Vous êtes sur la page 1sur 65

[Todas as coisas quando são admitidas,

se manifestam pela luz, pois tudo o que


se manifesta é luz.] {Ef. 05:13}
Bruno Souza e Leonardo De Castro Tavares

Para mais informações acessem:

Blog - As Leis Do Sucesso

O PODER DA Canal – Leonardo De Castro


Tavares

CONSCIÊNCIA
Livro de Neville Goddard

Traduzido por Bruno Souza e


Leonardo De Castro Tavares
O PODER DA
CONSCIÊNCIA

Capítulo – 01..................................Eu Sou - 03

Capítulo – 02..................................Consciência - 05

Capítulo – 03..................................Poder Da Assunção - 07

Capítulo – 04..................................Desejo10

Capítulo – 05..................................A Verdade Que Ti Liberta - 12

Capítulo – 06..................................Atenção - 14

Capítulo – 07..................................Atitude - 16

Capítulo – 08..................................Renúncia - 19

Capítulo – 09..................................Preparando Seu Lugar - 21

Capítulo – 10..................................Criação - 23

Capítulo – 11..................................Interferência - 25

Capítulo – 12..................................Controle Subjetivo - 27


Capítulo – 13..................................Aceitação - 28

Capítulo – 14..................................A Maneira Fácil - 30

Capítulo – 15..................................A Coroa Dos Mistérios - 32

Capítulo – 16..................................Impotência Pessoal - 34

Capítulo – 17..................................Tudo é Possível - 35

Capítulo – 18..................................Sede Cumpridores - 38

Capítulo – 19..................................Fundamentos - 40

Capítulo – 20..................................Justiça - 42

1
Capítulo – 21..................................Livre Arbitro - 44

Capítulo – 22..................................Persistência - 47

Capítulo – 23..................................Histórias De Casos - 49

Capítulo – 24..................................Falha - 60

Capítulo – 25..................................Fé - 62

Capítulo – 26..................................Destino - 64

Capítulo – 27..................................Reverência - 65

2
Introdução

Este livro foi traduzido por Bruno Souza e Leonardo de Castro Tavares,
com a intenção de dar maior comodidade e compreensão aos leitores,
que todos vocês possam tirar o maior e melhor proveito desse que é
sem dúvidas o manual prático para a mudança de paradigmas e para a
conquista de todos os seus sonhos. Esperamos que vocês aproveitem
ao máximo possível de tudo o que esse livro lhe oferece.

3
Capítulo – 01
EU SOU

Todas as coisas quando são admitidos, se manifestam pela luz, pois


tudo o que se manifesta é luz. [Ef. 05:13]
A "luz" é a consciência. A consciência é um, manifestando-se em legiões
de formas ou níveis de consciência. Não há ninguém que não seja tudo
o que é para a consciência, embora expressa em uma série infinita de
níveis, não é divisional. Não há separação real ou lacuna na
consciência. EU SOU não pode ser dividido. Eu posso conceber-me a ser
um homem rico, um homem pobre, um mendigo ou ladrão,
as o centro do meu ser permanece o mesmo, independentemente do co
nceito que tenho de mim mesmo. No centro de manifestação só há uma
EU SOU manifestando em legiões de formas ou conceitos de si mesmo
e "Eu sou o que sou."

EU SOU é a auto definição do absoluto, a fundação sobre a qual tudo


repousa. EU SOU é a primeira causa de substâncias. EU SOU é a auto
definição de Deus.

EU SOU me enviou a vós. [Êxodo 3:14]

SOU O QUE SOU.

Seja ainda e saiba que eu sou Deus. [Salmo 46:10]

EU SOU é um sentimento de consciência permanente. O centro da


consciência é o sentimento de EU SOU. EU posso esquecer quem eu
sou, aonde eu estou, o que eu sou, mas eu não posso esquecer que EU
SOU. A consciência do ser permanece, independentemente do grau de
esquecimento de quem, onde, e o que eu sou.
EU SOU é o que, em meio a formas inumeráveis é sempre a
mesma. Esta grande descoberta da causa revela que, bom ou mau, o
homem é, na verdade, o árbitro de seu próprio destino, e que é o seu
conceito de si próprio que determina o mundo em que vive [e seu conceito
de si mesmo e suas reações a vida].

Em outras palavras. Se você estiver enfrentando problemas de saúde,


sabendo a verdade sobre a causa, você não pode atribuir Eu sou a
doença para outra coisa senão para o pensamento particular da básica
causa substância, um pensamento que [foi produzido por suas reações
à vida, e] é definida por seu conceito "estou bem." É por isso que você
disse "Deixe o homem fraco dizer, 'Eu sou forte" (Joel 3:10), pois por sua
4
suposição, a causa substância EU SOU é pensamentos e deve,
portanto, manifestar aquilo que o seu pensamento afirma. Este princípio
rege cada aspecto de sua vida, seja ele social, financeiro, intelectual ou
espiritual.

EU SOU é que a realidade a que, aconteça o que acontecer, devemos


nos voltar para uma explicação dos fenômenos da vida. É próprio o
conceito de EU SOU que determina a forma e o cenário de sua
existência. Tudo depende da sua atitude em relação a si mesmo; o que
não vai afirmar como verdade de si mesmo não pode se despertar em
seu mundo. Ou seja, o seu conceito de si mesmo, como "Eu sou forte",
"Estou seguro", "Eu sou amado", determina o mundo em que você
vive. Em outras palavras, quando você diz: "Eu sou um homem, eu sou
um pai, eu sou um americano," você não está definindo sou diferente
de; você está definindo conceitos diferentes ou pensamentos da
substância uma relação de causa a que estou. Mesmo nos fenômenos
da natureza, se uma arvore fosse articulada diria: “Eu Sou uma arvore,
uma macieira, uma arvore frutífera.”
Quando você sabe que a consciência é a única realidade, conceber -se
como algo de bom, ruim ou indiferente, e tornando-se aquilo que Ele
concebeu-se a ser -você está livre da tirania das causas secundárias,
você estará livre das crenças que as causas externas de sua própria
mente que podem afetar sua vida.
No estado na consciência do indivíduo é encontrado a explicação dos
fenômenos da vida. Se o conceito do homem de si mesmo era
diferente, tudo no seu mundo será diferente. Seu conceito de si mesmo
sendo o que é, tudo no seu mundo deve ser como é.

Ele é claro que há apenas um EU SOU e você que é Eu Sou. E


enquanto Eu Sou é infinito, você, pelo seu conceito de si mesmo, está
exibindo apenas um aspecto limitado do infinito EU SOU.
Constrói para ti mansões mais majestosas. Ó minha alma. Como as
estações passam ligeiramente! Deixar a teu baixo
abobadado passado! Deixe cada novo templo, mais nobre do que o
último. Cale-te do céu com uma cúpula mais vasta até tu na arte de
comprimento livre, deixando a tua concha superada nos agitados mares
desta vida!

Oliver Wendell Holmes, Sr.

5
Capítulo – 02
CONSCIÊNCIA

É só por uma mudança de consciência, para realmente mudar o seu


conceito de si mesmo, que você pode "construir mais imponentes
mansões" as manifestações de conceitos cada vez mais
altos. (Manifestando entende-se experimentando os resultados destes
conceitos em seu mundo.) É de importância vital para entender
claramente o que a consciência é.

A razão reside no fato de que a consciência é a única realidade, é a


primeira e única causar-substancia do fenômeno da vida. Nada tem
existência para o homem salvar através da consciência que ele tem
dela. Portanto, é a consciência que deve transformar, pois é a única base
sobre a qual pode ser explicado os fenômenos da vida.

Se aceitarmos a ideia de uma primeira causa, ela teria que seguir a


evolução dessa causa, nunca poderia resultar em qualquer coisa externa
a si mesma. Ou seja, se a primeira causa substância é luz, todas as suas
evoluções, frutas e manifestações permaneceria luz. A primeira causa
substância sendo consciência, todas as suas evoluções, frutas e
fenômenos devem permanecer consciência. Tudo o que poderia ser
observado seria uma forma superior ou inferior ou variação da mesma
coisa. Em outras palavras, se a sua consciência é a única realidade, ele
também deve ser a única substância. Consequentemente, o que parece
para você como circunstâncias, condições, e até mesmo objetos
materiais são realmente apenas os produtos de sua própria
consciência. Natureza, então, como uma coisa ou um complexo de
coisas externas à sua mente, deve ser rejeitado. Você e seu ambiente
não pode ser considerado como existindo separadamente. Você e seu
mundo são um.
Portanto, você deve ligar a partir da aparência objetiva das coisas para o
centro subjetiva das coisas, sua consciência, se você realmente deseja
saber a causa dos fenômenos da vida, e como usar este conhecimento
para realizar seus sonhos mais acalentados. No meio das aparentes
contradições, antagonismos e contrastes de sua vida, há apenas um
princípio de trabalho, apenas a sua consciência em
funcionamento. Diferença não consiste em uma variedade de
substâncias, mas na variedade de arranjo da mesma causa
substância, sua consciência.

O mundo se move sem motivação necessária. Então isso significa que


ele não tem nada de sua autoria, mas está sob a necessidade de
manifestar o seu conceito, a organização de sua mente e sua mente

6
sempre se organiza de acordo com tudo aquilo que você acredita e dita
como verdade. O homem rico, homem pobre, mendigo ou ladrão não são
mentes diferentes, mas diferentes arranjos da mesma mente, no mesmo
sentido em que um pedaço de aço, quando não difere magnetizadas em
substância a partir de seu estado desmagnetizado, mas na disposição e
ordem de suas moléculas. Um único elétron girando em uma órbita
especificada constitui a unidade de magnetismo. Quando um pedaço de
aço ou qualquer outra coisa é desmagnetizado, os elétrons que giram
não pararam. Portanto, o magnetismo não saiu da existência. Existe
apenas uma ordem das partículas, de modo que elas não produzem
nenhum efeito perceptível ou exterior. Quando as partículas são
dispostas de forma aleatória, misturado em todas as direções, a
substância é dita para ser desmagnetizado mas quando partículas são
empacotados em fileiras para que um número deles enfrenta em uma
direção, a substância é um ímã. Magnetismo não é gerado; ele é
exibido. Saúde, riqueza, beleza e genialidade não são criados; eles só
são manifestados pelo pensamento de sua mente que é, pelo seu
conceito de si mesmo [e seu conceito de si mesmo é tudo o que você
aceita e concorda como a verdade. O que concorda como verdade só
pode ser descoberto por uma observação acrítica de suas reações à
vida. Suas reações revelar onde você vive psicologicamente; e
Onde você vive psicologicamente, determina a forma como você vive
mundo visível externo]. A importância desta na sua vida diária deve ser
imediatamente aparente.

A natureza básica da causa primordial é a consciência. Portanto, a


substância última de todas as coisas é a consciência.

7
Capítulo – 03
PODER DA ASSUNÇÃO

Ilusão principal do homem é a sua convicção de que existem causas


que não sejam o seu próprio estado de consciência.

Tudo o que acontece com um homem, tudo o que é feito por ele tudo, o
que vem dele acontece como resultado de seu estado de consciência. A
consciência de um homem é tudo o que ele pensa, deseja e ama tudo o
que ele acredita que é verdade e consente. É por isso que uma mudança
de consciência é necessária antes que você pode mudar seu mundo
exterior. A chuva cai como um resultado de uma mudança na
temperatura nas regiões mais altas da atmosfera, de modo que, uma
mudança de circunstância ocorre como resultado de uma mudança no
seu estado de consciência.

Transformai-vos pela renovação da sua mente. [Romanos 12:2]

Para ser transformado, toda a base de seus pensamentos devem


mudar. Mas seus pensamentos não podem mudar a menos que você
tenha novas ideias, para pensar a partir delas. Toda transformação
começa com um desejo intenso, queimando a ser transformado. O
primeiro passo na "renovação da mente" é o desejo. Você deve querer
ser diferente [e pretender ser] antes que você pode começar a mudar a
si mesmo. Então você deve fazer o seu futuro sonho uma realidade
presente. Você faz isso assumindo o sentimento de seu desejo
realizado. Por desejando ser diferente do que você é, você pode criar
um ideal da pessoa que você quer ser e assumir que você já é essa
pessoa. Se esta hipótese é mantida até que se torne o seu sentimento
dominante, a realização do seu ideal é inevitável. O ideal que você
espera alcançar está sempre pronto para uma encarnação, mas a
menos que você o ofereça sucessão humana, ele é incapaz de nascer.
Portanto, sua atitude deve ser uma na qual tendo desejado para
expressar um estado maior, é só você aceitar a tarefa de encarnar esse
novo e maior valor de si mesmo. Ao dar à luz ao seu ideal, você deve ter
em mente que os métodos de conhecimento mental e espiritual são
completamente diferentes. Este é um ponto que é verdadeiramente
entendido por, provavelmente, não mais de uma pessoa em um
milhão. Você sabe uma coisa mentalmente, olhando para ela de fora,
comparando-a com outras coisas, analisando-o e definindo se [pensando
nisso:] enquanto você pode saber uma coisa espiritualmente apenas por
se tornar isto, [apenas por pensar de isto]. Você deve ser a coisa em si e
não apenas falar sobre isso ou olhar para ele. Você deve ser como a

8
mariposa em busca de seu ídolo, a chama, que estimulou com verdadeiro
desejo, mergulhando de uma só vez para o fogo sagrado, dobrou suas
asas dentro, até que se tornou uma cor e uma substância com a chama.
Ele só sabia que a chama que nele ardia, e só ele poderia dizer que nunca
havia retornado.
Farid ud-Din Attar

Assim como a mariposa em seu desejo de conhecer a chama estava


disposto a destruir a si mesmo, então deve se tornar uma nova pessoa
e estar disposto a morrer para a seu auto presente. Você deve estar
consciente de ser saudável se você quer saber o que é saúde. Você
deve estar consciente de ser seguro se você quer saber o que é a
segurança. Portanto, para encarnar um valor novo e maior de si
mesmo, você deve assumir que você já é o que você quer ser e, então,
viver pela fé nesta hipótese de que ainda não está encarnado no corpo
de sua vida mas na confiança que este novo valor ou estado de
consciência irá tornar-se encarnado através de sua fidelidade absoluta
à suposição de que você é o que você deseja ser. Isto é o que
integridade significa, significa que a integridade é a apresentação do
mais auto sentimento do desejo realizado na certeza de que esse novo
estado de consciência é a renovação da mente que transforma.
Não há uma ordem na natureza correspondente a esta apresentação
disposta do próprio ideal além do si mesmo. Portanto, é o cúmulo da
loucura esperar que a encarnação de um conceito novo e maior
autoestima venha por processo evolutivo natural. O que requer um
estado de consciência para produzir seu efeito obviamente, não pode
ser efetuada sem um tal estado de consciência, e na sua capacidade de
assumir a sensação de uma vida maior, para assumir um novo conceito
de si mesmo, você possui o que o resto da Natureza não possui
Imaginação o instrumento pelo qual você cria o seu mundo.
Sua imaginação é o instrumento, o meio, através do qual a vossa
redenção da escravidão, da doença e da pobreza é efetuada. Se você se
recusa a assumir a responsabilidade da encarnação de um conceito novo
e mais elevado de si mesmo, então você rejeitar os meios, o único meio,
segundo o qual a vossa redenção, isto é, a realização do seu ideal pode
ser efetuada.

