Vous êtes sur la page 1sur 16

polícia militar do estado de são paulo

diretoria de ensino e cultura

Concurso Interno de Seleção

001. Prova Objetiva

graduação de cabo pm – 2017

� Você recebeu sua folha de respostas e este caderno contendo 60 questões objetivas.
� Confira seus dados impressos na capa deste caderno e na folha de respostas.
� Quando for permitido abrir o caderno, verifique se está completo ou se apresenta imperfeições. Caso haja algum
problema, informe ao fiscal da sala.
� Leia cuidadosamente todas as questões e escolha a resposta que você considera correta.
� Marque, na folha de respostas, com caneta de tinta azul ou preta, a letra correspondente à alternativa que você escolheu.
� A duração da prova é de 3 horas, já incluído o tempo para o preenchimento da folha de respostas.
� Só será permitida a saída definitiva da sala e do prédio após transcorridas 2 horas do início da prova.
� Deverão permanecer em cada uma das salas de prova os 3 últimos candidatos, até que o último deles entregue sua
prova, assinando termo respectivo.
� Ao sair, você entregará ao fiscal a folha de respostas e este caderno, podendo levar apenas o rascunho de gabarito,
localizado em sua carteira, para futura conferência.
� Até que você saia do prédio, todas as proibições e orientações continuam válidas.

Aguarde a ordem do fiscal para abrir este caderno de questões.

Nome do candidato

RG Inscrição Prédio Sala Carteira

12.02.2017
Língua Portuguesa 02. Assinale a alternativa em que o trecho selecionado do
texto está reescrito sem alteração do sentido original.

Leia a crônica “Os dias da semana”, de Ivan Angelo, para (A) Ele apazigua o bairro e os homens: os automóveis já
responder às questões de números 01 a 05. não acham necessário ultrapassar... → Ele acalma o
bairro e as pessoas, e os motoristas não dirigem com
De minha janela, contemplo o domingo. É um dia que se a pressa habitual...
pode olhar e reconhecer como uma coisa distinta. Ele apa-
(B) Vistos da janela, os outros dias da semana parecem
zigua o bairro e os homens: os automóveis já não acham
iguais. → Observando da janela, nota-se que todos
necessário ultrapassar; as roupas contentam-se com o con-
os dias da semana são incomuns.
forto; nem as mulheres buscam o espetacular.
Antigamente havia o almoço de domingo, em família, (C) Segunda-feira é o dia das promessas de mudar, de
nunca o feijão-com-arroz-carne-e-verdura dos outros dias, começar um regime... → Segunda-feira é o dia em
mas algo caprichado e tardio, o ajantarado. Almoço que nas que todos cumprem as promessas, especialmente a
grandes cidades vai migrando para as churrascarias. O do- manutenção da dieta...
mingo é o dia de parque e de futebol. “É um estado de espíri-
to”, disse Erico Verissimo. (D) Um dia da semana – sábado – era pouco para o
Vistos da janela, os outros dias da semana parecem brasileiro comer feijão gordo. → Sábado não é o
iguais. Olhando de perto, no entanto... dia ideal para os familiares se reunirem para uma
feijoada.
Segunda-feira é o dia das promessas de mudar, de co-
meçar um regime, de se emendar, de esquecer amores ingra-
tos. Serão cumpridas? Existe uma frase que desconfia des-
03. Considere a frase reescrita a partir do texto:
sas promessas: “Ai dos homens de segunda-feira!” Segunda
é dia das obrigações. Dia da preguiça. A sexta é o dia do happy hour e das estreias nos
Terça? Não é dia de nada. Parece que até os ladrões dão cinemas,       o trânsito vira um inferno,
um tempo: ouço dizer na televisão que é um dia tranquilo nas       as pessoas querem fugir das grandes cida-
delegacias de polícia. des.
Quarta: virou dia da feijoada. Um dia da semana – sába- Para que a frase preserve o sentido do texto, as lacunas
do – era pouco para o brasileiro comer feijão gordo. E tam- devem ser preenchidas, correta e respectivamente, por:
bém do futebol que a televisão leva para nossa sala, encur-
tando a novela. (A) porque ... quando
Para muitos executivos, a quinta-feira já funciona como
(B) se ... pois
último dia da semana, dia de fechar negócios. Sufoco. Dia
em que voltam aos palcos os espetáculos teatrais. Para os (C) ou ... tanto que
jovens, dia de marcar baladas.
A sexta é o dia de happy hour. O trânsito vira um infer- (D) mas ... já que
no, as estradas cheias com as pessoas fugindo das grandes
cidades. Porém também é o dia de estreias nos cinemas, ca-
beleireiro, pizza... 04. No primeiro parágrafo, em “De minha janela, contemplo o
domingo.”, a preposição destacada indica posição, lugar.
Sábado é o dia da feijoada e do supermercado. É o dia
em que nos permitimos alguns excessos, pois no sábado há Outro trecho do texto em que ocorre a mesma situação
a perspectiva do domingo, ou seja, de paz, de liberdade... encontra-se em:
(Veja SP, 07.07.2004. Adaptado)
(A) ... nunca o feijão-com-arroz-carne-e-verdura dos ou-
tros dias...
01. Segundo o autor do texto, (B) “É um estado de espírito”, disse Erico Verissimo.

