Vous êtes sur la page 1sur 13

Universidade Federal de Pernambuco

Centro de Tecnologia e Geociências


Engenharia Naval

Kennethy Rodrigues de Melo

Metodologias utilizadas no projeto conceitual


de uma frota de embarcações porta container

Recife
2017
Kennethy Rodrigues de Melo

Relatório referente à elaboração de


um modelo ótimo para produção de painéis
navais em um estaleiro, proposto pelo
curso de graduação em Engenharia Naval
da Universidade Federal de Pernambuco,
para avaliação na disciplina de Otimização
e Simulação de Processos de Construção
Naval.
Prof: Silvio Melo

Recife
2017
SUMÁRIO

1. Introdução ....................................................................................... 4

2. Objetivos ......................................................................................... 5

3. Metodologia .................................................................................... 6

3.1. Mapeamento do processo ........................................................ 7

3.2. Modelo Matemático .................................................................. 7

3.3. Código Lingo ............................................................................ 9

4. Resultados e Discussões ............................................................. 11

5. Referências .................................................................................. 13
1. INTRODUÇÃO

Neste trabalho é abordado um método para otimizar a fabricação de


painéis navais em um estaleiro.
2. OBJETIVOS

• Mapeamento do Processo
• Modelo Matemático
• Código Lingo
3. METODOLOGIA

O estaleiro o qual ocorre a fabricação dos painéis possui restrições as


quais devem ser consideradas para otimizar sua produção. Para tal,
primeiramente realizou-se o mapeamento do processo no software Excel para
exemplificar como os procedimentos são realizados, depois foi gerado um
modelo matemático o qual considera as dimensões das áreas e painéis e os
equipamentos e mão de obra disponíveis.
Por fim, foi executada a otimização da produção de painéis neste estaleiro
por meio do software lingo onde foi utilizado como parâmetros de entrada o
modelo matemático mencionado.
3.1. Mapeamento do processo

A imagem do mapeamento do processo realizado tem um tamanho o qual


não convém ser inserida neste relatório por ser muito grande e desse modo sua
visualização não seria a ideal possível. Desse modo juntamente com este
trabalho tem-se em anexo o documento com o mapeamento do processo.

3.2. Modelo Matemático

Os seguintes parâmetros serão atribuídos:


• LA(j) = Largura da área de fabricação = 13; 13; 13; 13; 13; 13; 20;
20; 20; m;
• CA(j) = Comprimento da área de fabricação = 13; 13; 13; 13; 13;
13; 30; 30; 30; m;
• CP(i) = Comprimentos de cada painel = 8,8,6,6,6 (m);
• LP(i)= Largura de cada painel = 8,6,6,4,4 (m);
• NT(i) = número total de painéis por área = 50; 50; 100; 70; 200; (m);
• NRP(i) = Número de Reforços em cada painel = 15,15,11,7,11;
• CRP(i) = Comprimentos dos reforços em cada painel = 8,8,6,6,4;
(m);
• PIP = Tempo de posicionamento inicial do painel = 15 min (para
todos);
• PJR(i)= Tempo de preparação da junta do reforço de cada painel =
15* NRP(i) (min);
• PRP(i)= Tempo de posicionamento de cada reforço em cada painel
= 15*NRP(i) (min);
• POJR(i)= Tempo de Ponteamento de cada reforço em cada painel
= 0.5*CRP(i) (min);
• SFRP(i)= Tempo de soldagem de cada reforço em cada painel =
(1+3*CRP(i)+5) (min);
• FIP = Tempo de finalização do painel = 15 min (para todos);
• TTP = Tempo de transporte = 30 min (para todos);
TTFP(i) = Tempo total de fabricação de cada painel = PIP+
PJR(i)+PRP(i)+POJR(i)+SFRP(i)+FIP+TTP;

Sabendo que que deve haver um espaço de 1 m entre cada painel a ser
montado na área. Portanto podemos considerar para o modelo matemático cada
painel tem as dimensões da largura e comprimento deste, acrescido de 0,5 m
em cada dimensão e que haverá uma sobra (mínima), dada por:

