Vous êtes sur la page 1sur 62

Direito Tributário

Rafael Novais
Impostos em Espécie
Impostos Estaduais
CF/88, Art. 155. Compete aos Estados e ao Distrito
Federal instituir impostos sobre:

I - transmissão causa mortis e doação, de quaisquer


bens ou direitos;

II - operações relativas à circulação de mercadorias


e sobre prestações de serviços de transporte
interestadual e intermunicipal e de comunicação,
ainda que as operações e as prestações se iniciem
no exterior;

III - propriedade de veículos automotores


IMPOSTO SOBRE A TRANSMISSÃO CAUSA
MORTIS & DOAÇÃO

• Competência & Finalidade

• Previsão Legal: Art. 155, I, CF & Art. 35, CTN

- Competência do ITBI
- Art. 24, Inc. I, CF/88

• Fato Gerador: Art. 35, CTN

- Transmissão “Causa Mortis” & Doação (Art. 1.784, CC)


- Usucapião & Acessão (Arts. 1.238 & 1.248, CC)
Súmula nº 112, STF. O imposto de transmissão "causa
mortis" é devido pela alíquota vigente ao tempo da
abertura da sucessão.

Súmula nº 113, STF. O imposto de transmissão "causa


mortis" é calculado sobre o valor dos bens na data da
avaliação.

Súmula nº 114, STF. O imposto de transmissão "causa


mortis" não é exigível antes da homologação do
cálculo.

Súmula nº 331, STF. É legítima a incidência do imposto


de transmissão "causa mortis" no inventário por morte
presumida.
IMPOSTO SOBRE A TRANSMISSÃO CAUSA
MORTIS & DOAÇÃO

• Regras de Competência: Art. 155, §1º, I, II, III, CF

Causa Mortis Inventário/Arrolamento

Bens Móveis

Doação Domicílio Doador/DF

Bens Imóveis Local do bem Imóvel/DF


IMPOSTO SOBRE A TRANSMISSÃO CAUSA
MORTIS & DOAÇÃO

• Contribuinte: Art. 42, CTN

• Base de Cálculo: Art. 38, CTN

• Alíquota Máxima Fixada Senado Federal: Art. 155,


§1º, IV, CF
- Resolução nº 09/1992: 8%
- Vinculação/Progressividade

• Lançamento: Declaração ou ofício


DIREITO CONSTITUCIONAL, TRIBUTÁRIO E PROCESSUAL
CIVIL. RECURSO EXTRAORDINÁRIO: ALÍQUOTA DO
IMPOSTO DE TRANSMISSÃO "CAUSA MORTIS" E "INTER
VIVOS" (DOAÇÃO), NO ESTADO DE PERNAMBUCO.
ALEGAÇÃO DE OFENSA AO ART. 155, I, DA
CONSTITUIÇÃO FEDERAL. 1. Como salientado na
decisão agravada, "inexistem as alegadas ofensas
ao artigo 155 e 1º da Carta Magna Federal,
porquanto o acórdão recorrido não negou que o
Estado-membro tenha competência para instituir
impostos estaduais, nem que o Senado seja
competente para fixar a alíquota máxima para os
impostos de transmissão "mortis causa“ e de doação,
mas, sim, sustentou corretamente que ele,
por força do artigo 150, I, da Carta Magna só pode
aumentar tributo por lei estadual específica e não
por meio de lei que se atrele genericamente a essa
alíquota máxima fixada pelo Senado e varie
posteriormente com ela, até porque o princípio da
anterioridade, a que está sujeita essa lei estadual
de aumento, diz respeito ao exercício financeiro em
que ela haja sido publicada e não, "per relationem",
à resolução do Senado que aumentou o limite
máximo da alíquota". 2. Precedentes de ambas as
Turmas do S.T.F., no mesmo sentido. 3. Agravo
improvido. (STF - RE: 218.086/PE , Relator: Min.
SYDNEY SANCHES, Data de Julgamento: 08/02/2000,
Primeira Turma).
RECURSO EXTRAORDINÁRIO. CONSTITUCIONAL.
TRIBUTÁRIO. LEI ESTADUAL: PROGRESSIVIDADE DE
ALÍQUOTA DE IMPOSTO SOBRE TRANSMISSÃO CAUSA
MORTIS E DOAÇÃO DE BENS E DIREITOS.
CONSTITUCIONALIDADE. ART. 145, § 1º, DA
CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA. PRINCÍPIO DA
IGUALDADE MATERIAL TRIBUTÁRIA. OBSERVÂNCIA DA
CAPACIDADE CONTRIBUTIVA. RECURSO
EXTRAORDINÁRIO PROVIDO. (STF - RE: 562.045/RS,
Relator: Min. RICARDO LEWANDOWSKI, Data de
Julgamento: 06/02/2013, Tribunal Pleno).
IMPOSTO SOBRE A CIRCULAÇÃO DE
MERCADORIAS E SERVIÇOS

