situações-problema envolvendo simples;
Sistemas de equações de 2º grau; incógnita; o raio da circunferência e medidas em triângulos e cálculo - Representar chances em um
Representação gráfica de variação de - Resolver uma situação-problema elementos de um polígono nela de distâncias inacessíveis; gráfico.
grandezas. que possa ser traduzida por um inscrito; - Determinar a área de um
sistema do 2º grau com duas - Resolver situação-problema em polígono regular inscrito numa
Espaço e forma: incógnitas; que seja necessário circunferência de raio dado.
Figuras planas: polígonos inscritos; - Decidir pelo procedimento mais estabelecer/utilizar relações entre
relações métricas na circunferência. adequado para a resolução de o raio da circunferência e
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 88

sistemas do 2º grau; elementos de um polígono nela


Grandezas e medidas: - Representar graficamente circunscrito.
Cálculo de distâncias inacessíveis e de variação de grandezas;
medidas em triângulos. - Analisar o comportamento de
uma variável em um gráfico.
Tratamento da informação:
Representação gráfica de situações que
envolvam chances;
Probabilidade.
4º bimestre
Líng. Portuguesa
1º ao 9º ano
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 1º ano

CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES HABILIDADES:


 Certidão de Nascimento - Localizar letras do próprio nome em textos de - Fazer listas com nomes próprios conhecidos - Fazer a chamada de alguns nomes,
 Lista diferentes gêneros. (familiares, colegas de turma, entre outras a partir da lista de nomes dos
 Narrativas breves (Fábula, Mito, - Reconhecer a ordem alfabética em textos de possibilidades). colegas de sala.
Lenda e Conto) diferentes gêneros (verbetes de dicionários, - Organizar alfabeticamente a lista de nomes. - Ouvir a leitura de narrativas breves
 Poema lista telefônica, lista de chamada, entre outros). - Preencher ficha com dados pessoais (nome e identificar trechos exclamativos
 Instrução de Jogo ou brincadeira - Identificar o próprio nome e/ou nomes de próprio, nomes dos pais, data de e/ou interrogativos.
 Características específicas do gênero pessoas conhecidas (familiares, colegas, nascimento). - Comentar as histórias ouvidas.
textual em estudo. professores) em textos de diferentes gêneros - Preencher página de agenda de endereços - Encenar narrativas breves.
 Linguagem e comunicação. (lista de chamada, certidão de nascimento, com nomes e números telefônicos. Posicionar-se criticamente sobre
 O Alfabeto. boletim escolar, lista telefônica etc.). atitudes e valores de personagens de
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 90

1º bimestre

 Distinção entre letras, números e outros - Diferenciar letras, números e símbolos em narrativas breves.
símbolos. textos de diferentes gêneros (lista de chamada,
 Relação entre grafema e fonema. certidão de nascimento, boletim escolar etc).
 A direção da leitura de acordo com as - Ler textos (fábula, lenda, mito, conto)
convenções: da esquerda para a direita e de narrados por desenhos.
cima para baixo.

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 1º ano

CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES HABILIDADES:


 Lista - Antecipar a compreensão de texto narrativo - Completar palavras que remetam às - Ler em voz alta, pequenos textos
 Narrativas breves (Fábula, Mito, impresso, por meio de diferentes narrativas estudadas, com apoio de narrativos já conhecidos,
Lenda e Conto) estratégias (percepção do gênero textual, desenho, cuja lacuna inicial corresponda à diferenciando pela entonação a “voz”
 Poema apoio em elementos não verbais, consideração sílaba simples. de quem conta a história das “vozes”
 Instrução de Jogo do título, levantamento de - Escrever nomes de desenhos que dos personagens.
 Características específicas do gênero palavras conhecidas, entre outras). remetam às narrativas estudadas. - Empregar expressão à leitura, de
textual em estudo. - Acompanhar, por meio de texto narrativo - Completar lacunas de breves textos acordo com os efeitos sugeridos pelo
 A direção da leitura de acordo com as impresso, a leitura feita por outra pessoa. narrativos com nomes próprios e/ou texto (humor, surpresa, tristeza).
convenções: da esquerda para a direita e de - Ler pequenos textos narrativos já conhecidos. comuns. - Dialogar sobre temas decorrentes da
cima para baixo. - Escolher, dentre alternativas, título que mais - Escrever textos narrativos a partir de narrativa, sabendo alternar momentos
2º bimestre
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 91

 Relação entre grafema e fonema. se adéqüe à narrativa ouvida e/ou lida. sugestão de enredo composto por de escuta e de fala.
 O som das vogais. - Demonstrar compreensão do enredo, sequência de imagens.
ordenando as partes (início, meio, fim) de - Empregar pontuação em texto narrativo
narrativa lida e/ou ouvida. breve, com base na leitura feita pelo
- Demonstrar compreensão global de narrativa professor.
ouvida e/ou lida, “recontando-a” por meio de - Escrever versão própria de narrativa
seqüência de imagens. breve já conhecida.
- Identificar personagens do texto ouvido.
- Localizar e sublinhar informação explícita em
narrativa curta.
- Inferir sentido de uma palavra ou expressão a
partir do contexto narrativo.

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 1º ano

CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES HABILIDADES:


 Lista - Identificar letras e palavras conhecidas em - Completar poemas acrósticos, com palavras - Ler em voz alta, versos de poemas
 Narrativas breves (Fábula, Mito, poemas acrósticos. conhecidas. conhecidos.
Lenda e Conto) - Acompanhar, por meio de texto impresso, a - Completar poemas com palavra que - Elaborar oralmente poemas
 Poema declamação de diferentes poemas feita por mantenha a aliteração em um verso acrósticos, a partir de nomes
 Instrução de Jogo outra pessoa. (repetição intencional de letra). próprios ou comuns sugeridos pelos
 Características específicas do gênero - Localizar e sublinhar rimas em poemas. - Selecionar, dentre alternativas, palavra que colegas e/ou pelo professor.
textual em estudo. - Relacionar sentidos possíveis para um poema complete um poema, estabelecendo rima - Declamar pequenos poemas.
 Relação entre grafema e fonema. a imagens. entre versos. Manifestar oralmente opinião a
 Trabalho com as letras f, g, r, b, c e com os - Identificar e circular a aliteração (repetição de - Completar poemas com palavras, com apoio respeito dos poemas ouvidos,
pares p/b, r/rr, s/ss, c/ç, j/g, a partir de letras) em poemas. de desenho, cuja lacuna final seja formada justificando de qual gostou mais e
3º bimestre

- Demonstrar domínio da estrutura do poema, por sílaba simples. por que razão.
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 92

procedimentos de segmentação, oposição,


composição e decomposição de palavras, ordenando em estrofes os versos de poema já - Escrever versão própria de poema já
identificação de letras e sons (rimas), conhecido. conhecido.
contagem de letras e sílabas. - Identificar semelhanças e/ou diferenças
 Os sons das vogais e e o em final de estruturais entre diferentes poemas, quanto ao
palavra. número de versos e de estrofes.
 Sons nasais.

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 1º ano

CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES HABILIDADES:


 Lista - Cumprir instrução de jogo ou brincadeira - Completar lista de palavras ligadas ao - Combinar regras para um jogo.
 Narrativas breves (Fábula, Mito, lida por outra pessoa. universo dos jogos e brincadeiras, a partir - Ensinar jogo ou brincadeira aos
Lenda e Conto) - Associar instruções com informações de desenho e letra inicial. colegas, buscando clareza na fala e se
 Poema representadas por desenhos. - Completar instrução de jogo ou apoiando em gestos.
 Instrução de Jogo - Identificar números e palavras conhecidas em brincadeira, com base em quadro de - Comparar oralmente modos diferentes
 Características específicas do gênero instrução de jogo ou brincadeira. palavras. de realizar uma mesma brincadeira ou
textual em estudo. - Inferir qual é o jogo ou a brincadeira, a - Empregar vírgula e ponto final em jogo.
 Relação entre grafema e fonema. partir de pistas textuais (palavras conhecidas, instrução de jogo ou brincadeira.
 Trabalho com as letras v, z, h, l (começo e número de participantes, material usado, etc.).
fim de sílaba), s e seus sons, lh, ch, nh, com - Ouvir e acompanhar, por meio de texto
4º bimestre

os encontros consonantais pr, br, cl, pl, cr, impresso, a leitura de instrução de jogo ou
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 93

tr, gr e com os pares c/qu, g/gu, a partir de brincadeira.


procedimentos como segmentação, - Identificar e sublinhar palavras (verbos)
oposição, composição e decomposição de que indicam “o que fazer”.
palavras, identificação de letras e sons - Demonstrar domínio da estrutura da instrução
(rimas), contagem de letras e sílabas. de jogo ou brincadeira já conhecida,
 Palavras terminadas em sons nasais (aõ, enumerando suas partes.
em, im, um).

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 2º ano

CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES HABILIDADES:


 Narrativas breves (Fábula, Mito, - Antecipar a compreensão de texto narrativo - Escrever nomes de desenhos que remetam - Ouvir a leitura de narrativas breves
Lenda e Conto) impresso, por meio de diferentes estratégias às narrativas estudadas. e identificar trechos exclamativos
 Paródia (percepção do gênero textual, apoio em - Escrever palavras apreendidas nas narrativas e/ou interrogativos.
 Lista ilustrações, consideração do título, estudadas a partir de letra ou sílaba dada. - Comentar as histórias ouvidas.
 Poema levantamento de palavras conhecidas, entre - Elaborar lista temática a partir das narrativas - Encenar narrativas breves.
 Notícia de jornal impresso outras). estudadas. - Ler em voz alta, pequenos textos
 Características específicas do gênero - Acompanhar, por meio de texto narrativo - Completar palavras que remetam às narrativos já conhecidos,
textual estudo. impresso, a leitura feita por outra pessoa. narrativas estudadas, com sílaba faltante diferenciando pela entonação a
 Relação entre grafema e fonema. - Reler silenciosamente narrativas já inicial, intermediária ou final. “voz” de quem conta a história das
 O alfabeto: vogais e consoantes. conhecidas. - Completar lacunas de breves textos “vozes” dos personagens.
1º bimestre

 Letra inicial maiúscula. - Reconhecer a organização da narrativa em narrativos com nomes próprios e/ou comuns.
 Gentileza e educação pela linguagem. parágrafos. - Completar, a partir de sugestões de
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 94

 Expressões da Língua Portuguesa. - Representar características principais de variantes linguísticas, falas adequadas a
personagens por meio de desenhos. personagens (variação linguística).
- Associar personagens e suas características - Empregar travessão na escrita de “falas”
a modos de falar (variação linguística). diretas de personagens (discurso direto).
- Localizar e sublinhar informação explícita em
narrativa curta.
- Inferir sentido de uma palavra ou expressão a
partir do contexto narrativo.
- Relacionar palavras e expressões apreendidas
em texto narrativo a ilustrações.

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 2º ano

CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES HABILIDADES:


 Narrativas breves (Fábula, Mito, - Escolher, dentre alternativas, título que mais - Completar textos narrativos, substituindo - Empregar expressão à leitura, de
Lenda e Conto) se adeque à narrativa ouvida e/ou lida. desenho pelo nome. acordo com os efeitos sugeridos pelo
 Paródia - Demonstrar compreensão do enredo, - Ordenar partes de um texto considerando a texto (humor, surpresa, tristeza).
 Lista ordenando as partes (início, meio, fim) de relação de causa e consequência. - Dialogar sobre temas decorrentes
 Poema narrativa lida e/ou ouvida. - Empregar a pontuação em textos narrativos. da narrativa, sabendo alternar
 Notícia de jornal impresso - Demonstrar compreensão global de narrativa - Dar continuidade a texto narrativo, momentos de escuta e de fala.
 Características específicas do gênero ouvida e/ou lida, “recontando-a” por meio de empregando coerentemente relação de - Fazer paródia oral de narrativa
textual em estudo. sequência de desenhos. causa e consequência. breve já conhecida.
 Relação entre grafema e fonema. - Identificar personagens de texto narrativo. - Escrever textos narrativos a partir de
 Emprego de p e b, t e d, f e v, c e g. - Associar eventos de “causa” a eventos de sugestão de enredo composto por sequência
2º bimestre

 Sílaba e divisão silábica. “consequência” na narrativa. de imagens.


 Os sentidos das palavras: antônimo e - Reconhecer semelhanças e diferenças entre - Escrever paródia de narrativa breve já
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 95

sinônimo. uma narrativa breve e sua paródia. conhecida.


- Fazer revisão de texto narrativo,
observando:
 o emprego apropriado de letras
maiúsculas (nomes próprios e início
de oração);
 a segmentação de palavras em fim
de frase.

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 2º ano

CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES HABILIDADES:


 Narrativas breves (Fábula, Mito, - Acompanhar, por meio de texto impresso, a - Completar poemas com sílabas poéticas - Ler em voz alta, versos de poemas
Lenda e Conto) declamação de diferentes poemas feita por com nasalização das vogais (an, am, são, conhecidos.
 Paródia outra pessoa. nhão, nhã, lhão, entre outras). - Declamar pequenos poemas.
 Lista - Localizar e sublinhar rimas em poemas. - Completar poemas com palavras que - Discutir impressões causadas pela
 Poema - Relacionar sentidos possíveis para um poema contenham dígrafos, com apoio de imagem e leitura de, poemas, com especial
 Notícia de jornal impresso a imagens. letra inicial. atenção aos efeitos sonoros:
 Características específicas do gênero - Identificar e circular a aliteração (repetição de - Completar poemas com palavra que 
textual em estudo. letras) em poemas. mantenha a aliteração (repetição intencional 
 Relação entre grafema e fonema. - Demonstrar domínio da estrutura do poema, de letra). 
 Emprego de r e rr. ordenando em estrofes versos de poema já - Selecionar dentre alternativas, palavra que
3º bimestre

 Emprego de h. ch, lh e nh. conhecido. complete um poema, estabelecendo rima


 Sons nasais. - Localizar no poema palavras com o mesmo entre versos.
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 96

 O diálogo e o travessão. radical ou sufixo. - Completar poemas com palavras, com apoio
 Sinais de pontuação. - Associar a repetição de palavras ou de desenho, cuja lacuna final seja formada
expressões a possíveis sentidos do poema. por sílaba simples.
- Identificar a presença de sílabas poéticas
com nasalização das vogais (são, nhão, nhã,
lhão, entre outras).
- Localizar sílabas poéticas com dígrafos.

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 2º ano

CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


 Narrativas breves (Fábula, Mito, - Antecipar a compreensão de notícia de - Completar notícias com apoio de quadro de - Ouvir a leitura de notícias.
Lenda e Conto) jornal impresso, por meio de diferentes palavras. - Ler em voz alta notícias conhecidas.
 Paródia estratégias (percepção do gênero textual, do - Sugerir título para notícia de jornal impresso - Conversar a respeito das notícias,
 Lista suporte, apoio em elementos não verbais, - Reescrever notícia, empregando: respeitando a fala do outro.
 Poema consideração do título, levantamento de  segmentação do texto em orações;
 Notícia de jornal impresso palavras conhecidas, entre outras).  emprego de letra maiúscula no
 Características específicas do gênero - Acompanhar, por meio de notícia de jornal início de orações e de nomes
textual em estudo. impresso, a leitura feita por outra pessoa. próprios;
 Relação entre grafema e fonema. - Localizar e sublinhar informação explícita em  vírgula e ponto final.
 Emprego de ca, co, cu e que, qui. notícia de jornal. - Escrever notícia a partir de imagem e título.
4º bimestre

 O substantivo - Inferir sentido de uma palavra ou expressão a


 A flexão dos nomes: masculino e feminino, partir do contexto da notícia.
singular e plural. - Identificar os sinais de pontuação
 Sinais de pontuação. empregados.
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 97

- Escolher, dentre alternativas, o assunto de


que trata a notícia de jornal lida e/ou ouvida.
- Comparar diferentes títulos de notícias sobre
um mesmo acontecimento.
- Relacionar notícias de jornal impresso com
títulos que lhes sejam adequados.

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 3º ano

CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES HABILIDADES:


 Narrativas breves (Fábula, Mito, - Selecionar e ler, com autonomia, narrativa - Escrever nomes de desenhos que - Ouvir a leitura de narrativas breves e
Lenda e Conto) breve, entre sugestões disponibilizadas pelo remetam às narrativas estudadas. identificar trechos exclamativos e/ou
 HQ professor. - Completar palavras com sílaba faltante interrogativos.
 Trava Língua e Parlenda - Localizar afirmação explícita em narrativa simples, na inicial, intermediária ou final. - Comentar as histórias ouvidas.
 Receita Culinária breve. - Completar, com base em lustrações, lista - Descrever o cenário conforme o texto
 Características específicas do gênero - Inferir o sentido de uma palavra ou expressão de características de personagens. narrativo lido ou ouvido.
textual em estudo. em contexto narrativo. - Completar, a partir de sugestões de - Recontar narrativas breves, com
 Emprego de sons nasais: m, n, til. - Construir hipóteses para a continuidade de variantes linguísticas, falas adequadas a especial atenção ao uso de conectivos
 Pronome de tratamento. narrativa breve, apoiando-se na leitura dos personagens (variação linguística). de temporalidade e de causalidade.
 Linguagem verbal e linguagem não verbal. primeiros acontecimentos. - Escrever diálogos entre personagens, - Posicionar-se criticamente sobre
1º bimestre

- Confirmar ou retificar hipóteses feitas, com empregando travessão e dois pontos. atitudes e manifestações de valores de
base na leitura integral do texto. - Escrever narrativa breve, com apoio de personagens de narrativas breves.
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 98

- Distinguir narrador e personagem em ilustração.


narrativa breve. - Revisar narrativa própria ou de outro,
- Associar o uso de conectivos em narrativa substituindo o emprego excessivo de
breve à relação de tempo e/ou causalidade. expressões como “e, aí, daí, então” por
pontuação.

