Vous êtes sur la page 1sur 17

Simulado I

Concurso da Polícia Federal

Perito Criminal Federal – Área 6 – Química / Engenharia Química

Questões baseadas no concurso de 2004 Nacional, realizado pelo CESPE.

Elaboração das questões: Robson Timoteo Damasceno

Bons Estudos e Rumo à ANP!


Conhecimentos Básicos

No dia 25 de junho de 1958 era criada a Universidade do Rio Grande do Norte (Lei
Estadual nº 2.307) e a 18 de dezembro de 1960 era transformada em Universidade Federal do
Rio Grande do Norte (Lei Federal nº 3.849). O regime de universidade tornou possível projetar
o ideal de uma intelectualidade norte-rio-grandense de congregar as instituições de ensino
superior em funcionamento que eram a Escola de Serviço Social (fundada em 1945), a
Faculdade de Farmácia e Odontologia (1947), a Faculdade de Direito (1949), a Faculdade de
Medicina (1955), a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (1956) e a Faculdade de Ciências
Econômicas, Contábeis e Atuariais (1957).
Cinquenta anos depois, a comunidade acadêmica que conta com esse rico patrimônio,
celebrou a extraordinária história passada e presente da Universidade Federal do Rio Grande
do Norte. No Culto Ecumênico, num dia de festa (25 de junho de 2008), o reitor José Ivonildo
do Rego, saudou a “Onofre Lopes e aos demais pioneiros que, irmanados, sonharam para tirar
o Rio Grande do Norte dos limites de um ensino que, embora digno, encontrava-se dependente
de ações isoladas.”

Editorial, Revista Educação em Questão. v. 35,


n. 19, pág. 7, set/dez 2008 (com adaptações)

Julgue os itens seguintes, de acordo com o texto acima.

1 – As vírgulas após ―Ecumênico‖ e os parênteses servem para separar adjunto


adverbial de lugar.

2 – Há erro gramatical no emprego do verbo ―congregar‖, pois este deveria estar no


plural, concordando com a expressão ―as instituições de ensino superior‖.

3 – Caso ao invés de saudar o ex-reitor Onofre Lopes a saudação fosse dirigida à reitora
Ângela Maria Paiva Cruz, haveria necessidade de inclusão da crase em ―saudou a‖ para
que se mantivesse a correção gramatical.

4 – A inserção de uma vírgula após ―a comunidade acadêmica‖ manteria a correção


gramatical do período. Além disso, pelo contexto, não haveria ambigüidade após esta
alteração.

5 – Pelo texto depreende-se que a criação da Universidade Federal do Rio Grande do


Norte teve como principal benefício à integração entre unidades de ensino outrora
existentes.
Texto I – Itens de 6 a 16
O número de casos de gripe suína no Japão subiu rapidamente, com mais de 120 casos
confirmados. Quase duas mil escolas e empresas foram fechadas e o governo está
desencorajando viagens desnecessárias para conter a propagação da doença. Na sexta-feira,
apenas quatro casos haviam sido confirmados no país, e em pessoas que haviam voltado do
Canadá. O primeiro caso de gripe suína em uma pessoa que não havia viajado para o exterior -
um estudante de 17 anos de Kobe - foi registrado no sábado. A mídia japonesa disse que uma
nova onda de infecções tornaria o Japão o quarto país mais infectado do mundo, depois de
México, Estados Unidos e Canadá. Apesar de dizer que nenhuma das pessoas infectadas
corre risco de vida, as autoridades continuam apreensivas. "Nós precisamos ter cautela, mas
com um tratamento rápido os pacientes podem se recuperar", disse o primeiro-ministro Taro
Aso. "Nós precisamos agir de maneira calma e apropriada." Acredita-se que a maioria das
pessoas infectadas é de estudantes nas regiões de Hyogo e Osaka, no oeste do Japão.
Especialistas acreditam que o vírus H1N1 se propagou rapidamente entre os dois centros
urbanos depois que alunos de escolas em Kobe e Osaka se reuniram para um torneio de vôlei.
Internet < http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2009/05/090518_gripejapaog.shtml>
Acesso em 17/05/2009 (com modificações)

A respeito do texto I julgue os itens a seguir.