A imaginação é o único poder redentor do universo. No entanto, a sua


natureza é tal que é opcional para você se você permanecer em seu
conceito atual de si mesmo (um anseio estar com fome de liberdade,
saúde e segurança) ou optar por tornar-se o instrumento de sua própria

9
redenção, imaginando-se como aquele que você quer ser, e satisfazendo
assim a sua fome e redimir-se.

O ser forte, e então, é bravo, pura, paciente e verdade; O trabalho que é


seu, você não deixa outra mão fazer. Para a força, para toda
necessidade, é fielmente dada da fonte dentro de você no Reino dos
Céus.

10
Capítulo – 04
DESEJO

As mudanças que ocorrem em sua vida são resultadas das mudanças


do conceito de si mesmo, para os leigos parece ser o resultado, não de
uma mudança de consciência, mas da mudança de causas externas ou
coincidência.
No entanto, o único destino que rege sua vida é o destino determinado
por seus próprios conceitos, suas próprias suposições; para uma
suposição, embora falsa, se persistires torna-se uma realidade fixa. O
ideal que você procura e esperar atingir não vai se manifestar, não será
realizado por você, até que você imaginar que você já está nesse
ideal. Não há escapatória para você, exceto por uma transformação
psicológica radical de si mesmo, a não ser por sua suposição do
sentimento de seu desejo realizado. Portanto, os resultados ou
realizações fazem uso crucial da sua habilidade em usar sua
imaginação.
Tudo depende da sua atitude em relação a si mesmo. Aquilo que você
não afirmar como verdadeiro nunca será realizado por você, essa
atitude é a condição necessária, porque só mudando atitude em relação
a si mesmo você perceberá seu objetivo.
Toda transformação é baseada em sugestão, e isto pode trabalhar
apenas onde você se põe completamente aberto a uma influência.
Você deve abandonar você mesmo de seu ideal como uma mulher
abanda-se ao amor, entregue-se completamente ao caminho para a
união com o seu ideal. Você deve assumir o sentimento do desejo
realizado até que o seu pressuposto tem toda a vivacidade sensorial da
realidade. Você deve imaginar que você já está experimentando o que
você deseja. Ou seja, você deve assumir o sentimento do cumprimento
do seu desejo até que você está possuído por ele e este sentimento
colocará multidões de outras ideias fora de sua consciência.

O homem que não está preparado para o mergulho consciente para a


assunção do desejo realizado na fé que é o único caminho para a
realização do seu sonho ainda não está pronto para viver
conscientemente pela lei da assunção, embora não haja nenhuma dúvida
que ele vive pela lei da suposição inconscientemente. Mas para você que
aceitar este princípio e estiver pronto para viver conscientemente
assumindo que o seu desejo já está realizado, a aventura da vida
começa. Para alcançar um nível mais elevado de ser, você deve assumir
um conceito mais elevado de si mesmo.

11
Se você não vai imaginar-se como diferente do que você é, então você
permanecer como está, pois, se não credes que Eu Sou, morrereis nos
vossos pecados. [João 8:24]

Se você não acreditar que você é Ele (a pessoa que você quer ser), então
você permanecer como está. Através do cultivo sistemático fiel do
sentimento do desejo realizado, o desejo torna-se a promessa de sua
própria realização. A assunção do sentimento do desejo realizado faz
com que seu sonho futuro se torne um fato presente.

12
Capítulo – 05
A VERDADE QUE TI LIBERTA

O drama da vida é o psicológico em que todas as condições,


circunstâncias e eventos de sua vida são trazidos para passar por suas
assunções.
Desde que a sua vida é determinada por suas assunções, você é
forçado a reconhecer o fato de que você é ou um escravo de sua
assunção ou seu mestre. Para se tornar o mestre de sua assunção é a
chave para a tão sonhada liberdade e felicidade. Você pode alcançar
esse domínio pelo controle consciente deliberada de sua
imaginação. Você determina suas assunções desta forma:
Forme uma imagem mental, uma imagem do estado desejado, da
pessoa que você quer ser. Concentre sua atenção sobre a sensação de
que você já é essa pessoa. Primeiro, visualize a imagem em sua
consciência. Então sinta-se nesse estado, como ele realmente formado
no seu mundo ao redor. Pela sua imaginação o que foi uma mera
imagem mental se transforma em uma realidade aparentemente sólida.
O grande segredo é uma imaginação controlada e uma atenção firme e
reiteradamente focada no objeto a ser realizado. Ele não pode ser
enfatizado que, através da criação de um ideal dentro de sua esfera
mental, assumindo que você já é esse ideal, você se identifica com ele
e, assim, transformar-se em sua imagem, (pensar a partir do ideal, em
vez de pensar no o ideal.
Cada estado já está lá como "meras possibilidades", enquanto nós
pensamos neles, mas como poder real quando pensamos a partir
deles).
Isto foi chamado pelos antigos mestres “Sujeição à vontade de Deus"
ou "Descansar no Senhor", e o único verdadeiro teste de "Descansar no
Senhor" é que todos os que fazem resto são inevitavelmente
transformado a imagem daquilo em que descansam (pensando a partir
do desejo realizado). Você se transforma de acordo com sua vontade
resignada, e sua vontade resignada é o seu pensamento de si mesmo e
tudo o que você concordar como verdade. Você, assumindo o
sentimento de seu desejo realizado toma sobre si os resultados desse
estado; não assumindo a sensação de seu desejo realizado, você está
sempre livre dos resultados.

Quando você entende a função redentora da imaginação, você tem em


suas mãos a chave para a solução de todos os seus problemas. Cada
13
fase da sua vida é feita pelo exercício da sua imaginação. Imaginação
determinada sozinha é o meio de seu progresso, do cumprimento dos
seus sonhos. É o início e o fim de toda a criação. O grande segredo é
uma imaginação controlada e uma atenção bem sustentada firmemente
e repetidamente focada no sentimento do desejo realizado até preencher
a mente e multidões de todas as outras ideias fora da consciência. Que
dom maior poderia ser dado a você do que para ser dito a verdade que
vos libertará? A verdade que liberta você é que você pode experimentar
na imaginação o que você deseja experimentar na realidade, e mantendo
essa experiência na imaginação, o seu desejo vai se tornar uma
realidade.
Você está limitado apenas pela sua imaginação descontrolada e falta de
atenção para o sentimento de seu desejo realizado. Quando a
imaginação não é controlada e a atenção não é fixada no sentimento do
desejo realizado, então não importará a quantidade de oração, devoção
ou invocação, não irá produzir o efeito desejado. Quando você pode
chamar-se à vontade qualquer imagem que quiser, quando as formas de
sua imaginação são tão vivas para você como as formas da natureza,
você é mestre de seu destino.
[Você deve parar de gastar seus pensamentos, seu tempo e seu
Dinheiro. Tudo na vida deve ser um investimento. 
Visões de beleza e esplendor,
Formas de uma longa perdida raça,
Sons e rostos e vozes,
A partir da quarta dimensão do espaço –
E a através do universo sem limites,
Nossos pensamentos vão feito relâmpago –
Alguns chamam isso de imaginação,
E outros chamam de Deus.
Dr. George W. Carey

14
Capítulo – 06
ATENÇÃO

É alguém que tem a mente dividida e é instável em todos os seus


caminhos. [Tiago 1:8]

A atenção é forçada na proporção à estreiteza de seu foco, ou seja,


quando se está obcecado com uma única ideia ou sensação. E
estabilizou poderosamente focado apenas por tal ajustamento da mente
como lhe permite ver apenas uma coisa, para você firmar a atenção e
aumentar o seu poder, confinando-o. O desejo que se percebe é sempre
um desejo sobre o qual a atenção se concentra exclusivamente, para ter
uma ideia é dotado de poder só em proporção, com o grau de atenção
fixa nela. Observação concentrada é a atitude atenta direcionada algum
fim específico. A atitude atenta envolve a seleção, pois quando você
prestar atenção, isso significa que você decidiu concentrar sua atenção
em um objeto ou estado, em vez de outra.

Portanto, quando você sabe o que quer, você deve deliberadamente


concentrar sua atenção sobre a sensação de seu desejo realizado até
que o sentimento preenche a mente e as multidões todas as outras ideias
fora de sua consciência.
A força da atenção é medida de sua força interior. Observação
concentrada de uma coisa deixa de fora outras coisas e faz com que eles
desapareçam. O grande segredo do sucesso é concentrar a atenção
sobre o sentimento do desejo realizado sem permitir qualquer
distração. Todo o progresso depende de um aumento de atenção. As
ideias que impelem à ação são aquelas que dominam a consciência, os
que possuem a atenção. (A ideia que exclui todas as outras do campo da
atenção descarrega em ação.)
Esta é uma coisa eu faço, esquecendo todas aquelas coisas que estão
para trás, prossigo para o alvo.

Isto significa que, uma coisa que você pode fazer, "esquecendo-me das
coisas que ficam para trás". Você pode seguir em frente com o seu
objetivo preenchendo sua mente com sentimento de seu desejo
realizado.

Para o leigo tudo isso parece que mera fantasia, mas todo o progresso
vem daqueles que não tomam a visão do que vem, nem aceitar o mundo
como ele é. Como foi dito até aqui, se você pode imaginar o que quiser,
e se as formas de seu pensamento são tão vibrantes quanto as formas

15
da natureza, que são em virtude do poder de sua imaginação mestre de
seu destino.

Sua imaginação é você mesmo, e o mundo como a sua imaginação vê


é o mundo real.

Quando você começou a dominar os movimentos de atenção, o que deve


ser feito se você quiser ter sucesso para alterar o curso do qual você
observa os eventos, e então realizar o controle que exercem sobre a sua
imaginação e quanto ele é dominado por impressões sensoriais e pôr a
deriva sobre as marés de humores.

Para ajudar em dominar o controle de sua atenção, pratique este


exercício: Noite após noite, pouco antes de cair no sono, se esforce para
manter sua atenção nas atividades do dia em ordem inversa. Concentre
sua atenção na última coisa que você fez, ou seja, ir para cama e, em
seguida, movê-lo para trás no tempo ao longo dos eventos até chegar ao
primeiro evento do dia, sair da cama. Este não é um exercício fácil, mas
apenas com exercícios específicos ajuda no desenvolvimento de
músculos específicos, isso vai ajudar muito no desenvolvimento do
"músculo" da sua atenção. Sua atenção deve ser desenvolvida,
controlada, e concentrada, na ordem para mudar o seu conceito de si
mesmo com sucesso e, assim, mudar o seu futuro. A imaginação é capaz
de fazer qualquer coisa, mas apenas de acordo com a direção interna de
sua atenção.
Se persistir, noite após noite, mais cedo ou mais tarde você vai despertar
em si mesmo um centro de poder e tornar-se consciente de seu maior
auto, o verdadeiro você. A atenção é desenvolvida pelo exercício
repetido ou hábito. Através hábito uma ação torna-se mais fácil, e assim
no decorrer do tempo que é dado o aumento da sua capacidade, que
pode então ser colocado para utilizações superiores. Quando você atingir
o controle da direção interna de sua atenção, você não vai mais ficar em
águas rasas, mas vai lançar-se às profundezas da vida. Você vai andar
na assunção do desejo realizado como sobre uma base mais sólida,
mesmo que a Terra.

16
Capítulo – 07
ATITUDE
EXPERIMETOS conduzidos recentemente por Merle Lawrence
(Princeton) e Adelbert Ames (Dartmouth) no laboratório de psicologia do
último em Hanover, New Hampshire prova que o que você vê quando
você olha para algo não depende tanto sobre o que está lá como na
assunção de que você faz quando você olha. Desde o que acreditamos
ser o mundo físico "real" é na verdade apenas um mundo "assumptível",
não é de estranhar que essas experiências provam que o que parece
ser a realidade sólida é na verdade o resultado de "expectativas" ou
"assunções". Seus pensamentos determinam não apenas o que você
vê, mas também o que você faz, para que eles governam todos os seus
movimentos conscientes e subconscientes no sentido do cumprimento
de si mesmos. Mais de um século atrás, está verdade foi afirmada por
Emerson como segue:
À medida que o mundo era de plástico e líquido nas mãos de Deus, por
isso é sempre para muitos de seus atributos como nós trazemos a ele. A
ignorância do pecado, é pedra. Eles se adaptam a ele como eles podem,
mas na proporção em que um homem tem alguma coisa divina nele, o
firmamento flui diante dele e leva o seu selo e forma.
Sua assunção é a mão de Deus moldando o firmamento à imagem
daquilo que você quer assumir. A assunção do desejo realizado é a maré
alta que eleva-o facilmente para fora da barra dos sentidos onde você
tem tanto tempo permanecido ociosos. Ele eleva a mente a profecia no
sentido pleno direito da palavra; e se você tem essa imaginação
controlada e absorvida atenção que é possível alcançar, você pode ter
certeza de que toda a sua hipótese implica virá a passar.
O que parece ser, é,
Para aqueles a quem parece ser ele estava apenas repetindo a verdade
eterna,
Nada é impuro por si mesmo; mas, se alguém achar que alguma coisa é
impura. Para ele é impuro. [Romanos. 14:14]

Porque não há nada de si mesmo impuro (ou limpa de si mesmo), você


deve assumir o melhor e pensar apenas naquilo que é agradável e de
boa fama. Não é uma visão superior, mas a ignorância desta lei da
assunção de se ler na grandeza dos homens alguma pequenez com o
qual você pode estar familiarizado ou em alguma situação ou
circunstância uma convicção desfavorável. Sua relação particular para
outro influencia sua assunção no que diz respeito a esse outro e faz com

17
que você vê nele o que você vê. Se você pode mudar a sua opinião de
outro, então o que você acredita agora dele não pode ser absolutamente
verdadeiro, mas é apenas relativamente verdadeiro. O que se segue é
uma história de caso real, ilustrando como a lei da assunção funciona:

Um dia, uma figurinista me descreveu suas dificuldades em trabalhar com


um produtor teatral proeminente. Ela estava convencida de que ele
injustamente criticava e rejeitava o seu melhor trabalho e que muitas
vezes ele era deliberadamente rude e injusto com ela. Ao ouvir a sua
história, eu expliquei que, se encontrasse outro rude e injusto, foi um sinal
claro de que ela mesma estava esperando e querendo e que não era o
produtor, mas era ela mesma que necessitava de uma nova atitude. Eu
disse a ela que o poder desta lei da assunção e sua aplicação prática
pode ser descoberto apenas através da experiência, e que só assumindo
que a situação já era o que ela queria que fosse ela poderia provar que
ela poderia trazer a mudança desejada. Seu empregador estava apenas
dando testemunho, dizendo-lhe com o seu comportamento o que seu
conceito dele era. Eu sugeri o que era bastante provável que ela estava
carregando em conversas com ele em sua mente que foram preenchidos
com críticas e recriminações. Não havia dúvida de que ela estava
mentalmente discutindo com o produtor, para outras pessoas apenas eco
aquilo que sussurrava em segredo. Perguntei-lhe se não era verdade que
ela falou com ele mentalmente, e, em caso afirmativo, quais eram essas
conversas.