(A) terça-feira é o dia em que nada de especial acontece (C) Olhando de perto, no entanto...
e há menos ocorrências nas delegacias.
(D) Segunda é dia das obrigações.
(B) quarta-feira é o dia em que não se assiste à novela,
pois há a transmissão dos jogos de futebol.
05. Assinale a alternativa em que a pontuação está correta e
(C) quinta-feira é o dia em que os colegas de trabalho se mantém o sentido do texto.
reúnem para um chope ao final do expediente.
(A) É um dia que se pode, olhar e reconhecer como uma
(D) sexta-feira é o dia em que a maioria dos executivos coisa distinta. (1o parágrafo)
se empenha para fechar grandes negócios.
(B) Olhando de perto, no entanto? (3o parágrafo)

(C) Um dia da semana (sábado) era pouco para o brasi-


leiro comer feijão gordo. (6o parágrafo)

(D) Porém também é, o dia de estreias nos cinemas, ca-


beleireiro, pizza... (8o parágrafo)

3 PMSG1602/001-GraduaçãoCabo-PM-SP
Para responder às questões de números 06 e 07, leia os Leia o texto “Ler livros aumenta longevidade, diz estudo”,
quadrinhos em que aparecem as personagens Hagar e sua para responder às questões de números 08 a 12.
esposa Helga.
A ideia de vida eterna é um exagero, mas uma pesquisa
recente afirma que a leitura de livros pode resultar em um
tempo a mais de vida.
Ler livros reduziu, aparentemente, em 20% os riscos de
mortalidade das pessoas que, por 12 anos, foram acompa-
nhadas. A pesquisa, publicada na revista Social Science &
Medicine, baseou-se em entrevistas com 3 635 adultos acima
de 50 anos.
Além de verificar se e quanto as pessoas liam, o estudo,
chamado A Chapter a Day (Um Capítulo por Dia), precisou
considerar o efeito de alguns fatores que influenciam a lon-
gevidade, entre eles: doenças, estado civil, trabalho, histórico
de depressão, sexo e condição econômica.
Mesmo assim, os pesquisadores constataram uma bela
vantagem na sobrevivência daqueles que liam em média 30
minutos por dia, quando comparados a não leitores. “É diver-
tido saber que quanto mais leio, mais tempo vou ter para ler”,
diz o professor E. Juarez, 57.
O estudo afirma que livros propiciam uma “leitura imer-
siva”, na qual o leitor consegue fazer conexões entre o que
está sendo lido e o mundo ao redor, com possíveis aplica-
ções na vida real.
Juarez concorda que a leitura diária melhora a saúde
(Dik Browne. O melhor de Hagar, o Horrível 1. L&PM Pocket, 2009)
mental. Um dia sem livros faz com que ele se sinta mal. “É o
melhor passatempo que existe e é barato.”
06. No segundo quadrinho, ao aproveitar o óleo fervente des- O brasileiro, em geral, tem opiniões um pouco diferen-
tinado aos inimigos para fritar as batatas, Helga demons- tes sobre o assunto. Segundo a pesquisa divulgada este ano
tra ser uma mulher pelo Instituto Pró-livro e pelo Ibope Inteligência, apenas 24%
dos entrevistados disseram gostar de ler livros no tempo livre.
(A) curiosa. Redes sociais, televisão, música, WhatsApp, tudo isso está
na frente da leitura de livros no gosto dos brasileiros.
(B) prática. A mesma porcentagem de pessoas, 24%, declararam
gostar de ler jornais e revistas no tempo livre, outro tipo de
(C) romântica. leitura também levada em conta pelos pesquisadores. Contu-
do os resultados positivos da leitura de periódicos* não foram
(D) insegura. tão significativos quanto os da leitura de livros.
(Phillippe Watanabe. Folha de S.Paulo, 20.08.2016. Adaptado)

*  periódicos: jornais e revistas


07. As formas verbais despeje e espere, empregadas por
Hagar e Helga, expressam:
08. De acordo com o texto, é correto afirmar que
(A) sugestão, como em: Pode todo o gramado e creio
que a casa ficará mais arejada. (A) os pesquisadores estabeleceram que o estudo seria
feito com mais de 3 000 adultos de todas as faixas
(B) advertência, como em: Venha à nossa casa no sába- etárias.
do, pois será um imenso prazer!
(B) os resultados da pesquisa demonstraram que 30
(C) súplica, como em: Pague a taxa se quiser utilizar os minutos de leitura diária podem prolongar a vida de
equipamentos. uma pessoa.

(D) ordem, como em: Termine esta tarefa com urgência! (C) os estudiosos concluíram que a leitura contribui para
a saúde mental, embora seja um passatempo que
não tem proveito na vida real.

(D) a pesquisa comprovou que a leitura de livros e a


leitura de periódicos apresentam índices idênticos
quanto aos resultados positivos para a longevidade.

PMSG1602/001-GraduaçãoCabo-PM-SP 4
09. Ao declarar “É divertido saber que quanto mais leio, mais 11. Assinale a alternativa em que a expressão destacada
tempo vou ter para ler”, o professor E. Juarez quer dizer está correta de acordo com a norma-padrão da língua
que portuguesa.
(A) empregará mais tempo na escolha de novos livros, (A) Tratando-se de livros, a maioria dos brasileiros se
pois descobriu que a leitura é um passatempo diver- opõe do grupo que afirma gostar de ler no tempo livre.
tido e de baixo custo.
(B) Tratando-se de livros, a maioria dos brasileiros destoa
(B) é um adulto que já passou dos 50 anos, por isso
com o grupo que afirma gostar de ler no tempo livre.
dispõe de mais tempo livre para ler diariamente livros
e revistas. (C) Tratando-se de livros, a maioria dos brasileiros não
(C) lê livros com frequência, portanto tornará sua vida mais pactua ao grupo que afirma gostar de ler no tempo livre.
longa e, consequentemente, terá mais tempo para ler.
(D) Tratando-se de livros, a maioria dos brasileiros
(D) precisa ampliar as horas dedicadas à leitura, pois diverge do grupo que afirma gostar de ler no tempo
dessa forma não se sentirá um indivíduo infeliz ou livre.
mal-humorado.

