Vous êtes sur la page 1sur 6

Prioridade

10

11

12
13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23
Problema Observado
Parede da Piscina foi executada em desconformidade com o projeto Estrutural (“PAR4, borda infinita”), com complementação da mureta de
concreto, provavelmente, com bloco cerâmico em 1 vez.

Por meio de pontos de entrada de água, apareceram consequentes patologias no tanque, e daí na estrutura.

Infiltrações da área do Deck da Piscina, Escadas e Rampa, na Cobertura.

Sinal de que a Laje da Cobertura não foi impermeabilizada em 100% da área.

Falta de Impermeabilização da Sala de Máquinas da Piscina.

Tubulação da Piscina está em desacordo com o Projeto e não foi feito “As Built”, causando erros de operação. Orientação de operação feita na
Entrega do Prédio deve ser considerada como inválida.

Fissuramento das Fachadas

Danos estruturais e Patologias na região das grelhas (ventilação), entre o Subsolo e o Térreo.

Eflorescências por fissuras no piso, sobre a laje do Térreo (efeitos no Subsolo), que causam infiltrações e patologias estruturais. As fissuras se dão
por falta de juntas de movimentação e dessolidarização no piso, em desacordo com a norma de projeto de impermeabilização vigente.

No Subsolo, manchas de umidade e danos aos revestimentos nas Contenções (falta de impermeabilização obrigatória).

Falta de previsão de ralos suficientes e apropriados para conter as chuvas provenientes do Sudeste. (associado ao problema 08 - "Falta de
execução de desníveis do piso."

No Térreo, não execução de desníveis entre o piso do Terraço Coberto e do Playground, e entre o Passeio dos veículos e as Garagens Sul.

Na Cobertura, faltam desníveis entre o Hall da Escada (Oeste) e os Terraços externos, provocando danos à porta corta-fogo e infiltrações nas
paredes.

Falhas de Instalação (Construtora) e de Manutenção (Condomínio) das Portas Corta-fogo. Faltam Cópias dos documentos de garantia das portas
e dos ensaios normativos dos fabricantes.

Desconformidades da caixa da Escada Protegida (janelas instaladas com especificação e dimensões erradas, falta do alçapão/abertura de
ventilação do topo da escada, piso escorregadio, etc.)

No Subsolo, o sistema implantado após a obra pela construtora para conter alagamentos, adicionou ao Condomínio o custo de energia e
manutenções às bombas de águas pluviais.

Reservatório Inferior de Água Fria com tampa desconforme e com paredes "coladas" ao muro de contenção (impede a inspeção de manutenção
da caixa).
Caixa de Acumulação da Cascata: Falta de As Built; Executada em local diferente e com tampa removível (alteração causou problemas de
funcionalidade do sistema).

Infiltrações de umidade na caixa do Elevador Social, provenientes do Deck da Piscina (Cobertura), sem qualquer sinal de dano à manta de
impermeabilização, se é que existe e foi bem feita.

Falta de juntas de encontro aos redor de pilares nos pisos do Subsolo e Térreo.

Provável dano à manta da tampa do Reservatório Superior por perfuração de parafusos de suportes de antenas e guarda-corpos (construtora),
etc., causando patologias na caixa d´água. Pgs. 39/40.

Não há menção em Manual do Prédio acerca de como fazer a Manutenção da Parede de bloco de gesso imprevista no projeto arquitetônico, na
Recepção, a qual precisa de tratamento apropriado para receber aplicação de papel de parede.

Falta de acessibilidade apropriada nas vagas 204 e 303, 303 e 506 confinadas, 402, 401 e 501, 403 e 407 confinadas, 404 e 408 confinadas, 506
e 507, 508, 101 e 101 confinada, 107 e 206, 108 e 205 confinadas, 202 e 301 confinadas, 208 e 208 confinada.

Para detalhes acerca da localização das vagas, vide pgs. 16 e 17 do Relatório.


Inobservância da legislação acerca de Vagas destinadas para Pessoas com Necessidades Especiais (PNEs).
No Térreo, a instalação projetada não corresponde ao que está executado. Vide as instalações de aparelhos tipo “cassete” no Salão Multiuso;
Providenciar o “As Built".

Degradação das pinturas dos guarda-corpos ao redor da tampa do Reservatório Superior.

Falta de isolação acústica suficiente na Casa de Máquinas da Piscina, sobre os apartamentos 501 e 502.

(fim do Resumo)
Referência Técnica Responsável

Vício Redibitório.
Construtora.
Projeto Estrutural o46-EST-53-
68-v2.
Vício Redibitório.

Boas práticas de Engenharia. Construtora.

ABNT NBR 9575.


Vício Redibitório.

Boas práticas de Engenharia. Construtora.

ABNT NBR 9575.

Boas práticas de Engenharia.


Construtora
ABNT NBR 14037 e ABNT NBR
5674.
Vício Redibitório.
ABNT NBR 13755
Construtora.
e Boas Práticas de
Engenharia.
Vício Redibitório.
Construtora.
Boas práticas de Engenharia.

Vício Redibitório.

Boas práticas de Engenharia. Construtora.

ABNT NBR 9575.


Vício Redibitório.
ABNT NBR 15575-3 e ABNT Construtora.
NBR 9575.
Vício Redibitório.
Construtora.
Boas práticas de Engenharia.

Vício Redibitório.

Desconformidade com os
Projetos. Construtora.

Boas práticas de Engenharia.

Vício Redibitório.
ABNT NBR 11742. Construtora e Condomínio.
Manutenção.
Vício Redibitório.
ABNT NBR 9077 e Construtora.
ABNT NBR 11742.
Vício Redibitório.
Ausência de Projeto.
Construtora e Projetista.
Boas Práticas de Engenharia.

ABNT NBR 9575.

Boas Práticas de Engenharia e


Construtora.
ABNT NBR 5626.
Vício Redibitório.
Projeto Estrutural o46- Construtora.
AGF(DETALHE DA PISCINA)-
01-01-v01

ABNT NBR 9575. Construtora.

Boas práticas de Engenharia.


Construtora.
ABNT NBR 6118.

Boas práticas de Engenharia. Construtora e Condomínio.

Boas práticas de Engenharia.


Construtora.
ABNT NBR 14037 e ABNT NBR
5674.

Boas Práticas de Projeto, Construtora e Projetista.


Doutrina de Arquitetura.

ABNT NBR 9050. Construtora e Projetista.


ABNT NBR 14037 e ABNT NBR Construtora.
5674.

Boas Práticas de Engenharia.


Construtora.
Recomendações de
fabricantes.
ABNT NBR 10152 e ABNT NBR Construtora.
15575-6.