Ela confessou que todas as manhãs no seu caminho ao teatro, ela disse
a ele exatamente o que pensava dele de uma maneira que jamais teria
ousado dirigir a ele em pessoa. A intensidade e a força de seus
argumentos mentais com ele estabelecida automaticamente seu
comportamento em relação a ela. Ela começou a perceber que todos nós
mantemos conversações mentais, mas, infelizmente, na maioria das
vezes essas conversas estão argumentativas. Que só temos de observar
o transumante na rua para provar esta afirmação. Que tantas pessoas
estão mentalmente envolvidas em conversações e alguns parecem ser
felizes com isso, mas a própria intensidade do seu sentimento deve levá-
los rapidamente para o incidente desagradável que eles próprios criaram
mental e, portanto, agora deve encontrar. Quando ela percebeu o que ela
estava fazendo, ela concordou em mudar sua atitude e de viver esta lei
fielmente, assumindo que o seu trabalho foi altamente satisfatório e sua
relação com o produtor foi muito feliz. Para fazer isso, ela concordou que
antes de ir dormir à noite, em seu caminho para o trabalho, e em outros
intervalos durante o dia ela iria imaginar que ele tinha-lhes dado os
parabéns em seus designs finos e que ela, por sua vez, agradeceu-lhe o
seu louvor e bondade. Para seu grande prazer que ela logo descobriu por
si mesma que sua própria atitude foi a causa de tudo o que aconteceu
com ela.

18
O comportamento do seu empregador milagrosamente inverteu-se. Sua
atitude, ecoando, como sempre tinha feito, o que ela tinha assumido,
refletida, agora ela mudou o conceito que tinha dele.
O que ela fez foi pelo poder de sua imaginação. Sua assunção
persistente influenciado seu comportamento e determinou sua atitude
para com ela.

Com o passaporte do desejo nas asas de uma imaginação controlada ela


viajou para o futuro da sua própria experiência predeterminado.

Assim, vemos que não é fatos, mas o que criamos em nossa imaginação,
que molda nossas vidas, para a maioria dos conflitos do dia são devido
à falta de um pouco de imaginação para lançar a trave do próprio olho. É
o exato e literal que vivem em um mundo fictício. Como este designer,
por sua imaginação controlada, começou a mudança sutil na mente de
seu empregador, de modo que podemos, pelo controle de nossa própria
imaginação e sentimento sabiamente dirigido, resolver nossos
problemas.

Pela intensidade de sua imaginação e sentimento, a designer lançou uma


espécie de encantamento na mente de seu produtor e levou-o a pensar
que seu elogio generoso originou-se com ele. Muitas vezes, nossos
pensamentos mais elaborados e originais são determinados por outro.
Nós nunca devemos ter certeza de que não era uma mulher que pisa no
lagar que começou essa mudança sutil na mente dos homens, ou que a
paixão não começou na mente de um menino pastor, iluminando os olhos
por um momento antes de ele correu sobre o seu caminho.
William Butler Yeats

19
Capítulo – 08
RENÚNCIA

Não há carvão de carácter tão morta que ele não vai brilhar e chama se
mas ligeiramente inclinada.

Não resista ao mal.  O que você resiste persiste! 


Se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra.
[Matheus 5:39]

Há uma grande diferença entre resistir ao mal e renunciar a ela. Quando


você resistir ao mal, você dá sua atenção, você continuar a fazê-lo
real. Quando você renunciar ao mal, você pega sua atenção com ele e
dar a sua atenção para o que você quer. Agora é a hora de controlar a
sua imaginação e dar beleza para cinzas, alegria para lamentar, o louvor
em vez de espírito angustiado, para que se chamem árvores de justiça,
plantação do Senhor, que Ele seja glorificado.
Você dá beleza para cinzas, quando você concentra sua atenção em
coisas como você gostaria que eles sejam, em vez de coisas como elas
são. Você dá alegria para lamento quando você mantiver uma atitude
alegre, independentemente das circunstâncias desfavoráveis. Você dá
louvor por espírito angustiado quando você mantiver uma atitude
confiante, em vez de sucumbir ao desânimo. Nesta citação a Bíblia usa
a palavra árvore como um sinônimo para o homem. Você se torna uma
árvore da justiça quando os estados mentais acima são uma parte
permanente da sua consciência. Você é uma plantação do Senhor,
quando todos os seus pensamentos são verdadeiros pensamentos. Ele
é que eu sou como descrito no Capítulo Um. EU SOU é glorificado
quando o seu mais alto conceito de si mesmo se manifesta.
Quando você descobriu sua própria imaginação controlada para ser o
seu salvador, a sua atitude será completamente alterada sem qualquer
diminuição do sentimento religioso, e você vai dizer de sua imaginação
controlada
Eis que esta videira.
Eu achei que era uma árvore selvagem, cuja força devassa tinha inchado
em galhos irregulares. Mas eu podadas da planta e cresceu temperado
em sua despesa vão de folhas inúteis, e atado como você vê nos esses
aglomerados limpeza completa para pagar a mão que sabiamente ferido
ele.
[Robert Sou They]

20
Pela videira se entende a sua imaginação, o que, em seu estado
descontrolado, gasta sua energia em pensamentos e sentimentos inúteis
ou destrutivas. Mas, assim como a videira é podada com a retirada de
seus ramos inúteis e raízes, podar sua imaginação, retirando a atenção
de todas as ideias desagradáveis e destrutivas e concentrando-se no
ideal que você deseja alcançar. A vida mais feliz, mais nobre que você
vai experimentar será o resultado da sabia de poda sua imaginação. Sim,
ser podadas de todos os pensamentos desagradáveis e sentimentos que
você pode pensar realmente, e teus pensamentos pastarão fome do
mundo; Falar a verdade, e cada palavra da tua deve ser uma semente
fecunda; Viver verdadeiramente, e a tua vida será uma grande e nobre
credo.
[Horatio Bonar]

21
Capítulo – 09
PREPARANDO SEU LUGAR

E todas as minhas coisas são tuas, e as tuas coisas são minhas. [João
17:10]

Lança a tua foice, e colhe; no tempo de ceifar; para a colheita da terra


está madura. [Apocalipse 14:15]
Tudo é seu. Não vá à procura por aquilo que você é. Apropriar-se dela,
afirmam que, assumi-la. Tudo depende do seu conceito de si
mesmo. Aquilo que nós não reivindicamos como verdadeiro de si mesmo
não pode ser realizado por você. A promessa é
"Todo aquele que tem, lhe será dado, e ele terá em abundância; mas ao
que não tem, dele será tirado até mesmo o que parece ter.”

Guarda-o, em sua imaginação, a tudo o que é amável e de boa fama,


para a adorável e o bom são essenciais em sua vida, se é para valer a
pena. Suponha-lo. Para fazer isso, imaginando que você já é o que você
quer ser, e já tem o que você quer ter.
Como um homem pensa em seu coração assim ele é. [Provérbios 23:7]

Seja ainda e saiba que você é o que você deseja ser, e você nunca terá
que procurar por ela.

Apesar de sua aparência de liberdade de ação, você obedece, como tudo


o resto faz, a lei da assunção. Tudo o que você pode pensar na questão
do livre arbítrio, a verdade é que suas experiências em toda a sua vida
são determinadas por suas assunções sejam conscientes ou
inconscientes. Uma assunção constrói uma ponte de incidentes que
conduzem inevitavelmente à realização de si mesmo.

O homem acredita que o futuro é baseado no desenvolvimento do


passado. Mas a lei da assunção mostra claramente que este não é o
caso. Sua assunção coloca você psicologicamente onde você não está a
preparar o seu lugar fisicamente; em seguida, os seus sentidos puxas
você de volta de onde você estava psicologicamente para onde você está
fisicamente. É estes movimentos para a frente psicológicos que
produzem seus movimentos para a frente físicas no tempo. Precondição
permeia todas as escrituras do mundo.

Na casa de meu Pai há muitas moradas; Se não fosse assim, eu vos teria
dito. Pois vou preparar-vos lugar para você. E se eu for e vos preparar

22
lugar para você, eu voltarei e vos receberei para mim mesmo: que onde
eu estou, estejais vós também. E agora eu te disse antes que veio a
passar, que, quando for acontecer, creiais. [João 14: 2, 3, 29]

O "EU" nesta citação é a sua imaginação que vai para o futuro, em uma
das muitas Mansões. É o estado desejado. Contando de um evento antes
que ele ocorra fisicamente é simplesmente sentindo-se para o estado
desejado até que tenha o tom da realidade. Você vai preparar um lugar
para si mesmo, imaginando-se no sentimento do seu desejo
realizado. Em seguida, acelerar a partir deste estado do desejo realizado
onde você não esteve fisicamente de volta para onde você estava
fisicamente um momento atrás. Então, com um movimento de avanço
irresistível, você avança através de uma série de eventos para a
realização física do seu desejo, que onde você esteve na imaginação, lá
você vai ser na matéria também.
Ao lugar para onde os rios vão, para ali tornam eles a
correr. [Eclesiastes. 1: 7]

23
Capítulo – 10
CRIAÇÃO

Eu sou Deus, declarando o fim desde o princípio, e desde a antiguidade


as coisas que ainda não sucederam.
[Isaías 46: 9,10]

A criação está terminada. Criatividade é apenas uma receptividade


profunda, por todo o conteúdo de todos os tempos e todo o espaço,
enquanto experiente em uma sequência temporal, coexistem em um
infinito e eterno agora. Em outras palavras, tudo o que você já foi ou será,
de fato, tudo o que a humanidade jamais foi ou será existe agora. Isto é
o que se entende por criação, e a afirmação de que a criação é concluída
significa nada está pra ser criado, é apenas pra ser manifestado. O que
é chamado de criatividade só tornar-se consciente do que já é. Você
simplesmente tornar-se consciente de aumentar porções do que já
existe. O fato de que você nunca pode ser qualquer coisa que você já
não seja ou experimentar qualquer coisa que ainda não existente, explica
a experiência de ter uma sensação aguda de ter ouvido antes que está
sendo dito, ou ter conhecido antes que a pessoa a ser cumpridos, pela
primeira vez, ou ter visto antes um lugar ou coisa que está sendo visto
pela primeira vez.
Toda a criação existe em você, e isso é o seu destino de se tornar cada
vez mais conscientes de suas infinitas maravilhas e experimentar
porções cada vez maiores e mais grandioso do mesmo.

Se a criação for concluída, e todos os eventos estão ocorrendo agora, a


pergunta que surge naturalmente à mente é "o que determina a sua linha
do tempo?" Ou seja, o que determina os eventos que você encontra? E
a resposta é o seu conceito de si mesmo. Conceitos determinam a rota
que a atenção segue. Aqui é um bom teste para provar este fato. Assuma
o sentimento de seu desejo realizado e observe a rota que a sua atenção
se segue. Você vai observar que, enquanto você permanecer fiel a sua
assunção, desde que a sua atenção se confrontado com imagens
claramente relacionadas com essa assunção. Por exemplo; se você
assumir que você tem um negócio maravilhoso, você vai notar como na
sua imaginação que a sua atenção está focada no incidente após
incidente associado à essa assunção. Amigos vão parabenizar você,
dizendo o quão sortudo que você é. Outros são invejosos e criticam. A
partir daí a sua atenção vai para escritórios maiores, maiores saldos
bancários, e muitos outros eventos da mesma forma
relacionados. Persistindo nesta assunção na verdade ira experimentar o
fato que você assumiu.

24
O mesmo é verdade em relação a qualquer conceito. Se o seu conceito
de si mesmo é que você é um fracasso, você iria encontrar na sua
imaginação de toda uma série de incidentes em conformidade com esse
conceito.

Assim, vê-se claramente como você, pelo seu conceito de si mesmo,


determina o seu presente, ou seja, a parte específica da criação que
agora você vivenciou, e seu futuro, isto é, a parte específica da criação,
que você vai experimentar.

25
Capítulo – 11
INTERFERÊNCIA

Você é livre para escolher o conceito que você vai aceitar de si


mesmo. Portanto, você possui o poder de intervenção, o poder que lhe
permite alterar o curso do seu futuro. O processo de ascensão de seu
conceito de presente a um conceito mais elevado de si mesmo é o meio
de todo o verdadeiro progresso. O conceito mais elevado está esperando
por você para encarná-lo no mundo da experiência.

Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente
além daquilo que pedimos ou pensamos, de acordo com o poder que nos
opera, a Ele seja a glória. [Efésios03:20]
Ele, que é capaz de fazer mais do que podemos pedir ou pensar, é a sua
imaginação, e o poder que opera em nós é a sua atenção. Compreender
imaginação para ser ele que é capaz de fazer tudo o que você pedir, e
atenção para ser o poder pelo qual você cria o seu mundo, agora você
pode construir o seu mundo ideal. Imagine-se para ser o ideal que você
sonha e deseja. Permanecer atentos a este estado imaginado, e tão
rápido que você irá sentir completamente que você já é ideal que ele irá
se manifestar como uma realidade em seu mundo.

Ele estava no mundo, e o mundo foi feito por ele e o mundo não o
conheceu.

O mistério escondido dos séculos; Cristo em vós, a esperança da glória.

O "Ele", na primeira dessas citações, é a sua imaginação. Como foi


explicado anteriormente, existe apenas uma substância. Esta substância
é a consciência. É a sua imaginação que forma esta substância em
conceitos, quais os conceitos são então manifestados como as
condições, circunstâncias e objetos físicos. Assim imaginação fez o seu
mundo. Essa verdade suprema com o homem, mas pouca exceção não
é consciente de.
O mistério, Cristo em vós, referido no segundo cotação, é a sua
imaginação, através do qual o seu mundo é moldado. A esperança da
glória é a sua percepção da capacidade de elevar permanentemente a
níveis mais elevados.
Cristo não é para ser encontrado na história nem em formas
externas. Você encontra Cristo somente quando você se torna
consciente do fato de que sua imaginação é o único poder

26
redentor. Quando isso é descoberto, a “torre de dogma terá ouvido as
trombetas da verdade, e, como os muros de Jericó, reduzidos a pó."