10. Releia a frase do quarto parágrafo: 12. Assinale a alternativa correta quanto à concordância
Mesmo assim, os pesquisadores constataram uma bela verbal e nominal.
vantagem na sobrevivência daqueles que liam em média (A) O hábito de ler livros e revistas contribuem para uma
30 minutos por dia, quando comparados a não leitores. vida mais longa.
Preservando o sentido do texto, é correto afirmar que a
(B) A influência de fatores como condição econômica foi
expressão
considerado pelos estudiosos.
(A) “mesmo assim” pode ser substituída por apesar disso.
(C) Para alguns entrevistados, música, televisão e redes
(B) “uma bela vantagem” pode ser substituída por uma sociais substitui a leitura de livros.
vantagem irrisória.
(D) Para E. Juarez, horas dedicadas à leitura tornam
(C) “liam em média” pode ser substituída por liam com
seus dias mais prazerosos.
facilidade.
(D) “quando comparados” pode ser substituída por ainda
que comparados.

Leia a charge para responder às questões de números 13 e 14.

(Jean Galvão. Folha de S.Paulo, 09.05.2016)

13. Analisando a cena, conclui-se corretamente que as mudanças na vida profissional da personagem
(A) evidenciam um declínio financeiro.
(B) ocorreram simultaneamente.
(C) aconteceram ao acaso.
(D) contrariam prognósticos pessimistas.

5 PMSG1602/001-GraduaçãoCabo-PM-SP
14. Assinale a alternativa que apresenta um título adequado 16. Observe os termos em destaque inseridos na terceira es-
à charge e correto quanto ao emprego da crase. trofe da canção.

(A) Atual situação econômica não perdoa à ninguém Se você vier comigo
Até onde corajosamente a gente chegar
(B) Brasileiros recorrem à soluções criativas para driblar Numa praça tão na beira do mar
a crise Talvez num pedaço de qualquer lugar

(C) Crise econômica bate à porta de todos os cidadãos Entre esses termos, o que apresenta circunstância de
modo é
(D) População se recusa à aceitar mais impostos
(A) comigo.

(B) corajosamente.
Considere a letra da canção “Dia branco”, de Geraldo Aze­
vedo e Renato Rocha, para responder às questões de núme- (C) tão.
ros 15 a 17.
(D) talvez.
Se você vier
Pro que der e vier
Comigo 17. Releia a primeira estrofe.
Eu lhe prometo o sol Se você vier
Se hoje o sol sair Pro que der e vier
Ou a chuva Comigo
Se a chuva cair
As formas verbais destacadas estão no futuro do subjun-
Se você vier tivo e contribuem, nessa canção, para expressar a ideia
Até onde a gente chegar de ações futuras cuja realização é possível.
Numa praça na beira do mar Assinale a alternativa em que a forma verbal destacada
Num pedaço de qualquer lugar também está empregada corretamente.
Nesse dia branco (A) Se você pôr mais créditos no celular, poderá entrar
Se branco ele for em contato conosco a qualquer hora.
Esse tanto
Esse canto de amor (B) Se você trazer todos os músicos necessários, grava-
remos a trilha sonora hoje.
Se você quiser e vier
Pro que der e vier (C) Se você ter bom senso, não se arrependerá no
Comigo ­futuro.
(letras.mus.br/geraldo-azevedo/46156/dia-branco-print.html. Adaptado)
(D) Se você transpuser este rio, chegará ao outro
município.

15. O eu lírico pretende oferecer o sol e a chuva à pessoa


amada, mas para isso lhe impõe uma condição:

(A) estar predisposta a acompanhá-lo em qualquer


­circunstância.

(B) ser sonhadora e, como ele, desejar ter filhos e se


aventurar pelo mundo.

(C) estar preparada para enfrentar as restrições finan-


ceiras próprias da vida de músico.

(D) ser compreensiva para aceitar a imensa timidez que


aflige o eu lírico.

PMSG1602/001-GraduaçãoCabo-PM-SP 6
Leia a tirinha com o personagem Chico Bacon para responder às questões de números 18 e 19.

(Caco Galhardo. Folha de S.Paulo, 03.12.2006)

18. Leia as afirmações sobre o último quadrinho da tirinha:


•  A carta de alforria entregue para comprovar o divórcio indica que o casamento, para Chico Bacon, foi um período
de          .
•  Ao empregar o pronome esse, a personagem se refere a          .
Para que as afirmações sejam corretas, as lacunas devem ser preenchidas, respectivamente, por:
(A) nascimento de filhos ... documento
(B) privação da liberdade ... documento
(C) convivência conflituosa ... estado civil
(D) responsabilidades financeiras ... estado civil

19. Considerando a fala da atendente no segundo quadrinho, assinale a alternativa em que o pronome substitui corretamente
a expressão o divórcio e está adequadamente colocado na frase.
(A) Preciso de um documento que lhe comprove.
(B) Preciso de um documento que comprove-lhe.
(C) Preciso de um documento que o comprove.
(D) Preciso de um documento que comprove-o.

20. Leia o texto publicitário.

Nesse texto, a expressão “seu leão” foi empregada em sentido

(A) próprio, referindo-se à quantia financeira necessária para o hospital construir sua própria sede.
(B) próprio, referindo-se aos recursos públicos que são investidos na área da saúde.
(C) figurado, referindo-se ao trabalho dos voluntários que atuam nesse hospital infantil.
(D) figurado, referindo-se a doações a hospitais que podem ser feitas pela declaração do Imposto de Renda.

