Vous êtes sur la page 1sur 3

ENG.

MECÂNICA | TERMODINÂMICA EXAME DA ÉPOCA NORMAL


OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Para realizar com sucesso o exame da época normal (para 100% da classificação final), o(a) estudante deverá
ser capaz de:
1) Definir sistema aberto e sistema fechado, identificando, perante um dispositivo e processo real, qual o
tipo de sistema que a adotar;
2) Definir fronteira de um sistema, identificando tipos ou características das fronteiras;
3) Definir processo termodinâmico, identificando tipos de processos;
4) Definir equilíbrio termodinâmico, enunciando as condições necessárias para a sua verificação;
5) Definir processo quase-estático, enunciando as condições necessárias para a sua verificação;
6) Caracterizar o estado de uma substância, recorrendo a propriedades de estado;
7) Definir e identificar propriedades de estado intensivas e propriedades de estado extensivas;
8) Identificar as unidades do Sistema Internacional de Unidades;
9) Distinguir entre volume e volume específico;
10) Distinguir entre pressão absoluta e relativa;
11) Distinguir entre escalas absolutas e relativas de temperatura;
12) Enunciar a lei zero da Termodinâmica;
13) Definir gás e as principais relações que existem entre as suas propriedades, identificando quem foi a
pessoa ou pessoas responsáveis pela sua descoberta;
14) Explicar o modelo de gás perfeito;
15) Interpretar o significado do modelo de gás perfeito, inferindo e criticando as suas condições de
aplicabilidade;
16) Identificar as variáveis das quais depende a constante específica do gás;
17) Relacionar a constante específica com a constante universal dos gases;
18) Calcular a pressão, volume, temperatura ou a massa, de um gás conhecido, recorrendo à equação de
estado dos gases perfeitos, conhecidos o valor do volume, temperatura e massa, ou pressão,
temperatura e massa ou pressão, volume e massa;
19) Obter a constante específica de um gás conhecido através da consulta das Tabelas Termodinâmicas;
20) Obter a constante universal através da consulta das Tabelas Termodinâmicas;
21) Determinar o volume final, num processo isotérmico, dados a pressão e o volume inicial e a pressão final,
ainda que a massa e o gás sejam desconhecidos;
22) Determinar a pressão final, num processo isotérmico, dados a pressão e o volume inicial e o volume final,
ainda que a massa e o gás sejam desconhecidos;
23) Determinar o volume final, num processo isobárico, dados a temperatura e o volume inicial e a
temperatura final, ainda que a massa e o gás sejam desconhecidos;
24) Determinar a temperatura final, num processo isobárico, dados a temperatura e o volume inicial e o
volume final, ainda que a massa e o gás sejam desconhecidos;
25) Determinar a pressão final, num processo isocórico, dadas a pressão e a temperatura inicial e a
temperatura final, ainda que a massa e o gás sejam desconhecidos;
26) Determinar a temperatura final, num processo isocórico, dadas a pressão e a temperatura inicial e a
pressão final, ainda que a massa e o gás sejam desconhecidos;
27) Identificar o gás, conhecidos o valor da pressão, volume, temperatura e massa;
28) Realizar conversões de unidades, recorrendo às Tabelas Termodinâmicas;