27
Capítulo – 12
Controle subjetivo

Sua imaginação é capaz de fazer tudo o que pedirdes em proporção ao


grau de sua atenção. Todo o progresso, toda realização de um desejo,
dependerá do controle e concentração de sua atenção. A atenção pode
ser ou atraídos de fora ou dirigido de dentro. Atenção é atraído de fora
quando você está consciente ocupado com as impressões externas do
presente imediato. A própria linha desta página está atraindo a atenção
de fora. Sua atenção é dirigida de dentro quando você escolhe
deliberadamente o que você vai estar preocupado com mentalmente. É
óbvio que no mundo objetivo de sua atenção não é apenas atraída
através, mas constantemente direcionado para impressões
externas. Mas, o seu controle no estado subjetivo é quase inexistente,
pois nesta atenção estado é geralmente o servo e não o mestre, do
passageiro e não o navegador do seu mundo.
Há uma enorme diferença entre a atenção dirigida objetivamente e
atenção dirigida subjetivamente, e a capacidade de mudar o seu futuro
depende do último. Quando você é capaz de controlar os movimentos de
sua atenção no mundo subjetivo, você pode modificar ou alterar a sua
vida como quiser. Mas esse controle não pode ser alcançado se você
permitir que sua atenção seja atraída do mundo externo. A cada dia,
definir-se a tarefa de deliberadamente retirar a sua atenção do mundo
objetivo e de se concentrar subjetivamente. Em outras palavras,
concentrar-se nos pensamentos ou estados de espírito que você
deliberadamente determina. Em seguida, essas coisas que agora
restringem você vão se desmanchar e cair. O dia que você conseguir o
controle dos movimentos da sua atenção no mundo subjetivo, você é
mestre de seu destino.
Você não vai mais aceitar o domínio de condições externas ou
circunstâncias.
Você não vai aceitar as coisas básicas do mundo externo.
Atingindo o controle alcançado dos movimentos de sua atenção, e ter
descoberto o mistério escondido dos séculos, que Cristo em você é a sua
imaginação, você vai afirmar imaginação suprema e colocar todas as
coisas em sujeição a ele.

28
Capítulo – 13
ACEITAÇÃO

As percepções do homem não são delimitadas por órgãos de percepção:


ele percebe mais de sentido (embora sempre tão aguda) pode descobrir.

[William Blake]
Por mais que você parece estar vivendo em um mundo material, na
verdade você está vivendo em um mundo de imaginação. Os eventos
exteriores, físicas da vida são o fruto do esquecidos Flor-
vezes resultados de estados anteriores e, geralmente esquecidos da
consciência. Eles são os fins que executam verdade aos tempos oft
esquecidas origens imaginativas.

Sempre que você se torna completamente absorvido em um estado


emocional, você está naquele momento assumindo o sentimento do
estado cumprido. Se persistir, tudo o que você está intensamente
emocional, você vai experimentar em seu mundo. Estes períodos de
absorção, de atenção concentrada, são o princípio das coisas que você
colhe. É nesses momentos que você está exercendo o seu poder criativo
o único poder criativo que existe. No final desses períodos, ou momentos
de absorção, você acelera a partir desses estados imaginativas (onde
não tenham sido fisicamente) para onde você estava fisicamente um
instante atrás. Nesses períodos o estado imaginado é tão real que
quando você voltar para o mundo objetivo e descobri que ele não é o
mesmo que o estado imaginado, é um choque real. Você viu algo na
imaginação com tal vivacidade que agora se perguntam se a evidência
de seus sentidos pode agora ser acreditado, e como Keats você
perguntar,

Foi uma visão ou um sonho acordado? Fugiu da música. Eu estou


acordado ou dormindo?
Este choque inverte o seu sentido de tempo. Por isso se quer dizer que
em vez de sua experiência resultante do seu passado, torna-se agora o
resultado de estar na imaginação, onde ainda não esteve
fisicamente. Com efeito, este move-o através de uma ponte de incidente
para a realização física de seu estado imaginado. O homem que pode
assumir a sua vontade qualquer estado que lhe agrada encontrou as
chaves do Reino dos Céus. As chaves são o desejo, a imaginação, e uma
atenção focada do sentimento do desejo realizado. Para tal homem
qualquer fato objetivo indesejável não é mais uma realidade e não mais
o desejo ardente de um sonho.

29
Fazei prova de mim, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as
janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não
haja lugar suficiente para recebê-la. [Malaquias 3:10]

As janelas do céu não podem ser abertos e os tesouros tomado por uma
vontade forte, mas eles abrem de si mesmos e apresenta os seus
tesouros como um dom gratuito de um dom que vem quando a absorção
atinge um tal grau que resulta em uma sensação de completa
aceitação. A passagem de seu estado atual para o sentimento de seu
desejo realizado não é através de uma abertura. Há uma continuidade
entre a chamada real e irreal. Para passar de um estado para o outro,
você simplesmente estende seus tentáculos, confie em seu toque, e
adentre plenamente no espírito do que você está fazendo.

Não por força nem por poder, mas pelo meu Espírito, diz o Senhor dos
exércitos. [Zacarias 4:6]

Assuma o espírito, o sentimento do desejo realizado, e você vai ter aberto


as janelas para receber a bênção. Para assumir um estado é para entrar
no espírito da coisa. Seus triunfos será uma surpresa apenas para
aqueles que não sabia a passagem escondida do estado do desejo de a
assunção do desejo realizado.
O Senhor dos exércitos não irá responder ao seu desejo até que tenha
assumido a sensação de já ser o que você quer ser, para a aceitação é
o canal de Sua ação. A aceitação é o Senhor dos exércitos em ação.

30
Capítulo – 14
A Maneira Fácil

O princípio da "Mínima Ação" governa tudo na física do caminho de um


planeta para o caminho de um pulso de luz. Ação mínima é o mínimo de
energia, multiplicado pelo mínimo de tempo. Portanto, na passagem de
seu estado atual para o estado desejado, você deve usar o mínimo de
energia e tomar o menor tempo possível. Sua viagem de um estado de
consciência para outro é o psicológico, por isso, para fazer a viagem,
você deve empregar o equivalente psicológico de "Ação Mínima", e o
equivalente psicológico é mera assunção.
O dia que você realizar plenamente o poder da assunção, você descobre
que ele funciona em completa conformidade com este princípio. Ele
funciona por meio de atenção, menos esforço. Assim, com menos ação
através de uma assunção você se apressa sem pressa e chega ao seu
objetivo sem esforço.
Porque a criação foi concluída, o que você deseja já existe. É excluído
da vista, porque você pode ver apenas o conteúdo da sua própria
consciência. É função de uma assunção para chamar de volta o ponto de
vista excluído e restaurar a visão completa. Não é o mundo, mas suas
assunções que mudam. Uma assunção traz o invisível à vista. Não é
nada mais nem menos do que ver com os olhos de Deus, ou seja, a
imaginação.
Para o Senhor não vê como vê o homem, pois o homem olha para o
exterior, porém o Senhor olha para o coração. [1Samuel 16:7]
O coração é o principal órgão do sentido, portanto, a primeira causa de
experiência. Quando você olha "para o coração" você está olhando para
as suas assunções: assunções determinam a suas experiências. Preste
atenção a sua assunção com toda a diligência para fora dela procedem
as fontes da vida. Assunções têm o poder de realização objetiva. Cada
evento no mundo visível é o resultado de uma assunção ou ideia no
mundo invisível.
O momento presente é muito importante, pois é somente no momento
presente que as nossas assunções podem ser controladas. O futuro deve
tornar-se presente em sua mente se você sabiamente operar a lei da
assunção. O futuro se torna presente quando você imaginar que você já
é o que você vai ser quando a sua assunção for realizada.
Seja ainda (ação mínima) e saiba que você é o que você deseja ser. O
fim do desejo é Você. Traduza o seu sonho em ser.

31
Construção perpétua de estados futuros, sem a consciência de que você
já é, isso é, a imagem de seu desejo sem ao menos assumir o sentimento
de seu desejo já realizado, isso é ilusão e miragem da humanidade.
Isso é sonhar acordado e é simplesmente inútil.

32
Capítulo – 15
A COROA DOS MISTÉRIOS

A assunção do desejo realizado é o navio que transporta você ao longo


dos mares desconhecidos para a realização de seu sonho. A assunção
é tudo; realização é subconsciente e sem esforço.
Suponha uma virtude se você tem isso não. [William Shakespeare]

Aja com a assunção de que você já possui aquilo que você procurou.

Bem-aventurada aquela que acreditou; pois hão de cumprir as coisas que


lhe foram ditas da parte do Senhor. [Lucas 1:45]
Como a Imaculada Conceição * é o fundamento dos mistérios cristãos,
de modo Assunção é a sua coroa.

Psicologicamente, o conceito imaculado significa o nascimento de uma


ideia em sua própria consciência sem a ajuda de outra. Por exemplo,
quando você tem um desejo ou de fome ou desejo específico, é uma
concepção imaculada no sentido de que nenhuma pessoa física planta
coisas em sua mente. Ela é autoconcedida. Cada homem é a Maria da
Imaculada Conceição e à luz a sua ideia deve dar.
* A Assunção é a coroa dos mistérios, porque é o maior uso de
consciência.
Quando na imaginação você assume o sentimento do desejo
realizado, você está mentalmente levantado para um nível
superior. Quando, através de sua persistência, essa assunção se torna
realidade, você se encontra automaticamente em um nível superior (ou
seja, que você tenha atingido o seu desejo) no seu mundo objetivo. Sua
assunção orienta todos os seus movimentos conscientes e
subconscientes para o seu fim sugerido por isso, inevitavelmente, que ele
realmente dita os acontecimentos.

O drama da vida é o psicológico e toda ela é escrita e produzida por


suas assunções.

Aprenda a arte da assunção, pois somente desta maneira você pode


criar sua própria felicidade.

33
Capítulo – 16
IMPOTÊNCIA PESSOAL

Auto entrega é essencial, e por que se destina "a confissão de


impotência pessoal.

Eu não posso de mim mesmo fazer coisa alguma. [João 5:30]

Desde a criação está concluída, é impossível forçar alguma coisa em


ser. O exemplo do magnetismo dado anteriormente é uma boa
ilustração. Você não pode fazer o magnetismo; ele só pode ser
exibido. Você não pode fazer a lei do magnetismo. Se você quer construir
um ímã, você pode fazê-lo apenas por conformidade com a lei do
magnetismo. Em outras palavras, você se entrega, ou cede à lei. Da
mesma forma, quando você usa a faculdade da assunção, você está em
conformidade com uma lei tão real como a lei que rege o
magnetismo. Você não pode criar nem alterar a lei da assunção. É neste
contexto que você está impotente. Você só pode produzir ou nos
conformamos, e uma vez que todas as suas experiências são o resultado
de suas assunções (consciente ou inconscientemente) o valor
conscientemente usando o poder da assunção certamente deve ser
óbvia.
Grado identificar-se com o que você mais deseja, sabendo que vai
encontrar expressão.

O desejo realizado e ser consumido como sua vítima, em seguida, subir


como o profeta da lei de assunção.

34
Capítulo – 17
TUDO É POSSÍVEL

É de grande importância que a verdade dos princípios descritos neste


livro têm sido provadas uma e outra vez pelas experiências pessoais do
autor. Ao longo dos últimos vinte e cinco anos, ele tem aplicado estes
princípios e os experimentou sucesso em inúmeros casos. Ele atribui a
uma assunção inabalável do seu desejo já realizado em todo o sucesso
que ele alcançou. Ele estava confiante de que por essas assunções fixas
seus desejos foram predestinados a serem realizados. Uma e outra vez,
ele assumiu a sensação de seu desejo realizado e continuou em sua
assunção até que aquilo que ele desejava foi completamente realizado.

Viva a sua vida dentro de um espírito sublime de confiança e


determinação; aparências da negligência, condições, de fato todas as
evidências de seus sentidos que negam o cumprimento do seu
desejo. Descansa na assunção de que você já é o que você quer ser,
pois nessa determinada assunção de que você e o seu Ser Infinito são
mescladas em unidade criativa, e com o seu Ser Infinito (Deus) todas as
coisas são possíveis. Deus nunca falha.

Para que possa deter a mão nem lhe dizer: Que fazes? [Daniel 4:35]

Através do domínio das suas assunções você está na verdade muito


habilitado para a vida mestre. É assim que a escada da vida sobe: assim,
o ideal é realizado. A pista para o verdadeiro propósito da vida é render-
se ao seu ideal com tal consciência de sua realidade que você começa a
viver a vida da sua própria vida ideal e não mais como era antes desta
rendição.

Ele chama as coisas que não são vistas como se fossem, e do invisível
torna-se visto. [Romanos 4:17]

Cada assunção tem o seu mundo correspondente. Se você está


realmente atento, você vai notar o poder de suas premissas para mudar
as circunstâncias que parecem totalmente imutável.

Você, por suas assunções conscientes, determina a natureza do mundo


em que você vive. Ignorar o estado atual e assumir o desejo realizado.

Reivindicá-lo; ele irá responder. A lei da assunção é o meio pelo qual os


cumprimentos de seus desejos podem ser realizados. Cada momento de
sua vida, consciente ou inconscientemente, você está assumindo um
sentimento. Você não pode mais evitar assumir um sentimento do que
você pode evitar comer e beber. Tudo o que você pode fazer é controlar
a natureza de suas assunções. Assim, vê-se claramente que o controle
35
de sua assunção é a chave que agora detêm a um, mais feliz a vida cada
vez maior, mais nobre.

36
Capítulo – 18
Sede Cumpridores

Sede cumpridores da palavra e não somente ouvintes, enganando-vos a


vós mesmos. Porque, se alguém é ouvinte da palavra, e não cumpridor,
é semelhante a um homem que contempla o seu rosto natural em um
vidro e vai-se, e logo se esquece de como era. Mas aquele que atenta
bem para a lei perfeita da liberdade, e continua nele, ele não sendo
ouvinte esquecido, mas executor da obra, será bem-aventurado no seu
feito. [Tiago 1: 22-25]

A PALAVRA nesta citação significa ideia, conceito, ou desejo. Você


engana a si mesmo por "ouvir apenas" quando você espera que o seu
desejo de ser cumprido através de mera ilusão. Seu desejo é que você
quer ser, e olhar para si mesmo "em um copo" está vendo-se em
imaginação como essa pessoa. Esquecendo “que tipo de homem” você
está sendo, você está falhando em persistir em sua assunção. A "lei
perfeita da liberdade" é a lei que torna possível a libertação da limitação,
ou seja, a lei da assunção. Para continuar na lei perfeita da liberdade é
persistir na assunção de que o seu desejo já está realizado. Você não é
um "ouvinte esquecido" quando você mantém a sensação de seu desejo
realizado constantemente viva em sua consciência. Isso faz de você um
"executor da obra," e você é abençoado em sua ação pela realização
inevitável de seu desejo.
Você deve ser cumpridor da lei da assunção, pois sem aplicação a
compreensão mais profunda não produzirá qualquer resultado desejado.