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 3º ano

CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES HABILIDADES:


 Narrativas breves (Fábula, Mito, - Estabelecer sequência à história em - Completar textos narrativos, empregando - Realizar leitura dramática de
Lenda e Conto) quadrinhos (HQ), enumerando suas partes. conectivos de causalidade (porque, uma vez história em quadrinhos, empregando
 HQ - Relacionar balões de falas a personagens de que, já que, visto que). expressão à leitura, de acordo com
 Trava Língua e Parlenda HQ, com apoio nas características e - Completar textos narrativos, empregando os efeitos sugeridos pelo texto
 Receita Culinária expressões faciais das personagens. conectivos de temporalidade (quando, assim (humor, surpresa, raiva).
 Características específicas do gênero - Reconhecer em história em quadrinhos a que, antes que, desde que, depois que). - Dialogar sobre temas decorrentes
textual em estudo. relação de causa e conseqüência entre os - Completar história em quadrinhos, da HQ, sabendo alternar momentos
 Emprego de m antes de p e b. acontecimentos. escrevendo dentro de balões. de escuta e de
 Emprego de al e au, el e eu, il e iu, ol e ou. - Identificar em histórias em quadrinhos - Empregar adequadamente em história em fala.
 Variedades linguísticas. elementos verbais e não verbais que dão quadrinhos ponto de interrogação, de - Discordar respeitosamente de
2º bimestre

 Numeral. efeito de humor. exclamação e reticências. opiniões diferentes.


- Demonstrar compreensão global de história - Adaptar narrativa breve já conhecida em
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 99

em quadrinhos, escolhendo, dentre história em quadrinhos, explorando as


alternativas, a que melhor resume a história. especificidades desse gênero.

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 3º ano

CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


 Narrativas breves (Fábula, Mito, - Acompanhar, por meio de texto impresso, a - Selecionar dentre alternativas, palavra que - Ler em voz alta, parlendas e trava-
Lenda e Conto) declamação de parlenda e/ou trava-língua feita complete parlenda e/ou trava-língua, línguas, dando ênfase às rimas e
 HQ por outra pessoa. estabelecendo rima toante e/ou consoante aliterações.
 Trava Língua e Parlenda - Localizar e sublinhar rimas toantes (palavras entre palavras - Entrevistar pessoas mais antigas na
 Receita Culinária que terminam com a mesma vogal) e/ou rimas - Completar parlenda e/ou trava-língua com comunidade, recolhendo parlendas e
 Características específicas do gênero consoantes (palavras que terminam com a palavras, com apoio de desenho, cuja lacuna trava-línguas.
textual em estudo mesma sílaba) em parlenda e/ou trava-língua. final seja formada por sílaba simples.
 Emprego de lha/lho e lia/lio. - Identificar e circular a aliteração (repetição - Criar e escrever coletiva ou individualmente,
 Emprego de ês/esa. de letras) em parlenda e/ou trava-língua. parlendas e/ou trava-língua que contenham
 Adjetivo. palavras com irregularidade ortográfica (sons
3º bimestre

 Interjeição. do S, G, Z, X).
 Onomatopeia. - Completar palavras cruzadas com palavras
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 100

que contenham dígrafos (GU, RR, SS, QU, CH).


- Elaborar lista de palavras com emprego no H
no início.

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 3º ano

CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


 Narrativas breves (Fábula, Mito, - Identificar números e palavras em receitas - Completar lista de ingredientes de receita, a - Entrevistar familiares a respeito de
Lenda e Conto) culinárias. partir de desenho e letra inicial. receitas aprendidas com
 HQ - Inferir qual é a receita dada, a partir de pistas - Completar receitas simples, com base em antepassados.
 Trava Língua e Parlenda textuais (nomes de ingredientes, tempo de quadro de palavras. - Ensinar receitas aos colegas,
 Receita Culinária cozimento, etc.). - Empregar vírgula e ponto final em texto de buscando clareza na fala e se
 Características específicas do gênero - Ouvir e acompanhar, por meio de texto receita. apoiando em gestos.
textual em estudo. impresso, a leitura de receita culinária. - Escrever uma receita aprendida em família,
 Emprego de c e ç. - Identificar e sublinhar palavras que indicam “o respeitando as características do gênero.
 Emprego de z e s. que fazer” (verbos).
 Sinais de pontuação: dois pontos e - Demonstrar domínio da estrutura da receita,
4º bimestre

reticências. enumerando suas partes.


Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 101

 A coerência textual: a contradição. - Comparar diferentes receitas de um mesmo


“prato”, identificando semelhanças e
diferenças de conteúdo.

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 4º ano

CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


 Narrativas breves (Fábula, - Selecionar e ler, com autonomia, narrativa breve, - Elaborar lista, a partir da leitura de narrativa breve, com os - Ler, em voz alta narrativa breve,
Mito, Lenda e Conto) entre sugestões disponibilizadas pelo professor. principais acontecimentos de uma narrativa. com expressividade.
 Reportagem - Localizar afirmação explícita em narrativa breve. - Escrever, a partir da lista de acontecimentos, resumo de - Resumir oralmente histórias
 Verbete de dicionário - Inferir o sentido de uma palavra ou expressão no narrativa breve. ouvidas ou lidas.
 Anúncio Publicitário contexto narrativo. - Realizar rascunho para a escrita de narrativa breve, a partir de - Comentar as histórias ouvidas.
 Características específicas do gênero - Construir hipóteses para a continuidade de situação narrativa mínima dada (um acontecimento): - Encenar narrativas breves.
textual em estudo. narrativa breve, apoiando-se na leitura dos 
 Emprego de am e aõ, ram e rão. primeiros acontecimentos. físicas;
 Verbo - Confirmar ou retificar hipóteses feitas, com base 
 O tempo nas formas verbais. na leitura integral do texto. variedade linguística mais adequada para a fala das
- Distinguir fala do narrador e fala de personagens, personagens criadas;
1º bimestre

em narrativa breve. 
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág.102

- Descrever personagens quanto às características primeira pessoa;


físicas e psicológicas. 
- Relacionar, em narrativa breve, conectivos com narrativa serão desenvolvidas.
noções de tempo e/ou causalidade. 
- Reconhecer, em narrativa breve, a relação de apoiando-se no dicionário para as dúvidas de ortografia
causa e consequência entre acontecimentos. e/ou procura de palavras sinônimas.
- Relacionar a ocorrência de variantes linguísticas a  narrativa ou a narrativa de outro
efeitos de sentido em narrativa breve. colega, observando:
- Relacionar a ocorrência da linguagem coloquial a 
efeitos de sentido em narrativa breve. de pronomes pessoais;

relação de causalidade e temporalidade;
 fala de
personagens (discurso direto);

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 4º ano

CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES HABILIDADES:


 Narrativas breves (Fábula, Mito, - Selecionar e ler reportagens, em função de - Escrever, a partir da leitura de reportagem, - Resumir oralmente reportagem.
Lenda e Conto) interesses pessoais e/ou objetivos um glossário de palavras, empregando ordem - Debater questões decorrentes da
 Reportagem combinados em sala de aula. alfabética na disposição das palavras e reportagem.
 Verbete de dicionário - Localizar informações explícitas em consultando o dicionário para indicar o - Discordar respeitosamente de
 Anúncio Publicitário reportagem. sentido delas. opiniões diferentes.
 Emprego de x e ch - Inferir o sentido de uma palavra ou expressão - Elaborar, a partir da leitura da reportagem, - Debater tema proposto para
 Emprego de ez e eza. no contexto de uma reportagem. lista de adjetivos. escrever reportagem.
 Variedades linguísticas. - Perceber qual é o tema central de uma - Escrever o tópico frasal (informação mais - Expor para os colegas planejamento
 Grau do substantivo e do adjetivo. reportagem e quais temas são secundários. relevante) de cada parágrafo de texto de do texto de reportagem, a fim de
- Relacionar informações explícitas em reportagem. colher sugestões e observações.
reportagem com informações visuais que a - Escrever, a partir da lista de tópicos frasais,
2º bimestre
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 103

completem (infográfico, fotografia, mapa, entre resumo de reportagem.


outros). - Pesquisar diferentes fontes para levantar e
- Identificar verbos que introduzem a fala de registrar por escrito informações e opiniões
outra pessoa (disse, afirmou, declarou, entre acerca de tema pré-estabelecido para
outros). produção escrita de reportagem.
- Relacionar o uso de adjetivos em reportagem - Planejar a produção de texto de
e a caracterização de espaços, pessoas e/ou reportagem, selecionando:
objetos. 
- Identificar discurso citado (fala de outra 
pessoa) em reportagem. serão explicitados;
- Comparar diferentes reportagens, quanto ao 
tratamento dado ao tema (mais ou menos 
superficial). fotografia, mapa, entre outros).
- Comparar diferentes reportagens quanto à - Escrever, com base no planejamento, texto
linguagem empregada (mais ou menos de reportagem.
formal).

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 4º ano

CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES HABILIDADES:


 Narrativas breves (Fábula, Mito, - Compreender a organização alfabética de - A partir de consulta ao dicionário, organizar - Procurar em dicionário palavra de
Lenda e Conto) um dicionário e se valer dela como estratégia lista de palavras derivadas de um mesmo sentido desconhecido e ler em voz
 Reportagem de busca de palavra desconhecida. radical. alta o verbete.
 Verbete de dicionário - Distinguir as diferentes notações (adj., - Elaborar verbete de dicionário com palavra - Explicar que sentido do verbete
 Anúncio Publicitário subst., etc.) e rubricas (Fil., Med., Lit.) recentemente aprendida, indicando os interessa para o contexto em que a
 Características específicas do gênero apresentadas em um verbete de dicionário. diferentes sentidos e, se for o caso, as palavra de sentido desconhecido foi
textual em estudo. - Distinguir o sentido denotativo e o figurado de rubricas a que a palavra pode pertencer. empregada.
 Emprego de g e j. uma palavra em verbete de dicionário. - Elaborar lista de palavras que causem
 Emprego de el e eu. - Consultar com autonomia o dicionário, dúvida quanto à ortografia e consultar o
 Marcadores temporais e espaciais: o localizando palavra desconhecida e identificado dicionário para dirimir a dúvida.
3º bimestre

advérbio o sentido mais adequado para o contexto em - Rever rascunho de narrativa breve, com
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 104

que a palavra desconhecida foi empregada. apoio do dicionário, a fim de empregar


sinônimos e eliminar dúvidas ortográficas.

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 4º ano

CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES HABILIDADES:


 Narrativas breves (Fábula, Mito, - Relacionar as imagens e o texto verbal a - Elaborar lista de advérbios a partir da leitura - Adaptar o anúncio publicitário
Lenda e Conto) possíveis sentidos de anúncio publicitário. de diferentes anúncios publicitários. produzido para ser veiculado em
 Reportagem - Inferir afirmação implícita em anúncio - Elaborar lista de verbos a partir da leitura de rádio.
 Verbete de dicionário publicitário, a partir da leitura de imagens. diferentes anúncios publicitários. - Imitar a realização do anúncio em
 Anúncio Publicitário - Localizar e sublinhar, em anúncio publicitário, - Realizar rascunho para anúncio publicitário, rádio.
 Características específicas do gênero verbos que procurem influenciar diretamente o considerando: - Debater temas decorrentes de
textual em estudo. comportamento do consumidor (verbos no  anúncios publicitários (consumo
 Palavras oxítonas, paroxítonas e modo imperativo). anunciado; supérfluo, respeito ou não ao
proparoxítonas. - Relacionar o uso de advérbios e o efeito de  -alvo a que se destina o consumidor, uso da imagem infantil,
 Acentuação das palavras proparoxítonas. sentido que sugerem em anúncio publicitário. anúncio; entre outras possibilidades).
4º bimestre

 Os pronomes e a coesão textual. - Inferir a que tipo de leitor se destina um 


Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 105

anúncio publicitário, considerando, além das veiculado;


informações textuais, o meio em que o 
anúncio foi publicado. texto.
- Escrever anúncio publicitário a partir do
rascunho e da lista de verbos e advérbios.

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 5º ano

CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


 Biografia e Autobiografia - Antecipar conteúdos de texto biográfico ou - Escrever autobiografias: - Ler em voz alta biografias ou
 Nota de rodapé autobiográfico com base em conhecimentos  selecionando dados relevantes, que permitam autobiografias.
 Glossário sobre o biografado, sua época, entre outros representar a história vida; - Resumir oralmente textos
 Canção conhecimentos prévios.  organizando episódios narrados em seqüência biográficos ou autobiográficos.
 Artigo de Opinião - Identificar informações explícitas em texto cronológica; - Discutir aspectos biográficos que
 Bula de Remédio biográfico ou autobiográfico.  registrando em nota de rodapé informações tenham despertado maior
 Características específicas do - Inferir o sentido de palavras ou expressão contextuais, referências a textos, entre outras interesse.
gênero textual em estudo. em texto biográfico ou autobiográfico. informações complementares; - Debater aspectos biográficos,
 Emprego das terminações zinho e - Empregar na leitura de texto biográfico ou  usando conectivos que estabeleçam relação relacionando-os ao contexto em
sinho. autobiográfico informações contidas em de causa e consequência e relação de tempo; que viveu o sujeito biografado.
1º bimestre

 Acentuação das palavras oxítonas. glossário ou em nota de rodapé.  narrando em 1ª pessoa;


 empregando os tempos verbais no passado;
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 106

 O sentido da palavra através do - Comparar autobiografia e biografia,


contexto. percebendo semelhanças e diferenças que  separando discurso direto e indireto por meio
 A linguagem figurada. caracterizam esses gêneros. de aspas.
- Reconhecer palavras ou expressões, - Revisar o texto autobiográfico, observando:
marcadores de tempo, que garantam a  a divisão em parágrafos;
seqüência cronológica do texto biográfico ou  o uso adequado de pontuação;
autobiográfico.  a correção ortográfica das palavras;
 a concordância verbal e a nominal;
 o uso de conectivos causais e temporais.

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 5º ano

CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


 Biografia e Autobiografia - Identificar tema de canção. - Escrever canções: - Ouvir canções.
 Nota de rodapé - Inferir o sentido de palavras ou expressões  elaborando paródias de canções - Selecionar e cantar canções,
 Glossário de sentido figurado em canção. conhecidas; individualmente ou em grupo.
 Canção - Interpretar o ponto de vista do eu lírico de  empregando elementos estruturais (refrão, - Comparar e avaliar diferentes
 Artigo de Opinião canções. repetição de estrofes) na organização do interpretações da mesma canção.
 Bula de Remédio - Identificar elementos estruturais do gênero texto; - Usar respeitosamente as variedades
 Características específicas do canção: refrão, repetições de estrofes.  elaborando o ritmo e as rimas. linguísticas empregadas em canções.
gênero textual em estudo. - Identificar as especificidades da rima e/ou - Revisar o texto da canção, observando: - Discutir as relações possíveis entre
 Acentuação das palavras do ritmo, em canção.  a divisão em versos e estrofes, letra de canção e acontecimentos e/ou
paroxítonas. - Relacionar a repetição de termos com  o uso adequado de pontuação; valores de uma época.
2º bimestre

 Concordância nominal e verbal. possíveis sentidos em uma canção.  a correção ortográfica das palavras;
 a concordância verbal e a nominal;
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 107

 Conectivos causais e temporais. - Relacionar letra de canção com


 Som aberto e som fechado: ó e ô. acontecimentos e/ou valores de uma época.  o uso de conectivos causais e temporais.
 Variedades linguísticas.

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 5º ano

CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


 Biografia e Autobiografia Ler artigos de opinião e identificá-los como - Pesquisar diferentes fontes para levantar e - Ler em voz alta artigo de opinião.
 Nota de rodapé gênero jornalístico argumentativo, que registrar por escrito informações e opiniões acerca - Resumir oralmente a questão
 Glossário debate questões controversas na mídia. de questão controversa pré-estabelecida para polêmica e o ponto de vista
 Canção - Identificar a questão controversa de artigo produção escrita de artigo de opinião. sustentado no artigo de opinião.
 Artigo de Opinião de opinião. - Escrever glossário com palavras de uso pouco - Explicar oralmente os argumentos
 Bula de Remédio - Identificar as diferentes vozes presentes no frequente, mas relevantes para a discussão de que sustentam um artigo de opinião.
 Características específicas do texto: o ponto de vista do autor e outros determinada questão controversa em artigo de - Posicionar-se criticamente frente à
gênero textual em estudo. pontos de vista que ele apresenta, para opinião. questão polêmica.
 Emprego de sc, sç e xc. concordância ou refutação. - Escrever artigos de opinião a partir de questão - Argumentar em defesa de seu ponto
 Emprego das terminações sse, ece. - Relacionar a tese e os argumentos. polêmica: de vista.
3º bimestre

 Linguagem formal e informal. - Reconhecer o tipo de argumentação  coletando diferentes opiniões sobre ele;
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 108

 Poesia e prosa. empregada: alusão a dados de pesquisa,  elaborando um ponto de vista, com clara
exemplos, opiniões de autoridades no tema. apresentação de tese e de argumentos que
a fundamentem;
 articulando no texto as diferentes vozes e
opiniões coletadas.
- Revisar o texto do artigo de opinião, observando:
 a divisão em parágrafos;
 o uso adequado de pontuação;
 a correção ortográfica das palavras;
 a concordância verbal e a nominal;
 o uso de conectivos causais;
 o emprego das aspas nos discursos
 o emprego das aspas nos discursos citados.

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 5º ano

CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


 Biografia e Autobiografia - Relacionar, em bula de remédio, o uso verbos na Elaborar lista de advérbios a partir da leitura de - Discutir a importância de usar bulas
 Nota de rodapé forma imperativa com o objetivo de orientar a diferentes anúncios publicitários. de remédios.
 Glossário ação do leitor. - Elaborar lista de verbos a partir da leitura de - Debater riscos da automedicação.
 Canção - Reconhecer a organização gráfica específica da diferentes anúncios publicitários.
 Artigo de Opinião bula de remédio. - Realizar rascunho para anúncio publicitário,
 Bula de Remédio - Identificar palavras recorrentes no gênero bula de considerando:
 Características específicas do remédio (posologia, indicação, composição, etc)  produto ou serviço a ser anunciado;
gênero textual em estudo. como formas de auxiliar o leitor, na busca por  público-alvo a que se destina o anúncio;
 Emprego de mas e mais. informação específica.  o veículo em que o anúncio será
 Emprego de por que, por quê, - Localizar informação explícita em bula de veiculado;
4º bimestre

porque e porquê. remédio.  a imagem que será integrada ao texto.


