Vous êtes sur la page 1sur 5
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

Avenida Professor Mário Werneck, nº 2590, Bairro Buritis - Belo Horizonte - Minas Gerais - CEP: 30.575-180 (31) 2513-5157

ANEXO II PLANO DE TRABALHO *

.

TIPO DE AÇÃO:

. TIPO DE AÇÃO: PROJETO CURSO FIC EVENTO

PROJETO

. TIPO DE AÇÃO: PROJETO CURSO FIC EVENTO

CURSO FIC

. TIPO DE AÇÃO: PROJETO CURSO FIC EVENTO

EVENTO

  • 1 TÍTULO DA AÇÃO

   

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA RESIDENCIAL

   
  • 2 ÁREA TEMÁTICA (de acordo com o Anexo X)

   
 

Área 1 Comunicação

 

x

Área 5 Meio ambiente

 
 

Área 2 Cultura

 

Área 6 Saúde

 
 

Área 3 Direitos Humanos e justiça

   

Área 7 Tecnologia e produção

 
 

Área 4 Educação

   

Área 8 - Trabalho

 

3- LINHA DE EXTENSÃO (de acordo com o Anexo X)

 

Questões ambientais

 
  • 4 RESUMO

 

O projeto aplica o conceito de eficiência energética ao ambiente residencial com o objetivo de reduzir o consumo de energia elétrica. Para alcançar o objetivo será utilizada uma abordagem indireta, relacionada à conscientização da população por meio de informação. O projeto proporcionará uma interação entre a comunidade externa e o IFMG, gerando conhecimento e informação para a equipe de trabalho e para os moradores.

Palavras-chave: Meio ambiente; Energia; Eficiência

 
  • 5 CARACTERIZAÇÃO

 

A eficiência energética pode ser definida como a otimização do consumo de energia, ou seja, a realização de uma tarefa utilizando-se o mínimo de energia.

O projeto levará informação a comunidade externa sobre práticas eficientes de utilização de energia e sobre os fatores que influenciam diretamente no processo de geração da energia, tais como: preservação dos rios, nascentes, matas ciliares e consumo consciente da água.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

Avenida Professor Mário Werneck, nº 2590, Bairro Buritis - Belo Horizonte - Minas Gerais - CEP: 30.575-180 (31) 2513-5157

6

JUSTIFICATIVA

Devido ao aumento da demanda por fontes energéticas econômicas e sustentáveis ao meio ambiente, torna-se necessária a conscientização com relação a formas de utilização eficiente de energia. Esse projeto pretende conscientizar a comunidade externa quanto à utilização eficiente de energia.

7

OBJETIVO GERAL

O objetivo

geral

do projeto

é

reduzir o

consumo de energia elétrica no ambiente

residencial.

 

8

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

 

O projeto propõe formas de utilização eficientes dos equipamentos elétricos presentes nas residências, propiciando uma economia de energia e buscando a educação da comunidade externa quanto à práticas ecologicamente corretas, relacionadas com a redução de consumo de energia e a preservação da natureza.

9

FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

 

Deve apresentar uma discussão teórica do problema, na perspectiva de fundamentá-lo nas teorias existentes. Sugere-se usar uma estrutura narrativa de análise temática na qual possibilita destacar e explicitar:1) o que é conhecido e já aceito como válido pelas contribuições teóricas anteriores, 2) a extensão em que o problema é compartilhado e outras intervenções já realizadas, 3) apresentação do que há de inovador na atual proposta e do seu potencial transformador das realidades que se pretende atuar, bem como as contribuições para o desenvolvimento local/regional. O texto deve ser estruturado de forma a validar um caminho específico para solucionar o problema apresentado nas suas diferentes frentes de atuação. As estratégias de intervenção devem estar claramente indicadas, permitindo a avaliação processual dos projetos e/ou ações e os resultados esperados. É recomendado mencionar as relações entre o ensino apresentadas no tratamento teórico dado ao problema de caráter extensionista que se propõe atuar, bem como prever a articulação com a pesquisa a partir de relatos de experiências que o programa proporcionará e/ou demais intervenções que demandem pesquisa aplicada.

10 METODOLOGIA

 
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

Avenida Professor Mário Werneck, nº 2590, Bairro Buritis - Belo Horizonte - Minas Gerais - CEP: 30.575-180 (31) 2513-5157

A primeira etapa do projeto será a capacitação dos alunos bolsistas, visando o domínio do assunto para transmissão das informações sobre eficiência energética a comunidade externa.

Na segunda etapa os bolsistas visitarão as residências da comunidade para levar as informações. As informações serão disponibilizadas em panfletos eletrônicos confeccionados pelos bolsistas. Além disso, será realizado um cadastro da residência com diversas informações tais como: consumo mensal dos meses anteriores, número de moradores, eletrodomésticos, renda familiar e peso da conta de energia para renda familiar.

