Vous êtes sur la page 1sur 4

Método 1 de 2: Leia o Livro

1 Leia o livro. Isto aqui é a chave – você pode até procurar por

resumos na internet, mas o resumo de um resumo será um belo


indício de que o livro não foi lido. Aliás, ler até o livro mais
entediante pode ser divertido com a ajuda da imaginação.
Transforme-o em um filme em sua cabeça, e “elenque” atores da
atualidade nele.

 Por exemplo, ao ler E o Vento Levou, você provavelmente


pensará nos atores do filme de 1939. Mude. Dê o papel de Rhett
Butler para Johny Depp, e a parte de Scarlet O’Hara para Scarlett
Johansson. Coloque Samuel L. Jackson no papel de Polk. Pense no
personagem falando com o jeito de Jackson.

2 Faça anotações. Enquanto lê, mantenha por perto um bloco de

notas ou até o gravador de voz de seu celular. Faça observações


gerais enquanto progride. Anote sobre as características gerais do
livro, seus espaços, os personagens que aparecem (e suas
aparências). Anote todos os detalhes expressivos.
 Por exemplo, se você está lendo Guerra dos Tronos, você
poderia anotar que o mundo criado é frio e violento como (a) gelo
(tentamos um trocadilho) – não é um lugar muito agradável para a
vida abaixo das elites.
 É interessante anotar as características de Ned e sua família –
assim como a de todas as outras; as relações entre Cersei e Jaime;
ou a estatura de Tyrion comparada à personalidade.
 As anotações não precisam possuir nenhuma forma real ou
substancial – elas podem ser um simples rabisco caso isso seja útil
– desde que façam sentido para você e ajudem a lembrar dos
pequenos detalhes que darão corpo ao seu resumo.

3 Perca-se na leitura. Se você está lendo e anotando, encontre

algum elemento cativante. Continue lendo! Ao terminar de ler, faça


anotações sobre o que aprendeu. Apesar de não ser tão específico
quanto às notas lidas, escrever sobre o que foi aprendido pode
ajudar a dar um sentido maior sobre a estória lida.
 O que foi tão atraente que o fez parar de anotar? O
desenvolvimento de um personagem? Talvez uma sequência de
ação? Algo surpreendente no desenrolar dos fatos? Algumas vezes,
pode levar um tempo até entrar no ritmo do autor, mas, quando isso
acontece, a leitura “deslancha”. O tempo passa mais rápido e você
se envolve mais com o livro. Anote sobre isso também.

Método 2 de 2: Escrevendo o Resumo

1 Reúna suas anotações. Caso elas estejam espalhadas, reúna-as e

as escreva cronologicamente em uma folha ou em um documento de


texto de seu computador. Caso tenha produzido registros de voz,
certifique-se de transcrevê-los e adicioná-los às outras anotações.

2 Delineie o mote. Por exemplo, se for escrever sobre O Senhor

dos Anéis, você poderia dizer como um hobbit simples e humilde


teve em mãos o maior poder da Terra Média, o Um Anel, e, junto a
outros oito, saiu numa jornada épica para destruir tal artefato
maligno.
 Para delinear o mote, não há necessidade de se investir em
cada detalhe. O propósito desse delineamento é dar ao leitor uma
ideia do que aparecerá no restante do resumo.

3 Escreva o resumo usando suas anotações. Trabalhe com elas e

sempre mencione os eventos como eles aconteceram – só que muito


mais condensados.
 Ainda falando de O Senhor dos Aneis, você pode resumir todo o
Conselho de Elrond escrevendo algo como: “Várias pessoas da Terra
Média fizeram um conselho e decidiram que o anel precisava ser
destruído. Boromir quis usar o anel, mas isso foi negado pelo
conselho, pois tal ato poderia ser perigoso demais para qualquer um
– especialmente para as pessoas corruptíveis. No fim, Frodo, o
Hobbit, se voluntariou para destruir o anel.”.

4 Descreva os eventos. Passando pela estória, descreva eventos

como eles aconteceram, mas não faça um resumo de cada capítulo.


Escreva o resumo como se ele fosse uma versão condensada da
estória, de forma a poder capturar um pouco do estilo e vontades do
autor.
 Tente se colocar na posição de alguém que não leu o livro.
Você poderia entender a estória apenas lendo o resumo?

5 Indique o final da estória. Ou não. Caso esse seja um trabalho

escolar, você provavelmente terá que incluir como o livro termina.


 Se estiver fazendo um trabalho, você terá de dizer ao leitor que
Dumbledore morreu!
 Por outro lado, se você está escrevendo para convencer
pessoas a lerem o livro, então seria interessante esconder o final da
estória para criar interesse no futuro leitor. “Dumbledore caiu da
torre. O que acontece em seguida surpreende qualquer um”.

6 Edite, revise e corrija seu resumo. Se puder, peça correção a

alguém que já tenha lido o livro. É provável que eles descubram algo
negligenciado por você.

Dicas

 Lembre-se sempre de escrever com suas próprias palavras.


Não copie nada do livro a não ser que esteja fazendo uma citação –
e, caso esteja, certifique-se de usar as marcas de citação.
 Leia exemplos de resumos de livros que já tenha lido. Assim,
você sentirá o que deve e o que não deve colocar no resumo.
Avisos

 Use suas próprias palavras. É sempre melhor usar suas


próprias palavras, e não algo que outra pessoa não reconheça!
(Especialmente se você for um estudante de graduação! Escreva no
nível de graduação. Sua turma esperará por isso, então faça com
que ela o entenda!). Não copie o resumo dos outros! Muitos
trabalham duro para se orgulharem do resultado final. Você não deve
roubar essas pessoas e ainda dizer que o trabalho foi seu!
Professores saberão quando o trabalho não for seu e isso lhe dará
pontos negativos.

Fontes e Citações