Vous êtes sur la page 1sur 2362

Motores Diesel OEM

*DCT*
PowerTech™ 6068
Acima de 130 kW (174 hp)
(Plataforma Interim Classe
4/Estágio III B)

MANUAL TÉCNICO DE COMPO-


NENTES
Motores Diesel OEM 6,8 L Acima de
130 kW (174 hp) — Plataforma Interim
Classe 4/Estágio III B
CTM104754 25JUL12 (PORTUGUESE)

Para informações de manutenção completas consulte:

Acessórios de Motores OEM (Somente em


inglês) ................................................................... CTM67
Manual Principal de Ferramentas JDPS............ TM107654
Lista de Aplicações ............................................. CTM106819

*ctm104754*

John Deere Power Systems


LITHO IN U.S.A.
Introdução
Apresentação A Seção 06 detalha todas as especificações, tolerâncias
Este manual de reparo aborda os motores PowerTech de desgaste, valores de torque e contém os diagramas
6068 para plataforma Interim Classe 4/Estágio III B de fiação.
Este manual foi escrito para técnicos experientes. As Este manual contém unidades métricas SI seguidas
ferramentas necessárias para executar determinados imediatamente pelas unidades de medidas habituais dos
trabalhos de manutenção são identificadas neste manual. E.U.A. A maior parte do maquinário destes motores é
dimensionada pelo sistema métrico.
Viva com Segurança: Leia as mensagens de segurança
contidas na introdução deste manual e os avisos de Leia completamente cada bloco do material antes de
cuidado apresentados por todo o texto. realizar manutenção para verificar as diferenças nos
procedimentos ou especificações. Siga apenas os
procedimentos que se aplicam ao componente em que
CUIDADO: Este é o símbolo de alerta de
você está trabalhando.
segurança. Quando vir este símbolo na
máquina ou neste manual, fique alerta à Os Manuais Técnicos de Componentes são guias
possibilidade acidentes pessoais. concisos de serviço para componentes específicos. Os
manuais técnicos de componentes foram escritos como
As informações neste manual estão organizadas em manuais independentes, que cobrem várias aplicações
seções e subdivididas em grupos. da máquina.
A Seção 01 aborda as medidas de segurança que As informações fundamentais de manutenção estão
devem ser seguidas ao reparar o motor: recursos de disponíveis em outras fontes que abrangem teoria básica
identificação do motor, detalhes de aplicação e emissão de operação, fundamentos da detecção e resolução de
do motor e informações sobre combustíveis, lubrificantes problemas, conservação geral e tipos básicos de falhas
e líquidos de arrefecimento. e suas causas.
A Seção 02 abrange os procedimentos de Reparo e ADVERTÊNCIA DA PROPOSIÇÃO 65 DA CALIFÓRNIA
Ajuste. O escape de motores diesel e alguns de seus
componentes são conhecidos como causadores de
A Seção 03 explica a Teoria de Operação dos Sistemas.
câncer no estado da Califórnia, defeitos congênitos e
A Seção 04 é a seção de diagnóstico que fornece os outros prejuízos à reprodução.
procedimentos para detectar e resolver problemas.
A Seção 05 lista todos os equipamentos e ferramentas de
serviço aplicáveis, além de outros materiais necessários
para executar o trabalho.
CD03523,00001D5 -54-13OCT10-1/1

Registro das Mudanças


Data da Tradução Anterior

Seção-Grupo Título do Grupo Título do Bloco Comentário


Novo manual

CD03523,00001D9 -54-15FEB11-1/1

CTM104754 (25JUL12) Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=2
Introdução

Motor PowerTech™ 6068 Acima de 130 kW (174 hp) — Interim Classe 4/Estágio III B

CD31041A —UN—02SEP10
Vista Frontal Esquerda 3/4— Motor 6068HFC95
Continua na próxima página CD03523,00001DA -54-16NOV10-1/2

CTM104754 (25JUL12) Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=3
Introdução

CD31042A —UN—02SEP10
Vista Traseira Direita 3/4— Motor 6068HFC95
CD03523,00001DA -54-16NOV10-2/2

Manuais Relacionados ou motor específicos, consulte o Manual Técnico de


Componentes (CTM) do Manual da Lista de Aplicações.
Manual de Ferramentas Este manual fornece uma listagem de modelos de
máquinas e motores, seus motores base adequados e os
Talvez seja necessário utilizar ferramentas especiais ao
números dos manuais do sistema de combustível. Para
trabalhar através das instruções deste manual. Para
aplicações OEM, também inclui o número do manual do
obter uma listagem completa de ferramentas essenciais
operador referente ao motor.
para motores aprovadas pela John Deere e daquelas
fabricadas pelo concessionário, consulte o Manual
Técnico (TM) do Manual Principal de Ferramentas JDPS
Manual da Lista de Aplicações
Para obter mais informações sobre quais manuais de
motores devem ser consultados para uma máquina
RG40049,00007DA -54-20OCT10-1/1

CTM104754 (25JUL12) Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=4
Introdução

Informações sobre Treinamento por este manual. Mais informações sobre cada um
desses cursos podem ser encontradas on-line no site da
A John Deere University oferece os seguintes John Deere University (exemplo: https://jdu.deere.com/).
treinamentos relacionados para os motores abrangidos
Título do curso
Visão Geral do Service ADVISOR
Sistemas de Motores Diesel I
Sistemas de Motores Diesel II
Sistemas Elétricos I
Sistemas Elétricos II
Métodos e Técnicas Elétricos
Hidráulica – Sistemas I
Hidráulica – Sistemas II
Métodos e Técnicas Hidráulicos
Métodos e Técnicas do Service ADVISOR
John Deere Custom Performance
Motor - Introdução ao Classe 3/Estágio III A
Motor - Qualificação Técnica - PowerTech E e PowerTech Plus 4045 e 6068 / 4.5 L e 6.8 L (Classe 3/Estágio III A)
Motor - Ajustes e Diagnósticos - PowerTech 4045, 6068 e 6090 / 4.5 L, 6.8 L e 9.0 L (Classe 3/Estágio III A) - ILT
Motor - Desmontagem - PowerTech Plus 6068 / 6.8 L (Classe 3/Estágio III A)
Motor - 6.8 L (acima de 130 kW) Qualificação Geral de Motor Base IT4
Fundamentos do Combustível Diesel
John Deere Plus 50™ II e Cool-Gard™ II
Visão Geral do Sistema de Pós-tratamento
Qualificação do Motor Base IT4 6.8 L
Visão Geral dos Sistemas de Pós-tratamento do IT4

RG40049,00007DB -54-13OCT10-1/1

CTM104754 (25JUL12) Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=5
Introdução

Definição de termos

Atuador Dispositivo controlado pela ECU para executar determinada função.

Analógico Sinal que possui uma faixa contínua de voltagens possíveis, geralmente de 0 V (baixa) a 24 V (alta).

Aplicação Uma parte móvel ou estacionária de equipamento na qual o motor é colocado. Aplicações incluem tratores, colhedoras,
carregadores, bombas de irrigação, grupos geradores e outros.

BAP Pressão barométrica do ar (BAP, "Barometric air pressure"). Pressão da atmosfera (pressão atmosférica).

Superalimentação Ar pressurizado no coletor de admissão.

CAC Resfriador do ar de carga (CAC, "Charge air cooler"). Resfria o ar comprimido da turbina antes que ele entre no
coletor de admissão.

CAN Rede de área do controlador (CAN, "Controller area network"). A rede nos aplicativos que permitem a comunicação
entre a unidade de controle do motor e alguns componentes.

Alimentação do Energia fornecida a um dispositivo para ser usada por seus circuitos de componentes internos.
circuito

Sensor de posição do Usado para determinar a posição angular e a velocidade do virabrequim no seu campo de rotação de 360°.
virabrequim

Digital Sinal que consiste em somente dois níveis de tensão — geralmente 0 V (baixa) a 24 V (alta).

COD Catalisador de oxidação de diesel. Peça do filtro de escape ou dispositivo de pós-tratamento. Usado para reduzir
as emissões.

FPD Filtro de partículas de diesel. Peça do filtro de escape ou dispositivo de pós-tratamento. Usado para reduzir as emissões.

DTC Código de diagnóstico de falhas (DTC, "Diagnostic trouble code"). Código que é armazenado na memória da ECU
quando ela detecta um problema no sistema de controle eletrônico. Existem dois tipos de códigos: Ativo e armazenado.
Estes códigos são exibidos nos painéis de monitoramento e podem ser acessados pela ferramenta de manutenção.

ECT Temperatura do líquido de arrefecimento do motor (ECT, "Engine coolant temperature"). A temperatura do líquido de
arrefecimento do motor.

ECU Unidade de controle do motor (ECU, "Engine control unit"). Computador que controla os sistemas de combustível, de
ar e de ignição do motor.

EGR Recirculação dos gases de escape (EGR, "Exhaust Gas Recirculation"). Usado para reduzir as emissões.

IE Um injetor eletrônico que é regulado pela ECU para controlar a quantidade correta de combustível em sistemas de
combustível com tubo distribuidor de alta pressão.
EOL Esta é uma abreviação para fim de linha ("end of line"), ou seja, onde a ECU é programada na fábrica.
EUI Um injetor da unidade eletrônica ("electronic unit injector") que é regulado pela ECU para controlar a quantidade correta
de combustível em sistemas de combustível sem tubo distribuidor de alta pressão.

FMI Identificador do modo de falha (FMI, "Failure Mode Identifier"). A segunda parte de um código de duas partes que
identifica os códigos de falha do sistema de controle de acordo com a norma J1939. Este código de dois dígitos identifica
o tipo de falha ocorrido. A primeira metade do código é o Número de Parâmetro Suspeito (SPN).

Ponte H Os circuitos na ECU são organizados em uma configuração em H. Isto permite que a corrente seja revertida para acionar
os motores de corrente contínua para frente e para trás.

HPCR Tubo distribuidor de alta pressão (HPCR, "High-pressure common-rail). Um dispositivo que distribui o combustível
a alta pressão para os injetores.

Continua na próxima página RE38635,0000078 -54-23FEB11-1/3

CTM104754 (25JUL12) Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=6
Introdução

Entrada Identifica um sinal como uma entrada em um dispositivo ou unidade de controle.

J1939 Norma da "Society of Automotive Engineers" (SAE) para a comunicação entre as unidades de controle eletrônico de
veículos para serviço pesado, seja dentro ou fora da estrada.

JDCP O Programa John Deere Custom Performance permite que o cliente selecione os recursos de software e combinações
de recursos antes de carregar o software na ECU. Ele também é o meio de gerenciamento e atualização do software
embutido nas unidades de controle sem a remoção da unidade de controle da máquina.

JDPS Sistemas de Alimentação John Deere (JDPS, "John Deere Power Systems").

MAP Pressão do ar no coletor (MAP, "Manifold air pressure"). A pressão do ar no coletor de entrada, algumas vezes citado
como pressão de "superalimentação".

MAT Temperatura do ar no coletor (MAT, "Manifold air temperature"). A temperatura do ar no coletor de admissão.

Medidor zero Este é o valor que o multímetro lê na posição "ohm" quando as pontas do medidor são unidas.

Pinagem incorreta Uma colocação incorreta dos pinos macho ou tomadas fêmea dentro de um conector elétrico. Também conhecido
como inversão incorreta e fios e terminais.

OOR Fora da faixa (OOR, "Out-of-range"). O sinal recebido pela ECU está fora da faixa esperada pelo dispositivo.

OORH Acima do limite superior (OORH, "Out-of-range high"). O sinal detectado pela ECU é maior do que aquele que o
componente pode produzir (fora dos limites aceitáveis). Em alguns tipos de circuito, isto pode ocorrer devido a um fio
de entrada aberto, um fio-terra aberto ou um fio de entrada em curto com uma alimentação maior do que a ECU
espera (+ da bateria).

OORL Abaixo do limite inferior (OORL, "Out-of-range low"). O sinal detectado pela ECU é menor do que aquele que o
componente pode produzir (fora dos limites aceitáveis). Em alguns tipos de circuito, isso pode ser causado por um fio de
entrada ou fio de alimentação do circuito em curto com o terra.

Saída Identifica um sinal como uma saída de um dispositivo ou unidade de controle.

Pino Tipo de terminal que faz a conexão elétrica entre conectores. Também chamado de terminal macho.

MLP Modulação por largura de pulso. Um sinal eletrônico digital de frequência fixa. O tempo de funcionamento do sinal é
aumentado ou reduzido (modulado) para indicar uma mudança de condição.

RAM Memória RAM. A parte da memória do computador, dentro da ECU, utilizada quando a ECU está em operação. Todos os
dados nesta memória são perdidos quando a ECU é "DESLIGADA".

Tomada Tipo de terminal que faz a conexão elétrica entre conectores. Também chamado de terminal fêmea ou receptáculo.

Válvula de controle A válvula de controle da sucção regula a quantidade de combustível que a bomba de combustível de alta pressão
de sucção fornece ao tubo distribuidor de alta pressão.

SDS Sistema de distribuição de software. Usado pela JDPS para manter os registros de software e de programação.

Sensor Dispositivo usado pela ECU para monitorar os diversos parâmetros do motor.

SPN Número de parâmetro suspeito (SPN, "Suspect parameter number"). A primeira metade de um código de duas partes
que identifica os códigos de falha do sistema de controle de acordo com a norma J1939. O SPN identifica o sistema ou
componente que falhou. A segunda metade do código é o Identificador de Modo de Falha (FMI).

PMS Ponto morto superior. Ponto mais alto do curso do pistão.

Taxa de aceleração A rapidez com que a ECU altera a taxa de combustível do motor em resposta a um sinal de aumento na aceleração. A
taxa de aceleração não tem nenhum impacto na desaceleração.

Continua na próxima página RE38635,0000078 -54-23FEB11-2/3

CTM104754 (25JUL12) Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=7
Introdução

Opções ajustáveis Opções que podem ser ativadas ou desativadas na programação da ECU, tais como a seleção do acelerador, ajuste de
torque, ganhos, falhas e interrupções do comando e outros.

TWV Válvula de duas vias (TWV, "Two-way valve"). Um componente no Injetor Eletrônico (IE).

TGV Turbo de geometria variável. Usado para reduzir as emissões.

WIF Água no combustível (WIF, "Water in fuel"). O sensor de WIF envia um sinal para a ECU quando é detectada água no
combustível.
RE38635,0000078 -54-23FEB11-3/3

CTM104754 (25JUL12) Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=8
Conteúdo
Seção 01—Informações Gerais Grupo 165—Diagnóstico da ECU (Unidade de Controle
Grupo 000—Segurança do Motor) e do Acelerador
Grupo 001—Informações de Identificação do Motor Grupo 166—Diagnóstico do Atuador do Acelerador, da
Grupo 002—Combustíveis, Lubrificantes e Líquidos de Válvula da EGR e do VGT
Arrefecimento Grupo 167—Diagnóstico dos Valores Calculados do
VGT e da Dosagem de Combustível
Seção 02—Reparos e Ajustes Grupo 168—Diagnóstico do Sistema de Pós-tratamento
Grupo 010—Recondicionamento do Motor de Dosagem de Combustível
Grupo 020—Cabeçote do Cilindro e Reparo de Grupo 178—Diagnóstico da Aplicação
Válvulas e Ajustes Grupo 179—Diagnóstico de Comunicação
Grupo 030—Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do
Cilindro Seção 05—Ferramentas e outros materiais
Grupo 040—Virabrequim, Mancais Principais e Volante Grupo 170—Ferramentas de Reparo e Outros Materiais
Grupo 050—Reparo e Ajuste do Comando de Válvulas Grupo 180—Ferramentas de Serviços de Diagnóstico
e Trem de Engrenagens de Distribuição
Grupo 060—Sistema de Lubrificação Seção 06—Especificações
Grupo 070—Sistema de Arrefecimento Grupo 200—Especificações de Reparo e Gerais de
Grupo 080—Reparo e Ajuste do Sistema de Admissão OEM
e Descarga de Ar Grupo 210—Especificações de Diagnóstico
Grupo 085—Reparo e Ajuste do Sistema Pneumático
— Opção de Turbocompressor Único
Grupo 090—Reparo e Ajuste do Sistema Eletrônico de
Combustível
Grupo 100—Reparo e Ajuste dos Sistemas de Partida
e de Carga de OEM
Grupo 110—Reparo e Ajuste do Controle Elétrico do
Motor
Grupo 112—Reparo e Ajuste do Conector
Grupo 115—Dispositivos de Pós-tratamento

Seção 03—Teoria de Operação


Grupo 120—Operação do Motor Base
Grupo 123—Sistema de Arrefecimento
Grupo 126—Sistema de Lubrificação
Grupo 130—Sistema Eletrônico de Combustível
Grupo 135—Sistema de Admissão de Ar e de Escape
Grupo 137—Sistema Pós-tratamento
Grupo 140—Sistema de Controle Eletrônico

Seção 04—Diagnóstico
Grupo 150—Diagnósticos e Testes Observáveis
Grupo 155—Verificações, Testes e Procedimentos
Grupo 160—Instruções e Informações de Diagnóstico
Grupo 161—Diagnóstico da Posição do Motor
Grupo 162—Diagnóstico do Sistema de Admissão de
Ar e de Escape
Grupo 163—Diagnóstico dos Sistemas de Lubrificação
e Arrefecimento
Grupo 164— Diagnóstico do Sistema de Combustível

Instruções originais. Todas as informações, ilustrações e especificações


neste manual são baseadas nos dados mais recentes disponíveis
no momento da publicação. Reservamo-nos o direito de efetuar
alterações a qualquer momento sem aviso prévio.
COPYRIGHT © 2012
DEERE & COMPANY
Moline, Illinois
All rights reserved.
A John Deere ILLUSTRUCTION ® Manual
Previous Editions
Copyright © 2010, 2011

CTM104754 (25JUL12) i Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=1
Conteúdo

CTM104754 (25JUL12) ii Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=2
Seção 01
Informações Gerais
Conteúdo

Página Página

Grupo 000—Segurança Equipamento Adequado Para


Poeiras de Amianto Prejudiciais.................. 01-000-1 Levantar e Suspender ........................... 01-000-14
Evite Aquecer Áreas Próximas às Uso de Ferramentas Adequadas............... 01-000-14
Linhas de Fluido Pressurizado ................ 01-000-1 Esperar Antes de Abrir o Sistema
Evitar fluidos sob alta pressão..................... 01-000-2 de Injeção de Combustível de
Evitar contato com escape Alta Pressão .......................................... 01-000-15
quente...................................................... 01-000-2 Uso de Roupa de Proteção ....................... 01-000-15
Construção de Ferramentas com Limpeza da Área de Trabalho ................... 01-000-15
Segurança no Concessionário ................ 01-000-2 Trabalhe em Área Ventilada ...................... 01-000-16
Descarte Adequado dos Resíduos
................................................................. 01-000-3 Grupo 001—Informações de Identificação
Limpeza dos filtros de escape ..................... 01-000-3 do Motor
Siga as Instruções de Segurança................ 01-000-3 Designação Comercial de
Manuseio de Produtos Químicos Motores.................................................... 01-001-1
Agrícolas com Segurança ....................... 01-000-4 Selo de Certificação do Sistema de
Manusear Produtos Químicos com Controle de Emissões ............................. 01-001-1
Segurança ............................................... 01-000-5 Informações da Placa de
Manuseio de Fluidos com Cuidado Identificação do Motor ............................. 01-001-2
- Evite Incêndios ...................................... 01-000-5 Informações Relativas a
Manusear combustível com Regulamentos sobre
segurança—evitar chamas...................... 01-000-6 Emissões ................................................. 01-001-3
Manuseio do Fluido de Partida a Selo do Código de Opção do Motor
Frio com Segurança ............................... 01-000-6 OEM ........................................................ 01-001-4
Manusear baterias com
segurança................................................ 01-000-7 Grupo 002—Combustíveis, Lubrificantes e
Iluminação da Área de Trabalho Líquidos de Arrefecimento
com Segurança ....................................... 01-000-7 Combustível diesel ...................................... 01-002-1
Instalar todas as proteções ......................... 01-000-8 Produtos Aditivos do Combustível
Viva com Segurança ................................... 01-000-8 Diesel....................................................... 01-002-1
Prática de Manutenção Segura ................... 01-000-9 Manusear e armazenar
Emergências................................................ 01-000-9 combustível diesel ................................... 01-002-2
Evite as Queimaduras Causadas Lubricidade do diesel................................... 01-002-2
por Ácidos.............................................. 01-000-10 Testar diesel ................................................ 01-002-2
Evite Explosões da Bateria........................ 01-000-10 Combustível Biodiesel ................................. 01-002-3
Prevenção de Partida Imprevista Minimizar efeitos do inverno nos
da Máquina............................................ 01-000-11 motores diesel ......................................... 01-002-5
Proteção Contra Borrifos a Alta Óleo de amaciamento de motor
Pressão ................................................. 01-000-11 John Deere Break-In™ Plus.................... 01-002-6
Proteção Contra Ruído.............................. 01-000-11 Óleo para motores diesel ............................ 01-002-7
Reconheça as Informações de Intervalos de Manutenção de Óleo
Segurança ............................................. 01-000-12 e Filtro do Motor ...................................... 01-002-7
Remova a Tinta Antes de Soldar Filtros de Óleo ............................................. 01-002-7
ou Aquecer ............................................ 01-000-12 Graxa........................................................... 01-002-8
Substituir etiquetas com avisos de Armazenar lubrificantes............................... 01-002-8
segurança.............................................. 01-000-12 Mistura de Lubrificantes .............................. 01-002-8
Manutenção com Segurança no Lubrificantes alternativos e
Sistema de Arrefecimento ..................... 01-000-13 sintéticos.................................................. 01-002-9
Manutenção de Máquinas com Oilscan™ e CoolScan™.............................. 01-002-9
Segurança ............................................. 01-000-13 Líquido de arrefecimento de
Manter-se afastado de sistemas de motores diesel de serviço
transmissão rotativos............................. 01-000-13 pesado................................................... 01-002-10
Palavras de Aviso...................................... 01-000-14

Continua na próxima página

CTM104754 (25JUL12) 01-1 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=1
Conteúdo

Página

Aditivos complementares do
líquido de arrefecimento ........................ 01-002-11
Intervalos para a troca do líquido
de arrefecimento para motores
diesel ..................................................... 01-002-11
Operar em Climas de Temperatura
Quente................................................... 01-002-12
Testar líquido de arrefecimento de
motor diesel ........................................... 01-002-12
John Deere COOL-GARD™ II
Coolant Extender................................... 01-002-13
Informações adicionais sobre John
Deere COOL-GARD™ II Coolant
Extender e líq. de arrefecimento
para motores diesel ............................... 01-002-14

CTM104754 (25JUL12) 01-2 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=2
Grupo 000
Segurança
Poeiras de Amianto Prejudiciais
Evite respirar a poeira que pode ser produzida ao
manusear componentes que contém fibras de amianto.
A inalação das fibras de amianto pode causar câncer de
pulmão.

TS220 —UN—23AUG88
Os componentes de produtos que podem conter fibras
de amianto são as pastilhas dos freios, os calços
e revestimentos dos freios, as placas e discos de
embreagens, e algumas juntas. O amianto usado nestes
componentes normalmente é contido numa resina ou
isolado de alguma maneira. O manuseio normal não é
perigoso desde que não se produza pó de amianto para
o ar.
Evite produzir pó. Nunca use ar comprimido para limpar. disponível, aplique um borrifo de óleo ou água no material
Evite escovar ou moer material que contém amianto. contendo amianto.
Ao fazer a manutenção, use um aparelho respirador Mantenha as pessoas não envolvidas fora da área de
aprovado. Um aspirador de pó especial é recomendado trabalho.
para limpar amianto. Caso o aspirador não esteja
DX,DUST -54-15MAR91-1/1

Evite Aquecer Áreas Próximas às Linhas de


Fluido Pressurizado
A pulverização inflamável pode ser gerada pelo
aquecimento próximo às linhas de fluido pressurizado,
resultando em queimaduras graves para você e outras
pessoas. Não aqueça por soldagem elétrica ou autógena

TS953 —UN—15MAY90
ou com maçarico próximo a linhas de fluido pressurizado
ou outros materiais inflamáveis. As linhas pressurizadas
podem explodir acidentalmente quando o calor se
estender para além da área próxima da chama.

DX,TORCH -54-10DEC04-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-000-1 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=13
Segurança

Evitar fluidos sob alta pressão


Inspecione as mangueiras hidráulicas periodicamente
–pelo menos uma vez por ano – quanto a vazamentos,
dobras, cortes, trincas, abrasão, bolhas, descascamento,
ou quaisquer outros sinais de desgaste e danos.

X9811 —UN—23AUG88
Substitua imediatamente as mangueiras desgastadas ou
danificadas por peças de reposição aprovadas pela John
Deere.
Fluidos que escapam sob alta pressão podem penetrar
na pele e causar ferimentos graves.
Evite o perigo aliviando a pressão antes da desconexão
das linhas hidráulicas ou outras linhas. Apertar todas as
conexões antes de aplicar pressão. causar gangrena. Os médicos com pouca experiência
nesse tipo de ferimento devem procurar uma fonte
Procure por vazamentos com um pedaço de papelão. adequada de conhecimentos médicos nesta área. Essas
Proteja as mãos e o corpo dos fluidos sob alta pressão. informações encontram-se disponíveis em inglês no
Departamento Médico da Deere & Company em Moline,
Em caso de um acidente, procure imediatamente um Illinois, EUA, pelos telefones 1-800-822-8262 ou +1
médico. Qualquer fluido que penetre na pele deve ser 309-748-5636.
retirado cirurgicamente dentro de poucas horas para não
DX,FLUID -54-12OCT11-1/1

Evitar contato com escape quente


Fazer manutenção na máquina ou acessórios com o
motor funcionando pode resultar em graves lesões.
Evite exposição e o contato da pele com os gases e
componentes quentes do escape.

RG17488 —UN—21AUG09
As peças e os fluxos de gases se aquecem muito durante
a operação. Os gases e componentes do escape atingem
temperaturas altas o suficiente para queimar pessoas,
inflamar ou derreter materiais comuns.

DX,EXHAUST -54-20AUG09-1/1

Construção de Ferramentas com Segurança


no Concessionário
Ferramentas defeituosas ou partidas podem produzir
ferimentos sérios. Ao construir ferramentas, use materiais
apropriados de boa qualidade e boas técnicas de trabalho.
LX1016749 —UN—01JUL97

Não solde ferramentas a não ser que tenha equipamento


apropriado e a experiência necessária para executar o
trabalho.

DX,SAFE,TOOLS -54-10OCT97-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-000-2 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=14
Segurança

Descarte Adequado dos Resíduos


Descartar os resíduos de forma inadequada pode ameaçar
o meio-ambiente e a ecologia. Resíduos potencialmente
prejudiciais usados com os equipamentos da John Deere
incluem produtos tais como óleo, combustível, líquido de
refrigeração, fluido para freios, filtros e baterias.

TS1133 —UN—26NOV90
Use vasilhame à prova de vazamento e fugas ao drenar
os fluidos. Não use vasilhame para alimentos ou bebidas,
pois alguém pode enganar-se e usá-los para a ingestão
de alimento ou bebida.
Não despeje os resíduos sobre o solo, pelo sistema de
drenagem e nem em cursos de água.
O vazamento de líquidos refrigerantes do ar condicionado
Pergunte ao seu centro local do meio ambiente ou de
podem danificar a atmosfera da Terra. Os regulamentos
reciclagem, ou ainda ao seu concessionário John Deere
do governo podem requerer um centro autorizado de
sobre a maneira adequada de reciclar ou de descartar
manutenção de ar condicionado para recuperar e reciclar
os resíduos.
os líquidos refrigerantes usados no ar condicionado.
DX,DRAIN -54-03MAR93-1/1

Limpeza dos filtros de escape


Fazer manutenção na máquina ou acessórios durante a
limpeza dos filtros de escape pode resultar em graves
lesões. Evite exposição e contato da pele com gases e
componentes quentes do escape.

RG17488 —UN—21AUG09
Durante as operações manuais/estacionárias de limpeza
dos filtros de escape, o motor funciona em marcha lenta
elevada e a altas temperaturas por um período maior de
tempo. Os gases de escape e os componentes dos filtros
de escape atingem temperaturas altas o suficiente para
queimar pessoas, inflamar ou derreter materiais comuns.

DX,FILTER -54-20JAN10-1/1

Siga as Instruções de Segurança


Leia atentamente todas as mensagens de segurança
neste manual e os avisos de segurança em sua
máquina. Mantenha os avisos de segurança em boas
condições. Substitua avisos de segurança danificados
ou perdidos. Certifique-se de que novos componentes e

TS201 —UN—23AUG88
peças de reposição do equipamento incluam os avisos
de segurança atualizados. Avisos de segurança para
reposição podem ser encontrados no seu concessionário
John Deere.
Pode haver informações de segurança adicionais não
reproduzidas neste manual do operador, contidas em
peças e componentes oriundos de outros fornecedores.
Aprenda como operar a máquina e como usar os podem prejudicar o funcionamento e/ou a segurança e
comandos corretamente. Não deixe ninguém operar a afetar a vida útil.
máquina sem que tenha sido treinado. Caso não compreenda alguma parte deste manual
Mantenha sua máquina em condições de operação e precisar de assistência, entre em contato com seu
corretas. Modificações não autorizadas na máquina concessionário John Deere.
DX,READ -54-16JUN09-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-000-3 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=15
Segurança

Manuseio de Produtos Químicos Agrícolas


com Segurança
Produtos químicos usados em aplicações agrícolas como
fungicidas, herbicidas, inseticidas, pesticidas, rodenticidas
e fertilizantes podem ser prejudiciais à sua saúde ou ao
meio-ambiente se não forem utilizados com cuidado.

TS220 —UN—23AUG88
Siga sempre todas as instruções das etiquetas para usar
os produtos químicos agrícolas de maneira eficaz, segura
e legal.
Para reduzir o risco de exposição e ferimentos:
• Use equipamentos de proteção individual adequados
conforme recomendação do fabricante. Na falta de
instruções do fabricante, siga estas diretrizes:
- Produtos químicos com etiqueta 'Perigo': Muito
tóxico. Geralmente exigem o uso de óculos de
proteção, máscara respiratória, luvas e proteção para
a pele.

A34471 —UN—11OCT88
- Produtos químicos com etiqueta 'Atenção':
Toxicidade intermediária. Geralmente exigem o uso
de óculos de proteção, luvas e proteção para a pele.
- Produtos químicos com etiqueta 'Cuidado': Pouco
tóxico. Geralmente requerem o uso de luvas e
proteção para pele.
• Evite inalar vapores, aerossóis ou poeira.
• Tenha sempre sabão, água e toalha disponíveis
ao trabalhar com produtos químicos. Se o produto
químico entrar em contato com a pele, mãos ou face,
• Mantenha os produtos químicos em seus recipientes
originais. Não transfira os produtos químicos para
lave imediatamente com água e sabão. Se o produto recipientes sem identificação nem para recipientes
químico atingir os olhos, lave imediatamente com água. usados para alimentos e bebidas.
• Lave as mãos e o rosto após usar produtos químicos e
• Armazene produtos químicos em uma área segura e
antes de comer, beber, fumar ou urinar. trancada longe de alimentos para gado ou pessoas.
• Não fume nem coma durante a aplicação de produtos Mantenha afastado de crianças.
químicos.
• Sempre descarte os recipientes da maneira adequada.
• Após o manuseio de produtos químicos, sempre tome Lave três vezes os recipientes vazios e perfure ou
um banho e troque suas roupas. Lave as roupas antes esmague-os e descarte-os da maneira correta.
de vesti-las novamente.
• Procure imediatamente atendimento médico caso
tenha sintomas de doença durante ou logo após o uso
de produtos químicos.
DX,WW,CHEM01 -54-25MAR09-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-000-4 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=16
Segurança

Manusear Produtos Químicos com


Segurança
A exposição direta a produtos químicos nocivos pode
causar graves danos à saúde. Produtos químicos
potencialmente nocivos usados com equipamentos John
Deere incluem itens como lubrificantes, líquidos de

TS1132 —UN—26NOV90
arrefecimento, tintas e adesivos.
Uma Planilha de Dados de Segurança de Materiais
fornece detalhes específicos sobre produtos químicos:
danos físicos e perigos à saúde, procedimentos de
segurança e técnicas de respostas de emergência.
Consulte a Planilha de Dados de Segurança de Materiais
antes de iniciar qualquer tarefa que envolva o uso de
produtos químicos nocivos. Desta maneira será possível (Consulte seu concessionário John Deere para
conhecer exatamente os riscos e como executar as informações sobre Planilhas de Segurança de Dados
tarefas com segurança. Portanto, siga os procedimentos de Materiais para produtos químicos usados com
e use o equipamento recomendado. equipamento John Deere.)
DX,MSDS,NA -54-03MAR93-1/1

Manuseio de Fluidos com Cuidado - Evite


Incêndios
Quando transferir ou utilizar combustível, evite fazê-lo na
proximidade de aquecedores, chamas ou faíscas e não
fumar.

TS227 —UN—23AUG88
Armazene os líquidos inflamáveis em lugar seguro onde
não exista perigo de incêndio. Não perfure nem incinere
vasilhames pressurizados.
Limpe a máquina e retire dela qualquer sujeira, graxas e
outros resíduos.
Não guarde tecidos impregnados de óleo, pois eles
podem inflamar-se espontaneamente.
DX,FLAME -54-29SEP98-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-000-5 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=17
Segurança

Manusear combustível com


segurança—evitar chamas
Manuseie o combustível com cautela: ele é altamente
inflamável. Não reabasteça a máquina quando estiver
fumando ou perto de chamas ou fagulhas.

TS202 —UN—23AUG88
Sempre desligue o motor antes de reabastecer a
máquina. Encha o tanque de combustível ao ar livre.
Evite incêndios mantendo a máquina livre de sujeira,
graxa e detritos acumulados. Sempre limpe o combustível
derramado.
Usem somente um contentor de combustível apropriado
para transportar líquidos inflamáveis.
mangueira da bomba de combustível em contato com a
Nunca abasteça o contentor de combustível sobre uma entrada do contentor de combustível ao abastecer.
caminhonete com caçamba revestida de plástico. Sempre
coloque o contentor de combustível no chão antes de Não armazene combustível próximo a chamas abertas,
reabastecer. Encoste o bico da mangueira da bomba faíscas ou luzes piloto como dentro de um aquecedor de
de combustível no contentor de combustível antes de água ou outros dispositivos.
remover a tampa do contentor. Mantenha o bico da
DX,FIRE1 -54-12OCT11-1/1

Manuseio do Fluido de Partida a Frio com


Segurança
O fluido de partida a frio é altamente inflamável.
Ao usá-lo mantenha todas as faíscas e chamas afastadas.
Mantenha o fluido de partida a frio longe das baterias e

TS1356 —UN—18MAR92
cabos.
Para prevenir a descarga acidental, ao guardar a lata
pressurizada, mantenha a tampa no contentor e guarde-o
em um local fresco e protegido.
Não incinere ou perfure um contentor com fluido de
partida a frio.
DX,FIRE3 -54-16APR92-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-000-6 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=18
Segurança

Manusear baterias com segurança


O gás da bateria pode explodir. Mantenha faíscas e
chamas longe das baterias. Utilize uma lanterna para
verificar o nível do eletrólito da bateria.
Nunca verifique a carga da bateria ligando os polos com

TS204 —UN—23AUG88
um objeto de metal. Use um voltímetro ou um densímetro.
Retire sempre a braçadeira do terminal de terra (—) da
bateria primeiro e recoloque-o por último.
Ácido sulfúrico em eletrólito de bateria é suficientemente
concentrado para queimar a pele, corroer roupas e causar
cegueira se for salpicado para os olhos.
Para evitar perigos:
• Abastecer baterias em áreas bem ventiladas
• Usar proteção para os olhos e luvas de borracha
• Evitar o uso de ar comprimido para limpar baterias
• Evitar inalar os gases quando adicionar eletrólito à
bateria
• Evitar derramar ou entornar o eletrólito
• Utilizar o procedimento correto para carregar e para
bateria auxiliar.
Em caso de derramar ácido sobre a pele ou os olhos:
1. Lavar a pele com água.
2. Aplicar bicarbonato de sódio ou cal na área atingida
para neutralizar os ácidos.
3. Lavar os olhos com água corrente durante 15—30
minutos. Procurar assistência médica imediatamente.
Em caso de ingestão do ácido:
1. Não induzir vômito.
2. Beber grandes quantidades de água ou leite, mas não

TS203 —UN—23AUG88
mais do que 2 l (2 qt).
3. Procurar assistência médica imediatamente.
ALERTA: Placas e terminais de baterias e acessórios
relacionados contêm chumbo e compostos de chumbo,
elementos químicos reconhecidos pelo estado da
Califórnia como causa para câncer e problemas
reprodutivos. Lave as mãos após o manuseio.
DX,WW,BATTERIES -54-02DEC10-1/1

Iluminação da Área de Trabalho com


Segurança
Ilumine sua área de trabalho adequadamente e com
segurança. Use uma luz portátil de segurança para
trabalhar dentro ou sob a máquina. Certifique-se de que
a lâmpada esteja em volta de uma carcaça de arame.
TS223 —UN—23AUG88

O filamento quente ou uma lâmpada acidentalmente


quebrada pode inflamar o combustível ou o óleo em
contato.

DX,LIGHT -54-04JUN90-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-000-7 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=19
Segurança

Instalar todas as proteções


Ventiladores, correias, polias e comandos giratórios do
sistema de arrefecimento podem causar graves lesões.
Mantenha sempre todas as proteções nos devidos
lugares durante a operação do motor.

TS677 —UN—21SEP89
Vista roupas adequadamente justas. Pare o motor e
certifique-se de que os ventiladores, correias, polias
e comandos estejam parados antes de fazer ajustes,
conexões ou limpeza próximo a ventiladores ou seus
componentes de acionamento.

DX,GUARDS -54-18AUG09-1/1

Viva com Segurança


Antes de devolver a máquina ao cliente, certifique-se
de que a máquina esteja funcionando adequadamente,
especialmente os sistemas de segurança. Instale todos
os protetores e blindagens.

TS231 —54—07OCT88
DX,LIVE -54-25SEP92-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-000-8 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=20
Segurança

Prática de Manutenção Segura


Compreenda o procedimento de manutenção antes de
executar qualquer trabalho. Mantenha a área de trabalho
limpa e seca.
Nunca lubrifique, ajuste ou faça manutenção na máquina
quando esta estiver em movimento. Mantenha mãos, pés
e vestimentas longe de peças acionadas por potência
elétrica ou hidráulica. Desengate todas as fontes de
potência, e opere os controles para aliviar a pressão.
Baixe o equipamento até ao solo. Desligue o motor.
Remova a chave. Permita que a máquina arrefeça.
Apoie de forma segura quaisquer elementos da máquina
que tenham que ser levantados para que a manutenção
possa ser feita.
Mantenha todas as peças em bom estado e
adequadamente instaladas. Repare danos
imediatamente. Substitua as peças gastas ou partidas.
Remova quaisquer acumulações de massa lubrificante,
óleo ou detritos.

TS218 —UN—23AUG88
Em equipamentos com motor, desligue o cabo terra da
bateria (-) antes de fazer quaisquer ajustes nos sistemas
elétricos ou antes de soldar na máquina.
Em implementos rebocados, desligue o conjunto de
cabos de ligação do trator antes de fazer manutenção
nos componentes do sistema elétrico ou antes de soldar
na máquina.
DX,SERV -54-17FEB99-1/1

Emergências
Esteja preparado para qualquer incêndio.
Mantenha um kit de primeiros socorros e o extintor de
incêndio sempre à mão.
Mantenha os números de emergência dos médicos,

TS291 —UN—23AUG88
serviço de ambulância, hospital e bombeiros próximos
do seu telefone.

DX,FIRE2 -54-03MAR93-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-000-9 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=21
Segurança

Evite as Queimaduras Causadas por Ácidos


O ácido sulfúrico do eletrólito da bateria é venenoso. Ele
é forte o suficiente para queimar a pele, furar as roupas e
causar cegueira se atingir os olhos.
Evite o perigo:
1. Enchendo as baterias em áreas bem ventiladas.
2. Usando proteção para os olhos e luvas de borracha.
3. Evitando respirar os gases ao adicionar eletrólito.
4. Evitando derramar ou entornar o eletrólito.
5. Use o procedimento adequado de partida ao usar
cabos de ligação direta.
Se derramar ácido em si mesmo:
1. Lave a pele com água.
2. Aplique bicarbonato de sódio ou cal para ajudar a
neutralizar o ácido.
3. Lave os olhos com água durante 15 a 30 minutos.
Obtenha atendimento médico imediatamente.
Em caso de ingestão do ácido:

TS203 —UN—23AUG88
1. Não induza o vômito.
2. Beba grandes quantidades de água ou leite, mas sem
exceder 2 l (2 quarts).
3. Obtenha atendimento médico imediatamente.

DX,POISON -54-21APR93-1/1

Evite Explosões da Bateria


Mantenha faíscas, fósforos acesos ou chamas
descobertas longe da bateria. O gás formado pela bateria
pode explodir.
Nunca verifique a carga da bateria colocando um objeto

TS204 —UN—23AUG88
de metal ligando os bornes. Use um voltímetro ou
densímetro.
Não carregue uma bateria congelada; ela pode explodir.
Aqueça a bateria a 16°C (60°F).

DX,SPARKS -54-03MAR93-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-000-10 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=22
Segurança

Prevenção de Partida Imprevista da Máquina


Evite possíveis ferimentos ou morte devido uma partida
imprevista da máquina.
Não dê partida no motor fazendo conexão em ponte dos
terminais do motor de arranque. O motor dará partida
engrenado se os circuitos normais de segurança forem

TS177 —UN—11JAN89
desviados.
NUNCA dê partida no motor estando fora do trator.
Dê partida no motor somente estando no assento do
operador, com a transmissão em ponto morto ou em
posição de estacionamento.
DX,BYPAS1 -54-29SEP98-1/1

Proteção Contra Borrifos a Alta Pressão


Os borrifos ou spray de bicos de alta pressão podem
penetrar na pele e causar graves ferimentos. Mantenha o
spray longe do contato das mãos e do corpo.
Em caso de acidente, consulte um médico imediatamente.

TS1343 —UN—18MAR92
Qualquer spray de alta pressão injetado na pele deve
ser removido cirurgicamente dentro de algumas horas ou
poderá resultar em gangrena. Os médicos com pouca
experiência neste tipo de ferimento devem procurar uma
fonte adequada de conhecimentos médicos nesta área.
Tal informação pode ser obtida no departamento médico
da Deere & Company em Moline, Illinois, E.U.A.
DX,SPRAY -54-16APR92-1/1

Proteção Contra Ruído


A exposição prolongada ao ruído pode causar danos ou
perda de audição.
Use dispositivos de proteção a audição apropriados,
tais como protetores de ouvidos, para proteger contra

TS207 —UN—23AUG88
barulhos altos ou incômodos.

DX,NOISE -54-03MAR93-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-000-11 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=23
Segurança

Reconheça as Informações de Segurança


Este é o símbolo de alerta de segurança. Ao ver este
símbolo em sua máquina ou neste manual, fique atento a
possíveis ferimentos pessoais.
Siga as precauções e práticas seguras de operação

T81389 —UN—07DEC88
recomendadas.

DX,ALERT -54-29SEP98-1/1

Remova a Tinta Antes de Soldar ou Aquecer


Evite gases e pó potencialmente tóxicos.
Gases perigosos podem ser gerados quando a tinta é
aquecida por solda ou maçarico.
Remova a tinta antes de aquecer:

TS220 —UN—23AUG88
• Remova a tinta no mínimo a 100 mm (4 in.) da área
a ser afetada pelo aquecimento. Se não for possível
remova a tinta, utilize um protetor respiratório aprovado
antes de aquecer ou soldar.
• Se for lixar ou raspar a tinta, evite respirar o pó. Use
um respirador aprovado.
• Se usar solvente ou removedor de tinta, retire o
removedor com água e sabão antes de soldar. Retire
da área os vasilhames de solvente ou de removedor de Faça todo o trabalho de solda em uma área bem ventilada
tinta e outros materiais inflamáveis. Permita que os para dispersar os gases tóxicos e o pó.
gases se dispersem por pelo menos 15 minutos antes Jogue fora a tinta e o solvente adequadamente.
de soldar ou aquecer.
Não use solvente clorado em áreas onde serão feitas
soldas.
DX,PAINT -54-24JUL02-1/1

Substituir etiquetas com avisos de segurança


Substituir etiquetas com avisos de segurança que estão
em falta ou danificados. Consultar o manual do operador
da máquina para a colocação correcta de etiquetas com
avisos de segurança.
TS201 —UN—23AUG88

DX,SIGNS1 -54-04JUN90-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-000-12 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=24
Segurança

Manutenção com Segurança no Sistema de


Arrefecimento
O escape de fluidos pressurizados do sistema de
arrefecimento podem causar queimaduras graves.
Desligue o motor. Remova o tampão de enchimento

TS281 —UN—23AUG88
do reservatório de expansão somente quando o motor
estiver suficientemente frio para tocar-lhe com as mãos.
Afrouxe a tampa lentamente até o primeiro batente para
aliviar a pressão antes de removê-la completamente.

DX,RCAP -54-04JUN90-1/1

Manutenção de Máquinas com Segurança


Prenda o cabelo longo atrás da cabeça. Não use gravata,
cachecol, roupas soltas e nem colares quando trabalhar
próximo de máquinas, ferramentas ou de peças móveis
de uma máquina. Se estes objetos se prenderem no
equipamento, poderão resultar em graves ferimentos.

TS228 —UN—23AUG88
Remova anéis e outras jóias para prevenir choques
elétricos ou enroscamento em peças móveis.

DX,LOOSE -54-04JUN90-1/1

Manter-se afastado de sistemas de


transmissão rotativos
O emaranhamento no sistema de transmissão rotativo
pode causar ferimentos graves ou a morte.
Manter sempre todas as blindagens no lugar. Certifique-se

TS1644 —UN—22AUG95
de que as blindagens giratórias girem livremente.
Vista roupas adequadamente justas. Pare o motor e
certifique-se de que todos os sistemas de transmissão e
peças giratórias estejam parados antes de fazer ajustes,
conexões ou qualquer tipo de manutenção no motor ou
no equipamento movido pela máquina.
DX,ROTATING -54-18AUG09-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-000-13 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=25
Segurança

Palavras de Aviso
Uma palavra de aviso—PERIGO, ATENÇÃO OU
CUIDADO—é usada como símbolo de alerta de
segurança. PERIGO identifica os riscos graves.
Avisos de segurança como PERIGO ou ATENÇÃO estão
localizados próximos de perigos específicos. Precauções

TS187 —54—27JUN08
gerais são indicadas nos avisos de segurança de
CUIDADO. A palavra CUIDADO também chama atenção
para as mensagens de segurança neste manual.

DX,SIGNAL -54-03MAR93-1/1

Equipamento Adequado Para Levantar e


Suspender
Levantar e suspender componentes pesados de maneira
incorreta pode causar ferimentos graves ou danos à
máquina.

TS226 —UN—23AUG88
Siga os procedimentos recomendados no manual para a
remoção e instalação de componentes.

DX,LIFT -54-04JUN90-1/1

Uso de Ferramentas Adequadas


Use as ferramentas apropriadas para o trabalho.
Ferramentas e procedimentos improvisados podem
ameaçar a segurança.
Use ferramentas elétricas somente para afrouxar as

TS779 —UN—08NOV89
peças rosqueadas e parafusos.
Para afrouxar e apertar os parafusos, use as ferramentas
de tamanho correto. NÃO use ferramentas de medida
dos E.U.A. em parafusos em milímetros. Evite ferimentos
devido a queda de chaves.
Use somente as peças de manutenção que estão de
acordo com as especificações da John Deere.
DX,REPAIR -54-17FEB99-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-000-14 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=26
Segurança

Esperar Antes de Abrir o Sistema de Injeção


de Combustível de Alta Pressão
O fluido a alta pressão que ficar nas linhas de combustível
pode causar ferimentos graves. Só os técnicos
familiarizados com este tipo de sistema devem efetuar
consertos. Em motores com sistema de combustível de

TS1343 —UN—18MAR92
High Pressure Common Rail (HPCR) (Coletor de Alta
Pressão), espere pelo menos 15 minutos (depois do motor
ter parado) antes de desligar as linhas de combustível,
os sensores ou quaisquer outros componentes entre a
bomba de combustível de alta pressão e os bocais.

DX,WW,HPCR2 -54-07JAN03-1/1

Uso de Roupa de Proteção


Use roupa e equipamento de segurança apropriados ao
trabalho.
A exposição prolongada ao ruído pode causar dano ou
perda de audição.

TS206 —UN—23AUG88
Use dispositivos de proteção da audição apropriados
tais como protetores de ouvidos para proteger contra
barulhos altos ou incômodos.
Operar o equipamento com segurança requer a plena
atenção do operador. Não use rádios nem auscultadores
enquanto estiver operando a máquina.
DX,WEAR -54-10SEP90-1/1

Limpeza da Área de Trabalho


Antes de começar um trabalho:
• Limpe a área de trabalho e a máquina.
• Certifique-se de que todas as ferramentas necessárias
para seu trabalho estejam disponíveis.

T6642EJ —UN—18OCT88
• Tenha as peças certas à disposição.
• Leia todas as instruções completamente; não tente
simplificar o processo.

DX,CLEAN -54-04JUN90-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-000-15 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=27
Segurança

Trabalhe em Área Ventilada


O gás de escape do motor pode causar doenças ou até
mesmo a morte. Na necessidade de ligar um motor
em uma área fechada, remova o gás da área com uma
extensão do tubo de escape.

TS220 —UN—23AUG88
Se você não tiver uma extensão do tubo de escape, abra
as portas para a circulação do ar.

DX,AIR -54-17FEB99-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-000-16 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=28
Grupo 001
Informações de Identificação do Motor

PowerTech PVX 6.8 L


Designação Comercial de Motores
P.......................................................................... Tecnologia
Os motores que atendem os requisitos para emissões
Interim Classe 4/Estágio IIIB possuem uma nova
• P ................................. Pacote PLUS (4 válvulas, EGR, HPCR)
V................................................................. Turbocompressor
designação comercial para identificar a tecnologia
aplicada. • F .............................................................................. Fixo
• S ............................................................Série (VGT e Fixo)
• V ....................... Turbocompressor de Geometria Variável (VGT)
• W ..................................................................... Wastegate
X................................................................... Filtro de Escape
• X ....................................... Catalisador de Oxidação do Diesel
(DOC) e Filtro de Partículas de Diesel (DPF)
• X ................................................ Catalisador de Oxidação do
Diesel (DOC) e Vazão Através do Filtro (FTF)
CD03523,00001DD -54-13OCT10-1/1

Selo de Certificação do Sistema de Controle de Emissões

RG19588 —UN—15OCT10
Etiqueta de Emissões do Motor 6.8 L

linha da etiqueta significa que o motor foi aprovado pela


CUIDADO: Poderão existir leis relativas Comunidade Europeia através da Diretiva 97/68/EC. As
ao controle de emissões que podem garantias de emissões de poluentes EPA e/ou CARB não
determinar severas penalidades ao usuário se aplicam aos países da CE.
ou à concessionária.

