Vous êtes sur la page 1sur 2

CURSO PREPARATÓRIO – II FASE DO EXAME DE ORDEM

DIREITO CONSTITUCIONAL

Prof. Camilo Diniz

SIMULADO I – 27/12/2017

PEÇA PRÁTICO-PROFISSIONAL

José Alfredo, 61 anos, é servidor público municipal no Município de Boa Esperança há


cerca de 40 anos, bem como do vizinho Município de Pedra D’água, ambos sem regime
próprio de previdência social, vinculados, portanto ao regime geral de previdência
social, de responsabilidade do INSS. Desejando se aposentar, José Alfredo foi
surpreendido por não constar, perante a autarquia federal, o tempo de contribuição
referente ao seu trabalho em Boa Esperança. Ciente de que José Alfredo necessitava,
com urgência, se aposentar, a servidora do INSS que lhe atendeu o instruiu a juntar ao
requerimento de aposentadoria uma certidão informando o período de trabalho no
primeiro Município. Tendo requerido administrativamente a entrega do documento, seu
pleito foi denegado, restando tão somente o ajuizamento da ação competente para forçar
do ente responsável a sua disponibilização.

Isto posto, na qualidade de advogado de José Alfredo, elabore a peça processual


adequada (valor: 5,00).

1º) A Associação X, tradicional entidade de cunho filantrópico e filosófico prevê em seu


estatuto a proibição de filiação de mulheres, bem como a expulsão sumária de seus
membros em caso de cometimento de infração disciplinar, sem a possibilidade de
exercício de ampla defesa e contraditório e, ainda, a impossibilidade de recurso ao
judiciário, de modo a toda e qualquer controvérsia ser solucionada interna corporis.
Diante desta situação responda:

a) É possível que uma associação, diante da regra constitucional da igualdade entre


homens e mulheres, permaneça vedando o acesso destas a seus quadros? (0,45)
b) É constitucional a exclusão do direito à jurisdição, ampla defesa e contraditório
no âmbito das relações privadas? (0,8)

2º) Mary, filha de pai brasileiro naturalizado e de mãe Italiana e nascida na Hungria,
vem a residir no Brasil e opta, aos 25 anos, pela nacionalidade brasileira. Anos depois,
contando já com 35 anos de idade, Mary foi eleita Deputada Federal. Diante deste
contexto, responda:

a) Mary poderá se candidatar e assumir o cargo de presidente da Câmara dos


Deputados? (0,5)
b) Caso Mary seja condenada por crime praticado aos 23 anos de idade, poderá ser
extraditada para a Hungria? (0,75)

3º) A Assembleia legislativa do Estado Y está a apreciar projeto de lei que proíbe a
discussão, em sala de aula, de quaisquer temas relativos a questões de gênero, raça e
religião. Ainda, em que pese a Constituição Estadual e o Regimento da Assembleia
determinarem a realização de audiências públicas como etapa essencial à votação de
projetos relativos à educação, o presidente da casa determinou que o projeto seguisse
para votação imediatamente, sem a realização de tais audiências. Isto posto, responda o
que se segue:

a) É possível realizar controle preventivo judicial de constitucionalidade deste


projeto de lei? Em caso afirmativo, qual o instrumento jurídico e qual o
legitimado para fazê-lo? (1,25)

4º) Francisco é casado com Lígia, governadora do Estado Z. Após brigas que tomaram
grande proporção, Francisco divorcia-se de Lígia e passa a engrossar as fileiras da
oposição, de modo que especula-se a sua candidatura ao cargo de governador nas
próximas eleições, enfrentando a sua ex-esposa. Isto posto, responda:

a) A candidatura de Francisco é juridicamente possível? (0,75)


b) Caso Francisco já seja deputado Estadual, será possível a sua reeleição? (0,5)