6 – Em ―no Japão‖ na primeira linha do texto, a preposição ―em‖ está estabelecendo a


relação entre casos e ―o Japão‖.

7 – A retirada do advérbio ―apenas‖ (linha 4) preservaria a coerência e a correção


gramatical, mas enfraqueceria a argumentação do texto em torno do aumento súbito de
casos da gripe no Japão.

8 – O emprego das aspas indica frases que também tem sido usadas por autoridades de
outros países do mundo em relação à doença.

9 – A supressão da expressão ―dizer que‖ (linha 8) altera as ideias do texto, mas não
provoca prejuízo à correção gramatical.

10 – Em ―Acredita-se‖ (linha 11) e em ―se propagou‖ (linha 13) o ―se‖ está exercendo a
função de índice de indeterminação do sujeito.

11 - Pelo tema, impessoalidade e clareza, o texto poderia constituir parte de um


documento oficial — como, por exemplo, um relatório ou um parecer —, mas o emprego
das aspas lhe confere uma coloquialidade que o torna inadequado às normas da redação
oficial.

Os itens abaixo trazem trechos retirados de publicações recentes da imprensa nacional. Julgue
cada item como certo se a ideia nele contida enfraquece os conselhos do primeiro-ministro
japonês.

12 – ―O que temos de ver é se há uma transmissão sustentável em outra região fora das
Américas", afirmou o vice-diretor da OMS, Keiji Fukuda, que disse não saber como o
vírus vai se comportar no Hemisfério Sul.

13 - Governos de países emergentes foram surpreendidos ontem por um recado da Casa


Branca: os Estados Unidos não aceitam os termos do acordo, negociado nos últimos
dois anos, sobre a partilha de vírus e vacinas por todos os governos. Washington não
quer que o país que desenvolva vacinas ou estude novos vírus tenham obrigações
legais em relação à comunidade internacional.

14 – O governo do México afirmou ontem que o país está vencendo a batalha contra a
gripe, já que o número de novos casos diminuiu, mas o país permanece praticamente
parado. Além disso, segundo a Organização Mundial de Saúde, o grau de letalidade da
doença não parece ser tão alto como previsto inicialmente, embora sua disseminação
seja grande.
15 - "Os vírus da gripe são muito imprevisíveis, muito enganosos... Não devemos ficar
excessivamente confiantes. Não se deve dar ao (vírus) H1N1 a possibilidade de se
misturar com outros vírus", disse a diretora-geral da OMS.

16 – O governo do México afirmou que epidemia de gripe suína vem causando grandes
prejuízos à economia do país, mas disse que ainda não é possível saber o tamanho do
estrago.

Acerca do Direito Administrativo julgue o item a seguir.

17 – Autarquias são pessoas jurídicas de Direito Público, criadas por lei específica.
Podem desempenhar atividades outorgadas pela entidade estatal matriz, sob
subordinação hierárquica.

Em cada um dos itens que se seguem, é apresentada uma situação hipotética, seguida de uma
assertiva a ser julgada.

18 – Um perito oficial, ocupante de cargo federal, foi acusado de pedir propina para
redigir falso laudo. Ele sofreu processo administrativo, no qual foi considerado inocente
das acusações. Posteriormente, em processo penal foi considerado culpado. Nesta
situação, o resultado da ação penal repercutirá na esfera administrativa, mesmo tendo o
perito sido considerado inocente anteriormente.

19 – No curso de determinado processo penal, o juiz da causa verificou que o laudo


pericial continha omissões e obscuridades. Diante desta situação é dever da autoridade
judiciária ordenar que se proceda a novos exames, por outros peritos, se julgar
conveniente.

20 – Marcelo é um perito oficial que foi nomeado para participar da realização de exame
pericial ocorrido no curso de um inquérito que apurava determinado crime. Uma das
partes no processo é Mário, de quem Marcelo é credor. Neste caso Mário não pode pedir
recusar a Marcelo como perito no inquérito e nem há nenhuma causa para que se aponte
nulidade no laudo que venha a ser feito, uma vez que Marcelo foi nomeado pelo juiz da
causa.

