Vous êtes sur la page 1sur 9

30/01/2018 QuickServe Online | (3653266) Manual de Diagnóstico de Falhas e Reparos dos Motores ISC, ISCe, QSC8.

8.3, ISL, ISLe3, ISLe4 e QSL9

(/qs3/pubsys2/xml/br/manual/3653266/br3653266-titlepage.html)

Informações Gerais
A configuração da biela pode variar dependendo da
configuração do motor. Alguns motores utilizam bielas
bipartidas retas. Outros motores usam com bielas bipartidas
em ângulo. A biela também pode ter uma superfície
fraturada bipartida ou uma superfície serrilhada.
Bielas com uma superfície fraturada bipartida ou uma
superfície serrilhada devem ser manipuladas com cuidado.
As duas partes da biela não devem ser friccionadas entre si,
pois isto danificará as superfícies de contato. Tenha cuidado
para não deixar cair nenhuma das partes da biela.

1. Bielas 'C' são retas com uma superfície usinada suave.


2. Bielas fraturadas em 'L' têm um ângulo com uma
superfície fraturada na extremidade da árvore de
manivelas.
3. Bielas serrilhadas em 'L' têm um ângulo com uma
superfície serrilhada na extremidade da árvore de
manivelas.
Essas bielas não podem ser misturadas no mesmo motor.

Passos Preparatórios
 WARNING 
Baterias podem emitir gases explosivos. Para reduzir a
possibilidade de ferimentos e danos materiais,
providencie sempre ventilação adequada ao ambiente
antes de trabalhar com baterias. Para reduzir a
possibilidade de formação de faíscas, o cabo negativo
(-) da bateria deve ser sempre o primeiro a ser
desconectado e o último a ser conectado.

https://quickserve.cummins.com/qs3/portal/service/manual/br/br3653266/ 1/9
30/01/2018 QuickServe Online | (3653266) Manual de Diagnóstico de Falhas e Reparos dos Motores ISC, ISCe, QSC8.3, ISL, ISLe3, ISLe4 e QSL9

 WARNING 
Não remova a tampa de pressão do radiador de um
motor quente. Aguarde até que a temperatura do líquido
de arrefecimento esteja abaixo de 50ºC [120ºF] antes de
remover a tampa do radiador. Os borrifos ou o vapor de
líquido de arrefecimento quente podem causar graves
acidentes pessoais.

 WARNING 
O líquido de arrefecimento do motor é tóxico.
Mantenha-o longe do alcance de crianças e de animais.
Se não for reutilizado, descarte-o de acordo com as
normas locais de proteção ambiental.

 WARNING 
Para reduzir a possibilidade de acidentes pessoais,
evite o contato direto de óleo quente com a pele.

 WARNING 
Alguns órgãos governamentais consideram óleo usado
de motor uma substância cancerígena e capaz de
causar problemas relacionados à reprodução. Evite a
inalação de vapores, a ingestão e o contato prolongado
com o óleo usado de motor. Se não for reutilizado,
descarte-o de acordo com as normas locais de
proteção ambiental.

Desconecte as baterias. Consulte as informações de


serviço do fabricante do equipamento.
Drene o sistema de arrefecimento. Consulte o
Procedimento 008-018 na Seção 8.
(/qs3/pubsys2/xml/br/procedures/45/br45-008-018-
tr.html)
Drene o óleo lubrificante. Consulte o Procedimento 007-
037 na Seção 7.
(/qs3/pubsys2/xml/br/procedures/45/br45-007-037-
tr.html)
Remova o cabeçote dos cilindros. Consulte o
Procedimento 002-004 na Seção 2.
(/qs3/pubsys2/xml/br/procedures/45/br45-002-004-
tr.html)
Remova o cárter de óleo lubrificante e a junta. Consulte
o Procedimento 007-025 na Seção 7.
https://quickserve.cummins.com/qs3/portal/service/manual/br/br3653266/ 2/9
30/01/2018 QuickServe Online | (3653266) Manual de Diagnóstico de Falhas e Reparos dos Motores ISC, ISCe, QSC8.3, ISL, ISLe3, ISLe4 e QSL9

(/qs3/pubsys2/xml/br/procedures/45/br45-007-025-
tr.html)
Remova o tubo de sucção de óleo lubrificante. Consulte
o Procedimento 007-035 na Seção 7.
(/qs3/pubsys2/xml/br/procedures/45/br45-007-035-
tr.html)
Remova e desmonte os conjuntos de pistão e biela.
Consulte o Procedimento 001-054 na Seção 1.
(/qs3/pubsys2/xml/br/procedures/45/br45-001-054-
tr.html)

Limpeza e Inspeção para Reutilização


 WARNING 
Ao trabalhar com um limpador a vapor, utilize óculos de
segurança ou máscara e roupas de proteção. O vapor
quente pode causar ferimentos graves.