A garantia de emissões de poluentes refere-se apenas aos


motores comercializados pela John Deere e aprovados Leis do(s) Sistema(s) de Controle de Emissões
pela United States Environmental Protection Agency A U.S. EPA e a Califórnia ARB proíbem a remoção ou a
(EPA) (Agência de Proteção Ambiental dos Estados anulação de qualquer dispositivo ou elemento do projeto
Unidos) e/ou pela California Air Resources Board (CARB) instalado sobre ou dentro dos motores/equipamentos
(Comissão de Recursos do Ar da Califórnia) e utilizados que estiverem de acordo com as normas de emissões
nos Estados Unidos e no Canadá em equipamentos aplicáveis, antes ou após a venda e a entrega dos
fora-de-estrada. A presença de uma etiqueta de emissões motores/equipamentos ao comprador final.
de poluentes como a mostrada significa que o motor
foi aprovado pela EPA e/ou pela CARB. As garantias NOTA: A taxação de HP/kW do selo de certificação de
da EPA e da CARB referem-se apenas aos motores emissões do motor especifica os HP/kW brutos do
novos que possuam a etiqueta de aprovação afixada ao motor, que é a energia volante sem Ventilador. Na
motor e vendidos como especificado acima nas áreas maioria das aplicações essa classificação não será
geográficas. A presença de um número CE na terceira a mesma anunciada para o HP/kW do veículo.
PU00210,00000BA -54-16NOV10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-001-1 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=29
Informações de Identificação do Motor

Informações da Placa de Identificação do Motor

JOHN DEERE
Engine Serial Number A
CD6068R123456

RG18018 —UN—16NOV10
RG18019 —UN—01FEB10
6068HFC95 B

DEERE & COMPANY MOLINE, ILLINOIS MADE IN FRANCE

Localização da Placa de Identificação do Motor Placa de Identificação do Motor da Fábrica de Saran

A placa de identificação do motor (C) encontra-se no lado


direito do bloco de cilindros atrás do filtro de combustível.
IMPORTANTE: A placa de identificação do motor JOHN DEERE
pode ser facilmente destruída. Remova a placa Engine Serial Number A
ou registre a informação em outro local antes PE6068R123456

RG18373 —UN—16NOV10
de limpar o motor em "tanque quente".

Número de Série do Motor (A) 6068HFC95 B


Cada motor tem um Nº de Série de motor John Deere
com 13 dígitos identificando a fábrica que o produziu, a
designação do modelo do motor, certificação de emissões
e um número sequencial de 6 dígitos. Veja o exemplo
Placa de Identificação do Motor da Fábrica de Torreon
a seguir:
CD6068R123456
A—Número de Série do Motor C—Placa de Identificação do
CD .................................... Código da fábrica que produz o motor B—Número do Modelo do Motor
Motor
• CD ............................................................... Saran, França
• PE ............................................................. Torreon, México
6068 ................................. Número de Cilindros e Cilindrada Total

• 6068 ..................................................... 6 cilindros, 6,8 litros Número do modelo do motor (B)


R ....................................................... Certificação de Emissão H ..............................................................Aspiração do Motor

• C ............................................................Classe 1/Estágio 1 • D ............................................................. Aspiração natural


• G.......................................................... Classe 2 / Estágio II • T ............................................................. Turbocomprimido
• L ........................................................ Classe 3/Estágio III A • A ........................... Turbocomprimido e pós-refrigerado, ar-água
• R .............................................. Interim Classe 4/Estágio III B • H ............................... Turbocomprimido e pós-refrigerado, ar-ar
123456 .............................................. Número de série do motor F .................................................................... Tipo do usuário

• F .......................................OEM (John Deere Power Systems)


• XX .............. Outras letras são usadas para identificar os locais de
fabricação dos Equipamentos John Deere
C ........................................................................... Industrial
G ................................................................... Grupo Gerador
95 ............................................................ Novas Designações

• 94..................................... PVX (Turbocompressor VGT Único)


• 95.............. PSX (Série de Turbocompressores e Pós-tratamento)
CD03523,00001DC -54-16NOV10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-001-2 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=30
Informações de Identificação do Motor

Informações Relativas a Regulamentos sobre Emissões


Dependendo do destino final, os motores podem estar tornaria esse componente inoperante ou a realização de
em conformidade com os regulamentos de emissões, qualquer ajuste no motor para além das especificações
de acordo com a Agência de Proteção do Ambiente publicadas. Também é ilegal instalar uma peça ou
dos E.U.A. (EPA), a Comissão de Recursos Aéreos da componente cujo principal efeito é fazer um atalho,
Califórnia (CARB) e, para a Europa, a Diretiva 97/68/EC, inutilizar ou tornar inoperante qualquer componente do
relacionada com as medições de emissões de partículas e motor ou dispositivo que afete a conformidade do motor
gases poluentes a partir de motores de combustão interna. com os regulamentos de emissão. Resumindo, é ilegal
Tais motores são designados por “CERTIFICADOS” e fazer qualquer operação que não seja fazer com
recebem uma etiqueta de emissão no motor. que o motor tenha novamente suas especificações
divulgadas originais.
Os regulamentos proíbem a alteração de componentes
relacionados com a emissão listados em seguida, que
Lista de componentes relacionados com emissões
Sistema de indução de ar Sistema de dosagem de combustível Recirculação do gás de escape
• Coletor de admissão • Sistema de Injeção de Combustível • Válvula EGR
• Turbocompressor
• Radiador de ar
Sistema do reator térmico ou catalisador Controles de partículas Sistema de ventilação de cárter aberto (OCV)
• Conversor do catalisador • Qualquer dispositivo usado para capturar • Filtro/separador do OCV
• Coletor de escape emissões de partículas • Tampa de enchimento de óleo
• Qualquer dispositivo usado na regeneração
do sistema de captura
• Invólucros e coleta
• Limitadores de emissão de fumaça
Controles avançados de óxidos de Itens diversos usados nos sistemas acima Etiquetas de controle de emissão
nitrogênio (NOx)
• Absorventes e catalisadores de NOx • Unidades de controle eletrônico, sensores,
atuadores, chicotes elétricos, mangueiras,
conectores, braçadeiras, conexões, juntas,
ferragens de montagem

AS58880,0000007 -54-22SEP10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-001-3 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=31
Informações de Identificação do Motor

Selo do Código de Opção do Motor OEM

JOHN DEERE Number RG6068R000093

A
6068HFC95 6.8 L 1685 F
1175 1322 1406 1503 1606 1708 1928 2002 2699 2815 2975 3073 3512 3937 4074

RG18020 —UN—01FEB10
4348 4663 4712 4848 4913 5027 5137 5204 5412 5569 5601 5734 5957 6543 6811
6901 72N1 7302 7699 7899 8422 8922 9843

Customer No. OPTION CODES

Selo do Código de Opção do Motor OEM


A—Código Base do Motor
(Mostrado na Etiqueta de
Códigos de Opções do Motor)

Uma etiqueta com código de opção está afixada no topo


da tampa da válvula e identifica as opções instaladas na NOTA: Antes da limpeza do “tanque quente”,
fábrica em cada motor OEM, para garantir a aquisição certifique-se de registrar os códigos de opção
das peças corretas. em algum outro lugar.

Quando necessitar de peças ou de assistência técnica, Na tabela abaixo, são indicados apenas os 2
indicar estes números à assistência técnica autorizada ou primeiros dígitos correspondentes ao grupo
ao distribuidor de motores. de opção. Os últimos 2 dígitos identificam
a opção específica.

LISTA DOS CÓDIGOS DAS OPÇÕES


11__ Tampa do balancim 50__ Bomba de óleo
12__ Tampão de enchimento de óleo 51__ Cabeçote dos cilindros com válvulas
13__ Polia do virabrequim 52__ Engrenagem do acionamento auxiliar
14__ Alojamento do volante 54__ Entrada de ar do turbocompressor
15__ Volante do Motor 56__ Opção de pintura
16__ Sistema de Injeção de Combustível 57__ Entrada do líquido de arrefecimento
17__ Entrada de ar do motor 59__ Resfriador e filtro de óleo
19__ Cárter 60__ Polia de acionamento acessória
20__ Bomba do líquido de arrefecimento 62__ Suporte do alternador
21__ Tampa do termostato 63__ Linha de combustível de baixa pressão
22__ Termostato 64__ Cotovelo de escape
23__ Acionamento do ventilador 65__ Turbocompressor
24__ Correia do ventilador 67__ Sensores do motor base
25__ Ventilador 68__ Amortecedor
26__ Aquecedor do líquido de arrefecimento do 69__ Placa do número de série do motor
motor
28__ Coletor de escape 72__ Opção de software eletrônico da ECU
29__ Sistema de ventilação 73__ Sistema de dosagem
30__ Motor de partida 74__ Suporte do compressor do ar-condicionado
31__ Alternador 75__ Indicador de obstrução de ar
35__ Filtro do combustível 76__ Pressostato do óleo
36__ Placa Dianteira 81__ Filtro primário de combustível
39__ Carcaça do termostato 83__ Software eletrônico
40__ Vareta e abastecimento de óleo 84__ Chicote do circuito elétrico
43__ Auxílio de partida 86__ Polia do ventilador
44__ Tampa da engrenagem de distribuição 87__ Esticador automático da correia
46__ Bloco de cilindros 89__ Sistema da EGR
47__ Virabrequim 91__ Equipamentos especiais (Instalados na fábrica)
Continua na próxima página PU00210,00000B8 -54-08MAR11-1/2

CTM104754 (25JUL12) 01-001-4 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=32
Informações de Identificação do Motor

LISTA DOS CÓDIGOS DAS OPÇÕES


48__ Bielas e pistões 97__ Equipamentos especiais (Instalados em campo)
49__ Mecanismos de acionamento da válvula 98__ Transporte
PU00210,00000B8 -54-08MAR11-2/2

CTM104754 (25JUL12) 01-001-5 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=33
Informações de Identificação do Motor

CTM104754 (25JUL12) 01-001-6 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=34
Grupo 002
Combustíveis, Lubrificantes e Líquidos de Arrefecimento

Combustível diesel
Procure o seu distribuidor local de combustível para se
informar sobre as propriedades do diesel disponível em • Use SOMENTE diesel com teor ultra-baixo de enxofre
sua área. (ULSD) com teor inferior a 15 mg/kg (15 ppm).

De um modo geral, o diesel é combinado para satisfazer Teor de enxofre para motores Tier 3 e Stage III A
às exigências de baixa temperatura da região na qual
são comercializados. • RECOMENDA-SE uso de diesel com teor de enxofre
inferior a 1000 mg/kg (1000 ppm).
Os combustíveis diesel recomendados são os • O uso de diesel com teor de enxofre entre 1000 - 5000
especificados segundo as normas EN 590 ou ASTM mg/kg (1000 - 5000 ppm) REDUZ os intervalos de troca
D975. Diesel renovável produzido por hidrotratamento de de filtro e óleo.
gordura animal e óleos vegetais é basicamente idêntico
a diesel de petróleo. Diesel renovável de acordo com a • ANTES de usar diesel com teor de enxofre superior a
5000 mg/kg (5000 ppm), consulte seu concessionário
norma EN 590 ou ASTM D975 é aceitável para uso em
John Deere.
todos os níveis de percentual de mistura.
Teor de enxofre para motores Tier 2 e Stage II
Propriedades exigidas do combustível
Em todos os casos, o combustível deve estar de acordo • RECOMENDA-SE uso de diesel com teor de enxofre
inferior a 500 mg/kg (500 ppm).
com as seguintes propriedades:
• O uso de diesel com teor de enxofre entre 500 - 5000
Índice de cetano mínimo de 43. É preferível um mg/kg (500 - 5000 ppm) REDUZ os intervalos de troca
índice de cetano maior que 47, especialmente para de filtro e óleo.
temperaturas abaixo de -20°C (-4°F) ou elevações acima • ANTES de usar diesel com teor de enxofre superior a
de 1500 m (5000 ft.). 5000 mg/kg (5000 ppm), consulte seu concessionário
John Deere.
Ponto de Entupimento do Filtro a Frio (PEFF) pelo
menos 5°C (9°F) abaixo da temperatura mínima prevista Teor de enxofre para outros motores
OU Ponto de Névoa (Turvação) abaixo da temperatura
mínima prevista. • RECOMENDA-SE uso de diesel com teor de enxofre
inferior a 5000 mg/kg (5000 ppm).
Lubricidade do combustível deve passar um diâmetro • O uso de diesel com teor de enxofre superior a 5000
de marca de desgaste máximo de 0,45 mm conforme mg/kg (5000 ppm) REDUZ os intervalos de troca de
medido segundo a norma ASTM D6079 ou ISO 12156-1. filtro e óleo.
A qualidade e o teor de enxofre do diesel devem estar IMPORTANTE: NÃO misture óleo do motor ou
de acordo com todas as normas de emissões existentes qualquer outro tipo de lubrificante com diesel.
para a região em que o motor vai operar. NÃO utilize
combustível diesel com teor de enxofre superior a 10000 IMPORTANTE: O uso impróprio de aditivo pode
mg/kg (10000 ppm). danificar o equipamento de injeção de
combustível dos motores diesel.
Teor de enxofre para motores Interim Tier 4 e Stage
III B
DX,FUEL1 -54-11APR11-1/1

Produtos Aditivos do Combustível Diesel • Fuel-Protect Keep Clean


Os motores diesel John Deere com sistemas de
• Condicionador Performance Formula
combustível de alta pressão contam com combustível
• Biodiesel Protect 100
diesel de alta qualidade para manter o desempenho,
• Kits de Teste de Combustível
confiabilidade e durabilidade que os clientes exigem.
• FUELSAVER™
Uma série de produtos pós-venda para combustível diesel Esses produtos estão disponíveis através da John Deere
podem ser usados para garantir que o diesel atenda Merchandise.
essas necessidades:
NOTA: Nem todos os produtos estão disponíveis
• Condicionador de Combustível Diesel Fuel-Protect em todos os mercados.
• Limpeza do Sistema de Combustível Diesel
VN40298,00000F5 -54-14MAY12-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-002-1 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=35
Combustíveis, Lubrificantes e Líquidos de Arrefecimento

Manusear e armazenar combustível diesel

CUIDADO: Reduza o risco de incêndios. Manuseie Ao usar biodiesel, o filtro de combustível pode exigir uma
o combustível com cuidado. NÃO encha o frequência maior de substituição devido ao entupimento
tanque de combustível quando o motor estiver prematuro.
em funcionamento. NÃO fume enquanto estiver
Verifique diariamente o nível de óleo do motor antes
enchendo o tanque de combustível ou fazendo
de ligá-lo. Um aumento no nível de óleo pode indicar a
a manutenção do sistema de combustível.
diluição do óleo do motor pelo combustível.
Abasteça o tanque de combustível ao final de IMPORTANTE: O tanque de combustível é ventilado
cada operação diária para evitar condensação e o através da tampa de enchimento. Se for
congelamento em tempo frio. necessário substituir a tampa, use sempre
uma original ventilada.
Mantenha todos os tanques de armazenamento sempre
cheios para evitar condensação.
Quando o combustível for armazenado por período
Verifique se todas as tampas e tampões dos tanques de prolongado ou se o consumo de combustível for lento,
combustível estão corretamente instaladas para impedir adicione um condicionador de combustível para estabilizar
entrada de umidade. Monitore o conteúdo de água no o combustível e para impedir a condensação. Consulte o
combustível regularmente. fornecedor de combustível para recomendações.
DX,FUEL4 -54-14APR11-1/1

Lubricidade do diesel
A maior parte do diesel produzido nos EUA, Canadá e Se for usado um combustível com lubricidade baixa
União Europeia possui uma lubricidade adequada para ou desconhecida, adicione condicionadorJohn Deere
garantir a operação apropriada e a durabilidade dos Fuel-Protect Diesel Fuel Conditioner (ou equivalente) na
componentes do sistema de injeção de combustível. concentração especificada.
Porém, o diesel produzido em algumas regiões do mundo
pode não ter a lubricidade adequada. Lubricidade do biodiesel
IMPORTANTE: Certifique-se de que o diesel usado A lubricidade do combustível pode melhorar
na sua máquina ofereça características significativamente com misturas de biodiesel até B20
de boa lubricidade. (20% de biodiesel). Maiores aumentos na lubricidade são
limitados por misturas de biodiesel superiores a B20.
A lubricidade do combustível deve passar um diâmetro
de marca de desgaste máximo de 0,45 mm conforme
medido segundo a norma ASTM D6079 ou ISO 12156-1.
DX,FUEL5 -54-14APR11-1/1

Testar diesel contaminação por bactérias, ponto de névoa, número de


ácidos, contaminação por particulados e se o combustível
Uma análise do combustível pode ajudar a monitorar está de acordo com as especificações.
a qualidade do diesel. A análise de combustível
pode fornecer dados críticos como octanagem, Consulte seu concessionário John Deere para maiores
tipo de combustível, teor de enxofre, teor de água, informações sobre análise do combustível.
aparência, adequabilidade para operações em clima frio,
DX,FUEL6 -54-14APR11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-002-2 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=36
Combustíveis, Lubrificantes e Líquidos de Arrefecimento

Combustível Biodiesel
Biodiesel é um combustível composto de ésteres
mono-alquila de ácidos graxos de cadeia longa derivados Os condicionadores de combustível aprovados pela
de gordura animal ou vegetal. As misturas de biodiesel John Deere que contenham aditivos de detergente
consistem em biodiesel misturado com diesel derivado de e dispersantes são obrigatórios ao usar B20, e são
petróleo conforme o volume. recomendados ao usar misturas menores de biodiesel.

Antes de usar combustível que contém biodiesel, analisar Requisitos e Recomendações de Uso de Biodiesel
os Requisitos e Recomendações do Uso de Biodiesel A proporção de diesel derivado de petróleo nas misturas
nesse Manual do Operador. de biodiesel deve cumprir as especificações das normas
As leis e regulamentos ambientais podem estimular ou comerciais ASTM D975 (EUA) ou EN 590 (UE).
proibir o uso de combustível biodiesel. Operadores devem Recomenda-se expressamente aos usuários de biodiesel
consultar as autoridades governamentais apropriadas nos EUA que adquiram misturas de biodiesel de um
antes de usar biodiesel. Fornecedor com Certificado BQ-9000, cuja fonte seja um
Todos os Motores John Deere com Filtro de Escape Produtor Credenciado BQ-9000 (certificações do National
(Lançado em 2011 e Mais Recente) Biodiesel Board). Os Fornecedores Certificados e os
Produtores Credenciados podem ser encontrados no
São preferidas as misturas de 5% (B5), mas seguinte website: http://www.bq9000.org.
concentrações de até 20% de biodiesel (B20) no diesel
derivado de petróleo podem ser usadas. As misturas O biodiesel contém resíduo de cinzas. Os níveis de
de biodiesel até B20 podem ser usadas SOMENTE cinzas que excedem os máximos permitidos no ASTM
se o biodiesel (100% de biodiesel ou B100) cumprir a D6751 ou EN14214 podem resultar em acumulação mais
especificação ASTM D6751, EN 14214 ou equivalente. rápida de cinzas e limpeza mais frequente do Filtro de
Espera-se uma redução de 2% na potência e de 3% na Escape (se presente).
economia de combustível quando o B20 é usado. O filtro de combustível pode exigir uma frequência maior
As concentrações de biodiesel acima de B20 podem de substituição, ao usar biodiesel, especialmente na troca
prejudicar os sistemas de controle de emissões do motor de diesel para biodiesel. Verifique diariamente o nível
e não devem ser usados. Os riscos incluem, mas não de óleo do motor antes de ligá-lo. Um aumento no nível
se limitam a, regeneração estacionária mais frequente, de óleo pode indicar a diluição do óleo do motor pelo
acúmulo de fuligem e aumento de intervalos de remoção combustível. Misturas de biodiesel até B20 devem ser
de cinzas. usadas em até 90 dias da data de produção do biodiesel.
Se usadas, as misturas de biodiesel acima de B20 devem
Os condicionadores de combustível aprovados pela ser usadas em até 45 dias da data de produção do
John Deere que contenham aditivos de detergente biodiesel.
e dispersantes são obrigatórios ao usar B20, e são
recomendados ao usar misturas menores de biodiesel. Quando usar misturas de biodiesel até B20, considerar o
seguinte:
Todos os Motores John Deere Excluindo Filtro de
Escape (Lançado Principalmente Antes de 2012) • Degradação do fluxo em clima frio
• Questões de armazenagem e estabilidade (absorção
São preferidas as misturas de 5% (B5), mas de umidade, crescimento microbiano)
concentrações de até 20% de biodiesel (B20) no diesel • Possíveis restrições e obstruções no filtro (normalmente
derivado de petróleo podem ser usadas. As misturas um problema quando se usa biodiesel pela primeira
de biodiesel até B20 podem ser usadas SOMENTE vez em motores usados.)
se o biodiesel (100% de biodiesel ou B100) cumprir a • Possível vazamento de combustível em retentores e
especificação ASTM D6751, EN 14214 ou equivalente. mangueiras (principalmente com motores mais antigos)
Espera-se uma redução de 2% na potência e de 3% na • Possível redução da durabilidade dos componentes
economia de combustível quando o B20 é usado. do motor
Esses motores John Deere podem operar com misturas Solicite um certificado de análise do seu distribuidor de
de biodiesel superiores a B20 (até 100% de biodiesel). combustível para assegurar que o combustível está de
Operar em níveis acima de B20 SOMENTE se o acordo com as especificações fornecidas neste Manual
biodiesel cumprir a especificação EN 14214 (disponível do Operador.
principalmente na Europa). Os motores que operam
com misturas de biodiesel superiores a B20 podem não Consulte seu concessionário John Deere para
cumprir ou não serem permitidos por todas as normas condicionadores de combustível aprovados para melhorar
aplicáveis de emissões. Espera-se uma redução de 12% a armazenagem e rendimento com biodiesel.
na potência e de 18% na economia de combustível ao Quando usar misturas de biodiesel superiores a B20,
usar 100% de biodiesel. considerar o seguinte:

Continua na próxima página DX,FUEL7 -54-29AUG12-1/2

CTM104754 (25JUL12) 01-002-3 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=37
Combustíveis, Lubrificantes e Líquidos de Arrefecimento

• Possível coqueificação (carbonização) ou bloqueio • Possíveis danos à pintura caso seja exposta ao
dos bicos injetores, resultando em perda de potência biodiesel
e falhas de ignição do motor caso não sejam usados • Possível corrosão do equipamento de injeção de
os condicionadores de combustível aprovados pela combustível
John Deere • Possível degradação do material elastomérico de juntas
e vedações (principalmente em motores mais antigos)
• Possível diluição do óleo do cárter (exigindo trocas de
• Níveis possivelmente altos de ácidos dentro do sistema
óleo mais frequentes)
de combustível
• Possível formação de camada tipo verniz ou
• Como as misturas de biodiesel acima de B20 contêm
engripamento dos componentes internos
mais cinzas, o uso de misturas acima de B20 pode
• Possível formação de borra e sedimentos
resultar em acumulação mais rápida de cinzas e limpeza
• Possível oxidação térmica do combustível em
mais frequente do Filtro de Escape (se presente)
temperaturas elevadas
• Possíveis problemas de compatibilidade com outros IMPORTANTE: Óleos vegetais brutos NÃO são
materiais (incluindo cobre, zinco, estanho, latão e aceitáveis como combustível em qualquer
bronze) usados nos equipamentos de manuseio de concentração nos motores John Deere. Seu
combustível uso pode danificar o motor.
• Possível redução na eficiência da separação da água
DX,FUEL7 -54-29AUG12-2/2

CTM104754 (25JUL12) 01-002-4 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=38
Combustíveis, Lubrificantes e Líquidos de Arrefecimento

Minimizar efeitos do inverno nos motores diesel


Os motores diesel John Deere são projetados para MOTORES DIESEL e de LÍQUIDO DE ARREFECIMENTO
trabalhar eficazmente durante o inverno. PARA MOTORES DIESEL nesta seção.)
Contudo, para o arranque e funcionamento eficazes Aditivo de circulação do diesel
no inverno, são necessários alguns cuidados
complementares. As informações a seguir descrevem os Use o condicionador John Deere Fuel-Protect Diesel Fuel
passos que podem minimizar o efeito do inverno sobre Conditioner (fórmula de inverno) contendo anti-congelante
o arranque e o funcionamento do seu motor. Consulte ou condicionador equivalente para tratar combustível
o concessionário John Deere para mais informações e de clima quente (Nº 2-D na América do Norte) durante
disponibilidade local dos cuidados em clima frio. o inverno. Isto geralmente estende a operacionalidade
em cerca de 10°C (18°F) abaixo do ponto de névoa do
Usar combustível de inverno combustível. Para operacionalidade em temperaturas
inferiores, use combustível de inverno.
Quando a temperatura é inferior a 0°C (32°F), o
combustível de inverno (Grau 1-D na América do Norte) é IMPORTANTE: Trate o combustível quando a
o mais adequado para o funcionamento em clima frio. O temperatura exterior estiver abaixo de 0°C
combustível de inverno tem um ponto inferior de névoa (32°F). Para os melhores resultados, usar com
e de fluidez. combustível não tratado. Seguir todas as
instruções recomendadas no rótulo.
O ponto de névoa é o ponto em que se começa a
formar a parafina no combustível que obstrui os filtros Biodiesel
do combustível. Ponto de fluidez é a temperatura mais
baixa em que o movimento do combustível é observado. Ao operar com misturas ("blends") de biodiesel, pode
ocorrer formação de cera em temperaturas mais quentes.
NOTA: Em média, o diesel de inverno tem a taxa de
Comece usando o condicionador John Deere Fuel-Protect
BTU (conteúdo de calor) inferior. A utilização do
Diesel Fuel Conditioner (fórmula de inverno) a 5°C
combustível de inverno pode reduzir a potência
(41°F) para tratar biodiesel durante o inverno. Use B5
e a eficiência do combustível, mas não afeta
ou misturas mais baixas em temperaturas abaixo de 0°C
o desempenho do motor. Verificar o tipo de
(32°F). Use somente diesel de petróleo de inverno em
combustível usado antes de procurar pequenas
temperaturas abaixo de -10°C (14°F).
avarias por baixa potência no inverno.
Dianteiras de Inverno
Aquecedor da admissão de ar
O uso de dianteiras de inverno de tecido, papelão
O aquecedor da admissão de ar é um opcional disponível ou sólidas não é recomendado para nenhum motor
para auxiliar a partida de alguns motores em clima frio. John Deere. Seu uso pode resultar em temperaturas
excessivas do ar de carga, óleo e líq. de arrefecimento.
Éter Isto pode reduzir a vida útil do motor, a potência e
Há um bocal de éter na admissão disponível para auxiliar aumentar o consumo. Dianteiras de inverno também
a partida em clima frio. podem impor carga excessiva ao ventilador, levando a
falhas prematuras.
CUIDADO: Éter é altamente inflamável. Não Se usar dianteiras de inverno, elas nunca devem fechar
use éter na partida de um motor equipado totalmente a grade dianteira. Aprox. 25% de área no
com velas de pré-aquecimento ou aquecedor centro da grade deve permanecer sempre aberta. Os
da admissão de ar. dispositivos de bloqueio de ar nunca devem ser aplicados
diretamente na colmeia do radiador.
Aquecedor do líquido de arrefecimento
Cortinas de radiadores
O aquecedor do bloco do motor (aquecedor do líquido de
arrefecimento) é um opcional disponível para auxiliar a Se equipado com sistema de cortina de radiador
partida em clima frio. controlado por termostato, este sistema deve ser regulado
de maneira que as cortinas estejam completamente
Óleo de viscosidade sazonal e concentração abertas quando o liq. de arrefecimento atingir 93°C
adequada de líq. de arrefecimento (200°F) para evitar aquecimento excessivo do coletor de
admissão. Sistemas manualmente controlados não são
Use óleo para motores com grau de viscosidade sazonal, recomendados.
com base na variação da temperatura esperada entre
as trocas de óleo, e uma concentração adequada de Se for usado pós resfriamento ar-ar, as cortinas devem
anticongelante com baixo teor de silicato, conforme ser completamente abertas quando a temperatura do
recomendado. (Veja os requisitos de ÓLEO PARA ar do coletor de admissão atingir a temperatura máx.
permitida fora do resfriador do ar de carga.
Continua na próxima página DX,FUEL10 -54-20APR11-1/2

CTM104754 (25JUL12) 01-002-5 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=39
Combustíveis, Lubrificantes e Líquidos de Arrefecimento

Para mais informações, consulte seu concessionário


John Deere.
DX,FUEL10 -54-20APR11-2/2

Óleo de amaciamento de motor John Deere Break-In™ Plus


Os motores novos são abastecidos na fábrica com o
óleo de amaciamento do motor John Deere Break-In
• API Service Category CJ-4
Plus™. Durante o período de amaciamento, adicione o
• Sequência de óleos ACEA E9
óleo de amaciamento de motor John Deere Break-In™
• Sequência de óleos ACEA E6
Plus conforme necessário para manter o nível do óleo Se um desses óleos for usado durante a operação inicial
especificado. de um motor novo ou recondicionado, troque o óleo e
o filtro entre um mínimo de 100 horas e um máximo de
Durante a operação inicial de um motor novo ou 250 horas.
recondicionado, troque o óleo e o filtro no mínimo a cada
100 horas e no máximo no intervalo igual ao especificado IMPORTANTE: Não use nenhum outro óleo do motor
para o óleo John Deere Plus-50™ II. durante o período de amaciamento de um
motor novo ou recondicionado.
Opere o motor sob várias condições, sobretudo cargas
pesadas com uso mínimo de marcha lenta, para auxiliar o O óleo de amaciamento de motor John Deere Break-In™
devido assentamento dos componentes do motor. Plus pode ser usado em todos os motores diesel John
Após a retífica do motor, abasteça com o óleo de Deere em todos os níveis de certificação de emissões.
amaciamento de motor John Deere Break-In™. Após o período de amaciamento, usar o óleo Plus-50™ II
Se o óleo de amaciamento de motor John Deere ou um outro óleo para motor diesel recomendado neste
Break-In™ Plus não estiver disponível, use um óleo para manual.
motor diesel de viscosidade 10W-30 SAE que cumpra
uma das seguintes especificações:
Break-In Plus é uma marca registrada da Deere & Company
Plus-50 é uma marca registrada da Deere & Company
DX,ENOIL16 -54-20APR11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-002-6 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=40
Combustíveis, Lubrificantes e Líquidos de Arrefecimento

Óleo para motores diesel 50 o C 122o F


Usar óleo com viscosidade apropriada, baseando-se na
variação esperada da temperatura do ar entre as trocas 40 o C 104o F
de óleo.
30 o C 86 o F
John Deere Plus-50™ II é o óleo de motor

SAE 15W-40
recomendado.

SAE 10W-40
20 o C 68 o F

SAE 10W-30
Intervalos de troca mais extensos podem ser aplicados

SAE 0W-40
SAE 5W-30
quando o óleo de motor John Deere Plus-50™ II for 10 o C 50 o F
utilizado. Consulte a tabela de intervalos de troca de óleo
do motor e o seu concessionário John Deere p/ mais 0o C 32 o F
informações.
-10 o C 14 o F
Se o óleo de motor John Deere Plus-50™ II não estiver
disponível, pode ser usado um óleo de motor que cumpra -20 o C -4 o F

TS1691 —UN—18JUL07
uma ou mais das seguintes especificações:
-30 o C -22 o F
• Categoria de serviço API CJ-4
• Sequência de óleos ACEA E9
• Sequência de óleos ACEA E6 -40 o C -40 o F

Não use óleo do motor que contenha mais que 1% de


cinza sulfatada, 0,12% de fósforo ou 0,4% de enxofre. Viscosidades do óleo para temperaturas variadas

São preferíveis óleos de motor diesel de


multi-viscosidade. IMPORTANTE: Use somente diesel com teor
A qualidade e o teor de enxofre do diesel devem estar ultra-baixo de enxofre (ULSD) com teor
de acordo com todas as normas de emissões existentes inferior a 15 mg/kg (15 ppm).
para a região em que o motor vai operar.
Plus-50 é uma marca registrada da Deere & Company
DX,ENOIL14 -54-14APR11-1/1

Intervalos de Manutenção de Óleo e Filtro


do Motor
Veja o manual aplicável do operador para os intervalos
de manutenção.
DM80898,000025E -54-14OCT10-1/1

Filtros de Óleo Use filtros que cumpram com as especificações de


A filtragem dos óleos é muito importante para uma performance da John Deere.
lubrificação adequada.
Substitua sempre os filtros regularmente conforme
especificado neste manual.
DX,FILT -54-18MAR96-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-002-7 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=41
Combustíveis, Lubrificantes e Líquidos de Arrefecimento

Graxa
Usar graxa baseada nos números de consistência NLGI
e na variação esperada da temperatura do ar durante o
intervalo de manutenção.
A preferida é a graxa John Deere POLYUREA para
trabalho pesado.
Também são recomendadas as seguintes graxas:
• Graxa John Deere LITHIUM COMPLEX para trabalho
pesado
• Graxa John Deere à prova d'água para trabalho pesado
• John Deere GREASE-GARD™
Podem ser usadas outras graxas que cumpram a:

TS1673 —UN—31OCT03
• Classificação de desempenho NLGI GC-LB
IMPORTANTE: alguns tipos de espessadores de
graxas não são compatíveis com outros.
Consulte seu fornecedor de graxa antes de
misturar diferentes tipos de graxa.
Graxas para temperaturas variadas

GREASE-GARD é uma marca registrada da Deere & Company


DX,GREA1 -54-14APR11-1/1

Armazenar lubrificantes
O seu equipamento só pode funcionar com a máxima Armazene os contentores deitados para evitar o acúmulo
eficiência se forem usados lubrificantes limpos. de água e de sujeira.
Usar recipientes limpos para manusear todos os Certifique-se de que todos os contentores estejam
lubrificantes. devidamente marcados para identificar seus conteúdos.
Armazene os lubrificantes e os contentores numa área Descarte adequadamente todos os contentores velhos e
protegida do pó, da umidade e de outras contaminações. quaisquer restos de lubrificantes que eles possam conter.
DX,LUBST -54-11APR11-1/1

Mistura de Lubrificantes
De um modo geral, evite misturar marcas ou tipos de Consulte o seu concessionário John Deere para obter
óleos diferentes. Os fabricantes de óleo misturam aditivos informações e recomendações específicas.
nos óleos para que estejam de acordo com certas
especificações e requisitos de performance.
A mistura de óleos diferentes pode interferir com o
funcionamento adequado destes aditivos e degradar o
desempenho do lubrificante.
DX,LUBMIX -54-18MAR96-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-002-8 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=42
Combustíveis, Lubrificantes e Líquidos de Arrefecimento

Lubrificantes alternativos e sintéticos


As condições em certas regiões geográficas poderão
requerer recomendações de lubrificantes diferentes das Os limites de temperatura e os intervalos de manutenção
impressas neste manual. indicados neste manual se aplicam tanto para os óleos
convencionais quanto para os sintéticos.
Determinados líquidos de arrefecimento e lubrificantes da
John Deere podem não estar disponíveis na sua região. Os óleos básicos rerrefinados podem ser usados se
o lubrificante acabado cumprir com os requisitos de
Consulte o seu concessionário John Deere para obter desempenho.
informações e recomendações.
Os lubrificantes sintéticos poderão ser usados caso
satisfaçam os requisitos de desempenho conforme
mostrado neste manual.
DX,ALTER -54-11APR11-1/1

Oilscan™ e CoolScan™
Oilscan™ e CoolScan™ são programas de amostragem
da John Deere para ajudá-lo a monitorar o desempenho
da máquina e identificar problemas potenciais antes que
causem graves danos.

T6828AB —UN—15JUN89
As amostras de óleo e de líquido de arrefecimento devem
ser retiradas de cada sistema antes de seu intervalo de
troca recomendado.
Verifique a disponibilidade dos kits Oilscan™ e
CoolScan™ com o seu concessionário John Deere.

T6829AB —UN—26AUG11
Oilscan é uma marca registrada da Deere & Company
CoolScan é uma marca registrada da Deere & Company
DX,OILSCAN -54-13SEP11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-002-9 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=43
Combustíveis, Lubrificantes e Líquidos de Arrefecimento

Líquido de arrefecimento de motores diesel de serviço pesado


O sistema de arrefecimento do motor é abastecido
para o proteger durante todo o ano contra a corrosão e
• Formulado com um conjunto de aditivos livres de nitritos.
escoriações das camisas dos cilindros, e para proteção
• Garante proteção contra cavitação na camisa do
cilindro de acordo com o Método de Teste de Cavitação
anti-congelamento no inverno até -37°C (-34°F). Para John Deere ou um teste de frota acima de 60% da
proteção a temperaturas inferiores, consulte seu capacidade de carga.
concessionário John Deere.
• Protege os metais do sistema de arrefecimento (ferro
Os seguintes líq. de arrefecimento são preferidos: fundido, ligas de alumínio e ligas de cobre como latão)
contra corrosão.
• John Deere COOL-GARD™ II Premix
• John Deere COOL-GARD II PG Premix O conjunto de aditivos deve fazer parte de uma das
seguintes misturas de líq. de arrefecimento:
Use John Deere COOL-GARD II PG Premix quando for
exigida uma fórmula não-tóxica. • líq. de arrefecimento de serviço pesado com base de
etilenoglicol ou propilenoglicol pré-diluído (40% a 60%).
Líq. de arrefecimento adicionalmente recomendados • concentrado de líq. de arrefecimento com base em
propilenoglicol em uma mistura de 40 a 60% de
O seguinte líquido de arrefecimento para motor também concentrado com água de qualidade
é recomendado:
Qualidade da água
• John Deere COOL-GARD II Concentrate em uma
mistura de 40% a 60% de concentrado com água de A qualidade da água é importante para o desempenho do
boa qualidade. sistema de arrefecimento. Recomenda-se água destilada,
desionizada ou desmineralizada para a mistura com o
Os líquidos de arrefecimento John Deere COOL-GARD
líquido de arrefecimento para motores concentrado à
II Premix, COOL-GARD II PG Premix e COOL-GARD
base de etilenoglicol ou propilenoglicol.
II Concentrate não exigem o uso de aditivos
complementares. IMPORTANTE: Não use aditivos de vedação para o
sistema de arrefecimento nem anticongelantes
Outros líquidos de arrefecimento que os contenham.
É possível que os líquidos de arrefecimento John Não misture líq. de arrefecimento com base
Deere COOL-GARD II e COOL-GARD II PG estejam em propilenoglicol e etilenoglicol.
indisponíveis na região onde a manutenção for efetuada.
Não use líq. de arrefecimento que
Se estes líq. de arrefecimento não estiverem disponíveis, contenha nitritos.
use um líq. de arrefecimento concentrado ou pré-diluído
para uso em motores diesel de serviço pesado com as
seguintes propriedades físicas e químicas:

COOL-GARD é uma marca registrada da Deere & Company


DX,COOL3 -54-14APR11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-002-10 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=44
Combustíveis, Lubrificantes e Líquidos de Arrefecimento

Aditivos complementares do líquido de arrefecimento


Alguns aditivos gradualmente se esgotam durante a
operação do motor. Para líquidos de arrefecimento
• John Deere COOL-GARD II
que contenham nitritos, reponha os aditivos do líq. de
• John Deere COOL-GARD II PG
arrefecimento entre os intervalos de troca adicionando Se outros líq. de arrefecimento forem usados, consulte
um aditivo complementar conforme determine o teste de o fornecedor e siga as recomendações do fabricante
líq. de arrefecimento. para uso de aditivos complementares de líquido de
O condicionador John Deere Liquid Coolant Conditioner arrefecimento.
é recomendado como aditivo complementar para os O uso de aditivos complementares não recomendados
líquidos de arrefecimento que contenham nitritos. pode resultar em deterioração do aditivo e coagulação
O condicionador John Deere Liquid Coolant Conditioner do líquido de arrefecimento.
não é especificado para uso com John Deere Adicione a concentração recomendada pelo fabricante
COOL-GARD™ II Premix, COOL-GARD II PG Premix, ou do aditivo complementar. NÃO adicione mais do que a
COOL-GARD II Concentrate. quantidade recomendada.
IMPORTANTE: Não adicione um aditivo complementar
quando o sistema de arrefecimento for drenado
e reabastecido com um dos seguintes:
COOL-GARD é uma marca registrada da Deere & Company
DX,COOL4 -54-14APR11-1/1

Intervalos para a troca do líquido de arrefecimento para motores diesel


Drene e lave o sistema de arrefecimento e reabasteça
com um novo líq. de arrefecimento no intervalo indicado, Se forem usados o John Deere COOL-GARD™ II
que varia conforme o líq. de arrefecimento. Premix, COOL-GARD II PG Premix, ou COOL-GARD II
Concentrate, mas o líq. de arrefecimento não tiver sido
John Deere COOL-GARD™ II Premix, COOL-GARD II testado OU os aditivos não forem repostos adicionando-se
PG Premix e o concentrado COOL-GARD II são líq. de aditivo complementar, o intervalo de troca é de quatro
arrefecimento livres de manutenção por até seis anos anos ou 4000 horas de operação. Este intervalo de troca
ou 6000 horas de operação, desde que o sistema seja se aplica somente a líq. de arrefecimento COOL-GARD II
completado somente com John Deere COOL-GARD II mantido com proporção de 40% a 60% de concentrado
Premix ou COOL-GARD II PG Premix. com água de qualidade.
Teste as condições do líq. de arrefecimento anualmente Se utilizar outro líq. de arrefecimento que não o
com as fitas de teste projetadas para John Deere COOL-GARD II, ou COOL-GARD II PG, o intervalo de
COOL-GARD II. Se a tabela da fita de teste indicar que é troca é de dois anos ou 2000 horas de operação.
necessário aditivo, adicione John Deere COOL-GARD II
Coolant Extender conforme orientado.
COOL-GARD é uma marca registrada da Deere & Company
DX,COOL11 -54-14APR11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-002-11 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=45
Combustíveis, Lubrificantes e Líquidos de Arrefecimento

Operar em Climas de Temperatura Quente


Os motores John Deere são concebidos para funcionar IMPORTANTE: Pode-se usar água como líq. de
usando líq. de arrefecimento de motor à base de glicol. arrefecimento mas somente em situações
Use sempre um líq. de arrefecimento de motor à base de de emergência.
glicol, mesmo quando trabalhar em regiões em que não Quando for usada água como líq. de
seja necessária a proteção contra congelamento. arrefecimento, ocorrerão espuma, corrosão
John Deere COOL-GARD™ II Premix está disponível nas superfícies quentes de alumínio e ferro,
em uma concentração de 50% de etilenoglicol. Porém, oxidação profunda e cavitação, mesmo quando
há situações em climas quentes nas quais um líq. de forem adicionados condicionadores.
arrefecimento com baixo teor de glicol (aprox. 20% de Drene o sistema de arrefecimento e encha
etilenoglicol) foi aprovada. Em tais casos, a fórmula com novamente logo que possível com o líq. de
baixo glicol foi modificada para o mesmo nível do inibidor arrefecimento recomendado à base de glicol.
de corrosão do John Deere COOL-GARD II Premix
(50/50).

COOL-GARD é uma marca registrada da Deere & Company


DX,COOL6 -54-03NOV08-1/1

Testar líquido de arrefecimento de motor diesel


Manter as concentrações adequadas de glicol e aditivos
inibidores no líq. de arrefecimento é vital para proteger o Adicione somente a concentração recomendada do John
motor e o sistema de arrefecimento contra congelamento, Deere COOL-GARD II Coolant Extender. NÃO adicione
corrosão, além de erosão e escoriações da camisa do mais do que a quantidade recomendada.
cilindro. Quando usar líg. de arrefecimento contendo nitrito
Teste a solução de líq. de arrefecimento a cada 12 meses Compare os resultados da fita de teste com a tabela
ou menos e sempre que houver perda excessiva de líq. de aditivos complementares (SCA) para determinar
de arrefecimento por vazamentos ou superaquecimento. a quantidade de aditivos inibidores em seu líq. de
Fitas de teste de líq. de arrefecimento arrefecimento e se é necessário adicionar mais
condicionador John Deere Liquid Coolant Conditioner.
As fitas de teste de líq. de arrefecimento estão disponíveis
no concessionário John Deere. Estas fitas de teste Adicione somente a concentração recomendada do
permitem um método simples e eficaz para verificar o condicionador John Deere Liquid Coolant Conditioner.
ponto de congelamento e os níveis de aditivo do líq. de NÃO adicione mais do que a quantidade recomendada.
arrefecimento do motor. Análise de líquido de arrefecimento
Quando usar John Deere COOL-GARD II Para uma avaliação mais completa do seu líq. de
John Deere COOL-GARD II Premix™ , COOL-GARD II arrefecimento, execute uma análise do líquido de
PG Premix e o concentrado COOL-GARD II são líq. de arrefecimento. A análise do líquido de arrefecimento
arrefecimento livres de manutenção por até seis anos fornece dados críticos como ponto de congelamento,
ou 6000 horas de operação, desde que o sistema seja nível de anticongelante, pH, alcalinidade, teor de nitritos
completado somente com John Deere COOL-GARD II (aditivos para controle de cavitação), teor de molibdatos
Premix ou COOL-GARD II PG Premix. Teste as condições (aditivo inibidor de ferrugem), teor de silicatos, corrosão
do líq. de arrefecimento anualmente com as fitas de teste de metais e avaliação visual.
projetadas para líquidos de arrefecimento John Deere Consulte seu concessionário John Deere para maiores
COOL-GARD II. Se a tabela da fita de teste indicar que é informações sobre análise do líquido de arrefecimento.
necessário aditivo, adicione John Deere COOL-GARD II
Coolant Extender conforme orientado.
COOL-GARD é uma marca registrada da Deere & Company
DX,COOL9 -54-11APR11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-002-12 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=46
Combustíveis, Lubrificantes e Líquidos de Arrefecimento

John Deere COOL-GARD™ II Coolant Extender


Alguns aditivos de líq. de arrefecimento gradualmente se
IMPORTANTE: Não adicione um aditivo complementar
esgotam durante a operação do motor. Para John Deere
quando o sistema de arrefecimento for drenado
COOL-GARD™ II Premix, COOL-GARD II PG Premix e
e reabastecido com um dos seguintes:
COOL-GARD II Concentrate, reponha os aditivos do líq.
de arrefecimento entre os intervalos de troca adicionando • John Deere COOL-GARD II
John Deere COOL-GARD II COOLANT EXTENDER. • John Deere COOL-GARD II PG
Só adicione John Deere COOL-GARD II Coolant Extender
O uso de aditivos complementares de líq. de
quando indicado pelo teste de líq. de arrefecimento.
arrefecimento pode resultar em deterioração, coagulação
John Deere COOL-GARD II Coolant Extender é do aditivo ou corrosão dos componentes do sistema de
um sistema aditivo quimicamente compatibilizado arrefecimento.
aprovado para uso com líq. de arrefecimento John
Adicione a concentração recomendada do John Deere
Deere COOL-GARD II. John Deere COOL-GARD II
COOL-GARD II Coolant Extender. NÃO adicione mais do
Coolant Extender não é projetado para uso com líq. de
que a quantidade recomendada.
arrefecimento que contenham nitritos.
COOL-GARD é uma marca registrada da Deere & Company
DX,COOL16 -54-20APR11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-002-13 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=47
Combustíveis, Lubrificantes e Líquidos de Arrefecimento

Informações adicionais sobre John Deere COOL-GARD™ II Coolant Extender e líq. de


arrefecimento para motores diesel

Os líq. de arrefecimento são uma combinação de três


componentes químicos: anticongelante etilenoglicol (EG) Evitar líq. de arrefecimento automotivo
ou propilenoglicol (PG), aditivos inibidores e água de boa Nunca use líq. de arrefecimento automotivo (como
qualidade. os de acordo com ASTM D3306). Esses líquidos de
Especificações do líq. de arrefecimento arrefecimento não contêm os aditivos corretos para
proteger os motores diesel de serviço pesado. Não
John Deere COOL-GARD™ II Premix EG ou PG, trate um líq. de arrefecimento de motor automotivo com
são líquidos de arrefecimento totalmente formulados aditivos complementares porque a alta concentração de
que contêm os três componentes em suas corretas aditivos causará a deterioração dos aditivos.
concentrações. NÃO adicione uma carga inicial de John
Deere COOL-GARD II Coolant Extender ao COOL-GARD Qualidade da água
II Premix. NÃO adicione qualquer outro aditivo A qualidade da água é importante para o desempenho do
complementar nem água ao COOL-GARD II Premix. sistema de arrefecimento. A água destilada, desionizada
O John Deere COOL-GARD II Concentrate contém ou desmineralizada é recomendada para a mistura com o
etilenoglicol e aditivos inibidores para o líq. de líq. de arrefecimento concentrado à base de etilenoglicol
arrefecimento. Misture este produto com água de boa ou propilenoglicol para motores. Toda a água usada no
qualidade, mas NÃO adicione uma carga inicial de sistema de arrefecimento deve estar de acordo com as
COOL-GARD II Coolant Extender nem qualquer outro especificações mínimas de qualidade:
aditivo de líq. de arrefecimento complementar. Cloretos <40 mg/l
Sulfatos <100 mg/l
Repor aditivos de líq. de arrefecimento
Total de sólidos dissolvidos <340 mg/l
Alguns aditivos de líq. de arrefecimento gradualmente Dureza total <170 mg/l
se esgotam durante a operação do motor. É necessário pH 5,5 a 9,0
repor os inibidores periodicamente, mesmo quando se
usar John Deere COOL-GARD II Premix ou COOL-GARD Proteção anti-congelamento
II Concentrate. Siga as recomendações deste manual
para usar o John Deere COOL-GARD II Coolant Extender. As concentrações relativas de glicol e água no líq. de
arrefecimento determinam o seu limite de proteção contra
Por que usar John Deere COOL-GARD II o congelamento.
Coolant Extender?
Etilenoglicol Limite de proteção contra
A operação sem os aditivos apropriados resultará em congelamento
aumento da corrosão, da erosão e de escoriações nas 40% -24°C (-12°F)
camisas dos cilindros e outros danos ao motor e ao 50% -37°C (-34°F)
sistema de arrefecimento. Uma mistura simples de 60% -52°C (-62°F)
etilenoglicol ou propilenoglicol e água não fornecerá uma
Propilenoglicol Limite de proteção contra
proteção adequada. congelamento
John Deere COOL-GARD II Coolant Extender é um 40% -21°C (-6°F)
sistema aditivo quimicamente compatibilizado projetado 50% -33°C (-27°F)
para fortalecer os aditivos originais usados no John Deere 60% -49°C (-56°F)
COOL-GARD II Premix e COOL-GARD II Concentrate e
proporcionar a melhor proteção até seis anos ou 6000 NÃO usar mistura de líq. de arrefecimento-água superior
horas de operação. a 60% de etilenoglicol ou a 60% de propilenoglicol.
COOL-GARD é uma marca registrada da Deere & Company
DX,COOL17 -54-20APR11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 01-002-14 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=48
Seção 02
Reparos e Ajustes
Conteúdo