7 PMSG1602/001-GraduaçãoCabo-PM-SP
Raciocínio Lógico 25. Vinte atletas participam de uma corrida de resistência.
Em determinado momento da prova, o atleta A ocupa a
12a posição. Desse momento até o final da prova, acon-
21. Assinale a alternativa que apresenta uma afirmação que tecem apenas estes eventos:
corresponde à negação da frase “O veículo disponível I. três atletas que estão à frente do atleta A desistem
para a ronda está sem gasolina”. da prova;
(A) O veículo disponível para a ronda está com etanol. II. dois atletas que estão atrás do atleta A desistem da
prova;
(B) O veículo disponível para a ronda não está sem
III. o atleta A supera quatro atletas que estavam à sua
gasolina.
frente;
(C) O veículo não está disponível para a ronda e está IV. o atleta A é superado por um atleta que estava atrás
com gasolina. dele.
(D) Se o veículo está disponível para a ronda, então ele O número de atletas que terminam a prova após a chega-
está com gasolina. da do atleta A é igual a

(A) 4.
22. Se no sexto termo da sequência (1A2, 3AB4, 5ABC6,
(B) 5.
7ABCD8, . . .) as letras vogais fossem trocadas pelo alga-
rismo 2 e as letras consoantes pelo algarismo 1, a soma (C) 6.
dos algarismos que formariam esse termo seria igual a
(D) 9.
(A) 10.

(B) 12. 26. Considere a afirmação: “Arrumei meu armário ou não saí
(C) 13. de casa.”
Uma afirmação que é equivalente à negação dessa é:
(D) 16.
(A) Saí de casa e não arrumei meu armário.

23. Uma oficina de automóveis quer contratar mecânicos e (B) Saí de casa ou não arrumei o meu armário.
eletricistas. Convoca os interessados e, no dia marcado,
(C) Se não arrumei o meu armário, então não saí de
aparecem 23 pessoas para a seleção. Quando pergun-
casa.
tados, 19 interessados respondem que são mecânicos.
Após uma nova pergunta, 16 interessados respondem (D) Se não arrumei o meu armário, então saí de casa.
que são eletricistas. Nenhum dos convocados deixou de
responder. Nesse grupo, o número de interessados que
podem exercer as duas funções é igual a 27. Em uma sala, estão 65 pessoas. Sabe-se que 25 des-
sas pessoas vestem camiseta branca, outras 30 pessoas
(A) 4. vestem camiseta vermelha, e as demais vestem cami-
(B) 7. seta preta. Sem olhar para as pessoas dentro da sala, o
número mínimo de pessoas que devo chamar para, com
(C) 10. certeza absoluta, conseguir duas pessoas que estejam
com a camiseta de cor branca é
(D) 12.
(A) 55.

24. Considere a afirmação: “Se os pneus estão carecas, en- (B) 48.
tão é preciso trocá-los.”
(C) 42.
Uma afirmação equivalente a essa afirmação condicional é:
(D) 35.
(A) Os pneus estão carecas e é preciso trocá-los.

(B) Se os pneus não estão carecas, então não é preciso 28. A sequência (30, 10, 31, 9, 32, 8, 33, 7, . . ., 1), criada com
trocá-los. um padrão lógico, é formada por 20 elementos. A soma
(C) Os pneus não estão carecas ou é preciso trocá-los. dos dois elementos centrais, o 10o e o 11o elementos, é
igual a
(D) Os pneus estão carecas ou é preciso trocá-los.
(A) 42.

(B) 41.

(C) 40.

(D) 39.

PMSG1602/001-GraduaçãoCabo-PM-SP 8
29. Considere: “Carlos é um militar que gosta de preparação 33. Observe o diagrama.
física e faz uma hora de musculação por dia ou corre
uma hora na pista.” Do ponto de vista lógico, é o mesmo
que dizer:

(A) Carlos é um militar que não gosta de preparação


física e não faz uma hora de musculação nem corre
uma hora na pista.

(B) Carlos é um militar que gosta de preparação física e


faz uma hora de musculação por dia, mas não corre
uma hora na pista.

(C) Se Carlos corre uma hora na pista e faz uma hora de A partir das informações obtidas no diagrama, é correto
musculação por dia, então ele é um militar que gosta concluir que
de preparação física. (A) há ciclista que é nadador e não é corredor.
(D) Carlos é um militar que gosta de preparação física (B) os ciclistas que não são nadadores são corredores.
e faz uma hora de musculação ou é um militar que
gosta de preparação física e corre uma hora na pista. (C) todos os corredores são também nadadores ou
ciclistas.

(D) qualquer nadador é ciclista.


30. Considere as afirmações:
“Se a estrada estiver esburacada, então a carroceria do
caminhão sacode.” 34. Considere as afirmações:
“Se a carroceira do caminhão sacode, então as frutas
“Carlos é médico ou dentista.”
amassam.”
“Luciana é enfermeira ou psicóloga.”
“A estrada está esburacada.”
“Ou Marcos é dentista ou é fisioterapeuta.”
A partir dessas afirmações, é correto concluir que
“Se Luciana é psicóloga, então Carlos não é dentista.”
(A) a carroceria do caminhão sacode e as frutas amassam.
“Se Carlos é médico, então Marcos é fisioterapeuta.”
(B) a carroceria do caminhão sacode e as frutas não
amassam. “Luciana não é enfermeira.”

(C) a carroceria do caminhão não sacode e as frutas


A partir dessas afirmações, é correto concluir que
amassam.
(A) Marcos é dentista.
(D) a carroceria do caminhão não sacode e as frutas não
amassam. (B) Carlos é médico.

(C) Luciana não é psicóloga.