21 - Um exame de corpo de delito foi realizado, conjuntamente, por dois peritos oficiais,
mas, posteriormente, verificou-se que um deles era impedido de atuar no caso. Nessa
situação, o laudo não permanece válido, pois a legislação exige a participação de ao
menos dois peritos nos exames.

22 – Na qualidade de perito criminal federal, Oscar avaliou a autenticidade da assinatura


de um dos indiciados em inquérito que apurava caso de lavagem de dinheiro. Apesar de
considerar que a assinatura não era autêntica, Oscar em conversa particular afirmou ao
indiciado que somente colocaria no laudo esta conclusão caso recebesse uma quantia
em dinheiro. Nesta situação, Oscar cometeu o crime de corrupção passiva.

23 – Lindomar foi nomeado para cargo de confiança em uma autarquia e neste cargo foi
processado e condenado pelo crime de peculato. Nesta condição, a pena de Lindomar
deve ser aumentada da terça parte.

24 - Roberto foi julgado por ter ferido uma pessoa, mas foi absolvido porque se
comprovou que este estava em estado de embriaguez completa, por ter sido enganado
para que ingerisse bebida alcoólica. Descrevendo esse fato, um jornalista afirmou que
Roberto foi julgado penalmente inimputável pelo crime de lesões corporais que lhe era
atribuído, porque feriu seu agressor em estado de completa embriaguez por motivo de
força maior. Nessa situação, o jornalista utilizou de maneira correta o conceito de
imputabilidade penal.
25 - Um policial militar prendeu em flagrante um traficante de drogas, mas libertou-o
imediatamente, por ser o traficante um dos melhores amigos de seu irmão. Nesse caso,
o policial é sujeito ativo do crime de prevaricação.

26 - Durante a condução de um criminoso em uma ambulância, ocorreu uma colisão


automobilística que causou lesões corporais a todos os ocupantes da mesma. Nessa
situação hipotética, para ter direito a receber do Estado indenização por danos materiais
decorrentes do acidente, o criminoso não precisa comprovar que a colisão foi causada
culposamente pelo agente público que dirigia a ambulância.

Governo revê crescimento do PIB para 0,7% em 2009


Brasília - O governo reviu, pela segunda vez no ano, a estimativa de crescimento do Produto
Interno Bruto (PIB) em 2009, incluindo, em relatório a ser enviado amanhã ao Congresso, a
previsão de que terá expansão da economia brasileira será de 0,7% este ano. A previsão oficial
atualmente em vigor aponta crescimento de 2%, o que foi descartado pelo governo depois da
divulgação dos resultados da produção industrial nos três primeiros meses de 2009. A queda
de 7,9% registrada pela indústria no primeiro trimestre, na comparação com os últimos três
meses de 2008, indica que, mesmo que a agricultura e o setor de serviços tenham
permanecido parados, o PIB teria um encolhimento de 1,9% nos três primeiros meses de 2009.
Como o último trimestre de 2008 também foi de queda (3,6%), estaria caracterizado um quadro
de recessão técnica - dois trimestres consecutivos de queda. Apesar de esta ser a segunda
revisão (no início do ano, o governo trabalhava com estimativa de 4% de expansão e depois
2%), a taxa positiva de 0,7% ainda é considerada exageradamente otimista pelo mercado.
Ontem, no relatório Focus, do Banco Central, a estimativa prevista pelo mercado financeiro era
de retração de 0,49%. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
Internet: http://veja.abril.com.br/
Acesso em 19/05/2009

A partir do texto acima e considerando as múltiplas implicações do tema por ele abordado,
julgue os itens subseqüentes.

27 – O texto trata de questões econômicas, mostrando a reação governamental e do


mercado aos resultados dos primeiros meses do ano de 2009.

28 – Embora o governo tenha feito uma estimativa considerada otimista pelo mercado,
suas previsões de crescimento do PIB em 2009 foram todas abaixo do valor de
crescimento deste indicador em 2008.

29 – A principal razão do pífio crescimento previsto para 2009 é o grande endividamento


externo brasileiro.

30 – Entre os países chamados emergentes o Brasil foi o mais prejudicado pela crise
financeira global, como atestam os dados apontados pelo texto.