Página Página

Grupo 010—Recondicionamento do Motor Orifício da Vela Aquecedora —


Verificação do Sistema de Limpeza e Inspeção .............................. 02-020-20
Admissão de Ar ....................................... 02-010-1 Válvula de Alívio de Pressão OCV
Verificação e Manutenção do — Manutenção ...................................... 02-020-21
Sistema de Refrigeração ......................... 02-010-1 Haste de Comando — Limpeza e
Verificação do Sistema de Inspeção ................................................ 02-020-21
Ventilação do Cárter ................................ 02-010-2 Transportador do Balancim —
Verificação do Sistema Elétrico ................... 02-010-3 Inspeção ................................................ 02-020-22
Verificação do Sistema de Tampa do Balancim - Inspeção ................. 02-020-22
Escape..................................................... 02-010-3 Tampa do Balancim — Instalação.............. 02-020-22
Limpeza do Motor........................................ 02-010-4 Tampa do Balancim — Remoção .............. 02-020-24
Desconexão da Linha de Mangueira de Respiro da Tampa
Fornecimento de Óleo do do Balancim — Inspeção....................... 02-020-25
Turbocompressor..................................... 02-010-4 Eixo do Balancim —
Instruções para Amaciamento do Desmontagem ....................................... 02-020-26
Motor ....................................................... 02-010-5 Conjunto do Eixo do Balancim —
Instruções para Reparo do Motor................ 02-010-5 Inspeção e Montagem ........................... 02-020-27
Suporte de Reparo do Motor ....................... 02-010-5 Conjunto do Transportador do Eixo
Recomendações gerais para do Balancim — Instalação..................... 02-020-30
regulagem................................................ 02-010-6 Válvula — Remoção do Conjunto.............. 02-020-33
Instalação dos Adaptadores no Válvula — Limpeza e Inspeção ................. 02-020-34
Suporte de Reparo .................................. 02-010-7 Válvula — Ajuste da Folga ........................ 02-020-35
Procedimento de Elevação.......................... 02-010-8 Válvula — Retífica ..................................... 02-020-38
Montagem do Motor no Suporte de Válvula — Verificação do Curso ................ 02-020-39
Reparo..................................................... 02-010-9 Válvula — Medição.................................... 02-020-41
Execute o Amaciamento do Motor.............. 02-010-10 Válvula — Medição do Recesso................ 02-020-42
Medidas de segurança .............................. 02-010-11 Conjunto de Válvulas —
Remontagem ......................................... 02-020-43
Grupo 020—Cabeçote do Cilindro e Reparo Guias das Válvulas — Limpeza................. 02-020-44
de Válvulas e Ajustes Guias das Válvulas — Instalação.............. 02-020-45
Cabeçote do Bloco de Cilindros - Guia da Válvula — Medição ...................... 02-020-46
Limpeza e Inspeção ................................ 02-020-1 Guias das Válvulas — Remoção............... 02-020-47
Cabeçote do Cilindro - Limpeza e Retentor da Válvula, Pontes da
Inspeção .................................................. 02-020-1 Válvula e Travas de Retenção
Cabeçote dos Cilindros - da Válvula - Inspeção ............................ 02-020-47
Verificação de Planicidade ...................... 02-020-1 Sede das Válvulas — Limpeza e
Cabeçote dos Cilindros — Inspeção ................................................ 02-020-48
Instalação ................................................ 02-020-2 Sede da Válvula — Retífica....................... 02-020-48
Cabeçote dos Cilindros — Assento da Válvula — Medições............... 02-020-49
Remoção ............................................... 02-020-10 Insertos das Sedes das Válvulas
Cabeçote do Cilindro - Medição da — Instalação.......................................... 02-020-49
Espessura.............................................. 02-020-14 Insertos das Sedes das Válvulas
Junta do Cabeçote do Cilindro - — Remoção........................................... 02-020-50
Inspeção ................................................ 02-020-15 Molas das Válvulas — Inspeção ............... 02-020-50
Luvas dos Injetores de Combustível Molas das Válvulas — Medição ................ 02-020-51
— Limpeza e Inspeção.......................... 02-020-16
Luvas dos Injetores de Combustível Grupo 030—Bloco, Camisas, Pistões e
— Instalação.......................................... 02-020-17 Hastes do Cilindro
Luvas dos Injetores de Combustível Montagem Completa Final .......................... 02-030-1
— Remoção........................................... 02-020-18 Biela — Medição da Distância
Vela Aquecedora — Instalação ................. 02-020-19 entre Centros de Furos............................ 02-030-2
Vela Aquecedora — Remoção .................. 02-020-20 Biela—Informações Gerais.......................... 02-030-3

Continua na próxima página

CTM104754 (25JUL12) 02-1 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=1
Conteúdo

Página Página

Biela e Tampa — Inspeção.......................... 02-030-4 Anéis de Pistão — Instalação.................... 02-030-37


Rolamento da Biela — Inspeção e Saia do Pistão — Medição ........................ 02-030-37
Medição ................................................... 02-030-5 Pistão à Camisa — Verificação de
Rolamento de Biela — Inspeção e Folga...................................................... 02-030-38
Medição (Biela e Virabrequim no
Motor) ...................................................... 02-030-6 Grupo 040—Virabrequim, Mancais
Parafuso da Tampa da Biela — Principais e Volante
Procedimento de Aperto.......................... 02-030-7 Verificação do Espaço de
Furo do Pino da Biela — Limpeza Lubrificação do Mancal
e Inspeção ............................................... 02-030-7 Principal................................................... 02-040-1
Bloco de Cilindros — Limpeza e Virabrequim — Verificação da
Inspeção .................................................. 02-030-8 Folga........................................................ 02-040-1
Bloco de Cilindros — Virabrequim — Especificações de
Desmontagem ....................................... 02-030-12 Retífica .................................................... 02-040-2
Componentes do Bloco de Virabrequim — Inspeção ............................. 02-040-3
Cilindros — Medição ............................. 02-030-13 Virabrequim — Instalação ........................... 02-040-4
Anéis O do Bloco de Cilindros — Virabrequim — Remoção ............................ 02-040-6
Instalação .............................................. 02-030-14 Vedação de Óleo Dianteira do
Bloco de Cilindros, Pistão e Biela Virabrequim — Instalação ....................... 02-040-7
— Guia de Detecção e Solução Vedação de Óleo Dianteira do
de Problemas ........................................ 02-030-15 Virabrequim—Remoção .......................... 02-040-8
Camisa do Cilindro — Limpeza ................. 02-030-15 Engrenagem do Virabrequim —
Camisa do Cilindro — Medição do Instalação ................................................ 02-040-9
Flange.................................................... 02-030-16 Engrenagem do Virabrequim —
Camisa do Cilindro — Instalação .............. 02-030-17 Remoção ............................................... 02-040-10
Camisa do Cilindro — Remoção ............... 02-030-18 Retífica do Virabrequim —
Camisa do Cilindro — Medição da Orientações ........................................... 02-040-11
Altura Acima do Bloco ........................... 02-030-20 Munhões do Virabrequim —
Camisa do Cilindro — Inspeção Medições Após a Montagem ................ 02-040-11
Visual ..................................................... 02-030-21 Tampas do Mancal Principal do
Furo do Anel O da Camisa do Virabrequim — Instalação ..................... 02-040-12
Cilindro — Limpeza ............................... 02-030-22 Tampa do Mancal Principal do
Gaxeta da Camisa do Cilindro — Virabrequim — Especificações
Instalação .............................................. 02-030-23 do Furo de Linha ................................... 02-040-13
Pistão — Limpeza ..................................... 02-030-23 Tampas do Mancal Principal do
Pistão — Inspeção Visual.......................... 02-030-24 Virabrequim — Remoção ...................... 02-040-13
Conjunto do Pistão e Biela — Vedação de Óleo Traseira do
Instalação .............................................. 02-030-25 Virabrequim—Instalação ....................... 02-040-14
Conjunto do Pistão e Biela — Vedação de Óleo Traseira do
Remoção ............................................... 02-030-26 Virabrequim — Remoção ...................... 02-040-15
Conjunto do Pistão e Biela — Rolamento Axial do
Remontagem ......................................... 02-030-28 Virabrequim—Inspeção ......................... 02-040-16
Conjunto do Pistão e da Biela — Roda de Distribuição do
Desmontagem ....................................... 02-030-29 Virabrequim — Instalação ..................... 02-040-17
Orifício de Arrefecimento do Pistão Roda de Distribuição do
— Limpeza e Inspeção.......................... 02-030-29 Virabrequim — Remoção ...................... 02-040-18
Orifício de Arrefecimento do Pistão Amortecedor de Vibração do
— Instalação.......................................... 02-030-30 Virabrequim — Inspeção ....................... 02-040-18
Orifício de Arrefecimento do Pistão Amortecedor de Vibração do
— Remoção........................................... 02-030-30 Virabrequim — Instalação ..................... 02-040-20
Altura do Pistão — Medição ...................... 02-030-31 Amortecedor de Vibração do
Pino e Furo do Pistão — Inspeção.............. 02-030-31 Virabrequim — Remoção ...................... 02-040-22
Pino e Bucha do Pistão — Amortecedor Viscoso do
Inspeção ................................................ 02-030-32 Virabrequim — Instalação ..................... 02-040-24
Bucha do Pino do Pistão — Amortecedor Viscoso do
Instalação .............................................. 02-030-33 Virabrequim — Remoção ...................... 02-040-26
Bucha do Pino do Pistão — Volante — Inspeção .................................. 02-040-27
Remoção ............................................... 02-030-34 Volante — Instalação................................. 02-040-28
Ressalto do Pistão — Medição ................. 02-030-36 Volante — Remoção.................................. 02-040-29

Continua na próxima página

CTM104754 (25JUL12) 02-2 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=2
Conteúdo

Página Página

Face do Volante—Verificação da Tampa da Engrenagem de


Planicidade ............................................ 02-040-29 Distribuição — Instalação...................... 02-050-17
Carcaça do Volante — Instalação.............. 02-040-30 Tampa da Engrenagem de
Carcaça do Volante — Remoção .............. 02-040-32 Distribuição — Remoção....................... 02-050-18
Orifício do Rolamento Piloto Engrenagens de Distribuição —
do Volante — Verificação da Verificação da Folga .............................. 02-050-19
Concentricidade..................................... 02-040-32 Engrenagem Intermediária
Engrenagem de Coroa do Volante Superior — Verificação e
— Instalação.......................................... 02-040-33 Substituição de Componentes............... 02-050-20
Engrenagem de Coroa do Volante
— Remoção........................................... 02-040-33 Grupo 060—Sistema de Lubrificação
Medição do D.I. Montado dos Tubo da Vareta e Vareta —
Rolamentos e do D.E. Montado Instalação ................................................ 02-060-1
dos Mancais do Virabrequim ................. 02-040-34 Tubo da Vareta e Vareta —
Sistema de Ventilação do Cárter Remoção ................................................. 02-060-2
Aberto — Inspeção................................ 02-040-35 Resfriador de Óleo e Filtro —
Sistema de Ventilação do Cárter Instalação ................................................ 02-060-3
Aberto — Instalação .............................. 02-040-35 Resfriador de Óleo e Filtro —
Sistema de Ventilação do Cárter Remoção e Inspeção............................... 02-060-6
Aberto — Remoção ............................... 02-040-37 Adaptador do Filtro de
Óleo—Instalação ..................................... 02-060-8
Grupo 050—Reparo e Ajuste do Comando Adaptador do Filtro de
de Válvulas e Trem de Óleo—Remoção .................................... 02-060-10
Engrenagens de Distribuição Válvula de Derivação do Filtro de
Comando de Válvulas — Óleo — Instalação ................................. 02-060-11
Instalação ................................................ 02-050-1 Válvula de Derivação do Filtro de
Comando de Válvulas — Óleo — Remoção .................................. 02-060-12
Remoção ................................................. 02-050-2 Bandeja de Óleo — Instalação.................. 02-060-12
Comando de Válvulas — Inspeção Bandeja de Óleo - Remoção ..................... 02-060-14
Visual ....................................................... 02-050-3 Válvula reguladora de pressão do
Comando de Válvulas e óleo - Instalação .................................... 02-060-14
Engrenagem Intermediária Válvula Reguladora de Pressão do
Superior — Sincronização....................... 02-050-3 Óleo — Remoção e Inspeção ............... 02-060-15
Bucha do Comando de Válvulas — Bomba de óleo e Tubos —
Substituição ............................................. 02-050-6 Instalação .............................................. 02-060-15
Seguidores do Comando de Bomba de Óleo e
Válvulas — Inspeção e Tubos—Remoção.................................. 02-060-18
Medição ................................................... 02-050-8 Engrenagem de Acionamento
Engrenagem do Comando de da Bomba de Óleo para
Válvulas — Inspeção............................... 02-050-8 Engrenagem do Virabrequim -
Acionamento Auxiliar Acionado Verificação da Folga (Bomba
pela Engrenagem do Comando Instalada)............................................... 02-060-19
de Válvulas — Substituição..................... 02-050-9
Munhões do Comando de Válvulas Grupo 070—Sistema de Arrefecimento
— Medição ............................................ 02-050-10 Correia — Verificação do
Ressaltos do Comando de Válvulas Desgaste ................................................. 02-070-1
— Medição da Altura ............................. 02-050-11 Tensor da Correia — Instalação .................. 02-070-1
Placa de Encosto do Comando de Tensor da Correia — Remoção ................... 02-070-1
Válvulas — Medição da Folga e Tensor da Correia — Verificação
da Espessura......................................... 02-050-11 da Tensão da Mola .................................. 02-070-2
Placa Dianteira — Instalação .................... 02-050-12 Aquecedor do Líquido de
Placa Dianteira — Remoção ..................... 02-050-14 Arrefecimento — Manutenção................. 02-070-3
Engrenagens Intermediárias — Bomba do Líquido de
Medição da Folga .................................. 02-050-15 Arrefecimento — Inspeção
Engrenagem Intermediária Inferior Visual ....................................................... 02-070-4
— Verificação e Substituição de Conjunto da Bomba do Líquido de
Componentes ........................................ 02-050-15 Arrefecimento — Instalação .................... 02-070-5
Engrenagem Intermediária Inferior Conjunto da Bomba do Líquido de
— Instalação.......................................... 02-050-16 Arrefecimento — Remoção ..................... 02-070-7

Continua na próxima página

CTM104754 (25JUL12) 02-3 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=3
Conteúdo

Página Página

Sistema de Arrefecimento — Turbocompressor Fixo —


Desaeração ............................................. 02-070-8 Remoção ............................................... 02-080-25
Conjunto do Ventilador — Inspeção Linha de Drenagem de Óleo
e Instalação ............................................. 02-070-8 do Turbocompressor Fixo —
Conjunto do Ventilador — Instalação .............................................. 02-080-26
Remoção ................................................. 02-070-8 Linha de Drenagem de Óleo
Conjunto de Acionamento do do Turbocompressor Fixo —
Ventilador — Instalação........................... 02-070-9 Remoção ............................................... 02-080-27
Conjunto de Acionamento do Linha de Fornecimento de Óleo
Ventilador — Remoção.......................... 02-070-16 do Turbocompressor Fixo —
Termostato — Instalação........................... 02-070-18 Instalação .............................................. 02-080-28
Termostato — Remoção............................ 02-070-20 Linha de Fornecimento de Óleo
Termostato — Teste................................... 02-070-23 do Turbocompressor Fixo —
Carcaça do Termostato — Remoção ............................................... 02-080-29
Instalação .............................................. 02-070-24 Coletor de Admissão —
Carcaça do Termostato — Instalação .............................................. 02-080-30
Remoção ............................................... 02-070-28 Coletor de Admissão —
Remoção ............................................... 02-080-31
Grupo 080—Reparo e Ajuste do Sistema de Turbocompressor — Análise de
Admissão e Descarga de Ar Falhas.................................................... 02-080-32
Atuador do Acelerador — Turbocompressor — Inspeção .................. 02-080-34
Instalação ................................................ 02-080-1 Alojamento de Compressão
Atuador do Acelerador de Ar — do Turbocompressor —
Remoção ................................................. 02-080-2 Orientação ............................................. 02-080-38
Tubo de Retorno do Líquido Tubo de Ar do Interestágio
de Arrefecimento da EGR — do Turbocompressor —
Instalação ................................................ 02-080-3 Montagem.............................................. 02-080-39
Tubo de Retorno do Líquido Conjunto do Tubo de
de Arrefecimento da EGR — Ar do Interestágio do
Remoção ................................................. 02-080-4 Turbocompressor —
Conjunto do Resfriador da EGR — Instalação .............................................. 02-080-40
Instalação ................................................ 02-080-4 Conjunto do Tubo de
Conjunto do Resfriador da EGR — Ar do Interestágio do
Remoção ................................................. 02-080-8 Turbocompressor — Remoção.............. 02-080-41
Tubo de Entrada de Gás Tubo de Gás do Interestágio
do Resfriador da EGR — do Turbocompressor —
Instalação .............................................. 02-080-11 Instalação .............................................. 02-080-42
Tubo de Entrada de Gás Tubo de Gás do Interestágio do
do Resfriador da EGR — Turbocompressor — Remoção.............. 02-080-43
Remoção ............................................... 02-080-12 Atuador do VGT — Instalação................... 02-080-43
Sensor de Fluxo da EGR — Atuador do VGT — Remoção.................... 02-080-44
Instalação .............................................. 02-080-12 Linha de Retorno do Líquido
Sensor de Fluxo da EGR — de Arrefecimento do Atuador
Remoção ............................................... 02-080-13 do Turbocompressor VGT —
Conjunto do Venturi de Fluxo da Instalação .............................................. 02-080-45
EGR — Instalação................................. 02-080-14 Linha de Retorno do Líquido
Conjunto do Venturi de Fluxo da de Arrefecimento do Atuador
EGR — Remoção.................................. 02-080-15 do Turbocompressor VGT —
Válvula EGR — Instalação ........................ 02-080-16 Remoção ............................................... 02-080-46
Válvula EGR — Remoção ......................... 02-080-17 Linha de Fornecimento do Líquido
Recirculação do Gás de Escape — de Arrefecimento do Atuador
Vista dos Componentes ........................ 02-080-18 do Turbocompressor VGT —
Coletor de Escape — Instalação ............... 02-080-19 Instalação .............................................. 02-080-47
Coletor de Escape — Remoção ................ 02-080-20 Linha de Fornecimento do Líquido
Extensão da Vida Útil do de Arrefecimento do Atuador
Turbocompressor................................... 02-080-21 do Turbocompressor VGT —
Turbocompressor Fixo — Remoção ............................................... 02-080-48
Instalação .............................................. 02-080-23 Articulação do Atuador do VGT —
Instalação .............................................. 02-080-49

Continua na próxima página

CTM104754 (25JUL12) 02-4 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=4
Conteúdo

Página Página

Articulação do Atuador do VGT — Coletor de Escape — Remoção ................ 02-085-20


Remoção ............................................... 02-080-50 Extensão da Vida Útil do
Conjunto do Turbocompressor Turbocompressor................................... 02-085-21
VGT — Instalação ................................. 02-080-51 Coletor de Admissão —
Conjunto do Turbocompressor Instalação .............................................. 02-085-23
VGT — Remoção .................................. 02-080-54 Coletor de Admissão —
Linha de Drenagem de Óleo Remoção ............................................... 02-085-24
do Turbocompressor VGT — Turbocompressor — Análise de
Instalação .............................................. 02-080-55 Falhas.................................................... 02-085-25
Linha de Drenagem de Óleo Turbocompressor — Inspeção .................. 02-085-27
do Turbocompressor VGT — Alojamento de Compressão
Remoção ............................................... 02-080-56 do Turbocompressor —
Linha de Fornecimento de Óleo Orientação ............................................. 02-085-31
do Turbocompressor VGT — Atuador do VGT — Instalação................... 02-085-32
Instalação .............................................. 02-080-57 Atuador do VGT — Remoção.................... 02-085-32
Linha de Fornecimento de Óleo Linha de Retorno do Líquido
do Turbocompressor VGT — de Arrefecimento do Atuador
Remoção ............................................... 02-080-58 do Turbocompressor VGT —
Sensor de Rotação do VGT — Instalação .............................................. 02-085-33
Instalação .............................................. 02-080-59 Linha de Retorno do Líquido
Sensor de Rotação do VGT — de Arrefecimento do Atuador
Remoção ............................................... 02-080-59 do Turbocompressor VGT —
Remoção ............................................... 02-085-34
Grupo 085—Reparo e Ajuste do Sistema Linha de Fornecimento do Líquido
Pneumático — Opção de de Arrefecimento do Atuador
Turbocompressor Único do Turbocompressor VGT —
Atuador do Acelerador — Instalação .............................................. 02-085-35
Instalação ................................................ 02-085-1 Linha de Fornecimento do Líquido
Atuador do Acelerador de Ar — de Arrefecimento do Atuador
Remoção ................................................. 02-085-2 do Turbocompressor VGT —
Tubo de Retorno do Líquido Remoção ............................................... 02-085-36
de Arrefecimento da EGR — Articulação do Atuador do VGT —
Instalação ................................................ 02-085-3 Instalação .............................................. 02-085-37
Tubo de Retorno do Líquido Articulação do Atuador do VGT —
de Arrefecimento da EGR — Remoção ............................................... 02-085-38
Remoção ................................................. 02-085-4 Conjunto do Turbocompressor
Conjunto do Resfriador da EGR — VGT — Instalação ................................. 02-085-39
Instalação ................................................ 02-085-4 Conjunto do Turbocompressor
Conjunto do Resfriador da EGR — VGT — Remoção .................................. 02-085-42
Remoção ................................................. 02-085-8 Linha de Drenagem de Óleo
Tubo de Entrada de Gás do Turbocompressor VGT —
do Resfriador da EGR — Instalação .............................................. 02-085-43
Instalação .............................................. 02-085-11 Linha de Drenagem de Óleo
Tubo de Entrada de Gás do Turbocompressor VGT —
do Resfriador da EGR — Remoção ............................................... 02-085-44
Remoção ............................................... 02-085-12 Linha de Fornecimento de Óleo
Sensor de Fluxo da EGR — do Turbocompressor VGT —
Instalação .............................................. 02-085-12 Instalação .............................................. 02-085-45
Sensor de Fluxo da EGR — Linha de Fornecimento de Óleo
Remoção ............................................... 02-085-13 do Turbocompressor VGT —
Conjunto do Venturi de Fluxo da Remoção ............................................... 02-085-46
EGR — Instalação................................. 02-085-14 Sensor de Rotação do VGT —
Conjunto do Venturi de Fluxo da Instalação .............................................. 02-085-47
EGR — Remoção.................................. 02-085-15 Sensor de Rotação do VGT —
Válvula EGR — Instalação ........................ 02-085-16 Remoção ............................................... 02-085-47
Válvula da EGR — Remoção .................... 02-085-17
Recirculação do Gás de Escape —
Vista dos Componentes ........................ 02-085-18
Coletor de Escape — Instalação ............... 02-085-19

Continua na próxima página

CTM104754 (25JUL12) 02-5 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=5
Conteúdo

Página Página

Conjunto do Coletor Combustível


Grupo 090—Reparo e Ajuste do Sistema de Retorno — Remoção........................ 02-090-29
Eletrônico de Combustível Conjunto do Filtro Secundário de
Limpeza dos Injetores Eletrônicos Combustível — Instalação..................... 02-090-30
(dentro do Motor)..................................... 02-090-1 Conjunto do Filtro Secundário de
Injetores Eletrônicos — Combustível — Remoção...................... 02-090-31
Instalação ................................................ 02-090-2 Válvula de Controle de Sucção —
Injetores Eletrônicos — Remoção................ 02-090-3 Instalação .............................................. 02-090-32
Amortecedor de Fluxo — Válvula de Controle de Sucção —
Instalação ................................................ 02-090-4 Remoção ............................................... 02-090-33
Amortecedor de Fluxo — Conjunto do Coletor do
Remoção ................................................. 02-090-5 Combustível de Fornecimento
Elementos do Filtro de Combustível — Remoção........................................... 02-090-34
— Substituição ........................................ 02-090-6 Conjunto do Coletor do
Suporte dos Filtros de Combustível Combustível de Fornecimento
— Instalação............................................ 02-090-8 — Instalação.......................................... 02-090-35
Suporte dos Filtros de Combustível
— Remoção............................................. 02-090-9 Grupo 100—Reparo e Ajuste dos Sistemas
Sistema de Combustível – de Partida e de Carga de OEM
Informações Gerais ................................. 02-090-9 Alternador—Instalação ................................ 02-100-1
Sistema de Combustível — Alternador—Remoção ................................. 02-100-2
Componentes ........................................ 02-090-10 Motor de Partida—Instalação ...................... 02-100-3
Sistema de Combustível — Alívio Motor de Partida—Remoção ....................... 02-100-4
da Pressão ............................................ 02-090-11
HPCR (Trilho Comum de Alta Grupo 110—Reparo e Ajuste do Controle
Pressão) — Instalação .......................... 02-090-12 Elétrico do Motor
HPCR (Trilho Comum de Alta Sensor de Posição do Comando
Pressão) — Remoção ........................... 02-090-13 de Válvulas — Instalação ........................ 02-110-1
Bomba de Combustível de Alta Sensor de Posição do Comando
Pressão — Desmontagem e de Válvulas — Remoção ......................... 02-110-2
Remontagem ......................................... 02-090-14 Sensor de Temperatura da
Bomba de Combustível de Alta Saída do Radiador de Ar —
Pressão — Instalação ........................... 02-090-16 Instalação ................................................ 02-110-3
Bomba de Combustível de Alta Sensor de Temperatura da Saída
Pressão — Remoção ............................ 02-090-18 do Radiador de Ar — Remoção................ 02-110-3
Linhas de Injeção de Alta Pressão Diagrama 1 de Localização de
— Instalação.......................................... 02-090-19 Componentes .......................................... 02-110-4
Linhas de Injeção de Alta Pressão Diagrama 2 de Localização de
— Remoção........................................... 02-090-20 Componentes .......................................... 02-110-5
Chicote Elétrico dos Injetores — Diagrama 3 de Localização de
Instalação .............................................. 02-090-21 Componentes .......................................... 02-110-6
Chicote Elétrico dos Injetores — Diagrama 4 de Localização de
Remoção ............................................... 02-090-22 Componentes .......................................... 02-110-7
Bomba de Combustível de Baixa Diagrama 5 de Localização de
Pressão — Instalação ........................... 02-090-22 Componentes .......................................... 02-110-8
Bomba de Combustível de Baixa Sensor de Pressão do Líquido
Pressão — Remoção ............................ 02-090-23 de Arrefecimento do Motor —
Limitador de Pressão — Instalação ................................................ 02-110-9
Instalação .............................................. 02-090-24 Sensor de Pressão do Líquido
Limitador de Pressão — de Arrefecimento do Motor —
Remoção ............................................... 02-090-25 Remoção ................................................. 02-110-9
Conjunto do Filtro Primário de Sensor de Temperatura do Líquido
Combustível — Instalação..................... 02-090-26 de Arrefecimento do Motor —
Conjunto do Filtro Primário de Instalação .............................................. 02-110-10
Combustível — Remoção...................... 02-090-27 Sensor de Temperatura do Líquido
Conjunto do Coletor de de Arrefecimento do Motor —
Combustível de Retorno — Remoção ............................................... 02-110-10
Instalação .............................................. 02-090-28 Sensor de Posição do Virabrequim
— Instalação...........................................02-110-11

Continua na próxima página

CTM104754 (25JUL12) 02-6 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=6
Conteúdo

Página Página

Sensor de Posição do Virabrequim Sensor de Água no Combustível


— Remoção............................................02-110-11 — Instalação.......................................... 02-110-28
Sensor de Fluxo da EGR — Sensor de Água no Combustível
Instalação .............................................. 02-110-12 — Remoção........................................... 02-110-29
Sensor de Fluxo da EGR — Chicote Elétrico — Instalação ................... 02-110-29
Remoção ............................................... 02-110-13 Chicote Elétrico — Remoção .................... 02-110-40
Sensor de Temperatura da EGR — Chicote Elétrico — Passagem................... 02-110-47
Instalação .............................................. 02-110-13
Sensor de Temperatura da EGR — Grupo 112—Reparo e Ajuste do Conector
Remoção ............................................... 02-110-14 Conectores .................................................. 02-112-1
ECU (Unidade de Controle do Utilização de Lavagem a Alta
Motor) — Instalação .............................. 02-110-15 Pressão ................................................... 02-112-1
ECU (Unidade de Controle do
Motor) — Manutenção........................... 02-110-16 Grupo 115—Dispositivos de Pós-tratamento
ECU (Unidade de Controle do Manutenção e Serviço do Filtro de
Motor) — Remoção ............................... 02-110-17 Partículas de Diesel................................. 02-115-1
Sensor de Pressão do Cárter do Filtro do Escape— Montagem ..................... 02-115-2
Motor — Instalação ............................... 02-110-18 Filtro de Escape — Manuseio e
Sensor de Pressão do Cárter do Descarte das Cinzas do Filtro de
Motor — Remoção ................................ 02-110-18 Partículas de Diesel................................. 02-115-3
Sensor de Pressão do Óleo do Filtro do Exaustor — Manuseio ................... 02-115-4
Motor — Instalação ............................... 02-110-19 Filtro de Escape — Desmontagem
Sensor de Pressão do Óleo do e Inspeção ............................................... 02-115-5
Motor — Remoção ................................ 02-110-19 Filtro de Escape — Limpeza ....................... 02-115-9
Sensor de Pressão do Coletor de Filtro de Escape— Descarte........................ 02-115-9
Escape — Instalação............................. 02-110-20 Filtro do Exaustor, Suportes e
Sensor de Pressão do Coletor de Tubulação — Montagem e
Escape — Remoção.............................. 02-110-20 Instalação ................................................ 02-115-9
Sensor de Temperatura da Filtro do Exaustor, Suportes e
Saída do Compressor do Tubulação — Remoção ......................... 02-115-10
Turbocompressor Fixo — Bomba de Dosagem de
Instalação .............................................. 02-110-21 Combustível — Montagem .................... 02-115-10
Sensor de Temperatura da Bomba de Dosagem de
Saída do Compressor do Combustível — Desmontagem...............02-115-11
Turbocompressor Fixo — Sistema de Dosagem de
Remoção ............................................... 02-110-21 Combustível — Instalação..................... 02-115-12
Sensor de Pressão do Trilho de Sistema de Dosagem de
Combustível — Instalação..................... 02-110-22 Combustível — Remoção...................... 02-115-20
Sensor de Pressão do Trilho de
Combustível — Remoção...................... 02-110-23
Sensor de Temperatura do
Combustível — Instalação..................... 02-110-23
Sensor de Temperatura do
Combustível — Remoção...................... 02-110-24
Sensor de Ar da Admissão —
Instalação .............................................. 02-110-24
Sensor de Ar da Admissão —
Remoção ............................................... 02-110-25
Sensor de Pressão do Combustível
de Baixa Pressão — Instalação.............. 02-110-25
Sensor de Pressão do Combustível
de Baixa Pressão — Remoção.............. 02-110-26
Sensor de Pressão do Ar do
Coletor (MAP) — Instalação.................. 02-110-26
Sensor de Pressão do Ar do
Coletor (MAP) — Remoção................... 02-110-27
Sensor de Temperatura do Ar do
Coletor (MAT) — Instalação .................. 02-110-27
Sensor de Temperatura do Ar do
Coletor (MAT) — Remoção ................... 02-110-28

CTM104754 (25JUL12) 02-7 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=7
Conteúdo

CTM104754 (25JUL12) 02-8 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=8
Grupo 010
Recondicionamento do Motor
Verificação do Sistema de Admissão de Ar
1. Substitua o elemento do filtro principal do purificador
de ar (Consulte o manual do operador). Substitua o
elemento secundário, se o elemento primário estiver
furado.

CD31049 —UN—02NOV09
2. Verifique as condições da mangueiras e tubos de
admissão de ar. O Motor Classe 4 possui um sistema
extenso de admissão e escape de ar com várias
juntas. Substitua mangueiras e/ou tubos trincados,
partidos ou de qualquer forma deteriorados.
3. Verifique o aperto das braçadeiras das mangueiras
(A). Substitua as braçadeira que não puderem ser Braçadeiras de Mangueira do Turbocompressor
apertadas corretamente. Este procedimento ajudará a
impedir a entrada de poeira no sistema de entrada de A—Abraçadeiras de mangueira
ar, que poderia causar sérios danos no motor.
PU00210,00000D1 -54-02NOV09-1/1

Verificação e Manutenção do Sistema de Refrigeração


1. Remova os detritos acumulados no radiador ou
próximo dele.
2. Inspecione visualmente todo o sistema de
arrefecimento e todos os componentes quanto a
vazamentos ou danos. Repare ou substitua conforme
necessário.
3. Drene o líquido de arrefecimento.
4. Retire e verifique o(s) termostato(s). Consulte
Termostato — Testes na Seção 02, Grupo 070.
5. Reabasteça o líquido de arrefecimento.

CD31274 —UN—28FEB11
6. Deixe o motor funcionar até atingir a temperatura
normal de operação. Verifique todo o sistema de
arrefecimento para ver se há vazamentos.
7. Após o esfriamento do motor, verifique o nível do
líquido de refrigeração.
8. Verifique o sistema quanto à manutenção da pressão. Verificação do sistema de arrefecimento
Consulte Teste do Sistema de Arrefecimento na
Seção 04, Grupo 155.
A—Bomba do líquido de B—Carcaça do termostato
arrefecimento

PU00210,00000D3 -54-28APR11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-010-1 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=57
Recondicionamento do Motor

Verificação do Sistema de Ventilação do


Cárter
Verifique se há restrições no sistema de ventilação do
cárter. Substitua o filtro de ventilação se necessário. A
falta de ventilação ocasiona a formação de sedimentos
no cárter. Essa situação pode causar o entupimento das
passagens de óleo, filtros e pressão alta no cárter e telas,
resultando em sérios danos ao motor.

CD31048 —UN—01OCT09
Sistema de ventilação do cárter
PU00210,00000D0 -54-02SEP10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-010-2 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=58
Recondicionamento do Motor

Verificação do Sistema Elétrico

CUIDADO: O gás da bateria pode explodir.


Manter faíscas e chamas longe das baterias.
Use uma lanterna para verificar o nível
de eletrólito da bateria.

TS204 —UN—23AUG88
Nunca verifique a carga da bateria colocando
um objeto de metal entre um polo e outro. Use
um voltímetro ou um hidrômetro.
Sempre remova a braçadeira (-) aterrada da
bateria primeiro e recoloque-a por último.
Prevenção de Explosões da Bateria
ATENÇÃO: Os polos, terminais e acessórios relacionados
às baterias contêm chumbo e compostos de chumbo,
produtos químicos reconhecidos pelo estado da Califórnia Se for preciso adicionar água às baterias com mais
como causadores de câncer e danos reprodutivos. Lave frequência do que a cada 250 horas, talvez esteja
as mãos após o manuseio. ocorrendo sobrecarga do alternador.
1. Limpe as baterias e os cabos com um pano NOTA: Não é possível adicionar água às baterias
umedecido. Se houver corrosão, remova-a e lave os sem manutenção.
terminais com uma solução de amônia ou bicarbonato
de sódio diluído em água. Em seguida, lave a área 5. Se as baterias parecerem estar com carga insuficiente
com água limpa. ou sobrecarga, verifique o alternador e o circuito de
carregamento.
2. Revista os terminais e conectores da bateria com
vaselina misturada com bicarbonato de sódio para 6. Verifique a tensão das correias de acionamento.
retardar a corrosão. Consulte Tensor da Correia — Verificação da Tensão
da Mola na Seção 02, Grupo 070.
3. Teste as baterias. Se as baterias não estiverem com
carga total, tente descobrir o motivo. 7. Verifique a operação do motor de partida e dos
instrumentos.
4. Em baterias de pouca manutenção, verifique o nível de
eletrólito em todas as células de cada bateria. O nível
deve estar abaixo do gargalo de abastecimento. Se
água for necessária, use água limpa e sem minerais.
PU00210,00000D4 -54-06MAR11-1/1

Verificação do Sistema de Escape


1. Inspecione o sistema de vazamento quanto a
vazamentos ou restrições. Verifique se há trincas no
coletor. Repare ou substitua conforme necessário.
2. Verifique se as braçadeiras do resfriador de

CD31050 —UN—02NOV09
recirculação dos gases de escape (EGR) ao
turbocompressor etc. estão apertadas com firmeza
e se não há vazamento.
3. Verifique se há evidência de vazamento de óleo além
das vedações da haste da válvula no sistema de
escape.
Verificação do Sistema de Escape
Existência de óleo no sistema de escape pode ser
causada pela folga excessiva da haste à guia da
A—Coletor de Escape B—Resfriador da EGR
válvula ou por manter excessivamente o motor em
rotação baixa com carga leve.
PU00210,00000D2 -54-06MAR11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-010-3 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=59
Recondicionamento do Motor

Limpeza do Motor IMPORTANTE: Nunca limpe com vapor ou despeje


1. Tampe ou coloque um bujão em todas as aberturas água fria em uma bomba injetora enquanto ela
(entrada de ar, escape, combustível, líquido de ainda estiver quente. Ao fazê-lo pode provocar o
arrefecimento etc.) desgaste de peças da bomba. Evite as bombas
de combustível, injetores, filtro de escape,
2. Remova os componentes elétricos (módulo de rolamentos, correias e mangueiras etc.
controle eletrônico da ECM, motor de partida,
alternador etc.). Cubra com plástico os componentes 3. Limpe completamente o motor com vapor.
elétricos não removidos (sensores, chicote elétrico,
conectores do ECM etc.) e prenda com fita adesiva
para impedir danos por umidade.
PU00210,00000C8 -54-25OCT10-1/1

Desconexão da Linha de Fornecimento de Óleo do Turbocompressor

CD31046 —UN—17SEP09
Linha de Suprimento de Óleo do Turbocompressor
A—Linha de Suprimento de Óleo
do Turbocompressor

1. Drene todo o óleo e o líquido de refrigeração, se não do turbocompressor, dos coletores de escape
o tiver feito previamente. e entrada, e vai para o cabeçote do cilindro.
IMPORTANTE: Quando fizer manutenção de motores Após ligar o motor, o óleo confinado no
turbocomprimidos em cavalete rolante, coletor e no cabeçote é liberado para o
desconecte a linha de entrada de óleo do cilindro ou os cilindros, enchendo-os com
turbocompressor (A) da caixa do filtro de óleo e causando travamento hidráulico com
óleo ou do turbocompressor antes de rolar o possível falha do motor.
motor. Não fazer isso poderá causar travamento
hidráulico na partida do motor. O travamento 2. Desconecte a linha de entrada de óleo no
hidráulico poderá provocar falha do motor. turbocompressor ou na caixa do filtro.
Há travamento hidráulico quando o óleo
confinado na caixa do filtro de óleo drena através
PU00210,00000C9 -54-06MAR11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-010-4 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=60
Recondicionamento do Motor

Instruções para Amaciamento do Motor • Após substituição dos mancais principais, mancais
O amaciamento do motor deve ser executado depois da de bielas, virabrequim, ou de qualquer combinação
revisão geral ou depois dos seguintes reparos. dessas peças.
• Pistões, anéis ou linhas substituídas.
PU00210,00000CE -54-26JUL11-1/1

Instruções para Reparo do Motor • For muito difícil dar partida no motor devido à baixa
compressão de arranque.
A vida útil e o desempenho do motor variam dependendo • O motor começar a soltar fumaça, sem falhas aparentes
das condições de operação e do nível da manutenção nos componentes do motor.
regular do motor. Os padrões originais de desempenho
dos motores podem ser recuperados por meio de
• O motor começar a gastar muito óleo. Consulte a Seção
04 para informar-se sobre o consumo aceitável de óleo.
procedimentos adequados de revisão e da substituição
de peças por peças de serviço originais da John Deere.
• O motor estiver com um número alto de horas de uso e
o proprietário deseja tomar medidas preventivas para
Inspecionar o motor antes de uma falha pode evitar evitar consertos de alto custo e tempo de inatividade.
custos elevados de conserto e tempo de inatividade.
Os kits de inspeção para os motores John Deere podem
Considere o uso de um kit de inspeção geral da John estar disponíveis em sua região.
Deere quando:
• O motor começar a ter perda de potência, sem falhas
aparentes nos componentes do motor.
PU00210,00000C2 -54-18MAR09-1/1

Suporte de Reparo do Motor


NOTA: Apenas o suporte Nº D05223ST de serviço
pesado de 2722 kg (6000 lb) (A) de reparação
do motor fabricado pela Owatonna Tool Co.,
Owatonna, Minnesota, EUA, é mencionado
neste manual. Quando algum outro suporte
de reparo for usado, consulte as instruções do
fabricante para montar o motor.

Consulte o manual técnico da máquina para informar-se


sobre as etapas para remover o motor da máquina.

RG4929 —UN—05DEC97
A—Suporte de Reparo do
Motor D05223ST

Suporte de Reparo do Motor


PU00210,00000C3 -54-18MAR09-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-010-5 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=61
Recondicionamento do Motor

Recomendações gerais para regulagem eletronicamente que possuem um recurso de


diagnóstico que mostram códigos detalhados
Como regra geral, não é necessária a regulagem para alertar o operador sobre problemas
do motor se todos os procedimentos de manutenção específicos de desempenho. Consulte na
contínua do manual do operador forem realizados de Seção DIAGNÓSTICOS deste manual os
acordo com a programação. Se o desempenho do seu procedimentos de resolução de problemas dos
motor não está de acordo com as instruções de aplicação códigos de diagnóstico de falhas em sistemas
nominal, recomenda-se os seguintes procedimentos de de combustível controlados eletronicamente.
manutenção para ajudar a restaurar a eficiência normal
de operação do motor.
IMPORTANTE: Os motores são equipados com
sistemas de combustível controlados
Operação Referência Detalhada
Troque o óleo e os filtros do motor. .......................................................................... Manual do Operador
Lubrifique as alavancas e a articulação internas da embreagem da TDP, se instaladas. ........ Manual do Operador
Substitua o filtro de combustível. ............................................................................. Este manual/Manual do Operador
Limpe o tubo de respiro do cárter. ........................................................................... Este manual/Manual do Operador
Verifique o sistema de admissão de ar. Substitua os elementos do purificador de ar. ............ Este manual/Manual do Operador
Verifique o sistema de descarga. ............................................................................. Este Manual
Verifique e faça a manutenção do sistema de arrefecimento do motor. .............................. Este manual/Manual do Operador
Verifique e ajuste as correias do ventilador e do alternador. ........................................... Manual do Operador
Verifique o sistema elétrico. ................................................................................... Este Manual
Verifique o amortecedor de vibrações do virabrequim. .................................................. Este manual/Manual do Operador
Verifique o sistema de injeção do combustível. ........................................................... Este manual
Verifique a pressão do óleo do motor. Corrija conforme necessário. ................................. Este manual
Verifique a folga da válvula do motor. Ajuste se necessário. ........................................... Este manual
Verifique as rotações do motor. Corrija conforme necessário. ......................................... Concessionário de Serviços Autorizados
Verifique a qualidade do combustível. ....................................................................... Manual do Operador
PU00210,00000D5 -54-11JUL11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-010-6 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=62
Recondicionamento do Motor

Instalação dos Adaptadores no Suporte de


Reparo
Ferramentas:
•Não são requeridas ferramentas especiais
Consumíveis:

RG7783 —UN—11NOV97
• Nenhum consumível
1. Monte o adaptador especial (B) D05226ST no cubo
de montagem (A) do suporte de reparo do motor,
usando parafusos Allen SAE Tipo 8 (D), de acordo
com as seguintes especificações.
Especificação Adaptadores do Suporte de Reparo do Motor
Parafusos Allen SAE
Tipo 8 para Montagem
do Adaptador Especial
D05226ST no Cubo.
—Torque.................................................................... 600 N·m (443 lb-ft).

2. Monte o Adaptador do Motor (C) 62835 1 no adaptador

RG7781 —UN—11NOV97
especial, usando quatro parafusos M12 Classe 10.9
(E), conforme as seguintes especificações.
Especificação
1
62835 Parafusos M12
Classe 10.9 do Adaptador
do Motor ao Adaptador
Especial.—Torque..................................................... 135 N·m (100 lb-ft).
Adaptadores do Suporte de Reparo do Motor

A—Cubo de Montagem D—Parafusos Allen


B—Adaptador Especial E—Parafusos
D05226ST
C—Adaptador do Motor 62835

RG7938 —UN—13NOV97
Adaptadores do Suporte de Reparo do Motor

1
Parte do Kit do Adaptador do Suporte de Reparo do Motor JT07268
PU00210,00000C5 -54-28JUL11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-010-7 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=63
Recondicionamento do Motor

Procedimento de Elevação

CUIDADO: O único método recomendado para


elevar o motor é com a Linga de Elevação
do Motor JDG23 e os tirantes de elevação
de segurança aprovados fornecidos com o

RG7784 —UN—11NOV97
motor. Tome extremo cuidado ao elevar o
motor e NUNCA permita que nenhuma parte
do corpo fique posicionada sob o motor
sendo elevado ou suspenso.

NOTA: Se os tirantes de elevação do motor


forem extraviados, adquira novos através
Suspenda o Motor com a Linga de Elevação
do serviço de peças.

1. Instale os tirantes de elevação (B) e aperte os A—Linga de Elevação do Motor B—Tirantes de Elevação
parafusos conforme as seguintes especificações. JDG23

Especificação
Parafusos do tirantes as bombas hidráulicas ou compressores de ar
de elevação do montados na transmissão da engrenagem auxiliar, ou
Motor—Torque.............................................................. 100 N·m (74 lb-ft) componentes conduzidos por correias, tais como os
compressores de ar condicionado ou alternadores.
Se componentes grandes, como as TDPs,
IMPORTANTE: Eleve o motor com carga longitudinal transmissões, geradores, bandeja de óleo estrutural
somente com a linga e os suportes de elevação. ou compressores de ar, estiverem fixados em outros
A carga angular reduz muito a capacidade de locais no motor, os tirantes de elevação fornecidos
elevação da linga e dos suportes. com o motor não servirão para essa finalidade. O
O espaçamento de elevação nas lingas técnico é responsável pelo fornecimento correto de
é ajustável. Posicione cada ponto de dispositivos de elevação nessas situações. Consulte
elevação de forma que o motor fique o manual técnico da máquina para obter maiores
nivelado quando elevado. informações sobre a remoção do motor da máquina.
NOTA: O uso de uma linga de elevação do motor
2. Prenda a Linga de Elevação do Motor JDG23 (A) nos (conforme mostrado) é o ÚNICO MÉTODO
tirantes de elevação do motor (B) e na talha ou no APROVADO para suspensão do motor.
guindaste de piso.
Os tirantes de elevação são concebidos apenas 3. Eleve cuidadosamente o motor e baixe lentamente
para elevar o motor e pequenos acessórios, como até à posição desejada.
PU00210,00000C7 -54-02SEP10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-010-8 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=64
Recondicionamento do Motor

Montagem do Motor no Suporte de Reparo

CD31047 —UN—29SEP09
Montagem do Motor no Suporte de Reparo

CUIDADO: NUNCA remova o equipamento


• Dois espaçadores com 8 mm do comprimento.
de elevação superior até que o motor esteja Furo (C):
firmemente montado no suporte de reparo e que
todo o hardware de montagem esteja apertado • Um parafuso M14 x 2 x 45 mm Classe 10.9.
com torque especificado. Sempre libere o Furo (D):
equipamento de elevação superior lentamente.
• Um parafuso M14 x 2 x 70 mm Classe 10.9.
NOTA: Remova os componentes para obter espaço • Um espaçador com 40 mm de comprimento.
livre ao instalar o motor no suporte de reparo.
Esses componentes podem ser diferentes 3. Aperte os parafusos de acordo com a especificação.
dependendo da aplicação. Especificação
Parafusos M12 do
1. Execute — Instalação dos Adaptadores no Suporte Suporte de Reparo do
de Reparo. Motor—Torque............................................................ 140 N·m (105 lb-ft)
Parafusos M14 do
2. Monte o motor no Adaptador do Motor 62835 (A) da Suporte de Reparo do
seguinte maneira: Motor—Torque............................................................ 220 N·m (162 lb-ft)
Orifício (B):
• Dois parafusos M12 x 1,75 x 45 mm Classe 10.9.
PU00210,00000CA -54-03SEP10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-010-9 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=65
Recondicionamento do Motor

Execute o Amaciamento do Motor


IMPORTANTE: Se houver uma TDP fixada ao motor, 2. Dê partida no motor. Opere nas cargas e rotações
o amaciamento pode ser feito na TDP se for indicadas na tabela seguinte para os limites de tempo
realizado como se especifica a seguir. Para fornecidos.
evitar possíveis danos à caixa de engrenagens
AMACIAMENTO PRELIMINAR DO MOTOR APÓS
da TDP, não aplique carga total através da TDP RETIFICAÇÃO COMPLETA
além dos 10 minutos especificados.
Tempo Carregar Rotação do Motor

Use um dinamômetro para executar o seguinte 1 minuto Sem carga 850 rpm
procedimento preliminar de amaciamento. Se necessário, 2 minutos Sem carga Marcha Lenta Alta
o amaciamento preliminar do motor pode ser executado 10 minutos 1/2—3/4 de carga 2000 à velocidade
sem um dinamômetro se estiver sob condições de nominal
operação controladas. 10 minutos Carga total Velocidade nominal

IMPORTANTE: USE SOMENTE o óleo de motor John 3. Após o amaciamento preliminar, faça o motor
Deere Break-In Plus ou equivalente. NÃO funcionar por 1 a 2 minutos a 1500 rpm, sem nenhuma
use o óleo John Deere PLUS-50 ou óleos de carga antes de desligar.
motor que atendam os níveis de desempenho
API CI-4, API CH-4, API CG-4, API CF-4, API 4. Verifique e reajuste a folga da válvula conforme
CF-2, API CF, ACEA E5, ACEA E4 ou ACEA necessário. Não é necessário reapertar o cabeçote
E3 durante o período de amaciamento de um do cilindro.
motor que tenha passado por uma revisão
geral. Esses óleos não permitem que o motor NOTA: Durante as primeiras 20 horas, evite períodos
retificado tenha o desgaste apropriado durante prolongados de motor em marcha lenta ou operação
o período de amaciamento. constante com carga máxima. Se o motor funcionar
por mais de 5 minutos em marcha lenta, pare-o.
Não complete o óleo até que o nível fique
ABAIXO da marca de acréscimo. O óleo de 5. Opere o motor com cargas pesadas e com o mínimo
motor John Deere Break-in deve ser utilizado de marcha lenta durante o período de amaciamento.
para repor o óleo eventualmente consumido
durante o período de amaciamento. Se o motor operar por tempo significativo em marcha lenta,
em rotações constantes ou carga leve recomenda-se
NÃO encha acima do padrão hachurado fazer um período adicional de amaciamento de 100 horas.
ou da marca FULL (cheio). Os níveis de Durante esse período estendido de amaciamento, faça
óleo em qualquer lugar dentro do padrão nova troca com o óleo de motor John Deere Break-In Plus
hachurado são aceitáveis. e use um filtro de óleo John Deere novo.

1. Abasteça o cárter do motor até o nível adequado Verifique o nível do óleo do motor com mais frequência
com óleo de motor John Deere Break-In Plus durante o período de amaciamento do motor.
durante a operação de amaciamento. Use o óleo Normalmente não é necessário repor o óleo durante o
de amaciamento sem considerar a temperatura período de 100 horas de amaciamento. Entretanto, se o
ambiente. Esse óleo é formulado para melhorar o óleo de reposição for necessário nas primeiras 100 horas
amaciamento dos motores diesel John Deere. Sob de amaciamento, um período adicional de 100 horas de
condições normais, não ultrapasse as 100 horas com amaciamento será necessário. Faça nova troca com o
o óleo de amaciamento. óleo de motor John Deere Break-In Plus e use um filtro
de óleo John Deere novo.
Se o óleo de motor John Deere Break-In Plus não
estiver disponível, utilize um óleo de motor diesel Após um máximo de 100 horas, drene o óleo de
10W-30 de acordo com a Classificação de Serviço amaciamento e troque o filtro de óleo. Abasteça o cárter
CJ-4 ou Especificação ACEA E6 ou E9. com John Deere Plus-50 II ou outro óleo para motores
diesel de serviço pesado com a mesma classificação de
IMPORTANTE: durante o amaciamento preliminar, serviço como recomenda este manual. Consulte Óleo
verifique a pressão do óleo do motor e a para Motor Diesel, na Seção 01, Grupo 002.
temperatura do líquido de arrefecimento
periodicamente. Verifique também sinais NOTA: É esperado um aumento no consumo de óleo
de vazamento de combustível, óleo ou quando se usam óleos de baixa viscosidade.
líquido de arrefecimento. Verifique os níveis do óleo com mais frequência.

Não opere o motor a plena carga por mais Se a temperatura do ar estiver abaixo de -10 °C (14
que 10 minutos de uma vez. °F), use um aquecedor de bloco de motor.
PU00210,00000CF -54-02SEP10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-010-10 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=66
Recondicionamento do Motor

Medidas de segurança
Apenas técnicos de serviço qualificados, familiarizados centro de equilíbrio do motor está poucos milímetros
com este equipamento podem usar o suporte de reparo acima do virabrequim.
do motor.
Para evitar acidentes pessoais causados pelo
Para manter as especificações de resistência a cortes, deslizamento do motor, verifique novamente para
devem ser utilizados parafusos de aço liga Classe 10.9 certificar-se de que o motor esteja bem instalado antes de
Grau SAE 8 ou superior para montar os adaptadores e o soltar o suporte do dispositivo de elevação.
motor no suporte de reparação. Aperte os parafusos de
acordo com as especificações. Não coloque nenhuma parte do seu corpo sob uma carga
que esteja sendo elevada ou suspensa. O deslizamento
Para o encaixe completo do parafuso, verifique se os acidental pode provocar acidentes pessoais.
furos rosqueados nos adaptadores e nos blocos de
motores estão limpos e sem danos. É necessário engatar Use o macaco de elevação quando for necessário erguer
no mínimo um comprimento de rosca igual a 1-1/2 de o motor para girar. Ao trabalhar no motor, o macaco deve
diâmetro dos parafusos para manter os requisitos de estar na posição mais baixa para manter baixo o centro
resistência. de gravidade e diminuir a possibilidade de tombamento.