• Competência & Finalidade

• Fato Gerador: Art. 155, II, CF & Art. 1º, LC nº 87/96

• Prestação de Serviços: Transporte e Comunicação

1. Transporte Interestadual & intermunicipal

- Art. 2º, II, LC nº 87/96


- Convênio CONFAZ nº 37/89: Isenção
IMPOSTO SOBRE A CIRCULAÇÃO DE
MERCADORIAS E SERVIÇOS
2. Comunicação

- Art. 2º, III, LC nº 87/96


- imunidade: Art. 155, §2º, X, d, CF

Súmula nº 334, STJ. O ICMS não incide no


serviço dos provedores de acesso à
Internet.

Súmula nº 350, STJ. O ICMS não incide sobre o


serviço de habilitação de telefone celular.

Serviço de Habilitação de TV a cabo: REsp nº


1.064.596/SP – REsp nº 710.774/MG
IMPOSTO SOBRE A CIRCULAÇÃO DE
MERCADORIAS E SERVIÇOS

•Circulação de Mercadorias

- Conceito de Mercadoria

Mercadoria, para fins de aplicação desse


imposto, deve ser interpretada como bens móveis,
físicos ou não, destinada ao comércio (processo de
circulação econômica).

Rafael Novais
IMPOSTO SOBRE A CIRCULAÇÃO DE
MERCADORIAS E SERVIÇOS
• Mercadorias em meio não Físico

- Software: ISS X ICMS


- “Software de Prateleira”: RE 176.626/SP
- Vendas de Obras Cinematográficas

Súmula nº 662, STF. É legítima a incidência do ICMS


na comercialização de exemplares de obras
cinematográficas, gravados em fitas de
videocassete.
IMPOSTO SOBRE A CIRCULAÇÃO DE
MERCADORIAS E SERVIÇOS
Atenção! Circulação Física X Circulação Jurídica

LC nº 87/96, Art. 12. Considera-se ocorrido o fato


gerador do imposto no momento:

I - da saída de mercadoria de estabelecimento de


contribuinte, ainda que para outro
estabelecimento do mesmo titular; (...)

Súmula nº 166, STJ. Não constitui fato gerador do ICMS o


simples deslocamento de mercadoria de um para outro
estabelecimento do mesmo contribuinte.
IMPOSTO SOBRE A CIRCULAÇÃO DE
MERCADORIAS E SERVIÇOS

