Vous êtes sur la page 1sur 52

Gramática | Material de Apoio Prof. Nelson Sartori | nesartori@hotmail.com

I) MORFOLOGIA CLASSES DE PALAVRAS Classes de palavras (ou classes gramaticais)

São dez classes de palavras que se subdividem em dois grupos: palavras variáveis e invariáveis. As variáveis são as que têm flexão de gênero, número, grau, pessoa, tempo, modo e voz e as invariáveis, logicamente, não têm flexão. As variáveis são: substantivo, artigo, adjetivo, numeral, pronome e verbo. E as invariáveis são: advérbio, preposição, conjunção e interjeição.

Obs.: Locução: é o conjunto de duas ou mais palavras que juntas desempenham apenas uma função

gramatical (um sentido) amor de mãe= amor materno.

Morfossintaxe Para começarmos a entender como funciona sintaxe, primeiro temos de saber classificar as palavras morfologicamente, para depois saber como analisá-las nas frases, baseando-nos na relação semântico-gramatical que as palavras têm dentro de cada contexto.

Todas as duas casas da beira do rio foram compradas muito deterioradas.

casas da beira do rio foram compradas muito deterioradas. Observações: 1) O substantivo e toda palavra

Observações:

1) O substantivo e toda palavra que o substituir é chamada de nome e todo nome é núcleo. 2) Palavras que acompanham o substantivo ou a ele se referem são chamadas de palavras determinantes ou palavras adjetivas; 3) As palavras adjetivas devem concordar com o substantivo/nome a que se referem;

Relembrando:

Indique a que classe gramatical pertencem as palavras dos grupos abaixo:

a) Um belo dia:

b) Os carros velhos:

c) Esta vida corrida:

d) Uma ótima proposta:

e) Os meus dois velhos arquivos:

Gramática | Material de Apoio Prof. Nelson Sartori | nesartori@hotmail.com

SUBSTANTIVO Substantivo é a palavra usada para denominar coisas, pessoas, lugares, um ser e sentimentos. Pode estar acompanhado por um adjetivo, numeral, ou pronome. Os substantivos são caracterizados por terem gênero, número e grau, sua classificação é:Concreto; Abstrato, Próprio, Comum, Primitivo, Derivado, Simples, Composto e Coletivo.

1. Identifique e grife o termo mais importantes em cada período.

a) Nossa maior fraqueza está em desistir.

b) O entusiasmo é a maior força da alma.

c) O insucesso é apenas uma oportunidade para recomeçar com mais inteligência.

d) Perder para a razão, sempre é ganhar.

e) O desejo de conquistar é realmente muito natural e comum;

f) A conquista é um acaso que talvez dependa mais das falhas dos vencidos do que do gênio do vencedor.

FLEXÃO DO SUBSTANTIVO. Por ser uma palavra variável o substantivo sofre flexões para indicar:

FLEXÃO

DEFINIÇÃO

EXEMPLO

GÊNERO

Masculino

o

carro, o leão, o conceito

Feminino

a

casa, a cobra, a ideia

NÚMERO

Singular

homem, anel, leitão

Plural

homens, anéis, leitões

GRAU

Diminutivo

casinha, homúnculo

Aumentativo

casarão, homenzarrão

PLURAL DOS SUBSTANTIVOS COMPOSTOS. Os formados sem hífen têm plural igual ao do substantivo simples:

SINGULAR

PLURAL

aguardente

aguardentes

pontapé

pontapés

malmequer

malmequeres

girassol

girassóis

PLURAL DOS SUBSTANTIVOS COMPOSTOS COM HÍFEN.

Flexionam-se os substantivos, adjetivos, numerais e pronomes

As

demais

classes

gramaticais

permanecem

invariáveis

 

Forma singular

Forma plural

Elementos da composição

 

couve-flor

couves-flores

substantivo + substantivo

 

amor-perfeito

amores-perfeitos

substantivo + adjetivo

 

quinta-feira

quintas-feiras

numeral + substantivo

 

sempre-viva

sempre-vivas

advérbio + adjetivo

 

guarda-roupa

guarda-roupas

verbo + substantivo

 

reco-reco

reco-recos

palavras repetidas

 

o

bota-fora

os bota-fora

verbo + advérbio

 

navio-escola / banana-maçã

navios-escola / bananas-

há duas opções quando o segundo substantivo funciona como determinante do primeiro

/

laranja-pera

maçã / laranjas-pera (flexiona-se só o primeiro)

 

navios-escolas/ bananas- maçãs / laranjas-peras (flexionam-se os dois)

 

Gramática | Material de Apoio Prof. Nelson Sartori | nesartori@hotmail.com

CASOS ESPECIAIS

louva-a-deus

louva-a-deus

bem-te-vi

bem-te-vis

bem-me-quer

bem-me-queres

joão-ninguém

joões-ninguém

EXERCÍCIO

1. (adaptada)

Flexiona-se de maneira idêntica a lugares-comuns a palavra

a)

ave-maria

b)

amor-perfeito.

c)

salário-maternidade.

d)

alto-falante.

e)

bate-boca.

ADJETIVO:

É a classe gramatical de palavras que exprimem qualidade, defeito, origem, estado do ser.

LOCUÇÃO ADJETIVA:

É toda expressão formada de uma preposição mais um substantivo, equivalente a um adjetivo. Por exemplo, homens com aptidão (aptos), bandeira da Irlanda (irlandesa).

Número dos Adjetivos Os adjetivos podem estar no singular ou no plural, concordando com o número do substantivo a que se referem. Assim, a sua formação se assemelha à dos substantivos. Conheça as regras em Flexão dos Adjetivos.

Grau dos Adjetivos Quanto ao grau, os adjetivos são classificados em:

Comparativo: utilizado para comparar qualidades. Está dividido em: igualdade, superioridade e inferioridade.

Superlativo: utilizado para intensificar qualidades, sendo classificado em: absoluto (analítico e sintético) ou relativo (superioridade e inferioridade).

Grau Comparativo

Tipo

Característica

Exemplo

 

Comparativo

de

indica o grau de igualdade entre seres. As locuções utilizadas são: tão_ quanto; tanto_ quanto; assim_ como; do mesmo jeito que.

Aquela

aluna

é tão

Igualdade

dedicada quanto a amiga.

Comparativo

de

indica o grau de superioridade entre seres. As locuções utilizadas são: mais_ que; mais_ do que.

Aquela

aluna

é mais

Superioridade

dedicada do que a amiga.

Comparativo

de

indica o grau de inferioridade entre seres. As locuções utilizadas são: menos_ que; menos_ do que.

Aquela

aluna

é menos

Inferioridade

dedicada do que a amiga.

Gramática | Material de Apoio Prof. Nelson Sartori | nesartori@hotmail.com

Grau Superlativo

Tipo

Característica

 

Exemplo

 

Superlativo

Grau superlativo relativo de inferioridade = o menos (adjetivo)

Pedro

é o

menos

relativo de

inteligente da turma.

inferioridade

   

Superlativo

Grau

superlativo

relativo

de

superioridade

=

o

mais

Ela

é a pessoa mais

relativo de

(adjetivo)

 

educada deste mundo!

 

superioridade

   

Superlativo

Grau superlativo absoluto analítico = palavra intensificadora (muito; extremamente; excessivamente; imensamente) + adjetivo

A sobremesa é muito doce.

absoluto analítico

Superlativo

Grau superlativo absoluto sintético = adjetivo + sufixo (- íssimo; -imo; - ílimo; -érrimo)

A sobremesa é dulcíssima.

absoluto

sintético

 

1) Sublinhe, no texto abaixo, os adjetivos:

“Necessitava da casa, achava-a confortável, espaçosa e aconchegante, além de prática e versátil.”