Para evitar danos estruturais ou acidentes pessoais, não Para prevenir possíveis acidentes pessoais devido ao
exceda a capacidade nominal máxima de 2722 kg (6000 movimento súbito do motor, abaixe o motor acionando
lb). A capacidade máxima é determinada com o centro lentamente a Válvula de Alívio do macaco. Não
do motor posicionado a, no máximo, 330 mm (13 in) da desparafuse o botão da Válvula de Alívio mais de duas
superfície do cubo de montagem do suporte do motor. voltas de sua posição de fechamento.

O centro de equilíbrio de um motor deve estar posicionado


a 51 mm (2 in) do eixo rotativo do suporte do motor. O
PU00210,00000C4 -54-02SEP10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-010-11 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=67
Recondicionamento do Motor

CTM104754 (25JUL12) 02-010-12 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=68
Grupo 020
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Cabeçote do Bloco de Cilindros - Limpeza e


Inspeção
Ferramentas Especiais
Macho JDG680
1. Remova o material de junta, ferrugem, carbono, e

RG7444 —UN—23NOV97
outros materiais estranhos do cabeçote. A superfície
da junta deve estar limpa.
2. Limpe os orifícios roscados no bloco de cilindros
usando o Macho JDG680 ou algum 1/2-13 UNC-2A
de cerca de 76 mm (3.0 in.) de comprimento. Use
ar comprimido para remover detritos e fluídos dos
orifícios do parafuso. Substitua o bloco se houver Limpeza dos Orifícios Roscados no Bloco do Cilindro
evidência de dano.
3. Utilize ar comprimido para remover todo o material 4. Verifique se o bastidor superior está nivelado, consulte
estranho solto do cilindro e bastidor superior. Componentes do Bloco do Cilindro — Medição.
PU00210,00000FE -54-02SEP10-1/1

Cabeçote do Cilindro - Limpeza e Inspeção


Ferramentas especiais: 2. Raspe material de junta, óleo, carbono e ferrugem
• Nenhuma do cabeçote. Use uma escova de latão ou cobre
1. Inspecione a face de combustão quanto a evidência automática para limpar as superfícies de vedação.
de danos físicos, vazamento de óleo ou de líquido IMPORTANTE: Não deixe de remover todos os
de arrefecimento, ou falha da junta antes de limpar a bujões antes de limpar a cabeça, pois as
cabeça dos cilindros. Repare ou substitua o cabeçote peças podem se danificar ou serem destruídas
do cilindro se houver evidência de dano físico, como por soluções em tanque quente.
trincas, abrasão, deformação ou sede da válvula
“queimando”. Inspecione todas as passagens da
3. Limpe a cabeça dos cilindros com produto químico em
cabeça dos cilindros quanto a restrições. um tanque quente, ou com solvente e uma escova.
4. Seque com ar comprimido e jateie todas as passagens.
SS01820,00003B9 -54-01DEC09-1/1

Cabeçote dos Cilindros - Verificação de


Planicidade
• D05012ST—Régua de Precisão e Apalpador
Verifique a planicidade da cabeça do cilindro usando a
Régua de Precisão D05012ST “Borda Chanfrada” e um
apalpador. Verifique em vários lugares, no comprimento,
na transversal, e na diagonal.
Especificação
Planicidade do Cabeçote
RG12376 —UN—11JUN02

dos Cilindros—Desnive-
lamento Máximo Aceitá-
vel para o Comprimento
ou Largura Total ....................................................... 0,08 mm (0.003 in.)
Desnivelamento Máximo
Aceitável Para Cada 150
mm (5.90 in.) ........................................................... 0,03 mm (0.001 in.)
Verificação de Planicidade da Cabeça do Cilindro
Sem o desvio de planicidade exceder as especificações,
a cabeça do cilindro deve ser recondicionada ou
substituída. (Consulte Cabeçote do Cilindro — Medição
da Espessura mais adiante neste grupo.)
PU00210,00000FC -54-24MAY10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-020-1 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=69
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Cabeçote dos Cilindros — Instalação


IMPORTANTE: SEMPRE inspecione totalmente a
junta nova do cabeçote dos cilindros quanto a
possíveis imperfeições de fabricação. Devolva
qualquer junta que não passe na inspeção.
Usando panos sem fiapos, esfregue a superfície
de combustão do bloco de cilindros para
remover fluidos residuais de montagem
e outros contaminantes.

1. Instalação do Cabeçote do Cilindro


Ferramentas:
• JD244 — Tirantes de Elevação ou

RG17965 —UN—17DEC09
• JDG19 — Suporte Especial
Consumíveis:
• Parafusos do Cabeçote, Junta do Cabeçote, Óleo do
Motor Diesel SAE30, Anéis O, Parafusos do Coletor
do Líquido de Arrefecimento
a. Instale dois pinos-guia (C) na superfície da
plataforma do cabeçote do bloco do cilindro (B).
A—Parafuso do Cabeçote do C—Pino-guia (2)
b. Instale uma nova junta do cabeçote (D) no bloco de Cilindro (26) D—Junta do Cabeçote dos
cilindros. Não use vedante na junta, instale a seco. B—Cabeçote dos Cilindros Cilindros

IMPORTANTE: Se o cabeçote dos cilindros for


abaixado sobre o bloco de cilindros e o
c. Instale o cabeçote do cilindro na junta do bloco
cabeçote não estiver posicionado corretamente
do cilindro usando os pinos-guia de montagem.
nos pinos de localização, remova o cabeçote
Certifique-se de que o cabeçote esteja posicionada
dos cilindros e instale uma nova junta. NÃO
corretamente sobre os pinos e que se assenta de
tente reposicionar o cabeçote do cilindro na
maneira plana no cabeçote do bloco de cilindros.
mesma junta novamente pois o anel de fogo
possivelmente está danificado.

NOTA: Pode ser útil usar pinos-guia adicionais para


posicionar a junta na superfície de combustão
do bloco de cilindros.
Continua na próxima página PU00210,0000311 -54-08MAR11-1/9

CTM104754 (25JUL12) 02-020-2 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=70
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

RG17964 —UN—16DEC09
Sequência de Aperto dos Parafusos do Cabeçote
A—Parte Dianteira do Motor

d. Especificação
IMPORTANTE: SEMPRE use parafusos NOVOS Parafusos do Cabeçote
quando instalar o cabeçote dos cilindros. Os do Cilindro—Torque
parafusos podem ser usados apenas uma vez. Inicial............................................................................ 100 N·m (74 lb-ft)

NÃO use óleos de multiviscosidade para g. Depois do torque inicial, aplique um segundo
lubrificar os parafusos. É recomendado SAE30. torque conforme a especificação dada na mesma
sequência acima.
Mergulhe o parafuso inteiro em óleo para motor Especificação
diesel SAE30 limpo. Aguarde que o excesso de Parafusos do Cabeçote
óleo goteje dos parafusos. do Cilindro—Segundo
Torque........................................................................ 140 N·m (103 lb-ft)
NOTA: O excesso de óleo não permitirá que os parafusos
alcancem a carga de aperto adequada usando h. Verifique todos os torques (reserve 5 minutos para
a estratégia de torque pré-esforçado. dilatação do parafuso).
e. Instale os 26 parafusos especiais do cabeçote dos Especificação
cilindros através do cabeçote e da junta, no bloco. Parafusos do Cabeçote
do Cilindro—Verifique o
NOTA: Todos os parafusos do cabeçote são do Torque........................................................................ 140 N·m (103 lb-ft)
mesmo comprimento.
i. Usando uma caneta à prova de óleo, lápis
f. Aperte o parafuso 1 a 26 até o torque inicial de ou marcador, desenhe uma linha paralela ao
acordo com a especificação. Siga a sequência de virabrequim por toda a parte superior de cada
aperto do parafuso mostrada na figura acima. cabeça do parafuso. Essa linha será usada como
marca de referência.
Continua na próxima página PU00210,0000311 -54-08MAR11-2/9

CTM104754 (25JUL12) 02-020-3 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=71
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

j. Sequencialmente (comece com o Parafuso Nº 1 e


prossiga até o Parafuso Nº 26) gire cada parafuso
em 90º. A linha no parafuso será perpendicular ao
virabrequim.
Especificação
Parafusos do Cabeçote
do Cilindro—Giro de
Torque................................................................................ 90° (+10°/-0°)

NOTA: Verifique a posição de linha em todos


os 26 parafusos.

A—Parte Dianteira do Motor

90˚

RG14067 —UN—29MAR05
A

Parafusos Pré-esforçado do Cabeçote do Cilindro

PU00210,0000311 -54-08MAR11-3/9

2. Se removido, execute a Injetores — Instalação.


Ferramentas Especiais:
• Não há
Consumíveis:
• Não há
3. Instale as hastes de comando.
4. Execute Conjunto do Transportador do Eixo do

RG18629 —UN—02JUN10
Balancim — Instalação.
Ferramentas Especiais:
• Não há
Consumíveis:
• Não há
Velas Aquecedoras e Chicote Elétrico dos Injetores
5. Destrave o volante removendo o pino de sincronia.
6. Reconecte o chicote elétrico do injetor (D) aos C—Conector do Chicote E—Injetor (6)
injetores (E). Elétrico da Vela de
Pré-aquecimento
7. Reconecte o conector do chicote elétrico da vela de D—Chicote Elétrico dos
pré-aquecimento (C). Injetores

8. Execute Tampa do Balancim — Instalação.


Ferramentas Especiais: Consumíveis:
• Não há • Não há
Continua na próxima página PU00210,0000311 -54-08MAR11-4/9

CTM104754 (25JUL12) 02-020-4 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=72
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

9. Execute Alojamento do Termostato — Instalação


Ferramentas Especiais:
• Não há
Consumíveis:
• Solução de Água e Sabão

RG18628 —UN—02JUN10
10. Instale o coletor do líquido de arrefecimento (B) no
cabeçote do cilindro. Instale os parafusos (A) e
aperte-os de acordo com a especificação.
Especificação
Parafusos do Coletor
do Líquido de
Arrefecimento—Torque...................................... 70 ± 7 N·m (52 ± 5 lb-ft) Instale o Coletor de Líquido de Arrefecimento

A—Parafuso B—Coletor do Líquido de


Arrefecimento

Continua na próxima página PU00210,0000311 -54-08MAR11-5/9

CTM104754 (25JUL12) 02-020-5 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=73
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

11. Execute Linhas de Injeção de Alta Pressão —


Instalação.
Ferramentas Especiais:
• JDG11084 — Soquete da Linha de Injeção
Consumíveis:

RG18627 —UN—02JUN10
• Óleo do Motor, Vaselina ou Solução de Água e
Sabão.
12. Execute Coletor de Escape — Instalação.
Ferramentas Especiais:
• Não há
Consumíveis: Componentes EGR
• Não há
13. Instale o conjunto (como removido) do tubo de saída
do EGR (I), válvula EGR (H) e tubo de entrada EGR
(G) junto com o suporte (F) e aperte-os conforme a
especificação.

RG18626 —UN—02JUN10
Especificação
Parafusos do Suporte da
Válvula EGR—Torque.................................................... 73 N·m (54 lb-ft)

14. Inserir o tubo de entrada EGR no resfriador da EGR.


Instale a braçadeira com cinta em V (D) entre o
resfriador da EGR e o tubo. Aperte o parafuso da
braçadeira de acordo com a especificação.
Braçadeira das Linhas de Combustível
Especificação
Braçadeira com Cinta em
A—Braçadeira da Linha de F— Suporte
V—Torque....................................................................... 6,8 N·m (5 lb-ft) Combustível G—Tubo de Entrada EGR
B—Linha de Combustível do H—Válvula EGR
15. Instale a braçadeira P (C) ao redor do sensor de Injetor de Dosagem I— Tubo de Saída EGR
pressão do coletor de escape. C—Braçadeira P
D—Braçadeira com Cinta em V
16. Execute Conjunto do Líquido de Arrefecimento do E—Parafuso (3)
Combustível de Suprimento — Instalação.
Ferramentas Especiais:
• Não há 18. Instale a braçadeira da linha de combustível (A) sobre
as linhas de combustível, abaixo da válvula EGR.
Consumíveis:
• Não há
17. Instale a linha de suprimento do combustível de
injeção de dosagem (B).
Continua na próxima página PU00210,0000311 -54-08MAR11-6/9

CTM104754 (25JUL12) 02-020-6 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=74
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

19. Execute Coletor de Entrada de Ar — Instalação.


Ferramentas Especiais:
• Não há
Consumíveis:
• Não há
20. Instale a junta e a entrada venturi (D) no tubo de
saída da EGR. Instale o prisioneiro (C) e dois outros
parafusos.

RG18625 —UN—03SEP10
21. Instale a linha de suprimento do líquido de
arrefecimento (B) ao venturi. Aperte o encaixe de
acordo com a especificação.
Especificação
Encaixe da Linha de
Suprimento do Líquido
de Arrefecimento
Venturi—Torque...............................................................15 N·m (11 lb-ft) Instalação do Venturi

22. Instale a braçadeira (A).


23. Execute Sistema de Ventilação do Virabrequim Aberto
— Instalação.
Ferramentas Especiais:
• Não há
Consumíveis:
• Não há

RG18624 —UN—03SEP10
A—Suporte C—Parafuso Prisioneiro
B—Linha de Suprimento de D—Entrada Venturi
Líquido de Arrefecimento

Continua na próxima página PU00210,0000311 -54-08MAR11-7/9

CTM104754 (25JUL12) 02-020-7 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=75
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

RG18622 —UN—02JUN10
RG18623 —UN—02JUN10
Linhas do Líquido de Arrefecimento do Termostato
Linhas do Injetor de Dosagem

RG18619 —UN—03SEP10

Correia da Ventoinha e Polia

A—Correia do Ventilador E—Braçadeira de Mangueira H—Linha de Retorno do Líquido J— Injetor de Dosagem


B—Polia F— Retorno do Líquido de de Arrefecimento a partir do
C—Linha de Retorno do Líquido Arrefecimento a partir da EGR Injetor de Dosagem
de Arrefecimento a partir do G—Linha de Suprimento do I— Linha de Suprimento do
Venturi Líquido de Arrefecimento Combustível para o Injetor de
D—Linha de Retorno do Líquido para o Injetor de Dosagem Dosagem
de Arrefecimento a partir do
Atuador VGT

24. Execute Turbo Alimentador Fixado — Instalação. Ferramentas Especiais:


Ferramentas Especiais: • Não há
• Não há Consumíveis:
Consumíveis: • Não há
• Não há 27. Conecte a linha de suprimento do combustível (I) para
25. Execute Conjunto do Turbo Alimentador VGT — o injetor de dosagem (J). Aperte a conexão conforme
Instalação. a especificação.
Especificação
Ferramentas Especiais:
Encaixe da Linha
• Não há
de Suprimento
Consumíveis: de Combustível
• Não há para o Injetor de
Dosagem—Torque......................................................... 18 N·m (13 lb-ft)
26. Execute Conjunto do Resfriador da EGR — Instalação.
Continua na próxima página PU00210,0000311 -54-08MAR11-8/9

CTM104754 (25JUL12) 02-020-8 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=76
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

28. Conecte o suprimento do líquido de arrefecimento (G) 31. Reinstale o chicote elétrico, braçadeiras P e os
e as linhas de retorno do líquido de arrefecimento (H) suportes, como removidos.
ao injetor de dosagem. Aperte as conexões conforme
a especificação. 32. Se removido, execute Alternador — Instalação.

Especificação Ferramentas Especiais:


Encaixe da Linha do • Não há
Líquido de Arrefecimento
Consumíveis:
da Linha de Suprimento
• Não há
do Combustível
para o Injetor de 33. Instale a polia (B). Instale a correia da polia do
Dosagem—Torque......................................................... 25 N·m (18 lb-ft) ventilador (A).
29. Conecte o tubo de retorno do líquido de arrefecimento 34. Execute Conjunto do Ventilador — Instalação.
(F) ao alojamento do termostato. Aperte as
braçadeiras da mangueira (E). Ferramentas Especiais:
• Não há
30. Conecte as linhas do líquido de arrefecimento (C e
D) ao alojamento do termostato. Aperte a conexão Consumíveis:
conforme a especificação. • Não há
Especificação
Encaixe das Linhas de
Retorno do Líquido de
Arrefecimento—Torque.................................................. 25 N·m (18 lb-ft)
PU00210,0000311 -54-08MAR11-9/9

CTM104754 (25JUL12) 02-020-9 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=77
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Cabeçote dos Cilindros — Remoção


NOTA: Não é necessário remover o motor da máquina
para realizar serviços no cabeçote dos cilindros
em todas as aplicações. Consulte o Manual
Técnico da Máquina sobre o procedimento
de remoção se necessário.

1. Drene o líquido de arrefecimento.


2. Execute Conjunto do Ventilador — Remoção.
Ferramentas Especiais:

RG18619 —UN—03SEP10
• Não há
3. Remova a correia da polia do ventilador (A). Remova
a polia (B).
4. Execute Alternador — Remoção, se necessário.
Ferramentas Especiais:
• Não há Correia da Ventoinha e Polia

5. Remova o chicote elétrico, braçadeiras P e os


suportes, como necessário.
6. Desconecte as linhas do líquido de arrefecimento (C
e D) do alojamento do termostato.
7. Remova as braçadeiras da mangueira (E) e

RG18622 —UN—02JUN10
desconecte o tubo de retorno do líquido de
arrefecimento (F).
8. Desconecte as linhas de suprimento (G) e de retorno
do líquido de arrefecimento (H) do injetor de dosagem
(J).
9. Desconecte a linha de suprimento do combustível (I)
Linhas do Líquido de Arrefecimento do Termostato
do injetor de dosagem.
10. Execute Conjunto do Resfriador da EGR — Remoção.
Ferramentas Especiais:
• Não há
11. Execute Conjunto do Turbo Alimentador VGT —
Remoção.

RG18623 —UN—02JUN10
Ferramentas Especiais:
• Não há
12. Execute Turbo Alimentador Fixado — Remoção.
Ferramentas Especiais:
• Não há
Linhas do Injetor de Dosagem

Continua na próxima página PU00210,00002FC -54-08MAR11-1/7

CTM104754 (25JUL12) 02-020-10 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=78
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

A—Correia do Ventilador F— Retorno do Líquido de


B—Polia Arrefecimento a partir da
C—Linha de Retorno do EGR
Líquido de Arrefecimento a G—Linha de Suprimento do
partir do Venturi Líquido de Arrefecimento
D—Linha de Retorno do para o Injetor de Dosagem
Líquido de Arrefecimento a H—Linha de Retorno do
partir do Atuador VGT Líquido de Arrefecimento
E—Braçadeira de Mangueira a partir do Injetor de
Dosagem
I— Linha de Suprimento do
Combustível para o Injetor
de Dosagem
J— Injetor de Dosagem

PU00210,00002FC -54-08MAR11-2/7

13. Execute Sistema de Ventilação do Virabrequim Aberto


— Remoção.
Ferramentas Especiais:
• Não há
14. Remova o suporte (A). Puxe o chicote elétrico para
baixo para acessar o encaixe do tubo de entrada
venturi.
NOTA: Para facilitar a compreensão, o chicote
elétrico foi removido.

RG18624 —UN—03SEP10
15. Desconecte a linha de suprimento do líquido de
arrefecimento (B) do venturi.
16. Remova o prisioneiro (C) e outros dois parafusos para
desconectar a entrada venturi (D) do tubo de saída
EGR.
Conector do Sensor da EGR
17. Execute Coletor de Admissão — Remoção
Ferramentas Especiais:
• Não há

A—Suporte C—Parafuso Prisioneiro


B—Linha de Suprimento de D—Entrada Venturi
Líquido de Arrefecimento

RG18625 —UN—03SEP10

Venturi

Continua na próxima página PU00210,00002FC -54-08MAR11-3/7

CTM104754 (25JUL12) 02-020-11 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=79
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

18. Remova a braçadeira da linha de combustível (A)


abaixo da válvula EGR
19. Remova a linha de suprimento de combustível para
injetor de dosagem (B).
20. Execute Conjunto do Líquido de Arrefecimento do

RG18626 —UN—02JUN10
Combustível de Suprimento — Remoção.
Ferramentas Especiais:
• Não há
21. Remova a braçadeira P (C) ao redor do sensor de
pressão do coletor de escape.
22. Remova a braçadeira (D) no tubo de saída EGR. Braçadeira das Linhas de Combustível
23. Remova os parafusos (E) e o tubo de saída EGR (I),
válvula EGR (H) e tubo de entrada EGR (G) junto com
o suporte (F) como um conjunto.
24. Execute Coletor de Escape — Remoção
Ferramentas Especiais:

RG18627 —UN—02JUN10
• Não há
25. Execute Linhas de Injeção de Alta Pressão —
Remoção.
Ferramentas Especiais:
• Não há
Componentes EGR
A—Braçadeira da Linha de F— Suporte
Combustível G—Tubo de Entrada EGR
B—Linha de Combustível do H—Válvula EGR
Injetor de Dosagem I— Tubo de Saída EGR
C—Braçadeira P
D—Braçadeira
E—Parafuso (3)

PU00210,00002FC -54-08MAR11-4/7

26. Remova os parafusos (A). Remoção do Coletor do


Líquido de Arrefecimento (B).
27. Execute Carcaça do Termostato — Remoção.
Ferramentas Especiais:
• Não há RG18628 —UN—02JUN10

A—Parafuso B—Coletor do Líquido de


Arrefecimento

Coletor do Líquido de Arrefecimento

Continua na próxima página PU00210,00002FC -54-08MAR11-5/7

CTM104754 (25JUL12) 02-020-12 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=80
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

28. Execute Tampa do Balancim — Remoção.


Ferramentas Especiais:
• Não há
29. Desconecte o conector do chicote (C) das velas
aquecedoras.
30. Desconecte o chicote elétrico (D) dos injetores (E).
31. Destrave o volante do motor no TDC.

RG18629 —UN—02JUN10
NOTA: Não desmonte o eixo do balancim de
seu transportador.

32. Remova o conjunto do transportador do eixo


do balancim com o eixo do balancim ligado ao
transportador. Consulte Eixo do Balancim —
Velas Aquecedoras e Chicote Elétrico dos Injetores
Desmontagem.
Ferramentas Especiais: C—Conector do Chicote E—Injetor (6)
• Não há Elétrico da Vela
Aquecedora
33. Remova as varetas impulsoras. D—Chicote Elétrico dos
Injetores
34. Execute Injetores — Remoção, se necessário.
PU00210,00002FC -54-08MAR11-6/7

35. Remoção do Cabeçote do Cilindro


Ferramentas:
• JD244 — Tirantes de Elevação
• JDG19 — Suporte Especial
a. Remova todos os parafusos do cabeçote dos
cilindros (D). Descarte os parafusos.
IMPORTANTE: NÃO use chaves de fenda ou
espátulas entre o bloco de cilindros e o
cabeçote do cilindro para afrouxar a vedação
da junta do cabeçote até o bloco.

b. Cabeçote do cilindro de elevação do bloco (E). Se


o cabeçote dos cilindros emperrar use um martelo

RG17916 —UN—10NOV09
macio para bater levemente no cabeçote.
c. Remova a junta do cabeçote dos cilindros (F).
Inspecione possíveis vazamentos de óleo,
de líquido de arrefecimento ou na câmara de
combustão. Verifique também se a junta do
cabeçote está sendo usada com defeito ou de
forma incorreta. Descarte a junta. Remoção do Cabeçote do Cilindro

NOTA: Não gire o virabrequim com o cabeçote dos


cilindros removido, a menos que as camisas D—Parafuso do Cabeçote dos F— Junta do Cabeçote dos
dos cilindros estejam fixadas com parafusos e Cilindros Cilindros
E—Cabeçote dos Cilindros
arruelas lisas grandes. Consulte
Conjunto do Pistão e Biela — Remoção.

PU00210,00002FC -54-08MAR11-7/7

CTM104754 (25JUL12) 02-020-13 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=81
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Cabeçote do Cilindro - Medição da Espessura


Espessura do cabeçote de medida da junta do
transportador do eixo do balancim à face de combustão.
Se a espessura do cabeçote do cilindro for menor do que
a espessura mínima permitida, NÃO TENTE refazer uma
nova superfície. Instale um novo cabeçote.
Quando o cabeçote do cilindro for recolocado, remova
SOMENTE o que for necessário para restaurar o
nivelamento.

RG12377 —UN—11JUN02
Especificação
Novo cabeçote—Espes-
sura........................................................................104,87 — 105,13 mm
(4.129—4.139 in.)
Espessura Mínima
Aceitável ............................................................... 104,24 mm (4.104 in.)
Acabamento da Verificação da Espessura do Cabeçote do Cilindro
Superfície da Face de
Combustão (Retífica
da Superfície Somente)
consulte Cabeçote do Cilindro — Verificação
(AA) ..............................................................................0,7—3,2 mícrons
do Nivelamento neste grupo. Verifique
(31—125 micro-in.)
também o acabamento da superfície na face
Profundidade Máxima da
de combustão do cabeçote.
Onda .................................................................... 0,012 mm (0.0005 in.)
Meça e grave o recesso da válvula no
Remoção Máxima
cabeçote do cilindro. Veja Válvula — Medição
de Material para
de Recesso neste grupo.
Revestimento............................................................ 0,76 mm (0.030 in.)

IMPORTANTE: Depois de colocada a nova superfície


do cabeçote do cilindro, verifique o nivelamento,
PU00210,00000FF -54-24JUN10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-020-14 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=82
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Junta do Cabeçote do Cilindro - Inspeção

RG18465 —UN—23JUN10
Inspeção da Gaxeta da Cabeça
A—Anéis de Fogo C—Porta de Óleo do Balancim D—Vareta de Elastômero
B—Corpo da Gaxeta E—Frente do Motor

Os seguintes procedimentos de inspeção são Examine os anéis de fogo (A) para:


recomendados sempre que ocorrer falha em uma união
da junta da cabeça ou quando ocorrer desmontagem da • Anéis de fogo danificado/expandido/partido/defor-
união. mado.
1. Analise os dados históricos sobre operação,
• Área adjacente ao corpo queimada/corroída.
manutenção e reparação da máquina, junto com as
• Padrão dos anéis de fogo excêntrico/contém
cavidades.
observações de diagnóstico. Anote todas as áreas
que precisem de mais inspeção e análise.
• Descoloração dos anéis de fogo e das áreas
adjacentes.
2. Execute Tampa do Balancim — Remoção. Verifique a • Superfícies dos anéis de fogo áspera/desgas-
presença do líquido de arrefecimento no óleo. tada/rebaixada.

Ferramentas: Examine o corpo da junta (B) quanto ao seguinte:


• Nenhuma
• Caminhos de erosão por gases da combustão ou
Consumíveis: depósitos de fuligem originados nas vedações de
• Nenhuma combustão.
• Descoloração extrema/endurecimento/fragilização
3. Registre os torques do parafuso de cabeça antes da em áreas localizadas.
remoção. Na retirada, verifique se há diferenças no
comprimento dos parafusos de cabeça. NOTA: O anel O é colocado no transportador
do eixo do balancim.
4. Execute Cabeçote dos Cilindros — Remoção
Ferramentas: • Falta vedação do anel O ou ela está danificada na
área da porta (C).
• JD244 — Suportes do Levante ou
• JDG19 — Suporte Especial • Elastômero (D) faltando/danificado.
• Caminho do óleo ou do líquido de arrefecimento
Consumíveis: originado das áreas de passagem.
• Nenhuma • Áreas localizadas de baixa compressão.
5. Observe as superfícies da junta removida do cabeçote.
PU00210,0000327 -54-22JUL10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-020-15 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=83
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Luvas dos Injetores de Combustível —


Limpeza e Inspeção
Ferramentas especiais:
• Nenhuma
Consumíveis:
• Nenhuma

RG18521 —UN—24MAY10
IMPORTANTE: Não remova ou misture os anéis O
da luva. A luva de serviço é fornecida com
os anéis O instalados. O anel O superior
é compatível com o combustível diesel
enquanto o inferior é compatível com o líquido
de arrefecimento. Ambos os anéis O são
identificáveis pela cor diferente e não estão
disponíveis como peças de reposição. Luva do Injetor de Combustível
Não use nenhum produto à base de petróleo
para lubrificar os anéis O da luva do injetor de A—Luva do Injetor de C—Anel O Inferior
combustível ou os anéis O incharão. Combustível
B—Anel O Superior
1. Lubrifique os anéis O com sabão líquido.
2. Segure a luva do injetor de combustível firmemente.
Limpe o orifício da manga com uma escova plástica. 3. Inspecione as luvas quanto a desgaste, rachaduras
Assegure-se de que todo o carbono é removido do ou danos.
orifício da luva antes da inspeção ou reparo.
NOTA: Algumas gotas de óleo suave ou querosene
ajudará na limpeza dos orifícios.
PU00210,000032E -54-24MAY10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-020-16 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=84
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Luvas dos Injetores de Combustível —


Instalação
Ferramentas especiais:
•JDG1649A — Instalador da Luva do Injetor
Consumíveis:

RG18716 —UN—09JUL10
• LOCTITE® 620 Adesivo de Alta temperatura
IMPORTANTE: Se instalar uma nova luva do bico
injetor de combustível com o cabeçote dos
cilindros montado no bloco, certifique-se de
que o pistão NÃO esteja próximo ao centro
do ponto morto superior (PMS). Gire o motor
Aplique Loctite nas Paredes Laterais do Orifício
até que o pistão fique no ponto morto inferior
(PMI) ou ocorrerão danos ao pistão. A

B
1. Apoie o cabeçote do cilindro de modo que a superfície
inferior do cabeçote fique aproximadamente 50 mm C
(2.0 in.) acima da bancada de trabalho.
2. Aplique LOCTITE® 620 (TY15941) nas paredes
laterais no parte inferior do orifício da luva do injetor
de combustível.
IMPORTANTE: Não remova ou misture os anéis O
da luva. A luva de serviço é fornecida com

RG12406 —UN—18JUN02
os anéis O instalados. O anel O superior
é compatível com o combustível diesel
enquanto o inferior é compatível com o líquido
de arrefecimento. Ambos os anéis O são D
identificáveis pela cor diferente e não estão
disponíveis como peças de reposição.
Luva do Bico Injetor de Combustível
Não use nenhum produto à base de petróleo
para lubrificar os anéis O da luva do injetor de
combustível ou os anéis O incharão.

3. Lubrifique os anéis O com sabão líquido.


4. Posicione a luva do injetor (C) sobre o orifício e coloque

RG12411 —UN—19JUN02
JDG1649A instalador da luva do injetor na luva.
5. Usando o martelo, bata cuidadosamente a ferramenta
de instalação da luva para direcionar a luva totalmente
dentro do orifício do injetor.
6. Execute Injetores — Instalação.
Ferramentas especiais: JDG1649A Ferramenta de Instalação da Luva do Injetor
• Nenhuma
Consumíveis: A—Anel O Superior Verde C—Luva fêmea
B—Anel O Inferior Amarelo D—Luva instalada
• Nenhuma

LOCTITE é uma marca registrada da Loctite Corporation


PU00210,000032A -54-22JUN10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-020-17 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=85
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Luvas dos Injetores de Combustível —


Remoção
IMPORTANTE: Se remover a luva com o cabeçote
do cilindro no motor, certifique-se de que
a área ao redor da luva esteja limpa e sem

RG15754 —UN—09MAY08
detritos que possam entrar no sistema de
combustível ou no cilindro. Instale bujões ou
tampas nos furos dos injetores no cabeçote
quando a luva for removida.

Ferramentas especiais:
• JDG10631 — Extrator da Luva do Injetor
Extrator da Luva do Injetor JDG10631
1. Execute Injetores — Remoção.
Ferramentas especiais: A—Parafuso Extrator C—Arruela Plana
• Nenhuma B—Espaçador D—Porca sextavada

PU00210,0000329 -54-08JUN10-1/2

RG17558 —UN—31AUG09

RG16360 —UN—19AUG09
Posicione o Extrator JDG10631 no Furo da Luva do Injetor Remoção da Luva do Injetor
2. Coloque um parafuso forçador (A) dentro da luva do
injetor. Certifique-se de que a parte do expansor da
ferramenta esteja instalada para que o expansor se
assente com firmeza sobre o diâmetro interno da
luva. Use uma chave reserva para apertar o parafuso
forçador.
3. Instale o espaçador (B) no parafuso forçador.
Posicione o espaçador com o corte voltado para
dentro do cabeçote do cilindro.
RG16361 —UN—01JUL08

4. Instale a arruela plana (C) e a porca sextavada (D).


Gire a porca sextavada até que a luva esteja solta.
5. Remova a ferramenta com a luva.

A—Parafuso Extrator C—Arruela Plana


B—Espaçador D—Porca sextavada
Luva do Injetor Removida

PU00210,0000329 -54-08JUN10-2/2

CTM104754 (25JUL12) 02-020-18 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=86
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Vela Aquecedora — Instalação


Ferramentas especiais:
• Nenhuma
Consumíveis:
• Nenhuma
NOTA: Para facilitar a compreensão, o coletor de escape
e a EGR foram removidos das fotografias.

RG18399 —UN—25JUN10
1. Instale 6 velas aquecedoras (E) no cabeçote do
cilindro. Aperte todas as velas segundo as seguintes
especificações.
Especificação
Velas de incandescên-
cia—Torque..............................................................15±3 Nm (11±2 lb-ft)
Instalação das Velas Aquecedoras

CUIDADO: O barramento não deve ficar em


contato com nenhum outro componente.

2. Monte o barramento da vela aquecedora (C) junto com


os conectores ao lado do transportador do balancim.
Instale os parafusos de montagem (B). Aperte os
parafusos de acordo com as especificações.
Especificação

RG18398 —UN—25JUN10
Parafusos de Montagem
do Barramento da Vela
Aquecedora—Torque...............................................15±3 Nm (11±2 lb-ft)

3. Insira todos os conectores de barramento (A) nos


terminais das velas aquecedoras. Pressione até que
o conector esteja completamente assentado no corpo
da vela aquecedora. Instalação dos Conectores das Velas Aquecedoras

NOTA: Em algumas aplicações, somente a instalação


A—Conectores (6) D—Chicote do Motor
da tampa do termostato seria necessário. B—Parafuso de Montagem E—Velas de Pré-aquecimento
do Barramento da Vela (6).
4. Se removio, execute Alojamento do Termostato — Aquecedora (3)
Instalação. C—Barramento da Vela
Aquecedora
Ferramentas especiais:
• Nenhuma
Consumíveis: Ferramentas especiais:
• Água com Sabão • Nenhuma
5. Conecte o barramento da vela aquecedora ao chicote Consumíveis:
elétrico do motor (D). • Nenhuma
6. Se removido, execute Turbo Alimentador Fixado —
Instalação.
PU00210,0000324 -54-29JUL10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-020-19 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=87
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Vela Aquecedora — Remoção


Ferramentas especiais:
• Nenhuma
Consumíveis:
• Nenhuma
NOTA: Para facilitar a compreensão, o coletor de escape

RG18398 —UN—25JUN10
e a EGR foram removidos das fotografias.

1. Se necessário, execute Turbo Alimentador Fixado —


Remoção.
Ferramentas especiais:
• Nenhuma
NOTA: O alojamento do termostato pode precisar Remoção dos Conectores das Velas Aquecedoras
ser removido para acessar a vela aquecedora
número 1 do cilindro.
Em algumas aplicações, remover somente a tampa
do termostato seria suficiente para acessar a
vela aquecedora número 1 do cilindro.

2. Se necessário, execute Alojamento do Termostato —


Remoção.
Ferramentas especiais:

RG18399 —UN—25JUN10
• Nenhuma
3. Desligue os conectores (A) dos terminais da vela
aquecedora.
4. Solte os parafusos de montagem (B) e desinstale o
barramento da vela aquecedora (C) do transportador
do eixo do balancim. Remoção das Velas Aquecedoras
5. Desconecte o barramento do chicote elétrico (D).
A—Conectores (6) D—Chicote elétrico
6. Solte e remova todas as velas aquecedoras (E) do B—Parafuso de Montagem E—Vela Aquecedora (6)
cabeçote do cilindro. do Barramento da Vela
Aquecedora (3)
C—Barramento da Vela
Aquecedora

PU00210,0000322 -54-29JUL10-1/1

Orifício da Vela Aquecedora — Limpeza e


Limpe os orifícios da vela aquecedora com uma escova
Inspeção plástica antes do reparo
Procure por alguma rebarba ou partículas estranhas NOTA: Algumas gotas de óleo suave ou querosene
presas dentro do orifício da vela aquecedora com a ajuda ajudará na limpeza dos orifícios.
de lanterna.
PU00210,0000323 -54-07MAY10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-020-20 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=88
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Válvula de Alívio de Pressão OCV —


Manutenção
1. Remova a válvula de alívio de pressão OCV (A) da
tampa do balancim (B). Limpe e verifique a condição
da mola (A2) e do êmbolo (A3). Substitua a válvula
de alívio de pressão se alguma de suas partes estiver
danificada.

RG18717 —UN—05AUG10
2. Remova a válvula bico de pato (C).
3. Assegure-se de que o orifício de ventilação (D) não
está conectado.
4. Aplique uma Hylomar 5059 pequena nas roscas do
terminal.
Válvula de Alívio de Pressão OCV
5. Instale o conjunto de válvula de alívio de pressão
(A) na tampa do balancim (B). Aperte conforme a
especificação.
Especificação
Válvula de Alívio de
Pressão OCV—Torque.................................................... 30 Nm (22 lb-ft)

6. Instale a válvula bico de pato (C) no orifício da


ventilação (D) e empurre-a até que se encaixe.

A—Válvula de Alívio de A1—Plugue

RG18916 —UN—05AUG10
Pressão OCV A2—Mola
B—Tampa das válvulas A3—Êmbolo
C—Válvula Bico de Pato
D—Orifício de Ventilação

Conjunto de Válvula de Alívio de Pressão OCV

PU00210,0000335 -54-05AUG10-1/1

Haste de Comando — Limpeza e Inspeção


Ferramentas Especiais:
• Nenhuma
Consumíveis:
• Nenhuma

T81233 —UN—01NOV88
1. Limpe as hastes de comando com solvente e ar
comprimido.
2. Verifique se as hastes de comando são retilíneas
rolando-as em uma superfície plana.
3. Inspecione se há desgastes e danos nas extremidades
Verificação das Hastes de Comando quanto a Retilineidade
de contato.
4. Substitua as hastes de comando com defeito.
SS01820,00003C1 -54-27APR10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-020-21 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=89
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Transportador do Balancim — Inspeção


Ferramentas especiais:
• Nenhuma
• Verifique se há rachaduras ou danos em todo o
transportador do balancim.
• Inspecione as curvas do fundido à procura de rebarbas

RG18561 —UN—24MAY10
ou algum material estranho.
• Inspecione os orifícios dos parafusos do transportador
do balancim à procura de rebarbas ou de qualquer
material estranho.

Transportador do Balancim

PU00210,000032F -54-24MAY10-1/1

Tampa do Balancim - Inspeção


1. Inspecione toda a tampa do balancim à procura de
desgastes excessivos e danos.
2. Inspecione a porta de entrada OCV à procura de
desgaste e dano. Verifique a porta à procura por
algum material estranho preso nela.

RG18617 —UN—01JUN10
Tampa das válvulas

PU00210,0000332 -54-01JUN10-1/1

Tampa do Balancim — Instalação


Ferramentas especiais:
• Nenhuma
Consumíveis:

RG18362 —UN—29APR10
• Junta do Balancim, Anel O
1. Se foi removido, montar o defletor (B) na face inferior
da tampa do balancim. Instale os parafusos (A) e
aperte de acordo com as especificações.
Especificação
Parafuso de Fixação da Instalar Isolador
Tampa do Balancim ao
Defletor—Torque.......................................................... 10 Nm (7.37 lb-ft)
A—Parafuso (2) B—Defletor

Continua na próxima página PU00210,000031D -54-26JUL10-1/3

CTM104754 (25JUL12) 02-020-22 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=90
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

RG18722 —UN—23JUL10
Instalação da Tampa do Balanceiro
2. Verifique a condição da junta do balancim (A). Se

RG18363 —UN—28APR10
danificada, instale uma nova junta.
3. Instale a tampa do balancim (B) e a junta (A). Aperte
os parafusos da tampa do balancim (C) de acordo
com as especificações e na sequência mostrada.
Especificação
Parafuso de Fixação
da Tampa do Sequência de Aperto dos Parafusos de Fixação do Balancim
Balancim à Cabeça do
Cilindro—Torque.............................................................. 35 Nm (26 lb-ft) A—Junta da Proteção do Braço F— Anel O
Oscilante G—Parafuso com cabeça
4. Instale o filtro OCV (E) no coletor de entrada de ar B—Tampa das válvulas H—Vedação da Tampa de
usando 2 parafusos (I). Aperte os parafusos de acordo C—Parafusos (15) Enchimento de Óleo
com as especificações: D—Tampa do Balancim ao I— Parafusos (2)
Tubo do Alojamento do
Especificação Filtro OCV
Parafusos de Montagem E—Alojamento do Filtro OCV
do Filtro OCV—Torque.................................................... 70 Nm (52 lb-ft)

5. Conecte a tampa do balancim (B) ao tubo do


Especificação
alojamento do filtro OCV (D) usando um novo anel O
Parafuso da
(F). Instale as porcas e os parafusos (G) de acordo
Tampa do Tubo de
com a especificação:
Entrada—Torque..............................................................15 Nm (11 lb-ft)

Continua na próxima página PU00210,000031D -54-26JUL10-2/3

CTM104754 (25JUL12) 02-020-23 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=91
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

6. Se aplicável, verifique a condição da vedação da 7. Reinstale as braçadeiras segurando o chicote elétrico


tampa de enchimento de óleo (H). Substitua, se e as linhas do líquido de arrefecimento. Reconecte o
necessário. chicote elétrico.
PU00210,000031D -54-26JUL10-3/3

Tampa do Balancim — Remoção


Ferramentas especiais:
• Nenhuma
Consumíveis:
• Nenhuma
1. Desconecte o chicote elétrico dos sensores para
permitir a remoção da tampa do balancim.

RG18605 —UN—23JUN10
NOTA: Dependendo das aplicações, os locais das
braçadeiras que seguram os chicotes elétricos ou
as linhas de líquido de arrefecimento podem variar.

2. Remova as braçadeiras (A) que seguram o chicote


elétrico e as linhas de líquido de arrefecimento.
3. Remova o tubo do alojamento do filtro OCV (B) da Braçadeiras
tampa do balancim.
4. Solte os parafusos (C) e remova a tampa do balancim
(D).

A—Braçadeiras C—Parafusos (15)


B—Tampa do Balancim ao D—Tampa das válvulas
Tubo do Alojamento do
Filtro OCV

RG18361 —UN—25JUN10
Tampa das válvulas

PU00210,000031C -54-22JUL10-1/2

5. Se necessário, remova os dois parafusos (A) para


desmontar o defletor (B) da tampa do balancim.

A—Parafuso (2) B—Defletor


RG18362 —UN—29APR10

Remova o Defletor

PU00210,000031C -54-22JUL10-2/2

CTM104754 (25JUL12) 02-020-24 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=92
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Mangueira de Respiro da Tampa do Balancim


— Inspeção
Ferramentas:
• Nenhuma
Consumíveis:
• Nenhuma
1. Verifique se há dobras, limitações ou condições de
danos na mangueira de respiro da tampa do balancim
(A) na tampa do balancim. Substitua, se necessário.
2. Limpe a mangueira se estiver obstruída.

RG18648 —UN—08JUN10
A—Mangueira de Respiro da
Tampa do Balancim

Mangueira de Respiro da Tampa do Balancim

PU00210,0000314 -54-08JUN10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-020-25 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=93
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Eixo do Balancim — Desmontagem

RG18319 —UN—06APR10
Conjunto do Eixo de Balancins
A—Frente do Motor E—Transportador do Eixo do J— Anel de Vedação N—Balancim do Escape
B—Parafusos (2) Balancim K—Braçadeira do Eixo do O—Eixo de balancins
C—Braçadeira da Extremidade F— Parafusos (5) Balancim (5) P—Mola
Traseira G—Parafusos (2) L— Porca Autofrenante (12) Q—Plugue (2)
D—Braçadeira da Extremidade H—Ponte da Válvula (12) M—Balancim da Entrada
Dianteira I— Haste de Comando (12)

IMPORTANTE: Solte os 5 parafusos da braçadeira do


3. Remova as 12 hastes de comando (I) do bloco do
eixo do balancim e os outros 2 transportadores
cilindro. Identifique as hastes de comando para
aos parafusos do cabeçote do cilindro de
reinstalar na mesma posição da qual foram removidas.
forma uniforme e gradual, começando no
meio e trabalhando na direção de ambas as 4. Remova as 12 pontes de válvula (H) da parte superior
extremidades, dianteira e traseira. O esforço das válvulas e guarde.
sobre o eixo dos balancins deve ser aliviado
gradualmente por todo o comprimento do eixo. 5. Remova os 2 parafusos (B) da braçadeira das
extremidades traseira (C) e dianteira (D).
1. Solte os 7 parafusos (F e G). 6. Remova a braçadeira do eixo do balancim (K) junto
2. Eleve o conjunto do transportador do eixo do balancim com os parafusos (F).
(E) junto com o conjunto do eixo do balancim do 7. Desconecte o chicote elétrico do injetor dos injetores.
cabeçote do cilindro.
8. Execute Chicote Elétrico do Injetor — Remoção
Continua na próxima página PU00210,0000312 -54-31MAY10-1/2

CTM104754 (25JUL12) 02-020-26 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=94
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Ferramentas especiais: 10. Solte as 12 porcas autofrenantes (L) do balancim.


• Nenhuma. 11. Solte os 12 parafusos de ajuste do balancim uma
9. Eleve o conjunto do eixo do balancim do transportador volta completa.
(E) e guarde. 12. Remova o conjunto do balancim (M e N) junto com
IMPORTANTE: Pela frente do motor, a ordem do a mola de retenção do balancim (P) da dianteira
conjunto do balancim é repetitiva; primeiro out traseira do eixo. Tome nota da ordem de
admissão, depois escape. desmontagem e da orientação dos conjuntos de
balancins no eixo, dependendo se iniciar pela
IMPORTANTE: Ao manusear conjuntos de balancins, dianteira ou traseira do eixo.
tome cuidado para não danificar a área da 13. Se necessário, remova os plugues (Q) das
“base” do balancim, que entra em contato com extremidades do eixo.
a ponte da válvula. O anel que fixa a base
flexível não deve ser danificado a ponto da
flexibilidade da base ser prejudicada. A base
do balancim deve girar livremente.
PU00210,0000312 -54-31MAY10-2/2

Conjunto do Eixo do Balancim — Inspeção


e Montagem
Ferramentas especiais:
• Nenhuma.
Consumíveis:

RG7418 —UN—23NOV97
• LOCTITE® 680.
Conjunto do Eixo do Balancim — Inspeção

• Inspecione todas as peças quanto a desgaste ou danos.


Substitua todas as peças que estiverem danificadas ou
não estiverem de acordo com as especificações.
Eixo do Balancim OD
Eixo de balancins—Especificação
Mola—Altura
Comprimida................................................................23 mm a 18 – 27 N
(0.90 in. @ 4.04 – 6.07 lb)
Eixo—OD...............................................................19,998 — 20,038 mm
(0.787—0.789 in.)
Limite de Desgaste............................................... 19,988 mm (0.787 in.)

RG18614 —UN—31MAY10
Orifício do Braço Osci-
lante—Identificação................................................20,065 — 20,091 mm
(0.790—0.793 in.)
Limite de Desgaste............................................... 20,098 mm (0.791 in.)

Orifício do Balancim ID

LOCTITE é uma marca registrada da Loctite Corporation


Continua na próxima página PU00210,0000313 -54-03JUN10-1/3

CTM104754 (25JUL12) 02-020-27 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=95
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Conjunto do Eixo dos Balancins — Montagem

RG18288 —UN—22JUN10

RG18289 —UN—22JUN10
Localização do Bujão na Extremidade Dianteira Localização do Bujão na Extremidade Traseira

A—Eixo C—Orifício do Parafuso de D—Orifício do Parafuso de


B—Bujão da Extremidade Segurança Dianteiro Segurança Traseiro

NOTA: A localização do bujão (B) é após o orifício do 2. Instale os bujões em ambas as extremidades do eixo
parafuso de segurança (C) na extremidade dianteira do balancim (A).
e antes do orifício (D) na extremidade traseira
NOTA: Os bujões pararão quando encostarem o
1. Se os bujões das extremidades (B) forem removidos, rebaixo dentro do eixo.
aplique LOCTITE® 680 aos bujões antes da
instalação.
LOCTITE é uma marca registrada da Loctite Corporation
Continua na próxima página PU00210,0000313 -54-03JUN10-2/3

CTM104754 (25JUL12) 02-020-28 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=96
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

RG18256 —UN—22JUN10
Conjunto do Eixo de Balancins
A—Frente do Motor C—Balancim do Escape (6) F— Braçadeira do Eixo do
B—Balancim da Entrada (6) D—Mola (6) Balancim (5)
E—Eixo de balancins G—Parafusos (5)

IMPORTANTE: Pela frente do motor, a ordem do


conjunto do balancim é repetitiva; primeiro 6. Verifique a direção da braçadeira do eixo do balancim
admissão, depois escape. (F); depois instale no eixo. Deslize a braçadeira do
eixo do balancim e posicione contra o balancim de
3. Instale o balancim do escape (C) na parte mais entrada.
traseira do motor. 7. Repita os passos de 2 a 5 definidos para o balancim.
4. Instale a mola (D) contra o balancim de escape.
5. Instale o conjunto de balancim de entrada (B) no eixo
contra a mola.
PU00210,0000313 -54-03JUN10-3/3

CTM104754 (25JUL12) 02-020-29 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=97
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Conjunto do Transportador do Eixo do


Balancim — Instalação
Conjunto do Transportador do Eixo do Balancim
- Instalação (no Transportador)
Ferramentas especiais:
• Nenhuma
Consumíveis:
• Loctite 242 ou Hylomar 760, Loctite 243, transportador
do eixo do balancim à junta do cabeçote

RG18269 —UN—25MAR10
NOTA: O conjunto do eixo do balancim pode ser
instalado com o transportador instalado no
cabeçote do cilindro ou com o transportador
removido do cabeçote do cilindro.

1. Se necessário, instale um novo anel O (A) no


transportador do balancim (B) no local adequado. Instalação do Anel O na Braçadeira
2. Instale o conjunto do eixo do balancim (C) no
transportador.
3. Instale a braçadeira da extremidade traseira (D)
contra o balancim de escape na extremidade traseira
extrema do eixo. De maneira semelhante, instale
a braçadeira da extremidade dianteira (E) contra o
balancim de entrada na extremidade dianteira do eixo.
4. Limpe o antigo Loctite e aplique o novo Loctite 243 aos

RG18271 —UN—07JUN10
parafusos (G) que seguram a braçadeira dianteira.
Instale os parafusos (F) e (G) nas braçadeiras traseira
e dianteira respectivamente e aperte-as conforme as
especificações.
Especificação
Parafuso na Braçadeira
da Extremidade
Remoção do Conjunto do Eixo do Balancim
Dianteira—Torque........................................................... 35 Nm (26 lb-ft)
Parafuso na Braçadeira
da Extremidade A—Anel de Vedação E—Braçadeira da Extremidade
Traseira—Torque............................................................. 75 Nm (55 lb-ft) B—Transportador do Balancim Dianteira
C—Conjunto do Eixo de F— Parafuso com cabeça
Balancins G—Parafuso com cabeça
D—Braçadeira da Extremidade
Traseira

Continua na próxima página PU00210,0000315 -54-21JUN10-1/4

CTM104754 (25JUL12) 02-020-30 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=98
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Conjunto do Transportador do Eixo do


Balancim — Instalação

RG18272 —UN—07JUN10
Conjunto do Transportador do Eixo do Balancim — Instalação
A—Frente do Motor D—Cabeçote do Cilindro G—Parafusos (7)
B—Haste de Comando (12) E—Pino guia H—Porca Autofrenante (12)
C—Junta F— Conjunto do Transportador I— Parafuso de Ajuste
do Eixo do Balancim

IMPORTANTE: Quando aplicável, instale os IMPORTANTE: Assegure que os soquetes da haste


injetores ANTES de instalar o conjunto de comando estão completamente presos
do eixo do balancim. no parafuso correspondente.
1. Instale o transportador do eixo do balancim na junta NOTA: Assegure-se de que o vedante de rosca antigo
(C) do cabeçote sobre os pinos-guia (E) no cabeçote. tenha sido removido do parafuso do transportador
2. Coloque uma haste de comando (B) em cada seguidor antes de aplicar novo loctite.
com a extremidade arredondada em direção ao
mesmo. 4. Aplique Loctite 242 ou Hylomar 760 no transportador
do eixo do balancim ao parafuso de cabeçote do
3. Alinhe o conjunto do transportador (F) nos pinos-guia cilindro na parte dianteira do motor.
ocos no cabeçote. Use um martelo de borracha para
remover a folga entre o transportador e o cabeçote. 5. Instale os 7 parafusos (G).
Continua na próxima página PU00210,0000315 -54-21JUN10-2/4

CTM104754 (25JUL12) 02-020-31 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=99
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

6. Aperte os 7 parafusos conforme a especificação


usando a sequência mostrada.
Especificação

RG18192 —UN—02MAR10
Parafusos do Cabo
do Eixo do Balancim
-7—Torque....................................................................... 70 Nm (52 lb-ft)

7. Instale as pontes de válvula no topo das válvulas. O


número da peça deve estar na parte dianteira do motor.
NOTA: Verifique se as pontes da válvula estão
Sequência de Torque do Conjunto do Eixo do Balancim
completamente assentadas nas válvulas
antes de ajustar a folga.