• Nas Operações de Leasing

- Art. 3º, VIII, LC nº 87/96

- Leasing Operacional

- Leasing Financeiro

- Leasing Internacional
AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO.
ICMS. NÃO-INCIDÊNCIA. ENTRADA DE MERCADORIA
IMPORTADA DO EXTERIOR. ARTIGO 155, II, DA CB.
LEASING DE AERONAVES E/OU PEÇAS OU
EQUIPAMENTOS DE AERONAVES. OPERAÇÃO DE
ARRENDAMENTO MERCANTIL. 1. A importação de
aeronaves e/ou peças ou equipamentos que as
componham em regime de leasing não admite
posterior transferência ao domínio do arrendatário. 2.
A circulação de mercadoria é pressuposto de
incidência do ICMS. O imposto --- diz o artigo 155, II da
Constituição do Brasil --- é sobre "operações relativas à
circulação de mercadorias e sobre prestações de
serviços de transporte interestadual e intermunicipal e
de comunicação, ainda que as operações e as
prestações se iniciem no exterior".
3. Não há operação relativa à circulação de
mercadoria sujeita à incidência do ICMS em
operação de arrendamento mercantil contratado
pela indústria aeronáutica de grande porte para
viabilizar o uso, pelas companhias de navegação
aérea, de aeronaves por ela construídas. Agravo
regimental a que se nega provimento. (STF - RE:
460.814/SP , Relator: Min. EROS GRAU, Data de
Julgamento: 24/06/2008, Segunda Turma).
IMPOSTO SOBRE A CIRCULAÇÃO DE
MERCADORIAS E SERVIÇOS
• Comodato

- Nacional

Súmula nº 573, STF. Não constitui fato gerador do


imposto de circulação de mercadorias a saída
física de máquinas, utensílios e implementos a
título de comodato.

- Internacional (AgRg 988.098/RJ)


IMPOSTO SOBRE A CIRCULAÇÃO DE
MERCADORIAS E SERVIÇOS

• Contribuinte: Art. 4º, LC nº 87/96

Habitualidade
Intuito
Comercial
Volume
RECURSO EXTRAORDINÁRIO. CONSTITUCIONAL.
TRIBUTÁRIO. ICMS. INCIDÊNCIA SOBRE A VENDA DE
BENS DO ATIVO FIXO. ILEGITIMIDADE DA
COBRANÇA. 1. A alienação esporádica e
motivada pelas circunstâncias de bens do ativo
fixo da empresa não configura o fato gerador do
imposto. 2. A saída ocasional de mercadoria não
se enquadra no conceito de comércio habitual,
capaz de gerar a obrigação tributária.
Precedentes. Recurso extraordinário conhecido e
provido. (REE 182.721-1/SP 25.11.97)
AGRAVO REGIMENTAL EM RECURSO ESPECIAL.
DIREITO TRIBUTÁRIO. ICMS. BENS DO ATIVO FIXO.
VENDA. NÃO INCIDÊNCIA. HABITUALIDADE.
REEXAME DE PROVA. SÚMULA Nº 7/STJ. 1. A venda
dos bens do ativo fixo da empresa não se constitui
em fato gerador do ICMS. Precedentes. 2.
Reconhecido no acórdão impugnado que "o que
foi objeto de leilão foram os bens pertencentes ao
ativo fixo da empresa, e não se pode aceitar que a
renovação de uma frota de veículos, maquinarias,
aparelhos de informática, ou mais o que se queira
incluir, e que pertencem ao ativo fixo da empresa
possa ser considerado fato gerador de incidência
do tributo em questão, isto porque se trata de ato
esporádico,
sem habitualidade, fora da atividade fim da
empresa contribuinte do imposto", a alegação em
sentido contrário, a motivar insurgência especial,
requisita exame do acervo fáctico-probatório,
vedado na instância excepcional. 3. "A pretensão
de simples reexame de prova não enseja recurso
especial." (Súmula do STJ, Enunciado nº 7). 4.
Agravo regimental improvido. (STJ - AgRg no REsp:
1.086.878/RJ, Relator: Ministro HAMILTON
CARVALHIDO).