Reiteração frequente e repetição de importantes verdades básicas corre


através destas páginas. No que diz respeito à lei da assunção a lei que
liberta o homem isso é uma coisa boa. Deve ficar claro novamente e
novamente, mesmo correndo o risco de repetição. O verdadeiro
buscador da verdade vai acolher esta ajuda em concentrar sua atenção
sobre a lei que o torna livre.

A parábola de condenação do Mestre do servo que esqueceu de usar o


talento dado a ele é clara e inequívoca. Tendo descoberto dentro de si
mesmo a chave da casa de tesouro, você deve ser como o servo bom
que pelo uso sábio multiplicado por muitas vezes os talentos que lhe foi
confiado. O talento que lhe foi confiado é o poder de determinar
conscientemente o seu talento não utilizado, como o membro não
exercidas, cernelha e, finalmente, atrofia. O "a fim de ...

O que você deve se esforçar depois é ser. A fim de fazer isso é


necessário para ser. O fim de desejo é que o seu conceito de si mesmo
só pode ser conduzido para fora da consciência por um outro conceito de
37
si mesmo. Com a criação de um ideal em sua mente, você pode encher-
se com ela até que você se tornar um e o mesmo com o ideal,
transformando-se

"A dinâmica prevalece sobre a estática, o ativo sobre o passivo. Aquele


que é um fazedor é magnético e, portanto, 'infinitamente mais criativo do
que qualquer que simplesmente ouve. Seja entre os praticantes...

38
Capítulo – 19
FUNDAMENTOS
Os pontos essenciais para o sucesso do uso da lei da assunção são os
seguintes:

Em primeiro lugar, e acima de tudo, anseio; anseio; intenso, desejo


ardente. Com todo o seu coração, você deve querer ser diferente do que
você é. Intenso, desejo ardente [combinado com intenção de fazer o bem]
é a mola mestra da ação, o início de todos os empreendimentos bem
sucedidos. Em cada grande paixão que alcança seu objetivo desejado
está concentrada e intencionada. Primeiro, você deve desejar e, em
seguida, pretender ter sucesso.

Como o cervo brama pelas correntes das águas, assim suspira a minha
alma por ti, ó Deus. [Salmo 42:1]

Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão


fartos. [Mateus 1:56]

Aqui a alma é interpretada como a soma total de tudo o que você


acreditar, pensar, sentir e aceitar como verdade;

Em outras palavras, o seu atual nível de consciência, Deus, * EU


SOU, (é o poder da consciência), a fonte e o realizar de todos os seus
desejos (psicologicamente entendido, Eu Sou uma serie de níveis
infinitos de consciência e Eu Sou o que Sou de acordo a onde eu estou
na série)Esta citação descreve como o seu atual nível de consciência
de sensibilização para transcender-se. A justiça é a consciência de já
ser o que você quer ser.
Em segundo lugar, cultivar a imobilidade física, uma incapacidade
física não muito diferente do estado descrito por Keats em sua "Ode
to a Nightingale".

A dormência sonolenta dói meus sentidos, como se de cicuta Eu


tinha bebido.

É um estado semelhante ao sono, mas que você ainda está no


controle de direção da atenção. Você deve aprender a induzir esse
estado à vontade, mas a experiência tem ensinado que é mais
facilmente induzida.
Após uma refeição substancial, ou quando você acordar de manhã
sentindo-se muito relutante em surgir. Então, você está naturalmente
disposto a entrar nesse estado. O valor da imobilidade física mostra-se
na acumulação de força mental que a quietude absoluta traz
consigo. Ele aumenta o seu poder de concentração.
39
Seja ainda e saiba que eu sou Deus. [Salmo 46:10]

Na verdade, as maiores energias da mente raramente são interrompidas


quando o corpo gera um sentimento, fechando-se para o mundo objetivo.

A terceira e última coisa a fazer é experimentar em sua imaginação o que


você iria experimentar na realidade, quando você estiver alcançado seu
objetivo. (Você deve ganhá-lo na imaginação em primeiro lugar, para a
imaginação é a própria porta para a realidade do que você procura. Mas
usar a imaginação com maestria e não como um pensamento espectador
do fim, mas como um participante pensar a partir do final.) Imagine que
você possua uma qualidade ou algo que você deseje até o momento que
você não tem. Renda-se completamente a este sentimento até que todo
o seu ser esta possuído por ele. Este estado difere do devaneio, a este
respeito: é o resultado de uma imaginação controlada e uma fixada
atenção concentrada, enquanto o devaneio é o resultado de uma
imaginação descontrolada geralmente apenas um devaneio. No estado
controlado, um mínimo de esforço suficiente para manter sua consciência
preenchido com o sentimento do desejo realizado. A imobilidade física é
o estado mental, é uma poderosa ajuda à atenção voluntária e um dos
principais fatores do esforço mínimo.
A aplicação destes três pontos:
1. Desejo.

2. Imobilidade física.

3. A assunção do desejo já realizado.

É o caminho para a unificação ou a união com seu objetivo. (O primeiro


ponto é pensar no final, com o intuito de realizá-lo. O terceiro ponto é
pensar a partir do final com o sentimento de realização. O segredo de
pensar a partir do final é para desfrutar de sê-lo. O minuto que você torná-
lo agradável e imaginar que você é, você começa a pensar a partir do
final.)

Um dos equívocos mais comuns é que esta lei só funciona para aqueles
que têm um devoto ou de um objetivo religioso. Isso é uma falácia. Ele
funciona tão impessoal quanto a lei da eletricidade funciona. Ele pode ser
usado para propósitos egoístas gananciosos, bem como nobres. Mas
deve-se ter sempre em mente que os pensamentos e ações ignóbeis
inevitavelmente resultar em consequências infelizes.

40
Capítulo – 20
JUSTIÇA

No capítulo precedente a justiça foi definida como a consciência de já ser


o que você quer ser. Essa é a verdade psicológica e, obviamente, não se
refere a adesão a códigos morais, direito civil, ou preceitos
religiosos. Você não pode atribuir demasiada importância a ser justo na
verdade, toda a Bíblia é permeada com admoestação e exortações sobre
este assunto.

Desfaze os teus pecados pela justiça. [Daniel 4:27]

Vou me agarrar à minha justiça e não vou ceder. Minha consciência não
reprova nenhum dos meus dias. [Jó 27:6]

Minha justiça deve responder para mim em vez de vir. [Gênesis 30:33]

Muitas vezes as palavras pecado e justiça são usados da mesma


citação. Este é um contraste lógica dos contrários e torna-se
extremamente significativa à luz do significado psicológico da justiça e o
significado psicológico do pecado de errar o alvo. Não para alcançar o
seu desejo, a não ser a pessoa que você quer ser, está pecando. A
justiça é a consciência de já ser o que você quer ser. É uma lei educativa
imutável que os efeitos devem seguir causas. Só por justiça pode ser
salvo do pecado.

Há um equívoco generalizado quanto ao que significa ser "salvos do


pecado." O exemplo a seguir é suficiente para demonstrar este mal-
entendido e estabelecer a verdade. Uma pessoa que vive na extrema
pobreza podem acreditar que, por meio de alguma atividade religiosa ou
filosófica pode ser salvo do pecado, "e sua vida melhora como resultado”.
Se, no entanto, ele continua a viver no mesmo estado de pobreza, é óbvio
que o que ele acreditava que não era a verdade, e, de fato, ele não foi
"salvo" por outro lado, ele pode ser salvo por justiça. O sucesso no uso
da lei de assunção teria o resultado inevitável de uma mudança real em
sua vida. Eles já não vivem na pobreza. Ele não mais perde a meta. Ele
seria salvo do pecado.
Vossa justiça deve exceder a dos escribas e fariseus, caso não seja, de
modo algum entrareis no reino dos céus. [Mateus05:20]

Escribas e fariseus significa que aqueles que são influenciados e


regulados pelas aparências exteriores as regras e costumes da
sociedade em que vivem, os desejos serão pensados bem por outros
homens. A menos que este estado de espírito é excedido, sua vida será

41
de limitação e de incapacidade de atingir os seus desejos, e não perderás
a marca do pecado. Esta justiça é ultrapassada pela verdadeira justiça,
que é sempre a consciência de já ser o que você quer ser.

Um dos maiores perigos na tentativa de usar a lei da assunção é focar


sua atenção em coisas, em uma nova casa, um emprego melhor, um
saldo bancário maior. Esta não é a justiça sem as quais você "morrereis
nos vossos pecados." A justiça não é a coisa em si; é a consciência, a
sensação de já ser a pessoa que você quer ser, de já ter a coisa que você
deseja.

Buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas


vos serão acrescentadas você. [Mateus 6:33]
O reino (criação inteira) de Deus (seu EU SOU) está dentro de você. A
justiça é a consciência de que você possui tudo isso.

42
Capítulo – 21
LIVRE ARBÍTRIO

A questão que é muito preguntada, "O que deve ser feito entre a
assunção do desejo realizado e sua realização?"

Nada. É uma ilusão que, além de assumir o sentimento do desejo


realizado, você pode fazer qualquer coisa para ajudar a realização de seu
desejo. Você acha que você pode fazer algo, você quer fazer alguma
coisa; mas na verdade você não pode fazer nada. A ilusão do livre arbítrio
para fazer é, mas a ignorância da lei da assunção sobre o qual toda a
ação se baseia. Tudo acontece automaticamente. Tudo o que acontece
de você, tudo o que é feito por você acontece. As suas assunções,
conscientes ou inconscientes, leva diretamente todo o pensamento e
ação para sua realização. Para entender a lei da assunção, é preciso
estar convencido de sua verdade, isso significa livrar-se de todas as
ilusões sobre o livre arbítrio para agir. O livre arbítrio, na verdade,
significa liberdade para selecionar qualquer ideia que você deseja. Ao
assumir a ideia já é um fato, ele é convertido em realidade. Além disso,
o livre arbítrio termina, e tudo acontece em harmonia com o conceito
assumido.
Eu não posso de mim mesmo fazer coisa alguma. Porque eu não busco
a minha vontade, mas a vontade do Pai que me enviou. [João 5:19;5:30]

Nesta citação do Pai, obviamente, refere-se a Deus. Num capítulo


anterior, Deus é definido como Eu Sou. Desde que a criação foi
concluída, o Pai nunca esteve em uma posição de dizer "eu serei." Em
outras palavras, tudo o que existe, e o infinito EU SOU consciência pode
falar apenas no tempo presente.
Não a minha vontade, mas a tua. [Lucas 22:42]

"Eu serei" é uma confissão de que "eu não sou”. A vontade do Pai é
sempre "EU SOU". Até você perceber que você é o Pai (há apenas um
EU SOU e seu auto infinito é o que EU SOU), a sua vontade é sempre
"Eu serei."

Na lei da assunção sua consciência deve ser a vontade do Pai. O


mero desejo sem essa consciência é a "minha vontade." Está
excelente citação, é pouco compreendida, e é uma indicação
perfeita da lei da assunção.

É impossível fazer qualquer coisa. Você deve estar em ordem para


fazer.

43
Se você tivesse um conceito diferente de si mesmo, tudo seria
diferente. Você é o que você é, então tudo é como ele é. Os eventos que
você observa são determinados pelo conceito que você tem de si
mesmo. Se você mudar o seu conceito de si mesmo, os acontecimentos
à sua frente no tempo são alterados, mas, assim alterado, eles formam
novamente uma sequência determinista a partir do momento deste
conceito alterado. Você é um ser com poderes de intervenção, que
permitem, por uma mudança de consciência, para alterar o curso dos
acontecimentos observados na verdade, para mudar o seu futuro.

Negar a evidência dos sentidos, e assumir o sentimento do desejo


realizado. Na medida em que a sua assunção é criativa, forma uma
atmosfera, sua assunção, se é um nobre, aumenta a sua garantia e ajuda
você a alcançar um nível mais elevado de seu ser. Se, por outro lado, a
sua assunção é de ser uma coisa desagradável, isso impede seu
crescimento e você vai para baixo mais rápido. Assim como as belas
assunções criam uma atmosfera harmoniosa, de modo que os
sentimentos duros e amargos criam uma atmosfera dura e amarga.
Tudo o que é puro, justo, amável, de boa fama, nisso pensai.[Filipenses
4:8]
Isso significa que para fazer suas assunções mais elevados, mais nobres,
conceitos mais felizes. Não há melhor momento para começar do que
agora. O momento presente é sempre o mais oportuno em que para
eliminar todos as assunções desagradáveis e concentrar-se apenas na
boa. Bem como a si mesmo, falar para os outros a sua herança
divina. Veja só o seu bem e o bem neles. Agita-se a mais alta em outros
a confiança e autoafirmação por sua assunção sincera de seu bem, e
você será seu profeta e seu curador, para um cumprimento inevitável
aguarda todos as assunções sustentadas.

Você ganha por assunção que você nunca pode ganhar pela força. Uma
assunção é um certo movimento da consciência. Este movimento, como
todo o movimento, exerce uma influência sobre a substância circundante,
causando-a a tomar a forma de um eco, e refletem a assunção. A
mudança de sorte é um novo rumo e perspectiva, apenas uma mudança
no pensamento da mesma consciência mental substância.

Se você mudar a sua vida, você deve começar na própria fonte com seu
próprio conceito básico de auto mudança exterior, tornando-se parte de
organizações, órgãos políticos, entidades religiosas, não é suficiente. A
causa é mais profunda. É essencial que a mudança te tome por completo
em seu conceito de si mesmo. Você deve assumir que você é o que você
quer ser e continuar ali, pois a realidade da sua assunção tem seu ser
em completa independência de fato objetivo e vai vestir-se em carne, se
persistir no sentimento do desejo realizado. Quando você sabe que as
assunções, se persistir, torna-se em fatos reais, então os eventos que

44
parecem meros acidentes não iniciados serão compreendidos, por você
ser os efeitos lógico e inevitável da sua assunção.

A coisa importante a ter em mente é que você tem infinito livre arbítrio na
escolha de suas assunções, mas não tem poder para determinar as
condições e eventos. Você não pode criar nada, mas sua assunção
determina que parte da criação que você vai experimentar.