8. Aperte o parafuso de ajuste (I). Para ajustar a folga da


válvula, execute Válvula — Ajuste da Folga.
Ferramentas especiais:
• Nenhuma
Consumíveis:
• Nenhuma
9. Execute Chicote Elétrico do Injetor — Instalação.

RG18270 —UN—22MAR10
Ferramentas especiais:
• Nenhuma
Consumíveis:
• Nenhuma
10. Execute Tampa do Balancim — Instalação.
Direção da Ponte da Válvula
Ferramentas especiais:
• Nenhuma
15. Execute Unidade do Injetor — Instalação.
Consumíveis:
•Junta de Montagem Ferramentas especiais:
• Nenhuma
11. Instale a mangueira de saída do respiro.
Consumíveis:
12. Execute Turbo Alimentador Fixado — Instalação. • Nenhuma
Ferramentas especiais: 16. Execute Unidade do Injetor, Linha de Suprimento do
• Nenhuma Combustível — Instalação.
Consumíveis: Ferramentas especiais:
• Junta de Montagem, Composto PT569 • Nenhuma
NEVER-SEEZ®
Consumíveis:
13. Execute Linha de Drenagem de Óleo do Turbo • Nenhuma
Alimentador Fixado — Instalação.
17. Execute Unidade do Injetor, Linha de Suprimento do
Ferramentas especiais: Líquido de Arrefecimento — Instalação.
• Nenhuma
Ferramentas especiais:
Consumíveis: • Nenhuma
• Nenhuma
Consumíveis:
14. Execute Linha de Drenagem de Óleo do Turbo • Nenhuma
Alimentador VGT — Instalação.
18. Execute Unidade do Injetor, Linha de Retorno do
Ferramentas especiais: Líquido de Arrefecimento — Instalação.
• Nenhuma
Ferramentas especiais:
Consumíveis: • Nenhuma
• Nenhuma

Continua na próxima página PU00210,0000315 -54-21JUN10-3/4

CTM104754 (25JUL12) 02-020-32 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=100
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Consumíveis: Ferramentas especiais:


• Nenhuma • Nenhuma
19. Execute Linha de Suprimento de Óleo do Turbo Consumíveis:
Alimentador Fixado — Instalação. • Nenhuma
Ferramentas especiais: 21. Execute Chicote Elétrico — Instalação.
• Nenhuma
Ferramentas especiais:
Consumíveis: • Nenhuma
• Nenhuma
Consumíveis:
20. Execute Linha de Suprimento de Óleo do Turbo • Nenhuma
Alimentador VGT — Instalação.
NEVER-SEEZ é uma marca comercial do Emhart Chemical Group
PU00210,0000315 -54-21JUN10-4/4

Válvula — Remoção do Conjunto


Ferramentas especiais:
• JDE138 — Compressor da Mola da Válvula
Consumíveis:
• Nenhuma
1. Execute Cabeçote dos Cilindros — Remoção.
Ferramentas especiais:
• JD244 — Suportes do Levante
• JDG19 — Suporte Especial

RG18711 —UN—22JUN10
2. Válvula — Remoção do Conjunto
NOTA: Identifique todas as peças para o conjunto
no mesmo local.
Um pequeno ímã pode ser usado para ajudar na
remoção das travas de retenção da válvula.

a. Comprima a mola da válvula (D) usando JDE138 — Conjunto da Válvula — Remoção


compressor da mola da válvula (D) como mostrado.
b. Com a mola comprimida, remova os protetores (E).
c. Remova o compressor da mola da válvula do
cabeçote.
d. Remova o rotor (F) e a mola da válvula (G).
e. Usando uma chave de fenda como uma alavanca,
force cuidadosamente a vedação (H) do cabeçote
do cilindro. Remova a válvula (I) do cabeçote do
cilindro. RG18322 —UN—18JUN10

f. Repita o procedimento nas válvulas restantes.

D—Compressor da Mola da G—Mola da Válvula


Válvula JDE138 H—Vedação
E—Protetores I— Haste da Válvula
F— Rotor

Conjunto de Válvulas

PU00210,0000316 -54-18JUN10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-020-33 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=101
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Válvula — Limpeza e Inspeção


Ferramentas especiais:
• Nenhuma
Consumíveis:
• Nenhuma
1. Segure com firmeza cada válvula contra uma escova
de fios de aço macios montada em um esmeril de
bancada.

RG18725 —UN—25JUN10
2. Verifique se todo o carbono foi removido da cabeça
da válvula, superfície e haste. Dê polimento na haste
da válvula com palha de aço ou pano metal para
remover quaisquer marcas de arranhão deixadas pela
escova de aço.
IMPORTANTE: Qualquer resíduo de carbono deixado Ranhura dos Protetores
na haste da válvula afetará o alinhamento do
restaurador se a válvula precisar ser restaurada. A—Ranhura dos Protetores

3. Inspecione cuidadosamente as válvulas, hastes das


válvulas e ranhuras dos protetores (A). Substitua as válvulas de entrada são identificadas com a
válvulas desgastadas e danificadas em pares. marca “II” fundida na face da válvula.
NOTA: As válvulas de escape são identificadas com O cabeçote da válvula de escape não é magnético.
a marca “E” fundida na face da válvula; As
PU00210,0000317 -54-25JUN10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-020-34 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=102
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Válvula — Ajuste da Folga


Ferramentas:
• JDG820, JDG10576 ou JDE83—Ferramenta Giratória
do Volante
• JDG1571—Pino de Sincronização do Volante
Consumíveis:
• Nenhuma

RG18326 —UN—31MAY10
CUIDADO: Para evitar a partida acidental
do motor enquanto se executam os ajustes
das válvulas, sempre desconecte o terminal
NEGATIVO (—) da bateria.

IMPORTANTE: A folga da válvula DEVE SER


verificada e regulada com o motor FRIO. Orifícios para Inserir a Ferramenta Giratória do Volante e Pino de Trava

1. Remova o chicote elétrico principal da área superior A—Bujão Plástico C—Orifício do Pino de Trava
do motor para permitir a remoção da tampa do B—Orifício da Ferramenta D—Conector do Sistema de
balancim. Para a remoção do chicote elétrico consulte Giratória do Volante Dosagem
Chicote Elétrico — Remoção na seção 02 grupo 110.
Ferramentas especiais: volante. Remover o bujão de plástico dos orifícios do
• Nenhuma alojamento do volante e instalar a ferramenta giratória
NOTA: A remoção do turbocompressor pode não requerer do volante adequada (JDG820, JDG10576 ou JDE83)
a remoção da tampa do balancim e acessar e o pino de travamento JDG1571.
componentes de atuação da válvula. 5. Gire o motor com a ferramenta giratória do volante
até que o pino de travamento se engate ao orifício de
2. Execute Conjunto do Turbo Alimentador Fixado do sincronização no volante.
VGT — Remoção, se necessário.
NOTA: Se os balancins do cilindro N° 1 (dianteiro)
Ferramentas especiais: estiverem frouxos, o motor está na compressão
• Nenhuma do ponto morto superior N° 1.
Execute Turbo Alimentador Fixado — Remoção, se
necessário. NOTA: Se os balancins do cilindro N° 6 (traseiro) estiverem
frouxos, o motor está no ponto morto superior N°
Ferramentas especiais: 6. Gire o motor por uma volta completa (360°) até
• Nenhuma a compressão no ponto morto superior N° 1.
3. Execute Tampa do Balancim — Remoção junto com o
tubo de ventilação.
Ferramentas especiais:
• Nenhuma
IMPORTANTE: Inspecione visualmente as superfícies
de contato das pontas das válvulas, pontes e
coxins de desgaste dos balancins. Verifique
todas as peças quanto a desgaste excessivo,
rompimentos ou trincas. Substitua as peças
que mostrem danos perceptíveis.
Os balancins que exibem folga da válvula
excessiva deverão ter uma inspeção mais
completa para identificar as peças danificadas.

4. Remover o conector do sistema de dosagem X5001


(D) para obter acesso ao bujão de plástico no
Continua na próxima página PU00210,0000318 -54-03JUN10-1/4

CTM104754 (25JUL12) 02-020-35 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=103
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

6. Para auxiliar o ajuste da folga da válvula, empurre a


base (A) do balancim para a frente para acesso mais
fácil do calibre de lâminas (B).

A—Base do Balancim B—Folga para o Calibrador

RG17174 —UN—19AUG09
Posição da Base do Balancim

Continua na próxima página PU00210,0000318 -54-03JUN10-2/4

CTM104754 (25JUL12) 02-020-36 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=104
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

RG18328 —UN—16APR10
Ajuste da Folga da Válvula — PMS N° 1
7. Com o motor travado em “TDC” do êmbolo de
compressão do pistão n° 1, use um apalpador curvado
para checar a folga nos números 1, 3 e 5 das válvulas
de escape e Nos. Nas válvulas de entrada 1, 2 e 4.
Solte a porca autofrenante (A) no parafuso de ajuste
do balancim. Gire o parafuso de ajuste com uma
chave Allen de 4 mm até que o apalpador deslize com

RG18327 —UN—13APR10
uma leve arrancada. Segure o parafuso de ajuste da
porca autofrenante para não girar e aperte a mesma
conforme as especificações.
Especificação
Folga da Válvula de
Admissão (Balancim à
Ponte da Válvula com Porca Autofrenante do Balancim
Motor Frio)—Folga..................................................................... 0,48 mm
(0.018 in.)
Folga da Válvula de A—Porca autofrenante
Escape (Balancim à
Ponte da Válvula com
Motor Frio)—Folga..................................................................... 0,53 mm
Verifique novamente a folga após o aperto da porca
(0.021 in.)
autofrenante. Reafinar a folga, se necessário.
Contraporca do
Parafuso de Ajuste da
Válvula—Torque.............................................................. 27 Nm (20 lb-ft)
Continua na próxima página PU00210,0000318 -54-03JUN10-3/4

CTM104754 (25JUL12) 02-020-37 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=105
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

RG18329 —UN—16APR10
Ajuste da Folga da Válvula — PMS N° 6
8. Gire o volante 360° até que o pistão No. 6 esteja
Ferramentas especiais:
no “PMS” de seu tempo de compressão. Os braços
• Nenhuma
oscilantes do pistão N° 6 devem estar frouxos.
Consumíveis:
9. Verifique e ajuste a folga da válvula com as mesmas
• Junta da Tampa do Balancim
especificações fornecidas nas 2, 4 e 6 do escape e
válvulas de admissão N°. 3, 5 e 6. 12. Conecte o chicote elétrico do motor principal. Para
instruções sobre o chicote elétrico consulte na Seção
IMPORTANTE: Ao reinstalar a tampa do balancim,
02 Grupo 110,
NÃO reutilize a junta. Instale a proteção
Chicote Elétrico — Instalação.
usando uma gaxeta nova.
Ferramentas especiais:
10. Instale a junta da tampa do balancim. • Nenhuma
11. Instale a tampa do balancim junto com o tubo Consumíveis:
de ventilação. Consulte Tampa do Balancim — • Nenhuma
Instalação.
PU00210,0000318 -54-03JUN10-4/4

Válvula — Retífica
Ferramentas especiais:
• Nenhuma
Consumíveis:
• Nenhuma

RG17549 —UN—28AUG09
IMPORTANTE: A retífica de guias da válvula
só deve ser feita por pessoal experiente,
conhecedor do equipamento e capaz de manter
as especificações necessárias.

Se for necessário restaurar a válvula, retifique o ângulo


de face da válvula (A) na seguinte especificação. Ângulo da Face da Válvula

Especificação
Superfície da A—Ângulo da Face da Válvula
Válvula (Entrada e
Escape)—Ângulo............................................................................23±2°

IMPORTANTE: Quando as faces da válvula forem


retificadas, é importante não entalhar o raio entre
a cabeça e a haste da válvula com o rebolo de
retífica. Um arranhado pode quebrar a válvula.
PU00210,0000326 -54-24MAY10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-020-38 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=106
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Válvula — Verificação do Curso


Ferramentas especiais:
• JDG820 — Ferramenta Giratória do Volante (Para
Volante Dentado 129) ou
• JDG10576 — Ferramenta Giratória do Volante (Para
Volante Dentado 147)
• JDG1571 — Pino de Sincronia do Volante
• D17525CI — Indicadores com MOstrador e Bases
Magnéticas

RG12165A —UN—03JUL02
Consumíveis:
• Nenhuma
IMPORTANTE: Para medições mais precisas, meça a
elevação da válvula no balancim 0,00 mm (0.00
in.) na folga da ponte com motor FRIO.
Medição da Elevação da Válvula
NOTA: A medição da elevação da válvula fornece uma
indicação do desgaste nos ressaltos e seguidores
do eixo de comando ou hastes de impulso.
Continua na próxima página PU00210,000010D -54-19AUG10-1/3

CTM104754 (25JUL12) 02-020-39 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=107
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

RG18328 —UN—16APR10
Medição da Elevação da Válvula — TDC n° 1
1. Execute Tampa do Balancim — Remoção. totalmente aberta. Registre a leitura máxima e
compare com as especificações fornecidas abaixo.
Ferramentas especiais:
• Nenhuma Levantamento das válvulas—Especificação
Válvulas de
2. Usando as ferramentas giratórias do volante JDG820 Admissão—Curso..............................8,69 — 9,15 mm (0.342—0.36 in.)
ou JDG10576 e o pino de sincronia JDG1571 inserido Limite de Desgaste................................................... 8,46 mm (0.333 in.)
no volante, trave o pistão número 1 no tempo de Válvulas de
compressão TDC. Escape—Curso................................9,35 — 9,88 mm (0.362—0.389 in.)
Limite de Desgaste................................................... 9,08 mm (0.357 in.)
3. Instale o balancim com folga de 0,00 mm (0.00 in.) da
ponte da válvula nas válvulas de escape números 1, 3 7. Siga o mesmo procedimento para as válvulas
e 5 e válvulas de entrada números 1, 2 e 4. remanescentes e registre as leituras.
4. Coloque a ponta do indicador com mostrador Se a elevação da válvula estiver dentro das
D17525CI no topo da ponte da válvula. Faça uma especificações em todas as válvulas, ajuste a folga da
pré-carga na ponta do indicador e ajuste o mostrador válvula às medidas especificadas. Consulte Válvula
em 0,0 mm (0.0 in.). — Ajuste da Folga.
5. Remova o pino de travamento do volante e gire o Se a elevação da válvula em uma ou mais válvulas
motor manualmente uma volta (360°) na direção da não estiver de acordo com a especificação, remova
operação usando a ferramenta giratória adequada do e inspecione todo o trem de válvulas e o eixo de
volante. comando.
6. Observe a leitura do indicador com mostrador
enquanto a válvula é movida para a posição
Continua na próxima página PU00210,000010D -54-19AUG10-2/3

CTM104754 (25JUL12) 02-020-40 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=108
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

RG18329 —UN—16APR10
Medição da Elevação da Válvula — TDC n° 6
8. Trave o motor no tempo de compressão TDC número
10. Repita as etapas 4 a 7.
6.
9. Instale o balancim à folga da ponte da válvula de 0,0
mm (0.0 in.) para válvulas de escape números 2, 4 e
6 e válvulas de entrada números 3, 5 e 6.
PU00210,000010D -54-19AUG10-3/3

Válvula — Medição
Ferramentas especiais:
Ferramenta de Inspeção da Válvula
Consumíveis:
• Nenhuma
1. Limpe e inspecione completamente as válvulas para
ajudar a determinar se podem ser restauradas para
um novo uso. Substitua as válvulas queimadas,
trincadas, erodidas ou lascadas.
2. Examine se há danos na ranhura da trava da válvula
(C) na haste da válvula. Examine também se há sinais
de arranhões nas hastes, o que pode indicar a folga

RG17550 —UN—28AUG09
insuficiente da guia até a haste da válvula. Substitua
se os defeitos forem evidentes.
3. Meça o diâmentro do cabeçote da válvula (A).
Compare o diâmetro do cabo da válvula (B) com o
diâmetro interno da guia para determinar a folga,
como descrito mais adiante neste grupo.
Especificação Medição das Válvulas
Haste da Válvula de
Entrada—Diâmetro.....................................................6,987 — 7,013 mm A—Diâmetro do Cabeçote da C—Ranhuras do Protetor da
(0.2750—0.2761 in.) Válvula Válvula
Haste da válvula de B—Diâmetro da Haste da
escape—Diâmetro......................................................6,974 — 7,000 mm Válvula
(0.2745—0.2756 in.)
Cabeça da válvula de
admissão—Diâmetro..................................................36,37 — 36,63 mm Cabeça da válvula de
(1.432—1.442 in.) escape—Diâmetro........................................................35,37 — 35,3 mm
(1.392—1.402 in.)

Continua na próxima página PU00210,0000319 -54-26JUL10-1/2

CTM104754 (25JUL12) 02-020-41 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=109
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

4. Com a ajuda de uma ferramenta geral de inspeção


de válvula, determine se o cabo da válvula está
desconectado ou dobrado.
Especificação
Haste da
Válvula—Esfericidade............. 0,005 mm (0.0002 in.) máximo permitido

RG4234 —UN—05DEC97
Verificação da Esfericidade da Haste da Válvula

PU00210,0000319 -54-26JUL10-2/2

Válvula — Medição do Recesso


Ferramentas especiais:
• D17526CI ou D17527CI — Indicador com Mostrador
e base magnética ou
• Indicador com JDG451 — Medidor de Altura

RG4756 —UN—31OCT97
1. Meça e registre o recesso da válvula (A) usando um
micrômetro de profundidade, indicador com mostrador
de base magnética ou um indicador com Medidor de
Altura JDG451 (B). As medições devem ser feitas
no máximo de 3,0 mm (0.12 in.) da extremidade do
cabeçote da válvula.
2. Compare as medições entre ambas as válvulas de Medição do Recesso da Válvula
entrada para cada cilindro e assegure que a diferença
é menor do que a variação máxima permitida. Repita
os passos para ambas as válvulas de escape para B
cada cilindro.
3. Se a variação para um par de válvulas é maior do que
a válvula especificada, verifique a ponte da válvula
para consultar se ela está nivelada com as pontas
da válvula. Se não, o assento da válvula ou válvula
terá que ser substituído.
Especificação

RG12374 —UN—11JUN02
Válvulas de
Admissão—Recesso no
Cabeçote dos Cilindros..................................................1,02 — 1,52 mm
(0.04—0.06 in.)
Limite de Desgaste .................................................... 2,02 mm (0.08 in.)
Válvula de
evacuação—Recesso no
Cabeçote dos Cilindros..................................................0,81 — 1,31 mm Medição do Recesso da Válvula
(0.032—0.052 in.)
Limite de Desgaste................................................... 1,81 mm (0.071 in.)
A—Recesso da Válvula B—Medidor com Mostrador
Válvulas de escape e
admissão—Variação
Máxima para um Par de
Válvulas (Por Cilindro)................................................... 0,3 mm (0.01 in.)

NOTA: As válvulas de serviço e peças relacionadas


estão disponíveis em pares.
PU00210,000010F -54-06AUG10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-020-42 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=110
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Conjunto de Válvulas — Remontagem

RG18682 —UN—18JUN10
Identificação Posição da Admissão e Escape
A—Válvula de admissão C—Frente do Motor E—Protetores I— Válvula
B—Válvula de evacuação D—JDE138 — Compressor da F— Rotor
Mola da Válvula G—Mola da Válvula
H—Vedação

RG18711 —UN—22JUN10
RG18322 —UN—18JUN10

Conjunto de Válvulas Compressor de molas de válvulas

Ferramentas: válvulas de entrada são identificadas com a


• JDE138—Compressor da Mola da Válvula marca “II” fundidas na face da válvula.
Consumíveis: NOTA: As válvulas devem se mover livremente na
• Lubrificante da Haste da Válvula AR44402 ou Óleo do guia e assentar corretamente no cabeçote
Motor para criar uma vedação eficaz.
1. Instalação do Conjunto da Válvula
b. Insira as válvulas (I) no cabeçote através das guias
a. Lubrifique as hastes da válvula e as guias da da válvula (se as válvulas forem reutilizadas, insira
válvula com lubrificante de haste de válvula ou no mesmo local de onde elas foram removidas).
limpe o óleo do motor.
NOTA: As válvulas de escape são identificadas com
a marca “E” fundidas na face da válvula; as
Continua na próxima página PU00210,0000325 -54-29JUL10-1/2

CTM104754 (25JUL12) 02-020-43 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=111
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

NOTA: As vedações da válvula de entrada são e. Bata na extremidade de cada válvula de 3 a 4 vezes
na cor verde e as vedações da válvula de com um martelo macio (não metálico) para garantir
escape são na cor cinza. o posicionamento correto das travas de retenção.

c. Lubrifique as vedações (H) e instale uma sobre f. Execute Recesso da Válvula — Medição.
cada válvula e na inserção da guia da válvula.
2. Execute Cabeçote do Cilindro — Instalação.
NOTA: As molas das válvulas DEVEM ser instaladas
Ferramentas:
com a extremidade de diâmetro pequeno da mola
• JD244 — Suportes do Levante ou
afastada do cabeçote do cilindro.
• JDG19 — Suporte Especial
d. Instale as molas das válvulas (G) na direção Consumíveis
adequada. Usando o compressor de mola da • Parafusos, Junta do Cabeçote, Óleo do motor Diesel
válvula (D), instale o rotor (F) e os protetores (E) na SAE30, Anéis O, Parafusos do Coletor do Líquido de
ranhura da haste da válvula. Arrefecimento.
PU00210,0000325 -54-29JUL10-2/2

Guias das Válvulas — Limpeza


Ferramentas:
Escova de Aço
Consumíveis:
• Nenhum
Use uma escova de aço para limpar as guias das válvulas
antes da inspeção ou reparo.

RG14176 —UN—28MAY05
NOTA: Algumas gotas de um óleo leve ou querosene
facilitam a limpeza completa das guias da válvula.

Limpeza de Guias da Válvula

SS01820,00003CF -54-26APR10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-020-44 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=112
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Guias das Válvulas — Instalação


1. Instalação das Guias das Válvulas
Ferramentas Especiais:
• JDG11204P1 Acionador da Guia da Válvula
• JDG11204P2 Instalador da Guia da Válvula

RG15935 —UN—28AUG09
Consumíveis:
• Óleo do Motor
a. Lubrifique a guia da válvula usando óleo do motor.
NOTA: Insira a guia da válvula no lado superior
do cabeçote dos cilindros.
JDG11204P1 Acionador da Guia da Válvula

b. Usando o acionador da guia da válvula JDG11204P1


e o instalador da guia da válvula JDG11204P2,
insira a nova guia da válvula no orifício no cabeçote
do cilindro com a prensa hidráulica até que o
acionador alcance a parte inferior do instalador.

RG15936 —UN—28AUG09
c. Verifique o ressalto da guia da válvula acima da
especificação do cabeçote dos cilindros.
Especificação
Ressalto da Guia da
Válvula—Altura.......................................................... 60,6 mm - 61,6 mm
.
JDG11204P2 Instalador da Guia da Válvula
2. Execute Conjunto de Válvulas — Remontagem.
Ferramentas especiais:
• JDE138 — Compressor da Mola da Válvula
Consumível:
• Lubrificante da Haste da Válvula AR44402
3. Execute Cabeçote do Cilindro — Instalação
Ferramentas:

RG18714 —UN—21JUN10
• JD244 — Suportes do Levante
• JDG19 — Suporte Especial
Consumíveis:
• Parafusos do Cabeçote, Junta do Cabeçote, Óleo do
Motor Diesel SAE30, Anéis O, Parafusos do Coletor
do Líquido de Arrefecimento
Instalador da guia de válvula
4. Execute Conjunto do Transportador do Eixo do
Balancim — Instalação.
60.6-61.6 mm
Ferramentas especiais: A
• Nenhuma
Consumível:
RG18726 —UN—04AUG10

• Loctite 242 ou Hylomar 760, Loctite 243,


transportador do eixo do balancim à junta do cabeçote.

A—Guia de Válvula

Ressalto da Guia da Válvula

PU00210,0000334 -54-04AUG10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-020-45 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=113
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Guia da Válvula — Medição


Ferramentas especiais:
• Nenhuma
Consumíveis:
• Nenhuma
Usando um medidor telescópico, verifique se a guia da

RG14177 —UN—28MAY05
válvula está desgastada.
Especificação
Orifício da Guia
da Válvula
(Novo)—Identificação.................................................7,028 — 7,042 mm
(0.277—0.278 in.)
Guia da Válvula de Medição do Diâmetro Interno da Guia da Válvula
Admissão à Haste da
Válvula (Novo)—Folga...............................................0,015 — 0,085 mm
(0.0006—0.003 in.) Se a folga de óleo de guia para a haste da válvula
Guia da Válvula de exceder o limite de desgaste, mas for inferior a 0,20 mm
Escape à Haste da (0.008 in.), é aceitável estriar as guias e brocar até obter
Válvula (Novo)—Folga...............................................0,028 — 0,068 mm o tamanho. (Consulte Guias das Válvulas — Estriamento
(0.001—0.003 in.) na Seção 02, Grupo 020.)
Guia da Válvula de
Admissão e Escape à
Haste da Válvula (Limite
de Desgaste)—Folga................................................................. 0,15 mm
(0.0059 in.)
PU00210,0000112 -54-23JUL10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-020-46 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=114
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Guias das Válvulas — Remoção


Ferramentas especiais:
• JDG11204P1 — Acionador da Guia da Válvula
Consumíveis:
• Nenhuma

RG15935 —UN—28AUG09
NOTA: Mova a guia da válvula da face de combustão
do cabeçote dos cilindros através da superfície
superior do cabeçote.

Coloque o acionador da guia da válvula JDG11204P1


através da guia da válvula a partir da face de combustão
do cabeçote do cilindro. Com a ajuda de uma prensa JDG11204P1 Acionador da Guia da Válvula
hidráulica, empurre o acionador da guia da válvula (A) e
force a guia da válvula através do topo da superfície até o
cabeçote do cilindro, como mostrado.

A—JDG11204P1 — Acionador
da Guia da Válvula

RG18713 —UN—24JUN10
Remoção da Guia da Válvula

PU00210,0000333 -54-22JUN10-1/1

Retentor da Válvula, Pontes da Válvula e


Travas de Retenção da Válvula - Inspeção
Ferramentas especiais:
• Nenhuma
Consumíveis:
• Nenhuma

RG18338 —UN—19APR10
1. Inspecione se há desgaste e dano nos fixadores das
válvulas (A). Substitua conforme o necessário.
2. Inspecione as pontes da válvula quanto a desgaste
excessivo no ponto de contato com a haste da válvula
(B). Substitua conforme o necessário.
3. Inspecione se há desgaste excessivo nas travas do Inspeção de Componentes da Válvula
retentor (C). Substitua se estiverem desgastadas ou
oxidadas.
A—Fixador da Válvula C—Travas do Fixador da
B—Ponte da Válvula Válvula

PU00210,000031A -54-19APR10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-020-47 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=115
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Sede das Válvulas — Limpeza e Inspeção


Ferramentas especiais:
• D17024BR—Escova da Extremidade
1. Use uma furadora elétrica manual com Escova

RG12384A —UN—07JUN02
Rotativa D17024BR para remover todo o carbono das
sedes de válvulas.
2. Verifique se os assentos têm desgaste excessivo,
trinas ou danos.
3. Verifique toda a face de combustão quanto a ferrugem,
riscos, escavações ou trincas
Limpeza e Inspeção da Sede da Válvula

PU00210,0000115 -54-07MAY10-1/1

Sede da Válvula — Retífica


Ferramentas especiais:
Ferramenta de Acabamento do Assento de Válvula
Consumíveis:
• Cola de Esmerilhamento
IMPORTANTE: A retífica das sedes de válvulas
só deve ser feita por pessoal experiente,
conhecedor do equipamento e capaz de
manter as especificações necessárias.

RG18723 —UN—24JUN10
Mantenha SEMPRE a área de trabalho limpa
ao retificar sedes de válvulas.

1. Usando uma nova válvula (B) e uma ferramenta de


acabamento (A) junto com a cola de esmerilhamento,
retoque o assento (C) até que o padrão normal de
contato seja obtido. Limpe completamente a área Retoque do Assento da Válvula
depois do retoque do assento.
2. Execute Válvula — Medição de Recesso. A—Ferramenta de Acabamento C—Assento da válvula
do Assento da Válvula
3. Repita a operação para cada assento de válvula. B—Válvula

PU00210,000032C -54-24JUN10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-020-48 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=116
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Assento da Válvula — Medições


Ferramentas especiais:
• Nenhuma B
Consumíveis: A
• Nenhuma

RG18631 —UN—28JUN10
IMPORTANTE: A largura circular entre o assento
da válvula e a guia da válvula podem ser
medidas usando um dispositivo específico
de medida e, portanto, somente uma oficina
especializada pode realizar estas medições.

• No caso de substituição do assento da válvula ou Medição dos Assentos das Válvulas


no caso de compressão baixa do cilindro, execute
Assento da Válvula — Retífica para garantir um contato A—Inserto do Assento da B—Ângulo da Sede da Válvula
adequado com o assento da válvula. Válvula
Especificação
Assento da
válvula—Ângulo...................................................30° ±0,5° da horizontal
Largura Máxima Circular
do Assento................................................................ 0,08 mm (0.003 in.)
PU00210,000032D -54-09AUG10-1/1

Insertos das Sedes das Válvulas —


Instalação
Ferramentas especiais:
• JDG1653-1 — Acionamento do Assento da Válvula
• JDG1653-2 — Instalador do Assento da Válvula
Consumíveis:
• Nenhuma
IMPORTANTE: As válvulas de admissão, de escape,
os insertos dos assentos de válvula, as molas

RG12381A —UN—07JUN02
e os retentores devem ser substituídos em
pares para manter o alinhamento adequado da
ponte da válvula. Substitua também a ponte se
qualquer uma dessas peças for substituída.

1. Use o Acionador do Assento da Válvula JDG1653-1


(A) e o Instalador do Assento da Válvula JDG1653-2
(B) para instalar as inserções do assento da válvula Inserção do Assento da Válvula na Instalação do Cabeçote do Cilindro
no cabeçote do cilindro.
A—Acionador do Assento da B—Instalador do Assento da
Use uma extremidade do Instalador do Assento da Válvula JDG1653-1 Válvula JDG1653-2
Válvula JDG1653-2 para instalar as inserções do
assento da válvula de entrada e a outra extremidade
para instalar as inserções do assento da válvula. • Lubrificante da Haste da Válvula AR44402
2. Retoque o assento usando uma nova válvula e a cola 4. Execute Medição de Recesso — Assento da Válvula
do esmerilhamento até que obtenha o padrão normal
de contato entre o assento e a válvula. Ferramentas especiais:
• Nenhuma
3. Execute Conjunto de Válvulas — Remontagem.
Consumíveis:
Ferramentas especiais: • Nenhuma
• JDE138—Compressor da Mola da Válvula
Consumíveis:
PU00210,0000119 -54-21JUN10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-020-49 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=117
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Insertos das Sedes das Válvulas — Remoção


1. Execute Conjunto de Válvula — Remoção.
Ferramentas especiais:
• JDE138—Compressor da Mola da Válvula
2. Remoção dos Insertos das Sedes das Válvulas
Ferramentas especiais:
• JDE41296 — Extrator do Assento de Válvula

RG18511 —UN—21JUN10
Em alguns casos o orifício do assento da válvula na
cabeça dos cilindros pode ficar danificado ou grande
demais. Nesse momento, NÃO ESTÃO disponíveis
insertos muito grandes para a sede da válvula.
Substitua o cabeçote do cilindro.
IMPORTANTE: Quando remover os assentos, cuidado
para não danificar a cabeça dos cilindros. Extrator do assento de válvula

a. Remova os insertos do assento da válvula com o


extrator de assento de válvula JDE41296. Aperte o
parafuso de ajuste no extrator durante a remoção
dos insertos.
b. Após a remoção dos insertos, limpe totalmente a
área em torno do orificio do assento da válvula e
verifique se existem danos ou rachaduras.

RG18715 —UN—21JUN10
A—Mola F— Ponte
B—Soquete Localizado no G—Garra do Extrator Martelada
Parafuso Extrator H—Garra do Extrator Simples
C—Espaçador I— Cabeçote do Cilindro
D—Parafuso Extrator
E—Garfo Extrator

Garras do Extrator e Parafuso Extrator

PU00210,000032B -54-22JUN10-1/1

Molas das Válvulas — Inspeção


Ferramentas especiais:
• Nenhuma
Consumíveis:
• Nenhuma
1. Inspecione as molas da válvula quanto a alinhamento,
desgaste e danos.
RG18341 —UN—20APR10

2. Coloque as molas em uma superfície plana e veja se


elas são corretas e paralelas.

Mola da Válvula

PU00210,000011A -54-07MAY10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-020-50 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=118
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

Molas das Válvulas — Medição


Ferramentas especiais:
• D01168AA—Testador do Compressor de Mola
Consumíveis:
• Nenhuma
NOTA: O comprimento livre da mola difere um pouco
das molas de 51,1 mm (2.01 in.), mas a altura

RG18341 —UN—20APR10
comprimida deve ser a mesma.

Verifique a tensão da mola da válvula usando o Testador


de Compressão de Mola D01168AA.
Especificação
Tensão de Mola da
Válvula—Na Altura
Mola da Válvula
Comprimida de 28,1
mm (1.11 in.) (Válvula
Aberta)...................................................471—519 N (105.88—116.68 lb)
Tensão de Mola da
Válvula—Na Altura
Comprimida de 39,3
mm (1.51 in.) (Válvula

T82054 —UN—08NOV88
Fechada).................................................. 248—272 N (55.75—61.15 lb)

Verificação da Tensão da Mola da Válvula

PU00210,000031B -54-22JUN10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-020-51 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=119
Cabeçote do Cilindro e Reparo de Válvulas e Ajustes

CTM104754 (25JUL12) 02-020-52 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=120
Grupo 030
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro
Montagem Completa Final
1. Instale todos os bujões de tubo, bujões com anéis Ferramentas Especiais:
O e bujões de capa. Consulte Bloco de Cilindros — • Não há
Limpeza e Inspeção.
Consumíveis:
2. Instale a válvula e mola de derivação. (Consulte na • Não há
Seção 02, Grupo 60)
10. Execute Linhas de Injeção de Alta Pressão —
3. Execute Buchas do Comando de Válvulas — Instalação. (Seção 02, Grupo 90)
Instalação. (Seção 02, Grupo 50)
Ferramentas Especiais:
Ferramentas Especiais: • JDG11184—Soquete da linha de injeção
• JDG7394 Parafuso Instalador de Bucha
• JDG7393 Placa de Remoção/Instalação Consumíveis:
• JDG7395B Instalador de Bucha • Não há
Consumíveis: 11. Execute Bomba de Combustível de Alta Pressão —
• Graxa para Alta Temperatura TY6333 Instalação. (Seção 02, Grupo 90)
4. Execute Comando de Válvulas — Instalação. (Seção Ferramentas Especiais:
02, Grupo 50) • JDG1571—Pino de Sincronização
Ferramentas Especiais: Consumíveis:
• Não há • Não há
Consumíveis: 12. Execute Bomba de Combustível de Baixa Pressão —
• Graxa de Alta Temperatura TY6333 Instalação. (Seção 02, Grupo 90)
5. Execute Resfriador de Óleo e Filtro — Instalação. Ferramentas Especiais:
(Seção 02, Grupo 60) • Não há
Ferramentas Especiais: Consumíveis:
• Não há • Não há
Consumíveis: 13. Execute Sistema de Dosagem de Combustível —
• Líquido de arrefecimento do motor Instalação. (Seção 02, Grupo 115)
• Filtro de óleo do motor
Ferramentas Especiais:
6. Execute ECU (Unidade de Controle do Motor) — • Não há
Instalação. (Seção 02, Grupo 110)
Consumíveis:
Ferramentas Especiais: • Junta do Injetor de Dosagem de Combustível,
• Não há Antiengripante
Consumíveis: 14. Execute Virabrequim — Instalação. (Seção 02, Grupo
• Não há 40)
7. Execute Adaptador do Filtro de Óleo—Instalação. Ferramentas Especiais:
(Seção 02, Grupo 60) • Não há
Ferramentas Especiais: Consumíveis:
• Não há • Não há
Consumíveis: 15. Execute Placa Dianteira — Instalação. (Consulte na
• Não há Seção 2, Grupo 50)
8. Execute Tubo da Vareta e Vareta — Instalação. Ferramentas Especiais:
(Seção 02, Grupo 60) • Não há
Ferramentas Especiais: Consumíveis:
• Não há • Composto de Vedação de Junta LOCTITE® 515
Consumíveis: 16. Execute Tampa da Engrenagem de Distribuição —
• Composto de Retenção LOCTITE® 609 ou Hylomar Instalação. (Seção 02, Grupo 50)
760
Ferramentas Especiais:
9. Execute HPCR (Trilho Comum de Alta Pressão) — • Não há
Instalação (Seção 02, Grupo 90)
Continua na próxima página MK41968,0000173 -54-13APR12-1/2

CTM104754 (25JUL12) 02-030-1 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=121
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

Consumíveis: Ferramentas Especiais:


• Junta da Tampa da Engrenagem de Distribuição • JDG1571—Pino de Sincronização

17. Execute Válvula Reguladora da Pressão de Óleo — Consumíveis:


Instalação. (Consulte na Seção 2, Grupo 60) • Ativador de Cura TY16285, Composto de Retenção
TY15969, Óleo de Motor, Parafuso do Amortecedor
Ferramentas Especiais:
• Não há 22. Execute Motor de Partida — Instalação (Seção 02,
Grupo 100)
Consumíveis:
• Não há Ferramentas Especiais:
• Não há
18. Execute Instalação do Conjunto do Pistão e Biela.
(Seção 02, Grupo 30) Consumíveis:
• Não há
Ferramentas Especiais:
• Não há 23. Instale todos os sensores nos componentes do bloco
de cilindros. Consulte Reparo e Ajuste do Sistema
Consumíveis: Eletrônico do Combustível na Seção 02, Grupo 90.
• Não há
24. Execute Chicote Elétrico — Instalação (Seção 02,
19. Execute Bomba de Óleo e Tubos — Instalação (Seção Grupo 110)
02, Grupo 60)
Ferramentas Especiais:
Ferramentas Especiais: • Não há
• Não há
Consumíveis:
Consumíveis: • Não há
• 3 anéis O (Um em cada extremidade do tubo de
fornecimento de óleo e um no tubo de captação de 25. Execute Alojamento do Volante — Instalação. (Seção
óleo.) 02, Grupo 40)

20. Execute Bandeja de Óleo — Instalação. (Seção 02, Ferramentas Especiais:


Grupo 60) • Não há

Ferramentas Especiais: Consumíveis:


• Não há • LOCTITE® 515

Consumíveis: 26. Execute Volante — Instalação. (Seção 02, Grupo 40)


• Junta da Bandeja de Óleo, Óleo de Motor • Ferramentas Especiais:
Composto de Vedação de Junta LOCTITE® 515 • Não há
21. Execute Amortecedor de Vibração do Virabrequim — Consumíveis:
Instalação. (Seção 02, Grupo 40) • Não há
LOCTITE é uma marca comercial da Loctite Corp.
MK41968,0000173 -54-13APR12-2/2

Biela — Medição da Distância entre Centros


de Furos
Medição dos furos de centro a centro na biela (A).
Compare com as especificações abaixo. Substitua a
RG6272 —UN—03NOV97

biela se necessário.
Especificação
Furo do Mancal da Biela
ao Furo da Bucha do
Pino do Pistão (de Centro
a Centro) —Medição................................................202,95—203,05 mm
(7.990—7.994 in.) Medição entre Centros de Furo

A—Medição de Centro a Centro

MK41968,000016C -54-14OCT10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-030-2 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=122
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

Biela—Informações Gerais
Para criar a PRECISION JOINT™, a biela é entalhada
com raio laser. Então um mandril de precisão no furo
da biela é acionado para separar a tampa do corpo nas
uniões (A) e (C).

RG17363 —UN—03JUL09
• Deve-se tomar cuidado ao inspecionar e manusear
as bielas Precision Joint. Não risque as superfícies
de união. Nunca arranhe estas superfícies com uma
escova de aço ou outra ferramenta. A tampa DEVE ser
mantida com a biela original.
• Devido ao processo de usinagem, a haste e a tampa
PRECISION JOINT™ têm duas ranhuras cada,
enquanto os insertos do mancal têm apenas uma única Biela
espiga. As ranhuras extras não são usadas. Instale
tampa e biela com espigas no mesmo lado.
• Nunca use os parafusos da biela mais de uma vez para
montagem final do motor. Assim que os parafusos
forem apertados no toque final eles não devem ser
reutilizados.
Para ter mais informações, consulte Biela e Tampa —
Inspeção e Conjunto do Pistão e Biela — Instalação mais
adiante na Seção 020, Grupo 030.

RG16836 —UN—06MAR09
Biela Precision Joint™

PRECISION JOINT é uma marca registrada da Deere & Company


MK41968,000014D -54-14OCT10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-030-3 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=123
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

Biela e Tampa — Inspeção


1. Inspecione a biela e a tampa quanto a desgaste ou
dano, como cavacos ou mossas na área de união (A).
IMPORTANTE: Não risque as superfícies de união
da biela e da tampa. Isso é muito importante

RG18580 —UN—26MAY10
nas bielas PRECISION JOINT™ para garantir
vedação correta. Nunca arranhe estas
superfícies (C) com uma escova de aço ou
outra ferramenta. As superfícies casadas de
intertravamento devem ser protegidas.

2. Inspecione dentro e em volta dos furos dos parafuso


Biela e Tampa PRECISION JOINT™
(B) na tampa. Se encontrar quaisquer imperfeições,
substitua a biela e a tampa.
A—Área da Junta C—Superfícies PRECISION
3. Prenda com cuidado a biela em um torno de bancada B—Furos da Tampa JOINT™
com garra macia (extremidade da tampa para cima).
IMPORTANTE: Nunca use parafusos de biela novos
ao verificar o DI do furo da biela. Só use tampa na biela. Podem ocorrer problemas de
parafusos novos na montagem final das bielas. incompatibilidade. NÃO inverta a tampa da biela.
Una os contatos no lado da biela e da tampa.
4. Instale a tampa SEM insertos do mancal. Use
parafusos usados. 5. Aperte os parafusos conforme a especificação.
Especificação
IMPORTANTE: Nas bielas, verifique se a tampa
Parafusos da Biela—Giro
está corretamente alinhada na biela, com
de Torque........................................ 58 N·m (43 lb-ft) mais giro adicional
as superfícies de intertravamento vedando
de 90 a 100° no sentido horário
firmemente e as bordas alinhadas. Certifique-se
que a tampa esteja assentada corretamente Consulte Parafusos da Tampa da Biela —
sobre a biela, depois instale os parafusos. Procedimento de Aperto na Seção 020, Grupo 030.
NÃO use os parafusos da biela para assentar a
PRECISION JOINT é uma marca registrada da Deere & Company
MK41968,000014F -54-24JUN10-1/2

6. Usando um micrômetro interno, meça o furo da biela


no centro do furo e registre as medições da seguinte
forma:
• Em ângulo reto com a união biela-tampa (A).
• 45 graus à esquerda, com referência à etapa de
medição "A" (B).
• 45 graus à direita, com referência à etapa de
medição "A" (C).
7. Compare as medições com as especificações.
RG17552 —UN—28AUG09

Especificação
Furo da Biela (Sem
Insertos de Mancal)—DI...........................................82,677—82,703 mm
(3.2550—3.2560 in.)

8. Se a diferença entre a maior e a menor medidas


ultrapassar a especificação de excentricidade,
substitua a biela. Medição do Diâmetro Interno do Rolamento da Biela

Especificação
Furo da
Biela—Ovalização
Máxima Permissível................................................ 0,01 mm (0.0003 in.)
MK41968,000014F -54-24JUN10-2/2

CTM104754 (25JUL12) 02-030-4 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=124
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

Rolamento da Biela — Inspeção e Medição


1. Inspecione os mancais da biela quanto a danos ou
desgaste.
2. Meça o DE do munhão da biela do virabrequim em
diversos pontos.
Especificação

RG7471 —UN—23NOV97
Munhão do
Virabrequim—DE.....................................................77,800—77,826 mm
(3.0629—3.0640 in.)

3. Monte as bielas, a tampa e os mancais com


parafusos USADOS. Aperte os parafusos conforme a
especificação.
Especificação Medição do Mancal da Biela do Virabrequim
Parafusos da
Biela—Torque Inicial.............................................. 58 N·m e Giro de 90°
Parafusos da
Para ter mais informações, consulte Parafusos da
Biela—Torque - Volta.......................................... 1/4 de Volta (90 a 100°)
Tampa da Biela — Procedimento de Aperto na Seção
Após o Torque Inicial
02, Grupo 030.
MK41968,0000150 -54-24AUG10-1/2

4. Meça o DI do mancal da biela montado.


Especificação
Mancal da Biela
Montado—DI............................................................77,851—77,903 mm
(3.0649—3.0670 in.)

RG7472 —UN—23NOV97
5. Subtraia o diâmetro externo do munhão do eixo de
manivelas do diâmetro interno do mancal da biela
para determinar o espaço de lubrificação. Substitua
os mancais se o espaço de óleo estiver fora da
especificação.
Especificação
Rolamento da Biela
Medição do Diâmetro Interno do Rolamento da Biela
ao Munhão (Peças
Novas)—Espaço de
Lubrificação..................................................................0,025—0,103 mm
(0.0009—0.0040 in.)
Limite de Desgaste............................................... 0,152 mm (0.0060 in.)
MK41968,0000150 -54-24AUG10-2/2

CTM104754 (25JUL12) 02-030-5 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=125
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

Rolamento de Biela — Inspeção e Medição


(Biela e Virabrequim no Motor)
IMPORTANTE: Use chaves manuais. O uso de chaves
pneumáticas pode danificar a rosca.

NOTA: Use PLASTIGAGE® conforme orientação

RG7459 —UN—23NOV97
do fabricante. PLASTIGAGE® indicará o
espaço de óleo, mas não indicará o estado
de qualquer superfície.

1. Remova a tampa da biela.


Limpe e seque o rolamento, biela e o munhão do
virabrequim. Medição do Espaço de Óleo da Biela

2. Coloque um pouco de PLASTIGAGE® no centro do


mancal. Instale a tampa da biela usando parafusos 3. Remova a tampa da biela. Compare a largura do
de tampa USADOS. PLASTIGAGE® com a escala fornecida no pacote
Aperte os parafusos de acordo com as especificações. de determinação do espaço de óleo. Substitua
Especificação os mancais se o espaço de óleo estiver fora da
Parafusos da especificação.
Biela—Torque - Volta................................................. 58 N•m (42.78 lb-ft) Especificação
e 1/4 de volta (90 a 100°) Após o Aperto Inicial Bronzinas das
Bielas—Espaço de
Lubrificação..................................0,025—0,102 mm (0.0009—0.004 in.)
(Consulte Parafuso da Tampa da Biela —
Procedimento de Aperto na Seção 02, Grupo 030.)
PLASTIGAGE é uma marca comercial registrada da DANA Corp.
MK41968,000016A -54-14OCT10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-030-6 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=126
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

Parafuso da Tampa da Biela — Procedimento


de Aperto
IMPORTANTE: Sempre use novos parafusos de biela.

Uso do Método de Eixo do Motor para Torque


por Giro dos Parafusos da Biela
1. Instale os parafusos e aplique o torque inicial
conforme a especificação:
Especificação
Parafusos da
Biela—Torque Inicial.............................................. 58 N·m e Giro de 90°

2. Após apertar os parafusos nos torques iniciais,


marque a tampa da biela e soquete.
3. Posicione o cabo da chave paralelo à linha de centro
do eixo (A) do virabrequim do motor.
4. Aperte 1/4 de volta (90 a 100°) no sentido horário até o

RG9102 —UN—27MAR98
cabo da chave estar perpendicular à linha de centro do
eixo (B) do virabrequim do motor, conforme mostrado.
Especificação
Parafusos da
Biela—Torque - Volta.......................................... 1/4 de Volta (90 a 100°)
Após o Torque Inicial

Torque por Giro das Tampas de Biela


A—Virabrequim Paralelo à B—Virabrequim Perpendicular
Linha de Centro à Linha de Centro

MK41968,0000151 -54-14OCT10-1/1

Furo do Pino da Biela — Limpeza e Inspeção


1. Limpe o furo da biela com lixa de esmeril de
granulação média.
2. Verifique a existência de trincas ou outros danos.
Verifique se o furo do óleo lubrificante na haste de

RG7478 —UN—23NOV97
ponta cilíndrica está desobstruído.
IMPORTANTE: Se a bucha espanar na biela,
substitua a biela.

3. Meça o furo em dois locais afastados de 90°.


Substitua a biela se estiver fora da especificação.
Furo do Pino da Biela
Especificação
Furo do Pino Grande
da Biela (Bucha
Removida)—DI.........................................................46,025—46,051 mm
(1.8120—1.8130 in.)
MK41968,000016B -54-14OCT10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-030-7 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=127
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

Bloco de Cilindros — Limpeza e Inspeção


Ferramentas Especiais:
• D17015BR—Escova para Limpeza do Furo do Anel O
• JDG782A—Ferramenta do Bujão da Galeria de Óleo
Consumíveis:

RG18721 —UN—23JUN10
• Trava-rosca de Alta Resistência Loctite™ 277,
Hylomar™ 4870
Antes de inspecionar e limpar o bloco de cilindros, remova:
• orifícios de arrefecimento do pistão (A)
Consulte Orifícios de Arrefecimento do Pistão —
Remoção Seção 2, Grupo 30. Orifício de Arrefecimento do Pistão do Bloco de Cilindros
• bujões (C)
• bujões da galeria de óleo (usando a Ferramenta do
Bujão da Galeria de Óleo JDG782A)
• todos os componentes externos e internos montados
(consulte os procedimentos de remoção no grupo
correspondente)

RG18718 —UN—23JUN10
IMPORTANTE: Se o bloco for limpo em um tanque
quente, não deixe de remover todas as peças de
alumínio tais como a placa de identificação (B).
As peças de alumínio podem se danificar ou ser
destruídas por soluções de tanque quente.

1. Limpe totalmente o bloco usando solvente de limpeza,


vapor de pressão ou um tanque quente. Bujão e Placa de Identificação do Bloco de Cilindros

2. Todas as passagens e aberturas devem estar sem


A—Orifício de Refrigeração do C—Plugue
sedimentos e graxa. Pistão
B—Placa de Identificação
3. Todas as passagens de refrigeração devem estar
livres de depósitos de cal e escamação.
Continua na próxima página MK41968,0000152 -54-04MAR11-1/5

CTM104754 (25JUL12) 02-030-8 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=128
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

IMPORTANTE: NÃO lixe excessivamente o flange do


suporte da camisa. Lixar demais pode danificar
o flange do suporte da camisa e gerar um encaixe
inadequado da camisa. Limpe completamente
todas as áreas lixadas do bloco de cilindros.