 WARNING 
Quando utilizar solventes, ácidos ou materiais alcalinos
para a limpeza, siga as recomendações de uso do
fabricante. Utilize óculos de segurança e roupas de
proteção apropriadas para reduzir a possibilidade de
acidentes pessoais.

 WARNING 
Alguns solventes são inflamáveis e tóxicos. Leia as
instruções do fabricante antes de usar o produto.

 WARNING 
Utilize proteção apropriada para os olhos e para a face
ao trabalhar com ar comprimido. Os resíduos e poeira
lançados podem causar ferimentos.

Utilize uma escova com cerdas de nylon para limpar as


furações de óleo.
Utilize vapor ou solvente para limpar as bielas.

Seque com ar comprimido.

https://quickserve.cummins.com/qs3/portal/service/manual/br/br3653266/ 3/9
30/01/2018 QuickServe Online | (3653266) Manual de Diagnóstico de Falhas e Reparos dos Motores ISC, ISCe, QSC8.3, ISL, ISLe3, ISLe4 e QSL9

Inspecione as bielas e as capas de biela quanto a danos.

Substitua a biela se a viga em 'I' estiver corroída ou


danificada.

Inspecione o furo do pino do pistão quanto a danos ou


desalinhamento da passagem de óleo e da bucha.

Meça o diâmetro interno da bucha do pino do pistão na


biela.

Diâmetro da Bucha do Pino do Pistão na Biela


mm in
45,023 MÍNIMO 1,7726
45,035 MÁXIMO 1,7730

Meça o furo da biela na árvore de manivelas com os


casquilhos removidos e as capas apertadas com o torque
especificado. Consulte o Procedimento 001-054 na Seção 1.
(/qs3/pubsys2/xml/br/procedures/45/br45-001-054-tr.html)

Diâmetro do Furo da Biela na árvore de manivelas


(Mancais Removidos)
mm in
80,987 MÍNIMO 3,1885
81,013 MÁXIMO 3,1895

Meça o diâmetro do munhão na árvore de manivelas.

Diâmetro do Munhão da Biela na árvore de manivelas


mm pol
ECM CM554 (Sem Anel Indicador de Rotação na árvore
de manivelas)

https://quickserve.cummins.com/qs3/portal/service/manual/br/br3653266/ 4/9
30/01/2018 QuickServe Online | (3653266) Manual de Diagnóstico de Falhas e Reparos dos Motores ISC, ISCe, QSC8.3, ISL, ISLe3, ISLe4 e QSL9

Diâmetro do Munhão da Biela na árvore de manivelas


mm pol
75,962 MÍN 2,9906
76,013 MÁX 2,9926
ECM CM850 (CM2850) (Anel Indicador de Rotação
Montado na Traseira da árvore de manivelas)
76,000 MÍN 2,9921
76,026 MÁX 2,9931
Excentricidade
mm in
0,050 MÁXIMO 0,002

Cônico
mm in
0,013 MÁXIMO 0,0005

NOTA : Se os munhões da árvore de manivelas não


estiverem dentro das especificações dadas, a árvore
de manivelas deve ser substituída.

Folga dos rolamentos


mm in
0,038 MÍNIMO 0,0015
0,116 MÁXIMO 0,0045

Folga do mancal: diâmetro interno da biela (com o mancal)


menos o diâmetro do munhão da árvore de manivelas.

A folga dos casquilhos também pode ser determinada com


plastigauge durante a montagem do motor.

Inspeção de Empenamento e de Torção


Procedimento de Calibração
https://quickserve.cummins.com/qs3/portal/service/manual/br/br3653266/ 5/9
30/01/2018 QuickServe Online | (3653266) Manual de Diagnóstico de Falhas e Reparos dos Motores ISC, ISCe, QSC8.3, ISL, ISLe3, ISLe4 e QSL9

Utilize o dispositivo de verificação da biela, No. ST-561, e o


conjunto de mandril da biela, No. 3823286, para inspecionar
o empenamento e a torção das bielas.
Calibre o dispositivo de verificação com uma biela nova que
deve ser medida para o comprimento correto entre centros:
215,975 a 216,025 mm [8,5029 a 8,5040 pol].
Instale a capa da biela na biela, como descrito
anteriormente neste procedimento.

Instale o mandril do pino do pistão do conjunto do mandril,


No. 3823286, no furo do pino do pistão.
NOTA : Utilize um mandril, Número de Peça
3823283, se a bucha do pistão foi removida ou o
mandril, Número de Peça 3823284, se a bucha ainda
estiver instalada.
Instale o mandril, No. 3823303, no furo da árvore de
manivelas e expanda o mandril.
NOTA : Certifique-se de que o pino no mandril esteja
voltado para baixo e travado na posição do centro da
biela.