31. Considere a afirmação: “Se José estudou, então a prova (D) Marcos é fisioterapeuta e Carlos é dentista.
foi difícil.”
Uma negação lógica dessa afirmação é:
35. Em um corredor, estão dispostos, em sequência, 56 ar-
(A) José estudou, e a prova não foi difícil. mários individuais com as respectivas portas fechadas.
(B) Se a prova não foi difícil, então José não estudou. Matias passa pelos armários e abre a porta da metade
dos armários. Manoel passa pelos armários e fecha a
(C) Ou José estudou ou a prova não foi difícil. metade das portas que Matias havia aberto.
(D) Se José não estudou, então a prova foi difícil. O número de armários que ficaram com as portas fecha-
das após a atuação de Manoel é igual a

(A) 14.
32. Na sequência (10; 11; 12; 13; 10,5; 11,5; 12,5; 13,5; 11;
12; 13; 14; 11,5; 12,5; 13,5; 14,5; 12; 13; 14; 15; 12,5; ...), (B) 28.
criada com um padrão lógico, a diferença entre o 20o e o
26o termos, nessa ordem, é igual a (C) 35.

(A) 0. (D) 42.

(B) 0,5.

(C) 1,0.

(D) 1,5.

9 PMSG1602/001-GraduaçãoCabo-PM-SP
36. Em uma produtora, sabe-se que qualquer dos músicos CONHECIMENTOS PROFISSIONAIS
ou é apenas músico ou é, além de músico, roteirista e
desenhista. Ao todo, esses músicos são 7 pessoas. Dos
4 roteiristas dessa produtora, há apenas um que não 41. Assinale a alternativa correta nos termos do art. 5o da
é músico, mas é desenhista. Os outros três roteiristas, Constituição Federal.
além de desenhistas, são músicos. Esse é todo o pessoal
(A) É vedada a divulgação ao preso dos responsáveis
criativo da produtora.
por sua prisão ou por seu interrogatório policial.
A partir dessas informações, é correto concluir que o
número de pessoas que compõem o pessoal criativo des- (B) Ninguém será preso senão em flagrante delito ou por
sa produtora é igual a ordem escrita e fundamentada de autoridade judiciá-
ria competente, salvo nos casos de transgressão mi-
(A) 8.
litar ou crime impropriamente militar, definidos em lei.
(B) 9.
(C) São inadmissíveis, no processo, as provas obtidas
(C) 11.
por meios ilícitos, salvo se imprescindíveis para a
(D) 12. persecução penal.

(D) A lei só poderá restringir a publicidade dos atos pro-


37. Considere a sequência (A0, A1, A2, A3, . . ., A8, A9, B0, cessuais quando a defesa da intimidade ou o interes-
B1, B2, B3, . . ., C0, C1, C2, C3, . . ., C8, C9, D0, D1, . . ., se social o exigirem.
E4, . . ., F8, . . ., G9), criada com um padrão lógico e consti-
tuída por 70 termos, cada um deles formado por uma letra e
um algarismo. O 63o termo dessa sequência é 42. Segundo o disposto na Declaração Universal dos Direitos
do Homem, é correto afirmar que
(A) F5.
(B) F2. (A) todo ser humano, vítima de perseguição, tem o
direito de procurar e de gozar asilo em outros países,
(C) G2. mesmo se a perseguição for legitimamente motivada
(D) G4. por crimes de direito comum ou por atos contrários
aos objetivos e princípios das Nações Unidas.

38. As letras que fazem parte do 28o termo da sequência lógica (B) todo ser humano, sem qualquer distinção, tem direito
(3TR; 4QU; 5CI; 6SE; 7SE; 8OI; 9NO; 10DE; 11ON; . . .) são a igual remuneração por igual trabalho.

(A) QE. (C) todo ser humano tem direito à instrução. A instrução
(B) TR. será gratuita em todos os graus. A instrução elemen-
tar será obrigatória. A instrução técnico-profissional
(C) DE. será acessível a todos, bem como a instrução supe-
(D) BF. rior, esta baseada no mérito.