2) Substitua as locuções adjetivas pelos adjetivos equivalentes:

a) beleza da manhã

b) coração de pedra

c) estratégia de guerra

d) funcionário sem capacidade

3) Que diferença de sentido decorre da mudança de posição do adjetivo? a.1) trabalho simples a.2) simples trabalho b.1) pobre criança b.2) criança pobre

EXERCÍCIO

2. VUNESP MPE SP

A partir de janeiro, Minas Gerais irá se espelhar na experiência de enfrentamento de catástrofes e tragédias do Japão, para tentar superar Mariana e recuperar os danos ambientais e sociais. Bombeiros mineiros deverão receber treinamento por meio da Agência de Cooperação Internacional do Japão (Jica), a exemplo da troca de experiências que já acontece no Estado com a polícia comunitária, espelhada no modelo japonês Koban.

No

é formada por substantivo + adjetivo, nessa ordem. Essa relação também se verifica na expressão destacada em:

trecho

Bombeiros

mineiros deverão

receber

treinamento

(1 o parágrafo),

a

expressão

em

destaque

a) A imprudente atitude do advogado trouxe-me danos.

b) Entrou silenciosamente, com um espanto indisfarçável.

c) Alguma pessoa teve acesso aos documentos da reunião?

d) Trata-se de um lutador bastante forte e preparado.

e) Estiveram presentes à festa meus estimados padrinhos.

3. VUNESP FUNDACENTRO

Para responder a questão, considere o trecho do penúltimo parágrafo:

Mas

O substantivo mesinha está empregado no diminutivo, com a intenção de mostrar que se trata de um objeto de

você

não

levou

relógio

nenhum,

filha.

Você

esqueceu

ele

na

mesinha

de

cabeceira.

a) grande valor estético.

b) utilidade questionável.

c) pequenas proporções.

Gramática | Material de Apoio Prof. Nelson Sartori | nesartori@hotmail.com

d) grande apreço.

e) alto valor monetário.

4. VUNESP SAP SP

grande apreço. e) alto valor monetário. 4. VUNESP SAP SP É correto afirmar que o termo

É correto afirmar que o termo viciado está empregado no primeiro quadrinho como

a) substantivo, significando algo que sofreu deformação.

b) adjetivo, significando algo que é adulterado.

c) substantivo, significando algo que se faz ilegalmente.

d) adjetivo, significando algo que se faz por hábito.

e) substantivo, significando algo que se faz a contragosto.

5. VUNESP

No período Quase igual ao horror pelos cães conhecidos, ou de conhecidos, cuja lambida fria, na intimidade que lhes tenho sido obrigado a conceder, tantas vezes, me provoca uma incontrolável repugnância. , os termos em

destaque, conforme o contexto que determina seus usos, classificam-se, respectivamente, como

a) adjetivo, adjetivo e substantivo.

b) substantivo, adjetivo e substantivo.

c) adjetivo, substantivo e substantivo

d) adjetivo, adjetivo e adjetivo.

e) substantivo, substantivo e adjetivo.

ADVÉRBIO É a palavra que modifica o sentido do verbo (maioria), do adjetivo e do próprio advérbio (intensidade para essas duas classes). Denota em si mesma uma circunstância que determina sua classificação.

5) Sublinhe os advérbios e locuções adverbiais:

a) Fui ao cinema com sua prima.

b) O menor trabalha sempre por necessidade_

c) Fui ao cinema ontem com sua prima.

d) Porventura, encontrariam a solução da crise?.

e) Ela normalmente vive para o amor .

f) Sempre aparecia por lá_

g) A atleta corria bastante.

h) Viajei de trem.

6) Transforme as locuções adverbiais em advérbios de modo:

Ex.: Ele atendeu o idoso com prioridade. Ele fez o trabalho prioritariamente.

a) Ela me atendeu com

b) Faça o teste com

Gramática | Material de Apoio Prof. Nelson Sartori | nesartori@hotmail.com

7. Identifique as locuções destacadas, usando o código:

(a) locução adverbial

(b) locução adjetiva

a) Hoje é uma noite de festa. (

b) Faça o exercício em silêncio. (

)

)

c) Ela se veste com capricho. (

)

d) A criança está com sono. (

)

e) Ele vem aqui com certeza. (

)

8. Em cada par de frases abaixo, classifique a palavra em destaque de acordo com o código:

ADJ adjetivo

ADV advérbio

a)

Faça sua exercício direito! (

)

Entrou pelo corredor direito (

b) Cobrou barato a reforma que organizou. (

Se vende por um preço barato? (

)

)

)

c)

Rápido nos veremos novamente. (

)

O

tratamento por que passou foi rápido. (

)

d)

É um homem baixo. (

Fale baixo! (

)

e)

Ele falou claro. (

Era um homem claro. (

EXERCÍCIO

)

)

6. VUNESP UNIFESP

Observe as passagens:

)

– … e agora quer começar uma carreira médica.

– … ele tem 80 anos. Isto mesmo, 80.

Talvez a expectativa de vida não permita…

As expressões destacadas expressam, respectivamente, sentido de

a) lugar, modo e causa.

b) tempo, afirmação e dúvida.

c) afirmação, afirmação e dúvida.

d) tempo, modo e afirmação.

e) modo, dúvida e intensidade.

7. VUNESP UNESP

Uma palavra que substitui a expressão destacada em A iniciativa começou com frutos e legumes, mas, pouco a pouco, está se expandindo. , sem alteração de sentido, é:

a) subitamente.

b) paulatinamente.

c) repentinamente.

d) provavelmente.

e) impreterivelmente.

PREPOSIÇÃO É uma palavra invariável que liga dois elementos da oração, subordinando o segundo ao primeiro, ou seja, o regente e o regido. Isso significa que a preposição é o termo que liga substantivo a substantivo, verbo a substantivo, substantivo a verbo, adjetivo a substantivo, advérbio a substantivo.

Gramática | Material de Apoio Prof. Nelson Sartori | nesartori@hotmail.com

Moravam

em

uma

casa de

madeira

de

lei

verde.

9. Sublinhe as preposições nas frases abaixo:

a) Viviam em um apartamento de luxo.

b) Comprou tudo sem se incomodar.

c) Interrompia a tarefa com um suspiro.

d) Voltou após a palestra.

e) Está lá desde o mês passado.

f) Estenderei a toalha ali para você.

10. As relações expressas pelas preposições são:

I) Fui ao jogo com ele.

II) Estávamos sem paciência ontem.

III) Todos se divertiam no carro de Renata.

IV)

Poucos tiveram coragem de viajar de balão.