31 – Recessão, termo empregado no texto, significa um período de redução no nível


geral de preços da economia, causado principalmente pela queda na oferta de moeda no
mercado. No cenário atual, o que vem causando a recessão é a retirada de dinheiro dos
americanos das economias emergentes.

32 – A crise financeira global atual teve início nos EUA há mais de um ano, envolvendo
principalmente o setor imobiliário e a desregulação neste mercado, que permitiu que se
formasse uma grande bolha especulativa, resultando em uma crise de confiança e
contágio na economia real.

33 – Mesmo se a previsão de crescimento do PIB de 4% tivesse se confirmado o Brasil


ainda não teria alcançado o patamar de crescimento chinês dos últimos anos, que fez da
China uma das potências emergentes mais importantes no plano mundial.
34 – Embora o Brasil tenha tido crescimento do PIB nos últimos anos, este crescimento
não se fez notar na sociedade, que teve seu nível de consumo e renda diminuído nos
últimos 5 anos, além de um aumento na desigualdade social.

35 – Uma das formas de medir a renda da nação é dividir o PIB, citado no texto, pelo
número de habitantes. O resultado deste cálculo é a renda per capita, que também
funciona como um indicador da distribuição de renda no país.

36 – Embora o Brasil esteja entre os 10 países com o maior PIB do mundo, sua
colocação quando se trata da qualidade da educação é sofrível, ficando atrás da maioria
dos países em testes internacionais como o PISA.

37 – A crise econômica foi sentida também pelos setores culturais americanos, que
viram seus patrocínios e valores com superproduções decaírem, bem como o número de
produções.

38 – Supondo que o PIB brasileiro em 2008 tenha sido de 2 bilhões de dólares, a


diferença entre a estimativa para o PIB brasileiro em 2009 feita pelo governo e pelo
mercado financeiro, de acordo com o texto, é da ordem de 200 milhões de dólares.

39 – Para se calcular a variação percentual do PIB de 2007 para 2008 no Excel, supondo
que o valor do PIB de 2007 estivesse na célula A1 e o valor do PIB de 2008 na célula A2,
seria suficiente escolher outra célula da planilha e digitar a fórmula =(A2-A1)/A2*100%.

40 – HDs externos tratam-se de dispositivos que geralmente se comunicam com o


computador através da entrada USB e, apresentando taxas de transferência geralmente
de 60 Mbps, servem para armazenamento de arquivos. Possuem capacidades de
memória alta, geralmente da ordem de 50 GB para mais. O uso de HDs externos facilita a
prática de backups, dentre outros usos, como rodar aplicativos diretamente do disco.
A figura acima ilustra a janela Painel de Controle no momento em que estava sendo executada
em um computador cujo sistema operacional é o Windows Vista. A partir dessa figura, julgue os
itens subseqüentes.

41 – A janela Painel de Controle é acessada através do menu Iniciar ou através da opção


dentro de Pastas no Windows Explorer.

42 – A opção Dispositivos Bluetooth serve para acessar uma janela onde é possível se
configurar acesso ao computador através da tecnologia Bluetooth, baseada em ondas
infravermelho, que permitem comunicação sem fio entre o computador e dispositivos.

43 – A opção Central de Sincronização serve para que se adéque programas que eram
baseados em versões mais antigas do Windows ao computador.
Considerando a janela do Microsoft Power Point acima exibida julgue os itens a seguir.

44 – Por meio do botão seria possível alterar a forma de organização do


slide apresentado na tela, permitindo que se trocasse, por exemplo, as posições onde o
título e o conteúdo do slide estão.

45 – Entre as opções presentes ao clicar na opção estão aquelas que


permitem a introdução de Macros e de edição através do Visual Basic.

A figura acima ilustra uma janela do programa Windows 2007, contendo um texto em edição.
Acerca desta figura e programa, julgue os itens a seguir.
46 – Ao aplicar um duplo clique na palavra ―Errado‖ e em seguida se clicar em esta
palavra será excluída, da mesma maneira que ocorreria caso se apertasse a tecla Del.

47 – Através da janela apresentada é possível se concluir que nem todo o texto que
aparece foi digitado no Word, havendo, ao contrário, textos que foram incluídos como
figuras.