 Sinais de pontuação. - Escrever anúncio publicitário a partir do
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 109

 Palavras de ligação (preposição e rascunho e da lista de verbos e advérbios.


conjunção).
 Modos de dizer (valores
semânticos das conjunções e
preposições.

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 6º ano

CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES HABILIDADES:


 Fábula - Identificar as marcas textuais de uma fábula: - Escrever (reescrita) fábulas: - Ler em voz alta lendas e fábulas.
 Lenda características das personagens, conflito,  - Escutar lendas e fábulas.
 Características específicas dos gêneros desfecho e moral. estruturais e linguísticas do gênero; - Descrever o cenário, os objetos e as
fábula e lenda; - Identificar a finalidade de uma fábula,  características físicas e psicológicas
demonstrando capacidade de síntese. cenário, de acordo com os valores das personagens das lendas.
 Língua e linguagem;
- Identificar as semelhanças e diferenças entre morais que se quer representar; - Planejar a fala, para dramatizar
 Reescrita de texto;
versões de uma mesma fábula.  lendas e fábulas trabalhadas em sala,
 Linguagem conotativa e denotativa:
- Inferir o efeito de sentido de uma expressão ouvida à região e tempo em que se em situações que envolvam
 Figuras de linguagem: metáfora,
metafórica. vive; atividades coletivas e uso de
onomatopeia;
- Inferir o efeito de sentido de uma  recursos auxiliares (cartazes, figuras,
 Variação
1º bimestre

linguística: variedades onomatopéia. onomatopéias e outras figuras de Internet, etc.), para apresentação
regionais, sociais e situacionais;
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 110

- Identificar as relações entre trechos textuais linguagem. pública.


 Características da narração e descrição; articulados por locução adverbial ou conjunção -------------------------------
 Língua e linguagem; comparativa. - Escrever lendas:
 Texto e produção de sentido; ----------------------------------- 
 Letra e fonema. - Identificar em uma lenda traços da oralidade. estruturais e linguísticas do
- Identificar a lenda como narrativa de tradição gênero;
popular. 
- Diferenciar lenda e fábula, considerando as linguísticas e as situações do nosso
características específicas de cada um desses tempo, na reescrita de lendas
gêneros. tradicionais;
- Identificar as semelhanças entre lenda e 
fábula, considerando as circunstâncias  ça aos
socioculturais de sua produção. acontecimentos ficcionais.

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 6º ano
CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES HABILIDADES:


Regra de Jogo - Identificar a organização prescritiva de uma regra de jogo. - Escrever regras de jogo: - Combinar regras de jogo, prevendo ações e
Conto de tradição popular - Identificar o título como antecipador do caráter prescritivo  atribuindo ao texto um título que explicite a ação punições para as situações de desrespeito a elas.
de uma regra de jogo. visada; - Ler coletivamente diferentes regras de jogos.
 Características específicas dos
- Reconhecer que o texto se organiza em função da ordem  utilizando vocabulário específico às regras do jogo -----------------------------------------
gêneros regra de jogo e conto de cronológica dos procedimentos prescritos na regra. escolhido; - Ler em voz alta trechos de contos de tradição
tradição popular; - Reconhecer a sucessão de enunciados com que o autor  garantindo a organização tipográfica do gênero; popular.
 Variedade linguística; orienta o leitor a realizar procedimentos/ações.  organizando o texto de acordo com a ordem de - Escutar contos de aventura e de tradição
 Frase: tipos de frase; - Identificar o uso de frases simples, curtas, precisas e prescrição dos procedimentos; popular.
 Substantivo e suas flexões; frequentemente iniciadas por um verbo de ação, como  construindo frases simples, curtas, precisas e - Exprimir-se utilizando as figuras de linguagem.
 Adjetivo e suas flexões; aspectos estilísticos, voltados para a garantia da iniciadas por um verbo de ação; - Recontar “causos” empregando ritmo e
compreensão leitora  empregando verbos no infinitivo ou imperativo, entonação, dramaticidade.
 Artigo e numeral; - Relacionar a utilização de vocabulário específico a uma  empregando indicadores de cronologia (depois, a
 Oração e período; finalidade. seguir, numerais ordinais...) para Indicar os
2º bimestre

 Verbo: tempo e modo; - Identificar a presença de indicadores de cronologia (depois, procedimentos.


 Advérbio e locuções adverbiais; a seguir, numerais ordinais...). --------------------------------------
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 111

 Encontro consonantal e dígrafo; ----------------------------------------- - Escrever contos de tradição popular:


- Identificar o tema, o conflito e o desfecho em um conto de  planejando a produção com base em histórias
 Separação de sílabas
tradição popular. ouvidas ou lidas;
 Sìlaba tônica e acxentuação das - Identificar expressões próprias da linguagem coloquial.  respeitando a organização da narrativa
oxítonas e proparoxítonas; - Identificar no conto de tradição popular as variações (introdução, desenvolvimento do conflito,
linguísticas determinadas por fatores históricos, sociológicos, resolução);
regionais.  reescrevendo contos populares ou “causos”
- Identificar as marcas de tempo (advérbios, locuções ouvidos;
adverbiais) como organizadoras da sequência textual.  respeitando as diferentes variedades lingüísticas;
- Situar ações ou sequências de ações no tempo (presente,  empregando os verbos modalizadores: (verbo
passado, futuro). modal: forma com o verbo principal locuções
- Identificar marcas linguísticas que evidenciam o locutor e o verbais com valor modal: de desejo,
interlocutor do texto, a partir de expressões idiomáticas. probabilidade, dever possibilidade, necessidade
- Estabelecer relação entre diferentes versões de um conto da etc. Ex: “eu não quero pagar o jantar).
tradição popular e as circunstâncias socioculturais de sua
produção e circulação.

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 6º ano
CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE
 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES HABILIDADES:
 Relato de experiência vivida - Identificar a organização cronológica dos eventos em relato - Escrever relatos de experiência vivida: - Relatar e comentar experiências e
 Notícia de experiência vivida.  organizando cronologicamente os acontecimentos do cotidiano com
 Características específicas dos - Perceber as relações entre os tempos verbais empregados e eventos lembrados; clareza e foco.
gêneros relato de experiência a representação da experiência vivida.  empregando corretamente os - Compreender criticamente os
vivida e notícia; - Perceber que imagem o narrador quer construir da tempos verbais próprios dos sentidos e a intencionalidade de
 Verbo: tempos verbais; experiência relatada por meio dos substantivos e adjetivos relatos; relatos.
 Adjetivos e expressões empregados no texto.  empregando adequadamente na - Trocar impressões sobre relatos
adjetivas; - Inferir possíveis intenções do autor, considerando o escrita a linguagem falada. lidos e/ou ouvidos.
 Inferência; contexto de produção do relato. (marcas da oralidade). --------------------------------
 Paragrafação: ------------------------------------------ -------------------------------- - Ler oralmente notícias.
 Interjeição; - Ler notícias em diferentes mídias escritas. - Escrever notícias: - Compreender criticamente os
- Realizar antecipação a respeito do conteúdo de uma notícia,  explicitando no 1º parágrafo o sentidos e a intencionalidade de
3º bimestre

 Pronome pessoal, de
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 112

tratamento e demonstrativo; pelas características do portador (jornal ou revista). lead (o que aconteceu, quando, mensagens orais ou escritas
 Acentuação das paroxítonas; - Realizar inferência a respeito do conteúdo de onde e com quem) e detalhando o veiculadas em notícias.
uma notícia, a partir do título. fato no 2º e 3º parágrafos; - Formular perguntas assertivas
 Acentuação de hiatos e
- Compreender e localizar na notícia o lead (1º  usando a 3ª pessoa, para dar ideia sobre o lido ou ouvido.
ditongos.
parágrafo), obtendo informações: o que aconteceu, quando, de distanciamento e objetividade - Comparar versões de uma mesma
onde aconteceu e com quem aconteceu o fato? em relação ao fato relatado; notícia.
- Reconhecer o segundo e terceiro parágrafos como  priorizando o uso de expressões - Comentar notícias lidas e/ou
detalhamento da informação principal. que dão ideia de objetividade, em ouvidas, justificando a própria
- Articular elementos fornecidos por figuras ou fotos com as substituição aos adjetivos e opinião sobre ela.
informações constantes no corpo de uma notícia. expressões adjetivas;
- Identificar as peculiaridades de notícias veiculadas em jornal  considerando o público alvo, o
impresso e/ou revista e veículo e a mídia a que a notícia
em mídia falada (TV, rádio). poderia ser dirigida.
- Articular elementos fornecidos por figuras ou fotos às
informações constantes no texto de uma notícia.

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 6º ano
CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE
 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES HABILIDADES:
Anúncio Publicitário - Perceber as relações entre linguagem verbal e .- Escrever anúncios publicitários: - Comentar criticamente diferentes
 Resumo não-verbal em anúncio publicitário.  considerando as técnicas de anúncios publicitários.
 Características específicas dos - Reconhecer o uso de verbos imperativos em comunicação específicas da - Produzir anúncios publicitários
gêneros anúncio publicitário e resumo; anúncio publicitário. publicidade; próprios,
 Linguagem verbal e não-verbal; - Relacionar um anúncio, o público-alvo a que se  considerando os suportes, veículos, para serem veiculados em rádios.
 Verbo: modo indicativo, modo destina e a mídia em que ele foi veiculado. mídias, em que o anúncio pode ser - Encenar anúncios publicitários
subjuntivo e formas nominais; - Inferir, a partir de anúncio publicitário, as veiculado; televisivos.
 Organização textual: parágrafos, possíveis intenções do anunciante.  explorando a linguagem apelativa e ---------------------------------
tópicos frasais e ideias secundárias; - Comparar diferentes anúncios publicitários, a imperativa, para influenciar o - Ler resumos para grupos de trabalho,
 Paráfrase; percebendo as diversificadas formas de influenciar leitor/consumidor; a fim de resgatar as ideias principais de
 Ortografia; o comportamento do consumidor.  integrando textos não verbais ao texto já estudado.
4º bimestre

 Inferência; -------------------------------------- verbal, com base nos efeitos de - Ler resumos em situação de aula,
- Ler diferentes resumos, com diferentes sentido que se pretende alcançar. para situar colegas sobre livros, textos,
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 113

finalidades: resgatar as principais ideias de -------------------------------- filmes.


um texto, ter uma primeira visão acerca de um - Escrever resumos:
livro ou de um filme.  considerando a função do resumo e
- Identificar na organização textual por parágrafos o público-alvo a que se destina;
o desenvolvimento de tópicos frasais (ideias  empregando linguagem concisa e
nucleares) e de ideias secundárias. objetiva;
- Identificar a linguagem objetiva e as marcas  articulando no próprio texto as
linguísticas próprias do gênero resumo. principais ideias do texto original;
- Perceber a presença de paráfrases ou de  organizando o texto em parágrafos.
citação direta de um texto original no texto do
resumo.

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 7º ano
CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE
GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES HABILIDADES:
Conto de suspense - Identificar em narrativa de suspense: o fato, o delito e o clímax da - Escrever contos de suspense, considerando: - Ler em voz alta trechos de
Conto de aventura história.  apresentação do cenário, narrativas de suspense e de
 Características dos gêneros conto de - Diferenciar o narrador dos personagens. introdução dos personagens, aventuras.
suspense e conto de aventura; - Identificar características dos personagens: detetive, vítimas. conflito, clímax; desfecho; - Empregar emoção e ritmo, de
 Variação linguística; - Relacionar personagens com a variedade linguística empregada em  informações que caracterizem os acordo com os eventos narrados.
 Tempo verbal; suas falas. personagens; - Controlar a qualidade da voz e da
 Advérbio e locuções adverbiais; - Observar a caracterização dos espaços e os efeitos de sentido que  o delito como elemento de respiração, na realização da leitura.
 Discurso direto e indireto; provocam. suspense, a ser resolvido no fim da - Discutir possibilidades de desfecho,
 Intertextualidade; - Situar ações ou seqüências de ações no tempo (presente, passado, narrativa; antes de ler o final de um conto.
 Conjunção que estabeleça (causa, futuro).  uso discurso direto e/ou indireto; - Recontar um conto de aventura ou
consequência, contradição, condição, - Identificar as marcas de tempo (advérbios, locuções adverbiais) como  descrição das personagens, de suspense, recriando elementos
conclusão); organizadoras da seqüência textual. acordo com as ações que (personagens, espaço, tempo etc.)
 Sinonímia, antonímia, hiperonímia, - Estabelecer relações entre partes de um texto, por meio da desempenharão na narrativa; da versão original.
hiponímia; identificação de palavras (pronomes, advérbios etc.) que estejam  relação entre personagem e fala
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 114

substituindo outras. (uso da norma culta ou de outras


1º bimestre

 Substantivos e seus determinantes.


Palavras substantivadas; - Reconhecer pistas lingüísticas que auxiliem a desvendar o delito. normas), de acordo com as
- Construir hipóteses para o desfecho da narrativa de suspense. características e o contexto dessa
 Preposição;
----------------------------------- personagem.
 Pronomes: possessivos, indefinidos,
- Articular informações de figuras, fotos, ilustrações, capa, páginas de --------------------------------
interrogativos e relativos;
rosto com informações constantes no texto narrativo de aventuras. - Escrever contos de aventura, considerando:
 Uso do x e do ch;
- Identificar características do personagem central e os obstáculos a ele  palavras ou expressões que
 Os ditongos abertos ei, eu, oi;
impostos em um conto de aventura. introduzam ideias de causa,
- Identificar o emprego do discurso direto e/ou do indireto, na narrativa consequência, contradição,condição,
de aventura. conclusão;
- Identificar o tema, o conflito e o desfecho em um conto de aventura.  eliminação de repetições, por meio
- Estabelecer relações entre os diversos segmentos do texto, e entre o do uso de sinônimos, hiperônimos,
texto e outros textos expressões adjetivas;
- (intertextualidade).  características de personagens
- Relacionar conectivos e as relações por eles estabelecidas (causa, típicas denarrativa de aventura;
consequência, contradição, condição, conclusão).  obstáculos a serem enfrentados
- Perceber como o uso de pronomes, advérbios, sinônimos, hiperônimos pelo personagem central; desfecho
etc, retoma ou antecipa elementos em uma narrativa. coerente com odesenvolvimento da
- Relacionar espaços e ações na narrativa de aventura. aventura.

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 7º ano
CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES HABILIDADES:


Bula de remédio - Relacionar, em bula de remédio, o uso verbos - Reescrever bulas de remédio, considerando: - Discutir a importância das bulas
História em quadrinho na forma imperativa com o objetivo de orientar a  características estilísticas do de remédios.
 Características dos gêneros bula de remédio ação do leitor. gênero: concisão e simplicidade, na - Debater riscos da automedicação.
e história em quadrinho; - Reconhecer a organização gráfica específica da linguagem, -----------------------------------------
 Linguagem não verbal; bula de remédio. emprego de verbos na forma imperativa; - Indicar uma HQ para colegas de
 Elemento não verbais (expressões faciais, - Identificar palavras recorrentes no gênero  a estrutura do gênero, sua sala, justificando a escolha.
representação de gestos, tipos de balões de bula de remédio (posologia, indicação, organização gráfica em tópicos - Comparar HQs de diferentes
HQ; composição etc) como formas de auxiliar o (indicações, modo de usar, contra- gerações e discutir no que elas se
 Pontuação: interrogação, exclamação, leitor, na busca por informação específica. indicações etc). diferenciam, quanto à temática, à
reticências, travessão; ----------------------------------------- -------------------------------------- caracterização das personagens, o
 Verbo e sua estrutura: modo imperativo; - Interpretar histórias em quadrinhos, - Escrever história em quadrinhos, vocabulário empregado etc.
2º bimestre

 Advérbio; reconhecendo a sequência dos acontecimentos  construindo uma sequência de


Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 115

 Emprego de s, z ou x; representados. imagens coerente com a narração


 Grafia de alguns verbos irregulares. - Identificar uma situação de humor em de dos fatos;
histórias em quadrinhos.  explorando a pontuação adequada
- Interpretar o efeito de sentido causado pelo para dar o sentido desejado;
uso de balões (pensamento, fala, grito etc.)  empregando adequadamente os
nas histórias em quadrinhos. balões gráficos;
- Identificar características e ações dos  desenvolvendo uma situação de
personagens de histórias em quadrinhos, humor.Ex: “eu não quero pagar o
com auxílio de elementos não verbais jantar).
(expressões faciais, representação de gestos,
tipos de balões mais usados para o
personagem etc.).
- Perceber os efeitos de sentido resultantes do
emprego da pontuação (interrogação,
exclamação, reticências, travessão).

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 7º ano
CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES HABILIDADES:


Relato de viagem - Identificar a organização cronológica dos - Escrever relatos de viagem: - Ler oralmente relatos de
Reportagem eventos em relato de viagem.  organizando cronologicamente os eventos viagem, atribuindo dramaticidade
 Características específicas dos - Perceber as relações entre os tempos verbais lembrados; aos eventos relatados.
gêneros relato de viagem e empregados e a organização do relato de viagem.  empregando corretamente os tempos - Ler oralmente reportagens,
reportagem; - Estabelecer relações de anterioridade e verbais próprios dos relatos; enfatizando a presença de “vozes
 Linguagem não verbal; posterioridade entre fatos relatados.  descrevendo espaços, a fim de despertar o sociais”.
 Segmentação em função do - Articular o conhecimento de mapas com um interesse do leitor; - Debater os sentidos e a
tratamento do assunto: título, relato de viagem.  empregando adequadamente operadores intencionalidade que podem ser
subtítulo, parágrafo, pontuação e - Perceber a descrição de espaços no relato de lógicos e argumentativos (que introduzem apreendidos de reportagens.
outros sinais gráficos (aspas, viagem e os efeitos de sentido que resultam dela. relações de finalidade, condição, - Comparar diferentes
travessão, reticências); ------------------------------------------- causa/consequência etc.). reportagens sobre um mesmo
3º bimestre

 Inferência; - Reconhecer marcas de segmentação em função -------------------------------- assunto.


Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 116

 Frase, oração e período; do tratamento do assunto: título, subtítulo; - Escrever reportagem: - Posicionar-se oralmente acerca
 Sujeito e predicado paragrafação, pontuação e outros  planejando o assunto, as formas de recolher das reportagens e das opiniões
 Sujeito simples, composto, sinais gráficos (aspas, travessão, reticências). informações sobre ele, o possível público- veiculadas, explícita ou
desinencial, indeterminado e oração - Identificar o tema de uma reportagem. leitor e o meio de publicação; implicitamente, nelas.
sem sujeito; - Comparar o tratamento dado a um mesmo tema  utilizando verbos adequados (dizer, declarar,
 Emprego de c, ç, s e ss; em uma notícia e em uma reportagem. informar etc.) para introduzir sequências de
- Identificar as “vozes sociais” presentes em uma diálogo e incorporar citações;
reportagem e as opiniões que elas manifestam.  empregando construções temporais e de
- Estabelecer relação entre imagens (fotos, lugar (advérbios, locuções adverbiais,
ilustrações), gráficos, tabelas, infográficos e orações adverbiais);
as ideias apresentadas na reportagem.  usando vocabulário específico (científico,
- Inferir, pelo assunto, pela linguagem, pelo artístico, técnico etc.), de acordo com o
veículo, o perfil do público leitor de uma assunto tratado;
reportagem.  integrando significativamente a linguagem
não-verbal (fotografias, gráficos etc.).

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 7º ano
CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES HABILIDADES:


Artigo de divulgação científica - Conhecer o contexto de produção de um artigo de - Escrever artigos de divulgação científica: - Realizar apresentação oral de
Carta de leitor divulgação científica, considerando aspectos como:  considerando a finalidade de divulgar o artigos
 Características específicas dos interlocutores, meio de publicação, época, possíveis conhecimento científico para o grande público; de divulgação científica, com o apoio
gêneros artigo de divulgação científica leitores.  adequando a linguagem ao leitor leigo e de esquemas (roteiros) ou recursos
e carta de leitor; - Identificar a estrutura de organização do artigo de garantindo a objetividade e a impessoalidade da audiovisuais.
 Argumentação e ponto de vista; divulgação científica: esquematização, expansão, linguagem do texto científico; - Discutir aspectos dos artigos
 Tipos de argumento; conclusão.  empregando verbos no eixo do presente, ouvidos, aprofundando a
 Coerência e coesão textual; - Estabelecer relações entre título, subtítulos e o corpo de situando ações anteriores e posteriores a esse compreensão dele.
 Paráfrase; texto. tempo (pretérito perfeito e futuro do presente); ---------------------------------
 Metáfora e comparação; - Relacionar o vocabulário técnico-científico com  empregando palavras-chave e conceitos; - Ler oralmente cartas de leitor.
 Verbo: tempo; determinado assunto.  organizando a exposição das informações - Posicionar-se sobre a opinião
 Transitividade verbal; - Identificar conceitos discutidos no texto. principais e das secundárias; defendida em carta de leitor.
 Objeto direto e objeto indireto; - Identificar recursos metalinguísticos (ou parafrásticos)  garantindo a relevância das partes em relação ao - Discutir possíveis razões da defesa
utilizados no texto (definição, nomeação, exemplificação, tema, a sua finalidade, e a sua continuidade; de determinada opinião por um leitor
 Tipo de predicado;
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 117

4º bimestre

comparação, metáforas e a própria paráfrase).  usando numerais na organização da divisão do (lugar social de que fala, possíveis
 Verbo de ligação e predicativo do
- Perceber como as pistas linguísticas sugerem quais artigo em partes. interesses que ele pode ter pelo
sujeito;
proposições são mais importantes e quais são informações ------------------------------------- assunto em questão etc.).
 Emprego de sc, cç e xc.
secundárias. - Escrever carta de leitor:
- Relacionar informações de gráficos, tabelas, fotos,  considerando as marcas do gênero, as
ilustrações e desenhos com as informações constantes no características do portador (jornal, revista) em
corpo do texto. que ela será veiculada e os possíveis leitores;
--------------------------------------  argumentando em favor de um ponto de vista;
- Perceber os diferentes objetivos (reclamação, opinião,  usando construções como “é necessário”, “é
contribuição, solicitação, elogios) das cartas de leitores, possível”, “parece que”, em sequências
publicadas em jornais ou revistas. argumentativas ou expositivas;
- Antecipar possíveis conteúdos de uma carta  empregando verbos no eixo do presente,
de leitor, considerando o assunto, as informações sobre o situando ações anteriores e posteriores a esse
autor (profissão, idade etc), o veículo em que foi tempo (pretérito perfeito e futuro do presente).
publicada.
- Relacionar as ideias defendidas em cartas de
leitores com os argumentos empregados nelas.
- Relacionar expressões linguísticas como “é
necessário”, “é possível”, “parece que”, com sequências
argumentativas ou expositivas.

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 8º ano
CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE
 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:
Narrativa de cordel - Conhecer os modos de recepção das narrativas de cordel: - Escrever narrativas de cordel: - Recitar ou ler cordel em voz
Canção   relacionando o tema e o tipo de narrativa de alta, imprimindo emoção e ritmo
 Características específicas dos outros intérpretes; cordel e a função que se pretende priorizar; próprios da declamação de
gêneros textuais narrativa de cordel   levando em conta o formato do texto cordel.
e canção; - Identificar na narrativa de cordel marcas da fala popular. (número de páginas): o romance (acima de - Ouvir leitura de cordel, feita por
 Expressões de sentido figurado; - Identificar as características gráficas e tipográficas da literatura de 24), o folheto (de 4 a 16) e a folha volante artistas.
 Variedade linguística; cordel. (avulsa); - Empregar respeitosa e
 Expressões de sentido figurado; - Relacionar a quantidade de páginas com os formatos de divulgação  mantendo a estrutura cíclica do cordel: adequadamente as variedades
 Recursos da linguagem poética: das narrativas de cordel: romance, folheto, folha avulsa.  ação inicial de equilíbrio; lingüísticas típicas das narrativas
rima, ritmo; - Perceber a estrutura cíclica do enredo (início com situação de  de cordel.
 Variedade linguística: equilíbrio, perda dele, busca e recuperação da situação inicial) da  - Discutir a importância da
 Sujeito; narrativa de cordel.  literatura de cordel para o
- Relacionar as xilogravuras (capa e/ou ilustração interna) com situação inicial; patrimônio cultural brasileiro.
 Índice de indeterminação do
aspectos da narrativa.  --------------------------------------
sujeito;
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 118

- Identificar temas e tipos das narrativas de cordel: pelejas, romances  empregando as marcas de linguagem - Ouvir canções.
1º bimestre

 Adjunto adverbial;
históricos e de aventuras, histórias de amor, narrativas de popular falada, na escolha do léxico, na - Selecionar e cantar canções,
 Adjunto adnominal:
acontecimentos sensacionais, atuais, da época e religiosos. sintaxe, nas variações ortográficas; individualmente ou em grupo.
- Identificar diferentes funções das narrativas de cordel (ensinamento,  !usando formas verbais imperativas e - Comparar e avaliar diferentes
aconselhamento, entretenimento ou fruição). asserções interpretações da mesma canção.
-------------------------------------------  categóricas nos textos de aconselhamento; - Usar respeitosamente as
- Comparar canções quanto ao tratamento temático e/ou estilístico.  integrando ilustrações ao texto narrativo de variedades linguísticas
- Comparar canções de diferentes épocas,percebendo a relação que cordel. empregadas nas canções.
possuem com seus contextos de produção (momento e época em que - Escrever canções:
foram difundidas, público a que se destinavam, etc.).  elaborando paródias de canções conhecidas;
- Relacionar o texto de canções com suas músicas, integrando a  considerando a canção original em seu
linguagem verbal à musical. contexto de produção;
- Inferir, a partir de elementos presentes no próprio texto, o uso de  selecionando temas e gêneros musicais,
palavras ou expressões de sentido figurado. desenvolvendo-os criativamente em texto
- Interpretar o ponto de vista do eu lírico de canções. original, para um contexto específico de
- Identificar elementos estruturais do gênero canção: refrão, produção;
repetições de estrofes.  empregando elementos estruturais (refrão,
- Identificar as especificidades da rima e do ritmo, em diferentes repetição de estrofes) na organização do
canções. texto;
 elaborando o ritmo e as rimas.

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 8º ano
CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


Regulamento - Perceber a estrutura do regulamento em - Escrever regulamentos, considerando: .- Ler oralmente diferentes
Poema artigos.  características estilísticas do gênero: regulamentos e compará-los.
 Características específicas dos gêneros - Relacionar o uso verbos na forma infinitiva e do ato concisão e simplicidade, na - Promover debates, para combinar
regulamento e poema; de descrever com a intenção de orientar a conduta linguagem, emprego de verbos na a redação de regulamentos.
 Figuras de linguagem; de leitores. forma infinitiva, uso da descrição; ----------------------------------
 Recursos poéticos: rima, aliteração, - Identificar palavras e expressões típicas do gênero  a estrutura do gênero, sua - Declamar poemas com
versos, estrofe; regulamento (direitos, deveres, considerações organização em artigos; entonação, ritmo, postura corporal
 Predicativo do objeto; finais).  a situação que envolve o regulamento adequada e emoção.
 Predicativo nominal e verbal; - Orientar-se por palavras típicas e expressões do (funcionamento de biblioteca, - Declamar poemas de autores
 Predicado verbo-nominal; regulamento, para localizar informação específica. promoção de um concurso, conhecidos e/ou de novos autores.
 Complemento nominal; ----------------------------------------- campeonato de futebol, etc.), os - Ouvir poemas declamados pelos
2º bimestre

 Homônimos e parônimos; - Ler poemas populares e consagrados na literatura participantes envolvidos, e o assunto colegas.
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 119

brasileira. que será regulamentado em artigos.


- Relacionar poemas lidos ou ouvidos, com --------------------------------------
experiências, sensações, sentimentos próprios. - Escrever poemas:
- Compreender criticamente os sentidos e a  expressando experiências, sensações
intencionalidade dos poemas. ou sentimentos;
- Buscar significados para as “brincadeiras com as  utilizando diversificados recursos
palavras” feitas em poemas. poéticos (rima, aliteração, repetição
- Identificar comparações, imagens, metáforas. de versos, versos acrósticos);
- Identificar o uso de recursos poéticos: rima,  empregando linguagem figurada
aliteração e repetição de versos. (comparações, imagens e metáforas);
- Identificar versos e estrofes.
- Reconhecer acrósticos como recurso poético.
- Comparar poemas, de diferentes autores,
sobre um mesmo tema.

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 8º ano
CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


Autobiografia - Ler o texto biográfico como fonte de pesquisa e - Escrever biografias e/ou autobiografias: - Ler em voz alta biografias de
Biografia informação.  selecionando dados relevantes que personalidades de destaque da
 Características específicas dos gêneros - Compreender as diferenças entre a vida de uma permitam representar a trajetória sociedade ou de “pessoas comuns”.
autobiografia e biografia; pessoa e a representação dessa vida em um de vida de uma pessoa; - Discutir aspectos biográficos que
 Verbo: tempo verbal e desinências texto.  organizando episódios narrados em tenham despertado maior interesse.
verbais; - Comparar autobiografia e biografia, percebendo uma seqüência cronológica; - Debater aspectos biográficos,
 Diferença entre complemento nominal, semelhanças e diferenças que caracterizam esses  usando palavras e expressões que relacionando os ao contexto em que
objeto indireto e adjunto adnominal; gêneros. marquem o tempo: advérbios, viveu o sujeito biografado.
 Vozes verbais; - Relacionar conhecimentos prévios, vivências, locuções adverbiais, orações
3º bimestre

 Agente da passiva; crenças e valores próprios com biografia e/ou adverbiais;


 Aposto; autobiografia em leitura.  narrando em 1ª ou 3ª pessoa;
 Vocativo; - Reconhecer palavras ou expressões,  empregando os tempos verbais
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 120

 Emprego do s e do z nas terminações -ez marcadores de tempo, que garantam a seqüência pretérito perfeito e/ou imperfeito,
/ -ês e -eza / -esa; cronológica da narrativa conforme os efeitos de sentido
biográfica/autobiográfica.Perceber a ocorrência desejados.
dos verbos no pretérito perfeito e imperfeito e os
efeitos de sentido que esses tempos sugerem nas
biografias e/ou autobiografias.
- Identificar as marcas linguísticas de
manifestação do narrador em primeira ou
terceira pessoa do singular (desinências verbais,
pronomes pessoais).

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 8º ano
CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


Resenha descritiva - Ler resenha de livro ou filme, considerando - Produzir resenhas críticas: - Leitura oral de resenhas de livros e de
Resenha crítica seu contexto de produção (autor, público a que  estabelecendo relações entre textos filmes, selecionadas de diversas fontes
 Características específicas dos gêneros se destina, fonte em que foi publicada), para (intertextualidade); (Internet, Jornal Impresso, Revistas
resenha descritiva e resenha crítica; perceber possíveis intenções do autor.  respeitando o conteúdo temático Semanais).
 Intertextualidade: - Estabelecer relações entre a resenha e o próprio do gênero: informações - Exposição oral de diferentes resenhas
 Conjunção; texto (livro, filme etc.) a que ela se refere gerais sobre a obra, resumo de seu sobre um mesmo texto (livro, filme).
 Período simples e período composto; (intertextualidade). conteúdo, apreciações sobre a obra. - Discussão sobre pontos comuns e
 Orações coordenadas assindéticas e - Perceber, na resenha, relações entre o texto divergentes nas diferentes resenhas
sindéticas aditivas, adversativas e resenhado e outros textos nela referenciados sobre um mesmo texto.
4º bimestre

alternativas; (intertextualidade).
 Orações coordenadas sindéticas - Comparar resenha descritiva e resenha crítica,
explicativas e conclusivas; percebendo semelhanças e diferenças que
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 121

 Vírgula entre os termos da oração; caracterizam esses gêneros.


 Emprego do hífem. - Identificar em resenha crítica as
informações gerais sobre a obra resenhada, o
resumo do conteúdo, e as apreciações críticas
feitas pelo autor da resenha.

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 9º ano
CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


Peça de teatro - Ler diferentes peças teatrais, identificando - Adaptar textos de outros gêneros para o - Assistir a encenações teatrais,
 Características especificas do gênero elementos do gênero (atos, cenas, rubricas, teatro e/ou escrever peças teatrais: articulando o texto verbal e o não-verbal
peça de teatro; indicação de entrada e saída de personagens pontuando a sequência narrativa: a situação (cenário, gestos,
 Comparação de textos com adaptação etc.). inicial, o conflito, a resolução; expressões faciais, iluminação, etc..)
para o teatro; - Comparar textos de outros gêneros com suas organizando o texto, de acordo com as - Comentar, a partir das peças assistidas,
 Linguagem verbal e não- verbal; adaptações para o teatro. características do gênero: divisão em atos, idéias
 Período composto por subordinação; - Identificar em peças teatrais fragmentos cenas, falas e rubricas; descrevendo do texto e os recursos linguísticos
 Orações subordinadas substantivas narrativos e diálogos de personagens. elementos interessantes para a utilizados para expressá-las.
subjetivas, objetivas diretas e objetivas - Identificar diferentes pontos de vista de construção do cenário (tempo, espaço, - Posicionar-se criticamente em relação
personagens. personagens); elaborando as rubricas com às idéias apresentadas nas peças.
1º bimestre

indiretas, completivas nominais,


predicativas e apositivas; - Reconhecer no texto teatral a presença orientações para a representação dos atores. - Representar textos teatrais,
 Conectivos que introduzem as orações de elementos da fala de um interlocutor explorando a expressão facial, o tom,
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 122

substantivas; nos enunciados de outro interlocutor. ritmo, timbre de voz, os gestos.


 Ortoépia e prosódia - Identificar o conflito gerador no
 Pontuação nas orações subordinadas desencadeamento da ação.
substantivas; - Perceber a presença de elementos narrativos
na peça teatral (a situação inicial, o conflito, a
resolução).
- Relacionar diferentes recursos expressivos
utilizados na produção de uma peça com o
estilo de um autor.
- Relacionar a construção do cenário com
elementos da peça teatral (tempo, espaço,
personagens).

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 9º ano
CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


 Regimento - Ler diferentes regimentos (escolar, associação de - Escrever regimentos: - Ler oralmente diferentes
 Crônica moradores do bairro, grêmio estudantil etc.),  mantendo a organização de um regimentos e compará-los.
 Características específicas dos identificando a organização do texto em títulos, regimento: divisão em títulos, capítulos, - Promover debates, para combinar
gêneros regimento e crônica; capítulos, seções. seções; a redação de regimentos.
 Palavras e expressões de sentido - Relacionar o uso de verbos na forma infinitiva e  empregando os tempos verbais ----------------------------------
figurado; imperativa e o uso o uso da descrição com a adequados ao texto prescritivo, - Ler oralmente crônicas de
 Pronomes relativos; intenção de orientar a conduta de leitores. linguagem direta, vocabulário específico diferentes autores.
 Orações subordinadas adjetivas: - Identificar palavras e expressões típicas do gênero ao gênero e tema; - Debater os temas das crônicas
explicativa e restritiva; regimento (finalidade e competências, organização e  empregando numerais ordinais e lidas, posicionando-se em relação
 Orações subordinadas adverbiais: funcionamento, disposições finais). algarismos romanos na divisão do texto; às ideias veiculadas pelas crônicas.
temporais, condicionais, causais, - Orientar-se por palavras e expressões típicas do  considerando a finalidade de um - Apresentar apreciações estéticas
regimento, para localizar informação específica. regimento (organizar o funcionamento de sobre as crônicas ouvidas.
2º bimestre

consecutivas, concessivas,
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 123

proporcionais, conformativas, finais ----------------------------------------- uma instituição pública ou privada), os - Pesquisar e expor informações
e comparativas; - Ler diferentes crônicas, identificando participantes envolvidos, e os tópicos que sobre cronistas consagrados na
 Pontuação nas orações características do gênero (tratamento pessoal sobre comporão os artigos do regimento. tradição literária brasileira.
subordinadas adverbiais; algum tema do cotidiano, linguagem simples e --------------------------------------
emotiva, uso de recursos expressivos literários etc.). - Escrever crônicas:
- Comparar o emprego do foco narrativo em  considerando as marcas do gênero e seu
primeira ou terceira pessoa em diferentes crônicas e contexto de produção;
perceber os efeitos de sentido decorrentes de um e  explorando criticamente aspectos de um
outro foco. fato de qualquer esfera (política, esporte,
- Relacionar o tema de uma crônica a uma esfera economia, polícia, sociedade, literatura);
(política, esporte, economia, polícia, sociedade,  empregando palavras ou expressões de
literatura). sentido figurado;
- Contextualizar uma crônica, relacionado-a com  usando a primeira ou terceira pessoa, de
fatos de diferentes esferas. acordo com os efeitos de sentido
- Comparar o tratamento de um mesmo tema em pretendidos.
crônica e em outros gêneros (notícia, reportagem).