V)

Economizou para investir.

a)

companhia, falta, posse, meio, fim

b)

falta, companhia, posse, meio, fim

c)

companhia, falta, posse, fim, meio

d)

companhia, posse, falta, meio, fim

e)

companhia, falta, meio, posse, fim

EXERCÍCIOS

8. VUNESP PREFEITURA DE ALUMÍNIO SP

O termo para expressa ideia de finalidade/propósito em:

a) O Minddrive, na verdade, é um reforço escolar para adolescentes que não vão bem no ensino regular. (1º

parágrafo)

b) que os alunos simulam situações cotidianas e pensam em soluções para os problemas que vão

surgindo. (1º parágrafo)

c) Os desafios que as nossas escolas enfrentam hoje são importantes demais para ficarmos isolados. (1º

parágrafo)

d) Precisamos preparar os alunos para o mundo real

e) as estruturas são de bambu e as salas de aula, abertas, para que o calor e o vento balineses possam

entrar. (2º parágrafo)

(1º parágrafo)

Artigo É uma das palavras que podem anteceder o substantivo, particularizando-o ou definindo-o se for artigo definido; generalizando-o ou indefinindo-o caso seja artigo indefinido.

artigos definidos: o(s), a(s)

artigos indefinidos: um(ns) uma(s) ),

Funções do artigo

Qualquer palavra antecedida por um artigo se torna um substantivo:

jovem → adjetivo

precedida do artigo “O jovem deve trabalhar” → substantivo

Indica o gênero dos substantivos:

o jornalista / a jornalista

Realça ou acentua um substantivo:

“Esta não é uma mulher, é a mulher” “Esta é apenas uma mulher qualquer”

Gramática | Material de Apoio Prof. Nelson Sartori | nesartori@hotmail.com

Numeral É a palavra que indica uma quantidade exata, uma posição em uma série, uma fração ou uma multiplicação.

Tipos de numerais:

Cardinais

Ordinais

Multiplicativo

Fracionários

EXERCÍCIOS

9. VUNESP MPE SP

O SBT fará uma homenagem digna da história de seu proprietário e principal apresentador: no próximo dia

12 [12.12.2015] colocará no ar um especial com 2h30 de duração em homenagem a Silvio Santos. É o dia de seu aniversário de 85 anos.

(http://tvefamosos.uol.com.br/noticias)

As informações textuais permitem afirmar que, em 12.12.2015, Sílvio Santos completou seu

a) octogenário quinquagésimo aniversário.

b) octogésimo quinto aniversário.

c) octingentésimo quinto aniversário.

d) otogésimo quinto aniversário.

e) oitavo quinto aniversário.

SAIBA MAIS:

ADVÉRBIO Principais circunstâncias:

lugar: longe, junto, acima, atrás, alhures_ tempo: breve, cedo, já, dentro, ainda_ modo: bem, mal, melhor, pior, devagar, a maioria dos adv. com sufixo -mente negação: não, tampouco, absolutamente_ dúvida: quiçá, talvez, provavelmente, possivelmente_ intensidade: muito, pouco, bastante, mais, demais, tão_ afirmação: sim, certamente, realmente, efetivamente_

São locuções adverbiais:

à direita, à frente, à vontade, de cor, em vão, por acaso, frente a frente, de maneira alguma, de manhã, de repente,

de vez em quando, em breve e tantas outras.

Obs.: São classificadas, também, em função da circunstância que expressam.

PREPOSIÇÃO Classificações essenciais: a, ante, após, até, com, contra, de, desde, em, entre, para, per, perante, por, sem, sob, sobre, trás acidentais: afora, conforme, consoante, durante, exceto, salvo, segundo, senão etc. Obs.: preposições essenciais regem pronome oblíquo tônicos; enquanto preposições acidentais regem as formas retas dos pronomes pessoais: Falei sobre ti. / Todos, exceto eu, vieram. São locuções prepositivas: abaixo de, acerca de, a fim de, além de, ao lado de, apesar de, através de, de acordo com, em vez de, junto de, perto de etc. Obs.: a última palavra da locução prepositiva é sempre uma preposição, e de uma locução adverbial nunca é preposição. Emprego

combinação: preposição + outra palavra sem perda fonética: ao/aos.

contração: preposição + outra palavra com perda fonética: na/àquela.

• não se deve contrair preposição com o termo seguinte se ele for sujeito: Está na hora de ele falar.

Gramática | Material de Apoio Prof. Nelson Sartori | nesartori@hotmail.com

CONJUNÇÃO Observemos o quadro abaixo. Nele há as principais conexões:

CONJUNÇÕES COORDENATIVAS

 

1-

aditivas

indicam

adição,

e, nem, que (=e), (não só_) mas também / como também, (tanto_) como

O número dezesseis é par e sua raiz quadrada é quatro.

sequência

2

-

adversativas

indicam

mas, porém, contudo, todavia, entretanto, que (=mas), no entanto, e sim

Ele estava com muita fome, mas não conseguia engolir a comida de tão nervoso que estava.

adversidade, oposição

- alternância, exclusão

3

alternativas

indicam

ou_ ou,ora_ ora, quer_ quer, seja_ seja, nem_nem, já_já

Ou

teremos de nos separar.

aprendemos

a

conversar,

ou

4

- conclusivas indicam fato ou

logo, portanto, pois (depois de verbo), por isso

fomos, pois,

ideia resultante da oração anterior

A prova estava fácil; muito bem.

 

5

- explicativas indicam fato ou

que, porque, pois (antes do verbo), porquanto

Não

sem

mim,

que

eu

ficarei

ideia que justifica o conteúdo da

triste.

primeira oração.

 

CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS

 

1- causais indicam o motivo do fato da oração principal.

porque, já que, pois que, por isso que, como ( só no início do período), visto que, desde que, visto como, na medida em que

Como estava doente, foi ao médico.

2- comparativas indicam uma relação entre dois elementos um da oração subordinada e outro da oração principal.

mais_ do que, menos_ do que, tão/tanto_ como/ quanto, assim como, como (no início ou não do período)

Ele sempre se comportou como um garoto mimado.

3- concessivas indicam ideia de oposição, de exceção ao padrão.

embora, conquanto, ainda que, mesmo que, se bem que, posto que, por mais que

Embora estivesse cansada, assisti à aula até o fim.

4- condicionais indica um fato

se (não), caso, desde que, a não ser que, a menos que, contanto que, uma vez que, desde que, salvo se

Ele não poderá cursar este módulo,

hipotético ou

condicional (=

menos que haja alguma desistência.

a

permissivo)

do

fato

da

oração

principal.

 

5- conformativas indicam a ideia “de acordo com” em relação à ideia da principal

conforme, como, segundo

Tudo aconteceu como eles haviam previsto.

6- consecutivas indicam um fato resultante do fato da oração principal

(tão/tanto_) que, de modo que, de sorte que, de maneira que, de forma que

Tanto se esforçou, que conseguiu ser aprovado nos exames.

7- finais indicam a finalidade do fato da oração principal.

fim de que, para que, porque, que

a

Estude bastante para que consiga uma boa classificação.

8- proporcionais indicam fato simultâneo ao da oração principal

proporção que, à medida que, quanto mais, quanto menos, conforme

à

Sentíamos mais calor à medida que avançávamos para o interior.

circunstância de tempo em relação ao fato da oração principal

9- temporais

indicam

quando, enquanto, mal, logo que, assim que, sempre que, desde que

Mal amanhece, muita gente vai à praia em busca de peixe fresco.

10

- integrantes não indicam

que, se

Nós queremos que você compareça à nossa festa de despedida. (= Nós queremos isso.)

ralação semântica específica, mas auxiliam as orações subordinadas a completar a oração principal sintaticamente.