(D) todo ser humano acusado de um ato delituoso tem


39. Considere a afirmação: “Todo jornalista é falador.” o direito de ser presumido inocente até que a sua
culpabilidade tenha sido provada em segunda ins-
A partir dessa afirmação, é correto afirmar que
tância, em julgamento público ou reservado no qual
(A) todo aquele que não é falador não é jornalista. lhe tenham sido asseguradas razoáveis garantias à
(B) pelo menos uma pessoa não faladora é jornalista. sua defesa.
(C) todos os faladores são jornalistas.
(D) todos os que são faladores não são jornalistas. 43. Assinale a alternativa correta no que diz respeito ao con-
ceito legal de crime ou de contravenção, nos termos da
legislação penal brasileira.
40. A sequência (74; 37; 18; 9; 4) foi criada a partir do número
natural 74 com a seguinte regra: se o termo da sequência (A) Considera-se crime a infração penal que a lei comina
é um número natural PAR, o elemento seguinte é a metade pena de reclusão ou de detenção, quer isoladamen-
desse número PAR; se o termo da sequência é um número te, quer alternativa ou cumulativamente com a pena
natural ÍMPAR, o termo seguinte é a metade da diferença de multa.
entre esse número ÍMPAR e 1. Veja o exemplo: na sequên­
(B) Considera-se contravenção penal a infração admi-
cia dada, o segundo termo, 37, é ÍMPAR, e o termo seguin-
nistrativa a que a lei comina, isoladamente, sanções
te é 18 (metade de 36 que é a diferença entre 37 e 1).
administrativas.
Utilize essa mesma regra e calcule o 5o termo de uma se-
quência que comece com o número 222. Esse 5o termo (C) Considera-se crime a infração penal a que a lei
é o número comina, isoladamente, pena de prisão simples ou de
multa, ou ambas, alternativa ou cumulativamente.
(A) 21.
(B) 19. (D) Considera-se contravenção penal a infração penal
a que a lei comina pena máxima não superior a
(C) 16. 2 (dois) anos, cumulada ou não, com multa.
(D) 13.
PMSG1602/001-GraduaçãoCabo-PM-SP 10
44. Segundo o disposto na legislação penal, é correto afirmar: 47. Assinale a alternativa correta no que diz respeito à
legislação especial sobre abuso de autoridade, sobre os
(A) Considera-se em estado de necessidade aquele crimes de preconceito de raça ou de cor, sobre o Esta-
que, ainda que tenha o dever legal de enfrentar o tuto da Criança e do Adolescente e sobre os crimes de
perigo, pratica o fato para salvar de perigo atual, que tortura.
não provocou por sua vontade, nem podia de outro
modo evitar, direito próprio. (A) O crime de abuso de autoridade não pode ser aplica-
do aos militares, pois a lei que o regula define como
(B) O crime será considerado tentado quando, iniciada a autoridade, para os seus efeitos, apenas quem exerce
sua preparação, não se consuma por circunstâncias cargo, emprego ou função pública, de natureza civil.
alheias à vontade do agente.
(B) Considera-se criança, para os efeitos do Estatuto
(C) O crime será considerado doloso quando o agente não da Criança e do Adolescente, a pessoa até quator-
quis o resultado, mas assumiu o risco de produzi-lo. ze anos de idade incompletos, e adolescente aquela
entre quatorze e dezoito anos de idade.
(D) A ação penal é pública, salvo nos casos de contra-
venção penal, que dependerá da representação do (C) A simples recusa de atendimento em um bar aber-
ofendido. to ao público motivada por preconceito de raça,
cor, etnia, religião ou procedência nacional carac-
teriza-se como crime.
45. Assinale a alternativa correta no que diz respeito aos
crimes previstos no Código Penal. (D) Aquele que se omite diante do crime de tortura,
quando tinha o dever de evitá-lo ou apurá-lo, prati-
(A) Aquele que mata criança com menos de um ano
ca o crime de omissão de socorro, pois não praticou
pratica o crime de infanticídio.
atos de tortura.
(B) Aquele que pratica ato libidinoso com menor de
14 (quatorze) anos, ainda que com o consentimento
48. Segundo o disposto no Código de Trânsito Brasileiro e
deste, comete o crime de estupro de vulnerável.
na Lei no 9.605/98 (Meio Ambiente), é correto afirmar que
(C) Aquele que se atribui ou atribui a terceiro falsa iden-
(A) a verificação do crime de condução de veículo
tidade para obter vantagem, em proveito próprio
automotor com capacidade psicomotora altera-
ou alheio, ou para causar dano a outrem, comete o
da em razão da influência de álcool ou de outra
crime de falsidade ideológica.
substância psicoativa que determine dependência
(D) O funcionário público que se apropria de dinheiro, poderá ser obtida mediante teste de alcoolemia ou
valor ou qualquer outro bem móvel, público ou par- toxicológico, exame clínico, perícia, vídeo, prova
ticular, de que tem a posse em razão do cargo, ou testemunhal ou outros meios de prova em direito
o desvia, em proveito próprio ou alheio, comete o admitidos, observado o direito à contraprova.
crime de furto.
(B) afastar-se o condutor do veículo do local do aciden-
te, para fugir à responsabilidade penal ou civil que
46. Assinale a alternativa correta no que diz respeito às lhe possa ser atribuída, somente será crime se do
contravenções penais. acidente resultar alguma vítima.

(A) Aquele que deixa em liberdade, confia à guarda de (C) aquele que pescar em período no qual a pesca
pessoa inexperiente, ou não guarda com a devida seja proibida ou em lugares interditados por órgão
cautela qualquer animal comete uma contravenção competente somente incorrerá em crime contra o
penal. meio ambiente se efetivamente conseguir pescar
ao menos um espécime dos grupos dos peixes,
(B) Praticar vias de fato contra alguém será considerado crustáceos, moluscos ou vegetais hidróbios.
contravenção penal apenas se resultar em lesão cor-
poral ou escoriações em uma das partes. (D) penetrar em Unidades de Conservação conduzindo
substâncias ou instrumentos próprios para caça
(C) A pessoa que perturba o trabalho ou o sossego ou para exploração de produtos ou subprodutos
alheio, apenas por não procurar impedir barulho pro- florestais, sem licença da autoridade competente,
duzido por animal de que tem a guarda, não pode ser não será conduta punível criminalmente se a caça
responsabilizada pela contravenção penal de pertur- ou a exploração não for, ao menos, tentada.
bação do trabalho ou sossego alheios.

(D) Aquele que apaga sinal luminoso, destrói ou remo-


ve sinal de outra natureza ou obstáculo destinado a
evitar perigo a transeuntes ou remove qualquer sinal
de serviço público pratica uma contravenção penal.