Súmula Vinculante nº 32. O ICMS não incide sobre


alienação de salvados de sinistro pelas
seguradoras,
IMPOSTO SOBRE A CIRCULAÇÃO DE
MERCADORIAS E SERVIÇOS
• Aplicação nas Importações:

- Inversão da Responsabilidade
- Ausência de Habitualidade ou Volume

Súmula nº 660, STF. Não incide ICMS na importação


de bens por pessoa física ou jurídica que não
seja contribuinte do imposto.

- EC nº 33/01 (Art. 155, §2º, IX, a, CF)


- Arts. 2º, §1º, I & 4º, PÚ, I, LC nº 87/96
IMPOSTO SOBRE A CIRCULAÇÃO DE
MERCADORIAS E SERVIÇOS

Súmula nº 661, STF. Na entrada de mercadoria


importada do exterior, é legítima a cobrança do
ICMS por ocasião do desembaraço aduaneiro.

- ICMS Devido ao Estado Destinatário da


Mercadoria, não apenas considerando o
Estado Importador.
- RE 299.079/RJ & RE 268.586/SP
IMPOSTO SOBRE A CIRCULAÇÃO DE
MERCADORIAS E SERVIÇOS

• Não Cumulatividade: Art. 155, §2º, I, CF

• Inexistência de crédito na Isenção & Não


Incidência: Art. 155, §2º, II, CF

• Seletividade: Art. 155, §2º, III, CF

• Alíquotas & Senado Federal

- Internas (Art. 155, §2º, V, CF)


- Interestaduais & Exportação (Art. 155, §2º, IV,CF)
- Resoluções: nºs. 22/89, 95/96 e 13/12
• .
IMPOSTO SOBRE A CIRCULAÇÃO DE
MERCADORIAS E SERVIÇOS
• Operações Interestaduais: Art.155,§2º,VI,VII,VIII, CF
IMPOSTO SOBRE A CIRCULAÇÃO DE
MERCADORIAS E SERVIÇOS
• Prestação de Serviços com Mercadorias: Art. 155, §2º, IX,
b, CF

- Aplicação Subsidiária do ICMS

Súmula nº 163, STJ. O fornecimento de mercadorias com


simultânea prestação de serviços em bares, restaurantes e
estabelecimentos similares constitui fato gerador do ICMS
a incidir sobre o valor total da operação.

Súmula nº 156, STJ. A prestação de serviço de composição


gráfica, personalizada e sob encomenda, ainda que
envolva fornecimento de mercadorias, está sujeita,
apenas, ao ISS.
IMPOSTO SOBRE A CIRCULAÇÃO DE
MERCADORIAS E SERVIÇOS
• Imunidades Específicas:

- Exportações (Art. 155, §2º, X, a, CF)


- Ouro Ativo Financeiro (Art. 155, §2º, X, c, CF)
- Comunicação Gratuita (Art. 155, §2º, X, d, CF)
- Combustíveis e energia elétrica (Art. 155,§2º,
X, b, CF)

Atenção: ICMS Monofásico (Art. 155,§2º, XII, h


+§4º, CF)

• Base de cálculo: Arts. 13 ao 18, LC nº 87/96


• Lançamento: Homologação ou Ofício
IMPOSTO SOBRE A PROPRIEDADE DE
VEÍCULOS AUTOMOTORES
• Competência & Finalidade