Gramática | Material de Apoio Prof. Nelson Sartori | nesartori@hotmail.com

Obs.:

substantivas, enquanto as demais iniciam orações subordinadas adverbiais. Muitas vezes a função de interligar orações é desempenhada por locuções conjuntivas.

subordinadas

As

conjunções

subordinativas

integrantes

introduzem

as

orações

INTERJEIÇÃO

Expressa estados emocionais do falante, variando de acordo com o contexto emocional. Podem expressar:

alegria: ah!, oh!, oba! etc. advertência: cuidado!, atenção etc. afugentamento: fora!, rua!, passa!, xô! etc. alívio: ufa!, arre! animação: coragem!, avante!, eia! aplauso: bravo!, bis!, mais um! etc. chamamento: alô!, olá!, psit! etc. desejo: oxalá!, tomara! etc. dor: ai!, ui! etc. espanto: puxa!, oh!, chi!, ué! etc. impaciência: hum!, hem! etc. silêncio: silêncio!, psiu!, quieto! São locuções interjeitivas: puxa vida!, não diga!, que horror!, graças a Deus!, ora bolas!, cruz credo! etc.

PALAVRAS DENOTATIVAS Série de palavras que se assemelham ao advérbio. A NGB considera-as apenas como palavras denotativas, não pertencendo a nenhuma das 10 classes gramaticais. Classificam-se em função da ideia que expressam:

adição: ainda, além disso etc.: Comeu tudo e ainda queria mais. afastamento: embora: Foi embora daqui. afetividade: ainda bem, felizmente, infelizmente: Ainda bem que passei de ano. aproximação: quase, lá por, bem, uns, cerca de, por volta de etc.: É quase 1h a pé. designação: eis: Eis nosso carro novo. exclusão: apesar, somente, só, unicamente, inclusive, exceto, senão, sequer, apenas etc.: Todos saíram, explicação: isto é, por exemplo, a saber etc.: Li vários livros, a saber, os clássicos. inclusão: até, ainda, também, inclusive etc.: Eu também vou. limitação: só, somente, unicamente, apenas etc.: Apenas um me respondeu. realce: é que, cá, lá, não, mas, é porque etc.: E você lá sabe essa questão? retificação: aliás, isto é, ou melhor, ou antes etc.: Somos três, ou melhor, quatro. situação: então, mas, se, agora, afinal etc.: Afinal, quem perguntaria a ele?

PRONOMES Emprego, formas de tratamento e colocação.

menos ela.

PRONOMES: palavra variável que substitui ou acompanha um substantivo. Diferenciamos então os pronomes em duas categorias - pronome substantivo e pronome adjetivo. O pronome substantivo é aquele que substitui um substantivo, representando-o. Enquanto o pronome adjetivo é aquele que acompanha um substantivo, determinando-o.

Ex: João comprou um belo carro. SUBSTANTIVO = SUBSTITUI O SUBSTANTIVO (FAZ SUA REPRESENTAÇÃO) (ELE comprou um belo carro)

PRONOME

SUA REPRESENTAÇÃO) ( ELE comprou um belo carro) PRONOME ADJETIVA = ACOMPANHA O SUBSTANTIVO (FAZ A

ADJETIVA = ACOMPANHA O SUBSTANTIVO (FAZ A SUA CARACTERIZAÇÃO) (João comprou MEU carro)

Gramática | Material de Apoio Prof. Nelson Sartori | nesartori@hotmail.com

CLASSIFICAÇÃO DOS PRONOMES

CLASSIFICAÇÃO

CONCEITO

 

EXEMPLO

PESSOAIS

são aqueles que substituem as pessoas do discurso

eu, tu, ele, nós, vós, eles

DEMONSTRATIVOS

indicam a localização dos elementos gramaticais no espaço, no tempo e no texto

este, esse, aquele, o, a, tal, mesmo, próprio

RELATIVOS

fazem referência a elementos gramaticais geralmente já expressos no texto

que, quem, o qual, onde, cujo

INTERROGATIVOS

empregados na elaboração de perguntas

que ?, qual?, quem?

INDEFINIDOS

não determinam com precisão o substantivo a que se referem

alguém, ninguém, qualquer, algo

POSSESSIVOS

indicam

a

quem

pertencem

os

objetos,

meu, teu, seu, nosso, vosso, dele, dela

ideias, seres

 

TRATAMENTO

representam a formalidade de como se tratam as pessoas do discurso

senhor, senhora, senhorita, sua senhoria, vossa excelência

PRONOMES PESSOAIS

CASO RETO (têm função de sujeito)

CASO OBLÍQUO (têm função de complemento)

ÁTONOS (não são reposicionados)

TÔNICOS (são preposicionados)

Eu

me

mim, comigo

Tu

te

ti, contigo

Ele

se, o, a, lhe

ele, si, consigo

Nós

nos

nós, conosco

Vós

vos

vós, convosco

Eles

se, os, as, lhes

eles, si, consigo

FIXAÇÃO

1. Complete as frases abaixo com EU ou MIM:

a) Não vá ao supermercado sem (

)

b) Compraram os doces para (

)

c) Essa é uma discussão entre ela e (

)

d) Devolvam logo o livro para (

)

ler.

e)

f) Não vá embora sem (

g)

h)

i) Ele revoltou-se contra você e (

j) Para (

Não vá embora sem (

Essa comida é para (

Sem você e (

)

)

)

mandar.

fazer ?

)

não deixarão o trabalho prosseguir.

)

),

ler isso é muito divertido.

2. Complete com CONOSCO ou COM NÓS:

a) O guarda discutiu (

).

b) O guarda discutiu (

)

dois.

c) )

(

mesmos todos discutiram.

d) Ele discutiu (

e) Marta e Rita irão ao cinema (

)

todos.

)?

f) Já comentaram (

)

sobre tal problema.

g) Já comentaram (

)

quatro sobre tal problema.

Gramática | Material de Apoio Prof. Nelson Sartori | nesartori@hotmail.com

Marque certo (C) ou errado (E):

a) ) A morena discutia consigo mesma ao espelho.

(

b) ) Dirce, eu não preciso brigar consigo nunca mais.

c) (

d) (

(

) Chena, os clientes querem falar consigo alguns minutos.

) Creonice, eu me recordo muito bem de si. Você se mudou para cá novamente?

e) ) Evangivaldo é um homem que só pensa em si.

(

f) ) Marinalva não trouxe consigo o dinheiro do aluguel .

(

PRONOMES INTERROGATIVOS

Os pronomes interrogativos são aqueles usados na elaboração de perguntas diretas ou indiretas. Assim são chamados porque realizam um questionamento direto e claro ou indireto, pois o questionamento é feito sob a forma de uma insinuação. Os pronomes interrogativos (são os pronomes relativos utilizados para fazer perguntas) podem se construir assim:

Interrogações diretas

Interrogações indiretas

Quem é você?

Diga-me quem é você.

Qual é o seu nome?

Diga-me qual é o seu nome.

Que roupas são essas?

Explique-me que roupas são essas.

Quanto custa o seu serviço?

Quero saber quanto custa o seu serviço.

PRONOMES INDEFINIDOS

São palavras que dão sentido vago e impreciso ao fazerem referência à terceira ou expressando quantidade indeterminada.

Variáveis

Invariáveis

Singular

Plural

Masculino

Feminino

Masculino

Feminino

algum

alguma

alguns

algumas

alguém

nenhum

nenhuma

nenhuns

nenhumas

ninguém

todo

toda

todos

todas

outrem

muito

muita

muitos

muitas

tudo

pouco

pouca

poucos

poucas

nada

vário

vária

vários

várias

algo

tanto

tanta

tantos

tantas

cada

outro

outra

outros

outras

quanto

quanta

quantos

quantas

qualquer

quaisquer

 

Nenhuma carta vinda de qualquer lugar deste mundo trouxe tantas bobagens quanto cada uma daquelas poucas pérolas que você enviou aos outros sócios.