48 – O texto está sendo apresentado no modo de exibição Layout de Impressão. A forma


de apresentação poderia ser mudada para Layout da Web, por exemplo, através das
opções no menu Exibição.

A janela acima mostra um página do Internet Explorer na qual foi feito o acesso a um site
dedicado a medir a velocidade de conexões com a Internet. Com relação a esta janela julgue
os itens a seguir.

49 – A velocidade de 2573,2 kbps mostra que o usuário acessa a internet através de uma
conexão dial-up.

50 - Considerando que o acesso acima testado tenha sido realizado por meio de um
computador que tenha ativado sistema antivírus e de detecção de intrusão, se esse
sistema fosse desativado, a velocidade de transmissão medida poderia atingir valores
maiores que o obtido no teste mencionado.
Conhecimentos Específicos

A química forense consiste na utilização dos conhecimentos da química para examinar


amostras associadas a delitos penais. A química forense tem entrado em vários campos,
inclusive na história. Por exemplo, em 1960, a hipótese de que Napoleão teria morrido
envenenado ganhou força devido a uma análise química. Havia uma quantidade anormal de
arsênio em um fio de cabelo, o único vestígio passível de investigação que restara. O arsênio
não é tóxico na sua forma elementar, entretanto, o óxido de arsênio (As2O3), sim. O trióxido de
arsênio pode ser produzido por combustão do As. É um composto sólido, branco e solúvel em
água. Ele produz soluções incolores, é insípido e difícil de ser encontrado por análises
químicas simples (vantagens para o assassinato perfeito). Nos anos 90, surgiu outra teoria: o
envenenamento por arsênio teria sido acidental. Um simples papel de parede da cor verde. O
adereço de um dos aposentos era dessa cor graças ao uso de um composto de arsênio – o
arsenito de cobre (CuHAsO4). O clima úmido teria propiciado a formação de mofo no papel de
parede e os microorganismos converteram a substância em trimetil arsênio (CH 3)3As,
altamente volátil. Dessa maneira a substância teria sido facilmente inalada por Napoleão em
grande quantidade.
2 2 6
Considerando o texto acima e sabendo que a configuração eletrônica do Arsênio é 1s 2s 2p
2 6 10 2 3
3s 3p 3d 4s 4p e que a massa atômica é de 75 g/mol julgue os itens a seguir.

51 – A ligação entre o As e o oxigênio no óxido de arsênio é predominantemente


covalente.

52 – O Arsênio no trimetil arsênio possui um par de elétrons desemparelhados.

53 – O óxido de arsênio é considerado um óxido anfótero. Desta maneira reage com


ácido clorídrico produzindo tricloreto de arsênio. Esta reação não pode ser classificada
como uma reação de óxido-redução.

54 – O trimetil arsênio apresenta um pequeno valor de pressão de vapor.

55 – A variação de entropia é negativa na dissolução do óxido de arsênio em água a


temperatura constante.

56 – O óxido de arsênio é produzido pela combustão do As. Esta reação libera energia,
de maneira que a variação de entalpia é negativa, e portanto a reação é exotérmica.

57 – O Arsênio reage vigorosamente com o Cloro, em uma reação praticamente


irreversível. Portanto, podemos afirmar que o valor da constante de equilíbrio desta
reação é praticamente igual a zero.

58 – Levando em conta a estequiometria apenas, para combustão de 1,5 g de As é


necessária a presença de mais do que 2 L de ar, na CNTP, para que a reação se
complete.

59 – O óxido de arsênio na temperatura ambiente geralmente adota uma estrutura


cúbica, conforme a mostrada abaixo. Esta estrutura, conhecida como arsenolita (As 4O6),
é análoga a estrutura do adamantano, também mostrada abaixo, e apresenta uma
estrutura cristalina cúbica centrada no volume.

Adamantano
60 – A razão de compostos como o arsenito de cobre apresentar coloração é a absorção
da radiação no comprimento de onda da luz visível. A cor dos complexos de metais de
transição está relacionada com a absorção de radiações em zonas específicas do
espectro visível devido a transições eletrônicas entre as orbitais d.