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 9º ano
CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


Curriculum vitae Ler diferentes currículos, percebendo aspectos - Escrever currículos: - Entrevistar profissionais de diferentes
 Características específicas do gênero do gênero (organização dos dados em tópicos,  adequando-os a uma área áreas, para saber que conhecimentos e
curriculum vitae; redação concisa e objetiva, seleção de profissional e uma vaga específica; habilidades são exigidos em suas
informações e organização delas em função de  usando objetividade, clareza, e funções.
 Concordância verbal e nomina;
um perfil etc.) selecionando informações - Debater os resultados das entrevistas.
 Regência verbal e nominal: - Reconhecer os efeitos de sentido decorrentes adequadas para a vaga em questão; - Simular entrevista de emprego, com
 Colocação pronominal; da diagramação e dos recursos gráficos  organizando os dados em tópicos base em vaga e currículos pré-
 Crase utilizados (tipo, tamanho, estilo da fonte). (informações pessoais, objetivo, selecionados, com especial atenção à
- Comparar currículos de diferentes áreas formação escolar, experiência veracidade e pertinência das
3º bimestre

profissionais, percebendo suas especificidades. profissional etc.); informações apresentadas.


- Identificar palavras e expressões típicas  empregando a diagramação, e os
do gênero currículo (informações pessoais, recursos gráficos, de acordo com os
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 124

objetivo, formação escolar, experiência efeitos de sentido desejados.


profissional etc.).
- Orientar-se por palavras e expressões
típicas do gênero currículo, para localizar
informação específica.
- Comparar classificados de emprego com
currículos, analisando se esses atendem
aos perfis exigidos naqueles.

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA PORTUGUESA / ANO: 9º ano
CONTEÚDO EIXO: LEITURA EIXO: ESCRITA EIXO: ORALIDADE

 GÊNEROS TEXTUAIS: HABILIDADES: HABILIDADES: HABILIDADES:


Conferência - Ler diferentes conferências. - Escrever conferências: - Entrevistar conferencistas sobre o
Artigo de opinião - Identificar a função dos textos de  considerando o tema, o público-alvo em processo de escrita e preparo de suas
 Características especificas do conferências: orientar a exposição verbal do questão, o tempo de apresentação; conferências.
gênero conferência e artigo de autor, que se dirigirá a um público  respeitando a organização da exposição: - Assistir a conferências de diferentes
opinião; específico. abertura, introdução ao tema, apresentação temas
 Intertextualidade - Identificar a organização dos textos de do plano de exposição, desenvolvimento e - Identificar na fala do expositor as
 Verbo: modo imperativo; conferências: encadeamento dos diferentes subtemas, conclusões às quais quer levar o
 Argumento e contra  abertura: apresentação do recapitulação e síntese, conclusão, auditório.
argumentação; conferencista – legitimação de seu encerramento; - Apresentar conferências:
 Estrutura das palavras: radical e papel;  estabelecendo intertextualidade com gráficos,  adequando-as ao contexto
afixos; desinência, vogal temática,  introdução ao tema: apresentação pequenos vídeos, imagens, gravações etc.; escolar;
vogal e consoante de ligação; do tema, delimitação do assunto;  usando verbos no futuro do indicativo e no  tomando consciência da
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 125

4º bimestre

 Processo de formação de  o expositor como instigador da modo imperativo, como meios de envolver o importância da voz, do olhar,
palavras: composição e derivação, atenção, o interesse ou a ouvinte na exposição. da atitude corporal;
onomatopeia, abreviação e sigla; curiosidade dos ouvintes; --------------------------------------  envolvendo o público na
 apresentação do plano de - Escrever artigos de opinião: condução do assunto, com o
exposição: enumeração de ideias e  selecionando um tema polêmico e coletando uso de verbos no futuro do
subtemas; diferentes opiniões sobre ele; indicativo e no modo
 elaborando um ponto de vista, com clara imperativo.
apresentação de tese e de argumentos que a
fundamentem;
 articulando no texto as diferentes vozes e
opiniões coletadas;
 evidenciando a relevância das informações em
relação ao tema e ao ponto de vista assumido;
 utilizando as marcas linguísticas anunciadoras
da posição do autor, da introdução de
argumentos, da apresentação de diferentes
vozes e da conclusão.

 Além dos estudos sistemáticos dos gêneros indicados por bimestre, recomenda-se que também sejam realizadas atividades com outros gêneros textuais.
Aprendizagens metalinguísticas e linguísticas deverão ser propiciadas regularmente, em articulação com as sequências didáticas propostas para os gêneros textuais.
Ensino das Artes
6º ao 9º ano
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ENSINO DAS ARTES / ANO: 6º ano
CONTEÚDO HABILIDADES
Estudo das Cores  Identificar as figuras geométricas e aplica-las e painéis com recorte e colagem;
- Primárias;
- Secundárias;  Explorar diferentes identificadas no espaço;
- Terciárias;
- Neutras..  Perceber as transformações das cores na natureza;

O Ponto  Identificar as diferentes cores;


- Geométrico;
- Físico;  Diferenciar as cores primárias, secundárias, terciárias e neutras;
- Gráfico
- Técnica do Pontilhismo  Conhecer a técnicas do ponto e aplica-la em produções artesanais.

A Linha
- Geométrica
1º Bimestre

- Gráfica;
- Quanto a posição, direção.

Figuras Geométricas
- Círculo, circunferência, triângulo e quadrado;
- Recorte e colagem com figuras geometrias
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ENSINO DAS ARTES / ANO: 6º ano
CONTEÚDO HABILIDADES
Fundamentação Teórica.  Construir conceitos de definições sobre arte e artista;
 Conceitos:
- Educação artística, Arte, e Obra de arte.  Reconhecer, diferenciar e saber utilizar com propriedade diversas técnicas de arte, com procedimentos de
pesquisa, experimentação e comunicação próprios;
História da Arte
 Pré-História  Saber como a arte se desenvolveu na pré-história;
- Período Paleolítico;
- Período Neolítico  Conhecer, apreciar e adotar atitudes de respeito diante da variedade de manifestações culturais e artísticas;
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 128

Artes Plásticas
 Recorte e Colagem;
- Tipos
2º Bimestre

Folclore
Fundamentação teórica.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ENSINO DAS ARTES / ANO: 6º ano
CONTEÚDO HABILIDADES
Folclore  Conhecer, apreciar e adotar atitudes de respeito diante da variedade de manifestações culturais e artísticas;
 Etimologia;
 Elementos formadores;  Reconhecer os elementos formadores e as manifestações do folclore regional;
 Manifestações folclóricas regionais.
- Plantas e raízes medicinais  Interpretar peças teatrais.
- Brinquedos e Brincadeiras.
 Conhecer, interpretar e exercer a cidadania;
Artefatos Indígena

Artes Cênicas
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 129

 Origem;
 Interpretação de pequenas peças teatrais.

Hinos pátrios
3º Bimestre

Hino nacional brasileiro


Hino de Santarém
Hino do Pará
Hino da Escola
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ENSINO DAS ARTES / ANO: 6º ano
CONTEÚDO HABILIDADES
Música  Conhecer diferentes modalidades de músicas;
 Fundamentação teórica.  Saber a diferença entre compositor e intérprete;
 Ampliar o diálogo do aluno com os elementos envolvidos nas experiências da linguagem musical;
 Tipos de Música
- Cantiga de ninar;  Confeccionar enfeites natalinos, desenvolvendo o potencial artístico do aluno a partir da execução das
- Cantiga de roda; atividades práticas envolvendo as artes plásticas e o artesanato.
- Música Santarena com ilustração.

 Compositor e Interprete;

Programação natalina.
 Amostra natalina
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 130

 Cartões;
 Lembranças de Natal
 Confecção de presépio
4º Bimestre
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ENSINO DAS ARTES / ANO: 7º ano
CONTEÚDO HABILIDADES
Fundamentação Teórica dos conceitos de arte.  Relembrar os conceitos de arte, artista, etc.;
- O que é arte?
- O que é Educação artística?  Conhecer a história da arte nas civilizações da antiguidade;
- O que é artista?
- O que é obra de arte?  Conhecer e utilizar o material de desenho e pintura;

História da Arte  Analisar e reproduzir um desenho ou uma obra.


- Arte Egípcia (escolher uma modalidade de arte)
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 131

Estudo das Cores


- Primárias;
- Secundárias;
- terciárias;
1º Bimestre

- complementares;
- Quentes e Frias
- Análogas.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ENSINO DAS ARTES / ANO: 7º ano
CONTEÚDO HABILIDADES
Folclore  Conhecer a história da arte nas civilizações da antiguidade;
Fundamentação teórica.
(Folclore Santareno, aniversário de Santarém)  Identificar os tipos de cores;

Memória visual  Montar painéis utilizando grãos e sementes, dos mais variados tipos;
- Reprodução
 Reconhecer a origem do folclore e suas manifestações;
Trabalhos Manuais
- Recorte e Colagem (grãos, sementes, raízes e
folhas);Conceitos, história e confecção.
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 132

2º Bimestre
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ENSINO DAS ARTES / ANO: 7º ano
CONTEÚDO HABILIDADES
Folclore  Reconhecer a origem do folclore e suas manifestações;
 Fundamentação teórica;
 Manifestações- Lendas e Mitos.  Conhecer, valorizar e preservar as diversas manifestações folclóricas locais e regionais como patrimônio
nacional, resgatando sua importância para o fortalecimento da cultura brasileira;
Artes Cênicas
 Origem  Conhecer a história da arte nas civilizações da antiguidade;
 Teatro de fantoches – tipos: de vara, de
papel, de espuma, de meia, copinhos,
garrafas, etc.  Estudar a origem do teatro de fantoches, reconhecendo os seus tipos.

Hinos pátrios  Conhecer, interpretar e exercer a cidadania;


Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 133

Hino nacional brasileiro


Hino de Santarém
Hino do Pará
3º Bimestre

Hino da Escola
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ENSINO DAS ARTES / ANO: 7º ano
CONTEÚDO HABILIDADES
Folclore  Conhecer a história da arte nas civilizações da antiguidade;
 Fundamentação teórica;  Conhecer a fundamentação teórica da música reconhecendo os tipos das mesmas;
 Manifestações- Lendas e Mitos.  Reconhecer o corpo humano como fonte sonora;
 Compor paródias;
Artes Cênicas  Estudar os mais variados tipos de danças;
 Origem  Confeccionar enfeites natalinos, desenvolvendo o potencial artístico do aluno a partir da execução das
 Teatro de fantoches – tipos: de vara, de atividades práticas envolvendo as artes plásticas e o artesanato.
papel, de espuma, de meia, copinhos,
garrafas, etc.
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 134

Hinos pátrios
Hino nacional brasileiro
Hino de Santarém
Hino do Pará
4º Bimestre

Hino da Escola
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ENSINO DAS ARTES / ANO: 8º ano
CONTEÚDO HABILIDADES
Fundamentação Teórica.  Relembrar a fundamentação teórica da arte com alguns conceitos, definição de artista, obra de arte e sua
 Conceitos: divisão tradicional;
- Educação artística, Arte, e Obra de arte.
 Conhecer as produções artísticas de cada período histórico, considerando suas características;
História da Arte
Idade média
Principais características
(Escolher uma modalidade de arte)
Renascimento
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 135

- principais características;

Desenho de memória
Relacionado aos assuntos
1º Bimestre
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ENSINO DAS ARTES / ANO: 8º ano
CONTEÚDO HABILIDADES
História da Arte Moderna.  Conhecer o desenvolvimento da arte moderna em suas principais manifestações;
- Arte Barroca –Na Europa e no Brasil.
Principais características  Conhecer a organização dos sólidos geométricos;
(Escolher uma modalidade)
 Conhecer as técnicas de pintura e aplica-las em desenhos;
Sólidos Geométricos
 Poliedros;  Usar diferentes tonalidades de cores para ilustrar seus trabalhos.
 Tetraedro;
 Hexaedro;
 Octaedro;
 Dodecaedro;
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 136

 Isosaedro.

Técnicas de Pintura
2º Bimestre

 Textura
 Desenho e o Texto

Folclore
Fundamentação teórica
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ENSINO DAS ARTES / ANO: 8º ano
CONTEÚDO HABILIDADES
Folclore  Conhecer as origens do folclore e as curiosidades regionais;
 Origem;
 Curiosidades regionais: músicas e danças.
 Folclore paraense;  Representar com desenvoltura danças típicas do folclore regional e local;
 Folclore santareno:

História da arte moderna.


- Período Neoclássico  Dramatizar pequenos textos;
- No Brasil
Principais características
(Escolher uma modalidade de arte)
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 137

 Conhecer, interpretar e exercer a cidadania;


Artes Cênicas
 Origem do teatro no Brasil;
3º Bimestre

 Criações de textos;
 Técnicas de expressão
- Corporal; vocal;
- mímica.

Hinos pátrios
 Hino nacional brasileiro
 Hino de Santarém
 Hino do Pará
 Hino da Escola
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ENSINO DAS ARTES / ANO: 8º ano
CONTEÚDO OBJETIVOS
Música  Aplicar as diferentes linguagens – verbal, musical, gráfica, plástica e corporal – como meio para produzir,
 Breve histórico da Música Brasileira. expressar e comunicar suas idéias;
 Tipos de músicas.
- Popular: MPB, Dance, Rap, etc.  Diferenciar as variadas tipologias musicais, enfatizando a música brasileira e santarena;

Programação natalina  Confeccionar trabalhos artesanais e expor.


 Amostra natalina
 Cartões;
 Lembranças de Natal
 Confecção de presépio
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 138

4º Bimestre
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ENSINO DAS ARTES / ANO: 9º ano
CONTEÚDO HABILIDADES
Fundamentação Teórica.  Relembrar a fundamentação teórica da arte com alguns conceitos, definição de artista, obra de arte e sua
divisão tradicional;
 Conceitos:
- Educação artística, Arte, Artística e Obra de arte.  Refletir sobre a evolução histórica do homem com base em expressões artísticas através da história da arte.

Arte Contemporânea:  Conhecer os diferentes movimentos artísticos da Arte Contemporânea.


Principais características
 Impressionismo;
 Pós-impressionismo;
 Expressionismo;
 Fauvismo;
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 139

 Cubismo;
 Futurismo;
 Surrealismo;
1º Bimestre

 Op-art;
 Pop-art.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ENSINO DAS ARTES / ANO: 9º ano
CONTEÚDO HABILIDADES
História em quadrinho  Saber a origem, características e os elementos formadores da história em quadrinho;
 Origem;
 Características;  Criar histórias em quadrinhos, ilustrando-as, observando o desenho gráfico e a estética na aplicação das cores;
 Elementos formadores.
 Conhecer o alfabeto surdo mudo;
Folclore
Fundamentação teórica  Produzir objetos a partir das técnicas artesanais ensinadas.


Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 140

Pesquisar a etimologia do vocabulário folclore;


2º Bimestre
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ENSINO DAS ARTES / ANO: 9º ano
CONTEÚDO HABILIDADES
Folclore  Saber a origem, características e os elementos formadores da história em quadrinho;
 Folclore no Pará;
 Manifestações folclóricas.  Criar histórias em quadrinhos, ilustrando-as, observando o desenho gráfico e a estética na aplicação das cores;

Artes Cênicas  Conhecer o alfabeto surdo mudo;


 Origem do teatro no Brasil.
 Criação textual;  Produzir objetos a partir das técnicas artesanais ensinadas.
 Adaptação de peças teatrais; Monteiro
Lobato e Gil Vicente;  Pesquisar a etimologia do vocabulário folclore;
 Dramatização de: poesias e músicas;
 Mímica.  Conhecer, interpretar e exercer a cidadania;
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 141

Hinos pátrios
 Hino nacional brasileiro
 Hino de Santarém
3º Bimestre

 Hino do Pará
Hino da Escola
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ENSINO DAS ARTES / ANO: 9º ano
CONTEÚDO OBJETIVOS
Música  Conhecer os elementos formadores da música;
 Percepção do som; Qualidades sonoras;
 Exploração do som;  Reconhecer a música como elemento formador de uma cultura;
 Ritmo
 Efeitos sonoros;  Explorar os variados efeitos sonoros;
 Sons naturais e artificiais;
 Confeccionar mosaicos;
Mosaico
Produzir enfeites natalinos;
Programação natalina
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 142

 Amostra natalina
 Cartões;
 Lembranças de Natal
 Confecção de presépio
4º Bimestre
Língua Inglesa
6º ao 9º ano
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA INGLESA / ANO: 6º ano
CONTEÚDOS HABILIDADES
• A importância da Língua Inglesa
• Cumprimentos Leitura
• Alfabeto • Identificar nos textos os estrangeirismos da Língua Inglesa;
1 BIMESTRE

• Objetos usados na escola • Interpretar frases e pequenos textos através das palavras cognatas e dos vocabulários trabalhados a cada
• Pronomes pessoais bimestre;
• Adjetivos Possessivos • Demonstrar a compreensão de tipos de textos variados, apoiados em elementos icônicos tais como
• Verbo TO BE – forma afirmativa gravuras, tabelas, fotografias e desenhos e/ou em palavras cognatas;
O

• Cores • Demonstrar a consciência de que a leitura não é um processo linear que exige o entendimento de cada
• Diálogos curtos palavra;
• Formas geométricas • Identificar os verbos e pronomes e outros elementos gramaticais nos textos estudados.
• Apropriar-se de diferentes linguagens, verbal, musical, matemática, gráfica, plástica e outras, como meio
para compreender e criticar ideias veiculadas nos diversos textos trabalhados.
• Meses do ano
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 144

