Vous êtes sur la page 1sur 7

Gestão da Produção Formação Acadêmica

 Mestre em Engenharia de
Aula 1 Produção e Sistemas –
Indicadores de Desempenho
(PUC-PR)
Prof. Me. Fabio Sergio Sipioni
 Graduado em Engenharia
Gestão da Produção Industrial Mecânica (Udesc)

Atividades Profissionais Metodologia

 Engenheiro de Qualidade de  Aulas expositivas


Concepção – Renault do Brasil
 Leitura prévia do material:
 Engenheiro de Qualidade de livro, slides e textos
Produto – Bosch Ltda. auxiliares
 Atividade supervisionada
 Engenheiro de Desenvolvimento
de Produto – Case New Holland  Avaliação (prova)

Ementa

Referência Bibliográfica  Administração clássica


e produção
PARANHOS FILHO, M. Gestão
 Produção sob o enfoque
da produção industrial. sistêmico
Curitiba: Ibpex, 2007.
 Estrutura organizacional
do setor produtivo

1
 Tecnologia de produção Agenda da Aula

 Qualidade
 Apresentação do Módulo

 Produtividade
 Administração Clássica
e Produção
 Confiabilidade e entrega

O que é produção? Processo

 Conjunto de meios e atividades


 Modelo de transformação inter-relacionados que
transformam recursos (entradas)
em produtos (saídas)
Entrada Processo Saída

Processo

Todo trabalho é um processo Fornecedor

Entrada  Processo  Saída  É a organização que fornece um


produto ao cliente (externo ou interno):
 Matéria-prima
 Máq./Equip.
 Bem tangível – o produtor, o distribuidor, o
 Pessoal
 Métodos  Serviço importador, o montador, a organização
prestadora do serviço
 Técnicas
 Software
 Instalações
 Finanças

Recursos  Transformação  Produto


Entrada Processo Saída

2
Produto Serviço
 Resultado de atividades ou processos  A entrega ou o uso de produtos
(tangível ou intangível) tangíveis podem fazer parte da
prestação do serviço
 O termo pode incluir serviço, materiais
e equipamentos, materiais  Um serviço pode estar vinculado à
processados, informações, ou uma fabricação e ao fornecimento de um
combinação destes produto tangível

Entrada Processo Saída Entrada Processo Saída

Entradas Administração e Organização


 Mão de obra
A produção é a base do sistema
 Método econômico de uma nação?
A P
 Matéria-prima
A evolução não seria possível sem
 Máquina C D
uma ordenação dos esforços, do
 Meio de medição coletivo de pessoas trabalhando
com um objetivo comum.
 Meio ambiente

Transformação
Mas, afinal, o que é uma
organização?
 Atividades
“Uma organização é uma
 Tempos A P
combinação intencional de pessoas
 Eficiências C D e de tecnologia para atingir um
determinado objetivo.”
 Indicadores de
processo (HAMPTON)

3
Saídas Gerenciando Processos
 Características finais do: Fornecedor Empresa Cliente

Produtos
Insumos
– produto
C F C F C F

A P
– serviço
C D
Requisitos e
– mix de produtos
Requisitos e
expectativas da expectativas do

e serviços
empresa cliente

Tipos do Processo

Processos
Diretores
Qual é o papel
da administração
Produtos
Insumos

Cliente Processos- Cliente


-chave
nas organizações?
Mercado
Sociedade
Fornecedor

Processos de
Apoio

Administração Clássica
e a Produção “A tarefa da administração é
interpretar os objetivos propostos
A Administração e a Organização
pela empresa e transformá-los em
 Estudo das Tarefas ação empresarial por meio de
 Estudo da Organização planejamento, organização,
direção e controle.”
 Estudo do Ser Humano
 Teoria Geral dos Sistemas (CHIAVENATO)

4
O que faz a gestão
de produção
nas organizações?
Administração Clássica
Deve administrar eficientemente
e eficazmente os recursos para
atingir os objetivos propostos
pela empresa

Estudos das tarefas


Princípios de Taylor

 Elaborado por
 Estudo dos tempos e
Frederick Winslow Taylor
movimentos

 Desenvolveu a
Teoria da Administração P. Planejamento
Científica
Engenheiro
Norte-
-Americano
1856–1915

 Controlar a execução da tarefa


de acordo com o padrão
 Os executores do trabalho estudado e no tempo calculado
devem ser selecionados e
treinados de acordo com P. Execução
os métodos planejados
 Padronização do trabalho
P. Preparo e melhoria dos padrões

P. Controle

5
Princípios da Administração
Estrutura da Organização
 Planejar
 Elaborado por Henry Fayol  Organizar

 Comandar
 Desenvolveu a Teoria
Clássica das
 Coordenar
Organizações
 Controlar
Engenheiro
Francês
1841–1925

Funções Básicas

 Técnicas
 Comerciais
Princípios Universais
 Financeiras
 Segurança
 Contábil
 Administrativas

1. Divisão do Trabalho 8. Centralização


2. Autoridade 9. Hierarquia
3. Disciplina 10. Ordem
4. Unidade de comando
11. Equidade
5. Unidade de direção
12. Estabilidade de pessoal
6. Interesse Individual versus
Organização 13. Iniciativa
7. Remuneração 14. Espírito de equipe

6
Escola Humanista
 A produtividade era mais um
A Escola das Relações Humanas reflexo direto da satisfação do
ser humano em seu ambiente
 Defendida por de trabalho do que um mero
George Elton Mayo, psicólogo estudo detalhado de tarefas
e sociólogo (1880–1949)

Administração Autocrática

 A administração bem-sucedida
 Defendida por depende da capacidade para
Douglas McGregor, Professor predizer e controlar o
do MIT Sloan School of comportamento humano
Management (1906–1964)

Teoria X e Y  Teoria Y

 Teoria X: desvaloriza o ser – Condiciona o administrador a


humano uma liderança com
– Condiciona o administrador o comportamento mais
a uma liderança baseada no cooperativo e pelo
controle, na direção e no desenvolvimento da criatividade,
monitoramento, a fim de inovação e responsabilidade
impor seus objetivos e ideias.