• Previsão Legal: Art. 155, III, CF

- Criação da CF/67
- Art. 24, I, CF/88

• Fato Gerador

- Embarcações & Aeronaves


- TRU (RE 134.509/AM, 255.111/SP, 379.572/RJ)
IMPOSTO SOBRE A PROPRIEDADE DE
VEÍCULOS AUTOMOTORES

• Alíquota Mínima Fixada Senado Federal: Art. 155,


§6º, I, CF

- Ainda não estabelecida

• Alíquotas Diferenciadas: Art. 155, §6º, II, CF

- Tipo & Utilização

- Vedação aos Veículos Importados


AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO
EXTRAORDINÁRIO. TRIBUTÁRIO. IPVA. VEÍCULO
IMPORTADO. ALÍQUOTA DIFERENCIADA. 1. Não se
admite a alíquota diferenciada de IPVA para
veículos importados e os de procedência
nacional. 2. O tratamento desigual significaria
uma nova tributação pelo fato gerador da
importação. Precedentes. Agravo regimental a
que se nega provimento. (STF - RE: 367785 RJ ,
Relator: Min. EROS GRAU, Data de Julgamento:
09/05/2006, Segunda Turma, Data de Publicação:
DJ 02-06-2006 PP-00038 EMENT VOL-02235-05 PP-
00956 RTFP v. 14, n. 69, 2006, p. 301-302 RT v. 95, n.
853, 2006, p. 139-141 RNDJ v. 6, n. 80, 2006, p. 74)
IMPOSTO SOBRE A PROPRIEDADE DE
VEÍCULOS AUTOMOTORES

• Contribuinte

• Base de Cálculo

- Base de Cálculo como Exceção da Noventena


- Art. 150, §1º, 2ª Parte, CF/88

• Lançamento: Ofício ou Homologação


QUESTÕES
(CESPE 2008/Advogado da União) Segundo
jurisprudência do STJ, é legitima a cobrança do ICMS
sobre o serviço de habilitação de telefone celular.

(CESPE 2007/Fiscal de Tributos da PM de Rio Branco/AC) É


lícito que os estados estabeleçam alíquotas
diferenciadas para o IPVA em razão do tipo e da
utilização dos veículos automotores.

(CESPE 2010/Fiscal de Rendas SEFAZ/RJ) De acordo com


o entendimento do Supremo Tribunal Federal não
constitui fato gerador do ICMS a saída física de
máquinas e utensílios a título de comodato.
Aos Estudos...

“Acredite no seu sonho, lute por ele, e


quando tiver a oportunidade aproveite como se
fosse um momento único em sua vida, e acredite
ele pode não ser único, mas vai ser inesquecível”.

Heitor Levinski

• Facebook: www.facebook.com/professornovais
• Instagram: @professornovais
• Periscope: Prof. Rafael Novais
• Snapchat: professornovais
• E-mail: prof.rafaelnovais@hotmail.com
Direito Tributário

Rafael Novais
Impostos em Espécie
Impostos Municipais
CF/88, Art. 156. Compete aos Municípios instituir
impostos sobre:

I - propriedade predial e territorial urbana;

II - transmissão "inter vivos", a qualquer título, por ato


oneroso, de bens imóveis, por natureza ou acessão
física, e de direitos reais sobre imóveis, exceto os de
garantia, bem como cessão de direitos a sua
aquisição

III - serviços de qualquer natureza, não


compreendidos no art. 155, II, definidos em lei
complementar
IMPOSTO SOBRE A PROPRIEDADE PREDIAL E
TERRITORIAL URBANA

• Competência & Finalidade

- Art. 182, §4º, II, CF

• Fato Gerador: Art. 156, I, CF & Art. 32, CTN

- Imóvel “por Natureza” & “Acessão Física”

- Área Urbana (§1º)

- Área Urbanizável: (§2º)

- Art. 15, Dec. Lei nº 57/66 (AgR REsp 323.705/RS)


IMPOSTO SOBRE A PROPRIEDADE PREDIAL E
TERRITORIAL URBANA
• Contribuinte: Art. 34, CTN

- Proprietário (arts. 1.227 e 1.245, §1º, CC)


- Domínio Útil (art. 1.403, II, CC)
- Possuidor “Animus Domini” (REsp 325.489/SP)

Súmula nº 399, STJ. Cabe à legislação municipal


estabelecer o sujeito passivo do IPTU.