• Dias da semana Escrita


2 BIMESTRE

• Família – gruas de parentesco • Escrever corretamente os estrangeirismos e cognatos usados no dia a dia;
• Verbo TO BE – forma negativa • Produzir pequenas frases e textos que envolvam os tópicos gramaticais estudados a cada bimestre;
• Artigos definidos e indefinidos • Utilizar as diferentes linguagens, verbal, musical, matemática, gráfica, plástica e outras, como meio para
• Frutas produzir, expressar e comunicar suas ideias.
O

• Diálogos curtos • Utilizar diferentes fontes de informações e recursos tecnológicos para adquirir e construir conhecimentos,
• Tradução de frases tais como internet, celular, etc;
• Demonstrar consciência crítica em relação aos objetivos dos textos lidos, adquirindo habilidades para uma
• Animais boa produção textual.
• Adjetivos
3 BIMESTRE

• Verbo TO BE – forma interrogativa


• Números cardinais – 1 a 100 Oralidade
• Plural – regra geral • Ler em voz alta os diálogos e pequenos textos;
• Pronomes demonstrativos • Pronunciar corretamente as palavras de vocabulários trabalhados a cada bimestre;
O

• Textos curtos • Praticar a conversação a partir de pequenos diálogos;


• Encenar pequenas peças, interpretando personagens conhecidos de textos estudados a cada bimestre;
• Organizar festival de músicas de diversos gêneros em Língua Inglesa;
• Verbo TO BE – formas afirmativa, negativa e interrogativa – Revisão
• Pronomes interrogativos
4 BIMESTRE

• Compartimentos da casa – quarto, sala, banheiro, cozinha, sala de


visitas, jardim, quintal...
• Partes da cidade – bairro, praça, rua, avenida, loja, farmácia,
supermercado, shopping, banco, hospital, escola, livraria, biblioteca,
O

academia...
• Textos curtos
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA INGLESA / ANO: 7º ano
CONTEÚDOS HABILIDADES
• A importância da Língua Inglesa
1 BIMESTRE

• Verbo TO BE – formas afirmativa, negativa e interrogativa –


Leitura
Revisão
• Identificar nos textos os estrangeirismos da Língua Inglesa;
• Adjetivos possessivos • Interpretar frases e pequenos textos através das palavras cognatas e dos vocabulários trabalhados a cada
bimestre;
O

• Pronomes interrogativos (WH questions)


• Demonstrar a compreensão de tipos de textos variados, apoiados em elementos icônicos tais como
• Textos e diálogos gravuras, tabelas, fotografias e desenhos e/ou em palavras cognatas;
• Demonstrar a consciência de que a leitura não é um processo linear que exige o entendimento de cada
palavra;
• Plural dos nomes (sujeitos)
• Identificar os verbos e pronomes e outros elementos gramaticais nos textos estudados.
• There TO BE no tempo presente • Apropriar-se de diferentes linguagens, verbal, musical, matemática, gráfica, plástica e outras, como meio
2 BIMESTRE

para compreender e criticar ideias veiculadas nos diversos textos trabalhados.


• Países e nacionalidades
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 145

• Textos e diálogos Escrita


O

• Escrever corretamente os estrangeirismos e cognatos usados no dia a dia;


• Produzir pequenas frases e textos que envolvam os tópicos gramaticais estudados a cada bimestre;
• Utilizar as diferentes linguagens, verbal, musical, matemática, gráfica, plástica e outras, como meio para
• Verbo TO BE no passado simples – formas afirmativa, negativa e produzir, expressar e comunicar suas ideias.
interrogativa • Utilizar diferentes fontes de informações e recursos tecnológicos para adquirir e construir conhecimentos,
tais como internet, celular, etc;
3 BIMESTRE

• Tempo/horas • Demonstrar consciência crítica em relação aos objetivos dos textos lidos, adquirindo habilidades para uma
• Verbo there TO BE no passado simples boa produção textual.

• Textos e diálogos
O

Oralidade
• Ler em voz alta os diálogos e pequenos textos;
• Pronunciar corretamente as palavras de vocabulários trabalhados a cada bimestre;
• Verbo TO HAVE – presente e passado simples • Praticar a conversação a partir de pequenos diálogos;
• Partes do corpo humano • Encenar pequenas peças, interpretando personagens conhecidos de textos estudados a cada bimestre;
• Organizar festival de músicas de diversos gêneros em Língua Inglesa;
4 BIMESTRE

• Adjetivos – características físicas


• Vestuário
• Caso genitivo
O
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA INGLESA / ANO: 8º ano
CONTEÚDOS HABILIDADES
• Verbo TO BE no presente simples – formas afirmativa, negativa e
interrogativa
1 BIMESTRE

Leitura
• Presente contínuo – forma afirmativa
• Identificar nos textos os estrangeirismos da Língua Inglesa;
• Verbos no presente simples – forma afirmativa • Interpretar frases e pequenos textos através das palavras cognatas e dos vocabulários trabalhados a cada
O

bimestre;
• Estações do ano
• Demonstrar a compreensão de tipos de textos variados, apoiados em elementos icônicos tais como
gravuras, tabelas, fotografias e desenhos e/ou em palavras cognatas;
• Demonstrar a consciência de que a leitura não é um processo linear que exige o entendimento de cada
• Verbos no presente simples – formas negativa e interrogativa palavra;
• Identificar os verbos e pronomes e outros elementos gramaticais nos textos estudados.
2 BIMESTRE

• Pronomes: sujeito e objeto


• Apropriar-se de diferentes linguagens, verbal, musical, matemática, gráfica, plástica e outras, como meio
• Leitura e compreensão para compreender e criticar ideias veiculadas nos diversos textos trabalhados.
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 146

Escrita
• Escrever corretamente os estrangeirismos e cognatos usados no dia a dia;
• Produzir pequenas frases e textos que envolvam os tópicos gramaticais estudados a cada bimestre;
• Nomes contáveis e incontáveis com emprego de How many, how • Utilizar as diferentes linguagens, verbal, musical, matemática, gráfica, plástica e outras, como meio para
much produzir, expressar e comunicar suas ideias.
• Utilizar diferentes fontes de informações e recursos tecnológicos para adquirir e construir conhecimentos,
• Passado simples – forma afirmativa
3 BIMESTRE

tais como internet, celular, etc;


• Verbos regulares e irregulares • Demonstrar consciência crítica em relação aos objetivos dos textos lidos, adquirindo habilidades para uma
• Textos sobre Halloween boa produção textual.
O

Oralidade
• Ler em voz alta os diálogos e pequenos textos;
• Passado simples – formas negativa e interrogativa • Pronunciar corretamente as palavras de vocabulários trabalhados a cada bimestre;
• Praticar a conversação a partir de pequenos diálogos;
• Transportes
• Encenar pequenas peças, interpretando personagens conhecidos de textos estudados a cada bimestre;
4 BIMESTRE

• Advérbios de frequência – always, never, sometimes... • Organizar festival de músicas de diversos gêneros em Língua Inglesa;
• Leitura e compreensão
O
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: LÍNGUA INGLESA / ANO: 9º ano
CONTEÚDOS HABILIDADES
• Revisão dos verbos no presente simples – formas
1O BIMESTRE

afirmativa, negativa e interrogativa


Leitura
• Revisão dos verbos no passado simples – formas • Identificar nos textos os estrangeirismos da Língua Inglesa;
afirmativa, negativa e interrogativa • Interpretar frases e pequenos textos através das palavras cognatas e dos vocabulários trabalhados a cada
bimestre;
• Leitura e interpretação de textos • Demonstrar a compreensão de tipos de textos variados, apoiados em elementos icônicos tais como
gravuras, tabelas, fotografias e desenhos e/ou em palavras cognatas;
• Demonstrar a consciência de que a leitura não é um processo linear que exige o entendimento de cada
• Verbos no futuro simples – will palavra;
• Identificar os verbos e pronomes e outros elementos gramaticais nos textos estudados.
• Verbos no futuro imediato – going to • Apropriar-se de diferentes linguagens, verbal, musical, matemática, gráfica, plástica e outras, como meio
2O BIMESTRE

para compreender e criticar ideias veiculadas nos diversos textos trabalhados.


• Textos relacionados ao Bullying
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 147

Escrita
• Escrever corretamente os estrangeirismos e cognatos usados no dia a dia;
• Produzir pequenas frases e textos que envolvam os tópicos gramaticais estudados a cada bimestre;
• Utilizar as diferentes linguagens, verbal, musical, matemática, gráfica, plástica e outras, como meio para
produzir, expressar e comunicar suas ideias.
• Pronomes indefinidos • Utilizar diferentes fontes de informações e recursos tecnológicos para adquirir e construir conhecimentos,
3O BIMESTRE

tais como internet, celular, etc;


• Passado contínuo X Passado simples • Demonstrar consciência crítica em relação aos objetivos dos textos lidos, adquirindo habilidades para uma
boa produção textual.
• Leitura e interpretação de textos

Oralidade
• Ler em voz alta os diálogos e pequenos textos;
• Verbos auxiliares – can/could; may/would • Pronunciar corretamente as palavras de vocabulários trabalhados a cada bimestre;
• Graus de comparação • Praticar a conversação a partir de pequenos diálogos;
• Encenar pequenas peças, interpretando personagens conhecidos de textos estudados a cada bimestre;
4O BIMESTRE

• Voz passiva • Organizar festival de músicas de diversos gêneros em Língua Inglesa;

• Leitura e interpretação de textos


Estudos Amazônicos
6º ao 9º ano
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ESTUDOS AMAZÔNICOS / ANO: 6º ano
BIMESTRE CONTEÚDOS HABILIDADES
O - Contextualização histórica do município; - Conhecer a história de Santarém;
1 BIMESTRE
- A pré-história de Santarém (habitantes primitivos, as etnias e - Entender as transformações das cidades desde o período de aldeia até os dias atuais;
povos existentes); - Localizar no mapa os municípios que se limitam com o município de Santarém.
- História do nome do município de Santarém (origem lendária); - Valorizar e preservar o patrimônio cultural de Santarém como(prédios históricos,
- Fundação do Município de Santarém; peças arqueológicas, etc.)
- De aldeia a vila, de vila a cidade;
- Localização geográfica do Município.
- Patrimônio histórico e arquitetônico de Santarém.
2O BIMESTRE - A Cabanagem em Santarém; - Caracterizar os aspectos físicos do Município de Santarém;
- Aspectos físicos e demografias (clima, vegetação, relevo e - Identificar os principais órgãos públicos do Município e a função de cada um;
hidrografia – Bacia do Amazonas); - Reconhecer a importância e a contribuição do movimento cabano na vida do povo
- Riquezas naturais – fauna e flora; santareno.
- Principais órgãos públicos municipais (saúde, educação e
saneamento);
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 149

- Os símbolos do município: Brasão, hino e bandeira;

3O BIMESTRE - Santarém: Atividades Políticas e Culturais; - Identificar o município de Santarém como pólo turístico da região;
- Santarém como pólo turístico (festa do Çairé, praias, etc...); -Analisar o turismo como fonte econômica de Santarém;
- A infra-estrutura: Transportes fluviais, aéreo e rodoviário; - Reconhecer os meios de transporte e comunicação e a sua importância para
- Meios de comunicação: jornais (locais e estaduais) o desenvolvimento da cidade;
televisão, rádio, internet e etc. - Conhecer os produtos importados em Santarém.
-Comércio: exportação e importação;

4O BIMESTRE - Lei Orgânica do Município; - Identificar os fatores responsáveis pelo desenvolvimento da economia do
- Santarém se desenvolve; município de Santarém;
- A economia do município: Agricultura, agropecuária e -Destacar os aspectos culturais e artísticos e a sua contribuição para o
comércio; desenvolvimento do município de Santarém;
- Empreendimento Eco-turístico; - Reconhecer os fatores que levam o desenvolvimento de Santarém, como, os
-Abastecimento de Água - COSANPA; empreendimentos turísticos e culturais.
- Energia: Hidrelétrica de Curuá-una e Tucuruí;
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ESTUDOS AMAZÔNICOS / ANO: 7º ano
BIMESTRE CONTEÚDOS HABILIDADES
O - O Estudo do Pará no contexto da Amazônia: - Compreender o espaço amazônico e fundação de Belém;
1 BIMESTRE
- Colonização do Pará; - Situar no mapa, o Estado na região norte;
- Fundação de Belém e os núcleos de povoamento; - Compreender os elementos étnicos que constituem o povo paraense;
- Localização geográfica do estado e sua divisão política - Analisar o choque cultura entre indígenas e portugueses
administrativa (limites e pontos extremos ) - Reconhecer como se deu o processo de exploração econômica dos núcleos de
- A origem do povo paraense (branco, negro, índio e caboclo) povoamento;

2O BIMESTRE - Aspectos gerais do estado do Pará - Identificar os aspectos físicos, políticos e econômicos do Estado do Pará;
Aspectos físicos :clima, relevo, vegetação e hidrografia ; - Conhecer os motivos e as consequências da exploração da borracha na Amazônia;
- Aspectos econômicos; agricultura, pecuária, e extrativismo - Identificar as etapas do processo de desenvolvimento da Amazônia;
(vegetal e mineral e animal) *Conhecer os aspectos econômicos importantes para a sobrevivência.
- Aspectos econômicos local; agricultura, pecuária e extrativismo.
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 150

3O BIMESTRE - O Pará no período imperial (transformações políticas na - Compreender as questões políticas, sociais e econômicas que influenciaram
sociedade); o movimento cabano no Pará ;
- A cabanagem no Pará: aspectos políticos, econômicos e - Entender os papéis assumidos por homens e mulheres no processo de
sociais; independência e na adesão do Pará à independência;
- A adesão do Pará à independência ; - Analisar como se deu o procedimento de colonização da Amazônia;
-A bandeira de Pedro Teixeira; transformação do Pará em
província;
- A província paraense e a utilização das drogas do sertão;

4O BIMESTRE - Questões políticas e educacional do Pará; - Compreender a questão social no Pará, com ênfase a educação, saúde,
- A educação indígena e quilombola transporte e comunicação;
- A saúde. -
- Transportes. - Analisar o processo de desenvolvimento nos aspectos religiosos, saúde,
- Comunicação cidadania e participação social da população paraense.
- Símbolos Estaduais, bandeira, brasão e hino; Identificar os símbolos Estaduais e sua importância ;
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ESTUDOS AMAZÔNICOS / ANO: 8º ano
BIMESTRE CONTEÚDOS HABILIDADES
O - O período colonial: a integração da Amazônia; migrantes rumo - Compreender os fatores ocorridos na Amazônia no período colonial;
1 BIMESTRE
a Amazônia; os fortes na Amazônia; - Entender o papel e o objetivo da revolução de 30 e o período totalitário no Pará;
O estado do Pará: - Relacione o espaço amazônico antes e depois da dominação estrangeiro;
- O período totalitário;
- O Estado Novo e o Baratismo;
- Revolução de 30.

2O BIMESTRE - O desenvolvimento da Amazônia a partir do século XVIII. - Conhecer a evolução das novas formas de produção econômica na Amazônia,
- A produção industrial na Amazônia; relacionadas a reorganização dos espaços locais;
- A borracha da Amazônia; - Identificar os múltiplos aspectos relacionados ao papel da industrialização do
- Cultura da hévea na Ásia enfraquece o extrativismo da espaço amazônico;
borracha; - Destacar as características da sociedade da borracha.
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 151

- Outros setores econômicos, alem do extrativismo da borracha.

3O BIMESTRE - Áreas de ocupação populacional: êxodo rural; - Compreender as mudanças ocorridas no espaço amazônico.
- Questão ambiental da Amazônia; - Relacionar as formas de apropriação do espaço amazônico pelo homem e
- A questão indígena na Amazônia. os problemas ambientais causados por essas atividades, no decorrer do
- Poluição. tempo;
- Ecologia (ecossistemas); - Destacar os principais motivos que originaram a ocupação na Amazônia ;
- Desmatamento.

4O BIMESTRE - Aspectos culturais da Amazônia. - Identificar as relações culturais, econômicos da Amazônia


- Turismo. - Reconhecer a importância da cultura Afro e Indígena para a sociedade
- Artesanato. amazônica.
- Cultura Afro. - Compreender a organização popular da Amazônia e as diversidades nas
- Folclore (lendas, mitos, etc.) manifestações que a representam
- Reconhecer a diversidade cultural da Amazônia;
-Compreender o turismo com grande fonte econômico Amazônia;
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ESTUDOS AMAZÔNICOS / ANO: 9º ano
BIMESTRE CONTEÚDOS HABILIDADES
O - O que é Amazônia ?. - Fazer um paralelo entre a Amazônia; Amazônia legal e Amazônia internacional;
1 BIMESTRE
- Núcleos de povoamentos. - Indicar as características do sistema do povoamento amazônico;
- Os primeiros do nos da terra. - Interpretar a partir de textos, a Amazônia;
- As missões religiosas e o trabalho da igreja na colonização da - Entender o processo de colonização da Amazônia Rio-varzea;
Amazônia; - Conhecer e biodiversidade amazônica.
- Choque cultural entre índios e europeus; - Compreender a relação de domesticação do indígena
- A Cultura de negação da identidade e língua materna dos povos
indígenas
2O BIMESTRE - As missões religiosas e o trabalho da igreja na colonização da - Conhecer a evolução das novas formas de produção econômica na Amazônia,
Amazônia; relacionadas a reorganização dos espaços locais;
- Choque cultural entre índios e europeus; - Identificar os múltiplos aspectos relacionados ao papel da industrialização do
- Cultura da hévea na Ásia enfraquece o extrativismo da espaço amazônico;
borracha; - Destacar as características da sociedade da borracha.
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 152

- Outros setores econômicos, alem do extrativismo da borracha.

3O BIMESTRE - Áreas de ocupação populacional: êxodo rural; - Compreender as mudanças ocorridas no espaço amazônico.
- Questão ambiental da Amazônia; - Relacionar as formas de apropriação do espaço amazônico pelo homem e
- Meio Ambiente e a Legislação Indígena os problemas ambientais causados por essas atividades, no decorrer do
- Poluição. tempo;
- Ecologia (ecossistemas); - Destacar os principais motivos que originaram a ocupação na Amazônia;
- Desmatamento.