Instale a biela no dispositivo.

Mova o suporte do relógio comparador para posicionar os


pontos de contato dos indicadores sobre o mandril no furo
do pino do pistão.

Aperte o suporte para manter os indicadores na posição.

Ajuste os relógios comparadores em zero.

Remova a biela do dispositivo.

Gire a biela 180 graus horizontalmente e instale a biela no


dispositivo novamente.

Ajuste os indicadores do relógio comparador em zero


novamente.

Se os indicadores mostrarem alguma mudança a partir do


zero, ajuste os medidores para metade da leitura indicada.

https://quickserve.cummins.com/qs3/portal/service/manual/br/br3653266/ 6/9
30/01/2018 QuickServe Online | (3653266) Manual de Diagnóstico de Falhas e Reparos dos Motores ISC, ISCe, QSC8.3, ISL, ISLe3, ISLe4 e QSL9

O dispositivo encontra-se calibrado permitindo que a biela


seja instalada no dispositivo em qualquer direção, e os
medidores indicarão a mesma diferença em qualquer lado
do zero.

Teste
Instale o mandril e o fuso na biela a ser inspecionada.

Instale a biela no dispositivo.

Meça o comprimento e a empenamento (alinhamento) da


biela.

Comprimento da Biela Bipartida Reta


mm in
215,975 MÍNIMO 8,5029
216,025 MÁXIMO 8,5049

Comprimento da Biela Bipartida em Ângulo


mm in
215,950 MÍNIMO 8,5020
216,050 MÁXIMO 8,5059

Empenamento da Biela (Alinhamento)


mm in
Bucha
MÁXIM
removid 0,20 0,008
O
a
Bucha
MÁXIM
instalad 0,15 0,006
O
a

Instale uma lâmina de folga entre o mandril e a placa de


fixação do relógio comparador, como mostrado na figura.

Torção da Biela
mm in

https://quickserve.cummins.com/qs3/portal/service/manual/br/br3653266/ 7/9
30/01/2018 QuickServe Online | (3653266) Manual de Diagnóstico de Falhas e Reparos dos Motores ISC, ISCe, QSC8.3, ISL, ISLe3, ISLe4 e QSL9

Bucha
MÁXIM
removid 0,20 0,008
O
a
Bucha
MÁXIM
instalad 0,30 0,012
O
a

Passos Finais
 WARNING 
Baterias podem emitir gases explosivos. Para reduzir a
possibilidade de ferimentos e danos materiais,
providencie sempre ventilação adequada ao ambiente
antes de trabalhar com baterias. Para reduzir a
possibilidade de formação de faíscas, o cabo negativo
(-) da bateria deve ser sempre o primeiro a ser
desconectado e o último a ser conectado.

Monte e instale os conjuntos de pistão e biela. Consulte


o Procedimento 001-054 na Seção 1.
(/qs3/pubsys2/xml/br/procedures/45/br45-001-054-
tr.html)
Instale o tubo de sucção de óleo lubrificante. Consulte o
Procedimento 007-035 na Seção 7.
(/qs3/pubsys2/xml/br/procedures/45/br45-007-035-
tr.html)
Instale o cárter de óleo lubrificante e a junta. Consulte o
Procedimento 007-025 na Seção 7.
(/qs3/pubsys2/xml/br/procedures/45/br45-007-025-
tr.html)
Instale o cabeçote dos cilindros. Consulte o
Procedimento 002-004 na Seção 2.
(/qs3/pubsys2/xml/br/procedures/45/br45-002-004-
tr.html)
Abasteça o sistema de óleo lubrificante. Consulte o
Procedimento 007-037 na Seção 7.
(/qs3/pubsys2/xml/br/procedures/45/br45-007-037-
tr.html)
Abasteça o sistema de arrefecimento. Consulte o
Procedimento 008-018 na Seção 8.

https://quickserve.cummins.com/qs3/portal/service/manual/br/br3653266/ 8/9
30/01/2018 QuickServe Online | (3653266) Manual de Diagnóstico de Falhas e Reparos dos Motores ISC, ISCe, QSC8.3, ISL, ISLe3, ISLe4 e QSL9

(/qs3/pubsys2/xml/br/procedures/45/br45-008-018-
tr.html)
Conecte as baterias. Consulte as informações de
serviço do fabricante do equipamento.
Opere o motor e verifique se há vazamentos.

Última Modificação: 01-AGOSTO-2017

https://quickserve.cummins.com/qs3/portal/service/manual/br/br3653266/ 9/9