61 – Quando o trimetil arsênio volatiliza-se a tendência é que suas moléculas se


espalhem por todo o aposento pintado com arsenito, por conta do aumento de entropia
decorrente.
2+
62 – Segundo a classificação de Pearson o cátion Cu pode ser classificado como
intermediário entre duro e mole, enquanto o arsenito é um ânion mole.

63 – A energia de ativação das reações envolvidas no processo de formação do trimetil


arsênio diminui com o aumento da temperatura ambiente, de maneira que em dias
quentes o processo de liberação deste composto seria menor.

64 – O As pertence ao 4º período da Tabela Periódica e a família do Oxigênio, também


chamada de família dos calcogênios.

O CO2Me
O
HO
O Fusão Me
OR
+ O
RO
Me
O O HO
Ácido 3,3-dimetilglutárico dimetil éster A CO2Me
Éster Oxálico

Na, MeI, EtOH


CO2H
CO2H CO2Me
CO2H
HO
Me HO
Me Me HI Na/Hg, CO2 Me
ou
Me P cat. Me
Me Me
HO O
Me CO2H CO2H Me CO2H CO2Me
Me Me
D E C B
HBr, AcOH 8
Me
9
Me
8 7
CO2H
CO2H 6
Me 5
Br 2 1 6 4
Me Zn, AcOH
5 2
4
3 Me 7 1
3
Me
CO2H 9 Me
CO2H Me 10 O
Me 10 11
F
Ácido (±)-canfórico (±)-Cânfora

11
Texto I – Itens de 65 a 80

A cânfora é um sólido incolor e cristalino extraído de algumas árvores da família Lauraceae


como o canforeiro. Este intrigante monoterpeno é conhecido desde o início da civilização
principalmente devido a seu forte e característico odor. Marco Pólo relatou que os chineses
coletavam a cânfora de sua fonte natural, para uso medicinal. A síntese total da cânfora foi um
grande desafio à comunidade científica no final do Século XIX e início do Século XX, tendo sido
realizada após cerca de 10 anos de trabalho pelo químico finlandês Gustaf Kommpa entre
1900-1903. A síntese de Kommpa seguiu a rota apresentada no esquema acima.

Considerando as informações do texto I e o esquema acima julgue os itens a seguir.

65 – O composto A apresenta a função éter.

66 – O composto B apresenta isomeria geométrica.

67 – O composto B apresenta isomeria ótica.

68 – O símbolo ± indica que o produto obtido é o composto meso .

69 – Na estrutura da cânfora há dois carbonos quirais.

70 - Todos os compostos após o composto A na rota sintética são capazes de formar


ligações de hidrogênio, com exceção da cânfora.

71 – O composto F é mais ácido do que o ácido canfórico.

72 – O composto A apresenta aromaticidade.

73 – Os compostos D e E são isômeros de cadeia.

74 – A reação que leva o composto A para o B é uma oxidação.

75 – Na conversão de B para C temos uma dupla redução usando amálgama de Sódio


sob uma corrente de dióxido de carbono, levando a cetona para álcool, ao mesmo tempo
em que ocorre a hidrólise dos metil ésteres.
2
76 – O composto A apresenta 4 carbonos com hibridização sp .

77 – A reação que produz o ácido canfórico é uma redução de Clemmensen.

78 – A fórmula molecular da cânfora é C10H18O.

79 – O composto C apresenta 3 carbonos quirais.

80 – O composto A é um dienol.

12
Abaixo são listadas algumas drogas inaláveis.

I benzeno (C6H6)
II tolueno (C6H5CH3)
III tricloroetileno (Cl2C=CHCl)
IV clorofórmio (CHCl3)
V dietiléter (CH3CH2OCH2CH3)

Com relação a esses compostos, julgue os itens subseqüentes.

81 – O composto I é mais reativo do que o composto II em reações de substituição


eletrofílica aromática.

82 – O composto II pode ser obtido do composto I a partir de uma reação de oxidação.

83 – O C no composto IV tem uma configuração tetraédrica.

84 – Nenhum dos compostos apresentados apresenta isomeria geométrica.

85 – O composto IV é apolar.