RG18719 —UN—23JUN10
4. Inspecione se há rebarbas no flange do suporte
da camisa (A). Se houver rebarbas, use uma lima
pequena em forma de meia-lua e lime LEVEMENTE
(em movimentos circulares) as rebarbas em um
ângulo de 60°. Ao limar, NÃO deixe a lima tocar na
parte superior do bloco de cilindros.
5. Meça a profundidade do furo escareado do flange da Flange do Suporte da Camisa
camisa (A) no bloco e compare com a especificação
fornecida a seguir.
Especificação
Furo Escareado do
Flange do Bloco de Cilin-
dros—Profundidade...................5,952—5,988 mm (0.2343—0.2357 in.)

RG18720 —UN—23JUN10
6. Inspecionar cuidadosamente o bloco quanto a
rachaduras ou danos. Se houver suspeita de trincas
em um bloco, teste o bloco com pressão. Verifique
se há erosão ou trincas na área do anel O/gaxeta
da camisa (B). Substitua os blocos rachados ou
danificados.
7. Limpe todos os furos rosqueados dos parafusos de Área do Anel O/Gaxeta da Camisa
montagem do cabeçote de cilindros no cabeçote do
bloco de cilindros, usando o Macho de Tarraxa JDG680
ou um macho de tarraxa equivalente. Remova com ar
comprimido detritos ou fluido dos furos rosqueados.
8. Após a manutenção do bloco de cilindros, execute
Orifícios de Arrefecimento do Pistão — Instalação.

RG18724 —UN—25JUN10
Ferramentas Especiais:
• Não há
Consumíveis:
• Não há

A—Flange do Suporte da D—Flange do Suporte da Medição do Furo Escareado da Camisa


Camisa Camisa
B—Área do Anel O/Gaxeta E—Superfície do Cabeçote do
C—Profundidade do Furo Bloco de Cilindros
Escareado da Camisa no
Bloco de Cilindros

Continua na próxima página MK41968,0000152 -54-04MAR11-2/5

CTM104754 (25JUL12) 02-030-9 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=129
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

RG18729 —UN—29JUN10
Bujões e Tampas, Lado Direito do Bloco de Cilindros

RG18730 —UN—29JUN10

Bujões e Tampas, Lado Esquerdo do Bloco de Cilindros


A—Bujão M14 x 1,5 F— Bujão M27 x 2 J— Bujão M14 x 1,5 O—Bujão M18 x 1,5
B—Bujão M14 x 1,5 G—Bujão M14 x 1,5 K—Bujão M37 x 2 P—Bujão M27 x 2
C—Bujão 1/4”-18 H—Bujão 15/8”-12 L— Bujão M14 x 1,5
D—Bujão 3/8”-18 I— Bujão M18 x 1,5 M—Bujão M27 x 2
E—Bujão M18 x 1,5 N—Bujão M14 x 1,5

9. Revista a rosca de todos os bujões de tubo, exceto LOCTITE® 572 ou Hylomar™ 5059. Instale os bujões
os bujões de tubo com uma fita de náilon, com e aperte conforme a especificação.

Continua na próxima página MK41968,0000152 -54-04MAR11-3/5

CTM104754 (25JUL12) 02-030-10 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=130
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

Bujão M18 x
10. Aplique hidreto ou solução de água e sabão aos
1,5—Torque............................................................... 45 N·m (33.19 lb-ft)
bujões com anel O. Instale os bujões e aperte de
Bujão M27 x 2—Torque............................................. 85 N·m (62.69 lb-ft)
acordo com a especificação.
Bujão 1/4”-18—Torque.............................................. 25 N·m (18.44 lb-ft)
Bujões do Óleo do Bloco de Cilindros e da Câmara de Bujão 3/8”-18—Torque.............................................. 45 N·m (33.19 lb-ft)
Líquido de Refrigeração—Especificação Bujão 15/8”-12—Torque............................................ 85 N·m (62.69 lb-ft)
Bujão M14 x
1,5—Torque............................................................... 35 N·m (25.81 lb-ft)
LOCTITE é uma marca comercial da Loctite Corp.
MK41968,0000152 -54-04MAR11-4/5

RG18731 —UN—03AUG10

RG18907 —UN—26SEP10
Bujões no Lado Traseiro

Bujões no Lado Dianteiro

P—Bujão M27 x 2 R—Lado Dianteiro do Bujão de T— Lado Dianteiro do Bujão de


Q—Lado Traseiro do Bujão de Capa Capa
Capa S—Lado Dianteiro do Bujão de
Capa

11. Revista os bujões de capa (Q, R, S, T) com trava-rosca


Loctite™ 277 ou Hylomar™ 4870 de alta resistência e
instale nos lados dianteiro e traseiro.
MK41968,0000152 -54-04MAR11-5/5

CTM104754 (25JUL12) 02-030-11 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=131
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

Bloco de Cilindros — Desmontagem


Remova também, se não tiverem sido removidos
anteriormente: 12. Execute Virabrequim — Remoção. (Seção 02, Grupo
40)
1. Execute Volante — Remoção. (Seção 02, Grupo 40)
Ferramentas Especiais:
Ferramentas Especiais: • Não há
• Não há
13. Execute Sistema de Dosagem de Combustível —
2. Execute Alojamento do Volante — Remoção. (Seção Remoção. (Seção 02, Grupo 115)
02, Grupo 40)
Ferramentas Especiais:
Ferramentas Especiais: • Não há
• Não há
14. Execute Bomba de Combustível de Baixa Pressão —
3. Execute Chicote Elétrico — Remoção (Seção 02, Remoção. (Seção 02, Grupo 90)
Grupo 110)
Ferramentas Especiais:
Ferramentas Especiais: • Não há
• Não há
15. Execute Bomba de Combustível de Alta Pressão —
4. Execute Motor de Partida — Remoção (Seção 02, Remoção. (Seção 02, Grupo 90)
Grupo 100)
Ferramentas Especiais:
Ferramentas Especiais: • JDG1571—Pino de Sincronização
• Não há
16. Execute Linhas de Injeção de Alta Pressão —
5. Execute Amortecedor de Vibração do Virabrequim — Remoção. (Seção 02, Grupo 90)
Remoção. (Seção 02, Grupo 40)
Ferramentas Especiais:
Ferramentas Especiais: • JDG11184—Soquete da linha de injeção
• JDG1571—Pino de Sincronização
17. Execute HPCR (Trilho Comum de Alta Pressão) —
6. Execute Bandeja de Óleo — Remoção. (Seção 02, Remoção (Seção 02, Grupo 90)
Grupo 60)
Ferramentas Especiais:
Ferramentas Especiais: • Não há
• Não há
18. Execute Tubo da Vareta e Vareta — Remoção.
7. Execute Bomba de Óleo e Tubos — Remoção. (Seção 02, Grupo 60)
(Seção 02, Grupo 60)
Ferramentas Especiais:
Ferramentas Especiais: • Não há
• Não há
19. Execute Adaptador do Filtro de Óleo — Remoção.
8. Execute Remoção do Conjunto do Pistão e Biela. (Seção 02, Grupo 60)
(Seção 02, Grupo 30)
Ferramentas Especiais:
Ferramentas Especiais: • Não há
• Não há
20. Execute ECU (Unidade de Controle do Motor) —
9. Execute Válvula Reguladora da Pressão de Óleo — Remoção. (Seção 02, Grupo 100)
Remoção. (Consulte na Seção 2, Grupo 60)
Ferramentas Especiais:
Ferramentas Especiais: • Não há
• Não há
21. Execute Resfriador de Óleo e Filtro — Remoção.
10. Execute Tampa da Engrenagem de Distribuição — (Seção 02, Grupo 60)
Remoção (Seção 02, Grupo 50)
Ferramentas Especiais:
Ferramentas Especiais: • Não há
• Não há
22. Execute Comando de Válvulas — Remoção. (Seção
11. Execute Placa Dianteira — Remoção. (Consulte na 02, Grupo 50)
Seção 2, Grupo 50)
Ferramentas Especiais:
Ferramentas Especiais: • Não há
• Não há
Continua na próxima página MK41968,000014C -54-04MAR11-1/2

CTM104754 (25JUL12) 02-030-12 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=132
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

23. Execute Buchas do Comando de Válvulas — 24. Remova a mola e a válvula de derivação. (Consulte
Remoção. (Seção 02, Grupo 50) na Seção 02, Grupo 60)
Ferramentas Especiais: 25. Execute Bloco de Cilindros — Limpeza e Inspeção.
• JDG7394 Parafuso Instalador de Bucha (Seção 02, Grupo 30)
• JDG7393 Placa de Remoção/Instalação
• JDG7395B Instalador de Bucha
MK41968,000014C -54-04MAR11-2/2

Componentes do Bloco de Cilindros — Mancal do Comando de


Medição Válvulas às Buchas
(Furo Nº 1 Com
Ferramentas especiais: Buchas)—Espaço de
Lubrificação.................................................................. 0,076 - 0,102 mm
• D05012ST—Régua de Precisão (0.003—0.004 in.)
Consulte os grupos apropriados para uma descrição Mancal do Comando de
mais detalhada dos elementos que estão sendo medidos. Válvulas às Buchas
Compare as medições com a especificação dadas abaixo. (Todos Exceto o
Nº 1)—Espaço de
1. Monte e meça as tampas dos mancais principais Lubrificação..................................................................0,088—0,140 mm
e rolamentos axiais. Compare as medições com a (0.0035—0.0055 in.)
especificação dadas abaixo:
Se o diâmetro do furo da bucha do comando de
Especificação
válvulas no bloco for maior do que o especificado,
Rolamento Principal do
instale um novo bloco de cilindros.
Virabrequim—DI do Furo
sem Rolamento......................84,455—84,481 mm (3.3250—3.3260 in.) 4. Meça a planicidade do cabeçote do bloco de
cilindros usando a Régua de Precisão D05012ST
2. Meça o diâmetro do furo do seguidor do eixo de e um calibrador de lâminas e compare com as
cames em todos os pontos do furo. especificações a seguir. Recondicione a superfície
Especificação conforme necessário.
Seguidor do Comando de
Especificação
Válvulas—DI do Furo no
Desnivelamento Máximo
Bloco..............................................31,70—31,75 mm (1.248—1.250 in.)
Aceitável, Comprimento
Diâmetro Externo do
ou Largura Total (Usados)
Seguidor ........................................31,61—31,64 mm (1.245—1.246 in.)
—Medição................................................................. 0,08 mm (0.003 in.)
Folga entre o Seguidor e
Desnivelamento Máximo
o Furo ................................................0,06—0,13 mm (0.002—0.005 in.)
Aceitável (Quaisquer
Se qualquer um dos furos do seguidor de came não 150 mm [5.90 in.]
estiver dentro das especificações, instale um novo de Comprimento)
bloco de cilindros. —Medição............................................................... 0,025 mm (0.001 in.)
Topo (Superfície
3. Meça os furos do seguidor de came em todos os Somente Esmerilhada)
pontos e anote as leituras. Compare as medições (AA)—Acabamento da
com a especificação dadas na tabela abaixo: Superfície..........................................................................0,7—3,2 micra
Especificação (28—125 micro-in.)
Furo do Comando de Acabamento da
Válvulas no Bloco, Frente Superfície do
Nº 1 (Sem Buchas)—DI............................................59,961—59,987 mm Topo—Profundidade
(2.3607—2.3617 in.) Máxima da Onda................................................... 0,012 mm (0.0005 in.)
Furo do Comando de Linha de Centro do Furo
Válvulas no Bloco, Frente do Mancal Principal para
Nº 1 (Com Buchas)—DI...........................................55,961—55,987 mm o Cabeçote do Bloco de
(2.2031—2.2042 in.) Cilindros —Distância............................................337,896—337,972 mm
Furo do Comando de (13.3029—13.3059 in.)
Válvulas no Bloco (Todos
Exceto o Nº 1)—DI...................................................55,986—56,012 mm
(2.2042—2.2052 in.)
MK41968,0000154 -54-23AUG10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-030-13 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=133
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

Anéis O do Bloco de Cilindros — Instalação


Ferramentas Especiais:
• Não há
Consumíveis:
• Lubrificante de Sabão AR54749
IMPORTANTE: NÃO use óleo ou sabão de limpeza
de mãos nos anéis O. Produtos à base de
petróleo fazem com que o anel O vermelho
(ou branco) inche, o que pode danificar o anel
O durante a instalação da camisa.

1. Despeje Sabão Lubrificante AR54749 em um


recipiente adequado.
2. Mergulhe os anéis O no Sabão Lubrificante AR54749.
3. Instale o anel O preto (A) na ranhura inferior do anel
O no bloco de cilindros (C).
4. Instale o anel O vermelho (ou branco) (B) na ranhura
superior de anel O no bloco de cilindros.

A—Anel O Preto C—Bloco de Cilindros

RG18905 —UN—02AUG10
B—Anel de vedação vermelho
ou branco

Anéis O do Bloco de Cilindros

MK41968,0000156 -54-03AUG10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-030-14 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=134
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

Bloco de Cilindros, Pistão e Biela — Guia de


Detecção e Solução de Problemas • Vazamentos internos do líquido de refrigeração.
Acabamento Acetinado Fosco e Pequenos Arranhões
Pistões Arranhados ou Riscados: Verticais nos Anéis:
• Lubrificação insuficiente. • Sujeira e abrasivos no sistema de admissão de ar.
• Refrigeração insuficiente.
• Folga inadequada entre a camisa e o pistão. Anel de Controle de Óleo Obstruído:
• Vazamento de líquido de arrefecimento no cárter.
• Biela desalinhada ou empenada. • Óleo inadequado.
• Pistão instalado incorretamente. • Explosões de escape excessivas.
• Nível de óleo baixo. • Óleo contaminado.
• Operação indevida. • Manutenção periódica indevida.
• Folga incorreta no mancal da biela. • Temperatura de operação baixa.
• Depósitos de carbono na ranhura do anel. Anéis Presos:
• Amaciamento inadequado.
• Pistão com desgaste. • Classificação indevida do óleo.
• Óleo contaminado. • Manutenção periódica indevida.
• Camisa do cilindro distorcida. • Más condições de operação.
• Ar de admissão sujo (com poeira). • Vazamento de líquido de arrefecimento no cárter.
• Anéis de compressão desgastados ou quebrados. • Conicidade excessiva da camisa do cilindro.
• Excesso de combustível. Biela Quebrada:
• Jato de pulverização quebrado ou obstruído.
Superfície Superior do Anel do Pistão Quebrada • Folga inadequada entre o pistão e a camisa.
• Mancal da biela usado.
• Certos níveis de combustível. • Camisa do cilindro distorcida.
• Arraste excessivo do motor. • Falha do pino do pistão.
Falha do Pino do Pistão e do anel de pressão:
• Falta de Lubrificação
Desgaste e Distorção das Camisas dos Cilindros:
• Biela desalinhada.
• Folga excessiva no virabrequim. • Anéis de compressão instalados incorretamente.
• Anéis de retenção incorretos. • Lubrificação insuficiente.
Anéis de Compressão Usados ou Quebrados:
• Resfriamento irregular ao redor da camisa.
• Folga inadequada entre a camisa e o pistão.
• Lubrificação insuficiente. • Danos no furo da camisa.
• Refrigeração insuficiente. • Sujeira e abrasivos no sistema de admissão de ar.
• Instalação indevida do anel. Bloco de Cilindros Empenado:
• Combustão inadequada.
• Sincronização indevida. • Refrigeração insuficiente.
• Abrasivos na câmara de combustão.
• Hachura desgastada nas camisas de cilindro.
Anéis de Compressão Mosqueados, Acinzentados
ou Escavados:
MK41968,0000153 -54-23AUG10-1/1

Camisa do Cilindro — Limpeza IMPORTANTE: Não limpe as camisas com gasolina,


Consumíveis: querosene ou solventes comerciais. Os
• Óleo SAE 10W solventes não removem todos os abrasivos
das paredes da camisa.
1. Use uma escova de cerdas duras para remover todos
os detritos, ferrugem e incrustações do diâmetro 2. Esfregue a camisa com a frequência necessária com
externo das camisas, sob o flange da camisa e nas óleo SAE 10W limpo.
áreas das gaxetas de anel O.
Não deve haver entalhes ou rebarbas na áreas em 3. Limpe a camisa até que um pano branco limpo não
que as gaxetas assentam. mostre descoloração.
MK41968,000015B -54-11AUG10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-030-15 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=135
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

Camisa do Cilindro — Medição do Flange


Meça a profundidade do furo escareado do flange da
camisa no bloco e compare com a especificação a seguir.
Se a profundidade não estiver dentro das especificações,
estão disponíveis calços para a camisa.

RG7490 —UN—23NOV97
Especificação
Furo do Flange
da Camisa de
Cilindro—Profundidade
no Bloco.......................................................................5,952—5,988 mm
(0.2343—0.2357 in.)

Medição da Profundidade do Furo Escareado do Flange da Camisa

RG4726 —UN—13DEC88
Profundidade do Furo Escareado do Flange da Camisa

MK41968,000015F -54-14OCT10-1/2

Meça a espessura do flange da camisa em diversos


locais. Se o flange da camisa não estiver conforme as
especificações, estão disponíveis calços para a camisa,
ou substitua o conjunto do pistão e camisa.
Especificação
Flange da Camisa do

RG7494 —UN—23NOV97
Cilindro—Espessura.....................................................6,022—6,058 mm
(0.2371—0.2385 in.)

Medição da Espessura do Flange da Camisa

MK41968,000015F -54-14OCT10-2/2

CTM104754 (25JUL12) 02-030-16 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=136
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

Camisa do Cilindro — Instalação


Ferramentas Especiais:
• JDG1145—Conjunto de Serviço da Camisa do Cilindro
Consumíveis:
• Óleo de Motor

RG7497 —UN—23NOV97
1. Instalação da Camisa do Cilindro
IMPORTANTE: Há diferentes fabricantes/números de
peças para os conjuntos de pistão e camisa.
Esses conjuntos não são intercambiáveis.
NÃO misture os conjuntos pistão/camisa
no mesmo motor. Verifique as aplicações Instalação da Camisa do Cilindro
corretas no catálogo de peças.

IMPORTANTE: Instale as camisas dos cilindros nos posição adequada. Ensaboe novamente as
mesmos furos do bloco de cilindros de onde gaxetas e reinstale o conjunto da camisa.
foram removidas. NÃO arranhe a gaxeta da
camisa no furo escareado superior. c. Mantenha as camisas no lugar com arruelas lisas
grandes e parafusos. Gire os parafusos até ficarem
Camisas oxidadas ou corroídas que cumpram firmes, mas não aperte.
as instruções de reuso devem ser giradas
em 90° em relação à posição de remoção. d. Limpe os furos das camisas do cilindro com
(Para obter orientações de reutilização, limpador de mãos sem água após a instalação.
consulte Camisa do Cilindro — Inspeção Seque com toalhas limpas.
Visual anteriormente neste grupo.) e. Aplique óleo de motor limpo aos furos da camisa
imediatamente para evitar corrosão.
a. Instale a camisa no furo do bloco com a marcação
(feita durante a desmontagem) voltada para a parte 2. Execute Conjunto do Pistão e Biela — Instalação.
frontal do motor, a menos que o diâmetro externo
da camisa esteja oxidado ou corroído. Ferramentas Especiais:
Se diâmetro externo estiver oxidado ou corroído, • Não há
mas ainda dentro dos limites de serviço aceitáveis, Consumíveis:
gire a camisa 90° a partir da posição de que foi • Não há
removida. As seções oxidadas da camisa devem
ficar voltadas para a parte frontal ou traseira do 3. Se removida, execute Bomba de Óleo — Instalação.
motor.
Ferramentas Especiais:
NOTA: O método preferencial para assentar as camisas • Não há
de cilindro utiliza o Conjunto de Serviço da
Camisa do Cilindro JDG1145. Consumíveis:
• Não há
b. Será sentida uma resistência quando a camisa do 4. Se removido, execute Conjunto do Tubo de Captação
cilindro estiver alinhada ao furo piloto. Acabe de de Óleo — Instalação.
assentar as camisas usando o Conjunto de Serviço
da Camisa do Cilindro JDG1145. Ferramentas Especiais:
É possível utilizar usar um bloco de madeira dura • Não há
limpo e um martelo se o extrator não estiver
Consumíveis:
disponível. Bata com cuidado no bloco de madeira
• Não há
sobre a parte superior da camisa do cilindro com
um martelo. 5. Execute Bandeja de Óleo — Instalação.
NOTA: A camisa do cilindro se projeta além da parte Ferramentas Especiais:
superior do bloco de cilindros mais do que o normal • Não há
devido às gaxetas e aos anéis O não comprimidos.
Consumíveis:
IMPORTANTE: Caso suspeite que uma gaxeta tenha • Não há
sido cortada ou deslocada durante a instalação 6. Execute Cabeçote do Cilindro — Instalação.
da camisa, remova e examine o conjunto
de gaxeta e camisa. Se nenhum dano for Ferramentas:
encontrado, verifique se as gaxetas estão na • JD244 — Tirantes de Elevação ou
• JDG19 — Suporte Especial
Continua na próxima página MK41968,000015D -54-16FEB11-1/2

CTM104754 (25JUL12) 02-030-17 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=137
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

• Parafusos do Cabeçote, Junta do Cabeçote, Óleo do


Consumíveis:
Motor Diesel SAE30, Anéis O, Parafusos do Coletor
do Líquido de Arrefecimento
MK41968,000015D -54-16FEB11-2/2

Camisa do Cilindro — Remoção A B C


1. Execute Cabeçote dos Cilindros — Remoção.

RG18836 —UN—21JUL10
Ferramentas Especiais:
• JD244—Tirante de Elevação, Dianteiro
• JDG19—Tirante de Elevação, Traseiro
2. Limpe todo o material estranho do cabeçote do bloco
de cilindros.
IMPORTANTE: Os parafusos e as arruelas devem ser Fixação da Camisa do Cilindro
apertados conforme a especificação correta
para obter uma leitura precisa ao verificar o A—Parafusos C—Camisas
ressalto da camisa (altura acima do bloco), B—Arruelas
como se detalha posteriormente neste grupo.

3. Use parafusos curtos (A) e arruelas com espessura


de 3 mm (1/8 in.) (B) para fixar as camisas de cilindro Ferramentas Especiais:
(C). Fixe cada camisa em dois locais. Aperte os • Não há
parafusos com 68 N·m (50 lb-ft). 7. Se necessário, execute Bomba de Óleo — Remoção.
NOTA: Não gire o virabrequim com o cabeçote do cilindro Ferramentas Especiais:
removido, a não ser que as camisas estejam fixadas. • Não há
NOTA: Sempre siga as instruções do fabricante 8. Execute Conjunto do Pistão e Biela — Remoção.
fornecidas com o alargador de ressalto.
Ferramentas Especiais:
4. Remova o carbono do furo da camisa com um • Não há
raspador ou um alargador de ressalto. Use ar 9. Camisa do Cilindro — Remoção
comprimido para remover material solto nos cilindros.
Ferramentas Especiais:
5. Execute Bandeja de Óleo — Remoção. • D01073AA—Extrator da Camisa do Cilindro
Ferramentas Especiais: a. Numere as camisas do cilindro e marque as partes
• Não há dianteiras para garantir uma montagem correta.
6. Se necessário, execute Conjunto do Tubo de
Captação de Óleo — Remoção.
MK41968,0000158 -54-10MAR11-1/3

IMPORTANTE: mantenha junto as camisas e


pistões compatíveis. As camisas devem ser
reinstaladas no mesmo orifício do cilindro.

b. Use o Extrator de Camisa de Cilindro (B) D01073AA


para remover a camisa do cilindro (A).
RG18602 —UN—27MAY10

Remoção da Camisa do Cilindro


Continua na próxima página MK41968,0000158 -54-10MAR11-2/3

CTM104754 (25JUL12) 02-030-18 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=138
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

c. Remova a gaxeta quadrada de camisa do cilindro


(A) da camisa (E).
d. Remova os anéis O vermelho (B) e preto (C) do
bloco de cilindros (D).
e. Execute Camisa do Cilindro — Inspeção Visual.

A—Gaxeta Quadrada D—Bloco de Cilindros


B—Anel O Vermelho E—Camisa do Cilindro
C—Anel O Preto F— Passagem de Líquido de
Arrefecimento — Camisa F
do Cilindro ao Bloco
E

RG16872 —UN—23MAR09
D

A
B
C
Camisa do Cilindro, Anéis O e Gaxeta

MK41968,0000158 -54-10MAR11-3/3

CTM104754 (25JUL12) 02-030-19 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=139
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

Camisa do Cilindro — Medição da Altura


Acima do Bloco
Ferramentas Especiais:
• D17015BR—Escova de Limpeza da Ranhura do Anel O
• JDG451—Medidor de Altura

RG19061 —UN—26AUG10
• D17526CI ou D17527CI—Relógio Comparador
• JDG1145—Extrator da Camisa do Cilindro
Consumíveis:
• Calço para Camisa CD15466 e Calço para Camisa
R65833
NOTA: Se um novo conjunto da camisa for instalado Altura Acima do Bloco da Camisa do Cilindro
em um bloco de cilindro novo ou usado, será
necessário verificar a altura da camisa. A B C

1. Certifique-se de que o orifício da camisa no bloco

RG18836 —UN—21JUL10
do cilindro e a plataforma superior do bloco estejam
limpos.
IMPORTANTE: A camisa deve girar suavemente
quando for instalada sem o anel O ou a vedação.
Caso contrário, remova a camisa e limpe o bloco.
Consulte na Seção 02, Grupo 30,
Fixação da Camisa do Cilindro
Furo do Anel O da Camisa do Cilindro
— Limpeza e
Bloco de Cilindros — Limpeza e Inspeção.

2. Instale a camisa sem os anéis O e a vedação. Se a


camisa não rodar suavemente com a mão, remova a
camisa e faça o polimento do orifício do piloto inferior

RG7445 —UN—23NOV97
no bloco com uma lixa de esmeril ou uma Escova de
Limpeza da Ranhura do Anel O D17015BR. Use uma
flanela ou outros meios adequados para coletar os
detritos quando polir o orifício.
Prenda as camisas (C) com parafusos (A) e arruelas
(B, espessura de aproximadamente 3 mm [1/8 in.]).
Fixe cada camisa em dois locais e aperte os parafusos Medição da Altura Acima do Bloco da Camisa do Cilindro
com 68 N·m (50 lb-ft).
3. Usando Medidor de Altura JDG451 e o Relógio X—Altura da Camisa A—Parafusos
Comparador D17526CI ou D17527CI, meça a altura Y—Camisa B—Arruelas
Z— Bloco de Cilindros C—Camisa do Cilindro
(A) da camisa nas posições de 1, 5, 7, e 11 horas
como se vê da extremidade do volante do motor.
Especificação no rebaixo do flange da camisa no bloco, depois
Camisa do instale a camisa e gire para a esquerda e para direita
Cilindro—Altura acima do usando um Extrator de Camisas do Cilindro JDG1145
Bloco............................................................................0,030—0,100 mm para retirar material suficiente para assentar a camisa
(0.001—0.004 in.) conforme necessário.
Diferença de Altura
Máxima Permissível no IMPORTANTE: Só pode ser instalado UM CALÇO DE
Ponto Mais Próximo CAMISA sob cada flange da camisa. Se uma
de Duas Camisas camisa necessitar de mais do que um calço,
Adjacentes, ou Dentro de instale uma camisa nova ou o bloco do cilindro.
Uma Única Camisa..................................................... 0,1 mm (0.004 in.)
5. Se a altura da camisa não for maior do que 0,02 mm
4. Se a altura da camisa estiver acima das (0.0007 in.) abaixo da plataforma superior do bloco,
especificações, verifique se o bloco do cilindro não instale um calço de camisa sob o flange da camisa.
tem rebarbas no flange de suporte da camisa ou
se a profundidade do contra-furo está incorreta. Se NOTA: Estão disponíveis dois tamanhos de calço: calço
houver rebarbas, aplique um composto de polimento da camisa de 0,05 mm (0.002 in.) e calço da
camisa R65833 de 0,10 mm (0.004 in.).
Continua na próxima página MK41968,0000159 -54-04MAR11-1/2

CTM104754 (25JUL12) 02-030-20 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=140
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

MK41968,0000159 -54-04MAR11-2/2

Camisa do Cilindro — Inspeção Visual


IMPORTANTE: se as camisas estiverem corroídas,
verifique as condições do líquido de
arrefecimento.

NOTA: Quando reinstalar as camisas reusadas, gire


90° a partir da posição original.

1. Inspecione se há oxidação no comprimento externo


da camisa (A). Verifique se há erosão no rebaixo da
gaxeta (B). Se for observada corrosão ou erosão,
meça a profundidade dos buracos com uma agulha
ou fio finos.
Substitua o pistão e a camisa se:
• A profundidade de qualquer buraco for a metade ou
mais da espessura da camisa (C).
• A profundidade da erosão for a metade ou maior
que o rebaixo da gaxeta (D).
Especificação

RG18577 —UN—26MAY10
Camisa do
Cilindro—Espessura......................................................... 2,49 - 3,36 mm
(0.098—0.132 in.)
Degrau do Calço da
Camisa de Cilindro
—Dimensão.................................................................. 7,713 - 8,177 mm
(0.303—0.321 in.)
Inspeção da Camisa do Cilindro
A—Oxidação da Camisa C—Espessura da Camisa
B—Erosão da Camisa D—Rebaixo da Gaxeta

Continua na próxima página MK41968,000015C -54-24JUN10-1/2

CTM104754 (25JUL12) 02-030-21 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=141
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

2. Inspecione visualmente o diâmetro interno da camisa.


Substitua o pistão e a camisa se:
• O padrão de brunidura hachurado não estiver visível.
• As camisas estiverem corroídas ou apresentarem
arranhões verticais profundos que podem ser
detectados com o toque da unha do dedo.
• Houver arranhões.
3. Com atenção, examine se há sinais de fatiga, tais
como rachaduras finas na área do flange (A) e na
área de curso do anel (B).
NOTA: Verifique se há trincas ou erosão nas áreas

RG18578 —UN—26MAY10
de gaxeta do anel O do bloco. (Consulte
Cabeçote dos Cilindros — Limpeza e Inspeção
na Seção 02, Grupo 30.)

A—Área do Flange B—Área de Curso do Anel do


Pistão

Camisa do Cilindro - Defeitos Ampliados

MK41968,000015C -54-24JUN10-2/2

Furo do Anel O da Camisa do Cilindro —


Limpeza
Ferramentas Especiais:
• D17015BR—Escova de Limpeza da Ranhura do Anel O
Use a Escova de Limpeza da Ranhura do Anel O

RG7486 —UN—23NOV97
D17015BR para limpar completamente o furo inferior do
anel O da camisa.
NOTA: Use a escova seguindo exatamente as
orientações do fabricante.

Limpeza da Ranhura do Anel O

MK41968,000016D -54-14OCT10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-030-22 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=142
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

Gaxeta da Camisa do Cilindro — Instalação


Ferramentas Especiais:
• Não há
Consumíveis:
• Lubrificante de Sabão AR54749
IMPORTANTE: NÃO use óleo ou sabão de limpeza
de mãos na gaxeta ou nos anéis O da camisa
do cilindro. Produtos à base de petróleo
fazem com que o anel O vermelho (ou branco)
inche, o que pode danificar o anel O durante
a instalação da camisa.

1. Despeje Sabão Lubrificante AR54749 em um


recipiente adequado.
2. Vire a camisa do cilindro (B) de cabeça para baixo.
Mergulhe a gaxeta quadrada (A) no sabão lubrificante
AR54749 e instale sobre a parte externa da camisa.
3. Deslize a gaxeta firmemente para baixo encostando
no rebaixo da camisa. Verifique se a gaxeta não está
torcida.

RG18906 —UN—03AUG10
4. Revista a área de vedação da gaxeta da camisa do
cilindro e os anéis O do bloco com sabão lubrificante.

A—Gaxeta Quadrada B—Camisa do Cilindro

Lubrificação da Camisa do Cilindro

MK41968,0000160 -54-03AUG10-1/1

Pistão — Limpeza

CUIDADO: Sempre siga exatamente as instruções


do fabricante e os procedimentos de segurança.

1. Limpe as ranhuras do anel do pistão usando uma

RG7465 —UN—23NOV97
ferramenta de limpeza da ranhura de anel de pistão.
IMPORTANTE: Quando lavar os pistões, sempre
use uma escova de cerdas duras—NÃO
UMA ESCOVA DE AÇO—para soltar os
resíduos de carbono.
NÃO use jato de vapor nas áreas da Limpeza das Ranhuras do Anel do Pistão
ranhura do anel.

2. Imirja os pistões em solução de 50% de detergente 4. Seque com ar comprimido.


doméstico e água quente por 30 a 60 minutos.
3. Use uma escova de cerdas duras, NÃO UMA ESCOVA
DE AÇO, para soltar os resíduos de carbono.
MK41968,0000162 -54-12AUG10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-030-23 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=143
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

Pistão — Inspeção Visual


Inspecione com cuidado os pistões usando lente de
aumento. Verifique se há:
• sinais de fadiga
• pequenas trincas na cabeça do pistão (A)
• locais de assento de anéis empenados ou quebrados
(B)
• trincas nas extremidades interna e externa do furo do
pino do pistão (C).
• desgaste excessivo na saia do pistão (as marcas da
usinagem original devem ser visíveis)
Se forem detectadas imperfeições, substitua o pistão e a
camisa como um conjunto.

RG18732 —UN—29JUN10
A—Cabeça do Pistão C—Furo do Pino do Pistão
B—Cheios dos Anéis

Pistão (Defeitos Ampliados)

MK41968,0000155 -54-30JUN10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-030-24 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=144
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

Conjunto do Pistão e Biela — Instalação


Ferramentas Especiais:
• JDE84—Compressor de Anel de Pistão
Consumíveis:
• Óleo de Motor, Parafusos da Biela
1. Instalação do Conjunto do Pistão e Biela
a. Revista os pistões, as camisas e o diâmetro interno
do compressor de anel de pistão com óleo limpo
de motor.
b. Escalone as aberturas dos anéis do pistão como
se indica. Posicione a abertura do anel superior
(C) voltada para a frente do motor (A). Posicione a
abertura do 2º anel (D) a 120° da abertura do anel
superior. Posicione a abertura no anel de controle
de óleo (E) a 120° do 2º anel, com a listra branca
do anel expansor posicionada na abertura (F) do
anel de controle de óleo.
c. Posicione cuidadosamente o Compressor do Anel
do Pistão JDE84 com o pistão e biela sobre a
camisa de forma que a palavra "FRONT" (Frente)
na lateral da biela e na lateral das faces do pistão
esteja voltada para a frente do motor.
NOTA: Verifique se a palavra "FRONT" (Frente) na biela
está voltada para a frente do motor.

d. Com o pistão centrado no compressor do anel e


anéis escalonados corretamente, empurre o pistão
para baixo até que o anel superior entre na camisa.
e. Aplique óleo limpo de motor ao inserto da biela e ao
munhão do virabrequim. Puxe cuidadosamente a
biela e inserto contra o munhão do virabrequim.
f. Aplique óleo limpo de motor no inserto do mancal.
Instale as tampas das bielas.
g. Mergulhe os NOVOS parafusos da biela em óleo
de motor limpo e instale.
Aperte os parafusos, aplicando o torque inicial

RG16907 —UN—05MAY09
conforme a especificação:
Especificação
Parafusos da
Biela—Torque........................................... 58 N·m (43 lb-ft) + Giro de 90°

h. Execute Parafuso da Biela - Torque por Giro.


i. Execute Protrusão do Ressalto — Medição. Posição das Aberturas dos Anéis do Pistão
2. Execute Bomba de Óleo — Instalação.
A—Parte Dianteira do Motor D—2º Anel de Compressão
Ferramentas Especiais: B—Superfície Superior do E—Anel Expansor de Controle
• Não há Pistão de Óleo
C—Anel de Compressão F— Marca de Tinta Branca no
Consumíveis: Superior Anel Expansor
• Não há
3. Execute Conjunto do Tubo de Captação de Óleo — • Não há
Instalação.
Consumíveis:
Ferramentas Especiais: • Não há
Continua na próxima página MK41968,00001A1 -54-16FEB11-1/2

CTM104754 (25JUL12) 02-030-25 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=145
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

4. Execute Bandeja de Óleo — Instalação. Ferramentas:


• JD244 — Tirantes de Elevação ou
Ferramentas Especiais: • JDG19 — Suporte Especial
• Não há
Consumíveis:
Consumíveis: • Parafusos do Cabeçote, Junta do Cabeçote, Óleo do
• Não há Motor Diesel SAE30, Anéis O, Parafusos do Coletor
5. Cabeçote dos Cilindros — Instalação. do Líquido de Arrefecimento
MK41968,00001A1 -54-16FEB11-2/2

Conjunto do Pistão e Biela — Remoção


NOTA: Não é necessário remover o motor da máquina
para realizar serviços no cabeçote dos cilindros
em todas as aplicações. Consulte o Manual

RG18568 —UN—25MAY10
Técnico da Máquina sobre o procedimento
de remoção se necessário.

1. Execute Cabeçote dos Cilindros — Remoção.


Ferramentas Especiais:
• JD244—Tirante de Elevação, Dianteiro
• JDG19—Tirante de Elevação, Traseiro Fixação da Camisa do Cilindro

2. Limpe todo o material estranho do cabeçote do bloco A—Parafusos C—Camisas


de cilindros. B—Arruelas
IMPORTANTE: Os parafusos e as arruelas devem ser
apertados conforme a especificação correta
para obter uma leitura precisa ao verificar o 5. Execute Bandeja de Óleo — Remoção.
ressalto da camisa (altura acima do bloco),
como se detalha posteriormente neste grupo. Ferramentas Especiais:
• Não há
3. Use parafusos curtos (A) e arruelas com espessura 6. Execute Conjunto do Tubo de Captação de Óleo —
de 3 mm (1/8 in.) (B) para fixar as camisas de cilindro Remoção.
(C). Fixe cada camisa em dois locais. Aperte os
parafusos com 68 N·m (50 lb-ft). Ferramentas Especiais:
• Não há
NOTA: Não gire o virabrequim com o cabeçote do cilindro
removido, a não ser que as camisas estejam fixadas. 7. Execute Bomba de Óleo — Remoção.

NOTA: Sempre siga as instruções do fabricante Ferramentas Especiais:


fornecidas com o alargador de ressalto. • Não há

4. Remova o carbono do furo da camisa com um


raspador ou um alargador de ressalto. Use ar
comprimido para remover material solto nos cilindros.
Continua na próxima página PU00210,000011F -54-16FEB11-1/3

CTM104754 (25JUL12) 02-030-26 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=146
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

8. Conjunto do Pistão e Biela — Remoção


a. Marque as bielas, os pistões e as tampas para
assegurar a montagem correta no mesmo local.
IMPORTANTE: Mantenha os insertos com
suas respectivas tampas das bielas e

RG18565 —UN—25MAY10
mancais principais.

b. Remova todas as tampas de bielas (A) com


rolamentos.

Remoção do Rolamento e da Capa da Biela

PU00210,000011F -54-16FEB11-2/3

IMPORTANTE: Segure o pistão para evitar que ele


caia. O pistão cai assim que os anéis do
pistão saem da camisa do cilindro.
Se as camisas forem reusadas, tenha o
extremo cuidado de não deixar a biela atingir
o orifício da camisa quando remover o

RG7460 —UN—23NOV97
conjunto de pistões e bielas.

c. Bata levemente no pistão através da parte superior


do bloco de cilindros, por abaixo.
d. Remova os pistões e as bielas do motor.
e. Remova todas as tampas do mancal principal com Batimento do Pistão
o mancal. Remova o virabrequim do motor.
9. Se necessário, execute Conjunto de Pistão e Biela — • JDE85—Expansor de Anel de Pistão (ou)
Desmontagem. • KJD10140—Expansor de Anel de Pistão

Ferramentas Especiais: Se for necessário remover o motor da máquina, consulte


• JDE135—Expansor Universal de Anel de Pistão (ou) o manual técnico da máquina.
PU00210,000011F -54-16FEB11-3/3

CTM104754 (25JUL12) 02-030-27 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=147
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

Conjunto do Pistão e Biela — Remontagem


Ferramentas especiais:
• Não há
Consumíveis:
• Óleo de Motor, Anéis de Pressão do Pistão

RG18567 —UN—14JUL10
IMPORTANTE: Há diferentes fabricantes/números de
peças para os conjuntos de pistão e camisa.
Esses conjuntos não são intercambiáveis.
NÃO misture os conjuntos pistão/camisa
no mesmo motor. Verifique as aplicações
corretas no catálogo de peças.
Conjunto do Pistão e Biela
1. Execute Bucha do Pino do Pistão — Instalação.
Ferramentas especiais: B—Pino do Pistão C—Folga do anel de pressão
• JDG337—Conjunto de Serviço de Buchas de Biela
• JDE98A—Instalador das Buchas do Pino do Pistão
c. Instale NOVOS anéis de pressão do pino do pistão
Consumíveis: com a abertura do anel (C) voltada para baixo na
• Óleo de Motor posição de 06:00 h na parte inferior do pistão (visto
a partir da extremidade da biela) e com o canto vivo
2. Conjunto do Pistão e Biela — Remontagem
do anel voltado para fora do pino do pistão. (Se
IMPORTANTE: Os pistões devem ser instalados os anéis de pressão tiverem cantos vivos nos dois
nas bielas das quais foram removidos, lados, o sentido da instalação não é importante).
e devem ser utilizados anéis de pressão Verifique se os anéis de pressão estão assentados
novos no pino do pistão. nas ranhuras no furo do pino do pistão.
d. Execute Anéis de Pistão — Instalação.
a. Monte os pistões e bielas, verificando se as
Ferramentas especiais:
palavras 'FRONT' (Frente) no pistão e na biela
• JDG1963—Compressor de Anéis do Pistão
estão voltadas para o mesmo sentido.
Consumíveis:
b. Lubrifique o pino de pistão (B) com óleo de motor • Não há
limpo e insira no furo do pino do pistão.
NOTA: Alguns anéis de pressão do pino possuem cantos
vivos nos dois lados. Esses anéis são reversíveis.
MK41968,000016F -54-23AUG10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-030-28 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=148
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

Conjunto do Pistão e da Biela —


Desmontagem
Ferramentas Especiais:
• JDE135—Expansor Universal de Anel de Pistão (ou)
• JDE85—Expansor de Anel de Pistão (ou)
• KJD10140—Expansor de Anel de Pistão

RG7463 —UN—23NOV97
IMPORTANTE: NÃO reutilize os anéis de pistão.

1. Remova os anéis do pistão usando Expansor do Anel


do Pistão JDE135 (indicado), JDE85 ou KJD10140.
2. Remova e descarte os anéis de retenção do pino do
pistão. Remoção dos Anéis do Pistão

3. Separe o pistão da biela. Mantenha essas peças no


lugar com sua respectiva camisa de cilindro.
4. Execute Bucha do Pino do Pistão — Remoção.
Ferramentas Especiais:
• JDG337—Conjunto de Serviço de Buchas de Biela

RG7464 —UN—23NOV97
• JDE98A—Instalador de Buchas

Remoção do Anel de Pressão do Pino do Pistão

PU00210,0000135 -54-23AUG10-1/1

Orifício de Arrefecimento do Pistão —


Limpeza e Inspeção
IMPORTANTE: uma falha no orifício de arrefecimento
do pistão pode danificar os pistões, pinos
de pistões, buchas do pino da biela e

RG18794 —UN—14JUL10
camisas. Se um orifício de refrigeração
ficar bloqueado, haverá baixa pressão de
óleo ou mesmo nenhuma.

1. Inspecione cada orifício de arrefecimento para


verificar se não está entupido ou danificado.
2. Use um arame mole e ar comprimido para limpar o Orifício de Refrigeração do Pistão
orifício (A). Substitua se a condição for questionável.
MK41968,0000163 -54-15JUL10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-030-29 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=149
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

Orifício de Arrefecimento do Pistão —


Instalação
1. Orifício de Arrefecimento do Pistão — Instalação
Ferramentas Especiais:
• Não há

RG18793 —UN—13JUL10
Consumíveis:
• Não há
a. Gire o virabrequim para ter acesso ao apoio de
montagem dos bocais de arrefecimento do pistão
no bloco.
Bocal de Arrefecimento do Pistão
b. Insira a haste saliente dos bocais de arrefecimento
do pistão (Y) nos furos correspondentes do bloco
de maneira que o flange encoste no apoio de X—Parafuso de Montagem Y—Bocal de Arrefecimento do
montagem. Instale os parafusos do bocal (X) e Pistão
aperte conforme a especificação.
Especificação • Não há
Parafuso do Bocal
de Arrefecimento do Consumíveis:
Pistão—Torque....................................................... 16,5 N•m (12.16 lb-ft) • Junta da Bandeja de Óleo, Óleo de Motor •
Composto de Vedação de Junta LOCTITE® 515
2. Execute Bandeja de Óleo — Instalação.
Ferramentas Especiais:
LOCTITE é uma marca registrada da Loctite Corp.
MK41968,0000164 -54-16FEB11-1/1

Orifício de Arrefecimento do Pistão —


Remoção
1. Execute Bandeja de Óleo — Remoção.
Ferramentas Especiais:
• Não há

RG18793 —UN—13JUL10
2. Remoção do Orifício de Arrefecimento do Pistão
a. Gire o virabrequim para ter acesso aos bocais de
arrefecimento do pistão no bloco.
b. Remova o parafuso de montagem (X) e o bocal de
arrefecimento do pistão (Y) de dentro do bloco. Bocal de Arrefecimento do Pistão
c. Execute Orifício de Arrefecimento do Pistão —
Limpeza e Inspeção. X— Parafuso de Montagem Y—Bocal de Arrefecimento do
Pistão

PU00210,0000136 -54-05AUG10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-030-30 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=150
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

Altura do Pistão — Medição


Meça altura do pistão desde o centro do furo do pino do
pistão até o topo do pistão.
Altura do Pistão—Especificação
Pistão—Altura (Medida

RG18640 —UN—04JUN10
do Centro do Furo do
Pino até o Topo do
Pistão)......................................................................72,175—72,225 mm
(2.841—2.843 in.)

Medição da Altura do Pistão

MK41968,0000168 -54-04JUN10-1/1

Pino e Furo do Pistão — Inspeção


NOTA: O pino deve estar em boa condição, sem
desgaste visível.

1. Mergulhe o pino do pistão em óleo de motor limpo.

RG18641 —UN—07JUN10
2. Instale o pino do pistão (X) através do pistão. O pino
deve passar no pistão usando apenas leve pressão
do polegar.
3. Monte o pino nos dois lados. Se o pino entrar
livremente, mas prender no centro, o furo pode estar
cônico (B).
Inspeção do Pino e Furo do Pistão
Além disso, o pino não deve fazer "clique" ou precisar
ser forçado no furo no lado oposto (C).
4. Meça o diâmetro externo do pistão e o diâmetro interno
do furo do pistão. Se qualquer um deles não estiver B C C

RG18646 —UN—11AUG10
dentro das especificações, substitua o pino e o pistão.
Especificação
Pino do Pistão —DE.................................................41,271—41,277 mm
(1.8610—1.8612 in.)
Furo do Pino do
Pistão—DI................................................................41,287—41,293 mm
(1.6254—1.6257 in.)
Pontos de Desgaste do Pino do Pistão

PU00210,000013A -54-03SEP10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-030-31 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=151
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

Pino e Bucha do Pistão — Inspeção


1. Prenda com cuidado o pistão com o pino instalado na
biela numa morsa com mordente macio.
2. Gire a biela para trás e para frente várias vezes para
garantir que a biela se mova livremente no pino do
pistão.
3. Remova e insira novamente o pino de cada lado da
bucha da biela.
Se o pino entrar livremente em uma extremidade, mas
prender na outra, o furo da bucha pode estar cônico
(A).

RG16881 —UN—23MAR09
Se o pino entrar livremente nos dois lados, mas
prender no centro, o furo da bucha pode estar
expandido em boca do sino (B).
4. Meça o diâmetro interno da bucha do pino e o
diâmetro externo do pino do pistão. Compare as
medições com as especificações.
Especificação Verificação do Encaixe do Pino do Pistão na Biela
Pino do Pistão—DE....................41,271—41,277 mm (1.624—1.625 in.)
Bucha do Pino—DI.....................41,287—41,313 mm (1.625—1.626 in.)
Pino da Biela à
A B
Bucha—Espaço de
Lubrificação................................0,016—0,036 mm (0.0006—0.0014 in.)
Limite de Desgaste da

RG18647 —UN—11AUG10
Bucha ..................................................................... 0,050 mm (0.001 in.)

A—Orifício Cônico B—Furo Expandido em Boca


de Sino

Pontos de Desgaste do Furo da Bucha

PU00210,000013B -54-23AUG10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-030-32 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=152
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

Bucha do Pino do Pistão — Instalação


Ferramentas Especiais:
• JD286—Ferramenta da Bucha de Biela
• JDG953—Conjunto de Serviço de Buchas de Biela
Consumíveis:

RG7480 —UN—04NOV97
• Óleo de motor
Encaixe cuidadosamente um chanfro leve na borda do
orifício do pino da haste. Remova todas as rebarbas ou
partes finas da borda do orifício da bucha.
NOTA: As hastes de ponta cônica não têm um orifício
de lubrificação na haste ou na bucha. Bucha do Pino do Pistão na Ferramenta de Instalação

Instalação da Bucha do Pino do Pistão na


Haste de Ponta Cônica
NOTA: JDG953-1, JDG953-2 e JDG738-2 estão contidos
no Conjunto de Serviço de Buchas de Biela JDG953.

RG7481 —UN—04NOV97
1. Deslize a bucha (A) na chave JDG953-1 (B) e instale
o Piloto Instalador JDG738-2 (C) na extremidade do
anel O da chave. Aplique óleo de motor limpo ou graxa
no diâmetro externo da bucha nova, do anel piloto e
no diâmetro interno do orifício do pino da haste.
2. Insira a chave no orifício do pino da haste, de modo
que os pilotos do anel piloto no orifício da haste e o Copo Receptor na Haste da Conexão
cone da bucha alinhem-se com o cone no flange da
chave.
A—Bucha do Pino do Pistão C—JDG738-2 Piloto Instalador
3. Instale o Copo Receptor (D) JDG953-2 no lado oposto B—Instalador JDG953-1 D—Copo Receptor JDG953-2
da haste.
4. Pressione a bucha para dentro do orifício da haste
até que a borda da bucha esteja nivelada ou apenas Especificação
levemente abaixo da superfície da haste. Pino da Biela à Bucha
(Extremidade Cônica
5. Uma vez instalada na haste de conexão, a bucha do Pino)—Espaço de
nova deve ser perfurada com precisão por uma oficina Lubrificação.................................................................. 0,023 - 0,055 mm
especializada de máquinas para obter a folga de óleo (0.0009—0.0021 in.)
especifica com o pino do pistão.
Continua na próxima página PU00210,000013C -54-16FEB11-1/2

CTM104754 (25JUL12) 02-030-33 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=153
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

Instalação da Bucha do Pino do Pistão na Haste


da Extremidade Reta do Pino
IMPORTANTE: Os orifícios (A) do óleo DEVEM
ser alinhados. Se os furos não estiverem
alinhados, remova e descarte a bucha. Instale
uma nova bucha. NÃO tente reutilizar a

RG7482 —UN—04NOV97
bucha. Instale a bucha na haste.

1. Use o Removedor e Instalador de Bucha do Pino do


Pistão JD286 (JD-286)1 para o pino de 41 mm (1.6 in.)
e para o pino de 35 mm (1.3 in.) para instalar a bucha.
2. Pressione a bucha para dentro do orifício da haste
até que a borda da bucha esteja nivelada ou apenas Bucha do Pino do Pistão e Orifícios do Óleo da Haste
levemente abaixo da superfície usinada na face da
haste. Especificação
3. Tire a haste da área de pressão. Pino da Biela à Bucha
(Extremidade Reta
4. O diâmetro interno da bucha nova deve ser perfurado do Pino)—Espaço de
com precisão por uma oficina especializada de Lubrificação................................................................. 0,016 – 0,036 mm
máquinas de acordo com as especificações. (0.0006—0.0014 in.)