• Base de Cálculo: Art. 33, CTN

- Exceção Noventena (Art. 150, §1º, CF)


- Atualização (Súmula nº 160, STJ)
IMPOSTO SOBRE A PROPRIEDADE PREDIAL E
TERRITORIAL URBANA
• Progressividade Fiscal: Art. 156, §1º, I, CF

Súmula nº 668, STF. É inconstitucional a lei municipal


que tenha estabelecido, antes da Emenda
Constitucional 29/2000, alíquotas progressivas
para o IPTU, salvo se destinada a assegurar o
cumprimento da função social da propriedade
urbana.

Súmula nº 589, STF. É inconstitucional a fixação de


adicional progressivo do imposto predial e
territorial urbano em função do número de
imóveis do contribuinte.
IMPOSTO SOBRE A PROPRIEDADE PREDIAL E
TERRITORIAL URBANA
• Alíquotas Diferenciadas: Art. 156, §1º, II, CF

- Localização & Uso

Súmula nº 539, STF. É constitucional a lei do município que


reduz o imposto predial urbano sobre imóvel ocupado
pela residência do proprietário, que não possua outro.

• Lançamento: Ofício

Súmula nº 397, STJ. O contribuinte do IPTU é notificado do


lançamento pelo envio do carnê ao seu endereço.
IMPOSTO SOBRE A TRANSMISSÃO DE BENS
IMÓVEIS
• Competência & Finalidade

• Fato Gerador: Art. 156, II, CF & Art. 35, CTN

- Competência Municipal: Ato Oneroso

- Imóvel “por Natureza” & “Acessão Física”

- Direitos Reais (Art. 1.225, CC)

- Transmissão: CRI (Art. 1.227 & 1.245, CC)


TRIBUTÁRIO. RECURSO ORDINÁRIO. MANDADO DE
SEGURANÇA. ITBI. FATO GERADOR. CTN, ART. 35 E
CÓDIGO CIVIL, ARTS. 530, I, E 860, PARÁGRAFO
ÚNICO. REGISTRO IMOBILIÁRIO. 1. O fato gerador
do imposto de transmissão de bens imóveis ocorre
com a transferência efetiva da propriedade ou do
domínio útil, na conformidade da Lei Civil, com o
registro no cartório imobiliário. 2. A cobrança do ITBI
sem obediência dessa formalidade ofende o
ordenamento jurídico em vigor. 3. Recurso ordinário
conhecido e provido (STJ - RMS: 10.650/DF, Relator:
Ministro FRANCISCO PEÇANHA MARTINS, Data de
Julgamento: 16/06/2000, T2 - SEGUNDA TURMA)
Súmula nº 326, STF. É legítima a incidência do
imposto de transmissão "inter vivos" sobre a
transferência do domínio útil.

Súmula nº 111, STF. É legítima a incidência do


imposto de transmissão "inter vivos" sobre a
restituição, ao antigo proprietário, de imóvel que
deixou de servir a finalidade da sua
desapropriação.

Súmula nº 329, STF. imposto de transmissão "inter


vivos" não incide sobre a transferência de ações de
sociedade imobiliária.
IMPOSTO SOBRE A TRANSMISSÃO DE BENS
IMÓVEIS
• Alíquotas: Vedação da Progressividade

Súmula nº 656, STF. É inconstitucional a lei que


estabelece alíquotas progressivas para o imposto
de transmissão inter vivos de bens imóveis - ITBI
com base no valor venal do imóvel.

- Progressividade do ITCMD: RE 562.045/RS

• Município Competente: Situação do Bem Imóvel

- Art. 156, §2º, II, CF


IMPOSTO SOBRE A TRANSMISSÃO DE BENS
IMÓVEIS
• Imunidades Específicas

1. Realização de Capital: Art. 155, §2º, I, CF

- Fusão, Incorporação, Cisão & Extinção


- Atividade Preponderante (Art. 37, CTN)

2. Reforma Agrária: Art. 184, §5º, CF

3. Direitos Reais de Garantia:

- Hipoteca & Anticrese


IMPOSTO SOBRE A TRANSMISSÃO DE BENS
IMÓVEIS
• Contribuinte: Art. 42, CTN
• Base de Cálculo: Art. 38, CTN

Súmula nº 110, STF. O imposto de transmissão "inter vivos" não


incide sobre a construção, ou parte dela, realizada pelo
adquirente, mas sobre o que tiver sido construído ao
tempo da alienação do terreno.

