Vous êtes sur la page 1sur 6

TIPO DE PROVA: mini-teste 1 DATA: 20/04/2015 18 h

ANO LETIVO: 2014 / 2015 2.º SEMESTRE

1.º CICLO EM Direito

UNIDADE CURRICULAR: DIREITO CONSTITUCIONAL - 1.º ANO


Duração da prova: 1 hora e 30 minutos

OBSERVAÇÕES
Este teste é constituído por dois grupos, que deve realizar em folhas de exame SEPARADAS,
devendo ler atentamente todo o enunciado da prova antes de começar a responder. Todas as respostas
devem ser completas e fundamentadas juridicamente. A ponderação da prova é de 40 % para a parte
escrita.
A estruturação e o grau de precisão das respostas são considerados na avaliação. Quando
presente um texto introdutório, as respostas deverão ter com ele uma relação objectiva, sendo essa
conexão elemento de avaliação.

I (10 valores)

a) Explique e desenvolva exemplificando os antecedentes do

constitucionalismo. (4 valores)

b) Contraponha, com artigos do texto fundamental, a extensão do sentido

formal de Constituição com o seu sentido instrumental. (6 valores)

IMP.GE.92.0
II (10 valores)

É difícil, hoje entendermos a inexistência de uma Constituição escrita na geografia


constitucional dos Estados ocidentais. A própria positivação das declarações de direitos resulta
do poder constituinte, embora os direitos declarados sejam pré-existentes à declaração. A
declaração apenas os manifesta, os proclama. Assim, os Preâmbulos das primeiras
constituições escritas francesa, espanhola e portuguesa, revelam-nos, mostrando-os.

Geografia Constitucional. Sistemas juspolíticos e globalização. Paulo Ferreira da Cunha. Quid Juris Editora.
2009, p. 26.

Responda apenas a DUAS das três questões seguintes:

a) Defina a forma de exercício do poder constituinte originário, nas várias


Constituições portuguesas.
(5 valores)

b) Indique e exemplifique a tese sobre a titularidade do poder constituinte


originário consagrada na atual CRP.
(5 valores)

c) Relacione o conceito de constituição rígida com as limitações ao poder


constituinte derivado.
(5 valores)

IMP.GE.92.0
TIPO DE PROVA: mini-teste 1 DATA: 20/04/2015 18h

ANO LETIVO: 2014 / 2015 2.º SEMESTRE

1.º CICLO EM Direito

UNIDADE CURRICULAR: DIREITO CONSTITUCIONAL - 1.º ANO

Grelha de critérios de correção desenvolvidos, na intenção de permanecerem como tópicos de estudo


em futuros períodos de avaliação.
Total : 20 valores.

I (sub-total: 10 valores)

a) (total: 4 valores)

O aluno deve identificar os seguintes pontos, em texto coerente:


- demonstrando os elementos típicos da existência de um texto fundamental – uma
Constituição; (1 valor)
- que as constituições apenas surgem no advento dos Estados liberais, nos finais do
século XVIII, no caso português apenas em 1822; (0,5 valores)
- mostrar que em tempos remotos houve já alguns documentos que, parcialmente,
incidiam sobre esses aspectos (nomeadamente a limitação do poder político ou o
reconhecimento de direitos); (1 valor)
- dar exemplos (os forais ao tempo da formação do Reino de Portugal, a Magna Carta
inglesa, as primeiras Declarações de Direitos inglesa, americana ou francesa); (1 valor)
Apreciação global do texto elaborado atendendo às advertências feitas
atempadamente nas aulas e na própria prova de fundamentação jurídica, boa construção
do texto e completude da resposta. (0,5 valores)

b) (total: 6 valores)

O aluno deve identificar os seguintes pontos, em texto coerente:

IMP.GE.92.0
- definição de constituição instrumental; (1,0 valores)
- definição de constituição formal, citando e explicando seus requisitos; (1,0 valores)
- explicar que a constituição instrumental depende da existência da constituição formal,
mas sem ela se confundir forçosamente, portanto, pode surgir de quatro maneiras e citar
exemplos; (1,0 valores)
- explicar as quatro formas de relacionar a constituição instrumental com a constituição
formal, citando exemplo de cada forma; (1,5 valores)
- ao citar o caso português, desenvolvê-lo com mais propriedade. (1,0 valores)
Apreciação global do texto elaborado atendendo às advertências feitas
atempadamente nas aulas e na própria prova de fundamentação jurídica, boa construção
do texto e completude da resposta. (0,5 valores)

II (sub-total: 10 valores)

a) (total: 5 valores)

O aluno deve identificar os seguintes pontos, em texto coerente:


- conceito de poder constituinte originário; (1,0 valores)
- distinção quanto ao poder constituinte derivado (sem necessidade de o desenvolver);
(0,5 valores)
- possíveis formas de exercício do poder constituinte; (1,0 valores)
- explicar a forma de exercício do poder constituinte utilizada em cada uma das
Constituições portuguesas; (1 valor)
- referir a origem da Constituição portuguesa de 1976 com base no artigo 296.º, n.º 1, da
CRP ou do Preâmbulo in fine; (1 valor)
- menção ao texto. (0,2 valores)

IMP.GE.92.0
Apreciação global do texto elaborado atendendo às advertências feitas
atempadamente nas aulas e na própria prova de fundamentação jurídica, boa construção
do texto e completude da resposta. (0,3 valores)

b) (total: 5 valores)
O aluno deve identificar os seguintes pontos, em texto coerente:
- conceito de poder constituinte originário; (0,5 valores)
- distinção quanto ao poder constituinte derivado (sem necessidade de o desenvolver);
(0,5 valores)
- possíveis teses quanto à titularidade do poder constituinte; (1 valor)
- caracterização da tese ou teses presentes na Constituição portuguesa de 1976; (1,5
valores)
- justificação com artigos da CRP; (1 valor)
- menção ao texto. (0,2 valores)
Apreciação global do texto elaborado atendendo às advertências feitas
atempadamente nas aulas e na própria prova de fundamentação jurídica, boa construção
do texto e completude da resposta. (0,3 valores)

c) (total: 5 valores)
O aluno deve identificar os seguintes pontos, em texto coerente:
- Caracterização do poder constituinte derivado; (1.0 valores)
- noções de Constituição flexível, rígida e semi-rígida; (1,0 valores)
- Relacionar o conceito de constituição rígida com os limites ao poder revisão
constitucional; (1,0 valores)
- identificação dos limites formais, circunstanciais, temporais e materiais; (1,5 valores)
- menção ao texto. (0,2 valores)

IMP.GE.92.0
Apreciação global do texto elaborado atendendo às advertências feitas
atempadamente nas aulas e na própria prova de fundamentação jurídica, boa construção
do texto e completude da resposta. (0,3 valores)

A prova deve ser realizada com recurso e utilização da

CRP – Constituição da República Portuguesa, em versão posterior a 2005

IMP.GE.92.0