1
Encomende JD-286 quando a ferramenta for encomendada através
do European Parts Distribution Center (EPDC)
PU00210,000013C -54-16FEB11-2/2

Bucha do Pino do Pistão — Remoção


Ferramentas Especiais:
• JD286—Ferramenta da Bucha de Biela
• JDG953—Conjunto de Serviço de Buchas de Biela
Remoção da Bucha do Pino do Pistão na Haste

RG7476 —UN—23NOV97
da Extremidade Cilíndrica do Pino
Use o Extrator e Instalador de Pinos e Buchas do Pistão
JD286 (JD-286) 1 para remover a bucha.

Haste da Extremidade Cilíndrica do Pino

1
Encomende JD-286 quando a ferramenta for encomendada através
do European Parts Distribution Center (EPDC)
Continua na próxima página MK41968,00001AD -54-16FEB11-1/2

CTM104754 (25JUL12) 02-030-34 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=154
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

Remoção da Bucha do Pino do Pistão na Biela


da Extremidade Cônica do Pino
1. Selecione o Instalador JDG953-1 (A) e o Copo
Receptor JDG953-2 (B) do Conjunto de Serviço de
Buchas de Biela JDG953 para remover a bucha (C)

RG19063 —UN—27AUG10
da haste cônica.
2. Deslize o extrator para dentro de um lado da bucha
biela. Gire o instalador até que o chanfro do ressalto
do instalador coincida com o chanfro na bucha.
3. Instale o copo receptor no lado oposto da bucha da
biela.
Biela da Extremidade Cônica do Pino
NOTA: Aperte a biela nos protetores adequados
localizados no recipiente.

IMPORTANTE: Se a bucha estiver muito desgastada,


a chave pode encostar no diâmetro externo
do furo da biela. Cuidado para não

RG19064 —UN—27AUG10
danificar o furo da biela.

4. Usando uma prensa hidráulica, pressione a bucha


retirando-a da biela até o instalador e a bucha caírem
dentro do copo receptor.
5. Execute Pino e Bucha do Pistão — Inspeção.
Biela da Extremidade Cônica do Pino
A—Instalador JDG953-1 C—Bucha
B—Copo Receptor JDG953-2

MK41968,00001AD -54-16FEB11-2/2

CTM104754 (25JUL12) 02-030-35 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=155
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

Ressalto do Pistão — Medição


Ferramentas Especiais:
• JDG451—Medidor de Altura da Camisa do Pistão
1. Pressione para baixo no topo do pistão para remover
folgas de óleo antes de medir o ressalto do pistão.

RG18649 —UN—08JUN10
NOTA: Se o JDG451 não estiver disponível, o ressalto
do pistão pode ser medido com um relógio
comparador com base magnética.

2. Use o dosador de Altura JDG451 (ou use um relógio


comparador com base magnética) para medir o
ressalto do pistão. Coloque o medidor na parte Medição do Ressalto do Pistão com JDG451
superior do bloco de cilindros de forma que o monitor
possa ser zerado na parte superior do bloco.
5. Meça o ressalto do pistão e compare com as seguintes
NOTA: A altura do pistão deve ser verificada em especificações.
seu diâmetro externo. Se o ressalto estiver fora das especificações, verifique
as dimensões do pistão, biela, bloco de cilindros,
3. Posicione o medidor perpendicular ao pistão, o mais virabrequim e mancais para determinar a causa.
perto possível da linha de centro do pino do pistão.
Enquanto pressiona o medidor para baixo, gire o Ressalto do Pistão—Especificação
virabrequim até o pistão ficar na posição PMS. Pistão—Ressalto..............................................................0,57—0,81 mm
(0.022—0.031 in.)
Meça a altura do pistão em várias posições ao redor
do diâmetro externo.
4. O ressalto do pistão deve estar dentro das
especificações para impedir que o pistão encoste na
válvula.
MK41968,0000171 -54-23AUG10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-030-36 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=156
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

Anéis de Pistão — Instalação


Ferramentas Especiais:
• JDE85 ou JDE135 — Expansor do Anel do Pistão
Consumíveis:
• Não há
IMPORTANTE: O anel superior (C) pode ser
identificado por uma única marca de punção.
O lado do anel com a marca de punção fica
voltado para a PARTE SUPERIOR DO PISTÃO.

RG18897 —UN—02AUG10
O segundo anel (B) é identificado por
marcas duplas de punção e as marcas de
punção devem estar viradas para a PARTE
SUPERIOR DO PISTÃO.
O anel de controle de óleo (A) não possui uma
marca de alinhamento uma vez que é simétrico. Anéis de Pistão

1. Instale o anel de expansão de controle de óleo


número 3 (A) na ranhura inferior do pistão.
2. Instale o anel de compressão número 2 (B), na
ranhura intermediária do pistão, com as marcas de
punção viradas para a parte superior do pistão.

RG18896 —UN—02AUG10
3. Instale o anel de compressão número 1 (D), na
ranhura superior do pistão, com a marca de punção
virada para a parte superior do pistão.
4. Antes de instalar o pistão na biela, posicione as
aberturas dos anéis de pistão a 120° uma da outra.
Para ter mais informações, consulte Conjunto do Instalação dos Anéis de Pistão
Pistão e Biela — Instalação na Seção 02, Grupo 030.
A—Controle do Óleo e Anel de C—Anel de Compressão
Expansão Superior
B—Anel de Compressão
Central (segundo)

MK41968,0000170 -54-14SEP11-1/1

Saia do Pistão — Medição


1. Meça a saia do pistão (B) a 90° do furo do pino do
pistão e a 11 mm (0.433 in.) a partir da parte inferior
do pistão (A). Anote os resultados da medição.
Especificação
RG18895 —UN—02AUG10
Saia do Pistão, a
11 mm [0.433 in.]
da parte inferior do
pistão—Diâmetro..................................................106,381—106,399 mm
(4.188—4.189 in.)

2. Registre as medições e compare com a medição


obtida na camisa correspondente.
Medição da Saia do Pistão
A—Altura da Medição B—Saia do Pistão

MK41968,0000167 -54-02AUG10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-030-37 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=157
Bloco, Camisas, Pistões e Hastes do Cilindro

Pistão à Camisa — Verificação de Folga


1. Execute Saia do Pistão — Medição.
Registre as medições e compare com a medição
obtida na camisa correspondente. A C
Especificação
Saia do Pistão, a
11 mm [0.433 in.]
da parte inferior do
pistão—Diâmetro..................................................106,381—106,399 mm
(4.188—4.189 in.)

IMPORTANTE: SEMPRE meças as camisas em B D

RG16880 —UN—23MAR09
temperatura ambiente.

2. Meça o furo do cilindro paralelo ao pino do pistão na


extremidade superior do curso do anel (A).
3. Medição do furo na mesma posição, na extremidade
inferior do curso do anel (B).
4. Medição do furo em ângulo reto com o pino do pistão Medição do Diâmetro Interno da Camisa
na extremidade superior do curso do anel (C).
5. Medição do furo na mesma posição, na extremidade Camisa do Cilindro
inferior do curso do anel (D). (Superior ou
Inferior)—Ovalização
6. Compare as medições A, B, C e D para determinar se Máxima.................................................................. 0,025 mm (0.0009 in.)
a camisa está cônica ou ovalizada. Camisa do
Cilindro—Conicidade
7. Compare o diâmetro interno da camisa com o diâmetro
Máxima........................................................................ 0,1 mm (0.004 in.)
externo do pistão correspondente. Substitua o pistão
Folga entre o Pistão e
e as camisas (como um conjunto) se excederem as
a Camisa (Medida na
especificações de desgaste fornecidas.
Parte Inferior da Saia do
Especificação Pistão)—Folga..............................................................0,081—0,139 mm
Camisa do Cilindro—DI...............106,48 - 106,52 mm (4.192 - 4.194 in.) (0.0031—0.0054 in.)

PU00210,000013E -54-23AUG10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-030-38 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=158
Grupo 040
Virabrequim, Mancais Principais e Volante
Verificação do Espaço de Lubrificação do
Mancal Principal
NOTA: O uso do PLASTIGAGE® indica o desgaste
(espaço de lubrificação entre o virabrequim e o
mancal) mas não indica o estado da superfície

RG18930 —UN—09AUG10
do mancal ou do munhão.

1. Coloque uma tira de PLASTIGAGE® no centro da


tampa do mancal principal (com inserto) a cerca de
três quartos da largura do mancal ou no munhão do
virabrequim, para medir o espaço de lubrificação.
2. Use óleo limpo (SAE30) no PLASTIGAGE® para Verificação do Espaço de Lubrificação do Mancal
evitar manchas.
3. Instale a capa e aperte os parafusos com 135 N·m
Especificação
(100 lb-ft).
Mancal Principal
4. Remova a tampa e compare a largura do ao Munhão do
PLASTIGAGE® com a escala fornecida no pacote de Virabrequim—Espaço
determinação do espaço de óleo. de Lubrificação.............................................................0,041—0,109 mm
(0.0016—0.0043 in.)

PLASTIGAGE é uma marca comercial registrada da DANA Corp.


RE38635,0000023 -54-09AUG10-1/1

Virabrequim — Verificação da Folga


Ferramentas:
• Não há
Consumíveis:
• Não há

RG18914 —UN—05AUG10
Meça a folga antes de remover o virabrequim, para
determinar o estado dos rolamentos axiais.
1. Posicione o relógio comparador na face de contato do
volante, da ponta do virabrequim, do amortecedor ou
do conjunto da polia dianteira, se instalado.
Verificação da Folga do Virabrequim

Continua na próxima página RE38635,000001B -54-29MAR11-1/2

CTM104754 (25JUL12) 02-040-1 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=159
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

IMPORTANTE: Não aplique pressão demais ao


virabrequim, pois isso poderia danificar
os rolamentos.

2. Usando um pé-de-cabra (A), empurre com cuidado o


virabrequim o mais possível para a traseira do motor.

RG18915 —UN—05AUG10
3. Zere a leitura do relógio comparador.
4. Leve o virabrequim com cuidado o mais possível para
a dianteira. Anote a leitura do monitor. Se a folga não
estiver dentro das especificações, instale rolamentos
axiais novos.
Especificação Force o Virabrequim para a Traseira do Motor
Virabrequim—Folga...........................0,03—0,36 mm (0.001—0.014 in.)

A—Pé-de-Cabra

RE38635,000001B -54-29MAR11-2/2

Virabrequim — Especificações de Retífica


Tamanho do Mancal Diâmetro Externo do Munhão Principal do Diâmetro Externo do Munhão da Biela no
Virabrequim Virabrequim
Padrão .................................................. 79,324—79,350 mm 77,800—77,826 mm
(3.1229—3.1240 in.) (3.0629—3.0640 in.)
0,25 mm (0.010 in.) Abaixo da nominal .......... 79,074—79,100 mm 77,550—77,576 mm
(3.1131—3.1141 in.) (3.0531—3.0541 in.)

Acabamento Superficial (AA) do Munhão Principal e do Munhão da Polimento 0,20 µm (8 AA)


Biela ....................................................................................
Acabamento da Superfície de Escora (AA) .................................... Polimento 0,40 µm (16 AA)
Largura do Munhão do Mancal Axial ............................................ 38,952—39,028 mm (1.5335—1.5365 in.)

Sentido de Rotação do Virabrequim (visto da extremidade do volante).


................................................................................. Sentido Horário
Retífica
Lapeamento ........................................................................... Sentido Anti-Horário
Tempo do Motor ...................................................................... 127 mm (5.00 in.)

Batimento Circular Máximo (Concentricidade) do Munhão Principal 0,05 mm (0.0019 in.)


Relativo aos Munhões Nº 1 e Nº 7 (6,8 L) ou Nº 1 e Nº 5 (4,5 L) ...........

Batimento Máximo do Munhão Principal (Concentricidade) Entre 0,025 mm (0.0009 in.)


Munhões Adjacentes.................................................................

RG19661,000030F -54-29MAR11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-040-2 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=160
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

Virabrequim — Inspeção uma dessas condições existir, substitua o virabrequim


pois o tratamento térmico provavelmente pode ter
NOTA: Caso se perceba, durante a desmontagem, sido prejudicado.
que o amortecedor de vibrações está danificado,
recomenda-se fazer um teste de magnaflux no 4. Inspecione a engrenagem dianteira do virabrequim
virabrequim. Esse procedimento indicará se quanto a trincas, dentes lascados ou desgaste
há trincas ou fissuras microscópicas. Consulte excessivo. Substitua a engrenagem conforme
Amortecedor de Vibração do Virabrequim — necessário.
Inspeção na Seção 02, Grupo 040.
5. Inspecione o rasgo de chaveta quanto a existência
1. Limpe completamente o virabrequim. Elimine de trincas ou desgaste. Substitua o virabrequim
restrições em todas as passagens de óleo. conforme necessário.

IMPORTANTE: Pequenas trincas podem não 6. Inspecione cuidadosamente o cubo traseiro do


ser visíveis. Use um método como o de virabrequim na área da superfície de contato da
Partículas Magnéticas Fluorescentes. Este vedação de óleo traseira quanto a asperezas ou
método magnetiza o virabrequim, empregando ranhuras. Quaisquer imperfeições nessa área
partículas magnéticas fluorescentes que resultarão em vazamento de óleo. Pequenas cristas
brilham sob uma "luz negra". O virabrequim podem ser eliminadas com lixa fina ou lixa d’água.
deve ser desmagnetizado após a inspeção. 7. Verifique cuidadosamente o virabrequim quanto a
trincas na área dos furos do munhão da biela e nos
2. Inspecione o virabrequim quanto a sinais de tensão filetes do munhão. Substitua o virabrequim se for
de carga, trincas, arranhões ou riscos no munhão. encontrada alguma trinca.
Substitua o virabrequim se forem encontradas trincas.
3. Verifique cada munhão quanto à existência de
superaquecimento ou descoloração excessivos. Se
RG19661,000030E -54-25OCT11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-040-3 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=161
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

Virabrequim — Instalação
Ferramentas:
• Não há
Consumível:
• Óleo de Motor SAE 30W
1. Remova todos os detritos, óleo e filme das superfícies
do furo do mancal principal do bloco de cilindros e
capas de mancal.
NOTA: Não aplique óleo à superfície do diâmetro externo
dos mancais principais e rolamentos axiais.

2. Instale a metade superior do rolamento axial (F) na


sede do rolamento traseiro do bloco de cilindros.
3. Instale a metade inferior do rolamento axial (E) na
tampa do rolamento axial correspondente.
4. Instale a metade superior dos seis rolamentos
principais (D) nas sedes de rolamento principal do
bloco de cilindros.

RG18910 —UN—04AUG10
5. Instale a metade inferior dos seis rolamentos principais
(C) nas tampas de rolamento correspondentes (B).
6. Lubrifique o diâmetro interno das metades dos
rolamentos axiais e mancais principais e o diâmetro
externo dos munhões do mancal principal do
virabrequim com óleo SAE 30W limpo. Conjunto do Virabrequim

CUIDADO: O virabrequim é pesado. Planeje


um procedimento de elevação adequado para
evitar acidentes pessoais.

7. Posicione com cuidado o virabrequim no bloco de

RG18901 —UN—03AUG10
cilindros com um guincho e uma linga de elevação.
IMPORTANTE: Verifique se as tampas do rolamento
principal estão instaladas nos locais de onde
foram removidas. A seta na tampa deve
apontar para a DIANTEIRA do motor.

8. Posicione as tampas de mancal na sequência Instalação do Virabrequim no Bloco de Cilindros


numerada e orientadas no sentido correto sobre os
munhões do mancal principal no virabrequim.
A—Parafusos do Mancal -14- D—Metade do Mancal Principal
9. Imerja os parafusos da tampa do mancal principal (A) B—Tampas de Rolamento — — Superior
em óleo de motor limpo e deixe o excesso de óleo Seis Principais e Um Axial E—Metade do Rolamento Axial
C—Metade do Mancal Principal — Inferior
escorrer. — Inferior F— Metade do Rolamento Axial
— Superior
IMPORTANTE: Não use chaves pneumáticas para
instalar os parafusos do mancal principal,
pois poderá danificar as roscas.
12. Aperte todos os 12 parafusos do mancal principal —
10. Instale manualmente os 14 parafusos através das não do rolamento axial — conforme a especificação
tampas de mancal no bloco de cilindros. inicial.
11. Pressione as tampas para dentro do bloco até Especificação
encostarem na sede da tampa do mancal no bloco 12 Parafusos —
de cilindros. Tampas do Mancal
Principal—Torque Inicial............................................. 20 N·m (177 lb-in.)

Continua na próxima página RG19661,0000302 -54-27MAR12-1/3

CTM104754 (25JUL12) 02-040-4 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=162
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

IMPORTANTE: NÃO force pela arruela de encosto ao


movimentar o virabrequim para frente e para
trás para alinhar os rolamentos axiais.

13. Desloque a tampa do rolamento axial para trás do


bloco de cilindros aplicando uma força axial na frente

RG18915 —UN—05AUG10
do virabrequim.
14. Aplique força axial para frente no virabrequim para
alinhar as superfícies superior e inferior das metades
do rolamento axial.
15. Aperte os dois parafusos do rolamento axial conforme
a especificação inicial.
Force o Virabrequim para a Traseira do Motor
Especificação
2 Parafusos — Tampa do
Rolamento Axial—Torque
Inicial.......................................................................... 20 N·m (177 lb-in.)

16. Verifique se a folga do virabrequim está conforme as


especificações.

RG18914 —UN—05AUG10
Especificação
Virabrequim—Folga...........................0,03—0,36 mm (0.001—0.014 in.)

17. Verifique se o virabrequim gira livremente.


18. Aperte todos os parafusos conforme a especificação.
Especificação Verificação da Folga do Virabrequim
Parafusos do Mancal
Principal e Rolamento
Axial -14-—Giro de A—Pé-de-Cabra
Torque Final....................... 70 N•m (52 lb-ft) mais 90° de volta adicional.

19. Instale as tampas das bielas e os rolamentos. Consulte Instalação do Conjunto de Pistão e Biela no
Instale os parafusos e aperto conforme especificado. Grupo 030.
Continua na próxima página RG19661,0000302 -54-27MAR12-2/3

CTM104754 (25JUL12) 02-040-5 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=163
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

Virabrequim — Remoção
Ferramentas:
• Não são requeridas ferramentas especiais
Consumível:
• Não são requeridos consumíveis
1. Remova a placa dianteira do motor. Consulte Placa
Dianteira do Bloco de Cilindros — Remoção no Grupo
050.
2. Remova o alojamento do volante e o volante. Consulte
Alojamento do Volante — Remoção e Volante —
Remoção neste grupo.
NOTA: Ao remover o virabrequim, deixe as tampas
do mancal principal dianteira e traseira
instaladas até que todas as tampas da biela
tenham sido removidas.

3. Solte os parafusos da biela e remova as tampas e


rolamentos da biela. Deixe de lado na ordem em que

RG18910 —UN—04AUG10
foram removidas do motor.
4. Solte os parafusos da tampa do mancal (A). Consulte
Mancais Principais do Virabrequim—Remoção neste
grupo. Remova as tampas do mancal principal e do
rolamento axial e as metades inferiores do mancal
principal e do rolamento axial.
Conjunto do Virabrequim
CUIDADO: O virabrequim é muito pesado.
Planeje um procedimento de manuseio seguro
para evitar acidentes pessoais.

5. Prenda uma linga de elevação no virabrequim. Usando


um equipamento de elevação adequado, suspenda

RG18901 —UN—03AUG10
cuidadosamente o virabrequim, removendo-o do
bloco de cilindros.
6. Limpe o virabrequim, especialmente as passagens de
óleo, usando solvente e ar comprimido.
7. Coloque o virabrequim sobre blocos em V limpos.
8. Se os insertos do mancal precisarem de substituição, Remoção do Virabrequim
remova-os do bloco de cilindros. Ou deixe os insertos
no bloco até medir os DI na montagem.
A—Parafusos da Tampa do D—Metade do Mancal Principal
Mancal — Superior
B—Tampas de Mancal E—Metade do Rolamento Axial
C—Metade do Mancal Principal — Inferior
— Inferior F— Metade do Rolamento Axial
— Superior

RE38635,0000013 -54-11FEB11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-040-6 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=164
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

Vedação de Óleo Dianteira do Virabrequim


— Instalação
Ferramentas:
• Instalador da Vedação Dianteira JDG954B
Consumíveis:

CD30982 —UN—07SEP07
• Limpador de freio, limpador de ignição ou equivalente
• Lixa de esmeril de granulação média
1. Inspecione e limpe o furo da vedação na tampa da
engrenagem de distribuição e na ponta do virabrequim.
Verifique se não há farpas ou rebarbas. Utilize uma
lixa de esmeril de aspereza média para alisar as
Instalação de parafusos especiais e do adaptador na
áreas irregulares. Limpe todas as superfícies com um ponta cônica do virabrequim
limpador de freio, limpador de ignição ou equivalente
e passe um pano limpo antes de instalar a vedação.
2. Instale o Parafuso Forçador JDG954-8 (A) na
extremidade do virabrequim até que o parafuso se
assente na parte inferior do virabrequim.

RG19059 —UN—25AUG10
3. Coloque o Adaptador JDG954-7 (B) no parafuso
forçador e prenda com a porca (C).
IMPORTANTE: A orientação da vedação é crítica. O
lado da vedação com ranhura deve estar voltado
para fora e está marcado "OUTSIDE" (para fora).

4. Posicione a vedação na ponta do virabrequim. Colocação da vedação e do instalador


5. Se necessário, coloque o Espaçador JDG954-4 (E) no
adaptador.
6. Posicione o Instalador JDG954-5 (F) sobre o
adaptador.
7. Aperte a porca até a vedação (D) estar rente à tampa

CD30984 —UN—11SEP07
da engrenagem de distribuição.
8. Execute Amortecedor de Vibração — Instalação
9. Execute Correia do Ventilador — Instalação

A—Parafuso Forçador D—Vedação de óleo/luva de


JDG954-8 desgaste unificadas
Uso do Espaçador JDG954-4
B—Adaptador JDG954-7 E—Espaçador JDG954-4
C—Porca F— Instalador JDG954-5

RG18472 —UN—20JUL10

Vedação Dianteira Instalada

RG19661,00002FE -54-29MAR11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-040-7 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=165
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

Vedação de Óleo Dianteira do


Virabrequim—Remoção
Ferramentas:
•JDG11206 — Extrator da Vedação Dianteira
Consumíveis:

RG18467 —UN—19JUL10
• Não há
1. Instalação Anel extrator da vedação JDG11206 (A)
sob o lábio de desgaste dianteiro. Instale o conjunto
do parafuso forçador e outro anel (A).
2. Mantendo a ferramenta em linha com a vedação,
aperte manualmente a braçadeira (B) para segurar os Instalação do Extrator da Vedação Dianteira JDG11206
anéis no lugar.
3. Gire o parafuso forçador até remover a vedação do
virabrequim.

A—Anéis Extratores B—Braçadeira

RG18466 —UN—19JUL10
Extrator da Vedação Dianteira JDG11206

RG18468 —UN—19JUL10
Vedação Dianteira Removida

RG19661,00002FD -54-29MAR11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-040-8 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=166
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

Engrenagem do Virabrequim — Instalação


Ferramentas:
• Adaptador JDG954-8
• Instalador JDG954-1

RG7533 —UN—05NOV97
Consumíveis:
• Não há
IMPORTANTE: Se for usado calor de chama,
verifique se a engrenagem está aquecida
uniformemente em volta da circunferência.
NÃO SUPERAQUEÇA CONSULTE O AVISO. O
superaquecimento também pode prejudicar o Ferramenta Adaptadora da Engrenagem do Virabrequim
tratamento térmico da engrenagem.

CUIDADO: O óleo ou seus gases podem


entrar em combustão acima de 193°C (380°F).
Use um termômetro e não exceda 182 °C
(360 °F). Não permita que um elemento de

RG7534 —UN—05NOV97
aquecimento fique em contato direto com
o óleo. Aqueça o óleo em uma área bem
ventilada. Planeje um procedimento seguro de
execução para evitar queimaduras.

1. Aqueça a engrenagem do virabrequim a 148°C (300°F)


usando óleo aquecido ou aquecimento em forno.
Chave Woodruff/Ferramenta de Instalação da Engrena-
2. Instale o adaptador da ferramenta JDG954-8 (A) na gem do Virabrequim
ponta do virabrequim até o adaptador assentar na
parte inferior do virabrequim. A—Mostrado o Adaptador C—Instalador JDG954-1
JDG954-2
IMPORTANTE: Ao instalar a engrenagem, não faça B—Chave Woodruff
um sulco ou entalhe no flange do virabrequim.

NOTA: O lado chanfrado da engrenagem deve ser


instalado voltado para o motor. 6. Consulte o grupo apropriado para concluir a
montagem final das peças que foram removidas para
3. Coloque a engrenagem no flange do virabrequim. acessar a engrenagem do virabrequim.
Verifique se a chave Woodruff (B) no virabrequim está
7. Execute Bomba de Óleo — Instalação.
adequadamente alinhada à chaveta na engrenagem.
8. Execute Tampa da Engrenagem de Distribuição —
4. Instale o Instalador JDG954-1 (C) sobre o adaptador.
Instalação no Grupo 050.
5. Aperte a porca no sentido horário até assentar
firmemente no flange do virabrequim. Deixe a
engrenagem esfriar antes de remover o instalador.
RE38635,0000017 -54-29APR11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-040-9 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=167
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

Engrenagem do Virabrequim — Remoção


Ferramentas:
• Dispositivo de Extração D01218AA
• Extrator D01200AA

RG7529 —UN—05NOV97
Consumíveis:
• Não há
1. Trave o motor no PMS de compressão do Nº 1.
2. Execute Tampa da Engrenagem de Distribuição —
Remoção no Grupo 050.
3. Execute Bomba de Óleo — Remoção Extrator da Engrenagem do Virabrequim

4. Remova a engrenagem intermediária superior, a


engrenagem intermediária inferior e o eixo. A—Acessório de Extração B—Extrator

5. Remova a engrenagem da bomba de combustível de


alta pressão. 6. Instale o Dispositivo de Extração Nº 1123 (D01218AA)
NOTA: Os virabrequins com ponta cônica DEVEM ter um (A) ou maior na engrenagem do virabrequim.
protetor de rosca instalado na ponta antes de usar o 7. Instale o Extrator D01200AA (B). Remover a
extrator para remover a engrenagem do virabrequim. engrenagem do virabrequim.
RE38635,0000016 -54-29APR11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-040-10 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=168
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

Retífica do Virabrequim — Orientações


IMPORTANTE: A retífica do virabrequim só deve ser
feita por pessoal experiente em equipamento
capaz de manter a dimensão do virabrequim e
as especificações de acabamento. Os munhões

RG7536A —UN—23NOV97
do virabrequim possuem filetes rebaixados e
laminados (A). NÃO RETIFIQUE dentro dessa
área de corte inferior quando forem usados
mancais de menor dimensão.

As superfícies de munhão do virabrequim têm


microacabamento.
Filetes do Munhão do Mancal Principal do Virabrequim
IMPORTANTE: Se forem instalados mancais abaixo
das dimensões, verifique novamente a folga
entre o mancal e o munhão. Se o espaço de A—Filetes
óleo não estiver nas especificações, haverá
desgaste prematuro dos mancais e munhões.
3. Dê polimento ou lapeie as superfícies retificadas para
Se o virabrequim precisar de retífica, siga as seguintes o acabamento especificado, para evitar desgaste
Instruções recomendadas: excessivo dos munhões.
1. Compare as medições do munhão do virabrequim, 4. Esmerilhe a borda de todos os furos das superfícies
tomadas durante a inspeção e determine quanto os do munhão para obter um raio de aproximadamente
munhões devem ser retificados. 1,50 mm (0.060 in.).
2. Retifique todos os munhões principais ou todos os 5. Quando terminar a retífica, inspecione o virabrequim
munhões de bielas para a mesma dimensão. com o método de partículas magnéticas ou outro
similar, para determinar se existem rachaduras devido
IMPORTANTE: Cuidado para evitar aquecimento à retífica.
localizado, que em geral produz rachaduras
de retífica. Use líquido de arrefecimento em 6. Desmagnetize o virabrequim após a inspeção.
abundância para resfriar o virabrequim durante a
retífica. NÃO force o rebolo na peça. Retifique o 7. Limpe totalmente o virabrequim e as passagens de
virabrequim com os munhões girando no sentido óleo com solvente. Seque com ar comprimido.
anti-horário, visto desde a extremidade dianteira
do virabrequim. Lapeie ou dê polimento nos
munhões no sentido oposto da retífica.
RE38635,000001C -54-29MAR11-1/1

Munhões do Virabrequim — Medições Após


a Montagem
RG19661,000030D -54-29MAR11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-040-11 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=169
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

Tampas do Mancal Principal do Virabrequim


— Instalação
1. Remova todos os detritos, óleo e filme das superfícies
do furo do mancal principal do bloco de cilindros e
capas de mancal.
2. Instale os mancais principais e rolamentos axiais.
Consulte Virabrequim — Instalação neste grupo.
3. Lubrifique o diâmetro interno das metades dos
rolamentos axiais e mancais principais e o diâmetro
externo dos munhões do mancal principal do
virabrequim com óleo SAE 30W limpo.

A—Parafusos do Mancal -14- D—Metade do Mancal Principal


B—Tampas — 6 do Mancal — Superior
Principal e 1 do Rolamento E—Metade do Rolamento Axial
Axial — Inferior
C—Metade do Mancal Principal F— Metade do Rolamento Axial
— Inferior — Superior

RG18910 —UN—04AUG10
Conjunto do Virabrequim

RE38635,000002F -54-16FEB11-1/2

IMPORTANTE: Verifique se as tampas do mancal


principal estão instaladas nos locais de onde
foram removidas. A seta na tampa deve
apontar para a DIANTEIRA do motor.

4. Posicione as tampas de mancal na sequência

RG18931 —UN—09AUG10
numerada e orientadas no sentido correto sobre os
munhões do mancal principal no virabrequim.
5. Imirja os parafusos da tampa do mancal principal (A)
em óleo de motor limpo e deixe o excesso de óleo
escorrer.
IMPORTANTE: Não use chaves pneumáticas para
Marcações da Tampa do Mancal Principal
instalar os parafusos dos mancais principais,
pois a rosca pode ser danificada.
A—Seta Direcional (Frente do B—Número do cilindro
6. Instale manualmente os 14 parafusos através das Motor)
tampas de mancal no bloco de cilindros.
7. Pressione as tampas para dentro do bloco até
encostarem na sede da tampa do mancal no bloco 8. Aperte os parafusos conforme a especificação e
de cilindros. verifique a folga do virabrequim. Consulte Virabrequim
— Instalação neste grupo.
RE38635,000002F -54-16FEB11-2/2

CTM104754 (25JUL12) 02-040-12 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=170
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

Tampa do Mancal Principal do Virabrequim


— Especificações do Furo de Linha
1. Execute Tampa do Rolamento Principal do
Virabrequim — Remoção.

RG18902 —UN—03AUG10
IMPORTANTE: Mantenha os insertos do mancal na
ordem correta se forem reutilizados.

2. Remova os insertos de mancal das tampas de mancal


e do bloco de cilindros.
3. Limpe as tampas de mancal e inspecione-a quanto a
danos. Remova pequenas rebarbas e entalhes das
Medição do Diâmetro Interno da Tampa do Mancal
superfícies planas com uma lima. Use uma lixa de
polimento de grão médio para limpar as superfícies
curvas do mancal. principal no cabeçote do bloco é alterada. Se
a dimensão estiver abaixo da especificação,
4. Instale as tampas de mancal, sem os mancais, no os pistões encostam no cabeçote de cilindros.
bloco de cilindros. Aperte os parafusos conforme a Os orifícios em linha do mancal principal
especificação. devem ser feitos SOMENTE por pessoas com
Especificação experiência em equipamentos capazes de
Tampas de Mancal manter as especificações do orifício.
Principal — Torque—Giro
de Torque........................................................ 40 N•m (30 lb-ft) mais 60° 6. Se o furo do mancal principal tiver sido reusinado,
verifique a linha de centro do furo do mancal principal
5. Medição do DI dos furos da tampa do mancal. em relação à medida no cabeçote do bloco de cilindros.
Especificação Especificação
Furo do Mancal Principal Linha de Centro do Furo
do Virabrequim — sem do Mancal Principal ao
mancais—Diâmetro Cabeçote do Bloco de
Interno......................................84,455—84,481 mm (3.325 — 3.326 in.) Cilindros—Distância............. 337,896 a 337,972 (13.3029 a 13.3059 in.)
IMPORTANTE: Quando o bloco de cilindros é furado
em linha, a dimensão do furo do mancal
PU00210,0000165 -54-19OCT11-1/1

Tampas do Mancal Principal do Virabrequim


— Remoção
1. Drene o óleo do cárter do motor e remova a bandeja
de óleo.

RG18931 —UN—09AUG10
2. Remova a tampa da engrenagem de distribuição.
Consulte Tampa da Engrenagem de Distribuição —
Remoção no Grupo 050.
3. Remova a placa dianteira do bloco de cilindros.
Consulte Placa Dianteira do Bloco de Cilindros —
Remoção no Grupo 050.
4. Remova a carcaça do volante. Consulte Alojamento Marcações da Tampa do Mancal Principal
do Volante — Remoção neste grupo.
5. Remova as bielas do virabrequim. Consulte Pistões e A—Seta Direcional (Frente do B—Número do cilindro
Motor)
Bielas — Remoção no Grupo 030.
NOTA: Quando for necessário remover o virabrequim,
deixe as tampas do mancal principal dianteira 6. Verifique, nas tampas do mancal principal, as setas
e traseira instaladas até que todas as tampas fundidas na tampa do mancal principal, bem como os
da biela sejam removidas. números estampados na tampa e no trilho da bandeja
de óleo. A seta aponta para a dianteira do motor.
Continua na próxima página RE38635,0000022 -54-09AUG10-1/2

CTM104754 (25JUL12) 02-040-13 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=171
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

7. Remova as tampas do mancal estendendo os


parafusos (C) e forçando as cabeças dos parafusos
em conjunto. Sacuda a tampa do mancal para frente
e para trás, enquanto aplica força para cima com os
parafusos até retirar a tampa do suporte de tampa
do mancal principal.

RG18932 —UN—09AUG10
C—Parafusos

Parafusos do Mancal Principal

RE38635,0000022 -54-09AUG10-2/2

Vedação de Óleo Traseira do


Virabrequim—Instalação
Ferramentas:
• Instalador da Vedação Traseira JT30040
Consumíveis:
• Limpador de freio, limpador de ignição ou equivalente
• Lixa de esmeril de granulação média

RG9442 —UN—07JUL98
1. Instale o Piloto JT30041A (A) do Conjunto de
Instalador da Vedação/Luva de Desgaste JT30040B
na extremidade do virabrequim usando dois parafusos
allen de 38 mm (1-1/2 in.). Aperte os dois parafusos
até tocarem a base do piloto; a seguir, desaperte
aproximadamente 1/2 volta. Ferramenta Piloto da Vedação de Óleo Traseira/Luva
2. Instale o Instalador JT30042 sobre o Piloto JT30041A
até a placa em cruz do instalador encostar no piloto. A—Piloto B—Parafusos
Isso centraliza corretamente o piloto com o flange do
virabrequim.
3. Aperte com firmeza os dois parafusos allen (B) do
piloto. Remova o instalador do piloto.
RG19661,0000300 -54-11FEB11-1/2

IMPORTANTE: A orientação da vedação é crítica.


O lado da vedação com a ranhura deve
estar voltado para fora e está marcado
"OUTSIDE" (para fora).

4. Instale com cuidado a vedação de óleo (B) sobre o


piloto e o flange do virabrequim.
5. Prenda o Instalador JT30042 (A) e a arruela de
RG9443 —UN—07JUL98

encosto na placa-guia com o parafuso. Aperte o


parafuso até que a vedação esteja rente à superfície
do alojamento do volante.
6. Remova o instalador da vedação e a do piloto.

A—Instalador B—Vedação Ferramenta de Instalação da Vedação de Óleo Traseira/Luva

RG19661,0000300 -54-11FEB11-2/2

CTM104754 (25JUL12) 02-040-14 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=172
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

Vedação de Óleo Traseira do Virabrequim —


Remoção
Ferramentas:
•JDG11205 — Extrator da Vedação Traseira
Consumíveis:

RG18469 —UN—19JUL10
• Não há
1. Execute Volante — Remoção
Ferramentas:
• Não há
Consumíveis:
Instalação do Extrator da Vedação Traseira JDG11205
• Não há
2. Instalação Anel extrator da vedação JDG11205 (A)
sob o lábio de desgaste traseiro. Instale o conjunto do
parafuso forçador e outro anel (A).
3. Mantendo a ferramenta em linha com a vedação,
aperte manualmente a braçadeira (B) para segurar os

RG18470 —UN—19JUL10
anéis no lugar.
4. Gire o parafuso forçador até remover a vedação do
virabrequim.

A—Anel JDG11205 B—Braçadeira

Extrator da Vedação Dianteira JDG11205

RG18471 —UN—20JUL10
Remoção da Vedação Traseira

RG19661,00002FF -54-19OCT11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-040-15 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=173
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

Rolamento Axial do Virabrequim—Inspeção


NOTA: Rolamentos com sobremedida estavam
disponíveis para motores antigos. Se o virabrequim
foi previamente recondicionado, a largura
do rolamento axial pode não estar dentro das

RG18927 —UN—09AUG10
especificações. No entanto, o espaço de lubrificação
(lateral) deve estar conforme as especificações.

1. Meça e registre a largura do munhão axial principal


do virabrequim.
Se a largura do munhão do virabrequim não estiver
conforme as especificações, substitua o virabrequim. Medição da Largura do Mancal Principal
2. Meça e registre a espessura da arruela de encosto
principal. O espaço de lubrificação (lateral) entre o
rolamento axial e o munhão axial deve estar conforme
as especificações.
Especificação

RG18928 —UN—09AUG10
Mancal do Rolamento
de Encosto Principal
do Virabrequim
(Novo)—Largura.......................................................38,952—39,028 mm
(1.5335—1.5365 in.)
Rolamento de
Encosto Principal do
Virabrequim—Largura Medição da Largura do Rolamento Axial
Total..............................................................................38,79—38,87 mm
(1.527—1.530 in.)

RG18929 —UN—09AUG10
Rolamento Axial Montado

RE38635,0000024 -54-29MAR11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-040-16 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=174
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

Roda de Distribuição do Virabrequim —


Instalação
Ferramentas:
• Adaptador JDG954-8
• Instalador JDG954-1

RG12443 —UN—02DEC03
Consumíveis:
• Não há
NOTA: Todas as demais engrenagens de acionamento
DEVEM ser instaladas antes de instalar a
roda de distribuição.
Ranhura da Roda de Regulagem
Certifique-se de que a palavra ”FRONT”
(estampada na superfície da roda de regulagem)
esteja voltada para fora do motor.

1. Aplique o trava-rosca e vedante LOCTITE® 609 de


alta resistência na ponta do virabrequim e no furo da
roda de distribuição.

RG12444 —UN—02DEC03
2. Deslize a roda de regulagem sobre a ponta do
virabrequim com o lado do recesso voltado para a
tampa da engrenagem de distribuição. Certifique-se
de que a ranhura (B) na roda de regulagem esteja
adequadamente alinhada com a chave Woodruff.
3. Instale o adaptador JDG954-8 na ponta cônica do Instalação da Roda de Regulagem
virabrequim (C).
4. Instale o Instalador JDG954-1 (D) sobre o adaptador. B—Chaveta D—Instalador JDG954-1
C—Adaptador JDG954-2
5. Aperte a porca até que a roda de regulagem se assente ou parafuso especial
firmemente contra a superfície da engrenagem. JDG954-8

6. Remova o adaptador e o instalador e instale a tampa


da engrenagem de distribuição. Execute Tampa da
Engrenagem de Distribuição — Instalação no Grupo
050.
LOCTITE é uma marca comercial da Loctite Corp.
RE38635,000000C -54-11FEB11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-040-17 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=175
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

Roda de Distribuição do Virabrequim —


Remoção
Ferramentas:
• Não há
Consumíveis:

RG12442 —UN—02DEC03
• Não há
IMPORTANTE: A roda de regulagem não é
reutilizável. Se a roda de regulagem for
removida do virabrequim, uma nova roda de
regulagem deve ser instalada.

1. Trave o motor no PMS Nº 1. Remoção da roda de distribuição

2. Execute Tampa da Engrenagem de Distribuição — A—Roda de Distribuição


Remoção
3. Limpe a ponta do virabrequim.
4. Remova a roda de regulagem (A) usando o extrator
NOTA: A ponta cônica do virabrequim DEVE ter um padrão conforme exibido.
protetor de rosca instalado na ponta antes de usar
o extrator para remover a roda de regulagem.
RE38635,000000B -54-11FEB11-1/1

Amortecedor de Vibração do Virabrequim —


Inspeção
Ferramentas:
• Relógio Comparador D17526CI (Unidades Inglesas) ou
D17527CI (Unidades Métricas)

RG19046 —UN—23AUG10
• Ferramenta de Giro do Volante JDG820
Consumíveis:
• Não há
IMPORTANTE: Não mergulhe o amortecedor de
vibrações em solvente de limpeza ou em
qualquer derivado do petróleo. A parte de
borracha do amortecedor pode se danificar.
Use um limpador a vapor, solução de disso, substitua o amortecedor sempre
sabão ou apenas água. que o virabrequim for substituído ou após
revisão geral importante.
Nunca empurre o anel externo. O amortecedor
é sensível ao dano por impacto, como o de 1. Segure firmemente no anel externo do amortecedor
uma queda ou da batida de um martelo. e tente girá-lo nos dois sentidos. Se sentir rotação, o
amortecedor está com defeito e deve ser substituído.
O conjunto do amortecedor não é reparável.
Além disso, se a borracha estiver separada, com uma
Substitua o amortecedor a cada 5 anos ou
parte faltando ou deslocada, substitua o amortecedor.
5000 horas, o que ocorrer primeiro. Além
Continua na próxima página RE38635,000001A -54-29MAR11-1/3

CTM104754 (25JUL12) 02-040-18 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=176
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

2. Verifique o batimento (concentricidade) radial do


amortecedor de vibrações colocando um monitor
D17526CI (em polegadas) ou um relógio comparador
D17527CI (em milímetros) de forma que a sonda entre
em contacto com o diâmetro externo do amortecedor.

RG18936 —UN—10AUG10
3. Com o motor à temperatura de operação, gire o
virabrequim utilizando a Ferramenta de Giro do
Volante JDG820.
4. Anote a leitura do relógio comparador. Se o batimento
(concentricidade) exceder os valores especificados
abaixo, substituir o amortecedor de vibrações.
Especificação Amortecedor — Verificação do Batimento Radial
Amortecedor—Batimento
Radial Máximo
(Concentricidade)...................................................... 0,76 mm (0.030 in.)
RE38635,000001A -54-29MAR11-2/3

5. Verifique a oscilação do amortecedor de vibrações


usando um relógio comparador. Meça a oscilação nas
bordas externas da face do amortecedor (A).
6. Gire o virabrequim uma volta completa usando uma
ferramenta de giro do motor e anote o deslocamento
total do medidor com mostrador. Compare as leituras
com as especificações abaixo.

RG9053 —UN—16MAR98
Especificação
Anel Externo da Polia do
Amortecedor—Oscilação
(Máxima)................................................................... 0,76 mm (0.030 in.)
Anel Interno da Polia do
Amortecedor—Oscilação
(Máxima)..................................................................... 0,5 mm (0.020 in.) Oscilação do Amortecedor

IMPORTANTE: Substitua o amortecedor após


5000 horas ou a cada cinco anos, o que A—Oscilação do Amortecedor
de Vibrações
ocorrer primeiro.

RE38635,000001A -54-29MAR11-3/3

CTM104754 (25JUL12) 02-040-19 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=177
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

Amortecedor de Vibração do Virabrequim —


Instalação
Ferramentas:
• Pino de Sincronização JDG1571
Relógio Comparador D17526CI para Unidades Inglesas
ou D17527CI para Unidades Métricas
Ferramenta de Giro do Volante JDG820
Consumíveis:
• Ativador de Cura TY16285

RG12355 —UN—31MAY02
• Composto de Fixação para Alta Temperatura LOCTITE®
620
• Óleo de Motor SAE 30W
• Parafuso do Amortecedor
IMPORTANTE: Nunca empurre o anel externo
do amortecedor. Não deixe o amortecedor Aplicação do Composto de Retenção
cair ou receber choques.

1. Instale o Pino de Sincronização JDG1571.


2. Limpe a extremidade do virabrequim usando o
catalisador de cura e limpeza LOCTITE® 7649
(TY16285).

RG18911 —UN—04AUG10
NOTA: NÃO aplique composto de retenção em excesso.
Use somente uma fina camada de composto de
retenção para evitar dificuldades na remoção
do amortecedor de vibração.

3. Aplique um filete leve de 2 a 3 mm (0.079 a 0.118


in.) de composto de retenção para alta temperatura Conjunto do amortecedor
LOCTITE® 620 (C) em volta da borda dianteira da
ponta do virabrequim. A—Virabrequim de D—Arruela
Extremidade Cônica E—Parafuso M20
4. Posicione o conjunto de amortecedor e polia sobre a B—Amortecedor com Polia
ponta do virabrequim e segure firmemente no lugar. C—Aplicação do Composto de
Retenção
IMPORTANTE: O parafuso do amortecedor ou da
polia ao virabrequim deve ser de Classe 12.9 ou
superior. Sempre use parafusos novos. 6. Instale o parafuso (E) e a arruela (D). Aperte o
parafuso conforme a especificação.
5. Lubrifique a rosca do parafuso e sob o flange do
parafuso com óleo de motor SAE 30 limpo. Drene Especificação
o óleo em excesso. Parafuso M20
de Montagem do
NOTA: Instale a arruela com a face de maior diâmetro Amortecedor—Torque................................................ 500 N•m (369 lb-ft)
encostada no amortecedor.
LOCTITE é uma marca comercial da Loctite Corp.
Continua na próxima página RE38635,0000019 -54-06AUG10-1/3

CTM104754 (25JUL12) 02-040-20 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=178
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

7. Verifique o batimento (concentricidade) radial do


amortecedor de vibrações colocando um monitor
D17526CI (em polegadas) ou um relógio comparador
D17527CI (em milímetros) de forma que a sonda entre
em contacto com o diâmetro externo do amortecedor.
8. Com o motor à temperatura de operação, gire o

RG7508 —UN—23NOV97
virabrequim utilizando a Ferramenta de Giro do
Volante JDG820.
9. Anote a leitura do relógio comparador. Se o batimento
(concentricidade) exceder os valores especificados
abaixo, substituir o amortecedor de vibrações.
Especificação Radial do Amortecedor de Vibrações (Concentricidade)
Amortecedor—Batimento
Radial Máximo
(Concentricidade)...................................................... 0,12 mm (0.005 in.) Especificação
-6 - Parafusos —
10. Instale o amortecedor de vibração secundário ou polia Amortecedor Secundário
auxiliar (se equipado) no amortecedor de vibração de Vibração ou
principal usando 6 parafusos. Aperte os parafusos de Polia Auxiliar ao
acordo com a especificação. Amortecedor Principal de
Vibração—Torque........................................................... 70 N•m (52 lb-ft)

RE38635,0000019 -54-06AUG10-2/3

11. Se equipada com polia TDP dianteira, certifique-se


que a arruela (A) esteja instalada com o diâmetro
menor voltado para a frente do motor.

A—Arruela

RG14313 —UN—17JUN05
Polia da TDP Dianteira — 6068

RE38635,0000019 -54-06AUG10-3/3

CTM104754 (25JUL12) 02-040-21 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=179
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

Amortecedor de Vibração do Virabrequim —


Remoção
Ferramentas:
• Extrator JDG2074
• Pino de Sincronização JDG1571
Consumíveis:
• Nenhum consumível

RG11786 —UN—17OCT01
IMPORTANTE: NÃO use um extrator com garras para
remover o amortecedor de vibração. Podem
ocorrer danos ao amortecedor. Nunca empurre
o anel externo do amortecedor. Para desmontar,
é preferível usar um extrator de serviço pesado
montado nos furos auxiliares de montagem. Não
deixe o amortecedor cair ou receber choques. Remova o Parafuso Central

1. Instale o Pino de Sincronização JDG1571.


2. Remova a polia auxiliar do amortecedor, se equipado
(exibido removido).
3. Remova o amortecedor de vibração secundário do
amortecedor principal, se equipado (exibido removido).

RG14507 —UN—26SEP05
CUIDADO: O amortecedor pode se soltar
repentinamente do virabrequim quando o
parafuso é removido. Planeje um procedimento
de manuseio seguro para evitar acidentes
pessoais ou danos ao amortecedor.
Parafuso Piloto/Retentor
4. Remova o parafuso e a arruela (A) que fixam o
amortecedor ao virabrequim.
5. Instale o Parafuso Piloto/Retentor JDG2074 (C) na
extremidade do virabrequim. Fixe a Placa do Extrator
JDG2074 (D) aos orifícios de montagem auxiliar
do amortecedor (B) com parafusos (E). Aperte os

RG14508 —UN—26SEP05
parafusos de acordo com a especificação.
Especificação
Parafusos da Placa
Extratora—Torque............................................................ 5 N·m (4 lb.-ft.)

IMPORTANTE: Se o cubo estiver integrado com um


amortecedor de borracha, não aqueça a área
de borracha. Verifique se o amortecedor está Placa do Extrator com Parafuso Forçador
danificado antes de reutilizá-lo.
A—Parafuso e Arruela D—Placa do Extrator
6. Com o JDG2074 Instalado no cubo dianteiro, aplique B—Furos Auxiliares de E—Parafusos de Conexão
o torque especificado ao parafuso forçador. Aplique Montagem F— Parafuso Forçador
C—Parafuso Piloto/Retentor
então calor localizado de um maçarico de acetileno
em torno de toda a área de montagem onde a ponta
do virabrequim e o cubo são acoplados.
nível moderado de calor pode danificar totalmente
Especificação a ferramenta especial JDG2074 e/ou o cubo.
Parafuso
Forçador—Torque............................................................... 135-203 N·m 7. Gire o Parafuso Forçador JDG2074 (F) para remover
(100-150 lb.-ft.) o amortecedor do virabrequim.
NOTA: Isso é para degradar o adesivo Loctite® aplicado à 8. Remova a placa do extrator do amortecedor. Remova
ponta cônica durante a montagem. Não aplicar um o parafuso retentor para remover o amortecedor do
motor.
Continua na próxima página RE38635,0000018 -54-22MAR12-1/2

CTM104754 (25JUL12) 02-040-22 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=180
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

9. Remova o Pino de Sincronização JDG1571.


Loctite é uma marca registrada da Henkel Corporation.
RE38635,0000018 -54-22MAR12-2/2

CTM104754 (25JUL12) 02-040-23 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=181
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

Amortecedor Viscoso do Virabrequim — Instalação

RG19050 —UN—24AUG10

RG19051 —UN—24AUG10
Virabrequim de Extremidade Cônica Amortecedor Viscoso com Polia do Virabrequim

CUIDADO: O amortecedor é um componente


pesado. Tome providências para firmar
o amortecedor ao instalá-lo na ponta
do virabrequim.

NOTA: Para montar, a ponta cônica do virabrequim


e o furo do amortecedor devem estar livres de
detritos, resíduos de óleo e qualquer produto de
prevenção de ferrugem. Se necessário, limpe a
superfície cônica das duas peças com uma solução
desengraxante que não deixe resíduos.