45
Capítulo – 22
PERSISTÊNCIA

E disse-lhes: Qual de vós terá um amigo, e se for procurá-lo à meia-noite,


e lhe disser: Amigo, empresta-me três pães, para um amigo meu,
estando em viagem, chegou a mim, e não tenho nada para lhe
oferecer? E ele, respondendo de dentro e dizer. Não me angústia; a porta
fechada, e os meus filhos estão comigo na cama; Eu não posso levantar-
se e dar-te. Digo-vos. Embora ele não se levante a dar-lhes, por ser seu
amigo, por causa da sua importunação, se levantará e lhe dar a todos
quantos pães ele precisar. E digo-vos. Peçam, e lhes será dado; buscai,
e achareis; batam, e a porta será aberta para você. [Lucas 11: 5-9]

Há três personagens principais nesta citação; você e os dois amigos


mencionados. O primeiro amigo é um estado de consciência desejado. O
segundo amigo é o desejo que procura realização. O terceiro é o símbolo
da totalidade, a conclusão. Pães simbolizam substância. A porta fechada
simboliza os sentidos que separam o visto do invisível. Crianças na cama
significa ideias que estão latentes. Incapacidade de crescimento significa
um estado de consciência desejado que não pode elevar-se para você,
você deve elevar-se para Ele. Importunação significa persistência
exigente, uma espécie de atrevimento de bronze. Pedir, buscar e bater
significa assumir a consciência de já ter; o que você deseja.
A Bíblia ensina a necessidade de persistência, o uso de muitas
histórias. Quando Jacob procurou uma bênção do anjo com quem ele
lutou ele disse:
Não te deixarei ir, se não mim abençoares. Gêneses [32:26]

Procurou a ajuda de Eliseu, ela disse: "Vive o Senhor, e vive a tua alma,
não te deixarei, e ele levantou-se e seguiu-a. " [2Reis 4:30]

A mesma ideia é expressa em outra passagem:

E falou uma parábola que os homens dever de orar sempre, e nunca


desfalecer; dizendo: Havia em certa cidade um juiz que não temia a
Deus, nem respeitava os homens, e havia uma viúva naquela cidade; e
ela veio a ele, dizendo. Faze-me justiça contra o meu adversário. E ele
não faria por um tempo; mas depois disse consigo. Ainda que não temo
a Deus, nem respeito os homens; todavia, porque esta viúva me
incomoda, vou vingá-la, para não molestar-me pela sua vinda
contínua. [Lucas 18:1,5]

46
A verdade básica subjacente a cada uma dessas histórias é que nasce o
desejo da consciência da realização final e que a persistência em manter
a consciência do desejo que já estão sendo cumpridas resultados em seu
cumprimento.
Não é o suficiente para sentir-se no estado da oração respondida; você
deve persistir nesse estado. Essa é a razão pela liminar

Homem deve de orar sempre e nunca desfalecer. [Lucas18:1]


Aqui, para rezar significa dar graças por já ter o que você deseja. Apenas
persistência na assunção do desejo realizado pode causar essas
mudanças sutis em sua mente que resultam na mudança desejada em
sua vida. Não importa se sejam "Anjos", "Eliseu", ou "juízes
relutantes"; todos devem responder em harmonia com sua assunção
persistente. Quando parece que não seja você mesmo a pessoa no seu
mundo não agir em direção a você como você gostaria, não é devido à
relutância de sua parte, mas a falta de persistência em sua assunção de
sua vida já está sendo como você quer que ele seja. Sua assunção, para
ser eficaz, não pode ser um único ato isolado; que deve ser mantida uma
atitude do desejo realizado. [E que manteve atitude que você fica lá, de
modo que você acha do seu desejo realizado, em vez de pensar sobre o
seu desejo, é auxiliado por assumir o sentimento do desejo realizado com
frequência. Ele é a frequência, e não o comprimento de tempo, que faz
com que seja natural. Isso que você constantemente constitui o seu
verdadeiro eu. Ocupação frequente do sentimento do desejo realizado é
o segredo do sucesso.]

47
Capítulo – 23
Histórias de Casos
Será extremamente útil neste momento para citar uma série de exemplos
concretos de sucesso da aplicação da presente lei. Histórias de casos
são dados reais. Em cada uma delas, o problema está claramente
definido e a forma como a imaginação foi usada para atingir o estado
necessário de consciência está totalmente descrito. Em cada um desses
casos, o autor deste livro foi pessoalmente causa ou foi dito fatos pela
pessoa envolvida.

Esta é uma história com todos os detalhes de que sou pessoalmente


familiar.

Na primavera de 1943 um soldado recentemente elaborado estava


estacionado em um grande acampamento do exército em Louisiana. Ele
era intensamente ansioso para sair do exército, mas apenas de uma
forma totalmente honrado.
A única maneira que ele poderia fazer isso era para se candidatar a um
cargo inferior. A aplicação, em seguida, necessária a aprovação de seu
comandante para se tornar efetivo. Com base em regulamentos do
exército, a decisão da comandante era final e não pode ser objeto de
recurso. O soldado, seguindo todo o procedimento necessário, solicitou
sua dispensa. Dentro de quatro horas esta aplicação foi devolvida
marcado "reprovado". Convencido de que ele não poderia apelar a
decisão de qualquer autoridade superior, militar ou civil, virou-se dentro
de sua própria consciência, determinado a contar com a lei da assunção.

O soldado percebeu que sua consciência era a única realidade, que o


seu estado particular de consciência determinou os eventos que ele iria
encontrar.
Naquela noite, no intervalo entre ir para a cama e adormecer, ele se
concentrou conscientemente usando a lei da assunção. Na imaginação,
ele sentiu-se em seu próprio apartamento em Nova York. Ele visualizou
seu apartamento, isto é, no olho da sua mente, ele realmente viu seu
próprio apartamento, mentalmente retratando cada um dos quartos
familiares com todos os móveis vividamente reais.
Com esta imagem claramente visualizada, e deitado de costas no chão,
ele ficou completamente relaxado fisicamente. Desta forma, ele induziu
um estado que confinam com o sono, ao mesmo tempo retendo o
controle de direção da sua atenção. Quando seu corpo estava
completamente imobilizado, ele assumiu que ele estava em seu próprio
quarto e sentiu-se a ser deitado na sua cama, um sentimento muito

48
diferente daquela de mentir sobre uma cama do exército. Na imaginação,
ele se levantou da cama, andou de sala em sala tocando várias peças de
mobiliário.
Ele então foi para a janela e com as mãos apoiadas no peitoril dava
para olhar a rua em que o apartamento dele enfrentado. Tão vívida era
tudo isso em sua imaginação que viu em detalhe o pavimento, as grades,
as árvores e o tijolo vermelho familiar do edifício do lado oposto da
rua. Ele então retornou para sua cama e sentiu-se caindo no sono. Ele
sabia que era mais importante no uso bem sucedido desta lei que, no
ponto real de adormecer sua consciência ser preenchido com a assunção
de que ele já estava o que ele queria ser. Tudo o que ele fez na
imaginação foi baseada na assunção de que ele não está mais no
exército. Noite após noite o soldado decretava este drama. Noite após
noite na imaginação ele se sentiu, dispensado, de volta em sua casa,
vendo todos os ambientes familiares e adormecendo em sua própria
cama. Isto continuou durante oito noites. Durante oito dias a sua
experiência objetiva continuou sendo diretamente o oposto sua
experiência subjetiva na consciência a cada noite, antes de ir dormir. Sob
as ordens do dia nono veio através da sede do Batalhão para o soldado
que preencher um novo requerimento para a sua dispensa. Logo após
isso foi feito, ele foi obrigado a se apresentar ao escritório do
Coronel. Durante a discussão, o coronel perguntou se ele ainda estava
desejoso de sair do exército. Ao receber uma resposta afirmativa, o
coronel disse que ele, pessoalmente, discordou, e enquanto ele tinha
fortes objeções a aprovação da dispensa, ele decidiu ignorar essas
objeções e aprovar isso. Dentro de poucas horas o pedido foi aprovado
e o soldado, agora um civil, estava em um trem com destino a casa.

Esta é uma história notável de um homem de negócios extremamente


bem sucedido demonstrando o poder da imaginação e da lei da
assunção. Eu sei que esta família intimamente, e todos os detalhes foram
ditos para mim pelo filho aqui descrito.
A história começa quando tinha vinte anos de idade. Ele estava ao lado
do mais velho em uma grande família de nove irmãos e uma irmã. O pai
era um dos sócios de uma empresa de pequeno porte merchandising. Em
seu décimo oitavo ano do irmão referido nesta história deixou o país em
que viveu e viajou
Duas mil milhas para entrar na faculdade e completar sua
educação. Pouco depois de seu primeiro ano na faculdade, ele foi
chamado de casa por causa de um acontecimento trágico em conexão
com os negócios de seu pai. Através das maquinações de seus
associados, o pai não só foi forçado a sair de seu negócio, mas foi objeto
de falsas acusações impugnar seu caráter e integridade. Ao mesmo
tempo, ele foi privado de sua legítima participação no capital da
empresa. O resultado foi que ele encontrou-se em grande parte

49
desacreditado e quase sem dinheiro. Foi nestas circunstâncias que o
filho foi chamado para casa da faculdade.

Ele voltou, seu coração encheu-se com uma grande resolução. Ele foi
determinado que ele iria se tornar extraordinariamente bem sucedido nos
negócios. A primeira coisa que ele e seu pai fez foi usar o pouco dinheiro
que tinha para começar seu próprio negócio. Eles alugaram uma
pequena loja em uma viela não muito longe da grande empresa da qual
o pai tinha sido um dos principais proprietários. Lá, eles começaram uma
inclinação de negócios no serviço real para a comunidade. Foi logo
depois disso que o filho, com a consciência instintiva de que era obrigada
a trabalhar, deliberadamente utilizada imaginação para atingir um
objetivo quase fantástico.
Todos os dias no caminho para o trabalho, ele passou o edifício do antigo
negócio do seu pai o maior negócio de seu tipo no país. Foi um dos
maiores edifícios, com a localização mais proeminente no coração da
cidade. No exterior do edifício foi um enorme sinal em que o nome da
empresa foi pintado em grandes letras em negrito. Dia após dia,
enquanto ele passava, um grande sonho tomou forma na mente do
filho. Ele pensou em como seria maravilhoso se fosse a sua família que
tivesse grande edifício –sua família que dona e operado este grande
negócio.

Um dia, enquanto ele estava olhando para o edifício, em sua imaginação,


viu um nome completamente diferente sobre o grande sinal em frente à
entrada. Agora, as grandes letras enunciados seu nome de família
(nestes casos clínicos nomes reais não são usados, por uma questão de
clareza nesta história usaremos nomes hipotéticos e assumir que nome
de família do filho era Lordard). Onde o sinal lido FN Traça & Co. na
imaginação realmente viu o nome, letra por letra, JN Lordard & Sons. Ele
permaneceu olhando para o sinal com os olhos bem abertos, imaginando
que ele leia N. Lordard & Sons. Duas vezes por dia, semana após
semana, mês após mês por dois anos viu o seu nome de família ao longo
da frente do prédio. Ele estava convencido de que, se ele sentiu
fortemente o suficiente para que uma coisa era verdade, ele foi obrigado
a ser o caso, e, vendo na imaginação seu nome de família no sinal -
que implicava que fossem donos do negócio -ele ficou convencido de
que um dia eles seria ele próprio.
Durante este período, ele disse apenas a uma pessoa que estava
fazendo. Ele confiou em sua mãe, que com preocupação amorosa tentou
desencorajá-lo, a fim de protegê-lo de que poderia ser uma grande
decepção. Apesar disso, ele persistiu dia após dia. Dois anos depois, a
grande empresa falhou e o edifício cobiçado estava à venda. No dia da
venda, ele não parecia propriedade mais perto do que ele tinha sido dois
anos antes, quando ele começou a aplicar a lei da assunção. Durante

50
este período, eles tinham trabalhado duro, e seus clientes tinham
confiança implícita nelas. No entanto, eles não tinham ganho qualquer
coisa como a quantidade de dinheiro necessário para a compra do
imóvel. Nem eles têm qualquer fonte a partir da qual eles poderiam
emprestar o necessário
Capital. Tornando ainda mais remota a chance de consegui-lo foi o fato
de que este foi considerado como a propriedade mais desejável na
cidade e um número de ricos empresários estavam dispostos a comprá-
lo. No dia real da venda, para sua surpresa completa, um homem, quase
um estranho, entrou em sua loja e se ofereceu para comprar a
propriedade para eles. (Devido a algumas condições incomuns
envolvidas nesta operação a família do filho não poderia mesmo fazer
uma oferta para a propriedade.) Eles pensaram que o homem estava
brincando. No entanto, este não foi o caso. O homem explicou que ele os
tinha visto por algum tempo, admirava sua capacidade, acreditava na sua
integridade, e que o fornecimento de capital para que possam entrar no
negócio em larga escala foi um investimento extremamente sólido para
ele. Naquele mesmo dia, a propriedade era deles. O que o filho tinha
persistido em ver em sua imaginação era agora uma realidade. O palpite
do estrangeiro era mais do que justificada. Hoje, está família é
proprietária não só do negócio em particular a que se refere, mas possui
muitas das maiores indústrias do país em que vivem.

O filho, vendo seu nome de família sobre a entrada deste grande edifício,
muito antes de ele realmente estava lá, estava usando exatamente a
técnica que produz resultados. Ao assumir a sensação de que ele já tinha
o que ele desejava, fazendo isto uma realidade viva na sua imaginação
pela persistência determinada, independentemente da aparência ou
circunstância, ele inevitavelmente causou seu sonho de se tornar uma
realidade.

Esta é a história de um resultado muito inesperado de uma entrevista


com uma senhora que veio me consultar.

Uma tarde, uma jovem avó, uma mulher de negócios em Nova York, veio
me ver. Ela trouxe ao longo de seus nove anos de idade, neto, que foi
visitá-la em sua casa na Pensilvânia. Em resposta a
Suas perguntas, expliquei a lei da assunção, descrevendo em pormenor
o procedimento a ser seguido para atingir um objetivo. O menino sentou-
se calmamente, aparentemente absorvido em um caminhão de
brinquedo pequeno, enquanto eu expliquei à avó o método de assumir o
estado de consciência que seria de seu desejo já realizado. Eu disse a
ela a história do soldado no campo de que cada noite adormeceu,
imaginando-se em sua própria cama em sua própria casa.

51
Quando o menino e sua avó estavam saindo, ele olhou para mim com
grande entusiasmo e disse: "Eu sei o que eu quero e, agora, eu sei como
obtê-lo." Surpreso, perguntei-lhe o que ele queria; ele me disse que tinha
seu conjunto coração em um filhote de cachorro. Para isso a avó
protestou vigorosamente, dizendo ao menino que tinha sido deixado claro
repetidas vezes que ele não poderia ter um cão em qualquer
circunstância. Que seu pai e sua mãe não permitiria isso, que o menino
era muito jovem para cuidar dela adequadamente, e, além disso, o pai
teve um profundo desagrado para os cães que ele realmente odiava e
não queria ter nenhum por perto.