Sobra = (2*0.5*LA(j)+2*0.5*CA(j))

Assim o problema consiste em maximizar a ocupação da área, ou seja:

𝑀𝐴𝑋 = ∑ 𝐴𝑃(𝑖) ∗ 𝑁(𝑖, 𝑗)

Onde:
AP(i) = (0.5+CP(i))*(0.5+LP(i))
N(i,j) = Número (inteiro) de painéis possíveis em cada área de fabricação.
Sujeito a seguinte restrição:

∑ 𝐴𝑃(𝑖) ∗ 𝑁(𝑖, 𝑗) + 𝑆𝑜𝑏𝑟𝑎 ≤ 𝐿𝐴(𝑗) ∗ 𝐶𝐴(𝑗)

O tempo total de fabricação (TP) da produção seria:

𝑇𝑃 = ∑ 𝑁(𝑖, 𝑘) ∗ 𝑇𝑇𝐹𝑃(𝑖)/480

Onde k é o número de vezes do lote de fabricação de painel por área.


Painéis fabricados nas áreas por vez:

∑ 𝑁(1,𝑗,𝑘) = 𝑁𝑇(1)
𝑗𝑘

∑ 𝑁(2,𝑗,𝑘) = 𝑁𝑇(2)
𝑗𝑘

∑ 𝑁(3,𝑗,𝑘) = 𝑁𝑇(3)
𝑗𝑘

∑ 𝑁(4,𝑗,𝑘) = 𝑁𝑇(4)
𝑗𝑘

∑ 𝑁(5,𝑗,𝑘) = 𝑁𝑇(5)
𝑗𝑘
3.3. Código Lingo

MODEL:

SETS:
Vetor/1..5/: AP,CP,LP,NRP,CRP,PJR,PRP,POJR,SFRP,TTFP,NMP, DEM,
TPrJRP,TPRP, TPoJRP, TSRP;
Areas/1..9/: LA, CA, Sobra;
Vezes /1..7/;
RELACAO1(Vetor,Areas, Vezes): N;
RELACAO2(Areas, Vezes);

ENDSETS

!#DADOS#;

DATA:
LA = 13, 13, 13, 13, 13, 13, 20, 20, 20;
CA = 13, 13, 13, 13, 13, 13, 30, 30, 30;
CP = 8,8,6,6,6;
LP = 8,6,6,4,4;
NRP = 15,15,11,7,11;
CRP = 8,8,6,6,4;
DEM = 50,50,100,70,200;
TPsP=15;
TFP=15;
TT=30;
ENDDATA

Calc:
@FOR(Vezes(k):@FOR(Areas(j):

Sobra(j) =(2*0.5*LA(j))+(2*0.5*CA(j));
);
@FOR(Vetor(i):
AP(i)=(cp(i)+0.5)*(lp(i)+0.5);
TPrJRP(i)=15*NRP(i);
TPRP(i)=15*NRP(i);
TPoJRP(i)=0.5*CRP(i);
TSRP(i)=(1+3*CRP(i)+5);
TTFP(i)=TPsP+ TFP + TT + TPrJRP(i)+TPRP(i)+ TPoJRP(i)+ TSRP(i);
));
ENDCALC

max = @SUM(RELACAO1(i,j,k): AP(i)*N(i,j,k));


Tempo = (@SUM(RELACAO1(i,j,k):TTFP(i)))/480;

!#RESTRIÇÕES#;

@for(vezes(k):@for(areas(j):@for(vetor(i): @GIN(N(i,j,k)))));

@FOR(vezes(k):@FOR(Areas(j):@SUM(vetor(i):AP(i)*N(i,j,k))<=CA(j)*LA(j)
));

!@FOR(Vezes(k):@FOR(Areas(j):@SUM(Vetor(i):(LP(i)+1)*N(i,j,k))<=LA(j))
);
!@FOR(Vezes(k):@FOR(Areas(j):@SUM(Vetor(i):(CP(i)+1)*N(i,j,k))<=CA(j))
);

