Vous êtes sur la page 1sur 3

Instruções Gerais de Conduta Moral, Espiritual e Física dos Médiuns de Umbanda.

• Manter dentro e fora do Centro, isto é, na sua vida religiosa ou particular conduta
Irrepreensível, de modo a não ser alvo de críticas, pois qualquer deslize neste sentido irá
refletir no Templo e mesmo na Umbanda de forma geral.
• Procurar instruir-se nos assuntos espirituais elevados, lendo os livros indicados pela
Direção do Templo, bem como assistindo palestras e participando dos estudos.
• Conserve sua saúde psíquica, vigiando constantemente o aspecto moral.
• Não alimente vibrações negativas de ódio, rancor, inveja, ciúme, etc.
• Não fale mal de ninguém, pois não é juiz, e via de regra, não se pode chegar às causas
pelo aspecto grosseiro dos efeitos.
• Não julgue que o seu guia ou protetor é o mais forte, o mais sabido, muito mais "tudo" do
que o de seu irmão, aparelho também.
• Não viva querendo impor seus dons mediúnicos, comentando, insistentemente, os feitos
do seu guia ou protetor. Tudo isso pode ser bem problemático e não se esqueça de que
você pode ser testado por outrem e toda a sua conversa vaidosa ruir fragorosamente.
• Dê paz ao seu protetor, no astral, deixando de falar tanto no seu nome. Assim você está se
fanatizando e aborrecendo a Entidade, pois, fique sabendo, ele, o Protetor, se tiver mesmo
"ordens e direito de trabalho" sobre você, tem ordens amplas e pode discipliná-lo,
cassando-lhe as ligações mediúnicas; e mesmo infringindo-lhe castigos materiais,
orgânicos, financeiros e etc.
• Quando for para ao rito, não vá aborrecido e quando lá chegar, não procure conversas
fúteis. Recolha-se a seus pensamentos de fé, de paz e, sobretudo, de caridade pura, para
com o próximo.
• Lembre-se sempre de que sendo você um médium considerado pronto ou desenvolvido, é
de sua conveniência tomar banhos propícios determinados por sua entidade. Se for médium
em desenvolvimento, procure saber quais os banhos e defumadores mais indicados, o que
será dado pela Direção do Templo.
• Não use "guias" (colares) de qualquer natureza sem ordem comprovada de sua entidade
protetora responsável direta e testada no Templo, ou então, somente por indicação do
médium chefe.
• Não se preocupe em saber o nome do seu protetor (tentar adivinhar) antes que ele julgue
necessário. É muito importante para você, não tentar reproduzir, de maneira alguma
quaisquer gestos ou pontos riscados para o equilíbrio de sua aura, dos seus próprios
pensamentos. Tolerar a ignorância não é partilhar dela. Seja paciente. Tudo acontece no
tempo de Deus, não no seu. Acostume-se a fazer todo o bem que puder, sem visar
recompensa ou agradecimentos. Esse bem se reverterá a seu favor.
• Tenha ânimo forte, através de qualquer prova ou sofrimento, confie e espere.
• Faça “recolhimentos” diários, a fim de meditar sobre suas ações, pelo menos por 30
minutos.
• Lembre-se de que todos nós erramos, pois o erro é da condição humana e, portanto
ligado à dor, a sofrimentos vários e consequentemente, às lições com suas experiências...
Sem dor, sofrimentos, lições, experiência, não há carma, não há humanização nem
polimento íntimo. O importante é que não erre mais, ou melhor, que não caia nos mesmos
erros. Passe uma esponja no passado, erga a cabeça e procure a senda da reabilitação: para
isso, "mate" a sua vaidade e não se importe, de maneira alguma, com o que os outros
disserem ou pensarem a seu respeito. Faça tudo para ser tolerante, compreensivo, humilde,
pois assim só poderão dizer boas coisas de você.
• Zele por sua saúde física com uma alimentação racional e equilibrada.
• Não abuse de carnes vermelhas, fumo ou quaisquer excitantes. • Não mantenha
convivência com pessoas más, invejosas, maldizentes, etc. Isso é importante.
• No dia de rito, regule a sua alimentação e faça tudo para se encaminhar aos trabalhos
espirituais, LIMPO DE CORPO E ESPÍRITO.
• De véspera e após a sessão, não tenha contato sexual.
• Tenha sempre em mente que, para qualquer pessoa, especialmente o médium, os bons
espíritos somente assistem com precisão, se verificarem uma boa dose de HUMILDADE
ou simplicidade NO CORAÇÃO (e não só nas palavras). EQUILIBRIO E SERIEDADE,
palavra de ordem do Médium.
• A VAIDADE, O ORGULHO E O EGOÍSMO CAVAM O TÚMULO DO MÉDIUM.
• Aprenda lentamente a orar confiando em JESUS, o regente do planeta Terra. Cumpra as
ordens ou conselhos de seu protetor. Ele é seu grande e talvez único amigo de fato e quer a
sua felicidade.
• Seja pontual e não faltar aos ritos que tiver em seu terreiro.
• Mantenha um bom relacionamento com seus irmãos de fé evitando fofocas, dissabores e
conversas improdutivas e invejosas.

Não oriente seu irmão sobre assuntos que desconhece. Você poderá prejudicá-lo, ou lhe
causar transtorno.
Esteja presente, sempre que puder, em seu terreiro. Ele se move também com sua energia.
Seu compromisso não é apenas com os seus guias, é com toda a espiritualidade. Sua
presença é sempre aguardada.
As Leis supremas devem ser respeitadas! Em seu terreiro também existem Leis e regras.
Respeite as dando o exemplo.
A Umbanda é caridade, e o seu terreiro sobrevive de doações de amigos e consulentes, mas
existem obrigações legais que devem ser cumpridas, portando, esteja sempre em dia com
elas, (sua mensalidade). Sem ela, não se poderia um terreiro sobreviver. Esse também é seu
compromisso. Cumpra-o !!!

“A CASA ESPIRITA NÃO É FONTE DE MILAGRES, MAS REDUTO DE LUZ,


CASA ABENÇOADA ONDE APRENDEMOS A CRESCER MORALMENTE POR
MEIO DO TRABALHO CONSTANTE E DISCIPLINADO EM FAVOR DE NÓS
MESMOS!!! “