A figura acima ilustra a titulação de um ácido com uma base. Considerando a figura, julgue os
itens a seguir em relação à análise volumétrica.

86 – O ácido em apreço é poliprótico.

87 – O valor da primeira constante de dissociação do ácido, KA1, é maior do que das duas
constantes de dissociações posteriores, KA2 e KA3.

88 – A fenolftaleína é um indicador recomendado para a determinação do volume no


primeiro ponto de equivalência.

89 – Ao invés de utilizar indicadores é possível se traçar uma curva como a mostrada


usando titulações potenciométricas. Para o íon hidrogênio o eletrodo indicador mais
importante é o eletrodo de vidro. Uma célula típica para leitura de pH consiste
geralmente de um eletrodo indicador de vidro e de um eletrodo de referência de
calomelano ou Ag/AgCl imerso na solução cujo pH deve ser determinado.

13
90 – Os métodos de medida potenciométricos, ao contrário dos métodos coulométricos,
necessitam de calibração contra padrões para minimizar erros.
-3
91 – O ácido arsênico tem KA1 = 5,8.10 . Sabendo que o primeiro ponto na curva de
titulação apresentada ocorre em pH 2,2 e que o titulante é NaOH 1 M podemos concluir
que o ácido titulado é mais forte do que o ácido arsênico.
2,2
Dados adicionais: 10 = 158

92 – A curva apresentada poderia ser correspondente ao ácido sulfúrico ou ao ácido


fosfórico.

Texto II – Itens de 93 a 105


A cromatografia é o método analítico mais utilizado pelos químicos forenses. Cromatografia
gasosa, com detecção de ionização de chama e o amostrador rarefeito (usado para material
biológico), cromatografia líquida (usada na identificação de anfetamina, efedrina e epinefrina),
cromatografia em camada delgada; todas com os mais variados usos. Além disso, a
espectrometria, a microscopia, a calorimetria e outros métodos também são utilizados. O uso
depende do método adequado ao problema em questão e dos recursos de cada laboratório.
“Um método clássico como a cromatografia em camada delgada pode ser muito útil na
determinação dos carbamatos, princípio ativo de diversos inseticidas comerciais, que por sua
vez, são frequentemente utilizados em tentativas de suicídio ou homicídios por
envenenamento”, afirma Robson Farias no livro Introdução à Química Forense. A Química
Forense também é feita de lógica.

Baseado no texto II e nas técnicas nele citadas, julgue os itens a seguir.

93 – O registro gráfico de uma análise cromatográfica é chamado de cromatograma. A


cromatografia compreende um grupo diversificado de métodos de separação de
misturas, baseados nas diversas fases móveis e estacionárias e suas interações.

94 – Na cromatografia gasosa, ao contrário do que acontece na maioria dos métodos


cromatográficos, a interação entre a fase móvel e o analito não é importante.

95 – O detector de ionização de chama, citado no texto, não é sensível à água, sendo


particularmente útil para análise de poluentes em águas naturais.

96 – Um dos carbamatos mais conhecidos é o Aldicarb ou chumbinho, usado como


inseticida. Este composto é razoavelmente polar. Caso se realizasse uma separação em
CCD usando hexano como eluente, obteríamos maior R f para este composto do que para
o benzeno.

97 – O termo HPLC é usado para descrever as técnicas mais modernas de cromatografia


líquida, que tipicamente usam partículas de pequenos diâmetros ( aproximadamente 10
μm) e altas pressões.

98 – Entre as técnicas de microscopia se inclui a microscopia eletrônica. Em um


microscópio eletrônico a superfície de uma amostra sólida é varrida com um feixe de
raios X, produzindo sinais que são usados para a caracterização do material.

99 – Entre os métodos térmicos temos a calorimetria exploratória diferencial (DSC) e a


análise térmica diferencial (DTA). A principal diferença entre as duas técnicas reside no
fato de a primeira é um método baseado em diferenças de temperatura, enquanto a
segunda técnica é baseada em diferenças de energia.

100 – As técnicas espectrométricas estão entre as mais comuns e úteis em um


laboratório de química. Entre estas técnicas se destaca a espectrometria de massas,
umas das técnicas analíticas com maior aplicabilidade, capaz de fornecer informações
sobre composição elementar, estruturas, composição qualitativa e quantitativa de
misturas, estrutura e composição de superfícies e razões isotópicas.