@SUM(RELACAO2(j,k):N(1,j,k))= DEM(1);
@SUM(RELACAO2(j,k):N(2,j,k))= DEM(2);
@SUM(RELACAO2(j,k):N(3,j,k))= DEM(3);
@SUM(RELACAO2(j,k):N(4,j,k))= DEM(4);
@SUM(RELACAO2(j,k):N(5,j,k))= DEM(5);

CALC:
!Set parameters;
@SET( 'DEFAULT');
@SET( 'TERSEO',2);
ENDCALC

DATA:
@pointer( 2) = @status();
@TEXT() = @WRITE('O Tempo Total de Produção eh =
',@format(Tempo,'12.2f'), ' Dias',@newline(1));
@TEXT() = @WRITE(@NEWLINE( 1));
@TEXT() = @WRITE( 'Painéis Número de Painéis
por Área', @NEWLINE( 1));
@TEXT() = @TABLE (N);

ENDDATA
4. RESULTADOS E DISCUSSÕES

Após a coleta e o tratamento de todos os dados, construção e


parametrização do modelo, o software LINGO foi utilizado para simulação da
produção de painéis em função das dimensões dos painéis e das áreas. A seguir
na Tabela 1 são apresentados os valores encontrados para as variáveis de
decisão do modelo.

Tabela 1 – Dados do modelo de simulação para fabricação dos painéis


Vezes 1 2 3 4 5 6 7
Painel Área Painéis fabricados por vez em cada área
1 1 0 0 0 0 0 0 0
1 2 0 0 0 0 0 0 0
1 3 0 0 2 0 0 2 2
1 4 2 2 2 2 2 2 2
1 5 2 2 2 0 2 2 2
1 6 0 0 0 0 0 0 0
1 7 0 0 0 0 0 0 0
1 8 0 0 0 8 0 8 0
1 9 0 0 0 0 0 0 0
2 1 0 0 0 0 3 3 3
2 2 0 0 0 0 2 3 2
2 3 3 2 0 0 0 0 0
2 4 0 0 0 0 0 0 0
2 5 0 0 0 0 0 0 0
2 6 0 0 0 0 0 0 0
2 7 0 0 0 0 0 0 0
2 8 0 0 0 0 9 0 0
2 9 0 0 0 0 9 2 9
3 1 0 0 0 4 0 0 0
3 2 3 1 1 1 1 0 1
3 3 0 1 0 4 4 0 0
3 4 0 0 0 0 0 0 0
Vezes 1 2 3 4 5 6 7
Painel Área Painéis fabricados por vez em cada área
3 5 0 0 0 3 0 0 0
3 6 3 0 3 3 3 0 0
3 7 0 0 0 0 0 0 0
3 8 0 0 0 0 0 0 0
3 9 13 13 13 13 0 11 1
4 1 5 5 5 0 0 0 0
4 2 1 4 4 4 0 0 0
4 3 0 0 0 0 0 0 0
4 4 0 0 0 0 0 0 0
4 5 0 0 0 0 0 0 0
4 6 0 0 5 0 0 5 0
4 7 0 0 0 0 0 0 0
4 8 0 0 0 0 3 0 20
4 9 1 1 1 1 3 0 2
5 1 0 0 0 0 0 0 0
5 2 0 0 0 0 0 0 0
5 3 0 0 0 0 0 0 0
5 4 0 0 0 0 0 0 0
5 5 0 0 0 0 0 0 0
5 6 1 0 1 1 1 0 0
5 7 19 20 19 20 19 20 19
5 8 20 20 19 0 0 0 0
5 9 0 0 0 0 0 0 0
Fonte: Autor (2017)
5. REFERÊNCIAS

Aulas da disciplina de Otimização e Simulação de Processos de


Construção Naval, Professor Doutor Silvio Melo – Universidade Federal de
Pernambuco.