Todos estes foram os argumentos do menino, apaixonadamente


desejoso de ter um cão, recusou-se a entender. "Agora eu sei o que
fazer", disse ele. "Todas as noites, assim como eu estou indo para dormir
eu vou fingir que eu tenho um cachorro e nós estamos indo para um
passeio."
"Não", disse a avó, "que não é o que o Sr. Neville quis dizer. Isso não foi
feito para você. Você não pode ter um cão."
Aproximadamente seis semanas depois, a avó disse-me que era para ela
uma história surpreendente. O desejo do menino de possuir um cão era
tão intenso que ele tinha absorvido tudo o que eu tinha dito a sua avó de
como alcançar um desejo e ele acreditava implicitamente que,
finalmente, ele sabia como obter um cão.

Colocando essa crença em prática, por muitas noites, o menino


imaginou um cão deitado em sua cama ao lado dele. Na imaginação,
ele acariciou o cão realmente sentindo sua pele. Coisas como,
brincadeira com o cachorro e levá-lo para um passeio encheu sua
mente.
Dentro de algumas semanas isso aconteceu. Um jornal da cidade em que
o menino viveu organizou um programa especial em conexão da semana
bondosa os animais Week. Todas as crianças da escola foram solicitadas
a escrever um ensaio sobre "Por que eu gostaria de possuir um
cão." Após as entradas de todas as escolas foram apresentados e
julgados, o vencedor do concurso foi anunciado. O mesmo menino que
semanas antes em meu apartamento em Nova York me tinha dito "Agora
eu sei como obter um cão" foi o vencedor. Em uma cerimônia elaborada,
que foi divulgada com histórias e fotos no jornal, o menino foi premiado
com um belo filhote de cachorro collie.

Ao relacionar esta história, a avó me disse que se o menino tinha sido


dado o dinheiro para comprar um cão, os pais teriam se recusado a fazê-
lo e gostaria de tê-lo usado para comprar um título para o menino ou
colocá-lo no banco de poupança para ele. Além disso, se alguém tinha
dado para ele um cão de presente, eles teriam recusado ou dado. Mas a

52
maneira dramática em que o menino teve o cão, a maneira como ele
ganhou o concurso em toda a cidade, as histórias e fotos no jornal, o
orgulho de realização e alegria do próprio garoto tudo combinado para
provocar uma mudança de coração nos pais e eles encontraram-se
fazendo o que ele nunca concebeu possível que lhe permitiu a ficar com
o cão.

Tudo isso a avó explicou-me, e ela concluiu dizendo que havia um tipo
particular de cão em que o menino tinha preparado o seu coração. Foi
um collie.
Isto foi dito pela tia na história para todo o público na conclusão de uma
de minhas palestras.

Durante o período de perguntas após a minha palestra sobre a lei da


assunção, uma senhora que tinha assistido a muitas palestras e tiveram
consulta pessoal comigo em várias ocasiões se levantou e pediu
permissão para contar uma história que ilustra como ela tinha usado
com sucesso a lei.

Ela disse que ao voltar para casa a partir da palestra na semana anterior,
ela havia encontrado sua sobrinha angustiada e muito chateado. O
marido da sobrinha, que era um oficial da Força Aérea do Exército
estacionado em Atlantic City, tinha acabado de ser ordenado, juntamente
com o resto de sua unidade, para o serviço ativo na Europa. Ela contou
aos prantos à sua tia que a razão pela qual ela estava chateada foi que
ela estava com esperança que seu marido fosse transferido para Flórida
como um instrutor. Ambos amavam a Flórida e estavam ansiosos para
ficarem juntos lá e não serem separados. Ao ouvir essa história, a tia
afirmou que só havia uma coisa a fazer e que é imediatamente aplicável,
a lei da assunção. "Vamos realizá-la", disse ela. "Se você fosse
realmente na Flórida, o que você faria? Você iria sentir a brisa morna.
Você poderia sentir o cheiro da maresia. Você se sentiria os dedos dos
pés afundando na areia. Bem, vamos fazer tudo isso agora."
Eles tiraram os seus sapatos e apagando as luzes, na imaginação eles
se sentiu realmente na Flórida sentindo a brisa quente, cheirando o ar do
mar, empurrando seus pés na areia.

Quarenta e oito horas mais tarde o marido recebeu uma mudança de


ordens. Suas novas instruções eram para relatar imediatamente para a
Flórida como um instrutor da Força Aérea. Cinco dias depois, sua esposa
estava em um trem para acompanhá-lo. Enquanto a tia, a fim de ajudar
a sobrinha para alcançar seu desejo, juntou-se com a sobrinha em
assumir o estado de consciência requerido, ela não foi para a
Flórida. Que não era o seu desejo. Por outro lado, esse foi o intenso
anseio da sobrinha.

53
Este caso é especialmente interessante por causa do curto intervalo de
tempo entre a aplicação da presente lei de assunção e sua manifestação
visível.

Uma mulher muito proeminente veio a mim em profunda


preocupação. Ela manteve um belo apartamento na cidade e uma grande
casa no campo; mas porque as muitas exigências feitas sobre ela foram
maiores do que sua renda modesta, foi absolutamente essencial que ela
alugasse o apartamento dela e sua família fossem passar o verão em sua
casa na sua cidade natal.

Em anos anteriores, o apartamento havia sido alugado sem dificuldade


no início da primavera, mas no dia em que veio a mim a temporada de
alugar de sublocações de verão já tinha terminado. O apartamento
estava nas mãos dos melhores agentes imobiliários durante meses, mas
ninguém estava interessado mesmo quando as pessoas iam vê-lo.
Quando ela havia descrito sua situação eu expliquei como a lei da
assunção poderia ser exercida em resolver seu problema. Sugeri que,
imaginando que o apartamento havia sido alugado por uma pessoa que
deseja ocupação imediata e assumindo que este era o caso, seu
apartamento, na verdade, seria alugado. A fim de criar o sentimento
necessário de naturalidade a sensação de que já era um fato que seu
apartamento foi alugado Eu sugeri que ela ao cair no sono naquela noite,
imaginando-se, não em seu apartamento, mas em qualquer lugar que ela
iria dormir quando o apartamento de repente fosse alugado. Ela
rapidamente agarrou a ideia e disse que, em tal situação que ela iria
dormir em sua casa de campo, mesmo que ainda não foi aberto para o
verão.

Esta entrevista foi realizada na quinta-feira. Às nove horas da manhã do


sábado seguinte ela me ligou de sua casa no país de origem animada e
feliz. Ela me disse que na quinta-feira noite, ela tinha adormecido, na
verdade, imaginar e sentir que ela estava dormindo em sua outra cama
em seu país de origem a muitas milhas de distância do apartamento ela
estava ocupando. Na sexta-feira, no dia seguinte, um inquilino altamente
desejável, alguém que conheceu todos os seus requisitos que uma
pessoa responsável, não só alugou o apartamento, mas alugou com a
condição de que ele poderia mover-se nesse mesmo dia.

Apenas o uso mais completo e intenso da lei de assunção poderia ter


produzido tais resultados nesta situação extrema.

Quatro anos atrás, um amigo da nossa família pediu que eu falasse com
seu filho de vinte e oito anos de idade, que não estava com expectativa
de viver.

54
Ele estava sofrendo de uma doença cardíaca rara. Esta doença resulta
de uma desintegração do órgão. Cuidados médicos longos e custosos
tinham sido em vão. Os médicos tinham nenhuma esperança de
recuperação. Durante muito tempo, o filho tinha sido confinado em sua
cama. Seu corpo ficou reduzido a quase um esqueleto, e ele podia falar
e respirar com dificuldade. Sua esposa e dois filhos pequenos estavam
em casa quando eu chamei, e sua esposa estava presente em toda a
nossa discussão.

Comecei dizendo-lhe que só havia uma solução para qualquer problema,


e que a solução foi uma mudança de atitude. Desde assumiu esgotado,
perguntei-lhe para acenar com a cabeça em concordância se ele
entendia claramente o que eu disse. Isso ele concordou em
fazer. Descrevi os fatos que fundamentam da lei de consciência no fato
de que a consciência era a única realidade. Eu disse a ele que a maneira
de alterar qualquer condição era mudar o seu estado de consciência a
respeito dela. Como uma ajuda específica em ajudá-lo a assumir a
sensação de já estar bem, sugeri que na imaginação, ele ver o rosto do
doutor expressar espanto incrédulo ao encontrá-lo recuperado, contrária
a toda a razão, desde os últimos estágios de uma doença incurável, que
ele vê-lo dobrar a verificação em seu exame e ouvi-lo dizer mais e mais,
"é um milagre, é um milagre." ele não só entendeu tudo isso claramente,
mas ele acreditava implicitamente. Ele prometeu que iria fielmente seguir
este procedimento. Sua esposa, que tinha estado escutando
atentamente, me garantiu que ela também iria diligentemente usar a lei
da assunção em sua imaginação, da mesma forma como seu marido. No
dia seguinte, partiu para Nova Iorque tudo isso acontecendo durante as
férias de inverno nos trópicos. Vários meses depois, recebi uma carta
dizendo que o filho tinha feito uma recuperação milagrosa. Na minha
próxima visita eu o conheci pessoalmente. Ele estava em perfeita saúde,
ativamente envolvida no negócio e completamente desfrutando das
muitas atividades sociais de seus amigos e familiares.

Ele me disse que a partir do dia em que saí ele nunca teve qualquer
dúvida de que isso iria funcionar. Ele descreveu como ele tinha seguido
fielmente a sugestão que eu tinha feito para ele e dia após dia tinha vivido
completamente na hipótese de já estar bem e forte.
Agora, quatro anos depois de sua recuperação, ele está convencido de
que a única razão pela qual ele está aqui hoje é devido à sua utilização
bem sucedida da lei de assução.

Esta história ilustra o sucesso do uso da lei por um executivo de


negócios de Nova Iorque.

No outono de 1950 um executivo de um dos bancos proeminentes de


Nova York discutiu comigo um problema sério com o qual ele foi

55
confrontado. Ele me disse que as perspectivas para o seu progresso
pessoal e avanço era muito fraca. Tendo atingido a idade média e estava
sentindo uma melhoria acentuada na posição e renda foi justificado, ele
tinha “falado para fora” com seus superiores. Eu francamente lhe disse
que qualquer melhoria acentuada era impossível e insinuei que, se ele
estava insatisfeito, ele poderia procurar outro emprego. Isto,
naturalmente, só aumentou sua inquietação. Em nossa conversa, ele
explicou que ele não tinha grande desejo de realmente muito dinheiro,
mas que ele tinha que ter uma renda substancial, a fim de manter a sua
casa confortavelmente e prever a educação de seus filhos em boas
escolas e faculdades preparatórias. Este encontrou impossível em sua
renda atual. A recusa do banco para assegurar-lhe de qualquer avanço
no futuro próximo resultou em uma sensação de descontentamento e um
intenso desejo de garantir uma posição melhor com muito mais
dinheiro. Ele confidenciou-me que o tipo de trabalho que ele gostaria
melhor do que qualquer coisa no mundo era aquele em que ele conseguiu
os fundos de investimento de uma grande instituição como uma fundação
ou grande universidade.

Ao explicar a lei da assunção, eu disse que sua situação atual era apenas
uma manifestação de seu conceito de si mesmo e declarei que, se ele
queria mudar as circunstâncias em que se encontrava, ele poderia fazê-
lo alterando o seu conceito de si mesmo. A fim de realizar esta mudança
de consciência e, assim, uma alteração da sua situação, pedi-lhe para
seguir este procedimento a cada noite, antes de adormecer: Na
imaginação estava a sentir que estava se aposentando no final de um
dos dias mais importantes e bem sucedidas de sua vida. Ele estava para
imaginar que ele tinha realmente fechado um acordo nesse mesmo dia
para se juntar ao tipo de organização que ele desejava estar com e
exatamente a capacidade que ele queria. Sugeri a ele que se ele
conseguiu preenchendo completamente sua mente com este sentimento,
ele iria experimentar um sentido definido de alívio. Neste estado de
espírito sua inquietação e descontentamento seria uma coisa do
passado. Ele iria sentir o contentamento que vem com a realização do
desejo. Acabei por assegurando-lhe que se ele fez isso fielmente, ele
inevitavelmente irá obter o tipo de posição que ele queria.

Esta foi a primeira semana de dezembro. Noite após noite, sem exceção,
ele seguiu este procedimento. No início de Fevereiro, um diretor de uma
das fundações mais ricas do mundo pediu a este executivo se ele estaria
interessado em juntar-se a fundação em um executivo investimentos de
manipulação de capacidade. Depois de alguma discussão breve ele
aceitou.

56
Hoje, em uma renda substancialmente mais elevada e com a garantia de
progresso constante, este homem está em uma posição muito superior a
tudo o que ele esperava.

O homem e mulher nesta história têm assistido minhas palestras por


muitos anos. É uma ilustração interessante do uso consciente desta lei
por duas pessoas concentrando-se no mesmo objetivo de uma só vez.
Este homem e mulher eram um casal excepcionalmente devotado. Sua
vida era completamente feliz e totalmente livre de quaisquer problemas
ou frustrações.

Por algum tempo eles tinham planejado se mudar para um apartamento


maior. Quanto mais eles pensavam sobre ele, mais eles perceberam que
o que eles tinham em seus corações definido, foi uma bela cobertura. Ao
discutir isso juntos, o marido explicou que queria um com uma enorme
janela com vista para uma vista magnífica. A esposa disse que ela
gostaria de ter um dos lados das paredes espelhadas do chão até o
teto. Ambos queriam ter uma lareira. Foi um "dever" que o apartamento
fosse na cidade de Nova Iorque.

Durante meses, eles tinham procurado apenas como um apartamento em


vão. Na verdade, a situação na cidade era tal que a obtenção de qualquer
tipo de apartamento era quase uma impossibilidade. Eles eram tão
escassos que não só foram há listas de espera para eles, mas todos os
tipos de ofertas especiais, incluindo prémios, a compra de mobiliário,
estavam envolvidos. Novos apartamentos estavam sendo alugadas
muito antes de serem concluídos, muitos sendo alugado das plantas do
edifício.