4O BIMESTRE - Aspectos culturais da Amazônia. - Identificar as relações culturais, econômicos da Amazônia


- Turismo. - Reconhecer a importância da cultura Afro e Indígena para a sociedade
- Artesanato e grafismos indígenas. amazônica.
- Cultura Afro e Indígena. - Compreender a organização popular da Amazônia e as diversidades nas
- Folclore (lendas, mitos, músicas, danças, crenças etc.) manifestações que a representam
- Reconhecer a diversidade cultural da Amazônia;
- Compreender o turismo com grande fonte econômico Amazônia;
Ensino Religioso
1º ao 9º ano
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ENSINO RELIGIOSO / ANO: 1º ano
1º SEMESTRE
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO OBJETIVO
1º. Fraternidade e Saúde pública Refletir sobre a realidade da saúde no Brasil em vista de uma vida saudável, suscitando o espírito fraterno e comunitário das
pessoas na atenção aos enfermos e mobilizar por melhoria do sistema público de saúde.

2º. Quem sou eu? Reconhecer-se como pessoa única no mundo, repleta de sentimentos e características que lhe são próprios.

3º. Mãe: fonte de ternura e amor Compreender o valor da mãe para a vida dos(as) filhos(as), com um dia especial, para expressar amor e gratidão.

4º. Como já Cresci Perceber que o ser humano está constantemente crescendo, reconhecendo seus membros como partes importantes do corpo
capazes de realizar muitas atividades para o bem.

5º. Cada um tem seu jeito Reconhecer que as diferentes maneiras de ser e de agir tornam a pessoa interessante, especial e que todos merecem o
mesmo respeito.
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 154

6º. Viver com o outro Compreender que as pessoas vivem e convivem bem quando partilham suas experiências de vida com os outros.

2º SEMESTRE
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO OBJETIVO
7º. Família Perceber a importância da família, valorizando-a como núcleo de segurança, carinho, proteção e alicerce para a vida.
8º. O mundo em que vivo Perceber o mundo ao seu redor com toda a sua diversidade: terra, água, sol, plantas, frutos, animais e pessoas maravilhosas, como
criação de Deus
9º. Textos Sagrados: a Bíblia Reconhecer a Bíblia como um dos instrumentos de orientação que ajudam as pessoas a viverem mais felizes.
10º. Alegria em minha vida Perceber que ninguém vive nem cresce sozinho e com os outros a alegria também cresce e nos tornamos mais felizes.
11º. Criança: gesto amoroso de Deus Reconhecer que entre os seres do mundo, a pessoa feita a imagem e semelhança de Deus ocupa lugar de destaque, pois é dotada de
sentimento de gratidão e amor.
12º. Alegria de ser gente Reconhecer-se como pessoa membro de uma família e de uma escola, lugares especiais em que se pode crescer na alegria.
13º. Coisas que eu faço Valorizar a condição de ser um Ser dinâmico e alegrar-se com a capacidade de fazer tantas coisas como: poder falar, brincar,
comer e aprender.
14º. Fazemos o mundo melhor Entender que é necessário e agradável conviver, interagir e relacionar-se com colaboração, amizade e respeito.
15º. A vinda do salvador cristão Despertar o sentido da preparação para acontecimentos importantes na vida, como a chegada de Jesus.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ENSINO RELIGIOSO / ANO: 2º ano
1º SEMESTRE
CONTEUDOS HABILIDADES
1º. Fraternidade e Saúde pública Refletir sobre a realidade da saúde no Brasil em vista de uma vida saudável, suscitando o espírito fraterno e comunitário das
pessoas na atenção aos enfermos e mobilizar por melhoria do sistema público de saúde.
2º. Quem criou a vida? Valorizar a vida, Dom de Deus, como o bem mais precioso que existe, dispondo-se a defender todas as suas manifestações.

3º. A vida que você pode dar Tomar consciência das diferentes formas de partilhar a vida com os outros e perceber que essa atitude gera alegria.
4º. Mãe: fonte de ternura e amor Compreender o valor da mãe para a vida dos(as) filhos(as), com um dia especial, para expressar amor e gratidão.
5º. O gosto bom da vida Perceber a capacidade de ver, ouvir, cheirar, saborear, sentir a vida e viver com os outros.
6º. Eu e os outros Perceber a existência de tantas pessoas que não têm o mínimo necessário para viver, desenvolvendo, assim, atitudes de
solidariedade.
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 155

2º SEMESTRE
CONTEÚDOS HABILIDADES
7º. Família Perceber a importância da família, valorizando-a como núcleo de segurança, proteção e alicerce para a vida.

8º. A gente é assim Reconhecer-se como pessoa única capaz de aprender, se comunicar, amar, aceitar e valorizar o diferente.

9º. Textos Sagrados: a Bíblia Reconhecer a Bíblia como um dos instrumentos de orientação para a vida.

10º. Onde a vida cresce Reconhecer que a vivência harmoniosa com os amigos, com os vizinhos e na escola traz alegria e nos ajuda a crescer.

11º. Criança: gesto amoroso de Deus Despertar o sentimento de gratidão e amor por tudo que tem e recebe.

12º. Em nome de Deus Perceber que Deus é um fenômeno significativo, presente em todos os tempos e em todos os povos.

13º. Conversando com Deus Reconhecer que Deus está presente em nossa vida, que podemos conversar com ele e que há diversas formas de fazê-la.

14º. Deus na criação e no coração da Reconhecer que a existência de Deus se faz perceptível na grandeza da criação.
gente

15º. A vinda do salvador cristão Despertar o sentido da preparação para acontecimentos importantes na vida, como a chegada de Jesus.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ENSINO RELIGIOSO / ANO: 3º ano
1º SEMESTRE
CONTEUDOS HABILIDADES
1º. Fraternidade e Saúde pública Refletir sobre a realidade da saúde no Brasil em vista de uma vida saudável, suscitando o espírito fraterno e
comunitário das pessoas na atenção aos enfermos e mobilizar por melhoria do sistema público de saúde.
2º. Mudar para crescer Perceber que no dia-a-dia todas as coisas estão constantemente mudando; que o ser humano também está sujeito às
mudanças físicas, intelectuais e religiosas, e que cada um é responsável pelo processo de crescimento do outro.
3º. Crescendo junto com o outro Perceber que precisamos uns dos outros para viver bem; que ninguém vive sozinho e o fato de sermos diferentes
enriquece e dá sentido à vida.
4º. Mãe: Fonte de amor e ternura Valorizar a mãe como vínculo de amor e ternura.
5º. Cuidando dos outros e do meio Concluir que cuidar dos outros é uma atitude de amor que gera bem-estar e alegria, que o cuidado com o meio
ambiente ambiente é fundamental para a sobrevivência dos seres vivos na Terra, portanto, dever sagrado de todos.
6º. Saber escolher Reconhecer e valorizar a capacidade de escolher e de tomar decisões diante das inúmeras possibilidades que a vida
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 156

oferece.

2º SEMESTRE
CONTEUDOS HABILIDADES
7º. Família Despertar para a importância do respeito aos pais e familiares.
8º. Você é responsável Reconhecer a responsabilidade como um valor que nos ajuda a crescer como gente e a sermos mais felizes.
9º. Textos Sagrados: a Bíblia Perceber a relevância da mensagem bíblica nas atitudes cotidianas.
10º. As belezas naturais Sensibilizar os educandos para o cuidado com as belezas naturais, adotando neles não só uma postura de admiração, mas
também de cuidado e preservação, além do louvor ao criador.
11º. Criança: gesto amoroso de Deus Despertar na criança a sua responsabilidade na construção de um mundo melhor.
12º. O mundo fica mais belo Aprender a admirar a capacidade criadora das pessoas que expressam idéias e sentimentos em suas obras de artes,
incentivando-as a descobrir seus próprios dotes artísticos e procurar desenvolvê-los.
13º. A beleza do amor Reconhecer a beleza do amor nos gestos de carinho e de bondade que somos capazes de manifestar e receber.
14º. O amor verdadeiro Entender que o amor é uma das atitudes que nos ajudam a identificar a Deus e que as religiões oferecem muitas orientações a
respeito disso.
15º. A vinda do salvador cristão Perceber o Natal como nascimento de Jesus no mundo e em nossas vidas.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ENSINO RELIGIOSO / ANO: 4º ano
1º SEMESTRE
CONTEUDOS HABILIDADES
1º. Fraternidade e Saúde pública Refletir sobre a realidade da saúde no Brasil em vista de uma vida saudável, suscitando o espírito fraterno e comunitário das
pessoas na atenção aos enfermos e mobilizar por melhoria no sistema público de saúde.
2º. Crescer com o diferente Reconhecer-se como pessoa única e capaz de conhecer, aceitar, respeitar e valorizar o outro como ele é.
3º. Direitos e deveres Reconhecer que assim como todas as pessoas, também eles, sendo crianças têm direitos a reivindicar e deveres a cumprir
perante a sociedade.
4º. Mãe: fonte de amor e ternura Reconhecer a maternidade como graça e benção.
5º. Respeito pelos outros: à língua que Refletir sobre a triste falta de respeito entre as pessoas, sensibilizando-as para a importância de cultivar o amor na maneira de
fere falar com os outros, a fim de favorecer o bom convívio em grupo.
6º. Preconceito, não! Reconhecer que ninguém é superior ou inferior a ninguém, uma vez que todos foram criados à imagem e semelhança de Deus.
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 157

2º SEMESTRE
CONTEUDOS HABILIDADES
7º. Família Sensibilizar para o fato de que a família é a base da formação para a vida.

8º. As lições de Jesus amigo e salvador Reconhecer que os ensinamentos de Jesus beneficiam qualquer pessoa, independente de religião.

9º. Textos Sagrados: a Bíblia Despertar para a diversidade de ensinamentos que a Bíblia apresenta para a vida cotidiana.

10º. O mais e o menos Concluir que, de acordo com os ensinamentos de Jesus, “ter mais ou ser mais” só conta se colocado solidariamente ao lado do
menos favorecido.

11º. Criança: gesto amoroso de Deus Demonstrar a importância da criança dentro da família e da sociedade.

12º. A Lei do amor Compreender que o amor precisa ser a primeira e única lei a determinar a qualidade de vivência humana como pregava Jesus.

13º. Compreender antes de julgar Valorizar a compreensão como uma generosa atitude de amor que cada um pode e deve desenvolver em si, a exemplo de
Jesus.

14º. Misericórdia: a Lei do coração Valorizar a capacidade de perdoar como um gesto de pura generosidade que pode e deve ser aprendido com Jesus.

15º. A vinda do salvador cristão Refletir a importância do nascimento de Jesus como demonstração do amor de Deus-Pai para com a humanidade.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ENSINO RELIGIOSO / ANO: 5º ano
1º SEMESTRE
CONTEUDOS HABILIDADES
1º. Fraternidade e Saúde pública Refletir sobre a realidade da saúde no Brasil em vista de uma vida saudável, suscitando o espírito fraterno e comunitário das
pessoas na atenção aos enfermos e mobilizar por melhoria do sistema público de saúde.

2º. Aprendendo com as histórias Valorizar a tradição oral como meio de transmitir costumes, conhecimentos e ensinamentos religiosos às novas gerações.
3º. Aprendendo com a Tradição Escrita Perceber que a Tradição Escrita tem sua origem na necessidade dos líderes e grupos fundadores, de registrar a experiência
religiosa, para garantir a fidelidade na transmissão dos ensinamentos e dos fundamentos de sua crença.
4º. Mãe: fonte de amor e ternura Mostrar o valor da mulher como mãe e profissional.
5º. Sabedoria e Profecia: experiências Perceber que as religiões podem surgir da experiência religiosa pessoal – fonte de sabedoria - como também da revelação de
religiosas Deus às pessoas que a transmite aos outros – profecia.
6º. Em busca de Deus Refletir que durante a vida o ser humano faz inúmeras experiências, frutos de constantes buscas para ser feliz. Na mesma
perspectiva, a religião também é uma busca e ao mesmo tempo, abertura ao Transcendente.
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 158

2º SEMESTRE
CONTEUDOS HABILIDADES

7º. Família Reconhecer a importância da criança na comunidade familiar.


8º. A presença de Deus Reconhecer que Deus está presente e podemos percebê-lo de diversas formas, embora não possamos vê-lo.
9º. Textos Sagrados: a Bíblia Perceber a Bíblia como uma das fontes de conhecimento.
10º. Oração: expressão religiosa pessoal e Conhecer a riqueza da oração nas religiões, como expressão religiosa pessoal e comunitária.
comunitária
11º. Criança: gesto amoroso de Deus Mostrar que a criança desempenha função importante dentro da estrutura social.
12º. Expressões religiosas na sociedade Compreender que as diferentes expressões religiosas podem se manifestar através de diversas maneiras e revelam a
necessidade dos grupos de encontrar-se com o Transcendente, o Ser Superior, nos momentos importantes da sua vida.

13º. Crescendo como pessoa Compreender que a vivência e o cultivo de algumas virtudes nos ajudam a crescer no relacionamento consigo, com os outros e
com o Transcendente.

14º. Construindo um mundo melhor Perceber que a vontade de construir um mundo melhor não é apenas desejo ou sonho presente na vida pessoal, mas está
também nos ensinamentos das tradições religiões oral e escrita.
15º. A vinda do salvador cristão Reconhecer que o cristão precisa preparar-se para o nascimento de Jesus, revendo suas ações e atitudes.
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ENSINO RELIGIOSO / ANO: 6º ano
CONTEUDOS HABILIDADES

I – BIMESTRE Compreender que a busca de algo que está além - o Transcendente – é inata ao ser humano e perpassa
todas as culturas e épocas.
SER HUMANO, UM SER RELIGIOSO
 Entender o que significa religião, percebendo que há dificuldades em definí-la, mas que se deve ter
1. O que é Religião? consciência que essa dimensão está presente na vida dos seres humanos.
 Definição de Religião
 Formas de relacionamento com o Transcendente:
Pessoal e Comunitário  Perceber que a religiosidade é uma experiência interior de cada ser humano com o Transcendente,
 Aspectos das Religiões que pode ser compartilhada com um grupo ou comunidade.

2. O que é Religiosidade?
 Definição de Religiosidade
 Função da Religiosidade
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 159

 Expressões de Religiosidade

II – BIMESTRE Compreender que o surgimento e o desenvolvimento das religiões são influenciados pela época e pela
cultura, e que esse conhecimento favorece um ambiente de liberdade e respeito mútuo entre as Tradições
SOMOS RELIGIOSOS Religiosas, que embora marcadas por diferenças, apresentam aspectos comuns entre si.
1. A liberdade religiosa  Entender que toda pessoa tem o direito e a liberdade de escolher e seguir uma crença religiosa.
 Expressões de liberdade no cotidiano
 Definição de Liberdade Religiosa
 Busca de respostas às perguntas existenciais  Compreender que, por haver uma diversidade religiosa, deve-se respeitar a opção de crença de cada
um.

2. Pluralidade religiosa
 Surgimento de várias religiões
 As religiões buscam respostas aos “Por Quê?”
 Diferenças religiosas: liberdade de escolha e
respeito ao diferente
CONTEUDOS HABILIDADES

III – BIMESTRE Entender que a necessidade de um relacionamento mais próximo com o Transcendente deu origem e fez
com que as religiões se desenvolvessem influenciadas pela época e cultura.
NASCIMENTO E CRESCIMENTO DAS RELIGIÕES
 Compreender que as religiões, embora marcadas por diferenças, apresentam aspectos comuns entre si,
1. A riqueza da diversidade religiosa na busca do sentido da vida.
 A religião como parte da vida das pessoas
 Várias crenças para o relacionamento com o  Perceber que a fé é algo pessoal, mas que é recebida de outros e transmitida a outros.
Transcendente – Deus

 Diferenças e singularidades nas crenças

2. Um passeio pela fé
 Definição de fé
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 160

 As Grandes Religiões: símbolos e crenças


(Hinduísmo, Budismo, Judaísmo, Cristianismo e
Islamismo)

IV – BIMESTRE
Compreender que o Transcendente está próximo das pessoas e que é possível fazer uma experiência
DEUS SE REVELA ÀS PESSOAS daquilo que é invisível aos olhos.
1. Podemos conhecer a Deus  Perceber que para conhecer a Deus é necessário estar atento ao que acontece ao seu redor e que as
 Algumas formas de conhecer a Deus religiões procuram transmitir o conhecimento de Deus por meio de várias iniciativas.
 Reconhecer a Deus através do que há ao redor do
ser humano
 As religiões transmitem conhecimento sobre Deus  Entender que o relacionamento que o ser humano estabelece com Deus, faz refletir na vida a relação
de amor e justiça entre as pessoas.

2. Deus se revela no Amor e na Justiça


 O Amor e a Justiça em textos sagrados
 O relacionamento entre o ser humano e Deus
refletido em atos de Amor e Justiça
 Deus como sinônimo de Amor e Justiça
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ENSINO RELIGIOSO / ANO: 7º ano
CONTEUDOS HABILIDADES

I – BIMESTRE Perceber que, como uma das dimensões humanas, a religiosidade se desenvolveu obedecendo as
diferenças próprias das culturas levando o ser humano à maturidade na relação com o Transcendente.
SER HUMANO E O TRANSCENDENTE

3. A crença no Transcendente
 Formas de crer no Transcendente: Animista,  Compreender que as várias formas de crer no Transcendente, apesar de suas diferenças, apresentam
Politeísta e Monoteísta traços próprios e típicos, reveladores das fases pelas quais a humanidade está passando.

4. A comunicação com o Transcendente  Perceber que a comunicação com o Transcendente se dá através de diálogo – Oração – realizado de
 Formas de comunicação com o Transcendente: forma individualizada ou de forma conjunta quando os membros de uma tradição religiosa estão
Orações Individuais e Orações Comunitárias. reunidos.
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 161

II – BIMESTRE Compreender que o líder religioso exerce um papel importante na comunidade religiosa, sendo a ponte de
unidade entre os seus membros.
OS LÍDERES RELIGIOSOS E O TRANSCENDENTE

3. A liderança religiosa
 A importância do líder religioso  Perceber que a presença do líder religioso é sempre uma riqueza para os membros de uma
determinada comunidade, pois leva adiante o desejo de todos.