PRONOMES POSSESSIVOS Fazem referência às pessoas do discurso, apresentando-as como possuidoras de algo. Concordam em gênero e número com a coisa possuída.

Pronomes possessivos

 

pessoa

um possuidor

vários possuidores

exemplo

meu (s), minha (s)

nosso (a/s)

Ah! O carro é nosso, mas a dívida é minha ?

Gramática | Material de Apoio Prof. Nelson Sartori | nesartori@hotmail.com

teu (a/s)

vosso (a/s)

Tu sabes qual é o teu dever! E vós conheceis o vosso!

seu (a/s)

seu (a/s)

Cuidem vocês de suas próprias vidas!

Geralmente vem antes do substantivo a que faz referência, e pode, também, vir depois do substantivo que é determinado por ele.

EXERCÍCIOS

10. VUNESP PREFEITURA DE SUZANO SP

Há dois pronomes que expressam a ideia de posse em relação a uma coisa possuída. Assinale a alternativa em que eles estão destacados.

a) Fazer o leitor satisfeito de si / as amadas que envelheceram sem maldade.

b) Aquele em cuja poesia há a marca suja da vida / passa um caminhão, salpica-lhe o paletó.

c) Aquele em cuja poesia há a marca suja da vida /mas este fica para as menininhas.

d) Passa um caminhão, salpica-lhe o paletó / as amadas que envelheceram sem maldade.

e) Aquele em cuja poesia há a marca suja da vida /Fazer o leitor satisfeito de si.

EXERCÍCIOS

11. VUNESP MPE SP

Leia os quadrinhos.

de si. EXERCÍCIOS 11. VUNESP MPE SP Leia os quadrinhos. Em respectivamente, com: conformidade com a

Em

respectivamente, com:

conformidade

com

a

a) Me morda

mim

b) Morda-me

eu

c) Me morde

mim

d) Morde eu

eu

e) Morda-me

mim

norma-padrão,

as

lacunas

na fala

da

personagem

devem

ser

preenchidas,

PRONOMES DE TRATAMENTO Pronomes de tratamento são axiônimos, ou seja, nomes que constituem formas corteses de tratamento, expressões de reverência, títulos honoríficos, etc. São pronomes como outros quaisquer, inclusive empregados da mesma forma que os pronomes pessoais, porém são utilizados em situações formais específicas antepondo-se a determinadas palavras que designam cargos ou posições sociais de prestígio, como já mencionado acima.

Gramática | Material de Apoio Prof. Nelson Sartori | nesartori@hotmail.com

Emprego dos Pronomes de Tratamento

Vossa Excelência

fala direta à pessoa ( no corpo do texto )

Sua Excelência

fala referindo-se à pessoa ( no campo do destinatário )

Sempre levam a concordância para a terceira pessoa Sua / Vossa Senhoria será homenageada por seus amigos. Sua / Vossa Senhoria será homenageado por seus amigos.

Tratamento

Abreviatura

Usados para:

Você

V.

Usado para um tratamento íntimo, familiar.

Senhor, Senhora

Sr., Sr.ª

Pessoas com as quais mantemos um certo distanciamento mais respeitoso

   

Pessoas com um grau de prestígio maior. Usualmente, os

Vossa Senhoria

V.

S.ª

empregamos em textos escritos, como: correspondências, ofícios, requerimentos, etc.

Vossa Excelência

V.

Ex.ª

Usados para pessoas com alta autoridade, como: Presidente da República, Senadores, Deputados, Embaixadores, etc.

Vossa Eminência

V.

Em.ª

Usados para Cardeais.

Vossa Alteza

V.

A.

Príncipes e duques.

Vossa Santidade

V.S.

Para o Papa.

Vossa Reverendíssima

V.

Rev.mª

Sacerdotes e Religiosos em geral.

Vossa Paternidade

V.

P.

Superiores de Ordens Religiosas.

Vossa Magnificência

V.

Mag.ª

Reitores de Universidades

Vossa Majestade

V.

M.

Reis e Rainhas.

PRONOMES DEMONSTRATIVOS

Subclasse de palavras que, substituindo os nomes, indicam a posição dos seres e das coisas no espaço, no tempo e no texto em relação às pessoas gramaticais.

Variáveis

   

Singular

 

Plural

Invariáveis

Masculino

Feminino

Masculino

Feminino

este

esta

estes

estas

isto

       

isso

esse

essa

esses

essas

aquilo

aquele

aquela

aqueles

aquelas

o

mesmo

a

mesma

os mesmos

as mesmas

 

o

outro

a

outra

os outros

as outras

O

a

os

as

 

Tal

tais

Formas Combinadas ( Contrações )

 

Preposições

Pronomes Demonstrativos

 
 

este (s)

esta (s)

esse

essa

aquele

aquela

isto

isso

aquilo

Gramática | Material de Apoio Prof. Nelson Sartori | nesartori@hotmail.com

de

deste (s)

desta (s)

desse

dessa

daquele

daquela

disto

disso

daquilo

em

neste (s)

nesta (s)

nesse

nessa

naquele

naquela

nisto

nisso

naquilo

a

       

àquele

àquela

     

Pronomes Demonstrativos Relação espacial

 
 

Perto

de

quem

fala

Pegue esta caneta que está diante de mim.

Este

(1ª pessoa)

Esse

Perto da pessoa com quem se fala (2ª pessoa)

 

Pegue essa caneta que está diante de ti.

 

Longe

dos

interlocutores

Pegue aquela caneta que está diante dele.

Aquele

(3ª pessoa)

Pronomes Demonstrativos Relação temporal

 

Este

Presente

Neste ano haverá muitos debates no país.

 

Futuro

Nesse ano haverá muitos debates no país.

Esse

Passado próximo

Nesse ano houve muitos debates no país.

Aquele

Passado distante

Naquele ano houve muitos debates no país.

Pronomes Demonstrativos Relação textual

O advogado, a vítima e o réu Nicodemos. foram apresentados assim : este é Nicolau,
O advogado, a vítima e o réu
Nicodemos.
foram
apresentados
assim :
este é Nicolau, esse é Roberto e aquele é

Pronomes Demonstrativos Relação textual

e aquele é Pronomes Demonstrativos – Relação textual O advogado e o réu foram apresentados assim

O advogado e o réu foram

apresentados assim

: este é Nicolau e aquele é Nicodemos.

FIXAÇÃO Complete as frases com os pronomes demonstrativos apropriados; se necessário, use-os combinados com preposições.

a)

b) Por que você anda sempre com (

c) Nasci em meio à segunda guerra mundial. (

d) Zico e Sócrates eram grandes jogadores. (

batedor de faltas que eu já vi atuar no Flamengo.

e) Por favor, traga-me (

f) Por favor, levante (

(

)

carro que está aqui ao meu lado é o mais veloz da temporada de corridas.

)

)

crianças grudadas em você?

)

)

época, não havia paz no mundo.

tinha um toque de bola refinado e elegante, (

cobertor que está aí do seu lado.

) pacotes aqui

)

era o maior

Gramática | Material de Apoio Prof. Nelson Sartori | nesartori@hotmail.com

EXERCÍCIO

12. VUNESP TJ SP Assinale a alternativa em que a palavra mesmo é empregada com sentido e função equivalentes aos observados na

frase do penúltimo parágrafo

valorizar a felicidade produz insatisfação e mesmo depressão.

a) O assunto da aula de hoje é o mesmo da aula passada.

b) Machado de Assis é um escritor do século XIX; Aluísio Azevedo é do mesmo século.

c) Aquele homem é extremamente egoísta; só pensa em si mesmo.

d) O cigarro pode causar diversas doenças, levando mesmo à morte.

e) João continua o mesmo garoto mimado de sempre.