Na terceira etapa será realizada uma nova visita as residências da segunda etapa para coleta dos dados de consumo em kW para verificar a economia após a execução do projeto. Essa etapa é utilizada também para medir a satisfação dos moradores com relação aos benefícios do projeto e esclarecer quaisquer dúvidas recorrentes.

Todos os dados adquiridos durante a execução no projeto são arquivados e analisados posteriormente para avaliação qualitativa e quantitativa do projeto.

  • 11 PÚBLICO-ALVO

Discentes e comunidade externa.

 
 

Estimativa de participação

 

Docentes do IFMG

Técnicos do IFMG

Discentes do IFMG

Comunidade Externa

1

0

2

80

  • 12 ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO

 

Descrição do acompanhamento e avaliação, explicitação dos indicadores e sistemática avaliação da ação.

  • 13 NATUREZA ACADÊMICA

 

Este item deve priorizar: Cumprimento ao preceito da indissociabilidade entre ensino, extensão e pesquisa; Interdisciplinaridade; Impacto na formação do estudante.

  • 14 IMPACTO INTERNO

Os estudantes trabalharão com eficiência energética junto com a comunidade externa, aperfeiçoando suas habilidades de comunicação, pois a interdisciplinaridade das

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

Avenida Professor Mário Werneck, nº 2590, Bairro Buritis - Belo Horizonte - Minas Gerais - CEP: 30.575-180 (31) 2513-5157

atividades realizadas auxilia significativamente na consolidação dos conhecimentos adquiridos em sala de aula e complementam seu
atividades realizadas auxilia significativamente na consolidação dos conhecimentos
adquiridos em sala de aula e complementam seu crescimento pessoal.
15
– IMPACTO EXTERNO
O projeto proporcionará uma interação entre a comunidade e o IFMG, beneficiando as
duas partes envolvidas gerando conhecimento e informação tanto para a equipe de
trabalho quanto para os moradores.
16- INFRAESTRUTURA, PARCERIAS E CONTRAPARTIDAS
O projeto utilizará o laboratório de informática do campus.
17
– ORÇAMENTO
Será necessário duas bolas PIBEX Jr para os alunos do curso técnico em eletrotécnica
durante os 12 meses do projeto.
TIPO DE DESPESA
PREÇO TOTAL (R$)
1.
Material de consumo
R$
2.
Serviços de terceiros
R$
3.
Bolsas (somente para Projetos)
R$ 4.800,00
4.
Passagens e diárias (somente para Eventos)
R$
TOTAL
R$ 4.800,00
18
– CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO
Apresentar as ações a serem executadas e o período de execução (mês).
Atividades
1
2
3
4
5
6
7
8
9 10
11
12
Capacitação dos alunos
Interação com a comunidade
Coleta e análise dos dados
X
X
X
X
X
X
X
X
X X
X
X
19
– MATRIZ CURRICULAR (para Cursos FIC)
DADOS DO CURSO
Nome :
Categoria:
Formação Inicial
Eixo Tecnológico (de acordo com o Anexo IX):
Modalidade de oferta:
Presencial
Semipresencial
À distância
Período de realização:
Carga Horária Total:
20
– ATIVIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS POR DISCENTES BOLSISTAS E/OU VOLUNTÁRIOS
Primeira etapa – capacitação dos alunos bolsistas: visa o domínio do assunto para
CARGA
transmissão correta e eficiente das informações a comunidade externa.
MATRIZ CURRICULAR
HORÁRIA
1.
Segunda etapa – os bolsistas visitarão os moradores da comunidade para levar as
2.
3.
4.
4
5.
TOTAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

Avenida Professor Mário Werneck, nº 2590, Bairro Buritis - Belo Horizonte - Minas Gerais - CEP: 30.575-180 (31) 2513-5157

informações pertinentes. As informações serão disponibilizadas em panfletos eletrônicos confeccionados pelos próprios bolsistas com auxílio do coordenador do projeto. Além disso, serão coletadas informações como: consumo mensal dos meses anteriores, número de moradores, eletrodomésticos, renda familiar e peso da conta de energia para renda familiar.

Terceira etapa

Coleta dos dados

de

consumo para verificar a

economia após a

execução

do

projeto. Essa

etapa é utilizada

também

para

medir a satisfação dos

moradores com relação aos benefícios do projeto e esclarecer quaisquer dúvidas recorrentes.

21 REFERÊNCIAS

 

Relacionar as referências dos trabalhos citados na proposta, utilizando as normas da ABNT.

 

* Utilizar fonte Times New Roman ou Arial, tamanho 12 e espaçamento entre linhas de 1,5. A proposta deverá ter, no máximo, 20 (vinte) folhas.