Vous êtes sur la page 1sur 1

Exemplo 1.

O lucro de uma fábrica na venda de determinado produto é dado pela


função
L(x) = – 5x2 + 100x – 80, onde x representa o número de produtos vendidos e L(x) é
o lucro em reais. Determine:

a) O lucro máximo obtido pela fábrica na venda desses produtos.


Solução: Como a função que determina o lucro da fábrica, L(x) = – 5x2 + 100x – 80, é
uma função do 2º grau, percebemos que a = – 5 < 0. Isso implica que a parábola
que representa essa função tem a concavidade voltada para baixo, tendo, portanto,
um ponto de máximo absoluto, que é o vértice da parábola. O lucro máximo da
empresa será dado pelo Yv (coordenada y do vértice). Assim, teremos:

Portanto, o lucro máximo da fábrica será de R$ 420,00.

b) Quantos produtos precisam ser vendidos para obtenção do lucro máximo.

Solução: O número de produtos a serem vendidos para obtenção do lucro máximo


será dado pelo Xv (coordenada x do vértice). Teremos:

Concluímos que a fábrica precisa vender 10 produtos para obter o lucro máximo
desejado.

Exemplo 2. A estrutura do lucro de uma pequena empresa pode ser estudada através
da função
𝑦 =– 𝑥² + 120𝑥– 2000
sendo 𝑦 o lucro em reais quando a empresa vende 𝑥 unidades.

Determine o número de unidades a serem vendidas a fim de se obter o lucro máximo.