PRONOMES RELATIVOS

São pronomes relativos aqueles que representam nomes já mencionados anteriormente e com os quais se relacionam. Introduzem as orações subordinadas adjetivas.

relacionam. Introduzem as orações subordinadas adjetivas. FIXAÇÃO 1. Diferença entre o pronome rel ativo “que”

FIXAÇÃO

1. Diferença entre o pronome relativo “que” e a conjunção integrante “que”:

(a)

conjunção subordinativa integrante

(b)

pronome relativo

1)

O fundamental é que vocês tenham coragem. (

)

2)

Convém que todos passem por esses problemas. (

)

3)

Estes são os obstáculos que foram superados. (

)

4)

O jantar que você fez é repulsivo. (

)

5)

Foram reclamar do tempero que colocaram na salada. ( )

 

6)

É necessário que a obra seja concluída no tempo certo. (

)

2. Treinando com o pronome relativo CUJO, regido ou não de preposição:

a) Não pude ver o desenhista

b) Gostaria de conhecer o pintor

c) Acabei de ler o jornalista

d) Comprei o novo CD do cantor

e) Acabei de conhecer o cantor

ideias as crianças gostam. trabalho a síndica se revoltou. opiniões a crítica fez alusão. nome ninguém lembra. nome ninguém se lembra.

3. Indique os pronomes relativos e os respectivos antecedentes:

a) Pedro chamou o menino que estava sobre o muro.

b) O jovem, minha filha, a quem dizes amar, não te ama.

Gramática | Material de Apoio Prof. Nelson Sartori | nesartori@hotmail.com

c) Onde você pôs aquele presente embrulhado em papel colorido que ontem lhe mostrei?

d) Eis a carta cujo conteúdo você desconhecia.

e) Disse-me João: "Aqui estão os trabalhos que vos pretendo entregar."

f) É essa a casa onde você quer viver?

EXERCÍCIO

13. VUNESP TJ SP

Leia a charge.

você quer viver? EXERCÍCIO 13. VUNESP TJ SP Leia a charge. A lacuna na fala da

A lacuna na fala da personagem deve ser preenchida, corretamente, com:

a) em cujo

b) aonde

c) em que

d) que

e) ao qual

14. VUNESP SP-URBANISMO

b) aonde c) em que d) que e) ao qual 14. VUNESP SP-URBANISMO De acordo com

De acordo com a norma-padrão da língua portuguesa, a lacuna na fala da personagem deve ser preenchida com

a) que

b) cujo

c) de que

d) ao qual

e) aonde se

15. VUNESP PC SP

Leia a tira

na fala da personagem deve ser preenchida com a) que b) cujo c) de que d)

Gramática | Material de Apoio Prof. Nelson Sartori | nesartori@hotmail.com

De acordo com a norma-padrão da língua portuguesa, a lacuna na fala da mulher de Hagar, no último quadrinho, deve ser preenchida com:

a) Onde

b) Qual lugar

c) De que lugar

d) Que lugar

e) Aonde

COLOCAÇÃO PRONOMINAL :Pronomes Oblíquos Átonos

CASO

CONDIÇÃO

 

EXEMPLO

 

PRÓCLISE quando há atratividade por:

 

Não se deve jogar lixo no rio.

 

Ela descuidadamente se machucou.

 
 

conjunção subordinativa

(que,

Quero que te cuides. Virei quando me convier. É ridícula embora se vista bem.

 

quando, como, embora, se, para

que _)

 

Quanto se pode pegar?

 
 

Alguém me perguntou as horas.

 

Quem me busca a esta hora tardia? Por que te assustas cada vez? Como a julgariam os pais se conhecessem sua vida?

advérbio interrogativo

 

orações iniciadas por palavras exclamativas, bem como nas orações que exprimem desejo (optativas)

Que o vento te leve meus recados de saudade. Que Deus o abençoe! Bons olhos o vejam!

em + gerúndio

 

Em

se

perdendo

tempo,

de

se

ganhar

 

experiência!

 

MESÓCLISE

Com o verbo no futuro (do presente ou do pretérito)

Vender-se-ia mais com menos perdas. Comprá-lo-ei de você sem pechinchar. Hoje a verei por mais tempo.

 

ÊNCLISE

quando o verbo inicia a oração.

Alugam-se salas neste prédio. Vistam-se com roupas apropriadas.

 

OBSERVAÇÃO 1 Não é aceito pela norma culta da língua portuguesa:

1-Iniciar oração com pronome oblíquo átono:

Me arruma um cigarro aí. 2-Ênclise com verbo no futuro:

Seu uniforme, entregarei-o amanhã. 3-Pronome oblíquo átono depois de particípio:

Eu havia deixado-o em meu escritório.

Gramática | Material de Apoio Prof. Nelson Sartori | nesartori@hotmail.com

Existem casos facultativos de colocação pronominal. Observe:

Ela o reconheço.

Estamos aqui para te orientar. → Estamos aqui para orientar-te. Desejamos não o encorajar. → Desejamos não encorajá-lo.

Ela reconhece-o.

Locuções verbais:

A nossa coordenadora nos vai repreender. A nossa coordenadora vai nos repreender. (A nossa coordenadora vai-nos repreender.) A nossa coordenadora vai repreender-nos.

FIXAÇÃO

1. Assinale a alternativa correta:

a) Me disseram as reais razões de sua rejeição na escola.

b) Nunca enganar-te-ia desse jeito.

c) Hoje me informaram os verdadeiros números de morte.

d) Isso convenceu-nos da realidade.

e) Não entendi as culpas que atribuiram-nos.

2. Assinale a alternativa correta:

a) Quem informou-o daquela calúnia?

b) Quanto custa-me compreender as razões!

c) Deus proteja-te.

d) Devolver-te-ão os trabalhos corrigidos.

e) Não devolver-te-ão os trabalhos.

EXERCÍCIOS

16. VUNESP PREFEITURA DE ALUMÍNIO SP

Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas do texto a seguir.

No caminho de Swann é o primeiro da série de sete romances que compõem a obra Em busca do tempo pedido, de

Marcel Proust. Teve em Mario Quintana um leitor arguto, que

teor lírico do texto original, certamente

para o português e preservou o alto

sua sensibilidade criativa.

a) o traduziu

lhe emprestando

b) traduziu-o

emprestando-lhe

c) lhe traduziu

o emprestando

d) emprestando-o

e)

o traduziu

traduziu-lhe

emprestando-lhe

17. VUNESP MPE SP

O contexto em que, segundo a norma-padrão, o pronome “se” pode ser colocado antes ou depois do verbo, é:

a) como todas as repúblicas que se prezam

b) Chamava-se o deputado Felixhimino ben Karpatoso.

c) de cinquenta em cinquenta anos descobria-se nele um produto

d) não se sabia bem

e) embora nada se conhecesse dele.

18. VUNESP PREFEITURA DE SÃO PAULO SP

Assinale a alternativa correta quanto à colocação pronominal, conforme a norma-padrão.

a) Quando dão-se conta da situação dos refugiados, as pessoas já põem-se a acolhê-los sem discriminação.

b) No Brasil, vê-se que o número de refugiados não é tão grande. Aceita-os, sem restrição, boa parte da

população.

c) Se veem imagens dramáticas dos refugiados na TV. Não trata-se de ficção: é a pura realidade.

