Vous êtes sur la page 1sur 4

INSPIRAÇÃO, IMERSÃO E INVASÃO

Nossa missão é promover uma invasão do Reino de Deus [Seus


princípios] em nossa geração. Isto requer de nós uma vida de
inspiração espiritual e, para obtê-la, devemos experimentar uma
poderosa imersão nos valores definidos pela Escritura para
nossa vida espiritual!

Mais inspiração requer mais imersão!

INSPIRAÇÃO: Deus revelou a si mesmo e a Sua vontade para


certas pessoas para, em seguida, inspirá-las, por intermédio do
poder do Espírito Santo, a registrar, tudo o que foi inspirado, na
Bíblia Sagrada. Inspiração, portanto, é viver debaixo da regência
do Espírito Santo, seguindo o fluxo espiritual que o Ele libera
para a vida humana. A inspiração é uma ação divina!

IMERSÃO: É o consciente mergulho na prática de determinadas


disciplinas espirituais para tornar acessível e prática a vida
inspirada. Mateus 4:19 diz que devemos seguir a Jesus. Seguir a
Jesus significa perseguir o ideal de fazer o que Ele fez. A imersão
é, portanto, uma ação humana!
INVASÃO: É uma poderosa influência dos valores do Reino de
Deus nas mais variadas esferas da sociedade. Mateus 28:19-20
diz que devemos ir por todo mundo, fazer discípulos, batizar e
ensinar o modo como as pessoas podem obedecer aos
mandamentos de Jesus. Isto somente será possível no poder do
Espírito Santo! A invasão é uma ação conjunta, entre Deus e
o homem!

IMERSÃO
Exemplos de disciplinas espirituais que devemos praticar para
desfrutarmos de uma poderosa imersão espiritual

1. JEJUM

Mateus 17:20-21
“20 E ele lhes respondeu: Por causa da pequenez da vossa fé. Pois
em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de
mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e ele
passará. Nada vos será impossível. 21 [Mas esta casta não se
expele senão por meio de oração e jejum.]”

Jejum não é uma forma para obter um maior poder da parte de


Deus. Por que os discípulos não conseguiram expulsar o demônio?
Por causa da pequena fé. Assim, jejuar e orar aumenta a
nossa fé!

Mateus 9.14-15
“14 Vieram, depois, os discípulos de João e lhe perguntaram: Por
que jejuamos nós, e os fariseus [muitas vezes], e teus discípulos
não jejuam? 15 Respondeu-lhes Jesus: Podem, acaso, estar tristes
os convidados para o casamento, enquanto o noivo está com eles?
Dias virão, contudo, em que lhes será tirado o noivo, e nesses dias
hão de jejuar.”. Assim, o jejum é uma expressão de nossa
saudade pelo noivo!

PRINCÍPIO: O jejum é uma atividade espiritual que desobstrui


quaisquer obstáculos internos que impedem o fluxo da inspiração
divina em nossa vida!
2. LER A BÍBLIA

Como ler a Bíblia?


[1] Ore a Deus antes de ler.
[2] Leia a Bíblia sem comentário, pois esta é uma ótima forma
para que você construa seu próprio entendimento das
Escrituras e consiga eliminar a tentação de sermos
preguiçosos no entendimento.
[3] Leia grandes porções das Escrituras, pois determinados
versículos somente fazem sentido dentro de um contexto.
[4] Reserve tempo e concentração para ler as Escrituras. Este é,
sem dúvida, o maior desafio! Não podemos fazer uma leitura
descuidada. Esta é uma questão de prioridade!
[5] Compartilhe o que você entendeu com as Escrituras. Faça
isto, principalmente, com cristãos que têm uma maior
experiência que você!
[6] Leia livros sobre como ler a Bíblia. Invista tempo e dinheiro
nisto. “Entendes o que lês”.

PRINCÍPIO: Ler a Bíblia é uma poderosa atividade espiritual que


alimenta a nossa alma e ajusta a nossa espiritualidade aos
padrões bíblicos!

3. ORAÇÃO

a) Jesus espera que oremos: Mateus 6.5-7 e 9; Lucas 11.9 e


Lucas 18.1;
b) O Novo Testamento recomenda que nos dediquemos à
oração e oremos sem cessar: Colossenses 4.2 e 1
Tessalonicenses 5.17.

c) A oração nos aproxima da misericórdia e da graça de


Deus: Hebreus 4.16.

d) A oração é algo que devemos fazer antes de tudo: 1


Timóteo 2:1

e) Se Jesus precisou orar, quanto mais nós precisamos?


Lucas 5.16.
PRINCÍPIO: Orar é uma das mais importantes práticas para uma
vida cristã saudável. Donald S. Whitney, em seu livro “Disciplinas
Espirituais para a Vida Cristã” afirma que “ter pouco tempo,
muitas responsabilidade, muitos filhos, trabalho demais, pouco
desejo, pouca experiência, etc., não nos isenta da expectativa de
orar.”

Por que muitos crentes não oram? Resposta: Uma das possíveis respostas seria
porque não planejam orar e não reservam tempo para orar. Não se esqueça, as
pequenas tarefas é que sufocam o tempo que deveria ser dedicado à oração.

4. MEDITAÇÃO

Meditar é algo que deve ser praticado dia e noite: Salmo 1.2.

Leia o Salmo 42:5 – Observe o que Davi está fazendo neste Salmo.
Ele não está falando com outra pessoa e não está falando com
Deus. Com quem, então, Davi está falando? Ele está falando
consigo mesmo! Isto é meditação!

PRINCÍPIO: Depois de ler a Palavra de Deus e de entender o que


Ela está dizendo e depois de vivenciar algumas experiências em
sua vida, comece a falar consigo mesmo sobre a Palavra de Deus
e sobre estas experiências, com o propósito de exortar a si
mesmo, edificar a si mesmo e consolar a si mesmo! Instrua a sua
própria alma com diálogos espirituais consigo mesmo!

Centres d'intérêt liés