1. Inspecione a ponta cônica do virabrequim (A)


e a superfície cônica de montagem do furo do

RG19052 —UN—24AUG10
amortecedor (B). Limpe conforme necessário.
2. Aplique o composto de retenção LOCTITE® 620 ou
Hylomar 6655 a qualquer à superfície cônicas de
montagem do furo do amortecedor ou à ponta cônica
do virabrequim. Não é necessário aplicar o composto
de retenção a ambas as partes.
3. Instale o amortecedor viscoso na ponta cônica Instalação do Amortecedor Viscoso
do virabrequim. Gire o amortecedor na ponta do
virabrequim para espalhar o composto de retenção A—Ponta Cônica do D—Arruela
para garantir cobertura uniforme e alinhamento Virabrequim E—Amortecedor Viscoso
apropriado entre o amortecedor e o virabrequim. B—Furo Cônico do com Polia do Virabrequim
Segure com firmeza o amortecedor no lugar. Amortecedor Viscoso Integrada
C—Parafuso de Montagem do
IMPORTANTE: Segure o amortecedor viscoso Amortecedor
firmemente posicionado na ponta do
virabrequim depois de aplicar o composto de
5. Instale o parafuso de montagem do amortecedor
retenção. Se o composto de retenção curar
através da face de diâmetro menor da arruela
com o amortecedor ainda solto, as superfícies
de montagem do amortecedor (D), através do
cônicas de montagem não assentarão
amortecedor e no furo roscado na ponta do
corretamente. Isso produzirá batimento
virabrequim e aperte manualmente.
excessivo no amortecedor e vibração no motor.
6. Aperte o parafuso conforme a especificação.
4. Lubrifique as roscas do parafuso de montagem do
Especificação
amortecedor (C) com óleo de motor SAE 30W limpo.
Parafuso — Amortecedor
Drene o excesso de óleo da rosca do parafuso.
Viscoso à Ponta do
NOTA: A face com diâmetro maior da arruela de Virabrequim—Torque................................................. 500 N·m (370 lb-ft)
montagem do amortecedor deve estar voltada
para o amortecedor.
Continua na próxima página RE38635,0000031 -54-18OCT11-1/3

CTM104754 (25JUL12) 02-040-24 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=182
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

LOCTITE é uma marca comercial da Loctite Corp.


RE38635,0000031 -54-18OCT11-2/3

NOTA: Pode ser necessário impedir o movimento


axial do virabrequim ao medir o TIR (Batimento
Total Indicado) para garantir que a folga não
contribua para o TIR.

7. Verifique o batimento do amortecedor (F) na

RG19053 —UN—24AUG10
superfície de montagem dianteira do acessório. O TIR
(batimento total indicado) deve ser menor do que o
especificado abaixo na face do amortecedor viscoso,
como mostrado. Os amortecedores viscosos são
categorizados pelo diâmetro da face do amortecedor.
Especificação
Amortecedor Viscoso
Verifique o TIR do Amortecedor — 325 mm (12.8 in.), Face Mostrada
— 300 mm (11.8
in.), Face—Batimento
Radial........................................................................... < 0.22 mm (0.009 F— Verificação do Batimento
na Superfície de Montagem
in.) no diâmetro 140 mm (5.5 in.)
Dianteira do Acessório de
Especificação Acionamento
Amortecedor Viscoso
— 325 mm (12.8
in.), Face—Batimento
Radial..................................................................... < 0,18 mm (0.007 in.)
no diâmetro 113 mm (4.45 in.)
RE38635,0000031 -54-18OCT11-3/3

CTM104754 (25JUL12) 02-040-25 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=183
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

Amortecedor Viscoso do Virabrequim —


Remoção
Ferramentas:
• Extrator JDG2074
• Pino de Sincronização JDG1571
Consumíveis:
• Não há
1. Instale o Pino de Sincronização JDG1571.

CUIDADO: O amortecedor pode se soltar


repentinamente do virabrequim quando o

RG19052A —UN—19OCT11
parafuso é removido. Planeje um procedimento
de manuseio seguro para evitar acidentes
pessoais ou danos ao amortecedor.

2. Remova o parafuso (A) e a arruela (B) que fixam o


amortecedor (C) ao virabrequim.

A—Parafuso de Montagem do D—Ponta Cônica do


Remoção do Amortecedor Viscoso
Amortecedor Virabrequim
B—Arruela E—Furo Cônico do
C—Amortecedor Viscoso Amortecedor Viscoso
com Polia do Virabrequim
Integrada

RG19050A —UN—19OCT11
Ponta Cônica do Virabrequim

RG19051A —UN—19OCT11

Furo do Amortecedor

Continua na próxima página RE38635,0000030 -54-17JUL12-1/2

CTM104754 (25JUL12) 02-040-26 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=184
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

3. Instale o Parafuso Piloto/Retentor JDG2074 (F) na


ponta do virabrequim. Fixe a Placa do Extrator
JDG2074 (G) aos orifícios de montagem auxiliar do
amortecedor com parafusos (H). Aperte os parafusos
de acordo com a especificação.
Especificação

RG21055 —UN—19OCT11
Parafusos da Placa
Extratora—Torque.......................................................... 5 N·m (44 lb-in.)

4. Com o JDG2074 Instalado no cubo dianteiro, aplique


o torque especificado ao parafuso forçador. Aplique
então calor localizado de um maçarico de acetileno
em torno de toda a área de montagem onde a ponta
do virabrequim e o cubo são acoplados. Parafuso Piloto/Retentor
Especificação
Parafuso
Forçador—Torque............................................................... 135-203 N·m
(100-150 lb.-ft.)

NOTA: Isso é para degradar o adesivo Loctite® aplicado à


ponta cônica durante a montagem. Não aplicar um

RG21056 —UN—19OCT11
nível moderado de calor pode danificar totalmente
a ferramenta especial JDG2074 e/ou o cubo.

5. Gire o Parafuso Forçador JDG2074 (I) para remover o


amortecedor do virabrequim.
6. Remova a placa do extrator do amortecedor. Remova
o parafuso retentor para remover o amortecedor do Placa do Extrator com Parafuso Forçador
motor.
F— Parafuso Piloto/Retentor H—Parafusos
7. Remova o Pino de Sincronização JDG1571. G—Placa do Extrator I— Parafuso Forçador
8. Limpe o composto de retenção da ponta do
virabrequim (D) e do furo do amortecedor (E).
Loctite é uma marca registrada da Henkel Corporation.
RE38635,0000030 -54-17JUL12-2/2

Volante — Inspeção 2. Examine a engrenagem de coroa do volante quanto


1. Verifique se há arranhões, superaquecimento ou a desgaste ou dentes quebrados. Substitua a
trincas nas superfícies de contato usinadas. Substitua engrenagem de coroa se defeituosa, conforme
ou retifique o volante se defeituoso. descrito mais adiante neste grupo.
RG19661,000030B -54-29MAR11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-040-27 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=185
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

Volante — Instalação

CUIDADO: O volante é pesado. Planeje um


procedimento de manuseio seguro para
evitar acidentes pessoais.

RG18922 —UN—06AUG10
IMPORTANTE: O volante DEVE estar limpo e sem
qualquer óleo, graxa ou detritos.

1. Instale 2 prisioneiros-guia (A) nos furos rosqueados


dos parafusos da tampa do virabrequim. Coloque o
volante sobre os prisioneiros e deslize na posição
encostando no virabrequim. Instalação do Volante — Prisioneiros-guia
IMPORTANTE: SEMPRE use parafusos NOVOS no
volante quando o volante for removido.

2. Aperte manualmente 4 parafusos através do volante


no virabrequim. Não aperte até que os estojos-guia
sejam removidos e que todos os parafusos sejam

RG18918 —UN—06AUG10
colocados.
3. Remova os prisioneiros-guia e aperte manualmente
os 2 parafusos restantes através do volante no flange
do virabrequim.
4. Aperte os 6 parafusos conforme a especificação.
Especificação Instalação do Volante
-6- Parafusos de
Montagem do Volante
A—Prisioneiros-guia -2-
(Seco)—Torque.......................................................... 138 N·m (102 lb-ft)
Parafusos de
Montagem do Volante
(Lubrificados)—Torque..................................................110 N·m (81 lb-ft)
RE38635,000001E -54-29MAR11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-040-28 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=186
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

Volante — Remoção
Ferramentas Especiais:
• Não há

CUIDADO: O volante é pesado. Planeje um

RG18922 —UN—06AUG10
procedimento de elevação correto para
evitar acidentes pessoais.

1. Remova os dois parafusos e monte os 2


prisioneiros-guia (A) em seu lugar.
2. Remova os 4 parafusos restantes.
Prisioneiros-guia -2-
NOTA: Se a folga entre o volante e o alojamento não
permitir o uso de um pé-de-cabra, instale um
punção através do furo do pino de sincronização
e bata levemente na face do volante para
guiá-lo ao sair do virabrequim.

3. Force cuidadosamente o volante para fora do

RG18918 —UN—06AUG10
virabrequim.

A—Prisioneiros-guia -2-

Remoção do Volante

RE38635,0000021 -54-29MAR11-1/1

Face do Volante—Verificação da Planicidade


1. Monte a base do relógio comparador no alojamento
do volante. Posicione o ponteiro para contatar a
superfície de montagem do anel de alinhamento. Não

RG18668 —UN—15JUN10
deixe o ponteiro contatar os orifícios de montagem
do anel de alinhamento.
IMPORTANTE: Mantenha pressão final constante
no virabrequim para manter o eixo contra o
mancal axial ao medir o batimento circular
da face do volante.
Verificação da Planicidade da Face do Volante
2. Movimente o volante girando o virabrequim. Leia o
deslocamento total do indicador. Retifique novamente
a face do volante ou substitua conforme necessário.
Especificação
Planicidade da Face
do Volante—Variação
Máxima...................................................................... 0,23 mm (0.009 in.)
0,013 mm (0.0005 in.)
RG19661,000030A -54-29MAR11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-040-29 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=187
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

Carcaça do Volante — Instalação


1. Inspecione e limpe as superfícies de acoplamento
do bloco de cilindros e do alojamento do volante
usando um raspador de latão ou limpador a vapor.
Remova todo o vedante ou material de junta aplicado
anteriormente.
2. Enxágue bem com água limpa para remover todo o
sabão ou outros resíduos da superfície da junta.

RG12413 —UN—10JUL02
3. Lubrifique com óleo de motor limpo e instale um anel
O do comando de válvulas novo (A).
IMPORTANTE: As superfícies a serem coladas
DEVEM ESTAR livres de óleo, sujeira e
agentes de limpeza.
Instalação do Anel O do Comando de Válvulas
IMPORTANTE: A temperatura das peças de
acoplamento deve ser de pelo menos
13 °C (55 °F).

4. Aplique um filete contínuo de 2 a 4 mm (0.080 a 0.157


in.) da Junta Flexível Moldada no Local LOCTITE®
515 (PM38655) ao alojamento do volante.
Posicione o filete no centro das superfícies de união
(B) e circunde totalmente os furos dos parafuso,
exceto o do Nº 3 e os furos-guia.
Faça o filete indo dos cantos internos inferiores (D)
até a primeira estria fundida.

A—Anel O do Furo do C—Furo do Parafuso Nº 3

RG18919 —UN—27AUG10
Comando de Válvulas D—Filete de Junta nos Cantos
B—Filete de Junta Inferiores

Face de Montagem — Aplicação de Vedante

LOCTITE é uma marca comercial da Loctite Corp.


Continua na próxima página RE38635,0000015 -54-07MAR11-1/3

CTM104754 (25JUL12) 02-040-30 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=188
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

RG18921 —UN—06AUG10
A—Parafusos M12 x 38 -8- B—Parafusos M12 x 50 -4- C—Bujão Plástico — Orifício do
Captador Magnético

5. Instale o alojamento do volante no bloco inserindo e


7. Limpe o diâmetro externo do flange do virabrequim.
apertando manualmente 4 parafusos M12 x 60 (B) nos
cantos externos da face do alojamento e 8 parafusos 8. Instale a vedação de óleo traseira do virabrequim.
M12 x 38 (A) através do alojamento do volante na Consulte Vedação de Óleo Traseira do Virabrequim
face traseira do bloco de cilindros. — Instalação neste grupo.
NOTA: Aperte os parafusos conforme a especificação 9. Instale o bujão plástico (C) no orifício do captador
10 minutos depois de aplicar o vedante. magnético no diâmetro externo do alojamento do
volante. Aperte o bujão conforme a especificação.
6. Aperte todos os parafusos conforme a especificação,
Especificação
na sequência demonstrada.
Bujão Plástico
Especificação — Captador
Alojamento do Magnético—Torque........................................................ 20 N·m (15 lb-ft)
Volante ao Bloco de
Cilindros—Torque......................................................... 125 N·m (92 lb-ft)
Continua na próxima página RE38635,0000015 -54-07MAR11-2/3

CTM104754 (25JUL12) 02-040-31 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=189
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

10. Instale o bujão do tubo (B) no furo de drenagem do


alojamento. Aperte o bujão conforme a especificação.
Especificação
Bujão de Tubo — 0.500
in. NPT—Torque............................................................ 45 N·m (33 lb-ft)

RG18920 —UN—06AUG10
11. Instale o bujão inteiriço (E) no furo de rotação e do
pino de sincronização do volante.

Instalação de Bujões

RE38635,0000015 -54-07MAR11-3/3

Carcaça do Volante — Remoção


1. Remova o volante. Consulte Volante — Remoção na
Seção 02, Grupo 040.
2. Remova o motor de partida, se necessário. Consulte
Motor de Partida — Remoção na Seção 02, Grupo 100.
3. Remova a vedação de óleo traseira do virabrequim.

RG10568 —UN—10JAN00
Consulte Vedação de Óleo Traseira do Virabrequim
— Remoção na Seção 02, Grupo 040.
4. Remova o cárter. Consulte Bandeja de Óleo —
Remoção na Seção 02, Grupo 060.
5. Solte e remova os parafusos que fixam o alojamento
do volante no bloco de cilindros. Alojamentos do Volante

6. Remova o alojamento do volante e deixe de lado.


A—Alojamento SAE 2, 3, 4 C—Alojamento Plano Especial
B—Alojamento Plano Padrão

RE38635,0000014 -54-11FEB11-1/1

Orifício do Rolamento Piloto do Volante —


Verificação da Concentricidade
1. Monte o relógio comparador na face da caixa do
volante e posicione o ponteiro para contatar o DI do
RG18669 —UN—15JUN10
furo do mancal guia no volante.
2. Movimente o volante girando o virabrequim. Leia o
deslocamento total do relógio comparador.
Especificação
Concentricidade do
Furo do Mancal do
Volante—Variação Concentricidade do Furo do Mancal do Volante
Máxima.................................................................... 0,127 mm (0.005 in.)

RE38635,000001D -54-29MAR11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-040-32 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=190
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

Engrenagem de Coroa do Volante —


Instalação

CUIDADO: O óleo ou seus gases podem entrar


em combustão acima de 193°C (380°F). Use

RG18924 —UN—06AUG10
um termômetro e não exceda 182 °C (360 °F).
Não permita que uma chama ou um elemento
de aquecimento fique em contato direto
com o óleo. Aqueça o óleo numa área bem
ventilada. Planeje um procedimento seguro de
execução para evitar queimaduras.

IMPORTANTE: Se for usado calor de chama,


verifique se a engrenagem está aquecida
uniformemente em volta da circunferência. B—Chanfro dos Dentes
NÃO SUPERAQUEÇA CONSULTE O AVISO. O
superaquecimento também pode prejudicar o
tratamento térmico da engrenagem. 2. Vire a engrenagem de modo que o lado chanfrado (B)
esteja voltado para o motor com o volante instalado.
1. Aqueça a nova engrenagem para 148 °C (300 °F)
usando óleo aquecido, aquecimento em estufa ou 3. Instale a engrenagem anelar no ressalto do volante.
aquecimento por chama.
RE38635,0000020 -54-29MAR11-1/1

Engrenagem de Coroa do Volante —


Remoção

CUIDADO: O óleo ou seus gases podem entrar


em combustão acima de 193°C (380°F). Use

RG18923 —UN—06AUG10
um termômetro e não exceda 182 °C (360 °F).
Não permita que uma chama ou um elemento
de aquecimento fique em contato direto
com o óleo. Aqueça o óleo numa área bem
ventilada. Planeje um procedimento seguro de
execução para evitar queimaduras.

1. Coloque o volante sobre uma superfície plana firme. Remoção da Engrenagem da Coroa do Volante

2. Remova a engrenagem anelar com um punção de


latão (A) e martelo. A—Punção de Latão

RE38635,000001F -54-29MAR11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-040-33 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=191
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

Medição do D.I. Montado dos Rolamentos e


do D.E. Montado dos Mancais do Virabrequim
1. Com o virabrequim removido do motor, monte as
tampas do mancal principal com os insertos do mancal.
Verifique se o insertos estão instalados corretamente.

RG18902 —UN—03AUG10
2. Aperte os parafusos do rolamento principal com 40
N•m (30 lb-ft) mais giro adicional de 60°.
3. Meça e registre o DI (A) do mancal principal em
diversos pontos com um micrômetro interno.
4. Meça e registre o diâmetro externo do munhão
principal do virabrequim (B) e o diâmetro externo do Medição do Diâmetro Interno do Mancal
munhão da biela (C) em diversos pontos em volta de
cada munhão.
5. Compare as medições com a especificação dadas
abaixo.
Especificação

RG18903 —UN—28APR11
Rolamento Principal do
Virabrequim—Diâmetro
Interno......................................................................79,391—79,433 mm
(3.1256—3.1273 in.)
Munhão Principal do
Virabrequim—Diâmetro
Externo.....................................................................79,324—79,350 mm
(3.1229—3.1240 in.) Medição do Diâmetro Externo do Mancal Principal do Virabrequim
Mancal da Biela do
Virabrequim—Diâmetro
Externo.....................................................................77,800—77,826 mm
(3.0629—3.0640 in.)
Mancal Principal
ao Munhão do

RG18904 —UN—28APR11
Virabrequim—Espaço
de Lubrificação.............................................................0,041—0,109 mm
(0.0016—0.0043 in.)
Munhão Principal ou
Munhão da Biela no Vi-
rabrequim—Conicidade
Máxima.................................................................. 0,025 mm (0.0010 in.)
Munhão Principal ou Diâmetro Externo do Munhão da Biela do Virabrequim
Munhão da Biela no Vi-
rabrequim—Ovalização
A—Diâmetro Interno Montado C—DE Munhão da Biela
Máxima.................................................................... 0,05 mm (0.0020 in.) do Mancal Principal
B—Diâmetro Externo do
Substitua ou recondicione o virabrequim se ele estiver Munhão Principal do
fora das especificações. Virabrequim

RG19661,0000316 -54-19OCT11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-040-34 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=192
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

Sistema de Ventilação do Cárter Aberto —


Inspeção
1. Verifique todas as mangueiras do sistema do OCV
quanto a trincas e danos.
2. Verifique se todas as braçadeiras de tensão constante
estão aplicando a tensão correta às mangueiras.
3. Verifique se o elemento de filtro está com desgaste
excessivo.
4. Verifique se há trincas e danos na carcaça e tampa

RG18616 —UN—01JUN10
do filtro.

A—Mangueira de Entrada D—Braçadeira de Tensão


B—Mangueira de Dreno do Constante — Mangueira de
Óleo Entrada
C—Mangueira de Saída E—Braçadeira de Tensão
Constante — Mangueira de
Drenagem de Óleo Mangueiras e Braçadeiras do Sistema OCV
F— Braçadeira de Tensão
Constante — Mangueira de
Saída

PU00210,0000321 -54-19OCT11-1/1

Sistema de Ventilação do Cárter Aberto —


Instalação
Ferramentas Especiais:
• Nenhum
Consumíveis:
• Óleo de motor 30W
1. Verifique se há danos no anel O (A) e substitua se
necessário.

A—Recipiente do OCV C—Mangueira de Dreno do


B—Braçadeira P Óleo

RG18643 —UN—04JUN10
Conjunto do OCV

Continua na próxima página JR74534,0000286 -54-29MAR11-1/4

CTM104754 (25JUL12) 02-040-35 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=193
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

2. Aplique óleo de motor ao anel O (A) e ao diâmetro


interno da mangueira de borracha. Instale a tampa
do balancim no tubo do alojamento do filtro do OCV
na tampa do balancim e na entrada do alojamento
do filtro do OCV.
Especificação

RG18654 —UN—08JUN10
Parafusos de Montagem
do Tubo—Torque...........................................................15 N·m (11 lb.-ft.)

3. Instale o alojamento do filtro do OCV (A) no cabeçote


dos cilindros. Aperte os parafusos.
Especificação
Parafusos de Montagem Tubo de Entrada do Filtro do OCV
do Alojamento do Filtro
do OCV—Torque.......................................................... 70 N·m (52 lb.-ft.)

JR74534,0000286 -54-29MAR11-2/4

4. Se necessário, instale a válvula de retenção do dreno


do óleo no bloco do motor.
Especificação
Válvula de Retenção do
Dreno do Óleo—Torque............................................... 50 N·m (37 lb.-ft.)

RG18642 —UN—04JUN10
A—Válvula de Retenção

Válvula de Retenção do Dreno do Óleo

JR74534,0000286 -54-29MAR11-3/4

5. Aplique óleo ao diâmetro interno das duas


extremidades da mangueira de drenagem do óleo
do OCV (C). Instale uma extremidade na válvula de
retenção do dreno do óleo e a outra no alojamento
do filtro do OCV (A).
6. Instale a braçadeira P da mangueira de drenagem do
óleo do filtro do OCV (B) e aperte a porca.
Especificação
Braçadeira P da
Mangueira de Drenagem
do Óleo do Filtro do
OCV—Torque............................................................... 52 N·m (38 lb.-ft.)

7. Se removida, instale a mangueira de ventilação do


RG18643 —UN—04JUN10

OCV no alojamento do filtro do OCV.

A—Recipiente do OCV C—Mangueira de Dreno


B—Braçadeira P

Conjunto do OCV

JR74534,0000286 -54-29MAR11-4/4

CTM104754 (25JUL12) 02-040-36 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=194
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

Sistema de Ventilação do Cárter Aberto —


Remoção
Ferramentas Especiais:
• Nenhum

RG18654 —UN—08JUN10
1. Remova o parafuso do flange de montagem (B) e
remova o tubo da tampa do balancim. Remova a
braçadeira da mangueira inferior e remova o tubo e a
mangueira do alojamento do filtro do OCV, inspecione
o anel O (A), o tubo e a mangueira quanto a danos e
deixe de lado.
Tubo de Ventilação do Cárter
A—Anel O B—Flange de Montagem

JR74534,0000285 -54-28APR11-1/4

2. Se necessário, remova a braçadeira de mangueira da


mangueira de respiro (A). Remova a mangueira do
OCV e inspecione quanto a danos.

A—Mangueira do Respiro

RG18653 —UN—08JUN10
Sistema de Ventilação do OCV

Continua na próxima página JR74534,0000285 -54-28APR11-2/4

CTM104754 (25JUL12) 02-040-37 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=195
Virabrequim, Mancais Principais e Volante

3. Solte e remova o parafuso que fixa a braçadeira P (B)


na mangueira de drenagem de óleo inferior do OCV
(C).
4. Remova as braçadeiras de mangueira da mangueira
de drenagem de óleo do OCV (C). Remova o tubo de
drenagem de óleo do OCV (C) e inspecione quanto
a danos.
5. Solte e remova os 2 parafusos do coletor de admissão
e do alojamento do filtro do OCV (A).
6. Remova o alojamento do filtro do OCV e deixe de lado.

A—Alojamento do Filtro OCV C—Tubo de Drenagem de Óleo


B—Braçadeira P do OCV

RG18643 —UN—04JUN10
Remoção do OCV

JR74534,0000285 -54-28APR11-3/4

7. Se necessário, solte e remova o conjunto da válvula


de retenção do dreno de óleo (A) do bloco.

A—Válvula de Retenção

RG18642 —UN—04JUN10
Remoção da Válvula de Retenção do Dreno de Óleo

JR74534,0000285 -54-28APR11-4/4

CTM104754 (25JUL12) 02-040-38 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=196
Grupo 050
Reparo e Ajuste do Comando de Válvulas e Trem de Engrenagens de Distribuição

Comando de Válvulas — Instalação


Consumíveis:
• Junta da Tampa da Engrenagem de Distribuição, Junta
da Bandeja de Óleo, Vedação de Óleo Dianteira do
Virabrequim
• Loctite 242 ou Hylomar 760, Loctite 243, Junta do

CD31197A —UN—12AUG10
Transportador do Eixo do Balancim, Junta da Tampa
do Balancim
NOTA: Para permitir a instalação e a sincronização do
comando de válvulas, a engrenagem intermediária
superior (D) precisa ser removida.

1. Remova a engrenagem intermediária superior (D).


Instalação do comando de válvulas
2. Lubrifique os munhões do mancal do comando de
válvulas e ressaltos com óleo 30W. A—Comando de Válvulas C—Parafuso
B—Placa de Encosto D—Engrenagem Intermediária
IMPORTANTE: NÃO permita que os ressaltos do Superior
comando de válvulas se arrastem sobre
as superfícies do furo do comando de
válvulas ou da bucha ao instalar o comando
de válvulas. As superfícies dos mancais 5. execute: Comando de Válvulas e Engrenagem
podem ser arranhadas ou marcadas. Gire o Intermediária Superior — Sincronização
comando de válvulas durante a instalação 6. execute: Tampa da Engrenagem de Distribuição —
para evitar obstruções nos furos. Instalação
3. Instale o comando de válvulas (A) e a placa de Ferramentas especiais:
encosto (B) no bloco de cilindros. Tome cuidado para
não danificar o furo. • JDG954B — Instalador da Vedação Dianteira de
Óleo do Virabrequim
4. Instale os parafusos (C) da placa de encosto e aperte
conforme as especificações. 7. Reinstale as hastes de comando e execute: Válvula
— Ajuste da Folga
Especificação
Parafusos de 8. execute: Tampa do Balancim — Instalação
cabeça da placa de
encosto do árvore de
cames—Torque............................................................ 40 N·m (29 lb.-ft.)
PU00210,0000178 -54-27SEP10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-050-1 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=197
Reparo e Ajuste do Comando de Válvulas e Trem de Engrenagens de Distribuição

Comando de Válvulas — Remoção

RG7561 —UN—23NOV97

RG7564 —UN—05NOV97
Meça a folga da árvore de cames Remoção do comando de válvulas

Ferramentas especiais:
• D15001NU — Kit de Fixadores Magnéticos do Seguidor
1. execute: Tampa da Engrenagem de Distribuição —
Remoção

CD31195 —UN—19MAY10
Ferramentas especiais:
• JDG11206 — Extrator da Vedação de Óleo Dianteira
do Virabrequim
2. execute: Tampa do Balancim — Remoção
3. Solte a porca e o parafuso usados para ajustar a folga
da válvula e remova todas as hastes de comando. Kit de Fixadores Magnéticos do Seguidor D15001NU

NOTA: Não é preciso retirar o cabeçote do cilindro do


motor para remover o comando de válvulas.

4. Meça a folga do comando de válvulas.


Especificação

CD31196 —UN—19MAY10
Comando de
Válvulas—Folga.............................0,09—0,24 mm (0.0037—0.0096 in.)
Se a folga for excessiva, verifique a espessura da
placa de encosto quando o comando de válvulas for
removido.
5. Gire o trem de engrenagem do motor até que os
parafusos (A) possam ser removidos. Remoção da Placa de Encosto do Comando de Válvulas

IMPORTANTE: O motor DEVE permanecer numa


posição em que os seguidores do comando de A—Parafusos C—Placa de Encosto do
B—Kit de Fixadores comando de válvulas
válvulas se apoiem no cabeçote dos cilindros. Magnéticos do Seguidor
Os fixadores magnéticos D15001NU pode ser D15001NU
utilizados para impedir que os seguidores caiam
dentro do cárter do motor. Se os seguidores do
eixo de comando caírem dentro do cárter, será
necessário remover o cabeçote do cilindro. 7. Cuidadosamente, puxe o eixo de comando para cima
e para fora do bloco do cilindro.
6. Gire o motor no suporte de reparo até um ângulo em 8. Remova a placa de encosto (C) da fenda atrás da
que os seguidores do comando de válvulas estejam engrenagem do comando de válvulas.
afastados dos ressaltos do comando de válvulas.
PU00210,0000176 -54-27SEP10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-050-2 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=198
Reparo e Ajuste do Comando de Válvulas e Trem de Engrenagens de Distribuição

Comando de Válvulas — Inspeção Visual


1. Limpe o comando de válvulas em solvente. Seque
com ar comprimido.
2. Verifique se há desgaste ou danos nos ressaltos do
comando de válvulas (A) e munhões (B). Substitua

RG3500 —UN—03NOV97
o conjunto do comando de válvulas conforme
necessário.
3. Inspecione o eixo de comando e verifique a
engrenagem de transmissão está quebrada, rachada
ou excessivamente gasta. Substitua o conjunto do
comando de válvulas conforme necessário.
Inspeção do Ressalto do comando de válvulas
IMPORTANTE: Podem ser usados novos seguidores
de came com o comando de válvulas usado. A—Ressaltos B—Munhão
NÃO reutilize seguidores de came usados
com um comando de válvulas novo.

NOTA: Marcas leves são aceitáveis se o curso da


válvula estiver dentro das especificações. Se
houver corrosão localizada ou escoriação,
substitua o comando de válvulas.
PU00210,0000177 -54-11AUG10-1/1

Comando de Válvulas e Engrenagem Intermediária Superior — Sincronização


1. Utilizando a Ferramenta de Giro do Volante JDE83,
JDG820 (antiga JDE81-1) ou JDG10576 e o Pino de
Sincronização JDG1571, trave o pistão Nº 1 no tempo
de compressão do PMS.
2. Usando a Ferramenta de Sincronização JD254A
(JD-254A)1, gire a engrenagem do comando de
válvulas até a marca de sincronização (H) apontar
para a linha de centro do virabrequim.

CD31112 —UN—12JAN10
Sincronização do comando de válvulas

1
Encomende JD-254A quando a ferramenta for encomendada através
do European Parts Distribution Center (EPDC).
Continua na próxima página CD03523,0000246 -54-26MAY10-1/3

CTM104754 (25JUL12) 02-050-3 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=199
Reparo e Ajuste do Comando de Válvulas e Trem de Engrenagens de Distribuição

CD30991 —UN—18SEP07
CD30996 —UN—21SEP07
Instalação da arruela de encosto traseira e do cubo da Instalação da engrenagem intermediária superior
engrenagem intermediária superior
3. Instale a arruela de encosto traseira (B) sobre o pino
(C) com as ranhuras de lubrificação voltadas para a 5. Lubrifique o orifício da engrenagem intermediária
engrenagem intermediária. superior (D) e o cubo (A) com Graxa para Altas
Temperaturas TY6333.
4. Instale o cubo (A) com o recesso voltado para a
arruela de encosto traseira.
Continua na próxima página CD03523,0000246 -54-26MAY10-2/3

CTM104754 (25JUL12) 02-050-4 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=200
Reparo e Ajuste do Comando de Válvulas e Trem de Engrenagens de Distribuição

CD30993 —UN—18SEP07
CD31113 —UN—12JAN10
Sincronização da engrenagem intermediária superior Instalação do parafuso e da arruela de encosto dianteira superior

A—Cubo da engrenagem D—Engrenagem intermediária F— Arruela de encosto dianteira


intermediária superior superior G—Parafuso
B—Arruela de encosto traseira E—Marca de Sincronização "V H—Marca de sincronização da
C—Pino do cubo da engrenagem 4Valve" ou "V 4" engrenagem do comando de
intermediária superior válvulas

6. Instale a engrenagem intermediária superior no cubo. IMPORTANTE: NÃO use ferragens cobertas com
Alinhe as marcas de sincronização "V 4Valve" ou zinco para prender a engrenagem intermediária.
"V4" da engrenagem do comando de válvulas e da Se o parafuso for coberto com zinco,
engrenagem intermediária superior (E) sem girar o substitua-o por um novo parafuso coberto
comando de válvulas. As marcas de sincronização com fosfato. Veja o catálogo de peças para
devem estar na linha que passa pelas linhas de obter o número de peça adequado.
centro do comando de válvulas e da engrenagem
intermediária superior. 9. Lubrifique as roscas do parafuso (G) da engrenagem
7. Usando a Ferramenta de Sincronização JD254A intermediária superior com óleo e aperte-as conforme
(JD-254A)1, verifique novamente se a marca de as especificações.
sincronização da engrenagem do comando de Especificação
válvulas (H) ainda aponta para a linha de centro do Parafuso da Engrenagem
virabrequim. Intermediária
Superior—Torque........................................................... 70 N·m (53 lb-ft)
8. Instale a arruela de encosto dianteira (F) da
engrenagem intermediária superior com as ranhuras
de lubrificação voltadas para a engrenagem.
1
Encomende JD-254A quando a ferramenta for encomendada através
do European Parts Distribution Center (EPDC).
CD03523,0000246 -54-26MAY10-3/3

CTM104754 (25JUL12) 02-050-5 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=201
Reparo e Ajuste do Comando de Válvulas e Trem de Engrenagens de Distribuição

Bucha do Comando de Válvulas — Substituição


Ferramentas especiais:
• JDG11206 — Extrator da Vedação de Óleo Dianteira
do Virabrequim
• JDG954B — Instalador da Vedação Dianteira de Óleo
do Virabrequim

RG7557 —UN—05NOV97
Consumíveis:
• Junta da Tampa da Engrenagem de Distribuição, Junta
da Bandeja de Óleo, Vedação de Óleo Dianteira do
Virabrequim
• Loctite 242 ou Hylomar 760, Loctite 243, Junta do
Transportador do Eixo do Balancim, Junta da Tampa
do Balancim Remoção do Parafuso TORX

NOTA: Uma bucha do eixo de comando é instalada


somente no orifício do eixo de comando dianteiro
(n° 1). A placa dianteira tem uma borda chanfrada
que permite a instalação e a remoção da bucha do
eixo de comando com a placa dianteira instalada.

RG7558 —UN—05NOV97
Remoção do Mancal da Árvore de Cames
1. execute: Comando de Válvulas — Remoção
2. Remova o parafuso TORX ® escareado (A) e instale
a Coluna de Rosca Métrica com Extremidade Cônica
JDG739-7 (B).
3. Instale a Coluna de Rosca Métrica com Extremidade Remoção da Bucha do Comando de Válvulas Utilizando
a Ferramenta JDG739B
Cilíndrica JDG739-8 e a Placa de Remoção/Instalação
JDG739-3 (C) no bloco de cilindros. A placa deve
estar paralela à placa dianteira e centralizada sobre A—Parafuso TORX C—Placa de Remoção/Insta-
o furo do comando de válvulas. Aperte com firmeza B—Coluna com Rosca Métrica lação JDG739-3
com Extremidade Cônica D—Extrator de Buchas
as colunas e porcas. JDG739-7 JDG739-1
IMPORTANTE: O bloco de cilindros deve ser
substituído se o furo do comando de válvulas
estiver danificado. Certifique-se de que 5. Instale a arruela de encosto e a porca, depois aperte
o extrator esteja orientado corretamente até que a bucha saia do furo do bloco.
antes de puxar a bucha.

4. Insira o Extrator de Buchas JDG739-1 (D) no furo do


comando de válvulas.
TORX é uma marca registrada da Camcar/Textron.
Continua na próxima página PU00210,0000179 -54-25OCT10-1/2

CTM104754 (25JUL12) 02-050-6 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=202
Reparo e Ajuste do Comando de Válvulas e Trem de Engrenagens de Distribuição

Instalação da Bucha do Comando de Válvulas


IMPORTANTE: As buchas devem ser instaladas de
modo que o furo de suprimento de óleo se
alinhe com as orifícios de óleo do bloco.

1. Marque a orientação do orifício de abastecimento de

RG7559 —UN—05NOV97
óleo (C) na superfície dianteira do bloco e na bucha
para ajudar no alinhamento da bucha durante a
instalação.
2. Aplique Graxa para Alta Temperatura TY6333 aos
diâmetros interno e externo da nova bucha (A) e ao
diâmetro interno do furo do bloco de cilindros. Deslize
a bucha sobre o Instalador de Buchas JDG739-5B Alinhamento do Furo de Óleo da Bucha do Comando de Válvulas
(B) de modo que a extremidade entalhada da bucha
aponte para a frente do motor quando instalada.
3. Rosqueie o Parafuso Instalador da Bucha JDG739-4
dentro da Placa de Remoção/Instalação JDG739-3.
Com a bucha inserida, perpendicular ao orifício e
alinhada com o orifício de óleo, aperte o parafuso

RG7560 —UN—05NOV97
forçador até que o flange do dispositivo da bucha
encoste na superfície do bloco.
4. Remova a ferramenta da bucha do bloco do cilindro
e verifique o alinhamento correto do orifício de
abastecimento de óleo. Se os furos não estiverem
alinhados, remova e descarte a bucha. Instale uma
Instalação da Bucha do Comando de Válvulas Utilizando
nova bucha. a Ferramenta JDG739B
5. execute: Comando de Válvulas — Instalação
A—Bucha C—Orifício de Abastecimento
B—Instalador de Bucha de Óleo
JDG739-5B

PU00210,0000179 -54-25OCT10-2/2

CTM104754 (25JUL12) 02-050-7 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=203
Reparo e Ajuste do Comando de Válvulas e Trem de Engrenagens de Distribuição

Seguidores do Comando de Válvulas —


Inspeção e Medição
1. Execute Cabeçote dos Cilindros — Remoção.
Ferramentas Especiais:
• JD244 — Tirantes de Elevação

RG18607 —UN—28MAY10
• JDG19 — Suporte Especial
2. Inspecione os seguidores quanto a desgaste desigual
ou dano. Verifique também se há desgaste ou danos
no ressalto correspondente do comando de válvulas.
Substitua conforme necessário.
3. Meça o diâmetro externo do seguidor e o diâmetro
interno de seus furos no bloco de cilindros. Seguidor do Comando de Válvulas

Especificação
Seguidor do Comando de Substitua os seguidores do comando de válvulas que não
Válvulas—DE...............................................................31,61—31,64 mm estiverem dentro das especificações.
(1.245—1.246 in.)
Furo do Seguidor do Substitua o bloco de cilindros se qualquer um dos furos
Comando de Válvulas no dos seguidores do comando de válvulas estiver fora das
Bloco—DI.....................................................................31,70—31,75 mm especificações.
(1.248—1.250 in.)
Seguidor do comando
de válvulas para o
Furo—Folga.......................................0,06—0,13 mm (0.002—0.005 in.)
RG40049,00007ED -54-14OCT10-1/1

Engrenagem do Comando de Válvulas — Inspeção


IMPORTANTE: O comando de válvulas deve ser 1. Limpe o comando de válvulas e a engrenagem em
substituído se sofrer quedas ou danos. A solvente. Seque com ar comprimido.
engrenagem do comando de válvulas e a
chaveta do eixo não estão mais disponíveis 2. Inspecione a engrenagem do comando de válvulas
como peças de reposição. Se a engrenagem quanto a entalhes e arranhões. Substitua o conjunto
sofrer danos, substitua o comando de válvulas do comando de válvulas e engrenagem se estiver
e a engrenagem como um conjunto. danificado.
CD03523,0000240 -54-18MAY10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-050-8 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=204
Reparo e Ajuste do Comando de Válvulas e Trem de Engrenagens de Distribuição

Acionamento Auxiliar Acionado pela


Engrenagem do Comando de Válvulas —
Substituição
NOTA: várias opções de acionamento auxiliar estão
disponíveis, a remoção e instalação de todas elas
são similares. O acionamento auxiliar é integrado na
tampa da engrenagem de sincronização dianteira.

1. Remova a linha de lubrificação.

CD31234 —UN—16AUG10
2. Remova a tampa da engrenagem de acionamento
auxiliar (A).
3. Limpe e inspecione a tampa em busca de rachaduras
ou danos.
4. Remova o conjunto do acionamento auxiliar (B).
NOTA: O conjunto do acionamento auxiliar é reparável. Acionamento Auxiliar
Consulte o CTM67 (somente em inglês),
Acessórios de OEM, para obter informações
adicionais de serviço.

5. Verifique se há trincas no alojamento, rolamentos


gastos ou danificados e rolamento ou estria
danificados.
6. Repare ou substitua o conjunto do acionamento
auxiliar conforme necessário.

RG12431 —UN—02DEC03
NOTA: Verifique se a fenda da junta está alinhada ao dreno
de óleo (C) na cavidade do acionamento auxiliar. C

7. Instale a junta no conjunto do acionamento auxiliar e


posicione na placa do bloco de cilindros. Instale os
parafusos e aperte de acordo com as especificações.
Especificação Alinhamento da Junta
Transmissão Auxiliar
à Placa do Bloco do A—Tampa da Engrenagem C—Drenagem do Óleo
Cilindro—Torque............................................................. 95 N·m (70 lb-ft) B—Conjunto do Acionamento
Auxiliar
8. Instale a tampa e aperte os parafusos ou porcas
conforme a especificação.
Especificação 9. Instale a linha de lubrificação.
Placa da Tampa
da Transmissão
Auxiliar—Torque............................................................. 45 N·m (33 lb-ft)
PU00210,0000181 -54-16AUG10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-050-9 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=205
Reparo e Ajuste do Comando de Válvulas e Trem de Engrenagens de Distribuição

Munhões do Comando de Válvulas —


Medição
Os motores têm uma bucha (substituível) instalada no
furo Nº 1 (dianteiro) do comando de válvulas.
1. Meça o diâmetro do munhão do comando de válvulas.

RG7566 —UN—23NOV97
Se um mancal do comando de válvulas estiver
danificado ou não atender às especificações, instale
um novo comando de válvulas.
2. Meça o diâmetro interno da bucha do comando de
válvulas ou dos furos restantes do bloco de cilindros.
Se o furo do comando de válvulas do bloco de
cilindros estiver danificado ou fora das especificações, Medição do diâmetro do munhão do comando de válvulas
substitua o bloco de cilindros.
Furo do bloco de
Se o diâmetro interno da bucha Nº 1 do comando de
cilindros, todos exceto o
válvulas não atender às especificações, substitua a
Nº 1—Diâmetro........................................................55,986—56,012 mm
bucha do comando de válvulas.
(2.2042—2.2052 in.)
Furos dos Rolamentos do comando de válvulas e Munhão do comando de
Mancais—Especificação válvulas à Bucha, Furo Nº
Munhão do comando de 1 (com bucha)—Espaço
válvulas—Diâmetro..................................................55,872—55,898 mm de lubrificação.............................................................. 0,063—0,115 mm
(2.1997—2.2007 in.) (0.0025—0.0045 in.)
Furo do bloco do cilindro, Munhão do comando
Nº 1 dianteiro no bloco de válvulas ao Furo do
(sem bucha)—Diâmetro...........................................59,961—59,987 mm bloco de cilindros, todos
(2.3607—2.3617 in.) exceto o Nº 1—Espaço
Furo do bloco do cilindro, de lubrificação..............................................................0,088—0,140 mm
Nº 1 dianteiro no bloco (0.0035—0.0055 in.)
(com bucha)—Diâmetro...........................................55,961—55,987 mm
(2.2031—2.2042 in.)
CD03523,000023E -54-19MAY10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-050-10 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=206
Reparo e Ajuste do Comando de Válvulas e Trem de Engrenagens de Distribuição

Ressaltos do Comando de Válvulas —


Medição da Altura
Meça cada ressalto do comando de válvulas no ponto
mais alto (A) e no ponto mais estreito (B). A diferença
entre essas dimensões é altura do ressalto do comando
de válvulas. Se a altura não estiver dentro das
especificações em qualquer ressalto, instale um novo
comando de válvulas.
Especificação
Ressalto de admissão
do comando de
válvulas—Altura.................................6,07—6,33 mm (0.239—0.249 in.)
Ressalto de escape
do comando de
válvulas—Altura.................................6,13—6,39 mm (0.241—0.252 in.)

A—Ponto Alto B—Ponto Estreito

RG7567 —UN—05NOV97
Medição da Altura do Ressalto do comando de válvulas

CD03523,000023F -54-11AUG10-1/1

Placa de Encosto do Comando de Válvulas


— Medição da Folga e da Espessura
1. Limpe a placa de encosto do comando de válvulas e
verifique a folga usando um apalpador.
Especificação

RG7120 —UN—23NOV97
Placa de encosto
do comando de
válvulas—Folga..............................0,09—0,24 mm (0.0036—0.0095 in.)

NOTA: A folga da placa de encosto determina a


folga do comando de válvulas.

2. Verifique a espessura da placa de encosto. Medição da Placa de Encosto do Comando de Válvulas

Especificação
Placa de encosto
do comando de
válvulas—Espessura.............................3,935—3,985 (0.155—0.157 in.)
CD03523,000023D -54-11AUG10-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-050-11 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=207
Reparo e Ajuste do Comando de Válvulas e Trem de Engrenagens de Distribuição

Placa Dianteira — Instalação

CD31202 —UN—26MAY10
CD31232 —UN—16AUG10

Padrão de Aplicação da Junta Flexível

Continua na próxima página CD03523,0000245 -54-08MAR11-1/2

CTM104754 (25JUL12) 02-050-12 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=208
Reparo e Ajuste do Comando de Válvulas e Trem de Engrenagens de Distribuição

Ferramentas Especiais:
• JDG954B — Instalador da Vedação Dianteira de Óleo
do Virabrequim
Consumíveis:
• Junta de Vedação Flexível Moldada no Local Loctite
515
• Junta da Tampa da Engrenagem de Distribuição,
Vedação de Óleo Dianteira do Virabrequim, Junta da
Bandeja de Óleo
IMPORTANTE: Verifique se as superfícies do bloco
de cilindros e da placa dianteira estão livres de
óleo e sujeira antes de aplicar o vedante.

CD31233 —UN—16AUG10
1. Aplique um filete contínuo de 1,5 a 2,0 mm (0.060
a 0.079 in.) de Junta Flexível Moldada no Local
(PM38655) Loctite 515 (A) ao bloco de cilindros, como
se indica.
2. Instale a válvula de derivação de óleo (B) e a mola
(C) no bloco de cilindros.
Sequência de Aperto
IMPORTANTE: Aperte os parafusos conforme o torque
especificado utilizando a sequência indicada em
A—Padrão da Junta Flexível E—Parafusos TORX
até 10 minutos após as peças serem montadas. B—Válvula de Derivação de Escareados
Óleo F— Prisioneiros Rosqueados
3. Instale a placa dianteira (D) no bloco de cilindros. C—Mola G—Parafuso TORX Cabeça
D—Placa dianteira Plana
4. Instale os parafusos TORX escareados (E), os
prisioneiros rosqueados (F) e o parafuso TORX
cabeça plana conforme a especificação, na sequência 7. Execute: Comando de Válvulas — Instalação
indicada.
Especificação
8. Execute: Comando de Válvulas e Engrenagem
Parafusos TORX
Intermediária Superior — Sincronização
escareados da 9. Execute: Roda de distribuição — Instalação
placa dianteira (1 a
5).—Torque................................................................... 25 N·m (18 lb.-ft.) 10. Execute: Tampa da Engrenagem de Distribuição —
Prisioneiros rosqueados Instalação
da placa dianteira (6 a
11. Execute: Bomba de Combustível de Alta Pressão —
14)—Torque.................................................................. 35 N·m (26 lb.-ft.)
Instalação
Parafuso TORX cabeça
plana da placa dianteira 12. Se for removido, execute: Carcaça do Termostato —
(15)—Torque................................................................ 35 N·m (26 lb.-ft.) Instalação
5. Execute: Bomba de Óleo — Instalação 13. Execute: Bomba de Líquido de Arrefecimento —
Instalação
6. Execute: Engrenagem Intermediária Inferior —
Instalação
CD03523,0000245 -54-08MAR11-2/2

CTM104754 (25JUL12) 02-050-13 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=209
Reparo e Ajuste do Comando de Válvulas e Trem de Engrenagens de Distribuição

Placa Dianteira — Remoção


1. Execute: Bomba de Líquido de Arrefecimento (A) —
Remoção
2. Se necessário, execute: Carcaça do Termostato (B)
— Remoção
3. Execute: Comando de Válvulas (C) — Remoção
Ferramentas especiais:
• JDG11206 — Extrator da Vedação de Óleo Dianteira
do Virabrequim
4. Execute: Bomba de Combustível de Alta Pressão (D)
— Remoção

CD31198 —UN—26MAY10
5. Execute: Roda de Distribuição (E) — Remoção
6. Solte o parafuso (F) e remova a engrenagem
intermediária superior (G).
7. Solte o parafuso (H) e remova a engrenagem
intermediária inferior (I).
Remoção das Engrenagens de Distribuição
8. Execute: Bomba de Óleo (J) — Remoção
9. Remova os prisioneiros rosqueados (K) e o parafuso
TORX cabeça plana (L).
10. Remova os parafusos TORX escareados (M).
11. Remova a placa dianteira (N) forçando-a
cuidadosamente para fora do bloco.

A—Bomba do Líquido de H—Parafuso


Arrefecimento I— Engrenagem Intermediária
B—Carcaça do Termostato Inferior
C—Comando de Válvulas J— Bomba de Óleo
D—Bomba de Combustível de K—Prisioneiros Rosqueados
Alta Pressão L— Parafuso TORX Cabeça
E—Roda de Distribuição Plana
F— Parafuso M—Parafusos TORX
G—Engrenagem Intermediária Escareados
Superior N—Placa dianteira

CD31199 —UN—26MAY10

Remoção da Placa Dianteira

CD03523,0000242 -54-08MAR11-1/1

CTM104754 (25JUL12) 02-050-14 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713

PN=210
Reparo e Ajuste do Comando de Válvulas e Trem de Engrenagens de Distribuição

Engrenagens Intermediárias — Medição da


Folga
1. execute: Tampa da Engrenagem de Distribuição —
Remoção
2. Verifique a folga das engrenagens intermediárias

RG7562 —UN—23NOV97
superior e inferior e compare com as especificações.
Especificação
Engrenagem
intermediária
superior—Folga..........................0,095—0,145 mm (0.0037—0.0057 in.)
Engrenagem
intermediária Meça a folga da engrenagem intermediária
inferior—Folga....................................0,07—0,33 mm (0.003—0.013 in.)

Se a folga da engrenagem intermediária não atender 3. execute: Tampa da Engrenagem de Distribuição —


as especificações, verifique se há desgaste na Instalação
engrenagem intermediária, eixo intermediário e
arruelas de encosto ao remover a placa dianteira.
CD03523,0000241 -54-25OCT10-1/1

Engrenagem Intermediária Inferior —


Verificação e Substituição de Componentes
Ferramentas especiais:
• JDG537 — Manípulo Guia
• D01045AA — Conjunto de Instaladores de Bucha,

CD31200 —UN—26MAY10
Rolamento e Vedação
Medição
1. Meça o diâmetro do furo da bucha da engrenagem
intermediária (A) e o diâmetro externo do cubo (B)
para determinar o espaço de lubrificação. Se o
espaço de lubrificação exceder as especificações, Verificação da Engrenagem Intermediária Inferior
substitua as peças.
Especificação A—Bucha da Engrenagem D—Arruela de Encosto Traseira
Intermediária Inferior E—Parafuso
Furo da bucha B—Cubo da Engrenagem
da engrenagem Intermediária Inferior
intermediária C—Arruela de Encosto
inferior—Diâmetro..................44,489—44,539 mm (1.7515—1.7535 in.) Dianteira
Cubo da engrenagem
intermediária
inferior—Diâmetro..................44,437—44,463 mm (1.7495—1.7505 in.) Cubo intermediário
Bucha da engrenagem inferior—Largura.............................16,15—16,25 mm (0.6358—0.6398)
intermediária inferior ao
3. Verifique se há desgaste excessivo nas arruelas
Cubo—Folga..............................0,026—0,102 mm (0.0010—0.0040 in.)
de encosto dianteira (C) e traseira (D). Substitua
2. Meça a largura do furo da engrenagem e a do cubo. conforme necessário.
Substitua as peças que estão fora da especificação.
Especificação
Furo da engrenagem
intermediária
inferior—Largura.........................15,92—16,08 mm (0.6268—06331 in.)
Continua na próxima página CD03523,0000243 -54-12AUG10-1/3

CTM104754 (25JUL12) 02-050-15 Motores 6,8 L Interim Classe 4 Acima de


130 kW (174 hp)
030713