Vous êtes sur la page 1sur 1

AVALIAÇÃO DO RISCO DE EXPOSIÇÃO DA EDIFICAÇÃO À DESCARGAS ATMOSFÉRICAS

PROPRIETÁRIO: SAMARA CRISTINA LEITE - CPF: 823.491.503-72


ENDEREÇO: LOTEAMENTO MORADA DOS VENTOS, BR 343, QUADRA 06, LOTE 20
RESPONSAVEL TÉCNICO:LARISSA LINS SOARES -RN:A74411-5 ARQUITETO E URBANISTA

1) PARÂMETROS DA EDIFICAÇÃO
C=Comprimento 30,35 metros
L=Largura 7,00 metros
A=Altura 10,32 metros

2) AVALIAÇÃO DO RISCO DE EXPOSIÇÃO


Ae=Área de exposição
Ae=C x L + 2 x C x A + 2 x L x A + 3,14 x (A x A)
Ae=1.317,94m2

3) Ng=Densidade de descargas para a terra


Td=nº de dias trovoadas p/ ano
Entre com o nº de trovoadas da região
1,25
Td= 30,00 Ng=0,04 x Td
Ng=2,81 descargas Km2/ano

4) Frequência média anual previsível de descargas


N=Ng x Ae x 0,000001 N= 0,003701

5) FATORES DE PONDERAÇÃO
A=Tipo de ocupação da Estrutura 1,20
B=Tipo de construção da Estrutura 1,00
C=Conteúdo da estrutura 0,30
D=Localização da estrutura 1,00
E=Topografia 0,30

6) Np= Valor ponderado de N


Np=N x A x B x C x D x E Np= 0,000400 Desc. / ano

PARÂMETROS DA NORMA
Se Np>= 0,001 , A ESTRUTURA REQUER PROTEÇÃO;
Se Np<= 0,00001 , A ESTRUTURA NÃO REQUER PROTEÇÃO;
Se 0,00001<Np<0,001 , A CONVENIÊNCIA DE UM SPDA DEVE SER TÉCNICAMENTE JUSTIFICADA E,
DECIDIDA COM O PROPRITÁRIO.

CONCLUSÃO DO CÁLCULO:

Conforme a NBR 5419/05, o resultado dos cálculos indica que a instalação do SPDA é facultativo
não ficando a decisão, a critério do responsável técnico e do responsável pelo imóvel. Decidimos pela
não instalação do SPDA no prédio aqui analisado.
Parnaíba-PI, 4 de outubro de 2017.

Resp. Técnico Proprietário


LARISSA LINS SOARES SAMARA CRISTINA LEITE
RN:A74411-5 ARQUITETO CPF: 823.491.503-72

Centres d'intérêt liés