Gramática | Material de Apoio Prof. Nelson Sartori | nesartori@hotmail.com

d) Têm visto-se turbilhões de refugiados. O mundo os vê se deslocarem em busca de uma vida melhor. e) Os refugiados buscam uma vida melhor. Discriminaria-os aqueles que desconhecem a solidariedade.

VERBO É a palavra variável que exprime uma ação, um estado, uma mudança de estado ou um fenômeno da natureza.

CLASSIFICAÇÃO

CONCEITO

EXEMPLO

Regulares

são aqueles verbos que não sofrem alteração em seu radical

amar, bater, existir

 

cujas desinências são as mesmas do padrão verbal de conjugação

e

 

Irregulares

são verbos que sofrem alterações em seu radical ou em suas desinências, afastando-se do padrão verbal a que pertencem

mediar, ansiar, remediar, incendiar, odiar

anômalos

são verbos que apresentam profundas irregularidades

ir e vir

defectivos

não são conjugados em determinadas pessoas, tempo ou modo

adequar,

falir,

reaver,

abolir,

banir,

carpir,

 

colorir,

explodir,

ruir,

demolir,

puir,

feder,

bramir,

esculpir,

extorquir, etc.

 

abundantes

apresentam mais de uma forma para uma mesma flexão. Mais frequente no particípio, devendo-se usar o particípio regular com ter e haver e o irregular com ser e estar

aceito/aceitado,

 

acendido/aceso

-

tenho/hei

aceitado

 

é/está aceito

auxiliares

juntam-se ao verbo principal ampliando sua significação

ter, estar, ser, haver,

 

pronominais

possuem pronomes pessoais átonos que se tornam partes integrantes deles

suicidar-se,

apiedar-se,

queixar-se,

orgulhar-se,

 

apaixonar-se,

dignar-se,

arrepender-se, queixar-se

CONJUGAÇÕES, TEMPOS, MODOS E FORMAS NOMINAIS

 

- terminação ar

Falar

CONJUGAÇÕES

- terminação er

Atender

- terminação ir

partir

MODOS

Indicativo (certeza) subjuntivo (hipótese) imperativo (ordem, pedido)

Eu falo. Se eu falasse _ Fale (você)

 

PRESENTE → indica fatos que acontecem no momento em que se fala

eu fal-o

 

Perfeito → usado para exprimir fatos concluídos Imperfeito → refere-se a fatos não concluídos mais-que-perfeito → indica fatos totalmente concluídos, mas que ocorreram antes de outro fato também concluído

eu fal-ei

eu fal-ava

TEMPOS

SIMPLES

PRETÉRITO

DO INDICATIVO

eu fal-ara

 

do presente → indica fatos que acontecem após o momento da fala do pretérito → indica um fato futuro, mas relativo a um outro no passado

eu fal-arei

FUTURO

eu fal-aria

TEMPOS

SIMPLES

PRESENTE PRETÉRITO IMPERFEITO FUTURO

que eu fal-e se eu fal-asse quando eu fal -ar

DO SUBJUNTIVO

TEMPOS

PRETERITO

Perfeito

eu tenho/hei falado eu tinha/havia falado

COMPOSTOS

DO

mais-que-perfeito

Gramática | Material de Apoio Prof. Nelson Sartori | nesartori@hotmail.com

INDICATIVO

FUTURO

do presente

eu terei/haverei falado eu teria/haveria falado

do pretérito

TEMPOS

PRETERITO

Perfeito

que eu tenha/haja falado se eu tivesse/houvesse falado

COMPOSTOS

DO

mais-que-perfeito

SUBJUNTIVO

FUTURO

quando

eu

tiver/houver

falado

FORMAS NOMINAIS

INFINITIVO -terminação -r GERÚNDIO -terminação -ndo particípio -terminação -ado/ido

fala-r falando, atendendo, partindo falado, atendido, partido

FIXAÇÃO

1. Complete de acordo com o modelo:

Eu não tive trabalho. Se eu não tiver trabalho, eles terão.

a) Eu não impedi o conflito.

Se eu não

o conflito, eles

b) Nós não contivemos a briga.

Se nós não

a briga, eles

c) O segurança não deteve a menina.

Se o segurança não

a menina, eles

d) O investigador não reteve a prova.

Se o investigador não

a prova, eles

2. Complete de acordo com o modelo:

Eu vi o problema. Quando eu vir o problema, eles também verão.

a) Eu previ aquele prejuízo.

Quando eu

aquele prejuízo, eles também

b) Eu revi nosso acordo.

Quando eu

nosso acordo, eles também

3. Flexione alguns dos derivados do verbo pôr, seguindo o modelo:

Eu ponho, se você puser.

a) Eu reponho, se você

b) Eu suponho, se vocês

c) Eu proponho, se nós

d) Eu componho, se ele

4. Siga o modelo:

Eu teria cuidado, se eles tivessem.

a) Eu manteria o acordo, se eles

b) Eu reteria os documentos, se eles

c) Este trabalho conteria os resultados, se os outros

EXERCÍCIOS

19. VUNESP MPE SP

passagem:

Mesmo quando envelhece, e não tem como ser trocado, ele se mantém atualizável e altamente customizado. Assinale a alternativa em que o verbo está corretamente conjugado, seguindo o padrão de conjugação de “manter".

Para

responder

a

questão,

considere

a

seguinte

a) Chegaria a conclusões mais acertadas, caso se detesse a examinar os dados com o cuidado necessário.

b) Para que se abstessem de votar, seria necessário que os convencessem com bons argumentos.

Gramática | Material de Apoio Prof. Nelson Sartori | nesartori@hotmail.com

c) Acusam-nas de desonestas, porque reteram informações que teriam de ter disponibilizado.

d) Pediu que nos contivéssemos diante das provocações, pois elas poderiam nos desestabilizar.

e) Em vez de atender aos clientes, alguns dos rapazes se entretiam com o celular, trocando mensagens.

20. VUNESP PREFEITURA DE PRESIDENTE PRUDENTE SP

Observe o trecho:

muitas e muitas décadas para não dizer séculos , a humanidade tenta decifrar o impacto do avanço tecnológico em nossa vida.

Assinale a alternativa em que a substituição das formas verbais destacadas por outras, no pretérito, mantém a concordância e o sentido da frase corretos.

a) Fazia queriam.

b) Fizeram aguardava.

c) Fazem pretenderam.

d) Fazia procurava.

e) Faz buscara.

21. VUNESP UNESP

Assinale a alternativa na qual o verbo (II) expressa ação ocorrida em tempo anterior ao da ação do verbo (I).

a) Funcionários dos hotéis locais (I) ameaçaram fazer greve caso Justine (II) fosse aceita como hóspede.

b) (I) Ao pousar no seu destino, ela […] (II) havia tido uma foto sua postada e compartilhada 1164 vezes.

c) (I) Espero que não (II) pegue Aids.

d) (I) Ao receber o título de Doutor Honoris Causa […], o escritor e filósofo Umberto Eco (II) referiu-se aos usuários das mídias sociais…

e) Quem (I) frequenta as redes sociais de forma ampla […] (II) sabe do que se trata.