Súmula nº 470, STF. O imposto de transmissão "inter vivos" não


incide sobre a construção, ou parte dela, realizada,
inequivocamente, pelo promitente comprador, mas sobre
o valor do que tiver sido construído antes da promessa de
venda.

• Lançamento: Declaração ou Arbitramento


IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER
NATUREZA
• Competência & Finalidade

• Fato Gerador: Art. 156, III, CF & Art. 1º, LC 116/03

- Ressalva Constitucional do ICMS


(Transporte Intramunicipal – Item 16.01)

- Serviços Taxativos em Lista Anexa

- Obrigação de Fazer
Súmula Vinculante nº 31. É inconstitucional a incidência
do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza – ISS
sobre operações de locação de bens móveis.

Súmula nº 424, STJ. É legítima a incidência de ISS sobre os


serviços bancários congêneres da lista anexa ao DL n.
406/1968 e à LC n. 56/1987.

Súmula nº 167, STJ. O fornecimento de concreto, por


empreitada, para construção civil, preparado no trajeto
até a obra em betoneiras acopladas a caminhões, é
prestação de serviço, sujeitando-se à incidência do ISS.

Súmula nº 274, STJ. O ISS incide sobre o valor dos


serviços de assistência médica, incluindo-se neles as
refeições, os medicamentos e as diárias hospitalares
IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER
NATUREZA
• Alíquotas: Art. 156, §3º, I, CF

- Máxima: 5% (Art. 8º, II, LC nº 116/03)


- Mínima: 2% (Art. 88, I, ADCT)

• Isenção Heterônoma: Art. 156, §3º, II, CF

- Art. 2º, I, LC nº 116/03

• Concessão & Revogação de isenção, Incentivos


e Benefícios Fiscais: Art. 156, §3º, III, CF
- Art. 88, II, ADCT
IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER
NATUREZA

• Mercadorias & Serviços: Art. 1º, §2º, LC nº 116/03


IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER
NATUREZA
• Contribuinte: Art. 5º, LC nº 116/03
- Emprego e Congêneres (Art. 2, II, LC nº 116/03)

• Município Competente: Art. 3º, LC nº 116/03

• Base de Cálculo: Art. 7º, LC nº 116/03

- ISS Fixo

Súmula nº 663, STF. Os §§ 1º e 3º do art. 9º do DL 406/68


foram recebidos pela Constituição.

• Lançamento: Homologação ou Oficio


QUESTÕES
(CESPE 2011/Procurador da Assembleia Legislativa/ES) É
admitida a progressividade do IPTU desde que para fins
extrafiscais, em face da sua natureza real, e para
garantir a função social da propriedade.

(CESPE 2010/DPU) Considere que o proprietário de imóvel


localizado na zona urbana de determinado município
tenha firmado contrato de promessa de compra e
venda do bem com Maria. Nessa situação hipotética,
tanto a promitente compradora (possuidora a qualquer
título) do imóvel quanto o proprietário são contribuintes
responsáveis pelo pagamento do IPTU.
Aos Estudos...

“Só existe dois dias no ano que nada pode


ser feito. Um se chama ontem e o outro se chama
amanhã, portanto hoje é o dia certo para amar,
acreditar, fazer e principalmente viver”.

Dalai Lama

• Facebook: www.facebook.com/professornovais
• Instagram: @professornovais
• Periscope: Prof. Rafael Novais
• Snapchat: professornovais
• E-mail: prof.rafaelnovais@hotmail.com