11 PMSG1602/001-GraduaçãoCabo-PM-SP
49. Assinale a alternativa correta no que diz respeito às Leis 51. Assinale a alternativa correta nos termos do Código
no 10.826/03 (Estatuto do Desarmamento) e no 11.340/06 Penal Militar.
(Violência Doméstica).
(A) O que diferencia os crimes de motim e revolta é o
(A) Comete o crime de disparo de arma de fogo aquele número de agentes que se recusam a obedecer à
que dispara, culposamente, sua arma de fogo em lu- ordem legal.
gar habitado ou em suas adjacências, em via pública
(B) Estará caracterizado o crime de deserção quando o
ou em direção a ela, desde que essa conduta não
militar ausentar-se, sem licença, da unidade em que
tenha como finalidade a prática de outro crime.
serve, por mais de cinco dias.
(B) O crime de posse de arma de fogo de uso restrito (C) O crime militar de dormir em serviço só admite a
tem a previsão de pena menor do que o porte de modalidade dolosa.
arma de fogo de uso restrito.
(D) No Código Penal Militar, há previsão apenas do
(C) Também configura violência doméstica e familiar crime de violência contra superior e não do crime
qualquer ação ou omissão baseada no gênero que de violência contra inferior.
lhe cause morte, lesão, sofrimento físico, sexual ou
psicológico e dano moral ou patrimonial praticada
contra um adolescente homem. 52. Nos termos do Código de Processo Penal Militar e da Lei
no 9.299/96, é correto afirmar:
(D) A violência moral, entendida como qualquer conduta
que configure calúnia, difamação ou injúria, é, entre (A) O militar do Estado que, culposamente, efetua um
outras, uma forma de violência doméstica e familiar disparo de arma de fogo contra um civil durante uma
contra a mulher. abordagem policial será processado e julgado no
âmbito da justiça militar pelo crime militar praticado,
ainda que este civil venha a falecer.
50. No que tange ao disposto nas Leis no 11.343/06 (Sis-
tema Nacional de Políticas Públicas sobre drogas) e (B) Uma vez arquivados os autos do Inquérito Policial
no 12.850/13 (Organização Criminosa), assinale a alter- Militar, não poderá ser aberto novo inquérito para
nativa correta. apuração dos mesmos fatos, ainda que novas pro-
vas sejam apresentadas.
(A) Associarem-se duas ou mais pessoas para o fim
(C) O militar não está obrigado a produzir prova que o
de praticar, reiteradamente ou não, o tráfico de dro-
incrimine, ou ao seu cônjuge, descendente, ascen-
gas tipifica o crime de organização criminosa previs-
dente ou irmão, salvo se o fato que está sendo inves-
to na Lei no 12.850/13 (Organizações Criminosas).
tigado tenha sido praticado durante o serviço, hipóte-
(B) Nos casos de investigação de organização crimi- se em que o dever da verdade real deve prevalecer
nosa, se houver indícios suficientes de que o fun- sobre o direito da não autoincriminação.
cionário público a integra, poderá o juiz determinar
(D) No Auto de Prisão em Flagrante Delito por crime mili-
seu afastamento cautelar do cargo, emprego ou
tar, o preso deve ser ouvido antes do condutor e das
função, sem prejuízo da remuneração, quando a
testemunhas.
medida se fizer necessária à investigação ou instru-
ção processual.

(C) A Lei no 11.343/06 (Sistema Nacional de Políticas 53. No tocante ao Regulamento Disciplinar da Polícia Militar,
Públicas sobre drogas) dispôs que não cometerá é correto afirmar que
crime quem adquirir, guardar, tiver em depósito, (A) o prazo máximo do recolhimento disciplinar é de
transportar ou trouxer consigo, para consumo pes- 5 (cinco) dias prorrogáveis, uma única vez, por mais
soal, drogas sem autorização ou em desacordo 5 (cinco) dias.
com determinação legal ou regulamentar.
(B) na aplicação de sanções disciplinares, é circunstân-
(D) Em virtude dos riscos inerentes à atividade, a Lei cia atenuante ter sido a falta praticada durante a exe-
no 12.850/13 (Organizações Criminosas) revogou a cução do serviço.
possibilidade de infiltração, por policiais, em ativida-
de de investigação de organizações criminosas. (C) o recurso disciplinar denominado Pedido de Recon-
sideração de ato deve ser encaminhado à autoridade
imediatamente superior à que praticou ou aprovou o
ato disciplinar.

(D) o cancelamento de sanções é uma recompensa


policial-militar.

PMSG1602/001-GraduaçãoCabo-PM-SP 12
54. Assinale a alternativa correta no que diz respeito à deno- 56. Assinale a alternativa correta no que diz respeito ao
minação dos documentos utilizados na correspondência disposto no R-5-PM (Regulamento de Uniformes da
oficial da Polícia Militar do Estado de São Paulo, nos ter- Polícia Militar) e no M-18-PM (Manual de Cidadania da
mos da I-07-PM. Polícia Militar).

(A) NOTA PARA BOLETIM – documento elaborado e (A) O Mandado de Segurança, pela rapidez da sua
expedido obedecendo a características próprias análise e pela simplicidade da elaboração, é o mais
e instruções específicas, destinado a publicação, eficiente remédio para a correção do abuso de auto-
extrato ou transcrição de atos administrativos em ridade que comprometa a liberdade de locomoção.
Boletim Interno ou Geral.
(B) É obrigatório o uso de cobertura quando o policial
(B) PARTE – documento revestido de formalidades le- militar estiver em locais descobertos, em policiamen-
gais, podendo constituir-se em cópia autêntica, ou to a pé, em policiamento comunitário nos PPM, nas
resumida, desde que expresse fielmente o que con- imediações das BCS, BCSD, quando estiver desem-
tém no original de onde foram extraídas e firmado barcado e nos deslocamentos a pé ou por transporte
pela autoridade policial-militar no âmbito de suas público.
atribuições, no qual são descritos, de maneira clara (C) Em regra, o “habeas corpus” é um processo su-
e precisa, os fatos consignados em registros oficiais. mário documental, ou seja, rápido, concentrado e
(C) ORDEM DE SERVIÇO – documento por meio do individual, mas também poderá ser coletivo quando
qual o policial-militar comunica, relata ou informa impetrado por partido político ou organização sindi-
atos ou fatos, ou solicita a adoção de providências cal, a favor de seus filiados.
à autoridade policial-militar a que estiver diretamente (D) Ao Comandante de Batalhão compete a
criação,
subordinado.
modificação ou extinção de uniformes especiais,
(D) ATESTADO – documento destinado a tramitar
básicos e específicos, peças complementares, pe-
entre as autoridades da Instituição e entre estas e
ças substitutivas e equipamentos.
o público externo, no qual são fornecidos, por soli-
citação ou iniciativa própria, elementos informativos
ou esclarecimentos cuja veracidade possa ser com-
57. Assinale a alternativa correta no que diz respeito ao
provada ou confrontada com a realidade do assunto
Programa de Força Tática, consoante o previsto na
abordado.
Diretriz PM3-07/02/05, de 07NOV05 – Programa de
Força Tática – parcialmente alterado pela Ordem Com-
plementar PM3-01/02/13, de 12MAR13.
55. No tocante aos afastamentos na Polícia Militar do Estado
de São Paulo, segundo as disposições das I-36-PM, é (A) Na função habitual de patrulha, a guarnição de
correto afirmar que Força Tática será de 3 (três) PM, podendo ser
alterada para 4 (quatro) ou até 5 (cinco) a critério
(A) a retribuição mensal a ser paga ao policial mili- do Comandante do Batalhão a que estiver subor-
tar, quando em gozo de férias, será acrescida de dinada.
2/3 (dois terços) de seu valor, com base na retribui-
(B) A Força Tática deverá receber, quinzenalmente, trei-
ção a que faz jus no dia do seu início.
namento de operações de controle de distúrbios civis.
(B) todo policial militar terá direito a 60 (sessenta) dias
(C) O Pelotão de Força Tática e o Grupamento de For-
de licença-prêmio após 5 (cinco) anos de contínuo
ça Tática, em princípio, dedicar-se-ão às principais
exercício, nos termos da lei.
ocorrências de roubo e homicídio, motivo pelo qual
(C) objetivando preservar a higidez física do policial deverão solicitar outra viatura do patrulhamento para
militar, a dispensa para doação de sangue limitar-se-á dar o primeiro atendimento a qualquer solicitante de
a 3 (três) por ano, com intervalo mínimo de 45 (qua- ocorrências de menor gravidade.
renta e cinco) dias entre elas. (D) A rendição dos turnos de Força Tática será, obriga-
toriamente, na sede da Companhia mais próxima do
(D) as dispensas do serviço não poderão exceder a
local de atendimento da última ocorrência do turno
10 (dez) dias por ano.
de serviço.