Alterado em 2016/17 (20180122_exame normal_objetivos.docx) Página 1/3


ENG. MECÂNICA | TERMODINÂMICA EXAME DA ÉPOCA NORMAL
OBJETIVOS ESPECÍFICOS

29) Representar no diagrama p-v a curva de saturação e as linhas isotérmicas, bem como pontos que
representem estados de líquido comprimido, vapor sobreaquecido, líquido saturado, vapor saturado e
vapor húmido;
30) Representar no diagrama T-v a curva de saturação e as linhas isobáricas, bem como pontos que
representem estados de líquido comprimido, vapor sobreaquecido, líquido saturado, vapor saturado e
vapor húmido;
31) Representar no diagrama T-s a curva de saturação e as linhas isobáricas, bem como pontos que
representem estados de líquido comprimido, vapor sobreaquecido, líquido saturado, vapor saturado e
vapor húmido;
32) Representar o ponto crítico no diagrama p-v e no diagrama T-v;
33) Identificar a zona do diagrama na qual se localiza um determinado estado, conhecidas duas das suas
propriedades;
34) Calcular o título, conhecidas a pressão e o volume específico (ou a energia interna específica, ou a
entalpia específica ou a entropia específica) ou a temperatura e o volume específico (ou a energia interna
específica, ou a entalpia específica ou a entropia específica) e recorrendo às Tabelas Termodinâmicas;
35) Calcular o volume específico (ou a energia interna específica, ou a entalpia específica ou a entropia
específica), conhecidos o título e a pressão ou a temperatura e recorrendo às Tabelas termodinâmica;
36) Para uma dada pressão, identificar a temperatura de saturação, recorrendo às Tabelas Termodinâmicas;
37) Para uma dada temperatura, identificar a pressão de saturação, recorrendo às Tabelas Termodinâmicas;
38) Para uma dada pressão e temperatura, identificar o volume específico (ou a energia interna específica,
ou a entalpia específica ou a entropia específica), recorrendo às Tabelas Termodinâmicas;
39) Para uma dada pressão e volume específico (ou a energia interna específica, ou a entalpia específica ou a
entropia específica), identificar a temperatura, recorrendo às Tabelas Termodinâmicas;
40) Para uma dada temperatura e volume específico (ou a energia interna específica, ou a entalpia específica
ou a entropia específica), identificar a pressão, recorrendo às Tabelas Termodinâmicas;
41) Obter as propriedades do ponto crítico, recorrendo às Tabelas Termodinâmicas;
42) Obter uma propriedade para um valor inexistente na tabela, recorrendo a uma interpolação linear entre
valores de uma mesma tabela;
43) Definir humidade absoluta, humidade relativa, temperatura de bolbo seco, temperatura de bolbo
húmido e temperatura de orvalho;
44) Distinguir entre ar seco, ar húmido e ar saturado;
45) Determinar os valores da humidade absoluta, humidade relativa, temperatura de bolbo seco,
temperatura de bolbo húmido, temperatura de orvalho, volume específico e entalpia específica do ar
atmosférico recorrendo ao diagrama psicrométrico.
46) Representar no diagrama psicrométrico os processos de aquecimento simples e com humidificação,
arrefecimento simples e com desumidificação, arrefecimento evaporativo e mistura adiabática de
correntes de ar.
47) Dada uma substância na fase gasosa, ajuizar da aplicação do método mais adequado para determinação
de propriedades de estado;
48) Definir calor e trabalho, identificando semelhanças e diferenças e identificando, perante um
determinado processo, qual o tipo de energia que está a ser transferida;
49) Aplicar a convenção de sinais ao trabalho e calor;
50) Identificar as condições nas quais o trabalho é nulo e nas quais o calor é nulo;
51) Deduzir a equação para o cálculo do trabalho por variação de volume em transformações simples
(isocórica, isobárica, isotérmica, isentrópica e politrópica);
52) Representar graficamente as transformações simples (isocórica, isobárica, isotérmica, isentrópica e
politrópica) no diagrama p-v;
Alterado em 2016/17 (20180122_exame normal_objetivos.docx) Página 2/3
ENG. MECÂNICA | TERMODINÂMICA EXAME DA ÉPOCA NORMAL
OBJETIVOS ESPECÍFICOS

53) Representar graficamente as transformações simples (isocórica, isobárica, isotérmica, isentrópica e


politrópica) no diagrama T-s;
54) Calcular o expoente da politrópica conhecidas duas propriedades de estado independentes;
55) Definir processo reversível e processo irreversível;
56) Identificar irreversibilidades;
57) Deduzir a equação para o cálculo do trabalho por variação de volume quando conhecida a relação entre
pressão e volume, independentemente do tipo de transformação e substância;
58) Representar graficamente a área correspondente ao valor absoluto do trabalho por variação de volume
no diagrama p-v;
59) Definir energia interna, entalpia, entropia, calor específico a volume constante e calor específico a
pressão constante;
60) Obter o calor específico a volume constante e o calor específico a pressão constante para um líquido e
para um gás através da consulta das Tabelas Termodinâmicas;
61) Determinar a variação de energia interna, de entalpia e de entropia para um gás perfeito;
62) Estabelecer a relação que existe entre o calor específico a pressão constante, o calor específico a volume
constante e a constante específica do gás, de um gás com comportamento de gás perfeito;
63) Estabelecer a relação que existe entre o calor específico a pressão constante, o calor específico a volume
constante e a razão de calores específicos;
64) Realizar balanços mássicos e energéticos a dispositivos como botijas, reservatórios e cilindros com
êmbolo, independentemente de estes estarem fechados ou abertos (enchimento e esvaziamento),
identificando sistemas isocóricos, isobáricos, isotérmicos, adiabáticos, isentrópicos e politrópicos.
65) Realizar balanços mássicos e energéticos a dispositivos que envolvam escoamentos permanentes de
fluidos através de turbinas (isentrópicas ou não), bombas, compressores, bocais, difusores e válvulas de
expansão.
66) Realizar balanços mássicos e energéticos a dispositivos que envolvam aquecimento (ou arrefecimento,
quando aplicável) de fluidos em escoamento permanente em caldeiras, permutadores e câmaras de
mistura.
67) Realizar balanços mássicos e energéticos a processos de condicionamento de ar que envolvam
aquecimento simples, humidificação, arrefecimento simples e desumidificação.
68) Definir máquina térmica, bomba de calor e máquina frigorífica (principais componentes, objetivos e
trocas de energia).
69) Determinar o rendimento térmico (ou coeficiente de desempenho, consoante aplicável) de máquinas
térmicas, bombas de calor e máquinas frigoríficas.
70) Identificar as transformações que constituem o ciclo de Carnot e representá-lo no diagrama T-s.
71) Determinar o rendimento térmico (ou coeficiente de desempenho, consoante aplicável) de máquinas
térmicas, bombas de calor e máquinas frigoríficas de Carnot.
72) Determinar o rendimento isentrópico de máquinas térmicas, bombas de calor e máquinas frigoríficas.

Alterado em 2016/17 (20180122_exame normal_objetivos.docx) Página 3/3