14
101 – Em análises cromatográficas de materiais biológicos o detector de condutividade
térmica, por ser destrutivo, deve ser evitado.

102 – A precisão, fator essencial nas análises química forenses, indica a proximidade
entre os valores das medidas realizadas e o valor verdadeiro.

103 – Não citada diretamente no texto, a espectroscopia de ressonância magnética


nuclear é uma das técnicas mais importantes para elucidação de estruturas de
moléculas orgânicas. Existem dois tipos básicos de aparelhos para estas medidas: os de
onda contínua e os de transformada de Fourier. Os equipamentos de onda contínua são
mais modernos e disponíveis comercialmente.

104 – Anfetamina, epinefrina e efedrina são todos compostos que possuem o grupo
funcional amina. Desta maneira, é esperada a presença de uma banda de intensidade
-1
média a forte entre 3300-3500 cm no espectro de IV destas substâncias.

105 – Fluorescência molecular, fosforescência e quimiluminescência são métodos óticos


importantes, conhecidos coletivamente como métodos de luminescência molecular.

A figura acima ilustra o esquema de um aparelho de cromatografia líquida de alta eficiência.


Acerca deste equipamento e dos métodos cromatográficos de análise, julgue os itens a seguir.

106 – A função do borbulhador é remover gases dissolvidos nos solventes, usualmente


oxigênio e nitrogênio, que interferem formando bolhas na coluna e nos sistemas de
detecção.

107 – Além da maior sensibilidade e a aplicabilidade a substâncias não-voláteis, a


cromatografia líquida tem também a vantagem de ter melhores opções de detectores que
a cromatografia gasosa.

15
108 – As bombas mais usadas em cromatografia líquida são as bombas recíprocas, que
tem como principal vantagem produzirem um fluxo livre de pulsos.

109 – O detector de índice de refração é um detector de propriedade universal, pois


responde a propriedade da fase móvel como um todo.

110 – Um detector de espectrometria de massa acoplado ao cromatógrafo que tenha


resolução de 1000 é capaz de diferenciar entre íons com m/z de 150,0 e 150,1.

111 – Cromatografia de partição de fase reversa é o nome dado ao tipo de cromatografia


líquida onde a fase estacionária é polar e a fase móvel é apolar.

Cromatogramas de separações (1) isocrática e (2) por gradiente. Condições: coluna capilar 75 μm, comprimento total
50 cm, recheio Hypersil, separação isocrática usando mistura acetonitrila/água 60:40, separação por gradiente de 60%
a 90% de acetonitrila em água. Picos: 1 – acetona, 2 – fenol, 3 – benzeno, 4 – tolueno, 5 – naftaleno, 6 – acenafteno, 7
– fluoreno, 8 – antraceno, 9 – 1,2-benzantraceno.

Considerando a figura acima julgue os itens de 112 a 120.

112 – Separação isocrática é aquela onde a composição da fase móvel permanece


constante durante a eluição.

113 – Observando o cromatograma e as condições utilizadas é possível se chegar a


conclusão de que a acetona é o analito mais apolar.

114 – O detector utilizado foi o de fluorescência.

16
115 – A acetonitrila é um solvente mais apolar do que a água.

116 – A cromatografia de partição pode ser dividida em cromatografia líquido-líquido e


de fase ligada. Na primeira uma fase líquida estacionária é mantida no suporte do
empacotamento. Na segunda a fase estacionária é ligada quimicamente à superfície do
suporte.

117 – O fluoreno é um composto halogenado.

118 – Todos os analitos são compostos aromáticos.

119 – A separação isocrática foi mais eficiente do que a por gradiente no sistema em
questão.

120 – A separação de solutos com pesos moleculares altos é geralmente feita com
cromatografia de troca iônica.

Resoluções das questões e gabarito no grupo PCF Química:


http://groups.yahoo.com/group/Grupo_PCF_Quimica-2008/
Endereço do tópico de discussão no Fórum CW:
http://concursos.correioweb.com.br/forum/viewtopic.php?t=88586&start=0

17