No início da primavera, após meses de busca infrutífera, eles finalmente


localizaram a um que seriamente consideram. Era um apartamento de
cobertura em um edifício apenas a ser concluído em superior na quinta
avenida de frente para o Central Park. Ele teve uma séria
desvantagem. Sendo um edifício novo, não estava sujeito a controle de
aluguel, e que o casal sentiu o aluguel anual era exorbitante. Na verdade,
era vários milhares de dólares por ano mais do que eles tinham
considerado pagar. Durante primavera dos meses de março e abril eles
continuaram olhando para várias coberturas em toda a cidade, mas eles
sempre acabavam voltando para a mesma. Finalmente, eles decidiram
aumentar o montante que pagaria substancialmente e fez uma
proposição que o agente do prédio concordaria em falar com os donos.
Foi neste momento, sem discutir uns com os outros, cada um
determinado a aplicar a lei da assunção. Não era até mais tarde que cada
um aprendeu o que o outro tinha feito. Noite após noite, ambos dormiram
na imaginação no apartamento que estavam considerando. O marido,
deitado com os olhos fechados, poderia imaginar que suas janelas do

57
quarto fossem com vista para o parque. Ele poderia imaginar indo para a
janela, a primeira coisa na parte da manhã e apreciando a vista. Sentiu-
se sentado no terraço com vista para o parque, tendo coquetéis com sua
esposa e amigos, todos se divertindo. Ele preencheu com mente
sentimento atual dele na cobertura e no terraço. Durante todo esse
tempo, desconhecido para ele, sua esposa estava fazendo a mesma
coisa.
Várias semanas se passaram sem qualquer decisão por parte dos
proprietários, mas eles continuaram a imaginar como eles dormiram
todas as noites que eles estavam realmente dormindo na cobertura.
Um dia, para sua completa surpresa, um dos funcionários do
apartamento do prédio no qual eles tinham vivido falaram para eles que
a cobertura estava vaga. Eles ficaram surpresos porque deles era um
dos edifícios mais desejáveis da cidade, com uma localização perfeita à
direita na Central Park. Eu sabia que havia uma longa lista de espera de
pessoas que estavam tentando obter um apartamento em seu prédio. O
fato de que uma cobertura tinha inesperadamente se tornam
disponíveis foi mantido quieto pela administração, porque eles não
estavam em posição de considerar quaisquer candidatos por ele. Ao
saber que era vago, este casal imediatamente fez um pedido de que
fossem alugados para eles, apenas para ser informado de que isso era
impossível. O fato é que não só havia várias pessoas na lista de espera
para um apartamento no edifício mas na verdade foi prometido uma
família. Apesar disso, o casal teve uma série de reuniões com a gestão,
na conclusão de que o apartamento era deles.
O edifício estava sujeito a controle de aluguel, o aluguel foi apenas sobre
o que eles tinham planejado para pagar quando eles começaram à
procura de um apartamento de cobertura. A localização, o apartamento
em si, e do grande terraço que o rodeia no Sul, Oeste e Norte foi além
todas as suas expectativas e na sala de estar de um lado é uma janela
gigante de 15 pés por 8 pés com uma vista magnífica do Central
Park; uma parede é espelhado do chão ao teto, e há uma lareira a lenha.

58
Capítulo – 24
FALHA
Este livro não seria completo sem alguma discussão sobre o fracasso na
tentativa de uso da lei da assunção. É inteiramente possível que você ou
teve ou vai ter um número de falhas a este respeito –muitas deles são
questões realmente importantes. Se, depois de ler este livro, ter um
conhecimento profundo da aplicação e funcionamento da lei da
assunção, você aplicá-lo fielmente em um esforço para atingir algum
desejo intenso e falhar, qual é a razão? Se para a pergunta "Será que
você persistiu o suficiente?" você pode responder Sim e ainda a
realização de seu desejo não foi realizado, qual é a razão para o
fracasso?

A resposta para isso é o fator mais importante no uso bem sucedido da


lei da assunção. O tempo que leva a sua assunção para se tornar
realidade, o seu desejo de ser realizado, é diretamente proporcional à
naturalidade do seu sentimento de já ser o que você quer ser de já ter o
que você deseja. O fato é que se você não se sente natural para aquilo
que você se imagina sendo é o segredo do seu
fracasso. Independentemente do seu desejo, independentemente de
quão fiel e inteligente você seguir a lei, se você não se sente natural,
sobre o que você quer ser, você não vai ser ele. Se você não se sente
natural para conseguir um emprego melhor, você não vai conseguir um
emprego melhor. O princípio geral é vividamente expresso pela frase
bíblica "você morrereis nos vossos pecados" você não transcende a partir
do seu nível atual para o estado desejado.
Como pode ser alcançado este sentimento de naturalidade. O segredo
encontra-se em uma palavra, imaginação. Por exemplo, esta é uma
ilustração muito simples: Suponha que você está seguro acorrentado a
um banco de ferro grande e pesado. Você não poderia correr, na verdade
você não conseguia nem andar. Nestas circunstâncias, não seria natural
para você correr. Você não poderia mesmo ver que era natural para você
correr. Mas você poderia facilmente imaginar-se correndo. Naquele
instante, enquanto que a sua consciência está cheia de sua corrida
imaginada, você teria esquecido da sua limitação. Na imaginação sua
corrida foi completamente natural.

O sentimento essencial de naturalidade pode ser alcançado


persistentemente preenchendo sua consciência com imaginação,
imaginando-se ser o que você quer ser ou ter o que você deseja.
O progresso pode saltar apenas a partir de sua imaginação, do seu
desejo de transcender seu nível atual.

59
O que você realmente e literalmente deve sentir é que, com a sua
imaginação, todas as coisas são possíveis. Você deve perceber que as
mudanças não são causadas por capricho, mas por uma mudança de
consciência. Você pode não conseguir obter ou manter o estado
particular de consciência necessária para produzir o efeito
desejado. Mas, quando você sabe que a consciência é a única realidade
e é o único criador de seu mundo particular e ter queimado esta verdade
em todo o seu ser, então você sabe que o sucesso ou o fracasso está
inteiramente em suas próprias mãos. Querendo ou não você é
disciplinado o suficiente para sustentar o estado necessário de
consciência em casos específicos não tem qualquer influência sobre a
verdade da própria lei que uma assunção, se persistir, vai acontecer de
fato. A certeza da veracidade desta lei deve permanecer, apesar de
grande decepção e da tragédia, mesmo quando você "ver a luz da vida ir
para fora e todo o mundo continue como se ele ainda estivesse dia." Você
não deve acreditar que, porque sua assunção não se materializou, a
verdade de que assunções fazer materializar é uma mentira. Se as suas
assunções não forem preenchidas, é por causa de algum erro ou
fraqueza em sua consciência. No entanto, estes erros e fraquezas podem
ser ultrapassadas. Portanto, fixe atentamente a obtenção de níveis cada
vez mais elevados para sentir que você já é a pessoa que você quer
ser. E lembre-se de que o tempo que leva a sua assunção para se tornar
realidade é proporcional à naturalidade de ser ele.

Homem envolve-se com a verdadeira imagem de si mesmo. Todo o


espírito se constrói uma casa e além de sua casa um mundo, e para além
do seu mundo um céu. Saiba então que o mundo existe para você. Para
você o fenômeno é perfeito. O que somos, é que só podemos ver. Tudo
o que Adão tinha, tudo o que César pudesse, você tem e pode
fazer. Adão chamou a sua casa, o céu e a terra. Caesar chamou sua
casa, de Roma; você talvez chame o seu comércio de um sapateiro; cem
acres de terra, ou sótão de um estudioso. No entanto, linha por linha e
ponto por ponto, o seu domínio é tão grande quanto o deles, embora sem
nome. Construir, portanto, seu próprio mundo. Tão rápido quanto você se
conforma sua vida à ideia pura em sua mente, que vai se desdobrar sua
grande proporção. - Emerson

60
Capítulo – 25

Um milagre é o nome dado, por aqueles que não têm fé, para as obras
da fé.

A fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das


coisas que não se veem. [Hebreus 11:1]

A própria razão de a lei da assunção está contido nesta citação. Se não


houvesse uma profunda consciência de que o que você espera tinha
substância e foi possível de alcançar, seria impossível assumir a
consciência de ser ou ter. É o fato de que a criação está terminada e tudo
existe que atiça você para esperança, e esperança, por sua vez, implica
expectativa, e sem expectativa de sucesso seria impossível usar
conscientemente a lei da assunção. "Evidencia" é um sinal da
realidade. Assim, esta citação significa que a fé é a consciência da
realidade do que você assume, (a convicção da realidade das coisas que
você não vê, a percepção mental da realidade do
invisível). Consequentemente, é óbvio que a falta de fé significa
descrença na existência daquilo que você deseja. Na medida em que
você experimenta é a reprodução fiel de seu estado de consciência, falta
de fé vai significar falha perpétua em qualquer uso consciente da lei da
assunção.
Em todas as épocas da história, a fé tem desempenhado um papel
importante. Ela permeia todas as grandes religiões do mundo, ela é
tecida por toda mitologia, e ainda hoje é quase universalmente
incompreendida.

Contrariamente à opinião popular, a eficácia da fé não é devido ao


trabalho de qualquer agente externo. É do primeiro ao último uma
atividade de sua própria consciência.

A Bíblia está cheia de muitas declarações sobre a fé, do verdadeiro


significado do que poucos estão cientes. Aqui estão alguns exemplos
típicos:

Também a nós foram pregadas as boas novas, assim como a eles; mas
a palavra da pregação nada lhes aproveitou, porquanto não estava
misturada com a fé naqueles que a ouviram. [Hebreus4:2]

Nesta citação do "nós" e "eles" deixam claro que todos nós ouvimos o
evangelho. "Evangelho" significa uma boa notícia. Muito obviamente,
boas notícias para você seria que você tinha atingido o seu desejo. Isso
está sempre a ser "pregado" pelo seu EU infinito. Para ouvir o que você

61
deseja não existe e você só precisa aceitá-la na consciência é uma boa
notícia. Não "misturar com fé" significa negar a realidade do que você
deseja. Assim, não há "lucro" (realização) possível.

Ó geração sem fé e prevenida, até quando deverei ficar com


vocês? [Mateus17:17]

O significado de "infiéis" foi esclarecido. Meios "perversos" girou a


maneira errada, ou seja, a consciência de não ser o que você quer
ser. Para ser infiel, ou seja, a não acreditar na realidade do que você
assume, é ser perverso. "Quanto tempo vou estar com você" significa que
o cumprimento do seu desejo está baseado em sua mudança para o
estado de direito de consciência. É exatamente como se o que você
deseja está lhe dizendo que ele não vai ser seu até que você desligue de
ser infiel e perverso para a justiça. Como já afirmou, a justiça é a
consciência de já ser o que você quer ser.

Pela fé Moises deixou o Egito, sem temer a ira do rei: permaneceu firme,
como se visse o invisível. [Hebreus. 11:27]
"Egito" significa escuridão, a crença em muitos deuses (causas). O "rei"
simboliza o poder de condições externas ou circunstâncias. "Ele" é o seu
conceito de si mesmo como sendo já o que você quer ser. "Perseverar
como quem vê aquele que é invisível" significa persistir na assunção de
que o seu desejo já está realizado. Assim, esta citação significa que, ao
persistir na sua assunção de que você já é a pessoa que você quer ser,
você sobe acima de qualquer dúvida, medo e crença no poder das
condições externas ou circunstâncias; e seu mundo, inevitavelmente,
está em conformidade com a sua assunção.
As definições de dicionário de fé:
"A ascensão da mente ou entendimento com a verdade", "a adesão
inabalável o princípio"
São tão pertinentes que eles poderiam muito bem ter sido escrito com a
lei da assunção em mente. A fé não se questiona a fé sabe.

62
Capítulo – 26
DESTINO

Seu destino é o que você deve inevitavelmente experimentar. Realmente


é um número infinito de destinos individuais, cada um dos quais quando
atingido é o ponto de partida para um novo destino.
Como a vida é infinita, o conceito de um destino final é
inconcebível. Quando entendemos que a consciência é a única
realidade, sabemos que ela é o único criador. Isto significa que a sua
consciência é o criador de seu destino. O fato é que você está criando o
seu destino a cada momento, você sabendo disso ou não. Muito do que
é bom e até mesmo maravilhoso entrou em sua vida sem ter qualquer
ideia de que você era o criador dele.

No entanto, a compreensão das causas da sua experiência, e o


conhecimento que você é o único criador do conteúdo de sua vida, boas
e más, não apenas torna-o um observador mais agudo muito de todos os
fenômenos, mas através da consciência do poder da sua própria
consciência, intensifica a sua apreciação da riqueza e grandeza da vida.

Independentemente de experiências ocasionais ao contrário, é o seu


destino eleva-se a um nível superior de sua consciência, para trazer mais
manifestação e mais de maravilhas infinitas de criação. Na verdade, você
está destinado a chegar ao ponto onde você percebe que através de seu
próprio desejo pode conscientemente criar seus destinos sucessivos.

O estudo deste livro, com sua exposição detalhada da consciência e do


funcionamento da lei da assunção, é a chave mestra para a realização
consciente do seu destino mais elevado.

Hoje mesmo começa a sua nova vida. Aproxime-se cada experiência em


um novo estado de espírito com um novo estado de consciência. Assuma
o mais nobre e o melhor para si mesmo em todos os aspectos e continue
nele.
Acredite – grandes maravilhas são possíveis.

63
Capítulo – 27
REVERÊNCIA

Tu amas tudo o que existe e não despreza nada do que criaste. Se


odiasses alguma coisa, não a teria criado. [Sabedoria 11:24]

Em toda a criação, em toda a eternidade, em todos os domínios do seu


infinito sendo o fato mais maravilhoso é o que é sublinhado no primeiro
capítulo deste livro. Você é Deus. Você é o "Eu Sou o que Sou." Você é
a consciência. Você é o Criador. Este é o mistério, este é o grande
segredo conhecido pelos videntes, profetas e místicos ao longo dos
tempos. Esta é a verdade que você nunca pode saber
intelectualmente. Quem é esse você? Que é você, John Jones ou Mary
Smith, é um absurdo. É a consciência que sabe que você é John Jones
ou Mary Smith. É o seu Ser Maior, o seu EU mais profundo, o ser
infinito. Chame-lhe o que quiser. O importante é que ele está dentro de
você, é você, é o seu mundo. É este fato que fundamenta a lei imutável
da assunção. É sobre este fato que a sua própria existência é
construída. É este fato que é o fundamento de todos os capítulos deste
livro. Não, você não pode saber isso intelectualmente, não é possível
debatê-lo, você não pode fundamenta-lo. Você só pode sentir isso. Você
só pode estar ciente disso.
Torne-se consciente de que, uma grande emoção permeia seu ser. Você
deve viver com um sentimento permanente de reverência (Gratidão). O
conhecimento de que o seu próprio criador é o seu Ser maior e nunca
teria feito você se não te amasse, você deve preencher seu coração com
devoção, sim, com adoração. Um vislumbre conhecimento do mundo
sobre você a qualquer instante de tempo é suficiente para enchê-lo com
profunda admiração e um sentimento de adoração.
É quando o seu sentimento de reverência é mais intenso que você está
mais perto de Deus, e quando você está mais próximo de Deus, sua vida
é mais rica.

Nossos sentimentos mais profundos são precisamente aqueles que são


menos capazes de expressar, e até mesmo no ato de adoração, o
silêncio é a nosso maior louvor.

64