FORMAÇÃO DO IMPERATIVO

 

tu e vós vêm do presente do indicativo menos o "s" final

tu falas

- falta

(tu)

IMPERATIVO

vós falais - falai fale falemos falem

(vós)

AFIRMATIVO

 

(você)

você,

nós

e

vocês

vêm

do

presente

do

(nós)

subjuntivo

 

(vocês)

 

todas as formas vêm do presente do subjuntivo

não fales

(tu)

IMPERATIVO

não fale

(você)

NEGATIVO

não falemos

(nós)

não faleis

(vós)

não falem

(vocês)

FIXAÇÃO

Vozes Verbais

VOZ ATIVA Sujeito pratica a ação do verbo. VOZ PASSIVA → Sujeito sofre a ação do verbo. VOZ REFLEXIVA → Sujeito pratica e sofre a ação do verbo.

1. Marque:

(VA) = voz ativa /

(VP) = voz passiva / (VR) = voz reflexiva

a) Todo trabalho foi considerado válido pelo fiscal. (

b) Ela não se machucou naquele acidente. (

c) Esse concurso tem aprovado vários candidatos. (

d) Quando a polícia chegou, o ladrão já tinha fugido. (

e) Fazem-se carretos aos domingos. (

f) Nenhum sobrevivente foi encontrado até agora. (

g) O jantar será servido às 19h. (

)

)

)

)

)

)

)

Gramática | Material de Apoio Prof. Nelson Sartori | nesartori@hotmail.com

2. Passe cada uma das orações seguintes para a voz passiva analítica:

a) O Governo Municipal acabou de interditar as ciclovias porque não sabe andar de bicicleta.

b) O noivo das 18h havia convidado os padres e os diáconos para um churrasco mais cedo.

c) Vários conflitos internacionais têm levado a CIA a convocar espiões de agências estrangeiras.

d) Aquele mocinha havia convidado o professor para um lanche depois da aula.

3. Reescreva as frases abaixo na voz passiva. Observe o modelo:

Voz ativa: Trouxeram as encomendas hoje de manhã. Voz passiva analítica: As encomendas foram trazidas hoje de manhã. Voz passiva sintética: Trouxeram-se as encomendas hoje de manhã.

a) Voz ativa: Descobriram mais um envolvido no lava-jato.

Voz passiva analítica:

Voz passiva sintética:

b) Voz ativa: Nomearam a cunhada como secretária particular.

Voz passiva analítica:

Voz passiva sintética:

c) Voz ativa: Espalharam fotos íntimas da Marcinha Borrachuda no face book .

Voz passiva analítica:

Voz passiva sintética:

d) Voz ativa: Encontraram o Vice só de calcinha no Largo do Arouche.

Voz passiva analítica:

Voz passiva sintética:

e) Voz ativa: Aumentaram as cotas de loiras para o ingresso nas universidades federais.

Voz passiva analítica:

Voz passiva sintética:

EXERCÍCIOS

22. VUNESP PREFEITURA DE SÃO PAULO SP

Na voz ativa, a passagem Charges, montagens e até samba [ assume a seguinte redação:

]

foram criados para chamar a atenção sobre o tema.

a) Para chamar a atenção sobre o tema, criaram charges, montagens e até samba.

b) Criaram-se charges, montagens e até samba para chamar a atenção sobre o tema.

c) A atenção sobre o tema foi chamada com a criação de charges, montagens e até samba.

d) Criou-se charges, montagens e até samba para chamar-se a atenção sobre o tema.

e) A chamada de atenção sobre o tema fez-se com criação de charges, montagens e até samba.

23. VUNESP TJ SP

Observa-se o emprego da voz passiva na seguinte passagem do texto:

a) Os produtos tecnológicos de maior sucesso têm uma coisa em comum

b) Eyal cria um sistema a partir de autores polêmicos

c) Nela é colocado um pombo

d) Eyal foi ainda além.

e) a recompensa é incerta.

24. VUNESP PREFEITURA DE SUZANO SP

O trecho Nós estamos estudando vários ecossistemas

conforme a norma-padrão, em:

a) Vários ecossistemas temos estudado.

está corretamente transcrito para a voz passiva,

b) Vários ecossistemas deve estar sendo estudados.

Gramática | Material de Apoio Prof. Nelson Sartori | nesartori@hotmail.com

c)

Vários ecossistemas estamos estudando.

d) Vários ecossistemas tem sido estudado por nós.

e)

Vários ecossistemas estão sendo estudados por nós

GABARITO

1 - B

2 - B

3 - C

4 - D

5 - C

6 - B

7 - B

8 - E

9 - B

10 - B

11 - B

12 - D

13 - C

14 - A

15 - A

16 - A

17 - C

18 - B

19 - D

20 - D

21 - B

22 - A

23 - C

24 E

REGÊNCIA VERBAL 2.4.1 Características do verbo

24 – E REGÊNCIA VERBAL 2.4.1 Características do verbo REGÊNCIA DOS PRONOMES OBLÍQUOS OBJETO DIRETO OBJETO

REGÊNCIA DOS PRONOMES OBLÍQUOS

OBJETO DIRETO

OBJETO INDIRETO

OBJETO DIRETO

OU INDIRETO

Gramática | Material de Apoio Prof. Nelson Sartori | nesartori@hotmail.com

o, a lo , la no , na

 

lhe

me

 

te

se

 

no

vos

1.

Indique a função sintática do termo destacado de acordo com o código:

OD objeto direto

OI objeto indireto

a)

Faltou honestidade aos integrantes do congresso. (

)

b)

O trabalho produz a riqueza e a felicidade. (

 

)

c)

O Dourado se alimenta de outros peixes . (

)

d)

Cantou suas mágoas. a todos que o ouviam . (

 

)(

)

e)

Duvido muito destas verdades. (

)

f)

Transmita meus cumprimentos. (

)

h)

Entreguei aqueles documentos raros. (

)

 

i)

Entreguei a uma pessoa de confiança . (

 

)

j)

Paguei todas as minhas dívidas aos credores perseverantes.

(

)

(

)

2. A análise da transitividade verbal é feita de acordo com o texto e não isoladamente. Assim sendo, indique

a transitividade verbal em cada oração, de acordo com o código:

VI verbo intransitivo / VTI verbo transitivo indireto / VTD verbo transitivo direto VTDI verbo transitivo direto e indireto

a)

Comi lasanha - (

)

b)

Até agora não comi. - (

 

)

c)

Você emprestou meu carro para seu irmão? - (

)

d)

Ando muito de ônibus. - (

 

)

e)

A água tombou todas as casas. - (

 

)

f)

Eu compreendi. - (

)

g)

Eu dei um tabefe naquele palhaço! - (

)

h)

Viviam em plena recessão. - (

 

)

i)

Vivemos como podemos. - (

 

)

j)

O labrador saiu do canil. - (

 

)

l)

Ela comprou minha passagem. - (

 

)

m) Todos atribuíram o incidente aos seguranças. - (

 

)

n) Seu seus atos não necessitam de explicação. - (

)

o) Estou em São Paulo - (

)

p) Você entendi tudo. - (

)

 

q) Você não precisa de advogados hoje. - (

)

 

3.

Coloque nos parênteses:

VS verbo significativo

VL verbo de ligação

 

a) A operadora continuou a cobrança. (

)

b) A operadora continuou desativada. (

)

c) Aquele burro velho andava muito cansado. (

)

d) Aquele burro velho andava muito devagar. (

)

e) Ela estava no trabalho durante o ocorrido. (

)

f) Vocês não estavam arrependidos com o atraso? (

g) A bicicleta permaneceu quebrada durante todo o inverno. (

)

h) O peralta permanecerá em seu quarto. (

)