13 PMSG1602/001-GraduaçãoCabo-PM-SP
58. Nos termos da Diretriz PM3-011/02/05, de 01NOV05 – 60. Assinale a alternativa correta no que diz respeito ao Policia-
Programa de Radiopatrulha – atendimento “190”, é cor- mento de Trânsito, nos termos da Diretriz PM3-01/02/07,
reto afirmar que de 26JUL07 – Policiamento de Trânsito – parcialmente
alterado pela Ordem Complementar PM3-02/02/07, de
(A) o mapa-força da OPM deverá indicar a quantidade de
21DEZ07.
radiopatrulhas e os subsetores respectivos, devendo
ser encaminhado diariamente, a cada final de turno, (A) A guarnição do Programa de Policiamento de Trân-
ao G Cmdo, que dará ciência ao Coord Op PM. sito deverá ser composta, preferencialmente, por
3 (três) policiais militares (PM).
(B) quando a viatura de radiopatrulha estiver parada so-
bre pontes ou viadutos, o policial militar deverá per- (B) No Programa de Policiamento de Trânsito, deve-se
manecer encostado no gradil, de frente para o fluxo considerar o princípio da predominância do caráter
da ponte ou viaduto e de costas para o fluxo de trân- repressivo, por meio das autuações de trânsito, visto
sito abaixo. que estudos demonstram a precariedade e ineficiên-
cia das ações educativo-preventivas que devem ser
(C) radiopatrulha é a viatura guarnecida por, no máximo,
exercidas por outros órgãos que não os policiais.
quatro policiais militares, empregada na execução
do patrulhamento preventivo e repressivo imediato, (C) Ao equipamento do policial militar empregado no
em um ou mais subsetores ou município. Programa de Policiamento de Trânsito devem ser
acrescentados os talonários de Autos de Infração
(D) no caso de ocorrências pendentes, quando não hou-
(AI) e de Comprovante de Remoção e de Recolhi-
ver viaturas de radiopatrulha disponíveis, o Coman-
mento (CRR), o apito para sinalização sonora e um
dante de Força Patrulha disponibilizará o Comando
guia de ruas da cidade, devendo ser providenciados
de Grupo Patrulha para seu atendimento e, esgota-
ainda coletes refletivos e cones de sinalização.
dos os meios, este também deverá atendê-las.
(D) Uma vez constatada a inobservância de qualquer
regra da Legislação de Trânsito, caracterizada como
59. Em relação ao Programa de Policiamento Escolar infração de trânsito, 
é facultado ao policial militar
(Diretriz PM3-14/02/05, de 07NOV05 – Programa de exercer suas atividades de autuação em virtude do
Policiamento Escolar – parcialmente alterado pela Nota princípio da predominância do caráter educativo-pre-
de Instrução PM3-02/02/08, de 24DEZ08), assinale a ventivo do Programa.
alternativa correta.

(A) O levantamento quanto à existência de bares,


“fliperamas” e vendedores ambulantes, localizados
ou posicionados a menos de 100 (cem) metros das
escolas, é uma das missões básicas do Programa de
Policiamento Escolar.

(B) Durante as rondas, deverão ser evitados con-


tatos com a direção e demais funcionários das
escolas, devendo a coleta de informações úteis ao
policiamento escolar ser feita diretamente pelo seu
CMT Cia PM, a fim de que sejam feitos os ajustes
necessários no CPP.

(C) Deve ser fomentada a rotatividade dos PM empe-


nhados no policiamento escolar a fim de que o máxi-
mo número de policiais militares tenham contato com
esse programa.

(D) A travessia de escolares não é um dos objetivos do


Programa de Policiamento Escolar, motivo pelo qual
essa atividade deve ser evitada pelos policiais milita-
res que estiverem exercendo essa função.

PMSG1602/001-GraduaçãoCabo-PM-SP 14
15 PMSG1602/001-GraduaçãoCabo-PM-SP