4. O líder nas tradições religiosas


 Características do líder religioso  Conhecer as características próprias de um líder religioso e como elas se manifestam.
CONTEUDOS HABILIDADES

III – BIMESTRE Entender que os valores humanos e religiosos aprendidos na convivência familiar e na Tradição Religiosa,
irão permitir ao ser humano conviver harmoniosamente na sociedade.
OS VALORES E A RELIGIOSIDADE

 Perceber que as tradições religiosas primam pela vivência de valores e os propõem para os seus fiéis
3. Valores Humanos e Religiosidade com o intuito de ajudá-los a conviver bem consigo mesmos e com as outras pessoas.
 O respeito como valor comum nas Tradições
Religiosas
 Refletir sobre a vida como o bem mais valoroso do ser humano e a relação existente entre as Tradições
Religiosas e a defesa em todos os sentidos deste indispensável bem.

4. Vida: um valor nas Tradições Religiosas


 A fragilidade e a qualidade da vida
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 162

IV – BIMESTRE Perceber que a fé funciona como um motor que dá força, gera movimento e unidade entre os membros das
Tradições Religiosas que, ao ensinar sobre o Transcendente, orientam seus fiéis a perceberem a situação
das pessoas à sua volta, especialmente as mais desfavorecidas.
FÉ E COMPROMISSO SOCIAL

 Conhecer as diversas formas de viver a fé no Transcendente para distinguir as que não correspondem
daquelas que as Tradições Religiosas ensinam.
3. A fé nas Tradições Religiosas
 O entendimento sobre a fé e suas formas de
vivência  Compreender que as Tradições Religiosas orientam seus fiéis ao compromisso social, ou seja, a estarem
atentos às coisas que acontecem à sua volta, com o objetivo de construírem um mundo melhor para
todos.
4. Compromisso social nas Tradições Religiosas
 O compromisso social leva à liberdade e dignidade
humana
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ENSINO RELIGIOSO / ANO: 8º ano
CONTEUDOS HABILIDADES

I – BIMESTRE

A RELIGIOSIDADE E A EXPRESSÃO CULTURAL Compreender que a religião e a cultura surgem concomitantemente com a finalidade de propiciar maior
entendimento pessoal e da realidade, para melhorar a vida particular e social.

 Conhecer como surgem a religião e a cultura para entender que ambas estão próximas e se
influenciam mutuamente.
1. A relação entre Cultura e Religião
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 163

 O surgimento da Cultura e da Religião

II – BIMESTRE

Compreender que, na busca pelo sentido da vida e pela compreensão do universo e de quem o criou, cada
povo constrói, conforme sua cultura e história, a própria religião.
O PLURALISMO RELIGIOSO E SUA CONTRIBUIÇÃO

 Perceber que a diversidade religiosa, cultural e étnica, ao invés de serem vistas como algo negativo,
mostram a riqueza da vida em nosso planeta e como é grande o amor do Ser Transcendente, que se
alegra com a vida em todo o seu colorido e esplendor.
5. A pluralidade religiosa, cultural e étnica
 A importância do pluralismo religioso
CONTEUDOS HABILIDADES

III – BIMESTRE

RELIGIOSIDADE: UMA DIMENSÃO DO SER HUMANO Compreender que as religiões são fundamentais na vida das pessoas por transmitirem valores que ajudam
a se tornarem melhores, mais humanas, mais evoluídas espiritual e moralmente.

 Perceber que as religiões são importantes para o crescimento do ser humano de forma integral, que se
dá através das dimensões humano-afetiva, intelectual e espiritual.
5. As Religiões como transmissoras de valores humanos,
morais e espirituais
 As alternativas de salvação e libertação nas religiões
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 164

e as dimensões necessárias para o ser humano viver


de forma integral

IV – BIMESTRE

OS RITUAIS SAGRADOS Perceber que os ritos têm por finalidade a realização de um objetivo ou tarefa e que estão presentes tanto
no âmbito das atividades do cotidiano como nas religiosas.

 Entender que os rituais são necessários à vida das pessoas e que na esfera do sagrado eles possibilitam
tornar presente ou relembrar um acontecimento sagrado original.
5. Os rituais religiosos e culturais
 A expressão ritual no cotidiano das pessoas e nos
espaços sagrados
PROGRAMA DE ENSINO / CONHECIMENTO: ENSINO RELIGIOSO / ANO: 9º ano
CONTEUDOS HABILIDADES

I – BIMESTRE Compreender que o ser humano criou leis e normas tendo em vista a necessidade da ordem como
promotora de harmonia, respeito e desenvolvimento, que também estão presentes nas religiões para que
seus fiéis possam praticar seus preceitos com igualdade e unidade.
OS LIMITES ÉTICOS
 Entender que as orientações, normas ou costumes das tradições religiosas, servem para direcionar os
caminhos do ser humano dentro da prática religiosa, estabelecendo um referencial de conduta moral
e ética para as atitudes humanas, com o objetivo não de reprimir, inibir a liberdade ou punir as
1. Ensinar ou Punir
pessoas, mas de formar o ser humano ensinando-lhe o respeito pelo semelhante e por sua história,
 As normas religiosas de conduta e orientações de
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 165

para a promoção de convivência fraterna.


vida

II – BIMESTRE Compreender que todo o ser humano deve ter uma vida material que lhe dê dignidade sem
necessariamente, ter que acumular riquezas materiais que possam faltar aos outros, pois,
independentemente do ter, o ser está acima de tudo, sendo essa, portanto, uma das preocupações das
O SER HUMANO ENTRE O “TER” E O “SER” religiões.

6. O equilíbrio como meta nas religiões


 O “Ser” nas Religiões versus o “Ter” no mundo
 Perceber que o ser humano traz consigo a necessidade do ter, às vezes de forma exagerada, e que as
secularizado
religiões buscam indicar caminhos para que seus fiéis aprendam a equilibrar o ter com o ser, como
forma de valorizar a vida a serviço do bem e do próximo.
CONTEUDOS HABILIDADES

III – BIMESTRE Compreender que existem muitos mitos na história humana, principalmente relacionados à religiosidade
humana, pois o ser humano, desde os primórdios, sempre buscou respostas para perguntas, explicações
para dúvidas, para aquilo que não conhecia e que a ciência não consegue explicar, encontrando-as nos
AS VERDADES ATRAVÉS DOS MITOS relatos míticos que passaram a fazer parte da cultura humana

6. Os Mitos nas Religiões  Entender que as religiões são constituídas de mitos que explicam o que se vê, mas não se consegue
 Os relatos míticos religiosos como explicação de compreender ou ser explicado pela ciência, e que servem para dar sentido às suas práticas, suas
verdades de fé. crenças e seus ensinamentos, buscando situar seus seguidores no mundo.
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 166

IV – BIMESTRE Conhecer as muitas visões a respeito da vida, da passagem da vida para morte e daquilo que vem após a
morte, observando como as tradições religiosas tratam desses momentos constitutivos de todos os seres
humanos.
VIDA E MORTE NAS CRENÇAS

6. A Vida após a Vida


 Entender que as diferentes visões sobre a morte ou a vida após a morte, vivenciadas pelas tradições
 Visões da Vida e da Morte nas culturas e religiões
religiosas ou culturais, não têm por finalidade assustar os seres humanos, mas fazer com que valorizem
sua existência e, assim, busquem e encontrem um sentido para a vida.
EJA
3ª e 4ª Etapa
PROPOSTA CURRICULAR – EJA
LINGUA INGLESA 3ª ETAPA
Eixo
Competências/ Unidades Temáticas
Temático/ Estratégias Recursos Avaliação
Habilidades
bimestre
- Esclarecimento do conteúdo - Quadro magnético e - Testes de verificação
1º -Compreender a utilização dos - Personal Pronoums; exposto; pincel, livros, revistas, da aprendizagem oral
Quem pronomes pessoais com o verbo to - Greetings - Dinâmicas de perguntas e CDs, DVDs, apostilas, e escrita.
somos? be nas formas afirmativas, - Parts of the body respostas; - Micro system - Exposição de
negativas e interrogativas. - Cores - Leitura, tradução e interpretação - Televisão trabalhos
-Conhecer as formas de saudação. - Estações do ano, animais de textos; - Cartolinas, papel - Raciocínio lógico,
- Associar as palavras da língua - Simulação de situações práticas madeira, papel 40 kg, leituras em grupo
inglesa Identificando as partes do dos conteúdos; papel A4, - Exercícios orais e
corpo humano - Dinâmicas de grupos pincel, hidrocor, lápis de escritos
- Trabalhar as quatro habilidades cor, dicionário - Produção Textual
da língua com vídeos e músicas; - Computadores, utilização - Conceito do Aluno:
- Leitura de textos e estudo do da biblioteca Interesse,
vocabulário; assiduidade, trabalho
- Aula expositiva dialogada sobre o individual e em grupo
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 168

assunto;
- Pesquisas através da Internet e
livros.
Interpretar textos com vocabulário - Verbo to be (ser ou estar); forma - Esclarecimento do conteúdo - Quadro magnético e - Testes de verificação
2º das estações do ano e afirmativa, negativa e interrogativa exposto; pincel, livros, revistas, da aprendizagem oral
Onde nacionalidades relacionando –os ao - vocabulário (, nacionalidades). - Dinâmicas de perguntas e CDs, DVDs, apostilas, e escrita.
vivemos? verbo to be no presente simples e as - Verbo to be (Presente simples). respostas; - Micro system - Exposição de
expressões interrogativas - Texto e interpretação. - Leitura, tradução e interpretação - Televisão trabalhos
- Expressões interrogativas. de textos; - Cartolinas, papel - Raciocínio lógico,
( How much/ How many) - Simulação de situações práticas madeira, papel 40 kg, leituras em grupo
dos conteúdos; papel A4, - Exercícios orais e
- Dinâmicas de grupos pincel, hidrocor, lápis de escritos
- Trabalhar as quatro habilidades cor, dicionário - Produção Textual
da língua com vídeos e músicas; - Computadores, utilização - Conceito do Aluno:
- Leitura de textos e estudo do da biblioteca Interesse,
vocabulário; assiduidade, trabalho
- Aula expositiva dialogada sobre o individual e em grupo
assunto;
- Pesquisas através da Internet e
livros.
-Reconhecer vocabulários que - Vocabulário (dias da semana e - Esclarecimento do conteúdo - Quadro magnético e - Testes de verificação
3º identifiquem os membros da família. meses do ano, family). exposto; pincel, livros, revistas, da aprendizagem oral
Como -Identificar os dias da semana e os - Adjetivos/Adjetivos Pátrios. - Dinâmicas de perguntas e CDs, DVDs, apostilas, e escrita.
vivemos? meses do ano - Pronomes interrogativos (What, respostas; - Micro system - Exposição de
Eixo
Competências/ Unidades Temáticas
Temático/ Estratégias Recursos Avaliação
Habilidades
bimestre
-Associar adjetivos com adjetivos How, Where). - Leitura, tradução e interpretação - Televisão trabalhos
pátrios; - Verbo to be (no passado). de textos; - Cartolinas, papel - Raciocínio lógico,
Relacionar em pequenos textos/ - Números Cardinais - Simulação de situações práticas madeira, papel 40 kg, leituras em grupo
frases os pronomes interrogativos - Números ordinais dos conteúdos; papel A4, - Exercícios orais e
com o verbo to be aplicados no dia- - Horas - Dinâmicas de grupos pincel, hidrocor, lápis de escritos
dia - Trabalhar as quatro habilidades cor, dicionário - Produção Textual
-Empregar os números cardinais em da língua com vídeos e músicas; - Computadores, utilização - Conceito do Aluno:
pequenos textos ou frases curtas - Leitura de textos e estudo do da biblioteca Interesse,
vocabulário; assiduidade, trabalho
- Aula expositiva dialogada sobre o individual e em grupo
assunto;
- Pesquisas através da Internet e
livros.
Utilizar em pequenos textos e /ou Verbo Can e Could (3 formas) - Esclarecimento do conteúdo - Quadro magnético e - Testes de verificação
4º diálogos os verbos Can e Have nas -Caso Possessivo exposto; pincel, livros, revistas, da aprendizagem oral
O que formas: afirmativa, interrogativa e -Verbo To Have (Presente e no Passado) - Dinâmicas de perguntas e CDs, DVDs, apostilas, e escrita.
precisamos negativa no presente e no passado. Verbo There To Be ( 3 formas) respostas; - Micro system - Exposição de
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 169

para viver? Interpretação de textos - Leitura, tradução e interpretação - Televisão trabalhos


de textos; - Cartolinas, papel - Raciocínio lógico,
- Simulação de situações práticas madeira, papel 40 kg, leituras em grupo
dos conteúdos; papel A4, - Exercícios orais e
- Dinâmicas de grupos pincel, hidrocor, lápis de escritos
- Trabalhar as quatro habilidades cor, dicionário - Produção Textual
da língua com vídeos e músicas; - Computadores, utilização - Conceito do Aluno:
- Leitura de textos e estudo do da biblioteca Interesse,
vocabulário; assiduidade, trabalho
- Aula expositiva dialogada sobre o individual e em grupo
assunto;
- Pesquisas através da Internet e
livros.
PROPOSTA CURRICULAR – EJA
LINGUA INGLESA 4ª ETAPA
Eixo
Competências/
Temático/ Unidades Temáticas Estratégias Recursos Avaliação
Habilidades
bimestre
- Quadro magnético e - Testes de verificação
1º Compreender a flexão do verbo to Subject Pronouns - Esclarecimento do conteúdo pincel, livros, revistas, da aprendizagem oral
Quem be conforme as formas utilizando Verbo To be exposto; CDs, DVDs, apostilas, e escrita.
somos? o presente simples e os pronomes Simple present: tense: Negative, - Dinâmicas de perguntas e - Micro system - Exposição de
subjetivos. Afirmative, Interrogative respostas; - Televisão trabalhos
Short Answers - Leitura, tradução e interpretação - Cartolinas, papel - Raciocínio lógico,
Utilizar as respostas curtas (short Adjetive de textos; madeira, papel 40 kg, leituras em grupo
answers) - Simulação de situações práticas papel A4, - Exercícios orais e
dos conteúdos; pincel, hidrocor, lápis de escritos
Utilizar os adjetivos nos graus - Dinâmicas de grupos cor, dicionário - Produção Textual
comparativos e superlativos. - Trabalhar as quatro habilidades - Computadores, utilização - Conceito do Aluno:
da língua com vídeos e músicas; da biblioteca Interesse,
- Leitura de textos e estudo do assiduidade, trabalho
vocabulário; individual e em grupo
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 170

- Aula expositiva dialogada sobre o


assunto;
- Pesquisas através da Internet e
livros.
- Esclarecimento do conteúdo - Quadro magnético e - Testes de verificação
2º Localizar o meio em que vive: a casa, My home exposto; pincel, livros, revistas, da aprendizagem oral
Onde a escola, a família, utilizando as My Scholl - Dinâmicas de perguntas e CDs, DVDs, apostilas, e escrita.
vivemos? preposições de lugar. My Family respostas; - Micro system - Exposição de
Prepositions of place - Leitura, tradução e interpretação - Televisão trabalhos
Produzir frases e pequenos textos Prepositions of time de textos; - Cartolinas, papel - Raciocínio lógico,
descritivos utilizando os itens acima - Simulação de situações práticas madeira, papel 40 kg, leituras em grupo
descritos. dos conteúdos; papel A4, - Exercícios orais e
- Dinâmicas de grupos pincel, hidrocor, lápis de escritos
- Trabalhar as quatro habilidades cor, dicionário - Produção Textual
da língua com vídeos e músicas; - Computadores, utilização - Conceito do Aluno:
- Leitura de textos e estudo do da biblioteca Interesse,
vocabulário; assiduidade, trabalho
- Aula expositiva dialogada sobre o individual e em grupo
assunto;
- Pesquisas através da Internet e
livros.
- Esclarecimento do conteúdo - Quadro magnético e - Testes de verificação
3º Utilizar o presente contínuo Present continuo exposto; pincel, livros, revistas, da aprendizagem oral
Como associado aos advérbios de Adverbs of frequency - Dinâmicas de perguntas e CDs, DVDs, apostilas, e escrita.
Eixo
Competências/
Temático/ Unidades Temáticas Estratégias Recursos Avaliação
Habilidades
bimestre
vivemos? freqüência e as preposições de Simple past – Regular verbs: 3 formas respostas; - Micro system - Exposição de
tempo. Simple Past - Irregular verbs: Reflexive - Leitura, tradução e interpretação - Televisão trabalhos
pronouns de textos; - Cartolinas, papel - Raciocínio lógico,
- Simulação de situações práticas madeira, papel 40 kg, leituras em grupo
dos conteúdos; papel A4, - Exercícios orais e
- Dinâmicas de grupos pincel, hidrocor, lápis de escritos
Ler e compreender textos com Immediate future: Going to + verb: - Trabalhar as quatro habilidades cor, dicionário - Produção Textual
verbos regulares e irregulares no Afirmative, Negative, Interrogative. da língua com vídeos e músicas; - Computadores, utilização - Conceito do Aluno:
simple past - Leitura de textos e estudo do da biblioteca Interesse,
Short Answers vocabulário; assiduidade, trabalho
Comparative/ Superlative - Aula expositiva dialogada sobre o individual e em grupo
assunto;
Utilizar o futuro imediato nas três - Pesquisas através da Internet e
formas, aliado a respostas curtas. livros.
Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED | Programa de Ensino 2012 | Pág. 171

- Esclarecimento do conteúdo - Quadro magnético e - Testes de verificação


4º Compreender e associar o verbo to Verbo To have Formas: Afirmative, exposto; pincel, livros, revistas, da aprendizagem oral
O que have as expressões Some, Any/ How Negative e interrogative. - Dinâmicas de perguntas e cd,s, DVDs, apostilas, e escrita.
precisamos much / How many respostas; - Micro system - Exposição de
para viver? Some, Any - Leitura, tradução e interpretação - Televisão trabalhos
How much / How many de textos; - Cartolinas, papel - Raciocínio lógico,
- Simulação de situações práticas madeira, papel 40 kg, leituras em grupo
Job dos conteúdos; papel A4, - Exercícios orais e
- Dinâmicas de grupos pincel, hidrocor, lápis de escritos
Simple Future will: 3 formas - Trabalhar as quatro habilidades cor, dicionário - Produção Textual
Utilizar o future simples ligado as Short Answers da língua com vídeos e músicas; - Computadores, utilização - Conceito do Aluno:
profissões e o verbo modal: Will e - Leitura de textos e estudo do da biblioteca Interesse,
Shall.